Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE"

Transcrição

1 Data de Publicação: 14 de outubro de 2009 Relatório de Monitoramento Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Ratings em Outubro de 2009 Instrumento Rating Atual Rating Inicial Valor do Patrimônio Líquido em 30 de Setembro de 2009 Vencimento Final Cotas Seniores braaaf braaf R$ ,28 Maio de 2010 Cotas Subordinadas Não Classificadas Não Classificadas R$ ,74 Maio de 2010 Perfil Fundo: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Garantia subjacente: Direitos creditórios cedidos pela CEEE - Companhia Estadual de Energia Elétrica ( CEEE ) formados: (i) pela totalidade dos direitos de crédito oriunda da venda futura de energia elétrica pela CEEE a determinadas concessionárias de distribuição de energia elétrica, nos termos dos Contratos de Comercialização de Energia Elétrica no Ambiente Regulado (CCEARs) indicados na Tabela I abaixo (respectivamente, as Distribuidoras Cedidas e os CCEAR Cedidos ); e (ii) pela parcela equivalente a 25% (vinte e cinco por cento) dos direitos de crédito oriundos da prestação futura de serviços de transmissão de energia elétrica pela CEEE aos usuários da rede básica de transmissão de energia elétrica ( Usuários da Rede Básica ), nos termos do Contrato de Prestação de Serviço de Transmissão ( CPST ) e dos Contratos de Uso do Sistema de Transmissão ( CUST e, em conjunto com o CPST, os Contratos de Transmissão ) existentes ou que venham a ser celebrados pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico ( nos") com os Usuários da Rede Básica (os Contratos de Transmissão Cedidos ). Originador dos direitos creditórios: CEEE Companhia Estadual de Energia Elétrica Administrador do FIDC: Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - Banrisul Custodiante: Deutsche Bank S.A. Banco Alemão Agente de recebimento: Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. Banrisul Gestor do FIDC: BTG Pactual Gestora de Recursos Ltda. Proteção de crédito: Sobrecolaterização e subordinação de cotas juniores Características das Cotas Instrumento Data de Início Rentabilidade-Alvo Valor Inicial Valor da Cota em 30 de Setembro de 2009 Cotas Seniores 24 de fevereiro de 2006 Taxa DI Over + 1,50% a.a. R$ ,00 R$ 1.999,80 Cotas Subordinadas 24 de fevereiro de 2006 Não Aplicável* R$ ,00 R$ ,33 * As cotas subordinadas não possuem rentabilidade-alvo, embora se beneficiem de qualquer rentabilidade excedente após o FIDC ter alcançado a remuneração-alvo das cotas seniores. 1/7

2 Descrição da Transação Características Gerais O CEEE FIDC é um condomínio fechado, com vencimento final de 48 meses (quatro anos) após a data de emissão das cotas. A emissão pode ser vendida no Brasil para investidores qualificados, incluindo empresas e clientes de private banking, fundos de pensão, seguradoras e outros fundos de investimento. O FIDC comprou recebíveis originados pela CEEE por meio dos CCEAR Cedidos e dos Contratos de Transmissão Cedidos. O CEEE FIDC emitiu cotas em reais lastreadas por: (a) direitos creditórios originados pelo fornecimento de energia elétrica de acordo com os CCEAR Cedidos e os Contratos de Transmissão Cedidos, e/ou; (b) outros instrumentos de renda fixa e caixa. O rendimento e o valor de face das cotas são pagos pelo fluxo de caixa proveniente dos ativos subjacentes. As cotas seniores são amortizadas em 48 prestações mensais após sua emissão. As cotas subordinadas somente serão resgatadas após a amortização de todas as cotas seniores. O CEEE FIDC também possui, desde sua data de emissão, uma Reserva de Amortização e Resgate (RAR), igual à amortização do período corrente, somada aos custos mensais estimados dos Encargos do FIDC referentes à taxa de administração, despesas com a prestação de serviços do Custodiante, empresa de auditoria contatada pelo FIDC e agência de classificação de risco, mais o montante referente aos dois próximos períodos (um total de três períodos de amortização e custos). O fluxo proveniente das Distribuidoras Cedidas e dos Contratos de Transmissão Cedidos deve ser alocado de acordo com o seguinte: 35% para as Distribuidoras Cedidas e 65% para os Contratos de Transmissão Cedidos na composição da Quantidade Mínima Mensal (QMM). A QMM é calculada pelo gestor do FIDC, BTG Pactual Gestora de Recursos, e deve ser igual a soma da amortização do período, das despesas e encargos do FIDC e dos montantes necessários para se recompor a RAR. Essa distribuição de recursos segue o uso e a destinação dos recursos da emissão das cotas seniores. Fundamentos do Rating Pelo fato de a CEEE operar sob regime de uma concessionária do serviço público de geração de energia elétrica, serviço este de titularidade do governo federal brasileiro (o qual é concedido à exploração de acordo com as regras sobre concessão), nas hipóteses de término antecipado da concessão, observados os procedimentos definidos na legislação específica, o poder concedente (governo federal), ou uma nova concessionária, assumiria a prestação do serviço público antes prestado pela CEEE, o que garantiria a continuidade do fornecimento de energia elétrica aos clientes da CEEE. A Standard & Poor s acredita que a lei garante a continuidade do serviço público de energia prestado sob regime de concessão, seja por meio de uma outra concessionária seja se prestado diretamente pelo poder concedente, no caso de insolvência da CEEE. É importante ressaltar que (i) não há norma legal expressa sobre a transferência dessas obrigações e (ii) não há manifestação da ANEEL a respeito da transferência dessas obrigações, havendo apenas uma anuência da ANEEL com relação à cessão dos direitos creditórios subjacentes. Assim, em razão do exposto acima, consideramos que a transação não dependerá da análise de performance da CEEE, como normalmente acontece em transações similares de fluxo futuro, mas da força do fluxo de caixa (qualidade de crédito das Distribuidoras Cedidas e dos Usuários da Rede Básica) e da garantia legal de continuidade do fornecimento de energia elétrica. O rating braaaf atribuído às cotas seniores do CEEE FIDC na Escala Nacional Brasil de classificação de fundos, expressa a qualidade geral de crédito do Fundo, com base no histórico de inadimplência e de transição de ratings da Standard & Poor s. O rating atribuído às cotas seniores do FIDC indica que sua estrutura, seus mecanismos de reforço de qualidade de crédito, bem como a qualidade dos ativos que compõem sua carteira fornecem uma proteção EXTREMAMENTE FORTE contra perdas advindas de inadimplência, baseado em diferentes cenários de estresse. 2/7

3 Os mecanismos de reforço de qualidade de crédito incluem a proteção de crédito proporcionada pela sobrecolaterização (overcollateralization) e a subordinação de cotas (que reflete o volume da Reserva de Amortização). Informações sobre o Monitoramento O CEEE FIDC manteve os níveis de proteção de crédito, mediante a sobrecolaterização e a subordinação de cotas subordinadas, compatíveis com sua categoria de rating. Os níveis de sobrecolaterização consolidado, de geração e de transmissão, foram de, respectivamente, 2,91x, 3,60x e 2,54x em agosto de No mesmo mês, a reserva de amortização era equivalente a R$ 11,74 milhões, o que correspondia a 44% do Patrimônio Líquido Sênior. Os gráficos abaixo demonstram o desempenho do CEEE FIDC desde sua data inicial. 3/7

4 4/7

5 * Os valores das amortizações nos gráficos 7 e 8 foram calculadas de maneira proporcional ao fluxo de recebimentos esperado. 5/7

6 A Escala Nacional Brasil de ratings de crédito da Standard & Poor s atende emissores, seguradores, terceiros, intermediários e investidores no mercado financeiro brasileiro para oferecer tanto ratings de crédito de dívida (que se aplicam a instrumentos específicos de dívida) quanto ratings de crédito de empresas (que se aplicam a um devedor). Os ratings de crédito na Escala Nacional Brasil utilizam os símbolos de rating globais da Standard & Poor s com a adição do prefixo br para indicar Brasil, e o foco da escala é o mercado financeiro brasileiro. A Escala Nacional Brasil de ratings de crédito não é diretamente comparável à escala global da Standard & Poor s ou a nenhuma outra escala nacional utilizada pela Standard & Poor s ou por suas afiliadas, refletindo sua estrutura única, desenvolvida exclusivamente para atender as necessidades do mercado financeiro brasileiro. Contatos da Standard & Poor's Para obter mais informações, contate os analistas da Standard & Poor s: Analista Principal: Jean-Pierre Cote Gil, São Paulo (55) , Analista de Monitoramento: Leandro de Albuquerque, São Paulo (55) , Informações Adicionais Informações adicionais podem ser obtidas nos sites da Standard & Poor s: (Brasil), (Internacional), (México), ou (Argentina). Publicado pela Standard & Poor s, uma Divisão da The McGraw-Hill Companies, Inc. Escritórios Executivos: 1221 Avenue of the Americas, Nova York, NY Escritório Editorial: 55 Water Street, Nova York, NY Atendimento ao Assinante: (1) Copyright 2009 pela The McGraw-Hill Companies, Inc. A reprodução total ou parcial deste documento é expressamente proibida exceto mediante autorização prévia. Todos os direitos reservados. Todas as informações foram obtidas pela Standard & Poor s de fontes que ela considera confiáveis. Entretanto, em função da possibilidade de erro humano ou mecânico por parte da Standard & Poor s ou de suas fontes ou de outros, a Standard & Poor s não garante a precisão, a adequação ou a completitude de quaisquer informações e não se responsabiliza por quaisquer erros ou omissões ou por quaisquer resultados obtidos ao se utilizar tais informações. Os ratings representam uma opinião, não a declaração de fatos ou uma recomendação para comprar, vender ou manter qualquer título ou valor mobiliário. Os serviços analíticos oferecidos pela Standard & Poor's Ratings Services ("Divisão de Ratings") resultam de atividades separadas destinadas a preservar a independência e objetividade das opinões nas quais se baseiam os ratings. Os ratings são opiniões, não sendo, portanto, declarações de fatos, nem recomendações de compra, manutenção ou venda de nenhum título. Os ratings baseiam-se em infomações recebidas pela Divisão de Ratings Services. Outras divisões da Standard & Poor's podem possuir informações não disponíveis à Divisão de Ratings Services. A Standard & Poor's estabeleceu políticas e procedimentos cujo objetivo é manter a confidencialidade de informações não públicas recebidas ao longo do processo de atribuição de ratings. A Divisão de Ratings Services é remunerada pela atribuição de ratings. Tal compensação é normalmente paga ou pelo emissor dos títulos avaliados ou por terceiros que participam da negociação de tais títulos. Embora a Standard & Poor's se reserve o direito de 6/7

7 disseminar os ratings por ela atribuídos, esta não recebe remuneração por fazê-lo, exceto pelas assinaturas de suas publicações. Quaisquer informações adicionais sobre as tarifas cobradas pela atribuição de ratings por parte da Divisão de Ratings Services estão disponíveis em 7/7

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Data de Publicação: 23 de fevereiro de 2010 Comunicado à Imprensa Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Ratings em Fevereiro de 2010 Instrumento Rating Atual Rating Inicial

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado Data de Publicação: 23 de fevereiro de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BicBanco Crédito Consignado Ratings em Fevereiro de 2012 Instrumento Rating Atual Rating

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP Data de Publicação: 3 de fevereiro de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial SM LP Ratings em Fevereiro de 2012 Instrumento Rating Atual Rating Inicial

Leia mais

Contato analítico adicional: Marcelo Schwarz, CFA, São Paulo, 55 (11) 3039?7782, marcelo.schwarz@standardandpoors.com

Contato analítico adicional: Marcelo Schwarz, CFA, São Paulo, 55 (11) 3039?7782, marcelo.schwarz@standardandpoors.com Data de Publicação: 26 de junho de 2014 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's reafirma ratings 'BB+' na escala global e 'braa' na Escala Nacional Brasil atribuídos à Ampla Energia e Serviços; Rating

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 15 de agosto de 2012 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Perfil Originadores dos direitos creditórios: diversas pequenas e médias empresas

Leia mais

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Data de Publicação: 26 de abril de 2011 Relatório de Rating Preliminar Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Este relatório de rating preliminar baseia-se em informações obtidas

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa Data

Leia mais

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE

Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Data de Publicação: 22 de janeiro de 2009 Relatório de Monitoramento Monitoramento: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios CEEE Analista Principal: Jean-Pierre Cote Gil, São Paulo (55) 11 3039-9743,

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento em Direitos Creditórios XP Sabemi Consignados

Leia mais

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III

Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Data de Publicação: 23 de janeiro de 2013 Relatório de Monitoramento Cobra Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais III Perfil Originadora dos direitos creditórios: Cobra Tecnologia S.A.

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Data de Publicação: 7 de outubro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Perfil Ativos subjacentes: Financiamentos de veículos novos ou usados

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Data de Publicação: 2 de outubro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Perfil FIDC: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial

Leia mais

Nutriplant Fundo de Investimento em Direitos Creditórios do Segmento Agroindustrial

Nutriplant Fundo de Investimento em Direitos Creditórios do Segmento Agroindustrial Data de Publicação: 8 de outubro de 2009 Relatório de Rating Preliminar Nutriplant Fundo de Investimento em Direitos Creditórios do Segmento Agroindustrial Este relatório de rating preliminar baseia-se

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Bicbanco Crédito Corporativo II Data de Publicação:

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Data de Publicação: 29 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Omni Veículos - VII Perfil Ativos subjacentes: financiamentos de veículos novos ou usados

Leia mais

Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master

Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master Data de Publicação: 16 de junho de 2014 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's atribui rating final à 3ª série de cotas seniores do FIDC Exodus Master Analista principal: Hebbertt Soares, São Paulo, 55

Leia mais

Teuto Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais

Teuto Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais Data de Publicação: 2 de outubro de 2007 Relatório de Rating Preliminar Teuto Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Comerciais Analistas: Jean-Pierre Cote Gil, São Paulo, 55 (11) 3039-9743, jp_gil@standardandpoors.com;

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 18 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Perfil Originadores dos direitos creditórios: diversas pequenas e médias empresas

Leia mais

BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII

BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII Data de Publicação: 24 de abril de 2014 Relatório de Monitoramento BMG Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Créditos Consignados VIII Perfil Originador dos direitos creditórios: Banco BMG S.A.

Leia mais

Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Data de Publicação: 18 de novembro de 2013 Relatório de Monitoramento Daycoval Veículos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Perfil Originador dos direitos creditórios: Banco Daycoval S.A. Direitos

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Data de Publicação: 13 de janeiro de 2014 Relatório de Monitoramento Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial Lego II Perfil FIDC: Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multisetorial

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Lavoro II Data de Publicação: 18 de agosto de 2015

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Empírica Goal One Data de Publicação: 06 de outubro

Leia mais

Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Data de Publicação: 28 de fevereiro de 2014 Relatório de Monitoramento Multi Recebíveis II Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Perfil Direitos creditórios: recebíveis comerciais performados,

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Indústria Exodus III - BRZ Data de Publicação: 22

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios da Indústria Exodus III - BRZ Data de Publicação: 2

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Angá Sabemi Consignados III Data de Publicação: 11

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Mercantis Agro MS

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Mercantis Agro MS Data de Publicação: XX de maio de 2008 Relatório de Rating Preliminar Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Mercantis Agro MS Analistas: Jean-Pierre Cote Gil, São Paulo, 55 (11) 3039-9743, jp_gil@standardandpoors.com;

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Brazilian Securities Companhia de Securitização 321ª e 322ª Séries da 1ª Emissão de Certificados

Leia mais

VERAX RPW MICROFINANÇAS FIDC ABERTO. Rating. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios FUNDAMENTOS DO RATING

VERAX RPW MICROFINANÇAS FIDC ABERTO. Rating. Fundo de Investimento em Direitos Creditórios FUNDAMENTOS DO RATING Relatório Analítico Rating A- As cotas do FIDC encontram-se suportadas por uma carteira de recebíveis com inadimplência muito baixa, a qual garante margem de cobertura muito boa para o pagamento do principal,

Leia mais

Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium

Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium Data de Publicação: 30 de outubro de 2013 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's atribui rating final à emissão de CRIs lastreados por créditos do Banco Intermedium Analista principal: Gustavo Belger,

Leia mais

Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa)

Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa) Data de Publicação: 25 de novembro de 2013 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's reafirma rating 'braa+f' do Fundo Safra Executive FIC FI Renda Fixa (antigo Safra Executive FI Renda Fixa) Analista principal:

Leia mais

(**) Renegociação de divida representada por Acordo Judicial

(**) Renegociação de divida representada por Acordo Judicial São Paulo, 15 de maio de 2015. À Comissão de es Mobiliários ( CVM ) Gerência de Acompanhamento de Fundos Estruturados - GIE Rua Sete de Setembro, 111 30º andar 20159-900 - Rio de Janeiro - RJ REF.: RELATÓRIO

Leia mais

Renda Fixa Privada Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC. Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC

Renda Fixa Privada Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC. Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC Renda Fixa Privada Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios - FIDC Uma alternativa de investimento atrelada aos créditos das empresas O produto O Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Leia mais

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BB Votorantim Highland Infraestrutura

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BB Votorantim Highland Infraestrutura Data de Publicação: 18 de dezembro de 2013 Relatório de Rating Preliminar Fundo de Investimento em Direitos Creditórios BB Votorantim Highland Infraestrutura Ratings em Dezembro de 2013 Instrumento 1ª

Leia mais

F.Q.S. DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de

F.Q.S. DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de F.Q.S. DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro Demonstrações financeiras em 31 de março de 2004 e de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium Data de Publicação: 4 de agosto de 2015 Comunicado à Imprensa S&P reafirma rating 'bra+ (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES PROGRESSO. no montante total de até

FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES PROGRESSO. no montante total de até UBS PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DTVM comunica o início da distribuição, de até 240 (duzentas e quarenta) cotas, escriturais, com valor inicial de R$1.000.000,00 (um milhão de reais), de emissão do

Leia mais

Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável

Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável Data de Publicação: 28 de fevereiro de 2013 Comunicado à Imprensa Ratings 'braa' atribuídos à Rodovia das Colinas S.A. e à sua emissão de debêntures; Perspectiva estável Analistas: Marcus Fernandes, São

Leia mais

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão Kinea Rendimentos Imobiliários - FII Relatório de Gestão Janeiro de 2013 Palavra do Gestor Prezado investidor, O Kinea Rendimentos Imobiliário FII ( Fundo ) é dedicado ao investimento em Ativos de renda

Leia mais

Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723, henrique.sznirer@standardandpoors.com

Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723, henrique.sznirer@standardandpoors.com Data de Publicação: 11 de fevereiro de 2015 Comunicado à Imprensa S&P coloca em CreditWatch Negativo o rating 'braa (sf)' atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados

Leia mais

Alternativas de Funding para Infraestrutura no Mercado de Capitais Brasileiro

Alternativas de Funding para Infraestrutura no Mercado de Capitais Brasileiro Alternativas de Funding para Infraestrutura no Mercado de Capitais Brasileiro DEBÊNTURES DE INFRAESTRUTURA - CONCEITO Debêntures: título de crédito, representativo de dívida da companhia emissora (art.

Leia mais

http://now.eloqua.com/es.asp?s=302554905&e=147927&elq=22e9447437f84493819...

http://now.eloqua.com/es.asp?s=302554905&e=147927&elq=22e9447437f84493819... Página 1 de 5 Clique aqui para visualizar em seu aparelho celular ou como uma página da internet. Standard & Poor's atribui o rating preliminar 'braa (sf)' à emissão de CRIs lastreados por créditos do

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 531, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2013

INSTRUÇÃO CVM Nº 531, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2013 Altera dispositivos da Instrução CVM nº 356, de 17 de dezembro de 2001 e da Instrução CVM nº 400, de 29 de dezembro de 2003. O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM torna público que o Colegiado,

Leia mais

INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NO BRASIL

INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NO BRASIL JANEO 2013 INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NO BRASIL MEDIDA PROVISÓRIA 601/2012: BENEFÍCIOS FISCAIS DE FIDCS DE PROJETOS DE INVESTIMENTO (INCLUSIVE INFRAESTRUTURA) A. Introdução 1. A fim de aprimorar os

Leia mais

REF.: RELATÓRIO TRIMESTRAL DO MARTINS FIDC (CNPJ: 07.162.400/0001-42) - PERÍODO ENCERRADO EM 30/06/2014.

REF.: RELATÓRIO TRIMESTRAL DO MARTINS FIDC (CNPJ: 07.162.400/0001-42) - PERÍODO ENCERRADO EM 30/06/2014. São Paulo, 15 de agosto de 2014. À Comissão de es Mobiliários ( CVM ) Gerência de Acompanhamento de Fundos Estruturados - GIE Rua Sete de Setembro, 111 30º andar. 20159-900 - Rio de Janeiro - RJ REF.:

Leia mais

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão Kinea Rendimentos Imobiliários - FII Relatório de Gestão Maio de 2013 Palavra do Gestor Prezado investidor, O Kinea Rendimentos Imobiliários FII ( Fundo ) é dedicado ao investimento em Ativos de renda

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 VOTORANTIM ASSET MANAGEMENT DTVM LTDA. ( Administrador ), comunica o início da distribuição

Leia mais

Operações de Recebíveis de Royalties de Petróleo II

Operações de Recebíveis de Royalties de Petróleo II 2014 Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro Operações de Recebíveis de Royalties de Petróleo II Nota Técnica 14 Nota Técnica nº 14 Operações de Recebíveis de Royalties de

Leia mais

S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium Data de Publicação: 1º de junho de 2015 Comunicado à Imprensa S&P rebaixa para 'bra+ (sf)' o rating atribuído à 321ª série da 1ª emissão de CRIs da Brazilian Securities lastreados por créditos do Intermedium

Leia mais

2. Operações de Venda ou de Transferência de Ativos Financeiros

2. Operações de Venda ou de Transferência de Ativos Financeiros TÍTULO : PLANO CONTÁBIL DAS INSTITUIÇÕES DO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - COSIF 1 35. Instrumentos Financeiros 1. Conceitos 1 - Para fins de registro contábil, considera-se: (Res 3534 art 2º) a) instrumento

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ: Informações referentes a Setembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o As informações completas sobre esse fundo podem

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Setembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADIUS HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ: Nº 10.446.951/0001-42

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADIUS HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ: Nº 10.446.951/0001-42 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADIUS HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ: Nº Informações referentes à Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

SECURITIZAÇÃO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS 28/10/2014 - IBCPF

SECURITIZAÇÃO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS 28/10/2014 - IBCPF SECURITIZAÇÃO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS 28/10/2014 - IBCPF Conceito 1 Conceito Integração dos mercados imobiliário e de capitais, de modo a permitir a captação de recursos necessários para o desenvolvimento

Leia mais

Renda Fixa Privada Certificado de Recebíveis do Agronegócio CRA. Certificado de Recebíveis do Agronegócio CRA

Renda Fixa Privada Certificado de Recebíveis do Agronegócio CRA. Certificado de Recebíveis do Agronegócio CRA Renda Fixa Privada Certificado de Recebíveis do Agronegócio CRA Certificado de Recebíveis do Agronegócio Instrumento de captação de recursos e de investimento no agronegócio O produto O Certificado de

Leia mais

Workshop de Securitização FIDC E CRI. Comitê de FIDCs da ANBIMA Ricardo Augusto Mizukawa

Workshop de Securitização FIDC E CRI. Comitê de FIDCs da ANBIMA Ricardo Augusto Mizukawa Workshop de Securitização FIDC E CRI Comitê de FIDCs da ANBIMA Ricardo Augusto Mizukawa Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Mercado Iniciativas do Mercado - ANBIMA Classificação de FIDCs Formulário

Leia mais

Ficha técnica DESIGN ANUÁRIO 2008 - FINANÇAS ESTRUTURADAS. Carlos Augusto Lopes, Chuck Spragins, Leonardo Augusto e Felipe Pina.

Ficha técnica DESIGN ANUÁRIO 2008 - FINANÇAS ESTRUTURADAS. Carlos Augusto Lopes, Chuck Spragins, Leonardo Augusto e Felipe Pina. ANUÁRIO 2008 - FINANÇAS ESTRUTURADAS Ficha técnica Idealização e Redação Carlos Augusto Lopes, Chuck Spragins, Leonardo Augusto e Felipe Pina Editoração e Revisão Carolina Ebel DESIGN Refinaria Design

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO EMDIREITOS CREDITÓRIOS EMPÍRICA GOAL ONE CNPJ: 12.610.459/0001-96. Relatório Trimestral: 3º Trimestre de 2015

FUNDO DE INVESTIMENTO EMDIREITOS CREDITÓRIOS EMPÍRICA GOAL ONE CNPJ: 12.610.459/0001-96. Relatório Trimestral: 3º Trimestre de 2015 São Paulo, 10 de novembro de 2015. FUNDO DE INVESTIMENTO EMDIREITOS CREDITÓRIOS EMPÍRICA GOAL ONE CNPJ: 12.610.459/0001-96 Relatório Trimestral: 3º Trimestre de 2015 1) DADOS DO FUNDO Administrador: Gradual

Leia mais

Estrutura do Mercado Financeiro e de Capitais

Estrutura do Mercado Financeiro e de Capitais Estrutura do Mercado Financeiro e de Capitais Prof. Paulo Berger SIMULADO ATIVOS FINANCEIROS E ATIVOS REAIS. Ativo real, é algo que satisfaz uma necessidade ou desejo, sendo em geral fruto de trabalho

Leia mais

BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO. CRI CERTIFICADO DE RECEBÍVEL IMOBILIÁRIO Lastro Pulverizado

BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO. CRI CERTIFICADO DE RECEBÍVEL IMOBILIÁRIO Lastro Pulverizado BRAZILIAN SECURITIES COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO CRI CERTIFICADO DE RECEBÍVEL IMOBILIÁRIO Lastro Pulverizado 1 Brazilian Securities 8 Emissões de CRI s 8 Estrutura da Operação 8 Empresas envolvidas na Operação

Leia mais

Crédito Direto ao Consumo e Securitização via FIDCs

Crédito Direto ao Consumo e Securitização via FIDCs Crédito Direto ao Consumo e Securitização via FIDCs Jayme Bartling Senior Director 19 de fevereiro de 2008 Agenda > O Processo de Análise da Fitch > Riscos Inerentes à Securitização > Quantificando Subordinação

Leia mais

POLÍTICAS DE LIQUIDEZ PARA FUNDOS DE INVESTIMENTO

POLÍTICAS DE LIQUIDEZ PARA FUNDOS DE INVESTIMENTO POLÍTICAS DE LIQUIDEZ PARA FUNDOS DE INVESTIMENTO Propriedade da EUROVEST ASSET MANAGEMENT LTDA. e da IRIS INVESTIMENTOS E GESTÃO DE RECURSOS LTDA. Proibida a reprodução total ou parcial deste código sem

Leia mais

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas)

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas) 1. Contexto operacional O CLUBE DE INVESTIMENTO COPACABANA ( Clube ) constituído por número limitado de cotistas que tem por objetivo a aplicação de recursos financeiros próprios para a constituição, em

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 04.787.

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 04.787. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Informações referentes à Julho de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Cédula de Crédito Imobiliário - CCI

Cédula de Crédito Imobiliário - CCI Títulos Imobiliários Renda Fixa Cédula de Crédito Imobiliário - CCI Títulos Imobiliários Cédula de Crédito Imobiliário Instrumento que facilita a negociabilidade e a portabilidade do crédito imobiliário

Leia mais

A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil. Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID

A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil. Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID A ANBID A ANBID Associação Nacional dos Bancos de Investimentos Criada em 1967, é a maior representante das

Leia mais

Política de Exercício de Direito de Voto. (Versão 3.0 - Julho/2014)

Política de Exercício de Direito de Voto. (Versão 3.0 - Julho/2014) Política de Exercício de Direito de Voto (Versão 3.0 - Julho/2014) 1. Objeto e Aplicação 1.1. Esta Política de Exercício de Direito de Voto ( Política de Voto ), em conformidade com as disposições do Código

Leia mais

Com muita satisfação o temos como cliente no HG Real Estate Fundo de Investimento Imobiliário.

Com muita satisfação o temos como cliente no HG Real Estate Fundo de Investimento Imobiliário. 1. Palavra da Administradora Prezado Investidor, Com muita satisfação o temos como cliente no HG Real Estate Fundo de Investimento Imobiliário. A distribuição de cotas da primeira emissão foi encerrada

Leia mais

Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star

Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star Data de Publicação: 5 de maio de 2015 Comunicado à Imprensa Standard & Poor's realiza diversas ações de rating no FIDC Empírica Sifra Star Analista principal: Henrique Sznirer, São Paulo, 55 (11) 3039-9723,

Leia mais

Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros

Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros Data de Publicação: 14 de outubro de 2015 Relatório Empréstimo consignado possibilita novo modelo de negócios para bancos brasileiros Analista principal: Guilherme Machado, São Paulo, 55 (11) 3039-9754,

Leia mais

Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-'

Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-' Data de Publicação: 14 de abril de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings na Escala Nacional Brasil da JMalucelli Seguradora S.A. e da JMalucelli Resseguradora S.A. rebaixados para 'braa-' Analista principal:

Leia mais

RELATÓRIO TRIMESTRAL - 2/2015 20/07/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO

RELATÓRIO TRIMESTRAL - 2/2015 20/07/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO RELATÓRIO TRIMESTRAL - 2/2015 20/07/2015 Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO Prezado(a) Diretor(a) Executivo(a), Sr(a). Adélio Dalmolin; Atendendo a necessidade do

Leia mais

Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável

Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável Data de Publicação: 2 de abril de 2015 Comunicado à Imprensa Ratings 'bra' da Companhia de Locação das Américas S.A. reafirmados; perspectiva estável Analista principal: Marcus Fernandes, São Paulo, 55

Leia mais

Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias

Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias Data de Publicação: 21 de agosto de 2012 Comunicado à Imprensa Ratings da EcoRodovias e de sua controlada Ecovias elevados para 'braaa'; Rating 'braa+' atribuído à futura emissão de debêntures da EcoRodovias

Leia mais

Relatório de Monitoramento

Relatório de Monitoramento Relatório de Monitoramento............................................................................. Sul Invest Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Multissetorial Data de Publicação: 21 de

Leia mais

HSBC Strategy S&P Diversifique seus investimentos com ativos internacionais

HSBC Strategy S&P Diversifique seus investimentos com ativos internacionais HSBC Strategy S&P Diversifique seus investimentos com ativos internacionais HSBC Strategy S&P Diversifique seus investimentos com ativos internacionais Avaliando oportunidades de sucesso através de um

Leia mais

metodologias SR RATING

metodologias SR RATING metodologias SR RATING o processo de avaliação de risco de fundos de investimento em direitos creditórios 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVOS DA AVALIAÇÃO Com vistas a instaurar um processo de avaliação do risco

Leia mais

Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A.

Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A. Data de Publicação: 23 de janeiro de 2013 Comunicado à Imprensa Rating 'bra' atribuídos à ALD Automotive S.A. Analistas: Marcus Fernandes, São Paulo (55) 11-3039-9734, marcus_fernandes@standardandpoors.com;

Leia mais

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas)

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas) 1. Contexto operacional O CLUBE DE INVESTIMENTO CAPITAL SEGURO ( Clube ) constituído por número limitado de cotistas que tem por objetivo a aplicação de recursos financeiros próprios para a constituição,

Leia mais

Política de Exercício de Direito de Voto. (Versão 4.0 - Março/2015)

Política de Exercício de Direito de Voto. (Versão 4.0 - Março/2015) Política de Exercício de Direito de Voto (Versão 4.0 - Março/2015) 1. Objeto e Aplicação 1.1. Esta Política de Exercício de Direito de Voto ( Política de Voto ), em conformidade com as disposições do Código

Leia mais

Renda Fixa Privada Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI. Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI

Renda Fixa Privada Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI. Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI Renda Fixa Privada Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI Certificado de Recebíveis Imobiliários Instrumento de captação de recursos e de investimentos no mercado imobiliário O produto O Certificado

Leia mais

Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da Vale S.A. com vencimento em 2020 e 2022

Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da Vale S.A. com vencimento em 2020 e 2022 Data de Publicação: 5 de agosto de 2015 Comunicado à Imprensa Rating 'braaa' atribuído à proposta de emissão de debêntures quirografárias da com vencimento em 2020 e 2022 Analista principal: Diego Ocampo,

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45 Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

Período de 01 de janeiro a 06 de outubro de 2011 (data de extinção do Fundo) com Relatório dos Auditores Independentes

Período de 01 de janeiro a 06 de outubro de 2011 (data de extinção do Fundo) com Relatório dos Auditores Independentes Demonstração da Evolução do Patrimônio Líquido CSHG Realty BC Fundo de Investimento em Participações (Administrado pela Credit Suisse Hedging-Griffo Corretora de Valores S/A) Período de 01 de janeiro a

Leia mais

Fundo multimercado que tem como objetivo buscar rentabilidade acima do Certificado de Depósito Interbancário - CDI.

Fundo multimercado que tem como objetivo buscar rentabilidade acima do Certificado de Depósito Interbancário - CDI. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS 1. Público-alvo dezembro/2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o CSHG VERDE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO.

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP 2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP São Paulo, 21 de Agosto de 2013 Hotel Caesar Park Patrocínio Entendendo o Processo de Rating de Crédito: Abordagem Analítica & Práticas do

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DE COTAS SENIORES DO FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS LAVORO III. CNPJ/MF nº 20.256.

ANÚNCIO DE INÍCIO DA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DE COTAS SENIORES DO FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS LAVORO III. CNPJ/MF nº 20.256. O presente programa foi preparado com as informações necessárias ao atendimento das disposições do código ANBIMA de regulação e melhores práticas para os fundos de investimento, bem como das normas emanadas

Leia mais

BTG Fundo de Fundos. 5ª Emissão. Janeiro, 2013. Para informações adicionais, leia atentamente os Avisos Adicionais no final da apresentação.

BTG Fundo de Fundos. 5ª Emissão. Janeiro, 2013. Para informações adicionais, leia atentamente os Avisos Adicionais no final da apresentação. 5ª Emissão Janeiro, 2013 Para informações adicionais, leia atentamente os Avisos Adicionais no final da apresentação. SEÇÃO 1 Características Características Fundo Carteira Remuneração FUNDO FII fechado

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC MULT LP MASTER TRADING 13.902.141/0001-41 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC MULT LP MASTER TRADING 13.902.141/0001-41 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FICFI MULTIMERCADO LONGO PRAZO. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo,

Leia mais

OER Caçu Energia S.A. Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Em milhares de reais

OER Caçu Energia S.A. Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Em milhares de reais . Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Em milhares de reais Ativo 2013 Passivo e patrimônio líquido (passivo a descoberto) 2013 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 200 Empréstimos e

Leia mais

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007.

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007. ITAUVEST PERSONNALITÉ CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007. Mercado / % sobre Aplicações/Especificação Quantidade Realização

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da Boticário Prev, dos Participantes e Assistidos, para a concessão

Leia mais

Curso Preparatório CPA20

Curso Preparatório CPA20 Página 1 de 9 Você acessou como Flávio Pereira Lemos - (Sair) Curso Preparatório CPA20 Início Ambiente ) CPA20_130111_1_1 ) Questionários ) Passo 2: Simulado Módulo II ) Revisão da tentativa 1 Iniciado

Leia mais

1. Objetivo e Descrição do fundo

1. Objetivo e Descrição do fundo FATOR VERITÀ FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ: 11.664.201/0001-00 Administrado pelo Banco Fator S.A. CNPJ: 33.644.196/0001-06 RELATÓRIO SEMESTRAL 1º. SEM. 2012 1. Objetivo e Descrição do fundo

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS ESMERALDA FIC FI RENDA FIXA CREDITO PRIVADO LONGO PRAZO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS ESMERALDA FIC FI RENDA FIXA CREDITO PRIVADO LONGO PRAZO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Agosto de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS ESMERALDA FIC FI RENDA FIXA CREDITO

Leia mais

1. PÚBLICO-ALVO: O fundo é destinado a investidores em geral que pretendam buscar investimentos com rentabilidade superior ao CDI.

1. PÚBLICO-ALVO: O fundo é destinado a investidores em geral que pretendam buscar investimentos com rentabilidade superior ao CDI. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS HEDGE CLASSIQUE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO LONGO PRAZO CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados "sob observação por alteração de critério" (UCO)

Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados sob observação por alteração de critério (UCO) Data de Publicação: 3 de novembro de 2014 Comunicado à Imprensa Ratings de 47 transações de operações estruturadas brasileiras colocados "sob observação por alteração de critério" (UCO) Analistas principais:

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O QUELUZ TRADER FIM 09.052.643/0001-53. Informações referentes a Agosto de 2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O QUELUZ TRADER FIM 09.052.643/0001-53. Informações referentes a Agosto de 2015 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O QUELUZ TRADER FIM 09.052.643/0001-53 Informações referentes a Agosto de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o QUELUZ TRADER FUNDO

Leia mais