Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - ARTE Ensino Médio, 3ª Série POP ART / CARACTERÍSTICAS E MANIFESTAÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - ARTE Ensino Médio, 3ª Série POP ART / CARACTERÍSTICAS E MANIFESTAÇÕES"

Transcrição

1 Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - ARTE Ensino Médio, 3ª Série POP ART / CARACTERÍSTICAS E MANIFESTAÇÕES

2 ONDE E QUANDO? A partir do fim dos anos 50, simultaneamente, nos Estados Unidos e na Inglaterra.

3 CONTEXTUALIZAÇÃO O Pop reflete o estilo de vida que se desenvolveu depois da Segunda Guerra Mundial, quando os Estados Unidos cresceram e se tornaram potência industrial, conduzindo a sociedade a um ritmo desenfreado de consumo, difundindo a noção do sucesso ligado diretamente aos bens materiais. No seio dessa sociedade cresce a cultura de massa, matéria-prima da Arte Pop.

4 CONTEXTUALIZAÇÃO Uma das primeiras imagens relacionadas ao Pop é a colagem de 1956 de Richard Hamilton O que Exatamente Torna os Lares de Hoje Tão Diferentes, Tão Atraentes, feita para a exposição This is Tomorrow, organizada pelo Independent Group, da Inglaterra. Nela, celebridades e objetos da vida moderna transportam o American Way of Life para a obra de arte.

5 CONTEXTUALIZAÇÃO Os artistas norte-americanos também têm como referência as colagens tridimensionais de Robert Rauschenberg e as imagens planas e emblemáticas de Jasper Johns, que inicia o uso de objetos e imagens do cotidiano em obras. Precursores dessa atenção especial dada a objetos comuns são também os dadaístas e os surrealistas.

6 CONTEXTUALIZAÇÃO Os integrantes da pop art conseguiram chamar a atenção do grande público ao se inspirar em elementos que em tese não eram reconhecidos como arte, ao levar em conta que o consumo era marca vigente desses tempos. Grandes estrelas do cinema, revistas em quadrinhos, automóveis modernos, aparelhos eletrônicos ou produtos enlatados foram desconstruídos para que as impressões e ideias desses artistas assinalassem o poder de reprodução e a efemeridade daquilo que é oferecido pela era industrial. (1)

7 IDEOLOGIA A Pop Art tenta aproximar as chamadas alta cultura e baixa cultura, apropriando-se de elementos da cultura de massa com a intenção de resgatar a função da arte como participante do dia a dia das pessoas, tentando dar significado à vida da maioria. (2)

8 IDEOLOGIA Em 1957, Richard Hamilton descreveria essa arte como popular, transitória, consumível, de baixo custo, produzida em massa, jovem, espirituosa, sexy, chamativa, glamorosa e um grande negócio, afirmando a cultura comercial como sua matéria - prima, inesgotável, ao contrário do Dadaísmo, que a considera um mal a ser combatido.

9 CARACTERÍSTICAS Arte com apelo popular que se comunica diretamente com o público, representando o retorno de uma arte figurativa, em oposição ao Expressionismo que dominava a cena estética desde o final da Segunda Guerra. Incorpora signos e símbolos da cultura de massa suburbana e industrial, como o cinema, a publicidade, as histórias em quadrinhos, a televisão e o design, recusando-se a separar arte e vida.

10 CARACTERÍSTICAS Utiliza-se de desenhos simplificados e cores saturadas através de técnicas comerciais de reprodução, como o silkscreen, e de materiais industriais, cujo uso intenciona afastar os vestígios do gesto artístico clássico.

11 CARACTERÍSTICAS Andy Warhol enfatiza, com a repetição de imagens de celebridades como Marilyn Monroe, Mao Tse-tung, Che Guevara ou Elvis Presley, o desgaste que a mídia propicia a elas e a paradoxal ideia de anonimato. (2)

12 CARACTERÍSTICAS Já Lichtenstein parece pretender demonstrar, ao extrair fragmentos de histórias em quadrinhos e reproduzi-los manualmente, o caráter efêmero dos interesses e do consumo na sociedade moderna industrializada e os valores que essa sociedade recebe e forma a partir deles.

13 CARACTERÍSTICAS Os materiais mais usados pelos artistas da pop art eram derivados das novas tecnologias que surgiram em meados do século XX. Goma, espuma, poliéster e acrílico foram muito usados pelos artistas plásticos deste movimento. (3)

14 PRINCIPAIS NOMES Andy Warhol ( ); Peter Blake (1932); Wayne Thiebaud (1920); Roy Lichtenstein ( ); Jasper Johns (1930); Claes Oldenburg (1929); Tom Wesselmann ( ); Alex Katz (1927); Robert Rauschenberg (1925); Wesley Duke Lee ( ).

15 Imagem: COM, Andy Warhol / ARTE, 3º ANO MANIFESTAÇÕES (Pintura) Andy Warhol

16 MANIFESTAÇÕES (Grafismo) Andy Warhol Imagem: Campbell's soup can(onion), Andy Warhol /

17 Imagem: Still life, Tom Wesselmann/ ARTE, 3º ANO MANIFESTAÇÕES (Colagem) Tom Wesselmann

18 MANIFESTAÇÕES (Pintura) Alex Katz imagem: Ada and Luisa, Alex Katz /

19 MANIFESTAÇÕES (Pintura) Roy Lichtenstein Imagem: Forget it, forget me ( 1962) Roy Lichtenstein /

20 MANIFESTAÇÕES (Pintura e colagem) Jasper Johns Imagem: Flag above white, Jasper Johns /

21 MANIFESTAÇÕES (Colagem) Richard Hamilton Imagem: Just what makes today s homes so different, so appealing? (1956) Richard Hamilton /

22 MANIFESTAÇÕES (Pintura e colagem) Richard Hamilton. Imagem: Interior (1964) Richard Hamilton /

23 MANIFESTAÇÕES (Pintura) Tom Wesselmann Imagem: great american nude, Tom Wesselmann /

24 MANIFESTAÇÕES (pintura) Andy Warhol Imagem: A cat named Sam, Andy Warhol /

25 MANIFESTAÇÕES (Pintura) Andy Warhol Imagem: Ingrid Bergman with hat / Andy Warhol /

26 REFERÊNCIAS Pop art. In: Acessado em: 22 de Novembro de Art pop. In: http//oseculoprodigioso.blogspot.com. Acessado em: 22 de Novembro de 2011.

27 Tabela de Imagens Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do Acesso COM, Andy Warhol / 16 Campbell's soup can(onion), Andy Warhol / 17 Still life, Tom Wesselmann/ 18 Ada and Luisa, Alex Katz / and-luisa 19 Forget it, forget me ( 1962) Roy Lichtenstein / Flag above white, Jasper Johns / /05/ /05/ /05/ /05/ /05/ /05/2012

28 Tabela de Imagens Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do Acesso Just what makes today s homes so different, so appealing? (1956) Richard Hamilton / 22 Interior (1964) Richard Hamilton / 23 great american nude, Tom Wesselmann / 24 A cat named Sam, Andy Warhol / 25 Ingrid Bergman with hat / Andy Warhol / /05/ /05/ /05/ /05/ /05/2012

8. Feito isso volte a camada onde está a foto da fruta que teve apenas o fundo removido, e selecione a área vazia (o quariculado), crie uma nova

8. Feito isso volte a camada onde está a foto da fruta que teve apenas o fundo removido, e selecione a área vazia (o quariculado), crie uma nova Histórico Pop art (ou Arte pop) é um movimento artístico surgido no final da década de 1950 no Reino Unido e nos Estados Unidos. O nome desta escola estético-artística coube ao crítico britânico Lawrence

Leia mais

Do Expressionismo Abstracto NY àpop Art

Do Expressionismo Abstracto NY àpop Art Do Expressionismo Abstracto NY àpop Art Expressionismo abstracto NY Informalismo europeu Grupo CoBrA Escultura Giacometti~Brancusi Nouveau Réalisme Pop Art Hiper Realismo Expressionismo abstracto nova-iorquino

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes Aluno (a): 5º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Prezado(a)

Leia mais

Relato de Experiência Educativa

Relato de Experiência Educativa Relato de Experiência Educativa Título: Pop Art EEEFM. São João Batista Cariacica/ES. Série: 3ºN1- Ensino Medio Ano 2009 Alunas: Maria Manso Ribeiro Bráz e Karla Denise Coelho Silva 1- JUSTIFICATIVA: A

Leia mais

Movimentos culturais. Contemporaneidade

Movimentos culturais. Contemporaneidade Movimentos culturais Contemporaneidade Nenhum outro acontecimento desde a Guerra da Secessão de 1861-65 provocou tamanha divisão na opinião pública norte-americana como o envolvimento dos Estados Unidos

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR PARA ESTUDOS HISTÓRIA DA ARTE- 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO

MATERIAL COMPLEMENTAR PARA ESTUDOS HISTÓRIA DA ARTE- 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO Arte Moderna Expressionismo A busca por expressar os problemas da sociedade da época e os sentimentos e emoções do homem no inicio do século xx Foi uma reação ao impressionismo, já que o movimento preocupou-se

Leia mais

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA POP ART INDIARA BECKER ROSE BOCK SIMONE OLIVEIRA THALITA SELBACH TAQUARA

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA POP ART INDIARA BECKER ROSE BOCK SIMONE OLIVEIRA THALITA SELBACH TAQUARA FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA POP ART INDIARA BECKER ROSE BOCK SIMONE OLIVEIRA THALITA SELBACH TAQUARA 2015 Introdução A Pop Art, abreviatura de Popular Art, foi um movimento artístico que se

Leia mais

Pop Art. Once you got Pop, you could never see a. thought Pop, you could never see America the same way again. --Andy Warhol

Pop Art. Once you got Pop, you could never see a. thought Pop, you could never see America the same way again. --Andy Warhol Pop Art Once you got Pop, you could never see a sign the same way again. And once you thought Pop, you could never see America the same way again. --Andy Warhol Pop Art Pop Arte é um movimento artístico

Leia mais

Crítica à cultura de massa

Crítica à cultura de massa Pop Art A Pop Art, abreviatura de Popular Art, foi um movimento artístico que se desenvolveu na década de 1950, na Inglaterra e nos Estados Unidos. Foi na verdade uma reação artística ao movimento do expressionismo

Leia mais

O FIM DA ESTÉTICA DADAÍSMO E ARTE POP

O FIM DA ESTÉTICA DADAÍSMO E ARTE POP RESUMO O FIM DA ESTÉTICA DADAÍSMO E ARTE POP Susana de Castro Qual a relação entre arte e gosto popular? A obra de Danto nos mostra como a arte pop revolucionou a arte ao aproximar o objeto de arte dos

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA

PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA BANCO DE QUESTÕES - EDUCAÇÃO ARTÍSTICA 3ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - PARTE 1 =============================================================================================

Leia mais

PROJETO EU SOU POP MÁRCIA R.G.VALE 2009/ 2

PROJETO EU SOU POP MÁRCIA R.G.VALE 2009/ 2 PROJETO EU SOU POP MÁRCIA R.G.VALE 2009/ 2 A implantação do projeto EU SOU POP dará oportunidade de acesso ao universo artístico aos alunos do ensino médio. Esse projeto tem a intenção de contribuir para

Leia mais

O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO

O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO Trabalho apresentado ao módulo Realismo (1960) ou Novo Realismo, como requisito parcial para obtenção do título de especialista do curso de História

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UERJ INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UERJ INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UERJ INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA 15 MINUTOS DE FAMA: ANDY WARHOL E A HEGEMONIA AMERICANA LIGIA ALMEIDA DA SILVA

Leia mais

DADAÍSMO SURREALISMO OP ART E POP ART SÉC. XX

DADAÍSMO SURREALISMO OP ART E POP ART SÉC. XX DADAÍSMO SURREALISMO OP ART E POP ART SÉC. XX História da Arte Profª Natalia Pieroni IDADE CONTEMPORÂNEA LINHA DO TEMPO - HISTORIOGRAFIA Período PRÉ-HISTÓRIA Origens do homem até 40000 a. C IDADE ANTIGA

Leia mais

Surge nos Estados Unidos e na Inglaterra em 1955 e se converte em estilo característico nos anos 60. Era a volta a uma arte figurativa, em oposição

Surge nos Estados Unidos e na Inglaterra em 1955 e se converte em estilo característico nos anos 60. Era a volta a uma arte figurativa, em oposição Surge nos Estados Unidos e na Inglaterra em 1955 e se converte em estilo característico nos anos 60. Era a volta a uma arte figurativa, em oposição ao expressionismo abstrato que dominava a cena estética

Leia mais

Passagens e Procedências

Passagens e Procedências Pop Art: Passagens e Procedências capítulo 4 Analisar o período histórico que antecede a um movimento artístico é entender suas vertentes, suas influências e principalmente o porquê de sua temática. O

Leia mais

O QUE EXATAMENTE TORNA OS LARES DE HOJE TÃO DIFERENTES, TÃO ATRAENTES? UMA RELEITURA DE RICHARD HAMILTON APÓS CINCO DÉCADAS

O QUE EXATAMENTE TORNA OS LARES DE HOJE TÃO DIFERENTES, TÃO ATRAENTES? UMA RELEITURA DE RICHARD HAMILTON APÓS CINCO DÉCADAS ISSN 0103-9253 versão impressa ISSN 2236-7101 versão online O QUE EXATAMENTE TORNA OS LARES DE HOJE TÃO DIFERENTES, TÃO ATRAENTES? UMA RELEITURA DE RICHARD HAMILTON APÓS CINCO DÉCADAS WHAT EXACTLY MAKES

Leia mais

Estética, Filosofia, Cultura e outras Linguagens. Felipe Szyszka Karasek

Estética, Filosofia, Cultura e outras Linguagens. Felipe Szyszka Karasek Estética, Filosofia, Cultura e outras Linguagens Felipe Szyszka Karasek Arte x obras de arte. Como distinguir obras de arte de outras coisas que não são arte? Para estar em um terreno artístico é necessário

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: Fundamental II 8ª série) DISCIPLINA: Artes PROFESSOR (A): Equipe de Artes TURMA: TURNO: Roteiro e Lista de estudo para recuperação

Leia mais

Padrão (template) para submissão de trabalhos ao XXVII CongressoBrasileiro de Ciências da Comunicação

Padrão (template) para submissão de trabalhos ao XXVII CongressoBrasileiro de Ciências da Comunicação Padrão (template) para submissão de trabalhos ao XXVII CongressoBrasileiro de Ciências da Comunicação Título: A Memória Visual dos Quadrinhos de Lichtenstein na Arte Pop 1 Autora: Ana Paula Berclaz 2 Instituição:

Leia mais

História da Arte - Linha do Tempo

História da Arte - Linha do Tempo História da Arte - Linha do Tempo PRÉ- HISTÓRIA (1000000 A 3600 a.c.) Primeiras manifestações artísticas. Pinturas e gravuras encontradas nas paredes das cavernas. Sangue de animais, saliva, fragmentos

Leia mais

Arte Pop Inglaterra e Estados Unidos Turmas: 211, 212 e 213. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

Arte Pop Inglaterra e Estados Unidos Turmas: 211, 212 e 213. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Arte Pop Inglaterra e Estados Unidos Turmas: 211, 212 e 213 Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Arte Pop no Reino Unido Os integrantes do Independent Group lançaram as bases da pop

Leia mais

4. Palavras-chave: Converse, pop arte, campanha promocional, criatividade.

4. Palavras-chave: Converse, pop arte, campanha promocional, criatividade. 1 1. Portfólio Co.De 2. Autoria: Júlian Luise Toffoli Professor Orientador: Rodrigo Valente e Cátia Schuh Instituição de Ensino Superior: ESPM RS 3. Resumo: Este trabalho faz uma defesa criativa da campanha

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Habilidades: - Conhecer e distinguir diferentes momentos

Leia mais

Expressionismo abstrato Focada em elementos e não em objetos. Pop Art Focada em objetos reconhecíveis

Expressionismo abstrato Focada em elementos e não em objetos. Pop Art Focada em objetos reconhecíveis Surge na Inglaterra no fim da década de 50 Os artistas pop ingleses formaram o Independent Group Atinge repercussão mundial na década de 60 com os artistas norteamericanos Nos EUA, diferentemente da Inglaterra

Leia mais

O que é a crítica de arte?

O que é a crítica de arte? Sala de Aula O que é a crítica de arte? Use exemplos de artistas que contestaram o que é verdadeiramente arte para explicar o trabalho do crítico à turma por Maria José Spiteri AAA Divulgação Objetivos

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL DISCIPLINA: ARTE PROFESSORA: Cristiana de Souza DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 8º ANO TURMA: A e B ALUNO (A): Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO RELAÇÃO DOCONTEÚDO

Leia mais

Habilidades Específicas em Artes Visuais. Prova de História da Arte

Habilidades Específicas em Artes Visuais. Prova de História da Arte Habilidades Específicas em Artes Visuais Prova de História da Arte I. Analise as duas obras cujas reproduções foram fornecidas, comentando suas similaridades e diferenças no que se refere aos aspectos

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO Aula 3.2-2 1. A Anunciação é uma das obras mais conhecidas de Leonardo da Vinci. Feita por volta do ano de 1472, ela retrata uma das cenas bíblicas mais famosas de todos os tempos. Escreva nas linhas abaixo

Leia mais

Pop Arte e a linguagem publicitária: relação entre imagem e texto

Pop Arte e a linguagem publicitária: relação entre imagem e texto F Universidade de Brasília Instituto de Artes Departamento de Artes Visuais Licenciatura em Artes Visuais Pró-licenciatura NORMA GONZAGA DA PENHA Pop Arte e a linguagem publicitária: relação entre imagem

Leia mais

Contexto do Dadaísmo

Contexto do Dadaísmo O Movimento Dadá Contexto do Dadaísmo O Movimento Dadá O movimento Dadá ou Dadaísmo foi uma vanguarda moderna iniciada em Zurique, em 1916, no chamado Cabaret Voltaire, por um grupo de escritores e artistas

Leia mais

Walter Benjamin - Questões de Vestibulares

Walter Benjamin - Questões de Vestibulares Walter Benjamin - Questões de Vestibulares 1. (Uem 2011) A Escola de Frankfurt tem sua origem no Instituto de Pesquisa Social, fundado em 1923. Entre os pensadores expoentes da Escola de Frankfurt, destaca-se

Leia mais

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens Para pensar o livro de imagens ROTEIROS PARA LEITURA LITERÁRIA Ligia Cademartori Para pensar o Livro de imagens 1 1 Texto visual Há livros compostos predominantemente por imagens que, postas em relação,

Leia mais

Questão 1 / Tarefa 1. Questão 1 / Tarefa 2. Questão 1 / Tarefa 3. Questão

Questão 1 / Tarefa 1. Questão 1 / Tarefa 2. Questão 1 / Tarefa 3. Questão Neste teste, a resolução da questão 1 exige a audição de uma sequência de três músicas que serão executadas sem interrupção: uma vez, no início do teste; uma vez, dez minutos após o término da primeira

Leia mais

Histórias em Quadrinhos

Histórias em Quadrinhos Histórias em Quadrinhos Apresentação baseada no texto Profa. Denise Castilhos Profa. Marilene Garcia Histórias em quadrinhos: imaginação traduzida visualmente para encantar e apaixonar gerações As HQ começaram

Leia mais

História da Arte. Exercícios de Sala de Aula

História da Arte. Exercícios de Sala de Aula História da Arte Exercícios de Sala de Aula A arte é um conjunto de procedimentos que são utilizados para realizar obras, e no qual aplicamos nossos conhecimentos. Apresenta-se sob variadas formas como:

Leia mais

RESPIREARTE CASAS DE COLECIONADORES, AMBIENTES INSPIRADOS EM TELAS DE MESTRES E AS PROMESSAS ENTRE OS TALENTOS NACIONAIS

RESPIREARTE CASAS DE COLECIONADORES, AMBIENTES INSPIRADOS EM TELAS DE MESTRES E AS PROMESSAS ENTRE OS TALENTOS NACIONAIS www.casavogue.com.br CASA VOGUE 311 RESPIRE ARTE JULHO 2011 Nº 311 JULHO 2011 R$ 14,90 RESPIREARTE WWW.CASAVOGUE.COM.BR ABRIL 2011 CASAS DE COLECIONADORES, AMBIENTES INSPIRADOS EM TELAS DE MESTRES E AS

Leia mais

As imagens e suas implicações sociais

As imagens e suas implicações sociais As imagens e suas implicações sociais Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros 1) Os autores justificam que a busca por definições de padrões no que diz respeito ao corpo transforma- se numa corrida rumo ao consumo.

Leia mais

A pintura de natureza-morta (com temática de arranjos de frutas, legumes e utensílios domésticos) surgiu como um gênero mais simplório, no início do

A pintura de natureza-morta (com temática de arranjos de frutas, legumes e utensílios domésticos) surgiu como um gênero mais simplório, no início do A pintura de natureza-morta (com temática de arranjos de frutas, legumes e utensílios domésticos) surgiu como um gênero mais simplório, no início do Barroco, derivado das pinturas que representavam cenas

Leia mais

Vanguardas Históricas I

Vanguardas Históricas I Vanguardas Históricas I As transformações do início do século XX e as vanguardas históricas Os avanços da ciência realizados a partir do século XIX mudaram a percepção da realidade e conduziram, no campo

Leia mais

Romantismo. Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS:

Romantismo. Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: Romantismo Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( C ) Foi a primeira e forte reação ao Neoclassicismo. 2. ( E ) O romantismo não valorizava a

Leia mais

14 - A Ciência Pós- Positivista. Bachelard. Bachelard. Aprendizagem por Descoberta? Obstáculos pedagógicos. Gaston Bachelard (1884-1962)

14 - A Ciência Pós- Positivista. Bachelard. Bachelard. Aprendizagem por Descoberta? Obstáculos pedagógicos. Gaston Bachelard (1884-1962) 14 - A Ciência Pós- Positivista Gaston Bachelard (1884-1962) História e Epistemologia da Física 25-jun-2009 www.fisica-interessante.com 1/87 25-jun-2009 www.fisica-interessante.com 2/87 Bachelard elaborou

Leia mais

1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO

1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO 1. INTRODUÇÃO CONCEITUAL SOBRE O DESENVOLVIMENTO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO A análise da evolução temporal (ou dinâmica) da economia constitui o objeto de atenção fundamental do desenvolvimento econômico,

Leia mais

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas - Conhecer a área de abrangência profissional da arte e suas características; - Reconhecer e valorizar

Leia mais

Pop Art e Publicidade: Origens, Relações e Práticas 1

Pop Art e Publicidade: Origens, Relações e Práticas 1 Pop Art e Publicidade: Origens, Relações e Práticas 1 Roberto Corrêa Scienza 2 Stela Rufine de Souza 3 Clério Back 4 Rafaeli Lunkes 5 Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava, PR. RESUMO: O artigo

Leia mais

Conteúdos Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano

Conteúdos Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano Compreendendo as Artes Visuais como área de conhecimento, que busca a formação de um sujeito atuante nos diferentes contextos da sociedade, pretendemos

Leia mais

Design de Produto. Por Nathália Braga

Design de Produto. Por Nathália Braga Portfólio Design de Produto Por Nathália Braga O Portfólio Uma nova forma Considero interessante de avaliação dos alunos baseada na catalogação e posterior apresentação de todos os também permite a identificação

Leia mais

06. Explique o método de pintura impressionista. Neste texto, correlacione a escolha da cor com o formato da pincelada?

06. Explique o método de pintura impressionista. Neste texto, correlacione a escolha da cor com o formato da pincelada? Estudo dirigido para o segundo ano do ensino médio, Artes Milton Gomes Coelho A arte do Impressionismo 01. Liste fatos que modificaram o ritmo das cidades no século XIX. Resposta: pág. 223 02. Relacione,

Leia mais

TURMA 601. Aula 07. Formas Geométricas

TURMA 601. Aula 07. Formas Geométricas TURMA 601 Aula 07 Formas Geométricas As figuras geométricas sempre chamaram a atenção dos artistas plásticos. As composições com figuras geométricas é um trabalho de buscar o equilíbrio entre as formas.

Leia mais

RESENHA DANTO, Arthur. Andy Warhol. Tradução de Vera Pereira. São Paulo: Editora Cosac Naify, 2012, 208 páginas. Juliana Araújo

RESENHA DANTO, Arthur. Andy Warhol. Tradução de Vera Pereira. São Paulo: Editora Cosac Naify, 2012, 208 páginas. Juliana Araújo RESENHA DANTO, Arthur. Andy Warhol. Tradução de Vera Pereira. São Paulo: Editora Cosac Naify, 2012, 208 páginas. Juliana Araújo Para reconhecer a emblemática figura de Andy Warhol não é necessário deter

Leia mais

Publicidade e Arte: uma relação possível

Publicidade e Arte: uma relação possível Publicidade e Arte: uma relação possível Indira Cavalcanti Amazone Figueiredo 1 Fabiana Crispino 2 Resumo Este estudo propõe a possibilidade de peças publicitárias serem consideradas obras de arte, através

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo. Desenho Industrial. Centro de Artes

Universidade Federal do Espírito Santo. Desenho Industrial. Centro de Artes Universidade Federal do Espírito Santo Desenho Industrial Centro de Artes Desenho Industrial técnico e criativo que utiliza imagens e textos para comunicar mensagens, ideias e conceitos. Batizado e amadurecido

Leia mais

Observe o circuito mundial que o aparelho percorre, desde a idealização até o produto final:

Observe o circuito mundial que o aparelho percorre, desde a idealização até o produto final: Questão 1: Leia as informações abaixo: Na tampa traseira do ipod, a frase Designed by Apple in Califórnia. Assembled in China (Projetado pela Apple na Califórnia. Montado na China) é um exemplo de como

Leia mais

Docente: Adriana Severino da Silva Ano: 2013

Docente: Adriana Severino da Silva Ano: 2013 Planejamento Anual de Arte- história da arte ENSINO MÉDIO Docente: Adriana Severino da Silva Ano: 2013 I. INTRODUÇÃO Ensinar história da arte no ensino médio significa fortalecer a experiência sensível

Leia mais

PRODUÇÃO CULTURAL ARTÍSTICA AMERICANA COMO CRÍTICA À SOCIEDADE E SUA ARTICULAÇÃO HISTÓRICO- SOCIAL

PRODUÇÃO CULTURAL ARTÍSTICA AMERICANA COMO CRÍTICA À SOCIEDADE E SUA ARTICULAÇÃO HISTÓRICO- SOCIAL PRODUÇÃO CULTURAL ARTÍSTICA AMERICANA COMO CRÍTICA À SOCIEDADE E SUA ARTICULAÇÃO HISTÓRICO- SOCIAL Amanda Lucchi 2º EMA Língua Portuguesa Professoras: Maíra Carmo e Angela Kim 2º TRIMESTRE - 2012 1 INTRODUÇÃO

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE OBJETIVOS GERAIS Conhecimento da Arte enquanto auto expressão e conhecimento, apreensão e comunicação

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. 04035356 CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA DESIGN GRÁFICO EM PUBLICIDADE ETAPA 3 Período

Leia mais

6) - D A D A I S M O VANGUARDAS PROFESSORA CABRIELLA NOVELLO

6) - D A D A I S M O VANGUARDAS PROFESSORA CABRIELLA NOVELLO 6) - D A D A I S M O 1916 VANGUARDAS PROFESSORA CABRIELLA NOVELLO DADAISMO Dadaísmo Movimento de contestação artística que recusa todos os modelos plásticos e a própria ideia de arte. Nascido na Suiça,

Leia mais

A INFLUÊNCIA DAS OBRAS DE ANDY WARHOL NA MODA DA ATUALIDADE. Autor(a): Raissa Silva de Araujo Lima Email: rasinha_lima@hotmail.com

A INFLUÊNCIA DAS OBRAS DE ANDY WARHOL NA MODA DA ATUALIDADE. Autor(a): Raissa Silva de Araujo Lima Email: rasinha_lima@hotmail.com A INFLUÊNCIA DAS OBRAS DE ANDY WARHOL NA MODA DA ATUALIDADE Autor(a): Raissa Silva de Araujo Lima Email: rasinha_lima@hotmail.com Introdução O pintor e cineasta norte-americano Andy Warhol foi um artista

Leia mais

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A ESTÉTICA DO CARTAZ DE GUERRA NA EUROPA 1914-1918

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A ESTÉTICA DO CARTAZ DE GUERRA NA EUROPA 1914-1918 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A ESTÉTICA DO CARTAZ DE GUERRA NA EUROPA 1914-1918 Prof. Dr. Vanessa Bortulucce A proposta desta comunicação é realizar uma reflexão acerca dos elementos que constituem a estética

Leia mais

Escola Secundária e Artística António Arroio HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES

Escola Secundária e Artística António Arroio HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES Escola Secundária e Artística António Arroio Prova 824 / 8 Páginas Prova de Equivalência à Frequência de HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES 12º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei Nº 74/2004) Duração da Prova

Leia mais

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Aluno (a): Série:

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Aluno (a): Série: COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO Aluno (a): Série: Nº. Data: / /2012 Professor(a): Rosilene Ardengui 7º Ano CALIGRAFIA TÉCNICA OU

Leia mais

1 EXPLOSÃO COLORIDA 1 A incorporação da estética da Arte Pop pela música tropicalista Carlos André Carvalho 2 Universidade Federal de Pernambuco, Recife/PE Resumo: O presente trabalho tem como finalidade

Leia mais

Ficha para identificação da Produção Didático- Pedagógica Professor PDE/2012

Ficha para identificação da Produção Didático- Pedagógica Professor PDE/2012 Ficha para identificação da Produção Didático- Pedagógica Professor PDE/2012 Título: Autor: Disciplina/ Área: Leitura de imagem: intersecções entre arte e propaganda na contemporaneidade. Luciana Bagatim

Leia mais

Culturas e Imagens IMAGENS E REALIDADE. Alice Casimiro Lopes. Pinto o que sei, não o que vejo. [PABLO PICASSO]

Culturas e Imagens IMAGENS E REALIDADE. Alice Casimiro Lopes. Pinto o que sei, não o que vejo. [PABLO PICASSO] Culturas e Imagens IMAGENS E REALIDADE Alice Casimiro Lopes Pinto o que sei, não o que vejo. [PABLO PICASSO] Claude Monet, Impressão, sol nascente, Museu Marmottan, Paris Joan Miró, Noturno, coleção privada.

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 1º VOLUME ARTES VISUAIS O FAZER ARTÍSTICO Criação de desenhos, pinturas e colagens, com base em seu próprio repertório. Exploração das possibilidades oferecidas por diferentes

Leia mais

ARTE POP, INDÚSTRIA CULTURAL E PUBLICIDADE: Um estudo iniciante sobre a sedução

ARTE POP, INDÚSTRIA CULTURAL E PUBLICIDADE: Um estudo iniciante sobre a sedução ARTE POP, INDÚSTRIA CULTURAL E PUBLICIDADE: Um estudo iniciante sobre a sedução Jéssica Rezende Corrêa de Sá jrezende.sa@gmail.com Juliane Maria Romanini Socorro juliane.romanini@gmail.com Rita de Cássia

Leia mais

... ... Design Gráfico e Pós-modernismo. Aula Inaugural Bacharelado em Design. Prof. Hans Waechter, Dr. Faculdade 7 de Setembro Fa7.

... ... Design Gráfico e Pós-modernismo. Aula Inaugural Bacharelado em Design. Prof. Hans Waechter, Dr. Faculdade 7 de Setembro Fa7. Faculdade 7 de Setembro Fa7 Aula Bacharelado em Design Design Gráfico e Pós-modernismo Prof. Hans Waechter, Dr Agosto 2010 Aula O Design Gráfico na Pós-modernidade Steven Heller (1988) > confluência casual

Leia mais

CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1

CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1 CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1 (Orientador) Profa. Dra. Tatiana Machiavelli Carmo Souza 2 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

Surrealismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

Surrealismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Surrealismo Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O surrealismo foi o movimento artístico moderno da representação do irracional e do subconsciente. Suas origens devem ser buscadas

Leia mais

A importância do planejamento gráfico e editorial na vitrine. publicação impressa

A importância do planejamento gráfico e editorial na vitrine. publicação impressa Capas de revista A importância do planejamento gráfico e editorial na vitrine principal de uma publicação impressa Capa: Uma definição CAPA: reunião das notícias mais importantes da edição, com destaque

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome: Nº 2 a. Série Data: / /2015 Professores: Gabriel e Marcelo Nota: (valor: 1,0) 3º bimestre de 2015 A - Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e

Leia mais

Figura 76 Anônimo, Máscara mortuária de Gotthold Ephraim Lessing. 1781.

Figura 76 Anônimo, Máscara mortuária de Gotthold Ephraim Lessing. 1781. 90 Figura 73 - Giuseppe Penone. Modelado da boca do vaso. Figura 72 - Giuseppe Penone, Soffio Terracota. 178 x 98 x 86 cm. 1978. Figuras 74 e 75 - Giuseppe Penone, Souffle de Feuilles Instalação. 1979.

Leia mais

Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS

Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS CONTEXTO HISTÓRICO As vanguardas européias foram manifestações artístico-literárias surgidas na Europa,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE - UNESC PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESTÉTICA: A ARTE E AS PERSPECTIVAS CONTEMPORÂNEAS

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE - UNESC PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESTÉTICA: A ARTE E AS PERSPECTIVAS CONTEMPORÂNEAS UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE - UNESC PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESTÉTICA: A ARTE E AS PERSPECTIVAS CONTEMPORÂNEAS LILIANE APARECIDA DE JESUS GONÇALVES A IMAGEM E O SOM: UM ESTUDO

Leia mais

Antropocentrismo (do grego anthropos, "humano"; e kentron, "centro") é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do

Antropocentrismo (do grego anthropos, humano; e kentron, centro) é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do ARTE GÓTICA A Arte Gótica se desenvolveu na Europa entre os séculos XII e XV e foi uma das mais importantes da Idade Média, junto com a Arte Românica. Ela teve grande influencia do forte Teocentrismo (O

Leia mais

HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO PARA O ENEM 2015. Profº Uriel Bezerra

HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO PARA O ENEM 2015. Profº Uriel Bezerra HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO PARA O ENEM 2015 Profº Uriel Bezerra QUESTÃO 91 (ENEM - 2009) Os melhores críticos da cultura brasileira trataram-na sempre no plural, isto é, enfatizando a coexistência no Brasil

Leia mais

Currículo Referência em Música Ensino Médio

Currículo Referência em Música Ensino Médio Currículo Referência em Música Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas - Conhecer a área de abrangência profissional da arte e suas características; - Reconhecer e valorizar

Leia mais

TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO 9º ANO

TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO 9º ANO TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO 9º ANO Ano Lectivo 2008/2009 TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO Em nenhuma época histórica o homem teve tantas possibilidades de transportar e comunicar ideias. Francisco Gutierrez Na

Leia mais

Pop Art com Sotaque Brasileiro

Pop Art com Sotaque Brasileiro Pop Art com Sotaque Brasileiro Joaquim César da Veiga Netto Universidade Federal do Amapá RESUMO: Este trabalho trata da necessidade de uma análise mais ampla da produção artística brasileira. Situa-se

Leia mais

Movimentos da Arte Moderna. Surrealismo. III Trimestre: turmas 181, 182 e 183

Movimentos da Arte Moderna. Surrealismo. III Trimestre: turmas 181, 182 e 183 Movimentos da Arte Moderna Surrealismo III Trimestre: turmas 181, 182 e 183 Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O surrealismo foi o movimento da arte moderna que representou o irracional

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE ARTE

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE ARTE PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE ARTE 6 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.Cores da Pré-História Arte na pedra - Período Paleolítico - Período Neolítico Surgimento da dança, da música e do teatro. - Manifestações

Leia mais

FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ CURSO DE BACHARELADO EM CINEMA E VÍDEO Ano Acadêmico de 2008 MATRIZ CURRICULAR

FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ CURSO DE BACHARELADO EM CINEMA E VÍDEO Ano Acadêmico de 2008 MATRIZ CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR Carga Horária Semestral por Disciplina Disciplinas 1º semestre 2º semestre 3º semestre 4º semestre 5º semestre 6º semestre 7º semestre 8º semestre Total Obrigatórias Optativas Fundamentos

Leia mais

PROVAS E TRABALHOS 1º TRIMESTRE

PROVAS E TRABALHOS 1º TRIMESTRE Turma 61 PROVAS E TRABALHOS 1º TRIMESTRE Disciplina: Língua Inglesa 19 e 24 de março Trabalho a ser desenvolvido em sala de aula 26/03 Entrega Avaliação Dissertativa Trimestral de Língua Inglesa COMICS

Leia mais

VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA

VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA Gabriela Arcas de Oliveira¹; Joice Gomes de Souza²; Giana Amaral Yamin³. UEMS- CEP, 79804970- Dourados-MS, ¹Bolsista

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES REVISÃO. Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II

CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES REVISÃO. Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II 1 Habilidades: Revisar os Conteúdos da Unidade II para realizar avaliação II. 2 Revisão 1 Barroco: expressão, do português homônimo, tem o sentido pérola imperfeita,

Leia mais

Expressionismo. Surgiu na Alemanha entre 1.905 e 1.914.

Expressionismo. Surgiu na Alemanha entre 1.905 e 1.914. Expressionismo Expressionismo Surgiu na Alemanha entre 1.905 e 1.914. A expressão, empregada pela primeira vez em 1.911 na revista Der Sturm [A Tempestade], marca oposição ao Impressionismo francês. Para

Leia mais

Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960. Maíra Zimmermann. No período relativo ao segundo pós-guerra, com o avanço da

Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960. Maíra Zimmermann. No período relativo ao segundo pós-guerra, com o avanço da Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960 Maíra Zimmermann Data da defesa: 15/MAIO/2009 Instituição: Centro Universitário Senac No período relativo ao segundo pós-guerra, com o

Leia mais

PÓS MODERNISMO ARTE CONTEMPORÂNEA. Profª Rafaela Silva

PÓS MODERNISMO ARTE CONTEMPORÂNEA. Profª Rafaela Silva PÓS MODERNISMO ARTE CONTEMPORÂNEA Profª Rafaela Silva CONTEXTUALIZAÇÃO O Brasil, sofrendo as conseqüências da II Guerra Mundial, assistiu às decisivas transformações que ocorreriam no seu término, imprimindo

Leia mais

Cubismo. 9º Ano 2015 1º Bimestre Artes Prof. Juventino

Cubismo. 9º Ano 2015 1º Bimestre Artes Prof. Juventino Cubismo 9º Ano 2015 1º Bimestre Artes Prof. Juventino Guernica Cidade... Loucura... Ou...Arte? Pablo Picasso Nome: Pablo Picasso Nascimento : Andaluzia 1881 Filho de: José Ruiz Blasco E de: Maria Picasso

Leia mais

Relações Étnico-raciais no Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana. Ementa da Disciplina. Teleaula 1. Conceitos Básicos.

Relações Étnico-raciais no Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana. Ementa da Disciplina. Teleaula 1. Conceitos Básicos. Relações Étnico-raciais no Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana Teleaula 1 Profa. Dra. Marcilene Garcia de Souza Grupo Uninter Ementa da Disciplina Contextos e conceitos históricos sobre

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 63/14, 2011 de 10 de dezembro de 2014. 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 INTRODUÇÃO AO CONHECIMENTO TECNOLÓGICO...

Leia mais

EVOLUÇÃO DA MÍDIA AUDIOVISUAL ANDRÉIA SOARES F. DE SOUZA

EVOLUÇÃO DA MÍDIA AUDIOVISUAL ANDRÉIA SOARES F. DE SOUZA EVOLUÇÃO DA MÍDIA AUDIOVISUAL ANDRÉIA SOARES F. DE SOUZA Cronograma de Evolução da Mídia Audiovisual no Brasil Gráfico representativo do desenvolvimento de mídia audiovisual no Brasil década a década A

Leia mais

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 QUESTÃO 01 Arte abstrata é uma arte: a) que tem a intenção de representar figuras geométricas. b) que não pretende representar figuras ou objetos como realmente são. c) sequencial, como, por exemplo, a

Leia mais

História da Habitação e Mobiliário. Antonio Castelnou AULA 13

História da Habitação e Mobiliário. Antonio Castelnou AULA 13 História da Habitação e Mobiliário Antonio Castelnou AULA 13 CASTELNOU Assinado de forma digital por CASTELNOU DN: cn=castelnou, c=

Leia mais

ODILLA MESTRINER. Dois momentos / Um espaço. Sala Especial do 27 SARP - Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo

ODILLA MESTRINER. Dois momentos / Um espaço. Sala Especial do 27 SARP - Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo ODILLA MESTRINER Dois momentos / Um espaço Sala Especial do 27 SARP - Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo Série: Bonanol I, 1 999, acrílica sobre tela, 80 x TI cm. 08 Série: Bananal

Leia mais

ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO)

ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO) assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO) Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

Leia mais