VidaBosch. Maratona sobre rodas Corridas de longa duração mostram a eficiência do diesel nas pistas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VidaBosch. Maratona sobre rodas Corridas de longa duração mostram a eficiência do diesel nas pistas"

Transcrição

1 VidaBosch setembro outubro novembro dezembr Recicle a informação: passe esta revista adiante Maratona sobre rodas Corridas de longa duração mostram a eficiência do diesel nas pistas Quanto mais quente, melhor Pra que se contentar com água aquecida só no banho? Audi/Divulgação

2 NOVO MARTELO SDS Ganhador do prêmio internacional de design e inovação o martelo 600 watts já é um sucesso em vendas comprovado. É a força que você precisa para produzir mais com menos esforço e maior desempenho.

3 02 14 editorial Uma amostra da tecnologia em sua vida Fim de ano é sempre uma boa ocasião para fazer balanços. E um balanço da VidaBosch em 2013 deixa claro que uma empresa só produz de fato tecnologia para a vida, como diz o slogan da Bosch, se está presente em áreas essenciais para o dia a dia. Não por acaso, ao longo das últimas edições mostramos um pouco da diversidade de temas e de nossas soluções completas para vários setores. Neste número não poderia ser diferente. A tecnologia ligada à mobilidade, por exemplo, envolve direta ou indiretamente assuntos que você verá nas próximas páginas: as rodovias para as praias de São Miguel do Gostoso (RN) que mesclam simplicidade, sofisticação e beleza o prazer da atriz Rita Guedes em pegar estrada sempre que pode e as obras do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro. No empreendimento ao redor do Rio, planejado para desafogar o trânsito da Avenida Brasil, a necessidade de precisão e rapidez casou com as ferramentas fornecidas pela Bosch. A seção em casa destaca o conforto ligado à água quente. Pensou em um banho gostoso? Claro, esse é um item quase que de primeira necessidade, mas a reportagem aborda outros usos igualmente prazerosos, todos com possibilidade de serem atendidos por um bom aquecedor a gás: água quente na torneira da pia, na sauna, no toalheiro e até no piso do banheiro... Em Brasil cresce, o foco é um dos setores de maior pujança na economia brasileira: o imobiliário, especificamente os trabalhadores autônomos que têm ajudado a sustentar o boom de reformas. Esses são só alguns exemplos um resumo que continuará a ser complementado em Um ano, aliás, propício para balanços: a Bosch completará seis décadas no país e a VidaBosch, dez anos de existência. Não perca! Boa leitura! Equipe da Redação 30 Sumário Expediente VidaBosch é uma publicação trimestral da Robert Bosch Ltda., desenvolvida pelo departamento de Marketing e Comunicação Corporativa. Se tiver dúvidas, reclamações ou sugestões, fale com o SAC Bosch: ou Produção, reportagem e edição: Pri mapagina (www.primapagina.com.br), tel. (11) / pagina.com.br Projeto gráfico, direção de arte e diagramação: Buono Disegno (cargocollective.com/buonodisegno), tel. (11) Tratamento de imagem: Renata Lauletta Acompanhamento gráfico : Inovater Impressão: Gráfica Mundo Revisão: Marcelo Moura Jornalista responsável: José Roberto de Toledo (DRT-DF 2623/88) viagem São Miguel do Gostoso, vila cosmopolita com jeito de praia deserta 08 eu e meu carro Para Rita Guedes, pegar a estrada vale mais que terapia 10 torque e potência Diesel faz bonito nas corridas de longa duração 14 em casa Água quente é uma delícia no banho mas não só no banho 20 tendências Bons ventos começam a soprar para a energia eólica no país 26 grandes obras O trânsito na Avenida Brasil deixará de ser uma novela 30 Brasil cresce Boom imobiliário aquece também o mercado de reformas 34 atitude cidadã Ensino médio: a prova em que o Brasil ainda não passou 40 aquilo deu nisso Alternador transformou carros em verdadeiras usinas 44 saudável e gostoso Mel: quando doçura é sinônimo de saúde

4 2 VidaBosch viagem Gostoso é uma delícia Por trás de seu nome exótico, São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte, guarda clima de calmaria cosmopolita e algumas das praias mais belas do Brasil Na Ponta do Santo Cristo, uma duna invade o Atlântico e forma uma imensa piscina natural

5 Por Roberto de Oliveira Fotos Marcelo Ísola

6 4 VidaBosch viagem As praias oferecem tanto a tranquilidade de uma boa rede quanto a adrenalina do kitesurf V enta bastante, o mar não é de cair o queixo, mas existe alguma coisa de muito gostoso naquele pontinho extremo onde o mapa do Brasil faz a curva. Há menos de dez anos, nem celular pegava direito em São Miguel do Gostoso, município do Rio Grande do Norte. Aos poucos, o conforto foi chegando a essa pequena cidade a cerca de 110 quilômetros de Natal. Hoje, com boas opções de hospedagem e gastronomia, não é de estranhar que o vilarejo conquiste espaço e estrelas em guias nacionais e internacionais. Gente de toda parte desembarca por ali, só que o lugar ainda permanece com seu charme e jeitinho de praia quase intocada. Já há sinal de celular mas não de megarresorts. O clima de Gostoso se estende por ruas e orlas e parece estampar-se no sorriso de seus moradores. Há algo contagiante em sua atmosfera. A informalidade predomina do restaurante moderninho à areia da praia. É bem provável que, no segundo dia de estadia, o pescador, a atendente da pousada, o garçom do boteco e até os motoboys da avenida central estejam te chamando pelo nome. Na entrada da cidadezinha, uma placa resume bem o que o turista vai encontrar pela frente: Aqui se faz Gostoso, diz. Funciona como um cartão de boas-vindas a quem trafega pela RN-221, estradinha de asfalto que passa por dunas, lagoas, coqueirais e muitas casinhas simples, com moradores mais simples ainda, sentados em cadeiras ou no chão, olhares e sorrisos voltados para o visitante. Poucos metros depois da entrada, à esquerda de quem chega, o posto de gasolina estampa na fachada: Gostosão. O adjetivo e suas variações se replicam inúmeras vezes no município. O que no início pode gerar estranheza logo vira empatia. Gostoso dá nome a lanchonetes, botequins, supermercados e à farmácia da avenida central. Na praia, a palavra aparece em campanhas de educação ambiental promovidas por uma suíça que adotou o vilarejo como residência. Vem em dose dupla: É gostoso ver Gostoso limpo. E é mesmo. A praia ali é uma das mais limpas de todo o litoral nordestino. Por que Gostoso? Ninguém, dos cerca de 10 mil habitantes, usa o nome do padroeiro (São Miguel) para se referir à cidade. Só se usa Gostoso nos pontos comerciais e nos turísticos, entre os esportistas à beira-mar e pela cozinheira da pousada. Gostoso é logo incorporado ao vocabulário diário do forasteiro. Mas como esse termo de cunho tão terreno foi se juntar ao nome do arcanjo, tido pela tradição católica como o líder das forças do Céu contra as hostes do Inferno? Há diferentes versões para o acréscimo. O que se sabe de fato é que o lugar inicialmente se chamava São Miguel de Touros uma referência ao município vizinho, do qual era originalmente distrito: Touros (que, aliás, abriga um farol de 62 metros, considerado o segundo mais alto da América do Sul; fica bem no meio do caminho entre as duas cidades, na esquina do Brasil, e vale uma visita).

7 viagem VidaBosch 5 A troca de Touros pelo adjetivo teria sido inspirada por um morador que hospedava caixeiros-viajantes que perambulavam por aquelas bandas do norte do Rio Grande do Norte. Corre em boca miúda a seguinte lenda: enquanto preparava uma refeição no fogão a lenha, o anfitrião ainda encontrava meios de entreter seus convidados contando histórias, todas elas marcadas por gostosas gargalhadas. O dono da casa passou a ser chamado de seu Gostoso. Pronto! Como o vilarejo era pequenino, a história correu com o vento da praia, e logo os moradores da cidade estavam se referindo à vila simplesmente por Gostoso, para diferenciá-la de outros lugares que carregavam o mesmo santo no nome sem contar distritos, bairros e vilas, são 23 municípios no Brasil, segundo o IBGE, incluindo o de São Miguel (assim, sem complemento) no sertão do Rio Grande do Norte. Fato é que pouca gente por lá está preocupada em saber por que a cidade foi assim batizada. A maioria prefere uma explicação mais comum: Gostoso porque aqui é Nos restaurantes ou na praia, predomina a informalidade. No segundo dia, você já será chamado pelo nome por pescadores e garçons Gostoso. Vai duvidar como? Quem nasce ou vive em São Miguel do Gostoso é chamado de gostosense. Mas a molecada de hoje prefere simplesmente gostoso ou gostosa, mesmo diante dos olhares de reprovação da turma das antigas. Gostosos por todos os lados E há gostosenses naturalizados, vindos de São Paulo, Recife, Rio, Campinas e Ribeirão Preto, e de países como Moçambique, Suíça e Alemanha. Gente que foi tocar (melhor: aproveitar) a vida naquelas bandas de ventos constantes. Atrair forasteiros não é exclusividade de Gostoso. Em praias como Jericoacoara (CE), Trancoso (BA) e Pipa (RN), é comum o turista encontrar gente de toda parte trabalhando ou comandando os mais variados tipos de negócio. Em São Miguel do Gostoso, porém, esse leque de diversidade parece ainda mais amplo. Uma das primeiras estrangeiras, vinda há mais de 20 anos, é a simpática e sorridente empresária Rosana, dona do bar Madame Chita, um barzinho à beira-mar que vende bebidas, roupas e crepes o mais bacana ali é saborear pratos e drinques enquanto se faz novas amizades. Do instrutor de kitesurf (uma espécie de mistura de paraglider com surfe, muito comum na região) ao cozinheiro do restaurante de comida baiana, a cada temporada novos moradores chegam a São Miguel do Gostoso. Mesmo com essa diversidade toda, há um ambiente de confraternização entre nativos e forasteiros. Por mais cosmopolita que seja, Gostoso ainda mantém a essência de cidade do interior, um jeito interiorano de viver. No fim de noite, muitos se reúnem em um estabelecimento para jogar conversa fora a cada dia da semana é eleito um bar, um café ou um restaurante. Turistas são sempre convidados a se somar às histórias.

8 6 VidaBosch viagem São Miguel do Gostoso RN Touros RN Pureza RN Maxaranguape Ceará-Mirim 406 RN Natal Dunas e lagoas também encantam quem visita a região 304 RN Parnamirim Onde ficar Pousada dos Ponteiros Uma das mais tradicionais de São Miguel do Gostoso e com ótima localização. Opte por ficar nos chalés voltados para a praia. Enseada das Baleias, Praia do Maceió. (84) Pousada Mar de Estrelas Dispõe de piscinas para adultos e crianças, spa para massagens, biblioteca e local para guardar equipamentos de windsurfe. Agenda passeios a cavalo e em veículo 4x4 para outras praias. Endereço: Av. dos Arrecifes, Praia do Cardeiro. (84) Pousada Mi Secreto Talvez a opção mais luxuosa da cidade, fica na melhor praia. É também um ponto estratégico para a prática do windsurfe e kitesurf. São apenas nove suítes, de 50 m². Rua das Algas, 51. Praia da Ponta de Santo Cristo. com. (84) Onde comer Bar do Tico Comida típica em ambiente superpopular. As especialidades são caldos de arraia, camarão ou cação; filé de peixe; camarão. É ali que se toma a cerveja mais gelada da cidade. Av. Enseada das Baleias, 869. Praia do Cardeiro. (84) Restaurante Mar de Estrelas Seu forte é a abundância de peixes e frutos do mar. Tem um estilo que lembra uma fazenda instalada na praia. Av. dos Arrecifes, Praia do Cardeiro. (84) Restaurante La Brisa Não dá para ir a São Miguel do Gostoso e não provar o arroz de polvo neste espaço despojado, de menu caprichado. Outros destaques são o peixe ao molho de manga, o camarão ao molho de vinho branco com tiras de maçã e as ostras frescas. Pensou em carne? A dica são as moelas ao molho de vinho tinto. Endereço: Rua dos Búzios, 175. Centro. (84) Como chegar A viagem de Natal a São Miguel do Gostoso dura cerca de uma hora e meia. São 120 quilômetros de pista em boa condição. Para sair da capital, siga as indicações em direção ao litoral norte pela BR-101. Depois de passar uns 3 quilômetros da Ponte Newton Navarro, vire à direita, na direção de Extremoz/Barra de Maxaranguape. Siga na rodovia rumo a Touros. Antes de chegar lá, porém, observe a placa para entrar à esquerda, em direção a São Miguel do Gostoso. Pegue então uma estrada estadual não tão boa quanto a BR, mas de fácil circulação. Ajuda o turista o fato de o Aeroporto Internacional Augusto Severo, de Natal, ficar na rodovia BR-101. Você pode alugar um carro e sair diretamente dali ou combinar um serviço de transfer com a pousada onde ficará hospedado. Há ainda taxistas de São Miguel do Gostoso que fazem o traslado. Se optar por transporte público, a viagem de ônibus Natal-Touros, Touros- -São Miguel do Gostoso, pela Expresso Cabral (tel: (84) ), pode durar cerca de 2 horas e meia.

9 viagem VidaBosch 7 Aos gostosenses, como são chamados os moradores da cidade, junta-se uma leva de gente vinda de várias partes do Brasil e do mundo Essa mistura é uma das características, um dos diferenciais que fazem de Gostoso um lugar tão autêntico, o que reforça o clima de tranquilidade, para deleite dos moradores e turistas nacionais e estrangeiros que buscam sossego em suas praias. Trata-se, não há dúvida, de um lugar ideal para descansar e fugir do estresse urbano. A praia fica na esquina do leste do continente sul-americano, conhecida como Ponta do Calcanhar marco zero da BR-101, que começa no Rio Grande do Norte e termina quilômetros depois, no Rio Grande do Sul. Seu litoral se alinha paralelamente à linha do Equador. A posição geográfica favoreceu o desenho de suas praias. A mais bonita da região atende pelo nome de Tourinhos, enseada de águas claras e mornas, praticamente deserta, com uma duna gigante que se aquietou, como dizem os filhos de Gostoso, petrificou-se há cerca de 2 mil anos e se transformou num pequeno morro com cerca de 8 metros de altura e vista fascinante. É considerada uma das praias mais belas do Brasil. Permanece praticamente deserta a maior parte do tempo, com exceção dos feriados prolongados. Fica a cerca de 6 quilômetros do centro de São Miguel do Gostoso. Na maré baixa, é possível ir caminhando pela praia até lá, embora o trecho seja extenso e cansativo. Pode-se também alugar um bugue ou ainda ir com um motoboy sim, eles te pegam na pousada e te deixam na praia; para voltar, é só marcar um horário. O ideal, porém, é recorrer à primeira opção, para aproveitar a viagem e ir fazendo outras paradas e descobertas pelo caminho. Uma parada obrigatória: no canto direito da praia há um restaurante de uma pernambucana casada com um italiano onde é servido o melhor macarrão com frutos do mar de Gostoso. Bons ventos Depois de Tourinhos, vem a praia dos Morros e a do Marco, esta última famosa por ter sido, segundo alguns historiadores, a primeira no Brasil em que desembarcaram os portugueses em É onde está a réplica de um marco português do século 16 (o original fica em exposição no Forte dos Reis Magos, o monumento mais antigo de Natal). Pedro Álvares Cabral teria sido levado pelos fortes ventos à praia do Marco, antes de desembarcar com seus homens em Porto Seguro. Andando-se um pouco mais, chega-se a outro ponto alto do litoral norte potiguar: Galinhos, uma vila de pescadores que vive repleta de franceses. Fica numa península onde os carros não circulam (ficam estacionados no outro lado do rio). A brisa que conduziu Cabral ao litoral brasileiro é constante naquelas bandas, a qualquer hora do dia ou da noite. A ventania geralmente é mais forte na primavera e no verão (setembro a março). Nas praias do centro, venta tanto que, dependendo da época do ano, é quase impossível ficar de bobeira na areia. É indispensável usar cordão ou elástico para prender o chapéu, o boné ou mesmo os óculos. Por outro lado, não é por acaso que São Miguel do Gostoso e arredores estejam entre os principais points dos adeptos dos esportes náuticos a vela. É comum olhar para o mar e vê-lo apinhado de esportistas deslizando com suas pranchas ao sabor do vento (frequentemente europeus, vindos da França, Itália e Alemanha). A bela praia Ponta do Santo Cristo, em Gostoso, por exemplo, é considerada um dos melhores lugares para a prática de windsurfe e kitesurf do Brasil. Trata-se de muito mais do que isso, porém: uma duna invade o Atlântico e represa um braço de mar, formando uma imensa piscina natural, de águas mornas e transparentes, ótima para banho tanto na maré baixa como na alta (outras, como Xepa e Maceió, são praias de tombo, pouco agradáveis quando o mar está mais alto). É de lá que se tem uma ampla visão da enseada, tentadora o suficiente para despertar o desejo de encarar longas caminhadas à beira-mar, descobrindo uma praia diferente em cada curva. Entre uma caminhada e outra, um mergulho para recarregar o corpo, porque a alma parece cada vez mais inclinada a vagar por Gostoso. A Bosch na sua vida Vento e calor exigem cuidados Se os ventos do Rio Grande do Norte fazem a alegria dos amantes de esportes de vela, ele pode ser uma armadilha para o motorista que está indo de Natal para São Miguel do Gostoso. A estrada é à beira mar e está muito sujeita a ventos fortes, principalmente em agosto, avisa Ismael Simplício, administrador da Carbox, oficina da rede Bosch Service na capital potiguar. Essas condições exigem cuidado redobrado com os freios. O clima seco e o calor intenso também demandam atenção ao sistema de frenagem: os freios podem esquentar a ponto de pararem de funcionar, caso não seja feita uma manutenção correta. As altas temperaturas, lembra Simplício, também demandam atenção à quantidade de água e óleo no motor. Se o motorista quiser evitar o calorzão pelo menos dentro do carro, deve fazer revisão do sistema de ar-condicionado do veículo. As condições das vias requerem cuidado. O deslocamento entre São Miguel do Gostoso e as praias e lagoas do entorno é feito por estradas de terra e de areia. Por isso, o especialista alerta para a necessidade de revisar também os amortecedores e a suspensão. E lembre-se: não há oficinas no vilarejo. Arquivo Bosch

10 8 VidaBosch eu e meu carro Ricardo Ayres/Photocamera Terapia automotiva Quando está estressada, a atriz Rita Guedes sabe bem o que fazer: pegar a estrada

11 Por Leonardo Guariso E m seu mais recente papel em Flor do Caribe, da TV Globo, não havia muita dúvida: o lugar da atriz Rita Guedes era na cozinha. Na novela das seis, dirigida por Jayme Monjardim, ela interpretava a governanta Doralice, especialmente conhecida pelos quitutes que preparava. Na vida real é diferente: um dos lugares prediletos da artista é a estrada. De preferência, em um carro com câmbio automático, direção hidráulica, ar-condicionado e muito espaço interno. E, se possível, num modelo conversível, para curtir mais a paisagem. O gosto por carros vem de longe, nasceu antes mesmo de Rita estrear nos palcos. Natural de Catanduva, no interior de São Paulo, teve as primeiras experiências ao volante numa área rural com muito verde e quase nenhum movimento sem guias, postes ou outros automóveis para atrapalhar a jovem aprendiz. Pouco depois se arriscou pelas vias urbanas, numa Belina que marcou sua infância. Lembro que, no começo, o mais difícil era conseguir sair com o carro: engatar a primeira marcha e dirigir. Era diferente dirigir nas ruas de paralelepípedo em relação às estradas de terra. As diferenças tornaram-se maiores quando, após encenar por três anos peças infantis em Catanduva, mudou-se para Campinas (SP) e, dois anos depois, para São Paulo. Tinha então 19 anos, e sua carreira começava a deslanchar. Hoje, Rita acumula mais de dez novelas no currículo (como Irmãos Coragem, Uga Uga, Da Cor do Pecado, Cobras & Lagartos ), além de várias participações em séries globais (como Carga Pesada, Sob Nova Direção e As Brasileiras ). No teatro, produziu e estrelou a peça Qualquer gato vira-lata tem uma vida sexual mais sadia do que a nossa, que viraria filme em A carreira intensa e a vida nas maiores metrópoles brasileiras (depois de São Paulo, mudou-se para o Rio de Janeiro) não impediram a atriz de continuar cultivando o gosto pela direção. O anda e para das grandes cidades, porém, fez Rita tornar-se mais exigente com o conforto dos automóveis. Já foi dona de um Mercedes (vendido para um tio), e hoje é um Hyundai Tucson que ocupa sua garagem. Não sei como as pessoas conseguiam dirigir no passado sem um veículo automático. Nas cidades, principalmente, o trânsito desgasta demais o motorista que não tem câmbio automático, afirma. De qualquer forma, Rita tem tirado de letra as dificuldades do tráfego paulistano ou carioca. Garante que é uma excelente motorista, capaz de estacionar seu carrão (o Tucson tem mais de 4 metros de comprimento e quase 2 de largura) mesmo em vagas apertadas proeza que já rendeu elogios até de experientes manobristas. Na hora de trocar de automóvel, contudo, ela sempre conta com a ajuda de alguém, um amigo ou namorado, para ter certeza de que está fazendo um bom negócio. Para fechar a compra, o carro tem de ser bonito. Gosto de carro arrojado, com design legal e completo. Pé na estrada Mesmo com sua perícia no trânsito do Rio de Janeiro, Rita Guedes se delicia mesmo é dirigindo em estradas de preferência durante o dia, para apreciar melhor a viagem. Anos atrás, fez algumas vezes o longo trajeto entre a capital fluminense e Catanduva são mais ou menos 11 horas atrás do volante. Gosto muito mais de viajar de carro do que de avião. Por isso preciso de carros seguros, para dirigir em estradas. A vida corrida de atriz a impede de enfrentar as rodovias com mais frequência. Mas esse não é o único obstáculo: ela se queixa do mau estado de conservação das estradas brasileiras, apesar do preço alto dos pedágios. Acostumada a guiar nos Estados Unidos, onde morou por alguns anos, reclama que, em razão da falta de manutenção das pistas, sofrem tanto o veículo quanto o motorista que precisa redobrar a atenção para não correr riscos. Aqui no Brasil, infelizmente, muitas estradas são bem ruins, não recebem investimentos nem os reparos necessários. Isso acaba estragando muito os carros, além de causar perigo de acidentes, comenta. Ainda assim, quando está estressada, cansada ou angustiada, Rita Guedes sabe que rumo tomar: a estrada. Dirigir é como uma terapia. Dá prazer e uma sensação de calma e tranquilidade. A Bosch na sua vida Arquivo Bosch Na estrada, mas com segurança Para quem gosta de pegar a estrada, como Rita Guedes, um componente muito útil para a segurança do motorista e do automóvel é o Eletronic Stability Program (ESP), desenvolvido pela Bosch e introduzido no mercado em Trata-se de um sistema de controle de estabilidade, que tem como objetivo manter o veículo na trajetória em caso de uma manobra brusca que leve à perda do controle do carro, como explica o gerente de vendas e mar keting da divisão Chassis Systems Control da Bosch, Carlo Gibran. O sistema é ligado às quatro rodas e ao volante e possui um sensor que monitora os deslocamentos do carro, corrigindo problemas e evitando acidentes. Se o motorista virou a direção para a esquerda, mas o carro não mudou sua rota, o ESP entra em ação para evitar uma colisão, explica Gibran. O dispositivo pode cortar a potência do motor ou frear qualquer roda para corrigir a rota. Nos EUA e na Europa, já é obrigatório que os carros saiam de fábrica com o ESP. No Brasil, são poucos os modelos com essa tecnologia. Gibran estima que o sistema poderia diminuir em cerca de 40% os acidentes nas estradas nacionais.

12 10 VidaBosch torque e potência Combustível para maratonas Usado no Brasil apenas em veículos pesados, o diesel faz bonito em competições

13 automobilísticas de longa duração Por Bruno Meirelles

14 12 VidaBosch torque e potência O s carros da Fórmula 1 que atravessam a reta de Interlagos a mais de 300 km/h usam uma gasolina similar à encontrada nos postos. Os veículos da Indy que beiram os 400 km/h no circuito oval de Indianápolis são impulsionados por um etanol bem parecido com o que temos à disposição no Brasil. Mas não apenas esses dois combustíveis embalam as competições automobilísticas. O diesel, no Brasil bastante associado a caminhões, ônibus e outros veículos pesadões, também tem seu espaço em carros de rali e da Le Mans. Nos carros que disputam provas nas quais a velocidade é o fator primordial, os motores a gasolina e álcool se destacam. Já o diesel tem como vantagem o torque e a economia é ideal para corridas de resistência. Se fosse feita uma comparação com o atletismo, os combustíveis que abastecem os automóveis no Brasil seriam os mais utilizados nos 100 metros rasos; o diesel, nas maratonas. É em boa parte por isso que, desde 2006, todas as edições das 24 horas de Le Mans, a mais tradicional prova de longa duração do automobilismo, foram vencidas por carros movidos com esse derivado do petróleo. A eficiência do combustível é a chave para a mobilidade do futuro. E o automobilismo é a oportunidade perfeita para introduzir e apresentar novas tecnologias, afirma Wolfgang Ullrich, chefe da Audi Sport, que venceu oito das últimas nove disputas, justificando a aposta da equipe no combustível. Mas demorou um tanto até a Le Mans encontrar esse pulo do gato. A prova nasceu em 1923, numa época em que predominavam disputas em ruas públicas, de breve duração, que contavam com carros similares tanto em peso quanto em potência e tamanho do motor. Os franceses resolveram apostar em sentido contrário: criar uma competição em que, em vez de velocidade, o mais importante fosse buscar o equilíbrio e a constância do veículo, conciliar bom desempenho com economia de combustível, pneus, freios e evitar problemas mecânicos para completar a maratona automobilística à frente dos rivais. Com o passar dos anos, as 24 horas de Le Mans cresceram e inspiraram muitas outras provas de resistência ao redor do mundo. Assim, a competição deixou de ser apenas uma corrida e passou a designar um campeonato de enduro com etapas disputadas em países como Alemanha, Bélgica e até mesmo Brasil, onde ocorrem as 6 horas de Interlagos. Paralelamente, inúmeras experiências com combustíveis alternativos à gasolina foram feitas, buscando conquistar vantagem com menos paradas nos pit stops. Uma delas foi o motor com turbina a gás, testado na década de Conseguia atingir altas velocidades, mas mostrava dificuldades em manter temperaturas aceitáveis durante uma prova tão longa. Na década seguinte, apostou-se no motor Wankel, que não usa cilindro e pistão, mas consome muito combustível. Seu feito mais notório, já com incrementos tecnológicos, foi vencer a edição de No entanto, a experiência mais bemsucedida viria com a adoção do diesel. A primeira vez que um carro deste tipo competiu em Le Mans foi em Mas só em 2004, uma equipe repetiu a tentativa, após uma ausência de 53 anos dessa tecnologia nas pistas. Diesel é uma solução que oferece muitos aspectos positivos. As emissões de ruído do motor são bastante baixas, e temos grandes vantagens em economia de combustível e torque do motor. Mas, para ganhar, você Webventure.com.br/Marcelo Machado O diesel é a melhor opção para correr rali no Brasil, afirma o chefe da equipe MEMM Motorsports, que disputa o Rally dos Sertões

15 torque e potência VidaBosch 13 Enquanto os motores a gasolina e álcool destacam-se pela potência, o diesel tem como vantagem o torque e a economia. Por isso, é ideal para corridas de resistência tem que funcionar no mais alto nível. Não basta simplesmente pegar um motor de carro de rua modificado e colocá-lo em um carro já existente, explica Ullrich. O que a equipe da Audi em Le Mans fez foi desenvolver um projeto que incluía não apenas o motor, mas também sistema de transmissão, chassis, aerodinâmica, entre outros itens. Em 2006, o R10 TDI tinha um motor de 12 cilindros com 5,5 litros de capacidade cúbica, 650 hp e rodou o circuito em 3min31s211. Sete anos depois, o R18 e-tron quattro precisou de apenas seis cilindros, 3,7 litros e 490 hp para rodá-lo em 3min22s746, apesar das restrições impostas pelo regulamento, acrescenta. Sucesso fora do asfalto Não são apenas os famosos carros da Le Mans que estão conseguindo alto desempenho usando diesel. Algumas equipes de rali já adotaram essa tecnologia em provas nacionais, e estão tendo grandes vantagens nisso. É o caso da MEMM Motorsports, que competiu com carros a diesel no Rally dos Sertões, principal prova brasileira da categoria. Utilizamos o diesel desde o surgimento da equipe, em Optamos por esse combustível porque acreditamos que, no rali, o torque é fundamental, afirma o chefe da equipe, Flávio Rogério Pacheco. As condições das provas realizadas no Brasil, avalia, tornam o diesel ainda mais vantajoso do que em outros países. No rali Paris-Dakar, por exemplo, hoje disputado na Argentina e no Chile, os carros correm no meio do deserto, onde existem retas muito extensas. Nelas, os motores a gasolina levam vantagem. No Brasil, o rali é feito de retomadas, pois os traçados são acidentados e têm muitas curvas. Isso faz com que o diesel seja mais econômico. Em condições extremas, como nas dunas, o etanol faz apenas 0,8 quilômetro por litro de combustível, e a gasolina faz dois quilômetros. Já o diesel chega a rodar até três quilômetros com um litro, exemplifica. Por consumirem mais, os competidores que usam etanol ou gasolina correm com um tanque mais pesado, o que dificulta o acerto do veículo afinal, ele termina algumas etapas até 200 quilos mais leve do que iniciou. Outra vantagem do diesel é ser turbinado. Com isso, o motor não é afetado pelas variações de altitude em trechos de serra. Isso acontece porque, apesar da escassez do ar em grandes altitudes, a turbina o empurra para dentro do motor, que mantém sua potência quase inalterada. Já os motores a gasolina e álcool são aspirados, e perdem potência por não conseguirem reunir o ar necessário para a combustão ideal, afirma Pacheco. Finalmente, por contar com peças mais robustas, os carros a diesel praticamente dispensam manutenções entre as etapas de um rali. Quanto aos demais automóveis, é preciso abri-los a cada duas provas, no máximo, para limpar e fazer reparos. Não existe dúvida de que o diesel é a melhor opção para correr rali no Brasil. O que restringe o seu uso no país é que o gerenciamento eletrônico dos motores é confidencial, e uma equipe precisa desses dados para poder mexer neles e competir, diz o chefe da MEMM. A Bosch na sua vida No topo do pódio O sucesso que os carros a diesel estão obtendo nas últimas edições das 24 h de Le Mans conta com apoio da Bosch, que fornece os sistemas de injeção Common Rail para esses veículos. A empresa possui uma subsidiária chamada Bosch Engineering, que oferece serviços de engenharia de produção sob medida, como fabricação de peças e desenvolvimento de sistemas de injeção para motores de competições automobilísticas como Fórmula 1, Stock Car e Rally dos Sertões. A maior parte dos produtos ofertados pela empresa nessa área são componentes modificados, tanto para gasolina quanto para diesel, conta o engenheiro da Bosch José Ricardo Masetto. Temos também alguns produtos exclusivos, como um display para o piloto acompanhar o que está ocorrendo com o veículo e o motor. Ele reúne informações como temperaturas de combustível, água, ar, escapamento, pressões de combustível, óleo lubrificante e rotação do motor, diz. Masetto afirma que a principal diferença entre o trabalho para competições e para carros convencionais está no nível de estresse a que os componentes são submetidos. Além disso, o tempo para fazer melhorias é muito mais escasso do que no caso de veículos normais. Se o veículo não foi bem em uma corrida, as melhorias são esperadas para a próxima. Isso exige entrosamento entre engenheiro, piloto e equipe, comenta Masetto. Arquivo Bosch

16 14 VidaBosch em casa Photographee.eu/Shutterstock Muito além do chuveiro

17 Por Débora Yuri Água quente não é uma delícia só no banho. Veja como usá-la na pia e para aquecer toalhas, ambientes e até o piso do banheiro

18 16 VidaBosch em casa Pressmaster /Shutterstock A água aquecida pode trazer benefícios à saúde seja lavando as mãos, seja curtindo uma sauna a vapor S ensação térmica = quero morrer. Quando a piada do humorista José Simão faz sentido, tomar um banho quente pode ser um agradável aliado contra o frio. Mas nem todo mundo lembra que há outras aplicações para o uso da água aquecida dentro de casa e que elas aumentam, e muito, o conforto dos moradores. Esquentar a água da pia do banheiro e da cozinha, por exemplo, traz benefícios na hora de enfrentar uma série de atividades corriqueiras. Nos dias de temperatura baixa (mas não só neles), uma torneira marcada com Q ou com um pontinho vermelho pode ser o estímulo que falta para encarar a pilha de louça suja. Do mesmo modo, fazer a barba e limpar o rosto fica mais prazeroso com uma mistura diligentemente calibrada de quente e frio. E mesmo lavar as mãos é melhor com água morna não por matar bactérias, e sim por remover de maneira mais eficaz a gordura que pode abrigá-las, segundo a agência Food and Drug Administration (FDA), equivalente, nos Estados Unidos, à Anvisa brasileira. Gerada por gás ou energia solar, a água quente também ajuda na economia de energia elétrica da casa. É possível usar essa água, por exemplo, no cano de entrada da lavadora de roupas como o líquido já está aquecido, a máquina não precisa gastar eletricidade para fazer esse trabalho. O aquecimento garante ainda um tipo de comodidade pouco desfrutada no Brasil, mas recorrente nos Estados Unidos e no Canadá: sair do banho fumegante sem ter de buscar o tapetinho ou o chinelo com a A água aquecida, se usada no cano de entrada da lavadora de roupas, ajuda a economizar energia: como o líquido já está quente, a máquina não precisa fazer esse trabalho ponta dos pés para não se arriscar no chão gelado. A instalação de piso aquecido no banheiro vem conquistando cada vez mais adeptos, sobretudo nas regiões serranas do Sul e do Sudeste e em residências de alto padrão no Rio Grande do Sul e no oeste de Santa Catarina. É uma opção benéfica para os moradores friorentos porque, em geral, o piso do banheiro é frio. O piso aquecido gasta muita energia, mas é uma necessidade em lugares como Campos do Jordão, diz o arquiteto Marcelo Rosset, que costuma

19 em casa VidaBosch 17 Igor Borodin/Shutterstock incluir soluções de aquecimento residencial em seus projetos. Existem ainda soluções mais simples e econômicas para aquecer o ambiente, como o uso de toalheiros ou radiadores de parede, sugere. Conectados por meio de canos, os radiadores de parede geralmente são alimentados por uma caldeira a gás. O gás também é responsável pelo aquecimento dos toalheiros, por meio da circulação de água quente. Dentro de casa, a calefação pode ter mais utilidades. Ela combate umidade e mofo quando usada em paredes, por exemplo. Outros confortos residenciais especialmente úteis nos momentos de lazer são piscina aquecida e sauna, que podem funcionar a gás, economizando energia. Na piscina, basta elevar um pouco a temperatura da água para garantir umas braçadas mais agradáveis. Com 15 o C de diferença, o usuário já obtém conforto térmico, diz o engenheiro mecânico Dalton Rubens Maiuri, professor de termodinâmica e coordenador dos cursos de especialização do Centro Universitário da Faculdade de Engenharia Industrial (FEI). Instalação Há diversas maneiras de distribuir água quente pelas torneiras de uma residência ou de um apartamento. Hoje existem equipamentos práticos e mais econômicos, diz o professor de engenharia civil André Luiz de Lima Reda, da Universidade Presbiteriana Mackenzie, especializado nas áreas ambiental, sanitária e de recursos hídricos. Nas aplicações mais pontuais, uma possibilidade é instalar aquecedores localizados, como torneiras elétricas para as pias da cozinha e do banheiro. Para evitar desperdício de água, a instalação de timers que fecham a torneira automaticamente é importante, sugere Reda. Ele sublinha o principal problema a ser evitado: gastos com manutenção, seja para troca de peças ou contratação de mão de obra. O consumidor precisa colocar na balança se será preciso chamar um técnico para resolver questões simples como trocar a resistência, explica, lembrando que o ideal é consultar um engenheiro especializado em instalações prediais antes de instalar um equipamento hidráulico ou elétrico em casa. Outra alternativa é ter um sistema central de aquecimento ou uma fonte de distribuição, como um tanque que acumula água, aponta Maiuri. O volume padrão é de 200 litros para uma família de quatro

20 18 VidaBosch em casa Ariadna de Raadt/Shutterstock Na pia da cozinha, a gordura da louça se desgruda fácil quando a temperatura da água é mais elevada

Fique ligado na energia!

Fique ligado na energia! A U A UL LA 3 Fique ligado na energia! Todos os processos vitais do planeta - circulação das águas e dos ventos, a fotossíntese, entre outros - dependem de energia. A principal fonte de energia na Terra

Leia mais

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Procurando reduzir gastos com energia? Por que não aumentar a produtividade ao mesmo tempo? Reduzir os custos operacionais usando a energia com eficiência

Leia mais

MANUAL COM DICAS SOBRE CONSUMO DE ENERGIA

MANUAL COM DICAS SOBRE CONSUMO DE ENERGIA SISTEMA SOLAR DE AQUECIMENTO DE ÁGUA a) Quando for adquirir um sistema de aquecimento solar dê sempre preferência aos modelos com o Selo Procel. b) Dimensione adequadamente o sistema (coletores e reservatórios)

Leia mais

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações Ônibus Informação à imprensa Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações 10 de junho de 2013 Veículo tem tecnologia nacional e baixa emissão de poluentes A Eletra, empresa brasileira

Leia mais

Conceito. são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos:

Conceito. são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos: Conceito são os diversos tipos de materiais ou processos dos quais se podem obter energia. Podem ser divididos em dois grandes grupos: Renováveis renovação em um curto período de tempo; Não renováveis

Leia mais

Sistema de Aquecimento Therm 8000 S Com inovadora tecnologia de condensação. Mais água quente, mais eficiência.

Sistema de Aquecimento Therm 8000 S Com inovadora tecnologia de condensação. Mais água quente, mais eficiência. Sistema de Aquecimento Therm 8000 S Com inovadora tecnologia de condensação. Mais água quente, mais eficiência. 2 Sistema de Aquecimento Therm 8000 S Therm 8000 S Soluções de aquecimento de água para altas

Leia mais

Aquecedores são aparelhos que consomem muita energia elétrica. Por isso, evite deixar o seu sempre ligado.

Aquecedores são aparelhos que consomem muita energia elétrica. Por isso, evite deixar o seu sempre ligado. Aquecedor central Aquecedores são aparelhos que consomem muita energia elétrica. Por isso, evite deixar o seu sempre ligado. Planeje seu uso e habitue-se a ligá-lo apenas o tempo necessário para que você

Leia mais

Converter carro para GNV reduz gastos; veja prós e contras

Converter carro para GNV reduz gastos; veja prós e contras Converter carro para GNV reduz gastos; veja prós e contras Carro com dinheiro no compartimento do combustível: Para quem percorre quilometragens altas, a economia com o GNV pode compensar o custo do kit

Leia mais

4. O Ciclo das Substancias na Termoelétrica Convencional De uma maneira geral todas as substâncias envolvidas na execução do trabalho são o

4. O Ciclo das Substancias na Termoelétrica Convencional De uma maneira geral todas as substâncias envolvidas na execução do trabalho são o 1.Introdução O fenômeno da corrente elétrica é algo conhecido pelo homem desde que viu um raio no céu e não se deu conta do que era aquilo. Os efeitos de uma descarga elétrica podem ser devastadores. Há

Leia mais

Termoelétricas Ou Termelétricas

Termoelétricas Ou Termelétricas Termoelétricas Ou Termelétricas É uma instalação industrial usada para geração de energia elétrica/eletricidade a partir da energia liberada em forma de calor, normalmente por meio da combustão de algum

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD)

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD) UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD) TRABALHO DE BIOLOGIA GERAL RAQUEL ALVES DA SILVA CRUZ Rio de Janeiro, 15 de abril de 2008. TRABALHO DE BIOLOGIA GERAL TERMOELÉTRICAS

Leia mais

Receita infalível para uma boa viagem

Receita infalível para uma boa viagem Receita infalível para uma boa viagem Para que a tão sonhada viagem de férias não se transforme em um pesadelo, alguns cuidados básicos devem ser tomados. Pensando no seu conforto e na sua segurança nesse

Leia mais

Aula 4 Matriz Elétrica Brasileira

Aula 4 Matriz Elétrica Brasileira AULA Fundação 4 MATRIZ Universidade ELÉTRICA Federal de Mato Grosso do Sul 1 Matriz Energética Aula 4 Matriz Elétrica Brasileira Prof. Márcio Kimpara Universidade Federal de Mato Grosso do Sul FAENG /

Leia mais

duração: duas horas e meia

duração: duas horas e meia Atividades Caminhada para Caraíva duração: duas horas e meia Caraíva fica a 9 quilômetros de distância da Pousada, pela praia. São aproximadamente duas horas e meia de caminhada andando na areia, entre

Leia mais

ARCO METROPOLITANO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE OBRAS

ARCO METROPOLITANO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE OBRAS DO RIO DE JANEIRO HISTÓRICO 1974 - passou a integrar o Plano Rodoviário Estadual (PRE) como RJ-109, rodovia planejada do trecho entre a BR 040 e a BR 101 (Sul) 1977 e 1984 - O Estado contratou projeto

Leia mais

CACHOEIRAS em PERNAMBUCO

CACHOEIRAS em PERNAMBUCO quinze quilômetros. A do Poço do Soldado é uma das mais populares. Os moradores dizem que a força da água é uma verdadeira massagem. Na do Caboclo há duas duchas, escorrego e piscinas naturais, além de

Leia mais

Chamamos de sistema individual quando um equipamento alimenta um único aparelho.

Chamamos de sistema individual quando um equipamento alimenta um único aparelho. AULA 11 SISTEMA PREDIAIS DE ÁGUA QUENTE 1. Conceito e classificação O sistema de água quente em um edificação é totalmente separado do sistema de água-fria. A água quente deve chegar em todos os pontos

Leia mais

O que você encontrará nesse e-book? Sumário

O que você encontrará nesse e-book? Sumário Sumário O que você encontrará nesse e-book? O que é Telemetria...03 Telemetria e Rastreamento...09 De que maneira a Telemetria contribui para a gestão a frota?...11 Cuidados ao escolher um sistema de telemetria...21

Leia mais

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE Volvo HÍBRIDO Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE O DESAFIO VERDE O cuidado com o meio ambiente está no centro das discussões da agenda social em todo o mundo. Cada vez mais,

Leia mais

Vantagens do Veículo Híbrido:

Vantagens do Veículo Híbrido: Vantagens do Veículo Híbrido: VANTAGENS PARA O OPERADOR É um veículo que não tem câmbio, sua aceleração e frenagem é elétrica, o motor a combustão, além de pequeno, opera numa condição ideal (rotação fixa).

Leia mais

Para produzir energia elétrica e

Para produzir energia elétrica e Produção de energia elétrica A UU L AL A uma notícia de jornal: Leia com atenção o texto a seguir, extraído de Seca agrava-se em Sobradinho e ameaça causar novo drama social no Nordeste Para produzir energia

Leia mais

CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS

CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS. O Sol, o vento, os mares...fontes naturais de energia que não agridem o meio ambiente. Será viável utilizá-las? A Energia renovável é aquela que é obtida

Leia mais

E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL

E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL Veja 15 dicas para economizar combustível no carro Da maneira de dirigir à escolha da gasolina, saiba o que pode trazer economia de consumo. Não existe mágica.

Leia mais

ETENE. Energias Renováveis

ETENE. Energias Renováveis Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste ETENE Fonte: http://www.noticiasagronegocios.com.br/portal/outros/1390-america-latina-reforca-lideranca-mundial-em-energias-renovaveis- 1. Conceito

Leia mais

Vícios e Manias ao Volante

Vícios e Manias ao Volante Vícios e Manias ao Volante EMBREAGEM Muitos brasileiros deixam o pé apoiado sobre o pedal da embreagem quando dirigem. É um dos vícios mais comuns e difícil de ser superado. As alavancas desse sistema

Leia mais

Fazer as costelas de vários mini saltos, pular em uma e quando cair pular em outra e assim em diante.

Fazer as costelas de vários mini saltos, pular em uma e quando cair pular em outra e assim em diante. Concentração e Atenção são as palavras chaves para uma pilotagem segura. Embora tenham a moto adequada, muitos pilotos apresentam deficiências, especialmente de postura, na hora de frenagem e na escolha

Leia mais

Combate as alterações climáticas. Reduz a tua pegada e muda o mundo!!

Combate as alterações climáticas. Reduz a tua pegada e muda o mundo!! Combate as alterações climáticas Reduz a tua pegada e muda o mundo!! O dióxido de carbono é um gás naturalmente presente na atmosfera. À medida que crescem, as plantas absorvem dióxido de carbono, que

Leia mais

Pra que serve tudo isso?

Pra que serve tudo isso? Capítulo 1 Pra que serve tudo isso? Parabéns! Você tem em mãos a base para o início de um bom planejamento financeiro. O conhecimento para começar a ver o dinheiro de outro ponto de vista, que nunca foi

Leia mais

(19) 3541-2000 - contato@dispelempilhadeiras.com.br www.dispelempilhadeiras.com.br

(19) 3541-2000 - contato@dispelempilhadeiras.com.br www.dispelempilhadeiras.com.br CE CERTIFICADO EMPILHADEIRAS A transmissão 2-3 T possui estrutura avançada tipo flutuante, a única na China. Estruturas flutuantes são projetadas para reduzir a transmissão das vibrações ao chassis em

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Jun/13 APRESENTAÇÃO Sustentabilidade é um projeto que visa conscientizar a população a preservar o meio ambiente, buscando

Leia mais

A utilização do Gás LP em. residências

A utilização do Gás LP em. residências A utilização do Gás LP em residências O uso do Gás LP em residências é o mais difundido em todo o mundo, representando 48% do consumo global. No Brasil, essa presença cresce para 95% dos lares devido ao

Leia mais

Maior parte da extensão de rodovias avaliadas tem problema

Maior parte da extensão de rodovias avaliadas tem problema Mais de 100 mil km percorridos Maior parte da extensão de rodovias avaliadas tem problema Estudo da CNT mostra que 57,3% têm alguma deficiência no estado geral; 86,5% dos trechos são de pista simples e

Leia mais

A estrategia adequada. Uma grande tacada

A estrategia adequada. Uma grande tacada 4 I EDIÇÃO Nº 13 A estrategia adequada Quando se pensa na melhor maneira de investir, é comum surgir a dúvida: é mais vantajoso aplicar tudo de uma só vez ou fazer vários aportes ao longo do tempo? Se

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

Disciplina: Fontes Alternativas de Energia

Disciplina: Fontes Alternativas de Energia Disciplina: Fontes Alternativas de Parte 1 Fontes Renováveis de 1 Cronograma 1. Fontes renováveis 2. Fontes limpas 3. Fontes alternativas de energia 4. Exemplos de fontes renováveis 1. hidrelétrica 2.

Leia mais

Quanto você gasta com. energia elétrica?

Quanto você gasta com. energia elétrica? Quanto você gasta com energia elétrica? Os eletrodomésticos da linha branca já foram os vilões do gasto energético residencial. Hoje, eles estão mais econômicos, mas ainda precisam ser escolhidos com atenção.

Leia mais

2. ESTADO DE CONSERVAÇÃO DA ESTRADA

2. ESTADO DE CONSERVAÇÃO DA ESTRADA Relatório do Reconhecimento de Campo da BR-319, Voltado à Elaboração dos Planos de Manejo das Unidades de Conservação Federal do Interflúvio Purus-Madeira 1. INTRODUÇÃO Entre os dias 4 e 8 de novembro

Leia mais

- Sinal de transito agora só em Angra comentou Sandrinha, minha esposa.

- Sinal de transito agora só em Angra comentou Sandrinha, minha esposa. Angra dos Reis Agosto 2013 Depois da viagem a Londres, Lisboa, Praga e Genebra, esta seria a primeira travessia marítima que eu iria participar. Como o pessoal do grupo Maratonas Aquáticas tinha conseguido

Leia mais

Água Quente: Objetivos de Projeto

Água Quente: Objetivos de Projeto Água Quente: Objetivos de Projeto FINALIDADE DO USO E TEMPERATURA ADEQUADA Hospitais e laboratórios : 100 C ou mais Lavanderias : 75 a 85 C Cozinhas : 60 a 70 C Uso pessoal e banhos : 35 a 50 C MODALIDADES

Leia mais

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta

Consumo Consciente. Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Consumo Consciente Faz bem para você, para a sociedade e para o planeta Uma mudança do bem Para nós da Rossi, o consumo consciente é algo vital para a sustentabilidade da sociedade e para o futuro do nosso

Leia mais

CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO

CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO Projeção de crescimento populacional Demanda de energia mundial Impacto ao meio ambiente projeções indicam que os empregos vão CONTINUAR no centro EMPREGOS concentrados no CENTRO

Leia mais

Material de Apoio INJEÇÃO ELETRÔNICA DE COMBUSTÍVEL BOSCH. Programa Especial - Injeção Eletrônica LE-Jetronic

Material de Apoio INJEÇÃO ELETRÔNICA DE COMBUSTÍVEL BOSCH. Programa Especial - Injeção Eletrônica LE-Jetronic INJEÇÃO ELETRÔNICA DE COMBUSTÍVEL BOSCH A necessidade de se reduzir o consumo de combustível dos automóveis, bem como de se manter a emissão de poluentes pelos gases de escape dentro de limites, colocou

Leia mais

usoresponsável dogás energia para crescer Material de apoio

usoresponsável dogás energia para crescer Material de apoio usoresponsável dogás energia para crescer Material de apoio Proteção do meio ambiente O gás é um hidrocarboneto, formado no interior da Terra há milhões de anos. Ele é o produto da decomposição de animais

Leia mais

Maldivas. Esse Roteirinho te leva para

Maldivas. Esse Roteirinho te leva para Esse Roteirinho te leva para Maldivas Nossos roteirinhos semi-prontos oferecem muito charme e bom custo x benefício, sem cair no lugar comum. Eles são semi-prontos porque tem uma estrutura básica, mas

Leia mais

Energia Renovável Fontes Alternativas de Energia Energias: Eólica e Solar.

Energia Renovável Fontes Alternativas de Energia Energias: Eólica e Solar. Energia Renovável Fontes Alternativas de Energia Energias: Eólica e Solar. Prof. Dr. Luiz Roberto Carrocci Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Campus de Guaratinguetá Definições a) Energia

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS Luis Eduardo Machado¹ Renata Sampaio Gomes ² Vanessa F. Balieiro ³ RESUMO Todos sabemos que não é possível haver regressão nas tecnologias

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DOM SILVÉRIO ENSINO MÉDIO FORMAS DE ENERGIA. Belo Horizonte, abril de 2000 DEDICATÓRIA

COLÉGIO MARISTA DOM SILVÉRIO ENSINO MÉDIO FORMAS DE ENERGIA. Belo Horizonte, abril de 2000 DEDICATÓRIA COLÉGIO MARISTA DOM SILVÉRIO ENSINO MÉDIO FORMAS DE ENERGIA Belo Horizonte, abril de 2000 DEDICATÓRIA Dedico esse trabalho para todos aqueles que me ajudaram, e para as pessoas que se esforçam para economizar

Leia mais

USO DO GÁS NATURAL DE PETRÓLEO NA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

USO DO GÁS NATURAL DE PETRÓLEO NA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA PÓS - GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA ADP8088 - SEMINÁRIOS EM ENGENHARIA AGRÍCOLA II USO DO GÁS NATURAL DE

Leia mais

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis.

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. GNV Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. REUNIÃO DE ESPECIALISTAS SOBRE TRANSPORTE URBANO SUSTENTÁVEL MODERNIZAR E TORNAR ECOLÓGICA A FROTA DE TÁXIS NAS CIDADES LATINO AMERICANAS

Leia mais

Introdução. Núcleo de Pesquisas

Introdução. Núcleo de Pesquisas Introdução O verão é um período onde Santa Catarina demonstra todo a sua vocação para a atividade turística. Endereço de belas praias, o estado se consolidou como um dos principais destinos de turistas,

Leia mais

Instalações prediais de gases combustíveis água quente. Construção de Edifícios 5. Arquitetura e Urbanismo FAU USP. J.

Instalações prediais de gases combustíveis água quente. Construção de Edifícios 5. Arquitetura e Urbanismo FAU USP. J. Instalações prediais de gases combustíveis água quente Construção de Edifícios 5 Arquitetura e Urbanismo FAU USP J. Jorge Chaguri Jr Para que gás? Principais Normas NBR 15526 NBR 13103 Edifícios prumada

Leia mais

Tipos de Energia. Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear.

Tipos de Energia. Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear. Fontes de Energia Tipos de Energia Gravitacional; Elétrica; Magnética; Nuclear. Fontes de Energia Primaria fontes que quando empregadas diretamente num trabalho ou geração de calor. Lenha, para produzir

Leia mais

Grupo WTB Experiência e solidez

Grupo WTB Experiência e solidez Grupo WTB Experiência e solidez Fundado em 1999, o Grupo WTB teve um crescimento sustentado e prosperou ao longo dos anos. Hoje, sua marca está presente em vários empreendimentos de sucesso, contando com

Leia mais

MATÉRIA TÉCNICA APTTA BRASIL DEZEMBRO DE 2011 DIAGNÓSTICO DE UMA CAIXA AUTOMÁTICA UTILIZANDO MEDIÇÕES DE PRESSÃO USO DO MANÔMETRO

MATÉRIA TÉCNICA APTTA BRASIL DEZEMBRO DE 2011 DIAGNÓSTICO DE UMA CAIXA AUTOMÁTICA UTILIZANDO MEDIÇÕES DE PRESSÃO USO DO MANÔMETRO MATÉRIA TÉCNICA APTTA BRASIL DEZEMBRO DE 2011 DIAGNÓSTICO DE UMA CAIXA AUTOMÁTICA UTILIZANDO MEDIÇÕES DE PRESSÃO USO DO MANÔMETRO Há não muito tempo atrás, antes que os computadores fossem introduzidos

Leia mais

FONTES ALTERNATIVAS DE ENERGIA

FONTES ALTERNATIVAS DE ENERGIA FONTES ALTERNATIVAS DE ENERGIA Iria Müller Guerrini, No Brasil a maior quantidade de energia elétrica produzida provém de usinas hidrelétricas (cerca de 95%). Em regiões rurais e mais distantes das hidrelétricas

Leia mais

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento.

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. SCANIA Caminhões Semipesados É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. Rentabilidade é o que nos move. Caminhões Semipesados Scania. Com um autêntico Scania, você sempre conta com resistência,

Leia mais

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014 Mobilidade Urbana VASCONCELOS, Eduardo Alcântara de. Mobilidade urbana e cidadania. Rio de Janeiro: SENAC NACIONAL, 2012. PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL LUCIANE TASCA COMO SE FORMAM AS CIDADES? Como um

Leia mais

SIENA / GRAND SIENA TETRAFUEL

SIENA / GRAND SIENA TETRAFUEL SIENA / GRAND SIENA TETRAFUEL Página 1 FIAT CHRYSLER AUTOMOBILES 13/08/2015 DESCRIÇÃO DO SISTEMA GNV COMPONENTES DO SISTEMA GNV 1. Cilindro GNV 2. Suporte do Cilindro de GNV 3. Linha de Alta Pressão: Tubo

Leia mais

Apartamentos Disponíveis em Salvador

Apartamentos Disponíveis em Salvador Apartamentos Disponíveis em Salvador Não é surpresa que um apartamento em Salvador seja a escolha de muitos compradores que querem viver ou investir nessa linda cidade litorânea. Tem tudo o que um investidor

Leia mais

Somos uma das empresas que mais crescem no país

Somos uma das empresas que mais crescem no país ed. 3 / ano 1 / outubro 2013 J. Fonseca conquista novos segmentos Segurança em primeiro lugar Somos uma das empresas que mais crescem no país editorial Crescendo, mas sem esquecer da segurança A terceira

Leia mais

A Evolução da Mídia Exterior. Dados Demográfi cos GAROPABA

A Evolução da Mídia Exterior. Dados Demográfi cos GAROPABA A Evolução da Mídia Exterior Dados Demográfi cos GAROPABA GAROPABA Considerada um paraíso à beira-mar, Garopaba possui praias de mar manso e também outras reconhecidas internacionalmente pela prática do

Leia mais

Coordenadas (GPS): S 22 o 25' 40.3" W 43 o 17' 49.2"

Coordenadas (GPS): S 22 o 25' 40.3 W 43 o 17' 49.2 Coordenadas (GPS): S 22 o 25' 40.3" W 43 o 17' 49.2" Origem: Rio de Janeiro 1. Ingressar na BR-040 (Rodovia Rio-Juiz de Fora-Belo Horizonte); 2. Passar pelo pedágio e logo em seguida subir à serra. 3.

Leia mais

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida.

Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Geração de Energia a partir do lixo urbano. Uma iniciativa iluminada da Plastivida. Plástico é Energia Esta cidade que você está vendo aí de cima tem uma população aproximada de 70.000 mil habitantes e

Leia mais

Identificando os tipos de fontes energéticas

Identificando os tipos de fontes energéticas Identificando os tipos de fontes energéticas Observe a figura abaixo. Nela estão contidos vários tipos de fontes de energia. Você conhece alguma delas? As fontes de energia podem ser renováveis ou não-renováveis,

Leia mais

Frotistas tecnologia 72

Frotistas tecnologia 72 tecno Frotistas 72 Por Luiz Carlos Beraldo Há opiniões controversas no mundo dos empresários brasileiros de transportes quando o assunto trata do futuro dos veículos comerciais. Alguns apostam que não

Leia mais

Índice de 11,6% é maior do que 11,4% registrado no último dia de fevereiro. Outros 5 sistemas também subiram,mas São Paulo ainda vive crise hídrica.

Índice de 11,6% é maior do que 11,4% registrado no último dia de fevereiro. Outros 5 sistemas também subiram,mas São Paulo ainda vive crise hídrica. PROJETO ATUALIZAR 2015 TEMA SISTEMA CANTAREIRA DATA DE APLICAÇÃO 09 a 13/03/2015 PROFESSORES RESPONSÁVEIS Cristiane e Felipe 1. SUGESTÕES DE PONTOS QUE PODEM SER ABORDADOS 1.1. A importância da água 1.2.

Leia mais

Utilizando o Guia de Avaliação de Hotel e Pousada

Utilizando o Guia de Avaliação de Hotel e Pousada Utilizando o Guia de Avaliação de Hotel e Pousada Para auxiliá-lo no correto preenchimento do Guia de Avaliação, seguem alguns esclarecimentos: O guia é composto por campos de preenchimento por extenso,

Leia mais

Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade

Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade (sem desligar as luzes) UMA PESQUISA SOBRE A PRODUTIVIDADE ENERGÉTICA NAS AMERICAS CONTINUE POR FAVOR 6 1,9 1 0,1 4 3 14 4 8 O Futuro Sem Eficiência Uma maneira

Leia mais

Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos

Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos Suzana Kahn Ribeiro Programa de Engenharia de Transportes COPPE/UFRJ IVIG Instituto Virtual Internacional de Mudanças Climáticas Estrutura

Leia mais

DICAS PARA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM CASA

DICAS PARA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM CASA DICAS PARA REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM CASA SELO PROCEL Prefira equipamentos com SELO PROCEL, e/ou consumo A de consumo de energia. GELADEIRA Evitar abrir a porta toda hora. Regular o termostato

Leia mais

Energia Solar: Utilização como fonte de energia alternativa

Energia Solar: Utilização como fonte de energia alternativa Energia Solar: Utilização como fonte de energia alternativa Caio Peixoto Gomes* Resumo A crescente preocupação com a preservação do meio ambiente, o aumento da demanda energética, e a possível escassez

Leia mais

TRECHOS DE ROTEIROS PARA VÍDEOS EMPRESARIAIS

TRECHOS DE ROTEIROS PARA VÍDEOS EMPRESARIAIS TRECHOS DE ROTEIROS PARA VÍDEOS EMPRESARIAIS Job: Vídeo Institucional Averty Cliente: Averty IMAGEM Imagens (arquivo) funcionários trabalhando sorridentes. Composição do Logo: Averty Consultoria e Treinamentos

Leia mais

A inserção das fontes de energia renováveis no processo de desenvolvimento da matriz energética do país: A participação da Energia Eólica

A inserção das fontes de energia renováveis no processo de desenvolvimento da matriz energética do país: A participação da Energia Eólica A inserção das fontes de energia renováveis no processo de desenvolvimento da matriz energética do país: A participação da Energia Eólica Elbia Melo 1 No ano de 2012, o Brasil figurou no cenário internacional

Leia mais

Efeitos da Corrente Elétrica. Prof. Luciano Mentz

Efeitos da Corrente Elétrica. Prof. Luciano Mentz Efeitos da Corrente Elétrica Prof. Luciano Mentz 1. Efeito Magnético Corrente elétrica produz campo magnético. Esse efeito é facilmente verificado com uma bússola e será estudado no eletromagnetismo. 2.

Leia mais

História e evolução do Automóvel

História e evolução do Automóvel I Mostra de Carros Antigos SENAI Santo Amaro Mecânica Online Apresentação Tarcisio Dias História e evolução do Automóvel 125 anos de inovação Novembro - 2011 História e evolução do Automóvel Tarcisio Dias

Leia mais

AR-CONDICIONADO 8 H / DIA = 35,3% / MÊS

AR-CONDICIONADO 8 H / DIA = 35,3% / MÊS O Brasil vive uma crise hídrica e energética que está afetando a distribuição de ambos os recursos no país todo, em maior ou menor intensidade. O Estado de São Paulo, em especial a capital, vem sofrendo

Leia mais

a Energia em casa Da usina até sua casa

a Energia em casa Da usina até sua casa a Energia em casa Da usina até sua casa Para ser usada nas cidades, a energia gerada numa hidrelétrica passa por uma série de transformações A eletricidade é transmitida de uma usina até os centros de

Leia mais

M a n u a l d o M e c â n i c o

M a n u a l d o M e c â n i c o M a n u a l d o M e c â n i c o folder2.indd 1 20/11/2009 14 12 35 Manual do Mecânico GNV GÁS NATURAL VEICULAR Entenda o GNV e saiba quais os cuidados necessários para a manutenção de veículos que utilizam

Leia mais

Abioeletricidade cogerada com biomassa

Abioeletricidade cogerada com biomassa bioeletricidade Cana-de-Açúcar: um pr energético sustentável A cana-de-açúcar, a cultura mais antiga do Brasil, é hoje uma das plantas mais modernas do mundo. A afirmação é do vice-presidente da Cogen

Leia mais

Soluções sustentáveis para a vida.

Soluções sustentáveis para a vida. Soluções sustentáveis para a vida. A Ecoservice Uma empresa brasileira que está constantemente em busca de recursos e tecnologias sustentáveis para oferecer aos seus clientes, pessoas que têm como conceito

Leia mais

Manual do Usuário. Exsto Tecnologia Ltda.

Manual do Usuário. Exsto Tecnologia Ltda. Manual do Usuário Ltda. R. Vereador José Eduardo da Costa, 169 Santa Rita do Sapucaí MG CEP: 37540 000 +55 35 3471 6898 www.exsto.com.br 2 1 Introdução Parabéns! Você acaba de adquirir um produto de alta

Leia mais

Energia elétrica: como usar e economizar

Energia elétrica: como usar e economizar endividado.com.br Energia elétrica: como usar e economizar Como fazer uso eficiente de Energia Quanto maior o desperdício de energia, maior é o preço que você e o meio ambiente pagam por ela. Ao usar a

Leia mais

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio Dicas para segurança no trânsito realização apoio 1 Dicas de viagem segura. Viajar sozinho ou com toda a família requer certas responsabilidades. Aqui você encontrará várias recomendações para uma viagem

Leia mais

Consumo Consciente Energia Elétrica

Consumo Consciente Energia Elétrica Consumo Consciente Energia Elétrica Agosto 2010 Planeta SUSTENTABILIDADE NO CONSUMO Incentivo ao consumo responsável e consciente IMPORTÂNCIA DA ENERGIA PARA O GRUPO Compra energia elétrica de 23 concessionárias

Leia mais

Confederação Nacional do Transporte - CNT Diretoria Executiva da CNT. DESPOLUIR Programa Ambiental do Transporte

Confederação Nacional do Transporte - CNT Diretoria Executiva da CNT. DESPOLUIR Programa Ambiental do Transporte Confederação Nacional do Transporte - CNT Diretoria Executiva da CNT DESPOLUIR Programa Ambiental do Transporte Promoção SEST / SENAT Conteúdo Técnico ESCOLA DO TRANSPORTE JULHO/2007 Queimadas: o que

Leia mais

Sistemas de aquecimento de água residencial e o ASBC: Aquecedor Solar de Baixo Custo Por Felipe Marques Santos Aluno do curso de Engenharia de Energia Projeto Coordenado por Prof. Dr. Rogério Gomes de

Leia mais

O LUGAR PERFEITO PARA SUA FAMÍLIA RESIDENCIAL

O LUGAR PERFEITO PARA SUA FAMÍLIA RESIDENCIAL O LUGAR PERFEITO PARA SUA FAMÍLIA RESIDENCIAL Residence O Residence RioSole se estende da rua até o rio navegável e a reserva natural que faz de Maria Farinha uma península. É composto por 16 casas, para

Leia mais

Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel.

Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel. Repare nestes pontos ao escolher seu imóvel. Existem muitos ítens importantes a considerar antes de fechar a compra de um novo imóvel. O Itaú vai ajudar você a ficar alerta à eles e se preparar para evitar

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO. Página 1- Indicações de uso AVISOS!

MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO. Página 1- Indicações de uso AVISOS! MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO Página 1- Indicações de uso AVISOS! *Não é permitido para pessoas que não entenderam o manual de instruções, dirigirem a mini-moto. *Deve ser utilizado a mistura de gasolina

Leia mais

Engenharia Gerencial. A cogeração como alternativa aos desafios energéticos

Engenharia Gerencial. A cogeração como alternativa aos desafios energéticos A cogeração como alternativa aos desafios energéticos A visão corrente de que o Brasil possui um dos maiores parques de energia hidrelétrica do mundo, nos afasta de uma realidade um pouco distante disto.

Leia mais

TRANSFORME SEU BANHO EM UM MOMENTO INESQUECÍVEL.

TRANSFORME SEU BANHO EM UM MOMENTO INESQUECÍVEL. NOVA LINHA TRANSFORME SEU BANHO EM UM MOMENTO INESQUECÍVEL. AQUECEDOR DE ÁGUA A GÁS DE PASSAGEM LINHA AQUECEDOR DE ÁGUA PARA BANHO O novo grau de conforto. VOCÊ PEDIU E A RHEEM ATENDEU Linha Completa de

Leia mais

Atraso afeta as obras de geração e distribuição no País

Atraso afeta as obras de geração e distribuição no País Atraso afeta as obras de geração e distribuição no País SETEMBRO 23, 2014 by ABEGAS REDACAO in NOTÍCIAS Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) constatou grandes atrasos nas obras de geração e transmissão

Leia mais

Sistematização das questões desenvolvidas pelos estudantes na atividade da primeira semana

Sistematização das questões desenvolvidas pelos estudantes na atividade da primeira semana Sistematização das questões desenvolvidas pelos estudantes na atividade da primeira semana A energia empreendida no processo de floração se equivale a energia empreendida no processo de "secagem" das flores?

Leia mais

Meio Ambiente: Piloto Automático O Piloto Automático é uma ótima opção e pode economizar gasolina, mas você tem que usá-lo de forma segura.

Meio Ambiente: Piloto Automático O Piloto Automático é uma ótima opção e pode economizar gasolina, mas você tem que usá-lo de forma segura. Visão Geral Família e Passageiros: Roupas Reflexivas Quanto mais claro e brilhante, melhor! É isso mesmo, quanto mais brilhante e clara for sua roupa, melhor são suas chances de ser visto. Segurança Pessoal:

Leia mais

Dicas da Eletrobras Procel para economizar energia elétrica em residências e condomínios

Dicas da Eletrobras Procel para economizar energia elétrica em residências e condomínios Dicas da Eletrobras Procel para economizar energia elétrica em residências e condomínios Utilizar a energia elétrica com eficiência significa combater desperdícios, e todos nós devemos participar ativamente

Leia mais

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO Mudanças Climáticas Rodrigo Valle Cezar O que é o Clima O clima compreende os diversos fenômenos que ocorrem na atmosfera da Terra. Atmosfera é a região gasosa que envolve toda

Leia mais

RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL)

RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL) RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL) A Cidade Maravilhosa Rio de Janeiro, também conhecida como a Cidade Maravilhosa, é a segunda maior cidade do Brasil, e com certeza faremos com que você tenha um maravilhoso

Leia mais

mudanças nos modelos de negócios do setor automobilístico, impulsionadas pelas pesquisas de novas tecnologias energéticas e de segurança.

mudanças nos modelos de negócios do setor automobilístico, impulsionadas pelas pesquisas de novas tecnologias energéticas e de segurança. AUTOMOTIVE Mudança de rumos Pressões dos consumidores por praticidade e economia, somadas à necessidade de adaptação dos veículos ao planejamento urbano, criam um cenário desafiador para a indústria automobilística

Leia mais

Dirigir ecologicamente com

Dirigir ecologicamente com Global Training. The finest automotive learning rpm x 100 Dirigir ecologicamente com PREFÁCIO Convidamos você para participar: - Treinamento de Condução Econômica, transmitindo-lhe conhecimento sobre uma

Leia mais