Fusões e Aquisições. Fusões e aquisições movimentam R$ 43 bi no primeiro semestre. Destaque. Fusões e Aquisições

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fusões e Aquisições. Fusões e aquisições movimentam R$ 43 bi no primeiro semestre. Destaque. Fusões e Aquisições"

Transcrição

1 Fusões e Boletim Ano VIII Nº 9 Primeiro Semestre de 03 Fusões e aquisições movimentam R$ 3 bi no primeiro semestre Fusões e Anúncios Fusões,, OPAs e Reest. Societárias R$ bilhões N o º Semestre/ 3 3,0 5 º Semestre/ 63,6 º Semestre/ 8,7 85 º Semestre/ 0 9,7 75 º Semestre/ 09 59, 8 º Semestre/ 08 55, 8 0,3 76 0, , , ,9 99 Fusões e Anúncios - Trimestres Fusões,, OPAs e Reest. Societárias R$ bilhões N o º Trimestre/3, 6 º Trimestre/ 8,0 36 º Trimestre/ 39,7 3 º Trimestre/0 5,7 35 º Trimestre/09 3, º Trimestre/08 38,8 7 º Trimestre/3 30,9 8 º Trimestre/ 5,6 75 º Trimestre/ 3,0 º Trimestre/0 39,0 0 º Trimestre/09 35,8 6 º Trimestre/08 6, Obs.: Para efeito de ranking ANBIMA de Fusões e, o valor da operação deve ser de, no mínimo, R$ 0 milhões. Forma de Pagamento das Operações - Volume Os anúncios de fusões e aquisições no primeiro semestre de 03 somaram R$ 3 bilhões, o volume mais baixo para o período desde 008. O valor é 3,% inferior ao do mesmo período de 0, que havia sido de R$ 63,6 bilhões. Quanto ao número de operações, embora o primeiro semestre do ano tenha registrado praticamente a metade dos anúncios do mesmo período do ano passado (5 em 03 versus em 0), este não chegou a ser o número mais baixo da série, que foi registrado nos primeiros semestres de 008 e de 009 (8 operações). As fusões e aquisições de 03 foram lideradas pelo setor de alimentos e bebidas, com 7,% do volume total, seguido pelos setores de energia (6,3%) e de educação (5,%). Quanto à origem do capital, 53% do volume de operações decorreu de aquisições entre empresas brasileiras, movimentando o equivalente a R$,8 bilhões. Em segundo lugar, aparecem as compras de empresas brasileiras por (R$ 0,5 bilhões), com destaque para o crescimento da participação de empresas norte-americanas como compradoras (R$,7 bilhões). Nos primeiros seis meses de 03, a forma de pagamento mais utilizada nas operações de fusões e aquisições foi dinheiro (6,% do total), como ocorre tradicionalmente; mas houve crescimento do percentual de pagamento com ações (5,3%) em relação ao ano de 0 (3,9%). O pagamento com assunção de dívidas respondeu por 3,6% das operações do primeiro semestre. Destaque Finalidade dos Negócios Realizados - Por Número,%,7%,%,5%,% 66,5% 33,0% 0,%,% 5,8% 5,9% 0 0 S3 Joint Venture Incorporação Participação minoritária Aqusições de Controle 3,6% 6,% 5,3% Ações Dinheiro Assunção de Dívidas Em 03, as operações de fusões e aquisições mantiveram o perfil observado nos últimos dois anos quanto à finalidade dos negócios. No primeiro semestre do ano, a maior parte das operações foi destinada à aquisição de controle de companhias (5,9%), com percentual próximo ao observado em 0 (5,8%). Em segundo lugar, se destacaram as operações destinadas à aquisição de participações minoritárias (,%), finalidade que apresentou redução em relação ao ano passado (33%). Já as operações destinadas às incorporações e à realização de joint ventures apresentaram crescimento, com participações de 0,% e do total.

2 BOLETIM ANBIMA Fusões e QUADRO GERAL Fechamento de operações no primeiro semestre soma apenas R$ 0 bi Total - Montante e (R$ bilhões) - Anúncio ,9 9,0 8,8,8,3 63,6 3, S S3 Total - Montante e (R$ bilhões) - Fechamento , 0, 0,3 9, 97,9 79,0 0, S S3 Dez Maiores Operações Anunciadas no Semestre A aquisição da Seara Alimentos e Zenda pela JBS pertecentes anteriormente a Marfrig, no valor de R$ 5,9 bi A associação entre Anhanguera Educacional com a Kroton, transacionou o valor de R$ 5,6 bi Aquisição de participação na Petrobras Oil & Gas B.V. pelo BTG Pactual por R$ 3,3 bi Compra da ESBR Participações pela Mitsui totalizou o volume de R$ 3, bi A OPA da Amil Participações pagou R$,9 bi para os acionistas minoritários Compra do Banco Citicard e Citifinacial pelo Itaú Unibanco Holding no volume de R$,8 bi Aumento da participação da E.ON na MPX Energia pelo valor de R$,8 bi As plataformas BM-C-39 e 0 foram vendidas para a Petronas por R$,7 bi Venda de 70% do capital da Alphaville para a Blackstone e Patria por R$, bi Parte dos ativos brasileiros do Santander Asset Management foram vendidos para Warburg Pincus e General Altantic por R$, bi Enquanto os anúncios de fusões e aquisições apresentaram queda de 3,% no volume e de 5,% no número de operações entre os primeiros semestres de 0 e 03, as operações fechadas tiveram redução ainda maior no mesmo período: queda de 89,8% no volume e de 6,3% no número de operações. As dez maiores operações realizadas no semestre somaram R$ 30,7 bilhões, com destaque para as operações de aquisição da Seara Alimentos e da Zenda pela JBS, no volume de R$ 5,9 bilhões, e a associação da Anhanguera Educacional com a Kroton, que movimentou R$ 5,6 bilhões.

3 BOLETIM ANBIMA Fusões e 3 ORIGEM DOS RECURSOS Número de operações entre brasileiras responde por 53% do total Montante - R$ bilhões Origem do Capital - Anúncio América Latina;,8%,5% de por brasileiras R$ 5, bilhões,0%,3% de brasileiras por R$ 0,5 bilhões 5,7% Ásia; 3,6% 6,% 7,7% entre empresas brasileiras R$,8 bilhões 53,0% 0,7% entre empresas * R$,6 bilhões,3%,3% de por brasileiras 7 de brasileiras por 8,3% América Latina;,3% 3,%,6% Ásia; 5,0% 8,5%,9% entre empresas brasileiras 30 56,6% 7,6% entre empresas * 6,7% 50,0% Perfil das Operações S3 S S R$ bilhões (%) N o (%) R$ bilhões (%) N o (%) R$ bilhões (%) N o (%) entre Empresas Brasileiras de Estrangeiras por Brasileiras de Brasileiras por Estrangeiras entre Empresas Estrangeiras (*),8 53,0% 30 56,6% 7,5 7,6% 60 5,% 38, 6,5% 39 5,9% 5,,0% 7 3,% 8,3 8,8% 0,8%,3,9% 6 8,8% 0,5,3%,6% 5,8 0,6% 33 9,7% 9, 3,% 8,%,6 0,7% 7,6%,9 3,% 6 5,%,9 5,5% 6 7,% TOTAL 3,0 00% 53 00% 63,6 00% 00% 8,7 00,0% 85 00,0% * Negociações com empresas alvo brasileiras.

4 BOLETIM ANBIMA Fusões e PARTICIPAÇÃO POR SETORES Setor de Alimentos e Bebidas responde por 7,% do volume de operações Volume Setorial - Anúncio Número Agronegócio,6% Transporte e logística 5,0% TI / Telecom,% Química e Petroquímica,% Petróleo e Gás,% outros 0,9% Indústria e,5% Financeiro 0,6% Alimentos e Bebidas 7,% Assistência Médica / Farmacêuticos 6,7% Cimentos 0,6% Energia 6,3% Varejista,0% Construção Civil / Imobiliário,% Educação 5,% Empr. e Part.,0% TI / Telecom 7,% Seguradora,8% Química e Petroquímica,8% Agronegócio 7,% Adm. Shopping Centers,8% Transporte e logística 9,3% Petróleo e Gás 9,3% outros Alimentos e Bebidas Mídia,8% Assistência Médica / Farmacêuticos 7,% Indústria e Cimentos,8% Varejista Construção Civil / Imobiliário 7,% Educação Empr. e Part.,9% Energia,% Financeiro No primeiro semestre de 03, o setor de Alimentos e Bebidas foi o líder no volume de fusões e aquisições, com 7,% do total. Em seguida, aparecem os setores de Energia, com 6,3% de participação, de Educação, com 5,%, e de Petróleo e Gás, com,%. Já no número de operações, a liderança ficou com o setor de Energia, com,% dos anúncios, seguido dos setores de Transporte e Logística e de Petróleo e Gás, ambos com 9,3% das operações. No primeiro semestre do ano houve aumento do volume médio das operações em relação ao mesmo período de 0, com o crescimento da participação das operações superiores a R$ bilhão para 8,5% do volume total. Faixa de Valores por Anunciadas,0% 3,3% 3,% 39,% 0,% 3,8% 7,3% 3,% 30,%,0% 5,% 0,6% 3,6% 5,3% 5,9% 7,% 5,% 3,6%,0% 3,%,8%,7%,7%,0%,%,%,% 0,6% 5,7%,% 5,7%,% 8,8% 5,3%,7% 7,8% 9,% 35,% 33,3% 8,5% 3,5%,8%,8% S S3 8,5% De R$ 0 mi a R$ 99 mi De R$ 00 mi a R$ 99 mi De R$ 500 mi a R$ 999 mi De R$,0 bi a R$,9 bi De R$ 5,0 bi a R$ 9,9 bi Acima de R$ 0,0 bi

5 BOLETIM ANBIMA Fusões e 5 Rankings Volume - RS milhões Anúncio - Primeiro Semestre 03 Bradesco BBI Credit Suisse Morgan Stanley Itaú BBA / Itaú BTG Pactual Goldman Sachs JP Morgan Citigroup NM Rothschild BofA Merrill Lynch Santander Deutsche Bank HSBC Estáter BB Advisia Investimentos Vinci DealMaker G5 Evercore BR Partners Itaú BBA / Itaú Bradesco BBI Credit Suisse NM Rothschild JP Morgan Morgan Stanley Vinci BTG Pactual Advisia Investimentos Santander BofA Merrill Lynch BR Partners Goldman Sachs BB Citigroup DealMaker Deutsche Bank Estáter G5 Evercore HSBC LatinFinance Modal Olimpia Partners Rosenberg Partners Fechamento - Primeiro Semestre de 03 Volume Assessores Ranking Montante (R$ milhões) Assessores Ranking Nº de operações JP Morgan º 3.3 Bradesco BBI º 7 Goldman Sachs º 3.08 BTG Pactual º 5 BTG Pactual 3º.38 Itaú BBA / Itaú 3º Bradesco BBI º.76 Advisia Investimentos º 3 HSBC 5º 963 BR Partners º 3 Estáter 6º 60 JP Morgan 6º BR Partners 7º 5 Vinci 6º Itaú BBA / Itaú 8º 3 Goldman Sachs 6º BB 9º 9 Santander 9º Morgan Stanley 0º 85 Banco Votorantim 9º Virtus BR 0º 85 BB 9º Advisia Investimentos º 6 BI&P 9º Eire 3º 00 Credit Suisse 9º Credit Suisse º 6 DealMaker 9º BI&P 5º Eire 9º Santander 6º 05 Estáter 9º Dealmaker 7º 8 HSBC 9º Banco Votorantim 8º 70 LatinFinance 9º Modal 9º Morgan Stanley 9º Rosenberg Partners 9º Virtus BR 9º Total (*) Total(**) 9 (*) O valor total das operações não corresponde à soma dos valores creditados às instituições, tendo em vista os seguintes critérios: - Apuração dos créditos é realizada através de full credit, sempre correspondente à parcela detida pelo cliente de cada assessor - O mesmo valor das operações pode ser creditado simultaneamente aos consultores da empresa vendedora e compradora. (**) O número total de operações não corresponde à soma do número de operações creditados às instituições, uma vez que cada operação gera um crédito para cada consultor que dela tenha participado. Para ter acesso aos últimos rankings e tabelas de Fusões e disponíveis, acesse a área de Informações Técnicas do site: BOLETIM Fusões e Textos: Vivian Corradin (Assessoria Econômica) Estatísticas: Gerência de Base de Dados e Informações Rio de Janeiro - Av. Rep. do Chile, 30-3º andar - CEP Sugestões: () e ()

Fusões e Aquisições. Coletiva de Imprensa 2011 15/02/2012. Classificação da Informação: Pública

Fusões e Aquisições. Coletiva de Imprensa 2011 15/02/2012. Classificação da Informação: Pública Fusões e Aquisições Coletiva de Imprensa 2011 15/02/2012 Principais Características da Metodologia de Fusões e Aquisições 2 Fusões e Aquisições Metodologia A partir de 2010, os critérios da metodologia

Leia mais

Boletim. Fusões e Aquisições. Volume de operações sobe 43% e alcança R$ 84,8 bi no primeiro semestre. Destaque. Origem do Capital

Boletim. Fusões e Aquisições. Volume de operações sobe 43% e alcança R$ 84,8 bi no primeiro semestre. Destaque. Origem do Capital Fusões e Boletim Ano V N o 0 Primeiro Semestre de 00 Volume de operações sobe 43% e alcança R$ 84,8 bi no primeiro semestre Fusões e Anúncios Fusões,, OPAs e Reest. Societárias o Semestre/0 84,8 9 o Semestre/09

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06246/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de janeiro, 26 de junho de 2006. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006 Assunto:

Leia mais

Proposta de Assessoria Financeira Resumo da Proposta, Escopo e Equipe de Trabalho. Confidencial

Proposta de Assessoria Financeira Resumo da Proposta, Escopo e Equipe de Trabalho. Confidencial Proposta de Assessoria Financeira Resumo da Proposta, Escopo e Equipe de Trabalho Confidencial 19 de março de 2012 Índice I. Sumário da Proposta II. Equipe Dedicada aos Trabalhos III. Credenciais do Bradesco

Leia mais

Proposta de Assessoria Financeira Resumo da Proposta, Escopo e Equipe de Trabalho. Confidencial

Proposta de Assessoria Financeira Resumo da Proposta, Escopo e Equipe de Trabalho. Confidencial Proposta de Assessoria Financeira Resumo da Proposta, Escopo e Equipe de Trabalho Confidencial 22 de março de 2012 Índice I. Sumário da Proposta II. Equipe Dedicada aos Trabalhos III. Credenciais do Bradesco

Leia mais

Ranking ANBIMA de Fusões & Aquisições

Ranking ANBIMA de Fusões & Aquisições Ranking ANBIMA de Fusões & Aquisições Setembro/2014 Operações Elegíveis 1. Haverá uma única modalidade de Ranking, que será nomeada como: Ranking de Fusões e Aquisições ( Ranking ). Para efeito de apuração

Leia mais

Telefônica Brasil S.A.

Telefônica Brasil S.A. Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de valores mobiliários. ANÚNCIO DE ENCERRAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO PRIMÁRIA DE AÇÕES ORDINÁRIAS E

Leia mais

Supervisão de Mercados

Supervisão de Mercados OFERTAS PÚBLICAS MULTAS POR DESCUMPRIMENTO OBJETIVO ATRASOS Atraso no protocolo de pedido de registro de oferta pública: Banco BTG Pactual S.A., 01 multa, R$ 4.500,00. FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTAS POR

Leia mais

Painel de Banca. Brasil 1 / 17. Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 37.144 88,0% Sexo Homem 13.341.

Painel de Banca. Brasil 1 / 17. Perfil sociodemográfico Real delivery Painel IR % Total painelistas: 37.144 88,0% Sexo Homem 13.341. 1 / 17 Painel de Banca Brasil Características Tamanho painel (ISO): 121.966 Pessoas perfiladas (ISO): 49.597 Taxa de resposta estimada (ISO): 30% Atualizado: 15/12/2014 Tamanho (ISO): o número de participantes

Leia mais

Supervisão de Mercados

Supervisão de Mercados OFERTAS PÚBLICAS Atraso no protocolo do Anúncio de Encerramento: Banco BTG Pactual S/A, 01 multa, R$ 4.500,00. Recomendação de Formador de Mercado: Link S/A CCTVM, 01 multa, R$ 750,00; Prosper S/A Corretora

Leia mais

Perspectivas para Atividade de M&A no Brasil Agosto de 2010

Perspectivas para Atividade de M&A no Brasil Agosto de 2010 Perspectivas para Atividade de M&A no Brasil Agosto de 2010 Seminário Tendências Mega Fusões e aquisições e defesa da concorrência Rogério Gollo rogerio.gollo@br.pwc.com 11 3674 2333 Apresentação elaborado

Leia mais

Especial Lucro dos Bancos

Especial Lucro dos Bancos Boletim Econômico Edição nº 90 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Especial Lucro dos Bancos 1 Tabela dos Lucros em 2014 Ano Banco Período Lucro 2 0 1 4 Itaú Unibanco

Leia mais

Volume de IED acumulado no ano é de US$ 32,7 bi

Volume de IED acumulado no ano é de US$ 32,7 bi São Paulo, 31 de agosto de 2015 JULHO DE 2015 Volume de IED acumulado no ano é de US$ 32,7 bi Entre janeiro e julho de 2015, os fluxos de investimento estrangeiro direto (IED) no Brasil totalizaram US$

Leia mais

INSTITUIÇÕES INTEGRADAS*

INSTITUIÇÕES INTEGRADAS* INSTITUIÇÕES INTEGRADAS* *Importante: o conceito utilizado para considerar uma instituição integrada ao sistema é o da comprovação da adequação de sua infraestrutura, com o envio das telas de acesso ao

Leia mais

Supervisão de Mercados

Supervisão de Mercados CERTIFICAÇÃO Atualizações Via Curso Informadas Fora do Prazo: Bradesco S.A., 01 carta; Itaú Corretora de Valores S.A., 01 carta. FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTAS POR DESCUMPRIMENTO OBJETIVO DISPOSITIVOS DO

Leia mais

Private Banking. Volume de ativos sob gestão no segmento Private atinge R$ 527 bi. Destaque do Ano. Private Banking no Brasil - Dez/12

Private Banking. Volume de ativos sob gestão no segmento Private atinge R$ 527 bi. Destaque do Ano. Private Banking no Brasil - Dez/12 Private Banking Boletim Ano III Nº 4 Fevereiro/212 Volume de ativos sob gestão no segmento Private atinge R$ 527 bi Private Banking no Brasil - Dez/12 POSIÇÃO DE AuM R$ 527,3 bi Var % no Ano 21,4% FUNDOS

Leia mais

Carlos José da Costa André Diretor de Gestão

Carlos José da Costa André Diretor de Gestão Desafios Estratégicos para a Indústria de Fundos de Investimento Carlos José da Costa André Diretor de Gestão Indústria de Fundos de Investimento Brasileira I. Gestão de Ativos Diferentes Serviços II.

Leia mais

Fusões e Aquisições no Ensino Superior

Fusões e Aquisições no Ensino Superior Estudo: Fusões e Aquisições no Ensino Superior Panorama 2007-2014 APRESENTAÇÃO GRÁFICA CM Consultoria Agosto/2014 1. APRESENTAÇÃO GRÁFICA 2007-2014 As fusões e aquisições nas instituições de ensino superior,

Leia mais

Balanço Anual dos Fundos Imobiliários 2010

Balanço Anual dos Fundos Imobiliários 2010 Balanço Anual dos Fundos Imobiliários 2010 Autor: Sérgio D. O. Belleza Filho Colaborou: Henrique P.S. de Carvalho FUNDO IMOBILIÁRIO Consultoria de Investimentos Ltda. 1 APRESENTAÇÃO O Relatório BALANÇO

Leia mais

CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA INDÚSTRIA BANCÁRIA - 42ª EDIÇÃO

CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA INDÚSTRIA BANCÁRIA - 42ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA INDÚSTRIA BANCÁRIA - 42ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA Informações claras, precisas e completas sobre remuneração e benefícios. O trabalho de maior

Leia mais

Financiamento em Project Finance Fabio Kono

Financiamento em Project Finance Fabio Kono Financiamento em Project Finance Fabio Kono Agenda 1. A Lakeshore Partners 2. Project Finance em Conceito 3. Perguntas & Respostas Agenda 1. A Lakeshore Partners 2. Project Finance em Conceito 3. Perguntas

Leia mais

Fusões e Aquisições no Brasil* Novembro de 2008

Fusões e Aquisições no Brasil* Novembro de 2008 Corporate Finance Fusões e Aquisições no Brasil* Novembro de 2008 * Relatório elaborado pela área de Corporate Finance da PwC O número acumulado de transações até novembro de 2008 diminuiu 7% em relaçãoa2007,masaindaé19%maiordoque2006.

Leia mais

BOLETIM. Financiamento de Projetos. Volume de recursos de projetos alcança R$ 58,9 bilhões. Destaque do Ano. Financiamento de Projetos

BOLETIM. Financiamento de Projetos. Volume de recursos de projetos alcança R$ 58,9 bilhões. Destaque do Ano. Financiamento de Projetos Financiamento de Projetos BOLETIM Ano III Nº Abril/0 de recursos de projetos alcança R$ 8,9 bilhões Financiamento de Projetos Investimentos nos Projetos (Capital Próprio+Dívida) 0 8,9 0 8, 74 00 9, 4 009

Leia mais

Demonstrativo de Investimentos por Plano de Benefícios e Custos com a Administração de Recursos

Demonstrativo de Investimentos por Plano de Benefícios e Custos com a Administração de Recursos Demonstrativo de Investimentos por Plano de Benefícios e Custos com a Administração de Recursos I- COMPOSIÇÃO DOS RECURSOS DA ENTIDADE Segmento Dezembro / 2014 Dezembro / 2013 R$ Alocação % R$ Alocação

Leia mais

BOLETIM DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO

BOLETIM DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO BOLETIM DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO 2014 PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO E DEFESA AO INVESTIDOR Este boletim tem o objetivo de divulgar para a sociedade o balanço dos principais assuntos e questões apurados pela

Leia mais

Lâmina Bimestral: Cartas de Orientação, Penalidades e Termos de Compromisso

Lâmina Bimestral: Cartas de Orientação, Penalidades e Termos de Compromisso Lâmina Bimestral: Cartas de Orientação, Penalidades e Termos de Compromisso Relatório 4º bimestre de 2014 Página 1 de 15 APRESENTAÇÃO A ANBIMA possui um modelo de autorregulação voluntária, privada e independente

Leia mais

Aumento de Liquidez em Small Caps. BM&F Bovespa 18/04/2012

Aumento de Liquidez em Small Caps. BM&F Bovespa 18/04/2012 Aumento de Liquidez em Small Caps BM&F Bovespa 18/04/2012 Agenda 1. A XP Investimentos 2. A Falta de Liquidez 3. XP Empresas 4. Resultados 5. Conclusão A XP Investimentos A XP Investimentos - História

Leia mais

Internacionalização das Economias 2014

Internacionalização das Economias 2014 Internacionalização das Economias 2014 Agenda 1 O Banco do Brasil 2 A Economia Brasileira 3 Oportunidades para Investimento em Infraestruturas no Brasil 4 O Comércio com o Brasil Banco do Brasil Highlights

Leia mais

Março de 2012. Destaques dos Investimentos Brasileiros no Exterior. Destaques dos Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil

Março de 2012. Destaques dos Investimentos Brasileiros no Exterior. Destaques dos Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil Março de 2012 Destaques dos Investimentos Brasileiros no Exterior Retorno do Investimento Brasileiro Direto Líquido se acentua no ano: Os dados apurados no mês de março, de US$ 5,0 bilhões, acentuaram

Leia mais

bancos com agência em Lavras, MG

bancos com agência em Lavras, MG bancos com agência em Lavras, MG 237 Banco Bradesco S.A. 756 Banco Cooperativo do Brasil S.A. - BANCOOB 001 Banco do Brasil S.A. 389 Banco Mercantil do Brasil S.A. 033 Banco Santander (Brasil) S.A. 104

Leia mais

4 Metodologia. 4.1. Base de dados

4 Metodologia. 4.1. Base de dados 4 Metodologia O objetivo deste capítulo é explicar os procedimentos adotados para a coleta e tratamento dos dados. Utilizou-se a metodologia apresentada por PEREIRO, L.E. (2001) para a determinação do

Leia mais

PATRIMÔNIO LÍQUIDO DAS SEGURADORAS BRASILEIRAS UMA EVOLUÇÃO MARCANTE. Em dezembro de 2006, através da Resolução CNSP 158, com vigência a partir de

PATRIMÔNIO LÍQUIDO DAS SEGURADORAS BRASILEIRAS UMA EVOLUÇÃO MARCANTE. Em dezembro de 2006, através da Resolução CNSP 158, com vigência a partir de PATRIMÔNIO LÍQUIDO DAS SEGURADORAS BRASILEIRAS UMA EVOLUÇÃO MARCANTE Em dezembro de 2006, através da Resolução CNSP 158, com vigência a partir de 1º de janeiro de 2008, foram instituídas as regras sobre

Leia mais

Acumulado de IED até setembro é de US$ 41,8 bi

Acumulado de IED até setembro é de US$ 41,8 bi São Paulo, 04 de novembro de 2015 SETEMBRO DE 2015 Acumulado de IED até setembro é de US$ 41,8 bi Ao final do terceiro trimestre de 2015, os fluxos de investimento estrangeiro direto (IED) no Brasil totalizaram

Leia mais

1 Banco do Brasil S.A. 2 Banco Central do Brasil. 3 Banco da Amazônia S.A. 4 Banco do Nordeste do Brasil S.A. 6 Banco Nacional Crédito Cooperativo S/A

1 Banco do Brasil S.A. 2 Banco Central do Brasil. 3 Banco da Amazônia S.A. 4 Banco do Nordeste do Brasil S.A. 6 Banco Nacional Crédito Cooperativo S/A Número Nome 1 Banco do Brasil S.A. 2 Banco Central do Brasil 3 Banco da Amazônia S.A. 4 Banco do Nordeste do Brasil S.A. 6 Banco Nacional Crédito Cooperativo S/A 7 BNDES - Banco Nacional de Desenvolv.

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. Davidson Magalhães) Dispõe sobre alienação de ativos por empresas estatais de que trata o art. 177, 1º, da Constituição Federal. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º

Leia mais

Apresentação dos resultados do 4T09 & 2009. Março/2010

Apresentação dos resultados do 4T09 & 2009. Março/2010 Apresentação dos resultados do & Março/2010 Destaques & DESTAQUES OPERACIONAIS DO E VENDAS CONTRATADAS LÍQUIDAS ATINGIRAM R$753 MILHÕES NO E R$2,67 BILHÕES EM, REPRESENTANDO UM CRESCIMENTO DE 47% EM RELAÇÃO

Leia mais

ATENDIMENTO AO PÚBLICO

ATENDIMENTO AO PÚBLICO PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO E DEFESA AO INVESTIDOR (PRODIN) ATENDIMENTO AO PÚBLICO BOLETIM SEMESTRAL: 1º SEMESTRE 2011 Comissão de Valores Mobiliários Superintendência de Proteção e Orientação aos Investidores

Leia mais

BOLETIM. Mercado de Capitais. Captações externas marcam início de 2012. Destaque do Mês. Mercado de Capitais 1 em Números

BOLETIM. Mercado de Capitais. Captações externas marcam início de 2012. Destaque do Mês. Mercado de Capitais 1 em Números Mercado de Capitais BOLETIM Ano VII Nº 69 Fevereiro/2012 Captações externas marcam início de 2012 Mercado de Capitais 1 em Números RENDA FIXA Mercado Doméstico R$ milhões Em 2012 Em Jan Nº Registradas

Leia mais

Telefônica Brasil S.A.

Telefônica Brasil S.A. ANÚNCIO DE INÍCIO DA OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO PRIMÁRIA DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA Telefônica Brasil S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado - Código CVM nº 17671 CNPJ/MF

Leia mais

Coletiva Mercado de Capitais

Coletiva Mercado de Capitais Coletiva Mercado de Capitais 15 de dezembro de 2011 Classificação da Informação: Pública Agenda Mercado Total (Doméstico + Externo) Mercado Doméstico Consolidado Renda Variável Renda Fixa Mercado Externo

Leia mais

Primeiro trimestre registra US$ 12,1 bi em IED*

Primeiro trimestre registra US$ 12,1 bi em IED* São Paulo, 29 de abril de 2015 Março de 2015 Primeiro trimestre registra US$ 12,1 bi em IED* No primeiro trimestre de 2015, os fluxos de investimento estrangeiro direto (IED) no Brasil registraram um total

Leia mais

Financiamento de Projetos

Financiamento de Projetos Financiamento de Projetos Ano IV - N - Junho/0 Financiamentos de movimentam R$ 0 bilhões em 03 Em 03, os financiamentos de longo prazo para somaram R$ 0 bilhões (investimento total de R$ 3 bilhões), uma

Leia mais

Os principais ramos de atividade

Os principais ramos de atividade Março de 2017 Os principais ramos de atividade O volume dos anúncios de operações de fusões e aquisições, ofertas públicas de aquisições de ações (OPAs) e reestruturações societárias alcançou o montante

Leia mais

A popularização e expansão do mercado de capitais. Diretoria de Desenvolvimento e Fomento de Negócios Maio/2010

A popularização e expansão do mercado de capitais. Diretoria de Desenvolvimento e Fomento de Negócios Maio/2010 A popularização e expansão do mercado de capitais Diretoria de Desenvolvimento e Fomento de Negócios Maio/2010 POPULARIZAÇÃO Objetivos dos Programas de Popularização Divulgar os segmentos de atuação da

Leia mais

2 Histórico de fusões e aquisições e conceitos.

2 Histórico de fusões e aquisições e conceitos. 2 Histórico de fusões e aquisições e conceitos. 2.1. Fusões e aquisições globais Com a globalização e a necessidade de escalas cada vez maiores de operação, as grandes empresas ultrapassaram fronteiras

Leia mais

A seguir, é apresentado um panorama sintético dos resultados financeiros desses bancos.

A seguir, é apresentado um panorama sintético dos resultados financeiros desses bancos. Mesmo em meio à turbulência vivida pela economia brasileira e que está levando o país a uma recessão desde a crise mundial de 2009, existe um setor que não deixou de crescer este ano: o bancário. Enquanto

Leia mais

Análise de Custo do Crédito

Análise de Custo do Crédito Análise de Custo do Crédito 22 de Novembro de 2012 O Departamento de Economia (Depecon) da FIESP elaborou um estudo comparativo das taxas de juros aplicadas pelos grandes bancos de varejo no Brasil, com

Leia mais

BTG Pactual. Administração de Fundos Agosto 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação.

BTG Pactual. Administração de Fundos Agosto 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. BTG Pactual Administração de Fundos Agosto 2012 Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. Histórico do BTG Pactual 2012 Aquisição da Celfin Capital no Chile 1983-86

Leia mais

Fortalecendo a reputação por meio da performance sustentável. Paulo Marinho Itaú Unibanco Comunicação Corporativa

Fortalecendo a reputação por meio da performance sustentável. Paulo Marinho Itaú Unibanco Comunicação Corporativa Fortalecendo a reputação por meio da performance sustentável Paulo Marinho Itaú Unibanco Comunicação Corporativa Você tem uma boa reputação? Você tem uma boa reputação? E sua empresa? Para um banco tão

Leia mais

Informação sobre o prospeto preliminar da oferta pública de distribuição primária de ações

Informação sobre o prospeto preliminar da oferta pública de distribuição primária de ações Comunicado Lisboa 3 de abril de 2014 Informação sobre o prospeto preliminar da oferta pública de distribuição primária de ações A Portugal Telecom, SGPS S.A. ( PT ) informa sobre facto relevante divulgado

Leia mais

GERAÇÃO FUTURO - GESTÃO DE RECURSOS S/A GERAÇÃO FUTURO CORRETORA DE VALORES S/A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S/A DTVM.

GERAÇÃO FUTURO - GESTÃO DE RECURSOS S/A GERAÇÃO FUTURO CORRETORA DE VALORES S/A BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S/A DTVM. GERAÇÃO FUTURO - GESTÃO DE RECURSOS S/A CNPJ: 09.630.188/0001-26 GERAÇÃO FUTURO CORRETORA DE VALORES S/A CNPJ: 27.652.684/0001-62 BTG PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S/A DTVM. CNPJ: 59.281.253/0001-23 BTG

Leia mais

BTG Pactual. Administração de Fundos Junho 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação.

BTG Pactual. Administração de Fundos Junho 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. BTG Pactual Administração de Fundos Junho 2012 Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. Visão Geral do BTG Pactual Investment Banking Corporate Lending Sales &

Leia mais

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3 VISÃO GERAL - 2T5 Histórico 99 Início das operações como banco múltiplo 2002 Agência em Nassau 2005 Corretora em Nova York 2009 Início da parceria estratégica com o Banco do Brasil 205 BV Promotora (Consignado

Leia mais

Vale abre 2011 como a ação mais citada nas carteiras recomendadas de janeiro... 3 ECONOMIA

Vale abre 2011 como a ação mais citada nas carteiras recomendadas de janeiro... 3 ECONOMIA XP Investimentos Clipping da imprensa Rio de Janeiro, 11 de janeiro de 2011 às 09h09 BOL - Brasil Online BR Vale abre 2011 como a ação mais citada nas carteiras recomendadas de janeiro............... 3

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 89 novembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Crise não afeta lucratividade dos principais bancos no Brasil 1 Lucro dos maiores bancos privados

Leia mais

R$ 451 bilhões em Ativos 21,4% de Market Share 522 fundos 13 carteiras administradas Receita prevista: R$1,7 bi

R$ 451 bilhões em Ativos 21,4% de Market Share 522 fundos 13 carteiras administradas Receita prevista: R$1,7 bi Subsidiária do BB DTVM - Liderança Background Subsidiária Integral do Banco do Brasil Fundada em 1986 Liderança no Mercado Nacional desde 1994 Gestão de Recursos R$ 451 bilhões em Ativos 21,4% de Market

Leia mais

BOLETIM DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO

BOLETIM DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO BOLETIM DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO 2012 PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO E DEFESA AO INVESTIDOR Este Boletim tem o objetivo de divulgar à sociedade o balanço dos principais assuntos e questões trazidas à CVM por

Leia mais

Boletim. Emissões domésticas alcançam volume recorde de R$ 199,7 bilhões 120,4 19,4 14,1 9,8 8,4 6,7 6,6 6,0 5,3 4,6. (Follow-on) Petrobras

Boletim. Emissões domésticas alcançam volume recorde de R$ 199,7 bilhões 120,4 19,4 14,1 9,8 8,4 6,7 6,6 6,0 5,3 4,6. (Follow-on) Petrobras Mercado de Capitais Boletim Ano V Nº 53 Outubro/00 Emissões domésticas alcançam volume recorde de R$ 99,7 bilhões Mercado de Capitais em Números RENDA FIXA Mercado Doméstico R$ milhões Em 00 Em Set Nº

Leia mais

Quarta-feira 10 de Junho de 2015. DESTAQUES

Quarta-feira 10 de Junho de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Pacote de infraestrutura não empolga e Bovespa termina estável Bradesco, Itaú e Santander querem o HSBC Fies deve ter mais 100 mil vagas Petros espera decisão da CVM sobre Dasa T. Rowe Price

Leia mais

BOLETIM. Mercado de Capitais. Notas promissórias lideram captações em agosto. Destaque do Mês. Mercado de Capitais 1 em Números

BOLETIM. Mercado de Capitais. Notas promissórias lideram captações em agosto. Destaque do Mês. Mercado de Capitais 1 em Números Mercado de Capitais BOLETIM Ano VII Nº 76 Setembro/202 Notas promissórias lideram captações em agosto Mercado de Capitais em Números RENDA FIXA Mercado Doméstico R$ milhões Em 202 Em Ago Nº 3.689 434 45

Leia mais

BOLETIM. Financiamento de Projetos. Financiamento de projetos movimenta R$ 28,2 bilhões em Destaque do Ano. Financiamento de Projetos

BOLETIM. Financiamento de Projetos. Financiamento de projetos movimenta R$ 28,2 bilhões em Destaque do Ano. Financiamento de Projetos Financiamento de Projetos BOLETIM Ano II Nº Março/0 Financiamento de projetos movimenta R$, bilhões em 0 Financiamento de Projetos Investimentos nos Projetos (Capital Próprio+Dívida) 0, 74 00 9, 4 009

Leia mais

Em 2014, IED registra queda de 2,3%

Em 2014, IED registra queda de 2,3% São Paulo, 04 de fevereiro de 2015. Dezembro de 2014 Em 2014, IED registra queda de 2,3% O total de investimentos estrangeiros diretos (IED) que ingressou no Brasil em 2014 foi de US$ 62,5 bilhões, uma

Leia mais

Informações aos Acionistas em atendimento a Instrução CVM 481, de 17 de dezembro de 2009, conforme alterada

Informações aos Acionistas em atendimento a Instrução CVM 481, de 17 de dezembro de 2009, conforme alterada Informações aos Acionistas em atendimento a Instrução CVM 481, de 17 de dezembro de 2009, conforme alterada Proposta da Administração Banco Daycoval S.A. (Assembleia Geral Extraordinária de 24 de julho

Leia mais

Conteúdo. 1 Institucional 03. 2 Nossos Serviços 07. 3 Atuação 10. 4 Credenciais 14. 5 Equipe 22

Conteúdo. 1 Institucional 03. 2 Nossos Serviços 07. 3 Atuação 10. 4 Credenciais 14. 5 Equipe 22 Conteúdo 1 Institucional 03 2 Nossos Serviços 07 3 Atuação 10 4 Credenciais 14 5 Equipe 22 2 1. Institucional Institucional Somos uma consultoria com foco em finanças corporativas. Temos soluções às decisões

Leia mais

Raio-X dos Investimentos

Raio-X dos Investimentos Destaques dos Investimentos Brasileiros no Exterior: Investimento líquido brasileiro no exterior foi negativo: No mês de abril de 2010 os investidores brasileiros internalizaram US$ 365 milhões. Entretanto,

Leia mais

TABELA 1 Destaques dos seis maiores bancos Brasil - 2013

TABELA 1 Destaques dos seis maiores bancos Brasil - 2013 DESEMPENHO DOS BANCOS EM 2013 Resultados diferenciados e fechamento de postos de trabalho caracterizaram o desempenho do setor bancário em 2013 Em 2013, os seis maiores bancos do país 1 apresentaram resultados

Leia mais

RBC BRASIL DTVM LTDA. Confiança que faz a diferença

RBC BRASIL DTVM LTDA. Confiança que faz a diferença RBC BRASIL DTVM LTDA Confiança que faz a diferença Sobre o RBC Brasil O RBC Brasil (RBC Brasil DTVM Ltda) é uma subsidiária integral do Royal Bank of Canada, cuja história de atuação em nosso país remonta

Leia mais

F r e i t a s L e i t e S o l u ç õ e s t ã o e x c l u s i v a s q u a n t o s e u s d e s a f i o s w w w. f r e i t a s l e i t e. c o m.

F r e i t a s L e i t e S o l u ç õ e s t ã o e x c l u s i v a s q u a n t o s e u s d e s a f i o s w w w. f r e i t a s l e i t e. c o m. F r e i t a s L e i t e S o l u ç õ e s t ã o e x c l u s i v a s q u a n t o s e u s d e s a f i o s w w w. f r e i t a s l e i t e. c o m. b r Fundado em 1997, FreitasLeite possui grande experiência

Leia mais

Experiência da KPMG Brasil em assessoria em aquisições e fusões

Experiência da KPMG Brasil em assessoria em aquisições e fusões Experiência da KPMG Brasil em assessoria em aquisições e fusões Exemplos de transações concluídas no Brasil 1. PL Alcoran Informática (2002) Transferência de parte da carteira de clientes para um investidor

Leia mais

Teleconferência 3T13. 13 de novembro de 2013

Teleconferência 3T13. 13 de novembro de 2013 Teleconferência 13 de novembro de 2013 Fato Relevante* Em 31 de outubro de 2013 foi celebrado o contrato de compra e venda de 72,0% das ações do BICBANCO entre as partes: Vendedora - Grupo Bezerra de Menezes

Leia mais

NOVA DIVULGAÇÃO DO AVISO AO MERCADO, EM 08 DE ABRIL DE 2015, PARA COMUNICAR ALTERAÇÕES AO CRONOGRAMA E CONDICÕES DA OFERTA GLOBAL

NOVA DIVULGAÇÃO DO AVISO AO MERCADO, EM 08 DE ABRIL DE 2015, PARA COMUNICAR ALTERAÇÕES AO CRONOGRAMA E CONDICÕES DA OFERTA GLOBAL NOVA DIVULGAÇÃO DO AVISO AO MERCADO, EM 08 DE ABRIL DE 2015, PARA COMUNICAR ALTERAÇÕES AO CRONOGRAMA E CONDICÕES DA OFERTA GLOBAL Telefônica Brasil S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado - Código

Leia mais

RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL. 1º Semestre/2010

RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL. 1º Semestre/2010 RANKING DAS SEGURADORAS BRASIL 1º Semestre/2010 Este estudo é patrocinado pelo SINCOR-SP (www.sincorsp.org.br) Setembro/2010 Responsável Técnico: Francisco Galiza www.ratingdeseguros.com.br 1 SUMÁRIO:

Leia mais

Desenvolvendo a Governança Corporativa. Eduardo Rath Fingerl Diretor

Desenvolvendo a Governança Corporativa. Eduardo Rath Fingerl Diretor Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Área de Mercado de Capitais BNDES Desenvolvendo a Governança Corporativa Eduardo Rath Fingerl Diretor 02/06/2006 www.bndes.gov.br 1 de 23 Atuação

Leia mais

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP 2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP São Paulo, 21 de Agosto de 2013 Hotel Caesar Park Patrocínio Os Setores Mais Promissores Para Os Fundos Imobiliários/ Rodrigo Machado Apresentação

Leia mais

Apresentação da Companhia. Janeiro 2011

Apresentação da Companhia. Janeiro 2011 Apresentação da Companhia 1 Janeiro 2011 Notice Esta apresentação poderá conter considerações referentes a perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e perspectivas

Leia mais

Terça-feira, 28 de Abril de 2015. DESTAQUES

Terça-feira, 28 de Abril de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Petrobras é alvo de vendas e puxa correção da bolsa Hypermarcas prevê aumento de preços de produtos de consumo Lopes vende participação majoritária na Dall'Oca Tractebel vê tendência de crescimento

Leia mais

Manual para Participação de Acionistas na Assembleia Geral Extraordinária da CCX Carvão da Colômbia S.A. a ser realizada em 8 de fevereiro de 2013

Manual para Participação de Acionistas na Assembleia Geral Extraordinária da CCX Carvão da Colômbia S.A. a ser realizada em 8 de fevereiro de 2013 Manual para Participação de Acionistas na Assembleia Geral Extraordinária da CCX Carvão da Colômbia S.A. a ser realizada em 8 de fevereiro de 2013 Sumário 1. Mensagem da Administração da Companhia... 2

Leia mais

RELAÇÃO DOS BANCOS USADOS NO GFOR

RELAÇÃO DOS BANCOS USADOS NO GFOR RELAÇÃO DOS BANCOS USADOS NO GFOR Código Descrição 19 BANCO DO BRASIL S.A. 27 BANCO CENTRAL DO BRASIL 35 BANCO DA AMAZONIA S.A. 43 BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. 78 BANCO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

m&a we make it simple M&A, para a igc, deve ser simples. Simples, para que o cliente entenda o que se passa e seja um agente decisivo no processo.

m&a we make it simple M&A, para a igc, deve ser simples. Simples, para que o cliente entenda o que se passa e seja um agente decisivo no processo. M&A, para a igc, deve ser simples. m&a we make it simple Simples, para que o cliente entenda o que se passa e seja um agente decisivo no processo. Simples, para que seja honesto e transparente. Simples,

Leia mais

Consulta de Ranking de Instituições. Cenário Padrão Duxus - Agosto/2014 COOPERATIVO SICREDI 97,20 BANCOOB 96,40 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL 91,45

Consulta de Ranking de Instituições. Cenário Padrão Duxus - Agosto/2014 COOPERATIVO SICREDI 97,20 BANCOOB 96,40 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL 91,45 TRisk Consulta de Ranking de Instituições Cenário Padrão Duxus - Agosto/2014 13-02-2015 14:47 - Versão 1.0.1.39 Instituição Ranking COOPERATIVO SICREDI 97,20 BANCOOB 96,40 PAN Capital, Rating externo 91,50

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T11

Divulgação de Resultados 3T11 Divulgação de Resultados 3T11 15 de Novembro de 2011 Palestrantes Luis Eduardo Fischman Diretor Financeiro e de RI José Ricardo Brun Fausto Diretor Operacional 2 Disclaimer Esta apresentação não constitui

Leia mais

O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo

O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo histórico de sucesso no mercado de capitais brasileiro

Leia mais

La supervisión de las actividades comercializadoras de los intermediarios financieros en Brasil

La supervisión de las actividades comercializadoras de los intermediarios financieros en Brasil La supervisión de las actividades comercializadoras de los intermediarios financieros en Brasil Roberto Mendonça Pereira CVM - Comissão de Valores Mobiliários Brasil Alerta As opiniões aqui expostas são

Leia mais

Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2014. DESTAQUES

Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa fecha em baixa de 2% Ibovespa tem 2º pior resultado entre emergentes Estrangeiros compram participações no varejo Consorcio aprova até US$ 500 milhões para Libra Brookfield lidera Ibovespa

Leia mais

BTG Pactual Participations Ltd ( Companhia ) RESOLUÇÕES ESCRITAS DO SÓCIO CLASSE C realizada nos termos do artigo 35 do estatuto social da Companhia

BTG Pactual Participations Ltd ( Companhia ) RESOLUÇÕES ESCRITAS DO SÓCIO CLASSE C realizada nos termos do artigo 35 do estatuto social da Companhia BTG Pactual Participations Ltd ( Companhia ) RESOLUÇÕES ESCRITAS DO SÓCIO CLASSE C realizada nos termos do artigo 35 do estatuto social da Companhia O abaixo assinado, na qualidade de único sócio classe

Leia mais

Alan Rocha - Consultor de Negócios Mar.2014

Alan Rocha - Consultor de Negócios Mar.2014 Alan Rocha - Consultor de Negócios Mar.2014 Conteúdo Webinar Mar/2014 Sobre a Tray Mercado Livre O que é o Mercado Livre Principais sites de Varejo Porque Vender no Mercado Livre? Potencialize suas vendas

Leia mais

Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas.

Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas. Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas. ANÚNCIO DE ENCERRAMENTO DA 8ª DISTRIBUIÇÃO DE COTAS DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities

Leia mais

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N O, DE 2015

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N O, DE 2015 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N O, DE 2015 (Do Sr. André Figueiredo) Susta o plano de desinvestimento da Petróleo Brasileiro S.A - Petrobras. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Ficam sustadas as alienações

Leia mais

BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012

BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012 Informativo para a Imprensa São Paulo (SP), 21 de fevereiro de 2013. BB tem lucro líquido recorde nominal de R$ 12,2 bilhões em 2012 Crédito cresce 25% no ano e atinge participação de mercado histórica

Leia mais

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 Barueri, 29 de Julho de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do segundo trimestre

Leia mais

Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas.

Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas. Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de Cotas. ANÚNCIO DE ENCERRAMENTO DA 2ª DISTRIBUIÇÃO DE COTAS DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities

Leia mais

AUTOMETAL S.A. Companhia Aberta. CNPJ/MF nº 59.104.513/0001-95 NIRE 35.300.179.552 PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO

AUTOMETAL S.A. Companhia Aberta. CNPJ/MF nº 59.104.513/0001-95 NIRE 35.300.179.552 PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO AUTOMETAL S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 59.104.513/0001-95 NIRE 35.300.179.552 PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO A Autometal S.A. ( Companhia ou Autometal ) torna público aos seus acionistas a proposta da administração

Leia mais

POLÍTICA DE EXECUÇÃO E DE TRANSMISSÃO DE ORDENS DA CAIXAGEST - TÉCNICAS DE GESTÃO DE FUNDOS, S.A.

POLÍTICA DE EXECUÇÃO E DE TRANSMISSÃO DE ORDENS DA CAIXAGEST - TÉCNICAS DE GESTÃO DE FUNDOS, S.A. POLÍTICA DE EXECUÇÃO E DE TRANSMISSÃO DE ORDENS DA CAIXAGEST - TÉCNICAS DE GESTÃO DE FUNDOS, S.A. Este documento destina-se a informar os clientes dos princípios e procedimentos que constituem a Política

Leia mais

Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos

Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos Data: segunda-feira, 14 de junho de 2010 Site: FENASEG Seção: Viver Seguro OnLine Abrasca elege OdontoPrev como destaque do setor de serviços médicos A Associação Brasileira de Companhias Abertas (abrasca)

Leia mais

MPX Assina Acordos Definitivos para Joint Venture com a E.ON

MPX Assina Acordos Definitivos para Joint Venture com a E.ON MPX ENERGIA S.A. CNPJ/MF: 04.423.567/0001-21 Companhia Aberta BOVESPA: MPXE3 MPX Assina Acordos Definitivos para Joint Venture com a E.ON Rio de Janeiro, 18 de abril de 2012 MPX Energia S.A. ( MPX ou Companhia

Leia mais

MERCADO DE CÂMBIO BRASILEIRO Definições, Funcionamento e Evolução Recente. Brasília, 28/10/2015. Alvir Hoffmann Vice-Presidente

MERCADO DE CÂMBIO BRASILEIRO Definições, Funcionamento e Evolução Recente. Brasília, 28/10/2015. Alvir Hoffmann Vice-Presidente MERCADO DE CÂMBIO BRASILEIRO Definições, Funcionamento e Evolução Recente Brasília, 28/10/2015 Alvir Hoffmann Vice-Presidente Índice Mercado de Cambio Definições e funcionamento Mercado de Câmbio - Evolução

Leia mais

Na sexta-feira (24), são aguardados os resultados de Fibria, Hypermarcas, Souza Cruz e Tractebel.

Na sexta-feira (24), são aguardados os resultados de Fibria, Hypermarcas, Souza Cruz e Tractebel. Page 1 of 5 20/4/2015 07:41:42 - EMPRESAS E SETORES CALENDÁRIO DE BALANÇOS: USIMINAS, FIBRIA E HYPERMARCAS INAUGURAM SAFRA DE DIVULGAÇÃO DO 1TRI15 São Paulo, 20/04/2015 - A temporada de divulgação de balanços

Leia mais

Nosso volume de publicações é um importante diferencial na negociação dos custos de anúncios junto aos veículos.

Nosso volume de publicações é um importante diferencial na negociação dos custos de anúncios junto aos veículos. Quem somos? Pioneira em publicidade financeira, a Pefran é conhecida há mais de quatro décadas no mercado pela seriedade, eficiência, alto padrão de perfeição e qualidade. Atuando nos segmentos de publicações

Leia mais

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 A apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 Período: 04/05 a 08/05 Com base em análises fundamentalistas, apresentamos alternativas de investimento no curto prazo. Acreditamos

Leia mais

Boletim. Mercado de Capitais. Captação via mercado de capitais atinge recorde histórico em 2010. Destaque do Mês. Mercado de Capitais 1 em Números

Boletim. Mercado de Capitais. Captação via mercado de capitais atinge recorde histórico em 2010. Destaque do Mês. Mercado de Capitais 1 em Números Mercado de Capitais Boletim Ano V Nº 55 Dezembro/20 Captação via mercado de capitais atinge recorde histórico em 20 Mercado de Capitais em Números RENDA FIXA Mercado Doméstico R$ milhões Em 20 Em Nov Nº

Leia mais