Orelhão VoIP São Caetano do Sul / SP 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Orelhão VoIP São Caetano do Sul / SP 2013"

Transcrição

1 Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Etec JORGE STREET TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES Orelhão VoIP Autores: Caio Vinicius Edson Rocha Tiago Bernardo Waldiney Miranda Professor(es) Orientador(es): Luiz Carlos São Caetano do Sul / SP 2013

2 Orelhão VoIP São Caetano do Sul / SP 2013

3 Avaliação: Nome e Assinatura do(s) professor(es) responsável(is):

4 DEDICATÓRIA Dedicamos esse trabalho primeiramente ao Nosso senhor e salvador Jesus Cristo, que nos concebeu estarmos presentes construindo esse projeto, dedicamos a nossa família e a cada um que contribuiu para que nosso projeto saísse do papel e viesse a se tornar essa realidade.

5 AGRADECIMENTOS Agradecemos a todos que nos ajudou que colaborou, e apoiaram, aos que emprestaram os materiais e aqueles que nos deram dicas para nos orientar a ajudar a realizar nosso projeto.

6 RESUMO Resolvemos criar um sistema, para realizar ligações de alta qualidade, com a tecnologia voip, para realizar esse projeto focamos, em eliminar Orelhões, pois cada vez menos vem sendo usado. Em nosso sistema, o usuário adquire uma senha, por um preço acessível para realizar ligações através dos orelhões Voip, para qualquer operadora, após adquirir a senha o usuário precisa renova-la a cada 06 meses.

7 LISTA DE FIGURAS Figura 1 Montagem...12 Figura 2 Equipamento na Cabine...13 Figura 3 Configurando ATL...14 Figura 4 Configurando Roteador...15 Figura 5 Roteador...15 Figura 6 Central PABX...17 Figura 7 Equipamento ATL...18 Figura 8 História do orelhão...20 Figura 9 Orelhão...23 Figura 10 Orelhões atuais...25

8 Sumário INTRODUÇÃO CRIANDO O PROJETO OBJETIVO POSSIBILIDADES CRONOGRAMA Montagem e Testes MONTAGEM TESTANDO O PROJETO CONFIGURANDO ATL CONFIGURANDO ROTEADOR EXPLICANDO O PROJETO ROTEADOR WIRELESS WIN CENTRAL PABX EQUIPAMENTO ATL A HISTORIA DOS ORELHÕES EM BUSCA DE UMA SOLUÇÃO TABELA DE PREÇOS CARTÃO TELEFONICO DIAGRAMA DE BLOCO CONCLUSÃO REGULAMENTAÇÃO REFERÊNCIAS...30

9 INTRODUÇÃO Temos como objetivo desse projeto alcançar uma facilidade, para realizar ligações, onde será possível ligar para qualquer numero de telefone, sendo ele fixo ou móvel, e de qualquer lugar do país, ou até ligações internacionais. Ao longo do projeto, obtiver, varias ideias, mais como vivemos em um país onde as operadoras ditam suas leis e suas regras, para cada vez mais se beneficiarem essa situação. Obtivemos uma ideia diferente, onde é possível ajudar cada vez mais a população brasileira, com a acessibilidade, e qualidade nas ligações. Para realizarmos nossa ideia optamos pela tecnologia VoIP, através de um Ipphone que é ligado ao orelhão.

10 10 1- Criando o projeto 1.1 Objetivo O objetivo de trabalho é facilitar para o povo brasileiro a realização de ligações, para qualquer operadora e para qualquer numero sendo ele fixo, móvel, ou internacional, os orelhões que cada vez mais vem perdendo espaço nas ruas do Brasil, e adaptamos o mesmo com a tecnologia VoIP que é uma tecnologia que vem cada vez mais criando espaço pela grande qualidade de voz, e por trabalhar apenas em cima de pacotes de internet. O usuário comprara uma senha, por um valor acessível e poderá realizar ligações para qualquer lugar, por um período de 06 meses, onde terá que obter uma licença para atualizar seu cadastro, e continuar utilizando os serviços do orelhão VoIP Possibilidades Para realizar o projeto teve varias possibilidades, por exemplo, como criar senhas para distribui-las para os usuários para isso, pegou uma placa de uma central PABX e programamos a mesma criando senhas de ramal virtual, onde é elas são entregues aos usuários, para que os mesmos acessem o ATL que é um dispositivo, que foi configurado com outro PABX, que tem um link dedicado de voz para realizar qualquer tipo de ligações, também será preciso trazer energia elétrica até a cabine Telefonica, que no projeto foi ligado um filtro de linha.

11 Cronograma Como o nosso projeto era bem complexo dividimos as atividades entre os integrantes dos grupos. Edson: realizar testes e verificar funcionamento do PABX. Waldiney: responsável por interligar os Roteadores. Tiago: montar a cabine telefônica. Caio: responsável pela configuração do ATL. Encontros Essas são as datas dos encontros em que realizamos testes no veiculo e discutimos assuntos de despeza e custos do projeto. 02/04/13 11/05/13 25/05/13 08/06/13 09/11/13

12 Montagem e Testes 2.1 Montagem A figura abaixo representa o processo da montagem da cabine. Figura 1

13 13 Montamos a cabine com um móvel, onde dentro esta a Placa e o ATL, e ligamos a rede elétrica na cabine. Figura 2

14 Testando o Projeto Os primeiros testes aconteceram antes de inserir o ATL. Na cabine onde o configuramos com o PABX que estava ligado a um link de Voz, que pertence a uma empresa que disponibilizou o equipamento, para realizar o trabalho Configurando ATL Figura 3

15 Configurando Roteador Figura 4 3- Explicando o Projeto Figura 5

16 Roteador Wireless Win 240 O WIN 240 fornece uma solução completa para redes domésticas e de pequenas e médias empresas, principalmente para quem necessita de um roteador com alta potência, ganho e tecnologia. O WIN 240 adota uma tecnologia de transmissão de alto desempenho com velocidade de até 150 Mbps e maior alcance de sinal através de sua potência de até 500 mw (27 dbm) via hardware. Características Chipset Realtek RTL8196C Interface wireless de até 150 Mbps operando dentro dos padrões IEEE802.11b/g/n 1 porta WAN RJ45 e 4 portas LAN RJ45 Porta WAN e LAN1 com suporte a PoE Potência de transmissão de até 500 mw (27 dbm) via hardware Antena omnidirecional e removível com ganho de 5 dbi Gerenciamento e configuração por meio de interface web em português Funciona nos modos Roteador AP, Roteador Cliente AP (Cliente WISP), AP, Cliente, WDS e Modo Repetidor DHCP cliente e servidor QoS (Traffic Shaping) Suporte a redirecionamento de portas e NAT Opera na frequência de 2,4 GHz Controle de banda por IP para priorização de aplicações de voz e vídeo Segurança Wireless utilizando WEP de 64/128/152 bits, WPA/WPA2/WPA- PSK/WPA2-PSK com TKIP/CCMP Firewall com suporte a filtro de portas, IP, MAC e URL Suporte a PPPoE, IP Dinâmico, IP Estático, VPN pass-through, PPTP, DDNS, ICMP, SSH, NAT, DMZ, DOS, UPnP e SNMP Fonte de alimentação bivolt automática Suporte técnico em todo o Brasil na rede autorizada Intelbras

17 Central PABX Soho Figura 6 Programação por software Ao permitir que sua programação e configuração sejam realizadas inteiramente via software, a central Soho+ traz praticidade à operação, permitindo que a agilidade obtida na configuração de centrais de grande porte seja também obtida na configuração desta central de pequeno porte. Roteamento automático Capaz de direcionar as chamadas através da rota mais adequada, a central Soho+ incorpora o recurso de roteamento automático tornando a discagem mais prática e administrando os custos de forma inteligente. Toque personalizado O recurso de toque personalizado agiliza a comunicação interna, permitindo que uma pessoa identifique o usuário chamador através do toque do telefone.

18 Equipamento ATL Figura 7 Recursos Flexível e aderente às principais necessidades dos profissionais de TI, o ATL+ permite ser configurado remotamente de forma automática através do recurso de auto provisionamento. Este recurso é customizado e seu comportamento varia de acordo com a necessidade de cada cliente. Fax sobre IP Dotado de protocolo T.38, o ATL+ é capaz de enviar e receber faxes através da rede IP, permitindo que os equipamentos analógicos se adequem à convergência das redes. Registro simultâneo Capaz de administras três contas SIP simultaneamente, o ATL+ condiz com a realidade de profissionais que atendem diferentes números, possibilitando que utilizem um único telefone para isso, refletindo em mais praticidade e produtividade.

19 19 Recursos de redes IP/TCP/UDP/RTP/RTCP/ICMP/ARP/RARP/SNTP; IPfixo,Cliente DHCP ou Cliente PPPoE; VLAN; DMZ; Cliente DNS; QoS ToS Field; NAT Traversal STUN; Portas WAN/LAN - Bridge - Router; NAT/Servidor DHCP; Redirecionamento de portas. Funções - Recebidas Desvio Incondicional; Desvio Se ocupado; Desvio Se não atende, com configuração de quantidade de toques (2-8); Não perturbe Incondicional; Não perturbe por horário; Chamada em espera. - Originadas Permite Discagem de endereço IP; 4 regras para troca de prefixo; Tempo para discagem automática; Hot Line.

20 20 -Protocolo de recursos VoIP; SIP v1 (RFC2543), v2(rfc3261); MD5 para Autenticação SIP (RFC2069/ RFC 2617); Outbound Proxy; 3 contas VoIP por porta FXS; DTMF Inband, RFC 2833 e SIP Info; Codecs: ilbc, G.729, G.711A, G.711U, G , G , G , G e T.38; ID do Codec personalizável; VAD/CNG; LEC (Line Echo Canceller); Packet Loss Compensation; Jitter Buffer Adaptativo 4 - A Historia do Orelhões Figura 8

21 21 O Telefone Público no Brasil Quem nunca utilizou um orelhão? Pelo menos uma vez na vida esse acessório público nos ajudou a resolver problemas urgentes ou nos permitiu matar as saudades de conversar com quem amamos. O Telefone Público há muito já se consolidou como ferramenta fundamental para a comunicação. Ele faz parte da vida da população brasileira desde 1920, quando já se tinha notícia sobre a utilização de aparelhos conhecidos como semi-públicos. No entanto, foi em 1934 quando a Companhia Telefônica Brasileira (CTB) instalou na cidade de Santos, em São Paulo, os primeiros Telefones Públicos de Pagamento Antecipado é que sua história começou de verdade. A princípio, os Telefones Públicos ficavam em postos telefônicos e estabelecimentos credenciados, como bares, cafés e padarias. Junto a eles havia uma caixa coletora de moedas, e as ligações eram realizadas com a ajuda de uma telefonista. Somente no ano de 1971 os Telefones Públicos começaram a ocupar as calçadas. Primeiro foram instaladas em São Paulo 13 cabines circulares feitas com vidro e acrílico. Essa experiência não deu muito certo, porque as cabines eram usadas inadequadamente. Mas, ainda assim, era preciso encontrar uma alternativa eficaz, resistente e econômica para atender à população. fotografia/tratamento digital Djan Chu Silveira

22 Em busca de uma solução Em 1970 a arquiteta e chefe da Engenharia de Prédios da CTB, Chu Ming, percebeu que a empresa buscava uma alternativa para substituir as cabines cilíndricas. Foi assim que ela deu início a um projeto onde um abrigo oval em fibra de vidro era acoplado a um suporte de metal. Ideal para atender à necessidade da empresa. Mas, por que esse formato? Chu Ming sabia que a melhor forma acústica era o ovo. Além disso, ela queria que seu projeto levasse simplicidade e conforto sem custar mais caro. Isso justifica não só o formato, mas também o material escolhido para a construção dos orelhões. A fibra de vidro é bem mais barata que os outros materiais (vidro e acrílico), ocupam menos espaço e se adequa perfeitamente ao o clima tropical do Brasil, já que é mais arejada. Além disso, oferece bem mais resistência que as cabines cilíndricas testadas anteriormente. Argumentos não faltavam para que o projeto fosse aprovado e executado com louvor, e assim aconteceu. Os orelhões como são popularmente conhecidos foram testados pela primeira vez em 1971, quando 13 cabines foram distribuídas pela cidade de São Paulo. Em 1972 eles foram definitivamente apresentados à população brasileira e instalados em maior escala nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e posteriormente em outras do país. No ano em que foi criado o ORELHÃO, a CTB registrava aparelhos pelo Brasil. Hoje são mais de 52 mil.

23 23 Figura 9 Da moeda ao cartão Foi um longo caminho até chegar ao modelo atual. Em 1934, para fazer uma ligação era necessário ter uma moeda de 400 réis. Porém, com a mudança da moeda brasileira em 1945, foi necessário mudar também o dispositivo interno dos telefones, que passaram a receber duas moedas de 20 centavos. Para evitar o retrabalho de alterar a configuração dos aparelhos toda vez que a moeda do país fosse modificada, foi criada a ficha telefônica. Os usuários adquiriam as fichas em postos de venda e com elas realizavam suas ligações. Ainda assim o problema não foi solucionado, pois cada companhia possuía modelos de fichas exclusivos, de acordo com a localidade. Ou seja, quem adquiria as fichas em uma cidade, não conseguiria utilizá-las em outra. Foi então que em 1964 a CTB criou um modelo de ficha padrão, que poderia ser utilizado em todo território atendido pela companhia. As fichas foram utilizadas até o ano de 1992, quando o Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Telebrás CPqD criou o cartão telefônico que vai subtraindo os créditos de acordo com o tempo de ligação. Esse cartão é utilizado até os dias atuais.

24 24 fotografia/tratamento digital Djan Chu Silveira Quatro décadas depois Já se vão 40 anos desde que os primeiros orelhões foram instalados em caráter experimental nas principais capitais brasileiras. E de lá pra cá esse objeto de uso público virou um ícone do mobiliário urbano, tão comum quanto um ponto de ônibus ou um semáforo. São poucas as alterações feitas no projeto original da arquiteta Chu Ming Silveira, que foi responsável por estreitar as relações pessoais e profissionais, tornando a vida do cidadão mais confortável e dinâmica. Por isso, em 2012 São Paulo fará uma homenagem inédita aos orelhões da capital: a CALL PARADE, parceria da Toptrends empresa com know how em eventos de arte de rua, realizadora da já consagrada CowParade com a operadora VIVO, patrocinadora exclusiva do evento. Espalhe a notícia! Afinal, há 40 anos a população brasileira descobriu o verdadeiro significado da palavra comunicação, e isso merece uma comemoração em grande estilo. Isso merece a CALL PARADE.

25 Figura 10 25

26 Tabela de Preços Cabine R$ 30,00 Aparelho telefônico R$ 30,00 Central PABX R$ 300,00 ATL R$ 200,00 Roteadores R$ 450,00 Total R$ 1010, Cartão de Telefônico Frente Orelhão VoIP Codigo: R$ 50,00 Verso Válido durante 6 meses Ligações para todas as operadoras DDD e DDI

27 27 5-Digrama de Bloco 1.Link de voz 2. PABX (operadora) 3.Internet 6. PABX (senha) 5. ATL 4.Roteador (escola) 7. Placa de Linha 8. Telefone 9. Fim

28 Conclusão A redução de custos possibilitada pelo VoIP muitas vezes é suficiente para que esse serviço seja adotado em larga escala, compensando eventuais dificuldades. Principalmente se for levado em conta a possibilidade de se manter esses dois serviços em paralelo, inclusive com integração entre os dois, com as ligações de VoIP sendo encaminhadas pela rede normal em caso de alguma falha na rede. Os problemas de qualidade vão sendo resolvidos com a maior adoção da tecnologia, com o interesse das próprias companhias telefônicas na exploração desse novo serviço, seja pela possibilidade de conquistar novos clientes, mesmo que estabelecendo uma tecnologia menos lucrativa. Assim cada vez mais usuários serão atraídos pelas funcionalidades adicionais permitidas por esse novo serviço. Até o dia em que ela venha a substituir completamente nossos telefones convencionais.

29 Regulamentação ANATEL Ainda não existe um consenso regulatório sobre a VoIP no mundo. Hoje em dia no Brasil ainda não existe uma discussão sobre a regulamentação da VoIP, mas o aumento desta tecnologia nos leva a pensar que em breve teremos movimentos neste sentido. O órgão responsável pela regulamentação de telefonia no Brasil é a Agencia Nacional de Telecomunicações ANATEL que é gerida pela Lei Geral de Telecomunicações LGT. A Legislação brasileira não enquadra a Voip como serviço de telecomunicações, e sim como serviço de valor adicionado, quando utiliza parte da rede pública de telecomunicações. O serviço VoIP é regido pelo Art. 61. da LGT. O VoIP é regido pelo Regulamento do SMC, Serviço de Comunicações Multimídia, que possibilita a oferta da capacidade de transmissão, emissão e recepção de informações multimídia utilizando quaisquer meios (Art. 3º). E define informações multimídia como sinais de áudio, vídeo, dados, voz e outros sons, imagens, textos e outras informações de qualquer natureza. Ou seja: embora seja um serviço que transporta a grandes distâncias (tele) sons e voz (fonia), o VoIP não é telefonia. E para deixar isso claro, o Art. 66º do Regulamento estabelece que Na prestação de SCM não é permitida a oferta de serviço com características de Serviço Telefônico Fixo.

30 REFERÊNCIAS anatel.gov.br intelbras.com.br leucotron.com.br revista.univar.edu.br imagens do Google

31 31

200.1045.00-4 REV 020

200.1045.00-4 REV 020 Manual do Usuário VoIP XT-50 200.1045.00-4 REV 020 Sumário 1. Introdução...3 1.1. Hardware...3 1.2. Software...4 2. Configurador WEB...4 2.1. Login...4 2.2. Informações do Sistema...5 2.3. Agenda...5 2.4.

Leia mais

200.1044.00-8 REV 060

200.1044.00-8 REV 060 Manual do Usuário KT-200B 200.1044.00-8 REV 060 Sumário 1. Introdução... 3 1.1. Características Técnicas... 3 1.2. Funções do Telefone... 3 1.3. Software... 4 2. Configurando o KT-200B... 5 2.1 Funções

Leia mais

HTVix HA 211. Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro)

HTVix HA 211. Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro) 1 HTVix HA 211 1. Interfaces Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro) Conector RJ11 para conexão de aparelho telefônico analógico ou o adaptador para telefone e rede de telefonia convencional

Leia mais

Roteador Wireless N 700 mw Modelo WIN 240. Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras.

Roteador Wireless N 700 mw Modelo WIN 240. Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. GUIA DE INSTALAÇÃO Roteador Wireless N 700 mw Modelo WIN 240 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O Roteador Wireless N 700 mw WIN 240 fornece uma solução

Leia mais

GWM 1420 N. INFORMÁTICA - networks. Roteador ADSL 2+ Wireless N 150 Mbps BANDA LARGA. Características

GWM 1420 N. INFORMÁTICA - networks. Roteador ADSL 2+ Wireless N 150 Mbps BANDA LARGA. Características INFORMÁTICA - networks BANDA LARGA GWM 1420 N A solução mais inteligente em banda larga. O Roteador GWM 1420 N Intelbras é um 3 em 1 que integra a função de modem ADSL 2+ de alta velocidade, roteador Wireless

Leia mais

www.easyinformatica.com.br (42)3226-5606

www.easyinformatica.com.br (42)3226-5606 www.easyinformatica.com.br (42)3226-5606 SOLUÇÃO VOIP PARA PROVEDORES DE INTERNET 0800 VoIP Revenda Telefonia VoIP Central de Atendimento ao cliente REVENDA TELEFONIA VOIP Aumente seus lucros, lucro de

Leia mais

Informações para implantação de equipamentos IP Intelbras

Informações para implantação de equipamentos IP Intelbras Informações para implantação de equipamentos IP Intelbras Descrição do pré-projeto - Configuração Quantos ramais analógicos contempla o projeto?. Quantos ramais digitais contempla o projeto?. Quantos ramais

Leia mais

SG 800 SF 800 SG 2620 R SF 1600. Informática Portifólio Redes 2008. Soluções completas em informática e redes www.intelbras.com.br

SG 800 SF 800 SG 2620 R SF 1600. Informática Portifólio Redes 2008. Soluções completas em informática e redes www.intelbras.com.br SF 800 SG 800 Switch 8 portas Fast Ethernet 10/100 Mbps Viabiliza a construção de redes e o compartilhamento de acesso à Internet Integra dispositivos como computadores, impressoras, ATAs, telefones VoIP,

Leia mais

Roteador ADSL Sem Fio N

Roteador ADSL Sem Fio N Roteador ADSL Sem Fio N Guia Rápido Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações necessárias

Leia mais

Customers Série de Roteadores LTE

Customers Série de Roteadores LTE Customers Série de Roteadores LTE QIR-2401W/QIR-4401W 1. INTRODUÇÃO Os dispositivos dessa série são feitos para fornecer o acesso à internet através das redes mobile 3G/4G. Graças à transferência da informação

Leia mais

Serviços Prestados Infovia Brasília

Serviços Prestados Infovia Brasília Serviços Prestados Infovia Brasília Vanildo Pereira de Figueiredo Brasília, outubro de 2009 Agenda I. INFOVIA Serviços de Voz Softphone e Asterisk INFOVIA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO INFOVIA MINISTÉRIO

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO A presente licitação tem como objeto a contratação de empresa, especializada e devidamente autorizada pela ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações, prestadora

Leia mais

https://mail.tjam.jus.br/h/printmessage?id=26493&tz=america/guyana

https://mail.tjam.jus.br/h/printmessage?id=26493&tz=america/guyana Page 1 of 5 Zimbra adriano.soares@tjam.jus.br Resposta ao Parecer Técnico do PE 046-2013 De : James Guedelha Assunto : Resposta ao Parecer Técnico do PE 046-2013 Para : Adriano

Leia mais

Gateway TT211S/S+/O/O+/SO/SO+

Gateway TT211S/S+/O/O+/SO/SO+ Guia Rápido de Instalação TT211S/S+/O/O+/SO/SO+ v120511 Índice Introdução 2 Procedimentos para Instalação 2 Conectando o Hardware 2 Configuração Inicial 3 Configuração Network 3 Configuração do DNS (Domain

Leia mais

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA 1. Implantação de Sistema de Call Center 1.1. O software para o Call Center deverá ser instalado em servidor com sistema operacional Windows (preferencialmente

Leia mais

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft CPE Soft Manual 125/400mW 2.4GHz CPE Soft Campinas - SP 2010 Indice 1.1 Acessando as configurações. 2 1.2 Opções de configuração... 3 1.3 Wireless... 4 1.4 TCP/IP 5 1.5 Firewall 6 7 1.6 Sistema 8 1.7 Assistente...

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

Autenticação modo Roteador. Após finalizar a configuração, seu computador obterá o IP e a página de configuração do ATA poderá ser acessada.

Autenticação modo Roteador. Após finalizar a configuração, seu computador obterá o IP e a página de configuração do ATA poderá ser acessada. 2. Conecte a porta WAN do GKM 2210 T ao seu acesso à internet (porta ethernet do modem). O LED WAN acenderá; 3. Conecte a porta LAN à placa de rede do PC. O LED LAN acenderá; 4. Conecte o(s) telefone(s)

Leia mais

Importante: Bem-vindo

Importante: Bem-vindo 1 1 Parabéns! Você acaba de adquirir um produto construído sob as normas ISO 9000 com alta tecnologia, que oferece comodidade na comunicação de sua residência ou empresa. Observação: O computador é utilizado

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Configuração Linksys SPA 2102 Versão 1.4 Guia de instalação do Linksys SPA 2102 O Linksys SPA 2102 possui: 01 Entrada de alimentação DC 5V (100-240V~) 01 Porta Ethernet (LAN) conector RJ 45 01

Leia mais

PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO

PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. nº 272 da Anatel SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) OBJETO OUTORGA DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA SCM sendo um serviço fixo de telecomunicações de interesse

Leia mais

TIP 100 PoE GUIA DE INSTALAÇÃO

TIP 100 PoE GUIA DE INSTALAÇÃO TIP 100 PoE GUIA DE INSTALAÇÃO Telefone IP Intelbras Modelo TIP 100 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O TIP 100 é um telefone IP com funções de roteador

Leia mais

:: Telefonia pela Internet

:: Telefonia pela Internet :: Telefonia pela Internet http://www.projetoderedes.com.br/artigos/artigo_telefonia_pela_internet.php José Mauricio Santos Pinheiro em 13/03/2005 O uso da internet para comunicações de voz vem crescendo

Leia mais

Guia do Usuário GKM 2210 T

Guia do Usuário GKM 2210 T Guia do Usuário GKM 2210 T ATA Intelbras GKM 2210 T Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O ATA GKM 2210 T é um adaptador para telefone analógico com funções

Leia mais

EN2HWI-N3 Roteador Sem Fio para Jogos Online N300

EN2HWI-N3 Roteador Sem Fio para Jogos Online N300 EN2HWI-N3 Roteador Sem Fio para Jogos Online N300 Introdução O Roteador Sem Fio para Jogos Online N300 fornece de alta velocidade com o padrão 802.11n, que realça a sua experiência em jogos online e multimídia.

Leia mais

Roteador wireless de dual band AC1750 com tecnologia StreamBoost

Roteador wireless de dual band AC1750 com tecnologia StreamBoost TEW-824DRU Roteador wireless de dual band AC1750 com tecnologia StreamBoost TEW-824DRU (v1.0r) Jogos de baixa latência/priorização de voz AC1750: 1,300 Mbps WiFi AC + bandas WiFi N de 450 Mbps Modelagem

Leia mais

Um Pouco de História

Um Pouco de História Telefonia IP Um Pouco de História Uma Breve Introdução às Telecomunicações Telefonia Tradicional Conversão analógica-digital nas centrais (PCM G.711) Voz trafega em um circuito digital dedicado de 64 kbps

Leia mais

A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo

A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo A ECONET EVOLUTION S.A.S. nasce no ano de 2012 na Colômbia. Com sua filosofia de crescimento e expansão, projeta-se no mercado mundial, oferecendo profissionalismo, velocidade, qualidade e conhecimento

Leia mais

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Composição Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Aterramento Fio de boa qualidade A fiação deve ser com aterramento neutro (fio Terra) trabalhando em tomadas tripolares Fio negativo,

Leia mais

Manual de configuração e operação DP715/710

Manual de configuração e operação DP715/710 Manual de configuração e operação DP715/710 Introdução: Telefone IP sem-fio com a tecnologia DECT 1 base + 4 ramais. Especificações Técnicas: Linhas: Até 5 linhas SIP por sistema, sendo independentes por

Leia mais

CoIPe Telefonia com Tecnologia

CoIPe Telefonia com Tecnologia CoIPe Telefonia com Tecnologia A proposta Oferecer sistema de telefonia digital com tecnologia que possibilita inúmeras maneiras de comunicação por voz e dados, integrações, recursos e abertura para customizações.

Leia mais

Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas

Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas BoF VoIP Experiências de Perspectivas RNP, Rio de Janeiro, 22 Agosto 2011 Edison Melo SeTIC/UFSC PoP-SC/RNP edison.melo@ufsc.br 1 Histórico Serviço VoIP4All

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000

CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000 CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000 Características Protocolos Interface de Rede Características das Chamadas Codecs Instalação Física Configuração Acessando o ATA pela primeira vez Modificações a

Leia mais

LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES.

LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES. v8.art.br LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES. www.liguetelecom.com.br 0800 888 6700 VOIP FIXO INTERNET LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Constitui objeto da presente licitação o registro de preços para implantação de sistema de telefonia digital (PABX) baseado em servidor IP, com fornecimento

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE UM PROVEDOR DE INTERNET COM A TECNOLGIA WIRELESS

IMPLANTAÇÃO DE UM PROVEDOR DE INTERNET COM A TECNOLGIA WIRELESS IMPLANTAÇÃO DE UM PROVEDOR DE INTERNET COM A TECNOLGIA WIRELESS Rodrigo de Carvalho Ribeiro 1 RESUMO A presente pesquisa foi realizada com o objetivo de identificar como funciona a tecnologia wireless,

Leia mais

Manual básico de configuração. ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T

Manual básico de configuração. ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T Manual básico de configuração ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T Índice 1 Objetivo deste documento... 3 2 Entendendo o que é um ATA... 3 3 Quando utilizar o ATA... 4 4 Requisitos

Leia mais

Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage

Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage Apresentação Epaminondas de Souza Lage Epaminondas de Souza Lage popo@planetarium.com.br Formado em Engenharia Elétrica com ênfase em Sistemas Industriais

Leia mais

Intelbras GKM 2210T. 1. Instalação

Intelbras GKM 2210T. 1. Instalação 1 Intelbras GKM 2210T 1. Instalação 1º Conecte a fonte de alimentação na entrada PWR, o LED Power acenderá; 2º Conecte a porta WAN do GKM 2210 T ao seu acesso à internet (porta ethernet do modem). O LED

Leia mais

A Simples IP agradece a oportunidade de apresentação desta proposta de prestação de serviços.

A Simples IP agradece a oportunidade de apresentação desta proposta de prestação de serviços. Ao INSTITUTO MATOGROSSENSE DE ALGODÃO A/C: Sr. Claudio Fone: (65) 3321-6455 claudiopozzebom@imamt.com.br PROPOSTA COMERCIAL INSTITUTO MATOGROSSENSE DO ALGODÃO Cuiabá, 18 de Setembro de 2013. 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

KIT PROVEDOR COMPACT - MONTAGEM CONFIGURAÇÃO BÁSICA

KIT PROVEDOR COMPACT - MONTAGEM CONFIGURAÇÃO BÁSICA KIT PROVEDOR COMPACT - MONTAGEM CONFIGURAÇÃO BÁSICA 1 Parabéns, você acaba de adquirir o equipamento mais avançado e de melhor relação custo/ benefício do mercado para compartilhamento de Internet via

Leia mais

Manual do Usuário. Roteador Greatek. Leia este guia com atenção e garanta uma utilização correta do produto. E guarde-o para uma referência futura.

Manual do Usuário. Roteador Greatek. Leia este guia com atenção e garanta uma utilização correta do produto. E guarde-o para uma referência futura. Manual do Usuário Roteador Greatek Leia este guia com atenção e garanta uma utilização correta do produto. E guarde-o para uma referência futura. Índice 1 - Visão Geral... 1.1 - Características de Hardware

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Você conectado ao mundo com liberdade APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL > ÍNDICE Sobre a TESA 3 Telefonia IP com a TESA 5 Portfólio de produtos/serviços 6 Outsourcing 6 Telefonia 7 Web

Leia mais

Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa.

Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa. PABX Digital PABX Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa. O ACTIVE IP é PABX inovador que possibilita a utilização da telefonia IP e convencional garantindo eficiência

Leia mais

Roteador Wireless N 300MBPS

Roteador Wireless N 300MBPS Roteador Wireless N 300MBPS Manual do Usuário IP: 192.168.1.1 Login: admin Senha: admin Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Uma estação é considerada parte de uma LAN se pertencer fisicamente a ela. O critério de participação é geográfico. Quando precisamos de uma conexão virtual entre duas estações que

Leia mais

Guia de instalação TIP 100 LITE

Guia de instalação TIP 100 LITE Guia de instalação TIP 100 LITE Telefone IP Intelbras TIP 100 LITE Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O TIP 100 LITE é um telefone IP de alta qualidade de

Leia mais

Abra o software de programação. Clique na opção VOIP, depois opção configuração conforme as imagens:

Abra o software de programação. Clique na opção VOIP, depois opção configuração conforme as imagens: Caro cliente, atendendo a sua solicitação de auxílio no processo de configuração da placa VoIP na central Impacta, segue um passo-a-passo para ajudar a visualização. Abra o software de programação. Clique

Leia mais

Manual de configuração e operação GXP1450

Manual de configuração e operação GXP1450 Manual de configuração e operação GXP1450 1 Especificações Técnicas Linhas: Duas linhas SIP; Teclas de discagem rápida programáveis; Três teclas com funções XML programáveis; Protocolos compatíveis: SIP

Leia mais

OBJETIVO: Informar ao cliente como instalar e configurar o equipamento D-Link DVG-1402s para operar com o serviço da rede PhoneClub

OBJETIVO: Informar ao cliente como instalar e configurar o equipamento D-Link DVG-1402s para operar com o serviço da rede PhoneClub ASSUNTO: Manual de instalação do equipamento D-Link DVG-1402s OBJETIVO: Informar ao cliente como instalar e configurar o equipamento D-Link DVG-1402s para operar com o serviço da rede PhoneClub PÚBLICO:

Leia mais

PROJETO BÁSICO. Serviço de Comunicação Multimídia

PROJETO BÁSICO. Serviço de Comunicação Multimídia PROJETO BÁSICO Serviço de Comunicação Multimídia xxxxxxxxxx, xx de xxxxx de 2009 PROJETO BÁSICO (De acordo com a Res. n 272 da Anatel - SCM, de 9 de agosto de 2001, Anexo II) O B J E T O SOLICITAÇÃO DE

Leia mais

VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA

VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA Introdução Saiba como muitas empresas em todo mundo estão conseguindo economizar nas tarifas de ligações interurbanas e internacionais. A História do telefone Banda Larga

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA ROUTER D-LINK DVG 5121SP Configurando o computador para acessar o ATA Acessando Configurando 1. Configurando o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário

Leia mais

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente Sistema M75S Sistema de comunicação convergente O sistema M75S fabricado pela MONYTEL foi desenvolvido como uma solução convergente para sistemas de telecomunicações. Com ele, sua empresa tem controle

Leia mais

Peça para um amigo baixar o programa também, e você pode começar a experimentar o VoIP para ver como funciona. Um bom lugar para procurar é

Peça para um amigo baixar o programa também, e você pode começar a experimentar o VoIP para ver como funciona. Um bom lugar para procurar é VOIP Se você nunca ouviu falar do VoIP, prepare-se para mudar sua maneira de pensar sobre ligações de longa distância. VoIP, ou Voz sobre Protocolo de Internet, é um método para pegar sinais de áudio analógico,

Leia mais

CONVERGÊNCIA, VOIP E TRIBUTAÇÃO. Por Leonardo Mussi da Silva

CONVERGÊNCIA, VOIP E TRIBUTAÇÃO. Por Leonardo Mussi da Silva CONVERGÊNCIA, VOIP E TRIBUTAÇÃO Por Leonardo Mussi da Silva Evolução do sistema telefônico como tudo começou 1875 Alexander Graham Bell e Thomas Watson, em projeto dedicado a telegrafia, se depararam com

Leia mais

1.1 Conteúdo da Embalagem...3. 1.2 Descrição...3. 1.3 Principais Recursos...4. 1.4 Especificações...5. 2.1 Conexão do Hardware...6

1.1 Conteúdo da Embalagem...3. 1.2 Descrição...3. 1.3 Principais Recursos...4. 1.4 Especificações...5. 2.1 Conexão do Hardware...6 Índice 1. Introdução 1.1 Conteúdo da Embalagem...3 1.2 Descrição...3 1.3 Principais Recursos...4 1.4 Especificações...5 2. Instalação 2.1 Conexão do Hardware...6 2.2 Configuração do Computador...8 3. Assistente

Leia mais

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR fevereiro/2011 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 QUEM SOMOS?... 4 3 PRODUTOS... 5 3.1 SMS... 6 3.2 VOZ... 8 3.3 INFRAESTRUTURA... 12 3.4 CONSULTORIA... 14 4 SUPORTE... 14

Leia mais

Roteador Wireless 150Mbps 4 Portas

Roteador Wireless 150Mbps 4 Portas Roteador Wireless 150Mbps 4 Portas Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503

Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503 Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503 Este é um ATA (Adaptador para Telefone Analógico) com interfaces WAN e LAN com rede de 10/100 Mbps, permitindo você conectar um aparelho telefônico tradicional,

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO GKM2000

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO GKM2000 MANUAL DE CONFIGURAÇÃO GKM2000 Versão 1.0 Intelbrás GKM2000 Este é adaptador ATA com interface WAN, PSTN capacitando você a utilizar dois telefones tradicionais ou um aparelho de fax como um dispositivo

Leia mais

MAXXSTATION MIMO 5 GHz 802.11a/n 300Mbps 5GHz MIMO 2x2 Wireless CPE Router

MAXXSTATION MIMO 5 GHz 802.11a/n 300Mbps 5GHz MIMO 2x2 Wireless CPE Router Manual do Usuário MAXXSTATION MIMO 5 GHz 802.11a/n 300Mbps 5GHz MIMO 2x2 Wireless CPE Router Versão 1.0 Última atualização Março 2013. 1 Introdução Obrigado por adquirir o MaxxStation MIMO 5 GHz. Esse

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

Guia do usuário Placa VoIP

Guia do usuário Placa VoIP Guia do usuário Placa VoIP Versão 02/07 Caro usuário, Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa VoIP é um acessório que poderá ser utilizado em todas as

Leia mais

ÍNDICE. Repetidor de sinal wireless 300 Mbps... 4. Roteador wireless 300 Mbps... 5. Roteador/Repetidor Wireless 150 Mbps... 6

ÍNDICE. Repetidor de sinal wireless 300 Mbps... 4. Roteador wireless 300 Mbps... 5. Roteador/Repetidor Wireless 150 Mbps... 6 ÍNDICE Repetidor de sinal wireless 300 Mbps... 4 Roteador wireless 300 Mbps... 5 Roteador/Repetidor Wireless 150 Mbps... 6 Roteador Portátil 3G Wireless 150 Mbps... 7 Adaptador USB Wireless 300 Mbps...

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA ROUTER D-LINK DVG 5008S Easy Configurando o computador para acessar o ATA Acessando Configurando 1. Configurando o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário

Leia mais

Manual para configuração. Linksys RT31P2

Manual para configuração. Linksys RT31P2 Manual para configuração Linksys RT31P2 Indice Guia de Instalação ATA Linksys RT31P2... 3 Conhecendo o ATA... 4 Antes de Iniciar... 6 Analisando o seu acesso à Internet... 6 Configuração... 9 Configuração

Leia mais

Manual para configuração. Siemens Roteador VoIP SpeedStream 3610

Manual para configuração. Siemens Roteador VoIP SpeedStream 3610 Manual para configuração Siemens Roteador VoIP SpeedStream 3610 Indice Guia Rápido de Instalação customizado... 3 Tipo de acesso banda larga... 4 Procedimentos de configuração... 5 Conexões do Painel traseiro...

Leia mais

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios

Técnico em Redes de Computadores. Equipamentos e Acessórios Técnico em Redes de Computadores Equipamentos e Acessórios Componentes de uma Rede Uma rede é um sistema composto de um arranjo de componentes: Cabeamento Hardware Software Cabeamento Componentes de uma

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA INTELBRAS GKM 2210T o computador para acessar o ATA Acessando 1. o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador que será utilizado esteja com

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS PÁG. 1 DE 13 PRÁTICA DE SERVIÇO DE BANDA LARGA REQUISITOS MÍNIMOS PARA OS PRESTADORES DE SERVIÇO DO PROGRAMA NACIONAL DE BANDA LARGA - PNBL Sumário 1.OBJETIVO... 2 2.CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 3.DEFINIÇÕES...

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA ROUTER D-LINK DVG 1402S o computador para acessar o ATA Acessando 1. o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador que será utilizado esteja

Leia mais

Guia de instalação EVC 1000

Guia de instalação EVC 1000 Guia de instalação EVC 1000 EVC 1000 Videoconferência Parabéns, você acaba de adquirir um produto com qualidade e segurança Intelbras. O EVC 1000 é um equipamento com alta qualidade de áudio e vídeo, compatível

Leia mais

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens Callix PABX Virtual SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens Por Que Callix Foco no seu negócio, enquanto cuidamos da tecnologia do seu Call Center Pioneirismo no mercado de Cloud

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 17/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 17/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 17/2015 CREMEB 1 - DO OBJETO Contratação de empresa especializada para locação de Central Telefônica, acrescido de gerenciamento de custos e

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO. NanoStation5

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO. NanoStation5 MANUAL DE CONFIGURAÇÃO NanoStation5 NanoStation5 AAP Versão 1.0 Português Brasil HOMOLOGAÇÃO / CERTIFICAÇÃO Certificado de Homologação Nº 2805-08-4940 Este produto esta homologado pela Anatel de acordo

Leia mais

GUIA RÁPIDO. DARUMA Viva de um novo jeito

GUIA RÁPIDO. DARUMA Viva de um novo jeito GUIA RÁPIDO DARUMA Viva de um novo jeito Dicas e Soluções para IPA210 Leia atentamente as dicas a seguir para configurar seu IPA210. Siga todos os tópicos para que seja feita a configuração básica para

Leia mais

Guia do Usuário. Embratel IP VPBX

Guia do Usuário. Embratel IP VPBX Índice Guia do Usuário EMBRATEL IP VPBX 3 Tipos de Ramais 4 Analógicos 4 IP 4 FACILIDADES DO SERVIÇO 5 Chamadas 5 Mensagens 5 Bloqueio de chamadas 5 Correio de Voz 5 Transferência 6 Consulta e Pêndulo

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDES E SEGURANÇA DE SISTEMAS TELEFONIA IP E VOIP RESUMO

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDES E SEGURANÇA DE SISTEMAS TELEFONIA IP E VOIP RESUMO INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDES E SEGURANÇA DE SISTEMAS TELEFONIA IP E VOIP RESUMO Artigo Científico Curso de Pós-Graduação em Redes e Segurança de Sistemas Instituto

Leia mais

CGW-PX1 Gateway SIP GSM

CGW-PX1 Gateway SIP GSM Interface de conexão SIP entre PABX e rede Celular Interconecte seu PABX ou Switch SIP com a rede celular GSM O gateway CGW-PX1 é um dispositivo que interconecta seu PABX ou switch de voz com as redes

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

Local: Av. Getúlio Vargas, nº. 300, Sobreloja, CEP. 69900-660 - Centro - Rio Branco Acre.

Local: Av. Getúlio Vargas, nº. 300, Sobreloja, CEP. 69900-660 - Centro - Rio Branco Acre. 1ª RETIFICAÇÃO PREGAO PRESENCIAL N 073 2010 CPL 05 IAPEN/AC, aquisição de material permanente, para atender as demandas do Convênio MJ nº 074/2008, visando à execução do Projeto Interiorização e Fortalecimento

Leia mais

Manual de Instalação e Operação

Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação CONVERSOR HPNA 3.1 CTS3600EC-F Versão 1.0 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta documentação pode ser reproduzida sob qualquer forma, sem a autorização da CIANET.

Leia mais

Access Point Router 150MBPS

Access Point Router 150MBPS Access Point Router 150MBPS Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

TELEFONE INTELBRAS VOIPER. Manual do Usuário

TELEFONE INTELBRAS VOIPER. Manual do Usuário TELEFONE INTELBRAS VOIPER Manual do Usuário Características Gerais Permite até 3 contas VoIP Visualiza e armazena até 64 chamadas recebidas e 64 originadas Agenda com capacidade de 140 registros Exibe

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA AUDIO CODES MP20X Configurando o computador para acessar o ATA Acessando Configurando 1. Configurando o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador

Leia mais

WLAN WIRELESS STATION. Manual do usuário MAIT0078R00

WLAN WIRELESS STATION. Manual do usuário MAIT0078R00 WIRELESS STATION MAIT0078R00 Manual do usuário 8 1 Especificações Técnicas PQPL-24XX CPE Proeletronic Frequência Ganho VSWR Relação Frente/costa OE/OH Polarização cruzada Impedância PQPL-2412 PQPL-2417

Leia mais

Especificação de Referência Roteador Sem Fio (Wireless)

Especificação de Referência Roteador Sem Fio (Wireless) 1 Especificação de Referência Roteador Sem Fio (Wireless) Código do Objeto Descrição do Objeto Aplicação do Objeto Data da Especificação de Referência Validade da Especificação de Referência AC0000049

Leia mais

WL-5470POE Hi-Powered Ponto Acesso POE com oito Modos de Operação

WL-5470POE Hi-Powered Ponto Acesso POE com oito Modos de Operação WL-5470POE Hi-Powered Ponto Acesso POE com oito Modos de Operação omo fornecedor e líder global de soluções WISP, AirLive compreende as aplicações dos ambientes dos operadores WISP. Como resultado, estamos

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA OPTICOM VOIP 690 Configurando o computador para acessar o ATA Acessando Configurando 1. Configurando o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador

Leia mais

HP Router Advanced Implementation

HP Router Advanced Implementation HP Router Advanced Implementation Dados técnicos O HP Router Advanced Implementation tem como objetivo, baseado na entrevista para coleta de informações junto ao Cliente e na análise dos equipamentos existente,

Leia mais

Comunicação interligando vidas

Comunicação interligando vidas Comunicação interligando vidas APRESENTAÇÃO E PROPOSTA COMERCIAL 1. INTRODUÇÃO O presente documento contém o projeto técnico comercial para prestação dos serviços de locação, suporte, consultorias da área

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 WPS Roteador Wireless 300N GWA-101 5dBi Bi-Volt GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 Roteador Wireless 300Mbps Guia de Instalação Rápida REV. 2.0 1. Introdução: O Roteador Wireless 300Mbps, modelo 682-0

Leia mais

Manual do Usuário. Roteador Greatek

Manual do Usuário. Roteador Greatek Manual do Usuário Roteador Greatek WR-1500L Por favor leia o Manual do Usuário cuidadosamente garantindo uma utilização correta deste produto e guarde este manual para uma referencia futura. Indice 1-

Leia mais

MANUAL DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA DO USUÁRIO DO PABX. PROTEJA MELHOR OS PABXS DA SUA EMPRESA CONTRA FRAUDES E EVITE PREJUÍZOS.

MANUAL DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA DO USUÁRIO DO PABX. PROTEJA MELHOR OS PABXS DA SUA EMPRESA CONTRA FRAUDES E EVITE PREJUÍZOS. MANUAL DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA DO USUÁRIO DO PABX. PROTEJA MELHOR OS PABXS DA SUA EMPRESA CONTRA FRAUDES E EVITE PREJUÍZOS. MANUAL DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA DO USUÁRIO DO PABX. Caro cliente, Para reduzir

Leia mais

Manual B.P.S ATA 5xxx Índice

Manual B.P.S ATA 5xxx Índice Manual B.P.S ATA 5xxx Índice 1. Conectando o Adaptador para Telefone Analógico (ATA)...02 2. Configurações básicas...05 2.1 Configuração dos parâmetros de usuário e senha para acessos de banda larga do

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA SIEMENS SPEEDSTREAM 3610 o computador para acessar o ATA Acessando 1. o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador que será utilizado esteja

Leia mais

Este é um produto da marca GTS Telecom, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade.

Este é um produto da marca GTS Telecom, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Telecom, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic.

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. O seguinte Guia de Instalação de Hardware explica-lhe passo-a-passo como

Leia mais