Manual Técnico. Centrais Digitais. Cód REV 08

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual Técnico. Centrais Digitais. Cód. 215.1016.00-0 - REV 08"

Transcrição

1 Manual Técnico Centrais Digitais Cód REV 08

2 Este manual tem como objetivo tirar as dúvidas mais freqüentes quando da instalação dos produtos Digistar. SUMÁRIO ITEM Protegendo a porta serial do pabx e do PC...1. MesaPC XT...2. Instalação de MesaPC para pabx digital Programando a comunicação do MesaPC sem configuração de rede Teste de loop Programando a comunicação do MesaPC como servidor Programando a comunicação do MesaPC como cliente Como descobrir o host (nome) do micro Programação remota...4. Iniciando a comunicação com o pabx Log...5. Log para o MesaPC geração 6 ou superior Log para o MesaPC geração 5 ou anterior Reset DSP Tabela de numeração dos troncos e ramais...6. Cabo de comunicação serial Pinagem do conector modul Gravando mensagens...8. Gravando mensagens pelo telefone usando o MesaPC Gravando pela interface de entrada de música externa usando o MesaPC Salvando mensagens no PC Enviando mensagens do PC para o pabx Carga da flash...9. Interface celular Descrição dos botões e facilidades da mesapc Programações específicas para atendedor ramal 9 sem o uso do mesapc Programações específicas para atendedor ramal 9 com mesapc

3 1. PROTEGENDO A PORTA SERIAL DO PABX E DO PC. Antes de conectar o cabo serial entre o PABX e o PC certifique-se que os aterramentos da central e do PC estão no mesmo ponto. Caso tenha dúvida quanto ao aterramento utilize um multímetro para medir a diferença de potencial entre as carcaças do PABX e do PC. Você deve medir em volts AC e DC. O cabo somente poderá ser conectado entre as seriais se as voltagens encontradas na medição estiverem dentro da faixa a seguir: VAC igual ou menor que 3 Vac. VDC igual ou menor que 5 Vdc. Obs: caso estes limites não sejam respeitados, poderá haver queima da serial do computador ou do pabx. 2. MESAPC XT. É o software para operação da telefonista e dos demais usuários, visualizar o status dos troncos e ramais bem como ver o BINA de que está recebendo uma ligação ou fazendo, fazer programação, reset geral, atualização da flash, consulta de bilhetagem, programação remota via modem ou conexão via WEB Instalação da MesaPC. Para instalar o software MesaPC no seu micro use o CD que acompanha o equipamento ou o CD do treinamento. Obs: a MesaPC funciona somente em ambiente windows, exceto no win95. Primeiro instale o programa MesaPC. Execute o programa e configure o mesmo conforme o tipo de PABX que está instalando. Se por acaso aparecer uma mensagem de erro durante a abertura do MesaPC, instale o DAO36 que também vem junto com o CD. Obs: somente instale o DAO36 se não for possível executar a MesaPC. Se após a instalação do DAO36, ao executar a MesaPC, aparecer a mensagem de erro Você não tem permissão para usar o DAO36 faça o seguinte. Vá em Iniciar / Localizar arquivos ou pastas, na caixa localizar escreva DAO350.DLL e mande localizar unidade C:/. Após localizar este arquivo, é só deleta-lo e executar a MesaPC novamente. As seriais do PABX para MesaPC e tarifação trabalham com velocidade de bps.na Para ajustar a velocidade da porta serial do micro vá em: iniciar / configurações / painel de controle / sistema / aba gerenciador de dispositivos / selecionar a porta COM que será usada / clicar em propriedades / aba configurações da porta / configurar a porta como segue: / 8 / Nenhum / 1 / Nenhum / OK. Para criar um atalho na área de trabalho clique com o botão direito do mouse na área de trabalho e selecione novo/atalho. Ao abrir a janela clique em procurar, na caixa que abriu procure a pasta Digistar abra-a, aparece a pasta MesaPC e dentro desta dê 2 cliques no MesaPC.exe depois vá em: avançar / concluir, está pronto o atalho na área de trabalho. Reinicie o micro. Faça o mesmo procedimento para cada máquina que instalar a MesaPC. Obs: para configurar o MesaPC, seja como servidor ou cliente, você precisa descobrir qual é o nome (host) de cada micro, conforme o sistema operacional utilizado. Veja no item 4 do manual como fazer. 3

4 2.2. Programando a comunicação da mesa sem configuração de rede. Inicie o programa MesaPC clique em: arquivo / configura MesaPC e selecione o modelo de PABX, o idioma clicando sobre a respectiva bandeira, a porta COM, desmarque a caixa habilita comunicação via rede, na caixa ramal indique o ramal da telefonista. 2.3 Teste de loop. Este teste irá enviar dados pelo TX, através do cabo, os quais serão recebidos pelo RX, provando assim que a comunicação serial do computador até a extremidade do cabo está funcionando corretamente. Cuidado: se você emendar o cabo, tome cuidado para não inverter TX por RX, pois o teste de Loop externo verifica somente se o cabo não está interrompido, mas não verifica se houve inversão entre TX e RX. Se o MesaPC vai receber a bilhetagem marque também a caixa recebe bilhetagem, clique em ok. O programa será fechado automaticamente para atualizar as informações. Para abrir comunicação inicie novamente o programa, vá em: programação/abre comunicação Programando a comunicação da mesa como servidor. Execute o programa MesaPC, vá em: arquivo / configura MesaPC e escolha o modelo de pabx na caixa geral / pabx; escolha o idioma clicando sobre a bandeira correspondente ao idioma, marque a caixa habilita comunicação via rede; marque como servidor e se quiser receber a bilhetagem, marque recebe bilhetagem. Descubra o nome do micro (host, veja no item 4), clique no botão configura rede e abrirá a caixa abaixo onde você vai digitar a senha MESAPC, em maiúscula, somente na caixa Database Password. A caixa Password fica vazia. Clique em Ok. Abrirá a caixa abaixo onde você precisa cadastrar o nome do micro que será o host (servidor) e o ramal dele, e também o nome dos micros que serão clientes e os seus respectivos ramais. Clique em insere para inserir o ramal e o nome do servidor, o nome deve ser escrito como aparece no item 4, respeite maiúsculas e minúsculas e não cadastre acentos ç;,:~? Ou outros caracteres especiais. É também, nesta caixa que você irá permitir quais máquinas terão acesso à bilhetagem e agenda do servidor. 4

5 Clique em ok / ok / ok. Para abrir comunicação vá em: Programação / abrir comunicação Programando a comunicação da mesa como cliente. Agora que você já tem a mesa instalada no servidor, vamos configurar a MesaPC cliente. Instale o programa MesaPC no micro cliente, a partir do CD que vem com o equipamento ou faça o download do programa na internet usando o seguinte caminho. Inicie o programa MesaPC clique em arquivo/configura MesaPC e selecione o modelo de PABX, o idioma, clicando sobre a respectiva bandeira, marque a caixa habilita comunicação via rede, marque como cliente, na caixa host escreva o nome do servidor exatamente como foi cadastrado no micro servidor, para saber o nome do micro veja o item 4, clique em ok. O programa será fechado automaticamente para atualizar as informações. Para abrir comunicação Inicie novamente o programa, vá em: programação/abre comunicação. 3. NOME DO HOST Como descobrir o host (nome) do micro. No Windows 98 Vá em: iniciar / executar digite winipcfg e clique ok e depois em mais informações; aparecerá: O que interessa é o nome da máquina como no exemplo acima é AST-04 (é tudo o que está antes do 1º ponto, o resto do nome não é necessário). No Windows XP Vá em: iniciar / programas / acessórios / prompt MS-DOS. Aparece uma tela em dos, onde está o cursor digite cd/ e enter. O cursor vai para a raiz onde você vai digitar ipconfig/all e enter. Vai aparecer a tela abaixo onde está o nome do host que no exemplo é AST04. No Windows 2000, NT. Vá em: iniciar/executar digite cmd e ok, aparece uma tela em dos, onde está o cursor digite cd\ e enter. O cursor vai para a raiz onde você vai digitar ipconfig/all e enter. Vai aparecer a tela abaixo onde está o nome do host que no exemplo é AST05. 5

6 4. PROGRAMAÇÃO REMOTA. No seu computador, instale um modem externo USR 56K V90 fax modem, Caminho: Iniciar / configurações / painel de controle / adicionar novo hardware. Após a instalação do modem, ajuste a configuração da porta serial do computador, Caminho: Iniciar / configurações / painel de controle / sistema / guia gerenciador de dispositivos clique em portas COM e LPT selecione a porta COM onde foi instalado o modem e clique em propriedades, na guia configurações de porta configure os parâmetros da porta da seguinte forma: / 8 / nenhum / 1 / nenhum clique em ok. Para saber se o seu modem foi instalado corretamente vá em: Iniciar / configurações / painel de controle / modens / guia diagnóstico / selecionar a porta COM do modem externo clicar em mais informações e aguardar a resposta, se o modem responder clique em ok, se não, reinstale o modem ou verifique se os drivers do modem estão corretos para o sistema operacional que está usando. Instale o programa mesapc no seu computador conforme as instruções na página 2 deste manual. No pabx do cliente você deve alterar a senha do modem. Caso esteja usando uma linha direta no seu modem, montar a seguinte configuração. Caso utilize uma linha digital, tanto no PC quanto no PABX, acrescentar um resistor de 1KΩ em série com o fio a ou b, para reduzir a corrente no modem e com isso evitamos a saturação do nível da portadora e a distorção do sinal, veja a figura abaixo. 6

7 4.1. Iniciando a comunicação com o pabx. Abra o programa mesapc, vá em: Arquivo / configura mesapc / desmarque a caixa habilita comunicação via rede, abrir comunicação automaticamente e também a caixa recebe bilhetagem. Clique no botão programa da caixa modem, marque o tipo para TOM e transmissão em automático. Na caixa número digite,1 (vírgula 1) cada vírgula vale 2 segundos. Veja figura ao lado. Retire o fone do gancho e disque para o PABX remoto. Ao ser atendido pela telefonista, explique que você vai fazer uma programação, a ligação ficará baixa e ela ouvirá um som forte como se alguém apertasse uma tecla do telefone durante uma conversação, e que ela deverá transferir a sua ligação para o ramal 669, logo após ouvir este som. Obs: Explique que o ramal 669 é um ramal virtual e não esqueça, se houver a troca do 1º dígito, o 2 por 6, o ramal virtual será o 269. Peça para a telefonista digitar o 669 e ficar aguardando para acionar a tecla enter. A partir de agora clique no botão conecta que está na tela do seu micro e aguarde o modem carregar a string e discar 1 este será o sinal de aviso para a telefonista fazer a transferência, pois, o modem está pronto para receber a portadora do modem do PABX e iniciar a comunicação. Você ouvirá a portadora e logo em seguida aparecerá a tela de: aguarde, lendo a configuração do PABX. Após a leitura você poderá salvar uma cópia da configuração do cliente, fazer programação e gravar a nova programação, para isto a mesa pedirá a senha de programação via modem. 5. LOG. É possível baixar arquivos de log em todas as centrais digitais com finalidade de analisar o funcionamento do tronco digital, DSP e geral do PABX, para isso você vai usar o programa ALTD e também precisará saber qual a versão de flash que está no pabx Log para flash s geração 6 ou superior. É possível baixar um arquivo log na saída serial opcional das centrais XT-88 / 130 e XT200v6. Você precisa ter a placa de gerenciamento e supervisão. No caso do XT-72, o log será enviado pela serial de tarifação e será preciso parar a bilhetagem (tarifação) por esta porta serial durante o processo de baixar o log. O cabo de conexão tem a mesma pinagem que o cabo de comunicação com a mesapc. Instale o programa ALTD, ajuste a porta serial do PC vá em: iniciar / configurações / painel de controle / sistema / aba gerenciador de dispositivos / selecionar a porta COM que será usada / clicar em propriedades / aba configurações da porta / configurar a porta como segue: / 8 / Nenhum / 1 / Nenhum / OK. Reinicie o computador. Antes de começar a baixar os log s limpe o pabx de registros anteriores, para isso digite no teclado do pc os seguintes códigos, caso esteja teclando pelo ramal 9, não tem a operação do enter. SSSS é a senha de programação. *41+SSSS+ enter para entrar no modo de programação; #5*5 + enter para limpar todos os log's antigos, coloque o atendedor no gancho. Conecte o cabo na serial opcional da placa GS e no PC, execute o programa ALTD vá em: Comunicação / abrir / selecione a porta COM / baud para / protocolo mesa ECI / escolha modo analisador de E1, para baixar log só do E1 ou modo receber log s para baixar todos os log s do pabx / clique em ok. 7

8 O ALTD abrirá comunicação com o pabx e começará a baixar os log s selecionados automaticamente. O log será armazenado em: C:/ Arquivos de programas / Digistar / ALTD com os nomes de LOGPDIG.BIN, DEPPDIG.BIN e LOGTRDIG.BIN. Somente o LOGTRDIG.BIN pode ser visualizado no ALTD Log para flash s geração 5 e anteriores. 1º Para ativar o log você deve ter um atalho para a mesapc na área de trabalho. Com a MesaPC fechada, clique com o botão da direita do mouse no ícone do atalho da MesaPC que está na área de trabalho. Selecione Propriedades, veja figura ao lado. 2º Na linha Objeto, dê um espaço e acrescente /L, após o comando: C:/MESAPC/MESAPC.EXE /L. Aplicar e fechar, ficando assim MESAPC.EXE /L, o L deve ser MAIÚSCULO. Veja figura ao lado. 3º Para ativar o log na central abra o programa MesaPC vá em: programação / configuração do PABX / opções / diversos e habilite Log + Prog / aplicar / ok, grave a nova configuração na central. Veja as figuras abaixo. Operação: Após a ativação do log a serial opcional já estará enviando o log. Será necessário definir o tipo de log na qual você deseja coletar. Para isto, a partir do teclado do PC ou do ramal 9, digitar os seguintes códigos: *41+SSSS+ enter para entrar no modo de programação; #5*5 + enter para limpar todos os log's antigos; #502 + enter para ativar o log do tronco digital; #511 + enter para ativar o log do DSP; #521 + enter para ativar o log geral; Caso esteja teclando pelo ramal 9, não tem a operação do enter. Observações: 8

9 Após o *41+SSSS e enter, os códigos correspondentes devem ser digitados antes do tom de ocupado. E se receber o tom de ocupado, repita a operação começando pelo *41SSSS e enter. Você pode digitar após o enter os códigos de ativação dos log s desejados na seqüência, sem ter que entrar em modo de programação para cada um dos códigos. A conexão do cabo serial deve ser na serial OPC (da placa GS) para baixar os log's. Para baixar os log s execute a mesapc, abra comunicação, faça testes até aparecer o problema. Após isto deixe baixando por pelo menos 30 e desabilite o log + prog deixando habilitado somente o prog, vá em: Programação / configuração / opções / diversos / aplicar e gravar no pabx. Os arquivos de log serão salvos dentro do diretório MesaPC com o nome de Logtrdig.bin, Logdsp.bin e log.bin. Ou você pode usar o programa ALTD, e os arquivos serão salvos dentro de: C:/ arquivo de programas / digistar / ALTD. Obs: o log deve ficar ativo somente o tempo necessário para a coleta dos arquivos de log s e após deverá ser desativado, voltando a programar a central somente com a opção Prog ou através dos códigos como segue. *41+SSSS+ enter para entrar no modo de programação; #500 + enter para desativar o log do tronco digital; #510 + enter para desativar o log do DSP; #520 + enter para desativar o log geral; #5*5 + enter para limpar todos os log's antigos. 6. TABELA DE NUMERAÇÃO DOS S E RAMAIS. Nas centrais digitais existem duas seqüências de numeração dos ramais: ramal físico e ramal lógico. Ramal físico: O ramal físico é a seqüência dos ramais de acordo com a colocação das placas no PABX. O ramal físico é fixo, isto é, a numeração é seqüencial, começando com o ramal 9, 200, 201, 202, até a última placa de ramal conectada no PABX. Ramal lógico: O ramal lógico é a seqüência de ramais na qual será associado a cada ramal físico. Para cada ramal físico, será associado um nº (ramal) lógico. De fábrica os ramais lógicos podem ser programados começando com o ramal 9, ramal 200, 201, 202,..., até 399, ou conforme a troca de 1º dígito existente no pabx. As tabelas a seguir são exemplos de configuração de placas com a devida numeração dos ramais físicos. 9

10 TABELA DE CONFIGURAÇÃO NUMERAÇÃO DOS RAMAIS/S - XT-42/72 SLOT CONFIGURAÇÃO DAS PLACAS NUMERAÇÃO DOS RAMAIS/S (Default) Ramais Analógicos BASE 1 Tronco Digital - E1 2 troncos Analógicos RA4 TA2RA2 E1 Tronco... ao tronco RA4 3 RA4 4 RA4 5 RA4 6 RA4 7 RA10 TA6 LEGENDA RA4 Ramal Analógico de 4 RA10 Ramal Analógico de Tronco Digital E1 Somente para XT Não disponível com E1 ativo TA6 Tronco Analógico de 6 TA2RA2 Tronco Analógico de 2 e Ramal Analógico de 2 Observação: Para o XT-72 o TA6 não está disponível quando têm tronco E1 ativo. Para o XT-42 não têm o tronco E1. 10

11 TABELA DE CONFIGURAÇÃO/NUMERAÇÃO DOS RAMAIS/S - XT-200v6 SLOT CONFIGURAÇÃO DAS PLACAS NUMERAÇÃO DOS RAMAIS/S 1E1 E1 1 o. E1 Tronco... ao Tronco... 2 o. E1 - Tronco... ao Tronco... 2E RDF4 RDF8 RDF4 RDF8 DIGITAL DIGITAL RAMAIS QUE DERIVAM DO KT-200A. Para definir o n o. do físico, soma +16 RAMAIS QUE DERIVAM DO KT-200A. Para definir o n o. do físico, soma

12 Gerenciamento e Supervisão LEGENDA RA8 Ramal Analógico de 8 RA12 Ramal Analógico de 12 RDF4 Ramal Digital Full de 4 RDF8 Ramal Digital Full de 8 TA4 Tronco Analógico de 4 TA8 Tronco Analógico de 8 1E1 Tronco Digital com 1 E1 2E1 Tronco Digital com 2 E1 12

13 TABELA DE CONFIGURAÇÃO/NUMERAÇÃO DOS RAMAIS/S - XT-88/130 SLOT CONFIGURAÇÃO DAS PLACAS NUMERAÇÃO DOS RAMAIS/S BASE (Default) 12 Ramais Analógicos 1E1 2E RDF4 RDF8 RDE8 Gerenciamento e Supervisão E1 1 o. E1 Tronco... ao Tronco... 2 o. E1 - Tronco... ao Tronco... DIGITAL DIGITAL RAMAIS QUE DERIVAM DO KT-200A. Para definir o n o. do físico, soma +16 RAMAIS QUE DERIVAM DO KT-200A. Para definir o n o. do físico, soma +16 LEGENDA RA8 Ramal Analógico de 8 RA12 Ramal Analógico de 12 RDF4 Ramal Digital Full de 4 RDF8 Ramal Digital Full de 8 RDE8 Ramal Digital Expansão de 8 TA4 Tronco Analógico de 4 TA8 Tronco Analógico de 8 1E1 Tronco Digital com 1 E1 2E1 Tronco Digital com 2 E1 Observação: Para o XT-88 não existe o slot 3. O XT-88 não aceita placa tronco digital com 2 E1. 13

14 7. MESAPC. 7.1 Cabo serial para mesapc e tarifação / impressora. Normalmente o PABX fica distante do PC sendo necessário um cabo adequado para esta comunicação. Recomendamos a utilização de cabo estruturado categoria 5 (CAT 5) observando a forma de utilizar os pares para TX e RX. Veja as tabelas a seguir. Cabo de comunicação, da serial da mesa do PABX para o PC. Conector do PABX Cabo de Rede CAT 5 DB 25 DB 9 TX Azul Ligar no TX pino 3 Ligar no TX pino 2 RX Branco / Azul Ligar no RX pino 2 Ligar no RX pino 3 Unir as pontas e Marrom Unir as pontas e usar Unir as pontas e usar usar como GND Branco / Marrom como GND pino 7 como GND pino 5 Não utilizar os outros fios. Cabo de bilhetagem, da seria de tarifação do PABX para o PC. Conector do PABX Cabo de Rede CAT 5 DB 25 DB 9 TX Azul Ligar no TX pino 3 Ligar no TX pino 2 RX Branco / Azul Ligar no RX pino 20 Ligar no RX pino 4 Unir as pontas e Marrom Unir as pontas e usar Unir as pontas e usar usar como GND Branco / Marrom como GND pino 7 como GND pino 5 Não utilizar os outros fios Numeração dos pinos do conector serial do pabx, para equipamentos com conector macho de oito pinos tipo modul. 7 GND 5 GND 3 RX 1 TX 8 TX 6 RX 4 GND 2 GND 8. GRAVANDO MENSAGENS Dicas: Procure fazer as gravações das mensagens fora do horário de trabalho da empresa, para não interferir no desempenho da telefonista. Lembre-se em caso de falta de energia, se não houver baterias no no break da central, todas as mensagens gravadas (tipo disa, pré-atendimento, saudação, e recados), serão apagadas. Faça sempre o back up (salvando cópia no PC) das mensagens. Verifique no manual de operações do PABX, qual é o nº da mensagem que corresponde ao serviço desejado e não esqueça de que algumas mensagens, ex. DISA, exigem alem da gravação, programação no PABX Gravando mensagens pelo telefone usando o mesapc. Levante o mono fone do telefone atendedor e pressione a tecla que estiver programada como gancho para cortar o áudio. Desta forma você poderá ouvir o BIP que indica o início da gravação. Com o mesapc aberto e em comunicação com o PABX, ir em: Programação / Facilidades / aba operador / na caixa mensagens, clicar no botão telefone. O pabx pedirá a 14

15 senha de programação. Na próxima janela, coloque no campo adequado o Nº correspondente à mensagem que quer gravar. Para iniciar a gravação clique em gravar. Ao ouvir o BIP inicie a gravação. Para parar clique em gancho. Para ouvir a gravação clique em escutar. Para apagar clique em apagar. Para substituir uma mensagem existente, escolha o nº da mensagem e grave a nova mensagem sobre a anterior. Para iniciar outra gravação troque o Nº da mensagem e repita os procedimentos anteriores. Obs: se você ficar esperando mais de 30 seg é preciso sair das telas de gravação e iniciar o processo de gravação novamente Gravando pela interface de entrada de música externa usando o mesapc. Antes de iniciar a gravação é preciso ajustar a impedância da placa de comunicação, no jumper indicado no manual de instalação, com a impedância do CD Player. Para impedância alta de 22 KΩ o jumper JP2 deverá ficar aberto. Para impedância baixa de 8 KΩ o jumper JP2 deverá ficar Fechado. Ajustar nível de volume para não saturar o áudio e não ocorrerem distorções durante a reprodução da mensagem, coloque o CD no início da gravação e aperte a tecla pause. Levante o mono fone do telefone atendedor e pressione a tecla que estiver programada como gancho para cortar o áudio. Desta forma você poderá ouvir o BIP que indica o início da gravação. Com o mesapc aberto e em comunicação com o PABX, ir em: Programação / Facilidades / aba Operador / clicar no botão interface de música. O pabx pedirá a senha de programação. Na próxima janela, coloque no campo adequado o Nº correspondente à mensagem que quer gravar. Para iniciar a gravação clique em gravar e ao ouvir o BIP libere a tecla pause. Para parar a gravação clique em gancho. Para ouvir a gravação clique em escutar. Para apagar clique em apagar. Para substituir uma mensagem existente, escolha o nº da mensagem e grave a nova mensagem sobre a anterior. Para iniciar outra gravação troque o Nº da mensagem e repita os procedimentos anteriores Salvando mensagens no pc. Procure salvar o seu arquivo de backup fora do horário de trabalho da empresa, para não interferir no desempenho da telefonista e manter a qualidade das gravações. Para criar a sua cópia de segurança das mensagens gravadas no PABX, vá em: Programação / mensagens binárias / recebe. Abrirá janela de salvar. Coloque um nome para salvar as mensagens com a extensão.msg. Obs.: O nome do arquivo não poderá conter sinais gráficos como (ç,.?!~^ ªº/;/:) etc. Clique em ok. Aparecerá a janela de Aguarde salvando mensagens do pabx. A partir de agora você já tem uma cópia das mensagens salvas no PC Enviando mensagens do pc para o pabx. Procure enviar o seu arquivo de backup fora do horário de trabalho da empresa, para não interferir no desempenho da telefonista e manter a qualidade das gravações. Para enviar para o pabx um arquivo de mensagens que estão no PC vá em: Programação / mensagens binárias / envia. Digite a senha de programação / ok. Abrirá janela para você escolher o arquivo a ser enviado e OK. Aparecerá uma janela indicando o total de mensagens que o PABX possui e quais as mensagens que foram salvas. Agora você tem a opção de 15

16 escolher quais as mensagens que você deseja enviar para o PABX. Selecione as mensagens e clique em ok. É só aguardar. 9. CARGA DA FLASH. Para atualizar a memória flash devemos: Ter o arquivo atualizado, cujo nome deverá ter a seguinte extensão (. SUM) e deverá estar dentro do diretório C:/ digistar / mesa PC. Este arquivo não poderá conter caracteres especiais do tipo (ç,.?!~^ ªº/;\:), etc. Importante, o arquivo uma vez dentro do diretório deverá estar salvo como arquivo. Verificar da seguinte maneira, clicar com o botão direito do mouse sobre o arquivo, selecionar propriedades e marcar a caixa arquivo, aplicar, ok. Verifique também se a velocidade da porta serial do PC está ajustada corretamente. Veja no item 2.1 deste manual, como fazer. Iniciando: Conectar o cabo serial na base, execute o mesapc, não abra comunicação, vá em: operação / carga da flash e abrirá a janela abaixo, selecione o arquivo da flash conforme o modelo do pabx clique em abrir. Aparece a janela abaixo, no canto inferior esquerdo há uma caixa para o ajuste da velocidade de gravação da flash, ajuste esta velocidade conforme desejado (entre e ), ligue o pabx e aguarde a conclusão da carga da flash. Se por acaso o indicador de gravação não modificar o percentual gravado significa que não está gravando. Clique em cancela a operação e comece o processo de gravação novamente, tente outra velocidade. Após chegar em 100%, aparece a tela de mensagens de partida mostrando a inicialização do pabx indicando a nova versão de flash, veja figura abaixo. 16

17 Se por acaso a mensagem de partida aparecer em branco, faça novamente a carga da flash, tente com outra velocidade de serial. 10. INTERFACE CELULAR. Existe interface celular para conectar em posição de tronco analógico ou de ramal. Consulte o manual do telefone da interface para ativar ou desativar funções de acordo com seu uso específico. Ajuste o volume (recomendado dois pontos abaixo do máximo) e elimine os serviços de recepção de mensagens. É conveniente colocar o volume da campainha no mínimo. Caso conecte no ramal, não esqueça de configurar a categoria deste ramal em relação aos troncos. Caso conecte no tronco analógico, não poderá ser ativado o serviço de BCC (bloqueio de chamadas a cobrar), pois vai derrubar todas as ligações de entrada. Se não for possível fazer ligações verifique: A categoria do ramal onde está fazendo a ligação. A necessidade de ajuste de temporização entre dígitos, e este ajuste deve ser feito na interface. Veja a documentação de programação da interface. Se mesmo assim ainda não saem ligações, pode ser que o tom enviado pela interface esteja diferente de 425 hz e por isso não é detectado, pois o pabx faz análise de tom nos troncos. Você pode programar o pabx para não fazer análise de tom nos troncos. OBS: Não adote este procedimento como regra geral, use somente se necessário. 1. No ramal atendedor digite *41+NNNN+1*81 para desabilitar a detecção de tom. 2. No ramal atendedor digite *41+NNNN+1*80 para habilitar a detecção de tom. 3. Na MesaPC digite *41+NNNN+enter+1*81+enter para desabilitar a detecção de tom. 4. Na MesaPC digite *41+NNNN+enter+1*80+enter para habilitar a detecção de tom. DICA: Você pode programar a saída de fidelidade para que as ligações para celular saiam automaticamente através do feixe celular sem a necessidade de discar códigos de acesso antes e você pode limitar o acesso de alguns ramais através do discriminador IU. 17

18 11. DESCRIÇÃO DOS BOTÕES E FACILIDADES DA MESAPC. Esta tabela foi gerada com base no PABX digital versão 7.0 descrevendo as funções dos principais botões da MesaPC e em quais tipos de ramais estão disponíveis. FUNÇÃO Acionamento de Relé Mesa Cliente Mesa Atendedor Ramal 9 Menu Facilidades: Programação / Facilidades Você pode associar as funções dos botões F1 a F12 (mostrados na parte inferior da tela da Mesa PC). Para configurar os botões desejados, de acordo com as necessidades da telefonista ou usuário comum, vá em: Arquivo / Configura MesaPC / Teclas de Função / Programa. --- Sim --- Ativar na MesaPC Servidor a opção desejada e acionar o botão Relé. Cadastrar seus clientes na agenda. Para acessar, acionar o botão Agenda Sim Sim --- Agenda e clicar duas vezes no nome do cliente. Atendimento Acionar o botão Atendimento Compulsório para ativar ou desativar --- Sim --- Compulsório a facilidade. Acionar o botão Busca Pessoa e configurar na MesaPC Servidor Busca Pessoa --- Sim --- opção / relé. Cadeado Sim Sim Sim Acionar o botão Cadeado e ativa na tela facilidades ou no ramal. Caixa Postal (ouve) Sim --- Sim Habilita na MesaPC. Cancela Operação Sim Sim --- Acionar o botão Cancela para cancelar a operação em andamento. Captura Sim Sim --- Consulta. Sim Sim --- Chamada em Espera Acionar o botão Captura para capturar uma uma ligação interna ou externa que esteja tocando em um ramal. É uma captura geral e atende a ligação que estiver a mais tempo chamando. Existem duas maneiras de se efetuar uma consulta: Com uma ligação em curso, digite o número do ramal, enter. Caso o ramal não lhe atenda tecle zero e enter para retornar. Com uma ligação em curso clicar duas vezes em cima do ramal de destino. Caso o ramal não lhe atenda tecle zero e enter. Sim Sim --- Acionar o botão Espera para colocar a chamada em curso na espera. Com uma ligação em curso tecle 0 + Nº externo (ou ramal), após ser Conferência Sim atendido, pressione o botão Conferência. Despertador Sim Sim Sim Acionar o botão Despertador e programar a hora para despertar. Desvio Ramal/ Estacionamento Sim Sim --- Fone de cabeça Sim Sim --- Sim Acionar o botão Desvio para ativar o desvio para ramal ou grupo. Clique no botão Estacionamento, esta função permite que um ramal qualquer estacione uma ligação (interna ou externa em curso), durante até 3 minutos. Para recuperar a ligação clique no botão estacionamento, ou clique duas vezes em cima do tronco ou retornará ao ramal 9 após 3 min. Clique no botão Fone Cabeça, para inibir o ring e habilitar o bip no fone de cabeça. Gancho Sim Sim --- O botão Gancho opera como o gancho do telefone. Gravação de chamada Interna Sim Intercalação Sim Sim --- Hora Sim Mensagem de auxílio Mensagem de saudação Sim Sim Sim Sim Habilitar intercalação e o relé na MesaPC Servidor. Ligar o áudio do gravador no jack DAC / Busca Pessoa e a alimentação do gravador ao relé; acionar o botão Gravação. Habilitar na Mesapc Servidor. Quando ligar para um ramal e este estiver ocupado, acionar o botão Intercalação após ouvir o tom de ocupado. Acionar o botão Hora, para ouvir a hora. (XT-42/72 não tem esta facilidade). Acionar o botão Mensagem de Auxílio para alternar entre tom e mensagem de auxilio. (XT-42/72 não tem esta facilidade). Acionar o botão Mensagem Saudação e escolher a opção (ouve, grava ou remove). (XT-42/72 não tem esta facilidade). 18

19 FUNÇÃO Mesa Cliente Mesa Atendedor Ramal 9 Menu Facilidades: Programação / Facilidades Você pode associar as funções dos botões F1 a F12 (mostrados na parte inferior da tela da Mesa PC). Para configurar os botões desejados, de acordo com as necessidades da telefonista ou usuário comum, vá em: Arquivo / Configura MesaPC / Teclas de Função / Programa. Acionar o botão Modo de Serviço para alternar entre o serviço Modo de serviço --- Sim --- diurno e noturno. Música externa Sim Sim --- Acionar o botão Música para ouvir a música externa. Pêndulo Sim Sim Sim Com uma chamada na espera, aguardando ser atendida, acionar o botão Pêndulo. Ramal ausente Sim --- Sim Acionar o botão Ausente para alternar entre ramal Ausente e Presente. Alterar a senha do cadeado do Ramal. Acionar o botão Ramal Móvel Ramal Móvel Sim Sim Sim Interno digitar o número do seu ramal, a função a ser executada e a interno senha do cadeado. Ramal móvel Após atender a ligação, clique no botão Ramal Móvel Externo para --- Sim --- externo transferir a ligação para o ramal 600. Ocupado / Cx. Acionar o botão Ramal Ocupado para alternar direcionar para caixa Sim --- Sim Postal / Espera postal ou espera. (XT-42/72 não tem esta facilidade). Rechamada Sim Sim --- Acionar o botão Rechamada e escolha (interna, externa ou cancela). Restaura Tela Sim Sim --- Acionar o botão Restaura para atualizar a visualização da tela. Siga-me Sim Acionar o botão Siga-me e escolha a opção (interna ou externa), digite o número do ramal ou do número externo. Tele saldo Sim Sim --- Acionar o botão Tele saldo e disque o telefone do tele saldo. Teste de Troncos --- Sim --- Acionar o botão Teste de Tronco e digite a senha de programação. Tronco Executivo --- Sim --- Acionar o botão Tronco Executivo para ativar ou desativar a facilidade. Transbordo Sim Sim --- Acionar o botão Transbordo e selecionar o nº de toque para transbordo. Transferência Sim Sim --- Existem três maneiras de se transferir uma ligação: Com uma ligação em curso, digite o número do ramal, enter e coloque no gancho. Com uma ligação em curso clicar duas vezes em cima do ramal de destino e depois colocar no gancho. Com uma ligação em curso clicar na tecla TRANSF, digitar o número do ramal, OK e coloque no gancho. Último N º discado Sim Sim --- Acionar o botão Último Número para discar o último número discado pelo ramal. Volume Sim Sim Sim Acionar o botão Volume e regular o volume de transmissão ou recepção. Código de conta --- Sim Sim Permite o cadastro, habilitação e desabilitação dos códigos cadastrados. Ligação Interna. Sim Sim --- No teclado do computador digite o número do ramal e enter. Ligação Externa. Sim Sim --- No teclado do computador digite zero, o número do telefone e enter. 12. PROGRAMAÇÕES ESPECÍFICAS PARA ATENDEDOR 9 SEM O USO DO MESAPC Obs: Não esqueça, se houver troca de 1º dígito, você deve respeitar esta troca ao efetuar as diversas programações. Ex: para usar o comando busca pessoa, devemos digitar 667, mas se a numeração de ramais for 600, 601, 602, significa que houve troca de 1º dígito ( o 2 pelo 6), logo, para usar o serviço busca pessoa digite

20 LEGENDA JJJJ = Senha de programação SSS = Senha do Cadeado do Ramal NNNN = Nova senha AAAA = Ano ou Senha do Modem RRR = Ramal HH = Hora MM = Minuto DD = Dia XX = Mês TT = Tronco CCC = Código de Conta inicial DDD = Código de Conta final Programação Código Observações Entrar no modo de programação * 41 + JJJJ Inicia o modo de programação. Sair do modo de programação * 40 Encerra o modo de programação. Reset Geral * 00 Após digitar o código você tem 30 seg para desligar da rede elétrica e da bateria, se houver, e religar o PABX novamente para validar o reset. Reset Senha do Cadeado * 43 + RRR É necessário entrar no modo de programação. Serviço Diurno * 10 O PABX passa a utilizar as programações do modo diurno. Serviço Noturno * 11 O PABX passa a utilizar as programações do modo noturno. Troca Automática de Serviço * 12 Programe os horários de troca de serviço através do Digistar Integrado, caminho: Programação/Facilidades/Operador/Horário de Serviço Tronco Executivo * 21 Ativa Quando ativo, reserva um tronco de cada feixe, onde é atendedor, para uso exclusivo da * 20 Desativa telefonista. Alterar Senha de Programação * 42 + JJJJ + NNNN É necessário entrar no modo de programação. Alterar Senha de Programação via Modem * 44 + AAAA + NNNN É necessário entrar no modo de programação. Data e Hora do PABX * 7 + HH + MM + AAAA + XX + DD É necessário entrar no modo de programação. Restauração das mensagens pré-gravadas. Teste de Troncos Busca Pessoa pelo Alto- Falante * # * * 90 Testa todos habilitados * 91 + TT desabilita tronco TT * 92 + TT habilita tronco TT * 93 habilita todos os troncos no teste 667 É necessário entrar no modo de programação. (Retorna as mensagens gravadas no PABX para as mensagens default). É necessário entrar no modo de programação. Testa todos os troncos programados no PABX, e habilitados para teste. Exclusiva dos ramais atendedores e é preciso possuir placa de gerenciamento e supervisão Comando externo 665 Exclusiva dos ramais atendedores. 1 * 1 + CCC + DDD = Habilita um range do código de conta. 1 * 2 + CCC + DDD = Desabilita um range do código de Código de Conta conta. 1 * 4 + CCC = Habilita um código de conta. Você pode habilitar os códigos de conta atravéz do ramal, porém desta forma não pode cadastrar o nome do usuário para futuras pesquisas e não verá na mesa quais são os códigos que foram ativados. 1 * 5 + CCC = Desabilita código de conta. 1 * 6 + CCC + SSS + NNN = Alterar a senha do código de conta. É necessário entrar no modo de programação. (antes de habilitar é preciso cadastrar os códigos). Esta operação pode ser feita em qualquer ramal e não precisa entrar em modo de programação. 20

XT 42 XT - 72. Manual de Operações

XT 42 XT - 72. Manual de Operações Manual de Operações XT 42 A Digistar produz equipamentos com tecnologia digital de ponta e de acordo com as especificações técnicas determinadas pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Através

Leia mais

http://sistemas.anatel.gov.br/sgch 200.0509.00-7 REV 090

http://sistemas.anatel.gov.br/sgch 200.0509.00-7 REV 090 Manual de Operações XT 200 v6 XT 88/130 A Digistar produz equipamentos com tecnologia digital de ponta e de acordo com as especificações XT 42/72 técnicas determinadas pela Anatel (Agência Nacional de

Leia mais

1 200.0509.00-7 REV 190

1 200.0509.00-7 REV 190 Manual de Operações XT 200 v6 XT 88/130 XT 42/72 1 200.0509.00-7 REV 190 Sumário 1. Conhecendo a sua central telefônica... 4 Características Técnicas... 5 2. Entendendo o Manual... 8 Abreviaturas... 8

Leia mais

1 200.0512.00-8 REV 061

1 200.0512.00-8 REV 061 Manual de Operações PABX XT-100 PABX XT- 160 1 200.0512.00-8 REV 061 Sumário 1. Conhecendo o seu PABX... 4 1.1. Conteúdo da embalagem... 4 1.2. Características Técnicas XT-100 / XT-160... 5 2. Entendendo

Leia mais

Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1

Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1 Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface do gravador Rec

Leia mais

Manual. Autonomus MANUAL DO INSTALADOR AUTONOMUS

Manual. Autonomus MANUAL DO INSTALADOR AUTONOMUS Manual Autonomus 1. Apresentação: A interface celular Pináculo AUTONOMUS dispõe de uma entrada para a conexão de linha telefônica convencional. Por utilizar um módulo celular GSM, ela dispensa o uso de

Leia mais

Manual de Operações PABX XT-100 PABX XT-160 PABX XT- 320

Manual de Operações PABX XT-100 PABX XT-160 PABX XT- 320 Manual de Operações PABX XT-100 PABX XT-160 PABX XT- 320 Fevereiro 2013, 200.0516.00-3 Rev. 022 Copyright Digistar, São Leopoldo - RS, Brasil. Todos os direitos reservados. A Digistar se reserva o direito

Leia mais

Aplicativo para configuração da interface de celular ITC 4000

Aplicativo para configuração da interface de celular ITC 4000 MANUAL DO USUÁRIO Aplicativo para configuração da interface de celular ITC 4000 Este aplicativo roda em plataforma Windows e comunica-se com a ITC 4000 via conexão USB. Através do ITC 4000 Manager, o usuário

Leia mais

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010.

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Manual do Usuário Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento,

Leia mais

ITCELL SOFTWARE SOFTCELL

ITCELL SOFTWARE SOFTCELL ITCELL SOFTWARE SOFTCELL 2.0 1.Sumário 2.1 Instalação do SoftCell...2 2.2 Instalação do driver de comunicação...7 5.1 Abrindo o Software SoftCell...11 5.2 Acessando a interface...12 5.3 Configuração da

Leia mais

Fevereiro 2013, 200.0514.00-0 Rev. 012 Copyright Digistar, São Leopoldo - RS, Brasil. Todos os direitos reservados. A Digistar se reserva o direito

Fevereiro 2013, 200.0514.00-0 Rev. 012 Copyright Digistar, São Leopoldo - RS, Brasil. Todos os direitos reservados. A Digistar se reserva o direito Manual de Operações XIP-220 PLUS com E1 XIP-220 PLUS Fevereiro 2013, 200.0514.00-0 Rev. 012 Copyright Digistar, São Leopoldo - RS, Brasil. Todos os direitos reservados. A Digistar se reserva o direito

Leia mais

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware)

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware) 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware) 6.0 Instalando o Software Call Rec 7.0 Configuração do Software Call

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware)

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware) 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware) 6.0 Instalando o Software Rec-All mono 7.0 Configuração do Software

Leia mais

PABX 2X8-3X8. Contra transientes nas entradas de linhas (Tronco) e alimentação (AC).

PABX 2X8-3X8. Contra transientes nas entradas de linhas (Tronco) e alimentação (AC). PABX 2X8-3X8 CONHEÇA SUA CENTRAL PABX INNOVARE As Centrais PABX INNOVARE são Centrais Privadas de Comutação Telefônica, que usam tecnologia CPA-E (Controle por Programa Armazenado - Comutação Espacial).

Leia mais

MICRO PABX 4015/6020

MICRO PABX 4015/6020 MICRO PABX 4015/6020 MANUAL DE OPERAÇÃO edição 06 para internet intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, km 210 Área Industrial São José (SC) Brasil - CEP: 88104-800 Fone: 0

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta manual do usuário Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

DISCADORA PHONE CELL

DISCADORA PHONE CELL DISCADORA PHONE CELL - Caro Usuário A interface celular Phone Cell foi desenvolvida com o objetivo de unir segurança e conectividade em um só aparelho. O produto realiza e recebe ligações telefônicas através

Leia mais

Guia do usuário ITC MANAGER

Guia do usuário ITC MANAGER Guia do usuário ITC MANAGER ITC MANAGER Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este aplicativo roda em plataforma Windows e comunica-se com a ITC 4000i/ ITC

Leia mais

Manual de Operações DIGISTAR XE - 10 DIGISTAR XE - 16 DIGISTAR XE - 16 A

Manual de Operações DIGISTAR XE - 10 DIGISTAR XE - 16 DIGISTAR XE - 16 A Manual de Operações DIGISTAR XE - 10 DIGISTAR XE - 16 DIGISTAR XE - 16 A Sumário 1 - Conhecendo a sua Central Telefônica 1.1 - Equipamento - Características Técnicas DIGISTAR XE - 10... 4 DIGISTAR XE -

Leia mais

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link:

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link: YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

Micro PABX Intelbras 2010 4015 6020. Manual de Operação

Micro PABX Intelbras 2010 4015 6020. Manual de Operação Micro PABX Intelbras 2010 4015 6020 Manual de Operação Micro PABX Intelbras 2010 4015 6020 Manual de Operação Versão 1.0 Maio/1998 Linha Direta Com Você 0800482767 Endereço: BR 101 - Km 212 - Área Industrial

Leia mais

Sugestões para este manual

Sugestões para este manual CENTRAL CONECTA TABELA DE PROGRAMAÇÕES edição 01 para internet intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, km 210 Área Industrial São José (SC) Brasil - CEP: 88104-800 Fone: 0

Leia mais

Software de comunicação MC-SOFT V 2.0

Software de comunicação MC-SOFT V 2.0 Software de comunicação MC-SOFT V 2.0 GUIA DO USUÁRIO 1. Apresentação O Pináculo MC-Soft é um software para configuração da MC-1T e MC1R. Esse software roda em plataforma Windows e comunica-se com o equipamento

Leia mais

YEALINK SIP-T22P. Função de Teclas SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP. Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail;

YEALINK SIP-T22P. Função de Teclas SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP. Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client?

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Assim que abrir o DVR Client, no canto superior direito há um grupo de opções denominado Login, preencha de acordo

Leia mais

Caro Cliente, IMPORTANTE. - Este PABX não poderá ser instalado como subsistema de outro PABX ou Centrex.

Caro Cliente, IMPORTANTE. - Este PABX não poderá ser instalado como subsistema de outro PABX ou Centrex. Caro Cliente, Algumas facilidades deste PABX não estarão disponíveis para alteração de sua programação, ou seja, devem ser utilizadas da forma que sai de fábrica. São elas: - Tabela de Prefixos - nesta

Leia mais

Serviço Corporativo de Telefonia IP

Serviço Corporativo de Telefonia IP Universidade Federal de Santa Catarina Pró-Reitoria de Planejamento Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação Departamento de Tecnologia da Informação e Redes Serviço

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Central PABX 208. www.multitoc.com.br. Obs.: Este equipamento não é compatível com linhas digitais.

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Central PABX 208. www.multitoc.com.br. Obs.: Este equipamento não é compatível com linhas digitais. MANUAL DE INSTRUÇÕES Central PABX 208 Obs.: Este equipamento não é compatível com linhas digitais. www.multitoc.com.br ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...4 2. INSTALAÇÃO DA CENTRAL PABX 208...4 2.1 - Escolha do

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital DEZEMBRO / 2010 NEXTCALL GRAVADOR TELEFÔNICO DIGITAL Obrigado por adquirir o NextCall. Este produto foi desenvolvido com o que há de mais atual em

Leia mais

ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO

ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO ÍNDICE ASSUNTO PÁG. 1. APRESENTAÇÃO 2 2. INSTALAÇÃO DA CENTRAL PABX 2008 2 2.1 - Escolha do lugar ideal para instalação e fixação 2 2.2 Como ligar os fios de cada ramal até a central 2 2.3 - Como ligar

Leia mais

MANUAL CENTRAL PABX 208

MANUAL CENTRAL PABX 208 MANUAL CENTRAL PABX 208 www.multitoc.com.br ÍNDICE ASSUNTO PÁG. 1. APRESENTAÇÃO 2 2. INSTALAÇÃO DA CENTRAL PABX 208 2 2.1 - Escolha do lugar ideal para instalação e fixação 2 2.2 Como ligar os fios de

Leia mais

CENTRAL PABX 141 Digital

CENTRAL PABX 141 Digital CENTRAL PABX 141 Digital Guia do Usuário Versão para internet 0.1/04 intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, Km 210 - Área Industrial São José - Santa Catarina - Brasil - CEP:

Leia mais

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010.

Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Manual de Configuração Este documento consiste em 48 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Janeiro de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução

Leia mais

Índice. Mamut Gravador Telefônico Digital MGC Manual de Instalação Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0

Índice. Mamut Gravador Telefônico Digital MGC Manual de Instalação Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0 Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0 Índice 1- Preparação da CPU para o funcionamento do Gravador Digital Mamut 1.1 - Preparação da CPU 1.2 - Instalação do Firebird 2 - Instalação

Leia mais

Manual de Operações. XE 10B v2 XE 11 XE 16B v2

Manual de Operações. XE 10B v2 XE 11 XE 16B v2 Manual de Operações XE 10B v2 XE 11 XE 16B v2 1 Sumário 1. Conhecendo a sua central telefônica... 3 1.1 Características Técnicas... 4 1.2 Terminologia usada neste manual... 6 2. Numeração dos ramais...

Leia mais

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4 P18640 - Rev. 0 Índice Características... 3 Identificando a placa... 3 Esquema de ligação... 3 Parâmetros programados no painel de alarme... 4 Instalação do software programador... 4 Instalação do cabo

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft Manual de Instalação e Configuração MG-Soft V 1.5 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Sumário APRESENTAÇÃO... 3 1. INSTALANDO O MG-SOFT SERVER... 3 1.1. CRIANDO / ATUALIZANDO BANCO DE DADOS... 6 2. CONFIGURANDO

Leia mais

MICRO PABX 4015/6020

MICRO PABX 4015/6020 MICRO PABX 4015/6020 MANUAL DE PROGRAMAÇÃO edição 06 para internet intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, km 210 Área Industrial São José (SC) Brasil - CEP: 88104-800 Fone:

Leia mais

Manual de utilização Prodígio Configuração MC-E1

Manual de utilização Prodígio Configuração MC-E1 Manual de utilização Prodígio Configuração MC-E1 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Conteúdo 1. APRESENTAÇÃO... 3 2.INSTALAR O PRODÍGIO... 3 3. CONFIGURAR REDE... 3 3.1 Rede... 3 3.2 Serviço... 5 4.CONFIGURAR

Leia mais

200.0510.00-5 REV 190

200.0510.00-5 REV 190 Manual de Operações XT 44 IP (XIP-100) XT 74 IP (XIP-130) XIP 240 XIP 270 Este produto está homologado pela ANATEL, de acordo com os procedimentos regulamentados pela Resolução 242/2000, e atende aos requisitos

Leia mais

MANUAL. Objetivo: Descrever o procedimento de instalação e uso do equipamento e software.

MANUAL. Objetivo: Descrever o procedimento de instalação e uso do equipamento e software. MANUAL Objetivo: Descrever o procedimento de instalação e uso do equipamento e software. Público alvo: Instaladores, prestadores de serviços, técnicos de manutenção, TI e supervisores. Revisão D 09/02/2011

Leia mais

MANUAL. PABX 208i 1. APRESENTAÇÃO. 2. INSTALAÇÃO DO PABX 208i

MANUAL. PABX 208i 1. APRESENTAÇÃO. 2. INSTALAÇÃO DO PABX 208i MANUAL 1. APRESENTAÇÃO O PABX 208i é uma micro central telefônica para 2 linhas e oito ramais. Possui várias programações e facilidades para tornar mais eficiente a comunicação de seu escritório ou residência.

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

MANUAL PABX FLEX 4 BATIK PROGRAMAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL PABX FLEX 4 BATIK PROGRAMAÇÃO E OPERAÇÃO MANUAL PABX FLEX 4 BATIK PROGRAMAÇÃO E OPERAÇÃO FACILIDADES E SERVIÇOS MODO PROGRAMAÇÃO O Modo Programação é o modo de funcionamento do PABX FLEX 4 Batik que permite a execução de comandos de programação

Leia mais

Caro Cliente, IMPORTANTE. - Este PABX não poderá ser instalado como subsistema de outro PABX ou Centrex.

Caro Cliente, IMPORTANTE. - Este PABX não poderá ser instalado como subsistema de outro PABX ou Centrex. Caro Cliente, Algumas facilidades deste PABX não estarão disponíveis para alteração de sua programação, ou seja, devem ser utilizadas da forma que sai de fábrica. São elas: - Tabela de Prefixos - nesta

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

MANUAL SENHA DIGITAL SUMÁRIO:

MANUAL SENHA DIGITAL SUMÁRIO: SUMÁRIO: APRESENTAÇÃO... 02 1- RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES... 02 2- DESEMBALANDO O CONTROLE DE ACESSO... 02 3- ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 02 4- COMO INSTALAR... 03 5- EXEMPLO DE POSICIONAMENTO DO CONTROLE

Leia mais

3UHFLVDPRVGDVXDRSLQLmRQRQRVVRFRQVWDQWHWUDEDOKRGHDGDSWDomRGHVWHPDQXDO. RPDQXDOGRXVXiULR$ILQDOFRQTXLVWDUDVXDVDWLVIDomRpRQRVVRREMHWLYR

3UHFLVDPRVGDVXDRSLQLmRQRQRVVRFRQVWDQWHWUDEDOKRGHDGDSWDomRGHVWHPDQXDO. RPDQXDOGRXVXiULR$ILQDOFRQTXLVWDUDVXDVDWLVIDomRpRQRVVRREMHWLYR &DUR8VXiULR $&HQWUDO IRL GHVHQYROYLGD SDUD DWHQGHU D VHLV OLQKDV H YLQWH UDPDLV FRQILJXUDQGR DVVLP D VXD FDSDFLGDGH Pi[LPD (VWD FHQWUDO WrP XP JUDQGH Q~PHUR GH IDFLOLGDGHV GHVWLQDGDV D YiULRV DSOLFDWLYRV

Leia mais

1. Conhecendo o Pligg

1. Conhecendo o Pligg MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Conhecendo o Pligg....................................................... 1 2. Como instalar o Pligg...................................................... 2 3. Como ativar

Leia mais

2.3.16. Reset do equipamento

2.3.16. Reset do equipamento 1. Instalação MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO SIVOX R100-plus SIVOX R200-plus 1.1. Fixação do equipamento 1.2. Conexão à rede elétrica ÍNDICE 1.3. Conexão ao PABX ou à linha telefônica 1.4. Testando

Leia mais

DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT

DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT Sua central de alarme SL AX4 - MT, é microcontrolada, com quatro setores independentes, com fios ou sem fios (dependendo dos opcionais instalados), com opções monitoráveis

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MICRO PABX RIVIERA

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MICRO PABX RIVIERA MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MICRO PABX RIVIERA CENTRAL DE PABX RIVIERA Parabéns, você acaba de adquirir um produto THEVEAR de altíssima qualidade e tecnologia avançada. Este equipamento tem um ano

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

Manual de instrução em português

Manual de instrução em português Manual de instrução em português B.I. Tecnologia. Índice Introdução 1 Componentes 1 Painel frontal 1 Painel traseiro 2 Adaptador USB para o cartão 3 Primeiro passos 3 Colocando o cartão de memória micro

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 09 de novembro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Manual do usuário. ITC 4100 Tools

Manual do usuário. ITC 4100 Tools Manual do usuário ITC 4100 Tools ITC 4100 Tools Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este aplicativo deve ser utilizado em plataforma Windows e comunica-se

Leia mais

MICRO PABX 10040/16064

MICRO PABX 10040/16064 MICRO PABX 10040/16064 MANUAL DE PROGRAMAÇÃO edição 04 para internet intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, km 210 Área Industrial São José (SC) Brasil - CEP: 88104-800 Fone:

Leia mais

Devido aos contínuos aperfeiçoamentos dos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir, estão sujeitas a alterações sem prévio aviso.

Devido aos contínuos aperfeiçoamentos dos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir, estão sujeitas a alterações sem prévio aviso. Devido aos contínuos aperfeiçoamentos dos produtos e serviços, as especificações descritas a seguir, estão sujeitas a alterações sem prévio aviso. MTS Telecom 082M05R0 09/05/2008 MANUAL DE INSTALAÇÃO CGW-L

Leia mais

Conheça o seu telefone

Conheça o seu telefone Conheça o seu telefone O nome MOTOROLA e sua logomarca estilizada M estão registrados no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA. Motorola, Inc. 2008 Algumas funções do telefone celular dependem da capacidade

Leia mais

Capítulo 1 - Apresentação 1

Capítulo 1 - Apresentação 1 Índice Capítulo 1 - Apresentação 1 Capítulo 2 - Instalação 2.1 Cuidados na instalação 1 2.2 Procedimentos de segurança 1 2.3 Identificador de chamadas 1 2.4 Estrutura das conexões 1 2.5 Procedimentos de

Leia mais

Corp 16000. Versão deste manual: 0.1/06

Corp 16000. Versão deste manual: 0.1/06 Corp 16000 Versão deste manual: 0.1/06 Caro Usuário A Central Corp 16000 foi desenvolvida, para atender a dezesseis linhas e sessenta e quatro ramais, configurando assim a sua capacidade máxima. Esta central

Leia mais

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 0 P27070 - Rev

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 0 P27070 - Rev P27070 - Rev. 0 1. RESTRIÇÕES DE FUNCIONAMENTO RECEPTOR IP ÍNDICE 1. Restrições de Funcionamento... 03 2. Receptor IP... 03 3. Inicialização do Software... 03 4. Aba Eventos... 04 4.1. Botão Contas...

Leia mais

Manual de Instalação START PREMIUM V 3.2.14

Manual de Instalação START PREMIUM V 3.2.14 Manual de Instalação START PREMIUM V 3.2.14 1/48 Este documento possui 46 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2013. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas.

Leia mais

Instalação do VOL Backup para Desktops

Instalação do VOL Backup para Desktops Este é o guia de instalação e configuração da ferramenta VOL Backup para desktops. Deve ser seguido caso você queira instalar ou reinstalar o VOL Backup em sistemas Windows 2000, XP, Vista ou 7, 32 ou

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

CENTRAL DE ALARME ASD-600 SINAL E VOZ

CENTRAL DE ALARME ASD-600 SINAL E VOZ CENTRAL DE ALARME ASD-6 SINAL E VOZ Parabéns, Você acaba de adquirir uma central de alarme modelo ASD-6 produzida no Brasil com a mais alta tecnologia de fabricação. 1- PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica

Leia mais

DICAS TÉCNICAS. Procedimentos S.A.T. - Serviço de Atendimento Técnico

DICAS TÉCNICAS. Procedimentos S.A.T. - Serviço de Atendimento Técnico SUMÁRIO Dicas Técnicas... 02 1. Problemas com Impressoras... 03 1.1. A impressora não está imprimindo nada.... 03 1.2. A impressora não está imprimindo em DOS... 03 1.3. A impressora não esta imprimindo

Leia mais

www.leucotron.com.br Assistência Técnica em todo o Brasil.

www.leucotron.com.br Assistência Técnica em todo o Brasil. Assistência Técnica em todo o Brasil. Rua Jorge Dionísio Barbosa, 312 - CEP 37540.000 Santa Rita do Sapucaí-MG FONE: (35) 3471.9500 - FAX: (35) 3471.9550 08000 35 8000 sac@leucotron.com.br www.leucotron.com.br

Leia mais

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados.

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados. Bem Vindo GDS TOUCH Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touchscreen de controle residencial, com design totalmente 3D, interativo

Leia mais

1 200.0511.00-1 REV 010

1 200.0511.00-1 REV 010 Manual de Operações Gateway XT-130 E1 FXO 1 200.0511.00-1 REV 010 Sumário 1. Conhecendo o seu Gateway... Características Técnicas... 2. Utilizando a MesaPC... Arquivo... Visualiza... Bilhetagem... Restaura

Leia mais

1- Requisitos mínimos. 2- Instalando o Acesso Full. 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez

1- Requisitos mínimos. 2- Instalando o Acesso Full. 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez Manual Conteúdo 1- Requisitos mínimos... 2 2- Instalando o Acesso Full... 2 3- Iniciando o Acesso Full pela primeira vez... 2 4- Conhecendo a barra de navegação padrão do Acesso Full... 3 5- Cadastrando

Leia mais

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. LOGIN... 3 3. Cadastro... 3 3.1. Máquinas... 4 3.2. Tipo Telefone... 5 3.3. Feriados... 6 3.4. Campanhas... 7 3.5. Usuários... 16

Leia mais

Ao terminar o preenchimento clique no botão Avançar.

Ao terminar o preenchimento clique no botão Avançar. guiaskype O Skype é o melhor programa para conversas de voz e vídeo da atualidade. Com ele você realiza conversas de voz em tempo real com uma ou mais pessoas ao mesmo tempo. Além disso o Skype não é um

Leia mais

3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE

3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE 3.16 MANUAL DE INSTALAÇÃO E SUPORTE PASSWORD INTERATIVA SISTEMAS LTDA. - www.pwi.com.br - pwi@pwi.com.br R. Prof. Carlos Reis, 39 - São Paulo SP 05424-020 Tel: - 2127-7676 - Fax: 11-3097-0042 1 Índice

Leia mais

Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006

Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006 Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA DE MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006 Empresas Especiais Suporte 2.01. Cadastro das empresas 2.02. Relação das empresas 2.03. Controle das emissões 2.04. Exclusão

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

141 DIGITAL. Versão deste manual: 0.1/05 Compatível com a versão 3.0 da central (e possíveis revisões superiores)

141 DIGITAL. Versão deste manual: 0.1/05 Compatível com a versão 3.0 da central (e possíveis revisões superiores) 141 DIGITAL Versão deste manual: 0.1/05 Compatível com a versão 3.0 da central (e possíveis revisões superiores) Caro Usuário Você acaba de adquirir uma Central Intelbras 141 Digital, este produto foi

Leia mais

MX5000 Controlador de Usina de Concreto

MX5000 Controlador de Usina de Concreto 3/10/201217 MX5000 Controlador de Usina de Concreto 2 Índice 1. Apresentação... 3 2. Instalação do Software... 3 3. Ligando o equipamento... 5 3.1. Tela principal... 6 3.2. Iniciar Processo... 7 3.3. Aumentando

Leia mais

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0 Conteúdo do Manual. Introdução. Capítulo Requisitos. Capítulo Instalação 4. Capítulo Configuração 5. Capítulo 4 Cadastro de Devolução 6. Capítulo 5 Relatório 7. Capítulo 6 Backup 8. Capítulo 7 Atualização

Leia mais

Manual do Usuário - Telefone e Facilidades. www.integrati.com.br

Manual do Usuário - Telefone e Facilidades. www.integrati.com.br Manual do Usuário - Telefone e Facilidades www.integrati.com.br Introdução Esta apresentação foi elaborada para auxiliá-lo na utilização do novo sistema de telefonia Alcatel-Lucent. A seguir apresentaremos

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO S501 CONNECT Versão 1.0.1 / Revisão 1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO CONTEMP IND. COM. E SERVIÇOS LTDA. Al. Araguaia, 204 - CEP 09560-580 S. Caetano do Sul - SP - Brasil Fone:

Leia mais

TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 -

TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 - TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 - Índice Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 2 - ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO... 3 1.1 ACESSÓRIOS

Leia mais

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP Guia de instalação do software HP LaserJet Enterprise M4555 MFP Series Guia de instalação do software Direitos autorais e licença 2011 Copyright Hewlett-Packard Development

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO

PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DUALINE Bem-vindo! Obrigado por adquirir o GRAVADOR DE CHAMADAS mono canal. Antes de instalar e acionar o equipamento, leia atentamente as instruções deste manual. Acessórios

Leia mais

GRAVADOR TELEFÔNICO DIGITAL - TELMON (Telephone Monitor System)

GRAVADOR TELEFÔNICO DIGITAL - TELMON (Telephone Monitor System) GRAVADOR TELEFÔNICO DIGITAL - TELMON (Telephone Monitor System) 1. Introdução A interface para gravação do TELMON permite que você grave todas as conversas de seu telefone no computador, de forma que as

Leia mais

Manual do Usuário. TVA Digital

Manual do Usuário. TVA Digital Manual do Usuário TVA Digital AF_Manual_TV_SD_8.indd 1 AF_Manual_TV_SD_8.indd 2 Parabéns por escolher a TVA Digital! Além de optar por uma excelente programação, você terá uma série de recursos e interatividade.

Leia mais

Manual de instalação Priority 3.0 INTELBRÁS IMPACTA

Manual de instalação Priority 3.0 INTELBRÁS IMPACTA Manual de instalação Priority 3.0 INTELBRÁS IMPACTA 2014 Innova Soluções Tecnológicas Este documento contém 58 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2014. Impresso

Leia mais

Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All Multicanais

Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All Multicanais Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All Multicanais 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface do gravador

Leia mais

Guia do Usuário. Embratel IP VPBX

Guia do Usuário. Embratel IP VPBX Índice Guia do Usuário EMBRATEL IP VPBX 3 Tipos de Ramais 4 Analógicos 4 IP 4 FACILIDADES DO SERVIÇO 5 Chamadas 5 Mensagens 5 Bloqueio de chamadas 5 Correio de Voz 5 Transferência 6 Consulta e Pêndulo

Leia mais

Fale.com. Manual do Usuário

Fale.com. Manual do Usuário Fale.com Manual do Usuário Serviço Fale.com Índice 1. Introdução 3 2. Instalando o Fale.com 3 a. Configurando o áudio para atendimento pela Internet 9 3. Configurando o Fale.com 14 4. Utilizando o Fale.com

Leia mais

Instalação: permite baixar o pacote de instalação do agente de coleta do sistema.

Instalação: permite baixar o pacote de instalação do agente de coleta do sistema. O que é o projeto O PROINFODATA - programa de coleta de dados do projeto ProInfo/MEC de inclusão digital nas escolas públicas brasileiras tem como objetivo acompanhar o estado de funcionamento dos laboratórios

Leia mais

Seu manual do usuário MULTITOC PABX OFFICE 308 http://pt.yourpdfguides.com/dref/568699

Seu manual do usuário MULTITOC PABX OFFICE 308 http://pt.yourpdfguides.com/dref/568699 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para MULTITOC PABX OFFICE 308. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft Manual de Instalação e Configuração MG-Soft V 1.5.3 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Sumário Apresentação... 3 1. Instalando o MG-Soft Server... 3 1.1. Liberar as portas do Firewall... 3 1.2. Autorun...

Leia mais