Objetivo Geral: Levar o aluno a se apropriar das características sócio-discursivas do gênero anúncio publicitário social.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Objetivo Geral: Levar o aluno a se apropriar das características sócio-discursivas do gênero anúncio publicitário social."

Transcrição

1 IDENTIFICAÇÃO Área: Língua Portuguesa. Professora PDE: Marli Gorla. Professora Orientadora: Lílian Cristina Buzato Riter. Material Didático Seqüência Didática. Plano de Aula = Módulo I = Leitura e Análise Lingüística. Série: 6ª. série. Conteúdo: * A linguagem não-verbal no gênero propaganda social. A identificação dos recursos verbais, dos aspectos tipográficos, marcas e logotipos nos textos publicitários sociais. A observação das características estruturais do anúncio publicitário social. A identificação de estratégias de persuasão nos textos publicitários sociais. A identificação do público-alvo. Número de aulas: 08 horas aula. Objetivo Geral: Levar o aluno a se apropriar das características sócio-discursivas do gênero anúncio publicitário social. Objetivos Específicos: Desenvolver no educando a capacidade de leitura crítica do gênero propaganda social impressa. Identificar e apropriar-se de elementos composicionais que compõem a propaganda social impressa. Conhecer o propósito comunicativo do gênero propaganda social impressa. Explorar o uso no texto da linguagem não-verbal. Reconhecer o uso do imperativo no texto publicitário e o efeito de sentido provocado pelo seu emprego. Procedimentos Gerais De Ensino: O professor apresentará aos alunos um texto ( propaganda social impressa), em seu respectivo suporte, com o objetivo de expor as condições de produção e circulação desse gênero discursivo, seu objetivo comunicativo e as temáticas mais comuns. Este texto será lido e analisado coletivamente, em uma transparência, enfocando mais o texto não-verbal. Será realizada também, uma leitura oral com os alunos, para que possam discutir e entender as características composicionais verbais e não-verbais da propaganda social impressa (informações de utilidade pública, tamanho da letra, disposição do texto, recursos gráficos, recursos lingüísticos, associação de idéias e de imagens de forma a expressar uma emoção no leitor e levá-lo a refletir sobre o que o texto publicitário se propõe a conscientizar). Os alunos serão divididos em grupos (04 alunos), para que analisem, em sala, a leitura de propagandas sociais impressas (distintas), observando nos

2 textos oferecidos pelo professor, as características composicionais e os recursos utilizados para persuadir o leitor. Texto 01. Fonte: Época, Globo, São Paulo. Ed. 493, nº.493, p.30,31, 29 out Aulas 01 e 02 Texto 01. Neste primeiro grupo de atividades, as questões abaixo serão trabalhadas

3 a) b) c) d) e) f) g) h) i) oralmente em sala, levando os alunos a observar com atenção no texto sugerido os seguintes aspectos: O que você está vendo? O que essa imagem pode significar neste texto? Qual é a relação dessa imagem com o texto verbal? Quem escreve (em geral) esse gênero? Onde? Quando? Como? Com que propósito? Qual é o objetivo de uma propaganda? Com base em que informações? Como o autor obtém as informações para produzir esse texto? Ao final da discussão oral, será proposto aos alunos atividades escritas: Responda em seu caderno: 1- Com muita atenção e analisando o texto 01, responda em seu caderno as questões abaixo: a) Por que a parceria entre as Havaianas Ipê e o Instituto Ipê rende frutos, folhas, flores e sementes? b) Você acha que no início do século passado, esse tipo de propaganda existia em nossa sociedade? Por quê? c) Qual é o público-alvo desse anúncio? d) Considerando que esse texto é um anúncio publicitário social, ele consegue atingir seu objetivo comunicativo? Justifique. e) No texto não há uma frase, ou uma chamada publicitária, do tipo Compre as Havaianas Ipê. Mas o leitor é convocado ou cria-se no leitor o desejo de comprar/adquirir esse produto.explique. f) Qual palavra dentro do texto faz uma referência direta ao leitor? g) Qual é a imagem que o autor deste texto tem em relação ao leitor?justifique. h) Tente descobrir o significado das palavras abaixo, recorrendo ao texto. Se não conseguir, consulte o dicionário. a) biodiversidade: b) socioambientais: c) idoneidade: Obs.: Ao final desta aula, será entregue aos alunos uma definição completa, mas simples, do gênero propaganda social. Texto 02.

4 Fonte: Anúncio da Alerta Magic Image. In: Revista Expedição Eco Turismo Especial. São Paulo, Escala (2, ano I ), Aula 03 Texto 02. Procedimentos Gerais De Ensino: O professor apresentará aos alunos um texto ( propaganda social impressa), em seu respectivo suporte, com o objetivo de expor as condições de produção e circulação desse gênero discursivo, seu

5 objetivo comunicativo e as temáticas mais comuns. Este texto será lido, analisado coletivamente, em uma transparência, relacionando o não-verbal e sua relação com o texto verbal. As atividades abaixo serão trabalhadas oralmente: a) Quem escreve (em geral) esse gênero? b) Com que propósito? c) Onde? Quando? Como? d) Com base em que informações? e) Como o autor obtém as informações para produzir esse texto? Em seguida, explicar sobre a estrutura composicional do anúncio publicitário e exemplificar com as partes deste texto (entregar um xérox para ser colado no caderno). Com muita atenção, responda em seu caderno as questões abaixo: 01) Comparando o texto 01 com o texto 02, em qual deles, você enquanto leitor se identificou mais? Por quê? 02) A frase Os oceanos pedem água causa algum estranhamento ao leitor? por quê? 03) Então, qual atitude do ser humano que essa propaganda social quer mudar? 04) O emissor do texto 02, utilizando-se da linguagem verbal e não-verbal, tenta convencer o interlocutor da necessidade de se preservar o meio ambiente. a) A imagem nesse texto publicitário chama, de imediato, a atenção do leitor? b) Que efeito a imagem nesse texto publicitário pretende causar no interlocutor? c) Que associação pode ser feita entre a imagem e o assunto do texto em questão? d) É possível determinar, a partir do contexto, quem ou o que é responsável por esta situação? e) De que maneira o descaso com a natureza afetaria o ser humano? Texto 03.

6 Fonte: Super Interessante, Abril, São Paulo, ed. 239, p. 35, maio 2007.

7 Aulas 04 e 05 Texto 03. Procedimentos Gerais De Ensino: O professor apresentará aos alunos um texto ( propaganda social impressa), em seu respectivo suporte, com o objetivo de expor as condições de produção e circulação desse gênero discursivo, seu objetivo comunicativo e as temáticas mais comuns. Este texto será lido, analisado coletivamente, em uma transparência, enfocando o não-verbal e sua relação com o texto verbal. Levantar oralmente as características composicionais do texto. Os alunos se reunirão em grupos ( 04 alunos ) para realizar atividades escritas abaixo: 01) O texto publicitário apresenta uma estrutura padrão. Leia os itens abaixo e localize-os no texto: slogan logotipo slogan do logotipo texto verbal ilustração02) A linguagem permite expressar idéias contrárias, absurdas em frases comuns, exagerar, ironizar, jogar com os significados de uma mesma palavra. Quais os diferentes significados dados à palavra papel no texto? 03) Observando o texto, você percebe o uso da expressão a gente na Chamada deste anúncio. a) Que palavra poderia substituir essa expressão? b) Com que intenção teria sido utilizada a linguagem informal nesse Anúncio? 04) Os verbos utilizados nas frases: Conheça a Aracruz. Visite o nosso site a) Estão se dirigindo a quem? b) Preste atenção nos verbos destacados e reescreva essas duas frases, sem essa forma como os verbos foram conjugados, mas você deve manter o mesmo sentido. c) Qual forma causa maior impacto para o leitor? d) Qual delas está mais adequada para um texto publicitário? 05) Volte aos textos 1 e 2. Escolha/Selecione um trecho dos textos verbais e

8 reescreva-o, utilizando o modo imperativo, de maneira que fique adequado ao objetivo de um anúncio publicitário. 06) Os verbos destacados nas frases: Conheça a Aracruz. Visite o nosso Site estão no Modo Imperativo. VOCÊ SABIA? Imperativo é o modo que expressa ordem, pedido, súplica, recomendação,convite... O imperativo pode ser afirmativo ou negativo.

9 Fonte: Tecendo textos:ensino de língua portuguesa através de projetos. Tânia A. Oliveira, R. Bertolin, A.S.Silva, ilustração Jinnie Ann Pak, 2ª. ed. São Paulo:IBEP, 2002( Coleção novo tempo). O imperativo e a propaganda O modo imperativo costuma ser muito empregado nas mensagens publicitárias por ser adequado para expressar apelos, conselhos e ordens, uma vez que o objetivo é influenciar o público a quem o anúncio se dirige. Atividades: 01)A mensagem apresenta algumas ações a serem realizadas pelo leitor. a) Que modo verbal é empregado na construção das frases? b) Por que a escolha desse modo verbal é significativa para a elaboração da mensagem publicitária? c)escreva três ações do anúncio que você já tenha praticado. d) Escreva duas ações do anúncio que você ainda não tenha praticado e queira estabelecer como metas para o próximo ano. 02) Reescreva as frases, substituindo cada * pelos verbos, entre parênteses no imperativo afirmativo ou negativo, conforme o caso. Utilize a forma verbal correspondente ao pronome você. a) b) c) d) * sacola plástica à praia para recolher o lixo. ( levar ). * a manter a praia limpa. ( ajudar). * lixo em qualquer lugar. ( jogar). * os banhistas! (perturbar). 03) As frases abaixo estão no imperativo negativo. Mantendo a mesma pessoa verbal, passe-as para o imperativo afirmativo. a) b) c) d) Por favor, não se aproximem. Por gentileza, não abra a porta. Não aceitamos reclamações. Não saia daí.

10 Textos 04 e 05.

11 Aulas 07 e 08 Textos 04 e 05. Procedimentos Gerais De Ensino. * O professor apresentará aos alunos dois textos e os levará a refletir sobre o suporte, que se apresenta, diferente dos outros anúncios publicitários sociais analisados nas aulas anteriores. * O professor analisará coletivamente estes textos, enfocando os locutores, ou seja, quem produz estes textos. * Serão propostas algumas questões para serem respondidas oralmente: a) O efeito dessa propaganda, das campanhas de conscientização, cria uma imagem positiva para o governo? b) A quem os textos foram dirigidos? c) Por quê esse gênero é produzido? d) Que influência um leitor pode sofrer devido à leitura desse gênero? e) Qual a finalidade destes textos? f) Quais outras medidas o governo deve adotar, além de distribuir panfletos, para alcançar seu objetivo? * Após a discussão oral com os alunos, serão propostas algumas questões escritas:

12 01) Sabe-se que o anúncio não comercial está destinado a difundir uma idéia ou valor a serviço de uma comunidade ou instituição. a) Os textos anunciam um serviço social e não um produto. Pode-se afirmar que o anúncio é desinteressado? Explique. b) Se faz apelo aos sentimentos do leitor? c) Que resposta se espera obter do leitor? Avaliação: Os alunos serão avaliados em todas as etapas das atividades propostas: leitura, produção e divulgação do trabalho. O professor observará o comportamento, o interesse, a participação e, principalmente o envolvimento dos educandos durante todo o processo de produção das atividades propostas.

13 Referências: BAKHTIN, Mikhail. Gêneros do discurso In: Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, BAKHTIN, Mikhail/(Volochínov,V.N.). Marxismo e Filosofia da Linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Editora Huciatec, LOPES-ROSSI, Maria Aparecida Garcia. Gêneros Discursivos no Ensino de Leitura e produção de textos. In: KARWOSKI, Acir Mário; GAYDECZKA, Beatriz; Brito, Karin Siebeneicher. Gêneros textuais: reflexões e ensino. União da Vitória: KAYGANGUE, 2005, p MORAES, V. A propaganda no ensino médio: da leitura crítica à produção de peças publicitárias. IN: LOPES-ROSSI, Maria Aparecida Garcia Lopes-Rossi. Gêneros discursivos no ensino de leitura e produção de textos. Taubaté SP: Cabral Editora e Livraria Universitária. 2002, p PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Rede Pública de Educação Básica do Estado do Paraná: Língua Portuguesa. Curitiba: SEED, SCHNEWLY, Bernard e DOLZ, Joaquim (orgs.). Gêneros Orais e Escritos na Escola. São Paulo, Mercado de Letras, 2004.

14 TAKAZAKI, Heloíse Harue. Linguagem no Século XXI: língua portuguesa, 6ª.série. 1ªed. São Paulo: IBEP, Planos de Aula Módulo II - Produção Escrita De Uma Propaganda Social. Série: 6ª. série. Conteúdo: O papel dos interlocutores, do suporte textual e a finalidade do anúncio, em sala de aula. Número de aulas: 06 horas aula. Objetivo Geral: Criar e produzir uma propaganda social. Objetivos Específicos: Desenvolver a criatividade, utilizando recursos próprios da linguagem publicitária.

15 Desenvolver a competência comunicativa nos educandos pela apropriação das características típicas do gênero publicitário. Associar as características e estratégias do gênero propaganda ao seu possível interlocutor. Procedimentos Gerais De Ensino: A produção escrita se desenvolverá da seguinte forma: * Os alunos serão organizados em grupos de 04 alunos para favorecer a interação, a troca de informações e a divisão de tarefas. * Os grupos decidirão sobre o tema social atual a ser abordado, desde que faça parte do entorno social deles. * Os grupos realizarão um esboço da propaganda social impressa, primeira versão do texto, contendo: as imagens, título principal ( ou chamada ), os textos de apoio, o slogan, as eventuais saliências gráficas ( negrito, grifo, caracteres coloridos), logotipo, slogan do logotipo e a identificação do público-alvo. * Os grupos realizarão as devidas alterações e correções, revisão colaborativa do texto, contando com a mediação do professor, estando sempre atentos para que os textos produzidos sejam apelativos, apresentem uma linguagem concisa, frases curtas, breves e convincentes, conquistem os leitores e criem uma ligação entre o texto e o tema social. * Produção da versão final da propaganda social impressa, em cartolina. Avaliação: Os alunos serão avaliados em todas as etapas das atividades propostas: leitura, produção e divulgação do trabalho. O professor observará o comportamento, o interesse, a participação e, principalmente o envolvimento dos educandos durante todo o processo de produção das atividades propostas.

16 Referências: BAKHTIN, Mikhail. Gêneros do discurso In: Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, BAKHTIN, Mikhail/(Volochínov, V.N.). Marxismo e Filosofia da Linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Editora Huciatec, LOPES-ROSSI, Maria Aparecida Garcia. Gêneros Discursivos no Ensino de leitura e produção de textos. In: KARWOSKI, Acir Mário: GAYDECZKA, Beatriz; Brito, Karin Siebeneicher. Gêneros textuais: reflexões e ensino. União da Vitória: Kaygangue, 2005, p MORAES, V.A propaganda no ensino médio: da leitura crítica à produção de peças publicitárias, IN: LOPES-ROSSI, Maria Aparecida Garcia Lopes-Rossi. Gêneros discursivos no ensino de leitura e produção de textos.taubaté SP: Cabral Editora e Livraria Universitária. 2002, p

17 PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Rede Pública de Educação Básica do Estado do Paraná: Língua Portuguesa. Curitiba: SEED, SCHNEWLY, Bernard e DOLZ, Joaquim (orgs.). Gêneros orais e escritos na Escola. São Paulo, Mercado das Letras, TAKAZAKI, Heloíse Harue. Linguagens no Século XXI: língua portuguesa, 6ª.série. 1ª. ed. São Paulo: IBEP, Plano de Aulas Módulo III Divulgação ao Público. Série: 6ª. série. Conteúdo: Divulgação ao público das propagandas sociais impressas produzidas. Número de aulas: 02 horas aula. Objetivo Geral: Tornar público os textos produzidos. Objetivo Específico: Apresentar a produção a toda a comunidade escolar. Procedimentos Gerais De Ensino: Por se tratar de propaganda social, a circulação dos textos produzidos pelos grupos deverá se dar em local onde a comunidade escolar possa visualizar estes trabalhos, estando todos identificados com os nomes dos alunos participantes e série.

18 Este tipo de atividade realizada, revela aos alunos a funcionalidade do ensino de Língua Portuguesa, principalmente, quando conseguem reconhecer e aprender um gênero textual. Avaliação: Os alunos serão avaliados em todas as etapas das atividades propostas: leitura, produção e divulgação do trabalho. O professor observará o comportamento, o interesse, a participação e, principalmente o envolvimento dos educandos durante todo o processo de produção das atividades propostas. Referências: BAKHTIN, Mikhail. Gêneros do discurso In: Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, BAKHTIN, Mikhail/(Volochínov, V.N.). Marxismo e Filosofia da Linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Editora Huciatec, LOPES-ROSSI, Maria Aparecida Garcia. Gêneros Discursivos no Ensino de Leitura e produção de textos, In: KARWOSKI, Acir Mário; GAYDECZKA, Beatriz; Brito, Darin Siebeneicher. Gêneros textuais: reflexões e ensino. União da Vitória: KAYGANGUE, 2005, p MORAES, V. A propaganda no ensino médio: Da leitura crítica {a produção de peças publicitárias. In: Lopes-Rossi, Maria Aparecida Garcia Lopes-Rossi. Gêneros discursivos no ensino de leitura e produção de textos. Taubaté SP: Cabral Editora e Livraria Universitária. 2002, p PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Rede Pública de Educação Básica doestado do Paraná: Língua Portuguesa. Curitiba: SEED, 2006.

19 SCHNEWLY, Bernard e DOLZ, Joaquim ( orgs.). Gêneros orais e escritos na Escola. São Paulo, Mercado de Letras, TAKAZAKI, Heloíse Harue. Linguagens no Século XXI: língua portuguesa, 6ª. série. 1ª. ed, São Paulo:IBEP,2002.

ANAIS 2010 ISSN 1808-3579 CARACTERÍSTICAS DO GÊNERO ANÚNCIO PUBLICITÁRIO SOB AS ÓTICAS DE BAKHTIN E BRONCKART RESUMO

ANAIS 2010 ISSN 1808-3579 CARACTERÍSTICAS DO GÊNERO ANÚNCIO PUBLICITÁRIO SOB AS ÓTICAS DE BAKHTIN E BRONCKART RESUMO CARACTERÍSTICAS DO GÊNERO ANÚNCIO PUBLICITÁRIO SOB AS ÓTICAS DE BAKHTIN E BRONCKART Tatiele J. Faria (GP - Leitura e Ensino CLCA-UENP/ CJ) Vera Maria Ramos Pinto (Orientadora - GP Leitura e Ensino CLCA

Leia mais

Campanha ONG Animais 1

Campanha ONG Animais 1 Campanha ONG Animais 1 Bruna CARVALHO 2 Carlos VALÉRIO 3 Mayara BARBOSA 4 Rafaela ALVES 5 Renan MADEIRA 6 Romulo SOUZA 7 Marcelo PRADA 8 Paulo César D ELBOUX 9 Faculdade Anhanguera Santa Bárbara, Santa

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE ARTIGO DE OPINIÃO : UM OLHAR INCLUSIVO E UM SER MAIS CIDADÃO

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE ARTIGO DE OPINIÃO : UM OLHAR INCLUSIVO E UM SER MAIS CIDADÃO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA SEQUÊNCIA

Leia mais

GUARDANAPO: UMA PROPOSTA DE SUPORTE PUBLICITÁRIO (Área temática: L4 Teoria e Análise Linguística)

GUARDANAPO: UMA PROPOSTA DE SUPORTE PUBLICITÁRIO (Área temática: L4 Teoria e Análise Linguística) GUARDANAPO: UMA PROPOSTA DE SUPORTE PUBLICITÁRIO (Área temática: L4 Teoria e Análise Linguística) Luana Gerçossimo Oliveira 1 Universidade Federal de Viçosa (UFV) Este artigo traz uma breve discussão teórica

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PLANO DE TRABALHO ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA GÊNERO: Notícia PERÍODO APROXIMADAMENTE: 4º Ano CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - Ritmo, fluência e entonação na leitura; - Apreensão das ideias

Leia mais

Encantos de Mojuí dos Campos

Encantos de Mojuí dos Campos Encantos de Mojuí dos Campos Rosiane Maria da Silva Coelho 1. Justificativa O município de Mojuí dos Campos está localizado no oeste do Estado do Pará. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula OFICINA SEMIPRESENCIAL O(S) USO(S) DE DOCUMENTO(S) DE ARQUIVO NA SALA DE AULA ALUNA: Alcinéia Emmerick de Almeida / Núcleo de Ação Educativa - APESP SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula TEMA:

Leia mais

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA A A Unidade IV Ciência - O homem na construção do conhecimento. 2 A A Aula 39.2 Conteúdos: Anúncio publicitário: A construção de um anúncio publicitário. 3 A A Habilidades: Relacionar linguagem verbal

Leia mais

Projeto O COLUNIsta. PROJETO DE PESQUISA PIBIC/CNPq. Orientador: Vanessa Lacerda da Silva Rangel

Projeto O COLUNIsta. PROJETO DE PESQUISA PIBIC/CNPq. Orientador: Vanessa Lacerda da Silva Rangel PROJETO DE PESQUISA PIBIC/CNPq Projeto O COLUNIsta Orientador: Vanessa Lacerda da Silva Rangel Bolsista: Cleiton Paulo Venâncio Ferreira Matrícula: 002205/06 Bolsista: Camila Rodrigues dos Santos Matrícula:

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

Características da publicidade

Características da publicidade Nível B1 B2 B3 X Secundário Área de competência chave Cultura, Língua e Comunicação UFCD CLC-5 Cultura, Comunicação e Média Conteúdo O texto publicitário Tema A publicidade Breve história da publicidade

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FERNANDA SERRER ORIENTADOR(A): PROFESSOR(A) STOP MOTION RECURSO MIDIÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E DE APRENDIZAGEM

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA MARÇO 2013 Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º

Leia mais

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Produção de Texto Nome:

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Produção de Texto Nome: 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Produção de Texto Nome: Anúncio publicitário é um tipo de texto produzido com o propósito de divulgar algo (um produto, uma ideia ou um serviço). A intenção

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA Introdução É importante ressaltar que um plano de comunicação tem a finalidade de tornar conhecida

Leia mais

2. Laboratório: uso do avental, organização e relatório 3. Tarefas. 1. Avaliação da Semana de Geociências e Meio Ambiente 2.

2. Laboratório: uso do avental, organização e relatório 3. Tarefas. 1. Avaliação da Semana de Geociências e Meio Ambiente 2. PIC VERSÃO PARA O PROFESSOR Produção Integrada ao Conteúdo 6. o ano Ensino Fundamental Componentes da PIC 2. o bimestre Arte Ciências A nota da PIC é a média entre a nota de tarefa (avaliação do conjunto

Leia mais

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Prof. Juliana Pinto Viecheneski

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Prof. Juliana Pinto Viecheneski Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa Prof. Juliana Pinto Viecheneski LIVRO DIDÁTICO ONTEM E HOJE A escola tem um papel fundamental para garantir o contato com livros desde a primeira infância:

Leia mais

DIGITAL STORYTELLING: O GÊNERO NARRATIVA AUTOBIOGRÁFICA DIGITAL EM AULAS DE INGLÊS

DIGITAL STORYTELLING: O GÊNERO NARRATIVA AUTOBIOGRÁFICA DIGITAL EM AULAS DE INGLÊS DIGITAL STORYTELLING: O GÊNERO NARRATIVA AUTOBIOGRÁFICA DIGITAL EM AULAS DE INGLÊS Débora Bortolon (Colégio Estadual Castelo Branco /Paraná) Terezinha Marcondes Diniz Biazi (/UNICENTRO/GP) e-mail: emebiazi@hotmail.com

Leia mais

INTERTEXTUALIDADE INTERGÊNEROS NA PUBLICIDADE

INTERTEXTUALIDADE INTERGÊNEROS NA PUBLICIDADE INTERTEXTUALIDADE INTERGÊNEROS NA PUBLICIDADE LILIAN DE PINHO BOTELHO (PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PUCSP). Resumo INTERTEXTUALIDADE INTERGÊNEROS NA PUBLICIDADE Lilian de Pinho BOTELHO

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Publicidade e Propaganda 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Publicidade e Propaganda 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Publicidade e Propaganda 2011-2 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO CAMPANHA DE POSICIONAMENTO

Leia mais

Módulo 4 Criando Exemplos para Aprendizagem

Módulo 4 Criando Exemplos para Aprendizagem Módulo 4 Criando Exemplos para Aprendizagem Este Caderno de Anotações é usado para o do Programa Intel Educar. No decorrer do curso você pode registrar seus pensamentos on-line ou em uma cópia impressa

Leia mais

Os gêneros presentes nas propostas de produção escrita de livros didáticos do Ensino Médio.

Os gêneros presentes nas propostas de produção escrita de livros didáticos do Ensino Médio. Os gêneros presentes nas propostas de produção escrita de livros didáticos do Ensino Médio. Dalva Aparecida do Carmo Constantino, UFMT, Faculdades Integradas de Rondonópolis (FAIR/UNIR). Este trabalho

Leia mais

Combate à dengue. 1. Justificativa. Sandra Margarete de Oliveira Cajaíba

Combate à dengue. 1. Justificativa. Sandra Margarete de Oliveira Cajaíba Combate à dengue Sandra Margarete de Oliveira Cajaíba O projeto Combate à dengue será desenvolvido no Colégio Municipal Centro Educacional de Tremedal (CET), localizado na cidade de Tremedal (BA), com

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA VERA DE PAULA GARCIA CLEUZA ORTIZ MARTINS A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA PARA OS ALUNOS DO 3º ANO

ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA VERA DE PAULA GARCIA CLEUZA ORTIZ MARTINS A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA PARA OS ALUNOS DO 3º ANO ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA VERA DE PAULA GARCIA CLEUZA ORTIZ MARTINS A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA PARA OS ALUNOS DO 3º ANO NOVA ANDRADINA - 2009 ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA SILVA

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS CHOCANTES : QUANDO O DESVIO LEXICAL CAUSA O EFEITO CONTRÁRIO

ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS CHOCANTES : QUANDO O DESVIO LEXICAL CAUSA O EFEITO CONTRÁRIO ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS CHOCANTES : QUANDO O DESVIO LEXICAL CAUSA O EFEITO CONTRÁRIO 1 INTRODUÇÃO Dulcinéia de Castro Viana Fernando da Silva Negreiros Lays Cristina Fragate Natalia Lamino Camilo Ulisses

Leia mais

FESTA NA ESCOLA Uma campanha publicitária eficiente

FESTA NA ESCOLA Uma campanha publicitária eficiente Projetos para a Sala de Aula FESTA NA ESCOLA Uma campanha publicitária eficiente 5 a a 8 a SÉRIES Softwares necessários: Microsoft Publisher Microsoft workshop Software opcional: Internet explorer Guia

Leia mais

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM língua estrangeira moderna Comparativos Curriculares SM inglês ensino médio A coleção Alive High Língua Estrangeira Moderna Inglês e o currículo do Estado de Goiás

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas DISCIPLINA: Atividades de Estágio em Língua Portuguesa (Licenciatura em Letras)

Leia mais

COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA

COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA COMPRE AQUI E MORE BEM : A LINGUAGEM PUBLICITÁRIA E OS DISCURSOS DA PROPAGANDA IMOBILIÁRIA Maria Eliane Gomes Morais (PPGFP-UEPB) Linduarte Pereira Rodrigues (DLA/PPGFP-UEPB) Resumo: Os textos publicitários

Leia mais

O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E OS GÊNEROS TEXTUAIS

O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E OS GÊNEROS TEXTUAIS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA COM ÊNFASE EM MULTILETRAMENTOS O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E OS GÊNEROS TEXTUAIS Monissa Mattos - 2 Ten CMPA LETRAMENTO letrar é mais do que alfabetizar,

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: PNLD, livro didático, língua estrangeira, gênero.

PALAVRAS-CHAVE: PNLD, livro didático, língua estrangeira, gênero. PNLD 2011: ANÁLISE DE UMA COLEÇÃO DE LIVRO DIDÁTICO DE INGLÊS Universidade Federal de Goiás Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística Mestranda: Maria Letícia Martins Campos FERREIRA mleticiaf@hotmail.com

Leia mais

O PERFIL DO ALUNO CONCLUINTE DO ENSINO FUNDAMENTAL EM ESCOLAS PÚBLICAS DO SERIDÓ

O PERFIL DO ALUNO CONCLUINTE DO ENSINO FUNDAMENTAL EM ESCOLAS PÚBLICAS DO SERIDÓ O PERFIL DO ALUNO CONCLUINTE DO ENSINO FUNDAMENTAL EM ESCOLAS PÚBLICAS DO SERIDÓ Elis Betania Guedes da Costa 1 1- Introdução Esta pesquisa segue a abordagem qualitativa de cunho etnográfico. Para tanto,

Leia mais

AGENDA ESCOLAR: UMA PROPOSTA DE ENSINO/ APRENDIZAGEM DE INGLÊS POR MEIO DOS GÊNEROS DISCURSIVOS

AGENDA ESCOLAR: UMA PROPOSTA DE ENSINO/ APRENDIZAGEM DE INGLÊS POR MEIO DOS GÊNEROS DISCURSIVOS AGENDA ESCOLAR: UMA PROPOSTA DE ENSINO/ APRENDIZAGEM DE INGLÊS POR MEIO DOS GÊNEROS DISCURSIVOS Adailton Almeida Barros - adailton.almeida.barros@gmail.com (UNESPAR/FECILCAM) PIBID Subprojeto/Língua Inglesa

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR CELEM CENTRO DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA ESPANHOL

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR CELEM CENTRO DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA ESPANHOL PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR CELEM CENTRO DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA ESPANHOL APRESENTAÇÃO Segundo as Diretrizes Curricular o ensino da Língua Estrangeira na Educação Básica esta pautado

Leia mais

TRABALHANDO O GÊNERO E - MAIL EM SALA DE AULA: UMA ALTERNATIVA DE ENSINO RESUMO

TRABALHANDO O GÊNERO E - MAIL EM SALA DE AULA: UMA ALTERNATIVA DE ENSINO RESUMO TRABALHANDO O GÊNERO E - MAIL EM SALA DE AULA: UMA ALTERNATIVA DE ENSINO Ligiane Aparecida Bonacin (GP Leitura e Ensino CLCA UENP/CJ) Vera Maria Ramos Pinto (Orientadora CLCA UENP/ CJ) RESUMO As aulas

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO PLANO DE ENSINO. Modalidade de Ensino: Componente Curricular: Comunicação e Linguagem

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO PLANO DE ENSINO. Modalidade de Ensino: Componente Curricular: Comunicação e Linguagem 1 IDENTIFICAÇÃO Curso: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Licenciatura em Química Componente Curricular: Comunicação e Linguagem PLANO DE ENSINO Modalidade de Ensino: Superior

Leia mais

A importância da oralidade e do contato com os gêneros textuais na educação pré-escolar

A importância da oralidade e do contato com os gêneros textuais na educação pré-escolar A importância da oralidade e do contato com os gêneros textuais na educação pré-escolar Angélica Fernanda Rossi-USC-Pedagogia.angelicafrossi@gmail.com Caroline Silvério-USC-Pedagogia kakarol_2009@hotmail.com

Leia mais

AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS E O INCENTIVO À LEITURA E CRIAÇÃO TEXTUAL

AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS E O INCENTIVO À LEITURA E CRIAÇÃO TEXTUAL 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS E O INCENTIVO À LEITURA E CRIAÇÃO

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez.

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. PROJETO DE LEITURA E ESCRITA Era uma vez... E conte outra vez. CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO TEMA; PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. INSTITUIÇÃO Escola Estadual Lino Villachá

Leia mais

Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - FACIHUS Educação de qualidade ao seu alcance

Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - FACIHUS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO DE LETRAS PORTUGUÊS/ESPANHOL O ensino da língua espanhola no contexto da escola pública INTRODUÇÃO Este plano procura articular-se de forma integrada com o plano de trabalho institucional, que

Leia mais

O gênero textual no suporte jornal: controvérsias e proposta

O gênero textual no suporte jornal: controvérsias e proposta O gênero textual no suporte jornal: controvérsias e proposta João Batista Perles Índice 1 Introdução........................ 2 2 Controvérsias e proposta................ 4 3 Referências bibliográficas................

Leia mais

O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA

O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA Maria Lúcia C. Neder Como já afirmamos anteriormente, no Texto-base, a produção, a seleção e a organização de textos para a EAD devem

Leia mais

O uso dos gêneros textuais na alfabetização: crenças que norteiam a prática docente

O uso dos gêneros textuais na alfabetização: crenças que norteiam a prática docente O uso dos gêneros textuais na alfabetização: crenças que norteiam a prática docente BARCELOS-COELHO, Lenir de Jesus 155* BUENO, Ivonete 156** RESUMO: No contexto atual são patentes as dificuldades relacionadas

Leia mais

CARTAS: REGISTRANDO A VIDA

CARTAS: REGISTRANDO A VIDA CARTAS: REGISTRANDO A VIDA A carta abaixo foi escrita na época da ditadura militar. Ela traduz a alegria de um pai por acreditar estar próxima sua liberdade e, assim, a possibilidade do reencontro com

Leia mais

O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NA SALA DE AULA UNIDADE 5 ANO 2

O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NA SALA DE AULA UNIDADE 5 ANO 2 O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NA SALA DE AULA UNIDADE 5 ANO 2 O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAIS NA SALA DE AULA INICIANDO A CONVERSA APROFUNDANDO O TEMA Por que ensinar gêneros textuais na escola? Registro

Leia mais

Aprendizagem e ensino de produção de texto na escola: sujeitos em processos inter-relacionais LEIVA DE FIGUEIREDO VIANA LEAL

Aprendizagem e ensino de produção de texto na escola: sujeitos em processos inter-relacionais LEIVA DE FIGUEIREDO VIANA LEAL Aprendizagem e ensino de produção de texto na escola: sujeitos em processos inter-relacionais LEIVA DE FIGUEIREDO VIANA LEAL Agradecimento ao Ceale, em especial, no âmbito do programa PNAIC Renovo meus

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: 18/03/2011 Nota: Professora: Letícia A. S. Ottoboni Valor da Prova: 40 pontos Assinatura

Leia mais

Novo Programa de Português do Ensino Básico

Novo Programa de Português do Ensino Básico Novo Programa de Português do Ensino Básico No dia-a-dia, deparamos frequentemente com textos/discursos que nos chamam a atenção um pouco por todo o lado. Mas que nos dizem esses textos/discursos? O que

Leia mais

Promover o cartaz como uma das mais importantes formas de comunicação e expressão.

Promover o cartaz como uma das mais importantes formas de comunicação e expressão. 1. APRESENTAÇÃO O VARAL DO DESIGN é uma mostra nacional de cartazes aberta a designers e artistas gráficos de todo o País. A cada edição o evento tem um tema único que pretende valorizar a criação autoral

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL 1- Título: Figuras de Linguagem 2- Autor: Rosana Ferreira Terra 3- Aplicativo utilizado: BrOffice-Calc 4- Disciplina: Língua Portuguesa 5- Objetivos / Expectativas de aprendizagem: Objetivo Geral: Explorar

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1

Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1 Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1 Juliana Pereira DULTRA 2 Cintia MOLETA 3 Larissa Kiefer de SEQUEIRA 4 Roberto Corrêa SCIENZA 5 Fernanda

Leia mais

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães 1 Guia do Professor Episódio Conhecendo a Cidade Programa Vozes da Cidade Apresentação Como já vimos nos trabalhos desenvolvidos para

Leia mais

II ENCONTRO DE DIVULGAÇÃO DE ATIVIDADES DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO PIBID UENP: DESAFIOS E PERSPECTIVAS

II ENCONTRO DE DIVULGAÇÃO DE ATIVIDADES DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO PIBID UENP: DESAFIOS E PERSPECTIVAS PIBID INGLÊS - AÇÃO INTERVENTIVA NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE CORNÉLIO PROCÓPIO Bolsistas: ALMEIDA, D.; IDALGO, L.; KISHI, C; FAUSTINO, V.; SOUZA, E. (PIBID- LEM/ UENP) Orientadoras: Célia Regina Capellini

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

dicas para usar o celular nas aulas

dicas para usar o celular nas aulas E-book 11 dicas para usar o celular nas aulas Sugestões de atividades com os aplicativos mais básicos e simples de um aparelho Por Talita Moretto É permitido compartilhar e adaptar este material, desde

Leia mais

XIII Encontro de Iniciação Científica IX Mostra de Pós-graduação 06 a 11 de outubro de 2008 BIODIVERSIDADE TECNOLOGIA DESENVOLVIMENTO

XIII Encontro de Iniciação Científica IX Mostra de Pós-graduação 06 a 11 de outubro de 2008 BIODIVERSIDADE TECNOLOGIA DESENVOLVIMENTO XIII Encontro de Iniciação Científica IX Mostra de Pós-graduação 06 a 11 de outubro de 2008 BIODIVERSIDADE TECNOLOGIA DESENVOLVIMENTO MCH0181 HISTÓRIAS EM QUADRINHOS SOB A PERSPECTIVA DA TEORIA BAKHTINIANA

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ENSINO SECUNDÁRIO Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos PLANIFICAÇÃO ANUAL INGLÊS MÓDULOS 7, 8 e 9 12º ANO TURMA F ANO LETIVO

Leia mais

Apresentação. Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa. Situação 4 HQ. Recomendada para 7a/8a ou EM. Tempo previsto: 4 aulas

Apresentação. Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa. Situação 4 HQ. Recomendada para 7a/8a ou EM. Tempo previsto: 4 aulas Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa Situação 4 HQ Recomendada para 7a/8a ou EM Tempo previsto: 4 aulas Elaboração: Equipe Técnica da CENP Apresentação Histórias em quadrinhos (HQ), mangás e tirinhas

Leia mais

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA Anilda Costa Alves Jamile Alves da Silva Leônidas José da Silva Jr Universidade Estadual da Paraíba anildauepb@gmail.com milygta10@hotmail.com

Leia mais

LEITURA DE PROPAGANDA IMPRESSA

LEITURA DE PROPAGANDA IMPRESSA 417 LEITURA DE PROPAGANDA IMPRESSA Maria Aparecida Garcia LOPES-ROSSI Universidade de Taubaté Resumo Este artigo enfoca parte dos resultados de uma pesquisa cujo principal objetivo era contribuir para

Leia mais

Sala das Sessões da Câmara Municipal de Barra do Garças-MT., 27 de setembro de 2015.

Sala das Sessões da Câmara Municipal de Barra do Garças-MT., 27 de setembro de 2015. Barra do Garças Estado de Mato Grosso lb~!f.e Ano 2015 Poder Legislativo Municipal Plenário das vet,rneracn,f!.~: Protocolo N. 0 781, Liv. 25, Fls. às 12:20hs. Em 28/09/2015. O Projeto de Lei O Projeto

Leia mais

A TENDÊNCIA DE SUBVERTER UM GÊNERO EM OUTRO: O BOOM CRIATIVO NA PUBLICIDADE

A TENDÊNCIA DE SUBVERTER UM GÊNERO EM OUTRO: O BOOM CRIATIVO NA PUBLICIDADE A TENDÊNCIA DE SUBVERTER UM GÊNERO EM OUTRO: O BOOM CRIATIVO NA PUBLICIDADE Thiago Leonardo Ribeiro (Bolsista PIBIC UENP/Fundação Araucária) Vera Maria Ramos Pinto (GP Leitura e Ensino CLCA - UENP/CJ)

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

Orientações de Como Estudar Segmento II

Orientações de Como Estudar Segmento II Orientações de Como Estudar Segmento II Aprender é uma tarefa árdua que exige esforço e método e por isso organizamos algumas dicas para ajudá-lo(la) a aprender Como Estudar! Você verá que as orientações

Leia mais

Educação Infantil, que espaço é este?

Educação Infantil, que espaço é este? Educação Infantil, que espaço é este? O material do sistema de ensino Aprende Brasil de Educação Infantil foi elaborado a fim de oferecer subsídios para reflexões, informações e sugestões que auxiliem

Leia mais

A PROPAGANDA SOCIAL NA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DO ALUNO DO ENSINO MÉDIO

A PROPAGANDA SOCIAL NA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DO ALUNO DO ENSINO MÉDIO A PROPAGANDA SOCIAL NA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DO ALUNO DO ENSINO MÉDIO O presente trabalho foi desenvolvido tendo em vista o contexto sociointeracionista presente nas Diretrizes Curriculares e a nova forma

Leia mais

Cadernos do CNLF, Vol. XVII, Nº 04. Rio de Janeiro: CiFEFiL, 2013.

Cadernos do CNLF, Vol. XVII, Nº 04. Rio de Janeiro: CiFEFiL, 2013. 122 Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos LER, ESCREVER E REESCREVER NO ENSINO MÉDIO POR MEIO DOS CLÁSSICOS DA LITERATURA BRASILEIRA José Enildo Elias Bezerra (IFAP) enildoelias@yahoo.com.br

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA A EVOLUÇÃO DA ESCRITA Percebemos a partir da observação das imagens exibidas no vídeo A EVOLUÇÃO DA ESCRITA que o homem sempre buscou muitas formas de transmitir pensamentos. O texto é uma das formas mais

Leia mais

ANÁLISE SEMIÓTICO-DISCURSIVA DE UM ANÚNCIO DA NESTLÉ 1

ANÁLISE SEMIÓTICO-DISCURSIVA DE UM ANÚNCIO DA NESTLÉ 1 ANÁLISE SEMIÓTICO-DISCURSIVA DE UM ANÚNCIO DA NESTLÉ 1 MELO, Edsônia de Souza Oliveira(CEFET-MT) 2 RESUMO: Neste trabalho, pretende-se, sob a perspectiva da semiótica e discursiva de gêneros segundo Bakhtin,

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES SEUS DIZERES SOBRE A SALA DE AULA

FORMAÇÃO DE PROFESSORES SEUS DIZERES SOBRE A SALA DE AULA FORMAÇÃO DE PROFESSORES SEUS DIZERES SOBRE A SALA DE AULA Lúcia de Fátima Melo do Nascimento Secret. Municipal de Educ. do Natal RN / Depart. de Ensino / Setor de Ensino Fundamental Colégio Imaculada Conceição

Leia mais

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS

http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS http://crayonstock.com/19707 Zoonar 12 SEGREDOS PARA CONQUISTAR CLIENTES COM IMAGENS Constantemente, somos bombardeados por incontáveis conteúdos visuais. Imagens ilustram websites, redes sociais, folders,

Leia mais

BLOG: GÊNERO TEXTUAL OU SUPORTE PARA GÊNEROS?

BLOG: GÊNERO TEXTUAL OU SUPORTE PARA GÊNEROS? BLOG: GÊNERO TEXTUAL OU SUPORTE PARA GÊNEROS? Daiane Eloísa dos Santos (G-CLCA-UENP/CJ) Geovana Lourenço de Carvalho (G-CLCA-UENP/CJ) Vera Maria Ramos Pinto (Orientadora-CLCA-UENP/CJ) Resumo: Com base

Leia mais

Elaboração de projetos

Elaboração de projetos Ano: 2013 CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO Professor: ELIANE STAVINSKI PORTUGUÊS Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA / LITERATURA Série: 2ª A e B CONTEÚDO ESTRUTURANTE: DISCURSO COMO

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-1336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ PROGRAMA DE 2014 DISCIPLINA: LINGUAGEM

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais

A INTERTEXTUALIDADE EM ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS: UMA ANÁLISE DE DENTRO DA SALA DE AULA

A INTERTEXTUALIDADE EM ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS: UMA ANÁLISE DE DENTRO DA SALA DE AULA A INTERTEXTUALIDADE EM ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS: UMA ANÁLISE DE DENTRO DA SALA DE AULA RESUMO Aline Giseli da Silva Lima* Toda comunicação se dá através de gêneros e é através das diversas atividades humanas

Leia mais

ICBA: Campanha Publicitária Vem falar com a gente 1

ICBA: Campanha Publicitária Vem falar com a gente 1 ICBA: Campanha Publicitária Vem falar com a gente 1 Alexandra Teixeira de ROSSO 2 Janildo TAVARES 3 Daniele VARGAS 4 Luciele Beatriz KESSLER 5 Danielle Aline CORRÊA 6 Lorena das Chagas CORREA 7 Fabrícia

Leia mais

TÍTULO: PUBLICIDADE ONG ANIMAIS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: COMUNICAÇÃO SOCIAL

TÍTULO: PUBLICIDADE ONG ANIMAIS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: COMUNICAÇÃO SOCIAL TÍTULO: PUBLICIDADE ONG ANIMAIS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE SANTA BÁRBARA AUTOR(ES): ROMULO SOUZA ORIENTADOR(ES):

Leia mais

Publicidade ONG Animais 1

Publicidade ONG Animais 1 Publicidade ONG Animais 1 Bruna CARVALHO 2 Carlos VALÉRIO 3 Mayara BARBOSA 4 Rafaela ALVES 5 Renan MADEIRA 6 Romulo SOUZA 7 Marcelo PRADA 8 Paulo César D ELBOUX 9 Faculdade Anhanguera de Santa Bárbara,

Leia mais

Ranking - Posição Participação e Evolução das Publicações - realizado pelo Instituto Verificador de Circulação (IVC) em 23 de abril de 2009.

Ranking - Posição Participação e Evolução das Publicações - realizado pelo Instituto Verificador de Circulação (IVC) em 23 de abril de 2009. A CONSTRUÇÃO DO PÚBLICO LEITOR EM TABLOIDES DO RIO DE JANEIRO Michelle Martins de Mattos Rangel michellemichellinha@hotmail.com Desde as primeiras publicações dos jornais Meia Hora de Notícias e Expresso

Leia mais

BAKHTIN: O EVENTO DA ENUNCIAÇÃO NO PROCESSO TRADUTÓRIO

BAKHTIN: O EVENTO DA ENUNCIAÇÃO NO PROCESSO TRADUTÓRIO BAKHTIN: O EVENTO DA ENUNCIAÇÃO NO PROCESSO TRADUTÓRIO Evandro Santana 1 RESUMO O presente artigo propõe uma análise do processo de tradução à luz das proposições de Mikhail Bakhtin (1895-1975) 1975) no

Leia mais

Projeto Integrado de Comunicação Do Bem Sucos Integrais: Peça de Mídia Impressa Recado do Bem 1

Projeto Integrado de Comunicação Do Bem Sucos Integrais: Peça de Mídia Impressa Recado do Bem 1 Projeto Integrado de Comunicação Do Bem Sucos Integrais: Peça de Mídia Impressa Recado do Bem 1 Amanda DIAS 2 Ana Carolina SACCOMANN 3 Beatriz REBELO 4 Bruna CLARA 5 Isabela SANTOS 6 Nathalia COBRA 7 Antonio

Leia mais

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua É a palavra que identifica o ser humano, é ela seu substrato que possibilitou a convivência humana

Leia mais

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade 1 Guia do Professor Episódio Conhecendo a Cidade Programa Vozes da Cidade Apresentação Como já vimos nos trabalhos desenvolvidos para o episódio 1, os trabalhos para o episódio 2 também trazem várias questões

Leia mais

Leitura e Literatura

Leitura e Literatura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICAB Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e de Tecnologias para Educação BásicaB Leitura e Literatura Dia e Semana Nacional da Leitura

Leia mais

DATA: 05 / 12 / 2011 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 9.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA:

DATA: 05 / 12 / 2011 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 9.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 5 / / UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 9.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:,

Leia mais

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA Ivania Skura 1, Julia Cristina Paixão 2, Joaquim

Leia mais

Resenha temática: do posicionamento autoral (papel de autor) à produção do gênero acadêmico

Resenha temática: do posicionamento autoral (papel de autor) à produção do gênero acadêmico Resenha temática: do posicionamento autoral (papel de autor) à produção do gênero acadêmico Eveline Mattos Tápias-Oliveira Vera Lúcia Batalha de Siqueira Renda Maria do Carmo Souza de Almeida Maria de

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA:

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: 13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ENSINO

Leia mais

Letramento: Um ano de histórias

Letramento: Um ano de histórias 1 Letramento: Um ano de histórias Joyce Morais Pianchão 1 RESUMO Ensinar a ler e escrever é a meta principal da escola. E para que todos exerçam seus direitos, exercendo com dignidade a sua cidadania na

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM GEOGRAFIA: O USO DA CHARGE COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE PARA AS NECESSIDADES ATUAIS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM GEOGRAFIA: O USO DA CHARGE COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE PARA AS NECESSIDADES ATUAIS EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM GEOGRAFIA: O USO DA CHARGE COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE PARA AS NECESSIDADES ATUAIS Kaio Santos Diniz Graduado em Geografia pela Universidade Estadual da Paraiba, professor da disciplina

Leia mais

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos;

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos; PLANO DE AULA 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA 6 º ANO CONTEÚDO ESTRUTURANTE: O DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIALMENTE Professora: Rosangela Manzoni Siqueira CONTEÚDOS BÁSICOS: RETOMADA DOS GÊNEROS TRABALHADOS

Leia mais