NFV. Os benefícios e os desafios que acompanham o processo de virtualização de funções de rede. Advisor

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NFV. Os benefícios e os desafios que acompanham o processo de virtualização de funções de rede. Advisor"

Transcrição

1 Advisor Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC Análisis independientes de tendencias tecnológicas para profesionales de TIC NFV Os benefícios e os desafios que acompanham o processo de virtualização de funções de rede Los beneficios y los desafíos que acompañan el proceso de virtualización de funciones de red Foco Foco Inovação Innovación Tecnologia Tecnología Redes, software Redes, software Setor Sector Operadoras de telecomunicações Operadoras de telecomunicaciones Geografia Geografía Global Global

2 Outubro Octubre 2014 Sumário Sumario Introdução Introducción Conceito Concepto Benefícios Beneficios Arquitetura Arquitectura Roadmap Roadmap Conclusão Conclusión 2 Advisor - NFV

3 Introdução Ao mesmo tempo em que a internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) deixa de ser mais uma buzzword em apresentações corporativas e se materializa em aplicações reais nas mais diversas áreas, um enorme desafio começa a se desenhar: a demanda por conectividade, com alta qualidade e disponibilidade, crescerá no mesmo ritmo em que sensores são instalados em todo tipo de objeto. Para atender a essa demanda cada vez maior por novas conexões e transporte de dados, o setor de telecomunicações abraçou um conceito que promete agilizar, baratear e simplificar o roll-out das redes e, ao mesmo tempo, intensificar a inovação e reduzir o time-tomarket de novos produtos e serviços. A chamada NFV (Network Function Virtualization), ou seja, virtualização de funções de rede, traz a ideia de que é possível otimizar a infraestrutura a partir da criação, em hardware específico ou em servidores-padrão, de máquinas virtuais capazes de cumprir funções até então realizadas por equipamentos dedicados. Ao lado do SDN (software defined networking) e, pode-se dizer, complementar a ele, a NFV promete conferir mais agilidade, versatilidade e elasticidade às redes de dados, além de, conceitualmente, reduzir o custo total de propriedade e os custos operacionais atrelados à manutenção da infraestrutura. Por outro lado, a virtualização cria alguns desafios para os gestores de rede, especialmente no que se refere à formação de mão de obra capaz de combinar conhecimentos tradicionais em networking e em plataformas de software. Introducción Al mismo tiempo que Internet de las Cosas (IoT, Internet of Things en inglés) deja de ser una palabra de moda en presentaciones corporativas y se materializa en aplicaciones reales en distintas áreas, un enorme desafío empieza a aparecer: la demanda de conectividad, con alta calidad y disponibilidad, crecerá al mismo ritmo que la instalación de sensores en toda clase de objeto. Para atender esa demanda cada vez más alta de nuevas conexiones y transporte de datos, el sector de telecomunicaciones adoptó un concepto para optimizar, abaratar y simplificar el roll-out de las redes y, al mismo tiempo, intensificar la innovación y reducir el time-tomarket de nuevos productos y servicios. La llamada NFV (Network Function Virtualization), o sea, la virtualización de funciones de red, trae la idea de que se puede optimizar la infraestructura a partir de la creación, en hardware específico o en servidores estándar, de máquinas virtuales capaces de cumplir funciones que hasta ese momento eran realizadas por dispositivos dedicados. Junto con SDN (Software Defined Networking) e incluso para complementarlo, NFV le brinda más agilidad, versatilidad y elasticidad a las redes de datos, además de, conceptualmente, reducir el costo total de propiedad y los costos operativos relacionados al mantenimiento de la infraestructura. Por otro lado, la virtualización crea algunos desafíos para los gerentes de red, especialmente en lo que se refiere a la formación de mano de obra capaz de combinar conocimiento tradicional en networking y en plataformas de software. NFV - Advisor 3

4 NFV e SDN são conceitos complementares, que podem ser combinados sem que haja relação de dependência NFV y SDN son conceptos complementarios, que pueden ser combinados sin que haya relación de dependencia Conceito O conceito de NFV ganhou corpo em 2012, quando um grupo de 13 operadoras de telecomunicações de todo o mundo escreveu e divulgou um relatório publicado pelo European Telecommunications Standards Institute (ETSI). De lá para cá, o conceito amadureceu e dezenas de provedores de serviços de telecomunicações, assim como membros da indústria, já abraçaram o novo modelo, que tem potencial para transformar a forma como as redes são construídas e operadas. Ambos conceitos ainda bastante recentes, NFV e SDN se confundem na sopa de letrinhas tecnológica, sendo em alguns momentos posicionados como similares, em outros como concorrentes. A verdade é que se tratam de conceitos complementares, sem que haja relação de dependência. De qualquer modo, os dois conceitos podem ser combinados de modo que a separação entre o plano de dados e o plano de controle, como proposto pela SDN, potencialize o desempenho, simplifique a compatibilidade, e ainda facilite os procedimentos de operação e manutenção da rede, virtual ou não. Concepto El concepto de NFV cobró impulso en 2012, cuando un grupo de 13 operadores de telecomunicaciones de todo el mundo escribió y publicó un informe publicado por el European Telecommunications Standards Institute (ETSI). Desde ahí, el concepto ha madurado y docenas de proveedores de servicios de telecomunicaciones, al igual que miembros de la industria, han empezado a utilizar el nuevo modelo, que tiene potencial para transformar la forma como se construyen y operan las redes. Los dos conceptos, NFV y SDN, todavía son bastante recientes, y se confunden en la sopa de letras tecnológica en algunos momentos son considerados similares y en otros competidores. La verdad es que son conceptos complementarios, sin ninguna relación de dependencia. De cualquier manera, los dos conceptos se pueden combinar para que la separación entre el plan de datos y el plan de control, como propuesto por SDN, mejore el rendimiento, simplifique la compatibilidad, y también facilite los procedimientos de operación y mantenimiento de la red, ya sea virtual o no. 4 Advisor - NFV

5 NFV vs SDN NFV Function/ location separation COTS hardware Vendor-independence Control/ data plane separation SDN Initial focus on atomic network functions, but topology focus coming Reduced power usage (elasticsca/lability) Rapid service innovation Improved operational efficiency Standardized, open interfaces Dynamic chaining of network functions Centralized orchestration and management Consistent policy Focus on network function connectivity (logical topologies) A premissa básica da virtualização de funções de rede consiste na migração dessas funções de hardwares dedicados para dispositivos genéricos - como servidores x86 comuns - e a concentração de diferentes funções em um único appliance versátil. Com esse conceito, torna-se possível que funções de rede virtualizadas, também chamadas de VNF (Virtual Network Function), sejam instaladas em diferentes pontos da rede, de acordo com a criticidade e os requisitos de desempenho exigidos pelas aplicações do cliente, assim como a conveniência do provedor de serviços. La premisa básica de la virtualización de las funciones de red es la migración de estas funciones de hardware dedicados para dispositivos genéricos - como servidores x86 comunes - y la concentración de diferentes funciones en un dispositivo único versátil. Con este concepto es posible que las funciones de red virtualizadas, también llamadas de VNF (Virtual Network Function), se instalen en distintos puntos de la red, de acuerdo con la criticidad y los requisitos de rendimiento exigidos por las aplicaciones del cliente y según la conveniencia del proveedor de servicios. NFV - Advisor 5

6 O aprovisionamento, configuração e monitoramento das VNFs é realizado pelo orquestrador. Trata-se da camada de orquestração, responsável pelo aprovisionamento, configuração e monitoramento das VNFs. Com uma 'visão global' da infraestrutura da rede, é o orquestrador que coordena a alocação dos recursos necessários para realização das funções de rede virtualizadas, tornando o instanciamento de novos serviços automatizado. Entre todos os esforços despendidos na estruturação desta nova arquitetura, boa parte é aplicada na interação com o modelo já existente. Questões como integração com OSS/BSS e padronização de conexões para a formação de uma arquitetura agnóstica a fabricantes vêm sendo discutidas no consórcio ETSI NFV Industry Specification Group. El aprovisionamento, configuración y monitoreo de las VNFs es realizado por el orquestrador. Se trata de la capa de orquestación, responsable por el aprovisionamiento, configuración y monitoreo de las VNFs. Con una visión global de la infraestructura de la red, es el orquestador quien coordina la asignación de los recursos necesarios para realizar las funciones de red virtualizadas, haciendo que la creación de nuevos servicios sea automatizada. Entre todos los esfuerzos en la estructuración de esta arquitectura nueva, una parte importante tiene que ver con la interacción con el modelo que ya existe. Cuestiones como la integración con OSS/BSS y estandarización de conexiones para la formación de una arquitectura independiente de fabricantes se han discutido en el consorcio ETSI NFV Industry Specification Group. 6 Advisor - NFV

7 A combinação de cloud computing, SDN e NFV representa uma economia de Capex/ Opex que passa por um racional econômico extremamente atrativo La combinación de cloud computing, SDN y NFV representa una economia de Capex/Opex que tiene una justificación económica sumamente atractiva Benefícios Os principais benefícios da NFV são as promessas de reduzir substancialmente a complexidade e os custos relacionados ao emprego de dispositivos proprietários, gerando também redução nos custos de gerenciamento e manutenção da rede. De acordo com um relatório divulgado pela Analysys Mason, os investimentos no mercado NFV crescerão significativamente nos próximos quatro anos, passando de US$ 181 milhões em 2013 para cerca de US$ 2.4 bilhões em A previsão da consultoria justifica-se pelo fato de o conceito estar amadurecendo rapidamente e por estar impulsionando outras tecnologias já estabelecidas, como o hypervisor de soluções de computação em nuvem. Beneficios Los principales beneficios de NFV son las promesas para reducir sustancialmente la complejidad y los costos relacionados con el uso de dispositivos propietarios, generando menores costos de administración y mantenimiento de la red. Según un reporte difundido por Analysys Mason, las inversiones en el mercado NFV crecerán de manera significativa en los próximos cuatro años, pasando de US$ 181 millones en 2013 a alrededor de US$ 2,4 mil millones en La previsión se justifica por el hecho de que el concepto está madurando rápidamente y está impulsando otras tecnologías ya establecidas, como el hypervisor de soluciones de computación en la nube. NFV - Advisor 7

8 Fatores impulsionadores de NFV Otimização de custos (o NFV reduzirá a complexidade operacional do controle e gerenciamento das redes). Agilidade na criação de serviços (as APIs da camada de serviços serão transformadas para melhor trabalharem com soluções de cloud). Novo potencial de receita em virtude de inovação (a criação de serviços e tarifas on-demand gerará uma oportunidade adicional de receita para os provedores de serviço). Melhor time-to-market. Habilidade para aumentar ou diminuir recursos computacionais muito rapidamente. Factores que impulsan NFV Optimización de costos (NFV reducirá la complejidad operativa de control y gestión de las redes). Agilidad en la creación de servicios (las APIs de la capa de servicios serán transformadas para que trabajen mejor con soluciones de nube). Nuevo potencial de ingresos gracias a la innovación (la creación de servicios y tasas bajo demanda generará una oportunidad extra de ingresos para los proveedores de servicio). Mejor time-to-market. Habilidad para aumentar o disminuir recursos informáticos muy rápidamente. NFV revenue by region, worldwide, Revenue (USD million) APAC (CAGR 63%) EMEA (CAGR 65%) LATAM (CAGR 69%) NA (CAGR 78%) Source: Analysys Mason, Advisor - NFV

9 Characteristics of, and overlaps between, the cloud computing, NFV and SDN markets NFV SDN Rapidly maturing technology Spent is not directly linked to revenue Uncertain business benefits Infrastructure cost savings are clear Hypervisor technology Service agility Operational flexibility Cost optimisation Cloud bursting Slowly maturing technology Mature technology Mergers and acquisitions Investments are directlylinked to revenue Cloud Computing Source: Analysys Mason, 2014 Todo esse crescimento tem uma motivação econômica tão forte quanto os fatores técnicos favoráveis. O uso de NFV traz uma clara redução dos custos com infraestrutura que pode ser até 30% maior que a economia já observada pelas áreas de TI com o uso de soluções em nuvem. Ou seja, a combinação de cloud computing, SDN e NFV representa uma economia de Capex/Opex que passa por um racional econômico extremamente atrativo. Outro forte motivador para que os provedores de serviços passem a analisar a adoção de NFV nos próximos anos é a obsolescência de alguns elementos de rede, abrindo as portas para a adoção de novas tecnologias que poderiam ser implementadas com o uso de VNF (Virtual Network Function), permitindo assim que os provedores de serviços preparem-se para transformar suas redes em vngns (Redes de Novas Geração Virtuais). Todo ese crecimiento tiene una motivación económica tan fuerte como los factores técnicos favorables. El uso de NFV trae una reducción clara de los costos con infraestructura, que puede ser hasta 30% más alta que el ahorro observado por las áreas de TI con el uso de soluciones en la nube. O sea, la combinación de cloud computing, SDN y NFV representa una economia de Capex/Opex que tiene una justificación económica sumamente atractiva. Otro punto importante para que los proveedores de servicios pasen a analizar la adopción de NFV en los próximos años es la obsolescencia de algunos elementos de red, abriendo las puertas para la adopción de nuevas tecnologías que se podrían implementar con el uso de VNF (Virtual Network Function), permitiendo que los proveedores de servicios se preparen para transformar sus redes en vngns (Redes de Nueva Generación Virtuales). NFV - Advisor 9

10 Entering a New Era in the SP Network Evolution Discontinuity #1: TDM limits new services, forces architectural shift Discontinuity #2: Commoditization of IP services plus high traffic growth limits profitability, forces architectural shift. IP NGN Era Evolved Programmable Network (EPN) Era TDM Era IP unleashes new wave of innovation and service revenues Network Function Virtualization Software Defined Networking Service Orchestration Source: Cisco NFV Use-Cases NFV Use-Cases Use-Cases Description 1. Virtualization of mobile network nodes vepc, IMS and GiLAN associated services 2. Virtualized home environment Residencial gateway, set-top box and wi-fi access points 3. Fixed access network function virtualization Fixed access networks may include Layer 2 control functions from: OLTs, DSLAM, ONU/ONTs and MDU 4. Virtual Route Reflector Virtualized BGP RR delivered on demand 5. Virtualized Video Headend Cloud DVR, CDN/streaming 6. Virtual BNG in the cloud High-scale (multi-million subscribers) BNG control plane in the cloud 7. Virtual PE Router Fully virtualized PE router delivered as an on demand 8. Virtual Private Cloud Single-tier, 2-tier, 3-tier applications with optional NFV service chaining attached to customer L3 VPN 9. Virtualized network function as a service VNFaaS such as enterprise access router/enterprise CPE, enterprise FW, enterprise NG-FW, enterprise WAN optimization and DPI Source: PromonLogicalis 10 Advisor - NFV

11 O ETSI estabelece uma arquitetura de referência para ser usada como guia na definição de protocolos e produtos ligados à NFV El ETSI establece una arquitectura de referencia para ser usada como guía en la definición de protocolos y productos relacionados a NFV Arquitetura O ETSI estabeleceu uma arquitetura de referência para as entidades de padronização e fornecedores usarem como guia na definição de protocolos e produtos ligados ao NFV. Pode-se explicitar três camadas principais nessa arquitetura. Partindo do nível mais baixo na hierarquia, tem-se: Ambiente virtualizado (Hypervisor): composto pela plataforma que virtualiza os componentes físicos, tais como CPU, memória e rede, criando o conceito de Virtual Machine (VM); Virtual Network Function (VNF): uma VM destinada a executar determina função de rede como, por exemplo, NAT, Firewall e DPI; Orquestração: camada que concentra a inteligência para a distribuição das VNFs ao longo da rede. Também é responsável por fazer o elo entre os ambientes físico e virtual, além da integração com OSS/BSS. É possível detalhar um pouco mais a arquitetura proposta (conforme figura acima), que inclui ainda as estruturas que seguem: Arquitectura El ETSI estableció una arquitectura de referencia para que las entidades de estandarización y proveedores tengan un guía para definir protocolos y productos relacionados a NFV. Se pueden explicitar tres capas principales en esa arquitectura. Desde el nivel más bajo en la jerarquía, tenemos: Ambiente virtualizado (Hypervisor): formado por la plataforma que hace la virtualización de los componentes físicos, como CPU, memoria y red, creando el concepto de Virtual Machine (VM); Virtual Network Function (VNF): una VM para ejecutar una función de red específica, como, por ejemplo, NAT, Firewall y DPI; Orquestación: la capa que concentra la inteligencia para distribuir las VNFs en toda la red. También es responsable por hacer la conexión entre los ambientes físico y virtual, además de la integración con OSS/BSS. Se puede detallar un poco más la arquitectura propuesta (según la figura arriba), que incluye también las siguientes estructuras: NFV - Advisor 11

12 NFV reference architectural framework OSS/BSS Orchestration NFV Infrastructure VNF VNF VNF VNF VNF Manager Hypervisor Computing Storage Network Virtualised Infrastructure Manager Source: ETSI NFV Infrastructure: domínio de hardware e software que é base para o ambiente virtualizado por meio de um Hypervisor; Virtualised Infrastructure Manager: gerencia os recursos virtuais por meio de serviço similar ao IaaS (Infrastrucute as a Service). Em tal camada pode-se considerar a utilização do software aberto OpenStack, por exemplo; VNF Manager: responsável pelo ciclo de vida (criação, manutenção e finalização) das VNFs; BSS/OSS: sistemas legados que precisam ser integrados ao ambiente de NFV para adequação aos processos da operadora. NFV Infrastructure: dominio de hardware y software que es la base para el ambiente virtualizado a través de un Hypervisor; Virtualised Infrastructure Manager: administra los recursos virtuales a través de un servicio similar al IaaS (Infrastructure as a Service). En esa capa, se puede considerar la utilización del software abierto OpenStack, por ejemplo; VNF Manager: responsable por el ciclo de vida (creación, mantenimiento y finalización) de las VNFs; BSS/OSS: sistemas existentes que deben ser integrados al ambiente de NFV para adecuarse a los procesos del operador. Openstack O Openstack é um projeto iniciado pela NASA e a empresa Rackspace tornando-se uma fundação sem fins lucrativos em setembro de 2012, atualmente mantida por uma comunidade de desenvolvedores individuais e empresas. Provê um sistema operacional modular para cloud privada e pública que obteve grande aceitação por parte de empresas para compor as suas soluções de NFV fornecendo basicamente suporte a IaaS. Openstack Openstack es un proyecto iniciado por NASA y la empresa Rackspace, que se convirtió en una fundación sin fines de lucro en septiembre del Actualmente, es mantenida por una comunidad de desarrolladores individuales y empresas. Ofrece un sistema operativo modular para nube privada y pública que obtuvo gran aceptación de empresas para componer sus soluciones de NFV ofreciendo básicamente soporte a IaaS. 12 Advisor - NFV

13 O posicionamento das máquinas virtuais é uma decisão importante, já que pode influenciar o desempenho, a escalabilidade e a confiabilidade El posicionamiento de las máquinas virtuales es una decisión importante, ya que puede impactar en el rendimiento, la escalabilidad y la fiabilidad. Um dos diferenciais da arquitetura NFV está no nível de integração entre software, hardware e processos da operadora que pode ser fornecido pelo orquestrador via modelos de alta abstração, tais como templates e ferramentas de workflow, com intuito de aprovisionar e manter as funções de rede. Outro conceito fundamental nesta arquitetura virtualizada é o Service Chaining, que permite a distribuição das funções de rede em diferentes VNFs encadeadas de forma a prover os serviços requisitados pela operadora. Tais VNFs podem estar no mesmo servidor, em servidores distintos ou até mesmo em data centers independentes, conectados por uma rede WAN. Nesse contexto, é necessário prover conectividade via redes virtuais que podem consistir de simples switches virtuais a uma rede overlay criada por protocolos desenvolvidos com tal intuito, tais como VXLAN e NVGRE. O posicionamento do ambiente virtual é uma decisão importante para o provedor de serviços, já que pode influenciar o desempenho, escalabilidade e confiabilidade. Dependendo do tipo de serviço, pode-se posicionar pequenos PODs de servidores próximos ao edge da rede (tal como no caso de vcpe) ou na borda (tal como no caso de NAT). Una de las ventajas de la arquitectura NFV es el nivel de integración entre software, hardware y procesos del operador, dado por el orchestrador con modelo de datos de alta abstracción usando mecanismos flexibles como templates y herramientas de workflow para aprovisionar y mantener las funciones de red. Otro concepto fundamental en esta arquitectura virtualizada es el Service Chaining, que permite la distribución de las funciones de red en diferentes VNFs encadenadas para proveer los servicios solicitados por el operador. Esas VNFs pueden estar en el mismo servidor, en servidores distintos o incluso en centros de datos independientes, conectados por una red WAN. En ese contexto, es necesario proveer conectividad a través de redes virtuales que pueden consistir simplemente de switches virtuales hasta una red overlay creada por protocolos desarrollados con esa intención, como VXLAN y NVGRE. El posicionamiento del ambiente virtual es una decisión importante para el proveedor de servicios, porque puede impactar el rendimiento, la escalabilidad y la fiabilidad. Dependiendo del tipo de servicio, se pueden posicionar pequeños PODs de servidores próximos al edge de la red (como el caso de vcpe) o en el borde (como el caso de NAT). NFV - Advisor 13

14 Componentes Genéricos X Carrier-Grade Um dos principais impulsionadores da arquitetura NFV é o uso de servidores genéricos para a redução de CAPEX. Contudo, sem histórico de referência, ainda há dúvida que as premissas de desempenho e confi abilidade sejam adequadas ao serviço fornecido. Desta forma várias otimizações estão sendo implantadas nos ambientes virtuais, tais como otimização da latência de processamentos de pacotes e redução de tempo de live migration. Enquanto não se tem resultados empíricos sobre a robustez de VNFs que rodam em servidores comuns, uma alternativa que vem sendo considerada é o uso de placas que permitem a criação de ambientes virtualizados em equipamentos de rede com desempenho comprovado, ou seja, os chamados carrier grade. Componentes Genéricos X Carrier-Grade Uno de los principales factores que impulsan la arquitectura NFV es el uso de servidores genéricos para la reducción de CAPEX. Sin embargo, sin historial de referencia, todavía quedan dudas que las proposiciones de rendimiento y fiabilidad sean adecuadas al servicio ofrecido. De esta forma, los fabricantes están desarrollando optimizaciones para obtener la estabilidad de los hypervisors y la optimización de drivers de I/EL de los servidores, además de la replicación de instancias de VNFs para atender una capacidad específica. Aunque no hay resultados empíricos sobre la robustez de VNFs que se ejecutan en servidores comunes, una alternativa que se está considerando es el uso de placas que permiten la creación de ambientes virtualizados en equipos de red con rendimiento comprobado, o sea, los llamados carrier grade. A arquitetura de referência NFV não possui padronizações específicas para APIs (Application Programming Interface); contudo, tem como premissa o uso de interfaces abertas, principalmente baseadas em web, tal como o modelo REST (Representational State Transfer). Todos os módulos da arquitetura pressupõem APIs abertas de modo a possibilitar o posicionamento de diferentes fabricantes dentro de uma mesma solução. Por exemplo, o cenário composto por diferentes fornecedores para o orquestrador, VNF Manager, Hypervisor e servidores deve ser factível. Como a solução é completamente baseada em software e independente do hardware, há uma oportunidade para se criar um ambiente com alto nível de integração nos domínios de OSS e BSS de forma a otimizar os processos internos das operadoras. La arquitectura de referencia NFV no posee estandarización específica para APIs (Application Programming Interface); sin embargo, tiene la proposición de uso de interfaces abiertas, principalmente basadas en la web, como el modelo REST (Representational State Transfer). Todos los módulos de arquitectura presuponen APIs abiertas para posibilitar el posicionamiento de diferentes fabricantes en una misma solución. Por ejemplo, el escenario compuesto de diferentes proveedores para el orquestador, VNF Manager, Hypervisor y servidores debe ser factible. Como la solución es completamente basada en software e independiente de hardware, hay una oportunidad para crear un ambiente con alto nivel de integración en los dominios de OSS y BSS, de manera que se optimizan los procesos internos de los operadores. 14 Advisor - NFV

15 Roadmap Os cenários para adoção de NFV são muito amplos. As estimativas relacionadas aos ganhos, economia e agilidade, são diretamente proporcionais ao tamanho da mudança proposta por esse novo modelo de entrega e gerenciamento de serviços. As principais operadoras do mundo já começam a definir as suas estratégias e há várias provas de conceito em andamento a fim de testarem os benefícios previstos. A fim de orientar os esforços de todos na mesma direção e potencializar os resultados, o ETSI propõe uma série de aplicações para a NFV que tornam-se uma referência no processo de entendimento e adoção do novo conceito. A partir daí, cabe a cada empresa ou provedor de serviço defini-lo conforme sua necessidade e tratar os gaps, sempre lembrando que não há uma verdade absoluta ou um modelo que se aplique de forma generalizada a todas as situações. Há várias abordagens possíveis rumo a NFV, mas todas elas, de alguma forma passam pelos seguintes passos: Uma seleção de funções candidatas à virtualização (das mais simples às mais complexas); Definição da infraestrutura (NFV Infrastructure), considerando todas as VNFs que ela deverá suportar; Roadmap Los escenarios para adopción de NFV son muy amplios. Las estimaciones relacionadas a las ganancias, ahorro y agilidad son directamente proporcionales a la dimensión del cambio propuesto por ese nuevo modelo de entrega y gestión de servicios. Los principales operadores del mundo empiezan a definir sus estrategias y hay varias pruebas de concepto en marcha para verificar los beneficios previstos. Con el objetivo de orientar los esfuerzos de todos en la misma dirección y potenciar los resultados, el ETSI propone una serie de aplicaciones para NFV que se convierten en referencia en el proceso de entendimiento y adopción del nuevo concepto. A partir de ahí, cada empresa o proveedor de servicio debe definirlo según su necesidad y tratar las deficiencias, recordando que no hay una verdad absoluta o un modelo que se aplique de manera generalizada a todas las situaciones. Hay varios enfoques posibles para NFV, pero todos, de alguna manera, pasan por los siguientes pasos: Una selección de funciones candidatas a virtualización (de las más sencillas hasta las más complejas); Definición de la infraestructura (NFV Infrastructure), considerando todas las VNFs que deberá soportar; NFV - Advisor 15

16 Avaliação de como os sistemas OSS legados suportarão o gerenciamento de VNFs (por exemplo, identificando na arquitetura existente um candidato a orquestrador ou elegendo um novo por exemplo) e sua integração para não criar um novo silo; Proposta de arquitetura para endereçar os gaps identificados na arquitetura atual; Análise profunda da relação entre custo e desempenho; Desenvolvimento de novas habilidades na equipe e de novos modelos de operação. Este último ponto não pode deixar de ser observado pois pode tornar-se um dos mais críticos. Tradicionalmente, os especialistas em redes de comunicação se distanciaram das tecnologias ligadas à infraestrutura computacional, como sistemas operacionais, hypervisors, shell scripts e outros. A opção por NFV, principalmente em um cenário baseado em hypervisors e servidores genéricos, exigirá desses profissionais uma nova base de conhecimentos, muito mais ligada à área de TI. Ainda nesta linha, um outro ponto bastante importante a ser ressaltado diz respeito à governança do ambiente virtualizado: ao mesmo tempo em que a arquitetura de rede física se torna simplificada, pela diminuição no número de equipamentos, a arquitetura virtual se torna mais complexa. Um único equipamento físico agora poderá servir, ao mesmo tempo, diversas redes, clientes e funções, o que exige um processo bastante criterioso de gestão de mudanças com análise de impacto, planejamento e aprovação. Nesse cenário, toda a velocidade e praticidade com que se executam mudanças na camada virtual pode representar um risco à disponibilidade e à performance dos serviços de rede se uma boa dose de governança não for aplicada. Evaluación de cómo los sistemas OSS existentes soportarán la gestión de VNFs (identificando en la arquitectura existente un candidato a orquestador o eligiendo uno nuevo, por ejemplo) y su integración para no crear un nuevo silo; Propuesta de arquitectura para solucionar los problemas identificados en la arquitectura actual; Profundo análisis del coste y rendimiento; Desarrollo de nuevas habilidades en el equipo y de nuevos modelos de operación. Este último punto debe ser observado porque puede convertirse en uno de los más críticos. Tradicionalmente, los expertos en redes de comunicación se alejaron de las tecnologías conectadas a la infraestructura informática, como sistemas operativos, hypervisors, shell scripts y demás. La opción por NFV, principalmente en un escenario basado en hypervisors y servidores genéricos, exigirá de esos profesionales una nueva base de conocimiento, mucho más conectada al área de TI. En esa misma línea, otro punto muy importante que se debe resaltar tiene que ver con la gobernabilidad del ambiente virtualizado: al mismo tiempo que la arquitectura de red física se simplifica, por causa de la disminución en el número de equipos, la arquitectura virtual se vuelve más compleja. Un único equipo físico ahora podrá servir, al mismo tiempo, diversas redes, clientes y funciones, lo que demanda un proceso bastante cuidadoso de gestión de cambios con análisis de impacto, planificación y aprobación. En ese escenario, toda la velocidad y practicidad con que se ejecutan cambios en la capa virtual puede representar un riesgo a la disponibilidad y al rendimiento de los servicios de red si no hay buena gobernabilidad. 16 Advisor - NFV

17 Conclusão Com uma extensa lista de promessas de benefícios tanto do ponto de vista técnico quanto econômico e o apoio das maiores operadoras de telecomunicações de todo o mundo, as chances de a virtualização de funções de rede não se tornar realidade são ínfimas. As vantagens propostas são bastante relevantes para o momento atual dos provedores de serviços, mas devem ser tornar fundamentais em um futuro próximo, em que as demandas por conectividade e agilidade na entrega de serviços tornam-se cada vez maiores. Por outro lado, é fato que as mudanças trazidas pela NFV terão forte impacto no mercado de TIC, desde a formação dos profissionais de rede, passando pela estrutura das operadoras (TI x engenharia) e chegando aos fornecedores de soluções de networking. O ritmo de adoção e o sucesso das iniciativas ligadas à virtualização das funções de rede serão, então, reflexo de como os players irão entender e incorporar as mudanças necessárias nesse novo cenário, e como vencerão os desafios que surgirão ao longo do processo. Conclusión Con un extenso listado de promesas de beneficios del punto de vista técnico y económico y el apoyo de los mayores operadores de telecomunicaciones de todo el mundo, la probabilidad de que la virtualización de funciones de red no se vuelva realidad es ínfima. Las ventajas propuestas son relevantes para el momento actual de los proveedores de servicios, pero deben ser fundamentales en el futuro cercano, donde las demandas de conectividad y agilidad en la entrega de servicios serán cada vez mayores. Por otro lado, es un hecho que los cambios traídos por NFV tendrán fuerte impacto en el mercado de TIC, desde la formación de los profesionales de red hasta la estructura de los operadores (TI x ingeniería), llegando a los proveedores de soluciones de networking. El ritmo de adopción y el éxito de las iniciativas relacionadas a la virtualización de las funciones de red serán, por lo tanto, un reflejo de cómo los players entenderán e incorporarán los cambios necesarios en ese nuevo escenario, y de cómo superarán los desafíos que aparecerán a lo largo del proceso. NFV - Advisor 17

18 Advisor É publicado pela PromonLogicalis. Este Advisor es una publicación de PromonLogicalis. Este documento contém informações de propriedade ou posse da PromonLogicalis, suas subsidiárias ou afiliadas e é protegido pela legislação em vigor. A reprodução total ou parcial deste trabalho só pode ser feita com a aprovação prévia da PromonLogicalis. As informações contidas nesta publicação são baseadas em conceitos testados empregados no desenvolvimento de projetos específicos e estão sujeitas a alterações de acordo com o cenário de mercado e os objetivos de cada projeto. documento contiene informaciones de titularidad o posesión de PromonLogicalis, de sus controladas o asociadas, y son protegidas por la legislación vigente. La reproducción total o parcial de esta obra sólo puede realizarse con la previa autorización de PromonLogicalis. Las informaciones contenidas en esta publicación se basan en conceptos testeados y empleados en el desarrollo de proyectos específicos y están sujetas a alteraciones de acuerdo al escenario de mercado y a los objetivos de cada proyecto. Luís Minoru Shibata Consulting Director Julian Nakasone IT Solutions Director Lucas Pinz Sr Technology Manager Fabio Hashimoto Sr Technology Manager br.promonlogicalis.com br.promonlogicalis.com br.promonlogicalis.com br.promonlogicalis.com +55 (11) (11) (21) (11) Cleber García Technology Analyst Amanda Espindola Technology Analyst Edson Soares Technology Analyst br.promonlogicalis.com br.promonlogicalis.com br.promonlogicalis.com +55 (21) (21) (11) Leia mais Contacte para descobrir o que podemos fazer para seu negócio. Para saber más Contáctese para saber lo que podemos hacer por su empresa Advisor - NFV

19 PromonLogicalis Com mais de trinta anos de experiência, a PromonLogicalis oferece serviços de consultoria que têm auxiliado grandes corporações a entender como alavancar o negócio por meio da adoção de soluções de TIC. A PromonLogicalis é um provedor de serviços e soluções de tecnologia da informação e comunicação que atua com os principais fornecedores do mercado para cada solução, abrangendo desde o core e a infraestrutura de redes de acesso, passando por redes, colaboração, data centers e segurança da informação, até sua operação e gerenciamento. PromonLogicalis Con más de treinta años de experiencia, PromonLogicalis ofrece servicios de consultoría que han ayudado a grandes corporaciones a entender cómo impulsar el negocio a través de la adopción de soluciones de TIC. PromonLogicalis es un integrador que actúa con los principales vendores del mercado para cada solución, abarcando desde el core y la infraestructura de redes de acceso, pasando por redes, colaboración, data centers y seguridad de la información, hasta su operación y gestión. NFV - Advisor 19

20 Argentina Bolívia Brasil Chile Colômbia Equador México Paraguai Peru Uruguai Copyright 2014 PromonLogicalis - All rights reserved.

Planejamento estratégico

Planejamento estratégico espaço ibero-americano espacio iberoamericano Planejamento estratégico Quem somos, onde queremos ir e como chegaremos lá são indagações necessárias em todas as escolas Como qualquer empresa, instituições

Leia mais

PowerVIEW Software para Gerenciamento de Energia e Utilidades

PowerVIEW Software para Gerenciamento de Energia e Utilidades Imagem Ilustrativa Catálogo técnico PowerVIEW Revisão: 1.0 Jan. 2013 PowerVIEW Software para Gerenciamento de Energia e Utilidades Introdução Software para gerenciamento, controle e análise de consumo

Leia mais

Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público?

Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público? Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público? Cual es período de retorno de una inversión en geoprocesamento por parte de una administración pública? Xavier

Leia mais

As novas redes, mais flexíveis e mais inteligentes.

As novas redes, mais flexíveis e mais inteligentes. As novas redes, mais flexíveis e mais inteligentes. Agenda: Os problemas das redes atuais A tecnologia SDN e NFV Vantagens, Benefícios e Aplicabillidade Cases reais de aplicação Considerações finais Os

Leia mais

Novos paradigmas de redes: Aonde e porque adotá-los

Novos paradigmas de redes: Aonde e porque adotá-los Novos paradigmas de redes: Aonde e porque adotá-los Novos paradigmas de redes: Aonde e porque adotá-los O contexto SDN O conceito NFV O conceito Aproximando as duas abordagens Virtualização de acesso Nossa

Leia mais

EL PALETIZADOR NACIDO EN EL FUTURO O PALETIZADOR NASCEU NO FUTURO [ ES PT ]

EL PALETIZADOR NACIDO EN EL FUTURO O PALETIZADOR NASCEU NO FUTURO [ ES PT ] EL PALETIZADOR NACIDO EN EL FUTURO O PALETIZADOR NASCEU NO FUTURO [ ES PT ] Griffon la tecnología ligera e integrada 2 Tecnología ligera sin límites de capacidad hasta 250 kg por bulto El nuevo paletizador

Leia mais

La República Argentina y la República Federativa del Brasil, en adelante, las Partes;

La República Argentina y la República Federativa del Brasil, en adelante, las Partes; Protocolo Adicional al Acuerdo de Cooperación para el Desarrollo y la Aplicación de los Usos Pacíficos de la Energía Nuclear en Materia de Reactores, Combustibles Nucleares, Suministro de Radioisótopos

Leia mais

Sumario Sumário. Staff

Sumario Sumário. Staff Sumario Sumário 06. Mercado Mercado Desafíos para los sectores minorista y financiero en el 2015 Desafios para os setores de varejo e finanças em 2015 12. Redes Redes IoT y la evolución de las redes corporativas

Leia mais

Monitoreo Continuo Auditoria Contínua y a Distancia

Monitoreo Continuo Auditoria Contínua y a Distancia Monitoreo Continuo Auditoria Contínua y a Distancia Luis Pires Gerente de Auditoria e Compliance Camargo Correa Luis Pires Minibiografía Con más de 25 años de experiencia en Auditoria Interna y Externa,

Leia mais

internacional MBA hispano-luso

internacional MBA hispano-luso internacional MBA hispano-luso MBA, sello de calidad Un MBA es el programa más cursado en todo el mundo, y goza del mayor r e c o n o c i m i e n t o y p r e s t i g i o internacional. Ofrece las mejores

Leia mais

Vídeo Documentação do LFS 400

Vídeo Documentação do LFS 400 Vídeo Documentação do LFS 400 A video documentação permanente para uma melhor segurança no seu armazém Una documentación con videocámara completa para la máxima seguridad en el almacén Sistemas de Software

Leia mais

Projetos compartilhados

Projetos compartilhados espaço ibero-americano espacio iberoamericano Projetos compartilhados OEI inicia o Programa Arte-educação, Cultura e Cidadania e o Projeto Ibero-americano de Teatro Infantojuvenil A aprendizagem da arte

Leia mais

Pisani Plásticos BR 116 - Km 146,3 - Nº 15.602 - C.P. 956-95059-520 - Caxias do Sul - RS - Brasil Fone: 55 54 2101.8700 - Fax: 55 54 2101.

Pisani Plásticos BR 116 - Km 146,3 - Nº 15.602 - C.P. 956-95059-520 - Caxias do Sul - RS - Brasil Fone: 55 54 2101.8700 - Fax: 55 54 2101. Pisani Plásticos BR 116 - Km 146,3 - Nº 15.602 - C.P. 956-95059-520 - Caxias do Sul - RS - Brasil Fone: 55 54 2101.8700 - Fax: 55 54 2101.8743 FILIAIS: Pindamonhangaba - SP e Recife - PE www.pisani.com.br

Leia mais

FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL

FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL UN SELLO DE CALIDAD EN LAS RELACIONES BILATERALES FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL UM SELO DE QUALIDADE NAS RELAÇÕES BILATERAIS FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL diseño

Leia mais

Adoção e Tendências dos Serviços de Cloud na América Latina: Rumo a um modelo de TI baseado em eficiência

Adoção e Tendências dos Serviços de Cloud na América Latina: Rumo a um modelo de TI baseado em eficiência Adoção e Tendências dos Serviços de Cloud na América Latina: Rumo a um modelo de TI baseado em eficiência Luciano Ramos Coordenador de Pesquisa de Software IDC Brasil A América Latina enfrenta o desafio

Leia mais

Por Antonio Couto. Autor: Antonio Couto Enterprise Architect

Por Antonio Couto. Autor: Antonio Couto Enterprise Architect Cloud Computing e HP Converged Infrastructure Para fazer uso de uma private cloud, é necessário crescer em maturidade na direção de uma infraestrutura convergente. Por Antonio Couto O que é Cloud Computing?

Leia mais

Brazil IT Snapshot 2013

Brazil IT Snapshot 2013 Brazil IT Snapshot 2013 Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira Principais atribuições e benefícios de TIC de acordo com os entrevistados Lucro Inovação Automação Resultados Agilidade

Leia mais

1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA-

1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA- 1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA- 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJECTIVOS 3. METODOLOGIA 4. PÚBLICO 5. LOCAL 6. CALENDÁRIO 1. Apresentação O Clube 1001 Palavras 1001 Debates

Leia mais

I D C T E C H N O L O G Y S P O T L I G H T

I D C T E C H N O L O G Y S P O T L I G H T I D C T E C H N O L O G Y S P O T L I G H T C o m o a t i n g i r o equilíbr i o na infraestrutura de n u ve m h í b r i d a p a r a as pr i n c i p a is cargas de t r a b a l h o d e uma empresa Julho

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

Montevidéu, 22 de abril de 2010. En Montevideo, a 22 de abril de 2010

Montevidéu, 22 de abril de 2010. En Montevideo, a 22 de abril de 2010 MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE GOVERNOS E ASSOCIAÇÕES DE GOVERNOS REGIONAIS DA REDE DE GOVERNOS REGIONAIS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (nrg4sd) ONDE SE ESTABELECE UM PROGRAMA DE COOPERAÇÃO MULTILATERAL

Leia mais

No 2013, mais de 70 membros

No 2013, mais de 70 membros Qué ofrece RedAmérica a sus miembros: Al ingresar como miembro de RedEAmérica, las organizaciones acceden a un conjunto de beneficios, entre ellos: Un marco conceptual y una serie de herramientas para

Leia mais

LFS Relatório de Trabalho

LFS Relatório de Trabalho LFS Relatório de Trabalho Produtos laticínios com sistema Productos lácteos: Óptimo control de costes y excelente calidad con el LFS Sistemas de Software para logística de armazém Da produção de UHT os

Leia mais

Dispensadores seguros e modulares para uma etiquetagem conveniente e eficaz dos fármacos.

Dispensadores seguros e modulares para uma etiquetagem conveniente e eficaz dos fármacos. sociedades científicas de anestesia. Adoptado e Recomendado pelas mais importantes Sociedades de Anestesiologia. European Patent N. EP2256045 Cartucho Dispensador Modular Seguro para un conveniente y efectivo

Leia mais

Avaya Virtualization Provisioning Service

Avaya Virtualization Provisioning Service Avaya Virtualization Provisioning Service Uma solução que fornece visibilidade, validação, automatização e geração de relatórios ao longo dos diferentes servidores, aplicações e dispositivos de rede para

Leia mais

Brazil IT Snapshot 2014

Brazil IT Snapshot 2014 Brazil IT Snapshot 2014 Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira Map Brazil IT Snapshot 2014 PromonLogicalis 3 A forma como a economia brasileira evolui, com maior inserção internacional

Leia mais

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV DATA CENTER VIRTUAL - DCV Em entrevista, Pietro Delai, Gerente de Pesquisa e Consultoria da IDC Brasil relata os principais avanços

Leia mais

Advisor. Data Centers. A pressão por redução de custos e otimização de recursos

Advisor. Data Centers. A pressão por redução de custos e otimização de recursos Foco Redução de Custos Tecnologia Data Centers Setor Grandes Corporações Geografia América Latina Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers Data Centers A pressão

Leia mais

ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y

ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y La CASA DA AMÉRICA LATINA, es una institución de derecho privado sin ánimo de lucro, con sede en la Avenida 24 de Julho, número 1188, en Lisboa, Portugal, representada

Leia mais

Softwares de código aberto para o setor de saneamento: um novo paradigma

Softwares de código aberto para o setor de saneamento: um novo paradigma Softwares de código aberto para o setor de saneamento: um novo paradigma Seminário Sistemas de Informação Geográfica São Paulo, 07 de Mayo de 2014 Xavier Torret Requena INDICE 1. Las características del

Leia mais

Smart Grids Uso de AMI para incrementar el performance de una red de distribucion

Smart Grids Uso de AMI para incrementar el performance de una red de distribucion Smart Grids Uso de AMI para incrementar el performance de una red de distribucion Fabio Dominguez, International Sales Director, ELSTER, Florida, USA Smart Grid en la Prensa Porqué Smart Grids Costo De

Leia mais

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma 1 IDC - Equipe Pietro Delai Reinaldo Sakis João Paulo Bruder Luciano Ramos Gerente de Pesquisa e Consultoria -Enterprise Gerente de Pesquisa

Leia mais

DATA CENTER INOVAÇÃO PARA RESPONDER À EXPLOSÃO DE TENDÊNCIAS GERMANO ALVES DA COSTA ENGENHEIRO DE APLICAÇÃO

DATA CENTER INOVAÇÃO PARA RESPONDER À EXPLOSÃO DE TENDÊNCIAS GERMANO ALVES DA COSTA ENGENHEIRO DE APLICAÇÃO DATA CENTER INOVAÇÃO PARA RESPONDER À EXPLOSÃO DE TENDÊNCIAS GERMANO ALVES DA COSTA ENGENHEIRO DE APLICAÇÃO Consultoria Frost & Sullivan Por que investir em Data Center? Mercado brasileiro de Data Center

Leia mais

Tendências de Mercado para 2011

Tendências de Mercado para 2011 Tendências de Mercado para 2011 Dezembro, 2010 Alexandre Vargas IT Infrastructure Market Analyst Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. IDC: Empresa líder em inteligência

Leia mais

Software-Defined Data Center. Welson Barbosa Twitter @welsonbarbosa Cloud Business Director Latin America

Software-Defined Data Center. Welson Barbosa Twitter @welsonbarbosa Cloud Business Director Latin America Software-Defined Data Center Welson Barbosa Twitter @welsonbarbosa Cloud Business Director Latin America 1 Copyright 2014 EMC Corporation. Todos All rights os reserved. direitos reservados. 2 GPS 4 O surgimento

Leia mais

Soluções IBM SmartCloud. 2014 IBM Corporation

Soluções IBM SmartCloud. 2014 IBM Corporation Soluções IBM SmartCloud Estratégia de Cloud Computing da IBM Business Process as a Service Software as a Service Platform as a Service Infrastructure as a Service Design Deploy Consume Tecnologias para

Leia mais

CA Server Automation. Visão geral. Benefícios. agility made possible

CA Server Automation. Visão geral. Benefícios. agility made possible FOLHA DE PRODUTOS: CA Server Automation agility made possible CA Server Automation O CA Server Automation é uma solução integrada de gerenciamento de data center que automatiza o provisionamento, a aplicação

Leia mais

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem White paper Para provedores de nuvem Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem Introdução: os novos desafios dos clientes estimulam a adoção da nuvem Em um ambiente de negócios dinâmico,

Leia mais

Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft

Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft SIMPLIFIQUE SUA TI MODERNIZE SUA EMPRESA Ineficiência da equipe de TI Interrupção não programada Gerenciamento

Leia mais

COLORA HD2 1001 GS12.

COLORA HD2 1001 GS12. IN.TE.SA. S.p.A. es una sociedad del GRUPO SACMI especializada en la producción y el suministro de tecnologías para el esmaltado y la decoración de baldosas cerámicas. Nacida de la experiencia de SACMI

Leia mais

Definição e monitoramento automático de estações linimétricas virtuais Definición y monitoreamento automático de estaciones limnimétricas virtuales

Definição e monitoramento automático de estações linimétricas virtuais Definición y monitoreamento automático de estaciones limnimétricas virtuales Definição e monitoramento automático de estações linimétricas virtuais Definición y monitoreamento automático de estaciones limnimétricas virtuales Gérard Cochonneau (IRD, GET Brasilia, Brésil), Stéphane

Leia mais

ESCUELAS INTERCULTURALES BILINGUES DE FRONTERA: UNA MIRADA HACIA LA FORMACIÓN DOCENTE

ESCUELAS INTERCULTURALES BILINGUES DE FRONTERA: UNA MIRADA HACIA LA FORMACIÓN DOCENTE ESCUELAS INTERCULTURALES BILINGUES DE FRONTERA: UNA MIRADA HACIA LA FORMACIÓN DOCENTE Fabiana Perpétua Ferreira Fernandes Universidade Federal de Goiás brasucaya@yahoo.com.br A partir del primer semestre

Leia mais

INTEGRACIÓN DE LA CADENA DE VALOR INTEGRAÇÃO DA CADEIA DE VALOR

INTEGRACIÓN DE LA CADENA DE VALOR INTEGRAÇÃO DA CADEIA DE VALOR GAMA DE PRODUTOS LACTICÍNIOS O mercado dos produtos lácteos tem sido caracterizado por um grande dinamismo, apresentando grandes inovações. Os consumidores estão cada vez mais exigentes e apreciam sempre

Leia mais

Fontes Externas de Financiamento

Fontes Externas de Financiamento Fontes Externas de Financiamento Mobilizando Recursos Financeiros Programa Financiavel Agua Refore stação Agricultura sustentável Areas protegidas Redução da pobreza Fontes Internas MinRH + autoridad local

Leia mais

Flozer NDA. Arquitetura integrada do IT

Flozer NDA. Arquitetura integrada do IT Flozer NDA Toda empresa precisa cumprir os objetivos que permitem que ela permaneça no mercado de trabalho. Para isso, idealizamos uma arquitetura de serviços e soluções de acordo com a necessidade de

Leia mais

Master em Jornalismo. Gestão estratégica de empresas de mídia

Master em Jornalismo. Gestão estratégica de empresas de mídia Master em Jornalismo Gestão estratégica de empresas de mídia 2016 El periodismo vive un momento de cambios profundos relacionados a las tecnologías disruptivas y transformaciones culturales. La forma tradicional

Leia mais

Guião E. 1.º MOMENTO Intervenientes e tempos

Guião E. 1.º MOMENTO Intervenientes e tempos Proposta de Guião para uma Prova Disciplina: Espanhol, Nível de Iniciação, 11.º ano (A2) Domínio de Referência: Viajes y Transportes Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião E 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

Cisco Intelligent Automation for Cloud

Cisco Intelligent Automation for Cloud Dados técnicos do produto Cisco Intelligent Automation for Cloud Os primeiros a adotarem serviços com base em nuvem buscavam uma economia de custo maior que a virtualização e abstração de servidores podiam

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 16/2015 Campus São João del-rei

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 16/2015 Campus São João del-rei Tema 01: GÊNERO E TIPOLOGIA TEXTUAL Para Luiz Antônio Marcuschi (2002), os gêneros textuais são artefatos culturais construídos historicamente pelo ser humano, textos materializados que usamos em nosso

Leia mais

Transformação da Indústria

Transformação da Indústria Conceitos Transformação da Indústria Hoje Cloud Anos 2000 Web Anos 1990 Cliente / Servidor Anos 1970 e 80 Mainframe Novas possibilidades O momento atual do país é favorável para que as empresas passem

Leia mais

Sistema de Pagamentos em Moedas Locais Sistema de Pagos en Monedas Locales S M L

Sistema de Pagamentos em Moedas Locais Sistema de Pagos en Monedas Locales S M L BANCO CENTRAL DE LA REPUBLICA ARGENTINA BANCO CENTRAL DO BRASIL Sistema de Pagamentos em Moedas Locais Sistema de Pagos en Monedas Locales S M L 1 Panorama Atual Panorama Actual Não há instrumentos financeiros

Leia mais

FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO

FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO EM MUSEOLOGIA DOS PAÍSES DE LÌNGUA PORTUGUESA E ESPANHOLA SEMINARIO DE INVESTIGACIÓN EN MUSEOLOGÍA DE LOS PAÍSES DE HABLA PORTUGUESA

Leia mais

HTC Heat Time Control Sistema de detección de temperaturas Sistema de medição de calores

HTC Heat Time Control Sistema de detección de temperaturas Sistema de medição de calores HTC Heat Time Control Sistema de detección de temperaturas Sistema de medição de calores PANAzoo HTC Sistema de control de las temperaturas Un buen sistema de supervisión de las temperaturas es importante

Leia mais

Segurança em automação Seguridad en automatización

Segurança em automação Seguridad en automatización Advisor Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC Análisis independientes de tendencias tecnológicas para profesionales de TIC Segurança em automação Seguridad en automatización

Leia mais

Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft

Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft Cisco Unified Data Center A infraestrutura ideal para ambientes e aplicações da Microsoft SIMPLIFIQUE SUA TI TRANSFORME SUA EMPRESA Ineficiência da equipe de TI Interrupção não programada Gerenciamento

Leia mais

Consultoria para apoio ao Programa Nacional de Controle de Malária do Brasil na gestão farmacêutica. Paola Marchesini

Consultoria para apoio ao Programa Nacional de Controle de Malária do Brasil na gestão farmacêutica. Paola Marchesini Relatório de Consultoria Brasil Maio 2013 Consultoria para apoio ao Programa Nacional de Controle de Malária do Brasil na gestão farmacêutica. Paola Marchesini Maio 2013 Informe Consultoría de apoio à

Leia mais

Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay

Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay Prueba Piloto Conjunta sobre Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay Comitê do Censo Demográfico, IBGE Brasil Taller de Cierre y Conclusiones del Grupo de Trabajo Ronda Censos 2010 de la CEA-CEPAL CEPAL

Leia mais

Resultados do Censo do Setor de TI 2013. 11 de junho de 2014 Vitória (ES)

Resultados do Censo do Setor de TI 2013. 11 de junho de 2014 Vitória (ES) Resultados do Censo do Setor de TI 2013 11 de junho de 2014 Vitória (ES) Agenda Pra quê esse Censo? Participação 2013 Resultados sobre Principais Temas Conclusões Para quê esse Censo? Histórico do Censo

Leia mais

Brazil IT Snapshot 2015

Brazil IT Snapshot 2015 Brazil IT Snapshot Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira Map Brazil IT Snapshot PromonLogicalis 3 Pelo terceiro ano consecutivo, a PromonLogicalis foi ao mercado para tirar uma fotografia

Leia mais

Freixinho & Raizman a d v o g a d o s

Freixinho & Raizman a d v o g a d o s Freixinho & Raizman a d v o g a d o s www.freixinho.adv.br Freixinho & Raizman a d v o g a d o s Freixinho & Raizman a d v o g a d o s A Empresa Freixinho e Raizman Advogados tem o objetivo de prover

Leia mais

AX4B SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA X X. Nombre de la solución Escenario de Negocio Breve Descripción

AX4B SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA X X. Nombre de la solución Escenario de Negocio Breve Descripción A4B SERVIÇOS DE Quiénes somos Uma consultoria especializada em soluções de nuvem. Contamos com time técnico certificado em soluções de infraestrutura. Time com profissionais Microsoft, Unix, Oracle e SAP.

Leia mais

Aprender a crescer em ambientes turbulentos. Prof. Dr. Klaus North

Aprender a crescer em ambientes turbulentos. Prof. Dr. Klaus North A PME dinamica Aprender a crescer em ambientes turbulentos Prof. Dr. Klaus North Wiesbaden Business School, Alemanha Hochschule RheinMain O DESAFIO : manter vantagens competitivas em ambientes turbulentos

Leia mais

WORKSHOP TEAM DEVELOPER 2013 - I

WORKSHOP TEAM DEVELOPER 2013 - I WORKSHOP TEAM DEVELOPER 2013 - I Objetivo El principal Objetivo del WorkShop TD es lograr actualizar a los profesionales que trabajan con Team Developer en las nuevas opciones y funciones que permite desarrollar

Leia mais

Acelere a sua jornada à nuvem

Acelere a sua jornada à nuvem Boletim técnico Acelere a sua jornada à nuvem Arquitetura de nuvem convergente da HP Índice Uma nova computação para a empresa... 2 Evolua a sua estratégia de TI para incluir serviços da nuvem... 2 A nova

Leia mais

TRABALHANDO JUNTOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA TRABAJANDO JUNTOS PARA EL DESENVOLVIMIENTO DE LA INDUSTRIA

TRABALHANDO JUNTOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA TRABAJANDO JUNTOS PARA EL DESENVOLVIMIENTO DE LA INDUSTRIA TRABALHANDO JUNTOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA TRABAJANDO JUNTOS PARA EL DESENVOLVIMIENTO DE LA INDUSTRIA AS SOLUÇÕES ARTICULADAS DO SISTEMA FIERO, POR MEIO DO SESI E SENAI, FORAM ESPECIALMENTE

Leia mais

Vasos de Pressão. Vasos de Presión. Soluções em Refrigeração Industrial. Criando soluções que fazem a diferença.

Vasos de Pressão. Vasos de Presión. Soluções em Refrigeração Industrial. Criando soluções que fazem a diferença. Vasos de Pressão Vasos de Presión Criando soluções que fazem a diferença. 3 Utilização Utilización Os vasos de pressão Mebrafe respeitam rigorosamente as normas de projeto e fabricação estabelecidas em

Leia mais

VMware vcloud Suite 5.8

VMware vcloud Suite 5.8 VMware vcloud Suite 5.8 Licenciamento, preços e pacotes WHITE PAPER Índice Resumo executivo.... 3 Visão geral de licenciamento do.... 3 Unidade de licenciamento: por processador (CPU).... 3 Sem limites

Leia mais

Painel de controle. Caja de control

Painel de controle. Caja de control Painel de controle Caja de control Elija la mejor solución para la refrigeración de sus productos. Escolha a melhor solução para a refrigeração de seus produtos. Sinónimo de calidad superior, desempeño

Leia mais

UNIVERSIDADES PÚBLICAS DE LA COMUNIDAD DE MADRID PRUEBA DE ACCESO A LAS ENSEÑANZAS UNIVERSITARIAS OFICIALES DE GRADO.

UNIVERSIDADES PÚBLICAS DE LA COMUNIDAD DE MADRID PRUEBA DE ACCESO A LAS ENSEÑANZAS UNIVERSITARIAS OFICIALES DE GRADO. UNIVERSIDADES PÚBLICAS DE LA COMUNIDAD DE MADRID PRUEBA DE ACCESO A LAS ENSEÑANZAS UNIVERSITARIAS OFICIALES DE GRADO MATERIA: PORTUGUÉS Curso 2015-16 MODELO INSTRUCCIONES Y CRITERIOS GENERALES DE CALIFICACIÓN

Leia mais

Por la Comisión Organizadora Local: Lorenzo J. Blanco Nieto (Coordinador General) Ricardo Luengo González (Coordinador de Actas)

Por la Comisión Organizadora Local: Lorenzo J. Blanco Nieto (Coordinador General) Ricardo Luengo González (Coordinador de Actas) INTRODUCCIÓN En el XI Simposio de la Sociedad Española de Educación Matemática, celebrado en la Universidad de La Laguna en Septiembre de 2007, se acordó la celebración en Badajoz del XII SEIEM. Su ubicación

Leia mais

Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013

Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013 Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013 ISSN 1852 8538 El Comité de Procesos Cooperativos y Asociativos - PROCOAS -, de la Asociación de Universidades

Leia mais

Manual de Identidade Visual Fiat Manual de Identidad Visual Fiat

Manual de Identidade Visual Fiat Manual de Identidad Visual Fiat Manual de Identidade Visual Fiat Manual de Identidad Visual Fiat Elementos Básicos Elementos Básicos Identidade de Comunicação ATL Identidad de Comunicación ATL Papelaria Corporativa Papelería Corporativa

Leia mais

EHC (EMC Hybrid Cloud) para SAP. Agosto de 2014

EHC (EMC Hybrid Cloud) para SAP. Agosto de 2014 EHC (EMC Hybrid Cloud) para SAP Agosto de 2014 1 Os clientes SAP estão se transformando Agilidade nos negócios Móvel Percepção e resposta Em tempo real Ágil ITaaS Alta capacidade de resposta Resiliente

Leia mais

Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio. Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist

Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio. Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist 05 De onde vem o termo nuvem? Business Servidores SAN WAN SAN LANs Roteador NAS Switch

Leia mais

MATERIAL CANDIDATOS. Textos y Fichas

MATERIAL CANDIDATOS. Textos y Fichas MATERIAL CANDIDATOS Textos y Fichas Comercio Chile - China De acuerdo a un informe de Aduanas, China se consolidó como el principal destino de las exportaciones chilenas con embarques por US$ 8.257 millones

Leia mais

SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2

SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2 SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2 A IMPORTÂNCIA DO CONTEXTO GEOECONÔMICO DE FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE POBREZA PARA A GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA-FAMÍLIA... 3 QUÉ

Leia mais

panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput

panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput Cloud Conf 2012 Agosto de 2012 Sobre a Frost & Sullivan - Consultoria Global com presença nos 4 continentes, em mais de 25 países, totalizando 40 escritórios.

Leia mais

Documento técnico de negócios Gerenciamento de nuvens híbridas

Documento técnico de negócios Gerenciamento de nuvens híbridas Documento técnico de negócios Gerenciamento de nuvens híbridas Uma solução de gerenciamento de nuvens abrangente, segura e flexível Documento técnico de negócios Página 2 Frente às tendências significativas

Leia mais

PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor

PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor CUSTOMER SUCCESS STORY PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor CUSTOMER PROFILE Empresa: PromonLogicalis Indústria: Tecnologia da Informação e Comunicações Funcionários:

Leia mais

FIjacIóN de HerraMIeNtas: calidad en la perfección MaNdrIs para FerraMeNtas: QualIdade Na perfeição www.haimer.com

FIjacIóN de HerraMIeNtas: calidad en la perfección MaNdrIs para FerraMeNtas: QualIdade Na perfeição www.haimer.com Fijación de herramientas: calidad en la perfección MANDRIS PARA FERRAMENTAS: QUALIDADE NA PERFEIÇÃO www.haimer.com Refrigeración llevada hasta la cima REFRIGERAÇÃO DIRECIONADA AO TOPO COOL FLASH Sistema

Leia mais

Turbo-trituradores TRX-21 / TRX-22

Turbo-trituradores TRX-21 / TRX-22 Turbo-trituradores TRX-21 / TRX-22 TRX-21 / TRX-22 La gama de turbo-trituradores TRX de Sammic, diseñada para trabajar en calderos de hasta 800 litros de capacidad, permite mezclar y triturar directamente

Leia mais

Trópico está lançando novos produtos e ampliando seu Portfólio

Trópico está lançando novos produtos e ampliando seu Portfólio Trópico está lançando novos produtos e ampliando seu Portfólio Plataforma para Internet das Coisas Monitoração e Controle de Dispositivos Conectados à Internet Contact Center Multicanal Melhoria da Qualidade

Leia mais

A Empresa. La Compañía

A Empresa. La Compañía A Empresa Freixinho Advogados tem o objetivo de prover assessoramento completo para pessoas físicas e jurídicas em questões de Direito Penal e Processo Penal. Para oferecer serviços de excelência a seus

Leia mais

Instrumentos de alinhamento do negócio

Instrumentos de alinhamento do negócio Virtualização e Consolidação: Instrumentos de alinhamento do negócio com as TIC José Casinha (Oni Communications) jose.casinha@oni.pt i Alinhamento das TI com o negócio Pessoas Skills Conhecimento Produtividade

Leia mais

Cloud Pública ou Privada? Amauri Pereira de Barros. Não deixe o mercado escolher por você!!!

Cloud Pública ou Privada? Amauri Pereira de Barros. Não deixe o mercado escolher por você!!! Cloud Pública ou Privada? Não deixe o mercado escolher por você!!! 1 Amauri Pereira de Barros amauri.barros@sondait.com.br 11 98550-8427 19 9833-9784 @amauripb Atuação na América Latina 4º maior empresa

Leia mais

Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede

Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede Janeiro de 2014 Preparado por: Zeus Kerravala Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede por Zeus Kerravala Janeiro

Leia mais

Relatório de Progresso

Relatório de Progresso Luís Filipe Félix Martins Relatório de Progresso Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Preparação para a Dissertação Índice Introdução... 2 Motivação... 2 Cloud Computing (Computação

Leia mais

BRASÍLIA DF IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA RESUMO

BRASÍLIA DF IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA RESUMO BRASÍLIA DF 2010 IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA RESUMO O processo de formação de pessoas é bastante complexo e difícil, pois normalmente os Lideres responsáveis pela transmissão do conhecimento,

Leia mais

Cloud Computing O novo paradigma de Custeio. Anderson Baldin Figueiredo Consultor

Cloud Computing O novo paradigma de Custeio. Anderson Baldin Figueiredo Consultor Cloud Computing O novo paradigma de Custeio Anderson Baldin Figueiredo Consultor O momento da 3ª. Plataforma $$$$$ $ Conceituando Cloud Computing Mas o que significa cloud computing mesmo? Cloud = Evolução

Leia mais

Cloud Computing. Momento Atual e Tendências. Outubro / 2011. Anderson Baldin Figueiredo Gerente de Pesquisa & Consultoria

Cloud Computing. Momento Atual e Tendências. Outubro / 2011. Anderson Baldin Figueiredo Gerente de Pesquisa & Consultoria Cloud Computing Momento Atual e Tendências Outubro / 2011 Anderson Baldin Figueiredo Gerente de Pesquisa & Consultoria Copyright 2011 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved.

Leia mais

PARTNER SALES 01/12/2014 BRASIL. www.middlecom.com.br Tel. +55 (48) 9905-7321

PARTNER SALES 01/12/2014 BRASIL. www.middlecom.com.br Tel. +55 (48) 9905-7321 PARTNER SALES 01/12/2014 ENGENHARIA 09/12/2014 Portal Brasil Engenharia Furukawa expande Programa Green IT para América Latina 12/12/14 15:25 Pesquisar... HOME REVISTA SERVIÇOS CURSOS VÍDEOS NOTÍCIAS ASSINATURAS

Leia mais

T E C N O L O G I A E M D E S T A Q U E D A I D C

T E C N O L O G I A E M D E S T A Q U E D A I D C T E C N O L O G I A E M D E S T A Q U E D A I D C Ap r i m o r a m e n t o da rede do data center para m e l h o r a r a escalabilidade, orquestr ação e a u t o m a ç ã o Abril de 2014 Adaptado de abordagem

Leia mais

El Techo Fácil de Pladur. Más rápido, más económico O Tecto Fácil de Pladur. Mais rápido, mais económico

El Techo Fácil de Pladur. Más rápido, más económico O Tecto Fácil de Pladur. Mais rápido, mais económico El Techo Fácil de Pladur. Más rápido, más económico O Tecto Fácil de Pladur. Mais rápido, mais económico El Techo Fácil de Pladur Más rápido, más económico El techo Pladur TF, es un sistema fácil de montar,

Leia mais

ohio tandem l ohio M

ohio tandem l ohio M ohio tandem l ohio M Inyectores de medio de contraste con función tándem ohio tandem Calidad por partida doble! ohio M Uno para todos! Injectores de produtos de contraste com função Tandem ohio tandem

Leia mais

+20% +25% 55% 850. Em qué projectos se aplica Cloud? Mudança de paradigma. Investimento em Private Cloud. Empresas que apoiam OpenStack

+20% +25% 55% 850. Em qué projectos se aplica Cloud? Mudança de paradigma. Investimento em Private Cloud. Empresas que apoiam OpenStack Computing hoje Os dados das grandes empresas de consultadoria refletem que vivemos novos tempos com novas necessidades. As nossas organizações não podem ser alheias a estas mudanças. +20% +25% 55% 850

Leia mais

Uma infraestrutura centrada em aplicativos possibilitará agilidade comercial

Uma infraestrutura centrada em aplicativos possibilitará agilidade comercial Uma infraestrutura centrada em aplicativos possibilitará agilidade comercial Março de 2014 Preparado por: Zeus Kerravala Uma infraestrutura centrada em aplicativos possibilitará agilidade comercial by

Leia mais

PCTV Analog Stick (170e)

PCTV Analog Stick (170e) PCTV Analog Stick (170e) Guía Início Rápido 2008-2009 PCTV Systems S.à r.l. 8420-20022-01 R2 Contenido del Paquete 1 2 3 4 5 6 7 I. Instalación II. III. IV. Contenido del Paquete* Imagenes ilustrativas

Leia mais

O Santander Brasil manterá seus acionistas e o mercado em geral informados acerca de quaisquer novos fatos relevantes atinentes à Operação.

O Santander Brasil manterá seus acionistas e o mercado em geral informados acerca de quaisquer novos fatos relevantes atinentes à Operação. BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. C.N.P.J. nº 90.400.888/0001-42 Companhia Aberta de Capital Autorizado NIRE 35.300.332.067 FATO RELEVANTE BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. ( Santander Brasil ), em atendimento

Leia mais

SDN: Evolução das Redes Programáveis

SDN: Evolução das Redes Programáveis SDN: Evolução das Redes Programáveis Marcelo Fernandes Systems Engineer Setembro, 2013 SDN: O que há de novo? Redes que conhecem as aplicações Aplicações que conhecem as redes Redes provêem serviços e

Leia mais