Elaborado por: Antônio do Amaral Batista Revisado por: Lilia Maria Razzolini Aprovado por: Andréa Cauduro de Castro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Elaborado por: Antônio do Amaral Batista Revisado por: Lilia Maria Razzolini Aprovado por: Andréa Cauduro de Castro"

Transcrição

1 POPE: B04 Página 1 de 7 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome: Analisador para eletroforese capilar automatizada. 1.2 Modelo: Capillarys Flex Piercing / SEBIA. 1.3 Número de série: Equipamento 5: SN Equipamento 6: SN Número de patrimônio: Não se aplica. 1.5 Data de aquisição: N/A Entrada no setor: Entrada em funcionamento: Forma de aquisição: Comodato. 1.7 Condições dos equipamentos quando do recebimento: (X ) Novos ( ) Usados 1.8 Setor alocado: Setor de Bioquímica do Laboratório HNSC. 1.9 Fabricante: SEBIA Revendedor: Especialista Assistência técnica: Especialista Nome do(s) técnico(s) responsável(s): Vinícius Corcione (Assessor Científico). Fernanda Sander (Assessora Científica). Cláudia Brum (Representante de Vendas) Fone/Fax: (51) (Vinícius). (51) (Cláudia). (51) (Fernanda). (51) (Especialista)

2 POPE: B04 Página 2 de Aplicabilidade: Bioquímicos do Setor de Bioquímica do Laboratório - HNSC 3. Operação do equipamento: 3.1 Reagentes / Kit eletroforese de Hb: Dois frascos de tampão pronto para o uso (700 ml cada). Um frasco de Solução hemolisante pronta para o uso (700 ml). Um frasco de Solução de lavagem concentrada (70 ml). Segmentos de diluição (1 embalagem de 90). Filtros (3 unidades). 3.2 Reagentes / Kit eletroforese de Proteínas: Dois frascos de tampão pronto para o uso (700 ml cada). Um frasco de Solução de lavagem concentrada (70 ml). Segmentos de diluição (1 embalagem de 90). Filtros (3 unidades). 2.1 Calibração: Realizada semestralmente pela equipe de Assessoria Técnica da Especialista, juntamente com a manutenção preventiva. 2.2 Controle de qualidade / Hb: Controle Normal Sebia: O Controle Normal Sebia destina-se ao controle de migração antes de iniciar uma série de amostras. Reconstituir, com precisão, cada um dos frascos contendo o liofilizado, com 1,6 ml de água purificada. Deixar à temperatura ambiente por 10 minutos, agitando suavemente o frasco de vez em quando. Após reconstituição, congelar a 20ºC em alíquotas de 250 µl. Após a reconstituição é estável por 7 dias entre 2 e 8ºC e por 6 meses a 20ºC. Pool de papa de hemácias para controle de qualidade: pool de hemácias, contendo as hemoglobinas A, F, S e C, preparado a partir de amostras de sangue de pacientes.o pool será usado como controle somente na falta de fornecimento do controle Normal Sebia e na rotina uma vez por semana. O pool de papa de hemácias é preparado a partir de amostras de sangue de pacientes e/ou do banco de sangue, da seguinte maneira: Selecionar amostras de papa de hemácias, migradas na eletroforese de Hb por capilaridade, contendo hemoglobinas A, S, C e F e amostras de sangue total de recém nascido (HbF). Se for possível, solicitar ao Banco de Sangue um volume adicional da amostra com HbC e HbS.

3 POPE: B04 Página 3 de 7 Centrifugar o sangue total por 5 minutos a 5000 rpm, eliminar o plasma. Misturar as papas de hemácias selecionadas, agitar em vórtex. Lavar 2 vezes com solução fisiológica (centrifugar após cada lavagem). Separar em alíquotas de 350 µl. Etiquetar, colocando nome (Pool Hb) e data de preparo. Correr uma amostra do pool na eletroforese por capilaridade ph alcalino SEBIA para avaliar a qualidade do pool. Se todas as frações (A,S,C e F) estiverem presentes, o pool é considerado adequado para o uso e pode ser congelado. Congelar a 70 C. Estável por 3 meses. 2.3 Controle de qualidade / Proteínas: O Controle Normal de Proteínas SEBIA destina-se, antes de realizar uma série de amostras, ao controle de migração de proteínas séricas. Reconstituir, com precisão, cada um dos frascos contendo o liofilizado, conforme a bula, com 1,0 ml de água purificada. Deixar repousar durante 30 minutos, agitando suavemente, evitando a formação de espuma. Separa-se em alíquotas de 0,333 ml. Estabilidade pós reconstituição: 1 semana de 2 a 8ºC ou 2 meses se congelado. 2.4 Modo de operação: Eletroforese de Hb: O equipamento Capillarys Flex Piercing utiliza um sistema automático multiparâmetros para análise das hemoglobinas em capilares paralelos. O ensaio de hemoglobinas utiliza 8 capilares para analisar as amostras. Preparação da análise Capillarys : Esvaziar o esgoto e preencher a água, checar o volume do tampão e solução de lavagem. Pressionar os dois botões de metal simultaneamente para retirar os frascos, e para recolocálos, observar se o engate rápido está bem seguro. O tampão não pode ser colocado gelado. Ele deve ficar a temperatura ambiente pelo menos por 2h, antes de processar as amostras. Ligar o aparelho Capillarys (chave atrás do aparelho), o computador (CPU) e o monitor (tela). Ligar o micro e clicar em PC. Abre-se uma tela Deseja permitir que o programa de um fornecedor desconhecido faça alterações nesse computador? Marcar sim e iniciar o software clicando em Phoresis, abre um campo para colocar a senha: SEBIA. Normalmente clicar no OK (sem nada marcado). Se o equipamento estiver parado há mais de 5 dias, marcar somente primeira lavagem. O sistema iniciará um ciclo de lavagem automático. Informar as trocas e níveis de reagentes. Aguardar o sistema liberar uma informação: lavagem encerrada, reiniciar o equipamento. Encerrar o programa e desligar o equipamento. Aguardar 5 minutos e religar o equipamento. A sequência dos passos automáticos é a seguinte: Leitura do código de barras dos tubos de amostras e das racks das amostras. Hemólise e diluição das amostras a partir dos tubos primários. Lavagem dos capilares. Injeção de amostras hemolisadas.

4 POPE: B04 Página 4 de 7 Separação da Hb e detecção direta das Hbs separadas nos capilares Eletroforese de proteínas: O equipamento Capillarys Flex Piercing utiliza um sistema automático multiparâmetros para análise das proteínas em capilares paralelos. O ensaio de proteínas utiliza 8 dos 8 capilares para analisar as amostras. Preparação da análise Capillarys Flex Piercing: Esvaziar o esgoto e preencher a água, checar o volume do tampão e solução de lavagem. Pressionar os dois botões de metal simultaneamente para retirar os frascos, e para recolocálos, observar se o engate rápido está bem seguro. Ligar o aparelho Capillarys Flex Piercing (chave atrás do aparelho), o computador (CPU) e o monitor (tela). Iniciar o software clicando em Phoresis, abre um campo para colocar a senha: SEBIA. Normalmente clicar no OK (sem nada marcado). Na verificação de reagentes o software pergunta: - Continue cycle tecnique in progress. - Change analysis tecnique. - Marcar Ok. Se o equipamento estiver parado há mais de 5 dias, marcar somente primeira lavagem. O sistema iniciará um ciclo de lavagem automático. Informar as trocas e níveis de reagentes. Aguardar o sistema liberar uma informação: lavagem encerrada. Fazer uma ativação de capilares. O sistema iniciará um ciclo de lavagem automático. Informar as trocas e níveis de reagentes. Aguardar o sistema entrar em PRONTO. A sequência dos passos automáticos é a seguinte: Leitura do código de barras dos tubos de amostras e das racks das amostras. Diluição das amostras a partir dos tubos primários, em segmentos de diluição. Lavagem dos capilares. Injeção de amostras diluídas. Análise das proteínas e detecção direta das proteínas nos capilares Troca de Programa: Para troca de programa: Com o equipamento desligado: Ao iniciar a rotina, abre-se uma tela pedindo se há troca de programa. Clicar na frase Change analysis tecnique : marcar Ok. Marcar a técnica Hb ou Proteino 6. Esperar pelo comando de troca de reagentes para substituir os frascos. Com o equipamento ligado: Mudar o programa na tela (à direita, em cima). Clicar em troca de reagentes. Aguardar comando da troca de reagentes e substituir os frascos. Passar o Capiclean e processar o controle de Hb 2x (1x automática e 1x manual).

5 POPE: B04 Página 5 de 7 3. Manutenções: 3.1 Preventivas: Semanal: - CAPICLEAN: O capiclean é uma solução que contém enzimas proteolíticas e tensoativos, utilizado na limpeza dos capilares. Em nossa rotina passamos o CAPICLEAN semanalmente. - O frasco de solução concentrada de Capiclean (SEBIA, PN 2051, 12 ml) contém: enzimas proteolíticas e tensoativos. Utiliza-se para limpeza semanal da agulha de amostra, capiclean diluido 1:2 com água reagente. Em nossa rotina passamos o CAPICLEAN semanalmente, no equipamento de Hb e no equipamento de proteínas. - Rack de manutenção: Rack encher um segmento branco novo com solução de lavagem capillarys concentrada 200µl) e na posição 1 da rack colocar um tubo com 0,4 ml da solução capiclean diluída 1:2 com água destilada (200µl capiclean + 200µl de água destilada). Colocar e marcar limpeza dos capilares com Capiclean. - Hipoclorito de sódio 2,5%: para limpeza da agulha no equipamento de eletroforese de Hb Mensal: - Hipoclorito de sódio 2,5%: para limpeza da agulha no equipamento de eletroforese de proteínas Semestral: Realizada pela Assessoria Técnica da Especialista. 3.2 Corretivas: Se necessárias. 3.3 Ativação após manutenções: Após manutenção preventiva ou corretiva do equipamento, fazer ativação dos capilares (2x) e passar soro controle (no mínimo 3x, usando o mesmo segmento), para que o aparelho se autocalibre (ELH). Na ELP não ocorre esta calibração. 4. Bibliografia: Manual do Capillarys SEBIA. 5. Anexos: 5.1 Planilha de Controle de qualidade e Manutenção

6 POPE: B04 Página 6 de Backup Capillarys: periodicidade: trimestral Passo a passo: Com o equipamento desligado: abrir o programa e entrar em banco de dados Arquivar Cópia de segurança avançada Sim Abre janela: clicar em cópia de segurança das amostras Marcar o programa: Pt ou Hb (ou ambos) Clicar em Instrument (em cima): marcar Capillarys e o nº de série do equipamento. Clicar no ícone abaixo para nomear o arquivo: ex: cap 6 20março15 Clicar em área de trabalho e pasta backup Abrir e copiar Sim (amostras selecionadas) Fechar o programa Para gravar no PENDRIVE: Colocar o pendrive e observar se ele foi reconhecido (aparece em baixo, à direita: o dispositivo está pronto para uso ). Fechar quadro de reprodução automática. Abrir tela com arquivos selecionados. Clicar (com botão direito) no arquivo para gravar. Enviar para disco removível E. Começa a gravar automaticamente. Fechar a tela. Para certificar que gravou no PENDRIVE: Ícone computador (2x) Clicar no disco removível E (2x). Aparece o arquivo gravado (mas não abre o arquivo). Para restaurar os arquivos: Colocar o pendrive (ver se ele foi reconhecido pelo computador). Abrir o programa PHORESIS. Banco de dados. Arquivar. Cópia de segurança avançada.

7 POPE: B04 Página 7 de 7 SIM. Restaurar amostras. Clicar na carta amarela (em baixo) para dar o caminho para o arquivo. Meu computador. Disco removível E. Clicar no arquivo desejado para restaurar. Abrir. Selecionar a técnica (ELP ou ELH) (ou ambas). Marcar ao lado: normal e patológico para as amostras. Copiar. Fechar a janela da cópia de segurança avançada. Olhar no banco de dados para ver se o arquivo está ok (nas 2 técnicas, ELH e ELP). Excluir arquivos do pendrive. 5.3 Como localizar uma amostra quando necessário: OBS: antes de março de 2014, a busca deve ser feita no computador anexo ao do Assistente Técnico. Abrir o Programa Phoresis (as pastas do backup não abrem os arquivos). Clicar em buscar na faixa superior. Buscar por critério. Identificar a amostra no campo ID (colocar todo o nº da amostra). Clicar em Iniciar busca. Abre uma tela com a amostra processada. Clicar em Ver. Para retornar, fechar a tela no * (em duas telas). Fechar a tela de busca. 5.4 Equipamento parado (+ de 15 dias) Passo a passo: Ligar o equipamento. Iniciar o Programa e marcar senha e lavagem forçada. Pronto. Fazer Capiclean e ativação dos capilares. Caso o controle não esteja ok: Calibração CCD. Após, usar normalmente.

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL FEMINA LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE HEMATOLOGIA AUTOMAÇÃO EM HEMATOLOGIA SYSMEX XT 4000i

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL FEMINA LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE HEMATOLOGIA AUTOMAÇÃO EM HEMATOLOGIA SYSMEX XT 4000i POPE n.º: H 01 Página 1 de 6 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome: Analisador Hematológico Automatizado Sysmex 1.2 Modelo: XT 4000i 1.3 Número de série: 12780 1.4 Número de patrimônio: Não se aplica

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA POP n.º: B111 Página 1 de 8 1. Sinonímina: Eletroforese de Hemoglobina em ph ácido. 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de Bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação Clínica: A eletroforese de hemoglobina

Leia mais

Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia.

Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia. POP-I 67 Página 1 de 5 1. Sinonímia Teste rápido Anti-½ - OraQuick ADVANCE 2. Aplicabilidade Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia. 3. Aplicação clínica O ensaio

Leia mais

Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia e hematologia.

Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia e hematologia. POP n.º: I70 Página 1 de 5 1. Sinonímia Teste rápido Anti-, VIKIA Biomeriéux. 2. Aplicabilidade Aos bioquímicos, técnicos de laboratório e estagiários do setor de imunologia e hematologia. 3. Aplicação

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome: 1.2 Modelo: IV Xpert System é composto por, um computador, um leitor de códigos de barra e software pré-instalado. 1.3 Número de série: 802137 1.4 Número de patrimônio:

Leia mais

1. NOME DO TESTE A hemoglobina glicada é também chamada de hemoglobina glicosilada, hemoglobina A1c ou simplesmente, HbA1c.

1. NOME DO TESTE A hemoglobina glicada é também chamada de hemoglobina glicosilada, hemoglobina A1c ou simplesmente, HbA1c. 1/5 1. NOME DO TESTE A hemoglobina glicada é também chamada de hemoglobina glicosilada, hemoglobina A1c ou simplesmente, HbA1c. 2. APLICAÇÃO CLÍNICA Hemoglobina Glicada, também abreviada como Hb A1c, é

Leia mais

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito.

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. Atualização De Mapas GPS Apontador 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. 3º Clique na Opção Registrar 4º Selecione o Dispositivo Apontador e o Modelo

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX.

GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX. GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX. Como instalar a ferramenta Naviextras Toolbox? Antes de baixar o instalador da página de Downloads, por favor, verifique se seu computador se encaixa nos requisitos mínimos

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS Versão n.º: 2.0 10/03/2014 POPE: H-06 Página 1 de 14 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome: Unidade automatizada de preparação de lâminas para hematologia - Sysmex. 1.2 Modelo: SP 1000i. 1.3 Número

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POP n.º: I 22 Página 1 de 5 1. Sinonímia Beta 2 Microglobulina, b2m 2. Aplicabilidade Aos técnicos e bioquímicos do setor de imunologia 3. Aplicação clínica A beta-2-microglobulina é uma proteína presente

Leia mais

Manual Programa SOSView 4.0

Manual Programa SOSView 4.0 2012 Manual Programa SOSView 4.0 Laboratório SOS Sotreq Versão Manual 1.0 01/03/2012 Página 1 de 52 Manual Programa SOSView 4 Instalação do Programa Utilização em Rede Importação de Amostras Consulta de

Leia mais

Determinação quantitativa in vitro da atividade catalítica da CKMB em soro e plasma humano.

Determinação quantitativa in vitro da atividade catalítica da CKMB em soro e plasma humano. POP n.º: B07 Página 1 de 5 1. Sinonímia: CKMB, MB. Mnemônico: MB 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação quantitativa in vitro da atividade

Leia mais

CONTROLE DE COPIA: PE-LB-IQ-005 OPERAÇÃO DO WORKCELL 22/10/2015

CONTROLE DE COPIA: PE-LB-IQ-005 OPERAÇÃO DO WORKCELL 22/10/2015 22/10/25 1/5 1. INTRODUÇÃO O ADVIA WORKCELL é um sistema de automação completo que integra instrumentos de diferentes setores. É composto de um dispositivo físico que transporta amostras entre a área de

Leia mais

REGISTRO DO CONTROLE INTERNO DA QUALIDADE DE TIRA PARA URINÁLISE

REGISTRO DO CONTROLE INTERNO DA QUALIDADE DE TIRA PARA URINÁLISE REGISTRO DO CONTROLE INTERNO DA QUALIDADE DE TIRA PARA URINÁLISE Fabricante da tira:...lote:... Amostra-controle:...Lote:... Freqüência: Diária Semanal Mensal Por lote CRITÉRIOS DE ACEITABILIDADE Limites

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POP n.º: I 29 Página 1 de 5 1. Sinonímia Pesquisa de anticorpos frios. 2. Aplicabilidade Bioquímicos e auxiliares de laboratório do setor de Imunologia. 3. Aplicação clínica As Crioaglutininas são anticorpos

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POPE: H-08 Página 1 de 9 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome:. Modelo: DM96 1.2 Número de série 31855 1.3 Número de patrimônio: N/A. 1.4 Data de aquisição: N/A. 1.4.1 Entrada no setor: 25/06/13 1.4.2

Leia mais

COMO INSTALAR O CATÁLOGO

COMO INSTALAR O CATÁLOGO Este guia tem por finalidade detalhar as etapas de instalação do catálogo e assume que o arquivo de instalação já foi baixado de nosso site. Caso não tenho sido feita a etapa anterior favor consultar o

Leia mais

Passo-a-Passo das novas Funcionalidades do Gil versão 3.0.05. BACKUP, RESTORE e REPARADOR DE BASE

Passo-a-Passo das novas Funcionalidades do Gil versão 3.0.05. BACKUP, RESTORE e REPARADOR DE BASE Passo-a-Passo das novas Funcionalidades do Gil versão 3.0.05 BACKUP, RESTORE e REPARADOR DE BASE Objetivo:Realizar backup/restore do Sistema de forma automática ou manual, reparar base do Sistema com problemas

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO C.R. LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SETOR DE BIOQUÍMICA POP n.º: B35 Página 1 de 6 1. Sinonímia: FOLATO Mnemônico: FOL 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação quantitativa in vitro do Ácido Fólico

Leia mais

Anti HBc Ref. 414. Controle Negativo

Anti HBc Ref. 414. Controle Negativo Anti HBc Ref. 414 Sistema para a determinação qualitativa de anticorpos totais contra o antígeno core do vírus da hepatite B (anti-hbc) em soro ou plasma. ELISA - Competição PREPARO DA SOLUÇÃO DE LAVAGEM

Leia mais

Chave de Acesso Remoto Manual do cliente:

Chave de Acesso Remoto Manual do cliente: Chave de Acesso Remoto Manual do cliente: 3.COM Sistemas & Suprimentos de Informática LTDA. Acesse www.trespontocom.com.br Conteúdo O que é a Chave de Acesso Remoto:... 3 Noções básicas da Chave de Acesso

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft.

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. WINDOWS O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. Área de Trabalho Ligada a máquina e concluída a etapa de inicialização, aparecerá uma tela, cujo plano de fundo

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Elaborado por: Karina Salvador Revisado por: Hilda Helena Wolff Aprovado por: Andréa Cauduro

Elaborado por: Karina Salvador Revisado por: Hilda Helena Wolff Aprovado por: Andréa Cauduro ANTI- 1 Manual CAMBRIDGE BIOTECH -1 POP: BM 05 Página 1 de 7 1. Sinonímia ANTI, TESTE CONFIRMATÓRIO. 2. Aplicabilidade Aos bioquímicos e técnicos do setor de imunologia. 3. Aplicação clínica Os testes

Leia mais

Instalação do Assistente do certificado digital Serasa Experian

Instalação do Assistente do certificado digital Serasa Experian Instalação do Assistente do certificado digital Serasa Experian Antes de começar a instalação certifique-se de que: Para outros sistemas operacionais, utilize a opção no site Ajuda > Instalação. reiniciado)

Leia mais

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 COMO COMEÇAR... 3 5 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 4 6 CADASTRO DE VEÍCULO... 6 7 ALINHAMENTO...

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Indice. Sistema Smartphone / Tablet

Indice. Sistema Smartphone / Tablet Indice Sistema Smartphone / Tablet 1. Cadastrando um cliente... 2 2. Cadastrando produtos... 4 3. Incluindo fotos de produtos... 5 4. Fazendo um pedido... 6 5. Transmitindo pedido para empresa... 8 6.

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANDRIVA MINI EM LAPTOPS EDUCACIONAIS

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANDRIVA MINI EM LAPTOPS EDUCACIONAIS MANUAL DE INSTALAÇÃO MANDRIVA MINI EM LAPTOPS EDUCACIONAIS SUMÁRIO 1. Prefácio... 1 2. A quem se destina... 1 3. Nomenclatura utilizada neste documento... 1 4. Considerações iniciais... 2 5. Gerando o

Leia mais

Determinação quantitativa in vitro do hormônio luteinizante em soro ou plasma humano.

Determinação quantitativa in vitro do hormônio luteinizante em soro ou plasma humano. POP n.º: B44 Página 1 de 6 1. Sinonímia:, HORMÔNIO LUTEINIZANTE. Mnemônico: 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação quantitativa in vitro do

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA DIRETORIA DE MEDICAMENTOS ESTRATÉGICOS

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA DIRETORIA DE MEDICAMENTOS ESTRATÉGICOS INFORME ESTENDIDO GLICOSÍMETROS Senhor Farmacêutico Municipal, Considerando a distribuição dos novos glicosímetros da marca CEPA GC modelo TD 4230, bem como a necessidade da correta instrução aos pacientes/responsáveis

Leia mais

LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO 2015 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 O QUE MUDOU... 3 5 COMO COMEÇAR... 4 6 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 5 7 CADASTRO DE

Leia mais

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR Engenharia Molecular Kit Autossômico GEM EM-22plex sem extração Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR 1. Introdução STRs (short tandem repeats) são sequências repetitivas de 3 a 7 pares de bases encontradas

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

FORMATAR PENDRIVE. Insigne Free Software do Brasil suporte@insignesoftware.com Telefone: (019) 3213 2100

FORMATAR PENDRIVE. Insigne Free Software do Brasil suporte@insignesoftware.com Telefone: (019) 3213 2100 FORMATAR PENDRIVE Insigne Free Software do Brasil suporte@insignesoftware.com Telefone: (019) 3213 2100 CONFIGURANDO O SISTEMA PARA A FORMATAÇÃO OBS: ANTES DE FORMATAR O PENDRIVE (EXECUTAR ESSE MANUAL),

Leia mais

Gerenciador de Conteúdo Magellan 2.0

Gerenciador de Conteúdo Magellan 2.0 Gerenciador de Conteúdo Magellan 2.0 Instalando o Gerenciador de Conteúdo Magellan. 1. Baixe o Gerenciador de Conteúdo Magellan de www.magellangps.com. 2. Dê um duplo clique no arquivo CM_Setup que foi

Leia mais

Windows Explorer. Prof. Valdir

Windows Explorer. Prof. Valdir Do Inglês Explorador de Janelas, o é o programa para gerenciamento de discos, pastas e arquivos no ambiente Windows. É utilizado para a cópia, exclusão, organização e movimentação de arquivos além de criação,

Leia mais

PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO. Instalação do Rasther PC. Habilitação das Montadoras

PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO. Instalação do Rasther PC. Habilitação das Montadoras PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO Antes de iniciar o uso do Rasther, será necessário instalar o programa Rasther PC, habilitar as montadoras adquiridas juntamente com o equipamento

Leia mais

Data da 1ª versão: Novembro de 2012 ARCHITECT i2000sr Sistem Abbott

Data da 1ª versão: Novembro de 2012 ARCHITECT i2000sr Sistem Abbott POP n.º: I 100 Página 1 de 10 1. Identificação do equipamento 1.1 Nome ARCHITECT 1.2 Modelo: I2000SR 1.3 Número de série ARCHITECT i2000sr 1: I1SR 50884 ARCHITECT i2000sr 2: I1SR 50885 1.4 Número de Patrimônio

Leia mais

Manual de instruções do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian

Manual de instruções do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian Manual de instruções do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian Instalação do certificado digital tipo A3 Modelo em cartão e leitora Sistemas Operacionais compatíveis: Windows XP SP3 Windows

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP Apresentação Após o término da instalação você deverá configurar o Backup para que você tenha sempre uma cópia de segurança dos seus dados

Leia mais

Instrução de acesso ao DVR da Yoko Modelo RYK925x Via Software.

Instrução de acesso ao DVR da Yoko Modelo RYK925x Via Software. Instrução de acesso ao DVR da Yoko Modelo RYK925x Via Software. 1 - Instalar o Software que está no CD (Yoko H264\setup.exe) ou Fazer o Download do software do através do site abaixo: http://cameras.khronos.ind.br:1061/clientes/aplicativos/yokoprata/

Leia mais

Verificar o conteúdo da embalagem

Verificar o conteúdo da embalagem Verificar o conteúdo da embalagem suporte de papel CD-ROM do guia do Utilizador e do software da impressora pacote de tinteiros (contém tinteiros a cores e preto.) Utilização diária Instalação cabo de

Leia mais

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Parte 2 Sistema Operacional MS-Windows XP Créditos de desenvolvimento deste material: Revisão: Prof. MSc. Wagner Siqueira Cavalcante Um Sistema Operacional

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário Guia Rápido do Usuário 1 Apresentação Auxiliar o cliente Mesa01 de forma rápida e eficaz é o objetivo deste Manual Através dele, você conseguirá esclarecer dúvidas do dia-a-dia na utilização do sistema

Leia mais

Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes

Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes 1 Índice Introdução............................................... 3 Conexão do software ao Computador de Desempenho Wattbike tela padrão Polar e edição

Leia mais

MANUAL BACKUP CTE. Ao clicar no mencionado botão, aguarde o fim do progresso (que aparece na parte inferior esquerda da tela) conforme figura abaixo:

MANUAL BACKUP CTE. Ao clicar no mencionado botão, aguarde o fim do progresso (que aparece na parte inferior esquerda da tela) conforme figura abaixo: MANUAL BACKUP CTE Na tela inicial do sistema CTE, clique no (penúltimo) botão, Cópia de Segurança. Esta tela também pode ser acessada durante a utilização do sistema através do menu ARQUIVO/GERENCIAR PROJETO

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

Atualização do seu computador com Windows 8 da Philco para o Windows 8.1

Atualização do seu computador com Windows 8 da Philco para o Windows 8.1 Atualização do seu computador com Windows 8 da Philco para o Windows 8.1 O Windows 8.1 foi concebido para ser uma atualização para o sistema operacional Windows 8. O processo de atualização mantém configurações

Leia mais

MANUAL CFTV DIGITAL - LINHA LIGHT 16 CANAIS 120 FPS / VID 120-LI CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR 16 Canais - 120 FPS Processador Dual Core 2.0GHZ ou superior; Placa Mãe Intel ou Gigabyte com chipset Intel;

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Agendar uma tarefa Você deve estar com logon de administrador para executar essas etapas. Se não tiver efetuado logon como administrador, você só poderá alterar as configurações

Leia mais

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6

Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Versão 3.6 Gerenciador USB do Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Versão 3.6 O Gerenciador é um Software para ambiente Windows que trabalha em conjunto com o Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro, através de

Leia mais

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Aula de hoje: Verificando data e hora, desligando o computador, janelas, copiar colar, excluindo um arquivo. Prof: Lucas Aureo Guidastre Verificando data

Leia mais

My Storage para Microsoft Windows* XP

My Storage para Microsoft Windows* XP A Intel e o respectivo logótipo são marcas ou marcas registadas da Intel Corporation ou das respectivas subsidiárias nos Estados Unidos e noutros países. *Outros nomes e marcas podem ser reivindicados

Leia mais

5.4.1.4 Lab - Instalação do Virtual PC

5.4.1.4 Lab - Instalação do Virtual PC 5.0 5.4.1.4 Lab - Instalação do Virtual PC Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você irá instalar e configurar o Modo XP no Windows 7. Você vai executar uma aplicação baseada

Leia mais

10.3.1.5Lab - Backup e Restauração de Dados no Windows Vista

10.3.1.5Lab - Backup e Restauração de Dados no Windows Vista 5.0 10.3.1.5Lab - Backup e Restauração de Dados no Windows Vista Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você vai fazer o backup de dados. Também irá executar a recuperação dos

Leia mais

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores Attack 1.35 Software de controle e Monitoração de amplificadores 1 Índice 1 Hardware necessário:... 3 1.1 Requisitos do computador:... 3 1.2 Cabos e conectores:... 3 1.3 Adaptadores RS-232 USB:... 4 1.4

Leia mais

GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT

GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT SUMÁRIO Prefácio... 1 A quem se destina... 1 Nomenclatura utilizada neste documento... 1 Tela de login... 2 Tela Inicial... 4 Gestão de Dispositivo Acompanhar

Leia mais

Área de Trabalho. Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas

Área de Trabalho. Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas Inicialização Tela de Logon Área de Trabalho Encontramos: Ìcones Botão Iniciar Barra de Tarefas Área de Trabalho Atalhos de Teclados Win + D = Mostrar Área de trabalho Win + M = Minimizar Tudo Win + R

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO MAGNETI MARELLI EXTRA

BOLETIM TÉCNICO MAGNETI MARELLI EXTRA ASSUNTO: Equipamentos de Sistemas Eletrônicos Tester Flex. OBJETIVO: Informar procedimento para atualização de Scanners. DESTINO: Usuários de Equipamentos de diagnóstico Magneti Marelli Extra. Introdução

Leia mais

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes 1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes Janelas são estruturas do software que guardam todo o conteúdo exibido de um programa, cada vez que um aplicativo é solicitado à janela do sistema

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Google Drive: Acesse e organize seus arquivos

Google Drive: Acesse e organize seus arquivos Google Drive: Acesse e organize seus arquivos Use o Google Drive para armazenar e acessar arquivos, pastas e documentos do Google Docs onde quer que você esteja. Quando você altera um arquivo na web, no

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

6 - Apresentação do Painel de Controle do software DVR-Viewer. Itens Descrição 1 Lista do DVR: Adiciona/Modifica/Apaga a lista de DVRs conectados.

6 - Apresentação do Painel de Controle do software DVR-Viewer. Itens Descrição 1 Lista do DVR: Adiciona/Modifica/Apaga a lista de DVRs conectados. Instrução de acesso ao DVR da Yoko modelo Pentaplex. Via Software. 1 - Instalar o Software que esta no CD (Yoko H264\setup.exe) ou Fazer o Download do software do através do site abaixo: ( caso o navegador

Leia mais

CRASP. Conteúdo Sobre o sistema...

CRASP. Conteúdo Sobre o sistema... CRASP Conteúdo Sobre o sistema...... 2 Acessando o sistema...... 2 Registro de chamados... 3 Anexando arquivos ao chamado aberto... 4 Acompanhamento do chamado... 6 Registrando uma ocorrência no chamado

Leia mais

Fox Gerenciador de Sistemas

Fox Gerenciador de Sistemas Fox Gerenciador de Sistemas Índice 1. FOX GERENCIADOR DE SISTEMAS... 4 2. ACESSO AO SISTEMA... 5 3. TELA PRINCIPAL... 6 4. MENU SISTEMAS... 7 5. MENU SERVIÇOS... 8 5.1. Ativação Fox... 8 5.2. Atualização

Leia mais

Portaria Express 3.0

Portaria Express 3.0 Portaria Express 3.0 A portaria do seu condomínio mais segura e eficiente. Com a preocupação cada vez mais necessária de segurança nos condomínio e empresas, investe-se muito em segurança. Câmeras, cercas,

Leia mais

SI-AIU SISTEMA DE APURAÇÂO DE IMUNOBIOLÓGICOS UTILIZADOS

SI-AIU SISTEMA DE APURAÇÂO DE IMUNOBIOLÓGICOS UTILIZADOS MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES MS / - Departamento de Informática do SUS SIPPS - Equipe

Leia mais

5.2.3.4 Lab - Backup e Recuperação de Registro no Windows XP

5.2.3.4 Lab - Backup e Recuperação de Registro no Windows XP 5.0 5.2.3.4 Lab - Backup e Recuperação de Registro no Windows XP Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você vai fazer backup de um registro do computador. Você também vai realizar

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

Atenção! Não está autorizada a reprodução deste material. Direitos reservados a Multilaser.

Atenção! Não está autorizada a reprodução deste material. Direitos reservados a Multilaser. 1 INTRODUÇÃO O Multisync é um programa de recuperação de sistema e atualização de dispositivos, utilizado quando aparelho apresenta lentidão, não liga, travado na inicialização, atualização de mapas, entro

Leia mais

Guia de boas práticas para realização de Backup

Guia de boas práticas para realização de Backup Objetivo Quando o assunto é backup de dados, uma proposição de atividades e procedimentos como sendo a melhor prática pode ser bastante controversa. O que permanece verdadeiro, porém, é que seguir algumas

Leia mais

AJUDA DO TARIFADOR HOSTTAR

AJUDA DO TARIFADOR HOSTTAR AJUDA DO TARIFADOR HOSTTAR ARQUIVO DE COLETA O Hosttar, possui a opção de gravar as informações vindas do PABX em um arquivo de coleta "arqpabx.log". Esta opção esta configurada para gravar assim que o

Leia mais

PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0)

PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0) Secretaria de Tecnologia da Informação Coordenadoria de Suporte Técnico aos Usuários PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0) SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CADASTRAMENTO NECESSÁRIO PARA UTILIZAR O PANDION...

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Criação e eliminação de atalhos Para criar atalhos, escolher um dos seguintes procedimentos: 1. Clicar no ambiente de trabalho com o botão secundário (direito) do

Leia mais

ELABORADO: Ana Cristina Cunha

ELABORADO: Ana Cristina Cunha 1/7 1. OBJETIVO Estabelecer formulários para auxiliar na rastreabilidade dos insumos e reagentes utilizados, no registro de não conformidades e ação preventiva, no tempo de guarda dos registros pertencentes

Leia mais

Manual - Gemelo Backup Online WEB

Manual - Gemelo Backup Online WEB Manual - Gemelo Backup Online WEB É um disco virtual que permite acessar seus dados de qualquer lugar através da Internet. Acesso A Gemelo Storage Solutions e enviará um e-mail confirmando que você é usuário

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER

MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER Sumário Sumário...2 Instalação do Luz do Saber no Linux...3 1ª opção Utilizando um Instalador...3 2ª opção Utilizando comandos no Konsole...6 Observações Importantes...7

Leia mais

ANTI IgG (Soro de Coombs)

ANTI IgG (Soro de Coombs) ANTI IgG (Soro de Coombs) Soro Anti Gamaglobulinas Humanas PROTHEMO Produtos Hemoterápicos Ltda. PARA TESTES EM LÂMINA OU TUBO SOMENTE PARA USO DIAGNÓSTICO IN VITRO Conservar entre: 2º e 8ºC Não congelar

Leia mais

A finalidade do referido método é determinar a classificação sanguínea do paciente quanto aos sistemas ABO e Rh.

A finalidade do referido método é determinar a classificação sanguínea do paciente quanto aos sistemas ABO e Rh. 1/7 1. INTRODUÇÃO / FINALIDADE DO MÉTODO A finalidade do referido método é determinar a classificação sanguínea do paciente quanto aos sistemas ABO e Rh. 2. NOME DO TESTE E SINONÍMIAS Grupo Sanguíneo,

Leia mais

Manual versão 12.3-08/03/2013-11:03:25 Sistema Integrado para Gestão de Frotas (11) 3025-6308

Manual versão 12.3-08/03/2013-11:03:25 Sistema Integrado para Gestão de Frotas (11) 3025-6308 O Sistema FleetMax foi desenvolvido com a finalidade de nossos clientes conseguirem liderar com a ferramenta completa o mercado no seu ramo de atividade e acelerar de forma automatizada as rotinas que

Leia mais

Atualização de computadores CCE para Windows 8.1 ATUALIZAÇÃO SIMPLES

Atualização de computadores CCE para Windows 8.1 ATUALIZAÇÃO SIMPLES Atualização de computadores CCE para Windows 8.1 ATUALIZAÇÃO SIMPLES ATUALIZAÇÃO SIMPLES O processo de Atualização Simples mantém configurações do Windows, arquivos pessoais e aplicativos compatíveis com

Leia mais

RELÓGIO FILMADORA SPORT Manual de Uso

RELÓGIO FILMADORA SPORT Manual de Uso RELÓGIO FILMADORA SPORT Manual de Uso 1. Conhecendo o produto 1: Ajuste hora relogio 2: Microfone 3: Camera 4: Botão para Video 5: Entrada USB 6: Botão para Foto e Audio 7: Luz indicadora de função 2.

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA RESET DO TABLET 7 DUAL-CORE SURFER

PROCEDIMENTO PARA RESET DO TABLET 7 DUAL-CORE SURFER PROCEDIMENTO PARA RESET DO TABLET 7 DUAL-CORE SURFER ÍNDICE PRIMEIROS PASSOS 03 PREPARANDO O CARTÃO DE MEMÓRIA 04 RESETANDO O TABLET 10 PRIMEIROS PASSOS Para executar o procedimento de reset do seu tablet,

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010.

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Manual do Usuário Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento,

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

Procedimentos de Gestão da Qualidade. NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Dr. Ivo Fernandes Gerente da Qualidade 01/09/2010 DE ACORDO

Procedimentos de Gestão da Qualidade. NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Dr. Ivo Fernandes Gerente da Qualidade 01/09/2010 DE ACORDO Versão: 2 Pág: 1/6 NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Dr. Ivo Fernandes Gerente da Qualidade 01/09/2010 DE ACORDO Dr. Renato de Lacerda Diretor Técnico 02/09/2010 APROVADO POR Dr. Jose Carlos dos

Leia mais

Manutenção Preventiva. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy

Manutenção Preventiva. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy Manutenção Preventiva 1 Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes Manutenção preventiva Evita problemas futuros no micro. - Limpeza das placas com pincel (semestral). - Limpeza dos contatos

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

MANUAL DO CatBib* * Este manual deve ser usado junto com o Sistema Bibliodata Online. Elaborado por: Maria do Socorro Gomes de Almeida e Edwin Hübner

MANUAL DO CatBib* * Este manual deve ser usado junto com o Sistema Bibliodata Online. Elaborado por: Maria do Socorro Gomes de Almeida e Edwin Hübner MANUAL DO CatBib* Elaborado por: Maria do Socorro Gomes de Almeida e Edwin Hübner RIO DE JANEIRO 2002 * Este manual deve ser usado junto com o Sistema Bibliodata Online SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 3 2. ENTRADA

Leia mais

Procedimento para atualização do aplicativo KID Together

Procedimento para atualização do aplicativo KID Together Procedimento para atualização do aplicativo KID Together 1º PASSO: Abrir o painel de controle: Iniciar > Painel de Controle. Clique em "Exibir impressoras e dispositivos" na sessão Hardware e Sons Selecione

Leia mais

Utilizando o correio eletrônico da UFJF com Thunderbird e IMAP

Utilizando o correio eletrônico da UFJF com Thunderbird e IMAP Utilizando o correio eletrônico da UFJF com Thunderbird e IMAP O cliente de e-mail web utilizado pela UFJF é um projeto OpenSource que não é desenvolvido pela universidade. Por isso, pode ocorrer que alguns

Leia mais

Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows. Guia do Usuário

Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows. Guia do Usuário Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows Guia do Usuário Serviço de Atendimento ao Cliente/ Suporte Técnico Site: http://www.laplink.com/index.php/por/contact E-mail:

Leia mais