QUALIFICAÇÃO TÉCNICA EM HARDWARE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUALIFICAÇÃO TÉCNICA EM HARDWARE"

Transcrição

1 OPORTUNIDADE Estamos diante de um fato: o computador está presente em estabelecimentos dos mais diversos ramos e em muitos lares brasileiros. Sem dúvida este dado revela uma grande oportunidade no mercado de trabalho. Quando estes necessitarem de reparos ou de instalação de novos programas, o profissional com conhecimentos em montagem e manutenção de micros será requisitado. O PROFISSIONAL Como o conhecimento básico em montagem e manutenção de micros está muito disseminado, ou seja, muitas pessoas entendem um pouco do assunto, quem atua profissionalmente nesse ramo necessita estar sempre atualizado. Para ser um profissional competente na área e bem remunerado por seus serviços, estude e esteja sempre a par das novidades. Apresente aos seus clientes um diferencial: amplo conhecimento do assunto! ONDE PODEREI TRABALHAR? O profissional poderá trabalhar no seu próprio negócio, em oficinas de venda de peças e assistência técnica, em empresas especializadas na área ou, ainda, poderá oferecer serviços e realizar reparos nos computadores na residência de seus clientes. GRADE CURRICULAR - QUALIFICAÇÃO TÉCNICA EM HARDWARE INTRODUÇÃO AO HARDWARE DO COMPUTADOR O QUE É UM HARDWARE? O QUE É UM SOFTWARE? O QUE É UM PROGRAMA? O QUE É UM APLICATIVO? CONHECENDO O HARDWARE DO COMPUTADOR VISÃO GERAL DAS PEÇAS FONTE DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADORES GABINETES E SEUS DIVERSOS MODELOS O MICRO PROCESSADOR DE DADOS - PROCESSADOR A MEMÓRIA PRINCIPAL MEMÓRIA RAM A PLACA MAE E SUAS CARACTERÍSTICAS O DISCO RIGIDO DO COMPUTADOR AS PLACAS DE EXPANSÃO DO COMPUTADOR AS FERRAMENTAS DE HARDWARE FERRAMENTAS USADAS PARA MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES. PLACA USADA PARA TESTE DE PLACAMAE. PULSEIRA ANTI-ESTÁTICA. ALICATE DE CRIMPAGEM DE REDE. TESTADOR DE CABO DE REDE.

2 AULA PRÁTICA I PRIMEIRO CONTATO COM A MÁQUINA. DESMONTAGEM E MONTAGEM DE COMPUTADORES. COMO MONTAR CORRETAMENTES AS PEÇAS DO COMPUTADOR. AS PEÇAS PRINCIPAIS PARA O FUNCIONAMENTO DO COMPUTADOR FONTE DE ALIMENTAÇÃO. MEMÓRIA RAM. PLACA DE VÍDEO. PROCESSADOR. COOLER. COMO TESTAR ESSES COMPONENTES DE HARDWARE. AULA PRÁTICA II SEGUNDO CONTATO COM A MÁQUINA. DESMONTAGEM E MONTAGEM DE COMPUTADORES. COMO MONTAR CORRETAMENTES AS PEÇAS DO COMPUTADOR. COMO TESTAR AS PRINCIPAIS PEÇAS DO COMPUTADOR. AULA PRÁTICA III TERCEIRO CONTATO COM A MÁQUINA. COMO TESTAR COMPONENTES DE HARDWARE DO COMPUTADOR. TESTES SUPERFICIAIS PARA DIAGNÓSTICOS RÁPIDOS. COMO REALIZAR UM TESTE DE BANCADA. A FONTE DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADOR TIPOS DE FONTE DE ALIMENTAÇÃO CARACTERISTICAS DAS FONTES DE ALIMENTAÇÃO CONECTORES DE ALIMENTAÇÃO VOLTAGENS DOS FIOS FONTE NOMINAL E FONTE REAL O USO DO MULTIMETRO DIGITAL (ELETRICIDADE BÁSICA) O MULTIMETRO DIGITAL CONHECENDO O MULTÍMETRO DIGITAL FUNDAMENTOS DA ELETRICIDADE BÁSICA ESCALAS E GRANDEZAS ELÉTRICAS SIMBOLOGIAS ELÉTRICAS CIRCUITO ELÉTRICO SIMPLES

3 AULA PRÁTICA IV PRIMEIRO CONTATO COM O MULTÍMETRO. COMO MANUSEAR CORRETAMENTE O MULTÍMETRO. COMO TESTAR O ATERRAMENTO DO COMPUTADOR. COMO TESTAR AS VOLTAGENS DO ESTABILIZADOR DE TENSÃO. COMO REALIZAR O TESTE DE CONTINUIDADE DO INSTRUMENTO. AULA PRÁTICA V SEGUNDO CONTATO COM O MULTÍMETRO. COMO TESTAR FONTE DE ALIMENTAÇÃO PARA COMPUTADOR. TESTES SUPERFICIAIS PARA DIAGNÓSTICOS RÁPIDOS. COMO REALIZAR O TESTE DE VOLTAGEM. A ELETRÔNICA PARA COMPUTADORES FUNDAMENTOS DA ELETRÔNICA BÁSICA ESTUDO DOS COMPONENTES ELETÔNICOS SIMBOLOGIAS ELETRÔNICAS CONHECENDO ALGUNS COMPONENTES E SUAS FUNÇÕES AULA PRÁTICA VI TERCEIRO CONTATO COM O MULTÍMETRO. COMO TESTAR COMPONENTES ELETRÔNICOS. COMO TESTAR RESISTORES. COMO TESTAR CAPACITORES. COMO TESTAR DIODOS E LEDS. COMO TESTAR TRANSISTORES COMO TESTAR O INSTRUMENTO. AULA PRÁTICA VII SOLDAGEM ELETRÔNICA DE COMPONENTES. FERRAMENTAS PARA SOLDAGEM ELETRÔNICA. O USO DO FERRO DE SOLDA E SUGADOR COMO DESOLDAR COMPONENTES EM UMA PLACA DE CIRCUITO. COMO SOLDAR COMPONENTES EM UMA PLACA DE CIRCUITO. CUIDADOS COM A SEGURANÇA. A PLACA MAE PARA COMPUTADORES CARACTERISTICAS DAS PLACAS TIPOS DE PLACAS. CONHECENDO OS COMPONENTES DA PLACA MAE

4 IDENTIFICANDO UMA PLACA MAE CONHECENDO O MICROPROCESSADOR DE DADOS O QUE É O PROCESSADOR E SUA FUNÇÃO CARACTERÍSTICAS DOS PROCESSADORES ENCAIXES PARA PROCESSADORES COMO REFRIGERAR BEM UM PROCESSADOR COMO MELHORAR A VIDA ÚTIL DO PROCESSADOR AULA PRÁTICA VIII MANUTENÇÃO PREVENTIVA NOS PROCESSADORES. LIMPEZA CORRETA DO EQUIPAMENTO. O USO CORRETO DA PASTA TÉRMICA COMO RETIRAR E COLOCAR O PROCESSADOR E PASTA TÉRMICA COMO COLOCAR CORRETAMENTE O VENTILADOR DE REFRIGERAÇÃO. TRABALHANDO COM SEGURANÇA. CONHECENDO A MEMÓRIA PRINCIPAL DO COMPUTADOR O QUE É MEMÓRIA E SUA FUNÇÃO AS MEMÓRIAS EXISTENTES NO COMPUTADOR CARACTERÍSTICAS DAS MEMÓRIAS TIPOS DE MEMÓRIAS COMO RETIRAR UMA MEMÓRIA. COMO RECONHECER AS DIFERENÇAS ENTRE AS MEMÓRIAS CONHECENDO A MEMÓRIA SECUNDÁRIA DO COMPUTADOR O DISCO RÍGIDO CARACTERÍSTICAS DOS DISCOS RÍGIDOS TIPOS DE DISCOS RÍGIDOS E MARCAS COMO RECONHECER UM DISCO RIGIDO O FUNCIONAMENTO DO DISCO RÍGIDO AULA PRÁTICA IX RECONHECIMENTO O DISCO LOCAL. COMO INSTALAR UM DISCO RIGIDO NO COMPUTADOR. COMO RECONHECER UM DISCO INSTALADO NO COMPUTADOR COMO VISUALIZAR UM DISCO RÍGIDO NO SETUP. DICAS DE SEGURANÇA.

5 AULA PRÁTICA X CONHECENDO O SETUP DO COMPUTADOR. COMO ENTRAR E NAVEGAR NO SETUP. AS PRINCIPAIS OPÇÕES DO SETUP. O QUE CONFIGURAR NO SETUP DO COMPUTADOR. HABILITANDO ALGUMAS FUNÇÕES NO SETUP DO COMPUTADOR. COMO RETIRAR ALGUNS ERROS PELO SETUP DO COMPUTADOR. INTRODUÇÃO A SISTEMAS OPERACIONAIS. O QUE É UM SISTEMA OPERACIONAL TIPOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS COMO PREPARAR O COMPUTADOR PARA RECEBER UM SISTEMA. COMO INSTALAR UM SISTEMA OPERACIONAL NO DISCO RÍGIDO. AULA PRÁTICA XI INSTALANDO O SISTEMA OPERACIONAL. COMO INSTALAR O WINDOWS XP PROFESSIONAL NO COMPUTADOR. COMO FORMATAR UM DISCO USANDO O CD DO WINDOWS XP. COMO PARTICIONAR UM DISCO USANDO O CD DO WINDOWS XP. PARTICIONAMENTO E FORMATAÇÃO DE DISCO. O QUE É UM PARTIONAMENTO TIPOS DE PARTICIONAMENTO DO DISCO COMO CRIAR PARTIÇÕES NO DISCO COMO INSTALAR UM SISTEMA OPERACIONAL NAS PARTIÇÕES. O QUE É A FORMATAÇÃO COMO FORMATAR UM DISCO RÍGIDO AULA PRÁTICA XII PARTICIONAMENTO DE DISCO RÍGIDO. COMO FORMATAR UM DISCO RÍGIDO. COMO PARTICIONAR UM DISCO RÍGIDO. FORMAS DE PARTICIONAMENTO SEM PERDA DE DADOS. PROGRAMA USADO PARA PARTICIONAMENTO DE DISCO. CONFIGURANDO O SISTEMA OPERACIONAL. O QUE É UM DRIVE. COMO INSTALAR UM DRIVE. COMO ATUALIZAR UM DRIVE DO SISTEMA. COMO IDENTIFICAR UM DRIVE DO COMPUTADOR.

6 COMO INSTALAR UM PROGRAMA NO COMPUTADOR. AULA PRÁTICA XIII CONFIGURANDO UM DRIVE DO COMPUTADOR. COMO INSTALAR UM DRIVE DE SOM. COMO INSTALAR UM DRIVE DE VIDEO. COMO RECONHECER UM DRIVE USANDO UM PROGRAMA. PROGRAMA USADO PARA BACKUP DE DRIVE. AULA PRÁTICA XIV INSTALAÇÃO DE PROGRAMA NO COMPUTADOR. COMO INSTALAR O PACOTE OFFICE COMO INSTALAR UM ANTI-VIRUS. COMO INSTALAR UM APLICATIVO. COMO INSTALAR PROGRAMAS NO COMPUTADOR. COMO DESINSTALAR UM PROGRAMA DO COMPUTADOR MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES. TIPOS DE MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES. MANUTENÇÃO CORRETIVA. CARACTERISTICA DA MANUTENÇÃO CORRETIVA MANUTENÇÃO PREVENTIVA. CARACTERISTICA DA MANUTENÇÃO PREVENTIVA ERROS SONOROS E MENSAGENS DE ERRO NA TELA DO MONITOR. AULA PRÁTICA XV SIMULAÇÃO DE DEFEITOS I. OS PRINCIPAIS DEFEITOS NO COMPUTADOR. COMO SOLUCIONAR UM DEFEITO. COMO DIAGNOSTICAR E O QUE TESTAR PRIMEIRO. PC ANALIZER PLACA PARA TESTAR O COMPUTADOR. AULA PRÁTICA XVI SIMULAÇÃO DE DEFEITOS II. SIMULADOR DE DEFEITOS DA INTEL. OS PRINCIPAIS DEFEITOS NO COMPUTADOR. COMO SOLUCIONAR. AULA PRÁTICA XVII MANUTENÇÃO DE SISTEMAS. FERRAMENTAS DO SISTEMA OPERACIONAL. COMO DESFRAGMENTAR UM DISCO. COMO FAZER UMA LIMPEZA DE DISCO.

7 COMO FAZER UMA CÓPIA DE SEGURANÇA. COMO CRIAR UM PONTO DE RESTAURAÇÃO RESTAURAÇÃO DO SISTEMA. PROGRAMAS USADOS PARA MANUTENÇÃO DE SISTEMAS. LIMPADORES DE REGISTROS. INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES. O QUE É UMA REDE DE COMPUTADORES. TIPOS DE REDE DE COMPUTADORES. TOPOLOGIAS DE REDES. CABOS DE REDES. FERRAMENTAS PARA MONTAR UMA REDE LOCAL. CRIANDO UMA REDE LOCAL. AULA PRÁTICA XVIII MONTANDO UM CABO DE REDE. COMO MONTAR UM CABO DE REDE. ESQUEMA DE LIGAÇÃO DOS FIOS. T-586 A / T-586B COMO TESTAR UM CABO DE REDE. USANDO O TESTADOR DE CABOS. AULA PRÁTICA VIX MONTANDO UMA REDE LOCAL. COMO MONTAR UMA REDE LOCAL. COMO CONFIGURAR OS COMPUTADORES NA REDE LOCAL. COMO CONFIGURAR UM GRUPO DE TRABALHO. COMO COMPARTILHAR ARQUIVOS NA REDE LOCAL. INSTALANDO UM JOGO NA REDE LOCAL. AULA PRÁTICA XX MONTANDO UMA REDE LOCAL 2. COMO GERENCIAR UMA REDE LOCAL. COMO CONFIGURAR OS COMPUTADORES NA REDE LOCAL. COMO CONFIGURAR UM GRUPO DE TRABALHO. COMO COMPARTILHAR ARQUIVOS NA REDE LOCAL. CARGA HORÁRIA: 250 H/A DURAÇÃO 12 MESES. AULAS PRESENCIAIS E TRABALHOS: 200 H/A. ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS: 50 H/A.

GRADE CURRICULAR. www.cursosenap.com.br

GRADE CURRICULAR. www.cursosenap.com.br INTRODUÇÃO AO HARDWARE DO COMPUTADOR O QUE É UM HARDWARE? O QUE É UM SOFTWARE? O QUE É UM PROGRAMA? O QUE É UM APLICATIVO? CONHECENDO O HARDWARE DO COMPUTADOR VISÃO GERAL DAS PEÇAS FONTE DE ALIMENTAÇÃO

Leia mais

Sumário. Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4. Soquetes...8. Onde Economizar... 19

Sumário. Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4. Soquetes...8. Onde Economizar... 19 VI Sumário Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4 O Que Comprar... 5 Características Técnicas...6 Soquetes...8 Onde Economizar... 8 OEM vs. Box...8 Núcleos de

Leia mais

Capítulo 1 Energia Elétrica; Capítulo 2 Montagem; Capítulo 3 Configuração; Capítulo 4 Manutenção; Capítulo 5 Redes;

Capítulo 1 Energia Elétrica; Capítulo 2 Montagem; Capítulo 3 Configuração; Capítulo 4 Manutenção; Capítulo 5 Redes; Capítulo 1 Energia Elétrica; Capítulo 2 Montagem; Capítulo 3 Configuração; Capítulo 4 Manutenção; Capítulo 5 Redes; 1 Colégio Serrano Guardia Módulo I Informática Básica Hardware O hardware é a parte física

Leia mais

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com MANUTENÇÃO EM COMPUTADORES Carga horária: 32 horas/aula Competência: Conhecer a arquitetura

Leia mais

Montagem de Micros Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos. Parte I O Que Comprar... 1

Montagem de Micros Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos. Parte I O Que Comprar... 1 VI Sumário Parte I O Que Comprar... 1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4 O Que Comprar... 5 Características Técnicas... 8 Soquetes...9 Onde Economizar... 10 OEM vs. Box...11 Controlador

Leia mais

PLANO DE AULA 1 AULA. 01. CURSO: Manutenção de Micro CARGA HORÁRIA: 4 Horas/Aula INSTRUTOR: DANILO BONTEMPO DE MELO ARAÚJO

PLANO DE AULA 1 AULA. 01. CURSO: Manutenção de Micro CARGA HORÁRIA: 4 Horas/Aula INSTRUTOR: DANILO BONTEMPO DE MELO ARAÚJO 1 AULA -Sensibilização e contextualização do programa -Apresentação do Professor e alunos -Apresentação do material didático -Apresentação dos métodos de avaliação -Contrato de Convivência - Gerar Interação

Leia mais

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional

Plano de Curso Não Regulamentado - Qualificação Profissional PERFIL PROFISSIONAL / IDENTIFICAÇÃO DA OCUPAÇÃO: Ocupação: Educação Profissional: Nível da Qualificação: Área Tecnológica: Competência Geral: Requisitos de Acesso: MONTADOR E REPARADOR DE COMPUTADORES

Leia mais

1a LISTA DE EXERCÍCIOS

1a LISTA DE EXERCÍCIOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO JOSÉ COORDENADORIA DE ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

MONTAGEM E MANUTENÇÃO

MONTAGEM E MANUTENÇÃO MONTAGEM E MANUTENÇÃO 1 Introdução: Chamada para conferência. Apresentação do professor e da equipe de coordenação, explanação do funcionamento do curso incluindo carga horária e conteúdo seguindo o esclarecimento

Leia mais

Turma Sábado 10:00. Turma Sexta 19h00min às 20h30min. 1º Aula

Turma Sábado 10:00. Turma Sexta 19h00min às 20h30min. 1º Aula Turma Sábado 10:00 1º Aula 1. Inicie as aulas com esta turma dia 04/02/2012, ao qual segundo levantamento dos professores anteriores esta adiantada sendo a ultima aula administrada de formatação e instalação

Leia mais

AULA Gestão dos processos de manutenção.

AULA Gestão dos processos de manutenção. ASTI - Análise de Sistemas e Tecnologia da Informação DIAGNÓSTICO E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS EM TI - II AULA 03 / 04 Prof. Pissinati FATEC AM Faculdade de Tecnologia de Americana 19/FEV/2010 19/02/10 1 AULA

Leia mais

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP)

Tópicos. Atualizações e segurança do sistema. Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) teste 1 Manutenção Preventiva e Corretiva de Software (utilizando o MS Windows XP) Rafael Fernando Diorio www.diorio.com.br Tópicos - Atualizações e segurança do sistema - Gerenciamento do computador -

Leia mais

PLANATC. Manual de Instalação. Scanner SC-7000

PLANATC. Manual de Instalação. Scanner SC-7000 Manual de Instalação Scanner SC-7000 1 Sistema de comunicação e análise da injeção eletrônica - Scanner SC-7000. O Scanner SC-7000 é um equipamento de fácil utilização para profissionais em injeção eletrônica

Leia mais

MANUAL CFTV DIGITAL - LINHA LIGHT 16 CANAIS 120 FPS / VID 120-LI CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR 16 Canais - 120 FPS Processador Dual Core 2.0GHZ ou superior; Placa Mãe Intel ou Gigabyte com chipset Intel;

Leia mais

Tabela de Preços. 10 - Computador com tela preta ou azul = R$ 110 / R$ 180 (problemas de software)

Tabela de Preços. 10 - Computador com tela preta ou azul = R$ 110 / R$ 180 (problemas de software) Tabela de Preços DETALHES DOS SERVIÇOS MAIS COMUNS PC WINDOWS 01 - Laudo técnico/diagnóstico = R$ 50 02 - Troca de fonte: R$110 + peça 03 - Super-aquecimento = R$110 04 - Configuração wireless = R$ 110

Leia mais

FTIN - Hardware Básico. Ciclo Básico Curso Técnico de Informática AULA 3 Prof.º Genival Filho

FTIN - Hardware Básico. Ciclo Básico Curso Técnico de Informática AULA 3 Prof.º Genival Filho FTIN - Hardware Básico Ciclo Básico Curso Técnico de Informática AULA 3 Prof.º Genival Filho Consertos básicos aplicados a microcomputadores. Revisão da ultima aula Na última aula, virmos: Placas-Mães

Leia mais

Tecnologia e Informática

Tecnologia e Informática Tecnologia e Informática Centro Para Juventude - 2014 Capitulo 1 O que define um computador? O computador será sempre definido pelo modelo de sua CPU, sendo que cada CPU terá um desempenho diferente. Para

Leia mais

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Documento Gerado por: Amir Bavar Criado em: 18/10/2006 Última modificação: 27/09/2008 Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação

Leia mais

Reparador de Circuitos Eletrônicos

Reparador de Circuitos Eletrônicos Reparador de Circuitos Eletrônicos O Curso de Reparador de Circuitos Eletrônicos tem por objetivo o desenvolvimento de competências relativas a princípios e leis que regem o funcionamento e a reparação

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA GERÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETRÔNICA Fundamentos de Eletricidade

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA GERÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETRÔNICA Fundamentos de Eletricidade CENTO FEDEAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATAINA GEÊNCIA EDUCACIONAL DE ELETÔNICA Fundamentos de Eletricidade AULA 01 MATIZ DECONTATOS, CÓDIGO DE COES DE ESISTOES E FONTES DE ALIMENTAÇÃO 1 INTODUÇÃO

Leia mais

Arquitetura de Hardware. simao@cce.ufpr.br

Arquitetura de Hardware. simao@cce.ufpr.br Arquitetura de Hardware simao@cce.ufpr.br Sistema não dá boot A energia está OK? Tomada Cabos Fonte de alimentação Conectores internos Placas bem encaixadas Sistema não dá boot O micro liga mas nada acontece

Leia mais

Fundamentos de Hardware Aula 3 - Software

Fundamentos de Hardware Aula 3 - Software Fundamentos de Hardware Aula 3 - Software Informática Setembro/2014 Roteiro Apresentação. BIOS Softwares de Manutenção Drivers. Sistemas Operacionais. Tema da Apresentação 15 de março de 2015 2 Apresentação

Leia mais

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01 Aula 01 1 Explique porque é importante saber Montagem e Manutenção de Computadores hoje? 2 Defina Hardware. 3 Explique Transistor. 4 Faça uma breve explicação da Evolução dos Hardwares usados nos computadores.

Leia mais

Manutenção de Hardware. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br

Manutenção de Hardware. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Manutenção de Hardware Fonte de Alimentação Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Sumário Conexões para AT Conexões para ATX Simbologia Sinais de tensão especiais Conectores Unidade 5 ¼ Unidade 3 ½ SATA

Leia mais

Introdução a Informática. Colégio "Serrano Guardia" Módulo I Informática Básica William Andrey de Godoy

Introdução a Informática. Colégio Serrano Guardia Módulo I Informática Básica William Andrey de Godoy Introdução a Informática 1 Colégio "Serrano Guardia" Módulo I Informática Básica Introdução a Informática São conjuntos de métodos e equipamentos através do quais podemos armazenar e manipular informações

Leia mais

Sumário. Sobre este livro 1. Direto ao assunto 7

Sumário. Sobre este livro 1. Direto ao assunto 7 Sumário 1 2 Sobre este livro 1 Sem informatiquês!........................................................... 1 Uma breve visão geral.......................................................... 2 O que há

Leia mais

CIINF SISTEMA DE INFRA-ESTRUTURA DE INFORMÁTICA

CIINF SISTEMA DE INFRA-ESTRUTURA DE INFORMÁTICA CIINF SISTEMA DE INFRA-ESTRUTURA DE INFORMÁTICA Agenor Costa Filho 1 agenor.costa@pop.com.b r Jéssica Lehmann de Morais 1 jessicalehmann@pop.com. br Renata Sant Anna Krauss 1 renatakrauss@superonda.com.br

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Gerencia de Ensino e Pesquisa Coordenação de Informática Estágio supervisionado curricular.

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Gerencia de Ensino e Pesquisa Coordenação de Informática Estágio supervisionado curricular. Universidade Tecnológica Federal do Paraná Gerencia de Ensino e Pesquisa Coordenação de Informática Estágio supervisionado curricular Relatório Final João Pedro Cavasin Estagiário André Luis Schwerz Orientador

Leia mais

Manutenção DSPTI II. Porque fazer Manutenção. Manutenção. Porque fazer Manutenção. Porque fazer Manutenção

Manutenção DSPTI II. Porque fazer Manutenção. Manutenção. Porque fazer Manutenção. Porque fazer Manutenção Manutenção DSPTI II Manutenção Preventiva e Corretiva Prof. Alexandre Beletti Utilizada em todo tipo de empresa, procurando evitar falhas e quebras em um determinado maquinário Prolongar a vida útil de

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. A Grisoft Sistemas Digitais de Segurança agradece a você, usuário do

MANUAL DE INSTALAÇÃO. A Grisoft Sistemas Digitais de Segurança agradece a você, usuário do A Grisoft Sistemas Digitais de Segurança agradece a você, usuário do MultView - Sistema de Monitoramento Digital, por adquiri-lo. Este Manual é indicado tanto para instaladores quanto para usuários do

Leia mais

05/11/2010 Tech In HARDWARE TOMÉ & THEODORE

05/11/2010 Tech In HARDWARE TOMÉ & THEODORE HARDWARE 1 TOMÉ & THEODORE INTRODUÇÃO O QUE É O COMPUTADOR? Um computador é um dispositivo electrónico controlado por um programa (chamado sistema operativo) ; 05/11/2010 Tech In É constituído por componentes

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06. Wilson Rubens Galindo

INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06. Wilson Rubens Galindo INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06 Wilson Rubens Galindo SITE DO CURSO: http://www.wilsongalindo.rg3.net Caminho: Cursos Informática Básica para Servidores Grupo de e-mail: ibps2010@googlegroups.com

Leia mais

Manutenção de Computadores

Manutenção de Computadores Manutenção de Computadores Assunto a ser estudado: Armazenamento; Energia; Dispositivos de Entrada e Saída; Placa Mãe; Sistema de Arquivo; Processadores; Refrigeração; Memória; Vídeo; Instalação de sistemas

Leia mais

V O C Ê N O C O N T R O L E.

V O C Ê N O C O N T R O L E. VOCÊ NO CONTROLE. VOCÊ NO CONTROLE. O que é o Frota Fácil? A Iveco sempre coloca o desejo de seus clientes à frente quando oferece ao mercado novas soluções em transportes. Pensando nisso, foi desenvolvido

Leia mais

Erro! Nenhum texto com o estilo especificado foi encontrado no documento.

Erro! Nenhum texto com o estilo especificado foi encontrado no documento. Erro! Nenhum texto com o estilo especificado foi encontrado no documento. 0 Dicas PREEL Versão para Windows Edição 1 O que é? Dicas PREEL consiste em uma cartilha com instruções para prevenir erros indesejáveis

Leia mais

5 Montagem Circuítos

5 Montagem Circuítos Montagem 5 Circuítos Ambiente de trabalho: Para trabalhar com montagem eletrônica e reparação de equipamentos o técnico precisa de algumas ferramentas, são elas: 1 - Ferro de solda: O ferro de solda consiste

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979.

ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979. ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979.936/0001-79 ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Ao necessitar de algum

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) Sobre o sistema operacional Windows 7, marque verdadeira ou falsa para cada afirmação: a) Por meio do recurso Windows Update é possível manter o sistema

Leia mais

Nota de Aplicação. Migrando a base da dados do software ION-GER da maquina servidor. Suporte Técnico Brasil. Versão: 1.0

Nota de Aplicação. Migrando a base da dados do software ION-GER da maquina servidor. Suporte Técnico Brasil. Versão: 1.0 Nota de Aplicação Migrando a base da dados do software ION-GER da maquina servidor. Versão: 1.0 Suporte Técnico Brasil Especificações técnicas Hardware: Firmware: HX901 HX900 ALL HX600 Software: Versão:

Leia mais

Daniel Gondim. Informática

Daniel Gondim. Informática Daniel Gondim Informática Microsoft Windows Sistema Operacional criado pela Microsoft, empresa fundada por Bill Gates e Paul Allen. Sistema Operacional Programa ou um conjunto de programas cuja função

Leia mais

PROVA COMENTADA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA AO CARGO DE ASSISTENTE TÉCNICO-ADMINISTRATIVO

PROVA COMENTADA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA AO CARGO DE ASSISTENTE TÉCNICO-ADMINISTRATIVO PROVA COMENTADA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA AO CARGO DE ASSISTENTE TÉCNICO-ADMINISTRATIVO Olá pessoal da Editora Ferreira. Abraços a todos! Vamos responder e comentar as questões de informática de uma maneira

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Professor Massuyuki Kawano Extensão E.E Índia Vanuíre Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional:

Leia mais

1 Componentes da Rede Gestun

1 Componentes da Rede Gestun PROCEDIMENTO PARA DETECÇÃO DE FALHAS EM REDES DATA: 23/06/14. Controle de Alterações DATA 23/06/14 MOTIVO Versão Inicial RESPONSÁVEL Márcio Correia 1 Componentes da Rede Gestun -Módulo de comunicação:

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA BRASIL ASSISTÊNCIA S.A., CNPJ: 68.181.221/0001-47 ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO Ao necessitar de algum

Leia mais

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES II

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES II MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES II Introdução Muitos itens de hardware possuem ferramentas de manutenção que podem ser acionadas via software Ações comuns que um software pode executar para melhorar o desempenho

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Relação de Títulos Informação e Comunicação. Aprendizagem

EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Relação de Títulos Informação e Comunicação. Aprendizagem EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Relação de s Informação e Comunicação Aprendizagem Código Capacitação 252 Administrador de Banco de Dados 253 Administrador de Redes 1195 Cadista 1291 Desenhista

Leia mais

Defeitos Comuns e Diagnósticos. Prof. Leandro Dourado

Defeitos Comuns e Diagnósticos. Prof. Leandro Dourado Defeitos Comuns e Diagnósticos Prof. Leandro Dourado Fonte Danos: Instabilidades nas tensões de saídas afetando completamente o micro geralmente fruto de falha em seus componentes (mosfets em geral), instabilidade

Leia mais

Manutenção Preventiva. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy

Manutenção Preventiva. Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes William Andrey de Godoy Manutenção Preventiva 1 Colégio Serrano Guardia Módulo III Suporte Técnico e Redes Manutenção preventiva Evita problemas futuros no micro. - Limpeza das placas com pincel (semestral). - Limpeza dos contatos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 235, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500090 - TECNICO EM INFORMATICA INTEGRADO AO E.M. Nivel: Tecnico Area Profissional: COMERCIO-TEC Area de Atuacao: BANCO DADOS/COMERCIO-TEC

Leia mais

Laboratório de Hardware

Laboratório de Hardware Laboratório de Hardware Prof. Marcel Santos Silva Apresentação Bacharel em Análise de Sistemas (UNILINS). Especialização em Geoprocessamento (UFSCar). Mestre em Ciência da Informação (UNESP). Doutorando

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS 1.1. PERFIL DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA: 1.1.1.DESCRIÇÃO DO PERFIL: O profissional desempenhará

Leia mais

Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V

Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V Fonte de alimentação AT, ATX e ATX12V Introdução As fontes de alimentação são as responsáveis por distribuir energia elétrica a todos os componentes do computador. Por isso, uma fonte de qualidade é essencial

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR Por: Pedro ( Lan House Viagem Virtual ) Sacie sua fome de conhecimento, veja em ordem alfabética os principais termos sobre hardware. Como muitos devem saber, os computadores

Leia mais

Procedimentos de Formatação e Nova Instalação do Sistema. Procedimentos de Formatação do Sistema. Procedimentos de Nova Instalação do Sistema

Procedimentos de Formatação e Nova Instalação do Sistema. Procedimentos de Formatação do Sistema. Procedimentos de Nova Instalação do Sistema Procedimentos de Formatação e Nova Instalação do Sistema Objetivo: Padronizar os procedimentos de formatação e nova instalação para agilizar os seus respectivos processos e o backup/restauração dos dados

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Introdução a microinformática William S. Rodrigues HARDWARE BÁSICO O hardware é a parte física do computador. Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja,

Leia mais

TECNICO EM INFORMATICA PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

TECNICO EM INFORMATICA PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500446 - TECNICO EM INFORMATICA Nivel: Tecnico Area Profissional: 0042 - COMERCIO-TEC Area de Atuacao: 0440 - BANCO DADOS/COMERCIO-TEC

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

PADRÃO DE INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA PARA PRESTADORES DA UNIMED RIO VERDE

PADRÃO DE INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA PARA PRESTADORES DA UNIMED RIO VERDE PADRÃO DE INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA PARA PRESTADORES DA UNIMED RIO VERDE Versão 1.0 Data: 09/12/2013 Desenvolvido por: - TI Unimed Rio Verde 1 ÍNDICE 1. Objetivo... 4 2. Requsitos de Infraestrutura

Leia mais

Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50. Kit Didático de Eletrônica

Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50. Kit Didático de Eletrônica Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br KDE50 Kit Didático de Eletrônica MANUAL Jul / 2011 Sumário 1.Descrição Geral...2 2.Composição

Leia mais

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia Informática Matemática Produção de Textos 2º Bimestre Cálculo I Física I Inglês Metodologia Científica 3º

Leia mais

ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7

ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7 ROTEIRO: IMPLANTANDO O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 7 OBJETIVO Conhecer as funcionalidades do software VMware Player implantando o sistema operacional Windows 7 e trabalhando em algumas ferramentas nativas

Leia mais

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS

MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS LAÉRCIO VASCONCELOS MONTAGEM E CONFIGURAÇÃO DE MICROS 4 a EDIÇÃO Rio de Janeiro 2014 ÍNDICE Capítulo 1: Introdução ao hardware Computador, micro, PC...1 Processador...1 Memória RAM...1 Disco rígido...2

Leia mais

GX - ULT MANUAL DO USARIO V1.1. NEVEX Tecnologia Ltda Copyright 2012-2015 - Todos os direitos Reservados

GX - ULT MANUAL DO USARIO V1.1. NEVEX Tecnologia Ltda Copyright 2012-2015 - Todos os direitos Reservados GX - ULT MANUAL DO USARIO V1.1 NEVEX Tecnologia Ltda Copyright 2012-2015 - Todos os direitos Reservados IMPORTANTE Máquinas de controle numérico são potencialmente perigosas. A Nevex Tecnologia Ltda não

Leia mais

RODRIGUES JARDIM,MIRIAN BERGMANN DE LIMA, TAMIRES RODRIGUES FERREIRA

RODRIGUES JARDIM,MIRIAN BERGMANN DE LIMA, TAMIRES RODRIGUES FERREIRA Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática FRANCIS RODRIGUES JARDIM,MIRIAN BERGMANN

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE DIAGNÓSTICO DE INJEÇÃO ELETRÔNICA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE DIAGNÓSTICO DE INJEÇÃO ELETRÔNICA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE DIAGNÓSTICO DE INJEÇÃO ELETRÔNICA ÍNDICE PÁG. 1 Apresentação. Visão geral 02 Requisitos de sistema 02 Interface de comunicação 03 Conectores 03 HARD LOCK (Protetor) 04 2 Instalação

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 21 A opção de alterar as configurações e aparência do Windows, inclusive a cor da área de trabalho e das janelas, instalação e configuração de hardware, software

Leia mais

Máquinas Virtuais com o VirtualBox

Máquinas Virtuais com o VirtualBox Máquinas Virtuais com o VirtualBox Marcos Elias Picão www.explorando.com.br No exemplo: Windows XP dentro do Windows 7 Você pode compartilhar livremente sem interesses comerciais, desde que não modifique.

Leia mais

Como instalar uma impressora?

Como instalar uma impressora? Como instalar uma impressora? Antes de utilizar uma impressora para imprimir seus documentos, arquivos, fotos, etc. é necessário instalá-la e configurá-la no computador. Na instalação o computador se prepara

Leia mais

Verificando os componentes

Verificando os componentes PPC-4542-01PT Agradecemos a aquisição do scanner de imagem em cores fi-65f. Este manual descreve os preparativos necessários para o uso deste produto. Siga os procedimentos aqui descritos. Certifique-se

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Hardware e Software Conceitos Básicos ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Conceitos Básicos Hardware É a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos

Leia mais

Instituto Federal de Santa Catarina Curso técnico integrado em telecomunicações Introdução à Computação. Prof. Diego da Silva de Medeiros

Instituto Federal de Santa Catarina Curso técnico integrado em telecomunicações Introdução à Computação. Prof. Diego da Silva de Medeiros Instituto Federal de Santa Catarina Curso técnico integrado em telecomunicações Introdução à Computação Introdução Introdução ao ao Hardware Hardware Prof. Diego da Silva de Medeiros São José, abril de

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO 1) ORACLE VIRTUALBOX ; 2) MICROSOFT WINDOWS ; 3) SUMÁRIOS GENEPLUS.

MANUAL DE INSTALAÇÃO 1) ORACLE VIRTUALBOX ; 2) MICROSOFT WINDOWS ; 3) SUMÁRIOS GENEPLUS. PROGRAMA EMBRAPA DE MELHORAMENTO DE GADO DE CORTE MANUAL DE INSTALAÇÃO 1) ORACLE VIRTUALBOX ; 2) MICROSOFT WINDOWS ; 3) SUMÁRIOS GENEPLUS. MANUAL DE INSTALAÇÃO: 1) ORACLE VIRTUALBOX ; 2) MICROSOFT WINDOWS

Leia mais

HELP DESK 2. SERVIÇOS. 2.1. Help Desk Microcomputadores (Desk top e lap top)

HELP DESK 2. SERVIÇOS. 2.1. Help Desk Microcomputadores (Desk top e lap top) 1. OBJETIVO DO SERVIÇO Com a Assistência Informática - Help Desk, você tem o auxílio completo para a instalação e manutenção de seus computadores, games, celulares, tablets, etc, que trazem mais facilidade

Leia mais

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA EE Odilon Leite Ferraz PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA AULA 1 APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA Apresentação dos Estagiários Apresentação do Programa Acessa

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec:PAULINO BOTELHO Código: 091 Município:São Carlos Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecatrônica

Leia mais

PLANATC Manual de Instalação. Scanner SC-9000. www.planatc.com.br

PLANATC Manual de Instalação. Scanner SC-9000. www.planatc.com.br Manual de Instalação Scanner SC-9000 1 O Scanner SC-9000 é acompanhado por: - Modulo eletrônico com interface USB ou Serial (SC-9000); - Cabo de 10 metros; - CD com software de instalação; - Kit 07 cabos

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos Ao final desta apostila,

Leia mais

1 Como seu Cérebro Funciona?

1 Como seu Cérebro Funciona? 1 Como seu Cérebro Funciona? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC (UFABC) O cérebro humano é capaz de processar as informações recebidas pelos cinco sentidos, analisá-las com base em uma vida inteira de experiências,

Leia mais

1. P03 Dispositivos de Acesso. Configuração Mínima de Softwares para Estações de Trabalho P03.001

1. P03 Dispositivos de Acesso. Configuração Mínima de Softwares para Estações de Trabalho P03.001 1. IDENTIFICAÇÃO Padrão Segmento Código P03.001 Revisão v. 2014 2. PUBLICAÇÃO Órgão IplanRio Diretoria DOP Diretoria de Operações Setor GSA - Gerência de Suporte e Atendimento 1 de 6 epingrio@iplanrio.rio.rj.gov.br

Leia mais

Considerações sobre o Disaster Recovery

Considerações sobre o Disaster Recovery Considerações sobre o Disaster Recovery I M P O R T A N T E O backup completo para Disaster Recovery não dispensa o uso de outros tipos de trabalhos de backup para garantir a integridadedo sistema. No

Leia mais

Guia Rápido de Instalação Ilustrado

Guia Rápido de Instalação Ilustrado Livre S.O. Guia Rápido de Instalação Ilustrado Introdução Este guia tem como objetivo auxiliar o futuro usuário do Livre S.O. durante o processo de instalação. Todo procedimento é automatizado sendo necessárias

Leia mais

Pedro José Faure Gonçalves. Gas Detect

Pedro José Faure Gonçalves. Gas Detect Pedro José Faure Gonçalves Gas Detect Projeto apresentado nas disciplina de Microprocessadores II e Eletrônica II Ministrado pelo prof. Afonso Miguel No curso de Engenharia de Computação Na Universidade

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

Qual é o tipo de problema?

Qual é o tipo de problema? Qual é o tipo de problema? O computador não liga Existem muitas maneiras de identificar que o PC está estragado. A mais óbvia é quando o PC não liga. Para esse tipo de situação, você deve seguir alguns

Leia mais

Como resolver 9 problemas comuns em PCs Por Redação Olhar Digital - em 01/06/2015 às 18h06

Como resolver 9 problemas comuns em PCs Por Redação Olhar Digital - em 01/06/2015 às 18h06 Como resolver 9 problemas comuns em PCs Por Redação Olhar Digital - em 01/06/2015 às 18h06 Tela azul Se você utiliza computadores Windows com frequência, provavelmente você já se deparou com problemas

Leia mais

Plano de Curso Eletrônica de Máquinas

Plano de Curso Eletrônica de Máquinas PLANO DE CURSO MSOBRFDETM08 PAG1 Plano de Curso Eletrônica de Máquinas Justificativa do curso As máquinas e equipamentos modernos tem recebido tecnologias cada vez mais modernas e sofisticadas, utilizam

Leia mais

Disciplina: Informática Introdução à Microinformática (1/3) Carga-Horária: 23 h (30 h/a)

Disciplina: Informática Introdução à Microinformática (1/3) Carga-Horária: 23 h (30 h/a) Disciplina: Informática Introdução à Microinformática (1/3) Carga-Horária: 23 h (30 h/a) Mostrar a evolução do computador ao longo da história; Propiciar ao aluno conhecimentos básicos sobre os computadores

Leia mais

Bauru, 02 de julho de 2007. Edson Peres Rodrigues

Bauru, 02 de julho de 2007. Edson Peres Rodrigues VIGÊNCIA: 01/06/2007 31/08/2007 (90 DIAS) RELATÓRIO DE VISITAS, PEÇAS E SERVIÇOS - JUNHO 2007 01/06/2007 ACERTO INICIAL R$ 300,00 01/06/2007 AJUSTE DE HD, CÓPIA DE SEGURANÇA E RECONFIGURAÇÃO MÁQUINA LABORATORIO

Leia mais

FACULDADE DE TECNLOGIA SENAC PELOTAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA UNIDADE CURRICULAR: LINGUAGEM TÉCNICA

FACULDADE DE TECNLOGIA SENAC PELOTAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA UNIDADE CURRICULAR: LINGUAGEM TÉCNICA FACULDADE DE TECNLOGIA SENAC PELOTAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA UNIDADE CURRICULAR: LINGUAGEM TÉCNICA PROFESSOR: NATANIEL VIEIRA NOMES: ALESSANDRO, ANDRESSA SANTOS, FLÁVIA, SUZANA TURMA: 01 TERMOS TÉCNICOS

Leia mais

Avira System Speedup Informações sobre o lançamento

Avira System Speedup Informações sobre o lançamento Informações sobre o lançamento Avira System Speedup é uma nova utilidade para reparação de falhas e otimização de PC que melhora o desempenho do seu PC. A limpeza frequente do seu computador poderia lhe

Leia mais

Conhecendo o Computador

Conhecendo o Computador Capítulo 1 Conhecendo o Computador 1.1 Conhecendo o Computador Tudo que é novo nos causa um certo receio. Com os computadores não é diferente. Tenha sempre em mente que o homem domina a máquina e não a

Leia mais

Considere a planilha a seguir, que foi retirada do Manual do Usuário SABESP e digitada utilizando-se o Microsoft Excel 2010, em português.

Considere a planilha a seguir, que foi retirada do Manual do Usuário SABESP e digitada utilizando-se o Microsoft Excel 2010, em português. 01 Q361484 Noções de Informática Microsoft Excel 2010 Considere a planilha a seguir, que foi retirada do Manual do Usuário SABESP e digitada utilizando-se o Microsoft Excel 2010, em português. Foi possível

Leia mais

Introdução à Informática Professor: Juliano Dornelles

Introdução à Informática Professor: Juliano Dornelles Pra que serve o computador? O computador é uma extensão dos sentidos humanos. Pode ser utilizado no trabalho, nos estudos e no entretenimento. Com finalidades de interação, comunicação, construção de conteúdo,

Leia mais

Hardware e Software. Exemplos de software:

Hardware e Software. Exemplos de software: Hardware e Software O hardware é a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos integrados e placas, que se comunicam através de barramentos. Em complemento ao

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Montador e Reparador de Computadores Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor

Leia mais