Centro e-learning da TecMinho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Centro e-learning da TecMinho"

Transcrição

1 Centro e-learning da TecMinho Dias A 1, Fernandes D 1 1 TecMinho/Gabinete de Formação Continua da Universidade do Minho, Guimarães, Portugal Resumo. A TecMinho/Gabinete de Formação Contínua da Universidade do Minho, disponibiliza à comunidade académica e empresarial um Centro de Formação a Distância, no qual se desenvolvem iniciativas de investigação&desenvolvimento e de formação de equipas e de especialistas em áreas relacionadas com o e-learning e a inovação nos processos de aprendizagem. O Centro dispõe de um conjunto de meios tecnológicos de apoio à implementação da estratégia e-learning da TecMinho. Estes meios estão integrados, de forma a fomentar e implementar iniciativas de e-learning ou mistas, e tem visibilidade na Internet através do Centro E-learning da TecMinho em O Centro e-learning é composto por três sistemas informáticos distintos quanto ao seu objectivo, mas devidamente integrados: (a) Um sistema de gestão da aprendizagem a distância, vulgarmente conhecido por LMS(Learning Management System); (b) Um sistema de gestão de alunos e de professores, que pode ser classificado como um SMS (Student Management System) e (c) Um sistema de Interface de relação com o cliente (Costumer Relationship Management) que se traduz no Site - Centro e-learning. 1. Introdução A TecMinho/Gabinete de Formação Contínua da Universidade do Minho, disponibiliza à comunidade académica e empresarial um Centro de Formação a Distância, no qual se desenvolvem iniciativas de investigação&desenvolvimento e de formação de equipas e de especialistas em áreas relacionadas com o e-learning e a inovação nos processos de aprendizagem. O Centro dispõe de um conjunto de meios tecnológicos de apoio à implementação da estratégia e-learning da TecMinho. Estes meios estão integrados, de forma a responder a uma estratégia desenvolvida para fomentar e implementar iniciativas de e-learning ou mistas, e têm visibilidade na Internet através do Centro E-learning da TecMinho em O Centro e-learning é composto por três sistemas informáticos distintos quanto ao seu objectivo, mas devidamente integrados: (a) Um sistema de gestão da aprendizagem a distância, vulgarmente conhecido por LMS(Learning Management System), cujo objectivo principal é servir de apoio à implementação dos e-cursos. Este sistema possui um conjunto de ferramentas que vão desde a definição e caracterização pedagógica do curso na plataforma (definir, módulos, unidades,

2 actividades, testes, etc.) até ao planeamento das ferramentas de comunicação e interacção a utilizar no curso (ferramentas síncronas e assíncronas); (b) Um sistema de gestão de alunos e de professores, que pode ser classificado como um SMS (Student Management System). Este sistema serve de base ao sistema de aprendizagem (LMS), implementando funcionalidades administrativas tais como, emissão de certificados, controlo de assiduidade, notas de honorários, declarações, etc; (c) Um sistema de Interface de relação com o cliente (Costumer Relationship Management) que se traduz no Web Site Centro e-learning. Este é o primeiro contacto que qualquer e-cliente (aluno, professor, autor, etc.) tem com o Centro e-learning. Este sistema de interface tem por objectivo fidelizar os clientes, acompanhando-os segundo o seu perfil e apresentando informações personalizadas de acordo com percursos percorridos. Para concretizar estes objectivos, o sistema faz a gestão de inscrições em cursos que foram divulgados, avaliações aos e-cursos terminados, gestão da informação de utilizadores (incluindo tracking), gestão de candidaturas a e-formadores, gestão de documentos diversos na área de e-learning entre outras funcionalidades. Nesta comunicação iremos apresentar com algum detalhe os sistemas informáticos exixtentes, dando uma visão global sobre a necessidade crescente de sistematização de processos e de integração de sistemas no sentido de se alcançarem soluções e-learning mais eficientes. 2. Plataforma/ Sistema de gestão da aprendizagem a distância (LMS) O sistema de gestão da aprendizagem (LMS Learning Management System) adoptado pela TecMinho é o Lotus Learning Space (LLS) da IBM. Este sistema foi implementado pela IBM utilizando a tecnologia JAVA e ASP, sendo apoiado numa base de dados Microsoft SQL Server. O sistema tem vários casos de uso, a maior parte deles são acessíveis a partir dos interfaces gráficos que serão descritos mais à frente, porém existem outros que podem ser acedidos a partir de código numa qualquer linguagem de programação. O LLS disponibiliza dois interfaces gráficos diferentes, o de administrador e o de aluno. 2.1 Interface de Administrador O Interface de administrador é acedido apenas por utilizadores com perfil de administradores do sistema, de tutores ou de autores de cursos. O administrador do sistema tem todos os previlégios, pelo que o administrador TecMinho criou o tipo de utilizador Formador que engloba as permissões de autor e de tutor. Entrando com o perfil Formador o utilizador tem sobretudo, a possibilidade de caracterizar e definir toda a informação necessária à implementação de um curso, quer da parte síncrona quer da parte assíncrona do curso, bem como desenvolver questionários de avaliação de diversos formatos. O Formador pode definir a árvore de módulos, unidades, sessões (esta árvore não tem limite de nodos), pode associar um conjunto de informação a cada um destas sub-divisões do curso (nome, descrições, datas) assim como associar os próprios conteúdos de aprendizagem e avaliações. Os conteúdos podem ser ficheiros de qualquer tipo (HTML, PowerPoint, Avi, etc.) e podem localizar-se em qualquer servidor de páginas

3 em qualquer parte do mundo. Para sessões síncronas o LLS permite a criação de chats programáveis podendo depois ser associados a um qualquer nodo do curso. Podem criar-se o número de sessões síncronas que se queira para cada curso, podendo apenas associar-se uma sessão assíncrona Quadro de Discussão (fórum) por curso. Com um perfil Formador, pode controlar-se ainda o andamento dos formandos através da utilização da ferramenta de geração de relatórios. Existem vários relatórios pré-definidos (exemplos: progresso de um aluno num curso ou progresso de um aluno em todos os nodos e conteúdos do curso), mas o Learning Space é flexível e dá a possibilidade de serem criados relatórios personalizados. Além de acompanhar os formandos, o formador pode ir registando os resultados de cada um deles nas várias actividades que ele tiver definido. O acompanhamento online dos formandos pelo formador é efectuado via Interface do Aluno, que serve também à abordagem e interface professor-aluno. 2.2 Interface do Aluno O interface do aluno está representado abaixo (Figura 1) e é a parte da plataforma de aprendizagem que o aluno vê, sendo também esta a Interface utilizada pelo professor na comunicação com os alunos. Árvore de nodos do curso Zona de conteúdos Ferramentas do curso (Chat, Fórum, Correio Electrónico) Figura 1: Interface de aluno O aluno acede ao LLS através do site e-learning da TecMinho, mediante um nome de utilizador e palavra passe, acedendo depois ao curso em que está inscrito o aluno tem um conjunto de possibilidades de trabalho diferente:

4 Pode aceder a cada módulo do curso, lendo os conteúdos de aprendizagem, seguindo as instruções do formador e desenvolvendo as actividades propostas pelo formador. Pode aceder ao quadro de discussão (fórum sessão assíncrona) para lançar uma linha de discussão ou simplesmente responder a uma outra mensagem colocada por um outro utilizador (formando, formador, administrador). Pode enviar um para todos os colegas e/ou para o formador do módulo, utilizando a ferramenta de correio electrónico. Caso esteja agendada uma sessão síncrona pode falar por escrito e realizar actividades em tempo real com os colegas e formador. De todas as funcionalidades disponíveis a partir do interface de aluno, a mais interessante de explorar, será talvez a que permite utilizar sessões síncronas ( sessões ao vivo ). Numa sessão síncrona, aparece uma nova janela, sendo que do lado direito da janela é apresentada a lista de participantes (todos formandos e formadores ligados naquele momento ao sistema). Todas estes participantes podem utilizar as várias funcionalidades apresentadas incluindo uma ferramenta de Chat para conversação sobre os temas propostos pelo formador. O LLS disponibiliza uma funcionalidade que permite a qualquer participante levantar a mão para falar escrever, o que dá ao formador o poder de controlar as intervenções de cada aluno. O formador tem ainda a possibilidade de sugerir um determinado site para os alunos consultarem, através da funcionalidade Siga-me. Caso queira fazer uma análise estatística rápida, (quanto à satisfação dos alunos em relação à sessão, por exemplo) o formador pode utilizar a funcionalidade de Perguntas e Respostas.Outra forma de utilizar uma sessão síncrona é a através da partilha de um programa ou ecrã inteiro do formador. Resumindo, o sistema ou plataforma de gestão da aprendizagem apresentado é o sistema que permite implementar as acções de formação desde a caracterização do curso até à realização das actividades (síncronas ou assíncronas). 3. Sistema de gestão de alunos (SMS Student Management System) De uma forma sucinta este sistema serve de base ao sistema de aprendizagem (LMS), implementando funcionalidades administrativas tais como, emissão de certificados, controlo de assiduidade, notas de honorários, declarações, etc. Este sistema estava inicialmente implementado sobre uma base de dados Access e recentemente passou a ser suportado por uma base de dados Postgres. Apesar desta alteração, todo o interface deste sistema continua a estar implementado em formulários do Microsoft Access. As grandes funcionalidades do sistema são a gestão de cursos e das respectivas acções associadas. Uma acção não é mais do que uma instanciação de um curso, podendo haver N instanciações do mesmo curso. Todas as funcionalidades de gestão dos curso estão associadas às acções. Para cada acção é possível registar os participantes e ir controlando a informação que é gerada na relação participante/acção de formação. A integração dos dados permite pois, realizar de uma forma eficiente, a emissão de folhas de pagamento de bolsas, notas de honorários para formadores, controlo da assiduidade dos formandos, avaliação da formação, emissão de certificados, geração de relatórios estatísticos, etc.

5 Figura 2: Exemplo de janelas do SMS 4. Sistema de Interface de Relação com o Cliente (Costumer Relationship Management) Este sistema é o primeiro contacto que qualquer e-cliente (aluno, formando, professor, formador, autor, etc.) tem com o Centro e-learning. Este sistema de interface tem por objectivo fidelizar os clientes, acompanhando-os segundo o seu perfil e apresentando informações personalizadas de acordo com os percursos previamente percorridos. Para concretizar estes objectivos, o sistema faz a gestão de inscrições em cursos que foram divulgados, avaliações aos e-cursos terminados, gestão da informação de utilizadores (incluindo tracking), gestão de candidaturas a e-formadores, gestão de documentos diversos na área de e-learning entre outras funcionalidades. Este sistema é visivel ao utilizador através de um Browser, apresentando-se como um site dinâmico dedicado aos temas, cursos, conteúdos e projectos de e-learning. O sistema dispõem de duas áreas distintas, uma área usualmente designada por frontoffice que é a área visível aos utilizadores em geral Centro e-learning, e uma área que faz a gestão da informação que irá aparecer neste site, que é normalmente designada por backoffice (ou seja o frontoffice é dinâmico e alimentado / gerido por um backoffice).

6 4.1 FrontOffice o Centro e-learning O frontoffice é a parte pública, ou seja a parte do sistema que é acessível ao público em geral via Browser. A primeira página do frontoffice (Figura 3) é representativa das áreas a que um utilizador qualquer pode ter acesso neste site. A parte central do écrã é onde se apresenta a informação variável (dinâmica), que neste caso tem os cursos que estão a ser anunciados (laranja) e os destaques em termos de documentos e notícias (azul). Caso o utilizador, que esteja a consultar a página, ainda não se tenha registado, ou não tenha feito o login, pode fazê-lo através do menú que aparece do lado direito do écrã, que permite que possa efectuar qualquer uma dessas operações. Um utilizador que já tenha feito o Login e que esteja inscrito num curso e-learning pode entrar directamente para a plataforma de e-learning através do link disponível também do lado direito (Acesso à plataforma). Fig. 3: Página inicial do frontoffice Na barra azul escura, (parte superior) está presente o menu de navegação do site e um motor de pesquisa rápido com base em palavras chave. O Centro e-learning dispõe das seguintes áreas principais: e-learning - área com informação geral acercar de vários pontos relacionados com e-learning. Cursos - contêm a lista de cursos oferecidos pela TecMinho e que podem ser filtrados por áreas. A partir desta área pode aceder-se à descrição pormenorizada de cada curso, assim como, fazer inscrições nesses mesmos cursos; Consultoria - contém informação estática sobre serviços de consultoria em e- Learning disponibilizados pela TecMinho. Contém ainda a possibilidade de uma qualquer entidade solicitar este serviço através de um formulário. Documentos ou conteúdos - contêm uma lista de documentos podendo ser filtrados por áreas ou tipo de documento (exemplo, artigo, publicação, etc.). Esta filtragem justifica-se porque o número de documentos existentes tem tendência a aumentar ao longo do tempo. Nesta área pode aceder-se à descrição pormenorizada de cada documento assim como fazer download de ficheiros associados ao documento. Por este ser um site dinâmico,

7 os documentos existentes nesta área dependem do que for definido no backoffice pelo pessoal responsável. Notícias - contém a lista de notícias e a descrição de cada uma delas. Área pessoal - como o nome indica contém informação importante apenas para o utilizador que fez o login, nomeadamente, lista de cursos em que está inscrito, historial de formação em termos de cursos que realizou e os dados pessoais inseridos aquando do registo. 4.2 BackOffice Gestão do Interface Centro e-learning O backoffice é uma parte restrita para os responsáveis pela gestão do site do Centro e- learning que só pode ser acedida mediante uma palavra-passe (Figura 4). Fig. 4: Página inicial do backoffice Depois de feita a autentificação o utilizador autorizado entra no backoffice. A partir daqui tem acesso a um conjunto de funcionalidades que vão permitir gerir a informação constante no site do Centro e-learning. O utilizador pode ter diferentes perfis, ou seja, de acordo com as permissões que tem, pode ter a possibilidade de aceder a diferentes menus ( os perfis existentes são os de coordenador, formador e administrador). O utilizador com perfil de administrador pode inserir novos cursos, definir a informação associada a cada curso (por exemplo, objectivos, destinatários, formadores do curso), publicar artigos, anunciar eventos, registar notícias, etc. Todas as alterações feitas no backoffice vão reflectir-se no frontoffice, ou seja no site do Centro e-learning. Uma das grandes funcionalidades deste sistema é a sua capacidade de se comportar como um sistema de CRM (Costumer Relationship Management Sistema de Gestão de Clientes). Esta funcionalidade materializa-se através da disponibilização de um conjunto de informação, que é continuamente adaptada ao cliente. Quer isto dizer que, dependendo do utilizador que fez o login no site do Centro e-learning a informação que lhe é apresentada tem em conta o seu perfil e historial de utilização do site.

8 Como exemplo, a um utilizador que trabalhe na área das tecnologias de informação serão primeiro apresentados os artigos e os cursos nesta mesma área e só depois outros artigos. 5. Integração dos Sistemas Existentes Nem sempre é fácil manter os sistemas informáticos actualizados e em diálogo uns com os outros. No caso da TecMinho os sistemas anteriormente referidos estão integrados, isto é, existe uma base de dados central (repositório) que é acedida, através da linguagem SQL (Standard Query Language) tanto pelo sistema SMS (um sistema aplicacional que contém cursos, formandos, formadores, etc) como pelo sistema de interface de relação com o cliente (site do Centro e-learning, que aceita entradas de novos clientes a partir do Browser). Em relação à plataforma a solução adoptada (para garantir a integração) foi a utilização dos casos de uso, disponibilizados pelo LLS para o acesso a funcionalidades internas. Um dos exemplos da utilização destes casos de uso é o login automático na plataforma, ou seja, um utilizador que faça o seu login no Centro e-learning não precisa de fazer de novo login para entrar no LLS, entra directamente para a plataforma, bastando para tal clicar na respectiva opção no Centro e-learning. 6. Conclusões A integração dos sistemas de uma empresa, instituição ou Universidade é um factor crítico de sucesso da entidade. A existência de vários programas isolados uns dos outros traz problemas de redundância de dados e não permite aproveitar as funcionalidades de cada um (re-utilização). Para uma entidade que lide com pouca informação este facto pode não ser problemático, mas à medida que a quantidade de informação e que a quantidade de programas for aumentando a integração de sistemas é fundamental. As questões relacionadas com a existência de informação redundante não são questões de hardware (ter a mesma informação a ocupar vários espaços), são antes questões de sistematização interna e possivelmente de relacionamento entre a entidade e entidades externas. Não é fácil manter os sistemas actualizados e integrados uma vez que a informação está constantemente a alterar-se e novos sistemas estão a ser adquiridos ou criados dentro da institutição. Todos os sistemas informáticos da TecMinho referidos neste documento estão de momento integrados, mas ainda durante o ano de 2004, iremos alterar um dos sistemas em uso (o LMS). Nesta situação teremos de novo de estudar e implementar soluções de integração de forma a que o sistema na sua globalidade seja dinâmico e possa conter dados únicos e sem redundâncias.

9 Referências 1. Cardoso, João A., Dias, Paulo M. At all. In Silva, Firmino & Alves, José Augusto(Orgs): ERP & CRM. Centro Atlântico, Vila Nova de Famalicão. Portugal, (2001). 2. Dias, Ana & Dias, Paulo (2003). Pataformas de Gestão da Aprendizagem a Distância. In: Actas da III Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação: Desafios Centro de Competência Nônio Século XXI, Universidade do Minho, Paulsen, Morten (2002). Sistemas de Educação Online: Discussão e Definição de Termos. In Baptista, Carina; Dias, Ana (Orgs). E-Learning: O Papel dos Sistemas de gestão da Aprendizagem na Europa. Lisboa: INOFOR, Bidarra, José & Dias, Ana (2003). From Cognitive Landscapes to Digital Hyperscapes. In: International Review of Research in Open and Distance Learning (IRRODL). Athabasca University - Canada's Open University, 2003.

MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE

MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE Objectivos gerais do módulo No final do módulo, deverá estar apto a: Identificar um Sistema de Gestão da Formação Online; Analisar as diversas

Leia mais

3. O CASO PARTICULAR DO FÓRUM DYN3W

3. O CASO PARTICULAR DO FÓRUM DYN3W 3. O CASO PARTICULAR DO FÓRUM DYN3W 3.1. DESCRIÇÃO DA FERRAMENTA E SUAS APLICAÇÕES Dyn3W é um fórum desenvolvido especialmente para ser utilizado na educação. O seu desenvolvimento iniciou-se em meados

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO MÓDULO II UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO II - UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA FORMAÇÃO ONLINE Projecto: Kit elearning, SAF/ Novabase, S.A. Equipa

Leia mais

DESIGN DE E-CONTEÚDOS PARA E-LEARNING

DESIGN DE E-CONTEÚDOS PARA E-LEARNING DESIGN DE E-CONTEÚDOS PARA E-LEARNING Ana Augusta Saraiva de Menezes da Silva Dias José Manuel Carona Carvalho TecMinho - Associação Universidade Empresa para o Desenvolvimento Universidade do Minho (Portugal)

Leia mais

EDUTec Learning. José Paulo Ferreira Lousado

EDUTec Learning. José Paulo Ferreira Lousado EDUTec Learning MANUAL DO UTILIZADOR José Paulo Ferreira Lousado Índice Página Principal... ii Página de Desenvolvimento de Conteúdos... iii Página de Comunicações...iv Página de Transferência de Ficheiros...vi

Leia mais

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno*

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno* Website disponível em: http://formar.tecminho.uminho.pt/moodle/course/view.php?id=69 Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt Palavra-chave: *aluno* Associação Universidade Empresa para o Desenvolvimento Web

Leia mais

Apresentação do MOODLE. Educação do século XXI

Apresentação do MOODLE. Educação do século XXI Apresentação do MOODLE Educação do século XXI Software social e e-learning Talvez seja o momento de fazer algo nas suas disciplinas! O que pretende do seu sistema de aprendizagem on-line? Fácil criação

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

Índice. Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4. Primeiros passos com o e-best Learning 6. Actividades e Recursos 11

Índice. Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4. Primeiros passos com o e-best Learning 6. Actividades e Recursos 11 Índice Parte 1 - Introdução 2 Enquadramento do curso 3 Estrutura Programática 4 Parte 2 Desenvolvimento 5 Primeiros passos com o e-best Learning 6 Como aceder à plataforma e-best Learning?... 6 Depois

Leia mais

[Conteúdo] Manual do e-formando [2010] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO...

[Conteúdo] Manual do e-formando [2010] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO... [Conteúdo] 1.INTRODUÇÃO... 3 2.METODOLOGIA DIDÁCTICA... 3 3.HORÁRIO... 3 4.TUTORIAS... 4 5.SISTEMA DE TRABALHO... 4 6.1.ACESSO À PLATAFORMA... 4 6.2.FUNCIONAMENTO DIÁRIO DA PLATAFORMA... 7 2 1.INTRODUÇÃO

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Guião de utilização da plataforma moodle para Professor

Guião de utilização da plataforma moodle para Professor Guião de utilização da plataforma moodle para Professor http://elearning.up.ac.mz http://www.ceadup.edu.mz E-mail: up.cead@gmail.com info@ceadup.edu.mz Maputo, 2013 Introdução Há alguns anos atrás, para

Leia mais

Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando

Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando Plataforma e.megaexpansao.com Guia do e-formando Enquadramento O presente curso apresenta-se na forma de organização de e-learning, não existindo sessões presenciais ou horários específicos. É proposto

Leia mais

Manual do Sistema de Aprendizagem. e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory

Manual do Sistema de Aprendizagem. e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory Manual do Sistema de Aprendizagem e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory 2011 Registo Página 2 de 25 Para aceder à plataforma necessita de criar uma conta clinaco no ícon registar. Na imagem acima

Leia mais

ferramentas e funcionalidades básicas

ferramentas e funcionalidades básicas ferramentas e funcionalidades básicas MOODLE - Tipos de Actividades Núcleo Minerva da Universidade de Évora Referendo A actividade Referendo permite ao professor fazer, por exemplo, uma sondagem de opinião

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP SENDYS - Copyright 2007 SENDYS é uma marca proprietária da Readsystem, Lda. 2 Universo

Leia mais

Realizador por: Prof. José Santos

Realizador por: Prof. José Santos Realizador por: Prof. José Santos Objectivo Este guia tem como objectivo fornecer aos Encarregados de Educação uma breve explicação sobre o funcionamento da Plataforma de Aprendizagem Moodle do Colégio

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Docentes Universidade Atlântica 1 Introdução O conceito do Moodle (Modular Object Oriented Dynamic Learning Environment) foi criado em 2001 por Martin Dougiamas, o conceito

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida

WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida WorkinProject 8 Manual de Referência Rápida Flagsoft, Lda 2015 Índice 1. Introdução...3 2. Integrador - Interface com o utilizador...4 3. Registo de actividade - Folha de horas...5 4. Agenda e colaboração...7

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Sistema De Entrega Guia Do Usuário

Sistema De Entrega Guia Do Usuário Sistema De Entrega Guia Do Usuário LEONARDO DA VINCI - Transferência de inovação MEDILINGUA - Advancing vocational competences in foreign languages for paramedics MEDILINGUA - Promovendo competências profissionais

Leia mais

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE Objectivos gerais do módulo No final do módulo, deverá estar apto a: Definir o conceito de Help Desk; Identificar os diferentes tipos de Help Desk; Diagnosticar

Leia mais

Aprend.e Sistema integrado de formação e aprendizagem

Aprend.e Sistema integrado de formação e aprendizagem Aprend.e Sistema integrado de formação e aprendizagem Pedro Beça 1, Miguel Oliveira 1 e A. Manuel de Oliveira Duarte 2 1 Escola Aveiro Norte, Universidade de Aveiro 2 Escola Aveiro Norte, Departamento

Leia mais

GESTÃO DE CONTEÚDOS WEB

GESTÃO DE CONTEÚDOS WEB Plataforma Visioncast - SigmaContents GESTÃO DE CONTEÚDOS WEB Visioncast - SigmaContents - Sistema de Gestão de Conteúdos Web 1 2 IT Web Soluções / Visioncast.net Plataforma Visioncast - SigmaContents

Leia mais

Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE

Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE Fostering Return to Employment through Entrepreneurship, Innovation and Creativity Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE 2009-1-PT1-LEO05-03245, FREE i Índice I. Introdução... 1 II.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO JOOMLA NA GESTÃO DA INFORMAÇÃO PEDAGÓGICA. Razões justificativas da acção: Problema/Necessidade de formação identificado

A IMPORTÂNCIA DO JOOMLA NA GESTÃO DA INFORMAÇÃO PEDAGÓGICA. Razões justificativas da acção: Problema/Necessidade de formação identificado A IMPORTÂNCIA DO JOOMLA NA GESTÃO DA INFORMAÇÃO PEDAGÓGICA Razões justificativas da acção: Problema/Necessidade de formação identificado O Plano Tecnológico da Educação (PTE), aprovado pela Resolução de

Leia mais

1ª Edição Outubro de 2007

1ª Edição Outubro de 2007 1 Ficha Técnica Título: Manual de utilização da ELGG - Aluno Autoria: Célia Tavares Direcção Pedagógica e Técnica: Paula Peres Copyright: Projecto de Apoio On-line 1ª Edição Outubro de 2007 O Manual de

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando

Guia de Acesso à Formação Online Formando Guia de Acesso à Formação Online Formando Copyright 2008 CTOC / NOVABASE ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...5 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...6 5. Avaliação...7

Leia mais

Manual de Utilizador Utentes 2015-01.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Manual de Utilizador Utentes 2015-01.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALIFICAÇÃO Centro Nacional de Qualificação de Formadores Manual de Utilizador Utentes 2015-01.V01 Índice Índice... 2 1. Introdução... 4 1.1.

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO DOMINE A 110% ACCESS 2010 A VISTA BACKSTAGE Assim que é activado o Access, é visualizado o ecrã principal de acesso na nova vista Backstage. Após aceder ao Access 2010, no canto superior esquerdo do Friso,

Leia mais

Acção de Formação Contabilidade de Gestão - Primavera v8

Acção de Formação Contabilidade de Gestão - Primavera v8 Acção de Formação Contabilidade de Gestão - Primavera v8 MoreData, Sistemas de Informação Campo Grande 28, 10º E 1700-093 Lisboa 213520171 info@moredata.pt Índice de Conteúdos Introdução...3 Sobre o Curso...4

Leia mais

A plataforma. Sistemas de Gestão de Aprendizagem. Carlos Nunes csmnunes@gmail.com

A plataforma. Sistemas de Gestão de Aprendizagem. Carlos Nunes csmnunes@gmail.com A plataforma Sistemas de Gestão de Aprendizagem Carlos Nunes csmnunes@gmail.com O que é o Moodle? É um Sistema de Gestão de Aprendizagem (LMS) e de trabalho colaborativo, acessível através da Internet

Leia mais

Manual de utilizador CRM

Manual de utilizador CRM Manual de utilizador CRM Formulário de Login Personalizado de acordo com a sua empresa mantendo a sua imagem corporativa. Utilizador: Admin Password: 123 1 Formulário Principal Este formulário está dividido

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Apresentação da Solução. Divisão Área Saúde. Solução: Gestão de Camas

Apresentação da Solução. Divisão Área Saúde. Solução: Gestão de Camas Apresentação da Solução Solução: Gestão de Camas Unidade de negócio da C3im: a) Consultoria e desenvolvimento de de Projectos b) Unidade de Desenvolvimento Área da Saúde Rua dos Arneiros, 82-A, 1500-060

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) /curriculum Julho de 2008 Versão 1.1 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador da Plataforma

Leia mais

MANUAL DO CURSO Normas Internacionais de Auditoria

MANUAL DO CURSO Normas Internacionais de Auditoria MANUAL DO CURSO ÍNDICE ENQUADRAMENTO DESCRIÇÃO DESTINATÁRIOS OBJETIVOS ESTRUTURA E DURAÇÃO AUTORES FUNCIONAMENTO E METODOLOGIA DO CURSO AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO PORTAL E CONTEÚDOS MULTIMÉDIA PORTAL ORDEM

Leia mais

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador Extracto on Line Aplicação Local Guia do Utilizador Índice 1. Sobre o Guia... 4 1.1 Objectivo... 4 1.2 Utilização do Guia... 4 1.3 Acrónimos e Abreviações... 4 2. Introdução ao Extracto on Line Aplicação

Leia mais

Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados

Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados Tarefa Orientada 2 Criar uma base de dados Objectivos: Criar uma base de dados vazia. O Sistema de Gestão de Bases de Dados MS Access Criar uma base dados vazia O Access é um Sistema de Gestão de Bases

Leia mais

Ajuda: Pesquisa Web na base de dados Digitarq

Ajuda: Pesquisa Web na base de dados Digitarq Ajuda: Pesquisa Web na base de dados Digitarq A pesquisa Web nos oferece duas principais possibilidades, a saber: 1) Pesquisa simples e 2) Pesquisa avançada 1) Pesquisa simples O interface da pesquisa

Leia mais

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação O Business Analytics for Microsoft Business Solutions Navision ajuda-o a ter maior controlo do seu negócio, tomar rapidamente melhores decisões e equipar os seus funcionários para que estes possam contribuir

Leia mais

A SÈTIMA. O nosso principal objectivo

A SÈTIMA. O nosso principal objectivo 03 A SÈTIMA A SÉTIMA produz soluções de software maioritariamente com recurso à WEB, de modo a dar suporte ao crescimento tecnológico que é já a maior realidade do século XXI. Esta aposta deve-se ao facto

Leia mais

Guião para as ferramentas etwinning

Guião para as ferramentas etwinning Guião para as ferramentas etwinning Registo em etwinning Primeiro passo: Dados de quem regista Segundo passo: Preferências de geminação Terceiro passo: Dados da escola Quarto passo: Perfil da escola Ferramenta

Leia mais

Desenvolvimento de uma Aplicação WEB para monitorização de BD Oracle

Desenvolvimento de uma Aplicação WEB para monitorização de BD Oracle Desenvolvimento de uma Aplicação WEB para monitorização de BD Oracle Luís Filipe Borges Pinto Resumo: Este projecto consiste na implementação de uma aplicação WEB para monitorização

Leia mais

Apresentação da Plataforma

Apresentação da Plataforma Apresentação da Plataforma por Luís Miguel Ricardo 282 I - Generalidades Inaugurada no ano de 2009, a modalidade elearning concebida pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional, utiliza a plataforma

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO

CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO An 2-A NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo

Leia mais

Blackboard Guia de Utilização para Docentes. Unidade de Multimédia e Tecnologia Educativa Blackboard 6.0/2010-05-18/1.0

Blackboard Guia de Utilização para Docentes. Unidade de Multimédia e Tecnologia Educativa Blackboard 6.0/2010-05-18/1.0 Blackboard Guia de Utilização para Docentes Unidade de Multimédia e Tecnologia Educativa Blackboard 6.0/2010-05-18/1.0 ÍNDICE CAPÍTULO I - CONTEXTUALIZAÇÃO...3 1. PLATAFORMA DE CONTEÚDOS ACADÉMICOS...

Leia mais

Manual Blackboard para docentes. Guia Rápido

Manual Blackboard para docentes. Guia Rápido Manual Blackboard para docentes Guia Rápido CAPÍTULO I CONTEXTUALIZAÇÃO... 3 1. PLATAFORMA DE CONTEÚDOS ACADÉMICOS... 3 2. OBJECTIVOS DESTE GUIA... 3 CAPÍTULO II O AMBIENTE DE TRABALHO DA PLATAFORMA...

Leia mais

Anteprojecto. Grupo 2. Projecto Informático do 5º ano. Informática de Gestão

Anteprojecto. Grupo 2. Projecto Informático do 5º ano. Informática de Gestão Grupo 2 Projecto Informático do 5º ano Informática de Gestão Índice Índice ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 2 MISSÃO 3 OBJECTIVOS 4 AMBIENTE DE EXPLORAÇÃO 5 Software 5 Hardware 6 POLÍTICA DE HISTÓRICOS 7 POLÍTICA DE

Leia mais

DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS CAPACIDADE PROFISSIONAL PARA A ACTIVIDADE DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE MERCADORIAS

DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS CAPACIDADE PROFISSIONAL PARA A ACTIVIDADE DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE MERCADORIAS DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS CAPACIDADE PROFISSIONAL PARA A ACTIVIDADE DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE MERCADORIAS MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA AS ENTIDADES FORMADORAS ÍNDICE OBJECTIVOS

Leia mais

Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal. Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339

Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal. Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339 Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339 Contacto Geral: inf@acinet.pt Dep. Comercial: comercial@acinet.pt Dep. Formação: formacao@acinet.pt Dep. Multimedia:

Leia mais

Lisboa, 18 de Janeiro de 2004

Lisboa, 18 de Janeiro de 2004 Lisboa, 18 de Janeiro de 2004 Realizado por: o Bruno Martins Nº 17206 o Cátia Chasqueira Nº 17211 o João Almeida Nº 17230 1 Índice 1 Índice de Figuras... 3 2 Versões... 4 3 Introdução... 5 3.1 Finalidade...

Leia mais

Ensino à distância Caso prático E-MBA do IESF

Ensino à distância Caso prático E-MBA do IESF Ensino à distância Caso prático E-MBA do IESF Manuel Leite Mestrado em Análise de Dados e Sistemas de Apoio à Decisão Sistemas de Informação para Gestão Faculdade de Economia, 29 de Novembro de 2002 1

Leia mais

3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências

3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências 3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências Dar a cana para ensinar a pescar (adágio popular) 3.1 O Centro de Competência O Centro de Competência Softciências, instituição activa desde

Leia mais

Apresentação de Solução

Apresentação de Solução Apresentação de Solução Solução: Gestão de Altas Hospitalares Unidade de negócio da C3im: a) Consultoria e desenvolvimento de de Projectos b) Unidade de Desenvolvimento Área da Saúde Rua dos Arneiros,

Leia mais

PERIVER PLATAFORMA SOFTWARE REQUIREMENT SPECIFICATION. Periver_SoftwareRequirementSpecification_2008-03-31_v1.0.doc. Versão 1.0

PERIVER PLATAFORMA SOFTWARE REQUIREMENT SPECIFICATION. Periver_SoftwareRequirementSpecification_2008-03-31_v1.0.doc. Versão 1.0 PLATAFORMA Versão 1.0 31 de Março de 2008 TABELA DE REVISÕES Versão Autores Descrição da Versão Aprovadores Data António Rocha Cristina Rodrigues André Ligeiro V0.1r Dinis Monteiro Versão inicial António

Leia mais

ACÇÃO DE FORMAÇÃO CARACTERIZAÇÃO DA ACÇÃO. Domínio de Formação. Área de Formação. Modalidade de Formação. Duração: (Número total de horas) 36

ACÇÃO DE FORMAÇÃO CARACTERIZAÇÃO DA ACÇÃO. Domínio de Formação. Área de Formação. Modalidade de Formação. Duração: (Número total de horas) 36 Plano de Formação 2009 ACÇÃO DE FORMAÇÃO Competências em TIC : Curso A nível 1 CARACTERIZAÇÃO DA ACÇÃO Área de Formação Domínio de Formação Tecnologias de Informática e Comunicação Utilização e/ou Manutenção

Leia mais

Administração da disciplina

Administração da disciplina Administração da disciplina Agrupamento Vertical de Escolas de Tarouca Documento disponível em: http://avetar.no-ip.org 1.Acesso e utilização da plataforma:. Seleccione a opção Entrar, que se encontra

Leia mais

Manual do Aluno Plataforma de e-learning Moodle

Manual do Aluno Plataforma de e-learning Moodle Manual do Aluno Plataforma de e-learning Moodle i Índice Índice de Figuras 3 Introdução 4 Parte I - Acesso à Plataforma 5 1 - Entrar na Plataforma 6 1.1 - Alterar a senha 7 Parte II - Utilização da Plataforma

Leia mais

PT Learning Working Group

PT Learning Working Group PT Learning Working Group Reunião n.º 8 Data: 21 de Março 2011 Local: CIEJD Informar e comunicar a UE Iniciativas financiadas pela Comissão Europeia informar UE comunicar Parceria de gestão 2008-2011 Governo

Leia mais

Manual de Utilização do Sítio da Disciplina

Manual de Utilização do Sítio da Disciplina UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA DSI Manual de Utilização do Sítio da Disciplina para: Docentes Versão 7.00 Palma de Cima 1649-023 Lisboa Portugal Tel. 21 721 42 19 Fax 21721 42 79 helpdesk@lisboa.ucp.pt

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011 Manual Avançado Ementas : Email e SMS v2011 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. INICIAR O ZSRest FrontOffice... 3 1 4. CONFIGURAÇÃO INICIAL... 4 b) Configurar E-Mail... 4 c) Configurar SMS... 5 i. Configurar

Leia mais

Plataforma de Comunicação Colaborativa. Programa Espaço Atlântico. Guia do utilizador da área Projectos

Plataforma de Comunicação Colaborativa. Programa Espaço Atlântico. Guia do utilizador da área Projectos Plataforma de Comunicação Colaborativa Programa Espaço Atlântico Guia do utilizador da área Projectos Versão Junho 2010 Investindo no nosso futuro comum Guia do utilizador da área Projectos Versão Junho

Leia mais

Manual utilização. Dezembro 2011. Instituto Politécnico de Viseu

Manual utilização. Dezembro 2011. Instituto Politécnico de Viseu Manual utilização Dezembro 2011 Instituto Politécnico de Viseu 1 Índice Zona pública... 3 Envio da ideia de negócio... 3 Inscrição nas Oficinas E... 4 Zona privada... 5 Administração... 5 Gestão de utilizadores...

Leia mais

Em FORMATO E-LEARNING PQ 11.04.A Página 1 de 6

Em FORMATO E-LEARNING PQ 11.04.A Página 1 de 6 Página 1 de 6 1. FUNCIONAMENTO Os cursos na modalidade de e-learning do são frequentados totalmente online, à exceção do Curso de Trabalhador Designado para a Segurança e Saúde no Trabalho em que a 1ª

Leia mais

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1 Copyright 2012 Efacec Todos os direitos reservados. Não é permitida qualquer cópia, reprodução, transmissão ou utilização deste documento sem a prévia autorização escrita da Efacec Sistemas de Gestão S.A.

Leia mais

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13

PONTDOC. Sistema de Gestão Documental. Dossier de Produto 02.01.2009 DP10.02. www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDOC Sistema de Gestão Documental Dossier de Produto DP10.02 02.01.2009 www.pontual.pt UGD 1 de 13 PONTDoc Sistema de Gestão Documental A Pontual A Pontual é uma empresa de capitais 100% nacionais,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO MINDELO. Unidade de Gestão de Investigação Desenvolvimento e Inovação UG I+D+i MANUAL DE UTILIZAÇÃO MOODLE PARA ALUNOS

UNIVERSIDADE DO MINDELO. Unidade de Gestão de Investigação Desenvolvimento e Inovação UG I+D+i MANUAL DE UTILIZAÇÃO MOODLE PARA ALUNOS UNIVERSIDADE DO MINDELO Unidade de Gestão de Investigação Desenvolvimento e Inovação UG I+D+i MANUAL DE UTILIZAÇÃO MOODLE PARA ALUNOS Apresentação e Utilização Rápida da Plataforma Versão Zero Março de

Leia mais

Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante)

Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante) Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante) 1. Introdução I 2. Primeiros passos I 3. Unidade Curricular I 4. Recursos e atividades O e-campus do ISPA - Instituto

Leia mais

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens Pasta O / Entrada e Digitalização O / Back-Office O / Tratar Mensagem O / Registo de Entrada O / Pesquisa e Arquivo O / Recolha de Estatísticas Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Monitor de Publicidade. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Monitor de Publicidade. v2011 Manual Avançado Monitor de Publicidade v2011 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. HARDWARE... 3 1 4. DEFINIÇÃO... 4 b) Definição dos monitores... 4 c) Definições ZSRest... 4 d) Aspecto Monitor... 5 i. Sim 5

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Índice 1. Introdução...3 2. Home Page...3 3. Pedido de Senha...4 3.1 Proponente...5 3.2 Técnico Qualificado...5 3.3 Proponente/Técnico

Leia mais

MANUAL DE INTRODUÇÃO AO ALFRESCO 3.0

MANUAL DE INTRODUÇÃO AO ALFRESCO 3.0 MANUAL DE INTRODUÇÃO AO ALFRESCO 3.0 Alfresco é uma marca registada da Alfresco Software Inc. 1 / 42 Índice de conteúdos Alfresco Visão geral...4 O que é e o que permite...4 Página Inicial do Alfresco...5

Leia mais

Introdução. I. Nova Mensagem

Introdução. I. Nova Mensagem Introdução A partir da plataforma do Geonaut é possível enviar mensagens aos recursos, este módulo é muito importante porque permite informar ou pedir informação a um recurso pretendido. Além de se poder

Leia mais

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos

PHC TeamControl CS. A gestão de equipas e de departamentos PHC TeamControl CS A gestão de equipas e de departamentos A solução que permite concretizar projectos no tempo previsto e nos valores orçamentados contemplando: planeamento; gestão; coordenação; colaboração

Leia mais

elearning Formare - Sistema de Gestão da Aprendizagem BEYOND INNOVATION

elearning Formare - Sistema de Gestão da Aprendizagem BEYOND INNOVATION elearning Formare - Sistema de Gestão da Aprendizagem BEYOND INNOVATION CERTIFICAÇÃO A aplicação foi construída e dividida em três grandes camadas de código, separando a camada de apresentação (écrans

Leia mais

Manual do Utilizador Aluno

Manual do Utilizador Aluno Manual do Utilizador Aluno Escola Virtual Morada: Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto PORTUGAL Serviço de Apoio ao Cliente: Telefone: (+351) 707 50 52 02 Fax: (+351) 22 608 83 65 Serviço Comercial:

Leia mais

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Unidade de Ensino a Distância Equipa Guia

Leia mais

Guia de Websites para a Administração Pública

Guia de Websites para a Administração Pública Guia de Websites para a Administração Pública Portugal precisa de um desafio de exigência e de conhecimento que nos eleve aos níveis de competência e de produtividade dos países mais desenvolvidos, de

Leia mais

Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros

Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros Cursos de e-learning da Academia Portuguesa de Seguros Guia de Apresentação do Curso de Qualificação de Agentes, Corretores de Seguros ou Mediadores de Resseguros Guia de Apresentação do Curso Versão 1.0

Leia mais

MANUAL UTILIZADOR SERVIÇO FTP

MANUAL UTILIZADOR SERVIÇO FTP Edição: 1.0 Data: 07/08/15 Pág.: 1/10 O sistema de FTP é um serviço de transmissão de ficheiros bilateral, disponibilizado pela Monoquadros para os seus parceiros de negócio, com vista á fácil e rápida

Leia mais

Guia de utilização. Acesso Universal

Guia de utilização. Acesso Universal Guia de utilização Março de 2009 Índice Preâmbulo... 3 Acesso à Plataforma... 4 Área de Trabalho... 5 Apresentar Propostas... 12 Classificar Documentos... 20 Submeter a Proposta... 21 Solicitação de Esclarecimentos/Comunicações...

Leia mais

Plano de Projecto Multimédia

Plano de Projecto Multimédia Plano de Projecto Multimédia Equipa: (nomes dos elementos e emails respectivos) Vitor Manuel Gonçalves vg@ipb.pt Armindo Dias armindo.dias@dhvmc.pt Definição de objectivos: (indique os objectivos principais

Leia mais

Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALIFICAÇÃO Centro Nacional de Qualificação de Formadores Manual de Utilizador Entidades 2015-08.V01 Índice Índice... 2 1. Introdução... 4

Leia mais

Introdução. Confiabilidade. Conformidade. Segurança. Optimização e Disponibilidade

Introdução. Confiabilidade. Conformidade. Segurança. Optimização e Disponibilidade Introdução Desenvolvido segundo um modelo de bases de dados relacionais, podem ser realizadas personalizações à medida de cada empresa, em conformidade com o Sistema de Informação existente e diversas

Leia mais

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC www.estagiostic.gov.pt 1 Índice 1 Introdução 3 1.1 Programa de Estágios TIC 3 1.2 Objectivo da plataforma 3 1.3 Perfis 4 1.3.1 Escola 4 1.3.2 Empresa 4 1.3.3

Leia mais

MANUAL DO CURSO. Direito Penal Tributário 2.ª Edição

MANUAL DO CURSO. Direito Penal Tributário 2.ª Edição MANUAL DO CURSO Direito Penal Tributário 2.ª Edição ÍNDICE ENQUADRAMENTO DESCRIÇÃO DESTINATÁRIOS OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM ESTRUTURA E DURAÇÃO AUTOR METODOLOGIA PEDAGÓGICA AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO PORTAL

Leia mais

Dias, Paulo (2004). Comunidades de aprendizagem e formação on-line. Nov@ Formação, Ano 3, nº3, pp.14-17

Dias, Paulo (2004). Comunidades de aprendizagem e formação on-line. Nov@ Formação, Ano 3, nº3, pp.14-17 Comunidades de aprendizagem e formação on-line Paulo Dias Universidade do Minho pdias@iep.uminho.pt Introdução Comunicar e aprender em rede constituem dois aspectos de uma das mais profundas mudanças em

Leia mais

YTV. Porque o mundo evoluiu. YCommerceTV. Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online

YTV. Porque o mundo evoluiu. YCommerceTV. Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online YTV YCommerceTV Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online Porque o mundo evoluiu. O Projecto A empresa PARTTEAM foi fundada em 2000 e é uma empresa global de soluções web e multimédia. Em 2001

Leia mais

GUIA DO FORMANDO. Ética e Deontologia Profissional do Psicólogo

GUIA DO FORMANDO. Ética e Deontologia Profissional do Psicólogo GUIA DO FORMANDO Índice Enquadramento... pág. 3 Descrição do Curso... Destinatários... Objetivos de aprendizagem... Estrutura e Duração do Curso... Autor... Metodologia Pedagógica... Avaliação e Certificação...

Leia mais

Dossier de Unidade Curricular Manual do Docente

Dossier de Unidade Curricular Manual do Docente Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Gabinete de Apoio ao Ensino Dossier de Unidade Curricular Manual do Docente 1 ABREVIATURAS... 4 2 PRESSUPOSTOS... 4 3 DOSSIER DE UNIDADE CURRICULAR... 4 4 PERFIS... 5

Leia mais

Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL

Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Acesso Universal Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 Índice Preâmbulo... 3 Acesso à Plataforma... 4 Área de Trabalho...

Leia mais

Acção de Formação Contabilidade Geral - Primavera v8

Acção de Formação Contabilidade Geral - Primavera v8 Acção de Formação Contabilidade Geral - Primavera v8 MoreData, Sistemas de Informação Campo Grande 28, 10º E 1700-093 Lisboa 213520171 info@moredata.pt Índice de Conteúdos Introdução...3 Sobre o Curso...4

Leia mais