Circuitos Elétricos. Fascículo 6. Unidade 14

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Circuitos Elétricos. Fascículo 6. Unidade 14"

Transcrição

1 Circuitos Elétricos Fascículo 6 Unidade 14

2

3 Circuitos Elétricos Paa início de conversa... Nesta aula, você vai conhecer um circuito elétrico e seus componentes, conhecer a lei de Ohm e saber como utilizá-la para os cálculos de correntes, tensões e resistências. Objetivos de aprendizagem: Identificar um circuito elétrico e seus componentes; Relacionar componentes de um circuito elétrico com os equipamentos elétricos, utilizados em uma instalação elétrica; Utilizar a lei de Ohm para os cálculos de correntes, tensões e resistências; identificar as associações dos componentes em um circuito elétrico. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 7

4 Seção 1 Você já correu numa pista de corrida? Pense numa pista de corrida de carros, de cavalos ou de pessoas. Nelas, pessoas, cavalos ou carros começam a correr a partir de um ponto e retornam ao mesmo lugar. Fazem isso inúmeras vezes até completar o número de voltas necessárias para concluir a corrida. A partir da segunda volta, o corredor já não identifica mais o início ou o fim da corrida, ou seja, o caminho fechou-se. A este caminho fechado e contínuo, dá-se o nome de circuito. Logo, Circuito é todo trajeto que representa um caminho fechado. Agora, imagine você chegando a sua casa após um longo dia de trabalho e acendendo uma lâmpada. Lembra- -se das primeiras aulas? Para que a lâmpada acenda, é necessário que a eletricidade (corrente elétrica) chegue a um interruptor e que você o aperte (fig.1). Figura 1: Trajeto fechado da corrente elétrica Qual foi o percurso da corrente elétrica, neste caso? 8

5 A corrente elétrica é fornecida por um transformador. É transportada pelos condutores de eletricidade. Chega ao interruptor. Passa pela lâmpada. Retorna ao transformador pelo condutor de saída da lâmpada. Repete o trajeto, num processo contínuo. A corrente percorre o mesmo caminho repetidamente. A este caminho fechado e contínuo da corrente elétrica dá-se o nome de circuito elétrico. Circuito elétrico é um caminho fechado e contínuo pelo qual a corrente elétrica circula. Você aprendeu que a energia elétrica que faz a lâmpada de sua casa acender percorre um circuito fechado. Em qual das figuras a seguir isto ocorre? ( ) A ( ) B Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 9

6 Seção 2 Aparelhos consumidores e dispositivos de manobra Aparelho consumidor, também chamado receptor elétrico, é um dos componentes de um circuito que utiliza energia elétrica para funcionar. Esses aparelhos transformam energia elétrica em outro tipo de energia. Na unidade 3, foram dados alguns exemplos desse tipo de transformação e um deles foi o da lâmpada, que transforma energia elétrica em energia luminosa e térmica (Fig. 2). Figura 4.2: Transformação de energia elétrica em energia luminosa e térmica Já o dispositivo de manobra (Fig. 3) permite que você ligue ou desligue os aparelhos consumidores de energia elétrica do circuito. Dessa forma, ele libera ou impede a passagem de corrente elétrica pelo condutor de eletricidade. Figura 4.3: Dispositivo de manobra 10

7 Relacione a coluna da esquerda com a da direita e escreva o nome dos elementos do circuito nos espaços em branco. ( ) Aparelho consumidor de energia elétrica ( ) Fonte geradora de energia elétrica ( ) Condutor de eletricidade ( ) Dispositivo de manobra 1. Bateria 2. Interruptor 3. Campainha 4. Cabo de energia Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 11

8 Seção 3 Então, todos os componentes de um circuito elétrico transformam energia elétrica em outro tipo de energia? Como você viu na unidade 3, todos os aparelhos consumidores de energia elétrica transformam energia elétrica em outro tipo de energia (térmica, luminosa etc.). Um resistor, mais conhecido como resistência elétrica, é um componente que transforma energia elétrica em energia térmica (calor) ao oferecer oposição à passagem da corrente elétrica através dele. Assim, um chuveiro (Fig.4), um ferro elétrico, um forno elétrico, uma lâmpada do tipo incandescente etc., funcionam basicamente por causa de uma resistência que é aquecida ao ser percorrida por uma corrente elétrica (Fig.5). Este fenômeno foi estudado pelo famoso cientista James P. Joule e, em sua homenagem, foi chamado de efeito Joule (lê-se jaule). Figura 4.4: Resistência de chuveiro elétrico, por exemplo Figura 4.5: Representação da transformação de energia elétrica em energia térmica, com a utilização de uma resistência elétrica de chuveiro 12

9 Assim: Resistência elétrica é uma medida da oposição à passagem da corrente elétrica, através do componente resistor. Joule ( ) O físico inglês James Prescott Joule tornou-se famoso por suas experiências, envolvendo a transformação de trabalho em calor. Seu nome está associado à possibilidade de conversão de trabalho mecânico e de eletricidade em calor. Seu nome foi dado à unidade de energia do Sistema Internacional. Joule nasceu em Salford, Inglaterra, em 24 de dezembro de Sua família era rica e possuía uma cervejaria. Recebeu instrução de John Dalton em Ciências e Matemática. Sentiu-se atraído pela Física, especialmente pelos temas relacionados ao calor. Iniciou seus trabalhos experimentais num laboratório anexo à cervejaria. A experiência adquirida por Joule habilitou-o a medir diferenças de temperatura com precisão e foi encorajado a prosseguir em suas pesquisas por William Thomson (Lord Kelvin). Quando tinha 18 anos, Joule iniciou seus estudos sobre o calor liberado por uma corrente elétrica, fluindo em um condutor, e em 1840 enunciou a lei que relaciona a corrente elétrica e a resistência do condutor ao calor transmitido (Lei de Joule), e publicou «Sobre a Produção de Calor por meio da Eletricidade Voltaica». Faleceu em 11 de outubro de 1889, em Sale, Inglaterra. Fonte: e index?qid= aaun2gy Representando a resistência elétrica e sua unidade de medida A resistência elétrica é representada pela letra R (Fig.6) e sua unidade de medida é o ohm, cujo símbolo é W (ômega é a última letra do alfabeto grego). O nome desta unidade é uma homenagem a George Simon Ohm. Figura 4.6: Representação simbólica de um resistor que será usada neste curso Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 13

10 OHM O ohm é a unidade de medida da resistência elétrica, padronizada pelo SI (Sistema Internacional de Unidades). O ohm é simbolizado pela letra grega ômega maiúsculo (Ω). Foi Georg Simon Ohm (Erlangen, 16 de Março de 1789 Munique, 6 de Julho de 1854), físico e matemático alemão, que descobriu relações matemáticas extremamente simples, envolvendo as dimensões dos condutores e as grandezas elétricas, definindo o conceito de resistência elétrica e formulando a que passou a ser chamada Lei de Ohm. Qual o caminho preferido pela corrente elétrica? Por exemplo, nas estradas ilustradas nas Figuras 7 e 8, qual seria a preferência de um motorista para circular com seu carro? É claro que ele vai preferir o caminho que oferece melhores condições de circulação para ele, ou seja, a estrada da Figura 8. Concorda? Figura 4.7: Foto de uma estrada em péssimo estado de preservação Figura 4.8: Foto de uma estrada em ótimo estado de conservação. 14

11 Pois então! A corrente elétrica, assim como o motorista do carro citado neste exemplo, vai preferir circular pelo caminho que oferece menor resistência à sua passagem. Responda às questões abaixo com bastante atenção. 1- Circuito elétrico é um caminho fechado e descontínuo pelo qual a corrente elétrica circula. ( ) Falso ( ) Verdadeiro 2- Um resistor é um componente elétrico que, ao ser percorrido por uma corrente elétrica, transforma a energia elétrica em energia térmica (calor). ( ) Falso ( ) Verdadeiro 3- Aparelho consumidor, também chamado de receptor elétrico, é um dos componentes de um circuito elétrico que se utiliza de energia elétrica para funcionar. ( ) Falso ( ) Verdadeiro A Lei de Ohm No século XIX (dezenove), George Simon Ohm mostrou que a corrente elétrica, em um circuito, tinha uma relação direta com a tensão elétrica. Ele mostrou que, se a tensão aumenta, a corrente também aumenta; se a tensão diminui, a corrente também diminui. Esta relação foi chamada lei de Ohm. A lei de Ohm mostra que a corrente. elétrica (I) de um circuito varia de forma direta com a tensão (U) e de forma indireta com a resistência (R). Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 15

12 Essa relação é representada pela seguinte expressão matemática (lei de Ohm): Corrente (I) = Tensão (U) Resistência (R) Exemplo: Exemplo 1: Qual a tensão elétrica aplicada sobre um resistor de 1.000W, quando o mesmo é percorrido por uma corrente de valor igual a 1 A? Corrente Elétrica: 1A Tensão:? V Resistência: 1.000Ώ Resposta: 1.000V Exemplo 2: Qual a corrente que percorre uma resistência de W, quando é aplicada sobre ela uma tensão de V. Corrente Elétrica:?A Tensão: V I V = = I = 1 A Ω Exemplo 3: Determine o valor de uma resistência elétrica, sabendo-se que sobre a mesma é aplicada uma tensão de 1V e que a corrente que a percorre vale 1A. Corrente Elétrica: 1A Tensão: 1V 1A = 1V RΩ 16

13 Resolva os exercícios a seguir. 1. A tensão de entrada de sua casa é 220V. Um chuveiro elétrico é instalado, e você não tem ideia da corrente que vai circular na resistência dele. No ato da compra, o vendedor informou que a resistência elétrica dele era de 10W. Vamos calcular a corrente elétrica que vai passar na resistência dele? Corrente Elétrica: Tensão: Resistência: 2. Sabe-se, antecipadamente, que a corrente que circula em uma lâmpada é 2A. Deseja-se descobrir qual o valor da resistência da mesma. Para isto, aplica-se uma tensão no valor de 240V em suas extremidades. Utilize a equação para cálculo do valor da resistência, tirada da lei de Ohm. Corrente Elétrica: Tensão: Resistência: 3. A corrente circulante numa lâmpada é de 1A. Sabe-se, antecipadamente, que sua resistência é de 127 W. Qual é a tensão que está sendo aplicada nesta lâmpada? Corrente Elétrica: Tensão: Resistência: Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 17

14 Seção 4 O que acontece em um circuito elétrico, se, por algum motivo, ele for interrompido? Uma interrupção em um circuito elétrico pode ser provocada, por exemplo, pela abertura de um dispositivo de manobra (exemplo: desligar a lâmpada no interruptor) ou por um acidente no condutor (exemplo: fio partido), que interrompa o circuito elétrico. Neste caso, a corrente elétrica não circula e o circuito é chamado circuito aberto. Em um circuito aberto, nenhum consumidor de energia elétrica funciona. (Fig.4.11). Figura 4.9: Circuito elétrico aberto Você sabe o que é curto-circuito? Em condições normais, um circuito elétrico possui uma fonte de energia (pilha, rede elétrica etc.) que alimenta um consumidor de energia elétrica, também chamado receptor (lâmpada, chuveiro elétrico etc.). A fonte de energia possui uma determinada tensão elétrica (1,5v (volts) nas pilhas, 110v ou 220v (volts) na rede, dependendo da região etc.). Ao alimentar um receptor com tensão elétrica, circula uma corrente elétrica entre a fonte geradora de energia e esse receptor. Se em vez de um receptor, você ligar os fios que saem da fonte de energia elétrica, um no outro (Fig.4.12), você vai provocar um curto-circuito. Isso porque a resistência será tão pequena que fará a corrente alcançar valores muito altos. Uma corrente muito alta produz muito calor (efeito joule, lembra-se do que você viu no início da aula?) e por isso existe o risco de incendiar sua instalação elétrica. Este evento, curto-circuito, é normalmente relacionado à causa de incêndios. 18

15 -circuito. Mais adiante você terá uma aula na qual vai aprender, por exemplo, como proteger sua instalação de um curto- Figura 4.10: Repare que não há consumidor de energia elétrica ligado aos cabos condutores. Existe somente a resistência dos cabos condutores, que é de baixíssimo valor. Desta forma, a corrente assume valores altos, provocando o que se chama curto-circuito. Conhecendo outros componentes do circuito Outros componentes que fazem parte de um circuito elétrico são o indutor (formado por bobinas elétricas) e o capacitor. Ambos, da mesma forma que o resistor oferecem oposição à passagem da corrente elétrica. O indutor (Fig. 11) é representado pela letra L e simbolizado, graficamente, por um fio em forma de hélice, parecido como uma mola, Figura Sua unidade de medida é o henry (H). O indutor está presente nos componentes de um transformador, um motor elétrico, um reator de uma lâmpada etc. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 19

16 Figura 4.11: Indutor - As bobinas enroladas Figura 4.12: Representação gráfica de um indutor que será utilizada neste curso Bobinas elétricas São fios condutores de eletricidade enrolados de várias formas O capacitor (Fig.13) é um componente usado em quase todos os tipos de dispositivos eletroeletrônicos. Além de oferecer uma oposição à passagem de corrente elétrica, em alguns casos é utilizado para armazenar pequenas quantidades de cargas elétricas e mantê-las durante um curto espaço de tempo. Os capacitores são usados em carregadores de celular, em computadores, em microfones e em inúmeros outros consumidores de energia elétrica. O capacitor é representado pela letra C e simbolizado, graficamente, pela figura mostrada na Figura 14. Sua unidade de medida é o Faraday (F). Figura 4.13: Exemplo de capacitor 20

17 Figura 4.14: Representação gráfica de um capacitor que será utilizada neste curso Principais unidades desta aula Grandeza Unidades Tensão (U) Corrente (I) Resistência (R) Potência (P) Volts (V) Amperes (A) Ohm (Ω) Watts (W) Você sabia que a corrente elétrica pode seguir mais de um caminho num circuito? Observe a Figura 15. Nela existe um circuito onde a corrente (I) segue um único caminho e só consegue circular pelo consumidor seguinte depois de sair do anterior. Por exemplo: lâmpadas pisca-pisca de decoração natalina. Para montagem deste circuito, as saídas dos consumidores, representadas pela letra S, estão ligadas às entradas dos consumidores seguintes, representadas pela letra E. Este circuito é denominado circuito em série. Figura 4.15: Associação em série dos elementos de um circuito elétrico Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 21

18 Se algum consumidor for retirado e o caminho não for fechado novamente, os outros não funcionarão, porque teremos, neste caso, um circuito aberto e a corrente não conseguirá circular para alimentar os demais, ou seja, qualquer descontinuidade no caminho da corrente, por exemplo, uma lâmpada queimada (veja Figura 4.18), fará com que o circuito deixe de funcionar. [Importante] Circuito em série é uma das formas de se ligar os componentes de um circuito elétrico. Nele a corrente segue um único caminho e é a mesma que circula em todos os componentes do circuito. A saída de um componente, através de seu condutor, servirá como entrada para o próximo componente até o seu retorno à fonte de energia. A saída de um componente é ligada à entrada do componente seguinte até o seu retorno à fonte de energia. Figura 4.16: Circuito elétrico Já na Figura 17, por exemplo, está representado um circuito com quatro consumidores em paralelo (quatro lâmpadas), onde a fonte de energia terá de alimentar todos ao mesmo tempo e o interruptor deverá manobrar, também, todas ao mesmo tempo. Nesse circuito, a entrada do primeiro consumidor é ligada na entrada do seguinte e assim por diante, até que a entrada do último consumidor seja conectada. A saída deste último consumidor é ligada à saída do consumidor anterior e assim por diante, até que as saídas de todos os consumidores estejam conectadas umas às outras. Esta saída comum a todos eles deve ser ligada à entrada da fonte. A corrente (I), neste caso, divide-se pelos quatro caminhos diferentes que tem para seguir, após o interruptor. A corrente é chamada de I 1 (lê-se i um) no caminho 1; I (lê-se i dois) no caminho 2; I (lê-se i três) no caminho 3; e, finalmente, I (lê-se i quatro) no caminho 4. O resultado da soma de I 1, I 2, I 3 e I 4 deve ser igual à corrente (I) de entrada do circuito, ou seja, I 1 + I 2 + I 3 + I 4 = I. 22

19 Figura 4.17: Associação em paralelo dos elementos de um circuito elétrico Ao contrário do que acontece em um circuito em série, no circuito em paralelo, se uma lâmpada queimar as outras lâmpadas ignoram o acontecido e continuam funcionando de forma independente. Por exemplo, as lâmpadas de sua casa são ligadas em paralelo: quando uma queima as outras continuam acesas. Circuito em paralelo é uma outra forma de se ligar os elementos de um circuito. Nele a corrente segue por mais de um caminho e pode ser diferente para cada um deles. As entradas dos componentes do circuito são ligadas a um condutor comum e as saídas também a um condutor comum que são ligadas aos terminais da fonte. Você sabe o que é um circuito misto? A combinação das duas associações anteriores é chamada associação mista. Nela alguns consumidores estão ligados em série, onde a saída de um consumidor é ligada à entrada do consumidor seguinte até que a saída do último consumidor seja ligada na entrada da fonte e outros em paralelo; ou seja, as entradas de todos os consumidores estão ligadas entre si, assim como todas as suas saídas também e, a saída comum é ligada na entrada da fonte. Ou seja, no circuito misto, há lâmpadas em série e lâmpadas ligadas em paralelo. Observe a Figura 18 [importante] Circuito misto é aquele que apresenta caminhos em série e em paralelo, ao mesmo tempo. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 23

20 Figura 4.18: Associação mista dos componentes de um circuito elétrico Em qualquer tipo de associação, o interruptor (dispositivo de manobra) deverá, sempre, estar em série com a fonte de energia e as cargas, caso se queira manobrá-las (ligar ou desligar) ao mesmo tempo. Para manobra de uma única carga de forma independente, faz-se necessária a instalação de dispositivos de manobra (individuais) em série com cada carga. (Fig. 19) Figura 4.19: Circuito elétrico com interruptor manobrando somente um dos consumidores. 24

21 Seção 5 O comportamento da tensão elétrica num circuito Você se lembra da seção onde explicamos a lei de Ohm? Uma das equações que estudamos naquela seção foi: U = R x I, lembrou? Pois então, quando temos circuito em série e a corrente circula através de uma lâmpada incandescente (resistência), parte da tensão total aplicada ao circuito é destinada para vencer a oposição à corrente elétrica, oferecida pela resistência da lâmpada. A multiplicação do valor da resistência da lâmpada pela corrente que circula na mesma é o que chamamos Queda de tensão. Essa queda de tensão é diminuída da tensão total aplicada no circuito. O resultado da soma de todas as quedas de tensão do circuito é igual à tensão fornecida pela fonte. U = U 1 + U 2 + U 3 + U U n Uma queda de tensão num circuito (Fig.4.22) pode ser a causa de vários problemas em uma instalação elétrica, tais como: queima de equipamentos, uma lâmpada que não ilumina direito o ambiente, um aparelho de som que não tem força para tocar, um ferro elétrico que não esquenta direito etc. Figura 4.20: Queda de tensão num circuito elétrico com componentes em série Como já foi estudado na Unidade 3, os aparelhos consumidores são especificados para uma tensão e potência. Pode acontecer, por exemplo, de algum consumidor não receber tensão suficiente para o seu funcionamento, porque os consumidores anteriores gastaram a maior parte da tensão. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 25

22 Lembre-se: Num circuito em série, a corrente é a mesma em todo percurso e a tensão total é igual à soma das quedas de tensão nos terminais de cada consumidor do circuito; 5.1. E como é o comportamento da tensão num circuito paralelo? No circuito paralelo da Figura 4.23, parte da tensão aplicada ao circuito é destinada para vencer a oposição à circulação de corrente elétrica oferecida por cada resistência (lâmpada) em paralelo. Em outras palavras, sobre os terminais da lâmpada nº1 haverá uma tensão (U 1) destinada a vencer sua resistência à corrente elétrica (I 1 ). Nesse caminho, haverá uma queda de tensão dada por U 1 = R x I 1. Em todos os caminhos de um circuito em paralelo, serão observadas quedas de tensão.essas quedas serão iguais à tensão que foi aplicada ao circuito. Figura 4. 21: Queda de tensão num circuito elétrico com componentes em paralelo Lembre-se: Num circuito em paralelo, a corrente é dividida pelos vários caminhos do circuito e a soma de todas as correntes pelos vários caminhos é igual à corrente total de entrada do circuito. A queda de tensão sobre cada consumidor é igual à tensão aplicada ao circuito. 26

23 Relacione a coluna da esquerda com a coluna da direita. de energia elétrica. 1- Circuito em série 2 Circuito em paralelo 3 - Circuito misto ( ) A corrente segue um único caminho e é a mesma que alimenta todos os elementos do circuito. A saída de um elemento é ligada à entrada do elemento seguinte. ( ) Neste circuito, a corrente é dividida pelos vários caminhos do circuito e a tensão nos terminais de cada consumidor do circuito é igual à tensão fornecida pela fonte ( ) ( ) ( ) Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 27

24 Tente resolver os exercícios abaixo: 6 1. Você está decorando sua casa com lâmpadas pisca-pisca, para a festa de Natal. Depois de tudo pronto, você liga o conjunto na tomada. Hi! As lâmpadas não acendem. Sabe-se que estas lâmpadas são ligadas em série e que a queima de uma, impede que as outras acendam. Então, com certeza, o circuito está aberto em algum ponto do percurso da corrente elétrica. ( ) Falso ( ) Verdadeiro 2. Um curto-circuito produz uma corrente muito alta, porque existe grande oposição à passagem de corrente elétrica. ( ) Falso ( ) Verdadeiro 3. O transformador é formado, principalmente, por um resistor. ( ) Falso ( ) Verdadeiro 4. O ferro elétrico é formado, principalmente, por um indutor. ( ) Falso ( ) Verdadeiro 5. Um chuveiro elétrico é formado, principalmente, por uma resistência. ( ) Falso ( ) Verdadeiro 6. Em uma casa onde a tensão é 220V, um ferro de passar roupas com resistência de 110Ω tem a corrente circulante de 5A. ( ) Falso ( ) Verdadeiro 28

25 Resumo Nesta aula, você estudou o circuito elétrico e seus componentes. Aprendeu que um circuito onde a corrente circula num caminho fechado e contínuo recebe o nome de circuito elétrico. Viu que consumidor de energia elétrica transforma energia elétrica em algum outro tipo de energia. O circuito elétrico é composto por alguns elementos, entre os quais está o resistor, também chamado resistência. O resistor é um dispositivo elétrico que transforma energia elétrica em energia térmica (calor) e oferece uma oposição à passagem de corrente elétrica no interior do condutor. Chamamos este efeito (calor) efeito Joule. Como exemplo de consumidores que são formados basicamente por uma resistência, tem-se: chuveiro, ferro elétrico, forno elétrico, lâmpada do tipo incandescente etc. Aprendeu o que é um potenciômetro e como funcionam. Viu que o indutor e o capacitor são outros elementos do circuito elétrico que, como o resistor, também oferece oposição à passagem da corrente elétrica. Assim, transformador, motor elétrico, reator de uma lâmpada etc. consistem principalmente num indutor. Já os capacitores, são usados em eliminadores de pilha, em computadores, em microfones e em inúmeros outros consumidores de energia elétrica. Entendeu o que é um circuito aberto e um curto-circuito. Aprendeu, também, como fazer ligações destes elementos num circuito. Mostramos como são feitas as associações dos elementos de um circuito em série, em paralelo e misto. Descobriu o quanto é útil o entendimento da lei de Ohm, de um circuito aberto, de um curto-circuito e uma queda de tensão. Referências Imagens André Guimarães Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 29

26 Atividade 01 Resposta: B Atividade 02 Resposta: 3, 1, 4, 2. Atividade 03 Resposta: 1 - Resposta: falso. Porque circuito elétrico é um caminho fechado e contínuo pela qual a corrente elétrica circula. 2 - Resposta: verdadeiro 3 - Resposta: verdadeiro Atividade Resposta: Segundo a lei de Ohm I =U/R; logo, I= 220V/10Ω, I = 22A. A corrente elétrica circulante no chuveiro é de 22A. 2 - Resposta: Segundo a lei de Ohm I =U/R; logo, 2A = 240V/R, R = 240V/2A, R = 120W. A resistência elétrica do resistor vale 120W. 3 - Resposta: Segundo a lei de Ohm I =U/R, logo 1A = U/127Ω, U = 127V. A tensão elétrica aplicada na lâmpada é de 127volts Atividade 05 Respostas: 1; 2; 1; 2; 3. Atividade Respostas: verdadeiro 2 - Respostas: falso, porque num curto-circuito a resistência é quase zero. 3 - Respostas: falso, o transformador é formado principalmente por indutores. 30

27 4 - Respostas: falso, o ferro elétrico é formado principalmente por uma resistência elétrica. 5 - Respostas: verdadeiro 6 - Respostas: falso, porque segundo a lei de Ohm I =U/R, logo I= 220V/110Ω, I = 2A 3 - Resposta: Segundo a lei de Ohm I =U/R, logo 1A = U/127Ω, U = 127V. A tensão elétrica aplicada na lâmpada é de 127volts 6 - Respostas: falso, porque segundo a lei de Ohm I =U/R, logo I= 220V/110Ω, I = 2A Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 31

28

29 Atividade extra Circuitos Elétricos Exercício 1 Adaptado de UFMG Um professor pediu a seus alunos que ligassem uma lâmpada a uma pilha com um pedaço de fio de cobre. Nas figuras a seguir, estão representadas as montagens feitas por quatro estudantes: Considerando-se essas quatro ligações, as lâmpadas vão acender nas montagens de a. Mateus e Carlos. b. Carlos e Pedro. c. João e Mateus. d. João e Pedro. Exercício 2 Adaptado de UFMG Os circuitos apresentados na figura a seguir representam uma pilha ligada a duas lâmpadas e uma chave interruptora. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 33

30 A ação da chave de apagar ou acender as duas lâmpadas, simultaneamente, ocorre nos casos: a. I e IV. b. I e IV. c. I e III. d. II e III. Exercício 3 Adaptado de UFMG Na sala da casa de Marcos, havia duas lâmpadas que eram ligadas/desligadas por meio de um único interruptor. Visando a economizar energia elétrica, Marcos decidiu instalar um interruptor individual para cada lâmpada. O esquema elétrico em que está representada uma maneira de se ligarem os interruptores e lâmpadas, de modo que cada interruptor acenda e apague uma única lâmpada, é 34

31 a. b. c. d. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 35

32 Exercício 4 Adaptado de UFMG 2003 Duas lâmpadas L 60 e L 100 são ligadas a uma tomada, como representado nesta figura: A lâmpada L 60 é de 60 W e a L 100 é de 100 W. Sejam V 60 a diferença de potencial e i 60 a corrente elétrica na lâmpada L 60. Na lâmpada L 100, esses valores são, respectivamente, V 100 e i 100. Analisando-se as diferenças de potencial e as correntes, teremos a. V 60 < V 100 e i 60 < i 100. b. V 60 < V 100 e i 60 = i 100. c. V 60 = V 100 e i 60 < i 100. d. V 60 = V 100 e i 60 > i

33 Gabarito Exercício 1 Adaptado de UFMG A B C D Exercício 2 Adaptado de UFMG A B C D Exercício 3 Adaptado de UFMG A B C D Exercício 4 Adaptado de UFMG 2003 A B C D Ciências da Natureza e suas Tecnologias Física 37

34

Unidade 14. Circuitos elétricos

Unidade 14. Circuitos elétricos Unidade 14 Circuitos elétricos Pra início de conversa... Nesta aula, você vai conhecer um circuito elétrico e seus componentes, conhecer a lei de Ohm e saber como utilizá-la para os cálculos de correntes,

Leia mais

CIRCUITOS ELETRICOS I: RESISTORES, GERADOR E 1ª LEI DE OHM CIÊNCIAS DA NATUREZA: FÍSICA PROFESSOR: DONIZETE MELO Página 1

CIRCUITOS ELETRICOS I: RESISTORES, GERADOR E 1ª LEI DE OHM CIÊNCIAS DA NATUREZA: FÍSICA PROFESSOR: DONIZETE MELO Página 1 Diretoria Regional de Ensino de Araguaína Colégio Estadual Campos Brasil Tocantins - Brasil Um circuito elétrico pode ser definido como uma interligação de componentes básicos formando pelo menos um caminho

Leia mais

Circuitos de Corrente Contínua. Unidade 03 Circuitos de Corrente Contínua

Circuitos de Corrente Contínua. Unidade 03 Circuitos de Corrente Contínua Circuitos de Corrente Contínua Prof. Edwar Saliba Júnior Julho de 2012 1 Eletricidade Fenômeno físico atribuído a cargas elétricas estáticas ou em movimento; Quando o assunto é eletricidade, precisamos

Leia mais

Fascículo 6 Unidades 14 e 15. 2ª Edição

Fascículo 6 Unidades 14 e 15. 2ª Edição 2ª Edição Fascículo 6 Unidades 14 e 15 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Governador Sergio Cabral Vice-Governador Luiz Fernando de Souza Pezão SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA Secretário

Leia mais

Aula 03- Resistência Elétrica e Associação de Resistores Eletrotécnica

Aula 03- Resistência Elétrica e Associação de Resistores Eletrotécnica Aula 03- Resistência Elétrica e Associação de Resistores Eletrotécnica Resistividade dos Materiais É a propriedade característica específica de um material, em relação a sua constituição atômica. A resistividade

Leia mais

Aula: - Resistência elétrica e Resistores - Associação de Resistores

Aula: - Resistência elétrica e Resistores - Associação de Resistores Aula: - Resistência elétrica e Resistores - Associação de Resistores A resistência elétrica Os metais são bons condutores de corrente elétrica, mas alguns são melhores condutores que outros. O metal mais

Leia mais

Associação de resistores Módulo FE.07 (página 52 à 56) Apostila 2

Associação de resistores Módulo FE.07 (página 52 à 56) Apostila 2 Aula 07 Associação de resistores Módulo FE.07 (página 52 à 56) Apostila 2 Usando resistores Associação em Série Associação em Paralelo Associação Mista Curto-circuito Potência na associação de resistores

Leia mais

Professor: Gabriel Alves

Professor: Gabriel Alves Professor: Gabriel Alves Questão 01 - (IFPE/2016) Em muitas casas brasileiras, para um maior conforto, é comum ter instalado um chuveiro elétrico. Seu funcionamento se dá graças à resistência presente

Leia mais

Listas de figuras. Listas de quadros. Fundamentos de Elétrica - Conceitos Básicos. Condutor e Isolante. Tensão e Corrente Elétrica

Listas de figuras. Listas de quadros. Fundamentos de Elétrica - Conceitos Básicos. Condutor e Isolante. Tensão e Corrente Elétrica Listas de figuras Listas de quadros Fundamentos de Elétrica - Conceitos Básicos Condutor e Isolante Tensão e Corrente Elétrica Resistência Elétrica Potência Elétrica Fator de Potência Potência dissipada

Leia mais

Lei de Ohm: associação de resistores e capacitores

Lei de Ohm: associação de resistores e capacitores Lei de Ohm: associação de resistores e capacitores Na figura abaixo, exemplificamos um circuito simples, onde aplicamos uma fonte de energia (V), ligada a um resistor (R) e que resultará em uma corrente

Leia mais

Utilização da electricidade. Maria do Anjo Albuquerque

Utilização da electricidade. Maria do Anjo Albuquerque Utilização da electricidade C U I D A D O S A T E R A O M A N U S E A R A E L E T R I C I D A D E Cuidados a ter na instalação de circuitos elétricos Cuidados a ter para poupar eletricidade Qualquer instalação

Leia mais

Professora Bruna CADERNO 3. Capítulo 11 Intensidade da Corrente Elétrica. Página - 228

Professora Bruna CADERNO 3. Capítulo 11 Intensidade da Corrente Elétrica. Página - 228 CADERNO 3 Capítulo 11 Intensidade da Corrente Elétrica Página - 228 INTENSIDADE DA CORRENTE ELÉTRICA Agora que aprendemos o que é uma corrente elétrica, aprenderemos como determinar a sua intensidade,

Leia mais

Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo

Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo Disciplina Eletrotécnica Tópico 01: Estudo de circuitos em corrente contínua (CC) Profa.: Ana Vitória de Almeida Macêdo Conceitos básicos Eletricidade Eletrostática Eletrodinâmica Cargas elétricas em repouso

Leia mais

RESISTOR É O ELEMENTO DE CIRCUITO CUJA ÚNICA FUNÇÃO É CONVERTER A ENERGIA ELÉTRICA EM CALOR.

RESISTOR É O ELEMENTO DE CIRCUITO CUJA ÚNICA FUNÇÃO É CONVERTER A ENERGIA ELÉTRICA EM CALOR. Resistores A existência de uma estrutura cristalina nos condutores que a corrente elétrica percorre faz com que pelo menos uma parte da energia elétrica se transforme em energia na forma de calor, as partículas

Leia mais

ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA

ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA É a ciência que estuda a forma de controlar a energia elétrica por meios elétricos nos quais os elétrons têm papel fundamental. Divide-se em analógica e em digital

Leia mais

RECEPTORES E LEIS DE KIRCHHOFF

RECEPTORES E LEIS DE KIRCHHOFF RECEPTORES E LEIS DE KIRCHHOFF 2ª SÉRIE FÍSICA PROF. MARCUS VINICIUS 1º BIM 1. UFRS - O circuito a seguir representa três pilhas ideais de 1, 5 V cada uma, um resistor R de resistência elétrica 1, 0 Ω

Leia mais

ELETRODINÂMICA. Prof. Patricia Caldana

ELETRODINÂMICA. Prof. Patricia Caldana ELETRODINÂMICA Prof. Patricia Caldana Ao se estudarem situações onde as partículas eletricamente carregadas deixam de estar em equilíbrio eletrostático passamos à situação onde há deslocamento destas cargas

Leia mais

Curso Técnico em Eletrotécnica

Curso Técnico em Eletrotécnica Curso Técnico em Eletrotécnica Eletricidade em Regime de Corrente Contínua 11-POTÊNCIA Sumário Introdução 5 Potência elétrica em CC. 6 Trabalho elétrico 6 Efeito calorífico 6 Efeito luminoso 7 Efeito mecânico

Leia mais

Exercícios de Física. Prof. Panosso. Gerador, receptor e cctos.

Exercícios de Física. Prof. Panosso. Gerador, receptor e cctos. 1) A bateria de um automóvel tem fem de 12V e resistência interna de 0,5 Ω, durante a partida ele fornece uma corrente de A. Calcule : a) a ddp nos terminais do gerador b) o rendimento 2) Um gerador com

Leia mais

O USO DO SIMULADOR PhET PARA O ENSINO DE ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES. Leonardo Dantas Vieira

O USO DO SIMULADOR PhET PARA O ENSINO DE ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES. Leonardo Dantas Vieira Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão Instituto de Física e Química Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física O USO DO SIMULADOR PhET PARA

Leia mais

Estudo dirigido. Tecnologia Eletrônica 1

Estudo dirigido. Tecnologia Eletrônica 1 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI DR/MG Estudo dirigido Tecnologia Eletrônica 1 Página 1 de 15 4.2 O CIRCUITO ELÉTRICO A eletricidade e usada para gerar os mais diversos efeitos: movimentar,

Leia mais

t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO

t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO t RESOLÇÃO COMECE DO BÁSICO SOLÇÃO CB. 01 Para ser resistor ôhmico o gráfico deve ser linear. Neste caso, a linearidade se observa no trecho BC. SOLÇÃO CB. 0 ' r '. i ( Equação 10 7 r'.4 4r 48 do receptor)

Leia mais

Princípios de Telecomunicações Lei de Ohm e Potência Elétrica

Princípios de Telecomunicações Lei de Ohm e Potência Elétrica Princípios de Telecomunicações Lei de Ohm e Potência Elétrica Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2016. Tensão Elétrica Grandeza gerada a partir do desequilíbrio de potencial entre 2 pontos,

Leia mais

Circuitos eléctricos

Circuitos eléctricos Circuitos eléctricos O que é? n Designa-se de circuito eléctrico o caminho por onde a corrente eléctrica passa. n A corrente eléctrica é um movimento orientado de cargas, que se estabelece num circuito

Leia mais

Questão 4. Questão 5. Questão 6

Questão 4. Questão 5. Questão 6 Questão 1 Por uma bateria de f.e.m. (E) e resistência interna desprezível, quando ligada a um pedaço de fio de comprimento Ø e resistência R, passa a corrente i (figura 1). Quando o pedaço de fio é cortado

Leia mais

2 Eletrodinâmica. Corrente Elétrica. Lei de Ohm. Resistores Associação de Resistores Geradores Receptores. 4 Instrumento de Medidas Elétricas

2 Eletrodinâmica. Corrente Elétrica. Lei de Ohm. Resistores Associação de Resistores Geradores Receptores. 4 Instrumento de Medidas Elétricas 2. Eletrodinâmica Conteúdo da Seção 2 1 Conceitos Básicos de Metrologia 4 Instrumento de Medidas Elétricas 2 Eletrodinâmica Corrente Elétrica Resistência Elétrica Lei de Ohm Potência Elétrica Resistores

Leia mais

Aluno: Disciplina: FÍSICA. Data: ELETROSTÁTICA

Aluno: Disciplina: FÍSICA. Data: ELETROSTÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS ELETRICIDADE ENSINO MÉDIO Aluno: Série: 3 a Professor: EDUARDO Disciplina: FÍSICA Data: ELETROSTÁTICA 1) (Unicamp-SP) Duas cargas elétricas Q 1 e Q 2 atraem-se quando colocadas próximas

Leia mais

PROJETO DE RECUPERAÇÃO PARALELA 1º Trimestre

PROJETO DE RECUPERAÇÃO PARALELA 1º Trimestre PROJETO DE RECUPERAÇÃO PARALELA 1º Trimestre - 2018 Disciplina: Física Série: 3ª série do E. Médio Professor: Wagner Fonzi Objetivo: Favorecer ao aluno nova oportunidade para superar as dificuldades apresentadas

Leia mais

TELE - VENDAS: (0xx41) FAX GRÁTIS:

TELE - VENDAS: (0xx41) FAX GRÁTIS: TELE - ENDAS: (0xx41) 2102-1100 - FAX GRÁTIS: 0800-704 2080 PROA DE LÂMPADAS Testando a Lâmpada Com a lâmpada fora do soquete, encoste uma ponta de prova no encaixe e a outra ponta no pólo como é mostrado

Leia mais

AULA 02 PRIMEIRA LEI DE OHM APOSTILA 1 FSC-C

AULA 02 PRIMEIRA LEI DE OHM APOSTILA 1 FSC-C AULA 02 PRIMEIRA LEI DE OHM APOSTILA 1 FSC-C DIFERENÇA DE POTENCIAL (DDP) CRIAR UMA DIFERENÇA ENTRE DOIS PONTOS. NUM DOS PONTOS HÁ EXCESSO E NO OUTRO FALTA DE ELETRONS QUANTO MAIOR A DIFERENÇA, MAIOR VAI

Leia mais

Eletrodinâmica REVISÃO ENEM CORRENTE ELÉTRICA

Eletrodinâmica REVISÃO ENEM CORRENTE ELÉTRICA REVISÃO ENEM Eletrodinâmica CORRENTE ELÉTRICA Corrente elétrica em um condutor é o movimento ordenado de suas cargas livres devido a ação de um campo elétrico estabelecido no seu interior pela aplicação

Leia mais

CAP. 9 CORRENTE ELÉTRICA (CIRCUITO ELÉTRICO SIMPLES)

CAP. 9 CORRENTE ELÉTRICA (CIRCUITO ELÉTRICO SIMPLES) CAP. 9 CORRENTE ELÉTRICA (CIRCUITO ELÉTRICO SIMPLES) Prof. Helton Luiz 2012 O QUE É NECESSÁRIO PARA QUE UM APARELHO ELÉTRICO FUNCIONE? Um brinquedo Um rádio Uma lanterna Uma lâmpada Estes aparelhos só

Leia mais

Corrente elétrica e leis de Ohm Módulo FE.05 (página 46 à 49) Apostila 2

Corrente elétrica e leis de Ohm Módulo FE.05 (página 46 à 49) Apostila 2 Aula 05 Corrente elétrica e leis de Ohm Módulo FE.05 (página 46 à 49) Apostila 2 Eletrodinâmica Sentido convencional da corrente elétrica Intensidade da corrente elétrica Leis de Ohm Resistor Condutividade

Leia mais

1. O circuito elétrico representado abaixo é composto por fios e bateria ideais:

1. O circuito elétrico representado abaixo é composto por fios e bateria ideais: 1. O circuito elétrico representado abaixo é composto por fios e bateria ideais: Com base nas informações, qual o valor da resistência R a) 5. b) 6 Ω. c) 7 Ω. d) 8. e) 9. Ω Ω Ω indicada? 2. Bárbara recebeu

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 24 CIRCUITOS ELÉTRICOS EXERCÍCIOS PARTE 1

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 24 CIRCUITOS ELÉTRICOS EXERCÍCIOS PARTE 1 FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 24 CIRCUITOS ELÉTRICOS EXERCÍCIOS PARTE 1 Como pode cair no enem (ENEM) Considere a seguinte situação hipotética: ao preparar o palco para a apresentação de uma peça de teatro,

Leia mais

Q t. A corrente elétrica corresponde ao fluxo de elétrons. Os elétrons vão para o polo positivo de um gerador (pilha ou bateria)

Q t. A corrente elétrica corresponde ao fluxo de elétrons. Os elétrons vão para o polo positivo de um gerador (pilha ou bateria) Eletrodinâmica A eletrodinâmica está presente em praticamente todos os lugares da vida moderna. As instalações elétricas e suas lâmpadas, aquecedores fazem parte do cotidiano do homem moderno. Para exames

Leia mais

O circuito em série caracteriza-se por permitir apenas um caminho para a corrente, conforme ilustra a figura abaixo:

O circuito em série caracteriza-se por permitir apenas um caminho para a corrente, conforme ilustra a figura abaixo: A figura abaixo ilustra de forma resumida as unidades de medidas adotadas no SI (Sistema Internacional) para tensão, corrente, resistência e potência elétrica, com seus múltiplos e submúltiplos mais usados.

Leia mais

O símbolo usado em diagramas de circuito para fontes de tensão é:

O símbolo usado em diagramas de circuito para fontes de tensão é: Circuitos Elétricos Para fazer passar cargas elétricas por um resistor, precisamos estabelecer uma diferença de potencial entre as extremidades do dispositivo. Para produzir uma corrente estável é preciso

Leia mais

Aula 3 - Eletrodinâmica Prof. Marcio Kimpara

Aula 3 - Eletrodinâmica Prof. Marcio Kimpara ELETRICIDADE Aula 3 - Eletrodinâmica Prof. Marcio Kimpara Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Prof. Marcio Kimpara 2 Eletrodinâmica Na eletrodinâmica, estudaremos o movimento das cargas elétricas

Leia mais

1.4 Resistência elétrica

1.4 Resistência elétrica 1.4 Resistência elétrica O que é a resistência elétrica A resistência elétrica é uma propriedade dos condutores que se relaciona com a oposição que oferecem ao movimento orientado de eletrões. Os eletrões,

Leia mais

1. Se uma corrente de 2,00 A atravessar uma secção do fio condutor durante um minuto, que quantidade de carga atravessa esse pedaço do fio?

1. Se uma corrente de 2,00 A atravessar uma secção do fio condutor durante um minuto, que quantidade de carga atravessa esse pedaço do fio? Escola Secundária de Lagoa Física e Química A 10º Ano Paula Melo Silva Ficha de Trabalho 8 1.2. Energia e fenómenos elétricos 1. Se uma corrente de 2,00 A atravessar uma secção do fio condutor durante

Leia mais

GERADORES E RECEPTORES:

GERADORES E RECEPTORES: COLÉGIO ESTADUAL JOSUÉ BRANDÃO 3º Ano de Formação Geral Física IV Unidade_2009. Professor Alfredo Coelho Resumo Teórico/Exercícios GERADORES E RECEPTORES: Anteriormente estudamos os circuitos sem considerar

Leia mais

Geradores e Receptores

Geradores e Receptores QUESTÃO 1 No circuito elétrico, o amperímetro A, o voltímetro V e o gerador são ideais. A leitura do amperímetro é 2,0 A e a do voltímetro é: a) 6,0 V b) 10 V c) 10,5 V d) 20 V e) 42 V QUESTÃO 2 A figura

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Geradores, Receptores e Potência Elétrica

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Geradores, Receptores e Potência Elétrica Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Geradores, Receptores e Potência Elétrica 1. (Espcex (Aman) 2013) A pilha de uma lanterna possui

Leia mais

Eletrodinâmica. Exercícios Objetivos

Eletrodinâmica. Exercícios Objetivos Exercícios Objetivos 1. (2009) Considere a seguinte situação hipotética: ao preparar o palco para a apresentação de uma peça de teatro, o iluminador deveria colocar três atores sob luzes que tinham igual

Leia mais

Potência Elétrica. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Potência Elétrica. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Prof. Marciano dos Santos Dionizio Podemos dizer que ainda hoje uma das maiores preocupações mundiais refere-se ao consumo de energia elétrica. Além de a energia elétrica aumentar o orçamento das famílias,

Leia mais

Exercícios 6 1. real 2. Resp: 3. o sentido convencional Resp: 4. Resp: 5. (a) (b) (c) Resp: (b) (c) Resp:

Exercícios 6 1. real 2. Resp: 3. o sentido convencional Resp: 4. Resp: 5. (a) (b) (c) Resp: (b) (c) Resp: Exercícios 6 1. A corrente elétrica real através de um fio metálico é constituída pelo movimento de: a) Cargas positivas do maior para o menor potencial. b) Cargas positivas. c) Elétrons livres no sentido

Leia mais

Potência e Energia Elétrica

Potência e Energia Elétrica Potência e Energia Elétrica Para qualquer máquina, em particular, para os aparelhos elétricos, definimos potência como a taxa de transformação ou conversão de energia na forma de calor outra forma de energia,

Leia mais

Eletricidade Aula 4. Leis de Kirchhoff

Eletricidade Aula 4. Leis de Kirchhoff Eletricidade Aula 4 Leis de Kirchhoff Fonte de Alimentação Vídeo 6 É um dispositivo capaz de fornecer energia elétrica para um circuito. A fonte de alimentação também pode ser chamada de gerador, e outras

Leia mais

Circuitos Elétricos. É um movimento orientado de partículas com carga elétrica.

Circuitos Elétricos. É um movimento orientado de partículas com carga elétrica. Governo da República Portuguesa O que é uma corrente elétrica? Circuitos Elétricos É um movimento orientado de partículas com carga elétrica. Condutores Elétricos Bons Condutores Elétricos são materiais

Leia mais

Tabela da Lei de Ohm

Tabela da Lei de Ohm 1ª Lei de Ohm Tabela da Lei de Ohm Esta tabela mostra os formulas para calcular: Corrente (I), resistência (R), tensão (E ou U) e a potência (W) usando a Lei de Ohm. Para usar a tabela, selecione a unidade

Leia mais

1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura:

1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura: 1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura: Considere nula a resistência elétrica dos fios que fazem a ligação entre a bateria e as

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 18 CIRCUITOS ELÉTRICOS. Professor Ricardo Fagundes

FÍSICA MÓDULO 18 CIRCUITOS ELÉTRICOS. Professor Ricardo Fagundes FÍSICA Professor Ricardo Fagundes MÓDULO 18 CIRCUITOS ELÉTRICOS Nesse módulo iremos estudar circuitos constituídos apenas de uma fonte de tensão (U) geradora de corrente contínua (i), fios e resistores

Leia mais

3) Cite 2 exemplos de fontes de Alimentação em Corrente Continua e 2 exemplos em Corrente Alternada.

3) Cite 2 exemplos de fontes de Alimentação em Corrente Continua e 2 exemplos em Corrente Alternada. Lista de exercícios Disciplina: Eletricidade Aplicada Curso: Engenharia da Computação Turma: N30 1 -) Assinale a alternativa correta. Descreva o que é tensão elétrica. a - A diferença de potencial elétrico

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA Professor: Vilson Mendes Lista de exercícios de Física I Lista 6 Associação de resistores ENSINO MÉDIO NOTA: Aluno (: Data SÉRIE/TURMA 3ª 1. Em cada um dos esquemas abaixo,

Leia mais

1.1 Corrente elétrica: o que é e como se utiliza.

1.1 Corrente elétrica: o que é e como se utiliza. 1.1 Corrente elétrica: o que é e como se utiliza. A eletricidade e o dia a dia A energia elétrica é hoje um bem essencial. A sua falta impede-nos de realizar praticamente todas as tarefas diárias. Fig.

Leia mais

Circuitos Elétricos I - Resistência e Lei de Ohm -

Circuitos Elétricos I - Resistência e Lei de Ohm - Universidade de Itaúna Faculdade de Engenharia A esistência Elétrica, : Os elétrons livres, durante o movimento em um condutor, colidem com os átomos desse condutor perdendo parte de sua energia cinética

Leia mais

Aula Prática: Uso de aparelhos de medidas elétricas, parte teórica

Aula Prática: Uso de aparelhos de medidas elétricas, parte teórica Aula Prática: Uso de aparelhos de medidas elétricas, parte teórica Introdução A operação e utilização corretas de equipamentos elétricos e dispositivos eletrônicos em um circuito dependem do conhecimento

Leia mais

Eletricidade Aula 2. Circuitos elétricos e suas propriedades

Eletricidade Aula 2. Circuitos elétricos e suas propriedades Eletricidade Aula 2 Circuitos elétricos e suas propriedades O Resistor Podemos construir um componente que possua um valor desejado de resistência o resistor. Os resistores podem ser construídos para ter

Leia mais

Física II - AV 1 (parte 2.2) 3º período de Eng. Civil Prof. Dr. Luciano Soares Pedroso Data: / /2014 valor: 10 pontos Aluno (a) Turma

Física II - AV 1 (parte 2.2) 3º período de Eng. Civil Prof. Dr. Luciano Soares Pedroso Data: / /2014 valor: 10 pontos Aluno (a) Turma Física II - AV (parte 2.2) 3º período de Eng. Civil Prof. Dr. Luciano Soares Pedroso Data: / /204 valor: 0 pontos Aluno (a)turma _. Considere que um determinado estudante, utilizando resistores disponíveis

Leia mais

Aula 04 -Potência Elétrica e Leis de Kirchhoff

Aula 04 -Potência Elétrica e Leis de Kirchhoff Introdução Aula 04 -Potência Elétrica e Leis de Kirchhoff Eletrotécnica Quando ligamos um aparelho em uma máquina elétrica a uma fonte de eletricidade, produz-se certa quantidade de trabalho, às custas

Leia mais

Física C Extensivo V. 5

Física C Extensivo V. 5 GABAITO Física C Extensivo V. 5 Exercícios 0) a) eq 4 + 6 Ω 06) Ω b) V 48 6 i A c) 4. V V V. 6 V d) P P 4. 6 w P P. 08 w e) P total P + P 44 w f) gerador ideal P fornecida P dissipada 44 w 0) V total V

Leia mais

LISTA PRÉ-ENEM FÍSICA ELÉTRICA PROF. ORLANDO

LISTA PRÉ-ENEM FÍSICA ELÉTRICA PROF. ORLANDO LISTA PRÉ-ENEM FÍSICA ELÉTRICA PROF. ORLANDO 01 - (ENEM) Entre as inúmeras recomendações dadas para a economia de energia elétrica em uma residência, destacamos as seguintes: - Substitua lâmpadas incandescentes

Leia mais

Ensino Médio. Nota. Aluno(a): Nº. Série: 3ª Turma: Data: / /2018. Lista 6 Associação de resistores

Ensino Médio. Nota. Aluno(a): Nº. Série: 3ª Turma: Data: / /2018. Lista 6 Associação de resistores Ensino Médio Professor: Vilson Mendes Disciplina: Física I Aluno(: Nº. Série: 3ª Turma: Data: / /2018 Lista 6 Associação de resistores N2 Nota 1. Em cada um dos esquemas abaixo, calcule a resistência equivalente

Leia mais

U = U 1 + U 2 + U 3. I = i 1 = i 2 = i 3. R eq = R 1 + R 2 + R 3. R eq = resistência equivalente (Ω) U = ddp da associação (V)

U = U 1 + U 2 + U 3. I = i 1 = i 2 = i 3. R eq = R 1 + R 2 + R 3. R eq = resistência equivalente (Ω) U = ddp da associação (V) Acesse. www.professorarnon.com Eletricidade Básica. Associação de Resistências em Série Vários resistores estão associados em série quando são ligados um em seguida do outro, de modo a serem percorridos

Leia mais

/augustofisicamelo. Menu

/augustofisicamelo. Menu 1 Efeito Joule 2 Potência e Energia 3 Horse-power e Cavalo Vapor 4 A máquina de James Watt 5 Valores Nominais 6 Fusível 7 Disjuntor 8 Como funciona um disjuntor 9 Potência e Efeito Joule Menu /augustofisicamelo

Leia mais

17 Resistência elétrica. Eletricidade Corrente elétrica e circuitos elétricos

17 Resistência elétrica. Eletricidade Corrente elétrica e circuitos elétricos 17 Resistência elétrica Eletricidade Corrente elétrica e circuitos elétricos A explorar: Como determinar a resistência elétrica de um condutor? 17 Resistência elétrica Múltiplos e submúltiplos da unidade

Leia mais

Aula 2 Circuito série de corrente contínua.

Aula 2 Circuito série de corrente contínua. Aula 2 Circuito série de corrente contínua marcela@edu.estacio.br Circuito em série Polaridade das quedas de tensão Potência total em circuito em série Queda de tensão por partes proporcionais Fontes de

Leia mais

CORRECÇÃO 1. Indica três regras de segurança e de prevenção de acidentes na utilização de equipamento eléctrico.

CORRECÇÃO 1. Indica três regras de segurança e de prevenção de acidentes na utilização de equipamento eléctrico. 4 DISCIPLINA C.F.Q. 9ºANO Março 2011 CORRECÇÃO 1. Indica três regras de segurança e de prevenção de acidentes na utilização de equipamento eléctrico. Não manusear equipamentos eléctricos com as mãos molhadas,

Leia mais

Energia e fenómenos elétricos

Energia e fenómenos elétricos Energia e fenómenos elétricos 1. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II. Estabelece a correspondência correta entre as grandezas elétricas e os seus significados.

Leia mais

Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias Disciplina de Física e Química A 10ºAno

Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias Disciplina de Física e Química A 10ºAno Agrupamento de Escolas João da Silva Correia DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS NATURAIS E EXPERIMENTAIS Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias Disciplina de Física e Química A 10ºAno FICHA DE TRABALHO

Leia mais

Eletricidade CAP2. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson

Eletricidade CAP2. Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Eletricidade CAP2 Centro de Formação Profissional Orlando Chiarini - CFP / OC Pouso Alegre MG Inst.: Anderson Grandezas elétricas fundamentais Tensão elétrica (DDP) O mesmo que voltagem ou d.d.p. (diferença

Leia mais

Resistência elétrica de uma barra (prismática ou cilíndrica) de área A e comprimento L

Resistência elétrica de uma barra (prismática ou cilíndrica) de área A e comprimento L Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento de Física Física III Prof. Dr. Ricardo uiz Viana Referências bibliográficas: H. 28-4, 29-4, 29-6 S. 26-4, 27-2 T. 22-2 ula Resistores

Leia mais

Eletrodinânica - Exercícios

Eletrodinânica - Exercícios Eletrodinânica - Exercícios Professor Walescko 13 de outubro de 2005 Sumário 1 Exercícios 1 2 Vestibulares UFRGS 7 3. O gráfico representa a corrente elétrica i em função da diferença de potencial V aplicada

Leia mais

1º ENCONTRO. Eletricidade Básica

1º ENCONTRO. Eletricidade Básica 1º ENCONTRO Eletricidade Básica 2 Tensão Tensão elétrica é o trabalho que a força elétrica realiza sobre as cargas elétricas fazendo-as se movimentar pelo condutor (fio). A tensão é medida pela diferença

Leia mais

Aula 3. Conceitos Fundamentais II

Aula 3. Conceitos Fundamentais II Aula 3 Conceitos Fundamentais II Revisão A carga é uma propriedade elétrica das partículas atômicas que compõem a matéria. Carga elementar (A menor carga que se pode isolar): e = 1,6 10 19 C A carga é

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Técnico Integrado em Informática. Resposta: Resposta:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Técnico Integrado em Informática. Resposta: Resposta: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE 4ª Lista de Exercícios Eletricidade Instrumental Técnico Integrado em Informática Aluno (a): Ano/Série: Matrícula: Professor:

Leia mais

PROTOTIPAGEM ELETRÔNICA DO IMD PENTATRONIX

PROTOTIPAGEM ELETRÔNICA DO IMD PENTATRONIX PROTOTIPAGEM ELETRÔNICA DO IMD PENTATRONIX 1) CONCEITO DE PROTOBOARD Fonte: Fritzing http://fritzing.org/home/ adaptado por Fátima Rosas. Protoboard ou matriz de contato é uma placa com diversos furos

Leia mais

Circuitos elétricos e Grandezas elétricas

Circuitos elétricos e Grandezas elétricas Energia AQUECIMENTO ILUMINAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA COMUNICAÇÕES TRANSPORTES Energia e correntes elétricas Distribuição da energia elétrica As linhas de alta tensão permitem o transporte da energia elétrica

Leia mais

Física Básica RESUMO. Física dos eletrodomésticos. Física 1. Física dos eletrodomésticos. Potência elétrica

Física Básica RESUMO. Física dos eletrodomésticos. Física 1. Física dos eletrodomésticos. Potência elétrica Física dos eletrodomésticos RESUMO Física dos eletrodomésticos Potência elétrica A potência elétrica é uma grandeza física que esta atrelada a quantidade de energia que um determinado aparelho elétrico

Leia mais

Aula 5 Análise de circuitos indutivos em CA circuitos RL

Aula 5 Análise de circuitos indutivos em CA circuitos RL Aula 5 Análise de circuitos indutivos em CA circuitos RL Objetivos Aprender analisar circuitos RL em série e em paralelo em corrente alternada, utilizando as diversas formas de representação: números complexos,

Leia mais

Elementos de circuito Circuito é a interligação de vários elementos. Estes, por sua vez, são os blocos básicos de qualquer sistema

Elementos de circuito Circuito é a interligação de vários elementos. Estes, por sua vez, são os blocos básicos de qualquer sistema Elementos de circuito Circuito é a interligação de vários elementos. Estes, por sua vez, são os blocos básicos de qualquer sistema Um elemento pode ser ativo (capaz de gerar energia), passivo (apenas dissipam

Leia mais

Lista de exercícios - Regra de Kirchhoff

Lista de exercícios - Regra de Kirchhoff Lista de exercícios - Regra de Kirchhoff Circuitos Complexos Regra de Kirchhoff Existem alguns circuitos em que não é possível fazer a separação de partes em série e/ou em paralelo e além disto podem ter

Leia mais

EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA

EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA Prof. Patricia Caldana 1. Uma corrente elétrica de intensidade igual a 5 A percorre um fio condutor. Determine o valor da carga que passa através de uma secção transversal em

Leia mais

PLANOS DE AULA DO MATERIAL INSTRUCIONAL

PLANOS DE AULA DO MATERIAL INSTRUCIONAL PLANOS DE AULA DO MATERIAL INSTRUCIONAL Professor: Alencar Material a ser aplicado a uma turma de 30 alunos do terceiro ano do Ensino Médio em seis períodos de 50 min cada. Plano para 1ª aula Objetivos

Leia mais

Colégio Municipal Walter Francklin

Colégio Municipal Walter Francklin Colégio Municipal Walter Francklin Professor Fabiano P. de Oliveira Alunos: n.ºs 3ºAno Lista de Exercícios de Física 1) Uma sala é iluminada por uma lâmpada incandescente de 100w. Supondo que somente 10%

Leia mais

3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor

3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor Nome Nº Ano/Série Ensino Turma 3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor Física Carlos A8/TI 2º/201]6 02/08/2016 5,0 Introdução: Querido(a) aluno(a), Este material foi

Leia mais

Fís. Fís. Monitor: Leonardo Veras

Fís. Fís. Monitor: Leonardo Veras Professor: Leo Gomes Monitor: Leonardo Veras Exercícios de associação de resistores 15 ago RESUMO Em um circuito elétrico é possível organizar conjuntos de resistores interligados. O comportamento desta

Leia mais

Aula Prática: Determinação da resistência interna de uma bateria e uso de regressão linear para determinação da equação de uma reta

Aula Prática: Determinação da resistência interna de uma bateria e uso de regressão linear para determinação da equação de uma reta Aula Prática: Determinação da resistência interna de uma bateria e uso de regressão linear para determinação da equação de uma reta Introdução Observe o circuito representado na figura ao lado em que uma

Leia mais

ELETRODINÂMICA A) 4, B) 6, C) 2, D) 1,0.10-3

ELETRODINÂMICA A) 4, B) 6, C) 2, D) 1,0.10-3 QUESTÃO 01 No circuito mostrado no diagrama, todos os resistores são ôhmicos, o gerador e o amperímetro são ideais e os fios de ligação têm resistência elétrica desprezível. A intensidade da corrente elétrica

Leia mais

Conceitos Básicos de Eletricidade

Conceitos Básicos de Eletricidade Unidade 1 Conceitos Básicos de Eletricidade Nesta primeira unidade, você estudará alguns conceitos como tensão, corrente e resistência elétrica, além de aprender como calcular o consumo de energia de aparelhos

Leia mais

CIRCUITOS ELÉTRICOS EM CC. Fonte: eletronica24h.com.br

CIRCUITOS ELÉTRICOS EM CC. Fonte: eletronica24h.com.br CIRCUITOS ELÉTRICOS EM CC Fonte: eletronica24h.com.br OBJETIVO Ao final deste capitulo o aluno estará apto a entender, aplicar e realizar cálculos referente a Circuitos Elétricos em CC. CIRCUITOS DE CORRENTE

Leia mais

1. Considere uma bateria de força eletromotriz ε e resistência interna desprezível. Qual dos gráficos a seguir melhor representa a bateria?

1. Considere uma bateria de força eletromotriz ε e resistência interna desprezível. Qual dos gráficos a seguir melhor representa a bateria? 1. Considere uma bateria de força eletromotriz ε e resistência interna desprezível. Qual dos gráficos a seguir melhor representa a bateria? a) b) c) d) e) 2. O desenho abaixo representa um circuito elétrico

Leia mais

CORRECÇÃO. 1 pilha; 1 interruptor; 3 lâmpadas; 1 resistência

CORRECÇÃO. 1 pilha; 1 interruptor; 3 lâmpadas; 1 resistência 4 DISCIPLINA C.F.Q. 9ºANO Março 2011 CORRECÇÃO 1. Indica três regras de segurança e de prevenção de acidentes na utilização de equipamento eléctrico. Não manusear equipamentos eléctricos com as mãos molhadas,

Leia mais

em série e aplica à associação uma ddp de 220V. O que é 0,5A. Calcule a resistência elétrica R L da lâmpa- acontece com as lâmpadas? da.

em série e aplica à associação uma ddp de 220V. O que é 0,5A. Calcule a resistência elétrica R L da lâmpa- acontece com as lâmpadas? da. FÍSIC - ELETICIDDE - SSOCIÇÃO DE ESISTOES S ESPOSTS ESTÃO NO FINL DOS EXECÍCIOS.. Um resistor de e um resistor de são associados 9. Um resistor de resistência elétrica tem dissipação em série e à associação

Leia mais

Objeto de aprendizagem

Objeto de aprendizagem 3ª Ciências 4º Ano E.F. Objeto de aprendizagem O que é eletricidade? - Interação entre ímãs e entre cargas elétricas forças de atração e de repulsão. Perceber a existência de cargas elétricas. Objetivos

Leia mais

Energia Elétrica transformada em Térmica

Energia Elétrica transformada em Térmica Energia Elétrica transformada em Térmica 1. (ece 017) A unidade de medida de energia utilizada usualmente pelas distribuidoras de energia elétrica é o kwh. Em termos de Joules, a equivalência é 6 a) 1kWh

Leia mais

Elementos básicos de um circuito eléctrico. Receptores recebem a energia eléctrica e transformam-na noutro tipo de energia.

Elementos básicos de um circuito eléctrico. Receptores recebem a energia eléctrica e transformam-na noutro tipo de energia. Elementos básicos de um circuito eléctrico Fonte de Energia Fornece energia ao circuito. Fios Condutores conduzem a corrente eléctrica. Receptores recebem a energia eléctrica e transformam-na noutro tipo

Leia mais

Respostas Finais Lista 6. Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC )

Respostas Finais Lista 6. Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC ) Respostas Finais Lista 6 Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC ) Q 26.3) Essa diferença esta mais associada à energia entregue à corrente de um circuito por algum tipo de bateria e à

Leia mais