MARCEL AUTRAN CESAR MACHADO MEMORIAL

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MARCEL AUTRAN CESAR MACHADO MEMORIAL"

Transcrição

1 MARCEL AUTRAN CESAR MACHADO MEMORIAL São Paulo 2007

2 ÍNDICE Página INTRODUÇÃO FORMAÇÃO PRÉ-UNIVERSITÁRIA FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA ESTÁGIOS ATIVIDADE PESQUISA CLÍNICA OU EXPERIMENTAL CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA ATIVIDADE DIDÁTICA DURANTE O CURSO MÉDICO OUTRAS ATIVIDADES COMO ACADÊMICO DE MEDICINA FORMAÇÃO CIRÚRGICA E DE ESPECIALIZAÇÃO 3.1. RESIDÊNCIA MÉDICA CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA PÓS-GRADUAÇÃO CURSOS DE APRIMORAMENTO E ESPECIALIZAÇÃO BOLSAS DE ESTUDO E ESTÁGIOS NO EXTERIOR ATIVIDADES PROFISSIONAIS TÍTULOS UNIVERSITÁRIOS E DE ESPECIALISTA 5.1. TÍTULOS UNIVERSITÁRIOS TÍTULO DE ESPECIALISTA PRÊMIOS E HOMENAGENS 6.1. PRÊMIOS HOMENAGENS... 36

3 ÍNDICE Página 7. ATIVIDADES DIDÁTICAS 7.1. AULAS, PALESTRAS E CONFERÊNCIAS EM NÍVEL DE GRADUAÇÃO, PÓS-GRADUAÇÃO E EM EVENTOS MÉDICOS AULAS, PALESTRAS E CONFERÊNCIAS NO EXTERIOR PARTICIPAÇÕES EM MESAS REDONDAS, PAINÉIS E SESSÕES CIENTÍFICAS EVENTOS MÉDICOS: ORGANIZAÇÃO E COLABORAÇÃO PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS DEMONSTRATIVOS DURANTE EVENTOS MÉDICOS ORGANIZAÇÃO DE CURSOS PRÁTICOS COMISSÕES EXAMINADORAS PUBLICAÇÕES TESES ARTIGOS PUBLICADOS EM PERIÓDICOS NO BRASIL NO EXTERIOR RESUMOS PUBLICADOS EM PERIÓDICOS NO BRASIL NO EXTERIOR CITAÇÕES RESUMOS PUBLICADOS EM ANAIS DE CONGRESSOS NO BRASIL NO EXTERIOR CAPÍTULOS DE LIVRO NO BRASIL NO EXTERIOR DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

4 ÍNDICE Página 9. TRABALHOS APRESENTADOS EM CONGRESSOS 9.1. COMO TEMA LIVRE NO BRASIL NO EXTERIOR COMO VÍDEO LIVRE NO BRASIL NO EXTERIOR CURSOS E CONGRESSOS NO BRASIL NO EXTERIOR COLABORAÇÃO EM TESES LIVRE DOCÊNCIA DOUTORADO CONHECIMENTO DE IDIOMAS INGLÊS FRANCÊS INTRODUÇÃO DE NOVAS TÉCNICAS EM CIRURGIA CIRURGIA VIDEOLAPAROSCÓPICA CIRURGIA CONVENCIONAL TESES ORIENTADAS ENTIDADES MÉDICAS A QUE PERTENCE PATENTES

5 INTRODUÇÃO

6 2 INTRODUÇÃO Quando se analisam as atividades de um cirurgião universitário nem sempre é possível compreender a sua longa trajetória. O sucesso e o sentido desta trajetória dependem de diversos fatores que podem ser resumidos no binômio oportunidade e capacidade. Após o ingresso na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, tive o conhecimento, a partir de interessante trabalho realizado nos Estados Unidos, da grande importância da atividade extracurricular para o êxito profissional. A atividade extracurricular, longe de afastar o estudante de Medicina de suas atividades acadêmicas, amplia o seu horizonte e estimula a sede de conhecimento, base para o pensamento científico. Quando estava iniciando o segundo ano como acadêmico, tive a oportunidade de trabalhar na Divisão de Cirurgia Experimental do Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo com o Dr. Euclides Marques, cirurgião cuja inteligência e criatividade suscitou em mim o prazer da pesquisa científica. A partir deste momento, comecei a me interessar pela pesquisa e iniciei outros projetos em cirurgia experimental em cães e em ratos, sob a supervisão da Dra. Yara Gonçalez, com quem aprendi análise estatística e a interpretar dados. Esta atividade extracurricular começou a dar frutos já no final do meu curso médico, com a publicação de um trabalho experimental e a apresentação de dois outros em Congressos Médicos. A pesquisa é fundamental para a formação do raciocínio cirúrgico e associada ao exercício da prática cirúrgica constituem a base para a

7 3 formação do cirurgião universitário. Neste terreno também tive grandes Mestres: O primeiro contato que tive com um cirurgião na sua atividade diária foi com o Professor Paulo David Branco, homem de enorme carisma e que do alto de sua experiência cirúrgica foi um estímulo constante desde a prática de pequenas cirurgias até a elaboração de trabalhos clínicos. Mais tarde, durante a residência médica em cirurgia, os nossos destinos novamente se cruzaram e sua grande visão me incitou a continuar na pesquisa cirúrgica e a sempre acreditar nos meus ideais. Após o término da residência em Cirurgia Geral no Hospital das Clínicas, iniciei a residência em Cirurgia do Aparelho Digestivo. Durante este período fui selecionado para a primeira turma a participar do intercâmbio entre a Clínica Mayo, nos Estados Unidos e a nossa Faculdade. Tive a grata oportunidade de trabalhar em um centro médico com muitos recursos e com tecnologia de ponta, onde pude desenvolver e publicar um trabalho científico juntamente com o Dr. Philip Metzger, cirurgião extremamente prático e competente. Logo após o término da residência, interrompi minha vida no Brasil para trabalhar como Médecin Attaché Associé, na Universidade de Rennes, França, com o Professor Bernard Launois, grande exemplo de cirurgião universitário. Neste período em que passei ao seu lado, tive a oportunidade de aprender técnicas da cirurgia hepática moderna. Trabalhei intensamente em pesquisas clínicas e no cuidado do paciente crítico. No campo cirúrgico, o contato com a escola francesa de cirurgia, baseada em técnica apurada e conhecimento profundo em anatomia, modificou a minha maneira de vivenciar a cirurgia. Após voltar da França, mantive contato com este país, continuando a participar anualmente das jornadas de cirurgia promovidas pelo Prof.

8 4 Launois em Rennes até a sua aposentadoria no ano de Durante este período acompanhei de perto os pacientes com carcinoma hepatocelular operados nesse serviço, que resultou na minha Tese de Doutorado. Paralelamente, busquei o aprofundamento dos conhecimentos em cirurgia minimamente invasiva, um esforço de âmbito mundial no sentido de diminuir o trauma cirúrgico, diminuindo a dor pós-operatória e o tempo de internação hospitalar. Neste campo tive contato com o Dr. Júlio Rafael Mariano da Rocha, cirurgião notável e criativo, que me convidou para trabalhar com ele no Hospital do SESI, onde sob sua orientação, aprendi as bases da cirurgia videolaparoscópica. Juntos desenvolvemos diversas técnicas avançadas de cirurgia laparoscópica para o tratamento de afecções do aparelho digestivo. Na volta ao Brasil o contato com a nossa realidade, longe de desanimar, me estimulou a buscar as condições ideais para o aprimoramento técnico e científico. O acúmulo de conhecimento e de princípios me fizeram refletir a necessidade de repartir com os meus pares o máximo de conhecimento, para em esforço conjunto melhorar a qualidade da nossa prática cirúrgica. Alguns anos mais tarde, tivemos a oportunidade, ao assumir, em conjunto com outros colegas, o Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, de começar a colocar em prática estes princípios. A liberdade para criar aliada ao encontro de novos e velhos desafios possibilitaram o desenvolvimento de novas técnicas cirúrgicas. A mais importante delas é o objeto principal da minha Tese de Livre Docência. Com a mudança da chefia da Disciplina de Cirurgia Experimental, especializada em cirurgia e transplante de fígado, encontrei um novo desafio pela frente. A composição de nova equipe, chefiada pelo

9 5 Professor Marcel C. C. Machado e co-liderada pelo Professor Telesforo Bacchella, incutiu-nos de entusiasmo e responsabilidade. O entusiasmo inicial, devido ao surgimento de nova oportunidade, deu lugar a enorme responsabilidade de continuar um programa de transplante hepático e de formar novos médicos. Os novos médicos eram oriundos da Disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo do Departamento de Gastroenterologia, onde iniciaram a sua formação. Neste momento, iniciou-se uma nova fase de transferência de conhecimento prático e teórico, tendo início um período gratificante de orientação. O desenvolvimento de modelos experimentais de ressecção hepática e aberta ou por laparoscopia em cães, abriram um grande campo de pesquisa com o surgimento de novas idéias, que resultaram na publicação de novos trabalhos científicos e na elaboração de Dissertações e Teses. Após a aprovação no Concurso de Livre-Docência em agosto de 2003, ao invés de me acomodar, continuei e acelerei a minha produção científica e iniciei um processo de divulgação do conhecimento adquirido até então. Pude, neste momento, participar de inúmeros Cursos e Congressos em diversas localidades brasileiras e estrangeiras. Neste curto período, entre agosto de 2003 e outubro de 2007, o número de publicações no exterior passou de 22 para 56, em revistas indexadas e com impacto crescente. Isto foi decorrente do amadurecimento científico e do desenvolvimento de técnica modernas de cirurgia hepática e mais recentemente do início da aplicação clínica da videocirurgia na realização de cirurgias hepáticas maiores. A constante busca do conhecimento científico aliada ao aproveitamento máximo de todas as oportunidades que foram surgindo com o passar dos anos possibilitaram que nossa atividade científica e didática desenvolvesse de forma contínua como será apresentado a seguir.

10 1. FORMAÇÃO PRÉ-UNIVERSITÁRIA 6

11 7 FORMAÇÃO PRÉ-UNIVERSITÁRIA Cursou da primeira até a oitava série no Externato Mater Dei, São Paulo, no período compreendido entre os anos de 1974 e Cursou do primeiro até o terceiro colegial no Colégio São Luís, no período compreendido entre os anos de 1982 e 1984.

12 2. FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA 8

13 9 FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA Ingressou na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo por meio de concurso vestibular - FUVEST - no ano de Colou grau a 18 de dezembro de 1990, sendo o diploma registrado à folha 400, do livro competente nº 19, da Secretaria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e no Ministério da Educação e Cultura, sob nº Como médico, está inscrito no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, sob número

14 ESTÁGIOS 1. Durante o 5º ano do curso médico fez estágio, sob regime de internato, em sistema de rodízio, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, nas seguintes clínicas: Clínica Médica Clínica Dermatológica Clínica de Moléstias Infecciosas Instituto de Psiquiatria 3a. Clínica Cirúrgica Cirurgia Geral Disciplina de Técnica Cirúrgica 2a. Clínica Cirúrgica Cirurgia do Aparelho Digestivo Clínica Pediátrica Clínica Obstétrica (Hospital Universitário) Radiologia

15 11 2. Durante o 6º ano do curso médico (1º semestre) fez estágio, sob regime de internato, em sistema de rodízio, no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, nas seguintes clínicas: Clínica Médica Clínica Cirúrgica Clínica Pediátrica Pediatria Preventiva e Social (Posto de Saúde Samuel B. Pessoa) 3. Durante o 6º ano do curso médico (2º semestre) fez estágio, sob regime de internato, em sistema de rodízio, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, nas seguintes clínicas: Radiologia Pronto Socorro de Cardiologia (Instituto do Coração INCOR) Clínica Obstétrica Pronto-Socorro de Ortopedia Pronto-Socorro de Pediatria Pronto-Socorro de Cirurgia e Neurocirurgia Pronto-Socorro de Clínica Médica e Neurologia

16 12 4. Estágio extracurricular como colaborador e observador na Divisão de Cirurgia Geral - PS 5 o, sob a orientação e supervisão do Prof. Dr. Paulo David Branco, onde desenvolveu entre os anos de 1986 e 1988 as seguintes atividades: discussão de casos clínico-cirúrgicos, realização de pequenas cirurgias ambulatoriais, planejamento e desenvolvimento de projetos de pesquisa e elaboração de trabalhos científicos. 5. Estágio na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Sírio Libanês, em plantões noturnos, no período compreendido entre os anos de 1988 e 1989.

17 ATIVIDADE EM PESQUISA CLÍNICA OU EXPERIMENTAL 1. Participou de Estágio extracurricular no LABORATÓRIO DE INVESTIGAÇÃO EM GASTROENTEROLOGIA - LIM 07, onde desenvolveu em colaboração, projetos de pesquisa em área de Cirurgia Experimental em cães e ratos desde 1987 até Este estágio proporcionou a publicação de um trabalho experimental e apresentação de outros dois em Congressos Médicos. 2. Estagiou na DIVISÃO de CIRURGIA EXPERIMENTAL do INSTITUTO DO CORAÇÃO - INCOR - sob a supervisão do Dr. Euclides Marques, onde desenvolveu, em colaboração, projetos de pesquisa em área de Cirurgia Experimental em cães durante o ano de 1986.

18 CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 1. Participou do curso de INTRODUÇÃO A DIABETES MELLITUS da LIGA DE DIABETES MELLITUS da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no período de 24 de fevereiro a 05 de março de Participou do CURSO DE GINECOLOGIA ENDÓCRINA, realizado de 21 a 22 de março de Participou do curso de ATUALIZAÇÃO sobre EMERGÊNCIAS NÃO TRAUMÁTICAS, promovido pela Coordenadoria de Aprimoramento Médico da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no período de 29 de setembro a 03 de outubro de Participou do CURSO DE TERAPÊUTICA CLÍNICA- OBESIDADE, promovido pela da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado no período de 22 a 26 de junho de Participou do CURSO DE ATUALIZAÇÃO sobre INFECÇÕES EM IMUNOSSUPRESSÃO, promovido pela Coordenadoria de Aprimoramento Médico da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado de 29 de junho a 03 de julho de Carga horária de 10 horas. 6. Participou do curso da LIGA DA ARTERIOESCLEROSE, promovido pelo Colégio Paulista de Estudantes de Medicina, realizado de 10 a 12 de agosto de Participou do VII CURSO DE DIABETES MELLITUS, promovido pelo Centro Acadêmico Oswaldo Cruz da

19 15 Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado no período de 29 de fevereiro a 10 de março de Participou do Curso sobre CIRURGIA AMBULATORIAL, promovido pela Coordenadoria de Aprimoramento Médico da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado de 14 a 17 de março de Participou do SIMPÓSIO NACIONAL SOBRE INFECÇÃO HOSPITALAR, promovido pelo Departamento de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado no dia 20 de julho de 1988.

20 ATIVIDADE DIDÁTICA DURANTE O CURSO MÉDICO 1. Exerceu atividade didática como MONITOR da Disciplina de Aplicações Clínicas em Clínica Cirúrgica (Topografia Estrutural Humana), durante o 4º ano do curso médico, auxiliando, durante o curso curricular do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 2. Exerceu atividade didática como MONITOR da Disciplina de Técnica Cirúrgica, durante o 4º ano do curso médico, auxiliando, durante o curso curricular do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

21 OUTRAS ATIVIDADES COMO ACADÊMICO DE MEDICINA 1. Atuou como SECRETÁRIO GERAL da LIGA DE CIRURGIA AMBULATORIAL no ano de Escolhido pelos membros da LIGA DE CIRURGIA AMBULATORIAL. Teve como atividades principais: Organização das reuniões científicas semanais e elaboração das Atas. Organização de aulas ministradas pelos acadêmicos da Liga. Supervisão das atividades assistenciais promovidas pela Liga. Supervisão e Organização das atividades científicas da Liga. Organização do curso para os alunos do quarto ano, preparatório para o ingresso destes no ano seguinte. 2. Participou como colaborador das atividades da FARMÁCIA CHARLES EDWARD CORBETT, no segundo semestre de 1987.

22 18 3. FORMAÇÃO CIRÚRGICA E DE ESPECIALIZAÇÃO

23 RESIDÊNCIA MÉDICA 1. Residente de 1º ano de Cirurgia Geral do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em sistema de rodízio, no período de 01 de fevereiro de 1991 a 31 de janeiro de 1992, tendo estagiado nas seguintes clínicas: Disciplina de Cirurgia Vascular. Disciplina de Urologia. Disciplina de Cirurgia Pediátrica. 3a. Clínica Cirúrgica Cirurgia Geral. Hospital do SESI. Pronto-Socorro Cirúrgico. Serviço de Anestesia. Disciplina de Técnica Cirúrgica. Disciplina de Cirurgia Plástica e Queimados.

24 20 2. Residente de 2º ano de Cirurgia Geral do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em sistema de rodízio, no período de 01 de fevereiro de 1992 a 31 de janeiro de 1993, tendo estagiado nas seguintes clínicas: Pronto-Socorro Cirúrgico Hospital do SESI Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço Disciplina de Cirurgia de Tórax Disciplina de Cirurgia Experimental Transplante de Fígado Disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo 3. Residente de 3º ano de Cirurgia do Aparelho Digestivo (especialidade) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, 01 de fevereiro de 1993 a 31 de janeiro de 1994, tendo estagiado nas seguintes clínicas: Serviço de Cirurgia do Cólon, Reto e Ânus Serviço de Cirurgia do Fígado e Hipertensão Portal Serviço de Cirurgia do Esôfago Serviço de Cirurgia das Vias Biliares e Pâncreas Serviço de Cirurgia do Estômago e Intestino Delgado

25 21 4. Residente de 4º ano de Cirurgia do Aparelho Digestivo (especialidade) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, 01 de fevereiro de 1994 a 31 de janeiro de 1995, tendo estagiado nas seguintes clínicas: Serviço de Cirurgia do Colón, Reto e Ânus Serviço de Cirurgia do Esôfago Serviço de Cirurgia do Estômago e Intestino Delgado Serviço de Cirurgia do Fígado e Hipertensão Portal

26 CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA PÓS-GRADUAÇÃO 1. POST GRADUATE COURSE - DISEASES OF THE LIVER, BILIARY TRACT AND PANCREAS - de 11/10 a 14/10/1993 realizado durante o 1993 Clinical Congress of the American College of Surgeons, em São Francisco, Estados Unidos. 2. CIRURGIA DO ESÔFAGO - de 05/08 a 19/08/1996 realizado na 2a. Clínica Cirúrgica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 3. CIRURGIA DAS AFECÇÕES BÍLIO-PANCREÁTICAS - de 19/08 a 02/09/1996 realizado na 2a. Clínica Cirúrgica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

27 23 4. AVANÇOS NO TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS AFECÇÕES DO FÍGADO, ASPECTOS EXPERIMENTAIS E CLÍNICOS DA REGENERAÇÃO HEPÁTICA - de 09/09 a 23/09/1996 realizado na 2a. Clínica Cirúrgica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 5. TERAPIA NÃO CIRÚRGICA DAS NEOPLASIAS DO APARELHO DIGESTIVO - de 21/09 a 05/10/1996 realizado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 6. CONTRIBUIÇÃO DOS MÉTODOS DE IMAGEM NO DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DAS AFECCÇÕES CIRÚRGICAS DO APARELHO DIGESTIVO - de 14/10 a 28/10/1996 realizado no Departamento de Radiologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 7. ÚLCERAS PÉPTICAS E GASTRITES - de 04/11 a 18/11/1996 realizado no Departamento de Gastroenterologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 8. DIDÁTICA ESPECIAL - de 05/05 a 02/06/1997 realizado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 9. PEDAGOGIA MÉDICA - de 04/06 a 30/06/1997 realizado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

28 CURSOS DE APRIMORAMENTO E ESPECIALIZAÇÃO 1. Participou do ADVANCED TRAUMA LIFE SUPPORT COURSE - ATLS, COMMITTEE ON TRAUMA, AMERICAN COLLEGE OF SURGEONS, realizado em São Paulo, em fevereiro de Participou do ADVANCED CARDIAC LIFE SUPPORT COURSE - ACLS, AMERICAN HEART ASSOCIATION, realizado em São Paulo, em maio de 2000.

29 BOLSAS DE ESTUDO E ESTÁGIOS NO EXTERIOR ESTADOS UNIDOS 1. Participou, como representante da Disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo, como médico residente visitante (Visiting Resident) no Departamento de Cirurgia da Mayo Clinic durante o período compreendido entre 14 de março e 11 de maio de Estágio decorrente do programa de intercâmbio entre a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e a Mayo Clinic de Jacksonville, Estados Unidos. FRANÇA 2. Estagiou no Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo e Transplante de Órgãos do Centre Hospitalier Regional de Rennes, França, na qualidade de Médecin Attaché Associé entre primeiro de setembro de 1994 e 31 de outubro de Participação hospitalar como «faisant fonction d interne», ou seja o equivalente à Residente de Cirurgia da Clinique Chirurgicale B do Professor Bernard Launois. 3. Estudou durante o ano letivo de 1994/1995 (01/11/94 à 31/10/95) como aluno de pós-graduação junto à Universidade de Rennes, ao fim do qual obteve «Attestation de Formation Spécialisée Approfondie de Chirurgie Viscerale et Digestive», ou seja, Especialização em Cirurgia do Aparelho Digestivo.

30 4. ATIVIDADES PROFISSIONAIS 26

31 27 Após o término do estágio no exterior, retornei ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, inicialmente como médico Colaborador e posteriormente como Assistente da Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado. Nesse meio tempo, fiz parte da nova equipe que assumiu o Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer em setembro de Neste hospital, juntamente com os doutores André Luís Montagnini, Paulo Herman, Rubens Sallum e Marcelo Salem constituímos equipe que reorganizou as atividades daquele Serviço. No Hospital do Câncer encontramos novos desafios e junto com eles as soluções encontradas possibilitaram o desenvolvimento de novas técnicas cirúrgicas. Neste Hospital, tivemos novamente contato com residentes que cursam cirurgia oncológica. Este contato resultou em realização de aulas e seminários para complementar o aprendizado destes alunos e a equipe iniciou a orientação de alguns destes alunos na conceituada pós-graduação desta instituição. Orientei diversos alunos a realizar trabalhos científicos, resultando em apresentações de diversos trabalhos em congressos e publicações em revistas internacionais. Participei também da orientação da Dissertação de mestrado do aluno Marcelo Vieira Leite Costa. Atualmente sou um dos médicos Orientadores da Pós-Graduação desta instituição. A oportunidade de trabalhar no Hospital do Câncer juntamente com colegas com a mesma formação cirúrgica e a total liberdade de pensamento associada com a supervisão do Professor Marcel C. C. Machado abriu um enorme caminho para a criatividade na solução dos problemas que surgiam durante a atividade hospitalar. No ano de 2002 com a experiência acumulada nos estágios na França e Estados Unidos, participações em congressos internacionais além da

32 28 atividade cirúrgica no Hospital do SESI e no Hospital do Câncer, participamos do concurso para médico assistente do Departamento de Cirurgia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, sendo aprovado. Neste ano de 2002, iniciou-se uma nova etapa com a oportunidade de compor equipe responsável pela cirurgia e transplante de fígado deste hospital. Junto a isso a responsabilidade de orientar jovens colegas e desenvolver a pesquisa experimental no campo da ressecção hepática neste Serviço. Além disso, a formação de uma Liga de Cirurgia e Transplante de Fígado teve o intuito de estimular jovens estudantes de medicina à iniciação científica. Após a aprovação no concurso de Livre-Docência da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, continuei meus esforços para aprimoramento técnico e assistencial, com ênfase no desenvolvimento da cirurgia hepática moderna. Ajudei no desenvolvimento de diversas técnicas de ressecção hepática segmentar e de técnicas para hepatectomias maiores e com complexidade crescente. Ampliamos os limites da cirurgia hepática para patamares inimagináveis uma década atrás. Ressecção de 80% do volume hepático, trissegmentectomias direita e esquerda, cirurgias hepáticas em dois tempos, embolização ou ligadura da veia porta, ressecção da veia cava foram algumas das novas técnicas introduzidas. Estes avanços técnicos resultaram em maior ressecabilidade e menores índices de morbidade, mortalidade e transfusão sangüínea.

33 29 1. MÉDICO COLABORADOR HOSPITAL DAS CLÍNICAS - FMUSP Participou como Estagiário Colaborador, participando das Reuniões Clínicas, Visitas à Enfermaria, Ambulatório e Assistindo as Intervenções Cirúrgicas no Serviço de Cirurgia de Vias Biliares, Pâncreas, Fígado e Hipertensão Portal, da Disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo no período de 01 de janeiro de 1996 a 31 de janeiro de 1997 (1 ano). 2. MÉDICO TITULAR - HOSPITAL DO CÂNCER Médico Titular do Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer entre 1998 e 2006, onde participou do Atendimento Ambulatorial do paciente com câncer, Reuniões Clínicas, Visitas à Enfermaria e realização de Intervenções Cirúrgicas de alta complexidade. Além disso, teve participação ativa no Ensino de Pós-Graduação senso lato, ministrando aulas e organizando seminários para residentes de Cirurgia Oncológica e auxiliando-os em intervenções cirúrgicas de grande porte.

34 30 3. MÉDICO ASSISTENTE HOSPITAL DAS CLÍNICAS - FMUSP É Médico Assistente da Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado do Departamento de Cirurgia do Hospital das Clínicas desde Foi aprovado em primeiro lugar através de concurso público, conforme publicado na página 64, seção I do dia 06/06/2002 do Diário Oficial do Estado de São Paulo. Participa das Reuniões Clínicas, Visitas à Enfermaria e assistindo as intervenções cirúrgicas dos pacientes da Disciplina. Além disso é um dos responsáveis pela orientação em pesquisa experimental.

35 31 5. TÍTULOS UNIVERSITÁRIOS E DE ESPECIALISTA

36 TÍTULOS UNIVERSITÁRIOS DOUTORADO Tese Apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo para obtenção do título de Doutor em Medicina em junho de 1999, sendo aprovada pela comissão julgadora constituída pelos professores José Eduardo Monteiro da Cunha, Júlio Rafael Mariano da Rocha, Kiyoshi Iriya, Rodrigo Altenfelder e Paulo Roberto Savassi-Rocha. Título da Tese: Carcinoma Hepatocelular. Resultados da Hepatectomia Parcial e Análise dos Fatores Prognósticos. Área de concentração: Cirurgia do Aparelho Digestivo LIVRE-DOCÊNCIA Apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Aprovada pela comissão julgadora constituída pelos Professores Sami Arap, Telesforo Bacchella, Samir Rasslan, Edmundo Machado Ferraz e Paulo Roberto Savassi-Rocha. Título da Tese: Resultados Imediatos do Acesso Intrahepático aos Pedículos Glissonianos nas Ressecções Hepáticas

37 TÍTULO DE ESPECIALISTA 1. CIRURGIA GERAL Conferido pela Comissão Nacional de Residência Médica, de acordo com a Lei 6.932, publicada no Diário Oficial da União de 09 de julho de CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO Conferido pela Comissão Nacional de Residência Médica, de acordo com a Lei 6.932, publicada no Diário Oficial da União de 09 de julho de CIRURGIA VÍDEO-ENDOSCÓPICA Conferido pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões após aprovação no Exame de Suficiência, realizado em 13 de janeiro de 1998.

38 34 6. PRÊMIOS E HOMENAGENS

39 PRÊMIOS 1. Prêmio EURICO DA SILVA BASTOS, outorgado ao aluno que obteve melhor nota na disciplina de TÉCNICA CIRURGICA no ano de 1987, com a média de 9,6. 2. Prêmio Professor EDMUNDO VASCONCELOS, como vencedor do concurso de melhor currículo em Cirurgia realizado no ano de Prêmio de melhor tema livre com o trabalho Vascularização da Parede Abdominal, apresentado na JORNADA DE CIRURGIA PLÁSTICA que se realizou em São Paulo entre os dias 21 e 25 de setembro de Tema livre premiado com o trabalho Lesões Traumáticas do Pâncreas: análise de 65 casos, apresentado na IV JORNADA DE URGÊNCIAS E TRAUMAS DO HPS que se realizou em Porto Alegre-RS entre os dias 13 e 15 de abril de Trabalho selecionado para premiação com o tema Surgical treatment of chronic pancreatitis, apresentado no EUROPEAN IHPBA CONGRESS, realizado em Atenas, Grécia de 25 a 28 de maio de 1995.

40 36 6. Trabalho selecionado para premiação com o tema Tratamento Cirúrgico da Estenose Cicatricial das Vias Biliares, apresentado no VII CONGRESSO NACIONAL DO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIA DIGESTIVA, X CONGRESSO BRASILEIRO DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA, XXXIV CONGRESSO BRASILEIRO DE GASTROENTEROLOGIA, realizado em Goiânia, Goiás de 24 a 27 de novembro de HOMENAGENS 1. Homenagem da XLVI TURMA de Residentes em Cirurgia Oncológica do CENTRO DE TRATAMENTO E PESQUISA A. C. CAMARGO HOSPITAL DO CÂNCER Escola de Cancerologia Celestino Bourroul, São Paulo, 2002.

41 37 7. ATIVIDADES DIDÁTICAS

42 AULAS, PALESTRAS E CONFERÊNCIAS EM NÍVEL DE GRADUAÇÃO, PÓS-GRADUAÇÃO E EM EVENTOS MÉDICOS NO BRASIL 1. Ministrou aula sobre Pontos e áreas superficiais do corpo humano relacionados com as manobras propedêuticas. Setores da superfície corpórea relacionados com os acessos cirúrgico", aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Aspectos anatômicos do pescoço. Dissecção cirúrgica do pescoço" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Dissecção cirúrgica do tórax. Toracotomia transesternal : órgãos do mediastino. Toracotomia intercostal : cavidade pleural e mediastino aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Aspectos anatômicos das laparotomias e da dissecção cirúrgica dos órgãos abdominais.", aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Equipe cirúrgica e campo operatório. Assepsia e antissepsia. Material cirúrgico. Nós cirúrgicos" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Operações fundamentais. Laparotomia" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em

43 39 7. Ministrou aula sobre "Exérese do baço e do rim" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Suturas gastro-intestinais" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Ressecção e anastomose intestinal" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Gastrostomia. Jejunostomia. Apendicectomia" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Traqueostomia. Toracotomia e drenagem cirúrgica" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Dissecção e cateterismo de veias periféricas. Suturas vasculares" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Suturas da pele" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Pontos e áreas superficiais do corpo humano relacionados com as manobras propedêuticas. Setores da superfície corpórea relacionados com os acessos cirúrgico", aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Aspectos anatômicos do pescoço. Dissecção cirúrgica do pescoço" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em

44 Ministrou aula sobre "Dissecção cirúrgica do tórax. Toracotomia transesternal : órgãos do mediastino. Toracotomia intercostal : cavidade pleural e mediastino aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Aspectos anatômicos das laparotomias e da dissecção cirúrgica dos órgãos abdominais.", aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Equipe cirúrgica e campo operatório. Assepsia e antissepsia. Material cirúrgico. Nós cirúrgicos" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Operações fundamentais. Laparotomia" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Exérese do baço e do rim" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Suturas gastro-intestinais" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Traqueostomia. Toracotomia e drenagem cirúrgica" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Dissecção e cateterismo de veias periféricas. Suturas vasculares" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em

45 Ministrou aula sobre "Ressecção e anastomose intestinal" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Suturas da pele" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Gastrostomia. Jejunostomia. Apendicectomia" aos alunos do terceiro ano da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ministrou aula sobre "Hidrocele e Hidrocelectomia" aos integrantes da LIGA DE CIRURGIA AMBULATORIAL no ano de Apresentou Palestra como Relator na Primeira Reunião Magna do Departamento de Gastroenterologia na Reunião Geral das Disciplinas de Clínica e Cirurgia do Aparelho Digestivo Progressos em Gastroenterologia, realizado em São Paulo em Apresentou Conferência sobre o TRATAMENTO CIRÚRGICO DO CARCINOMA HEPATOCELULAR - RESSECÇÃO durante a JORNADA SOBRE TUMORES HEPATO-BILIARES promovido pelo Centro de Estudos e Pesquisas - CEPE da Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio Libanês em Apresentou Palestra sobre TRATAMENTO DAS COMPLICAÇÕES DA PANCREATITE, durante o II CURSO CONTINUADO DE CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO promovido pelo Departamento de Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo da Associação Médica de Londrina, realizado em Londrina-PR em 14 e 15 de março de Apresentou Palestra sobre TUMOR DAS VIAS BILIARES - TRATAMENTO, durante o II CURSO CONTINUADO DE CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO promovido pelo Departamento de

46 42 Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo da Associação Médica de Londrina, realizado em Londrina-PR em 14 e 15 de março de Ministrou Aula sobre LAPAROSCOPIA EM CÂNCER, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 18 de janeiro de Ministrou Aula sobre CÂNCER DA VESÍCULA BILIAR, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 10 de maio de Apresentou Palestra sobre CÂNCER ABDOMINAL, no 72 o Curso de Informações sobre Câncer para Leigos e Voluntárias, realizado pela Fundação Antônio Prudente Hospital do Câncer, em São Paulo no dia 26 de junho de Apresentou Palestra sobre CARCINOMA HEPATOCELULAR, durante a Reunião Científica, promovida pela Disciplina de Gastroenterologia Clínica do Departamento de Gastroenterologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado em São Paulo no dia 13 de julho de Apresentou Palestra sobre CARCINOMA HEPATOCELULAR: RESULTADOS DA HEPATECTOMIA PARCIAL E ANÁLISE DOS FATORES PROGNÓSTICOS, durante a Reunião Geral das Disciplinas de Coloproctologia e Cirurgia do Aparelho Digestivo PROGRESSOS EM GASTROENTEROLOGIA, realizado em São Paulo no dia 03 de dezembro de Ministrou Aula sobre TRATAMENTO CIRÚRGICO DO CARCINOMA HEPATOCELULAR, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 13 de março de 2000.

47 Ministrou Aula sobre TÉCNICAS DE RESSECÇÃO HEPÁTICA, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 05 de junho de Ministrou Aula sobre TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS METÁSTASES HEPÁTICAS, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 05 de junho de Apresentou Palestra sobre LAPAROSCOPIA NO CÂNCER GÁSTRICO: TÉCNICAS E CUIDADOS, durante o Curso de Atualização: Diagnóstico e Tratamento dos Tumores de Esôfago e Estômago, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, realizado em São Paulo no dia 29 de julho de Apresentou Palestra sobre SÍNDROME HELPP COM ROTURA HEPÁTICA, durante o Curso de Emergências em Obstetrícia, promovido pelo Centro de Estudos do Hospital São Luís, realizado em São Paulo no dia 19 de agosto de Ministrou Aula sobre CÂNCER DA VESÍCULA BILIAR, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 06 de novembro de Apresentou Aula sobre ANASTOMOSES BÍLIODIGESTIVAS, durante Mesa Redonda: Via Biliar Como eu Faço? durante o Congresso Comemorativo dos 10 anos de Vídeo-Cirurgia no Brasil, realizado em São Paulo de 09 a 11 de novembro de Ministrou Aula sobre CÂNCER DAS VIAS BILIARES, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de

48 44 Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 05 de março de Ministrou Aula sobre TRATAMENTO CIRÚRGICO DO CARCINOMA HEPATOCELULAR, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 02 de julho de Apresentou Palestra sobre ALGORITMO DO TRATAMENTO DA LITÍASE DA VIA BILIAR PRINCIPAL, durante o Curso de Cirurgia Minimamente Invasiva - Onde Estamos e Para Onde Vamos, durante o XXIV CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA, realizado em São Paulo de 08 a 12 de julho de Apresentou Conferência sobre PANCREATECTOMIA CORPO- CAUDAL COM PRESERVAÇÃO DE BAÇO: QUANDO E COMO, durante a 43 a Reunião Anual de Cancerologia, promovido pelo Centro de Estudos do Hospital do Câncer, realizado em São Paulo de 04 a 06 de outubro de Ministrou Aula sobre TUMOR MALIGNO DO FÍGADO na Disciplina de Transplante e Cirurgia do Fígado MCG-339 aos alunos do 4º ano médico da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo no dia 15 de outubro de Ministrou Aula sobre ASPECTOS CLÍNICO-CIRÚRGICOS DAS NEOPLASIAS DO FÍGADO, PÂNCREAS E VIAS BILIARES, aos alunos de Pós-Graduação, durante a disciplina Patologia dos Tumores, promovido pelo Curso de Pós-Graduação em Ciências da Fundação Antônio Prudente Área de Oncologia realizado em 17 de outubro de Ministrou Aula sobre TUMOR MALIGNO DO FÍGADO na Disciplina de Transplante e Cirurgia do Fígado MCG-339 aos alunos do 4º ano

49 45 médico da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo no dia 18 de outubro de Ministrou Aula sobre CIRURGIA LAPAROSCÓPICA DAS VIAS BILIARES E PÂNCREAS na Disciplina Optativa MGT0363 Cirurgia Laparoscópica do Aparelho Digestivo, promovido pelas Disciplinas de Cirurgia do Aparelho Digestivo e Coloproctologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo no dia 06 de novembro de Ministrou Aula sobre CÂNCER DAS VIAS BILIARES, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 12 de novembro de Ministrou Aula sobre TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS METÁSTASES HEPÁTICAS, aos residentes de Cirurgia Oncológica, promovido pelo Departamento de Cirurgia Abdominal do Hospital do Câncer, em 11 de março de Ministrou Aula sobre AS NEOPLASIAS DO FÍGADO, PÂNCREAS E VIAS BILIARES: ASPECTOS CLÍNICO-CIRÚRGICOS, aos alunos de Pós-Graduação, durante a disciplina Patologia dos Tumores, promovido pelo Curso de Pós-Graduação em Ciências da Fundação Antônio Prudente Área de Oncologia realizado em 23 de outubro de Ministrou Aula sobre TUMORES MALIGNOS DO FÍGADO durante o CURSO DE INTRODUÇÃO À LIGA DE TRANSPLANTE E CIRURGIA DO FÍGADO, promovido pelo Departamento Científico e pela Liga de Transplante e Cirurgia do Fígado da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado de 18 a 21 de novembro de 2002.

50 Palestrante com o Tema: PSEUDOCISTO DO PÂNCREAS DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO, durante o XXVIII CURSO CONTINUADO DE GASTROENTEROLOGIA, realizado em São Paulo, no dia 12 de abril de Ministrou a Aula: TRATAMENTO DA LITÍASE BILIAR E SUAS COMPLICAÇÕES, durante a REUNIÃO CIENTÍFICA DA CLÍNICA OBSTÉTRICA, promovida pelo Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Faculdade de Medicina da USP, realizada em São Paulo, em 01 de outubro de Ministrou a aula: NEOPLASIAS DO FÍGADO, PÂNCREAS E VIAS BILIARES ASPECTOS CLÍNICO-CIRÚRGICOS, durante a Disciplina Patologia dos Tumores, promovida pelo Curso de Pós- Graduação em Ciências da Fundação Antônio Prudente, realizado em São Paulo, em 14 de outubro de Expositor do vídeo convidado: ESPLENECTOMIA VÍDEO- LAPAROSCÓPICA COM RETRAÇÃO DO PEDÍCULO ESPLÊNICO UMA NOVA TÉCNICA, durante a I OLIMPÍADA RIO-SÃO PAULO DE VIDEOCIRURGIA, promovida pela SOBRACIL, realizada de 25 a 29 de agosto de 2004 em Campos do Jordão-SP. 60. Ministrou a Aula: ANÁLISE CRÍTICA DOS PROCEDIMENTOS LAPAROSCÓPICOS NA CIRURGIA BÍLIO-PANCREÁTICA, durante o Curso de Pós-Graduação MCG 5837 BASES ANATÔMICAS, FISIOPATOLÓGICAS E TÉCNICAS DA CIRURGIA BÍLIO- PANCREÁTICA, promovido pelo Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da USP, em 09 de outubro de 2004, realizado em São Paulo. 61. Ministrou a Aula: PERSPECTIVAS ATUAIS DA CIRURGIA LAPAROSCÓPICA NAS AFECÇÕES BÍLIO-PANCREÁTICAS, durante o Curso de Pós-Graduação MCG 5837 BASES ANATÔMICAS, FISIOPATOLÓGICAS E TÉCNICAS DA CIRURGIA

51 47 BÍLIO-PANCREÁTICA, promovido pelo Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da USP, em 09 de outubro de 2004, realizado em São Paulo. 62. Ministrou a Aula: NEOPLASIAS ABDOMINAIS MAIS FREQÜENTES, durante o XIX CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE MEDICINA; II JORNADA ACADÊMICA, promovida pela Associação Paulista de Medicina, realizado no dia 22 de outubro de 2004, em Ribeirão Preto-SP. 63. Ministrou a Aula: IMPORTÂNCIA DOS PEDÍCULOS GLISSONIANOS NAS RESSECÇÕES HEPÁTICAS, durante a XIV ASSEMBLÉIA CIRÚRGICA, promovida pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões Capítulo de São Paulo, realizada de 05 a 06 de dezembro 2004, em São Paulo. 64. Palestrante na Mesa Redonda: Tumores de Pâncreas Como eu faço, com o tema: RESSECÇÕES PANCREÁTICAS, durante a XIV ASSEMBLÉIA CIRÚRGICA, promovida pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões Capítulo de São Paulo, realizada de 05 a 06 de dezembro 2004, em São Paulo. 65. Ministrou a Aula: IMPORTÂNCIA DOS PEDÍCULOS GLISSONIANOS NAS RESSECÇÕES HEPÁTICAS, durante a REUNIÃO CLÍNICA, promovida pela Fundação Pio XII, Hospital de Câncer de Barretos, realizada em 05 de janeiro de 2005, em Barretos-SP. 66. Conferência com exibição do vídeo: RESSECÇÕES HEPÁTICAS COM TÉCNICA DE ACESSO INTRA-HEPÁTICO AOS PEDÍCULOS GLISSONIANOS, durante a REUNIÃO CLÍNICA, promovida pela Fundação Pio XII, Hospital de Câncer de Barretos, realizada em 05 de janeiro de 2005, em Barretos-SP.

52 Ministrou Aula sobre ANATOMIA CIRÚRGICA DO FÍGADO durante o III CURSO DE INTRODUÇÃO À LIGA DE TRANSPLANTE E CIRURGIA DO FÍGADO, promovido pelo Departamento Científico e pela Liga de Transplante e Cirurgia do Fígado da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado de 02 a 05 de maio de Ministrou Aula sobre RESSECÇÕES HEPÁTICAS durante o III CURSO DE INTRODUÇÃO À LIGA DE TRANSPLANTE E CIRURGIA DO FÍGADO, promovido pelo Departamento Científico e pela Liga de Transplante e Cirurgia do Fígado da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, realizado de 02 a 05 de maio de Ministrou a Aula: TUMORES MALIGNOS DO FÍGADO RESSECÇÃO x TRANSPLANTE, durante o Curso Regular do 4º Ano Médico Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado da Faculdade de Medicina da USP, em 06 de maio de 2005, realizado em São Paulo. 70. Ministrou a Aula: TUMORES MALIGNOS DO FÍGADO RESSECÇÃO x TRANSPLANTE, durante o Curso Regular do 4º Ano Médico Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado da Faculdade de Medicina da USP, em 09 de maio de 2005, realizado em São Paulo. 71. Palestrante no Curso de Atualização Mesa redonda: Mecanismo de Defesa, Imunoterapia e Uso de Antibióticos em Cirurgia, com o tema: PANCREATITE AGUDA GRAVE, durante o XXVI CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA, realizado no Rio de Janeiro de 05 a 09 de junho de Palestrante com o tema: IMPORTÂNCIA DOS PEDÍCULOS GLISSONIANOS NAS RESSECÇÕES HEPÁTICAS, durante o XXVI

53 49 CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA, realizado no Rio de Janeiro de 05 a 09 de junho de Palestrante com o tema: USO DE GRAMPEADOR E BISTURI ULTRA-SÔNICO NA HEPATECTOMIA, durante o XXVI CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA, realizado no Rio de Janeiro de 05 a 09 de junho de Palestrante na Mesa Redonda: Câncer das Vias Biliares e do Fígado Estado da Arte, com o tema: TRATAMENTO OPERATÓRIO DAS METÁSTASES HEPÁTICAS MÚLTIPLAS, durante o XXVI CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA, realizado no Rio de Janeiro de 05 a 09 de junho de Ministrou Aula com o tema: NEOPLASIA DE FÍGADO E VIAS BILIARES INTRA E EXTRA HEPÁTICAS, durante o XVII CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO, promovido pelo Serviço de Gastroenterologia do Hospital do Servidor Público Estadual, no dia 12 de julho de 2005, em São Paulo. 76. Ministrou a Aula: MODERNA CIRURGIA HEPÁTICA: RESSECÇÕES REGRADAS E AMPLIADAS, durante o Curso de Pós-Graduação MCG 5837 BASES ANATÔMICAS, FISIOPATOLÓGICAS E TÉCNICAS DA CIRURGIA BÍLIO- PANCREÁTICA, promovido pelo Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da USP, em 17 de agosto de 2005, realizado em São Paulo. 77. Expositor do tema: RESSECÇÕES SEGMENTARES DO FÍGADO IMPORTÂNCIA DOS PEDÍCULOS GLISSONIANOS, durante o II CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA HEPATO- PANCREATO-BILIAR, realizado em São Paulo de 25 a 27 de agosto de 2005.

54 Expositor do vídeo convidado: RESSECÇÃO SEGMENTO III - ACESSO GLISSONIANO, durante o II CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA HEPATO-PANCREATO-BILIAR, realizado em São Paulo de 25 a 27 de agosto de Expositor do vídeo convidado: HEPATECTOMIA ESQUERDA AMPLIADA COM TÉCNICA DE ACESSO GLISSONIANO, durante o II CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA HEPATO- PANCREATO-BILIAR, realizado em São Paulo de 25 a 27 de agosto de Ministrou a Aula na Mesa Redonda: Ressecções Hepáticas em Não Cirróticos, com o tema: TÉCNICA DO ACESSO GLISSONIANO NAS GRANDES RESSECÇÕES, durante o XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE HEPATOLOGIA, realizado em Campo do Jordão- SP, entre 19 e 22 de outubro de Participou da Mesa Redonda: Ressecções Hepáticas em Não Cirróticos, com a exibição do vídeo: HEPATECTOMIA DIREITA COM A TÉCNICA DE ISOLAMENTO DOS PEDÍCULOS GLISSONIANOS, durante o XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE HEPATOLOGIA, realizado em Campo do Jordão-SP, entre 19 e 22 de outubro de Ministrou a Aula na Mesa Redonda: Tratamento do Hepatocarcinoma no Cirrótico, com o tema: RESSECÇÕES SEGMENTARES REGRADAS IMPORTÂNCIA DOS PEDÍCULOS GLISSONIANOS, durante o XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE HEPATOLOGIA, realizado em Campo do Jordão-SP, entre 19 e 22 de outubro de Participou da Mesa Redonda: Tratamento do Hepatocarcinoma no Cirrótico, com a exibição do vídeo: HEPATECTOMIA SEGMENTAR COM A TÉCNICA DE ISOLAMENTO DOS PEDÍCULOS GLISSONIANOS, durante o XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE

55 51 HEPATOLOGIA, realizado em Campo do Jordão-SP, entre 19 e 22 de outubro de Palestrante sobre o tema ACESSO INTRA-HEPÁTICO NAS RESSECÇÕES HEPÁTICAS, durante a I JORNADA DE ATUALIZAÇÃO EM CIRURGIA HEPÁTICA E TRANSPLANTE da Faculdade de Medicina de Jundiaí, realizado em jundiaí-sp, no dia 05 de novembro de Ministrou a aula: ESTADO ATUAL E PERSPECTIVAS FUTURAS DA CIRURGIA DOS TUMORES DO PÂNCREAS, durante a disciplina CIRURGIA ONCOLÓGICA, promovida pelo Curso de Pós- Graduação em Ciências da Fundação Antônio Prudente, realizado em São Paulo, em 09 de dezembro de Ministrou a Aula: RESSECÇÃO HEPÁTICA NO CÂNCER DE FÍGADO, durante o Curso de Pós-Graduação MCG ETIOPATOGENEIA, BIOLOGIA MOLECULAR E TERAPÊUTICA DOS TUMORES DE FÍGADO, promovido pela Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado da Faculdade de Medicina da USP, em 12 de abril de 2006, realizado em São Paulo. 87. Palestrante com o tema: RESSECÇÕES HEPÁTICAS:INDICAÇÕES, LIMITES E RESULTADOS, durante o SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CÂNCER COLORRETAL, realizado em São Paulo nos dias 28 e 29 de abril de Ministrou a Aula: TUMORES MALIGNOS DO FÍGADO RESSECÇÃO x TRANSPLANTE, durante o Curso Regular do 4º Ano Médico Turma B2 da Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado da Faculdade de Medicina da USP, em 04 de maio de 2006, realizado em São Paulo. 89. Ministrou a Aula: ACESSO INTRA-HEPÁTICO NAS RESSECÇÕES SEGMENTARES DO FÍGADO, durante o Curso de Pós-Graduação

56 52 MCG 5846 AVANÇOS TECNOLÓGICOS DA CIRURGIA HEPÁTICA, promovido pela Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado da Faculdade de Medicina da USP, em 05 de maio de 2006, realizado em São Paulo. 90. Ministrou a Aula: TUMORES MALIGNOS DO FÍGADO RESSECÇÃO x TRANSPLANTE, durante o Curso Regular do 4º Ano Médico Turma B1 da Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado da Faculdade de Medicina da USP, em 09 de maio de 2006, realizado em São Paulo. 91. Ministrou a Aula: ACESSO INTRA-HEPÁTICO NAS RESSECÇÕES AMPLIADAS DO FÍGADO, durante o Curso de Pós-Graduação MCG 5846 AVANÇOS TECNOLÓGICOS DA CIRURGIA HEPÁTICA, promovido pela Disciplina de Cirurgia e Transplante de Fígado da Faculdade de Medicina da USP, em 24 de maio de 2006, realizado em São Paulo. 92. Ministrou a Palestra: ACESSO GLISSONIANO NAS RESSECÇÕES HEPÁTICAS SEGMENTARES, durante o Workshop sobre CIRURGIA HEPÁTICA, promovido pelo Curso de Medicina da Universidade São Francisco, realizado no dia 24 de junho de 2006, em Bragança Paulista-SP. 93. Ministrou a Palestra: HEPATECTOMIA AMPLIADA ASPECTOS TÉCNICOS, durante o Workshop sobre CIRURGIA HEPÁTICA, promovido pelo Curso de Medicina da Universidade São Francisco, realizado no dia 24 de junho de 2006, em Bragança Paulista-SP. 94. Participou como palestrante com a exibição do vídeo: HEPATECTOMIA DIREITA, durante o Workshop sobre CIRURGIA HEPÁTICA, promovido pelo Curso de Medicina da Universidade São Francisco, realizado no dia 24 de junho de 2006, em Bragança Paulista-SP.

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS

OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS OBJETIVOS GERAIS O Programa de Residência Médica opcional de Videolaparoscopia em Cirurgia do Aparelho Digestivo (PRMCAD) representa modalidade de ensino de Pós Graduação visando ao aperfeiçoamento ético,

Leia mais

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES.

8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:30 8:45 INTERVALO VISITA AOS EXPOSITORES E PATROCINADORES. MAPA AUDITÓRIO ÓPERA DE ARAME (200 LUGARES) DOMINGO 02 DE AGOSTO DE 2015. 8:00 Horas Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. 8:00 8:15 TEMA LIVRE SELECIONADO. 8:15 8:30 TEMA LIVRE SELECIONADO.

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA Aprovado no CONGRAD: 14..06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 48 CURSO DE MEDICINA EIXOS TRANSVERSAIS E ÁREAS DO CONHECIMENTO DO CURRÍCULO PLENO ACADÊMI COS I FUNDAMENTOS CONCEITUAIS DO CURSO

Leia mais

Ensino. Principais realizações

Ensino. Principais realizações Principais realizações Reestruturação dos Programas de ; Início do Projeto de Educação à Distância/EAD do INCA, por meio da parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública ENSP/FIOCRUZ; Três novos Programas

Leia mais

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB Por este instrumento o Conselho de Pós-Graduação (CPG) do Programa de Pós-Graduação em Oncologia do Hospital de Câncer de Barretos Fundação Pio XII, torna

Leia mais

Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo

Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo Programação Preliminar do 41 Curso de Atualização em Cirurgia do Aparelho Digestivo, Coloproctologia e Transplantes de Órgãos do Aparelho Digestivo Cirurgia do Esôfago Painel de perguntas e filmes cirúrgicos

Leia mais

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 Eixos longitudinais, conteúdos e objetivos cognitivos psicomotores Eixos transversais, objetivos Per. 1º Ano eixo integrador: O CORPO HUMANO CH INT. COMUM. HAB.

Leia mais

PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014

PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014 PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014 21/08 QUINTA-FEIRA 7:50 8:00 Abertura 8:00 9:30 Mesa Redonda: CEC de Esôfago 8:00 8:15 Ferramentas de estadiamento na neoplasia esofágica. É possível individualizar

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA SALA C 21/10/10 Quinta-feira 08:00-09:15 Mesa-Redonda: Fígado I Moderador: Dr. José Huygens Garcia (CE) Secretário:

Leia mais

Juliana Cordeiro de Melo Franco

Juliana Cordeiro de Melo Franco Juliana Cordeiro de Melo Franco FORMAÇÂO Ensino Fundamental e Ensino Médio: Colégio Santo Antônio -Belo Horizonte MG. Conclusão:Dezembro de 1991. Curso Superior: Faculdade de Medicina de Barbacena FUNJOB

Leia mais

Erika Meinicke Nascimento Registro Profissional CRM-MG 29.215-T

Erika Meinicke Nascimento Registro Profissional CRM-MG 29.215-T Erika Meinicke Nascimento Registro Profissional CRM-MG 29.215-T Qualificação Médica com especialização em Anatomia Patológica. FORMAÇÃO ACADÊMICA. Graduação em Medicina - Pontifícia Universidade Católica

Leia mais

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Dr Milton Glezer Quem vou ser daqui a 20 anos Público Assistencial Acadêmica Gestão Privado Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Mudanças nos planos de saúde- melhorar cada vez mais o funcionamento dos

Leia mais

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem ANEXO I QUADRO DE VAGAS - Processo Seletivo para Preceptoria dos Programas de Residência Médica Seleção 2014/1 Opção de Vaga Unidade de Saúde/SES Programa de Residência de Cargo Local de execução das atividades

Leia mais

Curriculum Vitae. Dr. Alvaro Moura Seraphim CRM SP 117344

Curriculum Vitae. Dr. Alvaro Moura Seraphim CRM SP 117344 Curriculum Vitae Dr. Alvaro Moura Seraphim CRM SP 117344 1 Identificação Nome: Alvaro Moura Seraphim Formação Acadêmica Residência Médica em Endoscopia Digestiva no Hospital Sírio Libanês a concluida em

Leia mais

Residência Médica. Equivalência da Residência Médica com Curso de Especialização e Título de Especialista

Residência Médica. Equivalência da Residência Médica com Curso de Especialização e Título de Especialista Residência Médica A Residência Médica foi instituída no Brasil pela Lei nº. 6.932 de 07 de julho de 1981 e regulamentada pelo Decreto nº. 80.281, de 05 de setembro de 1977. Equivalência da Residência Médica

Leia mais

Agenda. Escola de Enfermagem da USP promove ciclo de seminários no Programa de Aperfeiçoamento de Ensino

Agenda. Escola de Enfermagem da USP promove ciclo de seminários no Programa de Aperfeiçoamento de Ensino Serviços Agenda Programe-se para participar dos principais eventos da Enfermagem Escola de Enfermagem da USP promove ciclo de seminários no Programa de Aperfeiçoamento de Ensino A Escola de Enfermagem

Leia mais

Luiz Cláudio Passos. Dados Pessoais. Endereço: Avenida Rio Branco, nº 1550/1001- Praia do Canto Vitória ES. Cep: 29055-642. Contato: (27) 3345-3344

Luiz Cláudio Passos. Dados Pessoais. Endereço: Avenida Rio Branco, nº 1550/1001- Praia do Canto Vitória ES. Cep: 29055-642. Contato: (27) 3345-3344 Luiz Cláudio Passos Dados Pessoais Endereço: Avenida Rio Branco, nº 1550/1001- Praia do Canto Vitória ES. Cep: 29055-642 Contato: (27) 3345-3344 Naturalidade: Espírito Santo Nacionalidade: Brasileira Estado

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES

CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES CURSO DE EDUCAÇÃO FISICA ATIVIDADES EXTRA CURRICULARES Com a crescente produção de conhecimento e ampliação das possibilidades de atuação profissional, o curso proporciona atividades extra curriculares

Leia mais

Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP

Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do Hospital das Clínicas da FMRPUSP Conteúdo DISPOSIÇÕES GERAIS 3 APOIO AO APRIMORAMENTO DE RECURSOS HUMANOS 4 Participação em congressos e eventos científicos

Leia mais

Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae

Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae Como elaborar Memorial e Curriculum Vitae Luciana Pizzani Rosemary Cristina da Silva Memorial Memorial é o relatório circunstanciado que se apresenta à comissão de progressão funcional, o qual inclui a

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE MEDICINA DE DIAMANTINA - FAMED CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1 MED001 MED002 MED003

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ACADÊMICOS PARA A LIGA ACADÊMICA ACRIANA DE ENFERMAGEM EM TRANSPLANTES

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ACADÊMICOS PARA A LIGA ACADÊMICA ACRIANA DE ENFERMAGEM EM TRANSPLANTES EDITAL PARA SELEÇÃO DE ACADÊMICOS PARA A LIGA ACADÊMICA ACRIANA DE ENFERMAGEM EM TRANSPLANTES A (LAAET), fundada em 23 de Setembro de 2011, afiliada à Universidade Federal do Acre, Grupo HEPATO, Central

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012 Altera o Currículo do Curso de Medicina, para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MED- 035/2012, aprovou e eu promulgo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 15, de 23 de abril de 2013, publicado

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LETRAS - Português e Espanhol Bacharelado e Licenciatura

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LETRAS - Português e Espanhol Bacharelado e Licenciatura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 CURSO: Enfermagem DEPARTAMENTO: Ciências Básicas da Saúde DISCIPLINA: Enfermagem em Clínica Médica Cirúrgica I PROFESSORA RESPONSÁVEL:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 DATA SALA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR 6/2/2015 102. D 13:15-14:10 Tratamento

Leia mais

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR Aulas teórica s Amb. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL 13:15 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 24/7/2015 Abdome Agudo

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO HOSPITAL DE BASE ESTÁGIO DE FORMAÇÃO EM ENDOSCOPIA. PROF. KENJI MIYAZAKI Chefe do Serviço de Endoscopia

FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO HOSPITAL DE BASE ESTÁGIO DE FORMAÇÃO EM ENDOSCOPIA. PROF. KENJI MIYAZAKI Chefe do Serviço de Endoscopia FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO HOSPITAL DE BASE ESTÁGIO DE FORMAÇÃO EM ENDOSCOPIA PROF. KENJI MIYAZAKI Chefe do Serviço de Endoscopia PROFª. MARIA REGINA PEREIRA DE GODOY Coordenadora da

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA 2013 ATIVIDADES COMPLEMENTARES O que são? São práticas acadêmicas de múltiplos formatos, obrigatórias, que podem ser realizadas dentro ou fora

Leia mais

Núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar e Ensino

Núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar e Ensino Núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar e Ensino A experiência do NHE do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP Curitiba, 16 de abril de 2015 Hospital das Clínicas

Leia mais

Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP. 1º Edital Para Chamada de Candidatos a Tutores e Supervisores. Programa Mais Médicos Brasil - PMMB

Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP. 1º Edital Para Chamada de Candidatos a Tutores e Supervisores. Programa Mais Médicos Brasil - PMMB Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP 1º Edital Para Chamada de Candidatos a Tutores e Supervisores I Introdução. Programa Mais Médicos Brasil - PMMB Junho/2015 O Programa Mais Médicos Brasil, criado

Leia mais

HOSPITAL PELÓPIDAS SILVEIRA PROGRAMA DE ESTÁGIOS E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL. RODÍZIO EM NEUROINTENSIVISMO PARA RESIDENTES (160h)

HOSPITAL PELÓPIDAS SILVEIRA PROGRAMA DE ESTÁGIOS E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL. RODÍZIO EM NEUROINTENSIVISMO PARA RESIDENTES (160h) HOSPITAL PELÓPIDAS SILVEIRA PROGRAMA DE ESTÁGIOS E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PRECEPTOR RESPONSÁVEL Dra. Maria Goreth Pereira: goreth_pereira@hotmail.com PRECEPTORES ENVOLVIDOS Edna Lucia Freitas Daiana

Leia mais

FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM RADIOLOGIA MAMÁRIA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014

FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM RADIOLOGIA MAMÁRIA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014 FUNDAÇÃO PIO XII - HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS APRIMORAMENTO EM RADIOLOGIA MAMÁRIA ( Fellowship ) EDITAL DE SELEÇÃO PARA O ANO DE 2014 EDITAL N.º 11/2013-IEP/HCB A Fundação Pio XII, Hospital do Câncer

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 802 Médico Alergia e

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 8 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DOR Unidade Dias e Horários

Leia mais

EDITAL HRTN 01/2013, de 30 de dezembro de 2013 CONCURSO PÚBLICO 01/2013 ERRATA

EDITAL HRTN 01/2013, de 30 de dezembro de 2013 CONCURSO PÚBLICO 01/2013 ERRATA EDITAL HRTN 01/2013, de 30 de dezembro de 2013 CONCURSO PÚBLICO 01/2013 ERRATA A Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (FUNDEP) e o Hospital Risoleta Tolentino Neves (HRTN) COMUNICA que foram efetuadas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 101, de 15 de dezembro

Leia mais

EDITAL Nº 82 de 23 de DEZEMBRO de 2015, publicado no Diário Oficial da União nº 248 de 29 de DEZEMBRO de 2015

EDITAL Nº 82 de 23 de DEZEMBRO de 2015, publicado no Diário Oficial da União nº 248 de 29 de DEZEMBRO de 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE CIRURGIA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR EDITAL Nº 82 de 23 de DEZEMBRO de 2015,

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ORTOPEDIA MULTIDISCIPLINAR Unidade Dias

Leia mais

EDITAL FMJ- 052/2015, de 22/12/2015 ANEXO I

EDITAL FMJ- 052/2015, de 22/12/2015 ANEXO I ANEXO I Edprosel ATRIBUIÇÕES do Cargo de Professor Auxiliar da Faculdade de Medicina de Jundiaí. Descrição Sumária: Elaborar, aplicar e acompanhar o planejamento das atividades, em observação aos objetivos

Leia mais

Cel: 9987-5846 Nextel: 7897-0713 ID: 8*25058 e-mail: leniseuchoa@terra.com.br 2007-ATUALMENTE... HOSPITAL SEMIU

Cel: 9987-5846 Nextel: 7897-0713 ID: 8*25058 e-mail: leniseuchoa@terra.com.br 2007-ATUALMENTE... HOSPITAL SEMIU Cel: 9987-5846 Nextel: 7897-0713 ID: 8*25058 e-mail: leniseuchoa@terra.com.br Lenise Durão Uchoa Experiência 2007-ATUALMENTE... HOSPITAL SEMIU Responsável pelo serviço de Cirurgia Geral 1992-ATUALMENTE...Consultório

Leia mais

LIGA ACADÊMICA DE CIRURGIA PLÁSTICA

LIGA ACADÊMICA DE CIRURGIA PLÁSTICA 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

2. PRÉ- REQUISITOS PARA A INSCRIÇÃO:

2. PRÉ- REQUISITOS PARA A INSCRIÇÃO: EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA CATEGORIA ESPECIAL PARA OBTENÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA EM CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO 2010 Pelo presente edital, o CBCD Colégio Brasileiro de Cirurgia

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 006 Médico - Anestesiologia

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA 1- IDENTIFICAÇÃO 1.1- Hospital: Rubens de Souza Bento Hospital Geral de Roraima. 1.2- Entidade Mantenedora: Secretaria Estadual de Saúde/SESAU-RR 1.3- Curso:

Leia mais

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária PROPOSTA DE PROGRAMA Número da Ação (Para

Leia mais

SELEÇÃO EXTERNA DE PROFESSORES. Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO

SELEÇÃO EXTERNA DE PROFESSORES. Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO SELEÇÃO EXTERNA DE PROFESSORES Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO A coordenadora do curso de Medicina, Profa. Alessandra Duarte Clarizia, nos termos das regras fixadas pela Pró-Reitoria de Graduação do

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE DE ARACRUZ - FAACZ ARACRUZ 2010 CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Clínica Médica 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Reconhecido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica São Paulo - 2014/2016 Coordenador: Dr. Norton Wagner Ferracini O IBEPEGE

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE - SANTA CASA DE PORTO ALEGRE COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CALENDÁRIO DA 2ª

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA I - INTRODUÇÃO Art. 1º Art. 2º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades Complementares do Curso de

Leia mais

Capítulo IV Programas de treinamento pós-graduado

Capítulo IV Programas de treinamento pós-graduado Capítulo IV Programas de treinamento pós-graduado Introdução Qual será a duração ideal do treinamento de um médico para que se torne um pediatra competente? Dadas as variedades de abordagem dos treinamentos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE O roteiro e normas abaixo discriminados foram aprovados pela Congregação da FEA em 17.8.2005. ROTEIRO E NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE UM MEMORIAL PADRÃO PARA CONCURSOS DA CARREIRA DOCENTE NA FEA SUMÁRIO (para

Leia mais

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão Hospital Universitário Walter Cantídio Diretoria de Ensino e Pesquisa Serviço de Desenvolvimento de Recursos Humanos Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão HOSPITAL

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Aprovado pelo Colegiado de Curso em 23/09/2013)

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Aprovado pelo Colegiado de Curso em 23/09/2013) REGULAMENTO DAS S COMPLEMENTARES (Aprovado pelo Colegiado de Curso em 23/09/2013) Art.1º Este Regulamento define, no âmbito da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense, as atividades complementares

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Diário Oficial da União; Poder Executivo, Brasília, DF, n. 81, 29 abr.2002. Seção 1, p. 265-66 Alterada pela Resolução CFM nº 1666/03 (Anexo II) O CONSELHO

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Dispõe sobre convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre o Conselho Federal de Medicina CFM, a Associação

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E:

RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. R E S O L V E: RESOLUÇÃO nº 177, de 11 de setembro de 2015. O Conselho Universitário CONSUNI, no uso de suas atribuições, em conformidade com Parecer nº 030, de 20 de agosto de 2015, R E S O L V E: Art. 1º - Aprovar

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

1. Pediatria /Internato 03+ 01 TP-20

1. Pediatria /Internato 03+ 01 TP-20 MINISTERIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI EDITAL Nº. 01/2010UFPI, de 03 de fevereiro de 2010. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR ANEXO DEPARTAMENTO MATERNO INFANTIL 1. Pediatria

Leia mais

Manual do Aluno. Escola de Engenharia Kennedy. Faculdade Kennedy. Faculdade de Ciências jurídicas Prof. Alberto Deodato

Manual do Aluno. Escola de Engenharia Kennedy. Faculdade Kennedy. Faculdade de Ciências jurídicas Prof. Alberto Deodato Manual do Aluno Escola de Engenharia Kennedy Faculdade Kennedy Faculdade de Ciências jurídicas Prof. Alberto Deodato Apresentação 01 Missão Escola de Engenharia e Faculdade Kennedy Missão Faculdade de

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA HOSPITALAR Unidade Dias

Leia mais

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL Regulamento Atividades Complementares Faculdade da Cidade de Santa Luzia - 2014 Regulamento das Atividades Complementares CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades

Leia mais

Anexo I Tabela das Atividades Complementares do curso de Licenciatura em Química do IF Goiano Câmpus Ceres. Acadêmico: Data: Grupo de atividades

Anexo I Tabela das Atividades Complementares do curso de Licenciatura em Química do IF Goiano Câmpus Ceres. Acadêmico: Data: Grupo de atividades Anexo I Tabela das Atividades Complementares do curso de Licenciatura em Química do IF Goiano Câmpus Ceres. Acadêmico: Data: Grupo de atividades ATIVIDADES DE ENSINO ATIVIDADES DE PESQUISA ATIVIDADES DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ATIVIDADES COMPLEMENTARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA S COMPLEMENTARES As Atividades Complementares do Curso de Medicina da Universidade Federal do Amapá - UNIFAP, previstas

Leia mais

Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. CESu

Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. CESu ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL PRESIDENTE KENNEDY Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. SR. CONS. Yugo Okida CESu 1 - RELATÓRIO A Associação Educacional

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Carga Horária Total exigida no curso: 200 horas

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Carga Horária Total exigida no curso: 200 horas REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Carga Horária Total exigida no curso: 200 LONDRINA/PR 2014 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO

Leia mais

Uma área em expansão. Radiologia

Uma área em expansão. Radiologia Uma área em expansão Conhecimento especializado e treinamento em novas tecnologias abrem caminho para equipes de Enfermagem nos serviços de diagnóstico por imagem e radiologia A atuação da Enfermagem em

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA E URGÊNCIA Unidade

Leia mais

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 *****

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Ementa: Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM n.º 1.634/2002, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

PROCESSO. para RECONHECIMENTO. SERVIÇOS ou PROGRAMAS. ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR. pela S B A C V

PROCESSO. para RECONHECIMENTO. SERVIÇOS ou PROGRAMAS. ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR. pela S B A C V PROCESSO para RECONHECIMENTO de SERVIÇOS ou PROGRAMAS de ANGIOLOGIA e CIRURGIA VASCULAR pela S B A C V 1 Procedimento ETAPA I: O processo do solicitante, com o requerimento dirigido ao Presidente da SBACV,

Leia mais

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino 54 55 Ensino Principais realizações Início da primeira etapa do Projeto de Diagnóstico de Recursos Humanos em Oncologia no país. Implementação da inscrição informatizada. Início do Projeto de Educação

Leia mais

Jorge Lorenzoni Moulim

Jorge Lorenzoni Moulim 1 de 6 29/06/2012 16:07 Jorge Lorenzoni Moulim SciELO - artigos em tex completo Possui graduação em Medicina pela Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (2003). Residência

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS DO CURSO DE ODONTOLOGIA (Projeto Pedagógico 2010/1) Resolução Nº 002/2011 da Pró-reitoria de Graduação

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS DO CURSO DE ODONTOLOGIA (Projeto Pedagógico 2010/1) Resolução Nº 002/2011 da Pró-reitoria de Graduação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS

Leia mais

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny DATA hora AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 25/10/2013 14:00-14:55 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 14:55-15:50 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE MEDICINA CLÍNICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE MEDICINA CLÍNICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE MEDICINA CLÍNICA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 05, de 11 de fevereiro

Leia mais

PROGRAMA DO PÓS-GRADUAÇÃO EM SEXOLOGIA CLÍNICA

PROGRAMA DO PÓS-GRADUAÇÃO EM SEXOLOGIA CLÍNICA PROGRAMA DO PÓS-GRADUAÇÃO EM SEXOLOGIA CLÍNICA 1. Nome do curso e Área(s) do Conhecimento - Pós-Graduação/Especialização em Sexologia Clínica - Área do conhecimento: Medicina - Forma de oferta: presencial

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Este regulamento, elaborado pela Coordenação do Curso de Ciências Econômicas da Universidade Metodista de São Paulo, tem por objetivo regulamentar o desenvolvimento

Leia mais

Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH

Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH A proposta pedagógica para formação do medico dentro do curso do UNI-BH baseia-se na estruturação em três módulos de conteúdo bem definido

Leia mais

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação do Ministério da Educação, as Atividades Complementares passaram a figurar como importante componente dos Cursos Superiores

Leia mais

Coordenação. Prof. Dr. Sérgio Carlos Nahas

Coordenação. Prof. Dr. Sérgio Carlos Nahas Coordenação Prof. Dr. Sérgio Carlos Nahas Professor livre docente da disciplina de Coloproctologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Diretor do Serviço de Cirurgia do Cólon e Reto

Leia mais

SERVIÇO DE GASTROENTEROLOGIA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA

SERVIÇO DE GASTROENTEROLOGIA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PRESIDENTE DUTRA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA Coordenador: Arnaldo de Jesus Dominici Adalgisa de Sousa Paiva Ferreira INTRODUÇÃO A Residência Médica é uma modalidade de ensino de

Leia mais

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO)

02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) 02 DE AGOSTO DE 2015 (DOMINGO) Horário Programação 8:00: 08:30 Sessão de Temas Livres concorrendo a Premiação. Procedimentos Robóticos em Cirurgia abdominal 8:45-9:00 Cirurgia Robótica das afecções do

Leia mais

- CURSO DE DIREITO -

- CURSO DE DIREITO - REGULAMENTO AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES - CURSO DE DIREITO - FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC SUMÁRIO... 3 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3... 3 DA CARGA HORÁRIA NO CURSO... 3... 3 DAS ATIVIDADES

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção NORMAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Curso de Engenharia de Produção NORMAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Curso de Engenharia de Produção NORMAS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Viçosa, Minas Gerais 2014 1 INTRODUÇÃO As atividades complementares, inseridas no projeto pedagógico, têm por finalidade proporcionar

Leia mais

NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR

NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR INDICADOR: F.2 NÚMERO DE PROCEDIMENTOS DIAGNÓSTICOS POR CONSULTA MÉDICA (SUS) 1. Conceituação Número médio de procedimentos diagnósticos, de patologia clínica ou de imagenologia por consulta médica, apresentados

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH? ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH? ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1- O QUE É UMA LIGA ACADÊMICA? As Ligas Acadêmicas são entidades sem fins lucrativos. As Ligas Acadêmicas

Leia mais

A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais

A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais A opção pela Gastroenterologia 23 Sociedades Federadas Regionais 54 Serviços de Gastroenterologia reconhecidos e aprovadas pelo MEC 1986 Sede do VI Congresso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA LIGA DE ODONTOLOGIA ONCOLÓGICA - LOO EDITAL 01/2015 LOO UFU

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA LIGA DE ODONTOLOGIA ONCOLÓGICA - LOO EDITAL 01/2015 LOO UFU UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA LIGA DE ODONTOLOGIA ONCOLÓGICA - LOO EDITAL 01/2015 LOO UFU A Liga de Odontologia Oncológica da Universidade Federal de Uberlândia faz saber

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM COLOPROCTOLOGIA Unidade Dias e Horários

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais

ASSOCIAÇÃO RANIERI DE EDUCAÇÃO E CULTURA Faculdades Integradas de Bauru FIB Graduação em Direito, Bacharelado

ASSOCIAÇÃO RANIERI DE EDUCAÇÃO E CULTURA Faculdades Integradas de Bauru FIB Graduação em Direito, Bacharelado REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO, BACHARELADO DAS FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU Em cumprimento às exigências da Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO CONSELHO DIRETOR. RESOLUÇÃO Nº. 27/2006, de 14 de julho de 2006.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO CONSELHO DIRETOR. RESOLUÇÃO Nº. 27/2006, de 14 de julho de 2006. RESOLUÇÃO Nº. 27/2006, de 14 de julho de 2006. Aprova o Regulamento das Atividades Acadêmico-Científico- Culturais dos Cursos de Licenciatura do CEFET-MA. O PRESIDENTE DO DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO- FADISA, Professor Dr. ELTON DIAS

Leia mais