Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 Por que boa parte dos graduados em TI não atende à demanda das empresas por profissionais? CIBSS 2012 Itupeva, 25/10/2012

2 As faces da escassez I Foco: QUANTIDADE. Solução: formar mais gente. Questão: Podemos ofertar mais cursos, mas haverá demanda? II Foco: ESCASSEZ LOCALIZADA: Solução: mobilidade Questão: Empresas e profissionais querem deixar o seu local de origem? Existem outros fatores envolvidos com a mudança? III Foco: QUALIDADE Solução: formar gente com o perfil requerido Questão: Que competências, que habilidades? IV Foco: ATRATIVIDADE. Solução: Criar mecanismos para atrair e reter profissionais. Questão: A empresa está disposta a pagar?

3 Foco: qualidade Qualidade absoluta (desde a perspectiva do mundo acadêmico) = Excelência Qualidade relativa (desde a perspectiva do mundo do trabalho). Que competências e habilidades são requeridas pelo mundo do trabalho? Quanto eu posso pagar?

4 Formação de pessoal

5 Cursos-core: nível superior oferta e demanda Tx. Méd. Cr Oferta Demanda Cursos Vagas Candidatos Ingressantes Tecno Bach Tecno Bach Tecno Bach Tecno Bach 13,2% 4,1% 12,3% 3,8% 8,5% 1,3% 11,1% 0,6% 7,2% 6,8% 3,6% 4,1% Algo em torno de 6% do total de cursos, vagas, candidatos, ingressantes e egressos do Sistema Nacional de Ensino Superior Fonte: Observatório SOFTEX, a partir de dados INEP/MEC.

6 Cursos profissionalizantes : Concluintes e PROFSSs Ano Concluintes cursos-core (A) PROFSSs escolaridade NM (A)/(B) ,4% ,7% ,0% * ,8% * ,1% * ,0% * ,7% Tx. Méd. Cr. ( ): Concluintes: -2,9% a.a.; PROFSSs escolaridade nível médio: 4,3% a.a. * Dados estimados. Fonte: Elaboração Observatório SOFTEX, a partir de dados INEP/MEC.

7 Cobertor curto: bacharelado, tecnólogo de nível superior ou técnico de nível médio?

8 CPC (Conceito Preliminar do Curso) Bach - Computação e Informática, ,9% 56,0% 14,4% 29,7% 15,3% 2,9% 26,7% 13,6% 2,9% 0,9% Instituições públicas Total de cursos 22,0% 48,0% 30,0% 0,0 0, Instituições públicas federais

9 40,8% 45,1% ENADE 47,6% IDD 34,6% ,0% 47,4% CPC Bacharelado Tecnologia

10 Ênfase nos cursos de tecnologia reduziram oferta e demanda por cursos de bacharelado, por um lado, e por cursos de nível técnico profissionalizante, por outro. Qualidade como excelência Falta o profissional com capacidade de compreender questões mais complexas e abrangentes. Falta o técnico mão na massa`.

11 Mercado de trabalho

12 PROFSSs na IBSS e na NIBSS (80%) NIBSS: + 3,9 vezes (20%) (70%) (30%) NIBSS: + 2,3 vezes IBSS NIBSS Tx. Cr. ( ) - IBSS: 13,3% a.a.; NIBSS: 5,1% a.a. Fonte: Observatório SOFTEX, a partir RAIS/MTE, anos diversos.

13 IBSS: PROFSSs por perfil Tx. Cr. ( ) NG: 25,9% a.a.; NS: 19,1% a.a. NT: 6,1% a.a NG NS NT Fonte: Observatório SOFTEX, a partir RAIS/MTE, anos diversos.

14 IBSS: PROFSSs com perfil NS 0% 12% 1% 14% 14% 20% 74% 65% Até médio completo Superior incompleto Superior completo Pós-graduado Fonte: Observatório SOFTEX, a partir RAIS/MTE, anos 2004 e 2009

15 NIBSS: PROFSSs por perfil Tx. Cr. ( ) NG: 11,3% a.a.; NS: 11,8% a.a. NT: 1,5% a.a NT NS NG Fonte: Observatório SOFTEX, a partir RAIS/MTE, anos diversos.

16 IBSS-NIBSS: Remuneração média dez. Em R$, valores ano-base 2010 IBSS Perfil Tx. Cr. NG ,3% a.a. NS ,2% a.a. NT ,0% a.a. IBSS ,7% a.a. NIBSS Perfil Tx. Cr. NG ,4% a.a. NS ,0% a.a. NT ,7% a.a. NIBSS ,5% a.a. Fonte: Elaboração Observatório SOFTEX, a partir RAIS/MTE, anos diversos.

17 IBSS: Tx. Méd. Cr. Anual pessoas assalariadas e salários Pessoas assalariadas Salários e outras remunerações Total IBSS 20 ou mais PO 19 ou menos PO

18 IBSS: Salário médio anual por pessoa assalariada Total 20 ou mais PO 19 ou menos PO Em mil R$, valores deflacionados pelo IGP-DI, ano-base 2010

19 IBSS:Produtividade (VA/PO) Em mil R$ por PO, valores ano-base ,7 97,5 109,2 116,0 110,4 110,6 88,4 86,5 84,3 85,7 82,6 Tx Média Cr. (2003 a 2009) Total da IBSS: - 1,5% a.a. 20 ou mais PO: - 2,1% a.a. 19 ou menos PO: 1,1% a.a. 101,2 112,2 89,2 53,2 53,5 41,0 46,5 52,3 55,6 56, Total 20 ou mais PO 19 ou menos PO

20 Software e serviços de TI: competências requeridas

21 IBSS: Empresas, receita líquida e RH Empresas ,3% a.a. Receita líquida (R$)* ,1 bi 46,1 bi 52,1 bi 61,1 bi 8,2% a.a. Pessoas ocupadas mil 10,1% a.a. Pessoas assalariadas mil 12,8% a.a. *Crescimento médio real, ano-base ,3 mil 57,5 mil 59,9 mil 376 mil 431 mil 282 mil 335 mil 67,1 mil 493 mil 436 mil 73,0 mil 71,6 bi 598 mil 510 mil Fonte: Observatório SOFTEX, a partir tabelas especiais PAS/IBGE, anos diversos.

22 IBSS: Empresas por porte (%) Ano 2009 (Pessoas Ocupadas) 100 ou + De 50 a 99 De 20 a 49 Até 19 0,4% 0,8% 2,5% 96,3% mil empresas A IBSS é constituída por empresas de muito pequeno porte. Sócio é o faz tudo da empresa. Necessita de formação diversificada.

23 IBSS: Distribuição da empregabilidade % ,9% Sócios: em empresas com até 9 PO. Assalariados: em empresas com 100 ou mais PO. Alta especialização 18,2% Até 9 De 10 a De 50 a PO 100 ou Até 9PO De 10 a 49PO De 50 a 99PO 100 ou mais PO 5,9% 44,0%

24 IBSS: 20 ou+ PO por atividade R$ 43,3 bi 9,8% 4,4% 17,8% 11,5% 17,2% 9,7% 14,8% 10,9% 16,4% 11,7% 13,2% 6,5% 8,7% 6,1% 7,5% 20,6% 32,7% 21,2% 12,8% 19,8% 16,0% Empresas PO Receita líquida Modelos distintos de negócios, perfis de competências variados Reparação equipto. comunicação Reparação computadores Portais e serviços informação internet Tratamento dados e aplicação internet Suporte técnico TI Consultoria TI Sw não customizável Sw customizável Sw encomenda

25 IBSS: Distribuição assalariados por faixa de SM e atividade principal, % 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% De 0,5 a 2,00 SM De 2,01 a 4,00 SM De 4,01 a 7,00 SM De 7,01 a 10,00 SM De 10,01 a 15,00 SM Mais de 15,00 SM

26 IBSS: Distribuição assalariados por escolaridade e atividade principal, % 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Fundamental Médio incompleto Médio completo Superior incompleto Superior completo Pós gradução

27 IBSS 20 ou + PO: receita e empresas G2 G1 G3 Composição da IBSS vem se alterando ao longo dos anos, modificando o perfil necessário da mão de obra. 6201: Sw sob encomenda; 6202: Sw customizável; 6203: Sw não customizável; 6204: Consultoria TI; 6209: Suporte técnico; 6311: Tratamento de dados; 6319: Serv. info. na internet; 9511: Reparação computadores; 9512: Rep. equip. comunicação

28 PROFSSs na NIBSS, 2010 Necessidade de conhecer e compreender os negócios de cada segmento econômico. Em muitos casos, competências e habilidades não podem ser apenas técnicas. 4,5% 5,2% 6,5% 6,9% Comércio 3,1%6,4% Atividades administrativas 3,2% 9,6% 11,6% 18,1% 11,8% 13,0% Fonte: Observatório SOFTEX, a partir RAIS/MTE,2010. Indústria transformação Administração pública Telecomunicações Atividades financeiras Ativ. profissionais, científicas e técnicas Educação Construção Transporte, armazenamento.e correio Saúde Outras atividades

29 Spin offs Terceirização NIBSS IBSS tende a concentrar na NIBSS profissionais de mais alto valor, para atividades de especificação e aquisição de serviços e produtos Terceirização: Redução de custos Foco em atividades core Atividades de mais baixo valor Manutenção de sistemas legados Informatização de PMEs Acoplamento a redes globais

30 PROFSSs na NIBSS, 2010 Concentração expressiva de PROFSSs em grandes empresas da NIBSS: alta especialização.

31 Ano II Observatório SOFTEX Software e Serviços de TI NIBSS por setor Total de PROFSSs por tipo de ocupação, 2008 Educação 58% Comércio varejista 64% 3% 5% 39% 31% Cargos de gerência Intermediação financeira 24% Comércio por atacado 45% 7% 8% 69% 47% Técnicos nível superior Construção 78% Correio e telecomunicações 67% 2% Técnicos nível médio 3% 19% 31%

32 Descolamento entre conteúdo formacional e necessidades das empresas = analfabetismo laboral Concluintes dos cursos de computação sem as competências requeridas pelo mundo do trabalho Necessidade de treinamento complementar e experiência. Papel de polinização` obtido com a rotatividade elevada.

33 Considerações finais

34

35 Qual a carreira do futuro? Carreiras bem-sucedidas serão aquelas que não podem ser executadas por robôs. Robôs não têm imaginação, criatividade, liderança, experiência ou talento. O cérebro não pode ser produzido em massa. Por isso, escrever uma música, um livro, criar uma obra de arte, uma nova teoria, fazer pessoas darem risada, essas são tarefas que não podem ser realizadas por robôs. São essas as pessoas que terão trabalho garantido no futuro. Michio Kaku Física do Futuro

36 Formulação estratégica: ampliar valor Ano II Observatório SOFTEX Software e Serviços de TI O que entregamos? Inputs estratégicos Design da Solução Suporte Solução Habilidades Ferramentas Processos Conhecimento Reengenharia de processos; avaliação de produtos; definição de processos de negócios; gestão mudanças Especificações de software; arquitetura de sistemas de informação; design de componentes Desenvolvimento de aplicativos; customização de produtos; integração e testes Manutenção de aplicações; gestão de facilities; contact centers; help desks Habilidades Módulos Projetos Programas O que os clientes encomendam? Fonte: Narayanan, R & Neethi, S. Creating Human Resources for Information Technology: A Systemic Study. Nascomm, 2005.

37 Equipe técnica

38 Observatório SOFTEX Virgínia Duarte (19) ; (19) Cooperação técnica: IBGE Apoio: SEPIN/MCTI FINEP

Atividades de software e serviços de TI em território brasileiro. I CIBSS, Itupeva, outubro 2012

Atividades de software e serviços de TI em território brasileiro. I CIBSS, Itupeva, outubro 2012 Atividades de software e serviços de TI em território brasileiro I CIBSS, Itupeva, outubro 2012 Serviços de informática no contexto TIC Serviços de informática Setor TI Setor TIC Software Serviços TI Hardware

Leia mais

Software e Serviços de TI:

Software e Serviços de TI: Software e Serviços de TI: a indústria brasileira em perspectiva Volume 2, 2012 Fumsoft, BH, 31/07/2012 Sumário Sobre a SOFTEX Indústria Brasileira de Software e Serviços de TI (IBSS) Software e Serviços

Leia mais

Compras públicas favorecendo a IBSS. CIBSS 2012, Itupeva, 24 de outubro

Compras públicas favorecendo a IBSS. CIBSS 2012, Itupeva, 24 de outubro Compras públicas favorecendo a IBSS CIBSS 2012, Itupeva, 24 de outubro Considerações iniciais Compras públicas Procedimento formal através do qual o Estado adquire mercadorias e serviços para fins próprios.

Leia mais

Sumário. Sobre a SOFTEX. Principais indicadores

Sumário. Sobre a SOFTEX. Principais indicadores Software e Serviços de TI: a indústria brasileira em perspectiva Volume 2, 2012 Sumário Sobre a SOFTEX Principais indicadores Parte 1 IBSS Parte 2 NIBSS Parte 3 Capacitações e competências Parte 4 Cenários,

Leia mais

Setor Brasileiro de TIC em Números

Setor Brasileiro de TIC em Números Setor Brasileiro de TIC em Números A Dimensão da Oferta CIBSS 2012, 22/10/12 Sumário Definições Resultados: Contas Satélites Resultados: Censo Demográfico Definições Setor TIC Importante segmento da sociedade

Leia mais

Capital Humano como um Indicador de Avanços no Governo Eletrônico V Taller Regional para Medição da Sociedade do Conhecimento

Capital Humano como um Indicador de Avanços no Governo Eletrônico V Taller Regional para Medição da Sociedade do Conhecimento Capital Humano como um Indicador de Avanços no Governo Eletrônico V Taller Regional para Medição da Sociedade do Conhecimento 06 a 08 de abril de 2009 Virgínia Duarte Objetivo - Observatório Conceber e

Leia mais

Caracterização das Atividades de Software e Serviços de TI Realizadas na NIBSS

Caracterização das Atividades de Software e Serviços de TI Realizadas na NIBSS CAPÍTULO 5 Caracterização das Atividades de Software e Serviços de TI Realizadas na NIBSS Apresentação Neste capítulo, avaliam-se a importância e o crescimento, ao longo do período 2003 a 2010, das atividades

Leia mais

Formação e Capacitação para a Indústria Brasileira de Software e Serviços de TI

Formação e Capacitação para a Indústria Brasileira de Software e Serviços de TI Formação e Capacitação para a Indústria Brasileira de Software e Serviços de TI Texto para Discussão 1 Dezembro de 2010 Observatório SOFTEX Formação e capacitação para a Indústria Brasileira de Software

Leia mais

Software e Servicos de TI

Software e Servicos de TI Número 1 Volume 1 Observatório SOFTEX Software e Servicos de TI A Indústria Brasileira em Perspectiva RESUMO EXECUTIVO RESUMO EXECUTIVO Software e Serviços de TI: A Indústria Brasileira em Perspectiva

Leia mais

Cursos Técnicos Profissionalizantes de Nível Médio para a Área de Informática

Cursos Técnicos Profissionalizantes de Nível Médio para a Área de Informática CAPÍTULO 9 Cursos Técnicos Profissionalizantes de Nível Médio para a Área de Informática Apresentação Com base em metodologia desenvolvida pelo Observatório SOFTEX, busca-se conhecer o Sistema de Educação

Leia mais

I Seminário Internacional Software e Serviços de TI. Software e Serviços de TI: A indústria brasileira em perspectiva

I Seminário Internacional Software e Serviços de TI. Software e Serviços de TI: A indústria brasileira em perspectiva I Seminário Internacional Software e Serviços de TI Software e Serviços de TI: A indústria brasileira em perspectiva Arnaldo Bacha de Almeida Vice-presidente Executivo (CEO) Softex Associação para Promoção

Leia mais

Recursos Humanos em TI: Recomendações de políticas públicas

Recursos Humanos em TI: Recomendações de políticas públicas Recursos Humanos em TI: Recomendações de políticas públicas Texto para Discussão 2 Junho de 2011 Observatório SOFTEX Recomendações de políticas públicas para RH em TI: texto para discussão n. 2 1 1. Apresentação

Leia mais

CADERNOS TEMÁTICOS DO OBSERVATÓRIO: MERCADO DE TRABALHO E FORMAÇÃO DE MÃO DE OBRA EM TI

CADERNOS TEMÁTICOS DO OBSERVATÓRIO: MERCADO DE TRABALHO E FORMAÇÃO DE MÃO DE OBRA EM TI CADERNOS TEMÁTICOS DO OBSERVATÓRIO: MERCADO DE TRABALHO E FORMAÇÃO DE MÃO DE OBRA EM TI CADERNOS TEMÁTICOS DO OBSERVATÓRIO: MERCADO DE TRABALHO E FORMAÇÃO DE MÃO DE OBRA EM TI 1 ASSOCIAÇÃO PARA PROMOÇÃO

Leia mais

TECNOLOGIA EM BANCO DE DADOS

TECNOLOGIA EM BANCO DE DADOS TECNOLOGIA EM BANCO DE DADOS SOBRE O CURSO O tecnológico em Banco de Dados, também conhecido como Database Administrator (DBA), desempenha papel estratégico nas empresas, pois gerencia um dos maiores bens

Leia mais

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO SOBRE O CURSO A revolução tecnológica das últimas décadas, especialmente na área de informática, tem alterado nossa sociedade. O Engenheiro de Computação é um profissional que

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA REDES DE COMPUTADORES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA REDES DE COMPUTADORES CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA REDES DE COMPUTADORES OBJETIVOS Este curso visa à formação de profissionais para atuarem como empreendedores, analistas ou consultores no mercado de infraestrutura e segurança

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SOBRE O CURSO A tecnologia ocupa papel de destaque no atual cenário socioeconômico mundial, presente em todos os setores e atividades econômicas. Essa revolução transformou o mundo

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS FATEC JUNDIAÍ 2009

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS FATEC JUNDIAÍ 2009 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS FATEC JUNDIAÍ 2009 Apresentação: O curso de Especialização em Gestão Estratégica de Negócios será oferecido em nível de pós-graduação, pela Faculdade

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 03 Profissões de TI Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos respectivos

Leia mais

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 02 Áreas e Profissionais de TI Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SOBRE O CURSO A tecnologia ocupa papel de destaque no atual cenário socioeconômico mundial, presente em todos os setores e atividades econômicas. Essa revolução transformou o mundo

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1

Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1 Regulação, supervisão e avaliação do Ensino Superior: Perguntas Frequentes. 1 1. Quais são os tipos de instituições de ensino superior? De acordo com sua organização acadêmica, as instituições de ensino

Leia mais

Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação

Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação Curso autorizado pela Resolução nº 247-06/12/2010. Publicado:09/12/2010 SETEC/MEC Nota obtida na autorização: 4 Objetivos O Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET SOBRE O CURSO A internet possibilita novos hábitos de consumo e inovadoras formas de negócios. Essa evolução tende a modificar cada vez mais as estruturas da sociedade,

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET SOBRE O CURSO Com o crescimento da internet, novos hábitos de consumo e inovadoras formas de negócio surgiram. A sociedade está cada vez mais conectada, acelerando

Leia mais

Profissões Regulamentadas no Brasil

Profissões Regulamentadas no Brasil Profissões Regulamentadas no Brasil 68 2,8% 2.422 1) Panorama do Ensino das Ciências Contábeis no Brasil 2) Ingresso na Profissão - Exame de Suficiência 3) Mercado de Trabalho - Oportunidades e Exigências

Leia mais

Perspectivas para o Mercado de Sw & Serviços de TI:

Perspectivas para o Mercado de Sw & Serviços de TI: Perspectivas para o Mercado de Sw & Serviços de TI: Política Industrial & Plano de Ação C,T&I 2007-2010 Ministério da Ciência e Tecnologia Secretaria de Política de Informática - SEPIN outubro/2010 Agenda

Leia mais

Tema: O Administrador e o mercado de trabalho

Tema: O Administrador e o mercado de trabalho Bem-Vindos! Exemplo Tema: O Administrador e o mercado de trabalho Adm. Raphael Monteiro Assessor de Relações Acadêmicas do CRA-RJ Professor do curso Técnico em Administração Tel: 21 99822-7674 E-mail:

Leia mais

PROSOFT. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES

PROSOFT. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação PROSOFT Agosto / 2008 1 Definições:

Leia mais

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO SOBRE O CURSO Com a revolução tecnológica, não é só o mundo que muda, mas a área de tecnologia também. O Engenheiro de Computação é um profissional fundamental para que essa evolução

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Somos uma empresa especializada em desenvolver e implementar soluções de alto impacto na gestão e competitividade empresarial. Nossa missão é agregar valor aos negócios de nossos

Leia mais

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT Quadro de Servidores SITUAÇÃO 2008 2009 Abril 2010 CARGOS EFETIVOS (*) 429 752 860 Analista Administrativo 16 40 41 Especialista em Regulação 98 156 169

Leia mais

Pesquisa Semesp. A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho

Pesquisa Semesp. A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho Pesquisa Semesp A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho 2008 Ensino superior é um forte alavancador da carreira profissional A terceira Pesquisa Semesp sobre a formação acadêmica dos profissionais

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura OEI/TOR/MEC/DTI nº 003/2009 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Projeto: OEI/BRA/09/004

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 information TECHNOLOGY Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados,

Leia mais

Perspectivas do Investimento na Carreira dos Profissionais de TI

Perspectivas do Investimento na Carreira dos Profissionais de TI Perspectivas do Investimento na Carreira dos Profissionais de TI Amostra da Pesquisa - Amostra: 180 profissionais participantes - Público-Alvo: Profissionais de TI. Características dos Profissionais Há

Leia mais

Mercado de trabalho em TI. Debora Marrach 20.Out.2010

Mercado de trabalho em TI. Debora Marrach 20.Out.2010 Mercado de trabalho em TI Debora Marrach 20.Out.2010 1 Agenda Algumas estatísticas Carreiras em TI Tipos de empresas Demanda futura Tendências 2 Agenda Algumas estatísticas Carreiras em TI Tipos de empresas

Leia mais

REDE DE ESCOLAS TÉCNICAS DE SAÚDE DA UNASUL Plano de Trabalho

REDE DE ESCOLAS TÉCNICAS DE SAÚDE DA UNASUL Plano de Trabalho REDE DE ESCOLAS TÉCNICAS DE SAÚDE DA UNASUL Plano de Trabalho 1. Introdução Na 1ª reunião do Grupo Técnico de Desenvolvimento e Gestão de Recursos Humanos em Saúde do Conselho de Saúde da Unasul, realizada

Leia mais

LIDERANÇA & GESTÃO DE PESSOAS 12 DESAFIOS, 3 FERRAMENTAS E UMA DECISÃO

LIDERANÇA & GESTÃO DE PESSOAS 12 DESAFIOS, 3 FERRAMENTAS E UMA DECISÃO LIDERANÇA & GESTÃO DE PESSOAS 12 DESAFIOS, 3 FERRAMENTAS E UMA DECISÃO INTRODUÇÃO O setor de RH deve ser extinto. Ram Charan em artigo na Harvard Business Review Você concorda? OBJETIVOS DESTE WORKSHOP

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

a. Garantir a atribuição de salário justo a todos os funcionários da entidade sempre de acordo com as atribuições da função exercida.

a. Garantir a atribuição de salário justo a todos os funcionários da entidade sempre de acordo com as atribuições da função exercida. CONSIDERANDO a necessidade de conferir transparência e eficiência nos processos de contratações no âmbito dos serviços e gerenciamento de unidades públicas do Estado do Rio de Janeiro, pelo HOSPITAL E

Leia mais

Perfil do Curso. O Mercado de Trabalho

Perfil do Curso. O Mercado de Trabalho Perfil do Curso É o gerenciamento dos recursos humanos, materiais e financeiros de uma organização. O administrador é o profissional responsável pelo planejamento das estratégias e pelo gerenciamento do

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CORPORATIVA

SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CORPORATIVA SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO CORPORATIVA SISTEMA DE INFORMAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE INFORMAÇÕES Um Sistema de Informação não precisa ter essencialmente

Leia mais

Graduação Pitágoras. Gestão da Infraestrutura e Serviços de TI Gestão de Sistemas de Informação. Unidades CST Centro Superior de Tecnologia

Graduação Pitágoras. Gestão da Infraestrutura e Serviços de TI Gestão de Sistemas de Informação. Unidades CST Centro Superior de Tecnologia Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Unidades CST Centro Superior de Tecnologia Apresentação dos cursos de Pós Graduação -TI: Gestão da Infraestrutura e Serviços de TI Gestão de Sistemas de Informação Coordenador:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO TOR/FNDE/DTI/MEC

Leia mais

O Profissional de Tecnologia de Informação em Saúde no Brasil: A Visão da SBIS

O Profissional de Tecnologia de Informação em Saúde no Brasil: A Visão da SBIS Sociedade Brasileira de Informática em Saúde O Profissional de Tecnologia de Informação em Saúde no Brasil: A Visão da SBIS Prof. Renato M.E. Sabbatini Diretor de Educação e Capacitação Profissional 40%

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA A concepção que fundamenta os processos educacionais das Instituições da Rede Federal de Educação

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS CURSO DE GRADUAÇÃO PRESENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Identificação do Curso Nome do Curso: Sistemas de Informação Titulação: Bacharelado Modalidade de ensino: Presencial

Leia mais

MBA Marketing de Serviços

MBA Marketing de Serviços MBA Marketing de Serviços Informações - Turma de Agosto 2014 Início das Aulas: 04/08/2014 Dias e horários das aulas: Segunda a sexta-feira das 19h00 às 22h50 (apenas na 1º semana) Quartas e quintas das

Leia mais

TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES SOBRE O CURSO No mercado atual, empresas de todos os portes das pequenas às grandes corporações multinacionais já contam com redes de computadores. A atuação de um tecnólogo

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

Pós-graduação MBA em Administração e Marketing

Pós-graduação MBA em Administração e Marketing 1 Ascensão Acadêmica Pós-Graduação alavanca sucesso na carreira profissional Pesquisa coordenada pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2010, indica que as pessoas que não

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO / BACHARELADO

ADMINISTRAÇÃO / BACHARELADO ADMINISTRAÇÃO / BACHARELADO Dos cursos mais procurados pelos estudantes, o de Administração é um dos mais novos. Enquanto Medicina e Direito formam profissionais desde o século 19, foi apenas em 1946 que

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS

CATÁLOGO DE REQUISITOS 1 Habilitação Componente Titulação CATÁLOGO DE REQUISITOS em (EII) - Habilitação em de Empresas - Habilitação em Agronegócios - Habilitação em Gestão de Negócios Agroindustriais - Habilitação em Gestão

Leia mais

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Recursos Humanos

Catálogo de Requisitos de Titulação. Habilitação: Recursos Humanos Habilitação: Recursos Humanos Aviso: Este catálogo é constantemente atualizado pelo Centro Paula Souza para obter informações atualizadas consulte o site: www.cpscetec.com.br/crt Recursos Humanos Aplicativos

Leia mais

Tabela 32 Empresas de Serviços que Utilizaram Instrumentos Gerenciais, segundo Tipos de Instrumentos Estado de São Paulo 2001

Tabela 32 Empresas de Serviços que Utilizaram Instrumentos Gerenciais, segundo Tipos de Instrumentos Estado de São Paulo 2001 Estratégias de Gestão Os resultados da Paer mostram que a maioria das empresas pesquisadas preocupava-se com a informatização, sobretudo das atividades administrativas (72,93%), mas também das atividades

Leia mais

FAR - FACULDADE ALMEIDA RODRIGUES PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU CURSO GESTÃO DE PESSOAS EMENTA. Conteúdo Programático

FAR - FACULDADE ALMEIDA RODRIGUES PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU CURSO GESTÃO DE PESSOAS EMENTA. Conteúdo Programático FAR - FACULDADE ALMEIDA RODRIGUES PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU CURSO GESTÃO DE PESSOAS EMENTA Conteúdo Programático Módulo I 1) Teoria das Organizações Imagens das Organizações como Paradigmas Científicos

Leia mais

Situação de Trabalho. A "situação de trabalho" apresentou os resultados abaixo, considerando-se sempre os mesmos sujeitos, após um ano de formatura:

Situação de Trabalho. A situação de trabalho apresentou os resultados abaixo, considerando-se sempre os mesmos sujeitos, após um ano de formatura: Fatec Situação de Trabalho A "situação de trabalho" apresentou os resultados abaixo, considerando-se sempre os mesmos sujeitos, após um ano de formatura: Gráfico sobre a empregabilidade entre egressos

Leia mais

Aquisição da Microlins. Agosto 2008

Aquisição da Microlins. Agosto 2008 Aquisição da Microlins Agosto 2008 Overview da Transação A Anhanguera adquiriu uma participação de 30% na Microlins, a maior rede de cursos profissionalizantes do país Overview 657 franquias em todo Brasil

Leia mais

Conceitos. Empreendedor M E T O D O L O G I A. Atividade Empreendedora. Empreendedorismo. * Fonte: OCDE

Conceitos. Empreendedor M E T O D O L O G I A. Atividade Empreendedora. Empreendedorismo. * Fonte: OCDE METODOLOGIA M E T O D O L O G I A Conceitos Empreendedor Atividade Empreendedora Empreendedorismo * Fonte: OCDE M E T O D O L O G I A Conceitos Empreendedor Indivíduo que tenciona gerar valor através da

Leia mais

TECNOLOGIA EM BANCO DE DADOS

TECNOLOGIA EM BANCO DE DADOS TECNOLOGIA EM BANCO DE DADOS SOBRE O CURSO As informações de uma empresa são muito valiosas. E os profissionais que cuidam dela também. Por isso, o tecnólogo em Banco de Dados (Database Administrator)

Leia mais

Qualidade Certificada em MBA

Qualidade Certificada em MBA Qualidade Certificada em MBA Qualidade Certificada em MBA Contribuir para a excelência dos cursos de MBA no Brasil, desenvolvendo parâmetros de qualidade que norteiem sua estruturação e oferta. Fundada

Leia mais

Experiência da UFSC com Projetos Apoiados pela Lei 8248

Experiência da UFSC com Projetos Apoiados pela Lei 8248 Experiência da UFSC com Projetos Apoiados pela Lei 8248 Prof. Raul Sidnei Wazlawick Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Uso Institucional de Recursos da Lei 8248 Cooperação

Leia mais

PERFIL DO PALESTRANTE

PERFIL DO PALESTRANTE Agenda PERFIL DO PALESTRANTE João Batista Gonçalves jbatista@en-sof.com.br Formação Acadêmica Bacharel em Administração Pós Graduado em Sistemas Mestre em Finanças Experiência Profissional 35 Anos em Tecnologia

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 001/2010/2 UNEMAT DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE TANGARÁ DA SERRA - MT

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 Analista da Divisão de Contratos da PRODESP Diretor de Esporte do Prodesp

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM REDES DE COMPUTADORES. RECONHECIDO conforme PORTARIA n 64, de 04 de Fevereiro de 2011.

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM REDES DE COMPUTADORES. RECONHECIDO conforme PORTARIA n 64, de 04 de Fevereiro de 2011. CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM REDES DE COMPUTADORES RECONHECIDO conforme PORTARIA n 64, de 04 de Fevereiro de 2011. Título: Tecnólogo em Redes de Computadores Turno: Noturno Carga horária total: 2.000

Leia mais

MBA Executivo - Gestão e Retenção de Talentos

MBA Executivo - Gestão e Retenção de Talentos MBA Executivo - Gestão e Retenção de Talentos Proposta do curso: O curso de MBA Executivo em Gestão e Retenção de Talentos proporciona ao aluno o conhecimento das ferramentas necessárias para uma gestão

Leia mais

Como Contratar Pessoas que Geram Resultados Superiores

Como Contratar Pessoas que Geram Resultados Superiores Como Contratar Pessoas que Geram Resultados Superiores Sebastião de Oliveira Campos Filho Formado em Coaching pela Newfield Network (Washington DC) / ICF Mestre em Administração de Empresas (Mackenzie)

Leia mais

Jonas de Souza H2W SYSTEMS

Jonas de Souza H2W SYSTEMS Jonas de Souza H2W SYSTEMS 1 Tecnólogo em Informática Fatec Jundiaí MBA em Gerenciamento de Projetos FGV Project Management Professional PMI Mestrando em Tecnologia UNICAMP Metodologia de apoio à aquisição

Leia mais

Introdução ao Recrutamento Online

Introdução ao Recrutamento Online Introdução ao Recrutamento Online Introdução Recrutamento Online oferece aos recrutadores e profissionais de recursos humanos uma das mais poderosas e baratas soluções para captar talentos para uma organização.

Leia mais

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT Conhecimento para a ação em organizações vivas CONHECIMENTO O ativo intangível que fundamenta a realização dos seus sonhos e aspirações empresariais. NOSSO NEGÓCIO EDUCAÇÃO

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão Estratégica de Esportes

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão Estratégica de Esportes CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão Estratégica de Esportes Coordenação Acadêmica: Ana Ligia Nunes Finamor CÓDIGO: 1 OBJETIVO Desenvolver visão estratégica, possibilitando ao

Leia mais

Administração de CPD Chief Information Office

Administração de CPD Chief Information Office Administração de CPD Chief Information Office Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados ao profissional de

Leia mais

WWW.RJN.COM.BR. Av. Paulista, 1159. 8.º andar. cj 817/818. Cerqueira César. São Paulo/SP (11) 3141.0507 /. (11) 3266.7441

WWW.RJN.COM.BR. Av. Paulista, 1159. 8.º andar. cj 817/818. Cerqueira César. São Paulo/SP (11) 3141.0507 /. (11) 3266.7441 Introdução Com o crescimento acelerado do setor de construção e o surgimento de grandes projetos no Brasil, o mercado profissional de engenharia apresenta uma elevada demanda de profissionais, principalmente

Leia mais

Módulo 2 Custos de Oportunidade e Curva de Possibilidades de Produção

Módulo 2 Custos de Oportunidade e Curva de Possibilidades de Produção Módulo 2 Custos de Oportunidade e Curva de Possibilidades de Produção 2.1. Custo de Oportunidade Conforme vínhamos analisando, os recursos produtivos são escassos e as necessidades humanas ilimitadas,

Leia mais

1 Encontro Metropolitano de Tecnologia da Baixada Santista. Guia de Profissões - Tecnologia. Prof. Dr. Marcelo Pereira Bergamaschi

1 Encontro Metropolitano de Tecnologia da Baixada Santista. Guia de Profissões - Tecnologia. Prof. Dr. Marcelo Pereira Bergamaschi 1 Encontro Metropolitano de Tecnologia da Baixada Santista Guia de Profissões - Tecnologia Prof. Dr. Marcelo Pereira Bergamaschi Breve Currículo Marcelo Pereira Bergamaschi -> Bergamaschi Bacharelado em

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da

Leia mais

TI em Números Como identificar e mostrar o real valor da TI

TI em Números Como identificar e mostrar o real valor da TI TI em Números Como identificar e mostrar o real valor da TI João Maldonado / Victor Costa 15, Outubro de 2013 Agenda Sobre os Palestrantes Sobre a SOLVIX Contextualização Drivers de Custo Modelo de Invenstimento

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão do

Leia mais

Dia de Campo COOPRATA. 15 anos entregando soluções empresariais que constroem resultados.

Dia de Campo COOPRATA. 15 anos entregando soluções empresariais que constroem resultados. Dia de Campo COOPRATA 15 anos entregando soluções empresariais que constroem resultados. Gestão de Pessoas e o Mercado de trabalho Como está o mercado de trabalho para contratação de pessoas? Segundo a

Leia mais

A Materisalisaçao dos Recursos do Projeto CATI: Chave de Desenvolvimento Real

A Materisalisaçao dos Recursos do Projeto CATI: Chave de Desenvolvimento Real A Materisalisaçao dos Recursos do Projeto CATI: Chave de Desenvolvimento Real ELANGI BOTOY ITUKU ADMINISTRADOR DO PROJETO SEÇÃO DE APOIO À INOVAÇÃO E À TECNOLOGIA SAO TOME 24 DE MAYO DE 2014 Sumário Objetivo

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 94.15

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 94.15 REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 94.15 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) torna público que serão recebidas as inscrições para o Processo Seletivo nº 94.15 sob contratação em regime

Leia mais

Pequenas e Médias Empresas no Canadá. Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios

Pequenas e Médias Empresas no Canadá. Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios Pequenas e Médias Empresas no Canadá Pequenos Negócios Conceito e Principais instituições de Apoio aos Pequenos Negócios De acordo com a nomenclatura usada pelo Ministério da Indústria do Canadá, o porte

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 4031 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL Nº

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 4031 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO DE SELEÇÃO - EDITAL Nº Impresso por: RAFAEL DE SOUZA RODRIGUES DOS SANTOS Data da impressão: 10/08/015-14:4:5 SIGOEI - Sistema de Informações Gerenciais da OEI TERMO DE REFERÊNCIA Nº 401 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PROCESSO

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS

ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico e competitivo para

Leia mais

O papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios contemporâneo

O papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios contemporâneo O papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios contemporâneo Mestrado em Gestão estratégicas de Organizações Disciplina: Sistemas de Informação e Novas Tecnologias Organizacionais Professor:

Leia mais

Pós-Graduação MBA em Gestão para Segurança de Alimentos a distância

Pós-Graduação MBA em Gestão para Segurança de Alimentos a distância Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis SENAI EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A PÓS-GRADUAÇÃO Pós-Graduação MBA em Gestão para Segurança de Alimentos a distância A Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis,

Leia mais

Especialização em Gestão de Negócios

Especialização em Gestão de Negócios Especialização em Gestão de Negócios e Projetos Rio de Janeiro Presença nacional, reconhecimento mundial. Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das melhores escolas de negócios do mundo, pelo ranking de educação

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA

IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA Dr. Raul Martins Impactos da Lei de Informática em Universidades, Institutos de Pesquisa e Laboratórios 3 abril 2013, Anhembi, São Paulo Instituições de

Leia mais

Agenda. Modelagem de Sistemas de Informação II. Por que é importante gastar tempo estudando Requisitos? Aula 1 - Introdução.

Agenda. Modelagem de Sistemas de Informação II. Por que é importante gastar tempo estudando Requisitos? Aula 1 - Introdução. Modelagem de Sistemas de Informação II Aula 1 - Introdução Eber Schmitz Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro Agenda Por que é importante gastar tempo estudando Requisitos?

Leia mais

Pesquisa Anual de Serviços

Pesquisa Anual de Serviços 1 Pesquisa Anual de Serviços Perguntas e Respostas Qual o destaque da pesquisa? O setor movimentou R$ 1,1 trilhão em receita operacional líquida i, respondeu por 11 993 942 mil pessoas ocupadas e pagou

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO PROGRAMA DE ESTUDOS DO FUTURO. PESQUISA WebDelphi: PERSPECTIVAS DO EMPREGO E EMPREGABILIDADE

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO PROGRAMA DE ESTUDOS DO FUTURO. PESQUISA WebDelphi: PERSPECTIVAS DO EMPREGO E EMPREGABILIDADE FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO PROGRAMA DE ESTUDOS DO FUTURO PESQUISA WebDelphi: PERSPECTIVAS DO EMPREGO E EMPREGABILIDADE SÍNTESE DOS RESULTADOS RODADA 1 SÃO PAULO OUTUBRO, 2004 Pesquisa WebDelphi:

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Campus de Quixadá. Apresentação do Curso

Universidade Federal do Ceará Campus de Quixadá. Apresentação do Curso Universidade Federal do Ceará Campus de Quixadá Apresentação do Curso Coordenação Graduações tecnológicas Justificativa Áreas de atuação Metodologias de ensino Organização Curricular Avaliações Frequência

Leia mais

Apesar de colocar-se no campo das Engenharias, profissional destaca-se, também, pelo aprimoramento das relações pessoais

Apesar de colocar-se no campo das Engenharias, profissional destaca-se, também, pelo aprimoramento das relações pessoais Lustre sem graxa Engenharia de Produção Apesar de colocar-se no campo das Engenharias, profissional destaca-se, também, pelo aprimoramento das relações pessoais Falo sempre com a minha família que não

Leia mais