EDITAL Nº 20/2015/CAMPUS PORTO NACIONAL/IFTO, DE 05 DE JUNHO DE 2015.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL Nº 20/2015/CAMPUS PORTO NACIONAL/IFTO, DE 05 DE JUNHO DE 2015."

Transcrição

1 EDITAL Nº 20/2015//IFTO, DE 05 DE JUNHO DE SELEÇÃO PARA CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2015/2 REGULAMENTO SISU 2015/2 O DIRETOR GERAL PRO TEMPORE DO DO, nomeado pela Portaria nº nº 33/2011/REITORIA/IFTO, publicada no D.O.U. de 26 de janeiro de 2011, no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna pública a seleção de estudantes para provimento de vagas nos cursos de graduação oferecidos pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins Campus Porto Nacional, para ingresso no 2º semestre de 2015, através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), observando o seguinte: 1. DA ABERTURA 1.1. A seleção dos estudantes às vagas disponibilizadas por meio do Sisu de que trata este Edital será efetuada exclusivamente com base nos resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente ao ano de Os estudantes interessados em concorrer às vagas disponibilizadas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins Campus Porto Nacional deverão verificar as informações constantes do Termo de Adesão desta instituição ao Sisu O referido Termo de Adesão será disponibilizado no sítio eletrônico desta instituição e em local de grande circulação dos estudantes e conterá as seguintes informações: Os cursos e turnos participantes do Sisu, com os respectivos semestres de ingresso e número de vagas; O número de vagas reservadas em decorrência do disposto na Lei nº , de 29 de agosto de 2012, destacando, quando for o caso, o número de vagas reservadas exclusivamente para os indígenas; O número de vagas e as eventuais bonificações à nota do estudante no Enem decorrentes de políticas específicas de ações afirmativas eventualmente adotadas pela instituição; Os pesos e as notas mínimas eventualmente estabelecidos pela instituição para cada uma das provas do Enem, em cada curso e turno; e Os documentos necessários para a realização da matrícula dos estudantes selecionados, inclusive aqueles necessários à comprovação do preenchimento dos requisitos exigidos: a) Pela Portaria Normativa nº 18, de 11 de outubro de 2012; e b) Pelos atos internos das instituições que disponham sobre as políticas de ações afirmativas suplementares ou de outra natureza adotadas pela instituição O cronograma de inscrição, seleção e matrícula dos estudantes será divulgado em Edital da Secretaria de Educação Superior (SESu), do Ministério da Educação, a ser publicado no Diário Oficial da União e disponibilizado no endereço eletrônico Página 1 de 10

2 2. DA VALIDADE 2.1. Os resultados das convocações do exame de seleção para os cursos Superiores terão validade somente para o período letivo de sua realização, ou seja, o segundo semestre de DAS VAGAS E CURSOS 3.1. As informações referentes à distribuição das 40 (quarenta) vagas para o Campus Porto Nacional, eixo tecnológico, cursos, turnos, local e vagas ofertadas, conforme o quadro a seguir: QUADRO DE OFERTA DE VAGAS Eixo Curso Turno Local VAGAS Tecnológico Linguagens, códigos e suas tecnologias Gestão Licenciatura em Noturno Porto Nacional 20 Computação Graduação Tecnológica Noturno Porto Nacional 20 em Logística TOTAL DE VAGAS OFERTADAS PESOS POR GRUPO DE DISCIPLINAS Item Curso Pesos por área A1 A2 A3 A4 A5 01 COMPUTAÇÃO LOGÍSTICA Legenda: A1 Redação A2 Matemáticas e suas tecnologias A3 Ciências da natureza e suas tecnologias A4 Ciências humanas e suas tecnologias. A5 Linguagens, códigos e suas tecnologias Nota mínima por área de conhecimento do SISU: Estará desclassificado, o candidato que obtiver nota zero em qualquer uma das áreas do conhecimento Poderá fazer o curso o candidato que possuir o Ensino Médio Completo, comprovado no ato da matrícula. 4. POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS 4.1. Em atendimento às políticas afirmativas em consonância a Legislação Federal, em especial a Lei nº , de 29 de agosto de 2012, regulamentada pelo Decreto Federal nº 7.824, de 11 Página 2 de 10

3 Vagas Ampla Concorrência Estudantes portadores de necessidades especiais TOTAL DE VAGAS POR CURSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO de outubro de 2012, o Campus Porto Nacional disponibilizará as seguintes vagas para os Cursos Superiores: Procedimento de distribuição de vagas em conformidade a Lei Nº /2012 segundo os Cursos ofertados CURSOS VAGAS VAGAS RESERVADAS PELA LEI Nº 12711/2012 Candidato que cursou todo o ensino médio em escola pública e possui renda familiar per capita menor ou igual a 1,5 salário mínimo (um salário mínimo e meio). Pretos, pardos e indígenas. Demais Vagas Candidato que cursou todo o ensino médio em escola pública e possui renda familiar per capita maior a 1,5 salário mínimo (um salário mínimo e meio). Pretos, pardos e indígenas. Demais Vagas Curso de Licenciatura em Computação Curso de Tecnologia em Logística No caso de não preenchimento das vagas segundo os critérios estabelecidos no item 4.1 desse edital, aquelas remanescentes deverão ser completadas por estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas, seguindo os critérios abaixo: No caso de não preenchimento na reserva de vagas de estudantes com Renda inferior ou igual a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas, as vagas serão completadas com selecionados em reserva para Renda inferior ou igual a um salário mínimo e meio nos demais casos. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda superior a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda superior a um salário mínimo e meio nos demais casos; No caso de não preenchimento na reserva de vagas de estudantes com Renda inferior ou igual a um salário mínimo e meio nos demais casos, as vagas serão completadas com selecionados com Renda inferior ou igual a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda superior a um salário mínimo e meio nos demais casos. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda superior a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas; Página 3 de 10

4 No caso de não preenchimento na reserva de vagas de estudantes com Renda superior ou igual a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas, as vagas serão completadas com selecionados com Renda superior ou igual a um salário mínimo e meio nos demais casos. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda inferior a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda inferior a um salário mínimo e meio nos demais casos; No caso de não preenchimento na reserva de vagas de estudantes com Renda superior ou igual a um salário mínimo e meio nos demais casos, as vagas serão completadas com selecionados com Renda superior ou igual a um salário mínimo e meio autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda inferior a um salário mínimo e meio nos demais casos. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda inferior a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas; Em não havendo mais selecionados segundo critérios acima mencionados, as vagas serão preenchidas por candidatos selecionados na ampla concorrência; No caso de não preenchimento de vagas na ampla concorrência, as vagas serão completadas com selecionados da ampla concorrência. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda inferior ou igual a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com selecionados com Renda inferior ou igual a um salário mínimo e meio nos demais casos. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda superior a um salário mínimo e meio e autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Em não havendo selecionados neste, serão completadas com estudantes selecionados com Renda superior a um salário mínimo e meio nos demais casos Considera-se escola pública aquela inteira e exclusivamente subvencionada pelo Poder Público, não sendo considerada como escola pública a entidade conveniada ou que receba do estudante pagamento ou valor de qualquer espécie e a qualquer título: Não será aceita matrícula de candidato que não se enquadrar nos termos do item A renda familiar bruta mensal per capita será apurada de acordo com o seguinte procedimento: I - calcula-se a soma dos rendimentos brutos auferidos por todas as pessoas da família a que pertence o estudante, levando-se em conta os três meses anteriores à data do resultado do processo seletivo; II - calcula-se a média mensal dos rendimentos brutos apurados; e III - divide-se o valor apurado pelo número de pessoas da família do estudante APENAS para candidato que se inscreverem em vaga reservada a renda inferior a 1,5 salário mínimo (um salário mínimo e meio) per capita, haverá necessidade de apresentação de Formulário Padrão do IFTO de Autodeclaração de Renda, Número de membros da família e Renda de cada membro do grupo familiar, acompanhado dos seguintes documentos comprobatórios: A) TRABALHADORES ASSALARIADOS 1. Cópia dos três últimos Contracheques; Página 4 de 10

5 2. Cópia de Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver; 3. Cópia da Carteira de Trabalho registrada e atualizada; 4. Cópia do Extrato atualizado da conta vinculada do trabalhador no FGTS; 5. Cópia de Extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos. B) ATIVIDADE RURAL 1. Cópia de Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver; 2. Cópia de Declaração de Imposto de Renda Pessoa Jurídica IRPJ, quando for o caso; 3. Quaisquer declarações referentes a pessoas jurídicas vinculadas ao candidato ou a membros da família, que comprove a renda afirmada, quando for o caso; 4. Cópia de Extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos, da pessoa física e das pessoas jurídicas vinculadas; 5. Cópia de Notas fiscais de vendas. C) APOSENTADOS E PENSIONISTAS 1. Cópia de Extrato mais recente do pagamento de benefício; 2. Cópia de Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver; 3. Cópia de Extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos. D) AUTÔNOMOS E PROFISSIONAIS LIBERAIS 1. Declaração de que é trabalhador autônomo com detalhamento das atividades que exerce e local onde trabalha e renda média mensal obtida, com firma reconhecida em cartório. 2. Cópia de Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver; 3. Quaisquer declarações referentes a pessoas jurídicas vinculadas ao candidato ou a membros da família, que comprove a renda afirmada, quando for o caso; 4. Cópia de Guias de recolhimento ao INSS com comprovante de pagamento do último mês, compatíveis com a renda declarada; 5. Cópia de Extratos bancários dos últimos três meses. E) RENDIMENTOS DE ALUGUEL OU ARRENDAMENTO DE BENS MÓVEIS E IMÓVEIS 1. Cópia de Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver. 2. Cópia de Extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos. 3. Cópia de Contrato de locação ou arrendamento devidamente registrado em cartório acompanhado dos três últimos comprovantes de recebimentos. F) TRABALHADOR DESEMPREGADO 1. Declaração de que se encontra desempregado, informando a origem do sustento familiar com firma reconhecida em cartório. 2. Cópia de baixa na Carteira de Trabalho, se for o caso; 3. Cópia da rescisão do contrato de trabalho ou comprovante de que cumpre aviso prévio, quando for o caso Estão excluídos do cálculo: I - os valores percebidos a título de: a) auxílios para alimentação e transporte; b) diárias e reembolsos de despesas; Página 5 de 10

6 c) adiantamentos e antecipações; d) estornos e compensações referentes a períodos anteriores; e) indenizações decorrentes de contratos de seguros; f) indenizações por danos materiais e morais por força de decisão judicial; e II - os rendimentos percebidos no âmbito dos seguintes programas: a) Programa de Erradicação do Trabalho Infantil; b) Programa Agente Jovem de Desenvolvimento Social e Humano; c) Programa Bolsa Família e os programas remanescentes nele unificados; d) Programa Nacional de Inclusão do Jovem - Pró-Jovem; e) Auxílio Emergencial Financeiro e outros programas de transferência de renda destinados à população atingida por desastres, residente em Municípios em estado de calamidade pública ou situação de emergência; e f) demais programas de transferência condicionada de renda implementados por Estados, Distrito Federal ou Municípios Compete exclusivamente ao estudante certificar-se de que cumpre os requisitos estabelecidos pela instituição para concorrer às vagas reservadas em decorrência do disposto na Lei nº /2012 e às vagas destinadas às políticas de ações afirmativas, sob pena de, caso selecionado, perder o direito à vaga. 5. DA PRÉ-MATRÍCULA E MATRÍCULAS 5.1. Os candidatos classificados no sistema de seleção, conforme ordem decrescente de pontuação e obedecendo ao número de vagas oferecidas, conforme o disposto em Edital, em lista nominal de chamada única, divulgada no dia 15 de junho de 2015, deverão efetuar primeiramente a pré-matrícula no endereço eletrônico no período de 18/06 a 23/06 de 2015, sendo obrigatória a impressão do comprovante de pré-matrícula As matrículas serão efetuadas no período de 19/06 a 23/06 de 2015, das 8h às 14h, na CORES Coordenação de Registros Escolares do Campus Porto Nacional do IFTO, acompanhado pelos pais ou responsável quando o candidato for menor de 18 anos No caso de impossibilidade de comparecimento do candidato, e no caso de candidato menor de 18 anos, na impossibilidade de comparecimento dos pais ou responsável, a matrícula poderá ser efetuada por procuração específica Caso não sejam preenchidas todas as vagas após a realização da chamada única prevista nesse edital, o IFTO informará ao SISU, que gerará listagem, a fim de formar a lista de espera do Processo Seletivo para o Ensino Superior 2015/ A inscrição na lista de espera não garantirá o direito à vaga, pois só será utilizada caso existam vagas ociosas para o curso pretendido O ESTUDANTE somente poderá manifestar interesse na lista de espera para o curso correspondente à sua primeira opção Não poderá participar da lista de espera o ESTUDANTE que tenha sido selecionado para o curso correspondente à sua primeira opção na chamada regular do processo seletivo do SISU P A documentação necessária para os candidatos selecionados pelo SISU efetuarem a matrícula é a seguinte: a) Formulário de pré-matrícula no site; b) Uma foto recente 3x4cm; c) Registro de Nascimento ou Casamento (Lei nº de 10/01/02 - art. 9º, I) [original e cópia]; Página 6 de 10

7 d) Carteira de Identidade (Lei nº 7.088, de 23/03/83 - art.1º, Portaria SENESU Nº 255/90 -art. 5º, 1º) [original e cópia]; e) CPF (original e cópia); f) Certificado de conclusão do Ensino Médio (antigo 2 grau) ou Estudos equivalentes ou Declaração de conclusão (somente para os alunos concludentes do ensino médio no ano de 2014, serão aceitas as declarações de conclusão). [original e cópia] Para os alunos concludentes em anos anteriores, somente com certificado e histórico (Lei 9.394/96 art. 44, II) [original e cópia]; g) Histórico Escolar do Ensino Médio [original e cópia]; h) Título de Eleitor e comprovante da última eleição (para maiores de 18 anos) (Lei de 15/07/65 - art. 7º, 1º, VI) [original e cópia]; i) Comprovante de estar em dia com as obrigações militares, somente para homens maiores de 18 anos (Lei nº de 17/08/64 art. 74, d ) [original e cópia]; Comprovante de endereço (conta de água, telefone ou energia elétrica) [ cópia 5.9. O candidato estrangeiro deve apresentar passaporte atualizado e/ou documento de identidade de estrangeiro, permanente ou temporário, atualizado, ou fotocópia do protocolo do processo, bem como Histórico Escolar do Ensino Médio ou equivalente (original e cópia) e Certificado Escolar do Ensino Médio ou equivalente (original e cópia), traduzido para a língua portuguesa por tradutor oficial juramentado, sob pena de perda da vaga Na falta de algum dos documentos, anteriormente mencionados, vedará a efetivação da matrícula O candidato que não efetuar a matrícula no período fixado perderá o direito à vaga Em caso de perda, furto ou roubo de Certidão de Nascimento ou Casamento e/ou Documento de Identificação, o candidato deverá apresentar, no dia da realização da matrícula, Boletim de Ocorrência Policial B.O., emitido no máximo 15 dias antes da matrícula, e assinará um termo de compromisso onde assumirá a responsabilidade de providenciar 2ª via de sua documentação perdida, furtada ou roubada em até 30 dias, sob pena de cancelamento da vaga Em caso de perda, furto ou roubo de Certidão de Nascimento ou Casamento e/ou Documento de Identificação, o candidato deverá apresentar, no dia da realização da matrícula, Boletim de Ocorrência Policial B.O., emitido no máximo 15 dias antes da matrícula, e assinará um termo de compromisso onde assumirá a responsabilidade de providenciar 2ª via de sua documentação perdida, furtada ou roubada em até 30 dias, sob pena de cancelamento da vaga. 6. DA LISTA DE ESPERA 6.1. As vagas eventualmente remanescentes ao final da 1ª chamada do processo seletivo do Sisu, referente à segunda edição de 2015, serão preenchidas por meio da utilização prioritária da lista de espera disponibilizada pelo Sistema de Seleção Para constar da lista de espera de que trata o item 6.1, o estudante deverá obrigatoriamente confirmar no Sisu o interesse à vaga, durante o período especificado no Edital referido no item Os candidatos classificados serão convocados para manifestação de interesse nas vagas ociosas da 1ª chamada do processo seletivo do Sisu. A chamada será realizada com as inscrições deferidas por ordem de classificação, em data e horário a ser divulgada por essa instituição. Página 7 de 10

8 7. DISPOSISÕES GERAIS 7.1. A Comissão de Processo Seletivo terá a responsabilidade de zelar pela disciplina e lisura do Processo Seletivo e para o qual poderá utilizar-se de todos os meios admitidos em direito para sua garantia A inscrição do candidato no presente Processo Seletivo implicará na aceitação irrestrita de suas normas e exigências, sem direito algum a compensações decorrentes da anulação ou do cancelamento de sua inscrição, de eliminação do processo seletivo ou, ainda, de seu não aproveitamento por falta de vagas ou por inobservância dos ditames e dos prazos fixados Estará automaticamente eliminado o candidato que utilizar quaisquer meios ilícitos para inscrição e/ou matrícula As informações obtidas a partir dos resultados do Processo Seletivo 2015/2 poderão ser utilizadas para: Compor a avaliação de medição da qualidade do Ensino Médio no Tocantins; Criar referência para o aperfeiçoamento dos currículos do Ensino Médio; Desenvolver estudos e indicadores sobre a educação no Estado do Tocantins; Estabelecer critérios de acesso do candidato a programas e projetos educacionais do IFTO; Constituir parâmetros para a autoavaliação do candidato, com vista à comunidade de sua formação e à sua inserção no mercado de trabalho Os candidatos ao Curso Superior de Graduação Tecnológica em Logística e do Curso Superior de Licenciatura em Computação que forem convocados e efetuarem suas matrículas estão cientes de que frequentarão suas aulas no Campus Porto Nacional do IFTO e/ou outro local indicado pela Reitoria do IFTO ou pela Direção Geral do Campus Porto Nacional do IFTO, e também, da possibilidade de serem oferecidas aulas, inclusive, aos sábados e em outros turnos A efetivação da matrícula implica na aceitação, por parte do aluno, da Organização Didático- Pedagógica dos Cursos Superiores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins, dos regulamentos existentes dos Cursos Superiores e do Regimento Disciplinar Discente Em suas dependências, o IFTO se reserva o direito de exigir dos alunos o uso do uniforme padrão, bem como outro tipo de identificação Qualquer irregularidade (fraude, quebra de sigilo, etc.) cometida por professores, servidores técnico-administrativos e alunos do IFTO, constatada antes, durante ou após o Processo Seletivo, será objeto de sindicância, inquérito administrativo e/ou policial, nos termos da legislação pertinente (normas do Regime Jurídico Único e demais normas complementares em vigor), estando o infrator sujeito às penalidades previstas na respectiva legislação É de responsabilidade exclusiva do estudante a observância dos procedimentos e prazos estabelecidos nos editais e nas normas que regulamentam o Sisu, bem como os respectivos horários de atendimento na instituição e a apresentação dos documentos exigidos para a matrícula É de responsabilidade do estudante acompanhar, por meio do Portal do Sisu, no endereço e do sítio eletrônico da instituição, no endereço eventuais alterações referentes ao processo seletivo do Sisu referente à segunda edição de Página 8 de 10

9 7.11. A inscrição do estudante no processo seletivo do Sisu referente à segunda edição de 2015 implica o consentimento com a utilização e a divulgação de suas notas e das informações prestadas no Enem, inclusive aquelas constantes do questionário socioeconômico, assim como os dados referentes a sua participação no Sisu A inscrição do estudante no processo seletivo do Sisu referente à segunda edição de 2015 implica o conhecimento e concordância expressa das normas estabelecidas na Portaria Normativa MEC nº 21/2012 e nos editais divulgados pela SESu, bem como das informações constantes do Termo de Adesão da Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins Campus Porto Nacional O Instituto se reserva o direito de eventualmente chamar um número de candidatos maior que o previsto no edital caso haja condições para tal Casos omissos, não previstos neste Edital, serão julgados pela Reitoria do IFTO após ouvidas as Comissões de Processo Seletivo e Gerência de Ensino Este Edital entra em vigor, a partir da data de sua publicação, sendo válido apenas para este Processo Seletivo, revogadas as disposições em contrário. 8. DO QUADRO DE DATAS 2015/ As divulgações na internet serão publicadas no endereço Divulgação chamada única 15/06/ /06/2015 a 23/06/ Preencher e imprimir Pré-matrícula no Pré-matrícula site Matrícula 19/06/2015 a 23/06/2015 (das 08h às 14h) Atenção: Todos os aprovados deverão fazer sua pré-matrícula na internet e levar o comprovante impresso no dia da matrícula. 15/06/15 a 26/06/15 Convocação Lista de Espera SISU 2015/2. Inscrições Lista de Espera - Coordenação de Registros Escolares 02/07/15 a 07/07/15 (Cores) das 08h às 14h. 08/07/15 Resultado Lista de Espera no site: Período para Pré-matrícula da lista de espera no site 10 a 14/07/15 Atenção: Todos os aprovados em lista de espera deverão fazer sua pré-matrícula na internet e levar o comprovante impresso no dia da matrícula. Matrículas Lista de Espera - Coordenação de Registros Escolares 13 a 14/07/15 (Cores) das 08h às14h. *Versão original assinada Miguel Camargo da Silva Diretor Geral Página 9 de 10

10 Página 10 de 10

ANEXO III DECLARAÇÃO DE EGRESSO DE ESCOLA PÚBLICA (TERMO DE ESCOLA PÚBLICA) Assinatura do candidato/ responsável legal Local e Data:

ANEXO III DECLARAÇÃO DE EGRESSO DE ESCOLA PÚBLICA (TERMO DE ESCOLA PÚBLICA) Assinatura do candidato/ responsável legal Local e Data: ANEXO III DECLARAÇÃO DE EGRESSO DE ESCOLA PÚBLICA (TERMO DE ESCOLA PÚBLICA) Eu,, portador(a) do CPF:, aprovado(a) dentro das vagas reservadas para o curso, câmpus, do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

ANEXO IV - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita

ANEXO IV - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita ANEXO IV - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita 1. A renda familiar bruta mensal per capita, para fins de verificação da Ação Afirmativa 1A e Ação Afirmativa

Leia mais

ANEXO III - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita

ANEXO III - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita ANEXO III - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita 1. A renda familiar bruta mensal per capita, para fins de verificação da Ação Afirmativa 1A e Ação Afirmativa

Leia mais

CANDIDATO: Gostaria de saber o que é o Sistema de Reserva de Vagas.

CANDIDATO: Gostaria de saber o que é o Sistema de Reserva de Vagas. CANDIDATO: Gostaria de saber o que é o Sistema de Reserva de Vagas. COMPERVE: É um sistema criado pelo Governo que destina um percentual de vagas para alunos de escola pública. No caso da Escola de Enfermagem

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A COMPROVAÇÃO DE RENDA NO PROCESSO SELETIVO UFFS/2014

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A COMPROVAÇÃO DE RENDA NO PROCESSO SELETIVO UFFS/2014 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A COMPROVAÇÃO DE RENDA NO PROCESSO SELETIVO UFFS/2014 1. Em quais opções de escolha preciso comprovar a renda? Conforme o EDITAL Nº 572/UFFS/2013 - PROCESSO SELETIVO UFFS/2014.1,

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA No 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012

PORTARIA NORMATIVA No 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 PORTARIA NORMATIVA No 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 Dispõe sobre a implementação das reservas de vagas em instituições federais de ensino de que tratam a Lei no 12.711, de 29 de agosto de 2012, e o Decreto

Leia mais

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 Dispõe sobre a implementação das reservas de vagas em instituições federais de ensino de que tratam a Lei

Leia mais

DA MATRÍCULA DATA DA MATRÍCULA CAMPUS LOCAL HORÁRIO

DA MATRÍCULA DATA DA MATRÍCULA CAMPUS LOCAL HORÁRIO DA MATRÍCULA CAMPUS LOCAL HORÁRIO BAMBUÍ CONGONHAS Secretaria dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação Rodovia Bambuí/Medeiros Km 05 Caixa Postal 05 - Bambuí MG (37) 3431-4974 Secretaria IFMG Câmpus Congonhas

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN COMISSÃO PERMANENTE DE VESTIBULAR - COPEVE

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN COMISSÃO PERMANENTE DE VESTIBULAR - COPEVE PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROEN COMISSÃO PERMANENTE DE VESTIBULAR - COPEVE EDITAL 002/2014 - PROCESSO DE ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PARA O PROGRAMA DE ACESSO SERIADO (PAS) DA

Leia mais

Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012

Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012 Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012 Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO. EDITAL COMPLEMENTAR N o 29/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO. EDITAL COMPLEMENTAR N o 29/2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO EDITAL COMPLEMENTAR N o 29/2015 CONVOCAÇÃO DE CANDIDATOS INSCRITOS NA LISTA DE ESPERA DO SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA (SiSU) PARA PREENCHIMENTO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO Sisu 2014-1

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO Sisu 2014-1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO Sisu 2014-1 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA MATRÍCULA DA 1ª CHAMADA DA LISTA DE ESPERA O Reitor da Universidade Federal

Leia mais

Agrimensura 15 Controle Ambiental 23 Informática 02 Mecatrônica 08 Secretariado 20 Segurança do Trabalho 12

Agrimensura 15 Controle Ambiental 23 Informática 02 Mecatrônica 08 Secretariado 20 Segurança do Trabalho 12 EDITAL Nº 005/2014//IFTO, DE 14 DE MARÇO DE 2014. SELEÇÃO PARA CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2014/1 VAGAS REMANESCENTES O DIRETOR-GERAL

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos)

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos) Anexo 03 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos) a) Certificado de conclusão do Ensino Médio (original e fotocópia legível); b) Histórico Escolar do Ensino Médio

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO EDITAL Nº 08/2015

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO EDITAL Nº 08/2015 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO EDITAL Nº 08/2015 CONVOCAÇÃO DE CANDIDATOS INSCRITOS NA LISTA DE ESPERA DO SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA/SiSU PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS NÃO OCUPADAS NOS CURSOS

Leia mais

EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC.

EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC. EDITAL Nº 06/2012 DISPÕE SOBRE O PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE ESTUDO NA ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING ESIC. A Escola Superior de Gestão Comercial e Marketing ESIC, mantido pela Associação

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2014

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2014 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2ª edição de 2014 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Documentos necessários para efetuar a matrícula

Documentos necessários para efetuar a matrícula Documentos necessários para efetuar a matrícula ENSINO TÉCNICO INTEGRADO a) Certificado de conclusão e histórico escolar do Ensino Fundamental; e) Certidão de alistamento militar ou carteira de reservista,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS EDITAL Nº 006/2014//IFTO, DE 14 DE MARÇO DE 2014. SELEÇÃO PARA CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2014/1 VAGAS REMANESCENTES O DIRETOR-GERAL DO INSTITUTO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2 A - UFERSA

PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2 A - UFERSA EDITAL Nº. 025/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2 A Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA, considerando o disposto na Portaria Normativa MEC nº 21, de 05 de novembro de

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG PROCESSO SELETIVO 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG PROCESSO SELETIVO 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG PROCESSO SELETIVO 2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015 PARA INGRESSO NO CURSO DE GRADUAÇÃO DE HISTÓRIA LICENCIATURA (MODALIDADE EDUCAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS. EDITAL Nº 203 - DIPS/UFLA, de 19 de maio de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS. EDITAL Nº 203 - DIPS/UFLA, de 19 de maio de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS EDITAL Nº 203 - DIPS/UFLA, de 19 de maio de 2015 SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA - SISU VERSÃO 2015/2 A Pró-Reitoria

Leia mais

Edição Número 214 de 06/11/2012. Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 21, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2012

Edição Número 214 de 06/11/2012. Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 21, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2012 Edição Número 214 de 06/11/2012 Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 21, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2012 Dispõe sobre o Sistema de Seleção Unificada - Sisu. O MINISTRO DE ESTADO DA

Leia mais

Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012.

Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012. Dispõe sobre a documentação necessária para a matrícula

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 19/2015-PROGRAD PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS REMANESCENTES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFAC DE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PRG DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS - DIPS EDITAL COMPLEMENTAR Nº 155 DIPS/UFLA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PRG DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS - DIPS EDITAL COMPLEMENTAR Nº 155 DIPS/UFLA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PRG DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS - DIPS EDITAL COMPLEMENTAR Nº 155 DIPS/UFLA A Universidade Federal de Lavras (UFLA), em cumprimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDITAL N.º 012/PROEG/UFMT PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO 2016 DE GRADUAÇÃO EM MÚSICA A Universidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 43/2014 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSO SELETIVO CPPS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSO SELETIVO CPPS EDITAL Nº. 001/2016 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO EM CURSOS DE GRADUAÇÃO PRESENCIAIS 2016.1 A Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA, considerando o disposto na Portaria Normativa MEC nº 21,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SISU 2ª EDIÇÃO DE 2015 COMUNICADO OFICIAL Nº 11

PROCESSO SELETIVO SISU 2ª EDIÇÃO DE 2015 COMUNICADO OFICIAL Nº 11 UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PROGRAD PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DAE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR COSEAC COORDENAÇÃO DE SELEÇÃO ACADÊMICA PROCESSO SELETIVO SISU 2ª EDIÇÃO DE 2015 COMUNICADO

Leia mais

EDITAL Nº 04/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS TÉCNICOS 2016/1

EDITAL Nº 04/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS TÉCNICOS 2016/1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO - CÂMPUS RIO VERDE EDITAL Nº 04/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO

Leia mais

COMISSÃO DE PROCESSOS SELETIVOS - CPPS

COMISSÃO DE PROCESSOS SELETIVOS - CPPS CONVOCATÓRIA Nº 01 PARA MANIFESTAÇÃO PRESENCIA DE INTERESSE À VAGA REMANESCENTES DO 2º PROCESSO SEETIVO TÉCNICO DE 2015 - CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE EM FORESTAS A Comissão de Processos Seletivos do IFPA

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA Conceitos De acordo com a Portaria Normativa do Ministério da Educação de n 18, de 11 de outubro de 2012, que

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV EDITAL PRE Nº 021/2015 Processo Seletivo SiSU 2015.2 A Universidade Federal

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

EDITAL Nº. 009, DE 19 DE JANEIRO DE 2015. CONCURSO VESTIBULAR 2015-1º Semestre - ENEM FASE ÚNICA

EDITAL Nº. 009, DE 19 DE JANEIRO DE 2015. CONCURSO VESTIBULAR 2015-1º Semestre - ENEM FASE ÚNICA O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA, considerando o disposto na Portaria Normativa MEC nº 21, de 5 de novembro de 2012, torna público que a seleção de estudantes para provimento

Leia mais

EDITAL Nº 12, DE 03 DE JUNHO DE 2015 2º SEMESTRE 2015

EDITAL Nº 12, DE 03 DE JUNHO DE 2015 2º SEMESTRE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 12, DE 03 DE JUNHO DE 2015 2º SEMESTRE 2015

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 O reitor em exercício da reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO. INGRESSO DE DISCENTES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2010 2º semestre EDITAL N 64 / 2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO. INGRESSO DE DISCENTES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2010 2º semestre EDITAL N 64 / 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO INGRESSO DE DISCENTES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2010

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Curso Técnico Data Horário Local Endereço Design de Móveis Eletrônica Eventos Informática Mecânica Transações Imobiliárias

Curso Técnico Data Horário Local Endereço Design de Móveis Eletrônica Eventos Informática Mecânica Transações Imobiliárias EDITAL Nº 23/2013, de 05 de julho de 2013 Processo Nº 23225.001064/2013-11 MATRÍCULA E COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PARA A RESERVA DE VAGAS NO PROCESSO SELETIVO 2013, 2º semestre O Diretor

Leia mais

1.4. No ato da inscrição, o candidato deverá optar por apenas um curso e uma das modalidades: optante ou não optante pela reserva de vagas.

1.4. No ato da inscrição, o candidato deverá optar por apenas um curso e uma das modalidades: optante ou não optante pela reserva de vagas. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO COMISSÃO COORDENADORA DO VESTIBULAR EDITAL N.º 03/2015-CCV/UFES ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EXTRAORDINÁRIO A UNIVERSIDADE FEDERAL DO

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO - UFES COMISSÃO COORDENADORA DO VESTIBULAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO - UFES COMISSÃO COORDENADORA DO VESTIBULAR EDITAL N.º 07/2015-CCV/UFES ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE COMUNICAÇÃO A UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO (UFES), representada pela Comissão

Leia mais

Documentos para matrícula e para comprovação das políticas de ações afirmativas

Documentos para matrícula e para comprovação das políticas de ações afirmativas Documentos para matrícula e para comprovação das políticas de ações afirmativas AMPLA CONCORRÊNCIA O candidato classificado na ampla concorrência, deverá apresentar no ato da 2.3) Certidão de Registro

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO E REGISTROS ACADÊMICOS ANEXO COMPLEMENTAR II EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE

Leia mais

EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2

EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015.2 EDITAL Nº 011/2015-PROGRAD/UFC

PROCESSO SELETIVO 2015.2 EDITAL Nº 011/2015-PROGRAD/UFC PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO, INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (COPIC) Curso de Licenciatura em Letras-LIBRAS PROCESSO SELETIVO 2015.2 EDITAL Nº 011/2015-PROGRAD/UFC O Pró-Reitor de

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2014 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Edital Bolsa Paulo Freire Regulamenta a concessão de bolsas de estudo para o período 2016.

Edital Bolsa Paulo Freire Regulamenta a concessão de bolsas de estudo para o período 2016. 1 Edital Bolsa Paulo Freire Regulamenta a concessão de bolsas de estudo para o período 2016. A administração do Curso Pré Vestibular Paulo Freire, no uso de suas atribuições, anuncia que estarão abertas,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2/2015. EDITAL Nº 013/2015 de 05 de junho de 2015.

PROCESSO SELETIVO 2/2015. EDITAL Nº 013/2015 de 05 de junho de 2015. PROCESSO SELETIVO 2/2015 EDITAL Nº 013/2015 de 05 de junho de 2015. O Pró-Reitor de Graduação, considerando o disposto na Portaria Normativa MEC nº 21, de 5 de novembro de 2012, torna público que a seleção

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS E CIDADANIA GABINETE DA PRÓ-REITOR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS E CIDADANIA GABINETE DA PRÓ-REITOR EDITAL 014/2015-PROAECI/UFES PROCESSO SELETIVO SISU - RETIFICADO COMPROVAÇÃO DA RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PARA A RESERVA DE VAGAS O Pró-Reitor em exercício de Assuntos Estudantis e Cidadania da Universidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO PRÓ-REITORIA DE ENSINO - PROEN

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO PRÓ-REITORIA DE ENSINO - PROEN 0 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO PRÓ-REITORIA DE ENSINO - PROEN EDITAL N 043 DE 15 DE JUNHO DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO DE ESTUDANTES

Leia mais

EDITAL COPEPS Nº 001/2015

EDITAL COPEPS Nº 001/2015 EDITAL COPEPS Nº 001/2015 Dispõe sobre o processo seletivo de estudantes para os cursos presenciais de graduação da Universidade Federal de Ouro Preto para ingresso no primeiro semestre letivo de 2015.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013

PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013 PROCESSO SELETIVO LISTA DE ESPERA SISU EDITAL DE UTILIZAÇÃO DA LISTA DE ESPERA SISU 2013/1 EDITAL Nº 01 /2013 O, de acordo com a legislação vigente e conforme previsto na Portaria Normativa MEC n 21, de

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

EDITAL Nº 12/2015 CURSO TURNO MODALIDADE DURAÇÃO FASE VAGAS MATUTINO BACHARELADO 10 SEMESTRES 1ª 16 FÍSICA NOTURNO LICENCIATURA 8 SEMESTRES 1ª 24

EDITAL Nº 12/2015 CURSO TURNO MODALIDADE DURAÇÃO FASE VAGAS MATUTINO BACHARELADO 10 SEMESTRES 1ª 16 FÍSICA NOTURNO LICENCIATURA 8 SEMESTRES 1ª 24 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - CAMPUS CONCÓRDIA Rod. SC 283 km 08 Vila Fragosos Concórdia SC - CEP 89.700-000 Fone: (49) 3441-4800/3441-4834

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO EDITAL Nº 25, DE 07 DE FEVEREIRO DE 2014. CRONOGRAMA E PROCEDIMENTOS

Leia mais

Quadro 1 Remanejamento de estudantes do 2º para o 1º semestre. Publicação da 1ª listagem dos estudantes remanejados 25/02

Quadro 1 Remanejamento de estudantes do 2º para o 1º semestre. Publicação da 1ª listagem dos estudantes remanejados 25/02 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO SiSU 2015-1 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA MATRÍCULA DA 2ª CHAMADA, CONFORME LISTA DE ESPERA DO SISU 2015-1 O Reitor

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO UFBA - SISU 2015 GRADUAÇÃO, MODALIDADE PRESENCIAL, DOS CANDIDATOS SELECIONADOS PELO SISU, COM BASE

Leia mais

EDITAL Nº. 10/2014-PROEN/IFRN PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO 1º SEMESTRE LETIVO DE 2014

EDITAL Nº. 10/2014-PROEN/IFRN PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO 1º SEMESTRE LETIVO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRO-REITORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ACESSO DISCENTE

Leia mais

Edital nº 30, de 04 de janeiro de 2013

Edital nº 30, de 04 de janeiro de 2013 Edital nº 30, de 04 de janeiro de 2013 O Reitor Pro Tempore, do - IFAC, no uso de suas atribuições legais, conferidas pela Portaria Ministerial nº 1.041, de 20.08.2012, publicada no D.O.U. nº 161, Seção

Leia mais

3. DO TERMO DE ADESÃO DO IFMG AO SISU - 2ª EDIÇÃO DE

3. DO TERMO DE ADESÃO DO IFMG AO SISU - 2ª EDIÇÃO DE EDITAL Nº 0129 DE 2015 DO PROCESSO SELETIVO SISU/MEC 2015/2 PARA OS CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS - IFMG O Reitor do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CONVOCAÇÃO EM 7ª CHAMADA - PROCESSO SELETIVO 2013/1 CURSOS TÉCNICO INTEGRADO E TÉCNICO SUBSEQUENTE O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO) - Campus Gurupi, por intermédio

Leia mais

1. AÇÕES AFIRMATIVAS 2. DO CADASTRAMENTO DATA HORÁRIO LOCAL

1. AÇÕES AFIRMATIVAS 2. DO CADASTRAMENTO DATA HORÁRIO LOCAL EDITAL DE CADASTRAMENTO, REMANEJAMENTO E MATRÍCULA PARA CANDIDATOS CLASSIFICADOS NO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA O CURSO SUPERIOR DE LETRAS, COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS (LIBRAS)/LÍNGUA

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS:

PERGUNTAS E RESPOSTAS: PERGUNTAS E RESPOSTAS: 1. Na falta de algum documento por ocasião do Registro Acadêmico perderei minha vaga? R.: Sim, porém, excepcionalmente, mediante justificativa fundamentada e comprovada (Boletim

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE VESTIBULAR DE VERÃO/2015 INFORMAÇÕES SOBRE MATRÍCULA - CÂMPUS SAPIRANGA APROVADOS NA 1ª CHAMADA - FORMA INTEGRADA

INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE VESTIBULAR DE VERÃO/2015 INFORMAÇÕES SOBRE MATRÍCULA - CÂMPUS SAPIRANGA APROVADOS NA 1ª CHAMADA - FORMA INTEGRADA INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE VESTIBULAR DE VERÃO/2015 INFORMAÇÕES SOBRE MATRÍCULA - CÂMPUS SAPIRANGA APROVADOS NA 1ª CHAMADA - FORMA INTEGRADA 1) LOCAL DE MATRÍCULA: Coordenação de Registros Acadêmicos

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO NA FORMA DE OFERTA DE ENSINO SUBSEQUENTE

EDITAL Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO NA FORMA DE OFERTA DE ENSINO SUBSEQUENTE EDITAL Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO NA FORMA DE OFERTA DE ENSINO SUBSEQUENTE O DIRETOR-GERAL PRÓ TEMPORE DO, DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS CENTRO UNIVERSITÁRIO DE LINS - UNILINS Regulamentação do Processo Seletivo para Concessão de Bolsa de Estudo Gratuidade. O presente documento regulamenta os procedimentos e os critérios empregados na seleção

Leia mais

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato):

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato): Atenção Candidato! DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI Na Fase de Comprovação você deverá apresentar cópia, acompanhada dos documentos originais abaixo solicitados. Para

Leia mais

Edição Número 101, sexta-feira, 29 de maio de 2015.

Edição Número 101, sexta-feira, 29 de maio de 2015. Edição Número 101, sexta-feira, 29 de maio de 2015. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL Nº 16, DE 28 MAIO DE 2015 PROCESSO SELETIVO - SEGUNDA EDIÇÃO DE 2015 SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA - SISU A SECRETÁRIA

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ Campus de Acaraú DEPARTAMENTO DE ENSINO SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL RETIFICAÇÃO DO EDITAL INTERNO IFCE Nº 02/2015 SELEÇÃO PARA CONCESSÃO

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

3. Do Curso, Local, Tempo de Duração e Número de Vagas. As vagas disponíveis e a duração do curso estão listadas na tabela a seguir:

3. Do Curso, Local, Tempo de Duração e Número de Vagas. As vagas disponíveis e a duração do curso estão listadas na tabela a seguir: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO PRETO Rua Pandiá Calógeras, 898 Bairro Bauxita Ouro

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS Documentação RELAÇÃO DE DOCUMENTOS Os documentos devem ser enviados pelos pré-selecionados, após a inscrição para a FAEL, no prazo definido no Cronograma do Processo Seletivo do Prouni 2015 (clique aqui

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE VESTIBULAR DE VERÃO/2015 INFORMAÇÕES SOBRE MATRÍCULA - CÂMPUS SAPIRANGA

INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE VESTIBULAR DE VERÃO/2015 INFORMAÇÕES SOBRE MATRÍCULA - CÂMPUS SAPIRANGA INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE VESTIBULAR DE VERÃO/2015 INFORMAÇÕES SOBRE MATRÍCULA - CÂMPUS SAPIRANGA APROVADOS NA 1ª CHAMADA - FORMA SUBSEQUENTE 1) LOCAL DE MATRÍCULA: Coordenação de Registros Acadêmicos

Leia mais

PORTARIA GR nº 273/2015

PORTARIA GR nº 273/2015 PORTARIA GR nº 273/2015 Regulamenta a Concessão de Bolsa de Estudo Demanda Social no âmbito da Universidade Católica de Santos UniSantos O Reitor da Universidade Católica de Santos - UniSantos, no uso

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015 EDITAL SUPLEMENTAR Nº 3

PROCESSO SELETIVO 2015 EDITAL SUPLEMENTAR Nº 3 UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PROGRAD PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COSEAC COORDENAÇÃO DE SELEÇÃO ACADÊMICA PROCESSO SELETIVO 2015 EDITAL SUPLEMENTAR Nº 3 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA NO IFC

DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA NO IFC DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA NO IFC ANEXO I DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE RENDA FAMILIAR 1. INFORMAÇÕES GERAIS O cálculo do rendimento bruto familiar, tanto para os pedidos de isenção de inscrição quanto

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010 Edição Número 18 de 27/01/2010 Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010 Institui e regulamenta o Sistema de Seleção Unificada, sistema informatizado

Leia mais

EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS) NO EXAME DE SELEÇÃO/VESTIBULAR IFPE 2016

EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS) NO EXAME DE SELEÇÃO/VESTIBULAR IFPE 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO REITORIA EDITAL Nº 142 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2015 ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA DOS(AS) CANDIDATOS(AS) APROVADOS(AS)

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015

PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015 PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDOS - FPTE 2015 A FUNDAÇÃO PAULISTA DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO, define os procedimentos, critérios e normas para a seleção de candidatos e renovação às bolsas de estudo integrais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 02/CEPE, DE 06 DE JANEIRO DE 2015 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO (CEPE), tendo em vista a decisão tomada em sua 331ª Reunião Ordinária, realizada em 15 de dezembro de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS PROCESSO SELETIVO 1º/ 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS PROCESSO SELETIVO 1º/ 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROCESSOS SELETIVOS PROCESSO SELETIVO 1º/ 2015 EDITAL Nº 199 DIPS/UFLA, de 19 de dezembro de 2014 A Pró-Reitoria de Graduação PRG,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 01/2012 CHAMADA PÚBLICA PARA CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC IFG/CÂMPUS JATAÍ

CHAMADA PÚBLICA 01/2012 CHAMADA PÚBLICA PARA CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC IFG/CÂMPUS JATAÍ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CÂMPUS JATAÍ CHAMADA PÚBLICA 01/2012 CHAMADA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ EDITAL Nº 001/2015, DE 05 DE MAIO DE 2015 CAMPUS AVANÇADO DIRCEU ARCOVERDE/IFPI Dispõe processo seletivo de candidatos para ingresso nos cursos de formação inicial e continuada (FIC) em Cadista para a

Leia mais

SELEÇÃO AO PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL AO ENSINO MÉDIO NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - PROEJA

SELEÇÃO AO PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL AO ENSINO MÉDIO NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - PROEJA SELEÇÃO AO PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL AO ENSINO MÉDIO NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - PROEJA MANUAL DO CANDIDATO PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL AO

Leia mais

ProUni FADERGS. Documentos para Comprovação de Informações

ProUni FADERGS. Documentos para Comprovação de Informações ProUni FADERGS Documentos para Comprovação de Informações Os candidatos Pré-Selecionados deverão apresentar a FADERGS, para comprovação de informações, cópia simples acompanhada da via original dos seguintes

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 2º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

EDITAL Nº 021/2015-PROGRAD. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no uso de suas atribuições, considerando:

EDITAL Nº 021/2015-PROGRAD. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no uso de suas atribuições, considerando: EDITAL Nº 021/2015-PROGRAD ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS REMANESCENTES PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIOESTE, PARA O ANO LETIVO DE 2015. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense DECLARAÇÃO DE COMPROVAÇÃO DE RENDA - PROGRAMA DE AÇÕES AFIRMATIVAS (SISTEMA DE COTAS) (somente para candidatos que declararem renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita) Nome

Leia mais