CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA /UNATEC CURSO DE REDES DE COMPUTADORES 2º. PERÍODO NOITE A. VoIP no ambiente Corporativo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA /UNATEC CURSO DE REDES DE COMPUTADORES 2º. PERÍODO NOITE A. VoIP no ambiente Corporativo"

Transcrição

1 CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA /UNATEC CURSO DE REDES DE COMPUTADORES 2º. PERÍODO NOITE A VoIP no ambiente Corporativo Trabalho referente ao módulo Projeto Aplicado do Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Orientador: Thiérs Hofman do Bom Conselho Integrantes: Antônio Sergio Morais Carizia Angélica Alves Moreira Giovanni Rodrigues Coutinho Gláucio Mauri de Oliveira Lucas Oliveira Dantas Marcio Luiz Medeiros Paulo Cesar de Carvalho Fernandes Belo Horizonte MG 2º Sem./ 2010

2 Resumo A aplicação da tecnologia VoIP (voz sobre IP) é uma das metas de investimentos de fornecedores de soluções e usuários de telecomunicações nestes últimos anos. A tecnologia abre novos horizontes para possíveis aplicações, integrando voz e dados num mesmo terminal de usuário, aproximando pessoas geograficamente distantes, proporcionando a interatividade de aplicativos e diminuindo os custos de comunicação quando comparada às convencionais ligações telefônicas interurbanas. O seguinte trabalho apresenta uma pesquisa sobre VoIP e analisa algumas características importantes como interoperabilidade entre os equipamentos, segurança dos dados e disponibilidade. Visa mostrar se a implementação é viável ou não para uma empresa de pequeno e médio porte. Apresenta as vantagens e desvantagens, e tem a finalidade de demonstrar se esta tecnologia substituirá a telefonia convencional. Palavras chaves: VoIP, Interoperabilidade, Telefonia Abstract The application of VoIP (Voice over IP) is one of the investment targets of solution providers and users of telecommunications in the last years. The technology opens new horizons for possible applications, integrating voice and data in a single user terminal, bringing people geographically distant, providing the interactivity of applications and reducing communication costs when compared to conventional long distance phone calls. The following paper presents research on VoIP and examines some important features such as interoperability between equipment, data security and availability. It aims to show whether the implementation is feasible or not for a small or medium sizes. Presents the advantages and disadvantages, and aims to demonstrate whether this technology will replace the conventional telephony. Keywords: VoIP, Interoperability, Telephony

3 1 Introdução Trafegar voz, dados e imagem sobre uma única rede baseada no ambiente de internet: esta revolucionária tecnologia é uma das soluções mais buscadas pelas corporações que desejam manterem-se competitivas atualmente. A VoIP vem permitir a digitalização de voz e o empacotamento de dados IP para a transmissão em uma rede que utilize os protocolos TCP/IP, possibilitando assim este tipo de integração entre os dados. Diversas corporações têm adotado esta tecnologia para otimizar a comunicação interna e externa, e quando incorporada a aparelhos de PABX, a tecnologia permite a realização de ligações para telefones convencionais, móveis e ramais IP. Esta é a grande tendência do mercado moderno corporativo. O uso de Voz sobre IP (VoIP) vem sendo popularizado a cada dia e se tornando um importante objeto de investimentos por fornecedores de soluções e usuários de telecomunicações nos últimos anos. De acordo com o site da NetWord 1 : O sistema funciona através da ligação de um Computador, Gateway de Voz ou ATA, equipamento responsável pela transformação de voz em dados (pacotes IP) que são enviados através da rede de comunicação de dados até o local remoto (filial) aonde os pacotes serão reconvertidos em voz por um equipamento idêntico. Os gateways podem ser ligados diretamente a telefones comuns, centrais PABX ou KS. Apesar de poucos ambientes de escritório e residências utilizarem uma infraestrutura puramente de telefonia IP, provedores de telecomunicações usam a tecnologia rotineiramente. Seu uso é ainda mais visível quando uma empresa necessita comunicar dois sítios distantes a nível internacional. Outro tipo de aplicação corporativo deste sistema resulta na tele-conferência de empresas com seus colaboradores e com custos bem reduzidos, podendo este custo chegar a ser nulo. À primeira vista parece bem interessante telefonar pela internet e pagar muito pouco (ou nada) por isso. Mas como em qualquer outro sistema, toda aquisição, mudança ou implementação dentro de uma empresa trará consigo não só os prós, mas também os contras. Esse novo tipo de equipamento exige uma mudança na maneira de pensar. Quais são os cuidados necessários? Quais são as alterações na rede de internet/telefonia da empresa? 1

4 Quais são as relações de dependências criadas? Há considerações que devem ser levadas em conta antes de uma implantação do sistema: Instalação e integração: são os custos gerados para instalação, quer seja pelo funcionário da empresa ou pelo integrador do sistema. Adaptação: é a integração das aplicações existentes com as novas, dentro do mesmo sistema. Manutenção: é o tempo de suporte após a falha. Normalmente se usa o contrato de manutenção normal (8 às 17 horas), mas caso se deseje trabalhar com sistema de prontidão (24 h x 7 dias) há uma elevação drástica no preço de manutenção. Atualizações: A prestação de garantia para o software normalmente abrange a solução de erros somente na versão instalada. Para uma nova versão, geralmente o serviço é cobrado do cliente. Uma alternativa seria um contrato de manutenção do software, que pode amenizar o problema, mas não eliminar porque também é cobrado. Energia elétrica: os sistemas de VoIP normalmente consomem mais energia do que os sistemas tradicionais. Vários outros aspectos são discutidos a respeito do VoIP como, disponibilidade, segurança e interoperabilidade entre equipamentos e serviços. Baseando-se nesses aspectos, esse artigo visa responder uma questão muito comum e pertinente no caso de uma implementação do VoIP: O VoIP erradicará a telefonia tradicional em ambientes corporativos de pequeno e médio porte? Nosso principal objetivo é analisar a implementação do VoIP em uma empresa de médio porte, e como objetivos secundários buscar respostas para as questões apresentadas acima como disponibilidade e segurança do sistema, e também a interoperabilidade entre equipamentos e serviços. 2 Desenvolvimento 2.1 Fundamentação teórica VoIP e seu funcionamento. Trafegar voz sobre IP já é possível, isso através da tecnologia VoIP que é denominada Voz sobre IP. Através de um computador, um gateway de voz ou ATA,

5 equipamentos que codificam a voz em pacotes que serão transportados por uma rede TCP/IP e que chegará ao gateway do destino. Esse por sua vez transformará os pacotes em voz novamente, possibilitando assim a comunicação por voz entre duas pessoas usando uma rede TCP/IP. Segundo o site da InfoWester: Apesar de ganhar destaque recentemente, o VoIP não é uma tecnologia nova. Ela já era trabalhada antes mesmo da popularização da internet e chegou a ser considerada um fracasso pelo fato da velocidade de transmissão de dados ser baixo naquela época, impedindo-a de se tornar funcional na maioria das redes. Para que o VoIP se tornasse um tecnologia viável, foi (e é) necessário investir em QoS (Quality of Service), isto é, em qualidade de serviço. Para que isso fosse possível, uma das soluções seria o aumento da largura de banda, ou seja, o aumento da velocidade de transmissão e recepção de dados. Como o acesso à internet em banda larga é cada vez mais comum, principalmente em empresas, o VoIP passou a se beneficiar disso (ALECRIN: 2005). O VoIP não é uma tecnologia atual, pela velocidade de transmissão de dados que tínhamos a pelo menos uma década atrás, a tecnologia não obteve sucesso. Nos dias atuais, cada vez mais a velocidade de dados aumenta, sendo em redes locais, redes campos, mais ainda em redes metropolitana e redes WAN, que utilizam a internet como meio de comunicação. Assim possibilita o uso dos serviços da tecnologia VoIP, tornado cada vez mais popular principalmente em ambientes corporativos. De acordo com o site da NET World 2 : Utilizando a Tecnologia de transmissão de voz sobre o protocolo IP (VoIP), o protocolo da Internet, as pessoas e empresas podem economizar custos de chamadas telefônicas entre filiais e matriz, curta ou longa distância uma vez que elas já estejam interligadas através de uma rede de dados. Com esta tecnologia, os dados, a voz e vídeos podem ser transmitidos pela mesma rede baseada em protocolo IP, unificando a infra-estrutura de rede. Como resultado, as pessoas e empresas terão uma grande economia de custos resultante da redução dos custos de contas telefônicas. Os serviços VoIP, estão cada vez mais presentes em ambientes corporativos, principalmente na comunicação entre matriz e filiais, com isso o ganho é muito grande em se tratando de custo. 2

6 2.1.2 Disponibilidade Segundo Fábio Amorim, Business Development Engineer da Attachmate América Latina: Quando mudamos a comunicação por voz de circuitos dedicados para protocolo IP, a voz é, de certa maneira, forçada a competir com tudo o que há na rede corporativa. Para evitar conflitos entre voz e dados, a rede precisa ser ajustada de forma a priorizar voz e acomodar a largura de banda destinada aos outros serviços que utilizam a rede(amorim: 2009). A utilização da tecnologia VoIP exige planejamento, pois a implementação dessa tecnologia criará uma competição com os outros hosts da rede, portanto a rede terá que ser balanceada para fornecer a banda necessária para a utilização do VoIP dentro da corporação. De acordo com Marco Oishi, Engenheiro de Telecomunicações: Um ponto importante do projeto de implementação do VoIP que muitas vezes não é levado em consideração é a redundância da telefonia na empresa, através de linhas convencionais. Apesar da tecnologia VoIP estar bem amadurecida e apresentar uma excelente disponibilidade, o mesmo não pode ser dito na Internet banda larga no Brasil. Usamos algumas tecnologias antigas, como o ADSL, que podem apresentar problemas e prejudicar assim a comunicação VoIP na empresa. Para possuir total disponibilidade e não correr o risco de perder a comunicação da empresa em um evento que o link de Internet esteja indisponível é importante que haja uma alternativa para encaminhamento das ligações, e por isso deve ser mantida a conexão com a telefonia convencional, através de linhas analógicas e/ou troncos E1/T1(OISHI : 2009). A tecnologia VoIP utiliza a internet para transmissão de pacotes que serão convertidos em voz no destino, com isso a disponibilidade de dados fica dependente dos links contratados pelas corporações, esses links podem ficar indisponíveis temporariamente, seja por uma falha, manutenção na operadora, etc, impedindo a comunicação através da tecnologia, por tanto é importante a permanência da tecnologia de comunicação analógica, que poderá suprir a indisponibilidade do link de internet Segurança Assim como muitas das novas tecnologias, o VoIP também apresenta riscos de segurança e oportunidades de ataques. As características inseparáveis à de rede de dados e

7 telefonia faz do VoIP uma ferramenta suscetível aos problemas de segurança de ambas tecnologias. Além disso, existem os problemas de segurança intrínsecos da tecnologia VoIP. De acordo com Alessandro Paganucci do CPqD, Da mesma forma que a tecnologia VoIP possibilita a criação de novos serviços e aplicações com funcionalidades capazes de proporcionar a seus usuários um ganho de produtividade e eficiência no mundo das comunicações, a ausência de procedimentos adequados de operação, homologação de sistemas VoIP e de políticas restritivas, visando a utilização responsável do serviço, pode expor o ambiente de telefonia IP da organização a ameaças e vulnerabilidades que podem vir a comprometer a segurança e impactar seriamente na confidencialidade, integridade, disponibilidade e autenticidade das informações transmitidas por essas rede (PAGANUCC:2008). Segundo a Symantec 3, O VoIP é outro exemplo de como a Internet está mudando as comunicações, reduzindo o seu custo e simplificando a infra-estrutura das empresas. Com a previsão de aumento no uso de VoIP, é provável que os invasores busquem cada vez mais formas de explorar essa tecnologia, que por sua vez já está sujeita à maioria das ameaças que colocam em risco as redes de dados. Se a sua empresa optar por adotar VoIP, ela deverá estar preparada para lidar com a falta de recursos de segurança que estão integrados nos sistemas VoIP atuais. Com consciência e compromisso com a segurança, sua empresa pode tirar proveito da redução de custos que a VoIP oferece Interoperabilidade A tecnologia VoIP está se expandindo de tal forma que hoje temos uma variedade muito grande de fornecedores, equipamentos e protocolos. O resultado disto é um retardo no desenvolvimento da tecnologia, o que torna difícil a interconexão entre equipamentos de diferentes fornecedores. Visando melhorias para a tecnologia, algumas empresas do setor criaram um forum global, a UCIF - Unified Communications Interoperability Forum, que vem buscando uma padronização dos equipamentos. HP, Juniper, Microsoft, Logitech/LifeSize e Polycom criaram um fórum de discussões e desenvolvimento de padrões de comunicação entre equipamentos e aplicativos de UC. 3

8 As cinco empresas de tecnologia global se uniram no Unified Communications Interoperability Forum (UCIF) em uma tentativa de unificar o ecossistema de UC, e contam com uma lista crescente de empresas associadas, incluindo Acme Packet, Aspect, AudioCodes, Broadcom, BroadSoft, Brocade, ClearOne, Jabra, Plantronics, RADVISION, Siemens Enterprise Communications e Teliris. O UCIF tem foco na interoperabilidade de todas as modalidades de comunicações unificadas baseadas nos padrões existentes. A iniciativa surgiu a partir da preocupação de que muitas empresas estão prontas para implementar soluções de UC, mas as preocupações de interoperabilidade têm retardado a implementação. Os fabricantes unidos em torno da UCIF acreditam que a certificação de produtos vai ajudar a reduzir o risco e a complexidade de implementação e, como conseqüência, estimular o crescimento do mercado mundial (CARVALHO: 2010). Um dos problemas mais comuns no meio VoIP é a questão da interconexão entre equipamentos de diferentes fabricantes e modelos. Em função deste problema, algumas empresas, já com visão futura, estão desenvolvendo soluções para sanar estas questões, facilitando cada vez mais a implementação do VoIP no meio corporativo. A VeriSign é um exemplo de empresa desenvolvedora de softwares de interoperabilidade entre equipamentos VoIP. Segundo o site Baboo 4 : O ICE, uma metodologia baseada em padrões, permite que funcionários e corporações comuniquem-se mais facilmente através de NATs, uma barreira para a conectividade de vídeos e VoIP. O ICE fornece uma série de soluções para que estas comunicações possam ser usadas como NAT s. "Encontrar uma maneira de fazer o VoIP trabalhar melhor através de NATs e firewalls é um problema que precisa ser enfrentado pelas empresas", segundo Gurdeep Singh Pall, vice-presidente corporativo do Grupo de Colaboração em Tempo-Real da Microsoft. "A Microsoft e a Cisco estão encorajando nossos parceiros a utilizar a metodologia ICE para garantir experiências mais confortáveis para nossos clientes, e para melhorar a interoperabilidade do VoIP entre redes". "Com empresas fornecedoras de serviços instalando cada vez mais serviços baseados no VoIP, o uso da metodologia ICE por duas companhias tão grandes como Microsoft e Cisco trará vantagens a nossos usuários", segundo Don Proctor vice-presidente sênior do Grupo de Tecnologia de Voz da Cisco. "Nosso compromisso é de fornecer interoperabilidade de protocolos onipresentes e diretos para usuários de nossos serviços baseados em soluções VoIP, para que eles experimentem melhores experiências de voz, vídeo e colaboração. 4 VoIP_a19558_z0.aspx

9 3 Metodologia Para elaboração deste trabalho foi utilizada a pesquisa bibliográfica em sites e revistas especializadas, em conjunto com uma pesquisa qualitativa aplicada a profissional da área. A escolha pela pesquisa qualitativa foi feita visando uma análise mais técnica, mais aprofundada sobre o tema. A parte da pesquisa bibliográfica foi feita com base em informações de sites com artigos de autoria de profissionais renomados no assunto abordado pelo nosso trabalho. Todo o conteúdo foi produzido abordando os objetivos específicos estabelecidos de acordo com uma análise prévia do o tema. Com relação à pesquisa qualitativa, utilizamos do artifício da entrevista com profissional de TI que utiliza, projeta e implementa o VoIP, com o intuito de obter uma visão do ponto de vista prático, da tecnologia aplicada pós-projeto e das vantagens e desvantagens percebidas. Desta forma, conseguimos demonstrar uma abordagem tanto teórica quanto prática sobre o tema proposto, visando maior clareza para o leitor deste trabalho. 4. Resultados Conforme entrevista realizada com um Analista de Telecomunicações Sênior de uma empresa prestadora de serviços de integração na área de tecnologia da informação de Belo Horizonte MG, com certificação Cisco CCVP (Cisco Certified Voice Professional) e experiência com implementação de projetos VoIP, pudemos observar vantagens e desvantagens na implementação desta tecnologia, as quais iremos citar. Quando perguntado sobre a qualidade de uma ligação VoIP, o entrevistado respondeu que essa qualidade depende diretamente do codec (codificador de sinal analógico para digital), e também do meio pelo qual este sinal está trafegando, ou seja, a internet ou um link privado. No caso da internet não se pode garantir uma boa qualidade de voz, ao contrário do que acontece no link privado onde há uma excelente qualidade de voz.

10 Outra questão apresentada foi a ocorrência de uma eventual queda de energia, onde o analista responde que caso a empresa não tenha um plano de contingência de energia, a telefonia VoIP da empresa não funcionará até o restabelecimento da mesma. Em se tratando de interoperabilidade, o entrevistado nos faz perceber que existe sim interoperabilidade entre equipamentos de diferentes fabricantes. Os encarregados dessa tarefa são os protocolos de sinalização abertos, através dos quais duas centrais IP de fabricantes diferentes podem trocar sinalização e permitir a comunicação entre os telefones destas centrais, como fundamentado em nosso artigo. Nos quesitos retorno dos investimentos e tamanho da empresa, ficou claro que hoje existem soluções de VoIP no mercado que atendem desde pequenas empresas até grandes corporações e que o retorno dos investimentos com VoIP tem variação, devendo levar-se em consideração tanto o valor total investido, como também a redução dos gastos mensais com ligações. No que se refere à segurança de sistemas VoIP, o analista entrevistado afirma que estes sistemas estão sujeitos aos mesmos ataques de uma rede de dados, pois o tráfego de voz é feito no mesmo tipo de rede, utilizando protocolos IP. O mesmo citou alguns tipos de ataques, tais como a interceptação e modificação de mensagens, interrupção de serviços, acessos não autorizados às funcionalidades do sistema, entre outros. Quando questionado sobre uma forma de se evitar os ataques aos sistemas VoIP, foi proposta a implantação de uma boa política de segurança, no sentido de aperfeiçoar e aprimorar a detecção de possíveis irregularidades. Um assunto relevante quanto à utilização da tecnologia VoIP em uma corporação diz respeito a possibilidade de dispensa da telefonia convencional. Foi mencionado pelo entrevistado que a utilização do VoIP poderá ser feita para comunicação entre diferentes sites (como entre matrizes e filiais) e para que isso ocorra, a tecnologia depende diretamente do link de dados da empresa, porém esse link poderá ficar indisponível, o que causaria a parada de toda a comunicação com demais sites. A utilização da telefonia convencional, em contra partida, deverá ser uma opção de contingência, visando a prevenção de possíveis indisponibilidades da rede VoIP ou para ligações que tem como destino, um telefone ligado a telefonia pública. Sendo assim, o uso da telefonia convencional nas corporações não poderá ser dispensada.

11 Pela dependência da tecnologia VoIP à internet, assuntos importantes são discutidos. Um desses assuntos é se na implantação da tecnologia VoIP em uma corporação convém usar a internet que a empresa já utiliza, forçando assim a disputa de banda com os outros hosts da rede, ou contratar um link dedicado para a utilização da tecnologia. Assim foi aplicada a pergunta ao nosso entrevistado. O principal aspecto respondido foi o custo beneficio para a instalação da tecnologia, utilizando a internet compartilhada com toda a rede não é garantida a perfeita qualidade do funcionamento do VoIP, mas é uma opção que tem um custo menor, já um link dedicado garante a qualidade, mas é uma opção mais cara, ficando a opção para o negócio da empresa, também nosso entrevistado ressaltou uma opção interessante ao escolher um link dedicado, podendo usar a internet compartilhada a rede como uma redundância de link, assim na indisponibilidade do link dedicado, é feito o uso da internet da rede da empresa para o funcionamento do VoIP. Quanto à questão da disponibilidade, segundo o entrevistado, a tecnologia VoIP já apresenta várias soluções, com o intuito de evitar quedas do serviço. Não dependente somente de soluções, quem utiliza a tecnologia deve analisar o contrato com o provedor do serviço, com a finalidade de se ter um SLA (Service Level Agreement Nível de Acordo de Serviço) que sustente uma percentagem satisfatória em relação ao tempo que o serviço ficará disponível e em relação a capacidade do link. Fabricantes desenvolveram vários equipamentos de custos diversos. Dependendo da necessidade do cliente, algumas soluções podem produzir interligação do sistema de telefonia VoIP com aplicações específicas, como o correio de voz, visando aumentar a produtividade da equipe. 5. Conclusão Conforme pesquisas feitas, obtivemos resposta sobre questões de segurança, qualidade, disponibilidade, entre outros. Sobre a qualidade da ligação do VoIP, ela está diretamente ligada a codificação e decodificação e a velocidade de transferência da rede, sendo indicado a utilização de link dedicado para se obter uma comunicação de boa qualidade. Outro aspecto preocupante é a segurança de redes VoIP, conforme dito pela Symantec, que como qualquer outro aplicativo ou serviço dentro de uma rede TCP/IP está ameaçada por invasões, redirecionamentos e interceptações. É recomendado que uma boa política de segurança seja implementada na empresa.

12 Outro assunto muito discutido quando se fala de implantação ou implementação de VoIP em uma corporação é a duvida em relação a necessidade de utilização do sistema analógico antigo. Segundo os profissionais consultados, por se tratar de uma tecnologia que necessita de um link de rede entre as filiais ou até mesmo a internet, é indispensável o uso da tecnologia analógica que funcionaria como uma contingência para eventuais falhas ou manutenções preventivas / corretivas no sistema, mantendo assim a continuidade dos serviços. Neste mesmo assunto é discutida também a possibilidade de não se utilizar a rede corporativa já existente e contratar um link dedicado somente para este serviço, o qual foi muito bem avaliado pois esse link dedicado diminuiria os riscos com relação a segurança e sobrecarga. Com relação à disponibilidade, concluímos que são necessários acordos de serviços com SLA's agressivos, vale também procurar uma solução que faça a ligação da rede VoIP a uma rede de telefonia convencional, proporcionando assim uma certa folga na resolução de problemas por um técnico especializado para que seja feita a manutenção necessária, sem que o serviço de telefonia fique indisponível durante este tempo. Concluímos assim que a tecnologia VoIP está em pleno crescimento. Vários quesitos abordados nesta pesquisa, tais como a redução de preços do serviço de telefonia, o payback do investimento não ser muito longo e a questão de empresas estarem investindo na interoperabilidade da tecnologia, fazem do VoIP um excelente negócio para uma empresa de médio ou grande porte. Quanto a uma empresa de pequeno porte, o empecilho que pode se tornar preocupante seria a necessidade de um alto investimento inicial para a compra de equipamentos necessários para implementação do serviço, a gestão da infraestrutura e a aquisição de um link dedicado. Verificamos que a tecnologia VoIP modifica de forma sustentável os sistemas de comunicação da empresa, mas para que não haja surpresas desagradáveis, deverão ser consideradas em qualquer projeto todas as variáveis de custo, integrando-as no cálculo do custo total do projeto, para decidir se é viável ou não o uso do VoIP. Seria bastante interessante a continuidade dessa pesquisa, identificando principalmente as melhorias a serem realizadas nessa tecnologia e as melhores práticas para aumentar a segurança das redes VoIP. Devemos salientar também que o VoIP não é um sistema exclusivo de empresas, mas um sistema que pode ser utilizado também em ambientes domésticos.

13 6 Referências ALECRIM, Emerson. Tecnologia VoIP: Disponível em: Acessado em: 25 set AMORIM, Fábio. VoIP: Cinco passos para uma boa implementação: Disponível em: Acessado em: 28 set CARVALHO, Jaqueline. Aliança global vai criar padrões de interoperabilidade em Comunicações Unificadas: Disponível em: Acessado em 28 set Microsoft e Cisco anunciam medidas para a popularização do VoIP: Disponível em: Acessado em 23 set 2010 OISHI, Marco. Cuidados para implementação de redes VoIP corporativas: Disponível em: Acessado em: 25 set PAGANUCCI, Alessandro. Segurança em VoIP: Disponível em: dentro/artigos/seguranca-em-voip.html. Acessado em: 25 set VoIP: A nova geração em telefonia. Disponível em: Acessado em: 24 set VoIP é o recurso certo para sua empresa? Disponível em: Acessado em: 27 set 2010.

Guia Técnico Inatel Guia das Cidades Digitais

Guia Técnico Inatel Guia das Cidades Digitais Guia Técnico Inatel Guia das Cidades Digitais Módulo 3: VoIP INATEL Competence Center treinamento@inatel.br Tel: (35) 3471-9330 As telecomunicações vêm passando por uma grande revolução, resultante do

Leia mais

:: Telefonia pela Internet

:: Telefonia pela Internet :: Telefonia pela Internet http://www.projetoderedes.com.br/artigos/artigo_telefonia_pela_internet.php José Mauricio Santos Pinheiro em 13/03/2005 O uso da internet para comunicações de voz vem crescendo

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDES E SEGURANÇA DE SISTEMAS TELEFONIA IP E VOIP RESUMO

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDES E SEGURANÇA DE SISTEMAS TELEFONIA IP E VOIP RESUMO INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDES E SEGURANÇA DE SISTEMAS TELEFONIA IP E VOIP RESUMO Artigo Científico Curso de Pós-Graduação em Redes e Segurança de Sistemas Instituto

Leia mais

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens Callix PABX Virtual SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens Por Que Callix Foco no seu negócio, enquanto cuidamos da tecnologia do seu Call Center Pioneirismo no mercado de Cloud

Leia mais

VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA

VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA Introdução Saiba como muitas empresas em todo mundo estão conseguindo economizar nas tarifas de ligações interurbanas e internacionais. A História do telefone Banda Larga

Leia mais

Se eu tenho o serviço de Voz sobre Internet, para quem posso ligar?

Se eu tenho o serviço de Voz sobre Internet, para quem posso ligar? 1 Conheça o sistema de Voz sobre IP (ou VOIP) O que é Voz sobre IP / Voz sobre Internet Protocolo? R. Voz sobre IP permite que você faça ligações telefônicas utilizando uma rede de computadores, como a

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK)

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) 1. VPN Segundo TANENBAUM (2003), VPNs (Virtual Private Networks) são redes sobrepostas às redes públicas, mas com

Leia mais

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia.

A EMPRESA. A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A EMPRESA A Future Technology é uma divisão da Do Carmo voltada para o mercado de soluções em tecnologia. A experiência da Future Technology nas diversas áreas de TI disponibiliza aos mercados público

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR fevereiro/2011 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 QUEM SOMOS?... 4 3 PRODUTOS... 5 3.1 SMS... 6 3.2 VOZ... 8 3.3 INFRAESTRUTURA... 12 3.4 CONSULTORIA... 14 4 SUPORTE... 14

Leia mais

Voz em ambiente Wireless

Voz em ambiente Wireless Voz em ambiente Wireless Mobilidade, acesso sem fio e convergência são temas do momento no atual mercado das redes de comunicação. É uma tendência irreversível, que vem se tornando realidade e incorporando-se

Leia mais

7 Modelos de Négocio para o PLC

7 Modelos de Négocio para o PLC 87 7 Modelos de Négocio para o PLC Há basicamente três modelos de negócio que podem ser usados para o PLC baseados no valor de investimento e nível de risco que as empresas de energia se dispõem em aceitar

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE SOLUÇÃO TELEFONIA IP E CORDLESS EM UMA CONCESSIONÁRIA DE VEÍCULOS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE SOLUÇÃO TELEFONIA IP E CORDLESS EM UMA CONCESSIONÁRIA DE VEÍCULOS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE SOLUÇÃO TELEFONIA IP E CORDLESS EM UMA CONCESSIONÁRIA DE VEÍCULOS Felipe Tozetto Costa¹; Luis Miguel Schiebelbein², Rafael Scoczynski Ribeiro³ ¹ Faculdades Ponta Grossa Ponta Grossa

Leia mais

VELOCIDADE DE TRANSMISSÃO DE DADOS UTILIZANDO VPNs

VELOCIDADE DE TRANSMISSÃO DE DADOS UTILIZANDO VPNs VELOCIDADE DE TRANSMISSÃO DE DADOS UTILIZANDO VPNs Rogers Rodrigues Garcia 1, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavai PR Brasil rogersgarcia@live.com, juliocesarp@unipar.br Resumo:

Leia mais

LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES.

LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES. v8.art.br LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES. www.liguetelecom.com.br 0800 888 6700 VOIP FIXO INTERNET LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO

Leia mais

Peça para um amigo baixar o programa também, e você pode começar a experimentar o VoIP para ver como funciona. Um bom lugar para procurar é

Peça para um amigo baixar o programa também, e você pode começar a experimentar o VoIP para ver como funciona. Um bom lugar para procurar é VOIP Se você nunca ouviu falar do VoIP, prepare-se para mudar sua maneira de pensar sobre ligações de longa distância. VoIP, ou Voz sobre Protocolo de Internet, é um método para pegar sinais de áudio analógico,

Leia mais

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança.

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda Managed Office Protection É fato, tanto pequenas e médias e grandes empresas enfrentam os mesmos riscos

Leia mais

Serviços Prestados Infovia Brasília

Serviços Prestados Infovia Brasília Serviços Prestados Infovia Brasília Vanildo Pereira de Figueiredo Brasília, outubro de 2009 Agenda I. INFOVIA Serviços de Voz Softphone e Asterisk INFOVIA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO INFOVIA MINISTÉRIO

Leia mais

A EMPRESA SOLUÇÕES CORPORATIVAS SOLUÇÕES PARA OPERADORAS. Wholesale. Servidores SIP. Flat Fixo Brasil em CLI. IPBX Segurança e economia

A EMPRESA SOLUÇÕES CORPORATIVAS SOLUÇÕES PARA OPERADORAS. Wholesale. Servidores SIP. Flat Fixo Brasil em CLI. IPBX Segurança e economia A EMPRESA A ROTA BRASIL atua no mercado de Tecnologia nos setores de TI e Telecom, buscando sempre proporcionar às melhores e mais adequadas soluções aos seus Clientes. A nossa missão é ser a melhor aliada

Leia mais

F n u d n a d ment n os o Vo V I o P Introdução

F n u d n a d ment n os o Vo V I o P Introdução Tecnologia em Redes de Computadores Fundamentos de VoIP Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Introdução VoIP (Voice over Internet Protocol) A tecnologia VoIP vem sendo largamente utilizada

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

REDES CORPORATIVAS. Soluções Avançadas para Comunicação Empresarial

REDES CORPORATIVAS. Soluções Avançadas para Comunicação Empresarial REDES CORPORATIVAS Presente no mercado há 31 anos, a Compugraf atua em vários segmentos da comunicação corporativa, oferecendo serviços e soluções de alta tecnologia, com reconhecida competência em diversos

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

Tecnologia da Informação UNIDADE 3

Tecnologia da Informação UNIDADE 3 Tecnologia da Informação UNIDADE 3 *Definição * A segurança da informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor que possuem para a organização. *Definição

Leia mais

Tecnologia da Informação UNIDADE 3:Estrutura organizacional de TI

Tecnologia da Informação UNIDADE 3:Estrutura organizacional de TI Tecnologia da Informação UNIDADE 3:Estrutura organizacional de TI * A segurança da informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor que possuem para a organização.

Leia mais

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Cloud Computing é a denominação adotada para a mais recente arquitetura de sistemas informáticos. Cada vez mais empresas

Leia mais

CAPÍTULO 13. Conectividade Linhas Privativas Comercias LINHAS PRIVATIVAS COMERCIAIS

CAPÍTULO 13. Conectividade Linhas Privativas Comercias LINHAS PRIVATIVAS COMERCIAIS CAPÍTULO 13 LINHAS PRIVATIVAS COMERCIAIS Todos os serviços de conectividade e comunicação de dados oferecidos por qualquer operadora de telecomunicações, devem terminar nos pontos finais de utilização

Leia mais

V3PN Voice, Video and Integrated Data IP. Palestra V3PN

V3PN Voice, Video and Integrated Data IP. Palestra V3PN V3PN Voice, Video and Integrated Data IP V3PN Voice, Video and Integrated Data Palestrante André Gustavo Lomônaco Diretor de Tecnologia da IPPLUS Tecnologia Mestre em Engenharia Elétrica Certificado Cisco

Leia mais

Serviço fone@rnp: descrição geral

Serviço fone@rnp: descrição geral Serviço fone@rnp: descrição geral Este documento descreve o serviço de Voz sobre IP da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa. RNP/REF/0347 Versão Final Sumário 1. Apresentação... 3 2. Definições... 3 3. Benefícios

Leia mais

Unidade 1. Conceitos Básicos

Unidade 1. Conceitos Básicos Unidade 1 Conceitos Básicos 11 U1 - Conceitos Básicos Comunicação Protocolo Definição de rede Rede Internet 12 Comunicação de dados Comunicação de dados comunicação de informação em estado binário entre

Leia mais

Estudo de caso. Varejo/Atacado Força de vendas Estudo de caso comercial

Estudo de caso. Varejo/Atacado Força de vendas Estudo de caso comercial Estudo de caso Representantes de vendas da Diarco otimizam o sistema de pedidos em mais de 50.000 lojas em todo o país com a Mobile Empresa: Diarco é a principal empresa de comércio atacadista de auto-atendimento

Leia mais

Este tutorial apresenta conceitos e recomendações para o planejamento de uma rede multi-serviço.

Este tutorial apresenta conceitos e recomendações para o planejamento de uma rede multi-serviço. O que se deve considerar no planejamento de uma rede multi-serviço? Este tutorial apresenta conceitos e recomendações para o planejamento de uma rede multi-serviço. Jorge Moreira de Souza Doutor em Informática

Leia mais

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON.

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Portifólio Missão Atender as necessidades de nossos clientes e garantir o retorno de seus investimentos, implementando os melhores serviços

Leia mais

Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa.

Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa. PABX Digital PABX Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa. O ACTIVE IP é PABX inovador que possibilita a utilização da telefonia IP e convencional garantindo eficiência

Leia mais

VoIP. Voice Over IP. lmedeiros@othos.com.br

VoIP. Voice Over IP. lmedeiros@othos.com.br VoIP Voice Over IP lmedeiros@othos.com.br Índice O que Significa? Como funciona? Porque utilizar? Equipamentos VoIP Desvantagens Provedores VoIP Conclusão O que significa? VoIP é uma tecnologia que usa

Leia mais

Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com

Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com Hoje em dia, as empresas valorizam mais os resultados. E procuram tecnologia de próxima geração para gerar ganhos tanto na produtividade como

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos Terceirização de Processos Empresariais da Capgemini Um componente da área de Serviços Públicos da Capgemini As concessionárias de serviços

Leia mais

Buscamos sempre a solução mais eficaz, de acordo com o avanço tecnológico dos sistemas de Telecomunicações e Tecnologia da Informação.

Buscamos sempre a solução mais eficaz, de acordo com o avanço tecnológico dos sistemas de Telecomunicações e Tecnologia da Informação. A T7 Solutions Informática e Telecomunicações atua como prestadora de serviços de Infraestrutura de TI e Telecom, com foco no desenvolvimento e implementação de soluções de Infraestrutura, Dados e Voz.

Leia mais

Introdução. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite

Introdução. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Introdução Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Os Benefícios do Trabalho Remoto O mundo assiste hoje à integração e à implementação de novos meios que permitem uma maior rapidez e eficácia

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Estudo de Viabilidade PGE: Plastic Gestor Empresarial Especificação de Requisitos e Validação de Sistemas Recife, janeiro de 2013 Sumário 1. Motivação... 1 2. Introdução: O Problema Indentificado... 2

Leia mais

SOLUÇÕES DE RESILIÊNCIA E SEGURANÇA

SOLUÇÕES DE RESILIÊNCIA E SEGURANÇA SERVIÇO DE RESPOSTA A INCIDENTES D Solução de segurança que fornece orientações para o efetivo controle ou correção de ataques externos causados por vulnerabilidades encontradas no ambiente do cliente.

Leia mais

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem Professional Folheto Professional A HP oferece um portfólio abrangente de serviços profissionais em nuvem para aconselhar, transformar e gerenciar sua jornada rumo

Leia mais

INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM?

INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM? INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM? Porque a Voz na Nuvem? 2 Índice Introdução... 3 Baixo Custo... 4 REQUISITOS MÍNIMOS DE CAPITAL... 4 EQUIPAMENTOS GENÉRICOS... 4 UTILIZAÇÃO DE MAIORES RECURSOS... 4 DESPESAS

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Rede de Telefonia Fixa Telefonia pode ser considerada a área do conhecimento que trata da transmissão de voz através de uma rede de telecomunicações.

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O BlackBerry Mobile Voice System (BlackBerry MVS) leva os recursos do telefone do escritório aos smartphones BlackBerry. Você pode trabalhar

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS

CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS PR/OI/1-HNJXVY/2014 CÂMARA MUNICIPAL DE PASSOS Pregão Presencial N.º 001/2014 LOTE Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de telecomunicação de acesso dedicado à internet. Abertura:

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

COMPUTAÇÃO EM NUVEM. Michele Marques Costa 1,2, Julio César2 ¹Universidade paranaense (Unipar)

COMPUTAÇÃO EM NUVEM. Michele Marques Costa 1,2, Julio César2 ¹Universidade paranaense (Unipar) COMPUTAÇÃO EM NUVEM Michele Marques Costa 1,2, Julio César2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil Mih_nai@hotmail.com juliocesar@unipar.br Resumo. Este artigo contém a definição e citação

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES As telecomunicações referem -se à transmissão eletrônica de sinais para as comunicações, incluindo meios como telefone, rádio e televisão. As telecomunicações

Leia mais

Assumiu em 2002 um novo desafio profissional como empreendedor e Presidente do Teleco.

Assumiu em 2002 um novo desafio profissional como empreendedor e Presidente do Teleco. VPN: Redes Privadas Virtuais O objetivo deste tutorial é apresentar os tipos básicos de Redes Privadas Virtuais (VPN's) esclarecendo os significados variados que tem sido atribuído a este termo. Eduardo

Leia mais

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. Atendimento Sempre Ligado

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. Atendimento Sempre Ligado XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Atendimento Sempre Ligado Sidnei Dimas Bortolotti Alex Pitrie Braz Marcos Artur Rolim

Leia mais

Evolução na Comunicação de

Evolução na Comunicação de Evolução na Comunicação de Dados Invenção do telégrafo em 1838 Código Morse. 1º Telégrafo Código Morse Evolução na Comunicação de Dados A evolução da comunicação através de sinais elétricos deu origem

Leia mais

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA)

TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) TERMO DE USO DE SERVIÇO DE VALOR ADICIONADO (SVA) Código do Serviço: 3005001 Nome do Serviço: Data de Publicação: 30/04/2013 Entrada em Vigor: SAN AUTENTICAÇÃO 01/06/2013 Versão: 1.0000 Status: Publicado

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O Mobile Voice System ( MVS) foi projetado para unificar os recursos do telefone fixo aos smartphones e às redes

Leia mais

Rede GlobalWhitepaper

Rede GlobalWhitepaper Rede GlobalWhitepaper Janeiro 2015 Page 1 of 8 1. Visão Geral...3 2. Conectividade Global, qualidade do serviço e confiabilidade...4 2.1 Qualidade Excepcional...4 2.2 Resiliência e Confiança...4 3. Terminais

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET Você está realmente conectado? Esse é o desafio atual no panorama dos negócios virtuais e móveis, à medida que as empresas se esforçam para ter comunicações consistentes

Leia mais

tendências Unificada Comunicação Dezembro/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 05 Introdução Como Implementar Quais as Vantagens

tendências Unificada Comunicação Dezembro/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 05 Introdução Como Implementar Quais as Vantagens tendências EDIÇÃO 05 Dezembro/2012 Comunicação Unificada Introdução Como Implementar Quais as Vantagens Componentes das Comunicações Unificadas 02 04 05 06 Introdução Nos últimos anos, as tecnologias para

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral do Paraná

Tribunal Regional Eleitoral do Paraná Tribunal Regional Eleitoral do Paraná STI - Secretaria de Tecnologia da Informação CPROD Coordenadoria de Produção Seção de Rede Projeto: Redução de custos com telefonia usando VoIP Tema: Tecnologia da

Leia mais

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA 2011 Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA SUMÁRIO Introdução... 4 Metodologia... 6 Resultado 1: Cibersegurança é importante para os negócios... 8 Resultado

Leia mais

BGAN. Transmissão global de voz e dados em banda larga. Banda larga para um planeta móvel

BGAN. Transmissão global de voz e dados em banda larga. Banda larga para um planeta móvel BGAN Transmissão global de voz e dados em banda larga Banda larga para um planeta móvel Broadband Global Area Network (BGAN) O firm das distâncias O serviço da Rede Global de Banda Larga da Inmarsat (BGAN)

Leia mais

H.323: Visual telephone systems and equipment for local area networks which provide a nonguaranteed

H.323: Visual telephone systems and equipment for local area networks which provide a nonguaranteed UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ H.323: Visual telephone systems and equipment for local area networks which provide a nonguaranteed quality of service Resumo para a disciplina de Processamento Digital de

Leia mais

5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga

5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga 5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga Como os tempos mudaram e por quê está na hora de Evoluir a TI A WAN sempre teve como objetivo conectar usuários à aplicativos

Leia mais

DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP. Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá

DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP. Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá 1. ALTA RESOLUÇÃO Câmeras baseadas em IP não estão restritas à baixa resolução das câmeras

Leia mais

Processadores de telecomunicações

Processadores de telecomunicações 1 Processadores de telecomunicações ƒ Modems (modulação/desmodulação) ƒ Converte sinais entre os formatos analógico e digital. ƒ Multiplexadores ƒ Permitem que um canal de comunicação transporte simultaneamente

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. FIRST S.A. APRIMORA INFRAESTRUTURA DE TELEFONIA MÓVEL E REDUZ CUSTOS EM APENAS 4 MESES

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. FIRST S.A. APRIMORA INFRAESTRUTURA DE TELEFONIA MÓVEL E REDUZ CUSTOS EM APENAS 4 MESES Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. FIRST S.A. APRIMORA INFRAESTRUTURA DE TELEFONIA MÓVEL E REDUZ CUSTOS EM APENAS 4 MESES Perfil A First S.A. foi fundada no ano de 2000 e, desde 2002,

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES E REDES

TELECOMUNICAÇÕES E REDES Capítulo 8 TELECOMUNICAÇÕES E REDES 8.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as tecnologias utilizadas nos sistemas de telecomunicações? Que meios de transmissão de telecomunicações sua organização

Leia mais

Liderança e tecnologia: uma comparação do custo total de propriedade de Comunicações unificadas e Colaboração

Liderança e tecnologia: uma comparação do custo total de propriedade de Comunicações unificadas e Colaboração WHITE PAPER Liderança e tecnologia: uma comparação do custo total de propriedade de Comunicações unificadas e Colaboração Patrocinado pela Cisco Systems, Inc setembro de 2013 Resumo executivo As empresas

Leia mais

ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS

ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO ITIL V3 1.1. Introdução ao gerenciamento de serviços. Devemos ressaltar que nos últimos anos, muitos profissionais da

Leia mais

Apostilas de Eletrônica e Informática SDH Hierarquia DigitaL Síncrona

Apostilas de Eletrônica e Informática SDH Hierarquia DigitaL Síncrona SDH A SDH, Hierarquia Digital Síncrona, é um novo sistema de transmissão digital de alta velocidade, cujo objetivo básico é construir um padrão internacional unificado, diferentemente do contexto PDH,

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 9 Telecomunicações e Rede Interconectando a Empresa Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob

Leia mais

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos.

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. O papel de um servidor Introdução à rede básica Sua empresa tem muitas necessidades recorrentes, tais como organizar

Leia mais

Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI

Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI Você pode aguardar o número de bilhetes de defeitos e o tempo para encerrar o bilhete e declinar à medida que a tecnologia de

Leia mais

Introdução Redes de Computadores. Filipe Raulino

Introdução Redes de Computadores. Filipe Raulino <filipe.raulino@ifrn.edu.br> Introdução Redes de Computadores Filipe Raulino Introducão A comunicação sempre foi uma necessidade básica da humanidade. Como se comunicar a distância? 2 Evolução da Comunicação

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais

Sistemas de Informação Gerenciais Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Terceira aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com Maio -2013 Governança

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

Entendendo o Sistema

Entendendo o Sistema Entendendo o Sistema Passos para Venda: 1. O profissional escolhido efetua o cadastro na JG, se tornando um parceiro e vendedor. 2. O Parceiro visita empresas potenciais 3. O parceiro fecha um plano com

Leia mais

Tecnologias Atuais de Redes

Tecnologias Atuais de Redes Tecnologias Atuais de Redes Aula 5 VoIP Tecnologias Atuais de Redes - VoIP 1 Conteúdo Conceitos e Terminologias Estrutura Softswitch Funcionamento Cenários Simplificados de Comunicação em VoIP Telefonia

Leia mais

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com. 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.br RESUMO A tele-medição de

Leia mais

Software Communication System (SCS) Componentes da Solução

Software Communication System (SCS) Componentes da Solução Software Communication System (SCS) Componentes da Solução Apresentando o SCS Um novo Começo com um novo Sistema de Comunicações O SCS é Aberto, Simples, Comunicações Unificadas Software baseado em soluções

Leia mais

VIRTUAIS PRIVADAS. Pedro Celestino Mestre em Engenharia Mecânica Professor do CEFET-SP. Luiz Octávio Mattos dos Reis. Professor da UNITAU

VIRTUAIS PRIVADAS. Pedro Celestino Mestre em Engenharia Mecânica Professor do CEFET-SP. Luiz Octávio Mattos dos Reis. Professor da UNITAU REDES VIRTUAIS PRIVADAS Pedro Celestino Mestre em Engenharia Mecânica Professor do CEFET-SP Luiz Octávio Mattos dos Reis Doutor em Engenharia Professor da UNITAU Mecânica Com as redes de computadores,

Leia mais

Portfólio de Serviços Dominit 2016

Portfólio de Serviços Dominit 2016 Portfólio de Serviços Dominit 2016 A Dominit é uma empresa nacional que atua como integradora de soluções de tecnologia da informação. Temos como diferencial a proposta de parceria para nossos clientes

Leia mais

REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS

REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS TÓPICOS - INTRODUÇÃO - HISTÓRICO - INTERNET PONTO A PONTO - INTERNET PONTO MULTIPONTO - TECNOLOGIA WI-MESH - REDE MULTISERVIÇOS IP - CASOS PRÁTICOS

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Proposta de Avaliação de Empresas para o uso do SAAS

Proposta de Avaliação de Empresas para o uso do SAAS 1 INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO Gestão e Tecnologia da Informação/ IFTI 1402 Turma 25 09 de abril de 2015 Proposta de Avaliação de Empresas para o uso do SAAS Raphael Henrique Duarte

Leia mais

Guia do Usuário. Embratel IP VPBX

Guia do Usuário. Embratel IP VPBX Índice Guia do Usuário EMBRATEL IP VPBX 3 Tipos de Ramais 4 Analógicos 4 IP 4 FACILIDADES DO SERVIÇO 5 Chamadas 5 Mensagens 5 Bloqueio de chamadas 5 Correio de Voz 5 Transferência 6 Consulta e Pêndulo

Leia mais

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET Autores: OROMAR CÓRDOVA GILBERTO ALVES LOBATO COPEL Companhia Paranaense

Leia mais

TELEFONIA IP E ANYPBX SISTEMA DE GESTÃO DE CHAMADAS

TELEFONIA IP E ANYPBX SISTEMA DE GESTÃO DE CHAMADAS TELEFONIA IP E ANYPBX SISTEMA DE GESTÃO DE CHAMADAS GANASCIM, R.; FERNANDES, F. N. RESUMO O artigo apresenta um estudo relacionado a tecnologias de voz sobre IP, ou telefonia IP, que tratam do roteamento

Leia mais

Avaliação Independente da Ferramenta Avaliador de Economia com Colaboração por Áudio e na Web da Siemens Enterprise Communications

Avaliação Independente da Ferramenta Avaliador de Economia com Colaboração por Áudio e na Web da Siemens Enterprise Communications Avaliação Independente da Ferramenta Avaliador de Economia com Colaboração por Áudio e na Web da Siemens Enterprise Communications 09 de março de 2011 Mainstay Partners LLC 901 Mariners Island Blvd Suite

Leia mais

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA Muitas organizações terceirizam o transporte das chamadas em seus call-centers, dependendo inteiramente

Leia mais

PRODAM - Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Mun. SP DIT- Diretoria de Infraestrutura e Tecnologia CPI - Comissão de Planejamento e

PRODAM - Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Mun. SP DIT- Diretoria de Infraestrutura e Tecnologia CPI - Comissão de Planejamento e PRODAM - Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Mun. SP DIT- Diretoria de Infraestrutura e Tecnologia CPI - Comissão de Planejamento e Implantação 1. Objetivo Esta cartilha tem o objetivo

Leia mais

Contrato de Suporte End.: Telefones:

Contrato de Suporte End.: Telefones: Contrato de Suporte Contrato de Suporte Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter disponibilidade dos recursos

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI e Site Backup

Gerenciamento de Serviços de TI e Site Backup Gerenciamento de Serviços de TI e Site Backup ATIVAS encerra o ano como a empresa que mais cresceu no mercado brasileiro de serviços de TI ATIVAS é formalmente apresentada ao mercado CEMIG Telecom adquire

Leia mais

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Virtualização Microsoft: Data Center a Estação de Trabalho Estudo de Caso de Solução para Cliente Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Visão

Leia mais

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING)

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) Thiago Batista de Oliveira¹, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil thiagoolyveira@gmail.com,juliocesarp@unipar.br

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III 1 REDE DE COMPUTADORES III 1. Introdução MODELO OSI ISO (International Organization for Standardization) foi uma das primeiras organizações a definir formalmente

Leia mais

TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization

TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization PERFIL DO CLIENTE Indústria: Telecomunicações Empresa: TIM Brasil Colaboradores:

Leia mais