Resoluções Prova Anglo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resoluções Prova Anglo"

Transcrição

1 Resoluções Prova Anglo TIPO F P-2 tipo D-5 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 5º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 5 o ano das escolas conveniadas. Essa prova tem como objetivo proporcionar ao aluno que: se familiarize com questões objetivas de múltipla escolha; identifique os conteúdos aprendidos nas aulas; assinale a resposta correta entre as quatro alternativas apresentadas para cada questão; preencha o cartão de respostas; administre o tempo estabelecido para esse trabalho. No que diz respeito à prática docente, a prova poderá contribuir para que o professor: obtenha informações sobre o desempenho de seus alunos em relação às habilidades abordadas em cada questão; identifique quais são as dificuldades de seus alunos; organize intervenções que contribuam para a superação das dificuldades identificadas a partir dos resultados obtidos com a aplicação da prova. A prova de Matemática contém 22 questões com quatro alternativas, das quais somente uma é a correta. Cada questão possui seu próprio descritor, sua resolução, as habilidades avaliadas e o nível de dificuldade. Os descritores foram selecionados com base: nos descritores da Prova Brasil; nos descritores da Prova Saeb; nos descritores da Prova Saresp; nos conteúdos do material do Sistema Anglo de Ensino.

2 Questão 1 Resposta c D15 Reconhecer a decomposição de números naturais nas suas diversas ordens. O número possui 3 unidades de milhar (3.000), 8 dezenas (80) e 4 unidades (4). Portanto, trata-se do número Os alunos que assinalaram as alternativas erradas a ou b provavelmente ainda não compreenderam perfeitamente a função do algarismo 0 no nosso sistema de numeração (ele indica a ausência de ordem). Nesses casos, é importante fazer uma retomada do assunto com esse grupo de alunos. Já os que assinalaram a alternativa errada d provavelmente fizeram a leitura do número da direita para a esquerda. Pode ter sido uma questão de falta de atenção, uma vez que a inicial de cada ordem estava marcada na figura. Questão 2 Resposta a D20 Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados da multiplicação ou divisão: multiplicação comparativa, ideia de proporcionalidade, configuração retangular e combinatória. Como cada partida dura 90 minutos, basta multiplicar o total de jogos (28) por 90. Assim, temos: = minutos. Nesta questão, podemos destacar duas possíveis fontes de erro mais comuns. O aluno não foi capaz de relacionar a situação-problema apresentada com a operação de multiplicação (trata-se de uma adição de parcelas iguais: 28 vezes a parcela 90). Nesse caso, é preciso retomar os principais significados da multiplicação (ideias de disposição, combinatória e adição de parcelas iguais). O aluno relacionou a situação-problema com a operação de multiplicação, mas encontrou dificuldades em realizar o algoritmo da multiplicação. Nesse caso, procure identificar em que parte do algoritmo ocorreu o erro, para fazer as intervenções necessárias. Questão 3 Resposta c D2 Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos, relacionando figuras tridimensionais com suas planificações. As figuras 1 e 4 representam, respectivamente, um polígono (quadrado) e um corpo redondo (cilindro). Logo, não são poliedros. As figuras 2 e 3 representam, respectivamente, um cubo e uma pirâmide e, portanto, são poliedros. Os alunos que assinalaram a alternativa errada b devem estar confundindo os conceitos de polígono e poliedro. Nesse caso, deixe claro, durante a correção, que polígonos são figuras planas, ao contrário dos poliedros. Em relação aos que assinalaram a alternativa errada d, procure mostrar que a figura 4 não é formada apenas pela união de polígonos, pois suas bases são círculos. RESOLUções Prova ANGLO 2 Matemática (P-2) D-5 5 ano 05/2013

3 Questão 4 Resposta d D15 Reconhecer a decomposição de números naturais nas suas diversas ordens. 1,9 bilhão = Para resolver a questão, era necessário associar o termo bilhão à classe dos bilhões. Procure identificar, durante a correção, se isso foi uma fonte de erro significativa. Nesse caso, retome os termos usados para identificar as principais classes do nosso sistema de numeração: unidades, milhares, milhões e bilhões. Questão 5 Resposta b D11 Resolver problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas. Observando a figura, concluímos que os lados do paralelogramo medem: 3 cm, 4 cm, 3 cm e 4 cm. Logo, para dar uma volta completa, a formiga percorreu , ou seja, 14 cm. Embora o descritor da questão especifique malhas quadriculadas, optamos por elaborar a questão em uma malha triangular, uma vez que o raciocínio é análogo e esse tipo de malha é bem familiar para os alunos do sistema. Não utilizamos o termo perímetro na questão, pois ele só será introduzido no 3 o bimestre do 5 o ano. A questão, porém, remete ao conceito de perímetro de um polígono. Questão 6 Resposta b D7 Resolver problemas significativos utilizando unidades de medida padronizadas como km/m/ cm/mm, kg/g/mg, L/mL. 0,088 kg = (0, ) g = 88 g Para resolver a questão, era necessário que o aluno lembrasse que 1 quilograma equivale a gramas. Verifique se isso foi um problema para um número significativo de alunos. Nesse caso, retome os prefixos utilizados nas principais unidades de medida (quilo, centi, mili). Além disso, era necessário efetuar uma multiplicação, que pode ter sido uma fonte de erro importante dentre os alunos que não acertaram a questão. Questão 7 Resposta a D25 Resolver problema com números racionais expressos na forma decimal envolvendo diferentes significados da adição ou subtração. 21, ,708 46,574 Para resolver a questão, era necessário que o aluno associasse o trecho Juntos, os dois anos coletaram à operação de adição. Verifique se isso foi um problema para um número significativo de alunos. Nesse caso, aconselhe-os a ler com mais cuidado o enunciado da questão. RESOLUções Prova ANGLO 3 Matemática (P-2) D-5 5 ano 05/2013

4 Provavelmente, a principal fonte de erro da questão foi o algoritmo da adição. Procure identificar, dentre os que erraram, se as ordens correspondentes nos dois números foram corretamente alinhadas, chamando a atenção para a necessidade desse procedimento. Questão 8 Resposta c D27 Ler informações e dados apresentados em tabelas. Observando a coluna dos empates, vemos que o São Paulo foi o time que empatou menos vezes (6 vezes). Então, lemos, na última coluna, que o São Paulo conquistou 66 pontos. A questão foi classificada como de nível médio de dificuldade porque apresenta uma tabela com muitos dados (sete linhas e seis colunas). O aluno deveria coletar informações em apenas duas dessas colunas para resolver a questão. Você pode aproveitar a mesma tabela para fazer outras perguntas. Por exemplo: como é possível obter a quantidade de pontos ganhos de cada equipe a partir das informações das colunas anteriores (vitórias, empates e derrotas)? Basta multiplicar o número de vitórias por 3 e somar com o número de empates. Questão 9 Resposta d D16 Reconhecer a composição e a decomposição de números naturais em sua forma polinomial = = A questão cobra um tipo de decomposição muitas vezes explorado durante os 4 o e o 5 o anos. Por isso, é provável que muitos alunos que erraram não fizeram a leitura das alternativas com a atenção necessária. Lembramos que, nessa faixa etária, a prova de múltipla escolha não é algo muito familiar aos alunos. Por isso, é importante orientá-los a resolver questões desse tipo. Nesse sentido, a leitura cuidadosa das alternativas é algo fundamental. Questão 10 Resposta b D28 Ler informações e dados apresentados em gráficos (particularmente em gráficos de colunas). A coluna correspondente à Argentina encontra-se acima da linha do 4, mas abaixo da linha do 6. Como o número de países é necessariamente inteiro, concluímos que 5 países fazem fronteira com a Argentina. A maior dificuldade da questão consiste em interpretar a escala usada na construção do eixo vertical do gráfico (os dados aparecem de 2 em 2). Tal interpretação é fundamental para que se faça o raciocínio descrito no parágrafo anterior. Se julgar conveniente, durante a correção, represente os números 4 e 6 na reta numérica e pergunte aos alunos quais números inteiros encontram-se entre os dois. RESOLUções Prova ANGLO 4 Matemática (P-2) D-5 5 ano 05/2013

5 Questão 11 Resposta b D9 Estabelecer relações entre o horário de início e término e/ou o intervalo da duração de um evento ou acontecimento. 9h15min + 5h30min = 14h45min. Para resolver a questão, era necessário somar, separadamente, as horas e os minutos do início e da duração da venda dos ingressos. Ela foi classificada como de nível fácil de dificuldade porque a soma dos minutos não ultrapassou 60, não sendo necessário convertê-la para horas. Os alunos que assinalaram a alternativa errada a provavelmente não fizeram uma leitura cuidadosa do enunciado, desconsiderando a informação de que o tempo de duração da venda foi de 5 horas e meia. Questão 12 Resposta d D13 Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base 10 e princípio do valor posicional. Valor preenchido por Ricardo: Valor correto: Diferença: = 500. Uma das principais fontes de erro da questão é, provavelmente, a interpretação do problema. Durante a leitura, o aluno deve estar atento a diferentes informações fornecidas no enunciado: o valor fornecido está errado, o algarismo errado é o 8 (algarismo das centenas) e deve ser substituído pelo 3, os demais algarismos devem ser mantidos. A dificuldade em localizar a ordem das centenas também pode levar alguns alunos a errarem a questão. Finalmente, a operação de subtração pode ter sido um problema para alguns alunos. Durante a correção, ressalte que era possível resolver a questão sem fazer a subtração Como só o algarismo das centenas foi alterado, pode-se fazer 8 3 = 5, concluindo-se que a diferença é de 5 centenas, ou seja, 500. Questão 13 Resposta a D3 Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais pelo número de lados, pelos tipos de ângulos. Os quatro polígonos apresentam pelo menos um ângulo reto, como indicado nas figuras a seguir. RESOLUções Prova ANGLO 5 Matemática (P-2) D-5 5 ano 05/2013

6 Durante a correção, discuta com os alunos por que as demais alternativas estão erradas. Alternativa b: o primeiro quadrilátero não apresenta lados paralelos. Alternativa c: entre as figuras, há um triângulo e um pentágono, que apresentam 3 e 5 lados, respectivamente. Alternativa d: nenhum dos quatro polígonos apresenta todos os lados com o mesmo comprimento. É possível que muitos alunos tenham resolvido a questão excluindo as alternativas erradas, uma vez que o ângulo reto da primeira figura não é tão fácil de ser visualizado. Comente com a turma que essa é uma estratégia válida em determinadas questões de múltipla escolha. Questão 14 Resposta d D23 Resolver problema utilizando a escrita decimal de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro. 5 1, , , , ,05 = 5,00 + 1,50 + 1,75 + 0,50 + 0,30 = 9,05 Existem diferentes maneiras de agrupar as moedas para realizar a soma de seus valores. Por exemplo, as 3 moedas de 50 centavos com as 5 moedas de 10 centavos já resultam 2 reais. Procure, durante a correção, valorizar as diferentes estratégias empregadas pelos alunos. Questão 15 Resposta c D4 Identificar quadriláteros observando as relações entre seus lados (paralelos, congruentes, perpendiculares). Todos os quadriláteros do mosaico apresentam dois pares de lados paralelos. Logo, eles são paralelogramos. Como seus ângulos não são retos, concluímos que se trata de paralelogramos não retângulos. Durante a correção, discuta os seguintes aspectos com os alunos: Os quadriláteros também são trapézios, pois apresentam um par de lados paralelos. Porém, a alternativa d está errada porque fala em trapézios não paralelogramos. Alguns dos quadriláteros do mosaico têm os lados iguais, podendo ser classificados também como losangos. Isso não invalida a alternativa correta, uma vez que todo losango é também paralelogramo. (Note que há quadriláteros no mosaico que não têm os lados iguais, não sendo losangos; por isso, o termo losango não foi incluído nas alternativas.) RESOLUções Prova ANGLO 6 Matemática (P-2) D-5 5 ano 05/2013

7 Questão 16 Resposta d D24 Identificar fração como representação que pode estar associada a diferentes significados. A bandeira apresenta 12 quadrados, dos quais 7 já foram pintados de preto ou cinza. Logo, 7 da bandeira já foram pintados. 12 A maioria dos alunos que erraram, provavelmente, não compreendeu perfeitamente o comando da questão. Por exemplo, as alternativas erradas a e b indicam a fração de quadrados cinza e pretos, respectivamente, em relação ao total de quadrados pintados. Já a alternativa errada c indica a fração de quadrados brancos em relação ao total. Procure identificar esse tipo de equívoco dentre os alunos que erraram a questão. É possível ainda que alguns alunos não estejam conseguindo relacionar uma fração a uma representação gráfica. Nesse caso, é importante retomar os diferentes significados aos quais uma fração pode estar associada, como indicado no descritor da questão. O significado exigido na questão é a relação parte-todo, trabalhado no 4 o ano do material do sistema. Questão 17 Resposta c D21 Identificar diferentes representações de um mesmo número racional. A placa apresenta 100 quadrados (10 10). Destes, 15 estão pintados. Assim, considerando a placa como unidade, os quadrados pintados representam 15, ou seja, 0, A maioria dos alunos não deve ter encontrado dificuldades para realizar a contagem do total de quadrados e dos quadrados pintados. Dessa forma, procure identificar, dentre os alunos que erraram, por que eles não conseguiram associar a representação gráfica ao número 0,15. Muitos podem não ter atentado à informação de que a placa deveria ser considerada como unidade. Nesse caso, devem ter assinalado a alternativa errada a. Outros podem ter tido dificuldade em transformar a fração 15 em número decimal, assinalando, provavelmente, a alternativa errada d. 100 Nível de dificuldade: difícil. Questão 18 Resposta a D5 Reconhecer a conservação ou modificação de medidas dos lados, do perímetro, da área em ampliação e/ou redução de figuras poligonais usando malhas quadriculadas. Como as duas malhas foram desenhadas lado a lado, pode-se observar que o lado de cada quadrado da malha da direita é três vezes o lado de cada quadrado da malha da esquerda. Dessa forma, os comprimentos da figura foram multiplicados por 3. Assim, se o lado original media 1 cm, o ampliado mede 3 cm. A questão foi considerada difícil porque o número de vezes que a figura foi ampliada não foi fornecido de maneira explícita no enunciado era necessário extrair essa informação a partir da figura. É possível que alguns alunos tenham tentado estimar o comprimento do lado da figura ampliada comparando-a com a original. Trata-se de um recurso válido, que revela uma habilidade importante no campo de Grandezas e Medidas (realizar estimativas). Nível de dificuldade: difícil. RESOLUções Prova ANGLO 7 Matemática (P-2) D-5 5 ano 05/2013

8 Questão 19 Resposta b D6 Estimar a medida de grandezas utilizando unidades de medida convencionais ou não. Pela figura, observamos que o comprimento do tampo supera 6 palmos, mas é menor do que 7 palmos. Como o final da mesa coincide, aproximadamente, com metade do comprimento da última mão desenhada, concluímos que o comprimento pedido é aproximadamente 6 palmos e meio. Para resolver a questão, o aluno deve compreender que realizar uma medida consiste em comparar o objeto medido com um padrão. Dessa forma, mesmo não conhecendo previamente o padrão adotado, é possível realizar a medida por meio dessa comparação. Os alunos que assinalaram as alternativas erradas a ou c podem não ter percebido que o resultado de uma medição não é necessariamente um número inteiro. É muito importante que esse aspecto conceitual fique claro para todos os alunos durante a correção. Questão 20 Resposta c D19 Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados da adição ou subtração: juntar, alteração de um estado inicial (positiva ou negativa), comparação e mais de uma transformação (positiva ou negativa). Estoque inicial de pães: 115. Consumo de pães durante a semana: 97. Reposição de pães no estoque: 72. Estoque final de pães: = 90. Para resolver a questão, era necessário reconhecer, dentro do contexto apresentado, alterações de um estado inicial (uma positiva e outra negativa). Procure identificar aqueles alunos que tiveram dificuldade para fazer esse reconhecimento. A alternativa errada a, por exemplo, não considera o consumo de 97 pães ocorrido ao longo da semana e a alternativa errada d desconsidera a reposição no estoque feita por meio da encomenda de 72 pães. Verifique ainda a existência de alunos que identificaram as operações de adição e subtração, mas tiveram dificuldade para executar os algoritmos correspondentes. Questão 21 Resposta b D7 Resolver problemas significativos utilizando unidades de medida padronizadas como km/m/ cm/mm, kg/g/mg, L/mL. Como 2 litros equivalem a mililitros, o total de copos pedido é dado pela divisão: : 250 = 8 Logo, é possível encher, no máximo, 8 copos. A questão foi considerada difícil porque, além da conversão de unidades, requer que o aluno efetue uma divisão, utilizando a ideia de medida: quantos 250 cabem em Durante a correção, é muito importante identificar a dificuldade de cada aluno que errou: a conversão de unidades ou a divisão. RESOLUções Prova ANGLO 8 Matemática (P-2) D-5 5 ano 05/2013

9 Muitos alunos podem ter utilizado o cálculo mental com estimativa para resolver a questão (quantos grupos de 250 cabem em 2.000). Valorize essa estratégia durante a correção. Nível de dificuldade: difícil. Questão 22 Resposta a D14 Identificar a localização de números naturais na reta numérica. O trecho da estrada reproduzido na questão (do quilômetro 100 até o 200) tem 100 km de extensão e está dividido em 10 partes iguais. Logo, cada parte equivale a 10 km. Assim, o quilômetro 144 está entre a quarta e a quinta marcas, contadas a partir do quilômetro 100, correspondendo ao ponto A. Dentre os alunos que erraram a questão, verifique aqueles que não conseguiram identificar que as marcas indicavam a quilometragem de 10 em 10, diferenciando-os daqueles que cometeram erros de distração (por exemplo, na contagem das marcas). RESOLUções Prova ANGLO 9 Matemática (P-2) D-5 5 ano 05/2013

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo F- TIPO D-6 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 6º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avali ar o desempenho dos alunos do 6 o ano

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo F- TIPO D-7 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 7º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 7 o ano das

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P- tipo D-8 Matemática (P-) Ensino Fundamental 8º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 8 o

Leia mais

EIXO/TEMA IV - TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO Descritor 27 Ler informações e dados apresentados em tabelas.

EIXO/TEMA IV - TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO Descritor 27 Ler informações e dados apresentados em tabelas. SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA O TRABALHO COM AS HABILIDADES E OS CONTEÚDOS DOS DESCRITORES DA MATRIZ SAEB E DAS EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DA MATRIZ CURRICULAR DO ESTADO DE GOIÁS CADERNO 5 Matemática

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DE MATEMÁTICA SÉRIES INICIAIS. Abril de 2011

MATRIZ CURRICULAR DE MATEMÁTICA SÉRIES INICIAIS. Abril de 2011 MATRIZ CURRICULAR DE MATEMÁTICA SÉRIES INICIAIS 2011 Abril de 2011 1 1º ANO 1º trimestre 2º trimestre Contagem. Notação e escrita numéricas. Organização do esquema corporal. Percepção do tempo. Sequência

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

Padrões de Desempenho Estudantil

Padrões de Desempenho Estudantil Padrões de Desempenho Estudantil Abaixo do Básico Básico Adequado Avançado Os Padrões de Desempenho são categorias definidas a partir de cortes numéricos que agrupam os níveis da Escala de Proficiência,

Leia mais

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP MATRIZ CURRICULAR - MATEMÁTICA CICLO COMPLEMENTAR 4º E 5º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP MATRIZ CURRICULAR - MATEMÁTICA CICLO COMPLEMENTAR 4º E 5º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL SEEAA DE ESADO DE EDUAÇÃO DE MNAS GEAS SUBSEEAA DE DESENVOLVMENO DA EDUAÇÃO BÁSA SUPENENDÊNA DE EDUAÇÃO NFANL E FUNDAMENAL DEOA DE ENSNO FUNDAMENAL POGAMA DE NEVENÇÃO PEDAGÓGA - PP MAZ UULA - MAEMÁA LO

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental

Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental TEMA II GRANDEZAS E MEDIDAS A comparação de grandezas de mesma natureza que dá origem à idéia de

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano)

PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano) PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano) DOMÍNIOS Subdomínios / Conteúdos programáticos Metas / Descritores de desempenho Números e operações Números naturais Números racionais não negativos Compreender

Leia mais

Matriz de Matemática de 4ª série - Ensino Fundamental Comentários sobre os Temas e Descritores Exemplos de itens

Matriz de Matemática de 4ª série - Ensino Fundamental Comentários sobre os Temas e Descritores Exemplos de itens Matriz de Matemática de 4ª série - Ensino Fundamental Comentários sobre os Temas e Descritores Exemplos de itens TEMA I ESPAÇO E FORMA A compreensão do espaço com suas dimensões e formas de constituição

Leia mais

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental TEMA I ESPAÇO E FORMA Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Os conceitos geométricos constituem parte importante

Leia mais

1. Localizar pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência algumas indicações de posição;

1. Localizar pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência algumas indicações de posição; PREFEITURA MUNICIPAL DE BETIM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SEMED DIVISÃO PEDAGÓGICA DE ENSINO 2010 MATRIZ BÁSICA DO REFERENCIAL CURRICULAR DE BETIM 1 CICLO MATEMÁTICA 06 ANOS 07 ANOS 08 ANOS COMPETÊNCIAS

Leia mais

Padrões de Desempenho Estudantil

Padrões de Desempenho Estudantil Matemática - 4ª série/5º ano do Ensino Fundamental PAEBES 2013 Padrões de Desempenho Estudantil Abaixo do Básico Básico Proficiente Avançado Os Padrões de Desempenho são categorias definidas a partir de

Leia mais

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO 2010 2º CICLO LÍNGUA PORTUGUESA 1 ETAPA 2 CICLO

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO 2010 2º CICLO LÍNGUA PORTUGUESA 1 ETAPA 2 CICLO CEP: 31.6-0 Venda Nova, Belo Horizonte/MG RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO 2º CICLO 0 LÍNGUA PORTUGUESA 1 ETAPA 2 CICLO D03 D05 D06 D07 D08 D09 D D11 D12 D19 D D21 DESCRITORES AVALIADOS: D03

Leia mais

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo.

Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo. 1. Círculos e cilindros 1.1. Planificação da superfície de um cilindro Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo. A planificação

Leia mais

Projeto Pré-Requisitos 6º Ano

Projeto Pré-Requisitos 6º Ano Caro aluno Colégio Militar de Curitiba Este Caderno de Apoio à Aprendizagem em Matemática foi produzido para você com o objetivo de colaborar com seus estudos. Ele apresenta uma série de atividades a serem

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 5.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL ANO LETIVO 2012/2013 Planificação Global 5º Ano 2012-2013 1/7 NÚMEROS

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE CURITIBA - Projeto Pré-Requisitos 7º ano

COLÉGIO MILITAR DE CURITIBA - Projeto Pré-Requisitos 7º ano Caro aluno Este Caderno de Apoio à Aprendizagem em Matemática foi produzido com o objetivo de colaborar em sua aprendizagem. Ele apresenta uma série de atividades a serem resolvidas por você. Estas atividades

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

ISSN 2317-2118. Revista Pedagógica Matemática 5º e 6º anos do Ensino Fundamental. Sistema de Avaliação Educacional de Rondônia

ISSN 2317-2118. Revista Pedagógica Matemática 5º e 6º anos do Ensino Fundamental. Sistema de Avaliação Educacional de Rondônia ISSN 2317-2118 Revista Pedagógica Matemática 5º e 6º anos do Ensino Fundamental Sistema de Avaliação Educacional de Rondônia 1943 1981 RONDÔNIA ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CONFÚCIO

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 1.º Período Conteúdos Programados Previstas Dadas Números e Operações Utilizar corretamente os numerais ordinais até vigésimo. Ler e representar

Leia mais

QUESTÕES PARA O 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES

QUESTÕES PARA O 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES QUESTÕES PARA O 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES QUESTÃO 01 1 Identificar a localização/movimentação de objeto, em mapas, croquis e outras representações gráficas.

Leia mais

SITE_INEP_PROVA BRASIL - SAEB_MT_5ºANO (OK)

SITE_INEP_PROVA BRASIL - SAEB_MT_5ºANO (OK) 000 IT_023672 As balanças podem ser utilizadas para medir a massa dos alimentos nos supermercados. A reta numérica na figura seguinte representa os valores, em quilograma, de uma balança. 0 1 2 3 A partir

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016 DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual / Critérios de avaliação Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/

Leia mais

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 59. Números... 10. Regiões planas e seus contornos...

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 59. Números... 10. Regiões planas e seus contornos... Sumário Volta às aulas. Vamos recordar?... Números... 0 Um pouco da história dos números... Como os números são usados?... 2 Números e estatística... 4 Números e possibilidades... 5 Números e probabilidade...

Leia mais

(A) 25 (B) 35 (C) 55 (D) 85

(A) 25 (B) 35 (C) 55 (D) 85 D9 Estabelecer relações entre o horário de inicio e termino e ou intervalo da duração de um evento ou acontecimento. D10 Num problema estabelecer trocas entre cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro,

Leia mais

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B 1 QUESTÃO 1 Marcos tem 10 0,25 = 2,50 reais em moedas de 25 centavos. Logo ele tem 4,30 2,50 = 1,80 reais em moedas de 10 centavos, ou seja, ele tem 1,80 0,10 = 18 moedas de 10 centavos. Outra maneira

Leia mais

Simulado. Volume. para monitoramento da aprendizagem. Questões inéditas e exclusivas. caderno do professor. Material de divulgação da Editora Moderna

Simulado. Volume. para monitoramento da aprendizagem. Questões inéditas e exclusivas. caderno do professor. Material de divulgação da Editora Moderna Ensino Fundamental I Material de divulgação da Editora Moderna Volume 1 Simulado para monitoramento da aprendizagem Matemática Questões inéditas e exclusivas caderno do professor caderno do professor PNLD

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS PARA O TEXTO DAS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DO AMAPÁ MATEMÁTICA

CONTRIBUIÇÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS PARA O TEXTO DAS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DO AMAPÁ MATEMÁTICA CONTRIBUIÇÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS PARA O TEXTO DAS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DO AMAPÁ MATEMÁTICA 1. IDENTIDADE DO COMPONENTE CURRICULAR O domínio básico do significado simbólico

Leia mais

ESCALA DE PROFICIÊNCIA DE MATEMÁTICA 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

ESCALA DE PROFICIÊNCIA DE MATEMÁTICA 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ESCALA DE PROFICIÊNCIA DE MATEMÁTICA 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Nível* Nível 1: 125-150 Nível 2: 150-175 Nível 3: 175-200 Nível 4: 200-225 Descrição do Nível - O estudante provavelmente é capaz de: Determinar

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA MATEMÁTICA ALFA Título do Perímetro e área em situações reais Podcast Área Matemática Segmento Ensino Fundamental Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos Duração 6min32seg

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA

PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA 5º ano 2012/2013 UNIDADE: Números e Operações 1 - NÚMEROS NATURAIS OBJECTIVOS GERAIS: - Compreender e ser capaz de usar propriedades dos números inteiros

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 5º Ano PROFESSORAS: JESSICA ALINE

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAIEIRAS

PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAIEIRAS PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE 1-Estrutura do ensino de numeração decimal; agrupamento e contagens; valor posicional; operações básicas; operações inversas;

Leia mais

4º. ano 1º. VOLUME. Projeto Pedagógico de Matemática 1. AS OPERAÇÕES E AS HABILIDADES DE CALCULAR MENTALMENTE. Números e operações.

4º. ano 1º. VOLUME. Projeto Pedagógico de Matemática 1. AS OPERAÇÕES E AS HABILIDADES DE CALCULAR MENTALMENTE. Números e operações. 4º. ano 1º. VOLUME 1. AS OPERAÇÕES E AS HABILIDADES DE CALCULAR MENTALMENTE Realização de compreendendo seus significados: adição e subtração (com e sem reagrupamento) Multiplicação (como adição de parcelas

Leia mais

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/PIP/EF

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/PIP/EF SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL

Leia mais

Matemática - Séries Iniciais. Currículo Matemática. Currículos Instututo Alfa e Beto 69

Matemática - Séries Iniciais. Currículo Matemática. Currículos Instututo Alfa e Beto 69 Matemática - Séries Iniciais Currículo Matemática Currículos Instututo Alfa e Beto 69 Matemática - Séries Iniciais 1º ANO 2º ANO 3º ANO 4º ANO 5º ANO DOMÍNIO: NÚMEROS E OPERAÇÕES 1: SISTEMA DE NUMERAÇÃO

Leia mais

Geometria Área de Quadriláteros

Geometria Área de Quadriláteros ENEM Geometria Área de Quadriláteros Wallace Alves da Silva DICAS MATEMÁTICAS [Escolha a data] Áreas de quadriláteros Olá Galera, 1 QUADRILÁTEROS Quadrilátero é um polígono com quatro lados. A soma dos

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

Presidência da República Federativa do Brasil. Ministério da Educação. Secretaria Executiva

Presidência da República Federativa do Brasil. Ministério da Educação. Secretaria Executiva 1 Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Diretoria de Avaliação da Educação

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular: 1º ciclo Ano de escolaridade: 3º ano Área Curricular: MATEMÁTICA Ano letivo:2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala de aula, da escola e da comunidade

Leia mais

Matriz Curricular de Matemática 6º ao 9º ano 6º ano 6º Ano Conteúdo Sistemas de Numeração Sistema de numeração Egípcio Sistema de numeração Romano Sistema de numeração Indo-arábico 1º Trimestre Conjunto

Leia mais

Questão 1 Questão 2 Questão 3 Questão 4 Questão 5 Questão 6 Questão 7 Questão 8 Questão 9

Questão 1 Questão 2 Questão 3 Questão 4 Questão 5 Questão 6 Questão 7 Questão 8 Questão 9 Sumário Questão 1 (Assunto: Operações com números na forma de fração)... Questão (Assunto: Formas geométricas planas)... Questão (Assunto: Potências e raízes)...4 Questão 4 (Assunto: Expressões numéricas)...4

Leia mais

Prova de Aferição de Matemática

Prova de Aferição de Matemática PROVA DE AFERIÇÃO DO ENSINO BÁSICO 2008 A PREENCHER PELO ALUNO Rubrica do Professor Aplicador Nome A PREENCHER PELO AGRUPAMENTO Número convencional do Aluno Número convencional do Aluno A PREENCHER PELA

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO 6 o ANO MATEMÁTICA I Adição e subtração de frações: Frações com denominadores iguais. Frações com denominadores diferentes. Multiplicação de um número natural por uma fração. Divisão entre um número natural

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES

PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES Números naturais Conhecer os numerais ordinais Utilizar corretamente os numerais ordinais até centésimo. Contar até um milhão Estender as regras

Leia mais

Boletim de Resultados da Escola SEAPE. Volume III. Matemática. 4ª série / 5 ano do Ensino Fundamental

Boletim de Resultados da Escola SEAPE. Volume III. Matemática. 4ª série / 5 ano do Ensino Fundamental Boletim de Resultados da Escola SEAPE Volume III Matemática 4ª série / 5 ano do Ensino Fundamental Governador do Estado do Acre Arnóbio Marques de Almeida Junior Vice - Governador do Estado do Acre Carlos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 1º Trimestre Domínios Números e Operações Números naturais Contar até cinco Correspondências

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA PLANOS DE CURSO PARA 6º E 7º ANOS Campina Grande, 2011 -

Leia mais

PROVA BRASIL: DESCRITORES DE MATEMÁTICA 8ª SÉRIE/9º ANO

PROVA BRASIL: DESCRITORES DE MATEMÁTICA 8ª SÉRIE/9º ANO PROVA BRASIL: DESCRITORES DE MATEMÁTICA 8ª SÉRIE/9º ANO CÉSAR CLEMENTE Professor Especialista em Matemática Aplicada, Diretor de Escola e Mestrando em Educação Temas e seus descritores: 8 ª série ou 9º

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo I Aula 04 SUPERFÍCIE E ÁREA Medir uma superfície é compará-la com outra, tomada como unidade. O resultado da comparação é um número positivo, ao

Leia mais

Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016

Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016 Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016 Domínios/Subdomínios Objetivos gerais Descritores de desempenho Avaliação Números e Operações Números naturais Contar

Leia mais

Oficina Porcentagem e Juros

Oficina Porcentagem e Juros Oficina Porcentagem e Juros Esta oficina está dividida em duas partes. A primeira consiste em uma revisão do conceito de porcentagem. Na segunda parte, os alunos deverão aplicar os conceitos vistos na

Leia mais

Sistema Anglo de Ensino G A B A R I T O

Sistema Anglo de Ensino G A B A R I T O Sistema Anglo de Ensino Prova Anglo P-02 Tipo D5-08/2010 G A B A R I T O 01. B 07. A 13. A 19. C 02. D 08. D 14. C 20. C 03. A 09. A 15. B 21. D 04. D 10. B 16. A 22. D 05. B 11. D 17. D 00 06. C 12. C

Leia mais

Questão 21 ANULADA PADRÃO DE CORREÇÃO LINGUA PORTUGUESA

Questão 21 ANULADA PADRÃO DE CORREÇÃO LINGUA PORTUGUESA Questão 21 ANULADA PADRÃO DE CORREÇÃO LINGUA PORTUGUESA QUESTÃO 01 HABILIDADE: Escrever texto, com correspondência sonora; Escrever texto, a partir do tema proposto. 1. Escreve textos, sem erros ortográficos,

Leia mais

MATRIZES DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO

MATRIZES DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO MATRIZES DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO Sistema de Avaliação da Educação do Rio de Janeiro SAERJ Matemática Matemática - SAERJ 1 2Matrizes de Referência para Avaliação - SAERJ Matrizes de Referência para

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo. Critérios de Avaliação. Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo. Critérios de Avaliação. Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo Critérios de Avaliação Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano Números e Operações Números naturais Utilizar corretamente os numerais ordinais

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 6º ANO "... A minha contribuição

Leia mais

QUESTÕES PARA O 5º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTRE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES

QUESTÕES PARA O 5º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTRE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES QUESTÕES PARA O 5º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTRE QUESTÃO 01 SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES Descritor 27 Ler informações e dados apresentados em tabelas. COMENTÁRIOS Avalia-se, por meio de itens

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO Matemática Aluno (a): 2º ano: Turma: Professora: Valor: 20 pontos Nota: Conteúdos Números - Comparação entre os números. Adição e subtração. Fatos

Leia mais

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Matemática Versão 2 Teste Intermédio Matemática Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 29.02.2012 8.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro Identifica claramente,

Leia mais

Competências e Habilidades - Concurso de Bolsas 2015/2016. Ensino Médio e Fundamental. Ensino Fundamental (6º Ano )

Competências e Habilidades - Concurso de Bolsas 2015/2016. Ensino Médio e Fundamental. Ensino Fundamental (6º Ano ) Ensino Fundamental (6º Ano ) Língua Portuguesa Em Língua Portuguesa (com foco em leitura) serão avaliadas habilidades e competências, agrupadas em 9 tópicos que compõem a Matriz de Referência dessa disciplina,

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 8º ANO - ETAPA 1

SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 8º ANO - ETAPA 1 ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR(A): Números inteiros: operações e problemas. Operações com números racionais na forma Operar com números racionais (fracionários fracionária e decimal; e/ou decimais) em situações

Leia mais

A classificação do teste deve respeitar integralmente os critérios gerais e os critérios específicos a seguir apresentados.

A classificação do teste deve respeitar integralmente os critérios gerais e os critérios específicos a seguir apresentados. Teste Intermédio de Matemática Teste Intermédio Matemática Duração do Teste: 45 min (Caderno 1) + 30 min (pausa) + 45 min (Caderno 2) 05.06.2012 2.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de

Leia mais

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

Domínio Subdomínio Conteúdos Metas

Domínio Subdomínio Conteúdos Metas Escola Básica e Secundária da Graciosa Planificação Anual de Matemática de 1º ano Ano letivo 2014/2015 Períodos Domínio Subdomínio Conteúdos Metas Situar-se e situar objetos no espaço - Relações de posição

Leia mais

PADRÕES DE DESEMPENHO ESTUDANTIL. O que são Padrões de Desempenho? ABAIXO DO BÁSICO Até 150 pontos. BÁSICO De 150 até 200 pontos

PADRÕES DE DESEMPENHO ESTUDANTIL. O que são Padrões de Desempenho? ABAIXO DO BÁSICO Até 150 pontos. BÁSICO De 150 até 200 pontos PADRÕES DE DESEMPENHO ESTUDANTIL O que são Padrões de Desempenho? Os Padrões de Desempenho constituem uma caracterização das competências e habilidades desenvolvidas pelos alunos de determinada etapa de

Leia mais

TEMA I: Interagindo com os números e funções

TEMA I: Interagindo com os números e funções 31 TEMA I: Interagindo com os números e funções D1 Reconhecer e utilizar característictas do sistema de numeração decimal. D2 Utilizar procedimentos de cálculo para obtenção de resultados na resolução

Leia mais

UM MÓDULO DE ATIVIDADES PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DAS FÓRMULAS DE ÁREA DOS PRINCIPAIS POLÍGONOS CONVEXOS

UM MÓDULO DE ATIVIDADES PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DAS FÓRMULAS DE ÁREA DOS PRINCIPAIS POLÍGONOS CONVEXOS UM MÓDULO DE ATIVIDADES PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DAS FÓRMULAS DE ÁREA DOS PRINCIPAIS POLÍGONOS CONVEXOS Cristiane Fernandes de Souza, Ms. UFRN cristianesouza.fernandes@bol.com.br Introdução O estudo

Leia mais

META FINAL 2014-2015 Teste de Preparação Prova Final do 1.º Ciclo do Ensino Básico Soluções de Matemática

META FINAL 2014-2015 Teste de Preparação Prova Final do 1.º Ciclo do Ensino Básico Soluções de Matemática TESTE META FINAL 0-05 Teste de Preparação Prova Final do.º Ciclo do Ensino Básico Soluções de Matemática novo Item. Pinta as figuras: Apresenta uma explicação adequada: Um triângulo é um polígono com três

Leia mais

quociente razão. mesma área a partes de um tablete de chocolate

quociente razão. mesma área a partes de um tablete de chocolate 1 As sequências de atividades Vamos relembrar, Como lemos os números racionais?, Como escrevemos os números racionais?, As partes das tiras de papel, Comparando e ordenando números racionais na forma decimal

Leia mais

Padrões de Desempenho Estudantil

Padrões de Desempenho Estudantil Matemática - 3ª série do Ensino Médio PAEBES 2013 Padrões de Desempenho Estudantil Abaixo do Básico Básico Proficiente Avançado Os Padrões de Desempenho são categorias definidas a partir de cortes numéricos

Leia mais

ISSN 1948-5456 SAERJ. revista pedagógica Matemática 3ª série do Ensino Médio

ISSN 1948-5456 SAERJ. revista pedagógica Matemática 3ª série do Ensino Médio ISSN 1948-5456 SAERJ revista pedagógica Matemática 3ª série do Ensino Médio 2011 ISSN 1948-5456 saerj2011 Sistema de Avaliação da Educação do estado do RIO DE JANEIRO revista pedagógica Matemática 3ª

Leia mais

Soluções Nível 1 5 a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental

Soluções Nível 1 5 a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental 1. (alternativa C) Os números 0,01 e 0,119 são menores que 0,12. Por outro lado, 0,1 e 0,7 são maiores que 0,. Finalmente, 0,29 é maior que 0,12 e menor

Leia mais

MATEMÁTICA 5º ANO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HABILIDADE ABORDAGEM

MATEMÁTICA 5º ANO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HABILIDADE ABORDAGEM NÚMEROS E OPERÇÕES MTEMÁTIC 5º NO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HBILIDDE BORDGEM Numerais até unidade de milhão Representar, contar, realizar a leitura e registro de números até unidade de milhão (em algarismos

Leia mais

Matriz de Referência de Matemática* SAEPI Temas e seus Descritores 5º ano do Ensino Fundamental

Matriz de Referência de Matemática* SAEPI Temas e seus Descritores 5º ano do Ensino Fundamental MATEMÁTICA - 5º EF Matriz de Referência de Matemática* SAEPI Temas e seus Descritores 5º ano do Ensino Fundamental Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações

Leia mais

Explorando Poliedros

Explorando Poliedros Reforço escolar M ate mática Explorando Poliedros Dinâmica 6 2ª Série 1º Bimestre Matemática Ensino Médio 2ª Geométrico Introdução à geometria espacial Aluno PRIMEIRA ETAPA COMPARTILHAR IDEIAS ATIVIDADE

Leia mais

2aula TEORIA DE ERROS I: ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS, ARREDONDAMENTOS E INCERTEZAS. 2.1 Algarismos Corretos e Avaliados

2aula TEORIA DE ERROS I: ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS, ARREDONDAMENTOS E INCERTEZAS. 2.1 Algarismos Corretos e Avaliados 2aula Janeiro de 2012 TEORIA DE ERROS I: ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS, ARREDONDAMENTOS E INCERTEZAS Objetivos: Familiarizar o aluno com os algarismos significativos, com as regras de arredondamento e as incertezas

Leia mais

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ 1. Questão Sistemas de Numeração No sistema de numeração de base, o numeral mais simples de

Leia mais

Descrição da Escala Matemática - 5 o ano EF

Descrição da Escala Matemática - 5 o ano EF Os alunos do 5º Ano do Ensino Fundamental

Leia mais

ESCOLA BÁSICA VASCO DA GAMA - SINES

ESCOLA BÁSICA VASCO DA GAMA - SINES ESCOLA BÁSICA VASCO DA GAMA - SINES ANO LECTIVO 2009/2010 FICHA DE TRABALHO MATEMÁTICA - 6º ANO Nome: N.º Turma: Data: 1. Observa o ângulo que se segue. Assinala a resposta correcta em cada caso. 2. Assinala

Leia mais

Com uma coleção de figuras e de formas geométricas que mais parecem um jogo, mostre à turma que os números também têm seu lado concreto

Com uma coleção de figuras e de formas geométricas que mais parecem um jogo, mostre à turma que os números também têm seu lado concreto Universidade Severino Sombra Fundamentos Teóricos e Metodologia de Matemática 1 1 Com uma coleção de figuras e de formas geométricas que mais parecem um jogo, mostre à turma que os números também têm seu

Leia mais

GOVERNADOR JAQUES WAGNER SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO OSVALDO BARRETO FILHO SUBSECRETÁRIO ADERBAL CASTRO MEIRA FILHO CHEFE DE GABINETE PAULO PONTES DA SILVA

GOVERNADOR JAQUES WAGNER SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO OSVALDO BARRETO FILHO SUBSECRETÁRIO ADERBAL CASTRO MEIRA FILHO CHEFE DE GABINETE PAULO PONTES DA SILVA ISSN 2238-3077 GOVERNADOR JAQUES WAGNER SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO OSVALDO BARRETO FILHO SUBSECRETÁRIO ADERBAL CASTRO MEIRA FILHO CHEFE DE GABINETE PAULO PONTES DA SILVA SUPERINTENDÊNCIA DE ACOMPANHAMENTO

Leia mais

Gráfico de Funções: Seno, Cosseno e Tangente

Gráfico de Funções: Seno, Cosseno e Tangente Reforço escolar M ate mática Gráfico de Funções: Seno, Cosseno e Tangente Dinâmica 6 1ª Série 4º Bimestre Professor DISCIPLINA Série CAMPO CONCEITO Matemática 1a do Ensino Médio Geométrico Trigonometria

Leia mais

Questões Complementares de Geometria

Questões Complementares de Geometria Questões Complementares de Geometria Professores Eustácio e José Ocimar Resolução comentada Outubro de 009 Questão 1_Enem 000 Um marceneiro deseja construir uma escada trapezoidal com 5 degraus, de forma

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 1 MATEMÁTICA 4º ANO GEOMETRIA. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática

PLANO DE TRABALHO 1 MATEMÁTICA 4º ANO GEOMETRIA. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática PLANO DE TRABALHO 1 MATEMÁTICA 4º ANO GEOMETRIA Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática Piraquara Abril/2015 1 CONTEÚDOS - Poliedros: prismas e pirâmides. - Corpos Redondos: cone, cilindro

Leia mais

ENEM 2014 - Caderno Cinza. Resolução da Prova de Matemática

ENEM 2014 - Caderno Cinza. Resolução da Prova de Matemática ENEM 014 - Caderno Cinza Resolução da Prova de Matemática 136. Alternativa (C) Basta contar os nós que ocupam em cada casa. 3 nós na casa dos milhares. 0 nós na casa das centenas. 6 nós na casa das dezenas

Leia mais

DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

DISCIPLINA DE MATEMÁTICA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA OBJETIVOS: 6 ano Levar os estudantes a reconhecerem, em situações cotidianas, as diferentes funções, os diferentes significados e as representações dos números, operações, medidas

Leia mais

Regras de Conversão de Unidades

Regras de Conversão de Unidades Unidades de comprimento Regras de Conversão de Unidades A unidade de principal de comprimento é o metro, entretanto existem situações em que essa unidade deixa de ser prática. Se quisermos medir grandes

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL EM LARGA ESCALA

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL EM LARGA ESCALA ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL EM LARGA ESCALA Mauro Luiz Rabelo 1 1 Departamento de Matemática, Universidade de Brasília, Brasil, e-mail: rabelo@unb.br Índice Introdução 1

Leia mais

ESTRATÉGIAS GRÁFICAS NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ARITMÉTICOS RESUMO. Palavras-Chave: Resolução de problemas; Estratégias gráficas; Problemas aritméticos

ESTRATÉGIAS GRÁFICAS NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ARITMÉTICOS RESUMO. Palavras-Chave: Resolução de problemas; Estratégias gráficas; Problemas aritméticos ESTRATÉGIAS GRÁFICAS NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ARITMÉTICOS Rogéria Gaudencio do Rêgo (DM/CCEN/UFPB) Maria Alves de Azeredo (DME/CE/UFPB) RESUMO Este estudo tem por objetivo discutir sobre as diferentes

Leia mais

COLÉGIO RAPHAEL DI SANTO

COLÉGIO RAPHAEL DI SANTO COLÉGIO RAPHAEL DI SANTO LISTA DE EXERCÍCIOS DE MATEMÁTICA RECUPERAÇÃO º TRIMESTRE 6 ANOS PROFESSOR RICARDO Conteúdos da Recuperação Trimestral: - Sistema de numeração decimal; - Escrita de números de

Leia mais

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Projeto de formação de professores em Matemática Um projeto exclusivo

Leia mais

C 1. 45 minutos. Prova de Aferição de Matemática. 1.º Ciclo do Ensino Básico 8 Páginas. Matemática/2012. PA Matemática/Cad.

C 1. 45 minutos. Prova de Aferição de Matemática. 1.º Ciclo do Ensino Básico 8 Páginas. Matemática/2012. PA Matemática/Cad. PROVA DE AFERIÇÃO DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Matemática/2012 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro A PREENCHER PELO ALUNO Rubrica do Professor Aplicador Nome completo A PREENCHER PELO AGRUPAMENTO

Leia mais

POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS

POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS 7º ANO POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS Áreas de alguns quadriláteros Nuno Marreiros Recorda Área do retângulo Para todo e qualquer retângulo de base (b) e altura (h), pode-se escrever: Área do Retângulo

Leia mais

Avaliação do Rendimento em Matemática nas Escolas do Paraná: estudo descritivo da prova da 4ª e 8ª séries do ensino fundamental

Avaliação do Rendimento em Matemática nas Escolas do Paraná: estudo descritivo da prova da 4ª e 8ª séries do ensino fundamental Avaliação do Rendimento em Matemática nas Escolas do Paraná: estudo descritivo da prova da 4ª e 8ª séries do ensino fundamental REGINA LUZIA CORIO DE BURIASCO Universidade Estadual de Londrina UEL reginaburiasco@hasner.com.br

Leia mais

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental TEMA I ESPAÇO E FORMA Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Os conceitos geométricos constituem parte importante

Leia mais