MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes. A Melhoria da Estrutura Portuária

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes. A Melhoria da Estrutura Portuária"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes A Melhoria da Estrutura Portuária

2 AGENDA PORTOS Coordenação das ações de governo, na Câmara de Política de Infra-estrutura, para os principais portos brasileiros. O desafio: combinar tanto assuntos de natureza geral quanto de natureza específica. Identificar ações de alto impacto, baixo custo e com resultados de curto prazo em cada porto.

3 PROJETO PILOTO É uma iniciativa que visa modernizar o tratamento dos investimentos no âmbito da administração pública federal, mediante a identificação de projetos econômica e fiscalmente sustentáveis.

4 PORTOS

5 FUNCIONAMENTO Uma força tarefa, para cada porto, que identifica gargalos, por meio de consulta aos envolvidos, e elabora proposta de melhorias. As propostas são apresentadas ao Comitê Executivo da Câmara, que as analisa e encaminha para aprovação da Câmara. Composição: MDIC, MT, MF, MP e MAPA

6 AÇÕES DE CARÁTER NACIONAL Recursos Humanos para Órgãos Federais Integração do Sistema de Informações Criação de Centros Administrativos Únicos Criação de Área Coberta para Fiscalização da Agricultura Padronização de Procedimentos dos Agentes de Fiscalização

7 PORTO DE ITAQUÍ

8 PORTO DE ITAQUI AGENDA PORTOS ADEQUAÇÃ ÇÃO O (RESTAURAÇÃ ÇÃO) DO ACESSO RODOVIÁRIO RIO AO PORTO DE ITAQUÍ R$ ,00 Projeto pronto CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO R$ ,00 Início das obras em setembro de 2005 INSTALAÇÕES FITO-SANITÁRIAS R$ ,00 Obras em andamento

9 PORTO DE SALVADOR

10 PORTO DE SALAVADOR AGENDA PORTOS DRAGAGEM DE MANUTENÇÃO R$ ,00 Aguardando licenciamento ambiental AMPLIAÇÃO DO CAIS DE ÁGUA DE MENINOS R$ ,00 Aguardando licenciamento ambiental CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO R$ ,00 Licitação a ser realizada em setembro de 2005 CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÃO FITO-SANITÁRIA R$ ,00 Obra em execução

11 PORTO DE ARATU

12 PORTO DE ARATU AGENDA PORTOS DRAGAGEM DE MANUTENÇÃO R$ ,00 Aguardando licenciamento ambiental CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO R$ ,00 Projeto executivo contratado com início das obras para outubro de 2005

13 PORTO DE VITÓRIA

14 PORTO DE VITÓRIA AGENDA PORTOS DRAGAGEM DE APROFUNDAMENTO R$ ,00 Ação em execução. DERROCAGEM DO CANAL DE ACESSO R$ ,00 Em andamento. ADEQUAÇÃO DO ACESSO RODOVIÁRIO AO CAIS DE CAPUABA Ação em execução R$ ,00 MELHORAMENTO DA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA Ação em execução R$ ,00 CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO Em execução R$ ,00 CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÃO PARA INSPEÇÃO FITO-SANITÁRIA Em execução R$ ,00

15 PORTO DE VITÓRIA PROJETO PILOTO RECUPERAÇÃO DO PÁTIO DOS BERÇOS 201 E 202, NO CAIS DE CAPUABA R$ ,00 Projeto executivo sendo analisado pelo TCU. RECUPERAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO INTERNO NO CAIS DE CAPUABA R$ ,00 Projeto executivo sendo analisado pelo TCU. RECUPERAÇÃO DA PLATAFORMA OPERACIONAL DO CAIS DE VITÓRIA NOS BERÇOS 101,102 E 103 R$ ,00 Em andamento. RECUPERAÇÃO DA PAVIMENTAÇÃO DA ESTRADA DE ACESSO AO CAIS DE CAPUABA R$ ,00 Em execução CONTENÇÃ ÇÃO O DO CAIS R$ ,00 Em andamento

16 PORTO DO RIO DE JANEIRO

17 PORTO DO RIO DE JANEIRO AGENDA PORTOS CONSTRUÇÃO DE SUBESTAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Obra em andamento. R$ ,00 MELHORAMENTO NA INFRA ESTRUTURA PORTUÁRIA Em andamento. R$ ,00 CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO Em andamento. R$ ,00 CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÕES PARA INSPEÇÃO FITO- SANITÁRIA Em andamento. R$ ,00

18 PORTO DO RIO DE JANEIRO PROJETO PILOTO RECUPERAÇÃO DO ACESSO RODOFERROVIÁRIO R$ ,00 Projeto em discussão com órgão do Governo DRAGAGEM DE MANUTENÇÃO R$ ,00 Ordem de Serviço emitida em 02/08/ IMPLANTAÇÃO DE BALANÇAS R$ ,00 Em execução. DRAGAGEM DE APROFUNDAMENTO R$ ,00 Em licitação AMPLIAÇÃO DA REDE ELÉTRICA R$ ,00 Projeto em fase de conclusão AMPLIAÇÃO DA RETROÁREA DO PORTO R$ ,00 Em execução

19 PORTO DE SEPETIBA

20 PORTO DE SEPETIBA - AGENDA PORTOS RECUPERAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO DE SEPETIBA Em execução. R$ ,00 IMPLEMENTAÇÃO DO CENTRO AVANÇADO DE CONTROLE DE TRÁFEGO R$ ,00 Previsão de início das obras em setembro de CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO R$ ,00 Previsão de início das obras em agosto de CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÕES PARA INSPEÇÃO FITO-SANITÁRIA R$ ,00 Previsão de início das obras em agosto de ADEQUAÇÃO DAS INSTALAÇÕES PARA CONTROLE DE TRANSPORTES DE CARGA R$ ,00 Previsão de início das obras em setembro de 2005.

21 PORTO DE SEPETIBA AGENDA PORTOS e PROJETO PILOTO ADEQUAÇÃO DE TRECHOS RODOVIÁRIOS NA BR101 ACESSO AO PORTO DE SEPETIBA. R$ ,00 Fase de licitação da obra DNIT CONSTRUÇÃO DE VIADUTO NA BR ACESSO A SEPETIBA R$ ,00 Fase de licitação da obra DNIT PROJETO PILOTO DRAGAGEM DE CANAL DE ACESSO DA BACIA DE EVOLUÇÃO R$ ,00 Aguardando licença ambiental do FEEMA.

22 PORTO DE SANTOS

23 PORTO DE SANTOS AGENDA PORTOS CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÃO PORTUÁRIA PARA INSPEÇÃO FITO-SANITÁRIA R$ ,00 Projeto básico concluído, obra em em execução

24 PORTO DE SANTOS PROJETO PILOTO DRAGAGEM DE APROFUNDAMENTO DO CANAL R$ ,00 Pedido de remanejamento da ação para dragagem de manutenção DERROCAGEM JUNTO AO CANAL R$ ,00 Projeto executivo em contratação REMOÇÃO DE DESTROÇOS NO CANAL R$ ,00 Contratação da empresa CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO R$ ,00 Aguardando transferência do prédio do INSS e autorização da SPU para transferência do imóvel para CODESP.

25 PORTO DE PARANAGUÁ

26 PORTO DE PARANAGUÁ AGENDA PORTOS CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO R$ ,00 CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÕES PARA INSPEÇÃO FITO-SANITÁRIA R$ ,00

27 PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL

28 PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL AGENDA PORTOS CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO R$ ,00 Projeto básico concluído aguardando aprovação pelo DNIT CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÃO FITO-SANITÁRIA R$ ,00 Projeto básico concluído aguardando aprovação pelo DNIT RECUPERAÇÃO DOS BERÇOS 102 E 103 R$ ,00 Projeto básico concluído aguardando aprovação pelo DNIT CONSTRUÇÃO DE VIADUTO NA BR 280 ACESSO AO PORTO R$ ,00 Projeto básico concluído aguardando aprovação pelo DNIT

29 PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL PROJETO PILOTO RECUPERAÇÃO DOS BERÇOS 102 E 103 R$ ,00 -Projeto básico concluído aguardando aprovação pelo DNIT CONSTRUÇÃO DE VIADUTO NA BR 280 ACESSO AO PORTO R$ ,00 Projeto básico em andamento, execução da obra pelo BEC DERROCAMENTO JUNTO AO CANAL R$ ,00 Projeto básico em andamento RECUPERAÇÃO E MODERNIZAÇÃO NO SISTEMA ELÉTRICO DO PORTO R$ ,00 Projeto básico em andamento

30 PORTO DE ITAJAÍ

31 PORTO DE ITAJAÍ AGENDA PORTOS CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO PORTUÁRIO R$ ,00 Projeto concluído aguardando aprovação pelo DNIT CONSTRUÇÃO DE INSTALAÇÃO FITO-SANITÁRIA R$ ,00 Projeto concluído aguardando aprovação pelo DNIT

32 PORTO DE ITAJAÍ PROJETO PILOTO DERROCAMENTO NO CANAL DE ACESSO R$ ,00 Aguardando aprovação pelo DNIT de Plano de Trabalho, Aditivos, Projetos e Ordem de serviço RECUPERAÇÃO DOS MOLHES R$ ,00 Aguardando aprovação pelo DNIT de Plano de Trabalho, Aditivos, Projetos e Ordem de serviço CONSTRUÇÃO DE ACESSO RODOVIÁRIO NA BR 101 ACESSO AO PORTO R$ ,00 Projeto executivo concluído - DRAGAGEM NO CANAL DE ACESSO R$ ,00 Edital e Plano de Trabalho em análise pelo DNIT

33 PORTO DE RIO GRANDE

34 PORTO DE RIO GRANDE AGENDA PORTOS ADEQUAÇÃO DO ACESSO RODOVIÁRIO AO PORTO DE RIO GRANDE R$ ,00 Projeto em andamento INSTALAÇÕES FITO-SANITÁRIAS R$ ,00 Aguardando liberação de recursos do Convênio DNIT/SUPRG CONSTRUÇÃO DO COMPLEXO ADMINISTRATIVO PORTUÁRIO R$ ,00 Aguardando liberação de recursos do Convênio DNIT/SUPRG

35 PORTO DE RIO GRANDE PROJETO PILOTO DRAGAGEM DO CANAL DE ACESSO R$ ,00 SUPRG contratará o INPH para elaboração de estudo SINALIZAÇÃO DO CANAL DE ACESSO R$ ,00 Projeto básico concluído e Licença ambiental obtida CONSTRUÇÃO DDE PÁTIO DE ESTACIONAMENTO DO TECON R$ ,00 Pré-projeto elaborado e em definição a área da obra.

36 COMPANHIA DOCAS DO PARÁ - CDP PROJETO PILOTO Valores em 2006 CONSTRUÇÃO DA RAMPA ROLL-ON ROLL-OF NO PORTO DE VILA DO CONDE R$ ,00

37 COMPANHIA DOCAS DO RIO GRANDE DO NORTE CODERN PROJETO PILOTO - Valores para 2006 RECUPERAÇÃO E MELHORAMENTO DA INFRA-ESTRUTURA DO TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA R$ ,38

38 COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ - CDC PROJETO PILOTO - Valores para 2006 APROFUNDAMENTO DO CAIS COMERCIAL DO PORTO DE FORTALEZA R$ ,00

39 COMPANHIA DAS DOCAS DO ESTADO DA BAHIA CODEBA PROJETO PILOTO - Valores para 2006 INSTALAÇÃO DE PORTEINER NO PORTO DE SALVADOR R$ ,00

40 COMPANHIA DOCAS DO ESPÍTIRO SANTO CODESA PROJETO PILOTO - Valores para 2006 IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE DEFENSAS NO PORTO DE VITÓRIA R$ ,00 DIAGNÓSTICO AMBIENTAL NOS PORTOS ORGANIZADOS DO ESPÍTITO SANTO R$ ,00 ADEQUAÇÃ ÇÃO O DO SISTEMA DE SINALIZAÇÃ ÇÃO DO PORTO DE VITÓRIA R$ ,00.000,00

41 COMPANHIA DOCAS DO RIO DE JANEIRO COMPANHIA DOCAS CDRJ DO RIO DE JANEIRO CDRJ PROJETO PROJETO PILOTO PILOTO - Valores Valores para para CONSTRUÇÃO DE ÁREA DE PARQUEAMENTO DE CARRETAS NO PORTO R$ ,00 COMPANHIA DOCAS DO IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NOS PORTOS DO RIO DE JANEIRO R$ ,00 IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE DEFESAS NO PORTO R$ ,00

42 COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP PROJETO PILOTO - Valores para 2006 IMPLANTAÇÃO DA AVENIDA PERIMETRAL PORTUÁRIA R$ ,00 DRAGAGEM DE MANUTENÇÃO NO CANAL DE ACESSO E BACIA DE EVOLUÇÃO R$ ,00

43 DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT PROJETO PILOTO - Valores para 2006 MELHORAMENTO DA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA DO PORTO DE SUAPE R$ ,00 AMPLIAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA DO PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL R$ ,00

44 VALORES TOTAIS AGENDA PORTOS 2004 R$ ,00 PROJETO PILOTO 2005 R$ ,00 PROJETO PILOTO 2006 R$ ,38 T O T A L G E R A L R$ ,38

45 Apresentação do Diretor de Transportes Aquaviários: Paulo de Tarso Carneiro - Colaboração: Cássia Luiza Gomes e Silva de Moraes

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 26 TRANSPORTE 116. 408. 996

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 26 TRANSPORTE 116. 408. 996 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 26 TRANSPORTE 11 6. 4 0 8. 9 9 6 784 TRANSPORTE HIDROVIÁRIO 11 6. 4 0 8. 9 9 6 /SUBFUNCOES 26 TRANSPORTE 116. 408. 996 784 TRANSPORTE

Leia mais

Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas

Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas Congresso Internacional NAVEGAR 2010 Carlos Campos Neto Carlos.campos@ipea.gov.br Porto Alegre, agosto de 2010 2/33 Sumário Diagnóstico Marco

Leia mais

PROGRAMA: 2074 - Transporte Marítimo

PROGRAMA: 2074 - Transporte Marítimo Filtro selecionado Período: Monitoramento Temático Ano 2014-2º Semestre Listagem por: Programa - Transporte Marítimo Órgão: 68000 - Secretaria de Portos Elementos a serem exibidos: Indicadores; Metas;

Leia mais

INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA DE TURISMO NOS PORTOS

INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA DE TURISMO NOS PORTOS Presidência da República Secretaria de Portos INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA DE TURISMO NOS PORTOS Eng. Antonio Maurício Ferreira Netto Diretor de Revitalização e Modernização Portuária Brasília, 23 de

Leia mais

IX SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE LOGISTICA SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SEP/PR

IX SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE LOGISTICA SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SEP/PR IX SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE LOGISTICA SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SEP/PR Setor Portuário Brasileiro Estimativa do aumento da Movimentação nos Portos (em milhões de toneladas) 2.400

Leia mais

INCLUSO NO VALOR ACIMA O PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA

INCLUSO NO VALOR ACIMA O PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO - PAC ÓRGAO EMPENHADO PGTO TOTAL EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DE 2007 A 2011 2007 A 2011 DOTAÇÃO DESPESA RESTOS A PAGAR PG % ATUAL EMP % LIQ PG % INSC. CANC.

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira CONOF

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira CONOF NOTA TÉCNICA Nº 17/2007 Subsídios para a apreciação da Medida Provisória nº 367, de 30 de abril de 2007, quanto à adequação orçamentária e financeira. Interessado: Comissão Mista de Planos, Orçamentos

Leia mais

Política Portuária Nacional e Programa de Arrendamentos

Política Portuária Nacional e Programa de Arrendamentos Política Portuária Nacional e Programa de Arrendamentos Antonio Henrique P. Silveira Ministro-Chefe da Secretaria de Portos Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 10/jun/2014 Novo Marco do Setor

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO SEGURANÇA PORTUÁRIA NOS PORTOS ORGANIZADOS

REGULAMENTAÇÃO SEGURANÇA PORTUÁRIA NOS PORTOS ORGANIZADOS REGULAMENTAÇÃO SEGURANÇA PORTUÁRIA NOS PORTOS ORGANIZADOS Aquarela: PAULO MARTORELLI Brasília - DF Novembro 2013 Regulamentação da Segurança Portuária CONTEXTO PASSOS PERCORRIDOS PRÓXIMOS PASSOS PREVISTOS

Leia mais

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão. Ampliação e Construção

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão. Ampliação e Construção Ministério dos s PNLT - Plano Nacional de Logística e s Aeroviário Ferroviário Aeroporto de Vitória/ (Eurico de Aguiar Salles): Ampliação e Construção de Mais um Módulo do Terminal de Passageiros, incluindo

Leia mais

PR E S IDÊ N C IA DA R E PÚ B LIC A PR L uiz I ná c io L ula da S ilva. C AS A C IV IL D ilm a R o us s eff

PR E S IDÊ N C IA DA R E PÚ B LIC A PR L uiz I ná c io L ula da S ilva. C AS A C IV IL D ilm a R o us s eff PR E S IDÊ N C IA DA R E PÚ B LIC A PR L uiz I ná c io L ula da S ilva P re s ide n te C AS A C IV IL E D ilm a R o us s eff M in is tro de E s tado C h e fe S E C R E TAR IA E S PE C IAL DE POR TOS -

Leia mais

Porto de Fortaleza. O desenvolvimento do Ceará passa por aqui

Porto de Fortaleza. O desenvolvimento do Ceará passa por aqui Porto de Fortaleza O desenvolvimento do Ceará passa por aqui O Porto de Fortaleza: porto de múltiplo uso Navios de Carga Geral / Navios Roll-on e Roll-off Navios Porta-Contêineres Navios de Passageiros

Leia mais

Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária

Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária Secretaria de Portos da Presidência da República Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária Ministro Leônidas Cristino São Luiz, abril 2011 AGENDA:

Leia mais

INCLUSO NA TABELA ACIMA O VALOR DO MINHA CASA, MINHA VIDA

INCLUSO NA TABELA ACIMA O VALOR DO MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO - PAC ÓRGAO SIAFI: 31 de agosto de EMPENHADO 2007 A 2011 DOTAÇÃO EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DE DESPESA RESTOS A PAGAR ATUAL EMP % LIQ % INSCRITOS A B C C/B

Leia mais

A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem. Fabrízio Pierdomenico

A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem. Fabrízio Pierdomenico Secretaria Especial de Portos da Presidência da República A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem C- Fabrízio Pierdomenico Sub-Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Portuário

Leia mais

INCLUSO NA TABELA ACIMA O VALOR DO MINHA CASA, MINHA VIDA

INCLUSO NA TABELA ACIMA O VALOR DO MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO - PAC ÓRGAO SIAFI: 30 de setembro de EMPENHADO 2007 A 2011 DOTAÇÃO EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DE DESPESA ATUAL EMP % LIQ % INSCRITOS A B C C/B D D/B E 20.128

Leia mais

AÇÕES, PROGRAMAS E PROJETOS

AÇÕES, PROGRAMAS E PROJETOS 1 de 6 Estudos e Projetos para infraestrutura portuária - Nacional Estudos e Planejamento para o Setor Portuário - Nacional Elaboração de Estudos de viabilidade econômica para construção de um cais com

Leia mais

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão Angra dos Reis/ Angra dos Reis/ Ampliação/Melhorias Não Planejado 30.000 N.A. Pós 2015 Angra dos Reis: ampliação do Pátio de Aeronaves, Terminal de Passageiros e Ampliação de Pista. Área do Terminal: 450m2.

Leia mais

30º Encontro Nacional de Comércio Exterior ENAEX 2011

30º Encontro Nacional de Comércio Exterior ENAEX 2011 30º Encontro Nacional de Comércio Exterior ENAEX 2011 Rio de Janeiro, 18 e 19 de Agosto de 2011 Reflexos das Concessões de Terminais Públicos e Privativos Juarez Moraes e Silva Presidente do Conselho Associação

Leia mais

NOVA LEGISLAÇÃO PORTUÁRIA O CASO DO BRASIL. Prof. Eng. Dea, Msc. Adalmir José de Souza

NOVA LEGISLAÇÃO PORTUÁRIA O CASO DO BRASIL. Prof. Eng. Dea, Msc. Adalmir José de Souza NOVA LEGISLAÇÃO PORTUÁRIA O CASO DO BRASIL Prof. Eng. Dea, Msc. Adalmir José de Souza REFORMA DO SETOR PORTUÁRIO Lei n 12.815, de 05 de Junho de 2013 SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SEP/PR

Leia mais

Transporte Aquaviário e Portos

Transporte Aquaviário e Portos Transporte Aquaviário e Portos Arrendamentos operacionais de áreas e instalações portuárias A Constituição Federal de 1988 estabelece que compete à União explorar os portos públicos diretamente ou mediante

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede do Rio de Janeiro. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede do Rio de Janeiro. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede do Rio de Janeiro Dezembro de 2012 CodeP1 CODE1 Rio de Janeiro: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Curitiba Setembro/2013 Curitiba: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DO CAIS COMERCIAL DO PORTO DE VITÓRIA

REVITALIZAÇÃO DO CAIS COMERCIAL DO PORTO DE VITÓRIA REVITALIZAÇÃO DO CAIS COMERCIAL DO PORTO DE VITÓRIA O projeto de revitalização do Porto de Vitória é uma obra do Plano de Aceleração do Crescimento PAC e complementa os projetos de Ampliação do Cais Comercial,

Leia mais

A Modernização dos Portos Brasileiros para a Copa do Mundo de 2014

A Modernização dos Portos Brasileiros para a Copa do Mundo de 2014 A Modernização dos Portos Brasileiros para a Copa do Mundo de 2014 TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ Rio de Janeiro, 29 de setembro de 2010 A ANTAQ E A ESTRUTURA DO ESTADO UNIÃO Poder Executivo ANTAQ

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Manaus. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Manaus. Dezembro de 2012 Code-P0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Manaus Dezembro de 2012 Manaus: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos Referência Nov/12, Distribuição dos investimentos

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE PORTOS PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2011

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE PORTOS PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2011 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE PORTOS PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2011 Março/2012 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE PORTOS PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA

Leia mais

INCLUSO NA TABELA ACIMA O VALOR DO MINHA CASA, MINHA VIDA

INCLUSO NA TABELA ACIMA O VALOR DO MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO - PAC ÓRGAO SIAFI: 31 de outubro de EMPENHADO 2007 A 2011 DOTAÇÃO EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DE DESPESA RESTOS A PAGAR ATUAL EMPENHADO % LIQUIDADO % INSCRITOS

Leia mais

PROJETO DE AMPLIAÇÃO DO PORTO DE NATAL

PROJETO DE AMPLIAÇÃO DO PORTO DE NATAL PROJETO DE AMPLIAÇÃO DO PORTO DE NATAL CONSTRUÇÃO DO BERÇO Nº 04 DO PORTO DE NATAL, ATRACADOURO PARA PESCA ARTESANAL E SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA COLISÕES DOS PILARES CENTRAIS DA PONTE NEWTON NAVARRO ATRAVÉS

Leia mais

10 ANOS DE CTLOG. Ações e Conquistas

10 ANOS DE CTLOG. Ações e Conquistas 10 ANOS DE Suspensão do Projeto de Lei nº 3635/2008 Exige forração com lona em caminhões graneleiros. Modelagem do TEGRAM Porto do Itaqui Modelagem do Porto de Outeiro - PA Redefinição da localização do

Leia mais

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão Aeroviário Ferroviário Criciúma - Forquilinha/ Criciúma - Forquilinha/ Construção/Melhorias Não Planejado 8.081 N.A. Pós 2015 Florianópolis/ (Internacional Hercílio Luz) - Infraero Jaguaruna, Correia Pinto

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE PORTOS PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2012

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE PORTOS PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2012 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE PORTOS PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA ANUAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2012 Março/2013 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE PORTOS PRESTAÇÃO DE CONTAS ORDINÁRIA

Leia mais

NOVEMBRO 2011 IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA PORTO HOJE PLANO ESTRATÉGICO

NOVEMBRO 2011 IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA PORTO HOJE PLANO ESTRATÉGICO NOVEMBRO 2011 IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA PORTO HOJE PLANO ESTRATÉGICO 1 LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA MUNDIAL Rotterdam (5) (1) (4) Porto do Itaqui (3) (2) Itaqui China (Shangai) (1) Via Canal Panamá ~ 12.000

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Salvador Setembro/2013 Salvador: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

DRAGAGEM POR RESULTADOS

DRAGAGEM POR RESULTADOS Seminário: Reforma Portuária para Formuladores de Política e Especialistas DRAGAGEM POR RESULTADOS (LEI N 11.610 / 07) Brasília, 01 de abril de 2008 CONCEITUAÇÕES A = Calado B = Distância entre a quilha

Leia mais

Base Legal da Ação Lei 11.518 de 05/09/2007, Lei 11.610 de 12/12/2007, Lei 6.938/81, Resoluções CONAMA 001/86 e 237/97.

Base Legal da Ação Lei 11.518 de 05/09/2007, Lei 11.610 de 12/12/2007, Lei 6.938/81, Resoluções CONAMA 001/86 e 237/97. Programa 2074 - Transporte Marítimo 11XL - Dragagem de Aprofundamento no Porto de Cabedelo (PB) Número de Ações 37 Dragagem realizada Unidade de Medida: mil metros cúbicos Dragagem de aprofundamento da

Leia mais

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA. D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC)

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA. D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC) EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC) Professor: Pedro Antônio Bertone Ataíde 23 a 27 de março

Leia mais

O Programa de Investimentos em Logística: Um Projeto Estratégico do Estado Brasileiro

O Programa de Investimentos em Logística: Um Projeto Estratégico do Estado Brasileiro O Programa de Investimentos em Logística: Um Projeto Estratégico do Estado Brasileiro Bernardo Figueiredo Presidente da Empresa Brasileira de Planejamento e Logística Logística e Desenvolvimento Econômico

Leia mais

Logística e Infra-estrutura

Logística e Infra-estrutura Siderurgia Mineração Cimento Logística e Infra-estrutura CSN apresenta Plataforma Logística CSN em Itaguaí Plataforma Logística CSN em Itaguaí Um projeto alinhado às necessidades do Brasil Plataforma Logística

Leia mais

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 0220 MANUTENCAO DA MALHA RODOVIARIA FEDERAL 171401452 P R O J E TO S

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 0220 MANUTENCAO DA MALHA RODOVIARIA FEDERAL 171401452 P R O J E TO S ORGAO : 39000 - MINISTERIO DOS TRANSPORTES UNIDADE : 39252 - DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$

Leia mais

PROGRAMA DE CONCESSÃO EM PORTOS

PROGRAMA DE CONCESSÃO EM PORTOS SENADO FEDERAL COMISSÃO DE INFRAESTRUTURA PROGRAMA DE CONCESSÃO EM PORTOS Edinho Araújo Ministro-chefe da Secretaria de 1 Programa de Investimentos em Logística Investimentos projetados R$ 198,4 bilhões

Leia mais

Audiência Pública Senado Federal Comissão de Agricultura e Reforma Agrária Comissão de Serviços de Infraestrutura

Audiência Pública Senado Federal Comissão de Agricultura e Reforma Agrária Comissão de Serviços de Infraestrutura Presidência da República Secretaria de Portos Audiência Pública Senado Federal Comissão de Agricultura e Reforma Agrária Comissão de Serviços de Infraestrutura 29 de junho de 2010 Subsecretário de Planejamento

Leia mais

ATA DA 1521ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRETORIA EXECUTIVA DA COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA

ATA DA 1521ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRETORIA EXECUTIVA DA COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA 2561 ATA DA 1521ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA DIRETORIA EXECUTIVA DA COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA Às onze horas do dia dezoito do mês de janeiro do ano de dois mil e doze,

Leia mais

SETOR PORTUÁRIO RIO BRASILEIRO: INVESTIMENTOS E LOGÍSTICA

SETOR PORTUÁRIO RIO BRASILEIRO: INVESTIMENTOS E LOGÍSTICA SETOR PORTUÁRIO RIO BRASILEIRO: INVESTIMENTOS E LOGÍSTICA Novo Marco Regulatório do Setor - Lei n 12.815, de 05/06/2013 SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SEP/PR Audiência Pública Comissão

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 09 PREVIDÊNCIA SOCIAL 20.000.000 20 AGRICULTURA 2.118.000 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 867.840 25 ENERGIA 707.561.300 26 TRANSPORTE 112.420.091

Leia mais

4.3 - CRÉDITOS ADICIONAIS AO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO

4.3 - CRÉDITOS ADICIONAIS AO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 4.3 - CRÉDITOS ADICIONAIS AO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO Fatores diversos verificados no decorrer do processo de execução do Orçamento de Investimento de 2009, como mudanças das condicionantes macroeconômicas,

Leia mais

COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011

COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011 COPA 2014 AEROPORTOS Atualização: 14/06/2011 AEROPORTOS DA COPA 13 Aeroportos 31 Intervenções R$ 5,79 bilhões Manaus TPS Fortaleza TPS São Gonçalo do Amarante Pista Recife Torre Cuiabá TPS Brasília TPS

Leia mais

Infraestrutura portuária para o Turismo

Infraestrutura portuária para o Turismo Infraestrutura portuária para o Turismo Senado Federal Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo Fernando Antonio Brito Fialho Diretor-Geral da ANTAQ Brasília, 6 de abril de 2011 Aspectos institucionais

Leia mais

Code-P0 COPA 2014. Atualizado em 27/09/2011

Code-P0 COPA 2014. Atualizado em 27/09/2011 CodeP0 AEROPORTOS COPA 2014 Atualizado em 27/09/2011 0 CodeP1 ÍNDICE 2 GUARULHOS 4 Construção do TPS 3 (1ª Fase) Desapropriação, Ampliação e Revitalização do Sistema de Pista e Pátio Ampliação e Revitalização

Leia mais

Visão Geral do Programa de Portos

Visão Geral do Programa de Portos Visão Geral do Programa de Portos São Paulo, 3 de setembro de 2013 O que é a EBP? Aporte de capital em partes iguais Um voto cada no Conselho Desenvolvimento de projetos de infraestrutura: Em parceria

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 VI Seminário ALACPA de Pavimentos Aeroportuários e IV FAA Workshop Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 28 Outubro 2009 Arq. Jonas M. Lopes INFRAERO Aeroportos - Copa do Mundo 2014 Belo Horizonte

Leia mais

III Seminário Nacional Sobre Dragagem

III Seminário Nacional Sobre Dragagem III Seminário Nacional Sobre Dragagem Engenharia, Tecnologia e Meio Ambiente Mª Luíza Almeida Gusmão Maio/2008 Painel: Monitoramento Ambiental das Dragagens Termo de Referência para o Planejamento das

Leia mais

Reforma Portuária. Breakbulk South America 01.12.14

Reforma Portuária. Breakbulk South America 01.12.14 Reforma Portuária Breakbulk South America 01.12.14 AGENDA 2 Reforma Portuária Desafios Oportunidades e Decisões das Empresas Expectativas EVOLUÇÃO DO MARCO REGULATÓRIO 3 1990 1993 2001 2007 2008 2013 EXTINÇÃO

Leia mais

VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRANSPORTES NA AMAZÔNIA II SEMINÁRIO INTERNACIONAL BRASIL/HOLANDA

VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRANSPORTES NA AMAZÔNIA II SEMINÁRIO INTERNACIONAL BRASIL/HOLANDA VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRANSPORTES NA AMAZÔNIA II SEMINÁRIO INTERNACIONAL BRASIL/HOLANDA PLATAFORMAS LOGÍSTICAS E TERMINAIS HIDROVIÁRIOS 02.09.2015 SUMÁRIO 1 2 INTRODUÇÃO - Objetivos e Plano Estratégico

Leia mais

Ferrovias. Infraestrutura no Brasil: Projetos, Financiamentos e Oportunidades

Ferrovias. Infraestrutura no Brasil: Projetos, Financiamentos e Oportunidades Ferrovias OBJETIVOS Ferrovias Novo modelo de investimento/exploração das ferrovias Quebra do monopólio na oferta de serviços de transporte ferroviário Expansão, modernização e integração da malha ferroviária

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Curitiba Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Financiamento Federal Local Federal Privado Estádio 1

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Belo Horizonte Setembro/2013 Belo Horizonte: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Recife Dezembro de 2012 Recife: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição dos investimentos por

Leia mais

QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL. Agosto de 2013

QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL. Agosto de 2013 QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL Agosto de 2013 PRINCIPAIS CADEIAS PRODUTIVAS Soja, milho e bovinos AGROPECUÁRIA AÇÚCAR E ÁLCOOL Soja, milho e bovinos Cana de açúcar MINERAÇÃO E SIDERURGIA

Leia mais

A s. do de. TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ São Paulo, 25 de agosto de 2010

A s. do de. TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ São Paulo, 25 de agosto de 2010 A Mod erniz ação dos Porto s Brasil eiros para a Copa do Mun do de 2014 TIAGO PEREIRA LIMA Diretor da ANTAQ São Paulo, 25 de agosto de 2010 A ANTAQ E A ESTRUTURA DO ESTADO UNIÃO Poder Executivo Secretaria

Leia mais

Plano Nacional de Logística Portuária PNLP

Plano Nacional de Logística Portuária PNLP Programa de Investimentos, Arrendamentos e TUPs, e o Potencial do Pará como novo Corredor de Exportação LUIS CLAUDIO S. MONTENEGRO Diretor de Informações Portuárias SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA

Leia mais

Fórum Porto-Cidade do Rio de Janeiro. A Importância da Relação Porto-Cidade no Atual Cenário Econômico Mundial

Fórum Porto-Cidade do Rio de Janeiro. A Importância da Relação Porto-Cidade no Atual Cenário Econômico Mundial Fórum Porto-Cidade do Rio de Janeiro A Importância da Relação Porto-Cidade no Atual Cenário Econômico Mundial Antonio Maurício Ferreira Netto Secretaria de Portos da Presidência da República Rio de Janeiro

Leia mais

VI Congresso Brasileiro do Algodão Uberlândia MG. Panorama: Logística Portuária

VI Congresso Brasileiro do Algodão Uberlândia MG. Panorama: Logística Portuária VI Congresso Brasileiro do Algodão Uberlândia MG Panorama: Logística Portuária Bacharel em Comércio Exterior pela Unicenp (Curitiba/PR) Rodrigo FONSECA rodrigo.fonseca@tcp.com.br +55 41 3420.3334 +55 41

Leia mais

O dilema da manifestação de interesse

O dilema da manifestação de interesse ANO II n o 7 setembro 2007 O dilema da manifestação de interesse Pontos principais: 1) Após 44 meses, os 22 projetos da I Carteira de Projetos de Infra-estrutura de PPP do governo federal tiveram destinos

Leia mais

COMISSÃO PORTOS RIO DE JANEIRO INVESTIMENTOS PRIVADOS NA MODERNIZAÇÃO DOS PORTOS

COMISSÃO PORTOS RIO DE JANEIRO INVESTIMENTOS PRIVADOS NA MODERNIZAÇÃO DOS PORTOS COMISSÃO PORTOS RIO DE JANEIRO INVESTIMENTOS PRIVADOS NA MODERNIZAÇÃO DOS PORTOS Edinho Araújo Ministro-chefe da Secretaria de Portos 1 Programa de Investimentos em Logística Investimentos projetados R$

Leia mais

CIRCULOU EM 27/1/2010 A EDIÇÃO EXTRA Nº 18 -A. Sumário. Atos do Poder Executivo

CIRCULOU EM 27/1/2010 A EDIÇÃO EXTRA Nº 18 -A. Sumário. Atos do Poder Executivo ISSN 677-7042 Ano CXLVII N o - 9 Brasília - DF, quinta-feira, 28 de janeiro de 200. Sumário PÁGINA Atos do Poder Executivo... Presidência da República... 5 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento...

Leia mais

VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO

VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO I - QUADROS ORÇAMENTÁRIOS CONSOLIDADOS Quadro Síntese do Orçamento de Investimento LDO - 2007, Anexo II, Inciso XIII. Código / Especificação VALOR Total da Despesa

Leia mais

Infraestrutura e Logística do Brasil. Bahia. Situação atual e perspectivas futuras. Ministério dos Transportes. Salvador/BA, 20 de maio de 2013

Infraestrutura e Logística do Brasil. Bahia. Situação atual e perspectivas futuras. Ministério dos Transportes. Salvador/BA, 20 de maio de 2013 Infraestrutura e Logística do Brasil Bahia Situação atual e perspectivas futuras Salvador/BA, 20 de maio de 2013 Ministério dos Transportes Dimensão dos Transportes no Brasil/Bahia Malha Rodoviária Federal

Leia mais

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL HISTÓRICO ESTADO DE SANTA CATARINA PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL A história do Porto de São Francisco do Sul teve inicio em dezembro de 1912, quando a Companhia Estrada de Ferro São Paulo - Rio Grande

Leia mais

GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES PORTO DE SANTOS A PORTA DO BRASIL. Março/2004

GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES PORTO DE SANTOS A PORTA DO BRASIL. Março/2004 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES GOVERNO FEDERAL PORTO DE SANTOS A PORTA DO BRASIL Março/2004 PORTO DE SANTOS Localização dos Terminais Derivados Petróleo Autos Inflam. Papel Margem Esquerda Contêineres. Trigo

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SECRETARIA ESPECIAL DE PORTOS A Visão dos Agentes Públicos nas Atividades Portuárias Sustentáveis Antonio Maurício Ferreira Netto Diretor do Departamento de Revitalização

Leia mais

Visão da ANTAQ sobre a logística portuária e hidroviária

Visão da ANTAQ sobre a logística portuária e hidroviária Visão da ANTAQ sobre a logística portuária e hidroviária FERNANDO ANTONIO BRITO FIALHO DIRETOR-GERAL Apresentação para o Grupo Votorantim Brasília, 05 de maio de 2009. Aspectos Institucionais Criada pela

Leia mais

90.000.000 90.000.000 F 5 2 90 0 300 90.000.000 4.000.000 4.000.000 F 5 2 90 0 300 4.000.000

90.000.000 90.000.000 F 5 2 90 0 300 90.000.000 4.000.000 4.000.000 F 5 2 90 0 300 4.000.000 26 784 1459 122W EXECUCAO DAS OBRAS CIVIS DE PROTECAO DOS CA- 56.000.000 BECOS NORTE E SUL DOS ARRECIFES NO ACESSO AO PORTO INTERNO DE SUAPE (PE) - NO ESTADO DE PER- NAMBUCO 26 784 1459 122W 0101 EXECUCAO

Leia mais

0750 APOIO ADMINISTRATIVO 6482736 DISTRITO FEDERAL UNIDADE : 39252 - DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT

0750 APOIO ADMINISTRATIVO 6482736 DISTRITO FEDERAL UNIDADE : 39252 - DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT ORGAO : 32000 - MINISTERIO DE MINAS E ENERGIA UNIDADE : 32101 - MINISTERIO DE MINAS E ENERGIA ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 F D D E 0750 APOIO ADMINISTRATIVO 6482736

Leia mais

Code-P0 AEROPORTOS PAC 2

Code-P0 AEROPORTOS PAC 2 Code-P0 AEROPORTOS PAC Atualizado em 05/03/0 0 Code-P ÍNDICE MAPA AEROPORTOS PAC 3 GUARULHOS 4 Projeto Básico do TPS 3 Terraplenagem para construção do TPS 3 Ampliação e Revitalização do Sistema de Pistas

Leia mais

EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA

EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA O eixo de infraestrutura logística do PAC tem como objetivo ampliar a qualidade dos serviços de transporte, para aumentar a competitividade da

Leia mais

Presidência da República

Presidência da República Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.914, DE 18 DEZEMBRO DE 2013 (publicada no DOU de 19/12/13, Seção 1, página 21) Abre ao Orçamento Fiscal da União, em favor

Leia mais

IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão. Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE. Maniçoba/BA Curaçá/BA. Mirorós/BA ESTUDOS E PROJETOS

IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão. Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE. Maniçoba/BA Curaçá/BA. Mirorós/BA ESTUDOS E PROJETOS IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE Maniçoba/BA Curaçá/BA Formoso/BA Mirorós/BA Gorutuba/MG ESTUDOS E PROJETOS EIXO NORTE Trecho VI / PE Estudos Barragens do

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 Novembro/12 Agosto/2011 Empreendimentos de Mobilidade Urbana BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1: Interseção com Av.

Leia mais

TERMINAIS DE CONTÊINERES O que fazem pelo Brasil. Investimentos: US$ 615,4 milhões. Resultado: Eficiência, Competitividade e Confiabilidade

TERMINAIS DE CONTÊINERES O que fazem pelo Brasil. Investimentos: US$ 615,4 milhões. Resultado: Eficiência, Competitividade e Confiabilidade TERMINAIS DE CONTÊINERES O que fazem pelo Brasil. Investimentos: US$ 615,4 milhões. Resultado: Eficiência, Competitividade e Confiabilidade O Cenário O contêiner passou a ser o principal meio de transporte

Leia mais

PIC. Projeto de Incentivo à CABOTAGEM. Projeto de Incentivo à Cabotagem PIC

PIC. Projeto de Incentivo à CABOTAGEM. Projeto de Incentivo à Cabotagem PIC Projeto de Incentivo à Cabotagem PIC PORTO DE PELOTAS - RS 08/JULHO/2010 Projeto de Incentivo à CABOTAGEM LUIZ HAMILTON Coordenador Geral de Gestão da Informação do Departamento de Sistemas de Informações

Leia mais

PAC Programa de Aceleração do Crescimento. Retomada do planejamento no país. Marcel Olivi

PAC Programa de Aceleração do Crescimento. Retomada do planejamento no país. Marcel Olivi PAC Programa de Aceleração do Crescimento Retomada do planejamento no país Marcel Olivi PAC PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO Lançado em 22/01/2007 o programa é constituído por Medidas de estímulo

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: São Paulo. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: São Paulo. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: São Paulo Setembro/2013 São Paulo: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Code-P0 3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Brasília, Maio de 2012 Code-P1 Conteúdo do documento Visão geral das ações Visão por tema 1 Code-P2 Ciclos dos preparativos do

Leia mais

TARIFA PORTUÁRIA DOS PORTOS DE SALVADOR E ARATU-CANDEIAS

TARIFA PORTUÁRIA DOS PORTOS DE SALVADOR E ARATU-CANDEIAS SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA TARIFA PORTUÁRIA DOS PORTOS DE SALVADOR E ARATU-CANDEIAS TAXAS, PREÇOS, FRANQUIAS E OBSERVAÇÕES Resolução Nº 4.093 ANTAQ 07/05/2015 Vigência 15/05/2015

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU)

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Legenda da priorização das propostas: Ações que já foram iniciadas, devemos MONITORAR o andamento. Articular para 2013 o inicio da execução das Propostas. Sem prazo definido. Articular o inicio a medida

Leia mais

Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande

Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande Fórum de Infraestrutura e Logística do RS Nov/2009 Eng. Darci Tartari Divisão de Planejamento Localização do Porto do Rio Grande no Conesul São Francisco

Leia mais

O sistema de Transporte Hidroviário no Brasil. Seminário Internacional sobre Hidrovias - Antaq Brasília, 4 de março de 2009

O sistema de Transporte Hidroviário no Brasil. Seminário Internacional sobre Hidrovias - Antaq Brasília, 4 de março de 2009 O sistema de Transporte Hidroviário no Brasil Seminário Internacional sobre Hidrovias - Antaq Brasília, 4 de março de 2009 Hidrovia Paraná-Paraguai PAC FERROVIAS, HIDROVIAS E MARINHA MERCANTE Terminais

Leia mais

SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046

SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046 Prof. Eduardo Ratton Prof. Garrone Reck Prof a. Gilza Fernandes Blasi Prof. Jorge Tiago Bastos Prof a. Márcia de

Leia mais

Modernização portuária impulsiona comércio exterior. Richard Klien

Modernização portuária impulsiona comércio exterior. Richard Klien Modernização portuária impulsiona comércio exterior Richard Klien Modernização portuária impulsiona comércio exterior 1. Programa de modernização portuária 2. Operadores privados alavancam portos públicos

Leia mais

TOTAL - FISCAL 12.823.048 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 12.823.048

TOTAL - FISCAL 12.823.048 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 12.823.048 ORGAO : 14000 - JUSTICA ELEITORAL UNIDADE : 14101 - TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL 0570 GESTAO DO PROCESSO ELEITORAL 12.823.048 02 126 0570 2365 ATUALIZACAO E MANUTENCAO DO SISTEMA DE VOTACAO E APURACAO 02

Leia mais

Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados. Setembro 2011 Paulo Fleury

Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados. Setembro 2011 Paulo Fleury Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados Setembro 2011 Paulo Fleury Agenda Infraestrutura Logística Brasileira PAC: Investimentos e Desempenho PAC: Investimentos e Desempenho Necessidade

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Manaus. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Manaus. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Manaus Setembro/2013 Manaus: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

ATA 94ª RO CAP/PSFS 1. VERIFICAÇÃO DE PRESENÇA E APROVAÇÃO DA ATA DA 93ª REUNIÃO ORDINÁRIA

ATA 94ª RO CAP/PSFS 1. VERIFICAÇÃO DE PRESENÇA E APROVAÇÃO DA ATA DA 93ª REUNIÃO ORDINÁRIA LOCAL E DATA ATA 94ª RO CAP/PSFS No dia 04 de novembro de 2003, às 09h30m, no auditório do Hotel Zibamba, no Município de São Francisco do Sul, sob a presidência de Marco Antônio Dechichi, representante

Leia mais

Perspectivas e Desafios ao Desenvolvimento de Infra-estrutura de Transportes no Brasil

Perspectivas e Desafios ao Desenvolvimento de Infra-estrutura de Transportes no Brasil Perspectivas e Desafios ao Desenvolvimento de Infra-estrutura de Transportes no Brasil Desafios Regulatórios: Visão dos Reguladores Fernando Fialho Diretor-Geral da ANTAQ Brasília, 29 de novembro de 2006

Leia mais

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm ESTUDO DA CNT APONTA QUE INFRAESTRUTURA RUIM AUMENTA CUSTO DO TRANSPORTE DE SOJA E MILHO As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm impacto significativo na movimentação

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Consultoria e Orçamento, Fiscalização e Controle do Senado Federal

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Consultoria e Orçamento, Fiscalização e Controle do Senado Federal Consultoria e Orçamento, Fiscalização e Controle do Senado Federal Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira (Câmara dos Deputados) Consultoria de Orçamento, Fiscalização e Controle (Senado Federal)

Leia mais

II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO

II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO aceleração do desenvolvimento sustentável no Brasil. Dessa forma, o país poderá superar os gargalos da economia e estimular o aumento da produtividade e a diminuição

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Resultados do Seminário de Portos e Hidrovias COSIPLAN Outubro - 2015

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Resultados do Seminário de Portos e Hidrovias COSIPLAN Outubro - 2015 Resultados do Seminário de Portos e Hidrovias COSIPLAN Outubro - 2015 Objetivos do Seminário Identificar os marcos regulatórios dos portos (marítimos, fluviais e lacustres), com o objetivo de melhorar

Leia mais

do Transporte Aquaviário

do Transporte Aquaviário Principais dados da Pesquisa CNT do Transporte Aquaviário Cabotagem 2013 Pesquisa CNT do Transporte Aquaviário Cabotagem 2013 OBJETIVOS Pes Mensurar a importância econômica da cabotagem no Brasil. Identificar

Leia mais