Roteiro Do Associativismo Juvenil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteiro Do Associativismo Juvenil"

Transcrição

1 Roteiro Do Associativismo Juvenil Secretário de Estado do Desporto e Juventude Dr. Emídio Guerreiro Aveiro - Dia 29 de Outubro 2014 PROGRAMA 09h30m - Pequeno-almoço com jornalistas, nos Serviços Desconcentrados do IPDJ, I.P. em Aveiro 10h45m - Visita ao CIRAC Círculo de Recreio, Arte e Cultura Paços de Brandão 11h45m - Visita à Associação Académica de Cambra Macieira de Cambra 12h45m Visita à URATE União Recreativa Os Amigos da Terra Carregosa - Oliveira de Azeméis 13h30m Almoço (Oliveira de Azeméis) 15h30m Visita à d Orfeu Associação Cultural - Águeda 16h30m - Visita ao Grupo de Jovens A Tulha Ílhavo 17h30m - Visita a Agoraveiro - Associação para a Promoção do Cidadão Aveiro 18h30m - Encontro Associativo, nas instalações de Aveiro da Direção Regional do IPDJ,IP, com a presença de SE o Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro e do Vogal do Conselho Diretivo do IPDJ para a Juventude, Ricardo Araújo.

2 Associações a Visitar Âmbito de ação: CIRAC Círculo de Recreio, Arte e Cultura Avª da Sobreira, nº Paços de Brandão Âmbito: Artes, Cultura, Formação, Desporto, Tempos Livres Associação Académica de Cambra Praça de República Macieira de Cambra Âmbito: Cultura, Desporto, Formação, Informação, Voluntariado, Tempos Livres URATE União Recreativa Os Amigos da Terra Rua Augusto Santos CARREGOSA Oliveira de Azeméis Âmbito: Artes, Cultura, Formação, Informação, Voluntariado, Tempos Livres d Orfeu Associação Cultural Rua Engº Júlio Portela, nº Águeda Âmbito: Artes, Cultura, Formação, Tecnologias de Informação, Voluntariado, Tempos Livres Grupo de Jovens A Tulha Ass. Cult. Rec. Gafanha d Aquém Rua da Mota Ílhavo Âmbito: Cultura, Tecnologias de Informação, Tempos Livres Agoraveiro Associação para a Promoção do Cidadão Casa Municipal da Cultura Edif. Fernando Távora Praça da República Aveiro Âmbito: Artes, Cultura, Formação, Voluntariado, Tempos Livres

3 Breve descrição das entidades a visitar CIRAC Data da Fundação: Outubro de 1976 Sede Própria: Sim Morada: Avenida da Sobreira, nº 328, Paços de Brandão, Santa Maria da Feira Telefone: Presidente da Direção: Paulo Rodrigues / Website: Facebook: CIRACPB Áreas de Atividades: Tempos Livres; Informação; Formação; Desporto; Cultura e Artes. Mensagem: O CIRAC Círculo de Recreio, Arte e Cultura de Paços de Brandão é uma associação juvenil, sem fins lucrativos, com sede em Paços de Brandão, Concelho de Sta. Maria da Feira. São objetivos da associação: promover intelectual, artística e culturalmente os seus membros, a vila de Paços de Brandão e a região. Proporcionar aos seus associados atividades culturais, de formação, recreativas e desportivas, federadas ou não. Projetos de Referência: O CIRAC tem como projetos de referência o Festival Internacional de Música de Verão de Paços de Brandão, o Encontro de Teatro de Paços de Brandão e o ciracfashion. Da sua atividade regular destacam-se o seu Grupo Coral Juvenil, o Grupo Coral Infantil, o Grupo de Teatro, os Saltimbancos de Santa Maria e o Jornal de Notícia de Paços de Brandão.

4 AAC - Associação Académica de Cambra Data da Fundação: 1994 Sede Própria: Sim Morada: Praça da República Macieira de Cambra, Vale de Cambra Telefone: Presidente da Direção: Eduardo Marques / / Website: Facebook: Áreas de Atividades: Tempos Livres; Tecnologias da Informação; Formação; Desporto; Cultura. Mensagem: A Associação tem como objetivo desenvolver a cooperação e solidariedade entre os seus associados, na base da realização de iniciativas relativas à problemática da juventude e também promover o estudo, investigação e difusão de notícias relativas aos Jovens cooperando com todas as entidades públicas e privadas visando a integração social e o desenvolvimento de políticas adequadas à sua condição. A AAC é uma organização sem fins lucrativos composta por jovens, das mais diversas áreas, e o seu principal foco é realizar atividades culturais, desportivas e de solidariedade social que desenvolvam a cidade e a projetem para além das barreiras regionais. Projetos de Referência: Neste momento, o projeto de maior destaque da organização é o CambraFest - festival de bandas de garagem que surgiu, numa primeira instância, graças à enorme quantidade de bandas de garagem existentes em Vale de Cambra, que tem vindo a mostrar potencial para ser um festival de referência no panorama nacional.

5 URATE Data da Fundação: 2000 Sede Própria: Não Morada: Rua Augusto Santos, Carregosa - Oliveira de Azeméis Telefone: Presidente da Direção: Renato Oliveira / / Website: Facebook: União Recreativa "Os Amigos da Terra" - Urate Áreas de Atividades: Voluntariado; Desporto e Cultura. Mensagem: A associação União Recreativa os Amigos da Terra (URATE) é uma associação juvenil sem fins lucrativos, onde estão instituídas as secções de teatro, de dança, de desporto e de cultura. A URATE trabalha para e com jovens nas diferentes secções, mas também proporcionando diversos momentos de formação ou de voluntariado. Projetos de Referência: A associação União Recreativa os Amigos da Terra (URATE) promove o Festival da Juventude de Carregosa, que decorre durante o verão, contando com espetáculos de dança e concertos de música, mostras associativas e workshops, proporcionando também aos jovens o voluntariado.

6 D'Orfeu Data da Fundação: 1995 Sede Própria: Não Morada: Rua Engenheiro Júlio Portela nº 6, Águeda Telefone: Presidente da Direção: Acácio Silva / Website: Facebook: Áreas de Atividades: Voluntariado; Formação; Cultura e Artes. Mensagem: A d Orfeu dedica-se à dinamização de atividades culturais através da música e da sua relação com todas as formas de expressão. Inicialmente dinamizou energicamente a formação das músicas tradicionais e organizou espólio documental. Recentemente deposita atenção na criação de eventos, como os festivais temáticos, com a perspicácia de apresentar oferta cultural normalmente alternativa em Portugal. Projetos de Referência: a d Orfeu garante, através da d Formação, o seu compromisso pedagógico enquanto promotora de hábitos artísticos em Águeda. Além da EMtrad Escola de Música Tradicional, a oferta formativa abrange Teatro para todas as idades, cursos técnicos, Workshops regulares e Seminários para o Associativismo.

7 Grupo de Jovens a TULHA Data da Fundação: 12/08/ 1971 Sede Própria: Sim Morada: Rua da Mota,S/N Gafanha de Aquém ÍLHAVO Telefone: Presidente da Direção: Rafael Vaz / Website: Facebook: Áreas de Atividades: ocupação saudável dos tempos livres crianças e jovens, espaço jovem, cultura, voluntariado, animação e novas tecnologias. Mensagem: O Grupo de Jovens A Tulha foi, é e será sempre um espaço de amizade, de confraternização e de intergeracionalidade onde o sentido da Vida, Esperança e de Solidariedade predominarão sempre! Trabalhamos para toda a comunidade e como tal, a aceitação desta é a razão da nossa existência. Projetos de Referência: Marchas Populares (desde 1989); Festival da Canção Vida (desde 1996) e Espaço Jovem.

8 Agoraveiro - Associação para a Promoção do Cidadão Data da Fundação: 05/05/2010 Sede Própria: Sim Morada: Casa da Cultura, Praça da República, Vera Cruz Aveiro Telefone: Presidente da Direção: André Cester Costa Facebook: Áreas de Atividades: Voluntariado; Tempos Livres; Formação; Cultura; Cidadania, Estilos de Vida Saudáveis, Participação, Cultura e Ambiente. Mensagem: Agora Aveiro é uma associação juvenil, sem fins lucrativos, fundada em É uma associação para a promoção do cidadão ativo. Nós nos importamos com Aveiro. Queremos fazê-la um lugar melhor para viver, uma agradável memória para um visitante e um porto acolhedor para quem fica. Acreditamos no enorme potencial da nossa cidade, e queremos usá-lo. Queremos acordar os seus cidadãos e incentivá-los para se tornarem mais ativos. Nós mudamos o (nosso) mundo. Estamos a fazer e não só criticar. Acreditamos em ações, não em palavras, e acreditamos que todos e cada um pode e deve ser parte da mudança. Projetos de Referência: "Gerações às Hortas" é um projeto que aglomerou várias gerações num objetivo comum: a implementação de pequenas hortas orgânicas em diferentes moldes (ex.: lares de acolhimento; escolas; parques urbanos; espaços culturais; organizações e ainda habitações privadas), tento especial enfoque em habitações de pessoas idosas que vivem sós ou em dificuldades. A implementação do projeto foi liderada por 23 jovens voluntários desta associação e envolveu cerca de 180 participantes de diferentes faixas etárias (6-90).

9 Roteiro, Aveiro 29 de Outubro Aveiro A IPDJ Aveiro / B CIRAC - 52 Km, aprox. 35 mins B CIRAC / C Associação Académica de Cambra - 31 Km, aprox. 30 mins C - Associação Académica de Cambra / D URATE 7 Km, aprox. 15 mins D URATE / E Almoço (local????).. 10 Km, aprox. 12 mins E Restaurante / F d Orfeu 43 Km, aprox 46 mins F- d Orfeu / G - Grupo de Jovens A Tulha 27 Km, aprox. 33 mins G Grupo de Jovens A Tulha / H Agoraveiro- 7 Km aprox. 10 mins H - Agoraveiro / SD Desconcentrados de Aveiro cerca 3 Km aprox. 6 mins.

Do Associativismo Juvenil

Do Associativismo Juvenil Roteiro Do Associativismo Juvenil Secretário de Estado do Desporto e Juventude Dr. Emídio Guerreiro Viseu - Dia 17 de julho Programa 10h00 - Pequeno-almoço com jornalistas, nos Serviços Desconcentrados

Leia mais

ROTEIRO DO ASSOCIATIVISMO I 2014. Programa

ROTEIRO DO ASSOCIATIVISMO I 2014. Programa ROTEIRO DO ASSOCIATIVISMO I 2014 Vila Real - Dia 10 de dezembro Programa 9h00 - Pequeno-almoço com jornalistas nos Serviços Desconcentrados do IPDJ, I.P. em Vila Real 10h00 Visita à Associação Desportiva

Leia mais

Roteiro Do Associativismo Juvenil

Roteiro Do Associativismo Juvenil Roteiro Do Associativismo Juvenil Leiria - Dia 19 de fevereiro 2015 PROGRAMA 09h30m - Pequeno-almoço com jornalistas, nos Serviços Desconcentrados do IPDJ, I.P. em Leiria 10h15m - Visita à Associação Fazer

Leia mais

Do Associativismo Juvenil

Do Associativismo Juvenil Roteiro Do Associativismo Juvenil Secretário de Estado do Desporto e Juventude Dr. Emídio Guerreiro Guarda - Dia 06 de agosto Programa 10:00H Pequeno-almoço com os Jornalistas, nos Serviços Desconcentrados

Leia mais

Roteiro Do Associativismo Juvenil

Roteiro Do Associativismo Juvenil Roteiro Do Associativismo Juvenil Viana do Castelo - Dia 15 de abril 2015 PROGRAMA 09h30 - Pequeno-almoço com jornalistas, nos Serviços Desconcentrados do IPDJ, I.P. em Viana do Castelo 11h30 Visita à

Leia mais

Roteiro Do Associativismo Juvenil

Roteiro Do Associativismo Juvenil Roteiro Do Associativismo Juvenil Castelo Branco - Dia 27 de maio 2015 PROGRAMA 09h30 - Pequeno-almoço com jornalistas, nos Serviços Desconcentrados do IPDJ, I.P. em Castelo Branco 10h45 - Visita à ASTA

Leia mais

ROTEIRO DO ASSOCIATIVISMO I 2014. Programa

ROTEIRO DO ASSOCIATIVISMO I 2014. Programa ROTEIRO DO ASSOCIATIVISMO I 2014 Bragança - Dia 9 de dezembro Programa 9h00 - Pequeno-almoço com jornalistas, nos Serviços Desconcentrados do IPDJ, I.P. em Bragança 10h00 Visita à Associação Azimute Associação

Leia mais

Ficha de Caracterização de Projecto

Ficha de Caracterização de Projecto Ficha de Caracterização de Projecto Projecto +Skillz E5G Programa Escolhas Promotor: Associação Mais Cidadania 2 A. IDENTIFICAÇÃO GERAL DA ENTIDADE Projecto Projecto +Skillz E5G Promotor: Associação Mais

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ORDEM DE TRABALHOS.9ª reunião CME Leitura e aprovação da ata da reunião anterior; Apreciação dos projetos educativos desenvolvidos no Município no 3º período do ano letivo

Leia mais

Formação Geral de Voluntários Mês de Maio. Boletim Informativo 2013. O BLV de Barcelos colaborou com o Projeto Mediador Municipal Mês de Março

Formação Geral de Voluntários Mês de Maio. Boletim Informativo 2013. O BLV de Barcelos colaborou com o Projeto Mediador Municipal Mês de Março Gabinete de Ação Social e Saúde Pública O BLV de Barcelos colaborou com o Projeto Mediador Municipal Mês de Março Nas férias da Páscoa de 2013, na Casa da Juventude e na Biblioteca Municipal, decorreram

Leia mais

Intercâmbio Juvenil. Problem? Let s Solve It Lednice, República Checa 23 a 30 de Junho de 2013

Intercâmbio Juvenil. Problem? Let s Solve It Lednice, República Checa 23 a 30 de Junho de 2013 Intercâmbio Juvenil Problem? Let s Solve It Lednice, República Checa 23 a 30 de Junho de 2013 CRONOWORLD Quem somos? A CronoWorld é uma Cooperativa de responsabilidade limitada, sem fins lucrativos, multisectorial

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS 1. APRESENTAÇÃO PRINCÍPIOS E VALORES Acreditamos pela força dos factos que o desenvolvimento desportivo de um Concelho ou de uma Freguesia, entendido na sua vertente quantitativa e qualitativa, exige uma

Leia mais

Estudos de Caracterização

Estudos de Caracterização Estudos de Caracterização Carta Social Junho de 2013 II.4.9.4 ÍNDICE 1. EQUIPAMENTOS DE SOLIDARIEDADE SOCIAL E SEGURANÇA SOCIAL...3 1.1. INTRODUÇÃO... 3 1.2. EQUIPAMENTOS DE SOLIDARIEDADE SOCIAL E SEGURANÇA

Leia mais

1 de dezembro de 2015

1 de dezembro de 2015 1 de dezembro de 2015 Contextualização Problema A demência no mundo O número de pessoas com demência vai continuar a crescer particularmente nas idades mais avançadas. 2010 estimava-se em 35,6 milhões,

Leia mais

Intercâmbio Juvenil Youth Outdoor II

Intercâmbio Juvenil Youth Outdoor II Intercâmbio Juvenil Youth Outdoor II Associação de Defesa do Património Cultural e Natural de Soure 21 a 29/julho/2015 adpcns@sapo.pt 1 Objetivo do Intercâmbio Youth Outdoor II! é um projeto de intercâmbio

Leia mais

Entidades Promotoras de Voluntariado Lourinhã

Entidades Promotoras de Voluntariado Lourinhã Entidades Promotoras de Voluntariado Câmara Municipal da Casa do Povo da Casa Pia de Lisboa Centro Social e Paroquial da ADAPECIL Associação Juvenil Tá a Mexer GEAL Junta de Freguesia de Ribamar LOURAMBI

Leia mais

Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND

Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND Dados de Identificação: Nome Completo: Data de nascimento: / / Local: Sexo: F M Estado Civil: Numero de BI ou Cartão de Cidadão Segurança Social: Numero

Leia mais

Projecto. M3 - Mais Encontro: Mais Participação: Mais Ação. Candidatura Orçamento Tu Decides 2015 Município de Braga

Projecto. M3 - Mais Encontro: Mais Participação: Mais Ação. Candidatura Orçamento Tu Decides 2015 Município de Braga Candidatura Orçamento Tu Decides 2015 Município de Braga Projecto M3 - Mais Encontro: Mais Participação: Mais Ação 1. IDENTIFICAÇÃO 2. CONTEXTUALIZAÇÃO E PROBLEMÁTICA 3. PROPOSTA 4. OBJECTIVOS E RESULTADOS

Leia mais

Seminário de Gestão do Desporto

Seminário de Gestão do Desporto COM POR GROSSO DE GÉNEROS ALIMENTÍCIOS E OUTROS 9 de / Novembro de 2012 Cine-Teatro Louletano GPS: 37138913, -802246 Seminário de Gestão do Desporto formacaodjd@cm-loulept louleeventos f homologado Parceiros

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

LÍDERES DA CPLP ENCONTRO DE JOVENS. Este desafio é nosso! Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA

LÍDERES DA CPLP ENCONTRO DE JOVENS. Este desafio é nosso! Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA ENCONTRO DE JOVENS Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA Aveiro, 22 a 24 de Junho de UNIVERSIDADE DE AVEIRO Entidades Promotoras Parceiros Apoios O que é o Festival

Leia mais

Regulamento da Raízes para o voluntariado

Regulamento da Raízes para o voluntariado Regulamento da Raízes para o voluntariado Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito de Aplicação O presente Regulamento visa definir as regras de actuação do voluntariado, nas actividades desenvolvidas

Leia mais

PROTOCOLOS DE DESCENTRALIZAÇÃO CULTURAL 2015 Entidades beneficiárias e minutas de protocolos a estabelecer BANDAS MUSICAIS

PROTOCOLOS DE DESCENTRALIZAÇÃO CULTURAL 2015 Entidades beneficiárias e minutas de protocolos a estabelecer BANDAS MUSICAIS PROTOCOLOS DE DESCENTRALIZAÇÃO CULTURAL 2015 Entidades beneficiárias e minutas de protocolos a estabelecer BANDAS MUSICAIS As Bandas Musicais desenvolvem, desde há largas décadas, um papel fundamental

Leia mais

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.

OPÇÕES DO PLANO 2015:2018 datas 2015 2016 2017 2018. conclusão. Respons. início 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196. 1 EDUCAÇÃO 207.000,00 186.840,00 191.282,00 196.916,00 1 ENSINO PRÉ-ESCOLAR E DO 1º CICLO 116.500,00 93.625,00 100.574,00 103.487,00 1 Apoios e subsídios CM 13 18 5 05-06-02-03-99 1.000,00 1.030,00 2.122,00

Leia mais

Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 10 a 19 de outubro de 2015

Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 10 a 19 de outubro de 2015 0 a 9 de outubro de 05 Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social * I Descrição do Projeto O Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social (AECPES), celebrado em 00, teve como objetivo reafirmar

Leia mais

Ficha de Caraterização de Práticas Inspiradoras

Ficha de Caraterização de Práticas Inspiradoras Ficha de Caraterização de Práticas Inspiradoras Nota: Se pretende que a S/ prática seja integrada na Base de Dados de Práticas Inspiradoras dinamizada pelo ACM, I.P., deverá enviar esta ficha devidamente

Leia mais

ONG S Terceiro Setor

ONG S Terceiro Setor ONG S Terceiro Setor Primeiro Setor Poder Publico Estado Segundo Setor Privado Mercado Terceiro Setor Privada de Utilidade Publica ONG s Entidades Filantrópicas OSCIPs (Organização da Sociedade Civil de

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação

Projeto Pedagógico e de Animação Projeto Pedagógico e de Animação 1 - Memória Descritiva 2 Identificação e Caracterização da Instituição Promotora 3 - Objetivos Gerais 4 - Objetivos Específicos 5 - Princípios educacionais 6 Metodologias

Leia mais

Estudos de Caracterização

Estudos de Caracterização Estudos de Caracterização Associativismo Junho de 2013 II.4.13 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. ASSOCIAÇÕES EXISTENTES NO MUNICÍPIO POR TIPOLOGIA...3 2.1 ASSOCIAÇÕES DE AÇÃO SOCIAL IPSS S...3 2.2 ASSOCIAÇÕES

Leia mais

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE VOUZELA PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL 2014/2015 Designação da Formação Toxicodependências Programa de Respostas Integradas As Crianças Marcam a Diferença! Natação 1º Ciclo Prolongamento de Horário

Leia mais

ANEXO III PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA LINHAS ORIENTADORAS E OBJETIVOS

ANEXO III PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA LINHAS ORIENTADORAS E OBJETIVOS ANEXO III PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA LINHAS ORIENTADORAS E OBJETIVOS CENTRO CULTURAL VILA FLOR A programação do Centro Cultural Vila Flor deverá assentar em critérios de qualidade, diversidade, contemporaneidade

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE VISEU

CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE VISEU CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE VISEU PROPOSTA DE REGULAMENTO 1 Preâmbulo Uma sociedade que quer preparar o futuro tem que criar condições para se proporcionar aos jovens o acesso a uma formação educativa,

Leia mais

Projetos de Voluntariado no Concelho de Odemira

Projetos de Voluntariado no Concelho de Odemira Projetos de Voluntariado no Concelho de Odemira Inscreva-se! Uma mão, um amigo Casa do Povo de Relíquias Através da realização de atividades lúdicas, visitas domiciliárias, apoio na alimentação e acompanhamento

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 096

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 096 Eventos Culturais PROGRAMA Nº - 096 Levar cultura à população através de shows musicais, espetáculos teatrais, poesia, oficinas de teatro, música, artesanato, artes plásticas e outros. Contratar empresas

Leia mais

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis.

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis. Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis Localização Missão, Valores e Visão Os 5 Pilares Objetivos e estratégias

Leia mais

Voluntariado Afirmação de uma Cidadania Plena

Voluntariado Afirmação de uma Cidadania Plena Voluntariado Afirmação de uma Cidadania Plena Voluntariado versus Solidariedade - Enquadramento Legal do Voluntariado - O Voluntário - Voluntariado um Compromisso de Solidariedade - O BLV de Vila Nova

Leia mais

Presidente da Câmara Municipal de Oeiras Teresa Pais Zambujo Vereador da Cultura e Juventude Jorge Barreto Xavier

Presidente da Câmara Municipal de Oeiras Teresa Pais Zambujo Vereador da Cultura e Juventude Jorge Barreto Xavier Presidente da Câmara Municipal de Oeiras Teresa Pais Zambujo Vereador da Cultura e Juventude Jorge Barreto Xavier Oeiras é um Concelho apontado, diria que justamente, como um exemplo de desenvolvimento

Leia mais

Projecto de Voluntariado do Concelho de Lagoa. Banco de Voluntariado LagoaSocial

Projecto de Voluntariado do Concelho de Lagoa. Banco de Voluntariado LagoaSocial Projecto de Voluntariado do Concelho de Lagoa Banco de Voluntariado LagoaSocial Projecto de Voluntariado Social de Lagoa O Banco de Voluntariado LagoaSocial será enquadrado num conjunto de medidas e acções

Leia mais

EDITAL Nº 21/10. Regulamento

EDITAL Nº 21/10. Regulamento MUNICÍPIO DO BARREIRO ASSEMBLEIA MUNICIPAL EDITAL Nº 21/10 Regulamento - - - Frederico Fernandes Pereira, Presidente da Assembleia Municipal do Barreiro, torna público que, por deliberação deste órgão

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 PRESIDÊNCIA: DR. FRANCISCO RODRIGUES DE ARAÚJO VEREADORES PRESENTES: DR. JOÃO MANUEL DO AMARAL ESTEVES

Leia mais

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações:

I EMJ 8 de Junho de 2013 Recomendações finais Participantes nos grupos de trabalho que produziram as recomendações: Nr Área Recomendação Valido Abstenh o-me C/6 E/7 F/7 Voluntariado Aproveitar espaços sem utilização para fazer jardins, espaços para convívio e locais de desporto para a população. Promover a limpeza dos

Leia mais

EU SOU VOLUNTÁRIO! EU SOU CIDADÃO SOLIDÁRIO! Ser voluntário é um ato de cidadania ativa e responsável.

EU SOU VOLUNTÁRIO! EU SOU CIDADÃO SOLIDÁRIO! Ser voluntário é um ato de cidadania ativa e responsável. Mais informações em www.cm-leiria.pt/pages/431, através do email accao.social@cm-leiria.pt ou nos Serviços de ação social do Município de Leiria EU SOU VOLUNTÁRIO! EU SOU CIDADÃO SOLIDÁRIO! Ser voluntário

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 25.122,75 53.500,00 53.500,00 55.105,00 51.456,00 53.001,00 238.184,75 1.1. Serviços gerais de 12.275,53 30.500,00 30.500,00 31.415,00 27.054,00 27.866,00 129.110,53 administração

Leia mais

1 ENTIDADES PARCEIRAS PROMOTORAS DE VOLUNTARIADO Se tem uma sugestão de ação voluntária, uma competência especial ou específica

1 ENTIDADES PARCEIRAS PROMOTORAS DE VOLUNTARIADO Se tem uma sugestão de ação voluntária, uma competência especial ou específica Data última atualização: 05 Novembro de 2012 Índice 1 - Entidades parceiras promotoras de voluntariado 2- Projetos específicos de voluntariado 1 ENTIDADES PARCEIRAS PROMOTORAS DE VOLUNTARIADO Se tem uma

Leia mais

MINIFÓRUM CULTURA 10. Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA

MINIFÓRUM CULTURA 10. Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA MINIFÓRUM CULTURA 10 Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA Orientação aprovada: Que a elaboração do Plano Municipal de Cultura considere

Leia mais

REGULAMENTO DO PREÂMBULO

REGULAMENTO DO PREÂMBULO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DA PÓVOA DE VARZIM PREÂMBULO Considerando que, no âmbito do desenvolvimento económico, social e cultural, as políticas a adotar devem ser adequadas às necessidades

Leia mais

O Plano Regional Integra:

O Plano Regional Integra: O Plano Regional Integra: 1. Acções estratégicas de combate à pobreza e exclusão social com efeitos a médio e longo prazo; 2. Acções/eventos com o objectivo de mobilizar e envolver a sociedade civil desenvolvidas

Leia mais

A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma

A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma Apresentação A nossa população alvo são crianças e jovens com problemas comportamentais que condicionam as aprendizagens formais e não formais, assim como uma plena integração social e profissional; Crianças

Leia mais

18h30 Abertura da exposição Transmissão, de André Yassuda, no Palacete 10 de Julho

18h30 Abertura da exposição Transmissão, de André Yassuda, no Palacete 10 de Julho Programação 310 Anos de Pindamonhangaba 1 de julho quarta-feira 9h Abertura da exposição Pindamonhangaba em fotos antigas (acervo do Museu Histórico e Pedagógico Dom Pedro I e Dona Leopoldina) no saguão

Leia mais

MUNICIPIO DE ALMODÔVAR CÂMARA MUNICIPAL PUBLICITAÇÃO DAS TRANSFERÊNCIAS DE NATUREZA CORRENTE E DE CAPITAL CONCEDIDAS DURANTE O ANO DE 2014

MUNICIPIO DE ALMODÔVAR CÂMARA MUNICIPAL PUBLICITAÇÃO DAS TRANSFERÊNCIAS DE NATUREZA CORRENTE E DE CAPITAL CONCEDIDAS DURANTE O ANO DE 2014 475,00 Deliberação: 19-03-2014 Associação Ajuda a Sorrir 509058566 500,00 Deliberação: 05-02-2014 participação e prémios de Carnaval 2014 75,00 Deliberação: 05-02-2014 participação e prémios de Carnaval

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Inclusão Social e Emprego Eixo 5 - Emprego e Valorização Económica dos Recursos Endógenos Objectivo Temático 8 - Promoção da sustentabilidade e qualidade

Leia mais

Distrito de Aveiro Concelho de Ílhavo MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Distrito de Aveiro Concelho de Ílhavo MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO Distrito de Aveiro Concelho de Ílhavo MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO HISTORIAL Data da fundação: 7 de Agosto de 1937. Breve Historial: O Museu Marítimo de Ílhavo surgiu como um museu de vocação etnográfica e

Leia mais

EUemPT EUROPEUS EM PORTUGAL Regulamento do Concurso

EUemPT EUROPEUS EM PORTUGAL Regulamento do Concurso EUemPT EUROPEUS EM PORTUGAL Regulamento do Concurso 1. Apresentação O concurso EUemPT, uma atividade educativa sobre a UE, é uma iniciativa da Comissão Europeia, promovida pelo Centro de Informação Europeia

Leia mais

A equipa somos nós. Ano letivo 2015/2016. Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant

A equipa somos nós. Ano letivo 2015/2016. Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant A equipa somos nós Ano letivo 2015/2016 Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant Projeto curricular escola Ano letivo 2015/2016 Entende-se

Leia mais

c u r r i c u l u m v i t a e

c u r r i c u l u m v i t a e c u r r i c u l u m v i t a e Informação pessoal Nome Morada Telefone 912079346 Fax Sousa, Cláudia Cristina Assunção Rua Miguel Bombarda, n.º 3, 4ºDto Viseu Correio electrónico floresdelivro@gmail.com

Leia mais

Voluntariado REGULAMENTO INTERNO

Voluntariado REGULAMENTO INTERNO Voluntariado REGULAMENTO INTERNO 1. Âmbito e Enquadramento O Projeto de Voluntariado da FUNDAÇÃO DA JUVENTUDE dá a oportunidade aos jovens portugueses de contribuírem para o desenvolvimento do país e da

Leia mais

No que se refere ao Associativismo poderemos adiantar que o. Concelho de Rio Maior é, de facto, um Concelho rico em termos de

No que se refere ao Associativismo poderemos adiantar que o. Concelho de Rio Maior é, de facto, um Concelho rico em termos de 6. Associativismo No que se refere ao Associativismo poderemos adiantar que o Concelho de Rio Maior é, de facto, um Concelho rico em termos de movimento associativo e em termos de serviços/acções disponibilizados

Leia mais

Direcção Regional do Norte

Direcção Regional do Norte BRAGANÇA Direcção Regional do Norte BRAGA Lojas Institucionais IPDJ Lojas Parceiras Direcção Regional do Norte BRAGA GUIMARÃES Antiga Estação de Comboios Av. D. João IV Urgeses 4810-534 Guimarães Tel.

Leia mais

PROGRAMA ESCOLHAS 5ª GERAÇÃO

PROGRAMA ESCOLHAS 5ª GERAÇÃO PROGRAMA ESCOLHAS 5ª GERAÇÃO O Programa Escolhas visa promover a inclusão social de crianças e jovens provenientes de contextos socioeconómicos mais vulneráveis, tendo em vista a igualdade de oportunidades

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 289/IX ELEVAÇÃO DA VILA DE VILA NOVA DE SANTO ANDRÉ, NO CONCELHO DE SANTIAGO DO CACÉM, À CATEGORIA DE CIDADE.

PROJECTO DE LEI N.º 289/IX ELEVAÇÃO DA VILA DE VILA NOVA DE SANTO ANDRÉ, NO CONCELHO DE SANTIAGO DO CACÉM, À CATEGORIA DE CIDADE. PROJECTO DE LEI N.º 289/IX ELEVAÇÃO DA VILA DE VILA NOVA DE SANTO ANDRÉ, NO CONCELHO DE SANTIAGO DO CACÉM, À CATEGORIA DE CIDADE Caracterização Vila Nova de Santo André, actualmente com cerca de 12 mil

Leia mais

SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30

SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30 SEMANAS TEMÁTICAS Praça Luís Ribeiro Quarta-feira a Domingo Pelas 21h30 Semana Portuguesa 8 a 12 09 Dia 8 Toni Santos Dia 9 Gaiteiros do Liz + Vitor Sérgio e Comp.ª Dia 10 Grupo de Baile Medley Dia 11

Leia mais

Legislação. Resumo: Cria o Programa Empreende Já - Rede de Perceção e Gestão de Negócios e revoga a Portaria n.º 427/2012, de 31 de dezembro..

Legislação. Resumo: Cria o Programa Empreende Já - Rede de Perceção e Gestão de Negócios e revoga a Portaria n.º 427/2012, de 31 de dezembro.. Classificação: 060.01.01 Segurança: P ú b l i c a Processo: Direção de Serviços de Comunicação e Apoio ao Contribuinte Legislação Diploma Portaria n.º 308/2015, de 25 de setembro Estado: vigente Resumo:

Leia mais

Local, Regional, Nacional. Faro Regional Ver Área-chave 5. Semelhante à Área-chave 5.

Local, Regional, Nacional. Faro Regional Ver Área-chave 5. Semelhante à Área-chave 5. Timestamp Tipo de Organização/ Entidade área de intervenção concelho abrangência 6. Mobilidade / Acesso à Informação OBSTÁCULOS/ DESAFIOS 6. Mobilidade / Acesso à Informação SOLUÇÃO/MELHORAMENTO 12-04-2012

Leia mais

Iniciativa Move-te, faz Acontecer

Iniciativa Move-te, faz Acontecer Iniciativa Move-te, faz Acontecer Entidades Promotoras: Associação CAIS (Projecto Futebol de Rua): Fundada em 1994, a Associação CAIS tem como Missão contribuir para o melhoramento global das condições

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 298/IX ESTATUTO DO DIRIGENTE ASSOCIATIVO VOLUNTÁRIO. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 298/IX ESTATUTO DO DIRIGENTE ASSOCIATIVO VOLUNTÁRIO. Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 298/IX ESTATUTO DO DIRIGENTE ASSOCIATIVO VOLUNTÁRIO Exposição de motivos O movimento associativo popular, em Portugal, tem uma enorme importância na dinamização e promoção de actividades,

Leia mais

Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO

Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO 1 Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO Setembro Acolhimento das crianças - Integração e adaptação das crianças ao Centro Infantil Setembro Reunião de Pais e Encarregados

Leia mais

Enquadramento dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social Mais

Enquadramento dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social Mais Enquadramento dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social Mais No seguimento do Programa de Contratos Locais de Desenvolvimento Social (regulado pela portaria n.º396/2007 de 2 de abril e com alterações

Leia mais

IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global. Grupo Parlamentar Português sobre População e

IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global. Grupo Parlamentar Português sobre População e IX Colóquio Os Direitos Humanos na Ordem do Dia: Jovens e Desenvolvimento - Desafio Global Grupo Parlamentar Português sobre População e Cumprimentos: Desenvolvimento Assembleia da República 18 de Novembro

Leia mais

ANEXO 2 - GUIA DE RECURSOS LOCAIS. No âmbito do Programa Rede Social, a elaboração do Guia de Recursos Locais

ANEXO 2 - GUIA DE RECURSOS LOCAIS. No âmbito do Programa Rede Social, a elaboração do Guia de Recursos Locais ANEXO 2 - GUIA DE RECURSOS LOCAIS No âmbito do Programa Rede Social, a elaboração do Guia de Recursos Locais do Concelho de Vouzela, pretende ser um instrumento facilitador da articulação entre os recursos

Leia mais

assunto(s) Semana Jovem Ílhavo 2007 SEMANA JOVEM ÍLHAVO 2007 A Câmara Municipal de Ílhavo vai organizar, de 20 a 28 de Julho do corrente ano, mais uma edição da Semana Jovem. Este evento, já com larga

Leia mais

Formação Nacional de Formadores para a Participação Juvenil

Formação Nacional de Formadores para a Participação Juvenil Contexto Não é claro, nem na Convenção Europeia sobre os Direitos Humanos nem na Declaração Universal dos Direitos Humanos, como é que a participação (juvenil) na sociedade civil é assegurada como Direito

Leia mais

ORDEM DE TRABALHOS. 1ª reunião

ORDEM DE TRABALHOS. 1ª reunião ORDEM DE TRABALHOS. 1ª reunião 1. Tomada de Posse dos membros do Conselho Municipal de Educação; 2. Proposta de regimento do Conselho Municipal de Educação; 3. Apresentação de propostas para a constituição

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA SOCIAL ESCOLAR ESCOLA EM VIAGEM

REGULAMENTO PROGRAMA SOCIAL ESCOLAR ESCOLA EM VIAGEM REGULAMENTO PROGRAMA SOCIAL ESCOLAR ESCOLA EM VIAGEM Movijovem, mobilidade juvenil, CIPRL 2015/2016 PREÂMBULO Considerando: Que o desenvolvimento e a concretização eficaz da política nacional de juventude

Leia mais

CPCCRD FOLHA INFORMATIVA INICIOU OS TRABALHOS C DO CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO ORGANIZADORA EDITORIAL

CPCCRD FOLHA INFORMATIVA INICIOU OS TRABALHOS C DO CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO ORGANIZADORA EDITORIAL FOLHA INFORMATIVA CPCCRD www.confederacaodascolectividades.com facebook.com/confederacao.colectividades CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLECTIVIDADES DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO Fundada em 31 de Maio de

Leia mais

HISTORIAL DA INSTITUIÇÃO

HISTORIAL DA INSTITUIÇÃO IDENTIFICAÇÃO Nome da Instituição Morada Telefone 234 602 642 Site Oficial Correio electrónico Data da inauguração da Nova Sede e Centro Comunitário PERCURSO Delegação de Águeda da Cruz Vermelha Portuguesa

Leia mais

PROGRAMA VOCAÇÃO 2012

PROGRAMA VOCAÇÃO 2012 PROGRAMA VOCAÇÃO 2012 Preâmbulo A ocupação dos tempos livres dos jovens em tempo de aulas, através de actividades que contribuam significativamente para o enriquecimento da sua formação pessoal, funcionando

Leia mais

Sistema Integrado Cooperativo e Comunitário de Produção Avícola, Caprina e Derivados

Sistema Integrado Cooperativo e Comunitário de Produção Avícola, Caprina e Derivados FED/25/358-746 Sistema Integrado Cooperativo e Comunitário de Produção Avícola, Caprina e Derivados Os produtos pecuários representam 17% do PIB nacional e 32% do PIB agrícola. A procura urbana de carnes,

Leia mais

Creche Pré-Escolar 1º Ciclo

Creche Pré-Escolar 1º Ciclo Creche Pré-Escolar 1º Ciclo A NOSSA MISSÃO É O NOSSO COMPROMISSO... Contribuir para o desenvolvimento integral dos nossos Alunos. Ser uma escola que marca a diferença fazendo melhor. Ensinar com amor.

Leia mais

VOLUNTARIADO CÁRITAS JUVENTUDE

VOLUNTARIADO CÁRITAS JUVENTUDE JUV 01/2013 Animador Musical (ATL) JUV 02/2013 Animador Musical (ATL) JUV 03/2013 Animador Musical (ATL) JUV 04/2013 Apoio Escolar JUV 05/2013 Animador Sociocultural JUV 06/2013 Animador Sociocultural

Leia mais

REGULAMENTO Orçamento Tu decides!

REGULAMENTO Orçamento Tu decides! 1 REGULAMENTO Orçamento Tu decides! PREÂMBULO O diálogo entre os cidadãos e o poder autárquico constitui um eixo fundamental para o desenvolvimento de uma cidade. A participação de todos na escolha e definição

Leia mais

Planeamento Geral de Atividades

Planeamento Geral de Atividades Planeamento Geral de Atividades 2015 Gestão e Organização de Eventos Subunidade Orgânica de Cultura Coordenadora Técnica Tânia Lucas 1 Evento n.º 1: COMEMORAÇÕES DO FERIADO MUNICIAPAL Período de Realização:

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DO CARTAXO. Preâmbulo

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DO CARTAXO. Preâmbulo REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DO CARTAXO Preâmbulo As Autarquias Locais são os órgãos que, devido à sua proximidade com a população, mais facilmente podem criar condições para uma efetiva

Leia mais

Teatro com Teias e Histórias

Teatro com Teias e Histórias Teatro com Teias e Histórias 3 em Pipa Associação de Criação Teatral e Animação Cultural Organização de um grupo de voluntários que, integrados num projecto comunitário de vertente artística, actuam junto

Leia mais

Projeto de Voluntariado para a Cooperação: MUITO MAIS MUNDO. Plano de acção para o Município de Santa Cruz, Santiago, Cabo Verde.

Projeto de Voluntariado para a Cooperação: MUITO MAIS MUNDO. Plano de acção para o Município de Santa Cruz, Santiago, Cabo Verde. Projeto de Voluntariado para a Cooperação: MUITO MAIS MUNDO Plano de acção para o Município de Santa Cruz, Santiago, Cabo Verde Versão concisa Coordenadores: Dr. José Mendes Alves, Câmara Municipal de

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA UNIVERSIDADE DO PORTO PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA LITERACIA FINANCEIRA DA U.PORTO Outubro de 2012 Enquadramento do programa na Estratégia Nacional de Formação Financeira Plano Nacional de Formação Financeira

Leia mais

Apresentação. SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho. COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira

Apresentação. SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho. COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira Apresentação SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira Descritivo: "A educação deve possibilitar ao corpo e à alma toda a perfeição e a beleza que podem

Leia mais

Câmara Municipal de Belmonte. Conselho Municipal de Juventude de Belmonte. REGULAMENTO do. Conselho Municipal de Juventude de Belmonte

Câmara Municipal de Belmonte. Conselho Municipal de Juventude de Belmonte. REGULAMENTO do. Conselho Municipal de Juventude de Belmonte Câmara Municipal de Belmonte Conselho Municipal de Juventude de Belmonte REGULAMENTO do Conselho Municipal de Juventude de Belmonte Os jovens têm um papel importante no desenvolvimento de qualquer sociedade.

Leia mais

Projecto de Apoio ao

Projecto de Apoio ao Projecto de Apoio ao O Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro presta serviços dedicados a crianças e idosos, promovendo igualmente o apoio ao emprego e o auxílio a famílias carenciadas. O Centro

Leia mais

Estiveram presentes 98 técnicas em representação de 66 Instituições.

Estiveram presentes 98 técnicas em representação de 66 Instituições. 1. No dia 4 de Dezembro, a União Distrital de Santarém em parceria com Segurança Social, levou a efeito o ultimo dos 5 encontros realizados em várias zonas do distrito, sobre o tema "Encontros de Partilha",

Leia mais

Projectos aprovados recebem um apoio de dois milhões de euros

Projectos aprovados recebem um apoio de dois milhões de euros NOTA DE IMPRENSA Projectos aprovados recebem um apoio de dois milhões de euros PROGRAMAÇÃO CULTURAL EM REDE A NORTE RECEBE NOVOS APOIOS DO ON.2 A autoridade de gestão do ON.2 O Novo Norte (Programa Operacional

Leia mais

Apresentação Intercultura. Introdução Missão História da Organização Estrutura da Organização Programas da Intercultura

Apresentação Intercultura. Introdução Missão História da Organização Estrutura da Organização Programas da Intercultura Apresentação Intercultura Introdução Missão História da Organização Estrutura da Organização Programas da Intercultura Introdução A Intercultura é uma Associação de Juventude e de Voluntariado; É uma organização

Leia mais

Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani

Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani Sumário Conceito de voluntário... 3 O que é e o que não é voluntariado... 3 Lei do voluntariado... 4 Voluntariado no Brasil... 4 Benefício do Voluntariado...

Leia mais

PLANO DE TRABALHO FEDERATIVO FEETINS

PLANO DE TRABALHO FEDERATIVO FEETINS PLANO DE TRABALHO FEDERATIVO FEETINS 2013 a 2017 1. FINALIDADE Para melhor atender o Plano de Trabalho para o Movimento Espírita Brasileiro 2013-2017 do Conselho Federativo Nacional, a FEETINS, através

Leia mais

Educação formal conteúdos incluídos nos programas e avaliados. Educação não formal actividades opcionais desenvolvidas fora da escola.

Educação formal conteúdos incluídos nos programas e avaliados. Educação não formal actividades opcionais desenvolvidas fora da escola. Educação formal conteúdos incluídos nos programas e avaliados. Educação não formal actividades opcionais desenvolvidas fora da escola. A educação não formal permite a realização de ações por individuos,

Leia mais

NOTÍCIAS À SEXTA 02.01.2015

NOTÍCIAS À SEXTA 02.01.2015 Fonte: site segurança social 1 1. No dia 23 de Dezembro, o Conselho de Ministros aprovou a orgânica do Conselho Nacional de Educação (CNE), definindo a sua missão, composição e o seu modo de funcionamento.

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas Programa 0166 Música e Artes Cênicas Objetivo Aumentar a produção e a difusão da música e das artes cênicas. Público Alvo Sociedade em geral Ações Orçamentárias Indicador(es) Número de Ações 7 Taxa de

Leia mais

Junho. Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar

Junho. Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar Junho Quando as crianças brincam Eu as ouço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar E toda aquela infância Que não tive me vem, Numa onda de alegria Que não foi de ninguém. [ ] (F. Pessoa

Leia mais

CAPÍTULO X ASSOCIATIVISMO

CAPÍTULO X ASSOCIATIVISMO CAPÍTULO X ASSOCIATIVISMO REDE SOCIAL DE ALCÁCER DO SAL PRÉ-DIAGNÓSTICO 166 1 MOVIMENTO ASSOCIATIVO ASSOCIAÇÃO ALCACERENSE DE SOCORROS MÚTUOS localizada na cidade de Alcácer. Instituição Privada de Solidariedade

Leia mais

ARTES CÊNICAS TEATRO DANÇA CIRCO ÓPERA PROPOSTAS À POLÍTICA CULTURAL E AO PLANO DE AÇÃO DIRIGIDAS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ

ARTES CÊNICAS TEATRO DANÇA CIRCO ÓPERA PROPOSTAS À POLÍTICA CULTURAL E AO PLANO DE AÇÃO DIRIGIDAS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ ARTES CÊNICAS TEATRO DANÇA CIRCO ÓPERA PROPOSTAS À POLÍTICA CULTURAL E AO PLANO DE AÇÃO DIRIGIDAS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ Agosto de 2006-01- ARTES CÊNICAS TEATRO DANÇA CIRCO - ÓPERA

Leia mais