PIOMETRA ASSOCIADA A LEIOMIOMA UTERINO EM CADELA RELATO DE DOIS CASOS. (Pyometra with associated leiomyoma of the uterus in bitch case report) RESUMO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PIOMETRA ASSOCIADA A LEIOMIOMA UTERINO EM CADELA RELATO DE DOIS CASOS. (Pyometra with associated leiomyoma of the uterus in bitch case report) RESUMO"

Transcrição

1 PIOMETRA ASSOCIADA A LEIOMIOMA UTERINO EM CADELA RELATO DE DOIS CASOS (Pyometra with associated leiomyoma of the uterus in bitch case report) Domingos José STURION 1, Tiago Torrecillas STURION 1, Marco Aurélio Torrecillas STURION 1, CarlaFredrichsen MOYA-ARAUJO 1 * 1. Medicina Veterinária/Faculdades Integradas de Ourinhos RESUMO O presente trabalho teve por objetivo descrever dois casos de piometra associado a leiomioma uterino. Foram atendidos no Hospital Veterinário das Faculdades Integradas de Ourinhos, dois casos de piometra associada ao leiomioma uterino. O primeiro foi de uma cadela sem raça definida (SRD), com sete anos de idade, pesando 8,5 Kg, com histórico de aumento de volume na região abdominal e o segundo caso foi uma cadela da raça Poodle, com 15 anos de idade, pesando 5,6 Kg, com histórico de tosse, inapetência, apatia, polidipsia e vômito há dois dias. Após a confirmação do diagnóstico, optou-se pelo tratamento cirúrgico para reversão do quadro em ambas as cadelas. No pós-operatório, foi prescrito enrofloxacina 5 mg/kg, SID, por dez dias e meloxicam 0,1 mg/kg, SID, por três dias, além do curativo tópico com iodo povidine. No retorno, ambas as cadelas apresentaram completa melhora clínica. PALAVRAS-CHAVE: infecção uterina, tumor uterino, canino ABSTRACT This study aimed to describe two cases of pyometra associated with uterine leiomyoma. Were seen at the Veterinary Hospital of Integrated Schools of the Ourinhos, two cases of pyometra associated with uterine leiomyoma. The first was a mixed breed bitch with seven years of age, weighing 8.5 kg, with a history of swelling in the abdominal region and the second case was a Poodle breed bitch, with 15 years of age, weighing 5.6 kg, with a history of cough, anorexia, lethargy, polydipsia and vomiting for two days. After confirming the diagnosis, we opted for surgical treatment to reverse the state in both dogs. In the post-surgical, was prescribed enrofloxacin 5mg/Kg, once a day, for ten days and meloxicam 0.1mg/Kg, once a day for three days and topical povidone iodine. In return, both dogs had complete clinical improvement. KEYWORDS: uterus infection, uterus neoplasia, canine INTRODUÇÃO Os tumores no útero dos animais domésticos podem ser de origem mesenquimal ou epitelial, sendo o leiomioma o mais comum na espécie canina (Johnston et al., 2001; Hendlund, 2005). A maioria dos tumores uterinos é de origem mesenquimal, sendo que os leiomiomas respondem por 85% a 90%, acometendo com maior freqüência animais de meia idade a idosos (Klein, 2001). Os leiomiomas, em geral, são não invasivos e não *Endereço para correspondência: Medicina Veterinária/Faculdades Integradas de Ourinhos, Rodovia BR 153,Km m Ourinhos SP,

2 metastáticos, com crescimento lento. Os sinais clínicos podem estar ausentes ou incluírem corrimento vaginal ou sinais relacionados à compressão dos órgãos adjacentes pelo tumor. A remoção completa de todo tecido tumoral, em conjunto com a ovariosalpingohisterectomia (OSH), é a terapêutica mais indicada para neoplasias benignas em útero (Johnston et al., 2001). Piometra é um processo inflamatório do útero, caracterizado pelo acúmulo de secreção purulenta no lúmen uterino que provém de uma hiperplasia endometrial cística (HCE) associada a uma infecção bacteriana. É a mais comum das uteropatias e sua importância está ligada à frequência e à gravidade (Weiss et al., 2004; Jones et al., 2007). A HCE/piometra desenvolvese durante o diestro, sendo resultado de alterações hormonalmente induzidas no útero. Ciclos estrais repetitivos, sem gestação, podem resultar no desenvolvimento da hiperplasia endometrial cística, com acúmulo de líquido das glândulas endometriais na luz uterina (Nelson & Couto, 2001). De acordo com Ferreira & Lopes (2000), tais secreções promovem um excelente ambiente para a proliferação bacteriana, que é favorecida pela inibição da resposta leucocitária à infecção no útero, pré-estimulado pela progesterona (Ettinger & Feldman, 2004). A piometra pode ser classificada em: cérvix aberta, quando há presença de corrimento vaginal desde muco purulent o a sanguino lent o, observados quatro a oito semanas após o término do estro; e cérvix fechada, onde não há presença de corrimento vaginal, sendo considerada a forma mais grave, podendo levar à septicemia e endotoxemia (Slatter, 2007). Outros sinais clínicos encontrados são depressão, anorexia, vômito, polidipsia, poliúria e perda de peso, febre está presente em 20% dos casos e a desidratação é um achado comum. Podem estar associados ao quadro clínico, depressão da medula óssea e glo merulonefrit e po r deposição de imunoco mplexos (Gro oters, 1998). A Escherichia coli é o microrganismo mais comumente isolado de cadelas com piometra (Gandotra et al., 1994; Allen, 1995). O diagnóstico baseia-se nos sinais clínicos e exames complementares. Na radiografia abdominal e ultrassonografia, evidencia-se distensão uterina em decorrência do aumento do exsudato inflamatório em seu interior. As alterações encontradas no hemograma e na bioquímica sérica em cadelas com a piometra são leucocitose, anemia, hipoalbuminemia, hiperglobulinemia, aumento da fosfatase alcalina, azotemia e acidose (Nelson & Couto, 2001; Sturion et al., 2009). A OSH é o tratamento adequado para esta enfermidade. Na terapia de suporte a cadela é submetida à hidratação parenteral, além da administração de antibióticos e antiinflamatórios (Bocardo et al., 2008). Para fêmeas de alto valor reprodutivo e com idade inferior a seis anos, é válido o tratamento clínico sem a realização da OSH, desde que o quadro não seja grave e a piometra seja aberta (Sorribas, 2006). O presente trabalho teve por objetivo descrever dois casos de piometra associado a leiomioma uterino. RELATO DE CASO Foram atendidos no Hospital Veterinário das Faculdades Integradas de Ourinhos, dois casos de piometra associada ao leiomioma uterino. O primeiro foi de uma cadela sem raça definida (SRD), com sete anos de idade, pesando 8,5Kg, com histórico de aumento de volume na região abdo minal associado a quadro de incontinência urinária há dois meses. O animal alimenta-se a base de ração comercial, duas vezes ao dia, porém há alguns dias apresentava anorexia. Vivia em um ambiente de quintal 31

3 cimentado, sendo vermifugado e vacinado. O proprietário não soube relatar a data do último cio e informou que a cadela já havia parido algumas vezes até a data da consulta, mas não soube determinar exatamente quando. Durante o exame clínico verificou-se que o animal estava desidratado, apresentava prostração, mucosas hipocoradas, com presença de secreção vaginal fétida e esbranquiçada. Em seguida, foram colhidas amostras de sangue para realização de hemograma completo e avaliação de bioquímica sérica da função renal. Foram realizados posteriormente exame radiográfico de tórax e ultrassonográfico da cavidade abdominal. O segundo caso foi uma cadela da raça Poodle, com 15 anos de idade, pesando 5,6 Kg, com histórico de tosse, inapetência, apatia, polidipsia e vômito há dois dias. O animal foi levado a outro centro veterinário que suspeitou de piometra, realizou fluidoterapia e encaminhou o mesmo ao Hospital Veterinário das Faculdades Integradas de Ourinhos. A cadela recebeu tratamento com Benazepril 5mg (Fortekor 5 1, um comprimido, por via oral, a cada 24 horas) há um mês. O animal alimentava-se à base de ração comercial, duas vezes ao dia, porém há um dia apresentava inapetência, e vivia em um quintal cimentado, sendo vermifugado e vacinado. O proprietário não soube informar a data do último cio. Durante o exame clínico verificou-se que o animal estava desidratado, mucosas hipocoradas, com presença de secreção vaginal purulenta. Em seguida, foram colhidas amostras de sangue para realização de hemograma completo e avaliação de bioquímica sérica da função renal. Foram realizados posteriormente exame radiográfico de tórax, ultrassonográfico da cavidade abdominal e eletrocardiograma. RESULTADO E DISCUSSÃO 32 O hemograma da cadela SRD revelou um 1 Fortekor 5 Novartis, Brasil. hematócrito de 31% (37 a 55%) e hematimetria de /µL (5,5 a 8,5x10 6 /µl), sugerindo uma anemia normocítica e normocrômica baseada nos valores de volume corpuscular médio (VCM) e concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM) de 69 (60 a 77%) e 33% (31 a 36%), respectivamente. A série branca revelou severa leucocitose por neutrofilia, com desvio a esquerda. A bioquímica sérica encontrava-se dentro dos parâmetros normais (Rocco, 2009). O laudo ultrassonográfico revelou a distensão no diâmetro do corpo uterino, paredes espessadas com discreta irregularidade e presença de líquido no seu interior. Na porção proximal da cérvix uma massa de aproximadamente 5cm de diâmetro. Ao exame radiográfico não foram visualizadas metástases torácicas. Frente aos resultados, caracterizo u-se um quadro emergencial de piometra e uma massa em cérvix. A cadela da raça Poodle apresentou hemató crit o de 35% e hemat imet ria de /µL, sugerindo uma anemia normocítica e normocrômica baseada nos valores de VCM e CHCM de 74,15 e 34%, respectivamente. A série branca revelou discreta leucopenia (5.250/µL). Na bioquímica sérica observou-se 2,44 mg/dl de creatinina (0,5 a 1,6mg/dL) e 115,93 mg/dl de uréia (8,8 a 26 mg/ dl). Há relatos na literatura que o benazepril em doses elevadas pode elevar a concentração de uréia e creatinina (Tarraga, 2006), porém nesse estudo não se associa essa elevação ao uso desse fármaco, tendo em vista que cinco dias após o tratamento cirúrgico os valores apresentaram-se normais. O laudo ultrassonográfico revelou a presença de uma dilatação em um dos cornos uterinos, paredes espessadas e com conteúdo líquido de grande celularidade e no corpo do útero uma massa de aproximadamente 4,66 cm de diâmetro. Ao exame radiográfico não foram visualizadas metástases to rácicas. O eletrocardiograma revelou uma arritmia sinual com marcapasso migratório. Em face aos

4 resultados, caracterizo u-se um quadro emergencial de piometra e uma massa em corpo uterino. Após a confirmação do diagnóstico, optouse pelo tratamento cirúrgico para reversão do quadro em ambas as cadelas. Realizada a obtenção de um acesso venoso (veia cefálica) com utilização de cateter intravenoso 24G para reposição e administ ração de fármacos e fluidoterapia (solução de NaCl 0,9%). O protocolo cirúrgico foi precedido de medicação pré-anestésica de uma solução de citrato de fentanila (0,05 mg/kg) e midazolan (0,4 mg/kg), por via intravenosa, com subsequente tricotomia em toda extensão abdominal. Na indução foi empregado o propofol (4 mg/kg) para a cadela SRD e o etomidato (0,5 mg/kg) para a cadela Poodle e para a manutenção durante o ato cirúrgico foi utilizado isoflurano (1,5% ) mantido durante todo o procedimento cirúrgico (Massone, 1994). Foi realizada a exerese do tecido tumoral em corpo de útero e cérvix, em conjunto com a OSH (Fig. 1), sendo este tratamento indicado para neoplasias benignas em útero conforme descrito por Johnston et al. (2001), Sorribas (2006) e Bocardo et al. (2008). O diagnóstico histopatológico obtido foi leiomioma que, apesar de ser um tumor benigno, pode atingir grandes dimensões, tornando a remoção cirúrgica difícil com possíveis recidivas (Johnston et al., 2001; Hendlund, 2005). Nesses dois casos, devido à localização dos tecidos tumorais, ocorreu a obstrução cervical, levando ao desenvolvimento de piometra devido ao acúmulo de secreções ut erinas. No pósoperatório, foi prescrito enrofloxacina 5 mg/kg, Figura 1 Fotografia de útero após OSH da cadela SRD (A) com destaque para o tecido tumoral em cérvix; (B) com destaque para o líquido purulento em corpo de útero; (C) útero da cadela Poodle durante a OSH; (D) destaque para a massa neoplásica em corpo de útero. 33

5 SID, por dez dias e meloxicam 0,1 mg/kg, cada 24 horas, por três dias, além do curativo tópico com iodo povidine. No retorno, ambas as cadelas apresentaram completa melhora clínica. CONCLUSÃO Os dados obtidos na anamnese associados ao exame ultrassonográfico foram imprescindíveis para conclusão do diagnóstico, além da terapia empregada ter sido bem sucedida em ambos os casos. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ALLEN, W.E. Fertilidade e obstetrícia no cão. 2.ed. São Paulo: Varela, p. BOCARDO, M.; HAMZÈ, A.L.; ZAPPA, V. Piometra: técnicas cirúrgicas e clínicas para o tratamento. Revista científica eletrônica de medicina veterinária, n.11, p.1-7, ETTINGER, S.J.; FELDMAN, E.C. Tratado de medicina interna veterinária. 5ed. São Paulo: Editora Guanabara Koogan, 2004, 2156p. FERREIRA, R.C.; LOPES, M.D. Complexo hiperplasia cística endometrial/piometra em cadelas - revisão. Clinica veterinária, n.27, p.36-43, GANDOTRA, V.K.; SINGLA, V.K.; KOCHHAR, H.P.S. Haemato logical and bacteriological studies in canine pyometra. Indian Vet. J., v.71, p , GROOTERS, A. M. Distúrbios do sistema urogenital In: BIRCHARD, S.J.; SHERDING, R.G. Manual Saunders clínica de pequenos animais. São Paulo: Editora Roca, p HENDLUND, C.S. Neoplasias uterinas. In: FOSSUM, T.W. Cirurgia de pequenos animais. 2ed. São Paulo: Roca, 2005, p JOHNSTON, D.S.; KUSTRIZ, R.V.M.; OLSON, P.N.S. Canine and feline theriogenology. Philadelphia: Saunders, 2001, p JONES, T.C.; HUNT, R.D.; KING N.W. Patologia veterinária. 6.ed., São Paulo: Manole, p. KLEIN, M.K. Tumors of the female reproductive system. In: WIHTROW, S.J.; MACEWEM, E.G. Small animal clinical o ncology. 3.ed. Philadelphia: Saunders, p NELSON, R.W.; COUTO, C.G. Fundamentos de medicina interna de pequenos animais. 2.ed. Rio de Janeiro: Roca, p. ROCCO, L.C.M. Guia pratico para coleta e interpretação de exames laboratoriais em cães e gatos. São Caetano do Sul: Interbook, p. SLATTER, D. Manual de cirurgia de pequenos animais. 3.ed. Barueri: Manole, p. SORRIBAS, C.E. Atlas de reprodução canina. São Caetano do Sul: Interbook, p. STURION, D.J.; STURION, M.A.T.; STURION, T.T.; BORDOLINI, S.L.S.; SALIBA, R.; HERNANDES, B.M.S.; LEME, F.C.; SIMÕES, C.R.B. Piometra em cães Revisão de 24 casos. In: Congresso de Iniciação Científica, 6, 2009, Anais... Ourinho s: Faculdades Integradas de Ourinhos, v.6, p.22. TARRAGA, K.M. Medicamentos que atuam no sistema cardiovascular: inotrópicos positivos e vasodilatadores. In: SPINOSA, H.S.; GORNIAK, S.L.; BERNARDI, M.M. Farmacologia aplicada à medicina veterinária. 4.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006, p WEISS, R.R.; CALOMENO, M.A.; SOUSA, R.S.; BRIERSDORF, S.M.; CALOMENO, R.A.; MURADÁS, P. Avaliação histopatológica, hormonal e bacteriológica da piometra na cadela. Archives of Veterinary Science, v.9, n.2, p.81-87,

PIOMETRA: TÉCNICAS CIRÚRGICAS E CLÍNICAS PARA O TRATAMENTO.

PIOMETRA: TÉCNICAS CIRÚRGICAS E CLÍNICAS PARA O TRATAMENTO. PIOMETRA: TÉCNICAS CIRÚRGICAS E CLÍNICAS PARA O TRATAMENTO. BOCARDO, Marcelo HAMZÈ, Abdul L. Discentes de Medicina Veterinária FAMED- GARÇA ZAPPA, Vanessa Doscente de Medicina Veterinária FAMED- GARÇA.

Leia mais

ALIZIN: UMA REVOLUCIONÁRIA ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DA PIOMETRA EM CADELAS

ALIZIN: UMA REVOLUCIONÁRIA ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DA PIOMETRA EM CADELAS ALIZIN: UMA REVOLUCIONÁRIA ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DA PIOMETRA EM CADELAS Estudos Clínicos revelam a eficácia de Alizin na Terapia Medicamentosa de Piometra em Cadelas A piometra nas cadelas e nas

Leia mais

CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO

CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO CARCINOMA MAMÁRIO COM METÁSTASE PULMONAR EM FELINO RELATO DE CASO HOFFMANN, Martina L. 1 ; MARTINS, Danieli B. 2 ; FETT, Rochana R. 3 Palavras-chave: Carcinoma. Felino. Quimioterápico. Introdução O tumor

Leia mais

ESTUDO RETROSPECTIVO DOS TUMORES MAMÁRIOS EM CANINOS E FELINOS ATENDIDOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA FAMED ENTRE 2003 A 2007.

ESTUDO RETROSPECTIVO DOS TUMORES MAMÁRIOS EM CANINOS E FELINOS ATENDIDOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA FAMED ENTRE 2003 A 2007. REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA - ISSN 1679-7353 PUBLICAÇÃO CI ENTÍFICA DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DE GARÇA/FAMED ANO IV, NÚMERO, 08, JANEIRO DE 2007. PERIODICIDADE:

Leia mais

USO DE AGLEPRISTONE E CLOPROSTENOL NO TRATAMENTO DE PIOMETRA EM CADELA RELATO DE CASO

USO DE AGLEPRISTONE E CLOPROSTENOL NO TRATAMENTO DE PIOMETRA EM CADELA RELATO DE CASO -.PIOMETRA EM CADELAS USO DE AGLEPRISTONE E CLOPROSTENOL NO TRATAMENTO DE PIOMETRA EM CADELA RELATO DE CASO NATÁLIA GUILHERME DE OLIVEIRA 1, MARCELL HIDEKI KOSHIYAMA 1, SHEILA CRISTINA SCANDURA 1, MICHELE

Leia mais

FIBROLEIOMIOMA EM UMA CADELA DA RAÇA PASTOR ALEMÃO - RELATO DE CASO FIBROLEIOMYOMAS IN ONE BITCH OF GERMAN SHEPHERD BREED CASE REPORT

FIBROLEIOMIOMA EM UMA CADELA DA RAÇA PASTOR ALEMÃO - RELATO DE CASO FIBROLEIOMYOMAS IN ONE BITCH OF GERMAN SHEPHERD BREED CASE REPORT 1 FIBROLEIOMIOMA EM UMA CADELA DA RAÇA PASTOR ALEMÃO - RELATO DE CASO FIBROLEIOMYOMAS IN ONE BITCH OF GERMAN SHEPHERD BREED CASE REPORT ¹JÉSSICA DO ROCIO RIBAS MACHADO, ¹KELLI CRISTINA GRACIANO, ¹CAROLINA

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Metástase de tumor venéreo transmissivo disseminado na pele de um cão: Relato de caso

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Metástase de tumor venéreo transmissivo disseminado na pele de um cão: Relato de caso PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Metástase de tumor venéreo transmissivo disseminado na pele de um cão: Relato de caso Catarina Rafaela Alves da Silva 1 ; Francisco Lima Silva 2

Leia mais

ESTUDO RETROSPECTIVO DAS NEOPLASIAS CANINAS DIAGNOSTICADAS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO NO PERÍODO DE 2009 A 2010

ESTUDO RETROSPECTIVO DAS NEOPLASIAS CANINAS DIAGNOSTICADAS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO NO PERÍODO DE 2009 A 2010 1 ESTUDO RETROSPECTIVO DAS NEOPLASIAS CANINAS DIAGNOSTICADAS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO NO PERÍODO DE 2009 A 2010 CAIO FERNANDO GIMENEZ 1, TATIANE MORENO FERRARIAS 1, EDUARDO FERNANDES BONDAN 1 1 Universidade

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Neoplasias de glândulas perianais em cães

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Neoplasias de glândulas perianais em cães PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Neoplasias de glândulas perianais em cães Ciro José Sousa de Carvalho 1, Sâmmya Roberta Barbosa 2, Francisco Assis Lima Costa 3, Silvana Maria Medeiros

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 RAPHAEL CARDOSO CLIMACO¹, MAIRA SANTOS SEVERO CLIMACO 2, CAMILA CAROLINE CARLINI 3, WEMERSON DE SANTANA NERES 3, MORGANA OLIVEIRA EUGÊNIO 3 ¹Médico Veterinário, Centro Médico Veterinário Mr. Zoo, Aracaju,

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PARÂMETROS CLÍNICOS, HEMATOLÓGICOS E ULTRASSONOGRÁFICOS EM CADELAS DIAGNOSTICADAS COM PIOMETRA

AVALIAÇÃO DOS PARÂMETROS CLÍNICOS, HEMATOLÓGICOS E ULTRASSONOGRÁFICOS EM CADELAS DIAGNOSTICADAS COM PIOMETRA AVALIAÇÃO DOS PARÂMETROS CLÍNICOS, HEMATOLÓGICOS E ULTRASSONOGRÁFICOS EM CADELAS DIAGNOSTICADAS COM PIOMETRA SCARIOT. Géssica Luiza 1 POSSA. Cristiane 1 GRZEIDAK. Paulo Ricardo1 CARNEVALI. Taiane 2 GOTTLIEB.

Leia mais

LEUCEMIA LINFOCÍTICA CRÔNICA EM CÃO RELATO DE CASO

LEUCEMIA LINFOCÍTICA CRÔNICA EM CÃO RELATO DE CASO LEUCEMIA LINFOCÍTICA CRÔNICA EM CÃO RELATO DE CASO LUCIANE CAMILA HISCHING 1, FABIOLA DALMOLIN 2, JOELMA LUCIOLI 3, THIAGO NEVES BATISTA 3, JOSÉ EDUARDO BASILIO DE OLIVEIRA GNEIDING 3. 1 Discente Medicina

Leia mais

HEMANGIOSSARCOMA ESPLÊNICO EM CÃO DA RAÇA BOXER - RELATO DE CASO

HEMANGIOSSARCOMA ESPLÊNICO EM CÃO DA RAÇA BOXER - RELATO DE CASO HEMANGIOSSARCOMA ESPLÊNICO EM CÃO DA RAÇA BOXER - RELATO DE CASO ARYENNE KAROLYNNE DE OLIVEIRA 1, GABRIELA RODRIGUES SAMPAIO 2, JOSÉ ARTHUR DE ABREU CAMASSA 3, FERNANDO YOITI KITAMURA KAWAMOTO 4, PAULA

Leia mais

INCIDÊNCIA DE METÁSTASE PULMONAR EM CADELAS DIAGNOSTICADAS COM TUMORES DE GLÂNDULA MAMÁRIA

INCIDÊNCIA DE METÁSTASE PULMONAR EM CADELAS DIAGNOSTICADAS COM TUMORES DE GLÂNDULA MAMÁRIA V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 INCIDÊNCIA DE METÁSTASE PULMONAR EM CADELAS DIAGNOSTICADAS COM TUMORES DE GLÂNDULA MAMÁRIA Marcela Nunes Liberati

Leia mais

INGESTÃO DE CORPO ESTRANHO EM CÃES RELATO DE CASO FOREIGN BODY INGESTION IN DOGS CASE REPORT

INGESTÃO DE CORPO ESTRANHO EM CÃES RELATO DE CASO FOREIGN BODY INGESTION IN DOGS CASE REPORT INGESTÃO DE CORPO ESTRANHO EM CÃES RELATO DE CASO FOREIGN BODY INGESTION IN DOGS CASE REPORT PARRA, Thaís Carvalho better_than you @hotmail.com BERNO, Matheus D. B. matheus-berno@hotmail.com GUIMARÃES,

Leia mais

DISTOCIA EM GATA RELATO DE CASO DYSTOCIA IN A CAT CASE REPORT

DISTOCIA EM GATA RELATO DE CASO DYSTOCIA IN A CAT CASE REPORT DISTOCIA EM GATA RELATO DE CASO DYSTOCIA IN A CAT CASE REPORT MONTANHA, Francisco Pizzolato Docente do curso de Medicina Veterinária da FAMED/ACEG Garça SP E-mail: faef.estagio@gmail.com CORRÊA, Carmen

Leia mais

LUANNA SOARES DE MELO EVANGELISTA. Alterações clínicas e laboratoriais em cadelas com piometra antes e após ovariosalpingohisterectomia

LUANNA SOARES DE MELO EVANGELISTA. Alterações clínicas e laboratoriais em cadelas com piometra antes e após ovariosalpingohisterectomia LUANNA SOARES DE MELO EVANGELISTA Alterações clínicas e laboratoriais em cadelas com piometra antes e após ovariosalpingohisterectomia TERESINA/PI 2009 LUANNA SOARES DE MELO EVANGELISTA Alterações clínicas

Leia mais

Área de concentração: CLÍNICA MÉDICA DE PEQUENOS ANIMAIS

Área de concentração: CLÍNICA MÉDICA DE PEQUENOS ANIMAIS Área de concentração: CLÍNICA MÉDICA DE PEQUENOS ANIMAIS 1. Terapêutica Clínica Geral: a. Equilíbrio ácido-básico e hidro-eletrolítico. b. Fluidoterapia. c. Terapêutica hematológica (transfusões). d. Utilização

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS CAMPUS CEDETEG CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS CAMPUS CEDETEG CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO PARA VAGAS DE APRIMORAMENTO NA CLÍNICA ESCOLA VETERINÁRIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE. A diretoria e a coordenação de aprimoramento da Clínica Escola

Leia mais

SÍNDROME DE CUSHING IATROGÊNICA EM CÃO: RELATO DE CASO IATROGENIC CUSHING'S SYNDROME IN DOG: A CASE REPORT

SÍNDROME DE CUSHING IATROGÊNICA EM CÃO: RELATO DE CASO IATROGENIC CUSHING'S SYNDROME IN DOG: A CASE REPORT SÍNDROME DE CUSHING IATROGÊNICA EM CÃO: RELATO DE CASO IATROGENIC CUSHING'S SYNDROME IN DOG: A CASE REPORT Diomedes Fontenele FERREIRA FILHO Acadêmico do curso de Medicina Veterinária das Faculdades INTA,

Leia mais

Urolitíase - Estruvita

Urolitíase - Estruvita V e t e r i n a r i a n D o c s Urolitíase - Estruvita Definição Urolitíase é definida como a formação de uma ou mais concreções policristalinas no interior do trato urinário, sendo os urólitos de estruvita

Leia mais

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: 1679-7353. Ano X Número 19 Julho de 2012 Periódicos Semestral

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: 1679-7353. Ano X Número 19 Julho de 2012 Periódicos Semestral MACERAÇÃO FETAL EM GATA EM DECORRÊNCIA DO USO DE CONTRACEPTIVOS RELATO DE CASO FETAL MACERATION IN A CAT AS A RESULT OF USE OF CONTRACEPTIVES CASE REPORT MONTANHA, Francisco Pizzolato Docente da Faculdade

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS DADOS DOS ATENDIMENTOS ULTRASSONOGRÁFICOS DO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DO HV/EVZ/UFG

LEVANTAMENTO DOS DADOS DOS ATENDIMENTOS ULTRASSONOGRÁFICOS DO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DO HV/EVZ/UFG LEVANTAMENTO DOS DADOS DOS ATENDIMENTOS ULTRASSONOGRÁFICOS DO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DO HV/EVZ/UFG BRAGATO, Nathália. 1 ; PÁDUA, Fernanda Maria Ozelim de 1 ; COSTA, Ana Paula Araújo.; SILVA,

Leia mais

FERNANDA PEREIRA LIMA LETIZIO

FERNANDA PEREIRA LIMA LETIZIO FERNANDA PEREIRA LIMA LETIZIO CARACTERIZAÇÃO CLÍNICA, LABORATORIAL E ULTRASSONOGRÁFICA DE PIOMETRA CANINA NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIGRAN DE AGOSTO DE 2007 A AGOSTO DE 2008 DOURADOS MS 2008 CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

Serviço de Diagnóstico por Imagem serviço de ultrassonografia e radiologia

Serviço de Diagnóstico por Imagem serviço de ultrassonografia e radiologia TÍTULO Serviço de Diagnóstico por Imagem serviço de ultrassonografia e radiologia AUTORES NUNES, H.R. 1 ; BRAGATO, N. 2 ; PÁDUA, F.M.O².; BORGES, N.C.³. PALAVRAS-CHAVE Diagnóstico por imagem, exame complementar,

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 HIPERPLASIA MAMÁRIA FELINA: CASOS ATENDIDOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DE UBERABA DE 2005 A 1015 DEBORAH VIEIRA DE SOUSA ROSIM 1, ENDRIGO GABELLINI LEONEL ALVES 1, IAN MARTIN 1 ; LARYSSA COSTA REZENDE 1

Leia mais

Tumores mamários em cadelas

Tumores mamários em cadelas Novos Exames Estamos colocando a disposição de todos o Teste de Estimulação ao ACTH que é usado para identificar e acompanhar o tratamento do hipoadenocorticismo e hiperadrenocorticismo em cães e gatos.

Leia mais

HIPERADRENOCORTICISMO EM CÃES

HIPERADRENOCORTICISMO EM CÃES 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 HIPERADRENOCORTICISMO EM CÃES Veruska Martins da Rosa 1, Caio Henrique de Oliveira Carniato 2, Geovana Campanerutti Cavalaro 3 RESUMO: O hiperadrenocorticismo

Leia mais

HEMANGIOSSARCOMA CAVITÁRIO EM CÃO RELATO DE CASO

HEMANGIOSSARCOMA CAVITÁRIO EM CÃO RELATO DE CASO 1 HEMANGIOSSARCOMA CAVITÁRIO EM CÃO RELATO DE CASO CYNTHIA PIRIZZOTTO SCARAMUCCI¹, VANESSA YURIKA MURAKAMI¹, ANALY RAMOS MENDES², GISELE FABRÍCIA MARTINS DOS REIS 3, PRISCILLA MACEDO DE SOUZA 4, RAQUEL

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia.

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Tratamento endodôntico em Gato Doméstico (Felis Catus): Relato de caso Jaime Sardá Aramburú Junior 1, Cristiano Gomes 2, Ney Luis Pippi 3, Paulo

Leia mais

b) indique os exames necessários para confirmar o diagnóstico e avaliar o grau de comprometimento da doença. (8,0 pontos)

b) indique os exames necessários para confirmar o diagnóstico e avaliar o grau de comprometimento da doença. (8,0 pontos) 01 Um homem de 30 anos de idade, que morou em área rural endêmica de doença de Chagas até os 20 anos de idade, procurou banco de sangue para fazer doação de sangue e foi rejeitado por apresentar sorologia

Leia mais

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: 1679-7353. Ano IX Número 18 Janeiro de 2012 Periódicos Semestral

REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: 1679-7353. Ano IX Número 18 Janeiro de 2012 Periódicos Semestral OCORRÊNCIA DE PIOMETRA EM CADELAS ATENDIDAS NAS CLÍNICAS VETERINÁRIAS NO MUNICÍPIO DE ITUVERAVA/SP NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2011 Camila Mario GORRICHO 1 Aline Gomes de CAMPOS 2 1 Graduanda em Medicina Veterinária

Leia mais

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo

CÂnCER DE EnDOMéTRIO. Estados anovulatórios (ex: Síndrome dos ovários policísticos) Hiperadrenocortisolismo CAPÍTULO 3 CÂnCER DE EnDOMéTRIO O Câncer de endométrio, nos Estados Unidos, é o câncer pélvico feminino mais comum. No Brasil, o câncer de corpo de útero perde em número de casos apenas para o câncer de

Leia mais

Relatório de Caso Clínico

Relatório de Caso Clínico UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Faculdade de Veterinária Departamento de Patologia Clínica Veterinária Disciplina de Bioquímica e Hematologia Clínica (VET03121) http://www.ufrgs.br/favet/bioquimica

Leia mais

Relato de caso: Hiperestrogenismo em cão decorrente de sertolioma

Relato de caso: Hiperestrogenismo em cão decorrente de sertolioma PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Relato de caso: Hiperestrogenismo em cão decorrente de sertolioma Amanda Furjan Rial 1 ; Scharla Walesca 1 ; Vanessa Satie Yamanaka 1 ; Lilian Helena

Leia mais

HIPERPLASIA DA GLÂNDULA DA CAUDA FELINA Relato de Caso

HIPERPLASIA DA GLÂNDULA DA CAUDA FELINA Relato de Caso ANAIS DA III SEPAVET SEMANA DE PATOLOGIA VETERINÁRIA E DO II SIMPÓSIO DE PATOLOGIA VETERINÁRIA DO CENTRO OESTE PAULISTA FAMED FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA DA FAEF ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

TÍTULO: AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA TERAPÊUTICA E POSOLOGIA DO TRILOSTANO MANIPULADO EM CÃES COM HIPERADRENOCORTICISMO ESPONTÂNEO

TÍTULO: AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA TERAPÊUTICA E POSOLOGIA DO TRILOSTANO MANIPULADO EM CÃES COM HIPERADRENOCORTICISMO ESPONTÂNEO TÍTULO: AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA TERAPÊUTICA E POSOLOGIA DO TRILOSTANO MANIPULADO EM CÃES COM HIPERADRENOCORTICISMO ESPONTÂNEO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: MEDICINA VETERINÁRIA

Leia mais

TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL EM CÃES

TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL EM CÃES TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL EM CÃES RIBEIRO, Izabella Discente do Curso de Medicina Veterinária da FAMED Garça ZAPPA, Vanessa Docente da Associação Cultural e Educacional da FAMED Garça RESUMO O Tumor

Leia mais

EFICÁCIA DA INSULINA GLARGINA NO TRATAMENTO DA DIABETES MELLITUS TIPO I EM CÃES

EFICÁCIA DA INSULINA GLARGINA NO TRATAMENTO DA DIABETES MELLITUS TIPO I EM CÃES 26 a 29 de outubro de 2010 ISBN 978-85-61091-69-9 EFICÁCIA DA INSULINA GLARGINA NO TRATAMENTO DA DIABETES MELLITUS TIPO I EM CÃES Veruska Martins da Rosa Buchaim 1 ; Carlos Maia Bettini 2 RESUMO: A diabetes

Leia mais

INCIDÊNCIA DE NEOPLASIA MAMÁRIA EM FÊMEAS CANINAS ATENDIDAS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - CURITIBA

INCIDÊNCIA DE NEOPLASIA MAMÁRIA EM FÊMEAS CANINAS ATENDIDAS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - CURITIBA ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 INCIDÊNCIA DE NEOPLASIA MAMÁRIA EM FÊMEAS CANINAS ATENDIDAS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

CISTOS DA RETE OVARII EM CADELAS E GATAS SUBMETIDAS A CASTRAÇÃO ELETIVA CYSTS OF RETE OVARII IN DOGS AND CATS UNDERGOING ELECTIVE CASTRATION

CISTOS DA RETE OVARII EM CADELAS E GATAS SUBMETIDAS A CASTRAÇÃO ELETIVA CYSTS OF RETE OVARII IN DOGS AND CATS UNDERGOING ELECTIVE CASTRATION 1 CISTOS DA RETE OVARII EM CADELAS E GATAS SUBMETIDAS A CASTRAÇÃO ELETIVA CYSTS OF RETE OVARII IN DOGS AND CATS UNDERGOING ELECTIVE CASTRATION LUCIEN ROBERTA VALENTE MIRANDA DE AGUIRRA, RENZO BRITO LOBATO,

Leia mais

Abordagem Diagnóstica e Terapêutica da Diabete Melito Não Complicada em Cães

Abordagem Diagnóstica e Terapêutica da Diabete Melito Não Complicada em Cães Abordagem Diagnóstica e Terapêutica da Diabete Melito Não Complicada em Cães Cecilia Sartori Zarif Residente em Clínica e Cirurgia de Pequenos Animais da UFV Distúrbio do Pâncreas Endócrino Diabete Melito

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Hiperadrenocorticismo canino: relato de caso

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Hiperadrenocorticismo canino: relato de caso PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Hiperadrenocorticismo canino: relato de caso Mariane Pacheco dos Santos 1, Gabriela Morais Madruga 2, Renato Linhares Sampaio 3, Rodrigo Supranzetti

Leia mais

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DE INFECCÕES PELO VÍRUS DA LEUCEMIA E IMUNODEFICIÊNCIA FELINA, EM GATOS DOMÉSTICOS DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DE INFECCÕES PELO VÍRUS DA LEUCEMIA E IMUNODEFICIÊNCIA FELINA, EM GATOS DOMÉSTICOS DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DE INFECCÕES PELO VÍRUS DA LEUCEMIA E IMUNODEFICIÊNCIA FELINA, EM GATOS DOMÉSTICOS DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ Veruska Martins da Rosa

Leia mais

TRATAMENTO CONSERVATIVO E CIRÚRGICO DE HÉRNIA DE DISCO (TIPO I) TORACOLOMBAR GRAU V EM CÃO RELATO DE CASO

TRATAMENTO CONSERVATIVO E CIRÚRGICO DE HÉRNIA DE DISCO (TIPO I) TORACOLOMBAR GRAU V EM CÃO RELATO DE CASO 1 TRATAMENTO CONSERVATIVO E CIRÚRGICO DE HÉRNIA DE DISCO (TIPO I) TORACOLOMBAR GRAU V EM CÃO RELATO DE CASO LYS DE BARROS FOGAGNOLI 1, MILTON MIKIO MORISHIN FILHO 2. 1- Graduanda Medicina Veterinária Universidade

Leia mais

INTUSSUSCEPÇÃO EM CÃES

INTUSSUSCEPÇÃO EM CÃES UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CLÍNICA CIRÚRGICA DE PEQUENOS ANIMAIS CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA INTUSSUSCEPÇÃO EM CÃES Lígia Paula Rodrigues Ribeirão Preto, maio de 2008. LÍGIA PAULA RODRIGUES Aluna do

Leia mais

MICOPLASMOSE EM CÃES RELATO DE 4 CASOS

MICOPLASMOSE EM CÃES RELATO DE 4 CASOS MICOPLASMOSE EM CÃES RELATO DE 4 CASOS Melissa Silva-Santos 1 ; Paulo Tojal Dantas Matos 1 ; Victor Fernando Santana Lima¹; Patrícia Oliveira Meira-Santos²; Leandro Branco Rocha². 1. Estudante de Medicina

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ELDORADO DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE ELDORADO DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE ELDORADO DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Memorial Descritivo para CONTRATAÇÃO de Clínica Veterinária, para prestação de serviços de Orquiectomia e Ovário-salpingo-histerectomia

Leia mais

INTOXICAÇÃO POR ORGANOFOSFORADO EM CÃO RELATO DE CASO

INTOXICAÇÃO POR ORGANOFOSFORADO EM CÃO RELATO DE CASO REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA - ISSN 1679-7353 PUBLICAÇÃO CI ENTÍFICA DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DE GARÇA/FAMED ANO III, NÚMERO, 07, JUNHO DE 2006. PERIODICIDADE:

Leia mais

CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO. Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto. Introdução

CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO. Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto. Introdução CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto Introdução É realizada a avaliação de um grupo de pacientes com relação a sua doença. E através dele

Leia mais

UFPI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL/ 2015-2018

UFPI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL/ 2015-2018 Hospital de ensino, com funcionamento 24 horas, inaugurado em 09 de setembro de 2003. - Atende ao ensino de graduação em Medicina Veterinária - Pós-graduação - Execução das atividades dos Programas de

Leia mais

Aspectos Clínicos da Hemobartolenose Felina

Aspectos Clínicos da Hemobartolenose Felina GEAC UFV Grupo de Estudos de Animais de Companhia Aspectos Clínicos da Hemobartolenose Felina Cecilia Sartori Zarif, Graduanda do 9 período de Medicina Veterinária da UFV Etiologia Anemia Infecciosa Felina

Leia mais

Sindrome respiratória felina. Rinotraquiete viral Clamidiose Calicivirose

Sindrome respiratória felina. Rinotraquiete viral Clamidiose Calicivirose DOENÇAS DE FELINOS Sindrome respiratória felina Rinotraquiete viral Clamidiose Calicivirose RINOTRAQUEÍTE Agente etiológico: Herpesvírus felino Conhecida como "a gripe do gato", pois os sintomas são parecidos

Leia mais

CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS EM PREPUCIO DE EQUINO RELATO DE CASO SQUAMOUS CELL CARCINOMA IN EQUINE FORESKINS CASE REPORT

CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS EM PREPUCIO DE EQUINO RELATO DE CASO SQUAMOUS CELL CARCINOMA IN EQUINE FORESKINS CASE REPORT CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS EM PREPUCIO DE EQUINO RELATO DE CASO SQUAMOUS CELL CARCINOMA IN EQUINE FORESKINS CASE REPORT BATAIER, Miguel Neto ALVES, Rafael Massei ZANATTA, Julio Cesar BORALLI, Igor

Leia mais

[PARVOVIROSE CANINA]

[PARVOVIROSE CANINA] [PARVOVIROSE CANINA] 2 Parvovirose Canina A Parvovirose é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus da família Parvoviridae. Acomete mais comumente animais jovens, geralmente com menos de 1 ano

Leia mais

CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS EM CÃES - RELATO DE CASO.

CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS EM CÃES - RELATO DE CASO. REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA ISSN: 1679-7353 CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS EM CÃES - RELATO DE CASO. ROCHA, Jessé Ribeiro SANTOS, Luana Maria TRENTIN, Thays de Campos ROCHA, Fabio

Leia mais

Rinite Bilateral Crônica em Felino da Raça Persa

Rinite Bilateral Crônica em Felino da Raça Persa O Sucesso da Terapêutica Homeopática VII Rinite Bilateral Crônica em Felino da Raça Persa Profa. Dra. Maria Luiza Delavechia HUVET UFF; IHB; ABRAH Rinite Bilateral Crônica Rino Sinusite Trato respiratório

Leia mais

ARTRITE REUMATOIDE CANINA RELATO DE CASO

ARTRITE REUMATOIDE CANINA RELATO DE CASO 1 ARTRITE REUMATOIDE CANINA RELATO DE CASO REBECA BACCHI-VILLANOVA 1, GUILHERME FERNANDO DE CAMPOS 2 ; POLIANA FREITAS 2 ; SABRINA MARIN RODIGHERI 3 ; PATRÍCIA MOSKO 1 ; ALYNE ARIELA 2 1 Doutoranda do

Leia mais

ESTENOSE PILÓRICA CONGÉNITA NUM BULLDOG FRANCÊS CASO CLÍNICO.

ESTENOSE PILÓRICA CONGÉNITA NUM BULLDOG FRANCÊS CASO CLÍNICO. ESTENOSE PILÓRICA CONGÉNITA NUM BULLDOG FRANCÊS CASO CLÍNICO. CONGENITAL PYLORIC STENOSIS IN A FRENCH BULLDOG-CLINICAL CASE Ana Félix Aluna da 2ª Edição da Pós-Graduação em 2009/2010, Faculdade de Medicina

Leia mais

Anhanguera - Uniderp

Anhanguera - Uniderp Anhanguera - Uniderp CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA A SELEÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICO- VETERINÁRIA - PRMV R1 / TURMA 2012 ÁREA DE CLÍNICA E CIRURGIA DE PEQUENOS ANIMAIS 1. Terapêutica Clínica Geral

Leia mais

XXII CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA. 14 a 18 de outubro de 2013 PLASMOCITOMA EM CÃO: DIAGNÓSTICO E PERSPECTIVAS TERAPÊUTICAS RELATO DE CASO

XXII CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA. 14 a 18 de outubro de 2013 PLASMOCITOMA EM CÃO: DIAGNÓSTICO E PERSPECTIVAS TERAPÊUTICAS RELATO DE CASO PLASMOCITOMA EM CÃO: DIAGNÓSTICO E PERSPECTIVAS TERAPÊUTICAS RELATO DE CASO THAÍS GUIMARÃES MORATO ABREU 1, GABRIELA RODRIGUES SAMPAIO 2, FLADEMIR WOUTERS 3, PAULA BAETA DA SILVA RIOS 4, ARYENNE KAROLINNE

Leia mais

PNEUMONIA E EDEMA PULMONAR: ESTUDO COMPARATIVO PNEUMONIA AND PULMONARY EDEMA: A COMPARATIVE STUDY

PNEUMONIA E EDEMA PULMONAR: ESTUDO COMPARATIVO PNEUMONIA AND PULMONARY EDEMA: A COMPARATIVE STUDY PNEUMONIA E EDEMA PULMONAR: ESTUDO COMPARATIVO PNEUMONIA AND PULMONARY EDEMA: A COMPARATIVE STUDY MURAKAMI, Vanessa Yurika Acadêmico do Curso de Medicina Veterinária da FAME/ACEG - Garça SP neessa_murakami@hotmail.com

Leia mais

Enfermagem 7º Semestre. Saúde da Mulher. Prof.ª Ludmila Balancieri.

Enfermagem 7º Semestre. Saúde da Mulher. Prof.ª Ludmila Balancieri. Enfermagem 7º Semestre. Saúde da Mulher. Prof.ª Ludmila Balancieri. Menstruação. É a perda periódica que se origina na mucosa uterina, caracterizada por sangramento uterino, que ocorre na mulher desde

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE DOXIFIN NO TRATAMENTO DA DIROFILARIOSE CANINA

UTILIZAÇÃO DE DOXIFIN NO TRATAMENTO DA DIROFILARIOSE CANINA UTILIZAÇÃO DE DOXIFIN NO TRATAMENTO DA DIROFILARIOSE CANINA Aluna: Camila Almeida de Queiroz Orientadora: Alessandra Moreira Martins Rio de Janeiro, out. 2013 INTRODUÇÃO: A Dirofilariose também conhecida

Leia mais

ALTERAÇÕES NO HEMOGRAMA DE CÃES CAUSADAS PELA REFRIGERAÇÃO DA AMOSTRA

ALTERAÇÕES NO HEMOGRAMA DE CÃES CAUSADAS PELA REFRIGERAÇÃO DA AMOSTRA REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA - ISSN 1679-7353 PUBLICAÇÃO CI ENTÍFICA DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DE GARÇA/FAMED ANO IV, NÚMERO, 08, JANEIRO DE 2007. PERIODICIDADE:

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO PROPICIA APRENDIZADO E BEM-ESTAR ANIMAL EM TEMPO DE PARALISAÇÃO ACADÊMICA

PROJETO DE EXTENSÃO PROPICIA APRENDIZADO E BEM-ESTAR ANIMAL EM TEMPO DE PARALISAÇÃO ACADÊMICA 1 PROJETO DE EXTENSÃO PROPICIA APRENDIZADO E BEM-ESTAR ANIMAL EM TEMPO DE PARALISAÇÃO ACADÊMICA NILVA MARIA FRERES MASCARENHAS ¹, CARMEN LÚCIA SCORTECCI HILST ¹, FERNANDO DE BIASI ¹, ANGELITA ZANATA RÉIA

Leia mais

TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL (TVT) - REVISÃO DE LITERATURA TRANSMISSIBLE VENERAL TUMOR (TVT) REVIEW

TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL (TVT) - REVISÃO DE LITERATURA TRANSMISSIBLE VENERAL TUMOR (TVT) REVIEW TUMOR VENÉREO TRANSMISSÍVEL (TVT) - REVISÃO DE LITERATURA TRANSMISSIBLE VENERAL TUMOR (TVT) REVIEW SANTOS, Mariana Soares Pereira dos Acadêmica do curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Medicina

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS ROLIM DE MOURA CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS ROLIM DE MOURA CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA 01. DADOS PROFESSOR: NAYCHE TORTATO VIEIRA ÁREA/DISCIPLINA (CÓDIGO): PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA (VET30033) UNIDADE: ROLIM DE MOURA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 80 HORAS CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 HORAS TURMA:

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 AUSÊNCIA DE ALTERAÇÕES CLÍNICAS EM BOVINOS APÓS A ADMINISTRAÇÃO PELA VIA SUBCUTÂNEA DE UMA ASSOCIAÇÃO ENTRE IVERMECTINA E SULFÓXIDO DE ALBENDAZOL CARNEIRO, R. 1*, NASCIMENTO, G. A. M. 1, MARTINS, V.

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 ESTUDO RETROSPECTIVO DE NEOPLASIAS DE PELE EM CÃES, NA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM-PA, NO PERÍODO DE 2013 A 2014. RENZO BRITO LOBATO¹, ADRIANA MACIEL DE CASTRO CARDOSO¹, BRENO COSTA DE MACEDO¹, KARINA

Leia mais

INFLUÊNCIA HORMONAL NA CARCINOGÊNESE MAMÁRIA EM CADELAS

INFLUÊNCIA HORMONAL NA CARCINOGÊNESE MAMÁRIA EM CADELAS INFLUÊNCIA HORMONAL NA CARCINOGÊNESE MAMÁRIA EM CADELAS BOCARDO, Marcelo DABUS, Daniela Marques Marciel TENTRIN, Thais de Campos LIMA, Gabriela da Silva Acadêmicos da Associação Cultural e Educacional

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 MARCELA BENEVENTE [1], LUCIANA MOURA CAMPOS PARDINI [2], ADRIANA CAMARGO FERRASI [1,3], MARIA INES DE MOURA CAMPOS PARDINI [3], ALINE FARIA GALVANI [3], JOSE JOAQUIM TITTON RANZANI [2] 1. Instituto de

Leia mais

Cuidados com a gestante. Profª Drª Rosângela de Oliveira Alves EVZ/UFG

Cuidados com a gestante. Profª Drª Rosângela de Oliveira Alves EVZ/UFG Cuidados com a gestante Profª Drª Rosângela de Oliveira Alves EVZ/UFG Período gestacional Cadelas 56-60 dias Gatas 58-72 dias (63) Data do cruzamento Objetivos Parto seguro Bem-estar da cadela/ gata e

Leia mais

EDITAL Nº 01/COREMU/UFRA/2016 ANEXO III ROTEIRO DA PROVA PRÁTICA ESPECÍFICA POR ÁREA

EDITAL Nº 01/COREMU/UFRA/2016 ANEXO III ROTEIRO DA PROVA PRÁTICA ESPECÍFICA POR ÁREA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM ÁREA PROFISSIONAL DE SAÚDE EM MEDICINA VETERINÁRIA EDITAL Nº 01/COREMU/UFRA/2016

Leia mais

PARTIAL PROLAPSE IN THE UTERUS WITH BLADDER RETROFLECTION OF A FEMALE DOG

PARTIAL PROLAPSE IN THE UTERUS WITH BLADDER RETROFLECTION OF A FEMALE DOG PROLAPSO PARCIAL DE ÚTERO COM RETROFLEXÃO DE BEXIGA EM CADELA Tairon Pannunzio Dias e silva 1, Ravy Guerra de Oliveira 1, Francisco Lima Silva 2 1. Graduandos em Medicina Veterinária () - Universidade

Leia mais

Relatório de Caso Clínico

Relatório de Caso Clínico UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Faculdade de Veterinária Departamento de Patologia Clínica Veterinária Disciplina de Bioquímica e Hematologia Clínica (VET03121) http://www6.ufrgs.br/bioquimica

Leia mais

Anhanguera - Uniderp

Anhanguera - Uniderp Anhanguera - Uniderp CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA A SELEÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICO- VETERINÁRIA - PRMV R1 / TURMA 2012 ÁREA DE CLÍNICA E CIRURGIA DE GRANDES ANIMAIS 1. Distúrbios locomotores de

Leia mais

CASTRAÇÃO DE ANIMAIS DE COMPANHIA: MITOS E VERDADES

CASTRAÇÃO DE ANIMAIS DE COMPANHIA: MITOS E VERDADES 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA CASTRAÇÃO

Leia mais

PROTOCOLO MÉDICO. Assunto: Infecção do sítio cirúrgico. Especialidade: Infectologia. Autor: Cláudio de Cerqueira Cotrim Neto e Equipe GIPEA

PROTOCOLO MÉDICO. Assunto: Infecção do sítio cirúrgico. Especialidade: Infectologia. Autor: Cláudio de Cerqueira Cotrim Neto e Equipe GIPEA PROTOCOLO MÉDICO Assunto: Infecção do sítio cirúrgico Especialidade: Infectologia Autor: Cláudio de Cerqueira Cotrim Neto e Equipe GIPEA Data de Realização: 29/04/2009 Data de Revisão: Data da Última Atualização:

Leia mais

COLAPSO TRAQUEAL EM YORKSHIRE: DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE TOSSE

COLAPSO TRAQUEAL EM YORKSHIRE: DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE TOSSE 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 COLAPSO TRAQUEAL EM YORKSHIRE: DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE TOSSE Geovana Campanerutti Cavalaro 1, Veruska Martins da Rosa 2, Eduardo Alcântara Ribeiro 3,

Leia mais

PIOMETRA ABERTA EM CADELA RELATO DE CASO

PIOMETRA ABERTA EM CADELA RELATO DE CASO PIOMETRA ABERTA EM CADELA RELATO DE CASO GARCIA, Claudia Zeferino Acadêmicos do curso de Medicina Veterinária da FAMED/ACEG Garça SP e-mail: claudiazg@terra.com.br NOGUEIRA, Adriana Rocha Médica Veterinária

Leia mais

Principal função exócrina = produção, secreção e estoque de enzimas digestivas (gordura, proteínas e polissacarideos) Cães: Possuem dois ductos

Principal função exócrina = produção, secreção e estoque de enzimas digestivas (gordura, proteínas e polissacarideos) Cães: Possuem dois ductos Principal função exócrina = produção, secreção e estoque de enzimas digestivas (gordura, proteínas e polissacarideos) Cães: Possuem dois ductos pancreáticos (principal e acessório) Gatos: Ducto biliar

Leia mais

ATENDIMENTO CLÍNICO E CIRÚRGICO DE OFTALMOLOGIA VETERINÁRIA

ATENDIMENTO CLÍNICO E CIRÚRGICO DE OFTALMOLOGIA VETERINÁRIA ATENDIMENTO CLÍNICO E CIRÚRGICO DE OFTALMOLOGIA VETERINÁRIA ANDRADE 1, Ana de Fátima de Souza BEZERRA 2, Karla Priscila Garrido BOPP 3, Simone DANTAS 1, Emmanuel Freire TALIERI 4, Ivia Carmem Departamento

Leia mais

DISCOESPONDILITE EM CÃO (Canis familiaris)

DISCOESPONDILITE EM CÃO (Canis familiaris) REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE MEDICINA VETERINÁRIA - ISSN 1679-7353 P UBLICAÇÃO C IENTÍFICA DA F ACULDADE DE M EDICINA V ETERINÁRIA E Z OOTECNIA DE G ARÇA/FAMED A NO III, NÚMERO, 06, JANEIRO DE 2006.

Leia mais

Profª. Drª. Josaine C. S. Rappeti Pedrozo Médica Veterinária

Profª. Drª. Josaine C. S. Rappeti Pedrozo Médica Veterinária OVARIOSALPINGOHISTERECTOMIA (OSH) EM PEQUENOS ANIMAIS Ovariosalpingohisterectomia remoção dos ovários, trompas e útero. Indicações: Esterilização eletiva, suspensão de cio, tumores ovarianos, cistos ovarianos,

Leia mais

AVALIAÇÃO DO FÍGADO DE CÃES NECROPSIADOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNOESTE

AVALIAÇÃO DO FÍGADO DE CÃES NECROPSIADOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNOESTE 72 AVALIAÇÃO DO FÍGADO DE CÃES NECROPSIADOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNOESTE Osimar de Carvalho Sanches, Rogério Giuffrida, Poliana Cavaleti, Rafaela Vitória Marchini Souza, Vanessa Cristina Pereira

Leia mais

CAMPANHA DE CASTRAÇÃO DOS ANIMAIS DO CANIL DA PREFEITURA MUNICIPAL

CAMPANHA DE CASTRAÇÃO DOS ANIMAIS DO CANIL DA PREFEITURA MUNICIPAL CAMPANHA DE CASTRAÇÃO DOS ANIMAIS DO CANIL DA PREFEITURA MUNICIPAL Liane Ziliotto (UNICENTRO) lianeziliotto@yahoo.com.br, Marcos Vinicius Tranquilim (UNICENTRO) - tranquiveter@hotmail.com, Helcya Mime

Leia mais

INDICAÇÕES BIOEASY. Segue em anexo algumas indicações e dicas quanto à utilização dos Kits de Diagnóstico Rápido Bioeasy Linha Veterinária

INDICAÇÕES BIOEASY. Segue em anexo algumas indicações e dicas quanto à utilização dos Kits de Diagnóstico Rápido Bioeasy Linha Veterinária INDICAÇÕES BIOEASY Segue em anexo algumas indicações e dicas quanto à utilização dos Kits de Diagnóstico Rápido Bioeasy Linha Veterinária 1- ANIGEN RAPID CPV AG TEST BIOEASY PARVOVIROSE Vendas de Filhotes:

Leia mais

TUMOR DAS CÉLULAS DA GRANULOSA EM CADELA

TUMOR DAS CÉLULAS DA GRANULOSA EM CADELA 41 Relato de caso TUMOR DAS CÉLULAS DA GRANULOSA EM CADELA Amanda Camilo SILVA 1 *, Valmir da Silva FEITOSA 2, Glória Maria de Andrade POTIER 3, Márcia de Figueiredo PEREIRA 4 RESUMO Os tumores das células

Leia mais

ERLIQUIOSE CANINA: RELATO DE CASO

ERLIQUIOSE CANINA: RELATO DE CASO ERLIQUIOSE CANINA: RELATO DE CASO Sérgio Pinter GARCIA FILHO Mestrando do programa de Cirurgia Veterinária, Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal, Universidade Estadual Paulista UNESP, Jaboticabal,

Leia mais

INTOXICAÇÃO POR ATROPINA EM CÃO Relato de Caso

INTOXICAÇÃO POR ATROPINA EM CÃO Relato de Caso ANAIS DA III SEPAVET SEMANA DE PATOLOGIA VETERINÁRIA E DO II SIMPÓSIO DE PATOLOGIA VETERINÁRIA DO CENTRO OESTE PAULISTA FAMED FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA DA FAEF ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais