Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos"

Transcrição

1 Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu trabalho com os alunos a partir do livro Menino brinca de boneca?. Sei que é um tema que lida com valores e, por isso, surgem opiniões diversas. Mas o conhecimento se constrói a partir dos diferentes saberes, sempre respeitando o que os seus alunos e seus pais pensam sobre tal questão. Afinal, a verdade absoluta é relativa. A falta de conhecimento mais profundo na área, ou mesmo a insegurança sobre a metodologia mais adequada para abordar este ou aquele assunto, traz uma dificuldade para o professor trabalhar este tema com seus alunos. Por isso, tivemos a ideia deste site: auxiliar você com conteúdo, metodologia e reflexões para o seu trabalho em sala de aula. São dificuldades pessoais e, em alguns casos, falta de conhecimento mais profundo na área ou mesmo insegurança quanto à metodologia mais adequada para abordar este ou aquele assunto. Por isso, tivemos a ideia deste site: auxiliar você com conteúdo, metodologia e reflexões para o seu trabalho em sala de aula. Os próprios alunos, no dia a dia, fornecem elementos substanciais para a discussão do assunto e isso deve ser considerado. Procure integrar o trabalho às disciplinas curriculares e atividades diárias. Os pais também não podem ficar fora desse trabalho. A parceria com eles é fundamental! Começo de conversa O livro Menino brinca de boneca? pode lhe trazer ótimas contribuições para o trabalho sobre sexualidade com a criançada, principalmente aquelas diretamente relacionadas ao papel do homem e da mulher, questionando o machismo e a obrigatoriedade de os afazeres domésticos pertencerem às mulheres. O livro discute preconceitos, estereótipos sexuais e a forma como a sociedade vem construindo o comportamento: com vantagens e privilégios para o menino (homem), em detrimento da menina (mulher). É isso que o livro propõe: trabalhar o gênero com as crianças dos 3º e 4º anos. Ou de outros anos, o que vai depender de você. O mais adequado é você trabalhar o livro por partes, respeitando o tempo de cada turma, procurando estimular as crianças a ler, discutir e colocar suas dúvidas. O trabalho não deve entrar em atrito com a educação dada pelos pais em casa.

2 Temas apresentados Educação diferenciada para meninos e meninas (Como se dá a criação de meninos e meninas); diferença entre homens e mulheres; Emoções e brincadeiras de meninos e meninas (brincadeiras e jogos que meninos e meninas brincam ou deixam de brincar por preconceito e/ou discriminação) e a discussão de gênero com pai e mãe; atividades domésticas de homens e mulheres e afazeres próprios para os filhos, sem o estereótipo de que menino não pode arrumar a cama nem a menina mexer com ferramentas. Objetivos O aluno deverá ser capaz de... Reconhecer as diferenças de criação de meninos e meninas; Valorizar a importância de uma educação mais igualitária, sem vantagens e/ou privilégios para um e outro, em casa ou na escola; Identificar quais são as brincadeiras e os jogos que meninos e meninas não brincam ou não jogam por preconceito ou discriminação; Compreender o comportamento de meninos e meninas e como fazer para mudá-lo, melhorando a convivência entre eles. Antes das atividades, vamos ver o que pode ser feito fora da sala de aula? Não se prenda somente ao que acontece na sala de aula. No pátio da escola, na saída ou entrada e na hora do recreio, você terá muitas situações em que poderá intervir. É bastante comum que, no pátio da escola, antes de tocar o sinal de entrada, cada professor forme com seus alunos uma fila de meninos e outra de meninas, para irem para a sala. Você já pode começar a questionar essa prática: por que não formar filas mistas? Por que essa divisão de sexos? Temos que apresentar a igualdade entre meninos e meninas, no cotidiano, na convivência entre eles. E se os professores, coordenação ou direção da escola alegarem que é porque a molecada, no caso os garotos, é mais bagunceira e empurra as meninas, esse é um bom motivo para levar a discussão para a sala de aula, onde você pode aproveitar e falar da relação de igualdade entre meninos e meninas, sem vantagens e/ou privilégios para um ou outro; da convivência entre eles, respeitando o jeito de cada um, e de outros pontos que venham a surgir da discussão.

3 Jogos e /ou brincadeiras de competição entre meninos e meninas É muito mais saudável construir as duplas ou equipes com crianças de ambos os sexos, sem a ideia antiga de guerra dos sexos. Nessas atividades é muito mais importante verificar a habilidade, criatividade e raciocínio do que o famoso quem sabe mais, o homem ou a mulher? Você pode, até, construir as regras das brincadeiras coletivamente, com os próprios alunos dizendo o que pode e o que não pode. Procure identificar outras situações fora de sala nas quais você possa dar outra leitura, de igualdade e não discriminação. Agora sim, vamos às dicas para sala de aula Sugestões de atividades Atenção à linguagem Para começar, você pode, no dia a dia, mudar a sua linguagem e postura, como uma forma de evitar os estereótipos. E sabemos, muitas vezes, que é nas entrelinhas que esses preconceitos são passados. Em vez de... o homem ou os homens... os direitos do homem... os professores do colégio... associar a mulher a atividades ligadas ao lar, como em geral acontece nos livros didáticos... mostrar os homens como protagonistas da História... Por que não......os homens e as mulheres?...os seres humanos?...as pessoas?...os direitos da humanidade?...os professores e as professoras do colégio?... mostrá-la também em outras situações? Há mulheres executivas, médicas, advogadas etc....ressaltar o papel feminino em cada momento histórico? Homens e mulheres têm a mesma importância na História.

4 Páginas 8 a 15: Educação diferenciada para meninos e meninas. estratégias. Utilizando-se das falas dos personagens e do texto dessas páginas, você pode trabalhar com diferentes Teatro de Fantoches Use caixas, palitos, papel, varetas etc. Combine quem vai organizar o roteiro, retirando as falas do livro, e quem irá criar as falas e os bonecos; quem vai cuidar da movimentação de cada boneco e quem vai reproduzir a voz de cada um. Após a apresentação, abra para um debate. O mesmo teatro de fantoches, feito pelos alunos, pode ser apresentado para os pais. É uma ótima oportunidade de levar essa discussão para a família, aproximando-a do trabalho que você está realizando. Criação de livrinhos Você pode solicitar que cada aluno crie um livrinho com as temáticas dessas páginas, dentro da abordagem do que cada um considera a respeito dos tópicos abaixo: Garotos que brincam de boneca; Garotos que são mais sensíveis; Garotas que jogam bola; Garotas que são mais valentes. O trabalho pode ser feito em dupla, por um menino e uma menina, o que pode proporcionar um debate muito rico. As histórias dos livrinhos deverão ser discutidas em sala de aula, podendo até ser apresentadas pelos fantoches, minha sugestão anterior. Teatrinho Solicite aos alunos que elaborem uma peça, baseada no livro, com assuntos a serem escolhidos pelos próprios alunos. Sugira que entre os personagens haja um menino, uma menina, pai, mãe e um professor. Outra sugestão: eles poderão apresentar a peça também para os pais, com debate ao final, entre todos os presentes.

5 Discussão em grupo Você poderá dividir a turma em grupos e apresentar as falas dessas páginas para os alunos. O grupo discute internamente e depois abre para uma discussão no grupão. Os subgrupos deverão ser mistos. Páginas 16 e 17: Diferença entre homens e mulheres Mas homens e mulheres são diferentes! (p. 16). Você pode começar colocando essa frase no quadro de giz. Depois, proponha uma atividade lúdica: solicite a presença de dois alunos, um menino e uma menina. Em seguida, coloque duas folhas de papel pardo (ou similar, em tamanho grande) no chão e, com as duas crianças deitadas, cada uma em cima de uma das folhas, peça que outro casal de alunos faça o contorno dos corpos, utilizando-se de uma caneta hidrocor ou lápis de cor, nas folhas de papel. Contornos feitos, todos sentados em círculo, comece a identificar onde se localizam os órgãos (dependendo do encaminhamento que estiver dando ao trabalho, você poderá optar entre falar apenas dos órgãos sexuais ou estender a atividade aos demais órgãos do corpo). E cada um vai desenhando, localizando o órgão e dizendo qual sua função. O livro Mamãe, como eu nasci? pode contribuir com conteúdo para a atividade. Em seguida, associando a temática, abra para discussão, na qual você pode mostrar que o fato de homens e mulheres terem corpos diferentes, podendo ser mais fortes ou frágeis, não os torna diferentes na capacidade, inteligência e oportunidade em todos os lugares. Reforce a ideia: diferença não significa desigualdade!

6 Páginas 18 a 37: Emoções e brincadeiras de meninos e meninas Para iniciar, coloque duas colunas num quadro : O que menino pode? Chorar? Ser mais sensível? Usar camisa cor de rosa? O que a menina pode? Pular, subir em árvore? Ser mais forte que o garoto? Depois, faça outra coluna só para meninas: O que você acha do garoto que usa brinco? (ressalte o conteúdo da p. 25) E outra só para meninos: O que você acha da garota que joga bola? Veja outras possibilidades de trabalho com essa sequência de páginas. Atividade 1 (Especificamente para as páginas 18 e 19) Divida a turma em grupos mistos, para, juntos, responderem o que é bom em ser menino e o que é bom em ser menina. Reforce a ideia de que cada um é diferente do outro e que essa diferença não ocorre necessariamente por sermos homens ou mulheres, mas sim pessoas diferentes. E que cada um pode ser bom em uma coisa ou outra, independentemente de ser menino ou menina. Atividade 2: (Especificamente para as páginas 26 a 29) Divida a turma em grupos e cada um representa uma cultura e seus hábitos, ou um momento histórico. Você pode pedir que os alunos se vistam como alguns personagens e ver como, ao longo das décadas, o vestuário e os hábitos de homens e mulheres foram mudando. Isso fecha o debate, reforçando o papel da cultura em todos nós. O uso do brinco pelos homens pode estar nesses exemplos, usando as ilustrações e textos disponíveis no livro.

7 Observação: esse vestuário ou alguns apetrechos podem ser feitos de papel crepom e tintas, se alguém representar um índio. Atividade 3 (Especificamente para as páginas 36 e 37) Realize um trabalho de pesquisa. Solicite que os alunos façam as perguntas uns aos outros e depois, com o levantamento, que façam um gráfico e apresentem para a turma o que os colegas pensam. Poderão também verificar se eles têm preconceitos ou não. Aproveitando a atividade, você pode pedir que cada um leve um brinquedo com que goste de brincar em casa. Depois, coloque os brinquedos que os meninos levaram para as meninas brincarem e os das meninas para os meninos. Assim, os alunos podem ver que não deve existir um brinquedo especificamente para meninos ou para meninas e que, brincando todos juntos, a convivência e a criatividade melhoram, sem a antiga e nada educativa ideia de menino contra menina. Outra coisa: a atividade atenua um pouco a curiosidade, principalmente dos meninos, em brincar com as bonecas e panelinhas das meninas, muitas vezes proibidas pelos pais. Páginas 38 e 39: A discussão de gênero com pai e mãe Aproximando o trabalho que você faz na escola, peça que os alunos levem essas questões para serem respondidas por seus pais, ou por quem cuida deles. Com as respostas, faça um painel com a opinião dos pais e das mães e discuta com a turma sobre o que responderam: são mais conservadores? Mais abertos? Depois veja se os alunos pensam do mesmo jeito ou de modo diferente. Reflita que a cada geração o pensamento e os hábitos vão mudando e a sociedade vai percebendo melhor a igualdade entre homens e mulheres e, com isso, garantindo os mesmos direitos a todos. Mas ressalte, sempre, o respeito pela opinião das pessoas e das famílias. Páginas 40 a 45: Atividades domésticas de homens e mulheres Com os alunos em grupo, veja quais são as atividades domésticas que eles consideram femininas e masculinas. Proponha uma mudança. Você pode fazer um bilhetinho para os pais, dizendo que, em acordo com a turma, meninos e meninas disseram que vão fazer outras tarefas em casa além das que fazem normalmente. Meninos: lavar louça ou ajudar a mãe a enxugar a louça; arrumar a cama. Meninas: Ajudar o pai nas suas tarefas; caso tenham carro, ajudar a limpar o carro. Num primeiro momento, alguns pais podem não aceitar ou dizer que lavar louça não é coisa de menino.

8 Mas explique a proposta da atividade, que estamos numa época de igualdade de direitos e que o primeiro passo deve ser dado em casa. Se alguns pais costumarem dividir as tarefas domésticas, peça que eles contem suas experiências. Trabalhando o Menino brinca de boneca? na aula de... (Transversalizando conteúdo) Língua Portuguesa A partir do texto do livro, você pode trabalhar pontuação; encontro consonantal; formação de frases; pequenos textos (que poderão virar pequenas peças de teatro, para serem representadas para a turma ou escola). Os alunos também poderão fazer entrevistas com seus pais ou responsáveis. Veja algumas sugestões de tema: Para o pai (ou responsável) - O que você tem vontade de fazer, mas, pelo fato de ser homem, não faz porque acha que não fica bem? Para a mãe (ou responsável) - O que você tem vontade de fazer, mas, pelo fato de ser mulher, não faz porque acha que não fica bem? Matemática - Resolução de problemas Em uma turma existem 34 alunos. Desse total, 12 são meninos. Quantas meninas existem na turma? - Gráficos Você pode fazer um gráfico a partir das questões respondidas pelos alunos, como sugerimos. Com o gráfico pronto, discuta qual é a opinião da turma sobre as questões respondidas. Ciências Trabalhe as diferenças corporais entre meninos e meninas. O livro Mamãe, como eu nasci? pode complementar tal discussão. Complementação do trabalho Peça que os alunos façam um desenho sobre o que sentiram ao saber de tudo que leram no livro; Proponha que escrevam uma redação sobre o que sentiram ao saber que não há problema em o menino usar brinco ou brincar de boneca nem em a menina jogar bola ou subir em árvore. Peça que eles escrevam uma carta ou para um/a amigo/a, contando que meninos e meninas podem brincar juntos e que homens e mulheres têm os mesmos direitos, que diferença não significa desigualdade, como já dissemos aqui. Depois, coloque todos os trabalhos em um mural na sala de aula.

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos.

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

PIBID UFPR EDUCAÇÃO FÍSICA GÊNERO E SEXUALIDADE MATERIAL DIDÁTICO DE APOIO VAMOS FALAR SOBRE... PRECONCEITO DE GÊNERO!

PIBID UFPR EDUCAÇÃO FÍSICA GÊNERO E SEXUALIDADE MATERIAL DIDÁTICO DE APOIO VAMOS FALAR SOBRE... PRECONCEITO DE GÊNERO! PIBID UFPR EDUCAÇÃO FÍSICA GÊNERO E SEXUALIDADE MATERIAL DIDÁTICO DE APOIO VAMOS FALAR SOBRE... PRECONCEITO DE GÊNERO! FERNANDA ZARA NICOLAS MOREIRA ?? VOCÊ SABIA?? Que existe um preconceito em relação

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

SUGESTÕES DE ATIVIDADES AOS EDUCADORES

SUGESTÕES DE ATIVIDADES AOS EDUCADORES SUGESTÕES DE ATIVIDADES AOS EDUCADORES RESPONDENDO À GARRAFA OBJETIVOS: - Perceber a diversidade de posturas frente ao tema sexualidade humana. - Verificar que a história de vida (religião, educação, valores,

Leia mais

Como é a criança de 4 a 6 anos

Como é a criança de 4 a 6 anos de 4 a 6 anos Como é a criança Brinque: lendo histórias, cantando e desenhando. A criança se comunica usando frases completas para dizer o que deseja e sente, dar opiniões, escolher o que quer. A criança

Leia mais

Histórico do livro Menino brinca de boneca?

Histórico do livro Menino brinca de boneca? Histórico do livro Menino brinca de boneca? Menino brinca de boneca? foi lançado em 1990, com grande aceitação de público e crítica, e vem sendo referência de trabalho para profissionais, universidades,

Leia mais

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º 18. DICAS PARA A PRÁTICA Orientação para o trabalho A- Conhecimento de si mesmo Sugestão: Informativo de Orientação Vocacional Aluno Prezado Aluno O objetivo deste questionário é levantar informações para

Leia mais

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Eu me remexo muito. E onde eu chego?

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Eu me remexo muito. E onde eu chego? Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Eu me remexo muito. E onde eu chego? Turma: Maternal II A Professora

Leia mais

Menino brinca de boneca? Livro e guia do professor Autor: Marcos Ribeiro

Menino brinca de boneca? Livro e guia do professor Autor: Marcos Ribeiro Menino brinca de boneca? Livro e guia do professor Autor: Marcos Ribeiro Trabalha a questão do masculino feminino de forma muito didática. Trata, basicamente, dos estereótipos sexuais e preconceitos existentes

Leia mais

Sentimentos e emoções Quem vê cara não vê coração

Sentimentos e emoções Quem vê cara não vê coração Material pelo Ético Sistema de Ensino Elaborado para Educação Infantil Publicado em 2011 Projetos temáticos EDUCAÇÃO INFANTIL Data: / / Nível: Escola: Nome: Sentimentos e emoções Quem vê cara não vê coração

Leia mais

Entendendo o que é Gênero

Entendendo o que é Gênero Entendendo o que é Gênero Sandra Unbehaum 1 Vila de Nossa Senhora da Piedade, 03 de outubro de 2002 2. Cara Professora, Hoje acordei decidida a escrever-lhe esta carta, para pedir-lhe ajuda e trocar umas

Leia mais

Mamãe, como eu nasci? Menino brinca de boneca?

Mamãe, como eu nasci? Menino brinca de boneca? COMO TRABALHAR OS LIVROS Mamãe, como eu nasci? Menino brinca de boneca? GUIA PARA PROFESSORES MARCOS RIBEIRO Diagramação e ilustrações: Bia Salgueiro / A 4 Mãos Comunicação e Design 2003 Marcos Ribeiro

Leia mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais

Família e dinheiro. Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? Todos juntos ganham mais 1016327-7 - set/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE Projeto Identidade Quem sou eu??? NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE ELABORAÇÃO: Míria Azevedo de Lima Bartelega --------------------------------Agosto / 2010 I A Questão

Leia mais

Trabalhando a convivência a partir da transversalidade

Trabalhando a convivência a partir da transversalidade PROGRAMA ÉTICA E CIDADANIA construindo valores na escola e na sociedade Trabalhando a convivência a partir da transversalidade Cristina Satiê de Oliveira Pátaro 1 Ricardo Fernandes Pátaro 2 Já há alguns

Leia mais

24 Questionário para Meses

24 Questionário para Meses De 23 meses e 0 dia até 25 meses e 15 dias 24 Questionário para Meses Por favor, preencha o formulário abaixo. Use caneta preta ou azul e escreva em letra de forma. Data do preenchimento: D D M M A A A

Leia mais

Projeto - Mães empreendedoras: Minha mãe, nossas mães

Projeto - Mães empreendedoras: Minha mãe, nossas mães Projeto - Mães empreendedoras: Minha mãe, nossas mães A proposta a seguir refere-se a um Projeto Didático (PD) elaborado para trabalhar com as crianças do 1º e 2º períodos da Educação Infantil (4 e 5 anos

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

Projeto Quem sou eu? Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas

Projeto Quem sou eu? Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas Projeto Quem sou eu? Image URI: http://mrg.bz/q6vqo3 Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas Justificativa: Tendo em vista a

Leia mais

Questões de gênero. Masculino e Feminino

Questões de gênero. Masculino e Feminino 36 Questões de gênero Masculino e Feminino Pepeu Gomes Composição: Baby Consuelo, Didi Gomes e Pepeu Gomes Ôu! Ôu! Ser um homem feminino Não fere o meu lado masculino Se Deus é menina e menino Sou Masculino

Leia mais

6º ANO O progresso da criança

6º ANO O progresso da criança 1 2 3 4 1 2 3 4 6 7 8 PREPARAÇÃO PARA O SUCESSO NO 6º ANO O progresso da criança Uma fonte de recursos para os pais para entender o que a criança deve aprender este ano e sugestões úteis para apoiar o

Leia mais

SUMÁRIO EU E MEUS COLEGAS... 8 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES... 18 A ESCOLA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS COLEGAS...

SUMÁRIO EU E MEUS COLEGAS... 8 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES... 18 A ESCOLA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS COLEGAS... SUMÁRIO 1 EU E MEUS COLEGAS... 8 FAZENDO AMIGOS... 8 BRINCAR É CONVIVER COM OS AMIGOS... 10 VAMOS CIRANDAR?... 12 O MAPA DA MINHA MÃO... 16 PARA LER... 17 2 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES...

Leia mais

Área - Relações Interpessoais

Área - Relações Interpessoais Área - Relações Interpessoais Eu e os Outros ACTIVIDADE 1 Dar e Receber um Não. Dar e Receber um Sim. Tempo Previsível 60 a 90 m COMO FAZER? 1. Propor ao grupo a realização de situações de role play, em

Leia mais

EDUCAÇÃO E GÊNERO: UMA ABORDAGEM SOBRE MENINOS E MENINAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

EDUCAÇÃO E GÊNERO: UMA ABORDAGEM SOBRE MENINOS E MENINAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO E GÊNERO: UMA ABORDAGEM SOBRE MENINOS E MENINAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL MORAIS, Elyziane Rhaquel Araújo UNINTER DUARTE, Lívia Maria Serafim FIP A escola é perpassada por questões de gênero e que

Leia mais

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES OBJETIVOS DO TRABALHO A SER DESENVOLVIDO Vivenciar estratégias de leitura que ajudem as crianças a: Antecipar a leitura apoiando se no título e nas ilustrações;

Leia mais

FACULDADE EÇA DE QUEIROS. Edna Cristina do Nascimento. Marineide Gonçalves. Tâmara de Oliveira PROJETO PEDAGÓGICO JANDIRA

FACULDADE EÇA DE QUEIROS. Edna Cristina do Nascimento. Marineide Gonçalves. Tâmara de Oliveira PROJETO PEDAGÓGICO JANDIRA FACULDADE EÇA DE QUEIROS Edna Cristina do Nascimento Marineide Gonçalves Tâmara de Oliveira PROJETO PEDAGÓGICO JANDIRA MARÇO 2012 FACULDADE EÇA DE QUEIROS PROJETO PEDAGÓGICO SOBRE O LIVRO: MENINA BONITA

Leia mais

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável Sustentabilidade Socioambiental Resistência à pobreza Desenvolvimento Saúde/Segurança alimentar Saneamento básico Educação Habitação Lazer Trabalho/

Leia mais

Tentarei falar o mais próximo possível de uma conversa com um estudante do começo da Graduação em Matemática.

Tentarei falar o mais próximo possível de uma conversa com um estudante do começo da Graduação em Matemática. Não há regras rígidas para um estudo com sucesso. Cada um tem o seu modo de estudar; sozinho ou acompanhado, em casa ou na rua, com ou sem música, são algumas variáveis que podemos experimentar e avaliar

Leia mais

Sugestão de Planejamento da Semana Pedagógica

Sugestão de Planejamento da Semana Pedagógica GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE ARAGUAINA SETOR REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E ENSINO INTEGRAL Sugestão de Planejamento da Semana

Leia mais

Apresentação do projeto:

Apresentação do projeto: Apresentação do projeto: Este projeto tem o intuito do conhecimento global do ser humano: conhecendo seu corpo, ampliando conceitos de higiene e saúde, descobrindo que o indivíduo está presente em todas

Leia mais

Professora Sandra Bozza, você é a favor da alfabetização através do método fônico?

Professora Sandra Bozza, você é a favor da alfabetização através do método fônico? Professora Sandra Bozza, você é a favor da alfabetização através do método fônico? Não! A concepção de linguagem na qual acredito é a que tem como pressuposto que a linguagem (tanto oral, quanto escrita)

Leia mais

Pesquisas e seminários Como fazer?

Pesquisas e seminários Como fazer? +++ + COLÉGIO DOS SANTOS ANJOS Avenida Iraí, 1330 - Planalto Paulista - Telefax: 5055.0744 04082-003 - São Paulo - e-mail: colsantosanjos@colegiosantosanjos.g12.br Site: www.colegiosantosanjos.g12.br Q

Leia mais

SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE

SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE Escola de Tempo Integral Experiências Matemáticas 7º ANO (6ª série) SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE Este é um material em construção que contém os capítulos de apoio das atividades

Leia mais

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Projeto de formação de professores em Matemática Um projeto exclusivo

Leia mais

O que você faria... Liliana e Michele Iacoca

O que você faria... Liliana e Michele Iacoca Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T ata: D 13/8/09 Você já pensou no significado da palavra conviver? Assim como cada pessoa tem suas características físicas, cada um tem também

Leia mais

Saúde é qualidade de vida

Saúde é qualidade de vida Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Educação infantil Publicado em 2012 Projetos temáticos Educação Infantil Data: / / Nível: Escola: Nome: Saúde é qualidade de vida Justificativa O projeto

Leia mais

LIVRO DO PROFESSOR LIBRAS 1 O ANO 35. Espaços da escola. Encaminhamento

LIVRO DO PROFESSOR LIBRAS 1 O ANO 35. Espaços da escola. Encaminhamento Atividade 9 Espaços da escola Encaminhamento Leve os alunos para conhecer os espaços da escola: sala de leitura, informática, refeitório, quadra de futebol, parque, etc. Peça para os alunos registrarem

Leia mais

MATEMÁTICA: DESENVOLVENDO ATIVIDADES ENIGMÁTICAS COM MATEMÁGICA E LÓGICA PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

MATEMÁTICA: DESENVOLVENDO ATIVIDADES ENIGMÁTICAS COM MATEMÁGICA E LÓGICA PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA: DESENVOLVENDO ATIVIDADES ENIGMÁTICAS COM MATEMÁGICA E LÓGICA PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Francisca Terezinha Oliveira Alves (UFPB) ftoalves@yahoo.com.br Luciano Moreira da Silva

Leia mais

ABRINQ GUIA DE BRINQUEDOS E JOGOS 2012/2013 AVALIAÇÃO DE BRINQUEDOS E JOGOS

ABRINQ GUIA DE BRINQUEDOS E JOGOS 2012/2013 AVALIAÇÃO DE BRINQUEDOS E JOGOS ABRINQ GUIA DE BRINQUEDOS E JOGOS 2012/2013 AVALIAÇÃO DE BRINQUEDOS E JOGOS SINTESE DOS RESULTADOS Nome do Brinquedo /Jogo: BRINQUEDOTECA FRESO SUPER Fabricante:FRESO Código/Ref.: 31218 Faixa etária indicada

Leia mais

Histórias em Sequência

Histórias em Sequência Histórias em Sequência Objetivo Geral Através das histórias em sequência fazer com que os alunos trabalhem com a oralidade, escrita, causalidade e vivências pessoais. Objetivos Específicos Trabalho envolvendo

Leia mais

A arca de Noé. Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Mariana Massarani. Elaboração Anna Flora

A arca de Noé. Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Mariana Massarani. Elaboração Anna Flora A arca de Noé Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Mariana Massarani Elaboração Anna Flora Brincadeira 1: Cada bicho com seu par Veja nos arquivos anexos e imprima a página que tem os nomes dos bichos da Arca

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSO: PEDAGOGIA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSO: PEDAGOGIA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSO: PEDAGOGIA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA I. Dados de Identificação: Escola:Escola Estadual Arthur Damé Professor (a): Professora supervisora do Pibid:

Leia mais

O BRINCAR E A SEGREGAÇÃO DE GÊNERO NA ESCOLA: UMA ANÁLISE DO DOCUMENTO GÊNERO E DIVERSIDADE NA ESCOLA

O BRINCAR E A SEGREGAÇÃO DE GÊNERO NA ESCOLA: UMA ANÁLISE DO DOCUMENTO GÊNERO E DIVERSIDADE NA ESCOLA O BRINCAR E A SEGREGAÇÃO DE GÊNERO NA ESCOLA: UMA ANÁLISE DO DOCUMENTO GÊNERO E DIVERSIDADE NA ESCOLA Samatha Cristina Macedo Périco (PICV), Maria Cristina Simeoni (Orientadora), e-mail gestaoadm@hotmail.com.

Leia mais

CONFLITO DE SER MÃE EMPREENDEDORA

CONFLITO DE SER MÃE EMPREENDEDORA 1 CONFLITO DE SER MÃE EMPREENDEDORA Quando nos tornamos mãe, sem dúvida nenhuma é a melhor coisa desse mundo. Nossos filhos nascem, curtimos muito eles, nos dedicamos exclusivamente e chega uma hora que

Leia mais

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 Justificativa do Projeto Conhecer o corpo humano é conhecer a vida, poucos assuntos são tão fascinantes para os alunos quanto esse. Por menores que sejam as crianças,

Leia mais

ALICE NO JARDIM DAS DESCOBERTAS MATEMÁTICAS

ALICE NO JARDIM DAS DESCOBERTAS MATEMÁTICAS ALICE NO JARDIM DAS DESCOBERTAS MATEMÁTICAS Angela Cristina Hammann Scussel¹ (1)Professora efetiva da Rede Municipal de Educação de Rio do Sul, no Centro Educacional Daniel Maschio, Rua Angelo Cechet,

Leia mais

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as.

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as. FICHA DA SEMANA 5º ANO A / B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Planejamento Anual. Creche I. Educação Infantil. Prof. Maria Dilza

Planejamento Anual. Creche I. Educação Infantil. Prof. Maria Dilza Planejamento Anual Creche I Educação Infantil Prof. Maria Dilza Características Marcantes das Crianças 2 Características marcantes das crianças nessa idade O desenvolvimento de uma criança não ocorre de

Leia mais

didáticas para jogos e brincadeiras na educação física escolar

didáticas para jogos e brincadeiras na educação física escolar Título do artigo: A construção de sequências didáticas para jogos e brincadeiras na educação física escolar Disciplina: Educação Física Selecionador: Marcos Santos Mourão (Marcola) Categoria: Professor

Leia mais

Nome: Nº: Ano/Série: 3º Ano. Trabalho Bimestral de arte Bimestre: 2º Data:

Nome: Nº: Ano/Série: 3º Ano. Trabalho Bimestral de arte Bimestre: 2º Data: Nome: Nº: Ano/Série: 3º Ano Disciplina: Professor: Trabalho Bimestral de arte Bimestre: 2º Data: Aprendemos texturasnas aulas de arte, descobrimos que são características de uma determinada superfície,

Leia mais

Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA

Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA 1 Especial Formação de Professor Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro apresenta os princípios da Declaração Universal dos Direitos da Criança.

Leia mais

ATIVIDADES PERMANENTES PARA APRENDER MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

ATIVIDADES PERMANENTES PARA APRENDER MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL ATIVIDADES PERMANENTES PARA APRENDER MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Daniele Barros Vargas Furtado Universidade Federal de Santa Maria dbvfurtado@yahoo.com.br Resumo Sendo a matemática tão presente em

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

Trabalhar em Casa. Um Guia para quem quer iniciar um trabalho em casa e não sabe por onde começar. 2015 bastianafutebol.com @bastianafutebol

Trabalhar em Casa. Um Guia para quem quer iniciar um trabalho em casa e não sabe por onde começar. 2015 bastianafutebol.com @bastianafutebol Trabalhar em Casa Um Guia para quem quer iniciar um trabalho em casa e não sabe por onde começar 2015 bastianafutebol.com @bastianafutebol Como Começar? Primeiro você deve escolher o tipo de trabalho que

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL DISCIPLINA: SOCIOLOGIA O propósito desta sequência didática é discutir com e/em interação com os jovens-alunos, a questão do preconceito racial e o

Leia mais

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares 3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares UNIDADE 1 BICHO E GENTE, CADA UM TEM UM JEITO DIFERENTE! A proposta deste tema é estimular a criança a perceber as diferenças existentes

Leia mais

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades.

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades. Relatório de Grupo Maternal B 2013 Neste relatório, desejamos compartilhar com vocês o início da história do nosso grupo, contando como foram os primeiros dias e as primeiras descobertas. A adaptação foi

Leia mais

II ENCONTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA BAHIA A EDUCAÇÃO COMO MATRIZ DE TODAS AS RELAÇÕES HUMANAS E SOCIAIS SALVADOR, BA 2013

II ENCONTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA BAHIA A EDUCAÇÃO COMO MATRIZ DE TODAS AS RELAÇÕES HUMANAS E SOCIAIS SALVADOR, BA 2013 II ENCONTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA BAHIA A EDUCAÇÃO COMO MATRIZ DE TODAS AS RELAÇÕES HUMANAS E SOCIAIS SALVADOR, BA 2013 TEMÁTICA: EDUCAÇÃO, QUESTÃO DE GÊNERO E DIVERSIDADE EDUCAÇÃO

Leia mais

Para um mundo melhor, relações. compartilhadas

Para um mundo melhor, relações. compartilhadas Para um mundo melhor, relações compartilhadas 6 Quem coloca a roupa na lavadora? 7 Quem vai à reunião da escola dos filhos? 8 Quem vai ao supermercado fazer as compras? Responda as questões abaixo optando

Leia mais

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros

Valores Educacionais. Aula 4 Respeito pelos Outros Valores Educacionais Aula 4 Respeito pelos Outros Objetivos 1 Apresentar o valor Respeito pelos Outros. 2 Indicar possibilidades de aplicação pedagógica do valor Respeito pelos Outros. Introdução Esta

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /.

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /. ROTEIRO DE ESTUDOS 3º ano 1º trimestre / 2015 Nome: Data: / /. Querido (a) Aluno (a), Elaboramos este roteiro com dicas sobre os conteúdos trabalhados no 1º trimestre e que serão abordados nas avaliações

Leia mais

Disponível em: http://www.portacurtas.com.br/filme.asp?cod=2844

Disponível em: http://www.portacurtas.com.br/filme.asp?cod=2844 Filme: Juro que vi: O Curupira Gênero: Animação Diretor: Humberto Avelar Ano: 2003 Duração: 11 min Cor: Colorido Bitola: 35mm País: Brasil Disponível em: http://www.portacurtas.com.br/filme.asp?cod=2844

Leia mais

LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus

LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus Lição 3: Alegria LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus RESUMO BÍBLICO Provérbios 11:17; Gálatas 5:22; Gálatas 6:10; Salmos 116:12 O ser humano reflete a benignidade e a bondade de

Leia mais

dicas para usar o celular nas aulas

dicas para usar o celular nas aulas E-book 11 dicas para usar o celular nas aulas Sugestões de atividades com os aplicativos mais básicos e simples de um aparelho Por Talita Moretto É permitido compartilhar e adaptar este material, desde

Leia mais

GUIA DE APLICAÇÃO MATEMÁTICA TESTE 2

GUIA DE APLICAÇÃO MATEMÁTICA TESTE 2 GUIA DE APLICAÇÃO MATEMÁTICA TESTE 2 2012 ELABORAÇÃO: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Diretoria de Avaliação da Educação Básica (Daeb) COLABORADORES: Ministério

Leia mais

Na sala de aula com as crianças

Na sala de aula com as crianças O CD Rubem Alves Novas Estórias, volume 3, abre novas janelas de oportunidade para quem gosta da literatura. Através do audiolivro podemos apreciar encantadoras histórias e deixar fluir a imaginação. Rubem

Leia mais

Objetivos Específicos. Estratégias em Língua Portuguesa. Leitura de histórias em quadrinhos. Desenhos próprios. Gibisão data show.

Objetivos Específicos. Estratégias em Língua Portuguesa. Leitura de histórias em quadrinhos. Desenhos próprios. Gibisão data show. PLANEJAMENTO Folclore Professor (a): Vanessa da Rosa Competências Leitura; Oralidade; Produção textual, Ortografia, Ritmo e Memória. Avançar em seus conhecimentos sobre a escrita, ao escrever segundo suas

Leia mais

5º ANO O progresso da criança

5º ANO O progresso da criança 1 2 3 4 1 2 3 4 6 7 8 PREPARAÇÃO PARA O SUCESSO NO º ANO O progresso da criança Uma fonte de recursos para os pais para entender o que a criança deve aprender este ano e sugestões úteis para apoiar o aprendizado

Leia mais

ROTEIRO PARA OFICINA DE ANALISE DO DESEMPENHO ESCOLAR E ELABORAÇÃO DO PLANO DE ENSINO

ROTEIRO PARA OFICINA DE ANALISE DO DESEMPENHO ESCOLAR E ELABORAÇÃO DO PLANO DE ENSINO ROTEIRO PARA OFICINA DE ANALISE DO DESEMPENHO ESCOLAR E ELABORAÇÃO DO PLANO DE ENSINO DOCUMENTOS BÁSICOS: - Cadernos Paebes; - Ata de resultados finais da Escola em 2010; - Guia de Intervenção Pedagógica;

Leia mais

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia PAOLA GENTILE Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia A forma como se lê um texto varia mais de acordo com o objetivo proposto do que com o gênero, mas você pode ajudar o aluno a entender

Leia mais

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas.

PESQUISA DIAGNÓSTICA - SISTEMATIZAÇÃO. - Sim, estou gostando dessa organização sim, porque a gente aprende mais com organização das aulas. ESCOLA MUNICIPAL BUENA VISTA Goiânia, 19 de junho de 2013. - Turma: Mestre de Obras e Operador de computador - 62 alunos 33 responderam ao questionário Orientador-formador: Marilurdes Santos de Oliveira

Leia mais

LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO

LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO LER E ESCREVER: APRENDER COM O LÚDICO Inês Aparecida Costa QUINTANILHA; Lívia Matos FOLHA; Dulcéria. TARTUCI; Maria Marta Lopes FLORES. Reila Terezinha da Silva LUZ; Departamento de Educação, UFG-Campus

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 5

Transcrição de Entrevista nº 5 Transcrição de Entrevista nº 5 E Entrevistador E5 Entrevistado 5 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica e Telecomunicações E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

A compreensão da Educação Física em uma escola rural do Distrito Federal: uma

A compreensão da Educação Física em uma escola rural do Distrito Federal: uma 1 A compreensão da Educação Física em uma escola rural do Distrito Federal: uma experiência a partir do PIBID O presente trabalho tem o objetivo de apresentar de que forma as aulas de Educação Física tem

Leia mais

JOGOS E BRINCADEIRAS NO ENSINO INFANTIL: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOS PIBIDIANOS COM O TEMA GÊNERO E SEXUALIDADE

JOGOS E BRINCADEIRAS NO ENSINO INFANTIL: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOS PIBIDIANOS COM O TEMA GÊNERO E SEXUALIDADE JOGOS E BRINCADEIRAS NO ENSINO INFANTIL: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOS PIBIDIANOS COM O TEMA GÊNERO E SEXUALIDADE Lorrania Miranda Nogueira Raquel da Silva Barroso Monica Rosana de Andrade Mateus Camargo Pereira

Leia mais

Trabalhando com gráfico na Educação Infantil momentos em que brincar é coisa séria

Trabalhando com gráfico na Educação Infantil momentos em que brincar é coisa séria Trabalhando com gráfico na Educação Infantil momentos em que brincar é coisa séria Autora: Ana Cristina Fonseca Instituição: PUC-Campinas Fonseca.cris@uol.com.br Co -autor 1: Maria Auxiliadora Bueno Andrade

Leia mais

Minha Escola ontem, Minha Escola Hoje.

Minha Escola ontem, Minha Escola Hoje. 1. TEMA: Minha Escola ontem, Minha Escola Hoje. 2. SÉRIE: 1º Ciclo 2ª série. 3. BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS: História: História Local e do Cotidiano. Geografia: O lugar e a Paisagem 4. AUTOR / EMAIL Evelin

Leia mais

Transcrição de Entrevista n º 22

Transcrição de Entrevista n º 22 Transcrição de Entrevista n º 22 E Entrevistador E22 Entrevistado 22 Sexo Masculino Idade 50 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante

Leia mais

Laptop Piano X. Manual do Usuário CÓD. 3103

Laptop Piano X. Manual do Usuário CÓD. 3103 LaptopianoXuxa-Pag.qxd 20.06.07 11:31 Page 1 Laptop Piano X Manual do Usuário CÓD. 3103 LaptopianoXuxa-Pag.qxd 20.06.07 11:32 Page 2 Caros Pais, Nós, da Candide, sempre pensamos em um brinquedo seguro

Leia mais

4º ANO O progresso da criança

4º ANO O progresso da criança 1 2 3 4 1 2 3 4 6 7 8 PREPARAÇÃO PARA O SUCESSO NO 4º ANO O progresso da criança Uma fonte de recursos para os pais para entender o que a criança deve aprender este ano e sugestões úteis para apoiar o

Leia mais

2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV

2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV 2. REDUZINDO A VULNERABILIDADE AO HIV 2.1 A Avaliação de risco e possibilidades de mudança de comportamento A vulnerabilidade ao HIV depende do estilo de vida, género e das condições socioeconómicas. Isso

Leia mais

Updates. Updates da Pesquisa FLL WORLD CLASS. Updates do Desafio do Robô FLL WORLD CLASS

Updates. Updates da Pesquisa FLL WORLD CLASS. Updates do Desafio do Robô FLL WORLD CLASS Updates da Pesquisa FLL WORLD CLASS 2 ANIMAIS Para escrever a sua Questão da FLL WORLD CLASS, seu time precisa escolher um tópico em que uma PESSOA possa aprender. Tudo bem se há um animal envolvido em

Leia mais

Você pode utilizar o verso de todas as folhas como rascunho.

Você pode utilizar o verso de todas as folhas como rascunho. Você pode utilizar o verso de todas as folhas como rascunho. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto 1 Roteiro de feiras orgânicas Consumir comida sem veneno é o novo luxo dos grandes centros

Leia mais

As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século

As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século As bonecas de papel são brinquedos que estimulam a imaginação e a criatividade das crianças. Foram muito usadas no século XIX e até meados do século passado, quando faziam as delícias de muitas das nossas

Leia mais

Ana Paula Vitelli, Ph.D. Reunião do Comitê de RH, Britcham 08 de Outubro, 2013 São Paulo SP

Ana Paula Vitelli, Ph.D. Reunião do Comitê de RH, Britcham 08 de Outubro, 2013 São Paulo SP Ana Paula Vitelli, Ph.D. Reunião do Comitê de RH, Britcham 08 de Outubro, 2013 São Paulo SP Introdução Do que estamos falando? Um grupo específico de mulheres Uma visão Pesquisa de Doutorado na FGV EAESP

Leia mais

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA ESCOLA ESTADUAL ALMIRANTE TOYODA-2014 PROJETO IDENTIDADE MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA TURMA: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL (AZALÉIA E ACÁCIA) PROFESSORAS: GENISMEYRE E LUCILEILA Projeto Identidade Público

Leia mais

EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO)

EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) Explorando a obra EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) INTRODUÇÃO Antes da leitura Peça para que seus alunos observem a capa por alguns instantes e faça perguntas: Qual é o título desse livro?

Leia mais

Sete Motivos Importantes Para Usar Áudio Para Melhorar As Suas Habilidades Em Inglês

Sete Motivos Importantes Para Usar Áudio Para Melhorar As Suas Habilidades Em Inglês Sete Motivos Importantes Para Usar Áudio Para Melhorar As Suas Habilidades Em Inglês Oi! Meu nome é David. Atualmente estou em Imperatriz, Maranhão ajudando pessoas como você aprenderem inglês. Já faz

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. Representar as idéias do texto através de desenho, modelagem e dramatização;

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. Representar as idéias do texto através de desenho, modelagem e dramatização; PLANO DE TRABALHO DE LÍNGUA PORTUGUESA ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA ANO: 1º GÊNERO: PARLENDA PERÍDO APROXIMADAMENTE: CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ideia de representação; (desenho, modelagem

Leia mais

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis)

Blog http://conquistadores.com.br. + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (mini e-book grátis) Blog http://conquistadores.com.br CONQUISTADORES + dinheiro + mulheres + sucesso social (Este

Leia mais

SER CRIANÇA É MUITO BOM

SER CRIANÇA É MUITO BOM SER CRIANÇA É MUITO BOM Débora Rodrigues Elen Liedke UNIDADEæ1 Educação infantil LIVRO DO PROFESSOR NOME: DATA: ESTA É A TURMA DO NOSSO AMIGUINHO. ELES QUEREM DIZER PRA VOCÊ QUE SER CRIANÇA É MUITO BOM.

Leia mais

Universidade Severino Sombra. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado Profissional em Educação Matemática RODRIGO RODRIGUES DIAS

Universidade Severino Sombra. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado Profissional em Educação Matemática RODRIGO RODRIGUES DIAS Universidade Severino Sombra Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Educação Matemática RODRIGO RODRIGUES DIAS CADERNO DE ATIVIDADES RELACIONADOS A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO GEOMÉTRICO

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL MOVIMENTO SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

APRENDER A ESCREVER. Como ajudar as crianças a se alfabetizar no início da vida escola

APRENDER A ESCREVER. Como ajudar as crianças a se alfabetizar no início da vida escola http://luizsoaresdecassia.blogspot.com.br APRENDER A ESCREVER Como ajudar as crianças a se alfabetizar no início da vida escola Todos os anos, milhares de meninos e meninas do ensino fundamental de todo

Leia mais

OLÁ QUERIDA FAMÍLIA BEIJOCAS COM GOSTINHO DE SAUDADES! PDF created with pdffactory Pro trial version www.pdffactory.com

OLÁ QUERIDA FAMÍLIA BEIJOCAS COM GOSTINHO DE SAUDADES! PDF created with pdffactory Pro trial version www.pdffactory.com OLÁ QUERIDA FAMÍLIA ESTAMOS EM TEMPO DE REFLEXÃO, DE MUDANÇAS DE ATITUDES, TALVEZ AGORA SEJA TEMPO DE INTENSIFICARMOS NOSSOS LAÇOS FAMILIARES E NOSSA ESPIRITUALIDADE.. TEMPO DE CUIDADOS, DE PROTEGER-SE,

Leia mais

1 EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM A GALINHA RUIVA. Guia Didático do Objeto Educacional Digital

1 EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM A GALINHA RUIVA. Guia Didático do Objeto Educacional Digital Guia Didático do Objeto Educacional Digital LINGUAGEM 1 EDUCAÇÃO INFANTIL A GALINHA RUIVA Este Objeto Educacional Digital (OED) está relacionado ao tema da Unidade 3 do Livro do Aluno. LINGUAGEM A GALINHA

Leia mais

English Adventure. By Carmen Castellani Consultant and Teacher trainer

English Adventure. By Carmen Castellani Consultant and Teacher trainer English Adventure By Carmen Castellani Consultant and Teacher trainer " Eu toco o futuro, eu ensino." Christa McAuliffe Você está pronto para levar seus alunos para uma English Adventure? Principais características

Leia mais

Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] 1

Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] 1 Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] Categorias Apresentação do instrumento [-] Mobilidade/ portabilidade [,] 0 0 Transcrição Alguns

Leia mais