MODELANDO COM SPLINES E PATCHES, E NÃO POLÍGONOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MODELANDO COM SPLINES E PATCHES, E NÃO POLÍGONOS"

Transcrição

1 T utorial por David Oilveira Figuras 1A e 1B Animation Master Parte 2 Modelando Personagens Orgânicos no AM Figura 2 MODELANDO COM SPLINES E PATCHES, E NÃO POLÍGONOS Um dos pontos diferenciais do Animation Master é a sua característica de modelar utilizando Patches e não Polígonos. Patches são formados por splines interconectadas que, seguindo algumas regras básicas, permitem gerar modelos 3D complexos com uma enorme flexibilidade. A princípio a modelagem através de Patches pode parecer um pouco confusa (principalmente quando estamos acostumados a utilizar a modelagem tradicional por polígonos) mas o modelo 3D gerado no final realmente vale a pena! Isto porque a quantidade de pontos de controle necessários para definirmos uma superfície curva com Patches é significativamente menor que a quantidade de vértices de polígonos necessários para definir a mesma superfície. A figura 1 mostra o mesmo modelo definido em Patches e em Polígonos. O Modelo em Patches possui apenas 208 patches enquanto o modelo em polígonos (formato 3DS) é composto por uma malha de 3036 polígonos e, mesmo assim, não irá atingir a definição que o modelo em Patches apresenta. Figura 4 Figura 3 28

2 Figuras 5A e 5B Figuras 6 e 7 Apesar da grande maioria de programas 3D trabalharem com polígonos e este tipo de modelagem ser mais facilmente implementada pelos programadores, está, na realidade, na modelagem baseada em Patches (definidas por Splines ou NURBS) o futuro para onde os programas 3D devem caminhar. (figura 1 Patches Vs. Polígonos) Os Patches são definidos por splines que são criadas a partir de alguns pontos de controle (ou CPs) e conectadas entre si diretamente na janela de modelagem. O programa irá interpretar as superfícies a partir das regiões fechadas (ou patches) formadas por estas splines. A versatilidade deste tipo de modelagem vem do fato que ajustando um único ponto de controle de uma curva spline modifica-se toda uma superfície. A primeira impressão que se tem quando começamos a modelar com Splines é a de que existem poucas ferramentas. Entretanto esta sensação logo desaparece quando começamos a explorar toda a potencialidade deste tipo de modelagem. Logo você perceberá que, a partir de simples ferramentas de criação de splines, poderá definir patches que irão compor virtualmente qualquer superfície que imaginar. REGRAS BÁSICAS DE MODELAGEM COM PATCHES Como comentamos, os Patches são definidos a partir de splines. Entretanto, nem toda combinação de curvas splines irá gerar uma superfície. Um Patch válido irá renderizar como uma superfície e um Patch não válido não irá renderizar (ou irá renderizar como um buraco caso esteja dentro de uma superfície válida e conectada a esta. A modelagem baseada por patches segue algumas regras básicas e simples: Qualquer combinação fechada de 3 ou 4 pontos de controle irá definir um patch DESDE QUE não estejam todas sobre a mesma spline. Patches definidos por 5 pontos não são válidos como superfície, MESMO QUE sejam identificados e validados individualmente. Extrusão e Revolução (Sweep) de uma spline irá gerar sempre patches válidos na lateral gerada pela extrusão ou sweep. Figuras 8 e 9 Figura

3 Se você adicionar um ponto de controle a mais em um Patch de 3 ou 4 pontos este se tornará imediatamente um furo dentro da superfície em que se encontrar. Você poderá unir um CP de uma spline a uma lateral livre (sem nenhum CP) de outra spline. Chamamos isto de Hooks. A figura 2 mostra alguns patches válidos (com superfície) e inválidos (furos sem superfície). AS FERRAMENTAS QUE VOCÊ IRÁ UTILIZAR Basicamente, para modelar com Patches tudo que você precisa são ferramentas para criação/edição de splines e algumas ferramentas básicas de modelagem como extrusão e sweep. Estas ferramentas estão disponíveis na Barra de Ferramentas do AM (figura 3). MODELANDO COM PATCHES Existem basicamente 3 formas de gerarmos modelos através de Patches: Criando-se cada spline, uma a uma, e conectando-as entre si. Partindo-se de uma forma 3D (primitiva ou não) gerada a partir de uma extrusão ou Revolução. Ou ainda uma combinação das 2 formas acima. MODELANDO UMA MÁSCARA COM PATCHES Vamos modelar agora uma máscara a partir de uma imagem de referência criando, uma a uma, as splines e conectando-as para gerar os patches. NOTA: Poderíamos gerar a máscara a partir de uma primitiva (esfera, cilindro, etc.) gerada com Sweep ou Extrusão. Isto talvez seria mais prático na geração de personagens tipo Toons mas para uma máscara que tenha a finalidade de simular a realidade de um rosto humano isto acabaria gerando splines iniciais a mais ou a menos do que necessário, gerando um trabalho extra considerável para adequação destas splines à necessidade do modelo. NOTA: Você poderá obter os arquivos utilizados neste tutorial no endereço: CARREGANDO A IMAGEM REFERÊNCIA DO MODELO O AM nos permite carregar uma ou mais imagens como referência para modelagem. Este recurso se chama Rotoscopia. 1 - Vamos aplicar duas Imagens de Referência do modelo - uma Frontal e outra Lateral. Abra uma nova janela para o modelo utilizando File/New/Model. Caso a Janela da Estrutura do Projeto (Project Workspace) não esteja aberta, selecione View/ Project Workspace para abri-la. No Project Workspace clique botão-direito (ou com Cmd no Mac) sobre o ícone do modelo (Model 1) e selecione New/ Rotoscope... Clique no botão Browse e selecione a imagem Frontal do Modelo. Selecione a imagem importada e na de Paleta de Propriedades desabilite a opção Pickable e selecione View em Front. Defina a Vista da Janela em Front. Crie uma nova Janela Window/New Window e coloque esta em Vista Left. Repita o processo anterior para Importar a Imagem Lateral do Modelo. Selecione a Imagem Importada e na de Paleta de Propriedades desabilite a opção Pickable e selecione View em Left. Defina a Vista desta segunda Janela em Left. No final deverá haver duas janelas de trabalho, uma com a vista Frontal do modelo e outra com a Lateral (Left) (figura 4). AGORA MÃOS A OBRA! CRIANDO AS SPLINES 2 - Utilizando a ferramenta Add Lock desenhe os ovais que irão definir, na vista frontal, o contorno do rosto, dos olhos e da boca. Cada clique irá definir um novo ponto de controle na Figura 11 Figura 12 30

4 Spline, ESC irá encerrar a criação da Spline (figura 5a). Nesta etapa preocupe-se apenas com a quantidade de CPs que você considera adequada para a boca e para os olhos do personagem (mantenha os mesmos pontos de controle para ambos os olhos.) IMPORTANTE: Para unir o CP final com o inicial: Arraste (com a ferramenta de seleção) um CP até o outro e clique o botão direito do mouse (PC), ou pressione a tecla ~ (Mac) 3 - Gere mais resolução aos contornos dos olhos e da boca criando novos contornos idênticos aos já criados (figura 5b). Poderíamos fazer isto criando uma a uma cada nova spline, entretanto existe uma forma mas fácil de de fazer isto (e já obter os patches válidos interconectando cada contorno gerado): utilizando a ferramenta de Extrusão. Para isto adote o seguinte procedimento: Selecione toda a spline que forma o contorno do olho (use o atalho, ) Extrude (E) a spline, posicione a spline extrudada sobre a original e amplie-a usando o modo de escala da ferramenta de seleção (o cursor irá indicar o modo de escala quando você posicioná-lo sobre um dos CPs da Spline selecionada). 4 - Esta é a etapa na qual iremos criar as curvas longitudinais e radiais da máscara (figura 6). Sem dúvida, esta etapa é a que demandará mais trabalho e atenção. Utilizando as ferramentas de criação e edição de splines, você irá gerar as splines e interconectá-las. Lembre-se das seguintes regras e você não terá muitas dificuldades: Uma spline nunca pode atravessar sobre outra sem ter um CP de conexão entre as duas. Para efetuar a conexão entre duas splines arraste a CP de uma sobre o CP da outra e, mantendo o botão pressionado, clique Botão Direito (PC) ou pressione a tecla ~ (Mac). Para facilitar o trabalho mais adiante procure fazer as curvas seguirem as curvas faciais da imagem de referência no fundo. Procure distribuir as splines de forma homogênea. Seja simétrico na quantidade de splines que você está gerando em ambos os lados. Antes de prosseguir verifique se todos os patches que definem as superfícies da face são patches válidos. Para isto mude o modo de visualização para Shaded Wireframe. Caso sua máscara possua patches inválidos você terá buracos em sua máscara (figura 7). Neste caso reveja estes patches verificando se todas as splines que definem o patch possuem seus CPs interconectados ou se não possuem mais do que 4 CPs em sua definição. O resultado final das superfícies resultantes deverá ser algo parecido com a figura Antes de partirmos para a vista lateral e ajustar a tridimensionalidade da face, vamos criar mais duas splines circulares na vista frontal. Uma para gerar mais pontos para detalhamento da testa e outra para a definição da parte superior dos olhos. A circular que passa pela testa pode ser gerada facilmente através da extrusão da spline mais externa (que define o contorno do rosto). A circular que definirá a parte superior dos olhos poderá passar pela parte inferior dos olhos. A fig. 9 mostra a face frontal completa com as duas splines criadas. AJUSTANDO A TRIDIMENSIONALIDADE DA MÁSCARA Agora vamos trabalhar a tridimensionalidade dos pontos. Para isto teremos que selecionar os CPs na vista Frontal e ajustá-los na vista Lateral (Left) usando a imagem lateral de referência do modelo. Para realizar este trabalho é muito importante que você mantenha as duas vistas abertas. IMPORTANTE: Antes de prosseguir verifique se a imagem de referência está na escala e posicionada adequadamente com relação à spline que você já criou na vista Frontal. Uma dica é pegar pontos conhecidos na vista frontal, selecioná-los e então reposicionar a imagem de fundo na vista lateral de acordo com os pontos selecionados. ALGUMAS DICAS PARA REALIZAR ESTE TRABALHO: Para restringir o movimento do CP nos eixos X, Y ou Z use os atalhos 1, 2 e 3 respectivamente. Figura 13 Figura

5 Quando for ajustar a profundidade de um ou mais pontos, lembre-se sempre de também selecionar os CPs correspondentes do lado direito da face (que não são vistos na sua imagem de referência Figura 15 Figura 16 do modelo) caso contrário você perderá totalmente a simetria do seu modelo. Para evitar confusão de splines na janela de modelagem, selecione a spline com a qual deseja trabalhar (selecione um CP da spline e use o atalho, para selecionar toda a spline) e então use a ferramenta Hide para esconder as outras splines. De tempos em tempos procure renderizar o trecho em que você está trabalhando para ir observando se você não está gerando vincos indesejados nas superfícies. Para corrigir vincos refaça uma ou mais splines que definam o patch que apresenta o vinco. SIGA OS SEGUINTES PASSOS: 6 - Primeiro ajuste a linha meridional central da face de acordo com os contornos da vista lateral e aprofunde um pouco mais a spline de contorno da máscara (figura 10). 7 - Agora ajuste a profundidade da segunda spline de contorno (uma antes da spline externa). Ajuste cada trecho da spline de acordo com a imagem lateral (figura 11). 8 - Vamos trabalhar agora na região dos olhos, ajuste primeiro as curvas mais afastadas que contornam a cavidade ocular até chegar ao contorno dos olhos propriamente ditos (figuras 12 e 13). 9 - Trabalhe agora o nariz e, finalmente, a boca (figura 14) Se necessário, faça alguns ajustes nas Splines. A figura 15 nos mostra a versão final das Splines de sua máscara. No final você terá uma máscara 3D gerada a partir de seu modelo como mostrado na figura 16. Salve seu modelo para que possa utilizá-lo posteriormente. No próximo tutorial você aprenderá a aplicar materiais e mapeá-los no Animation Master. Até Lá! David Oliveira é diretor da CAD Technology Sistemas. Contate-o através do seu * Este tutorial se baseia em alguns conceitos extraídos do artigo Skylark (por Jeffrey Lew). 32

SOLID EDGE ST6 TUTORIAL 9 GERANDO VISTAS A PARTIR DE UM MODELO 3D. Aqui isso será feito com o corpo da Biela que você desenhou no tutorial 6.

SOLID EDGE ST6 TUTORIAL 9 GERANDO VISTAS A PARTIR DE UM MODELO 3D. Aqui isso será feito com o corpo da Biela que você desenhou no tutorial 6. SOLID EDGE ST6 TUTORIAL 9 GERANDO VISTAS A PARTIR DE UM MODELO 3D Seguindo este tutorial você estará apto a gerar vistas a partir de elementos 3D. O Solid Edge permite que sejam geradas vistas de modelos

Leia mais

Tutorial Capacete Alphonse Elric

Tutorial Capacete Alphonse Elric Tutorial Capacete Alphonse Elric - personagem de FullMetal Alchemist - 1. Abra um novo arquivo com o templatecentimeter.3dm; 2. Clique com o botão direito do mouse em cima da aba front e selecione Background

Leia mais

Desenho Computacional. Parte III

Desenho Computacional. Parte III FACULDADE FUCAPI Desenho Computacional Parte III, M.Sc. Doutorando em Informática (UFAM) Mestre em Engenharia Elétrica (UFAM) Engenheiro de Telecomunicações (FUCAPI) Referências SILVA, Arlindo; RIBEIRO,

Leia mais

Trabalho Final Tutorial para modelagem Controle de Playstation 3 no Rhino

Trabalho Final Tutorial para modelagem Controle de Playstation 3 no Rhino Universidade Federal do Rio Grande do Sul Departamento de Design e Expressão Gráfica Curso de Design Visual Disciplina de Computação Gráfica I Aluno Leonel Zarpelon Trabalho Final Tutorial para modelagem

Leia mais

Personagens no Maya. maya

Personagens no Maya. maya maya por Dean Yvatchkovitch Personagens no Maya Atendendo a muitos pedidos estou passando um tutorial de como criar um personagem no Maya. Este mês estamos começando um tutorial bem detalhado, composto

Leia mais

Tutorial Produzindo mapas

Tutorial Produzindo mapas www.gismaps.com.br Tutorial Produzindo mapas Autores: Vitor Pires Vencovsky, Rodrigo Viviani 1. Introdução Este tutorial apresenta uma metodologia para a produção de mapas digitais (raster e vetorial),

Leia mais

Criando uma montagem no Photoshop

Criando uma montagem no Photoshop Criando uma montagem no Photoshop Descrição: Neste tutorial veremos como criaruma montagem usando diversos elementos como imagens, filtros, modos de mistura e ferramentas diversificadas. Pressione Ctrl+N

Leia mais

LINKANDO (LIGANDO) AS TELAS

LINKANDO (LIGANDO) AS TELAS Apostila 7 Linguagem de Programação II Professor: Luiz Claudio Ferreira de Souza Assunto: Linguagem Pascal (Ambiente Lazarus) com Banco de Dados LINKANDO (LIGANDO) AS TELAS Como já temos algumas telas

Leia mais

CURSO DE POWER POINT EXERCÍCIO 1 Iniciando

CURSO DE POWER POINT EXERCÍCIO 1 Iniciando PASSO 1 No Power Point na janela para crie sua primeira apresentação selecione uma apresentação em branco. Página 1 de 15 PASSO 2 Selecione o primeiro tipo da Janela Novo Slide que conterá o título e o

Leia mais

Bem-vindo ao Dropbox!

Bem-vindo ao Dropbox! Saiba como começar a utilizar o Dropbox: 1 2 3 4 Mantenha seus arquivos em segurança Leve seus arquivos para qualquer lugar Envie arquivos grandes Trabalhe junto em arquivos Bem-vindo ao Dropbox! 1 Mantenha

Leia mais

NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto Web no qual iremos realizar os passos abaixo.

NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto Web no qual iremos realizar os passos abaixo. TUTORIAL 03 Criando uma base de dados SQL Server com o Visual Studio ETAPA 1: Criando um novo Web Site usando o Visual Studio 2010 NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto

Leia mais

CRIAR ILUSTRAÇA O DE ESPAÇO COM PLANETAS

CRIAR ILUSTRAÇA O DE ESPAÇO COM PLANETAS CRIAR ILUSTRAÇA O DE ESPAÇO COM PLANETAS Vamos criar uma ilustração com uma cena do espaço parecida com a dos desenhos animados usando formas vetoriais simplificadas e cores sólidas. Veja como ilustrações

Leia mais

Criando um modelo base para um pé

Criando um modelo base para um pé Criando um modelo base para um pé Este tutorial visa lhe mostrar como criar um modelo base para um pé, que poderá ser adaptado de acordo com suas necessidades, tanto para figuras cartoons como para modelos

Leia mais

Apresentação Procedimentos iniciais Atualizar o Servidor de Faturamento... 2

Apresentação Procedimentos iniciais Atualizar o Servidor de Faturamento... 2 Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 1 2. Atualizar o Servidor de Faturamento... 2 3. Realizar o Download do Pacote DLL da Rotina 2075... 8 4. Atualizar a Rotina 2075... 9 Apresentação

Leia mais

Sumário. Educação Matemática: Oficinas Didáticas com GeoGebra 2012

Sumário. Educação Matemática: Oficinas Didáticas com GeoGebra 2012 Sumário A Interface do GeoGebra...2 O menu do GeoGebra...3 Ferramentas de construção...4 LIÇÃO 1: Polígonos e ângulos...7 LIÇÃO 2: Retas perpendiculares e paralelas...11 LIÇÃO 3: Construindo gráficos...18

Leia mais

Website do Grupo de Eletrônica de Potência e Controle GEPOC

Website do Grupo de Eletrônica de Potência e Controle GEPOC Website do Grupo de Eletrônica de Potência e Controle GEPOC Manual para Atualização das Informações Pessoais 1 A seguir é apresentado um tutorial sobre o procedimento para atualizar o perfil pessoal na

Leia mais

UFRGS - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE DESIGN E EXPRESSÃO GRÁFICA COMPUTAÇÃO GRÁFICA 1 JÉFERSON DOUGLAS DE FAVERI

UFRGS - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE DESIGN E EXPRESSÃO GRÁFICA COMPUTAÇÃO GRÁFICA 1 JÉFERSON DOUGLAS DE FAVERI UFRGS - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE DESIGN E EXPRESSÃO GRÁFICA COMPUTAÇÃO GRÁFICA 1 JÉFERSON DOUGLAS DE FAVERI TUTORIAL RHINOCEROS joystick Playstation 2 Semstre 1-2011 Desenhando

Leia mais

Módulo I. Desejamos boa sorte e bom estudo! Em caso de dúvidas, contate-nos pelo site Atenciosamente Equipe Cursos 24 Horas

Módulo I. Desejamos boa sorte e bom estudo! Em caso de dúvidas, contate-nos pelo site  Atenciosamente Equipe Cursos 24 Horas AutoCad 2D Módulo I Parabéns por participar de um curso dos Cursos 24 Horas. Você está investindo no seu futuro! Esperamos que este seja o começo de um grande sucesso em sua carreira. Desejamos boa sorte

Leia mais

Noções básicas do SAP Business One Tópico: Guia de introdução

Noções básicas do SAP Business One Tópico: Guia de introdução -Soluções Unidade: Noções básicas do SAP Business One Tópico: Guia de introdução Ao concluir este exercício, você estará apto a: Efetuar logon no SAP Business One Definir parâmetros de exibição Configurar

Leia mais

Avisos legais KYOCERA Document Solutions Inc.

Avisos legais KYOCERA Document Solutions Inc. Avisos legais É proibida a reprodução total ou parcial deste guia sem a devida autorização. As informações deste guia estão sujeitas a modificações sem aviso prévio. Não nos responsabilizamos por quaisquer

Leia mais

RHINOCEROS 4.0 RHINOCEROS 4.0

RHINOCEROS 4.0 RHINOCEROS 4.0 RHINOCEROS 4.0 RHINOCEROS 4.0 CURVAS Desenho de Curvas (Control Points e Interpolate Points) Ferramentas de Precisão Edição de Pontos e por Controle de Pontos Rebuild controle do nº de pontos da curva

Leia mais

Técnica de preparação e modelagem voltado para maquete eletrônica

Técnica de preparação e modelagem voltado para maquete eletrônica Técnica de preparação e modelagem voltado para maquete eletrônica Leandro Oliveira Para criar uma maquete eletrônica, é sempre bom atentar para uma coisa muito importante: organização. Para modelar a maquete

Leia mais

Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul

Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul Manual sobre configuração de VPN para acesso completo dos conteúdos digitais fora da rede da Unisul Configuração de VPN para os sistemas operacionais: Windows 8 Windows 7 Windows X Mac *Atenção: Em caso

Leia mais

Catálogo em Rede. Sumário

Catálogo em Rede. Sumário Sumário Introdução...2 Configurando o Servidor...2 Tipo de firebird utilizado...2 Efetuando a troca do Firebird...4 Verificar se existe Firebird Server instalado...4 Instalando o gerenciador Firebird Server...6

Leia mais

[Ano] Manual de Instalação do Leitor de Tela. Campus Virtual Cruzeiro do Sul

[Ano] Manual de Instalação do Leitor de Tela. Campus Virtual Cruzeiro do Sul [Ano] Manual de Instalação do Leitor de Tela Leitor de Telas (NVDA) Softwares Responsável pelo Conteúdo: Marcus Vinicius Cavalcante Rocha Thiago dos Santos Horta 2 O que é o NVDA? NVDA é uma plataforma

Leia mais

Executar uma macro clicando em um botão da Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Executar uma macro clicando em um botão da Barra de Ferramentas de Acesso Rápido Página 1 de 8 Excel > Macros Executar uma macro Mostrar tudo Há várias maneiras de executar uma macro no Microsoft Excel. Macro é uma ação ou um conjunto de ações que você pode usar para automatizar tarefas.

Leia mais

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre SEGMENTOS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.3d SEGMENTOS CAD

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre SEGMENTOS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.3d SEGMENTOS CAD 1 1. INTRODUÇÃO. SEGMENTOS CAD Nesta aula você aprenderá a dividir um segmento em partes iguais e também a inserir em cada divisão um desenho qualquer. Este exercício é muito útil em projetos de arquitetura,

Leia mais

Procedimento para Configuração de Internet em modo Bridge

Procedimento para Configuração de Internet em modo Bridge 1 Procedimento para Configuração de Internet em modo Bridge 1- Para realizar o procedimento de configuração em modo Bridge o computador deve estar conectado via cabo Ethernet em uma das portas LAN do DSL-2640T

Leia mais

Configurar endereçamento de IHM e testar conexões TCP/IP em redes industrias usando os comandos Ping.

Configurar endereçamento de IHM e testar conexões TCP/IP em redes industrias usando os comandos Ping. 1 Configurar endereçamento de IHM e testar conexões TCP/IP em redes industrias usando os comandos Ping. Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como testar a conectividade de uma rede

Leia mais

Comece a usar o BrightLink Pro

Comece a usar o BrightLink Pro BrightLink Pro 450Ui/460Ui Comece a usar o BrightLink Pro O BrightLink Pro é uma ferramenta de produtividade para salas de conferência e de aula que permite que crie um quadro branco digital sempre que

Leia mais

Exercício 1. 1.Copiar o conteúdo da pasta \\QUEBEC\Comp\SIG_Ambiental\Ex1\ para a sua máquina \Documentos\SIG_Ambiental\Ex1. Abrir o arquivo ex1.

Exercício 1. 1.Copiar o conteúdo da pasta \\QUEBEC\Comp\SIG_Ambiental\Ex1\ para a sua máquina \Documentos\SIG_Ambiental\Ex1. Abrir o arquivo ex1. Exercício 1 1.Copiar o conteúdo da pasta \\QUEBEC\Comp\SIG_Ambiental\Ex1\ para a sua máquina \Documentos\SIG_Ambiental\Ex1. Abrir o arquivo ex1.qgs Para Adicionar camadas Shape File no QGIS Basta clicar

Leia mais

GUIA GPS Quatro Rodas

GUIA GPS Quatro Rodas GUIA GPS Quatro Rodas Tutorial de soluções rápidas Introdução Objetivo: Suprir as necessidades de conhecimento sobre os produtos Aquarius Brasil junto a você, nosso cliente. Campo de aplicação: Este documento

Leia mais

Padronização de montagens

Padronização de montagens Padronização de montagens Número da Publicação spse01640 Padronização de montagens Número da Publicação spse01640 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada

Leia mais

CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES TE054. Introdução a simulação de circuitos usando o programa QUCS

CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES TE054. Introdução a simulação de circuitos usando o programa QUCS CIRCUITOS ELETRÔNICOS LINEARES TE054 Introdução a simulação de circuitos usando o programa QUCS 1) Simulações cc e ca de um circuito linear Para familiarizar-se com o uso do programa QUCS, faremos uma

Leia mais

Laboratório Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs

Laboratório Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs Laboratório 1.1.6 Configuração do TCP/IP em uma Rede de PCs Objetivo Identificar as ferramentas utilizadas para descobrir a configuração de redes do computador com vários sistemas operacionais. Coletar

Leia mais

EXERCÍCIO 1_Casa Popular. tutorial 12 folhas de apresentação. Bibliografia

EXERCÍCIO 1_Casa Popular. tutorial 12 folhas de apresentação. Bibliografia EXERCÍCIO 1_Casa Popular tutorial 12 folhas de apresentação Bibliografia NBR 10068/87 FOLHAS DE DESENHO, LEIAUTE E DIMENSÕES NBR 10582 CONTEÚDO DA FOLHA PARA DESENHO TÉCNICO NBR 13142 DOBRAMENTO DE CÓPIA

Leia mais

Adendo do Manual de Operações Máquina de cortar Product Code (Código do Produto): 891-Z01

Adendo do Manual de Operações Máquina de cortar Product Code (Código do Produto): 891-Z01 Cover1-4 Adendo do Manual de Operações Máquina de cortar Product Code (Código do Produto): 891-Z01 Visite o nosso site da web http://support.brother.com para obter informações sobre o suporte ao produto

Leia mais

Configuração em modo Bridge

Configuração em modo Bridge Configuração em modo Bridge 1- Antes de iniciar qualquer procedimento de configuração verifique se os cabos estão conectados conforme o diagrama de instalação abaixo: Se você possui uma tomada de telefone

Leia mais

Explorar Restrições Esboço

Explorar Restrições Esboço Explorar Restrições Esboço Explorar o impacto das restrições geométricas e dimensionais em um simples esboço. Compreender os limites esboço para trabalhar eficazmente com o Autodesk Inventor. Objetivos

Leia mais

1 pedaço de 18cm x 8cm (7" x 3") Superior Frontal 1 pedaço de 18cm x 18cm (7" x 7") Inferior Frontal 1 pedaço de 18cm x 23cm (7" x 9") Costas

1 pedaço de 18cm x 8cm (7 x 3) Superior Frontal 1 pedaço de 18cm x 18cm (7 x 7) Inferior Frontal 1 pedaço de 18cm x 23cm (7 x 9) Costas projetos Urso Love Karen Jennings Wilson Você vai amar esta bolsinha (13cm x 18cm) com zíper "Urso Love"! Muito fácil de fazer utilizando apenas um bastidor de sua máquina de bordar. O corte utilizado

Leia mais

Criação de componentes no Proteus

Criação de componentes no Proteus Criação de componentes no Proteus O programa Isis permite criar componentes diretamente na tela do editor de esquemas. Neste exemplo, trataremos de criar o DS1023 da Maxim. Esta é a configuração dos pinos

Leia mais

Opção de vidro de originais

Opção de vidro de originais Impressora multifuncional Xerox WorkCentre 9/9 Como fazer uma cópia. Coloque os documentos com a face para cima na bandeja de entrada do alimentador de originais. Ajuste a guia para. No painel de controle,

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Exercícios Macros Gravadas Word 1/5 EXERCÍCIOS DE REVISÃO Antes de começar feche todos os arquivos abertos durante a aula e abra um documento novo. Os passos que deverão

Leia mais

Procedimentos para configuração de WDS With AP

Procedimentos para configuração de WDS With AP Procedimentos para configuração de WDS With AP No modo WDS with AP, o DWL-2100AP se conecta a várias redes, embora ainda funcionando como um Access Point wireless. WDS (Wireless Distribution System) permite

Leia mais

Comece aqui. BrightLink 685Wi+ Interação com o BrightLink. Ferramentas Easy Interactive Tools. Barra de ferramentas integrada

Comece aqui. BrightLink 685Wi+ Interação com o BrightLink. Ferramentas Easy Interactive Tools. Barra de ferramentas integrada BrightLink 685Wi+ Comece aqui Siga estes passos para começar a usar o seu projetor BrightLink: 4 Conecte o do computador Instale o software interativo Interaja com a tela Use a barra de ferramentas integrada

Leia mais

TUTORIAL PARA VOLUME POR SUPERFÍCIES

TUTORIAL PARA VOLUME POR SUPERFÍCIES TUTORIAL PARA VOLUME POR SUPERFÍCIES 1 O módulo de volumes por superfície do sistema posição permite o cálculo de volumes por comparativo entre triângulos Volume simples e o cálculo de volumes por platô

Leia mais

PROJETO V-GRAD UFPEL COMO CRIAR UMA CONTA NO OSGRID E EXPLORAR O METAVERSE

PROJETO V-GRAD UFPEL COMO CRIAR UMA CONTA NO OSGRID E EXPLORAR O METAVERSE PROJETO V-GRAD UFPEL COMO CRIAR UMA CONTA NO OSGRID E EXPLORAR O METAVERSE Prof. Dr. Carlos A. P. Campani COMO CRIAR UMA CONTA NO OSGRID? 1. Acessar a página web do OSGRID: http://www.osgrid.org/ 2. Clicar

Leia mais

Como utilizar o Tux Paint

Como utilizar o Tux Paint 1 Curso de Formação de Professores em Tecnologia de Informação e de Comunicação Acessível Como utilizar o Tux Paint Software de desenho voltado a crianças alfabetizadas ou não. PASSO 1 INTRODUÇÃO O Tux

Leia mais

Se você possui uma tomada de telefone no padrão TeleBrás siga este diagrama:

Se você possui uma tomada de telefone no padrão TeleBrás siga este diagrama: 1- Antes de iniciar qualquer procedimento de configuração verifique se os cabos estão conectados conforme o diagrama de instalação abaixo: Se você possui uma tomada de telefone no padrão Americano siga

Leia mais

Verificação Ortográfica

Verificação Ortográfica Verificação Ortográfica Podemos verificar a ortografia de uma só vez depois de concluir a digitação de um documento. Utilizamos a verificação ortográfica e gramatical automática para reduzir ao máximo

Leia mais

Procedimento Interno. COMO RESOLVER PROBLEMAS DE BOOT (Windows 7) Versão: 00 Data: 21/05/2015 Revisão: Autor: Fabrício dos S.

Procedimento Interno. COMO RESOLVER PROBLEMAS DE BOOT (Windows 7) Versão: 00 Data: 21/05/2015 Revisão: Autor: Fabrício dos S. Procedimento Interno COMO RESOLVER PROBLEMAS DE BOOT (Windows 7) Versão: 00 Data: 21/05/2015 Revisão: Autor: Fabrício dos S. Santana Sumário 1. Objetivo... 3 2. Abrangência.... 3 3. Procedimento.... 3

Leia mais

Computação Gráfica 3D Studio Max Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno

Computação Gráfica 3D Studio Max Prof.: Luiz Gonzaga Damasceno Criando o piso: A construção do piso e do teto será demonstrada com a utilização do modificador Extrude para criar objetos 3D rapidamente utilizando umas formas 2D como base. 1. Continue a utilizar o modelo

Leia mais

Para seguir esse tutorial você precisará dos arquivos de dados, Estaueamento.csv e Levantamento Vila Arriete.dgn, que acompanham esse tutorial.

Para seguir esse tutorial você precisará dos arquivos de dados, Estaueamento.csv e Levantamento Vila Arriete.dgn, que acompanham esse tutorial. Todos os direitos reservados Bentley Systems - 2016 Introdução Nesse tutorial iremos mostrar como calcular volumes entre dois perfis de seções transversais interpolados a partir de dois MDTs. Para seguir

Leia mais

LABORATÓRIO: CRIANDO O JOGO MEGAMAN 2D

LABORATÓRIO: CRIANDO O JOGO MEGAMAN 2D LABORATÓRIO: CRIANDO O JOGO MEGAMAN 2D 1. Crie um novo projeto 2D. Parte-1 2. Criar as seguintes pastas na janela Project: _scenes, _scripts, _sprites e _animations. 3. Importe para o projeto, dentro da

Leia mais

Formula 1 Race Car (2014)

Formula 1 Race Car (2014) Formula 1 Race Car (2014) TUTORIAL Ricardo Henrique Viana dos Santos Computação Gráfica I Design de Produto UFRGS - 11/12/14 INÍCIO A fim de se modelar o carro de formula 1, é preciso primeiro adquirir

Leia mais

Corretor de Dados 1 / 10

Corretor de Dados 1 / 10 Corretor de Dados 1 / 10 Programa Operação Informações importantes Messagens de erro Sobre O objetivo do programa é permitir a correção do conteúdo de campos de tabelas do Access. Importando o formulário

Leia mais

Esse tutorial irá explicar como plotar um desenho, desde a inserção de folhas.

Esse tutorial irá explicar como plotar um desenho, desde a inserção de folhas. Todos os direitos reservados Bentley Systems - 2016 Introdução Esse tutorial irá explicar como plotar um desenho, desde a inserção de folhas. Para ilustrar melhor esse tutorial, iremos gerar um arquivo

Leia mais

Sessão Prática: Aquisição de dados e instrumentação virtual com mydaq

Sessão Prática: Aquisição de dados e instrumentação virtual com mydaq Sessão Prática: Aquisição de dados e instrumentação virtual com mydaq Exercício 1 - Configurando o mydaq no MAX Descrição: Antes de começar a usar o NI mydaq juntamente com o LabVIEW, nós precisamos verificar

Leia mais

QGIS CONCEITOS BÁSICOS *

QGIS CONCEITOS BÁSICOS * QGIS CONCEITOS BÁSICOS * Laboratório de Geotecnologias da UPM 1. Introdução O QGIS é um Sistema de Informações Geográficas (SIG) gratuito e de código aberto (GNU General Public License) desenvolvido pela

Leia mais

FORMATAÇÃO: WORD. 2. ed.

FORMATAÇÃO: WORD. 2. ed. FORMATAÇÃO: WORD 2017 2. ed. Sumário Fonte e tamanho do papel Como inserir quebra de página Formatando as margens na parte pré-textual Formatando as margens nas partes textual e pós-textual para impressão

Leia mais

1. CONFIGURAR A CONTA

1. CONFIGURAR A CONTA EASYCHAIR SUBMISSÃO A Easychair é uma plataforma de gestão de conferências flexível e fácil de usar. Permite aos autores um controlo completo das suas submissões. Carrega-se o artigo e acompanha-se o estado

Leia mais

Vejamos agora as ferramentas mais utilizadas para criação de imagens:

Vejamos agora as ferramentas mais utilizadas para criação de imagens: Vejamos agora as ferramentas mais utilizadas para criação de imagens: Lápis: Apenas mantenha pressionado o botão do mouse sobre a área em branco, e arraste para desenhar. Pincel: Tem a mesma função do

Leia mais

2. Execute o instalador do V-Ray 2.0. Você chegará à tela de bem-vindo, como na imagem abaixo. Clique no botão Next para prosseguir.

2. Execute o instalador do V-Ray 2.0. Você chegará à tela de bem-vindo, como na imagem abaixo. Clique no botão Next para prosseguir. Tutorial de Instalação do V-Ray 2.0 for Max Tutorial de Instalação V-Ray 2.0 for Max Para instalar o V-Ray é necessário ter privilégios de administrador no computador. Se você estiver utilizando o Windows

Leia mais

Algumas Possibilidades do Uso do GeoGebra nas Aulas de Matemática

Algumas Possibilidades do Uso do GeoGebra nas Aulas de Matemática UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA III Semana Acadêmica de Matemática Algumas Possibilidades do Uso do GeoGebra nas Aulas de Matemática Profª Lahis Braga Souza Profª Thais Sena de Lanna Profª Cristiane Neves

Leia mais

Visualizando uma lista de fontes disponíveis

Visualizando uma lista de fontes disponíveis Fontes Este tópico inclui: "Tipos de fontes" na página 1-21 "Fontes Postscript residentes" na página 1-21 "Visualizando uma lista de fontes disponíveis" na página 1-21 "Imprimindo uma lista de fontes disponíveis"

Leia mais

5.2. Pipeta. Ferramenta 2: Luz/sombra

5.2. Pipeta. Ferramenta 2: Luz/sombra Ferramenta 2: Luz/sombra Luz em 0 e sombra em 100% Com a ferramenta de luz/sombra, os pontos mais claros e mais escuros da imagem podem ser especificados manualmente. Através da do diálogo Predefs \ Auto

Leia mais

1- Antes de iniciar qualquer procedimento de configuração verifique se os cabos estão conectados conforme o diagrama de instalação abaixo:

1- Antes de iniciar qualquer procedimento de configuração verifique se os cabos estão conectados conforme o diagrama de instalação abaixo: 1- Antes de iniciar qualquer procedimento de configuração verifique se os cabos estão conectados conforme o diagrama de instalação abaixo: Se você possui uma tomada de telefone no padrão Americano siga

Leia mais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Introdução ao Ambiente de Projecto da Xilinx Abílio Parreira, Horácio

Leia mais

Operação remota utilizando o EOS Utility

Operação remota utilizando o EOS Utility Observe que, neste documento, as páginas no manual Wi-Fi do produto são referenciadas. Consulte o site da Canon para baixar o PDF completo. Com o EOS Utility é possível utilizar o Pairing Software (software

Leia mais

Tutorial Secador de Cabelo

Tutorial Secador de Cabelo Universidade Federal do Rio Grande do Sul Faculdade de Arquitetura Departamento de Design e Expressão Gráfica Computação Gráfica I PLES Aluna Marianne Gaspary Tutorial Secador de Cabelo Este tutorial tem

Leia mais

INSTRUMENTOS PARA TESTES ELÉTRICOS. Tutorial de Teste

INSTRUMENTOS PARA TESTES ELÉTRICOS. Tutorial de Teste Tutorial de Teste Tipo de Equipamento: Disjuntor Marca: xxx Modelo: xxx Ferramenta Utilizada: CE-6006 ou CE-6003 Objetivo: Teste do tempo da abertura/fechamento desde o comando da ação até a abertura/fechamento

Leia mais

Acesse seu Ambiente Virtual de Aprendizagem. Abrirá uma tela com o verificador. Escolha a opção Iniciar o teste.

Acesse seu Ambiente Virtual de Aprendizagem. Abrirá uma tela com o verificador. Escolha a opção Iniciar o teste. P R I M E I R O PA S S O P A R A A C E S S A R O A M B I E N T E V I R T U A L É de suma importância que você prepare o seu computador com todos os requisitos de sistemas para assistir suas aulas sem nenhuma

Leia mais

Artigo Original por: Nicu Buculei Traduzido por: Relsi Ramone Este trabalho esta sob uma licença Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5.

Artigo Original por: Nicu Buculei Traduzido por: Relsi Ramone Este trabalho esta sob uma licença Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5. Introdução Artigo Original por: Nicu Buculei Traduzido por: Relsi Ramone Este trabalho esta sob uma licença Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5. Como fazer Neste fácil tutorial aprenderemos a

Leia mais

Software Aplicativo LibreOffice Writer 5.1 Mala Direta para Impressão

Software Aplicativo LibreOffice Writer 5.1 Mala Direta para Impressão Elaborado pela Coordenação de Tecnologia da Informação do IFMT Campus São Vicente Software Aplicativo LibreOffice Writer 5.1 Mala Direta para Impressão Sumário de informações do documento Tipo do documento:

Leia mais

Como usar o P-touch Transfer Manager

Como usar o P-touch Transfer Manager Como usar o P-touch Transfer Manager Versão 0 BRA-POR Introdução Aviso importante O conteúdo deste documento e as especificações deste produto estão sujeitos a alterações sem aviso prévio. A Brother se

Leia mais

2 - Como inserir a esfera que corresponde ao globo ocular.

2 - Como inserir a esfera que corresponde ao globo ocular. 1 - Como fazer a cavidade dos olhos Faça a cavidade dos olhos, utilizando Standard/Sub. Ativando o botão Sub ou pressionando a tecla Alt. Obs.: Com a tecla Alt pressionada você inverte a função de qualquer

Leia mais

Guia do usuário da RICOH Printer

Guia do usuário da RICOH Printer series Guia do usuário da RICOH Printer Visão geral Versão do Windows Versão para Mac Solução de problemas CONTEÚDO Como ler o manual... 2 1. Visão geral Introdução à RICOH Printer... 4 Ambientes operacionais...

Leia mais

TUTORIAL PARA FORMATAÇÃO DE DOCUMENTO

TUTORIAL PARA FORMATAÇÃO DE DOCUMENTO TUTORIAL PARA FORMATAÇÃO DE DOCUMENTO Profº M. Sc. Marcelo Mazetto Moala Formatação de Estilo do documento Formatação do aplicativo para utilização do Equation ou MathType do Word Criação de botões (macro)

Leia mais

Banco de Dados Relacionais. Eduardo Ribeiro Felipe

Banco de Dados Relacionais. Eduardo Ribeiro Felipe Banco de Dados Relacionais Eduardo Ribeiro Felipe erfelipe@yahoo.com.br Bancos de dados relacionais Este é ainda o conceito mais usado em toda a implementação computacional relacionada a banco de dados.

Leia mais

1. Exportações Formulários em XML. Finalidade: salvar um questionário no formato XML.

1. Exportações Formulários em XML. Finalidade: salvar um questionário no formato XML. 1. Exportações Formulários em XML Finalidade: salvar um questionário no formato XML. Procedimentos: Posicione o cursor na opção Formulários em XML e acione o clique do mouse. O sistema irá solicitará o

Leia mais

1 Criptografando arquivos em um arquivo zip com o menu de contexto

1 Criptografando arquivos em um arquivo zip com o menu de contexto 1 Criptografando arquivos em um arquivo zip com o menu de contexto Selecione o(s) documento(s) que deseja adicionar ao arquivo.zip clicando com o botão direito sobre eles: no menu de contexto, selecione

Leia mais

Comece aqui. BrightLink 695Wi+ Interação com o BrightLink. Ferramentas Easy Interactive Tools. Barra de ferramentas integrada

Comece aqui. BrightLink 695Wi+ Interação com o BrightLink. Ferramentas Easy Interactive Tools. Barra de ferramentas integrada BrightLink 695Wi+ Comece aqui Siga estes passos para começar a usar o seu projetor BrightLink: Conecte o computador e instalação do software interativo Ferramentas Easy Interactive Tools Com um computador,

Leia mais

SolidWorks Tutorial 1 EIXO. Washington Luiz dos Santos Jr Aula: semana 1 de 8. Disciplina: Desenho Técnico II

SolidWorks Tutorial 1 EIXO. Washington Luiz dos Santos Jr Aula: semana 1 de 8. Disciplina: Desenho Técnico II SolidWorks Tutorial 1 EIXO Disciplina: Desenho Técnico II Prof.: Washington Luiz dos Santos Jr Aula: semana 1 de 8 Para ser usado com SolidWorks Educacional Release 2008-2009. Eixo Este primeiro exercício

Leia mais

Como criar uma história

Como criar uma história O da Microsoft permite, a partir de um conjunto de imagens, fazer um vídeo, adicionando som (músicas ou narração por voz recorrendo ao microfone) e movimento (transições e efeitos). São estes movimentos

Leia mais

Manual de Instruções: Plantadora Articulada JM8080/90PD Lote Piloto

Manual de Instruções: Plantadora Articulada JM8080/90PD Lote Piloto PASSO A PASSO MONITOR ARVUS TITANIUM CONEXÃO DOS CABOS NO MONITOR: 1- Efetue a conexão do cabo da bateria (12 volts) Figura 01. 2- Conecte o cabo da rede CAN Figura 02; 3- Conecte o cabo da antena Figura

Leia mais

LASERJET PRO 400 MFP. Guia de referência rápida M425

LASERJET PRO 400 MFP. Guia de referência rápida M425 LASERJET PRO 400 MFP Guia de referência rápida M425 Otimizar a qualidade da cópia As seguintes configurações de qualidade de cópia estão disponíveis: Seleção autom.: Use essa configuração quando estiver

Leia mais

Soluções. Unidade: Vendas C/R Tópico: CRM

Soluções. Unidade: Vendas C/R Tópico: CRM Soluções Unidade: Vendas C/R Tópico: CRM Ao concluir este exercício, você estará apto a: Criar, processar e duplicar atividades Gerenciar atividades recorrentes Criar uma cotação de vendas Copiar uma cotação

Leia mais

Photoshop: Recorte imagens, mude fundos e aplique filtros

Photoshop: Recorte imagens, mude fundos e aplique filtros Photoshop: Recorte imagens, mude fundos e aplique filtros Leitura disponível em: www.tecmundo.com.br/imagem/1095-photoshop-recorte-imagens-mude-fundos-e-aplique-filtros.htm Muitas vezes precisamos recortar

Leia mais

TCI 7300-U. Cabo de programação MPI-PC p/ interface USB. Manual de Instalação

TCI 7300-U. Cabo de programação MPI-PC p/ interface USB. Manual de Instalação TCI 7300-U Cabo de programação MPI-PC p/ interface USB Manual de Instalação O cabo de programação TCI 7300-U atende as famílias de PLC s Siemens S7-300 e S7-400 utilizando o protocolo MPI, suporta as taxas

Leia mais

Instalação e Atualização do Comércio-plus. Baixando o Arquivo de Instalação

Instalação e Atualização do Comércio-plus. Baixando o Arquivo de Instalação Instalação e Atualização do Comércio-plus Essa opção tem o objetivo auxiliar o usuário final para que possa instalar e atualizar o sistema, verifique os procedimento abaixo de como realizar os procedimentos

Leia mais

Tutorial: Programação do CLP Siemens S Ambiente do software TIA Portal V11 da Siemens

Tutorial: Programação do CLP Siemens S Ambiente do software TIA Portal V11 da Siemens Tutorial: Programação do CLP Siemens S7-1200 Ambiente do software TIA Portal V11 da Siemens Criando um novo projeto 1 Abrir o software TIA Portal V11. Iniciar - > Programas - > TIA Portal V11 2 Clique

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação com Jogos Bruno Feijó - Esteban Clua - Fávio S. Corrêa da Silva

Introdução à Ciência da Computação com Jogos Bruno Feijó - Esteban Clua - Fávio S. Corrêa da Silva Usando Java na Plataforma NetBeans Antes de usar a plataforma NetBeans pela primeira vez, crie uma pasta onde você guardará as suas aplicações Java (por exemplo: C:\meusJavas). 1. Abra e especifique um

Leia mais

INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA IMPORTANTES

INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA IMPORTANTES INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA IMPORTANTES Nunca abra ou desmonte a fonte de energia para reparos, o suporte deve ser feito por técnicos da Alphasys. Existe perigo de choque. Durante fortes tempestades deixe

Leia mais

BIT. Boletim de Informação Técnica

BIT. Boletim de Informação Técnica Produto Modem ADSL W-M2100g Nº. 002/2010 Referência Configuração do modem C3Tech Responsável Leandro Martins Data 18. Janeiro. 2010 Este documento descreve os passos básicos para a configuração do modem

Leia mais

1. Instalando perfil de cor no Windows

1. Instalando perfil de cor no Windows R. Lavinio Salles Arcuri, 35 Casa Verde São Paulo - SP - CEP 02564-000 Fone 11 3951 1123 / 3951 1191 atendimento@casalsign.com.br www.casalsign.com.br http://www.carlos-higino.blogspot.com Procedimentos

Leia mais

TUTORIAL RHINOCEROS: BONECO LEGO

TUTORIAL RHINOCEROS: BONECO LEGO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ARQUITETURA CURSO DE DESIGN COMPUTAÇÃO GRÁFICA I ALUNA: SARA RÖPKE TUTORIAL RHINOCEROS: BONECO LEGO 1) Abrir nas vistas Front e Right, como Background,

Leia mais

PROJETO TRANSFORMAÇÕES PONTUAIS

PROJETO TRANSFORMAÇÕES PONTUAIS Colégio Pedro II Campus Realengo II Informática Educativa 2015 9º ano Professores: Sônia Sá Vianna (Desenho Geométrico), Simone da Costa Lima, Érika Santana e Alexandra Alves (informática Educativa) PROJETO

Leia mais

Curso de extensão em Blender Prof. Luiz Gonzaga Damasceno

Curso de extensão em Blender Prof. Luiz Gonzaga Damasceno 4. Edição de objetos http://www.blender.org/ Curso de extensão em Blender Prof. Luiz Gonzaga Damasceno Damasceno Damasceno www.damasceno.info -- damasceno12@hotmail.com Google: Google: Blender Blender

Leia mais

Obrigado por utilizar o Sistema GeoOffice! Com certeza seus trabalhos ganharão maior agilidade e eficiência.

Obrigado por utilizar o Sistema GeoOffice! Com certeza seus trabalhos ganharão maior agilidade e eficiência. Obrigado por utilizar o Sistema GeoOffice! Com certeza seus trabalhos ganharão maior agilidade e eficiência. 1 Como cadastrar um equipamento Na barra de menus clicar em Arquivo,Opções,Equipamentos,Novo.

Leia mais

Tutorial sobre o easyeda Parte I

Tutorial sobre o easyeda Parte I Por João Alexandre da Silveira Bem, precisaremos antes de tudo termos o nosso circuito rascunhado numa folha de papel, como na figura fig.1. Fig. 1 Desenho de um oscilador de onda quadrada com 555 Nosso

Leia mais