SI-PNI/SI-EAPV SISTEMA DE INFORMAÇÕES DO PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES EVENTOS ADVERSOS PÓS-VACINAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SI-PNI/SI-EAPV SISTEMA DE INFORMAÇÕES DO PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES EVENTOS ADVERSOS PÓS-VACINAÇÃO"

Transcrição

1 SI-PNI/SI-EAPV SISTEMA DE INFORMAÇÕES DO PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES EVENTOS ADVERSOS PÓS-VACINAÇÃO MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO DO SISTEMA: 2.0 VERSÃO DO MANUAL: 2.0 Rio de Janeiro,

2 2003. Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Datasus. 1ª Edição É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte. Editoração e Informação: DATASUS/CGDSI/CAIVS GEAI Gerência de Atenção Individual. Distribuição: MS / SVS / CGPNI Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações S.A.S. Quadra 04 Bloco N Sala 511/513. Telefone: (61) / Fax: (61) Brasília/DF DATASUS / SE / MS Departamento de Informática do SUS CGDSI Coordenação Geral de Desenvolvimento de Soluções Informatizadas CAIVS Coordenação de Atenção Individual e Vigilância em Saúde GEAI Gerencia de Atenção Individual Rua México, 128 sala 704. Centro Rio de Janeiro Telefones: (21) / Fax: (21) Rio de Janeiro/RJ Visite a página do Datasus na Internet: 2

3 Índice CAPÍTULO I SUPORTE TÉCNICO 6 1. SUPORTE TÉCNICO OPERACIONAL AO SISTEMA Consulte o Manual Verifique as últimas modificações Verifique fisicamente seu microcomputador Como entrar em contato direto com o suporte operacional? 6 2. O SI-PNI E SEUS RESPECTIVOS MÓDULOS 7 3. EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DO SI-PNI E SUPORTE TÉCNICO CENTRAL 7 CAPÍTULO II PREPARANDO O AMBIENTE 9 1. CONFIGURAÇÃO BÁSICA Equipamentos: Sistema Operacional: 9 2. PROCEDIMENTOS DE INSTALAÇÃO 9 3. ACESSO AO SISTEMA OS MÓDULOS DO MENU PRINCIPAL DO SI-EAPV MANEIRAS DE ACESSAR OS MÓDULOS COMO SAIR DO SISTEMA? DOCUMENTOS DE ENTRADA 12 CAPÍTULO III MÓDULOS DO MENU PRINCIPAL CADASTROS Cadastro de Usuários Cadastro de Imunobiológicos Cadastro de Eventos Cadastro de Laboratórios Cadastro de Regionais Cadastro de Municípios Cadastro de Unidades de Saúde INCLUSÕES Fichas de Eventos Adversos Importação de Doses Aplicadas do API CONSULTAS E RELATÓRIOS Quantidade de Eventos por Imuno Quantidade de Eventos por Laboratório Fichas de Eventos Adversos Demonstrativo por Doses Aplicadas Demonstrativo Geral dos Eventos UTILITÁRIOS Exportar tabelas para o Excel Cópia de Segurança Restauração da cópia de Segurança Reindexação dos índices de arquivos Recebimento e Envio de Dados 26 3

4 4.6 Calculadora 26 CAPÍTULO IV - CONSULTAS Quantidade de eventos por imunobiológicos Quantidade de eventos por Laboratório Fichas de eventos adversos Demonstrativo por Doses Aplicadas: Demonstrativo Geral dos Eventos: 31 4

5 INTRODUÇÃO O Programa Nacional de Imunizações, através de seu Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica dos Eventos Adversos Pós-vacinação, tem como objetivo acompanhar sistematicamente a notificação, investigação e consolidação de dados relativos a eventos adversos pós-vacinais, ocorridos nos âmbitos Nacional, Estadual, Regional, Municipal e local, contribuindo para o aprimoramento da segurança no uso dos imunizantes para crianças e adultos. É preciso que os relatos dos eventos adversos pós-vacinais sejam apreciados numa perspectiva adequada. Sabendo-se que muitos deles consistem em associações temporais, em que a vacina não é a responsável, estes eventos devem ser diagnosticados mediante anamnese e exame clínico, tratados, notificados, e a orientação deve ser dada em relação às vacinações subseqüentes, como instrumento de busca da qualidade dos programas de imunização. Para assegurar as condições ideais de agilidade, qualidade e padronização das informações encaminhadas pelas Secretarias Municipais e Estaduais, faz-se necessário avançar no processo informatizado do PNI, o que já vem sendo feito ininterruptamente em parceria com o DATASUS. Este manual dirige-se aos usuários do SI-EAPV. Tem o propósito fundamental ser o instrumento de consulta criado para dirimir qualquer dúvida que por ventura surja durante a utilização do sistema, e ainda, servir como rápido orientador para aqueles que ainda não tiveram oportunidade de participar de um treinamento. 5

6 CAPÍTULO I SUPORTE TÉCNICO 1. SUPORTE TÉCNICO OPERACIONAL AO SISTEMA Toda Secretaria Estadual de Saúde possui serviço de informática e técnico designado para dar o suporte técnico operacional necessário aos sistemas do SI-PNI. O serviço de suporte técnico operacional existe com o objetivo de resolver os problemas quanto à utilização do aplicativo e esclarecer as dúvidas dos usuários, além de também estar atento às novas sugestões ou críticas que por ventura venham a surgir. Antes de chamar o Suporte Operacional: 1.1 Consulte o Manual Veja neste manual o procedimento indicado para a opção que está sendo utilizada. Uma forma de descobrir o que realmente ocorre é executar o procedimento desde o início, fazendo uma operação de cada vez, observando bem cada janela e as mensagens que forem surgindo, analisando cada etapa. 1.2 Verifique as últimas modificações Se houver alteração na configuração no micro, principalmente referente à memória, outros efeitos poderão surgir. Pense nas últimas modificações feitas e tente ver se isso pode estar influenciando no funcionamento do sistema. Verifique os parâmetros de configuração do sistema, e confira se não foram modificados. 1.3 Verifique fisicamente seu microcomputador Constate se todas as peças estão presentes (como cabos, conectores), se são as adequadas e, se estão conectadas corretamente; Desligue e religue o equipamento. Algumas vezes, por falha do sistema operacional ou da aplicação que estava sendo executada, dados impróprios permanecem na memória RAM do computador e podem ocasionar problemas; Se discos rígidos estiverem envolvidos, tente executar um backup antes de continuar; Verifique os programas que estão alocados na memória. Isso pode ser uma boa medida. Muitas vezes os problemas são ocasionados por falta de memória RAM ou de espaço em disco insuficiente. Se nenhum destes procedimentos surtiu efeito, tenha em mãos as seguintes informações, antes de ligar para o suporte operacional: O nome e número da versão do sistema operacional; O modelo do seu computador e o total de memória RAM instalada; O tipo do monitor de vídeo e impressora (se o problema estiver relacionado a eles); A mensagem emitida pelo programa (use exatamente as mesmas palavras que foram mostradas na tela). Verifique o número e a data da versão do sistema do SI-PNI que está utilizando. 1.4 Como entrar em contato direto com o suporte operacional? Através de: Telefone: Entre em contato com o suporte técnico do PNI do seu estado, presente na SES ou na unidade do Datasus. FAX: Envie um fax relatando todos os problemas e mensagens de erro (com as mesmas palavras que aparecem na tela). Não se esqueça de indicar todas as informações pedidas anteriormente, o número de seu fax, nome, telefone e endereço para resposta. Correio: Envie uma carta com os mesmos dados pedidos acima. Envie um para a Coordenação de Imunizações do seu estado, ou para o seu suporte técnico estadual. 6

7 2. O SI-PNI E SEUS RESPECTIVOS MÓDULOS O Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações está no momento dividido da seguinte forma: SI-EAPV Eventos Adversos Pós-Vacinação SI-API Avaliação do Programa de Imunizações EDI/ADI Estoque e Distribuição de Imunobiológicos SI-AIU Apuração dos Imunos Utilizados PAIS Programa do Instrumento de Supervisão (Estadual e Sala de Vacina) SI-CRIE Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais O Sistema SI-EAPV está dividido em módulos: Cadastros Inclusões Consultas e Relatórios Utilitários O módulo de Cadastro possui as seguintes funções: Cadastro de Usuários Cadastro de Imunobiológicos Cadastro de Eventos Cadastro de Laboratórios Cadastro de Municípios Cadastro de Regionais Cadastro de Unidades de Saúde (Estabelecimentos de Atendimento de Saúde) O módulo de Inclusões possui as funções abaixo: Fichas de Eventos Adversos Doses Aplicadas do API O módulo de Consultas e Relatórios possui as seguintes funções: Quantidade de Eventos por Imuno Quantidade de Eventos por Laboratório Fichas de Eventos Adversos Demonstrativo por Doses Aplicadas Demonstrativo Geral dos Eventos O módulo de Utilitários possui as funções abaixo: Exportar Tabelas para o Excel Cópia de Segurança Restauração da Cópia de Segurança Reindexação dos Bancos de Dados Recebimento e Envio de Dados Calculadora 3. EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO DO SI-PNI E SUPORTE TÉCNICO CENTRAL Datasus/RJ Consuelo Freiria Arnaud Marcolino 7

8 José Carlos Jorge Marco Affonso Ricardo Gonçalves Correio eletrônico: Internet: CGPNI/DF Sâmia Samad Correio eletrônico: ; 8

9 CAPÍTULO II PREPARANDO O AMBIENTE 1. CONFIGURAÇÃO BÁSICA Eis aqui a configuração mínima necessária para a instalação do SI-EAPV: 1.1 Equipamentos: Microcomputador Pentium Uma das impressoras relacionadas: Deskjet (jato de tinta), Deskjet Landscape, Laser-jet, Laser-jet Landscape 1.2 Sistema Operacional: Windows 95 ou superior 2. PROCEDIMENTOS DE INSTALAÇÃO O SI-EAPV está disponível em CD-ROM. Para instalação do sistema utilize os seguintes procedimentos: Insira o CD-ROM de instalação no drive de CD; Dispare no seu computador o utilitário Windows Explorer; Selecione o drive onde se encontra o CD de instalação; Selecione o diretório: Instalação por CD; Execute o arquivo setup.exe do respectivo CD. Observe sempre as mensagens de orientação que surgem durante a instalação e siga os passos até a completa instalação; Para facilitar a utilização do SI-EAPV, crie um atalho na a área de trabalho do seu computador. OBS: NO CD-ROM de instalação, estão incluídos os diretórios abaixo: Instalação por CD e Instalação por disquete: neste diretório estão outros diretórios contendo a numeração da instalação por disquete. Ex: Instalação por disquete: Disco 1 Disco 2 Disco 3... Se você desejar fazer a instalação por disquete, copie os arquivos de cada diretório (1 a 6, por exemplo) dentro de 6 disquetes e siga as seguintes instruções: Insira o disquete de instalação de número 1 no respectivo drive (A ou B); Dispare no seu computador o utilitário Windows Explorer; Selecione o drive onde se encontra o disquete de instalação de número 1. Execute o arquivo setup.exe do respectivo disquete. Observe sempre as mensagens de orientação que surgem durante a instalação e siga os passos até a completa instalação (Disquete 1 ao 6); Para facilitar a utilização do SI-EAPV, crie um atalho na área de trabalho do seu computador. 9

10 3. ACESSO AO SISTEMA Para acessar o SI-EAPV, execute o sistema através do ícone criado na área de trabalho do seu computador clicando duas vezes com o botão esquerdo do mouse, em cima do respectivo ícone. A primeira vez em que é executado o sistema, isto é, quando ainda não existem dados gravados, será visualizada uma tela de configuração como a mostrada a seguir: Se a instalação for Estadual, selecione a opção Estado no quadro Instalação. Depois de selecionado, o cursor será direcionado para o campo Estado para que seja escolhido o Estado desejado. Em seguida digite o nome da instalação (campo usuário) onde será feita a instalação. Ex: SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE. O campo usuário não se refere a pessoa que está fazendo a instalação. Depois, clique no indicador Gravar e espere até terminar a configuração. Em seguida será apresentada a tela de acesso ao SI-EAPV. Caso a instalação seja na Regional, Município ou Unidade de Saúde, selecione no quadro Instalação a opção desejada. Em seguida escolha o Estado onde será feita a instalação, e depois onde será instalado o sistema de acordo com o tipo da instalação (isto é: Regional, Município ou Unidade de Saúde). Após isso, digite o nome da instalação (usuário). Ex: SECRETARIA REGIONAL DE SAÚDE, SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE, etc. Terminada a digitação do conteúdo dos campos, clique no indicador Gravar e espere até terminar a configuração. Será então apresentada a tela de acesso ao sistema: 10

11 Digite ou selecione a matrícula do usuário clicando na seta à direita da caixinha do campo Matrícula, ou se preferir, selecione o nome do usuário procedendo da mesma forma anterior. Pressione a tecla < Enter>. Em seguida, digite a senha do usuário ou clique a numeração que aparecerá embaixo do campo senha. Pressione a tecla < Enter>. Surgirá a tela do Menu Principal do SI-EAPV. Para permitir o primeiro acesso ao sistema, use matrícula=99999 e senha=master (recomendamos a exclusão deste usuário após o cadastramento dos técnicos responsáveis). 4. OS MÓDULOS DO MENU PRINCIPAL DO SI-EAPV CADASTROS Onde serão inseridos novos códigos para as tabelas; INCLUSÕES Onde serão inseridos novos dados para alimentação do sistema e posterior consulta; CONSULTAS E RELATÓRIOS Onde serão digitados os dados sobre os quais pesquisamos alguma informação e onde serão agrupados os dados na impressão; UTILITÁRIOS Ferramentas de apoio e gerenciamento dos Bancos de Dados. 5. MANEIRAS DE ACESSAR OS MÓDULOS a) Clicar em cada uma das caixas de cor cinza (botões) abaixo dos títulos principais; b) Escolher, com o ponteiro do mouse, cada uma das opções do menu no alto da tela. Clique em cada opção, e surgirá a mesma função encontrada na caixa de cor cinza. Escolha a opção desejada clicando com o mouse ou pressionando a tecla < Enter>. c) Teclas de atalho pressione a tecla <Alt> e as iniciais das opções do menu no alto da tela. Cada opção se abrirá, mostrando as mesmas funções encontradas nas caixas de cor cinza. Escolha a opção desejada clicando com o botão direito do mouse, ou pressionando a tecla < Enter>. 11

12 6. COMO SAIR DO SISTEMA? Para sair do sistema basta posicionar o cursor no ícone Fim e dar um clique com o botão do mouse. 7. DOCUMENTOS DE ENTRADA O modelo da Ficha de Eventos Adversos está disponível no CD-ROM de instalação, no formato Word. 12

13 CAPÍTULO III MÓDULOS DO MENU PRINCIPAL 1. CADASTROS 1.1 Cadastro de Usuários Novos usuários no SI-EAPV somente serão admitidos mediante acesso por senha. Na tela abaixo, nos campos correspondentes, digite o número da matrícula do novo usuário, seu nome, sua senha (numérica e com até seis caracteres) e o tipo de controle de acesso. Após todos os campos serem preenchidos, clique no indicador Gravar, e retorne ao Menu Principal clicando no indicador Fim. Para utilizar a nova senha, voltar a Tela de Abertura. 1.2 Cadastro de Imunobiológicos Para cadastrar um novo Imunobiológico, digite seu Código (ainda não existente) no campo destinado, sua sigla (a mesma utilizada no API), o nome, o código do material, a sigla do material, selecione o tipo do material (vacina, soro ou imunoblobulina) e clique no indicador Gravar. Para 13

14 Regravar ou Excluir, digite o código do Imuno desejado, pressione a tecla < Enter> e todos os campos restantes aparecerão automaticamente. Logo em seguida, clique com o botão esquerdo do mouse na opção desejada (Regravar ou Excluir). Nas três operações possíveis nesta tela o indicador Fim retorna a tela anterior. Impressão da tabela: Se desejar imprimir a relação de Imunobiológicos, clique na opção Imprimir e logo em seguida será mostrada uma tela para a ordenação do relatório a ser impresso. Feita a seleção da ordenação, clique no indicador Imprimir. Será mostrada, então, uma tela de configuração de impressora. Se a impressora estiver conectada diretamente ao seu computador, é só você clicar no indicador OK, caso contrário, selecione a impressora desejada e clique em OK. Feita essa operação, uma prévia do relatório será exibida na tela. Para imprimir o relatório, clique na figura com o desenho de uma impressora. Para sair desta tela, clique no indicador Close e retornará para a tela de seleção da ordenação do relatório. Caso não deseje mais imprimir, clique no indicador Fim e volte para a tela do Cadastro de Imunobiológicos. 1.3 Cadastro de Eventos A exemplo da tela anterior, para cadastrar um novo Evento digite seu Código (não existente) no campo correspondente, seu nome e clique no indicador Gravar. Para Regravar ou Excluir, digite o código do Evento que se deseja operar, e todos os campos restantes aparecerão automaticamente. Logo em seguida, clique com o botão esquerdo do mouse na opção desejada (Regravar ou Excluir). Nas três operações possíveis nesta tela o indicador Fim retorna a tela anterior. Para imprimir o relatório do cadastro de Eventos, siga as instruções do cadastro de Imunobiológicos no item Impressão da tabela. 1.4 Cadastro de Laboratórios Para cadastrar um novo Laboratório, digite um Código (ainda não existente) no campo destinado, seu C.G.C., nome, e o código padrão do laboratório e clique no indicador Gravar. Para Regravar ou Excluir, digite o código do Laboratório que se deseja operar, e todos os campos restantes aparecerão automaticamente. Logo em seguida, clique na opção desejada (Regravar ou Excluir). Nas três operações possíveis nesta tela o indicador Fim retorna a tela anterior. Para imprimir o relatório do cadastro de Laboratórios, siga as instruções iguais ao cadastro de Imunobiológicos no item Impressão da tabela. 14

15 1.5 Cadastro de Regionais Para cadastrar uma nova Regional digite um Código ainda não existente no campo correspondente, seu nome, e clique no indicador Gravar.Para Regravar ou Excluir, digite o código da Regional que deseja operar, e todos os campos restantes aparecerão automaticamente. Logo em seguida, clique com o mouse na opção desejada (Regravar ou Excluir). Nas três operações possíveis nesta tela o indicador Fim retorna a tela anterior. Para imprimir o relatório do cadastro de Regionais, siga as instruções iguais ao cadastro de Imunobiológicos no item Impressão da tabela. 1.6 Cadastro de Municípios Para cadastrar um novo Município digite um Código ainda não existente no campo correspondente, selecione a Regional ao qual o Município pertence, seu nome, e clique no indicador Gravar. Para Regravar ou Excluir, digite o código do Município que deseja operar, e todos os campos 15

16 restantes aparecerão automaticamente. Logo em seguida, clique com o botão esquerdo do mouse na opção desejada (Regravar ou Excluir). Nas três operações possíveis nesta tela o indicador Fim retorna a tela anterior. Para imprimir o relatório do cadastro de Municípios, siga as instruções iguais ao cadastro de Imunobiológicos no item Impressão da tabela. 1.7 Cadastro de Unidades de Saúde Para cadastrar uma nova Unidade de Saúde digite um Código ainda não existente no campo correspondente, selecione o Município ao qual a Unidade de Saúde pertence, seu nome e clique no indicador Gravar. Para Regravar ou Excluir, digite o código da Unidade de Saúde que deseja operar, e todos os campos restantes aparecerão automaticamente. Logo em seguida, clique com o mouse na opção desejada (Regravar ou Excluir). Nas três operações possíveis nesta tela o indicador Fim retorna a tela anterior. Para imprimir o relatório do cadastro de Unidades de Saúde, siga as instruções iguais ao cadastro de Imunobiológicos no item Impressão da tabela. 16

17 2. INCLUSÕES 2.1 Fichas de Eventos Adversos A entrada de informações da ficha de eventos adversos, no sistema, é dividida nas etapas a seguir: 1ª etapa (Identificação do Paciente): Nesta tela entrarão todos os dados colhidos da FICHA DE INVESTIGAÇÃO DOS EVENTOS ADVERSOS PÓS-VACINAIS. Neste módulo a UF do Estado já estará preenchida. Digite o nº da regional ou se preferir pressione a tecla e automaticamente uma cortina se abrirá com as regionais existentes no Estado. Escreva o nome da regional para fazer um filtro para acessar a regional desejada ou desça com a tecla até encontrar a regional desejada. Ao encontrá-la, desça com a tecla até a mesma e pressione a tecla < Enter>. Siga os mesmos procedimentos para os campos Município e U.S. Notificação. Automaticamente, o sistema já informa uma nova numeração para a inclusão da ficha de eventos adversos. Pressione a tecla < Enter>. Digite a data da notificação e pressione a tecla < Enter>. O SI-EAPV irá preencher a data de entrada no sistema com a data atual. Pressione a tecla < Enter>. Digite os campos a seguir até o total preenchimento desta primeira etapa. Ao preencher um campo digitado, pressione a tecla < Enter> para passar para o próximo campo. Ao término da primeira etapa, clique na aba Vacinas/Soros aplicados para dar início a segunda etapa. 2ª etapa (Vacinas/Soros aplicados): Ao entrar neste módulo, selecione a Vacina/Soro a ser incluído. Em seguida selecione a dose, preencha a data da aplicação, selecione o laboratório e o lote. Ao término do preenchimento das informações clique no indicador Próximo. Se houver mais de uma Vacina/Soro a ser incluída, repita os mesmos procedimentos acima. Ao término da segunda etapa, clique na aba Eventos Adversos para dar início a terceira etapa. 17

18 3ª etapa (Eventos Adversos): Ao entrar neste módulo, selecione com um duplo clique sobre o nome da Vacina/Soro incluído (no campo grifado em azul da figura acima). Feito este procedimento, os campos serão habilitados para o preenchimento. Selecione o evento adverso associado à Vacina/Soro escolhido. Em seguida preencha os campos de tempo decorrido, fechamento do caso, evolução do caso e conduta do esquema vacinal. Ao término do preenchimento das informações clique no indicador Próximo. Se houver mais de um evento associado à Vacina/Soro incluído, repita os mesmos procedimentos 18

19 acima. Ao término da terceira etapa, clique na aba Atendimento Médico para dar início a quarta etapa. 4ª etapa (Atendimento Médico): Ao entrar neste módulo, selecione se houve atendimento médico ou não. Caso seja escolhida a opção Não, os campos seguintes ficarão desabilitados para o preenchimento. Se escolhida a opção Sim, isto é, houve atendimento médico, preencha as informações conforme a ficha de eventos adversos. Ao término da quarta etapa, clique na aba Resumo Clínico e Observações para dar início a quinta etapa. 5ª etapa (Resumo Clínico e Observações): Ao entrar neste módulo, digite as informações contidas na ficha de eventos adversos até 250 caracteres. Observe que, para mudar de parágrafo, deverão ser tecladas as teclas <Ctrl> + < Enter>. Ao término das etapas clique no indicador Gravar para gravar a ficha de evento adverso no sistema. 19

20 2.2 Importação de Doses Aplicadas do API Esta função será utilizada para Importar doses aplicadas do API Avaliação do Programa de Imunizações cujos dados serão fornecidos por disquete, CD-rom, ou drive da rede. Insira o disquete ou CD no dispositivo correspondente no computador, selecione o drive de origem onde estão as informações e clique no indicador Gravar. Ao término deste procedimento (100%), clique no indicador Fim para sair deste módulo. 3. CONSULTAS E RELATÓRIOS Observação: Todas as consultas e relatórios podem ser obtidos nos âmbitos Brasil, Estado, Regional, Município e Unidade de Saúde de acordo com a escolha desejada, entre um determinado período mensal. Brasil: Permite visualizar os Eventos Adversos na esfera Nacional, dentro do período selecionado. Estado: Permite visualizar os Eventos Adversos na esfera Estadual, dentro do período selecionado. Regional: Permite visualizar os Eventos Adversos na esfera Regional, dentro do período selecionado. Município: Permite visualizar os Eventos Adversos na esfera Municipal, dentro do período selecionado. Unidade de Saúde: Permite visualizar os Eventos Adversos na esfera Unidade de Saúde, dentro do período selecionado. 3.1 Quantidade de Eventos por Imuno Devemos indicar nesta função primeiramente a Totalização (Brasil, Estado, Regional, Município ou Unidade de Saúde). Feita a seleção, será visualizado o nível de consulta. Selecione o Estado pela sigla da UF, a Regional, Município ou Unidade de Saúde pelo nº. Caso não saiba, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome das Regionais, Municípios ou Unidades de saúde conforme a seleção escolhida. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Selecione o Imuno pela sigla do API ou se não souber, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome dos Imunos. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Digite o período desejado para fazer a consulta e em seguida tecle o indicador Consultar. O quadro que surgirá embaixo mostrará o resultado da consulta. 20

21 Impressão da consulta: Se desejar imprimir a consulta, tecle em Imprimir. Feita esta operação, será mostrada uma tela de configuração da impressora. Se a impressora onde será impresso o relatório estiver conectada diretamente ao seu computador, é só você clicar em OK, caso contrário, selecione a impressora desejada e clique no indicador OK. Feita essa operação, uma prévia do relatório será mostrada na tela do seu computador. Para imprimir o relatório, clique na figura com o desenho de uma impressora. Para sair desta tela, clique em Close e retornará para a tela de seleção da ordenação do relatório. Caso não deseje mais imprimir, clique no indicador Fim e volte para a tela da consulta. O indicador Fim retorna ao Menu Principal. 3.2 Quantidade de Eventos por Laboratório Nesta função, devemos indicar, primeiramente, a Totalização (Brasil, Estado, Regional, Município ou Unidade de Saúde). Feita a seleção, será visualizado o nível de consulta. Selecione o Estado pela sigla da UF, a Regional, Município ou Unidade de Saúde pelo nº. Caso não saiba, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome das Regionais, Municípios ou Unidades de saúde conforme a seleção escolhida. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Selecione o Laboratório pelo nº ou se não souber, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome dos Laboratórios. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Digite o período desejado para fazer a consulta e em seguida tecle o indicador Consultar. O quadro que surgirá na parte inferior da tela mostrará o resultado da consulta. 21

22 Impressão da consulta: Idem ao item Quantidade de Eventos por Imuno 3.3 Fichas de Eventos Adversos 22

23 Devemos indicar nesta função, primeiramente, a Totalização (Brasil, Estado, Regional, Município ou Unidade de Saúde). Feita a seleção, será visualizado o nível de consulta. Selecione o Estado pela sigla da UF, a Regional, Município ou Unidade de Saúde pelo nº. Caso não saiba, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome das Regionais, Municípios ou Unidades de saúde conforme a seleção escolhida. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Selecione o Imuno pela sigla do API ou se não souber, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome dos Imunos. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Digite o período desejado para fazer a consulta, e em seguida tecle o indicador Consultar. O quadro que surgirá na parte inferior da tela mostrará o resultado da consulta. Impressão da consulta: Idem ao item Quantidade de Eventos por Imuno. 3.4 Demonstrativo por Doses Aplicadas Devemos indicar nesta função, primeiramente, a Totalização (Brasil, Estado, Regional, Município ou Unidade de Saúde). Feita a seleção, será visualizado o nível de consulta. Selecione o Estado pela sigla da UF, a Regional, Município ou Unidade de Saúde pelo nº. Caso não saiba, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome das Regionais, Municípios ou Unidades de saúde conforme a seleção escolhida. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Selecione o Imuno pela sigla do API ou se não souber, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome dos Imunos. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Digite o período desejado para fazer a consulta e em seguida tecle o indicador Consultar. O quadro que surgirá na parte inferior da tela mostrará o resultado da consulta. Impressão da consulta: Idem ao item Quantidade de Eventos por Imuno 3.5 Demonstrativo Geral dos Eventos Devemos indicar nesta tela primeiramente a Totalização (Brasil, Estado, Regional, Município ou Unidade de Saúde). Feita a seleção, será visualizado o nível de consulta. Selecione o Estado pela sigla da UF, a Regional, Município ou Unidade de Saúde pelo Nº. Caso não saiba, pressione a tecla e 23

24 será mostrada uma lista contendo o nome das Regionais, Municípios ou Unidades de saúde conforme a seleção escolhida. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Selecione o Imuno pela sigla do API ou se não souber, pressione a tecla e será mostrada uma lista contendo o nome dos Imunos. Use a seta até o item desejado e pressione a tecla < Enter>. Digite o período desejado para fazer a consulta e em seguida tecle o indicador Consultar. O quadro que surgirá na parte inferior da tela mostrará o resultado da consulta. Impressão da consulta: Idem ao item Quantidade de Eventos por Imuno Esta consulta emite relatórios distintos: um por dose, faixa etária, tempo decorrido e atendimento médico; e outro relatório emitido por laboratório e lote. 4. UTILITÁRIOS 4.1 Exportar tabelas para o Excel Este módulo fornecerá uma tabela Excel contendo as informações escolhidas pelo usuário. Digite a data inicial e a data final da pesquisa a ser realizada. Selecione o campo o qual deverá ser visualizado na linha da tabela. Em seguida, selecione o campo o qual deverá ser visualizado na coluna da tabela. Feita a seleção tecle o indicador Executar e aguarde as barras de progressão. Em seguida uma tabela Excel será aberta e montada conforme a seleção feita. Espere até aparecer a mensagem: Término da Listagem. É importante que o arquivo criado no Excel seja gravado com outro nome para que a base inicial da tabela seja preservada. Ao término do trabalho na tabela do Excel, feche a seção do Excel o sistema voltara para a tela anterior. 4.2 Cópia de Segurança Função destinada à Cópia de Segurança. É uma das mais fáceis: clique no indicativo Executar e aparecerá uma segunda tela onde você irá escolher onde será gravado o backup. Se você utilizar 24

SI-AIU SISTEMA DE APURAÇÂO DE IMUNOBIOLÓGICOS UTILIZADOS

SI-AIU SISTEMA DE APURAÇÂO DE IMUNOBIOLÓGICOS UTILIZADOS MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES MS / - Departamento de Informática do SUS SIPPS - Equipe

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

Objetivo do Sistema. Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual

Objetivo do Sistema. Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual Índice Objetivo do Sistema Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual Módulo Básico Instalando o Mala Direta Abertura e tela de Senha Configuração de aparência Mudando o fundo da área de trabalho

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Objetivo do Sistema Organizar e aprimorar o atendimento à seus clientes. Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual

Objetivo do Sistema Organizar e aprimorar o atendimento à seus clientes. Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual Índice Objetivo do Sistema Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual Módulo Básico Instalando o Gestão Abertura e tela de Senha Configuração de aparência Mudando o fundo da área de trabalho

Leia mais

9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2

9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2 1 9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2 9.1 Cópia de Segurança (Backup)...2 9.1.a Adicionar ou Remover Empresas da Lista... 2 9.1.b Empresas Cadastradas no Sistema... 2 9.1.c Inserir uma Empresa...

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Objetivo do Sistema Configuração Mínima para uso mono-usuário (recomendada) Disposição do Manual Nota:

Objetivo do Sistema Configuração Mínima para uso mono-usuário (recomendada) Disposição do Manual Nota: Índice Objetivo do Sistema Configuração Mínima para uso mono-usuário (recomendada): Disposição do Manual Instalando o Controle Orçamentário Abertura e tela de Senha Configuração de aparência Mudando o

Leia mais

Gerenciador de Imóveis

Gerenciador de Imóveis Gerenciador de Imóveis O Corretor Top é o mais completo sistema de gestão de imóveis do mercado, onde corretores terão acesso à agenda, cadastro de imóveis, carteira de clientes, atendimento, dentre muitas

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACERTO DE ESTOQUE...

Leia mais

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.0A-01 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

Manual para Utilização Site DVA Express. Versão 2.0 para Parceiros.

Manual para Utilização Site DVA Express. Versão 2.0 para Parceiros. Manual para Utilização Site DVA Express Versão 2.0 para Parceiros. Introdução O presente manual tem por finalidade instruir os parceiros e representantes na utilização do site para consultas, rastreabilidade

Leia mais

Sistema de Informação de Agravos de Notificação Sinan Net. Manual do Site Sinan Net

Sistema de Informação de Agravos de Notificação Sinan Net. Manual do Site Sinan Net Sistema de Informação de Agravos de Notificação Sinan Net Manual do Site Sinan Net Fevereiro 2010 José Gomes Temporão Ministro de Estado da Saúde Márcia Bassit Secretário Executivo Gerson de Oliveira Penna

Leia mais

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Diário On-line Apresentação ----------------------------------------------------------------------------------------- 5 Requisitos Básicos

Leia mais

Guia Operacional Básico do Sistema de Informação da Atenção Básica - SIAB

Guia Operacional Básico do Sistema de Informação da Atenção Básica - SIAB MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 jfinanças Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFINANÇAS PESSOAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfinanças Pessoal...

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Manual do Usuário. Cadastro e Manutenção de Pacientes Controle de Consultas Acompanhamento Gráfico Montagem de Plano Alimentar.

Manual do Usuário. Cadastro e Manutenção de Pacientes Controle de Consultas Acompanhamento Gráfico Montagem de Plano Alimentar. Cadastro e Manutenção de Pacientes Controle de Consultas Acompanhamento Gráfico Montagem de Plano Alimentar Manual do Usuário Página 1 de 45 PowerNet Guia do Usuário Página 2 de 45 PowerNet Tecnologia

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

Procedimentos para Instalação e Utilização do PEP Programa automatizado de apoio à Elaboração de Projetos

Procedimentos para Instalação e Utilização do PEP Programa automatizado de apoio à Elaboração de Projetos MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria-Executiva Unidade de Coordenação de Programas Esplanada dos Ministérios Bl. P 4º Andar Salas 409/410 CEP 70.048-900 Brasília DF Tel: (61) 3412.2492 email: ucp@fazenda.gov.br

Leia mais

PEDIDO Manual OPERACIONAL

PEDIDO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br PEDIDO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 34 ÍNDICE Pedido... 4 Como Acessar... 4 Como Localizar Pedido...

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários FERRAMENTARIA TELA INICIAL Ao autenticar no sistema com usuário e senha cadastrados é apresentada a seguinte tela ao lado esquerdo, sendo essa tela a página inicial do sistema de Ferramentaria. MENUS TELA

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

BH PARK Software de Estacionamento

BH PARK Software de Estacionamento BH PARK Software de Estacionamento WWW.ASASSOFTWARES.COM.BR Índice 1 Informações Básicas... 1 1.1 Sair da aplicação... 1 1.2 Travar aplicação... 1 1.3 Licenciando a aplicação... 1 1.4 Contrato de Manutenção...

Leia mais

VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL Ministério da Saúde Secretaria Executiva Área de Informação e Informática do SUS Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO

Leia mais

Sistema Click Principais Comandos

Sistema Click Principais Comandos Sistema Click Principais Comandos Sumário Sumário... 1 1. Principais Funções:... 2 2. Inserção de Registro (F6):... 3 3. Pesquisar Registro (F7):... 4 3.1 Pesquisa por letras:... 5 3.2 Pesquisa por números:...

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI. Secretaria Nacional de Missões

Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI. Secretaria Nacional de Missões Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI Secretaria Nacional de Missões Manual do Usuário Apresentamos a seguir um guia básico contendo informações gerais para utilização do Sistema de Gerenciamento

Leia mais

SCNES - Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde

SCNES - Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde Ministério da Saúde Secretária Executiva Departamento de Informática do SUS SCNES - Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde Manual de Operação Versão 1.0 M 01 Rio de Janeiro 2006 GARANTIAS

Leia mais

Sinan Net. Manual de Operação. Versão do produto: 5.0. Edição do documento: 1.0 Outubro de 2014. Série A. Normas e Manuais Técnicos.

Sinan Net. Manual de Operação. Versão do produto: 5.0. Edição do documento: 1.0 Outubro de 2014. Série A. Normas e Manuais Técnicos. Sinan Net Manual de Operação Versão do produto: 5.0 Edição do documento: 1.0 Outubro de 2014 Série A. Normas e Manuais Técnicos MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Controle Financeiro Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo Menu Principal...3 Clientes... 4 Consulta... 5 Inclusão...6 Alteração... 8 Exclusão...8 Fornecedores...9 Consulta... 10 Inclusão...

Leia mais

Alternate Technologies Fevereiro/2013. FórmulaCerta Procedimentos para Atualização Versão 5.8 (Fevereiro/2013)

Alternate Technologies Fevereiro/2013. FórmulaCerta Procedimentos para Atualização Versão 5.8 (Fevereiro/2013) FórmulaCerta Procedimentos para Atualização Versão 5.8 () 1 Sumário: PROCEDIMENTOS PARA ATUALIZAÇÃO VERSÃO 5.8... 4 ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA VIA CD... 6 1º Passo Atualizações e Alterações da Versão 5.8...

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

Manual de Operação. SCP Sistema de Controle de Pesagem

Manual de Operação. SCP Sistema de Controle de Pesagem SCP Sistema de Controle de Pesagem Fábrica, Administração, Vendas, Locação e Assistência Técnica. Fone/Fax: 41 3377 1577 Rua O Brasil para Cristo, 364 Boqueirão CEP 81650 110 CURITIBA PR comercial@digitronbalancas.com.br

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO - Windows MANUAL DO USUÁRIO DPSISTEMAS www.dpsistemas.com.br 1. Registrando o programa... 3 2. Entrando no programa Login... 5 3. Tela Principal do Sistema... 6 4. Utilizando os botões de navegação...

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

COMO ACESSAR O SISTEMA?

COMO ACESSAR O SISTEMA? COMO ACESSAR O SISTEMA? 1º Passo Vai ao ícone do programa que está na área de trabalho. Veja a figura abaixo com o ícone do programa: 2º Passo - Clique 2 vezes sobre o ícone. 3º Passo Após os dois clique

Leia mais

DICAS TÉCNICAS. Procedimentos S.A.T. - Serviço de Atendimento Técnico

DICAS TÉCNICAS. Procedimentos S.A.T. - Serviço de Atendimento Técnico SUMÁRIO Dicas Técnicas... 02 1. Problemas com Impressoras... 03 1.1. A impressora não está imprimindo nada.... 03 1.2. A impressora não está imprimindo em DOS... 03 1.3. A impressora não esta imprimindo

Leia mais

EMPRESA DE SANEAMENTO DE MATO GROSSO DO SUL S.A. SUMÁRIO. Acessar o sistema MICROSIGA... 3. Elaborar Solicitação de Compra... 5

EMPRESA DE SANEAMENTO DE MATO GROSSO DO SUL S.A. SUMÁRIO. Acessar o sistema MICROSIGA... 3. Elaborar Solicitação de Compra... 5 Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul S.A. SANESUL MANUAL OPERACIONAL COMPRAS Gerência de Suprimentos SUP/GESU SUMÁRIO Acessar o sistema MICROSIGA... 3 Elaborar Solicitação de Compra... 5 Gerar Relatório

Leia mais

Parte I CADASTRO DE SACADO

Parte I CADASTRO DE SACADO Sicoob Coopercred Módulo Cedente Manual do Usuário (versão 2) ÍNDICE Parte I Cadastro de Sacado... 1 Parte II Emissão de Títulos... 1 Emitindo título com registro... 2 Emitindo título sem registro... 3

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

FUNDAÇÃO LUSÍADA Centro Universitário Lusíada

FUNDAÇÃO LUSÍADA Centro Universitário Lusíada O Sistema de Gerenciamento de Professores, permitirá que o docente faça o registro da nota de prova do estudante via internet. O procedimento é simples e rápido. Elaboramos esse passo a passo, o qual poderá

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES

MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES Índice 1 Acesso ao Sistema... 3 2 Inclusão de Novos Pedidos... 5 3 Carteira de Pedidos... 13 4 Consulta à clientes... 15 5 Consulta a Informações dos Clientes...

Leia mais

Objetivo do Sistema. Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual

Objetivo do Sistema. Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual Índice Objetivo do Sistema Configuração Mínima (recomendada) Disposição do Manual Módulo Básico Instalando o PDV Abertura e tela de Senha Seleções / Tecla de Funções Ajuda Usando o sistema como ferramenta

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância de Saúde Programa Nacional de DST /Aids Assessoria de Informática

Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância de Saúde Programa Nacional de DST /Aids Assessoria de Informática Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância de Saúde Programa Nacional de DST /Aids Assessoria de Informática Sistema de Controle de Exames Laboratoriais de CD4/CD8 e Carga Viral - SISCEL - Manual de

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

SICAP Sistema de Cadastro e Prestação de Contas

SICAP Sistema de Cadastro e Prestação de Contas SICAP Sistema de Cadastro e Prestação de Contas Módulo de Cadastramento SICAP Coletor Manual de Instalação Versão 2009 ÍNDICE Manual de Instalação e Operação SICAP Coletor Índice...0 O que é o SICAP...1

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

Professor On-line. Em construção versão: 16/01/2015. Elaboração SED/DITI/GETIG

Professor On-line. Em construção versão: 16/01/2015. Elaboração SED/DITI/GETIG Professor On-line Em construção versão: 16/01/2015 Tela inicial de acesso Nº do IP do equipamento que está acessando o sistema 2 Login Matrícula no formato NNNNNN-D-VV (número, dígito, vínculo) Obs: independente

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

MANUAL INSTALAÇÃO MDMED

MANUAL INSTALAÇÃO MDMED MANUAL INSTALAÇÃO MDMED Contents 3 Indice 0 Part I Instalação MDMED 1 Equipamentos... necessários Part II 1 - Instalando 4 4 4 1 1.1 - CD... de instalação 4 2 1.2 - Escolha... o micro "Servidor" 4 3 1.3

Leia mais

SIMPLES INFORMÁTICA E CONSULTORIA LTDA

SIMPLES INFORMÁTICA E CONSULTORIA LTDA GERANDO BACKUP NO SISTEMA DE CONTABILIDADE PÚBLICA- SCP14H É interessante para a segurança de seus dados sempre fazer uma cópia de segurança, ou backup, periodicamente. Há casos também em que precisamos

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso Manual de Apoio ao Treinamento Expresso 1 EXPRESSO MAIL É dividido em algumas partes principais como: Caixa de Entrada: local onde ficam as mensagens recebidas. O número em vermelho entre parênteses refere-se

Leia mais

Controle Patrimonial WEB

Controle Patrimonial WEB Cccc Controle Patrimonial WEB Manual Unidade de Guarda Conteúdo 1. Acessar o Controle Patrimonial - Web... 4 1.1. Login... 4 1.2. Esquecer sua senha?... 5 2. Alterar a senha... 6 3. Cadastrar novo usuário...

Leia mais

Windows Explorer. Prof. Valdir

Windows Explorer. Prof. Valdir Do Inglês Explorador de Janelas, o é o programa para gerenciamento de discos, pastas e arquivos no ambiente Windows. É utilizado para a cópia, exclusão, organização e movimentação de arquivos além de criação,

Leia mais

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com.

A.S. Sistemas Rua Prof. Carlos Schlottfeldt, 10A Clélia Bernardes Viçosa MG CEP 36570-000 Telefax: (31) 3892 7700 dietpro@dietpro.com. Sumário Principais Características...5 Configuração necessária para instalação...6 Conteúdo do CD de Instalação...7 Instruções para Instalação...8 Solicitação da Chave de Acesso...22 Funcionamento em Rede...26

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/24 ÍNDICE Instruções

Leia mais

WORD. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

WORD. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 WORD Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 WORD Mala direta Cartas Modelo Mesclar Etiquetas de endereçamento Formulários Barra

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint Serviço Técnico de Informática Curso Básico de PowerPoint Instrutor: Tiago Souza e Silva de Moura Maio/2005 O Microsoft PowerPoint No Microsoft PowerPoint, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo

Leia mais

Orientações sobre a Utilização do Home Saúde

Orientações sobre a Utilização do Home Saúde Orientações sobre a Utilização do Home Saúde Objetivo do Módulo Home Saúde Acesso ao Módulo Home Saúde Botões de Comando Consultando informações cadastrais do seu grupo familiar Consultando os dados da

Leia mais

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0 Conteúdo do Manual. Introdução. Capítulo Requisitos. Capítulo Instalação 4. Capítulo Configuração 5. Capítulo 4 Cadastro de Devolução 6. Capítulo 5 Relatório 7. Capítulo 6 Backup 8. Capítulo 7 Atualização

Leia mais