UNIVERSI DADE CATÓLI CA DE PERNAMBUCO UNICAP PRÓ REI TORI A DE ENSI NO, PESQUI SA E EXTENSÃO PROESPE DEP ARTAMENTO DE BI OLOGI A / ESPAÇO EXECUTI VO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSI DADE CATÓLI CA DE PERNAMBUCO UNICAP PRÓ REI TORI A DE ENSI NO, PESQUI SA E EXTENSÃO PROESPE DEP ARTAMENTO DE BI OLOGI A / ESPAÇO EXECUTI VO"

Transcrição

1 UNIVERSI DADE CATÓLI CA DE PERNAMBUCO UNICAP PRÓ REI TORI A DE ENSI NO, PESQUI SA E EXTENSÃO PROESPE DEP ARTAMENTO DE BI OLOGI A / ESPAÇO EXECUTI VO I I I CURSO DE ATUALI ZAÇÃO EM NUTRI ÇÃO PARENTERAL E ENTERAL ADULTO/ P EDI ATRI A 15 h Revisão Geral para o Concurso de Título de Especialista com Habilitação em Nutrição Parenteral e Enteral da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral / Sociedade Brasileira de Nutrição Clínica. REALIZAÇÃO: UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO UNICAP AP OIO: SOCIEDADE BRASILEIRA DE NUTRIÇÃO PARENTERAL E ENTERAL SBNPE SOCIEDADE PERNAMBUCANA DE NUTRIÇÃO PARENTERAL E ENTERAL SOPENPE DATA: 13, 14 e 15 de setembro de 2006 INFORMAÇÕES, INSCRIÇÕES E LOCAL DE R EALIZAÇÃO: Universidade Católica de Pernambuco Unicap Espaço Executivo da Unicap Rua Almeida Cunha, 245 Térreo Boa Vista Recife/PE Fone: (81) Fone/fax: (81) Horário de atendimento da secretaria : 9h às 13h e 14h às 17h30 E mail: Site : VAGAS LIMITADAS NÃO HAVERÁ INSCRIÇÕES NA OCASIÃO DO EVENTO Investimento: Estudante de graduação (mediante comprovação) R$ 100,00 Profissional R$ 150,00 1

2 CREDENCIAMENTO / ABERTURA HORÁRIO ATIVIDADE 13/09/2006 RESPONSÁVEL TEMPO 18:30 19:00 horas Crendenciamento / Abertura Conceição Chaves Módulo I Módulo I 13/09/2006 HORÁRIO TEMA PALESTRANTE TEMPO MODERADOR: Nut. Ana Paula Muniz 19:00 19:30 horas Indicações de Terapia Nutricional parenteral e enteral Vias e técnicas de administração de nutrição parenteral e enteral Complicações da Nutrição Parenteral e Enteral Dr. Alberto Barros (PE) 19:30 20:00 horas Terapia Nutricional domiciliar Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional Regulamentos Técnicos para Terapia de Nutrição Parenteral e Enteral (Portaria SVS/MS n. 272 de 08 de Abril de 1998; Resolução RCD n. 63 de 06 de Julho de 2000 ) / Portarias 131, 135 e 343 Nut. Nirlene Gondim (PE) 20:00 20:30 horas Terapia Nutricional Parenteral e Enteral em Pediatria Terapia Nutricional na criança criticamente enferma Dr. Lúcio Flávio de Alencar (PE) 20:30 20:45 horas INTERVALO 15 min 20:45 21:15 horas MODERADOR: Nut.Eduíla Souto Situações especiais: Gravidez Avaliação nutricional do RN Nut. Rosa Souza (PE) 21:15 21:45 horas Aleitamento Materno Carências Nutricionais: Desnutrição energético protéica, Anemias carências, Hipovitaminoses e Deficiência de zinco, cobre, selênio. Nut. Ana Paula Ribeiro (PE) 2

3 Módulo II Módulo II 14/09/2006 HORÁRIO TEMA PALESTRANTE TEMPO MODERADOR: Nut. Ana Elisabeth Dias 19:00 19:30 horas Princípios da bioquímica das proteínas, lipídios, carboidratos, vitaminas, oligoelementos e água. Ingestão, digestão, absorção, metabolização e excreção dos nutrientes. Necessidades e recomendações nutricionais 19:30 20:00 horas Formulação, preparo, armazenamento e controle de qualidade das dietas enterais e parenterais 20:00 20:30 horas Estado nutricional: métodos de avaliação, diagnóstico e significado prognóstico. Nut. Ana Karla Ferrer (PB) Nut. Efigênia Leite (BA) Nut. Eduila Souto (PE) 20:30 20:45 horas INTERVALO 15 min MODERADOR: Nut. Roberta Carvalho 20:45 21:15 horas Geriatria Nut. Rosa Souza (PE) 21:15 21:45 horas Distúrbios alimentares: Obesidade Distúrbios alimentares: anorexia e bulimia Nut. Conceição Chaves (PE) 3

4 Módulo III Módulo III 15/09/2006 HORÁRIO TEMA PALESTRANTE TEMPO MODERADOR: Nut. Renata Goldberg 08:30 09:00 horas Insuficiências orgânicas: renal Transplantes Dr. Olival Cirilo (PE) 09:00 09:30 horas Insuficiências orgânicas: pulmonar Dr. Eduardo Couto (PE) 09:30 10:00 horas Diabetes Nut. Conceição Chaves (PE) 10:00 10:30 horas Insuficiências orgânicas: cardíaca Dr. Eduardo Couto (PE) 10:30 10:45 horas INTERVALO 15 min MODERADOR: Nut. Ana Claudia Wanderley 10:45 11:15 horas Erros inatos do metabolismo Nut. Efigênia Leite (BA) 11:15 11:45 horas Situações de hipermetabolismo: queimados Dr. Thales Marcelo Gonçalves (PE) 11:45 12:30 horas Síndrome do instestino curto Doenças inflamatórias intestinais Outros distúrbios absortivos Fístula digestiva Dr. Alberto Barros (PE) 45 min 4

5 Módulo IV Módulo IV 15/09/2006 HORÁRIO TEMA DOCENTES TEMPO MODERADOR: Nut. Conceição Macedo 13:30 14:00 horas Intolerâncias alimentares Distúrbios da deglutição: disfagia, doença do refluxo GE. Dr. Eduardo Couto (PE) 14:00 14:30 horas Situações de hipermetabolismo: sepse e trauma; Nut. Dra. Sandra Justino (PR) 14:30 15:15 horas imunossupressão Nutrientes para imunomodulação Proteção antioxidante Nutrição órgão específicos. Nut. Dr. Augusto Guimarães (CE) 45 min 15:15 15:45 horas Situações especiais: AIDS/ Câncer Nut. Dra. Sandra Justino (PR) 15:45 16:00 horas INTERVALO 15 min MODERADOR: Nut. Flávia Rodrigues 16:00 16:30 horas Pré e pós operatório Dr. Rita Medeiros (RN) 16:30 17:00 horas Afecções gastrointestinais: hepática Dr. Thales Marcelo Gonçalves (PE) Transplantes 17:00 17:30 horas Afecções gastrointestinais: pancreatites Dr. Rita Medeiros (RN) Encerramento 5

6 PALESTRANTES E MODERADORES PALESTRANTE Nut. Dra. Sandra Justino (PR) Nut. Dr. Augusto Guimarães (CE) Nut. Efigênia Leite (BA) Nut. Rita Medeiros (RN) Dr. Eduardo Couto (PE) Dr. Alberto Barros (PE) Nut. Nirlene Gondim (PE) Dr. Lúcio Flávio de Alencar (PE) Nut. Ana Paula Ribeiro (PE) Nut. Conceição Chaves (PE) Nut. Rosa Souza (PE) Dr. Thales Marcelo Gonçalves (PE) Dr. Olival Cirilo (PE) Nut. Ana Karla Ferrer (PB) Nut. Eduila Souto (PE) MODERADORES Nut. Ana Paula Muniz Nut. Conceição Macedo Nut. Ana Claudia Wanderley Nut. Eduila Souto Nut. Renata Goldberg Nut. Roberta Carvalho Nut. Ana Elisabeth Dias Nut. Flávia Rodrigues ENTIDADE Empresa SIGMA Empresa SIGMA Empresa NOVARTIS Hospital Portugues Hospital Portugues Empresa CENEP Instituto Materno Infantil de Pernambuco IMIP Instituto Materno Infantil de Pernambuco IMIP Hospital Agamenom Magalhães Centro de Saúde José Ermírio de Moraes Hospital Otávio de Freitas Hospital Oswaldo Cruz Hospital Oswaldo Cruz Hospital das Clínicas PE Empresa SIGMA Hospital Memorial São José Empresa NESTLE Hospital das Clínicas PE Empresa NOVARTIS 6

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias MÓDULO I NUTRIÇÃO CLÍNICA 1-Absorção, digestão, energia, água e álcool 2-Vitaminas e minerais 3-Proteínas, lipídios, carboidratos e fibras 4-Cálculo das necessidades energéticas 5-Doenças do aparelho digestivo

Leia mais

Fisiologia da Nutrição na saúde e na Doença da Biologia Molecular ao Tratamento de R$389,00 por R$233,00

Fisiologia da Nutrição na saúde e na Doença da Biologia Molecular ao Tratamento de R$389,00 por R$233,00 Abordagem clínica e nutricional nas Doenças do Esôfago e Estômago Gastroenterologia e Nutrição de R$181,00 por R$108,00 Avaliação e Rastreamento Nutricional na Saúde e na Doença Avaliação Nutricional Aspectos

Leia mais

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias MÓDULO I NUTRIÇÃO CLÍNICA 1-Absorção, digestão, energia, água e álcool 2-Vitaminas e minerais 3-Proteínas, lipídios, carboidratos e fibras 4-Cálculo das necessidades energéticas 5-Doenças do aparelho digestivo

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO NAS DOENÇAS CRÔNICAS

Leia mais

Fóruns Científicos e Simpósio Multidisciplinar

Fóruns Científicos e Simpósio Multidisciplinar Fóruns Científicos e Simpósio Multidisciplinar Comissão dos Fóruns Científicos e do Simpósio Multidisciplinar Coordenação Geral Abdol Hakim Assef Fórum de Educação Física & Fisioterapia em Cardiologia

Leia mais

Orientação Nutricional: O que pode influenciar no tratamento do paciente oncológico.

Orientação Nutricional: O que pode influenciar no tratamento do paciente oncológico. Orientação Nutricional: O que pode influenciar no tratamento do paciente oncológico. Dr. Flávius Marinho Vieira flaviusmv@ig.com.br Orientação Nutricional: O que pode influenciar no tratamento do paciente

Leia mais

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão.

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão. Nutrição na Infância e Adolescência A alimentação e a nutrição constituem requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento

Leia mais

Estado nutricional: métodos de avaliação, diagnóstico e significado prognóstico.

Estado nutricional: métodos de avaliação, diagnóstico e significado prognóstico. III CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM NUTRIÇÃO PARENTERAL E ENTERAL ADULTO/PEDIATRIA Estado nutricional: métodos de avaliação, diagnóstico e significado prognóstico. Nut. Eduila Couto eduilacouto@hotmail.com Estado

Leia mais

RESUMOS SIMPLES...156

RESUMOS SIMPLES...156 155 RESUMOS SIMPLES...156 156 RESUMOS SIMPLES CARNEIRO, NELSON HILÁRIO... 159 CARNEIRO, NELSON HILÁRIO... 157 CORTE, MARIANA ZANGIROLAME... 159 CORTE, MARIANA ZANGIROLAME... 157 GARCIA JUNIOR, JAIR RODRIGUES...

Leia mais

OFICINA: Guia Alimentar para Crianças Menores de Dois Anos

OFICINA: Guia Alimentar para Crianças Menores de Dois Anos I Mostra Estadual de Atenção Primária em Saúde Curitiba - PR OFICINA: Guia Alimentar para Crianças Menores de Dois Anos Gisele Ane Bortolini Helen Duar Coordenação Geral da Política de Alimentação e Nutrição

Leia mais

FUNDAMENTOS DA NUTRIÇÃO CLÍNICA E COLETA FUNDAMENTOS DA NUTRIÇÃO CLÍNICA E COLETIVA

FUNDAMENTOS DA NUTRIÇÃO CLÍNICA E COLETA FUNDAMENTOS DA NUTRIÇÃO CLÍNICA E COLETIVA FUNDAMENTOS DA NUTRIÇÃO CLÍNICA E COLETA FUNDAMENTOS DA NUTRIÇÃO CLÍNICA E COLETIVA Graduação 1 FUNDAMENTOS DA NUTRIÇÃO CLÍNICA E COLETIVA UNIDADE 4 ALIMENTAÇÃO ENTERAL Nesta unidade você irá estudar as

Leia mais

TEMA: Dieta enteral de soja para paciente portadora de doença de Alzheimer e de adenocarcinoma gástrico.

TEMA: Dieta enteral de soja para paciente portadora de doença de Alzheimer e de adenocarcinoma gástrico. Nota Técnica Processo n º Solicitante: Dra. Daniele Viana da Silva Juíza da Comarca de Ervália - Mg Data: 07/12/2012 Medicamento/ Dieta Material Procedimento Cobertura x TEMA: Dieta enteral de soja para

Leia mais

PROGRAMA CIENTÍFICO PRELIMINAR

PROGRAMA CIENTÍFICO PRELIMINAR PROGRAMA CIENTÍFICO PRELIMINAR 5ª Feira 21/08/2014 Doença Inflamatória Intestinal 08:00 10:00 Mesa-redonda: Retocolite Ulcerativa Moderador: 08:00 Diagnóstico Clínico, laboratorial e gravidade Eduardo

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO CLÍNICA: METABOLISMO, PRÁTICA E TERAPIA NUTRICIONAL (síntese do projeto do curso)

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO CLÍNICA: METABOLISMO, PRÁTICA E TERAPIA NUTRICIONAL (síntese do projeto do curso) CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO CLÍNICA: METABOLISMO, PRÁTICA E TERAPIA NUTRICIONAL (síntese do projeto do curso) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO 1. CURSO: Pós-graduação em Nutrição Clínica:

Leia mais

ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO COMUM PARA TODAS AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS SAÚDE PÚBLICA E SAÚDE COLETIVA SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS 1. História do sistema de saúde no Brasil; 2. A saúde na

Leia mais

PROGRAMAÇÃO RESIDÊNCIA MEDICINA INTENSIVA 2016 R1, R2, R3 HSF

PROGRAMAÇÃO RESIDÊNCIA MEDICINA INTENSIVA 2016 R1, R2, R3 HSF PROGRAMAÇÃO RESIDÊNCIA MEDICINA INTENSIVA 2016 (CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA) R1, R2, R3 HSF Residência em Medicina Intensiva Introdução: A Residência em Medicina Intensiva foi criada nesta instituição

Leia mais

PROVA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM CANCEROLOGIA CLINICA EM ÃREA DA SAÚDE: NUTRIÇÃO PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 DATA: 17/02/2014 HORÁRIO:

PROVA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM CANCEROLOGIA CLINICA EM ÃREA DA SAÚDE: NUTRIÇÃO PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 DATA: 17/02/2014 HORÁRIO: PROVA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM CANCEROLOGIA CLINICA EM ÃREA DA SAÚDE: NUTRIÇÃO PROCESSO SELETIVO Nº 01/2014 DATA: 17/02/2014 HORÁRIO: das 8h30min às 11h30min INSTRUÇÕES CADERNO DE QUESTÕES 1-

Leia mais

Nutrição. Diana e Silva, Marta Rola

Nutrição. Diana e Silva, Marta Rola Outras dimensões Nutrição Diana e Silva, Marta Rola Hospital Pediátrico Integrado/ Centro Hospitalar São João Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto Suporte Nutricional

Leia mais

Atualidades em Alimentação e Nutrição Pediátrica

Atualidades em Alimentação e Nutrição Pediátrica Atualidades em Alimentação e Nutrição Pediátrica Ordem dos Médicos Porto, 4 a 6 de Junho de 2015 Dia 4 (5ªfeira) 08.00 Abertura do secretariado 09.00-10.40h Alimentação e a promoção da saúde Moderação:

Leia mais

NUTRIÇÃO. TipoTrabalho TRABALHO LinhaPesquisa LOCAL DATA HORARIO SALAS 6,7 OU 8 SE FOR INTERDISCIPLINAR SALA 72 SE FOR CONGRESSO

NUTRIÇÃO. TipoTrabalho TRABALHO LinhaPesquisa LOCAL DATA HORARIO SALAS 6,7 OU 8 SE FOR INTERDISCIPLINAR SALA 72 SE FOR CONGRESSO TipoTrabalho TRABALHO LinhaPesquisa LOCAL DATA HORARIO COMUNICAÇÃO ORAL FATORES QUE INFLUENCIAM NA DESNUTRIÇÃO DO IDOSO SALA 72 SE COMUNICAÇÃO ORAL ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA APLICADA Á ATIVIDADE FISICA PARA

Leia mais

DIA 16.06.2015 (TERÇA-FEIRA) GRAND AUDITÓRIO 08H50 09H20 CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE ABERTURA O IMPACTO DE METAGENÔMICA NA SAÚDE E NA DOENÇA

DIA 16.06.2015 (TERÇA-FEIRA) GRAND AUDITÓRIO 08H50 09H20 CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE ABERTURA O IMPACTO DE METAGENÔMICA NA SAÚDE E NA DOENÇA DIA 16.06.2015 (TERÇA-FEIRA) GRAND AUDITÓRIO 08H30 08H50 ABERTURA 08H50 09H20 CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE ABERTURA O IMPACTO DE METAGENÔMICA NA SAÚDE E NA DOENÇA 09H20 09H50 CONFERÊNCIA INTERNACIONAL

Leia mais

PROGRAMA PRELIMINAR DIA 4/4 SEXTA- FEIRA SALA COPACABANA 1

PROGRAMA PRELIMINAR DIA 4/4 SEXTA- FEIRA SALA COPACABANA 1 PROGRAMA PRELIMINAR DIA 4/4 SEXTA- FEIRA SALA COPACABANA 1 8:00 9:20h: Mesa Redonda: Diminuindo Risco Nutricional em Cirurgia Moderador: Dr. Eduardo Rocha (RJ) 1. Triagem e avaliação nutricional no doente

Leia mais

VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA LIGA DE DIABETES ÂNGELA MENDONÇA

VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA LIGA DE DIABETES ÂNGELA MENDONÇA VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA ÂNGELA MENDONÇA LIGA DE DIABETES A intervenção nutricional pode melhorar o controle glicêmico. Redução de 1.0 a 2.0% nos níveis de hemoglobina

Leia mais

ENERGIA: ASPECTOS INTRODUTÓRIOS

ENERGIA: ASPECTOS INTRODUTÓRIOS ENERGIA: ASPECTOS INTRODUTÓRIOS FTC NUTRIÇÃO HUMANA GERAL Prof. Esp. Manoel Costa Neto Conceitos fundamentais ALIMENTAÇÃO NUTRIÇÃO ALIMENTOS NUTRIENTES Porque Alimentar-se? Visão lúdica (prazer); Obter

Leia mais

QUINTA - FEIRA 18 de OUTUBRO

QUINTA - FEIRA 18 de OUTUBRO QUINTA - FEIRA 18 de OUTUBRO HORÁRIO SALA A SALA B SALA C SALA D 14:00 14:50 Pediatria Intestino como Ecossistema Presidente: Dr. Ricardo Rosenfeld Conferencista: Dr Eduardo Rocha Da pista de corrida ao

Leia mais

André Luiz Baptiston Nunes (SP) Professor Titular da disciplina de Semiologia da Faculdade de Medicina São Camilo (SP) Coordenador Médico da Linha de Assistência Clínica a adultos do HGP (SP) Diretor do

Leia mais

O Curso de Nutrição e a Atuação do Nutricionista. Dra. Aline Mota de Barros Marcellini

O Curso de Nutrição e a Atuação do Nutricionista. Dra. Aline Mota de Barros Marcellini Nutricionista... não se apaixona... alimenta sentimentos; não faz exercício... queima calorias; não bebe... lesa as células hepáticas; não come doce... ingere CHO de alto índice glicêmico; não lava louça...

Leia mais

ROTEIROS E ORIENTAÇÕES PARA OS RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA ÁREA DE:

ROTEIROS E ORIENTAÇÕES PARA OS RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA ÁREA DE: CURSO DE NUTRIÇÃO ROTEIROS E ORIENTAÇÕES PARA OS RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA ÁREA DE: MANUAL DO ESTAGIÁRIO NUTRIÇÃO CLÍNICA PROFESSORA SUPERVISORA Valéria Cristina Schneider São Carlos 2013 A - Estágio Supervisionado

Leia mais

TERAPIA NUTRICIONAL NUTRIÇÃO ENTERAL

TERAPIA NUTRICIONAL NUTRIÇÃO ENTERAL ÍNDICE TERAPIA NUTRICIONAL NUTRIÇÃO ENTERAL 1. INTRODUÇÃO 01 2. ALIMENTANÇÃO ENTERAL: O QUE É? 02 3. TIPOS DE NUTRIÇÃO ENTERAL 03 4. VIAS DE ADMINISTRAÇÃO DA ALIMENTAÇÃO 04 ENTERAL 5. TIPOS DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Tema: Informações técnicas sobre o NUTRI-RENAL para pacientes em tratamento dialítico 1. ANÁLISE CLÍNICA DA SOLICITAÇÃO 3. 1.1. Pergunta estruturada 3

Tema: Informações técnicas sobre o NUTRI-RENAL para pacientes em tratamento dialítico 1. ANÁLISE CLÍNICA DA SOLICITAÇÃO 3. 1.1. Pergunta estruturada 3 Consultoria 06/2012 Solicitante Dr. Enismar Kelley de Souza e Freitas Juiz de Direito - Comarca de Cristina MG Data:22/10/2012 Medicamento Material Procedimento Cobertura X Tema: Informações técnicas sobre

Leia mais

NUTRIÇÃO ENTERAL HOSPITAL SÃO MARCOS. Heloisa Portela de Sá Nutricionista Clínica do Hospital São Marcos Especialista em Vigilância Sanitária

NUTRIÇÃO ENTERAL HOSPITAL SÃO MARCOS. Heloisa Portela de Sá Nutricionista Clínica do Hospital São Marcos Especialista em Vigilância Sanitária NUTRIÇÃO ENTERAL HOSPITAL SÃO MARCOS Heloisa Portela de Sá Nutricionista Clínica do Hospital São Marcos Especialista em Vigilância Sanitária Secretária Nutricionista Gerente Nutricionista Planejamento

Leia mais

ETIOLOGIA. Alcoólica Biliar Medicamentosa Iatrogênica

ETIOLOGIA. Alcoólica Biliar Medicamentosa Iatrogênica PANCREATITE AGUDA ETIOLOGIA Alcoólica Biliar Medicamentosa Iatrogênica FISIOPATOLOGIA MANIFESTAÇÃO CLÍNICA CRITÉRIOS PROGNÓSTICOS Ranson Na admissão: Idade > 55 anos Leucócitos > 1600 N uréico aumento

Leia mais

FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM II. Nutrição Enteral Profª.Enfª:Darlene Carvalho

FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM II. Nutrição Enteral Profª.Enfª:Darlene Carvalho FUNDAMENTOS DE ENFERMAGEM II Nutrição Enteral Profª.Enfª:Darlene Carvalho NUTRIÇÃO ENTERAL INDICAÇÕES: Disfagia grave por obstrução ou disfunção da orofaringe ou do esôfago, como megaesôfago chagásico,

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: NUTRIÇÃO APLICADA AO PROCESSO SAÚDE DOENÇA Código: ENF 306 Pré-requisito:

Leia mais

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DIETAS ENTERAIS

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DIETAS ENTERAIS TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS 82026 82025 82021 MEDICAMENTOS NUTRICAO, NUTRICAO ENTERAL, HIPERCALORICA, OLIGOMERICA, COM PROTEINA DE ORIGEM ANIMAL HIDROLISADA. ISENTA DE SACAROSE, LACTOSE E GLUTEN. PRINCIPIO/CONCENTRACAO1:

Leia mais

SELEÇÃO INTERNA DE PROFESSORES. Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO

SELEÇÃO INTERNA DE PROFESSORES. Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO SELEÇÃO INTERNA DE PROFESSORES Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO A coordenadora do curso de Medicina, Profa. Alessandra Duarte Clarizia, nos termos das regras fixadas pela Pró-Reitoria de Graduação do

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO HOSPITALAR Unidade Dias e Horários

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Exame de Suficiência Categoria Especial TÍTULO DE ESPECIALISTA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CIRURGIA PEDIÁTRICA 1 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA CATEGORIA ESPECIAL PARA OBTENÇÃO

Leia mais

Intolerâncias Alimentares Distúrbios da Deglutição

Intolerâncias Alimentares Distúrbios da Deglutição Intolerâncias Alimentares Distúrbios da Deglutição Intolerâncias Alimentares Alergias alimentares Intolerâncias metabólicas Reações farmacológicas Erros congênitos do metabolismo Alergia alimentar Mediada

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 147/2014 Peptamen Junior, fibra em pó, equipos

RESPOSTA RÁPIDA 147/2014 Peptamen Junior, fibra em pó, equipos RESPOSTA RÁPIDA 147/2014 Peptamen Junior, fibra em pó, equipos SOLICITANTE Dra Regina Célia Silva Neves Juíza de Direito da Comarca de Itaúna NÚMERO DO PROCESSO 0338.14.001204-2 DATA 21/03/2014 SOLICITAÇÃO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 1 o SEMESTRE DE 2016 MESTRADO EM CIÊNCIA DA NUTRIÇÃO

EDITAL DE SELEÇÃO 1 o SEMESTRE DE 2016 MESTRADO EM CIÊNCIA DA NUTRIÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO 1 o SEMESTRE DE 2016 MESTRADO EM CIÊNCIA DA NUTRIÇÃO A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Nutrição (PPGCN) da Universidade Federal de Viçosa (UFV), no uso de suas

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA I CONGRESSO DA REGIONAL NORDESTE DO CAPITULO BRASILEIRO DA IHPBA SALA C 21/10/10 Quinta-feira 08:00-09:15 Mesa-Redonda: Fígado I Moderador: Dr. José Huygens Garcia (CE) Secretário:

Leia mais

Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria

Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria Descrição do curso Período do curso De 18/02/2013 a 29/01/2014 Carga horária Total de horas = 476 horas 292 h de aulas teóricas, 120 h de prática

Leia mais

FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO

FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO FACULDADE SANTO AGOSTINHO - FSA DIRETORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA I-IDENTIFICAÇÃO 1. CURSO: NUTRIÇÃO 2. DISCIPLINA: NUTRIÇÃO E METABOLISMO 3. SEMESTRE DO CURSO: 4º 4. PROFESSOR(A):

Leia mais

Contribuições da Consulta Pública sobre Agente imunomodulador (Impact ) para uso no pré-operatório - CONITEC

Contribuições da Consulta Pública sobre Agente imunomodulador (Impact ) para uso no pré-operatório - CONITEC Contribuições da Consulta Pública sobre Agente imunomodulador (Impact ) para uso no pré-operatório - CONITEC Dt. contrib. Contribuiu como Descrição da contribuição Referência 06/10/2015 Interessado no

Leia mais

DESNUTRIÇÃO ENERGÉTICO-PROTÉICA NO PACIENTE HOSPITALIZADO RESUMO ABSTRACT

DESNUTRIÇÃO ENERGÉTICO-PROTÉICA NO PACIENTE HOSPITALIZADO RESUMO ABSTRACT DESNUTRIÇÃO ENERGÉTICO-PROTÉICA NO PACIENTE HOSPITALIZADO Carolline Ferreira de Brito 1 Jesualdo Alves Avelar 2 Felipe Waschmuth Menhô Rabelo 3 RESUMO A desnutrição é um problema frequente enfrentado por

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL DE IDOSOS ATENDIDOS EM HOSPITAL PÚBLICO DA CIDADE DE MARINGÁ

PERFIL NUTRICIONAL DE IDOSOS ATENDIDOS EM HOSPITAL PÚBLICO DA CIDADE DE MARINGÁ ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 PERFIL NUTRICIONAL DE IDOSOS ATENDIDOS EM HOSPITAL PÚBLICO DA CIDADE DE MARINGÁ Rita de Cássia Felix

Leia mais

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO

PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM TERAPIA INTENSIVA ADULTO MARÇO DE 2013 Programa de Residência Médica em Terapia Intensiva 2013 Unidade: Hospital Copa D Or Coordenador do Programa de Residência Médica

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Nutrição 2010-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Nutrição 2010-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Nutrição 2010-1 PERFIL NUTRICIONAL E HÁBITOS ALIMENTARES DE CRIANÇAS DE 6 A 10 ANOS DE UMA ESCOLA

Leia mais

A DESNUTRIÇÃO DO PACIENTE ONCOLÓGICO

A DESNUTRIÇÃO DO PACIENTE ONCOLÓGICO II CICLO DE DEBATES DESNUTRIÇÃO HOSPITALAR A EPIDEMIOLOGIA DA DESNUTRIÇÃO NO BRASIL NA EPIDEMIA DE OBESIDADE A DESNUTRIÇÃO DO PACIENTE ONCOLÓGICO Edilaine Maria Stella da Cruz Instituto do Câncer Arnaldo

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista A Enfermagem e o Serviço de Nutrição e Dietética tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista 1 A enfermagem e o Serviço

Leia mais

- LICITANTES DESABILITADOS -

- LICITANTES DESABILITADOS - - LICITANTES DESABILITADOS - NOME DO PROMOTOR: PREFEITURA MUNICIPAL DE CACOAL EDITAL / PROCESSO: 0039-2012 / 1571/2012 PREGOEIRO RESPONSÁVEL: SILVIA DURAES GOMES OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS PARA POSSÍVEL

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ALCIDES CARNEIRO DIA - 20/12/2009 CARGO: NUTRICIONISTA C O N C U R S O P Ú B L I C O - H U A C / 2 0 0 9 Comissão de Processos

Leia mais

MEZOMO, I. B. Os serviços de alimentação: planejamento e administração. 5 ed. São Paulo: Manole, 2002. 413 p.

MEZOMO, I. B. Os serviços de alimentação: planejamento e administração. 5 ed. São Paulo: Manole, 2002. 413 p. ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: ALIMENTAÇÃO COLETIVA TITULARIDADE: MESTRE 1- Controle de qualidade em UAN (APPCC, POP s, BPF, AQNS); 2- Segurança Alimentar e Nutricional (LOSAN, Aplicações na área); 2- Programa

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL Coordenação: Prof. Dra. Fernanda da Silveira Osso Prof. Dra. Cristina Fajardo Diestel Prof. MSc. José Aroldo L. Gonçalves Filho Carga Horária:

Leia mais

Terapia Nutricional Enteral e Parenteral em Pediatria

Terapia Nutricional Enteral e Parenteral em Pediatria III CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM NUTRIÇÃO PARENTERAL E ENTERAL ADULTO/PEDIATRIA Curso de Extensão Terapia Nutricional Enteral e Parenteral em Pediatria Lúcio Flávio Alencar lalencar@hotlink.com.br Aspectos

Leia mais

Tendências no mercado da nutrição

Tendências no mercado da nutrição Parceiros Tendências no mercado da nutrição Apresentação: Nut. Juliana Tolêdo de Faria Graduada em Nutrição FANUT/UFG Esp. Nutrição em Saúde Pública FANUT/UFG Esp. Atividade Física e suas Bases Nutricionais

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E Coordenação: Prof. Dra. Fernanda da Silveira Osso Prof. Dra. Cristina Fajardo Diestel Prof. MSc. José Aroldo L. Gonçalves Filho Duração: 04 meses Carga Horária:

Leia mais

6. Metabolismo de Água e Eletrólitos na Saúde e na Doença. 7. Energia, necessidades nutricionais e métodos de avaliação

6. Metabolismo de Água e Eletrólitos na Saúde e na Doença. 7. Energia, necessidades nutricionais e métodos de avaliação MÓDULO I NUTRIÇÃO CLÍNICA 1. Nutrientes 2. Metabolismo dos Macronutrientes 3. Vitaminas 4. Função Fisiológica e Deficiência de Minerais 5. Biodisponibilidade de Minerais 6. Metabolismo de Água e Eletrólitos

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ITABERABA

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ITABERABA ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÍNIMO SUGERIDO PARA A REALIZAÇÃO DAS PROVAS OBJETIVAS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CARGOS: TODOS OS CARGOS CONHECIMENTOS GERAIS História do Município: colonização, espaço geográfico,

Leia mais

15/08/2013. Acelerado crescimento e desenvolvimento: IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NESSA FASE. Atinge 25% da sua altura final

15/08/2013. Acelerado crescimento e desenvolvimento: IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NESSA FASE. Atinge 25% da sua altura final Laís Cruz Nutricionista CRN 3 18128 2013 Período de transição entre infância e vida adulta (dos 10 aos 19 anos de idade) Muitas transformações físicas, psicológicas e sociais Acelerado crescimento e desenvolvimento:

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 ERRATA II EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA.

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 ERRATA II EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA. SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 ERRATA II EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA. ÁREAS DE ACESSO DIRETO: CLINICA MÉDICA, GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, MEDICINA DE FAMILIA

Leia mais

NUTRIÇÃO CCEX. Universidade de São Paulo Residência em Área Profissional da Saúde: Nutrição Clínica em Gastroenterologia JANEIRO/2016

NUTRIÇÃO CCEX. Universidade de São Paulo Residência em Área Profissional da Saúde: Nutrição Clínica em Gastroenterologia JANEIRO/2016 Universidade de São Paulo Residência em Área Profissional da Saúde: Nutrição Clínica em Gastroenterologia CCEX Nome do Candidato NUTRIÇÃO JANEIRO/2016 Inscrição INSTRUÇÕES Verifique se este caderno de

Leia mais

JUSTIFICATIVA OBJETIV OS:

JUSTIFICATIVA OBJETIV OS: JUSTIFICATIVA Para termos um corpo e uma mente saudável, devemos ter uma alimentação rica em frutas, verduras, legumes, carnes, cereais, vitaminas e proteínas. Sendo a escola um espaço para a promoção

Leia mais

TEMAS CENTRAIS Doença Inflamatória Intestinal Distúrbios Funcionais em Gastroenterologia Síndrome Metabólica. Apoio

TEMAS CENTRAIS Doença Inflamatória Intestinal Distúrbios Funcionais em Gastroenterologia Síndrome Metabólica. Apoio TEMAS CENTRAIS Doença Inflamatória Intestinal Distúrbios Funcionais em Gastroenterologia Síndrome Metabólica Apoio Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) Grupo de Estudo da Doença Inflamatória

Leia mais

Como nosso corpo está organizado

Como nosso corpo está organizado Como nosso corpo está organizado Iodo Faz parte dos hormônios da tireoide, que controlam a produção de energia e o crescimentodocorpo.aleiobrigaaadiçãodeiodoaosaldecozinha. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO

Leia mais

Módulo 4: NUTRIÇÃO. Por que a boa nutrição é importante para o bebê? Qual o melhor leite para eles? Como monitorar o crescimento dos recém-nascidos?

Módulo 4: NUTRIÇÃO. Por que a boa nutrição é importante para o bebê? Qual o melhor leite para eles? Como monitorar o crescimento dos recém-nascidos? Atenção à saúde do Recém-nascido de Risco Superando pontos críticos Módulo 4: NUTRIÇÃO Por que a boa nutrição é importante para o bebê? Qual o melhor leite para eles? Q Quais uais são são as as necessidades

Leia mais

Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica CIPE

Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica CIPE Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica CIPE EDITAL DE EXAME DE SUFICIÊNCIA PARA TÍTULO DE ESPECIALISTA ANO 2013 O Presidente da Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica, no uso de suas atribuições

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO. CURSO: Nutrição ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. DOCENTE RESPONSÁVEL : Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO. CURSO: Nutrição ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. DOCENTE RESPONSÁVEL : Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Nutrição MODALIDADE: DISCIPLINA: Nutrição Materno-Infantil ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO:Enfermagem DOCENTE RESPONSÁVEL : Maria Antonieta de Barros

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética. Atendimento de Nutrição nas Unidades de Internação

Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética. Atendimento de Nutrição nas Unidades de Internação UFSC Hospital Universitário Prof. Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina Elaborado por: Nutricionistas clínicas Revisado por: Nutricionistas clínicas Aprovado por: Gisele

Leia mais

PROJETOS APROVADOS PELO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA (CEP-IMIP) EM REUNIÃO ORDINÁRIA DE 28.01.15. CAAE Título do Projeto Pesquisador Responsável

PROJETOS APROVADOS PELO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA (CEP-IMIP) EM REUNIÃO ORDINÁRIA DE 28.01.15. CAAE Título do Projeto Pesquisador Responsável PROJETOS APROVADOS PELO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA (CEP-IMIP) EM REUNIÃO ORDINÁRIA DE 28.01.15 CAAE Título do Projeto Pesquisador Responsável 38889314.1.0000.5201 Estudo comparativo das representações

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM NUTRIÇÃO CLÍNICA - UFRJ

CURRÍCULO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM NUTRIÇÃO CLÍNICA - UFRJ CURRÍCULO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM NUTRIÇÃO CLÍNICA - UFRJ EMENTÁRIO 1. METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Responsável - Prof a Dr a Glorimar Rosa - Carga horária 16 Natureza do conhecimento científico.

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV NUTRIÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCB UFV NUTRIÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br 88 NUTRIÇÃO COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 89 Bacharelado ATUAÇÃO O Nutricionista é um profissional de saúde, legal e tecnicamente

Leia mais

Panorama Nutricional da População da América Latina, Europa e Brasil. Maria Rita Marques de Oliveira

Panorama Nutricional da População da América Latina, Europa e Brasil. Maria Rita Marques de Oliveira Panorama Nutricional da População da América Latina, Europa e Brasil Maria Rita Marques de Oliveira 1- MEIO AMBIENTE E PRODUÇÃO DE ALIMENTOS 2- ACESSO AOS ALIMENTOS 3- ALIMENTO SEGURO 4- PREVENÇÃO E CONTROLE

Leia mais

Formulação, preparo, armazenamento e controle de qualidade das dietas enterais e parenterais.

Formulação, preparo, armazenamento e controle de qualidade das dietas enterais e parenterais. III CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM NUTRIÇÃO PARENTERAL E ENTERAL ADULTO/PEDIATRIA Formulação, preparo, armazenamento e controle de qualidade das dietas enterais e parenterais. Nut. Eduila Couto Santos eduilacouto@hotmail.com

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VARGINHA Edital de Abertura de Concurso Público nº 01/2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE VARGINHA Edital de Abertura de Concurso Público nº 01/2011 1ª Retificação CONCURSO PÚBLICO - Edital nº 01/2011 A Prefeitura Municipal de Varginha - MG no uso de suas atribuições legais, torna público a 1ª retificação do Concurso público nº 01/2011, que objetiva

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 (Do Sr. Alexandre Leite) Reduz a zero as alíquotas da Contribuição para o PIS/PASEP e da Cofins incidentes sobre os serviços de administração de dietas enteral e parenteral.

Leia mais

ANEXO. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 2ª etapa do curso

ANEXO. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Para candidatos que desejam entrar na 2ª etapa do curso ANEXO Para candidatos que desejam entrar na 2ª etapa do Metabolismo (anabolismo x catabolismo) Metabolismo de Carboidratos Metabolismo de Lipídeos Motilidade no trato gastrointestinal Introdução ao Metabolismo

Leia mais

A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais

A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais A Gastroenterologia Visão e perspectivas atuais A opção pela Gastroenterologia 23 Sociedades Federadas Regionais 54 Serviços de Gastroenterologia reconhecidos e aprovadas pelo MEC 1986 Sede do VI Congresso

Leia mais

JORNADA INTERDISCIPLINAR DE CIRURGIA BARIÁTRICA E METABÓLICA SBCBM ES

JORNADA INTERDISCIPLINAR DE CIRURGIA BARIÁTRICA E METABÓLICA SBCBM ES JORNADA INTERDISCIPLINAR DE CIRURGIA BARIÁTRICA E METABÓLICA SBCBM ES PROGRAMA CIENTÍFICO Local: Hotel Ilha do Boi Senac Data: 17 e 18 de Agosto de 2012 Inscrições & Informações: www.visioneventos-es.com.br

Leia mais

SHAKEASY. Bases Prontas para Shakes Funcionais

SHAKEASY. Bases Prontas para Shakes Funcionais Informações Técnicas SHAKEASY Bases Prontas para Shakes Funcionais INTRODUÇÃO SHAKEASY representa uma nova geração de shakes funcionais. Um completo e diferenciado substituto parcial de refeições que permite

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA.

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA. SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA. ÁREAS DE ACESSO DIRETO: CLINICA MÉDICA, GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, MEDICINA DE FAMILIA E COMUNIDADE,

Leia mais

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de vida. A infância e adolescência são idades ideais para

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE (QUESTÕES DE 01 A 15)

CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE (QUESTÕES DE 01 A 15) Questão 01 (Peso 0,50) CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE (QUESTÕES DE 01 A 15) é o estudo sistemático das dimensões morais - incluindo visão moral, decisões, conduta e políticas - das ciências da vida e atenção

Leia mais

Lara Ribeiro Sisti Luisa de Albuquerque Philippsen Laudicéia Soares Urbano INTRODUÇÃO

Lara Ribeiro Sisti Luisa de Albuquerque Philippsen Laudicéia Soares Urbano INTRODUÇÃO FORMULAÇÃO DE DIETA ENTERAL ARTESANAL ADEQUADA PARA IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 E HIPERTENSÃO ARTERIAL NO MUNICÍPIO DE LONDRINA, PR INTRODUÇÃO Lara Ribeiro Sisti Luisa

Leia mais

CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM EMERGÊNCIAS CLÍNICAS

CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM EMERGÊNCIAS CLÍNICAS CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM EMERGÊNCIAS CLÍNICAS www.emergenciasclinicas.com.br HISTÓRICO DO EVENTO Em virtude da carência no ensino de urgências e emergências em algumas Faculdades de Medicina de

Leia mais

ALTERAÇÕES FISIOLOGICAS NA GESTANTE COM DÉFCIT NUTRICIONAL E AS CONSEQUENCIAS PARA O FETO E RECÉM NASCIDO 1

ALTERAÇÕES FISIOLOGICAS NA GESTANTE COM DÉFCIT NUTRICIONAL E AS CONSEQUENCIAS PARA O FETO E RECÉM NASCIDO 1 ALTERAÇÕES FISIOLOGICAS NA GESTANTE COM DÉFCIT NUTRICIONAL E AS CONSEQUENCIAS PARA O FETO E RECÉM NASCIDO 1 EINLOFT, Andressa da Silva²; RODRIGUES, Daiane dos Santos³, COSTENARO Regina 4 1 Trabalho de

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ INSTITUTO FERNANDES FIGUEIRA - IFF SOCIEDADE BRASILEIRA DE MASTOLOGIA ESCOLA BRASILEIRA DE MASTOLOGIA

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ INSTITUTO FERNANDES FIGUEIRA - IFF SOCIEDADE BRASILEIRA DE MASTOLOGIA ESCOLA BRASILEIRA DE MASTOLOGIA Ministério da Saúde Fundação Oswaldo Cruz Instituto Fernandes Figueira Projeto Câncer de Mama e Genética MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ INSTITUTO FERNANDES FIGUEIRA - IFF SOCIEDADE BRASILEIRA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP nº 032/2007 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA O CENTRO DE ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER - CAISM

PROCESSO SELETIVO FUNCAMP nº 032/2007 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA O CENTRO DE ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER - CAISM PROCESSO SELETIVO FUNCAMP nº 032/2007 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PARA O CENTRO DE ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER - CAISM A Fundação de Desenvolvimento da Unicamp-FUNCAMP torna

Leia mais

Nutrição parenteral no adulto

Nutrição parenteral no adulto Nutrição parenteral no adulto Dra. Maysa Penteado Guimarães Médica Clínica Geral e Nutróloga pela ABRAN Especialista em Nutrição Enteral e Parenteral pela SBNPE Membro do corpo clínico do IMeN Instituto

Leia mais

ESTADO NUTRICIONAL DE NUTRIZ USUÁRIA DE CRACK DA ZONA OESTE DE SANTA MARIA RS 1

ESTADO NUTRICIONAL DE NUTRIZ USUÁRIA DE CRACK DA ZONA OESTE DE SANTA MARIA RS 1 ESTADO NUTRICIONAL DE NUTRIZ USUÁRIA DE CRACK DA ZONA OESTE DE SANTA MARIA RS 1 NÖRNBERG, Marcele Leal 2 ; OLIVEIRA, Valquiria Michelim de 2 ; HARTMANN, Ivana 2 ; FLORES, Priscila da Trindade 2 ; LIMA,

Leia mais

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO!

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO! PROGRAMA DE PERDA DE PESO Agenda O método holístico de Perda de Peso Apresentação do corpo clínico Diferentes programas de perda de peso Unidades de saúde O Método holístico de Perda de Peso The importance

Leia mais

Nutrição e Manejo de Vacas de leite no pré-parto

Nutrição e Manejo de Vacas de leite no pré-parto FCA-UNESP-FMVZ Empresa Júnior de Nutrição de Ruminantes NUTRIR Departamento de Melhoramento e Nutrição Animal-DMNA Site: www.gruponutrir.com.br diretorianutrir@gmail.com Nutrição e Manejo de Vacas de leite

Leia mais

ESTATISTICA DE ESTAGIOS - BRASIL PROGRAMA PROFISSÃO DESTINO CIDADE ESTADO ONCOLOGIA ENFERMAGEM HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS BARRETOS SP

ESTATISTICA DE ESTAGIOS - BRASIL PROGRAMA PROFISSÃO DESTINO CIDADE ESTADO ONCOLOGIA ENFERMAGEM HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS BARRETOS SP ESTATISTICA DE ESTAGIOS - BRASIL PROGRAMA PROFISSÃO DESTINO CIDADE ESTADO ONCOLOGIA ENFERMAGEM HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS BARRETOS SP ONCOLOGIA PEDIÁTRICA FISIOTERAPIA INSTITUTO DA CRIANÇA DO HCFMUSP

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Luciana Nascimento Martins

CURRICULUM VITAE. Luciana Nascimento Martins CURRICULUM VITAE Luciana Nascimento Martins CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS Nome: LUCIANA NASCIMENTO MARTINS Idade: 25 anos Data de nascimento: 27 de maio de 1980 Naturalidade: Caxias do Sul, Rio Grande

Leia mais

Prorrogação do Processo de inscrição do 1º Curso de Especialização em Nutrição Oncologica até o dia 16 de MAIO de 2013

Prorrogação do Processo de inscrição do 1º Curso de Especialização em Nutrição Oncologica até o dia 16 de MAIO de 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE NUTRIÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM NUTRIÇÃO ONCOLOGICA EDITAL N.º 01/2013 Prorrogação do Processo de inscrição do 1º Curso de Especialização

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO NAS DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS

Leia mais