Bipartida Axialmente

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bipartida Axialmente"

Transcrição

1 Linha BP BI-PARTIDA ROTOR DE DUPLA SUCÇÃO Bipartida Axialmente Soluções em Bombeamento

2

3 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção e curvas características de cada modelo. A IMBIL e seus revendedores, estarão sempre a disposição para prestar informações adicionais e oferecer assistência técnica. APLICAÇÃO As Bombas da linha BP são indicadas para Abastecimento de Água, Grandes Irrigações, Drenagens, Combate à Incêndio, Resfriamento de Líquidos em Indústrias Químicas, Petroquímicas, Papel e Celulose, etc. NOTAS Reservamos o direito de efetuar modificações em nossos produtos, sempre que necessário sem que, por isso, incorram obrigações de qualquer natureza. As ilustrações contidas neste catálogo são indicativas, qualquer dúvida de interpretação favor consultar o revendedor autorizado. 3

4 CARTA DE APLICAÇÃO RPM H [m] B Q [m³/h] RPM H [m] B Q [m³/h] RPM H [m] 4 4-9A B Q [m³/h] RPM A H [m] A 4-9A 5-7B A HH 6-62A Q [m³/h] 4

5 CARTA DE APLICAÇÃO GPM(US) B 1175RPM A A H [m] A 2-53HL 2-53HR D 2-35A 15-45A 2-45C 2-4A 2-53HH 3-34A 3-34B 3-5A 25-55A 4-48A BPW 3-46C 5-64A 5-51HH 5-51B 5-64B 6-54A 5-51A 6-54B Q [m³/h] GPM(US) BPW 15-6H 175RPM A 25-7A 656 H [m] H [m] A 1-33A 15-33A 15-58A 15-45D 2-45C 15-45A 25-55A 25-4A 3-34A 3-34B 4-44A 4-39B 4-39A Q [m³/h] BPW 1-41C 75-33A 1-33A 2-53HL 2-35A 2-53HL GPM(US) 2-53HR 25-45A 2-53HH BPW 25-44C 15-33A 25-7B 3-4A 4-44C 3-5A 4-44B 35RPM Q [m³/h] 5

6 TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO CARCAÇA Bi-partida horizontalmente é dividida em corpo superior e corpo inferior, exclusivos de cada bomba, o que possibilita fácil acesso ao rotor para inspeção ou manutenção, não sendo necessário intervir nas tubulações de sucção e descarga. Possui os pés e os flanges de sucção e descarga fundidos integralmente com a carcaça. ROTORES E ANÉIS DE DESGASTE Rotores de dupla sucção, fechados, de baixo NPSH requerido, integrado ao eixo por chaveta e axialmente posicionado por regulagem e aperto das porcas nas buchas protetoras. Possuem anéis de desgaste estático da carcaça (substituíveis), dependendo da bomba, podem haver anéis nos rotores. EIXOS E SUA BUCHAS Os eixos foram projetados e usinados de forma a assegurar fixação dos rotores e rigidez capaz de proporcionar longa vida aos mancais e aos vários tipo de selagem, por selo mecânico ou gaxetas. Com a finalidade de proteger os eixos contra o desgaste, foram previstas as buchas protetoras, fixadas através das porcas de aperto. Para casos específicos de selagem por selos mecânicos podem estar disponíveis luvas curtas que aumentam a caixa de selagem (short-sleeve). Sempre atentar-se para o passeio axial ao especificar um selo mecânico para linha BP. CAIXA DE SELAGEM As caixas de selagens, são de grande profundidade, a fim de impedir a entrada de ar pela sucção ao usar gaxetas. Os anéis de gaxeta de secção quadrada, são normalmente usados em todas as bombas, exceto para atender a condições particulares de serviço. Os aperta-gaxetas são apertados por porcas, através de prisioneiros fixados às carcaças. De um modo geral, as caixas de gaxetas levam, um anel de fundo e um anel cadeado. Quando se usa líquido de selagem, este costuma ser colhido na voluta de descarga da própria bomba. No caso em que o líquido bombeado é incompatível com a função de selagem se recorre a uma fonte externa. A pedido do cliente, a vedação pode ser feita por Selo Mecânico e para casos específicos de selagem por selos mecânicos podem estar disponíveis luvas curtas que aumentam a caixa de selagem. Sempre atentar-se para o passeio axial ao especificar um selo mecânico para linha BP. MANCAIS Todas as bombas são fornecidas com mancais dimensionados para serviço pesado, e podem ser dotadas de um rolamento de Esferas em cada um dos lados, ou de um Rolamento de Rolos no lado acionamento e um Rolamento de Esferas no lado livre, dependendo das exigências de cada bomba. A lubrificação do mancal é a base de graxa em alguns modelos e a óleo em outros. 6

7 Defasagem das pás do rotor especificamente para aplicações em bombas de mistura em indústria de Papel & Celulose. 7

8 POSIÇÃO DE MONTAGEM Disposição de flanges de sucção e descarga 9º Graus. A Bomba Bi-Partida a x i a l m e n t e p o d e ser montada com eixo vertical. Nestes casos a IMBIL deverá ser consultada pois tratam-se de projetos especiais Disposição de flanges de sucção e descarga 18º Graus. TECNOLOGIA DE PROJETO PROJETO HIDRÁULICO Projeto hidráulico desenvolvido com uso de fluido computacional, CFD, uma ferramenta que permite simular a performance da bomba antes mesmo dela existir, assim com uma margem de erro pequena é possível construir protótipos que produzam os resultados esperados de maneira muito mais eficaz e eficiente. PROJETO MECÂNICO Desenvolvido com ferramentas de engenharia de vanguarda (CAE) : análises rotodinâmicas, estruturais por elementos finitos (FEA), para conhecer as frequências naturais e determinar as faixas de operação permitida e preferida. 8

9 DADOS TÉCNICOS Pressão de teste hidrostático: Conforme Hydraulic Institute Temperatura máxima: 15ºC Acionamento O acionamento é feito através de acoplamento elástico, por Motor Elétrico, Motor a Combustão, Turbina e etc. Acessórios Podem ser fornecidos opcionalmente: - Acoplamento padrão IMBIL ou de outros fabricantes. - Protetor de acoplamento padrão IMBIL. - Base padrão IMBIL. Velocidade Periférica (m/s) Ao determinar a rotação de operação da bomba, além da pressão máxima de recalque, deve ser considerada também a velocidade periférica máxima do rotor segundo seu material de construção. Na lubrificação a óleo indicamos: Até 3 rpm: Castrol Hyspin AWS 68, Acima de 3 rpm Castrol Hyspin AWS 46 ou similares Na lubrificação a graxa indicamos: Castrol LM 2 ou similar Sentido de Rotação A bomba pode ser acoplada por ambas as pontas, então o sentido de rotação pode ser horário ou anti-horário. O eixo pode ser invertido sem qualquer adaptação especial. Material Velocidade Rotação Horária Reserva de Potência Rotação Anti-Horária 9

10 DADOS TÉCNICOS Tamanho 5-31 A A 1-33 A A 1-41 C A D A 15-6 H 2-35 A 2-45 A 2-45 C 2-53 HH / HL 2-53 HR 25-4 A A 25-7 A 25-7 B 3-34 A 3-34 B 3-4 A 3-46 C Dados Largura na saída do rotor Vazão Mínima Rotação máxima GD² com água Peso Unit mm rpm kg.m² 1,5 1,35 1,2 1,82 1,52 6,2 6,2 8,84 9,4 3,38 8,4 8,4 18,2 18,2 3,6 1, ,97 5,2 kg rpm m³/h rpm m³/h rpm m³/h Vazão Máxima m³/h Verificar curva Rolamentos Lado Livre (folga C3) Lado Ac NU NU NU Gaxeta polegadas 3/8" 7/16" 1/2'' 5/8'' 1/2'' 5/8" 3-5 A 3-66 A 3-74 A 4-39 A 4-39 B 4-44 A 4-44 B 4-44 C 4-48 A 4-9 A 5-51 A 5-51 B 5-51 HH 5-64 A 5-64 B 5-7 B 5-1 A 5-1 B 6-62 A 6-54 A 6-54 B 75-1 B Largura na saída do rotor Vazão Minima Dados Rotação máxima GD² com água Peso Unit mm rpm kg.m² 1,3 25,2 15, 6,25 6,25 9,42 9,42 9,42 12,3 87,2 19,5 19,5 19,5 41,4 41,4 75, , ,1 29,1 4,4 kg rpm m³/h rpm m³/h rpm m³/h rpm m³/h rpm m³/h Vazão Máxima m³/h Verificar curva Rolamentos Lado Livre C C (folga C3) Lado Ac NU 314 C3 NU314 NU NU316 NU NU C Gaxeta polegadas 1/2" 3/4" 5/8" 3/4" 5/8" 3/4" 1" 3/4" Tamanho 1

11 DIMENSÕES PRINCIPAIS E H G C D J A B ØK F MODELO FLANGE DIMENSÃO Sucção Pressão A B C D E F G H J ØK ,5 117, , , , , , , , , , , , ,7 M V U Q N O R P T X S Z ØL MODELO DIMENSÃO ØL M N O P Q R S T U V X Z , , ,6 28, , ,5 352, ,5 46, ,5 279,

12 MEDIDAS PARA CONEXÕES Saída de Líquido - R1 p/ Caixa de Selagem R11 - Vent Vent - R9 Entrada de Líquido - R8 p/ Caixa de Selagem Dreno das Gaxetas - R7 Manômetro - R1 Dreno - R2 Dreno - R3 R6 - Manovacuômetro R5 - Dreno R4 - Dreno MODELO N.P - CONEXÃO NÃO PREVISTA N.A - NÃO APLICAVÉL ROSCAS BSP R1 R2 R3 R4 R5 R6 R7 R8 R9 R1 R11 1/4" 1/4" 3/8" N.A. 1/4" 1/4" 1/4" 1/4" 1/4" 1/4" 3/8" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 1/2" 1/8" 1/2" 1/8" 1/2" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 1/2" 1/8" 1/2" 1/8" 1/2" 3/8" 1/2" N.A. 1/2" N.A. 3/8" 1/2" 3/8" N.A. 3/8" 3/8" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 1/2" 1/8" 1/2" 1/8" 1/4" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 1/2" 1/4" 3/4" N.A. 3/4" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 1/2" 1/4" 3/4" N.A. 3/4" 1/2" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/2" 1/2" 1/2" 1/2" 1/2" 3/4" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 1/2" 1/4" 3/4" 1/4" 1/4" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 1/2" 1/4" 3/4" N.A. 3/4" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 3/4" 1/4" 3/4" N.A. 1/4" 1/4" N.A. 3/4" 3/4" N.A. 1/4" 1/2" 1/4" N.A. 1/4" 3/4" 1/4" 1/2" N.A. N.A. 1/2" 1/4" 1/2" 1/4" 3/4" 1/4" 1/2" 1/4" 3/4" N.A. N.A. 3/4" 1/4" 3/4" 1/2" 1.1/4" N.A. 3/4" 1/2" 3/4" N.A. N.A. 3/4" 1/2" 3/4" 1/2" 3/4" N.A. 3/4" 1/4" 3/4" N.A. N.A. 3/4" 1/2" 3/4" 1/2" 1.1/4" 1/2" 3/4" 1/2" 3/4" N.A. N.A. 3/4" 1/2" 3/4" 1/2" 3/4" 1/2" 3/4" 3/8" 1" N.A. 1" 3/8" 1/2" 3/8" 1/2" N.A. 3/8" 1/1.2" 1/2" N.A. 1/2" N.A. 1/2" 1/2" 3/8" 1/2" 1/2" 1/2" 1" 1/2" N.A. 1/2" N.A. 1/2" 1/2" 1/2" 1/2" 1/2" 1/2" 3/4" 1/2" 3/4" N.A. N.A. 3/4" 1/2" 3/4" 1/2" 3/4" N.A. 3/4" 1/2" 3/4" N.A. N.A. 3/4" 1/2" 3/4" 1/2" 3/4" N.A. 3/4" 1/2" 1" N.A. N.A. 1" 1/2" 1" 1/2" N.A. 1" 1" 1/2" 1" N.A. N.A. 1" 1/4" 3/4" 1/2" 1" 1/2" 1/4" 1/2" 1" N.A. N.A. 1" 1/2" 1" 1/2" 1" N.A. 1" 1/2" 1" N.A. N.A. 1" 1/2" 1" 1/2" N.P. N.A. 1" 1" 1" N.A. 1" N.A. 1" 1" 1/2" N.A. 1/2" 1" 1/4" 1" N.A. N.A. 1" 1/4" 3/4" 1/2" N.P. 1/2" 1/4" 1/2" 1" N.A. N.A. 1" 1/2" 1" 1/2" 1" N.A. 1" N.A. N.A. N.A. N.A. N.A. N.A. 1" 1/2" 1/2" 1/2" 1" 1/4" 1.1/2" N.A. N.A. 1.1/2" 1/4" 1" 1/2" N.P. 1/2" 2" 12

13 VERSÕES DE MATERIAIS Peças Corpo e Tampas de Pressão Rotor Anel Desgastante (Corpo) Anel Desgastante (Rotor) Eixo Bucha Protetora Mancal Versão de Materiais V1 V2 V3 V4 V5 V6 V7 ASTM A48 ASTM A48 ASTM A48 ASTM A48 ASTM A48 ASTM A48 ASTM A536 CL3 CL3 CL3 CL3 CL3 CL ASTM A48 ASTM A536 BRONZE BRONZE ASTM A536 CF 8M CA6NM CL CB31 CB BRONZE BRONZE BRONZE BRONZE BRONZE BRONZE BRONZE CB31 CB31 CB31 CB31 CB31 CB31 CB31 BRONZE BRONZE BRONZE BRONZE BRONZE CF 8M CF 8M CB31 CB31 CB31 CB31 CB31 SAE145 SAE12 ASTM A48 CL3 SAE145 SAE145 AISI316 SAE145 SAE12 ASTM A48 CL3 BRONZE TM23 ASTM A48 CL3 BRONZE TM23 ASTM A48 CL3 SAE145 SAE145 AISI316 AISI316 SAE12 ASTM A48 CL3 ASTM A48 CL3 ASTM A LIMITAÇÃO QUANTO A UTILIZAÇÃO DE ROTORES EM FERRO FUNDIDO 1 - CIRCULAÇÃO DE TORRE, ÁGUA DE RESFRIAMENTO E ALIMENTAÇÃO DE CALDEIRA. Não usar rotor em ferro fundido. Utilizar preferencialmente rotor em aço inoxidável. Pode-se utilizar rotor em bronze desde que o NPSH disponível seja o dobro ou maior que o NPSH requerido. 2 - CAPTAÇÃO DE ÁGUA. Pode-se usar o rotor em ferro fundido somente nas seguintes condições: - NPSH disponível seja o dobro ou maior que o NPSH requerido. - Potência instalada seja menor que 5 CV. - Vazão seja menor que 3 m³/h. 3 - HIDROCARBONETOS, ÓLEOS E ETC. Não deverá ser utilizado rotor em material ferro fundido; Utilizar liga de aço carbono ou aços inoxidáveis. 13

14 BP 5-31 ROTOR A 355 RPM % Ø 279 Ø Q (m³/h) N (CV) Hm (mca) 2 Ø 229 Ø 23 Ø 279 Ø 279 Ø 254 Ø 229 Ø 23 Rotor Máximo 279 mm Flange de Sucção 75 mm Rotor Mínimo 23 mm Flange de Pressão 5 mm 1 BP ROTOR A 175 RPM Rotor Máximo 314 mm Flange de Sucção 1 mm Rotor Mínimo 216 mm Flange de Pressão 75 mm 14

15 BP ROTOR A 35 RPM BP 1-33 ROTOR A 175 RPM Rotor Máximo 273 mm Flange de Sucção 1 mm Rotor Mínimo 216 mm Flange de Pressão 75 mm Rotor Máximo 314 mm Flange de Sucção 15 mm Rotor Mínimo 229 mm Flange de Pressão 1 mm 15

16 BP 1-33 ROTOR A 35 RPM BP ROTOR A 175 RPM Rotor Máximo 273 mm Flange de Sucção 15 mm Rotor Mínimo 229 mm Flange de Pressão 1 mm Rotor Máximo 321 mm Flange de Sucção 2 mm Rotor Mínimo 21 mm Flange de Pressão 15 mm 16

17 BP ROTOR A 175 RPM BP ROTOR A 35 RPM Rotor Máximo 321 mm Flange de Sucção 2 mm Rotor Mínimo 21 mm Flange de Pressão 15 mm Rotor Máximo 279 mm Flange de Sucção 2 mm Rotor Mínimo 23 mm Flange de Pressão 15 mm 17

18 BP ROTOR A 1175 RPM BP ROTOR D 1175 RPM Rotor Máximo 451 mm Flange de Sucção 25 mm Rotor Mínimo 362 mm Flange de Pressão 15 mm Rotor Máximo 451 mm Flange de Sucção 25 mm Rotor Mínimo 362 mm Flange de Pressão 15 mm 18

19 BP ROTOR A 1775 RPM BP ROTOR D 1775 RPM Rotor Máximo 451 mm Flange de Sucção 25 mm Rotor Mínimo 362 mm Flange de Pressão 15 mm Rotor Máximo 451 mm Flange de Sucção 25 mm Rotor Mínimo 362 mm Flange de Pressão 15 mm 19

20 BP ROTOR A 1175 RPM BP ROTOR A 1775 RPM Rotor Máximo 559 mm Flange de Sucção 25 mm Rotor Mínimo 432 mm Flange de Pressão 15 mm Rotor Máximo 559 mm Flange de Sucção 25 mm Rotor Mínimo 432 mm Flange de Pressão 15 mm 2

21 BP 2-35 ROTOR A 1175 RPM BP 2-35 ROTOR A 1775 RPM % 98 % Q m³/h Q m³/h , Rotor Máximo 358 mm Flange de Sucção 3 mm Rotor Mínimo 289 mm Flange de Pressão 2 mm Rotor Máximo 358 mm Flange de Sucção 3 mm Rotor Mínimo 289 mm Flange de Pressão 2 mm 21

22 BP 2-45 ROTOR A 1175 RPM BP 2-45 ROTOR C 1175 RPM Rotor Máximo 454 mm Flange de Sucção 3 mm Rotor Mínimo 356 mm Flange de Pressão 2 mm Rotor Máximo 454 mm Flange de Sucção 3 mm Rotor Mínimo 356 mm Flange de Pressão 2 mm 22

23 BP 2-45 ROTOR A 1775 RPM BP 2-45 ROTOR C 1775 RPM Rotor Máximo 454 mm Flange de Sucção 3 mm Rotor Mínimo 356 mm Flange de Pressão 2 mm Rotor Máximo 454 mm Flange de Sucção 3 mm Rotor Mínimo 356 mm Flange de Pressão 2 mm 23

24 Ø 438 Ø 512 Ø 483 Ø Q (m³/h) Ø 56 Ø 438 Ø 483 Ø Ø Ø Ø 483 Ø 512 Ø N (CV) Rend. (%) BP 2-53HR ROTOR A 116 RPM Ø 562 Ø Q (m³/h) Ø 525 Ø 5 % Ø Ø 5 Ø 562 Ø 534 Ø N (CV) BP 2-53 HL ROTOR A 118 RPM Ø5 Ø 525 Ø562/Ø534 Rendr (%) Hm (mca) Rotor Máximo 56 mm Flange de Sucção 2 mm Rotor Mínimo 438 mm Flange de Pressão 35 mm Rotor Máximo 562 mm Flange de Sucção 2 mm Rotor Mínimo 5 mm Flange de Pressão 35 mm 24

25 BP 2-53HR ROTOR A 1785 RPM BP 2-53 HH ROTOR A 1785 RPM Ø56 (underfiled) Ø56 12 Ø483 Ø512 Ø51 Ø Q m³/h Ø438 Ø483 Ø56 Ø56 (underfiled) Ø Ø438 Ø483 Ø56 Ø56 (underfiled) NPSHr (m) Rend. (%) Hm (mca) Hm (mca) 1 Ø56 (underfiled) Ø56 8 Ø493 Ø Q m³/h Ø Rend. (%) 3 2 Ø438 Ø483 Ø56 (underfiled) Ø56 1 Ø NPSHr (m) Ø438 Ø483 Ø56 (underfiled) Ø56 2 Rotor Máximo 56 mm Flange de Sucção 2 mm Rotor Mínimo 438 mm Flange de Pressão 35 mm Rotor Máximo 56 mm Flange de Sucção 2 mm Rotor Mínimo 438 mm Flange de Pressão 35 mm

26 BP 25-4 ROTOR A 1775 RPM BP 25-4HL ROTOR A 1775 RPM Ø562 Ø534 Ø525 Ø Q m³/h Ø5 Ø525 Ø562 Ø534 Ø562 Ø525 Ø5 Ø562 Ø534 Rotor Máximo 375 mm Flange de Sucção 3 mm Rotor Mínimo 248 mm Flange de Pressão 25 mm Rend. (%) Rotor Máximo 562 mm Flange de Sucção 3 mm Rotor Mínimo 5 mm Flange de Pressão 25 mm 26

27 BP ROTOR A 88 RPM % Ø Ø Ø58 82 Ø482 Ø Q m³/h ,2 15 Ø Ø BP ROTOR A 1175 RPM % Ø556 Ø Q m³/h Ø47 Ø58 Ø ,5 294 Ø Ø Rotor Máximo 555 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 469 mm Flange de Pressão 25 mm Rotor Máximo 555 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 469 mm Flange de Pressão 25 mm 27

28 15 1 BP 25-7 ROTOR A 175 RPM , Ø67 Ø53 Ø67 Ø , BP 25-7 ROTOR B 175 RPM Rotor Máximo 67 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 53 mm Flange de Pressão 25 mm Rotor Máximo 67 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 53 mm Flange de Pressão 25 mm 28

29 BP 3-34 ROTOR A 116 RPM BP 3-34 ROTOR B 116 RPM Rotor Máximo 4 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 34 mm Flange de Pressão 3 mm Rotor Máximo 358 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 315 mm Flange de Pressão 3 mm 29

30 BP 3-34 ROTOR B 175 RPM BP 3-34 ROTOR A 175 RPM Rotor Máximo 4 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 34 mm Flange de Pressão 3 mm Rotor Máximo 358 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 315 mm Flange de Pressão 3 mm 3

31 BP 3-4 ROTOR A 175 RPM Ø455 % Ø Ø Ø395 Ø38 Ø Q m³/h 13 3,2 Ø Ø415 Ø395 Ø38 Ø365 Ø Rotor Máximo 455 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 365 mm Flange de Pressão 3 mm % Ø545 Ø525 Ø55 Ø485 Ø Ø N (CV) BP 3-5A ROTOR A 118 RPM Q (m³/h) Ø465 Ø55 Ø485 Ø545 Ø525 Rotor Máximo 545 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 465 mm Flange de Pressão 3 mm 31

32 % Ø545 Ø525 Ø514 Ø55 Ø485 Ø Q (m³ /h) Ø Ø465 Ø485 Ø514 Ø55 Ø545 Ø Hm (mca) BP 3-5A ROTOR A 18 RPM Rotor Máximo 545 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 465 mm Flange de Pressão 3 mm BP 3-66 ROTOR A 88 RPM % Ø679 3 Ø Ø59 Ø Q m³/h ,5 4 Ø Ø Rotor Máximo 679 mm Flange de Sucção 45 mm Rotor Mínimo 533 mm Flange de Pressão 3 mm 32

33 BP 3-66 ROTOR A 1175 RPM , % Ø Ø Ø Q m³/h , Ø Ø Rotor Máximo 679 mm Flange de Sucção 45 mm Rotor Mínimo 597 mm Flange de Pressão 3 mm ,5 5 2, % Ø Ø Ø Ø Q m³ /h Ø Ø Ø Ø Ø BP 3-74 ROTOR A 175 RPM Rotor Máximo 74 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 614 mm Flange de Pressão 3 mm 33

34 BP 4-39 ROTOR A 175 RPM Rotor Máximo 42 mm Flange de Sucção 5 mm Rotor Mínimo 35 mm Flange de Pressão 4 mm BP 4-39 ROTOR B 175 RPM Rotor Máximo 37 mm Flange de Sucção 5 mm Rotor Mínimo 32 mm Flange de Pressão 4 mm 34

35 BP 4-44 ROTOR A 175 RPM Rotor Máximo 46 mm Flange de Sucção 5 mm Rotor Mínimo 38 mm Flange de Pressão 4 mm BP 4-44 ROTOR B 175 RPM Rotor Máximo 415 mm Flange de Sucção 5 mm Rotor Mínimo 36 mm Flange de Pressão 4 mm 35

36 BP 4-44C ROTOR A 175 RPM Ø42 Ø46 Ø Q (m³/h) Ø38 Ø42 Ø46 Ø Ø46 Ø42 Ø38 Rend. (%) Hm (mca) Rotor Máximo 46 mm Flange de Sucção 5 mm Rotor Mínimo 38 mm Flange de Pressão 4 mm % Ø5 Ø475 Ø45 Ø Q m³/h 36 Ø Ø425 Ø45 Ø BP 4-48 ROTOR A 118 RPM Ø5 Rotor Máximo 5 mm Flange de Sucção 5 mm Rotor Mínimo 425 mm Flange de Pressão 4 mm 36

37 BP 4-9 ROTOR A 88 RPM % , Ø787 Ø75 Ø686 Ø Q (m³/h) Ø787 Ø635 Rotor Máximo 787 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 635 mm Flange de Pressão 4 mm , BP 4-9 ROTOR A 71 RPM % Ø Ø Ø75 Ø Q m³/h ,5 588 Ø Ø Rotor Máximo 787 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 635 mm Flange de Pressão 4 mm 37

38 BP 5-51 ROTOR B 116 RPM BP 5-51 ROTOR A 116 RPM Rotor Máximo 55 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 455 mm Flange de Pressão 5 mm Rotor Máximo 55 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 42 mm Flange de Pressão 5 mm 38

39 BP 5-64 ROTOR A 116 RPM Rotor Máximo 58 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 49 mm Flange de Pressão 5 mm BP 5-64 ROTOR B 116 RPM Rotor Máximo 58 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 49 mm Flange de Pressão 5 mm 39

40 BP 5-7 ROTOR B 71 RPM % Ø Ø Ø635 Ø Q m³/h , Ø Ø Rotor Máximo 724 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 594 mm Flange de Pressão 5 mm BP 5-7 ROTOR B 88 RPM % Ø724 Ø635 Ø Ø Q m³/h Ø Ø Rotor Máximo 724 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 592 mm Flange de Pressão 5 mm 4

41 BP 5-1 ROTOR A 896 RPM Ø Ø Ø76 Ø Q m³/h 65 Ø145 Ø145 Ø89 Ø Ø635 Rotor Máximo 145 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 635 mm Flange de Pressão 5 mm ,5 5 2, % Ø Ø89 Ø76 Ø Q m³/h 32 Ø Ø635 Ø76 Ø89 Ø Hm (mca) BP 5-1 ROTOR B 118 RPM Rotor Máximo 145 mm Flange de Sucção 6 mm Rotor Mínimo 635 mm Flange de Pressão 5 mm 41

42 BP 6-54 ROTOR A 116 RPM Rotor Máximo 57 mm Flange de Sucção 7 mm Rotor Mínimo 46 mm Flange de Pressão 6 mm BP 6-54 ROTOR B 116 RPM Rotor Máximo 531/516 mm Flange de Sucção 7 mm Rotor Mínimo 459/421 mm Flange de Pressão 6 mm 42

43 BP 6-62 ROTOR A 85 RPM % ,5 84,5 83 Ø615 Ø6 Ø57 Ø54 Ø Q m³/h Ø615 Ø6 Ø57 Ø54 Ø Rotor Máximo 615 mm Flange de Sucção 83 mm Rotor Mínimo 51 mm Flange de Pressão 65 mm % Ø171 Ø133 Ø1148 Ø Q m³ /h Ø Ø BP 75-1 ROTOR B 485 RPM Ø1148 Rotor Máximo 1148 mm Flange de Sucção 91 mm Rotor Mínimo 133 mm Flange de Pressão 76 mm 43

44 % Ø1148 Ø1148 BP 75-1 ROTOR B 585 RPM Ø Ø Ø Ø1148 Q m³/h Ø Rotor Máximo 1148 mm Flange de Sucção 91 mm Rotor Mínimo 133 mm Flange de Pressão 76 mm BPW 1-41 ROTOR C 175 RPM % Q m³/h Ø353 Ø325 Ø41 Ø Rotor Máximo 41 mm Flange de Sucção 91 mm Rotor Mínimo 325 mm Flange de Pressão 76 mm 44

45 BPW 15-6H ROTOR A 175 RPM Ø6 Ø53 Ø56 82 Ø Q m³/h 492 Ø6 Ø6 Ø56 Ø53 Ø475 Rotor Máximo 6 mm Flange de Sucção 2 mm Rotor Mínimo 475 mm Flange de Pressão 15 mm % Ø462 Ø441 Ø42 Ø Q (m³/h) Ø Ø462 Ø441 Ø42 Ø BPW 3-46 ROTOR C 118 RPM Rotor Máximo 462 mm Flange de Sucção 35 mm Rotor Mínimo 398 mm Flange de Pressão 3 mm 45

46 46

47 Empresa 1% Nacional F-5 F-4 F-2 F-7 F-8 F-1 F-3 F-1 F-6 Área 12.m² F1. Bombas de médio porte F2. Fundição de ferro fundido e aço INOX/WCB F3. Centro de desenvolvimento F4. Bombas de grande porte F5. Bombas de pequeno porte F6. Contratos e serviços de manutenção F7. Fundição de precisão F8. Acoplamento e expedição 47 F1. Bombas para óleo e gás

48 EDIÇÃO 9/214 "Sistema de Gestão da Qualidade certificado conforme a Norma ISO 91:28". Pabx (19) DDG

www.imbil.com.br 1 1

www.imbil.com.br 1 1 www.imbil.com.br 1 1 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção, e curvas características de cada

Leia mais

Bipartida Axialmente

Bipartida Axialmente Linha BP BI-PARTIDA ROTOR DE DUPLA SUCÇÃO Bipartida Axialmente Soluções em Bombeamento INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam

Leia mais

INTRODUÇÃO NOTAS. www.imbil.com.br 3

INTRODUÇÃO NOTAS. www.imbil.com.br 3 www.imbil.com.br 1 www.imbil.com.br 2 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha INI-K e INI-O de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção, e

Leia mais

Megabloc Manual Técnico

Megabloc Manual Técnico Bomba Padronizada Monobloco Manual Técnico Ficha técnica Manual Técnico Todos os direitos reservados. Os conteúdos não podem ser divulgados, reproduzidos, editados nem transmitidos a terceiros sem autorização

Leia mais

Bipartida Axialmente

Bipartida Axialmente Linha BP BI-PARTIDA ROTOR DE DUPLA SUCÇÃO Bipartida Axialmente Soluções em Bombeamento Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam informações

Leia mais

Série: FBME MANUAL TÉCNICO BOMBA CENTRÍFUGA MULTIESTÁGIO FBME. Aplicação

Série: FBME MANUAL TÉCNICO BOMBA CENTRÍFUGA MULTIESTÁGIO FBME. Aplicação MANUAL TÉCNICO Série: FBME Aplicação Desenvolvida para trabalhar com líquidos limpos ou turvos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas, papel, polpa, siderúrgica, mineração,

Leia mais

Alimentação de Caldeiras Alcooldutos Pipe Line. Bomba Multestágio Bipartida Axialmente. Soluções em Bombeamento

Alimentação de Caldeiras Alcooldutos Pipe Line. Bomba Multestágio Bipartida Axialmente. Soluções em Bombeamento Linha Alimentação de Caldeiras Alcooldutos Pipe Line Bomba Multestágio Bipartida Axialmente Soluções em Bombeamento Soluções em Bombeamento A IMBIL amplia sua linha de bombas engenheradas, disponibilizando

Leia mais

INTRODUÇÃO NOTAS. www.imbil.com.br 3

INTRODUÇÃO NOTAS. www.imbil.com.br 3 www.imbil.com.br 1 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da série INI/ INI-Bloc de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção, e curvas características

Leia mais

KSB ETA. Bomba Centrífuga para Uso Geral. 1. Aplicação. 3. Denominação KSB ETA 80-40 / 2. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação

KSB ETA. Bomba Centrífuga para Uso Geral. 1. Aplicação. 3. Denominação KSB ETA 80-40 / 2. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação Manual Técnico e Curvas Características Nº A1150.0P/3 Bomba Centrífuga para Uso Geral 1. Aplicação A bomba é indicada para o bombeamento de líquidos limpos ou turvos e encontra aplicação preferencial em

Leia mais

NCP ULTRANORMA BOMBA CENTRÍFUGA HORIZONTAL. Características construtivas: Principais aplicações

NCP ULTRANORMA BOMBA CENTRÍFUGA HORIZONTAL. Características construtivas: Principais aplicações BOMBA CETRÍFUGA ORIZOTAL CP ULTRAORMA Características construtivas: - Construída conforme as normas DI e ISO * - Altura de recalque de a mca - Rotação e trabalho - / rpm - Sistema de desmontagem "back-pull-out"

Leia mais

BOMBA DE ENGRENAGENS EXTERNAS FBE

BOMBA DE ENGRENAGENS EXTERNAS FBE MANUAL TÉCNICO Série: FBE Aplicação Desenvolvida para trabalhar com fluidos viscosos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas, papel, polpa, siderúrgica, mineração, alimentícia,

Leia mais

Série: FBBP MANUAL TÉCNICO. - Aplicável à norma NFPA 20 BOMBA CENTRÍFUGA BI-PARTIDA FBBP. Aplicação

Série: FBBP MANUAL TÉCNICO. - Aplicável à norma NFPA 20 BOMBA CENTRÍFUGA BI-PARTIDA FBBP. Aplicação MANUAL TÉCNICO Série: FBBP - Aplicável à norma NFPA 20 Aplicação São utilizadas nas aplicações de indústrias petroquímicas, irrigação, indústria químicas, saneamento básico, siderurgia, mineração, álcool,

Leia mais

Bomba Multestágio Bipartida Axialmente

Bomba Multestágio Bipartida Axialmente Linha BCI Alta Pressão Bomba Multestágio Bipartida Axialmente A IMBIL amplia sua linha de bombas engenheradas, disponibilizando ao mercado uma linha de bomba multiestagio bi-partida axialmente com o que

Leia mais

BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO

BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO MANUAL TÉCNICO Série: FBRL20B Aplicação Desenvolvida para trabalhar com líquidos limpos ou turvos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas,

Leia mais

GLASS Bombas e Válvulas

GLASS Bombas e Válvulas BOMBAS CENTRIFUGAS DE USO GERAL APLICAÇÕES: *Tratamento e abastecimento de água; *Construção civil; *Ar condicionado; *Industrias em geral, *Química e petroquímica; *Distribuidoras de derivados de petróleo;

Leia mais

Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN

Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN Bomba Multiestágio de Média Pressão MBN Principais Aplicações Com um design modular, as bombas MBN são bombas horizontais segmentadas e bipartidas radialmente. São recomendadas para o bombeamento de líquidos

Leia mais

www.dancor.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS REV. - ABR/2010 Pág- 1

www.dancor.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS REV. - ABR/2010 Pág- 1 REV. - ABR/21 Pág- 1 Índice Vista Geral das Curvas de Desempenho...4-5 Série HBI(N) - Centrífugas Multi-estágios HBI(N) - 2...6-7 HBI(N) - 4...8-9 Série CB(I) - Centrífugas Multi-estágios CB(I) - 2...1-11

Leia mais

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS VENTILADORES AXIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA DE VENTILADORES AXIAL Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: EAFN 500 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação G = Gabinete

Leia mais

Bomba centrífuga de média pressão. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição. 4. Dados de operação. Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M

Bomba centrífuga de média pressão. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição. 4. Dados de operação. Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M Manual Técnico Nº A 2751.0P/4 KSB HYDROBLOC M Bomba centrífuga de média pressão Linha: Multiestágio 1. Aplicação 3. Denominação A bomba KSB Hydrobloc M é apropriada para abastecimento de água, instalação

Leia mais

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo)

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo) Manual Técnico A3405.0P Bombas Submersas 1. Aplicação É recomendada para o abastecimento de água limpa ou levemente contaminada, abastecimento de água em geral, irrigação e sistemas de aspersão pressurizados

Leia mais

INTRODUÇÃO INFORMAÇÕES ADICIONAIS NOTAS

INTRODUÇÃO INFORMAÇÕES ADICIONAIS NOTAS 1 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas das linhas E e EP de nossa fabricação assim como seus acessórios e opcionais. Dele constam informações técnicas, desde a construção,

Leia mais

BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002. Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior. Goulds Pumps

BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002. Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior. Goulds Pumps BOLETIM 222.1 Fevereiro de 2002 Bombas Goulds Modelos 5150/VJC cantiléver verticais de sucção inferior Goulds Pumps Goulds Modelos 5150/VJC Bombas cantiléver verticais Projetadas para lidar com lamas corrosivas

Leia mais

Bomba Centrífuga ANDRITZ Série ISO

Bomba Centrífuga ANDRITZ Série ISO Bomba Centrífuga ANDRITZ Série ISO www.andritz.com/pumps Bomba Centrífuga ANDRITZ A bomba padrão caracteriza pela economia e baixa manutenção Por mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido um sinônimo de competência

Leia mais

Bombas Goulds Modelo 3316 de dois estágios, com carcaça dividida horizontalmente

Bombas Goulds Modelo 3316 de dois estágios, com carcaça dividida horizontalmente BOLETIM 7.6 Fevereiro de 00 Bombas Goulds Modelo 6 de dois estágios, com carcaça dividida horizontalmente Goulds Pumps ITT Industries Goulds Modelo 6 Bombas de dois estágios com carcaça dividida horizontalmente

Leia mais

Bomba Centrífuga ANDRITZ Série ISO

Bomba Centrífuga ANDRITZ Série ISO Bomba Centrífuga ANDRITZ Série ISO www.andritz.com Bomba Centrífuga ANDRITZ A bomba padrão caracteriza pela economia e baixa manutenção Por mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido um sinônimo de competência

Leia mais

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores VENTILADORES Aspectos gerais As unidades de ventilação modelo BBS, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para frente, e BBL, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para trás, são fruto de

Leia mais

WARMAN Centrifugal Slurry Pumps. Série Q: Bomba de fluxo axial para serviços pesados

WARMAN Centrifugal Slurry Pumps. Série Q: Bomba de fluxo axial para serviços pesados WARMAN Centrifugal Slurry Pumps Série Q: Bomba de fluxo axial para serviços pesados WARMAN Centrifugal Slurry Pumps Série Q: Bomba de fluxo axial para serviços pesados As bombas WARMAN série Q são fabricados

Leia mais

INTER. Engenharia e Equipamentos

INTER. Engenharia e Equipamentos Bomba Engrenagem Selo Mecânico Série 4000 General Purpose Pumps Vazão até 18.600 LPH, Pressões até 34 bar(g). Temperaturas até 260 Celsius. Viscosidades de até 100.000 cps Rotações de até 1.750 rpm. Construida

Leia mais

APLICAÇÕES ITAP

APLICAÇÕES ITAP www.imbil.com.br 1 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha ITAP de nossa fabricação. Dele constam informações técnicas, desde a construção, aplicação, projeto, características

Leia mais

Soluções em Bombeamento

Soluções em Bombeamento Linha INI www.imbil.com.br 3 4 www.imbil.com.br 3 2 1 MCA 4 3 2 4-1 4 1 2 3 1 2 3 1 3 MCA 2 1 32-.1 2 1 2 3 1 2 3 www.imbil.com.br Modelos Cavalete Largura do rotor Unidade mm 32-32- 9 32-2 4-4- 4-2 -

Leia mais

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível

Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido. 1. Aplicação. 3. Denominação. 2. Descrição Geral. 4. Dados de Operação. Linha : Submersível Folheto Descritivo A2750.1P/1 KSB KRT DRAINER Bomba Submersível para Instalação em Poço Úmido Linha : Submersível 1. Aplicação A bomba submersível KRT DRAINER é recomendada para aplicação em drenagem de

Leia mais

E/EP Re-autoescorvante

E/EP Re-autoescorvante Linha E/EP Re-autoescorvante www.imbil.com.br 03 04 www.imbil.com.br H [mca] H [mca] www.imbil.com.br 05 O projeto da linha de bombas E & EP foi desenvolvido com intuito de fornecer ao cliente final o

Leia mais

VENTILADOR INDUSTRIAL

VENTILADOR INDUSTRIAL VENTILADOR INDUSTRIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES INDUSTRIAIS Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: E L D I 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

DEFEITOS EM BOMBAS CENTRIFUGA E SOLUÇÕES

DEFEITOS EM BOMBAS CENTRIFUGA E SOLUÇÕES DEFEITOS EM BOMBAS CENTRIFUGA E SOLUÇÕES simples multiestágio BOMBEAMENTO INSUFICIENTE E NULO VAZÃO OU PRESSÃO NULAS OU INSUFICIENTE VÁLVULA PRESA OU ENTUPIDA ROTOR FURADO, ENTUPIDO OU COM DESGASTE EXECESSIVO

Leia mais

INI-K-O. Soluções em Bombeamento

INI-K-O. Soluções em Bombeamento Linha INI-K-O Soluções em Bombeamento INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha INI-K e INI-O de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção,

Leia mais

Experiência n 1 1 - Desmontagem e Montagem de bomba hidráulica

Experiência n 1 1 - Desmontagem e Montagem de bomba hidráulica 1 Experiência n 1 1 - Desmontagem e Montagem de bomba hidráulica 1. Objetivo: Fazer com que o aluno se familiarize com os componentes da bomba hidráulica semelhante a utilizada na bancada do laboratório.

Leia mais

Linha. Booster. Soluções em Bombeamento

Linha. Booster. Soluções em Bombeamento Linha Booster Booster ESTAÇÃO PRESSURIZADORA TIPO BOOSTER MOVÉL As Estações Pressurizadoras IMBIL do tipo Booster Móvel são utilizadas nos segmentos de Saneamento, Empresas Estaduais, Municipais, SAAEs,

Leia mais

FAIRBANKS NIJHUIS BOMBAS VERTICAIS TIPO TURBINA PARA BOMBEAMENTO DE LÍQUIDOS COM SÓLIDOS (VTSH ) www.fairbanksnijhuis.com

FAIRBANKS NIJHUIS BOMBAS VERTICAIS TIPO TURBINA PARA BOMBEAMENTO DE LÍQUIDOS COM SÓLIDOS (VTSH ) www.fairbanksnijhuis.com FAIRBANKS NIJHUIS BOMBAS VERTICAIS TIPO TURBINA PARA BOMBEAMENTO DE LÍQUIDOS COM SÓLIDOS (VTSH ) www.fairbanksnijhuis.com FAIRBANKS NIJHUIS Introdução Estações de bombeamento sem acompanhamento exigem

Leia mais

CATÁLOGO 800035-A Observações sobre as fichas técnicas

CATÁLOGO 800035-A Observações sobre as fichas técnicas CATÁLOGO 800035-A sobre as fichas técnicas Os dados constantes nas fichas técnicas a seguir podem sofrer alterações sem prévio aviso. Alguns modelos possuem pequenas alterações em seus projetos construtivos,

Leia mais

Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada

Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada Fábrica: Av. Brasil, 20.151 Coelho Neto Rio de Janeiro CE 21.530-000 Telefax: (21) 3372-8484 vendas@trocalor.com.br

Leia mais

Linha. Soluções em Bombeamento

Linha. Soluções em Bombeamento Linha NCS APLICAÇÕES Abastecimento de água, esgotos sanitários, tratamento de efluentes, lodo primário, lodo secundário, recirculação de lodo, alimentos e bebidas, açúcar e álcool, papel e celulose e

Leia mais

ANSI B73.2. Soluções em Bombeamento

ANSI B73.2. Soluções em Bombeamento Linha ILI INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da série ILI (última edição) de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção e curvas características

Leia mais

Soluções em Bombeamento

Soluções em Bombeamento Linha NCI IRRIGAÇÃO APLICAÇÕES IRRIGAÇÃO E GRANDES ALAGAMENTOS CARACTERÍSTICAS As bombas centrífugas para irrigação da linha NCI possuem um único estágio, de fluxo misto, com rotores fechados projetados

Leia mais

KSB Megabloc. Bomba Centrífuga para Uso Geral. Mega Bloc. 1. Aplicação. 3. Denominação KSB Megabloc 32-125 + 2. 2. 4.

KSB Megabloc. Bomba Centrífuga para Uso Geral. Mega Bloc. 1. Aplicação. 3. Denominação KSB Megabloc 32-125 + 2. 2. 4. Folheto Descritivo Nº A27.1P/2 KSB Megabloc Bomba Centrífuga para Uso Geral LINA : VERSÃO : Mega Bloc 1. Aplicação A bomba KSB Megabloc é indicada para bombeamento de líquidos limpos ou turvos e encontra

Leia mais

ANSI B73.2. Soluções em Bombeamento

ANSI B73.2. Soluções em Bombeamento Linha ILI INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da série ILI (última edição) de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção e curvas características

Leia mais

Bombas Centrífugas Monoestágio Normalizadas

Bombas Centrífugas Monoestágio Normalizadas Velocidade periférica Até 40 m/s, o material utilizado para o rotor é o GG 25 e para velocidades entre 40 e 60 m/s, o GGG40 (nodular) e bronze SAE40. Acionamento Através de luva elástica, por motor elétrico,

Leia mais

PQI. Rotor em Balanço Bipartida Radialmente. Linha. Bombas de Processo ISO 13709/API 610 (OH2) Soluções em Bombeamento. Soluções em Bombeamento

PQI. Rotor em Balanço Bipartida Radialmente. Linha. Bombas de Processo ISO 13709/API 610 (OH2) Soluções em Bombeamento. Soluções em Bombeamento Linha PQI Bombas de Processo ISO 179/API 1 (OH2) Rotor em Balanço Bipartida Radialmente API 1 (OH2) INTRODUÇÃO Neste Catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha PQI de nossa fabricação.

Leia mais

BEW Multiestágio. Soluções em Bombeamento

BEW Multiestágio. Soluções em Bombeamento Linha BEW INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas multiestágios da série BEW de nossa fabricação. Deles constam informações técnicas desde a construção, reposição até as curvas

Leia mais

w w w. h e n f e l. c o m. b r HIDROVARIADOR

w w w. h e n f e l. c o m. b r HIDROVARIADOR w w w. h e n f e l. c o m. b r HIDROVARIADOR CH-0509-BR Introdução Fundada em 1981, a HENFEL Indústria Metalúrgica Ltda. é uma tradicional empresa do setor mecânico / metalúrgico, fornecedora de Caixas

Leia mais

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Descrição A bomba dosadora de LGE FIRE DOS é o mais versátil sistema de proporcionamento existente no mercado. Este revolucionário sistema de

Leia mais

Soluções em Bombeamento. Multiestágio

Soluções em Bombeamento. Multiestágio Linha BEW Bombas BEW INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas multiestágios da série BEW de nossa fabricação. Deles constam informações técnicas desde a construção, reposição

Leia mais

Linha ILI ANSI B73.2. Soluções em Bombeamento

Linha ILI ANSI B73.2. Soluções em Bombeamento Linha ILI INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da série ILI (última edição) de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas de construção e curvas características

Leia mais

VÁLVULAS SISTEMAS DA QUALIDADE E AMBIENTAL CERTIFICADOS CONFORME ISO 9001:2000, ISO/TS 16949:2002 E ISO 14001:2004

VÁLVULAS SISTEMAS DA QUALIDADE E AMBIENTAL CERTIFICADOS CONFORME ISO 9001:2000, ISO/TS 16949:2002 E ISO 14001:2004 VÁLVULAS ÍNDICE Válvulas de agulha Série 2700... 02 Válvulas Manifold Série 2700... 08 Manifold 2 Vias... 10 Manifold 3 Vias... 13 Suporte para Manifold de 3 Vias... 16 Válvulas miniatura Série 1800...

Leia mais

Goulds 3640. API-610 10ª edição/iso 13709 API BB2 de dois estágios dividida radialmente entre rolamentos

Goulds 3640. API-610 10ª edição/iso 13709 API BB2 de dois estágios dividida radialmente entre rolamentos API-610 10ª edição/iso 13709 API BB2 de dois estágios dividida radialmente entre rolamentos Goulds Pumps Uma empresa líder em soluções de pacotes de bombas projetadas segundo normas do API Liderança comprovada

Leia mais

Soluções em Bombeamento

Soluções em Bombeamento Linha NCI IRRIGAÇÃO APLICAÇÕES IRRIGAÇÃO E GRANDES ALAGAMENTOS CARACTERÍSTICAS As bombas centrífugas para irrigação da linha NCI possuem um único estágio, de fluxo misto, com rotores fechados projetados

Leia mais

Linha. Bombas Alta Pressão. Soluções em Bombeamento

Linha. Bombas Alta Pressão. Soluções em Bombeamento Linha MULTIROTOR Bombas Alta Pressão INTRODUÇÃO Neste Catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas, desde a construção, aplicação,

Leia mais

Linha. Soluções em Bombeamento

Linha. Soluções em Bombeamento Linha NCS APLICAÇÕES Abastecimento de água, esgotos sanitários, tratamento de efluentes, lodo primário, lodo secundário, recirculação de lodo, alimentos e bebidas, açúcar e álcool, papel e celulose e

Leia mais

EQUIPAMENTOS ROTATIVOS

EQUIPAMENTOS ROTATIVOS 1 INTRODUÇÃO EQUIPAMENTOS ROTATIVOS O objetivo da presente apostila é prestar informações mínimas, a nível técnico, sobre os principais equipamentos rotativos utilizados na indústria de petróleo e petroquímica.

Leia mais

E/EP Re-autoescorvante

E/EP Re-autoescorvante Linha E/EP Re-autoescorvante www.imbil.com.br 03 04 www.imbil.com.br H [mca] H [mca] www.imbil.com.br 05 O projeto da linha de bombas E & EP foi desenvolvido com intuito de fornecer ao cliente final o

Leia mais

BEW Multiestágio. Soluções em Bombeamento

BEW Multiestágio. Soluções em Bombeamento Linha BEW INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas multiestágios da série BEW de nossa fabricação. Deles constam informações técnicas desde a construção, reposição até as curvas

Leia mais

Bomba de Transferência de Alta Performance PC

Bomba de Transferência de Alta Performance PC Bomba de Transferência de Alta Performance PC Principais Aplicações A bomba de transferência de alta performance PC é uma extensão da popular bomba de transferência PC Sulzer. É utilizada no bombeamento

Leia mais

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão

Transformando energia em soluções. Motores de. Alta Tensão Transformando energia em soluções Motores de Alta Tensão Motores de alta tensão A WEG desenvolveu em conjunto com consultoria internacional especializada uma linha de motores de carcaça de ferro fundido

Leia mais

Linha. Bombas Alta Pressão. Soluções em Bombeamento

Linha. Bombas Alta Pressão. Soluções em Bombeamento Linha MULTIROTOR Bombas Alta Pressão INTRODUÇÃO Neste Catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha de nossa fabricação. Nele constam informações técnicas, desde a construção, aplicação,

Leia mais

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br INTRODUÇÃO: Nem sempre as unidades geradoras

Leia mais

Manual do Usuário. Produto LUBE-SEAL. Versão: LUBE-SEAL Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos

Manual do Usuário. Produto LUBE-SEAL. Versão: LUBE-SEAL Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos Manual do Usuário Produto Versão: Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos SUMÁRIO SUMÁRIO 2 1. TERMOS E CONVENÇÕES 4 2. INFORMAÇÕES GERAIS 5 2.1. Dados do

Leia mais

Série: EDOT MANUAL TÉCNICO. - Bomba de óleo térmico BOMBA DE ÓLEO TÉRMICO EDOT. Aplicação

Série: EDOT MANUAL TÉCNICO. - Bomba de óleo térmico BOMBA DE ÓLEO TÉRMICO EDOT. Aplicação MANUAL TÉCNICO Série: EDOT - Bomba de óleo térmico Aplicação Desenvolvida para trabalhar no bombeamento de óleos térmicos orgânicos. Pode ser utilizada na indústria farmacêutica, química, alimentícia,

Leia mais

Atuando desde 1981 (mil novecentos e oitenta e um), a Henfel fabrica caixas para

Atuando desde 1981 (mil novecentos e oitenta e um), a Henfel fabrica caixas para Atuando desde 1981 (mil novecentos e oitenta e um), a Henfel fabrica caixas para rolamentos, acoplamentos hidrodinâmicos e flexíveis, e hidrovariadores de velocidade, produtos destinados a atender os mais

Leia mais

VENTILADORES LIMIT LOAD

VENTILADORES LIMIT LOAD VENTILADORES LIMIT LOAD UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES LIMIT LOAD Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: ELSC 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

Bombas simples (aquecimento, ar condicionado, refrigeração, abastecimento de água e indústria)

Bombas simples (aquecimento, ar condicionado, refrigeração, abastecimento de água e indústria) Descrição da sériewilo-crononorm-nl - Hz Materiais Corpo da bomba - Espiral de ferro fundido com alhetas antirrotação. - Com peça de aspiração alinhada axialmente e bocais de recalque radiais, bem como

Leia mais

Introdução. Sistemas. Tecnologia. Produtos e Serviços

Introdução. Sistemas. Tecnologia. Produtos e Serviços Introdução Apresentamos nosso catálogo técnico geral. Nele inserimos nossa linha de produtos que podem ser padronizados ou de projetos desenvolvidos para casos específicos. Pedimos a gentileza de nos contatar

Leia mais

MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO

MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO MOTOBOMBAS E CONJUNTOS PARA COMBATE A INCÊNDIO Motobombas para combate a incêndio ÍNDICE FSGIN Pg. 3 FIN Pg. 13 Pg. 33 A Famac tem a solução certa em Bombas para sistemas de combate a incêndio. CONJUNTOS

Leia mais

VALVES & CONTROLS SÉRIE 87B

VALVES & CONTROLS SÉRIE 87B VALVES & CONTROLS SÉRIE 87B ISSUED JANUARY, 20 Válvula Borboleta biexcêntrica de alto desempenho para diversas aplicações em indústrias em geral Características A válvula de controle tipo borboleta, de

Leia mais

Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS. ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros

Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS. ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros 01 (Instalado sobre reboque agrícola). 1 1 TANQUE RESERVATÓRIO: Tanque

Leia mais

Desempenadeiras DPC-4 / DPC-5 MANUAL BÁSICO DO OPERADOR

Desempenadeiras DPC-4 / DPC-5 MANUAL BÁSICO DO OPERADOR Desempenadeiras DPC-4 / DPC-5 MANUAL BÁSICO DO OPERADOR Baldan Máquinas e Equipamentos Ltda Fone: (6) 325-4 - Fax: 325-658 "INFORMAÇÕES TÉCNICAS" Mesas em ferro fundido frezadas muito precisas, com sistema

Leia mais

V Á L V U L A S SÉRIE 1800

V Á L V U L A S SÉRIE 1800 V Á L V U L A S SÉRIE 1800 As válvulas de agulha miniatura da Série 1800 foram desenvolvidas para regulagem e bloqueio de fluidos para os mais diversos tipos de aplicação em laboratórios,amostragem de

Leia mais

Bomba Centrífuga ANDRITZ Série S

Bomba Centrífuga ANDRITZ Série S Bomba Centrífuga ANDRITZ Série S www.andritz.com/pumps Bomba Centrífuga ANDRITZ Para fluidos limpos ou contendo sólidos Por mais de 100 anos o nome ANDRITZ tem sido sinônimo de competência e inovação em

Leia mais

MASTER BSD 10-20/ BSD 10-25/ BSD 10-35

MASTER BSD 10-20/ BSD 10-25/ BSD 10-35 ANUAL DE INSTALAÇÃO DA BOBA ASTER BSD 10-20/ BSD 10-25/ BSD 10-35 SUÁRIO 1. AVISOS GERAIS DE SEGURANÇA 3 2. PERIGOS NO ABUSO DO EQUIPAENTO 3 3. LIITES DE TEPERATURAS 4 4. FUNCIONAENTO DA BOBA CO SELAGE

Leia mais

KSB ETA. Bomba Centrífuga para Uso Geral. 1. Aplicação. 3. Denominação KSB ETA / Descrição Geral. 4. Dados de Operação

KSB ETA. Bomba Centrífuga para Uso Geral. 1. Aplicação. 3. Denominação KSB ETA / Descrição Geral. 4. Dados de Operação Manual Técnico e Curvas Características Nº A1150.0P/3 Bomba Centrífuga para Uso Geral 1. Aplicação A bomba é indicada para o bombeamento de líquidos limpos ou turvos e encontra aplicação preferencial em

Leia mais

kymanual ou automática a escolha é sua

kymanual ou automática a escolha é sua . kymanual ou automática a escolha é sua Válvula borboleta LKB automática ou manual Aplicação ALKBéumaválvulaborboletasanitáriaacionadamanualou automaticamente para uso em sistemas com tubulações em aço

Leia mais

Bomba ANDRITZ Dupla-Sucção Carcaça Bi-partida Axial Série FP/FPS/SFWP

Bomba ANDRITZ Dupla-Sucção Carcaça Bi-partida Axial Série FP/FPS/SFWP Bomba ANDRITZ Dupla-Sucção Carcaça Bi-partida Axial Série FP/FPS/SFWP www.andritz.com Alta eficiência e baixa pulsação Por mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido um sinônimo de competência e inovação no

Leia mais

ANDRITZ Solução em bombas para atividades offshore

ANDRITZ Solução em bombas para atividades offshore ANDRITZ Solução em bombas para atividades offshore www.andritz.com/pumps ANDRITZ para aplicações offshore Soluções de bombeamento sob medida Você está à procura de soluções seguras e eficazes na gestão

Leia mais

Linha. Soluções em Bombeamento

Linha. Soluções em Bombeamento Linha BMI ANSI B73.1 INTRODUÇÃO Neste Catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BMI de nossa fabricação. Dele constam informações técnicas, desde a construção, aplicação, projeto, características

Leia mais

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 Selo diafragma Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 WIKA Folha técnica DS 99.27 Outras aprovações veja página 3 Aplicações Indústria de processos químicos

Leia mais

KSB MEGANORM. Bomba Centrífuga Normalizada para Uso Geral. Mega ISO Aplicação. 3. Denominação KSB Meganorm

KSB MEGANORM. Bomba Centrífuga Normalizada para Uso Geral. Mega ISO Aplicação. 3. Denominação KSB Meganorm Manual Técnico Nº A27.0P/5 Bomba Centrífuga Normalizada para Uso eral LINHA : NORMA : Mega ISO 2858. Aplicação A bomba centrífuga Meganorm é indicada para bombeamento de água e de líquidos limpos ou turvos

Leia mais

Motobomba Centrífuga Vertical In Line

Motobomba Centrífuga Vertical In Line Motobomba Centrífuga Vertical In Line M O T O B O M B A S Atuação: As motobombas centrífugas In Line, aliam a praticidade da montagem vertical a um excelente desempenho. Permitem assim ocupar um espaço

Leia mais

VÁLVULAS SISTEMAS DA QUALIDADE E AMBIENTAL CERTIFICADOS CONFORME ISO 9001:2000, ISO/TS 16949:2002 E ISO 14001:2004

VÁLVULAS SISTEMAS DA QUALIDADE E AMBIENTAL CERTIFICADOS CONFORME ISO 9001:2000, ISO/TS 16949:2002 E ISO 14001:2004 VÁLVULAS ÍNDICE Válvulas de agulha Série 2700... 02 Válvulas Manifold Série 2700... 08 Manifold 2 Vias... 10 Manifold 3 Vias... 13 Suporte para Manifold de 3 Vias... 16 Válvulas miniatura Série 1800...

Leia mais

Linha de Saneamento. Engineering GREAT Solutions. Soluções de Alta Perfomance

Linha de Saneamento. Engineering GREAT Solutions. Soluções de Alta Perfomance Linha de Saneamento Engineering GREAT Solutions Soluções de Alta Perfomance IMI Interativa / Válvulas para Saneamento Válvula Borboleta Série WR A válvula borboleta de alta performance Série WR foi projetada

Leia mais

FORNAC: Excelência em Resistência ao Desgaste!

FORNAC: Excelência em Resistência ao Desgaste! Fundada em 1974, a Fornac iniciou sua produção com a fabricação de peças de desgaste em ferro fundido. Através da Parceria com a Nordberg, começou a fabricação de peças fundidas em aços especiais, sendo

Leia mais

AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO

AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO !" AULA PRÁTICA 11 INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO 1- INTRODUÇÃO O transporte de água (ADUÇÃO) pode ser realizado das seguintes formas: a) Por GRAVIDADE Utilizando Conduto Livre (Canal) b) Por GRAVIDADE Utilizando

Leia mais

KSB Meganorm. Bomba Centrífuga Normalizada para Uso Geral. Mega ISO Aplicação. 3. Denominação KSB Meganorm

KSB Meganorm. Bomba Centrífuga Normalizada para Uso Geral. Mega ISO Aplicação. 3. Denominação KSB Meganorm Manual Técnico Nº A27.0P/6 Bomba Centrífuga Normalizada para Uso eral LINHA : NORMA : Mega ISO 2858. Aplicação A bomba centrífuga é indicada para bombeamento de água e de líquidos limpos ou turvos nas

Leia mais

V Á L V U L A S SÉRIE 2700

V Á L V U L A S SÉRIE 2700 V Á L V U L A S SÉRIE 2700 Válvulas de agulha compactas de alta confiabilidade e versatilidade para controle de processos e uso geral na indústria. As modernas válvulas de agulha Série 2700 da Detroit

Leia mais

EMTV MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DESDE 1956

EMTV MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DESDE 1956 EMTV Elevador de manutenção telescópico vertical MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO ZELOSO DESDE 1956 PREFÁCIO APLICAÇÃO: Este manual contém informações para a operação e manutenção, bem como uma lista ilustrada

Leia mais

KSB Meganorm. Bomba Centrífuga Normalizada para Uso Geral. Mega ISO Aplicação. 3. Denominação KSB Meganorm

KSB Meganorm. Bomba Centrífuga Normalizada para Uso Geral. Mega ISO Aplicação. 3. Denominação KSB Meganorm Manual Técnico Nº A27.0P/8 Meganorm Bomba Centrífuga Normalizada para Uso eral LINHA : NORMA : Mega ISO 2858. Aplicação A bomba centrífuga Meganorm é indicada para bombeamento de água e de líquidos limpos

Leia mais

RET Relatório Técnico de Encerramento Título do Teste TESTE DE HIDROVARIADOR DE VELOCIDADE HENFEL MODELO HFPM2500

RET Relatório Técnico de Encerramento Título do Teste TESTE DE HIDROVARIADOR DE VELOCIDADE HENFEL MODELO HFPM2500 RET Relatório Técnico de Encerramento Título do Teste TESTE DE HIDROVARIADOR DE VELOCIDADE HENFEL MODELO HFPM2500 APLICADO EM ACIONAMENTO DE TRANSPORTADORES DE CORREIA TMPM SÃO LUÍS - MA SAT 1260 Localidade,

Leia mais

GLASS Bombas e Válvulas

GLASS Bombas e Válvulas GLASS Bombas e Válvulas Divisão bombas ECOFLUX ECOFLUX BOMBAS CENTRIFUGAS PARA ESGOTO, ÁGUAS SERVIDAS E LÍQUIDOS COM SÓLIDOS EM SUSPENSÃO APLICAÇÕES: ESGOTO BRUTO GRADEADO OU NÃO Três opções de impulsores

Leia mais

VÁLVULAS MANIFOLD MANIFOLD 3 VIAS MANIFOLD 5 VIAS

VÁLVULAS MANIFOLD MANIFOLD 3 VIAS MANIFOLD 5 VIAS MANIFOLD As válvulas Manifold, produzidas pela Detroit, foram desenvolvidas e dimensionadas para tornar uma tubulação de instrumentos de diferencial de pressão mais simples, mais segura e mais confiável.

Leia mais

Worldval Válvulas e Acessórios Industriais Ltda.

Worldval Válvulas e Acessórios Industriais Ltda. Informações gerais: Worldval Válvulas e Acessórios Industriais Ltda. Fábrica: Fone/Fax: Site : E-mail : Data da Fundação: Rua: Amélio Koga, / - Vila Invernada São Paulo - SP. (0) - worldval@worldval.com.br

Leia mais

Power Pipe Line. Redes de Ar Comprimido

Power Pipe Line. Redes de Ar Comprimido Power Pipe Line Redes de Ar Comprimido Power Pipe Line - PPL - é um novo sistema de tubulação de encaixe rápido projetado para todo tipo de planta de ar comprimido, bem como para outros fluidos, gases

Leia mais

KSB KRT. Bombas submersíveis DN 40 a DN 700 para instalação úmida Ferro fundido e vários materiais para esgoto municipal e industrial

KSB KRT. Bombas submersíveis DN 40 a DN 700 para instalação úmida Ferro fundido e vários materiais para esgoto municipal e industrial Manual técnico A 2553.0P/1 KSB KRT Bombas submersíveis DN 40 a DN 700 para instalação úmida Ferro fundido e vários materiais para esgoto municipal e industrial 60 Hz limite padrão Para projetos com características

Leia mais

CM 60. Manual de Instruções. CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 TECNOFLUID

CM 60. Manual de Instruções. CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 TECNOFLUID Português CM 60 CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 Manual de Instruções Leia este manual atentamente antes de iniciar a operação do seu aparelho. Guarde-o para futuras consultas.

Leia mais