Xilogravura. Gravura em Metal

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Xilogravura. Gravura em Metal"

Transcrição

1 As Artes Gráficas Xilogravura de Jost Amman mostrando um gravador do século 16 em sua mesa de trabalho, Arte Gráfica é o processo de reprodução de imagens ou texto, seja de forma manual, mecânica ou tecnológica. Podemos dizer, então, que é o conjunto de representar caligrafia, desenho, figura, fotografia, gravura, pôster ou qualquer outra técnica de impressão. O termo inclui ocupações como design gráfico, a imprensa e os diversos sistemas de impressão, encadernação e acabamento. As pinturas rupestres, em certo sentido bastante amplo, podem ser consideradas artes gráficas. No entanto, as técnicas sistematizadas mais antigas são conhecidas do Oriente. Já no Ocidente elas irão aparecer na Idade Média com as Iluminuras e o desenvolvimento das xilogravuras, também já conhecidas pelos chineses, os inventores do papel. A maior revolução no campo das Artes Gráficas surge durante o Renascimento, em 1450, com a tipografia de Gutemberg, onde era possível imprimir com maior rapidez e qualidade nos dois lados da folha. Vamos conhecer as principais técnicas das Artes Gráficas.

2 Xilogravura A palavra xilogravura é composta pelas palavras gregas: xilon (madeira) + grafó (gravar, escrever). A imagem é obtida através de uma matriz de madeira em um processo muito similar ao carimbo. Com um instrumento pontiagudo, as chamadas goivas, o artista fere na madeira criando em relevo o desenho desejado. Em seguida, a tinta é espalhada sobre a madeira para impressão através de uma presa, ou manualmente, da gravura em suportes como o papel e o tecido. Conhecidas desde o século 6 na China a Xilogravura se popularizou na Idade Média a partir do século 13. Também é possível utilizar placas de borracha para confeccionar esse tipo de gravura, o que comumente é chamado de Lineogravura, pois o material emborrachado mais comum para esse tipo de trabalho é o líneo. No Brasil a xilogravura se tornou muito popular no Nordeste, uma espécie de permanência da tradição medieval. Muito popular até hoje nas ilustrações da Literatura de Cordel. elation_four_riders.jpg Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse, xilogravura de Albrecht Dürer, gawa2.jpg A Grande Onda de Kanagawa, xilogravura de KatsushikaHokusai,entre 1826 e 1833 Gravura em Metal A gravura em metal possui um processo semelhante à xilogravura, e pode de certa forma ser considerada a evolução desse processo. A arte da gravura em metal se dá através de diversos processos, sendo o mais antigo e comum a gravação direta na placa através de um instrumento em aço chamado buril, processo conhecido também como talho doce. Fazem parte da Calcografia outros gêneros da gravura feita em metal conhecidos como água-forte, ponta-seca, água-tinta, maneira negra e o verniz mole. A gravura em metal pode ser feita em cobre (o mais comum), alumínio, aço, ferro ou latão amarelo. Além de ferir a placa de metal, efeitos variados podem ser utilizados para obter resultados diversos, como a utilização de produtos químicos para corroer o metal.

3 _Portrait_of_Amelie_Elisabeth_von_Hessen.jpg Retrato de Amelie Elisabeth von Hessen, Gravura em metal de Ludwig von Siegen, lor.jpg Coronel Benedict Arnold, gravura em metal de Thomas Hart, Litografia Termo de origem grega formada porlithos (pedra) egraphein (escrever). Descoberta pelo teatrólogo Aloys Senefelderno final do século 18, a técnica consiste no método de impressão a partir de imagem desenhada sobre uma base, em geral de uma pedra de calcário. O desenho é produzido com materiais gordurosos (lápis, bastão, pasta etc.), e em seguida, a pedra é tratada com soluções químicas e água que fixam as áreas oleosas do desenho sobre a superfície. A impressão da imagem é obtida por meio de uma prensa litográfica que desliza sobre o papel. A litogravura foi muito popular no século 18 e 19 para a confecção de cartazes de propaganda, obras artísticas e rótulos de embalagens. r%27s_relativity.jpg Cartaz de propaganda do cabaré Moulin Rouge, Toulouse Lautrec, s_Relativity.jpg Relatividade de M.C. Escher,1953.

4 Tipografia Tipografia (do gregostypos "forma" e graphein "escrita") é a impressão de tipos - desenho de uma determinada família de letras como, por exemplo: verdana, futura, arial, etc. Podemos dizer então que a tipografia é a arte de criar textos. O início da tipografia consistia em pequenas peças em formato de um paralelépido de metal em relevo, os chamados tipos móveis. Com Gutemberg, no século 15, a técnica foi aperfeiçoada possibilitando a criação da prensa tipográfica. O processo de Gutemberg foi utilizado até o século 18 quando a Revolução Industrial conseguiu mecanizar o processo. O alemão König inventou em 1811 a prensa mecânica e introduziu a energia a vapor e o movimento rotativo no engenho de impressão. Hoje com a informática o processo de tipografia está extremamente desenvolvido e digitalizado, possibilitando a produção e impressão de texto e livros até mesmo em casa. A tipografia também possui seus Patrimônios Históricos. Leia a reportagem Minas Gerais vai ganhar museu dedicado às artes gráficas e conheça como a museologia trata o assunto <http://divirtase.uai.com.br/app/noticia/art e-elivros/2014/06/24/noticia_art e_e_livros,156580/minasgerais-vai-ganhar-museudedicado-as-artesgraficas.shtml> png Prensa mecânica em uso, xilogravura de Jost Amman, egelpresse_von_1811.jpg Prensa de tipos móveis de 1811, em exposição em Munique, Alemanha Offset A expressão offset vem de offset litography (literalmente, litografia fora-do-lugar). A expressão vem do fato da impressão ser indireta, ou seja, a tinta passa por um cilindro intermediário antes de chegar ao papel. A impressão offset é um tipo moderno muito utilizado na indústria, pois possui uma capacidade de impressão com qualidade muito grande. A impressão offset é um processo que consiste da interação entre água e gordura (a tinta offset é de consistência gordurosa). O processo de impressão é indireto, ou seja, a imagem é transferida da matriz para um rolo de impressão (blanqueta) e somente depois é passada ao papel. A matriz, ou chapa offset, é legível mesmo antes da impressão, muito diferente dos processos diretos, como a xilogravura e litogravura, onde a matriz é espelhada e os textos precisam ser escritos invertidos.

5 Offset de mesa vista pela saída 6 - Blanqueta: rolo com um emborrachado que recebe a imagem com tinta da chapa e transmite ao papel 7 - Água para a molha: a máquina de offset usa uma mistura de água e álcool isopropilico, proporcionando maior qualidade de impressão. Conheça como é o dia a dia de uma gráfica que trabalha com off set através de um vídeo produzido por alunos da matéria produção gráfica <https://www.youtube.com/watch?v=pxd_bwpz7d4>. O vídeo mostrará todas as etapas do processo. Serigrafia A palavra Serigrafia vem de sericum, que em latim significa seda, e graphia, que em grego significa gravar, desenhar, escrever. Descendente da gravura em molde vazado, o chamado stencil, a serigrafia consiste em imprimir uma imagem através de uma tela de tecido, normalmente de poliéster ou nylon, esticada em um bastidor (quadro) de madeira, alumínio ou aço. O processo de gravação da matriz pode ser feito de inúmeras maneiras, através de uma matriz fotográfica, com filme de corte, ou com goma laca e crayon, ou até mesmo com papel, como os moldes vazados. A impressão é realizada com tinta sobre o interior da tela e realizando pressão com o rodo com base de borracha para que a tinta vaze para a superfície que será impressa. Campbell_Soup-1-screenprint-1968.jpg Campbell's Soup I, serigrafia de Andy Warhol, g-example-obin.jpg Processo de impressão de uma gravura serigráfica.

GRAVURA. www.galeriadegravura.com.br. Compartilhe:

GRAVURA. www.galeriadegravura.com.br. Compartilhe: GRAVURA ÍNDICE 1 - Sobre Gravura 2 Xilogravura 3 Gravura em metal 4 Litogravura 5 Serigrafia 6 Fine Art / Giclée 7-8 Tiragem da gravura 9 História do Papel 10 Papéis de Gravura 11 Estúdio de Gravura GRAVURA

Leia mais

Introdução à Produção Gráfica

Introdução à Produção Gráfica Introdução à Produção Gráfica Flávio Gomes 1 - Sistemas de Cores Atualmente boa parte dos layouts desenvolvidos para impressão são elaborados em softwares gráficos, esses softwares utilizam um processo

Leia mais

APOSTILAS DO TERCEIRO BIMESTRE 7 ANO.

APOSTILAS DO TERCEIRO BIMESTRE 7 ANO. APOSTILAS DO TERCEIRO BIMESTRE 7 ANO. TURMA 701 3º Bimestre Aula 13 Frottage ou Frottagem. A palavra Frottage vem do francês frotter, que significa esfregar. A técnica é bem simples, consiste em colocar

Leia mais

O surgimento da escrita, a invenção e a evolução das artes gráficas

O surgimento da escrita, a invenção e a evolução das artes gráficas O surgimento da escrita, a invenção e a evolução das artes gráficas A humanidade sempre dependeu de se comunicar para poder sobreviver melhor, transmitir os conhecimentos acumulados sempre foi algo muito

Leia mais

Prof. Wanderlei Paré PROCESSOS DE IMPRESSÃO

Prof. Wanderlei Paré PROCESSOS DE IMPRESSÃO CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DIRETA QUANDO A MATRIZ IMPRIME DIRETAMENTE SOBRE O PAPEL. INDIRETA QUANDO A MATRIZ IMPRIME SOBRE UMA SUPERFÍCIE E DESTA PARA O PAPEL. PLANA QUANDO TODA A SUPERFÍCIE DA MATRIZ TOMA

Leia mais

A Impressão Offset origina-se da evolução do sistema de impressão litográfica, que foi inventada por Alois Senefelder no ano de 1798, na cidade de

A Impressão Offset origina-se da evolução do sistema de impressão litográfica, que foi inventada por Alois Senefelder no ano de 1798, na cidade de A Impressão Offset origina-se da evolução do sistema de impressão litográfica, que foi inventada por Alois Senefelder no ano de 1798, na cidade de Munique na Alemanha. O termo Litografia origina-se do

Leia mais

1ª Decomposição das cores contínuas em padrões de distribuição de pontos de cor sólidos através de um scanner

1ª Decomposição das cores contínuas em padrões de distribuição de pontos de cor sólidos através de um scanner 1 2 Qualidade na reprodução Originais Qualidade do original Separação de cores Fotolitos Chapas Tinta Papel Esse itens são fundamentais para que as cores não sejam modificadas na reprodução. 1- opacos

Leia mais

http://www.gravurarte.hpg.com.br/historico.htm

http://www.gravurarte.hpg.com.br/historico.htm Página 1 de 7 Faça sua busca Assine E-mail SAC Canais.:HOME / Menu:..:Autor do Projeto:..:Contato:..:Livro de Visitas:..:Glossário:..:Bibliografia:..:Links:. BREVE HISTÓRICO DA GRAVURA Organizado por Júlio

Leia mais

Rotogravura. Sistemas e processos de impressão: André Villas-Boas. Relevografia tipografia flexografia. Encavografia rotogravura

Rotogravura. Sistemas e processos de impressão: André Villas-Boas. Relevografia tipografia flexografia. Encavografia rotogravura Sistemas e processos de impressão: Rotogravura VILLAS-BOAS, André. Produção gráfica para designers. Rio de Janeiro: 2AB, 2008. André Villas-Boas 1 Sistemas de impressão matriz em baixo-relevo rotograv

Leia mais

A origem da rotogravura

A origem da rotogravura A origem da rotogravura Início Iniciada pelos artistas da renascença italiano nos anos 1300 A primeira impressão foi feita a partir de uma chapa metálica em 1446 na Alemanha As chapas metálicas eram entalhadas

Leia mais

5.1 MEIOS DE PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO

5.1 MEIOS DE PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO 5.1 MEIOS DE PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO Gravura Gravura é a arte de transformar a superfície plana de um material resistente num condutor de imagem, isto é, na matriz de uma forma criada para ser reproduzida

Leia mais

Vidro comun ou vidro Float

Vidro comun ou vidro Float Vidros Vidro comun ou vidro Float O vidro comum é a composição básica do vidro, antes de receber qualquer tipo de tratamento. Ele é feito a partir da mistura de sílica (areia), potássio, alumina, sódio

Leia mais

C.B.O. - Classificação Brasileira. de Ocupação do Ministério do. Trabalho e Emprego. Grande Grupo 7

C.B.O. - Classificação Brasileira. de Ocupação do Ministério do. Trabalho e Emprego. Grande Grupo 7 C.B.O. - Classificação Brasileira de Ocupação do Ministério do Trabalho e Emprego Grande Grupo 7 CÓDIGO 7661 - TRABALHADORES DA PRÉ-IMPRESSÃO GRÁFICA TÍTULO 7661-05 Copiador de chapa 7661-15 Gravador

Leia mais

CÓDIGO: APL008 Concepções e manifestações artísticas da pré-história ao início da idade moderna. (renascimento europeu).

CÓDIGO: APL008 Concepções e manifestações artísticas da pré-história ao início da idade moderna. (renascimento europeu). 43 RELAÇÃO DE EMENTAS CURSO: ARTES VISUAIS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINA: Artes Visuais I CÓDIGO: APL008 Concepções e manifestações artísticas da pré-história ao início da idade moderna. (renascimento

Leia mais

Serviços de. Impressão

Serviços de. Impressão Serviços de Impressão Serviços de Impressão Dispomos de uma unidade própria, equipada e especializada em todas as técnicas de personalização estamparia, serigrafia, tampografia, laser... cerca de 70% dos

Leia mais

ROTAS DE APRENDIZAGEM 2015-2016 ED. VISUAL 8.º Ano

ROTAS DE APRENDIZAGEM 2015-2016 ED. VISUAL 8.º Ano Projeto 1: ANIMAÇÂO GRÁFICA DA CAPA Professora: Elisabete Mesquita_mesquita.beta@gmail.com Objetivo Geral: Reinventar uma foto do aprendente através do desenho e colagem. Deste estudo resultará a ilustração

Leia mais

Não compreendo civilização sem papel. Ele se presta aos mais tristes e ignóbeis fins, mas isso não lhe macula a honra intrínseca.

Não compreendo civilização sem papel. Ele se presta aos mais tristes e ignóbeis fins, mas isso não lhe macula a honra intrínseca. Não compreendo civilização sem papel. Ele se presta aos mais tristes e ignóbeis fins, mas isso não lhe macula a honra intrínseca. Carlos Drummond de Andrade ORIGENS SUPORTE Antes do papel, o suporte da

Leia mais

22/04/2015. Publicidade Gráfica. Tipografia. Você sabe qual a importância da Tipografia no mundo em que vivemos?

22/04/2015. Publicidade Gráfica. Tipografia. Você sabe qual a importância da Tipografia no mundo em que vivemos? Publicidade Gráfica Tipografia Você sabe qual a importância da Tipografia no mundo em que vivemos? 1 Capa de Livro Capa de Revista 2 Cartaz Pôster de Filme 3 Grafitte 4 A tipografia do grego typos = forma

Leia mais

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA TÉCNICAS DE PRODUÇÃO GRÁFICA PROFESSOR: EDmilson Apolinario

FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA TÉCNICAS DE PRODUÇÃO GRÁFICA PROFESSOR: EDmilson Apolinario FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA TÉCNICAS DE PRODUÇÃO GRÁFICA PROFESSOR: EDmilson Apolinario Conceitos: Produção Gráfica é a tarefa de dar forma física às peças

Leia mais

EDITORA DE GRAVURA FINE ART - GICLÉE

EDITORA DE GRAVURA FINE ART - GICLÉE EDITORA DE GRAVURA FINE ART - GICLÉE www.galeriadegravura.com.br ÍNDICE 1 - Sobre Gravura 2 Xilogravura 3 Gravura em metal 4 Litogravura 5 Serigrafia 6 Fine Art / Giclée 7 História sobre o papel 8 Papéis

Leia mais

«O TEMPO DA MÁQUINA DE ESCREVER»

«O TEMPO DA MÁQUINA DE ESCREVER» «O TEMPO DA MÁQUINA DE ESCREVER» Sobre a coleção de máquinas de escrever da Caixa Geral de Depósitos A Máquina de Escrever marcou um período importante na história da tecnologia e a sua evolução foi uma

Leia mais

APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre. Aula 13

APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre. Aula 13 APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre Aula 13 Identidade Visual Embora você possa nunca ter ouvido falar em identidade visual, todos nós estamos sempre sendo bombardeados pelas identidades

Leia mais

Com a Fotografia foi assim também. Ela nasce movida pela curiosidade, em um processo que envolveu estudo, observação e muita experimentação.

Com a Fotografia foi assim também. Ela nasce movida pela curiosidade, em um processo que envolveu estudo, observação e muita experimentação. Capítulo I. História da Fotografia As leis da Física Ao longo de sua evolução o Homem foi descobrindo e inventando coisas, desenvolvendo conhecimento, tecnologia e instrumentos para suprir suas necessidades.

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer

Leia mais

Semana do Design 2009. Programação dos workshops 3/11-3ª-feira

Semana do Design 2009. Programação dos workshops 3/11-3ª-feira Semana do Design 2009 Programação dos workshops 3/11-3ª-feira Workshop 1. Tema: Design de personagens e Toy Art Professor: Marcelo Bosqueti Data: 3/11 Local: Oficina de marcenaria Proposta da atividade:

Leia mais

Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril

Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril Qual é o papel usado na impressão de revistas? Cada revista utiliza um tipo de papel diferente. Na gráfica são utilizados papéis do tipo LWC, SC, Couchê, Jornal

Leia mais

XiloBoletim. Boletim do Museu Casa da Xilogravura. Junho de 2010. (N 2, ano 1, série digital) GRANDE ARTISTA FRANCÊS NA TEMPORADA DE INVERNO 2010

XiloBoletim. Boletim do Museu Casa da Xilogravura. Junho de 2010. (N 2, ano 1, série digital) GRANDE ARTISTA FRANCÊS NA TEMPORADA DE INVERNO 2010 XiloBoletim Boletim do Museu Casa da Xilogravura Junho de 2010 (N 2, ano 1, série digital) GRANDE ARTISTA FRANCÊS NA TEMPORADA DE INVERNO 2010 De 1 de julho a 27 de setembro de 2010, o Museu Casa da Xilogravura

Leia mais

8º Ano 2015 4º Bimestre Artes Prof. Juva

8º Ano 2015 4º Bimestre Artes Prof. Juva 8º Ano 2015 4º Bimestre Artes Prof. Juva Manifestações de Arte Popular No Brasil a arte popular é aquela produzida por alguém que não possui uma instrução acadêmica em arte, mas produz obras que contém

Leia mais

P ROVA: página impressa, fora de escala industrial, para identificação de erros e

P ROVA: página impressa, fora de escala industrial, para identificação de erros e P ROVA: página impressa, fora de escala industrial, para identificação de erros e eventual correção anteriormente à impressão final. Existem vários tipos de prova de impressão e cada tipo recebe um nome

Leia mais

PRODUÇÃO GRÁFICA. Processos de Impressão: Offset

PRODUÇÃO GRÁFICA. Processos de Impressão: Offset PRODUÇÃO GRÁFICA Processos de Impressão: Offset PROCESSO DE IMPRESSÃO OFFSET O nome off-set (fora do lugar) vem do fato da impressão ser indireta, ou seja, a tinta passa por um cilindro intermediário,

Leia mais

MAURÍLIO, Rafael Hoffmann Bacharel em Comunicação Social Publicidade e Propaganda - UNISUL

MAURÍLIO, Rafael Hoffmann Bacharel em Comunicação Social Publicidade e Propaganda - UNISUL A importância da litografia para o desenvolvimento dos primeiros anos das artes gráficas no Brasil The importance of lithography to the development of the first years of graphic arts in Brazil MAURÍLIO,

Leia mais

Processo de Confecção de Placas de Circuito Impresso

Processo de Confecção de Placas de Circuito Impresso 1 CEFET Centro Federal de Educação Tecnológica de Pernambuco UNED Pesqueira Curso Técnico pós médio em Eletroeletrônica Disciplina: Eletrônica Analógica Processo de Confecção de Placas de Circuito Impresso

Leia mais

Informações Gerais. O que é Water Transfer Printing?

Informações Gerais. O que é Water Transfer Printing? Informações Gerais Provedora de soluções para o processo de Water Transfer Printing a PROJFIX está no mercado com o objetivo de trazer qualidade para o segmento no Brasil, comercializando produtos de alto

Leia mais

Espectro Eletromagnético. Espectro Eletromagnético. Onda Curta - Radio. Vermelho. Laranja Amarelo. Luz Visível. Luz Visível. Verde. Azul.

Espectro Eletromagnético. Espectro Eletromagnético. Onda Curta - Radio. Vermelho. Laranja Amarelo. Luz Visível. Luz Visível. Verde. Azul. Aplliicações Ulltraviiolleta p. 1/12 Utiilliizando Tecnollogiia de Ponta UV na Indústtrri I ia Grráffi ica e Moveleirra Sumárri io 1. INTRODUÇÃO Nesta Palestra: - O que são raios ultravioleta e infravermelho

Leia mais

Inovações organizacionais e de marketing

Inovações organizacionais e de marketing e de marketing Pesquisa de Inovação 2011 Tabela 1.1.22 -, total e as que não implementaram produto ou processo e sem projetos, com indicação das inovações e gás - Brasil - período 2009-2011 (continua)

Leia mais

Aula 1 - Cordel. professor Rafael Hoffmann

Aula 1 - Cordel. professor Rafael Hoffmann Aula 1 - Cordel professor Rafael Hoffmann Folhetos escritos em verso vendidos pelos próprios autores pendurados em barbantes (ou cordéis) em barracas de feiras no Nordeste. Origem em Portugal no século

Leia mais

Capa e contracapa: detalhe de xilogravura de Maria Bonomi GRAVADO

Capa e contracapa: detalhe de xilogravura de Maria Bonomi GRAVADO GRAVADO Capa e contracapa: detalhe de xilogravura de Maria Bonomi GRAVADO Sumário Apresentação: visitas mediadas no Sesc e a preparação de estudantes para imersões em processos culturais p.5 O dia da visita:

Leia mais

O mais importante é tentar criar algo novo, sem negar a fonte que serviu de inspiração.

O mais importante é tentar criar algo novo, sem negar a fonte que serviu de inspiração. O que é releitura? A proposta dessa mostra é fazer um convite para se conhecer obras de arte em profundidade e, ao mesmo tempo, usar ao máximo a criatividade individual ao tentar recriá-las. Um exemplo

Leia mais

Professora Orientadora: Patricia Fernades de Paiva Marcotti Turma: 7ª série A Disciplina: Artes

Professora Orientadora: Patricia Fernades de Paiva Marcotti Turma: 7ª série A Disciplina: Artes ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR LÉO KOHLER ENSINO FUNDAMENTAL II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA: LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA PROJETO: A Arte da Decoupage Professora Orientadora: Patricia Fernades de

Leia mais

MANUAL DE GRAVAÇÃO. Aplicando corretamente o logo de seus clientes

MANUAL DE GRAVAÇÃO. Aplicando corretamente o logo de seus clientes Aplicando corretamente o logo de seus clientes Elaboramos esse pequeno manual de gravação, para que você esteja informado e informe seu cliente, sobre a gravação do seu logotipo, nas canetas CROWN. Após

Leia mais

Quadricromia. e as Retículas AM e FM

Quadricromia. e as Retículas AM e FM Quadricromia e as Retículas AM e FM A retícula A retícula tradicional ou convencional AM (Amplitude Modulada) é composta de pontos eqüidistantes e com dimensões variáveis. A retícula A retícula tradicional

Leia mais

Os diferentes modos de registro imagético expressam. o espírito de seu tempo utilizando materiais. e meios que são produtos próprios da época.

Os diferentes modos de registro imagético expressam. o espírito de seu tempo utilizando materiais. e meios que são produtos próprios da época. IMAGEM E HISTÓRIA Os diferentes modos de registro imagético expressam o espírito de seu tempo utilizando materiais e meios que são produtos próprios da época. Pintura Rupestre mãos pincéis de penas e pêlos

Leia mais

2624 :: Artistas visuais,desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais

2624 :: Artistas visuais,desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais 2624 :: Artistas visuais,desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais 2624-05 - Artista (artes visuais) Aquarelista, Artesão (artista visual), Artista plástico, Caricaturista,

Leia mais

Regulagem do grupo impressor

Regulagem do grupo impressor Regulagem do grupo impressor Descrição do grupo impressor flexográfico típico e sua regulagem básica Robson Yuri 2 REGULAGEM DO GRUPO IMPRESSOR Regulagem do grupo impressor. Por Robson Yuri* Os grupos

Leia mais

Acesse: http://fuvestibular.com.br/

Acesse: http://fuvestibular.com.br/ Esse molde é (quase) para sempre Manuais ou mecanizados, de precisão, não importa qual o processo de fundição que tenhamos estudado até agora, todos tinham em comum duas coisas: o fato de que o material

Leia mais

CATEGORIAS E GRUPOS PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE. 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria;

CATEGORIAS E GRUPOS PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE. 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria; CATEGORIAS E PARA ENQUADRAMENTO IMPORTANTE 1.- Para cada x assinalado, enviar no mínimo 02 (dois) atestados de cada categoria; 2.- Os atestados deverão: 2.1.- Ser apresentados rigorosamente de acordo com

Leia mais

Dobramento. e curvamento

Dobramento. e curvamento Dobramento e curvamento A UU L AL A Nesta aula você vai conhecer um pouco do processo pelo qual são produzidos objetos dobrados de aspecto cilíndrico, cônico ou em forma prismática a partir de chapas de

Leia mais

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905 KIT Nº 1 KIT Nº 2 01 Bandeja Grande Ref.0.2823 01 Rolo de Espuma Pop 23 cm Ref.0.13 com cabo Ref. 0.2072 01 Rolo de Espuma Pop 09 cm com cabo Ref. 0.1109. 01 Rolo de Espuma Pop 05 cm c/ cabo Ref. 0.1105

Leia mais

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA ARTES VISUAIS 15 DE NOVEMBRO DE 2009 Início: 8h ÜËÎßY]Ñ Üß ÐÎÑÊßæ ìø Conteúdo: 20 questões objetivas e 4questões práticas Este caderno não será liberado. NOME: CARTEIRA Nº PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

- Pisos e revestimentos Industriais (pinturas especiais, autonivelantes, uretânicas, vernizes...);

- Pisos e revestimentos Industriais (pinturas especiais, autonivelantes, uretânicas, vernizes...); A TECNIKA iniciou suas atividades em meados de 2003, impulsionada pela demanda do mercado, sempre preocupada em buscar e oferecer soluções técnicas inovadoras, tendo como focos principais as áreas de impermeabilização

Leia mais

PARECER SINDICAL de Atividade Econômica Preponderante.

PARECER SINDICAL de Atividade Econômica Preponderante. Reconhecida pelo Ministério do Trabalho - Base Territorial: Estado de São Paulo CATEGORIA DIFERENCIADA REPRESENTADA PELOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS GRÁFICAS DA GRAVURA - IMPRESSÃO - PRÉ-IMPRESSÃO E

Leia mais

Special Effects for Print. Design em uma nova dimensão com o Process Metallic Color System por Color-Logic

Special Effects for Print. Design em uma nova dimensão com o Process Metallic Color System por Color-Logic Special Effects for Print Design em uma nova dimensão com o Process Metallic Color System por Color-Logic Process Metallic Color System O sistema Process Metallic Color System (Sistema de Cores Metálicas

Leia mais

TÉCNICO DE ARTES GRÁFICAS

TÉCNICO DE ARTES GRÁFICAS Saída Profissional 03.01 TÉCNICO DE ARTES GRÁFICAS O Técnico de Artes Gráficas é um profissional qualificado, conhecedor do fluxo de produção gráfica, e apto para o exercício de profissões ligadas à composição,

Leia mais

FOLHETOS COLORIDOS COUCHÊ BRILHO. Qtde. 4 x 0 4 x 4. 4 x 4 5.000 10.000 175,00 225,00 360,00 235,00 20.000 330,00 505,00 5.000 10.

FOLHETOS COLORIDOS COUCHÊ BRILHO. Qtde. 4 x 0 4 x 4. 4 x 4 5.000 10.000 175,00 225,00 360,00 235,00 20.000 330,00 505,00 5.000 10. Tabela de Preços 115 grs Qtde. COUCHÊ BRILHO.500.500.500.500.500.500.500 10 x 15 160,00 05,00 300,00 10 x 1 180,00 50,00 400,00 15 x 1 50,00 375,00 610,00 15 x 0 PROMOÇÃO SOMENTE NO 4 X 4 0 x 1 335,00

Leia mais

A soma será feita da seguinte forma:

A soma será feita da seguinte forma: TESTE VOCACIONAL Teste sua vocação Testes vocacionais não fazem milagres, não têm poder de apontar uma única profissão a ser seguida, mas são um bom norte acerca de aptidões e interesses. O questionário

Leia mais

2 APRESENTAÇÃO. O Projeto foi aplicado no Centro Educacional Luiz de Camões.

2 APRESENTAÇÃO. O Projeto foi aplicado no Centro Educacional Luiz de Camões. TEMA : A GRAVURA E EU NO CONTEXTO POLÍTICO ATUAL 2 APRESENTAÇÃO O Projeto foi aplicado no Centro Educacional Luiz de Camões. OFICINA: GRAVURA ARTES VISUAIS EIXO TEMÁTICO: LITERATURA E LINGUAGEM VISUAL

Leia mais

I CONCURSO DE ARTE IMPRESSA CONTEMPORÂNEA GOETHE-INSTITUT PORTO ALEGRE

I CONCURSO DE ARTE IMPRESSA CONTEMPORÂNEA GOETHE-INSTITUT PORTO ALEGRE I CONCURSO DE ARTE IMPRESSA CONTEMPORÂNEA GOETHE-INSTITUT PORTO ALEGRE 1.OBJETO DA SELEÇÃO 1.1. Dando destaque à gravura, campo de forte tradição no Brasil e na Alemanha, foi criado o I Concurso de Arte

Leia mais

DESIGN DE MOEDAS ENTREVISTA COM JOÃO DE SOUZA LEITE

DESIGN DE MOEDAS ENTREVISTA COM JOÃO DE SOUZA LEITE DESIGN DE MOEDAS ENTREVISTA COM JOÃO DE SOUZA LEITE Por Sérgio Cohn Sergio Cohn: Como foram as suas experiências na criação de cédulas ao lado do Aloísio Magalhães? João de Souza Leite: Eu tive duas experiências

Leia mais

Curso de Confecção de Placas de Circuito. Aula 2 SEMANA ACADÊMICA 2013/1 PET-COMPUTAÇÃO

Curso de Confecção de Placas de Circuito. Aula 2 SEMANA ACADÊMICA 2013/1 PET-COMPUTAÇÃO Curso de Confecção de Placas de Circuito Aula 2 SEMANA ACADÊMICA 2013/1 PET-COMPUTAÇÃO Filipe Avila Soares Txai Durigon Wieser Alexandre Wermann Felipe Alberto Nogueira Súmula da Aula 2 Técnicas de confecção

Leia mais

ENQUADRAMENTO SINDICAL DO RAMO DE ATIVIDADES DE INDÚSTRIAS GRÁFICAS - JORNAIS E REVISTAS

ENQUADRAMENTO SINDICAL DO RAMO DE ATIVIDADES DE INDÚSTRIAS GRÁFICAS - JORNAIS E REVISTAS ENQUADRAMENTO SINDICAL DO RAMO DE ATIVIDADES DE INDÚSTRIAS GRÁFICAS - JORNAIS E REVISTAS Relação dos segmentos e produtos gráficos CNAE - IBGE. Pelo presente estamos apresentando a Relação Atividas Gráficas

Leia mais

PROJETO RODA DE CORDÉIS

PROJETO RODA DE CORDÉIS PROJETO RODA DE CORDÉIS Justificativa Os alunos do Centro Cultural Capoeira Cidadã buscam a Capoeira e as outras atividade da ONG por já terem uma forte afinidade com o ritmo, a música e a rima presentes

Leia mais

Porque as. cores mudam?

Porque as. cores mudam? Porque as cores mudam? O que são cores? As cores não existem materialmente. Não possuem corpo, peso e etc. As cores correspondem à interpretação que nosso cérebro dá a certo tipo de radiação eletro-magnética

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA Técnicas de impressão- processo e histórico das artes gráficas: Serigrafia, xilogravura, gravura em metal e litografia. Por:

Leia mais

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 FÉRIAS DE VERÃO. www.museuberardo.pt/ferias

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 FÉRIAS DE VERÃO. www.museuberardo.pt/ferias Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 www.museuberardo.pt/ferias 29 junho 3 julho 2 Verão modernista Pinturas cubistas, pinturas abstratas, pinturas surrealistas, pinturas expressionistas, pinturas

Leia mais

PRENSA DIGITAL PLANA COM AUTO-OPEN

PRENSA DIGITAL PLANA COM AUTO-OPEN PRENSA DIGITAL PLANA COM AUTO-OPEN 1 4 2 3 5 7 6 DESENHO DA MONTAGEM 01. Controlador digital GY-04 02. Botão de ajuste da pressão 03. Eletroímã 04. Interruptor 05. Fusível 06. Cabo de alimentação 07. Base

Leia mais

Encontro Inter-Regional para Países de Língua Portuguesa sobre a Implementação do Tratado de Marraquexe. Cabo Verde Praia 15 a 19 de junho de 2015

Encontro Inter-Regional para Países de Língua Portuguesa sobre a Implementação do Tratado de Marraquexe. Cabo Verde Praia 15 a 19 de junho de 2015 Encontro Inter-Regional para Países de Língua Portuguesa sobre a Implementação do Tratado de Marraquexe Cabo Verde Praia 15 a 19 de junho de 2015 Como criar obras em formato acessível: Braille Por: Elise

Leia mais

APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DE ROBÔS

APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DE ROBÔS Material de estudo APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DE ROBÔS 2010 Lívia F. Silva Mendes APLICAÇÕES INDUSTRIAIS DE ROBÔS Os robôs têm vindo a ser utilizados numa gama muito variada de aplicações industriais. As primeiras

Leia mais

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA PRINCÍPIOS ORIENTADORES A manipulação e experiência com os materiais, com as formas e com as cores permite que, a partir de descobertas sensoriais, as crianças desenvolvam

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da

Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Informação e Documentação Disciplina: Conservação e Restauração

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 2ª SÉRIE

LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 2ª SÉRIE LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES FÍSICA - A - 2012 ALUNO: TURMA: CARTEIRA: MATRÍCULA: DATA: / / Unidade 01 - Introdução à Óptica Geométrica Unidade 02 - Reflexão da Luz REFAZER OS EXERCÍCIOS DO LIVRO:

Leia mais

Papel Reciclado Artesanal Branco com Cascas de Cebola

Papel Reciclado Artesanal Branco com Cascas de Cebola Papel Reciclado Artesanal Branco com Cascas de Cebola 1 Técnica utilizada: reciclagem de papel com cascas de cebola Materiais 2 Papel para reciclar (sulfite, formulário contínuo ou outros papéis que não

Leia mais

Filial Lisboa. 2635-224 Rio de Mouro - Portugal Tel. +351 219176223 Fax. +351 219176224 E-mail : lusorol.lx@lusorol.pt

Filial Lisboa. 2635-224 Rio de Mouro - Portugal Tel. +351 219176223 Fax. +351 219176224 E-mail : lusorol.lx@lusorol.pt Apresentação Constituída em 04-03-1992, a LUSOROL afirma-se hoje como a mais moderna fábrica portuguesa no fabrico e revestimento de rolos em borracha, para diversos sectores de actividade como os têxtil,

Leia mais

59 Brunimento, lapidação, polimento

59 Brunimento, lapidação, polimento A U A UL LA Brunimento, lapidação, polimento Apesar de todos os cuidados, as peças usinadas e mesmo as de acabamento em máquina, como é o caso da retificação, apresentam sulcos ou riscos mais ou menos

Leia mais

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos.

Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. Obrigado por ter adquirido os nossos produtos. A Lavore Móveis segue um rigoroso controle de qualidade com o objetivo de garantir a total satisfação dos nossos clientes. Para conservação do mobiliário

Leia mais

INSTRUÇÕES DE CROSSOVER

INSTRUÇÕES DE CROSSOVER INSTRUÇÕES DE CROSSOVER Esta característica faz com que vários calços obsoleto. Parabéns pela sua possuir o mais recente desenvolvimento em Die Cut e Embossing Sistema de Papel e Tecido Crafting! Este

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA

PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA Escola Estadual Leontino Alves de Oliveira PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA Rio Negro MS, Setembro de 2012. Identificação Escola Estadual Leontino Alves de Oliveira Cidade: Rio Negro MS Período: Setembro

Leia mais

A c r. i l. o s. TRANSFORMAMOS AS SUAS IDEIAS Tel: 244.618.700 Fax:244.618.709 Email:geral@vidrariadujoca.com Site: www.vidrariadujoca.

A c r. i l. o s. TRANSFORMAMOS AS SUAS IDEIAS Tel: 244.618.700 Fax:244.618.709 Email:geral@vidrariadujoca.com Site: www.vidrariadujoca. A c r i l i c o s ACRILICO VAZADO Frost É um acrílico parecido com o vidro fosco, com ambas as faces foscas fácil de transformar com o calor. Frost Anti-reflexo Funciona como no vidro anti-reflexo, pretende

Leia mais

Campo de medição: Segurança: Manual de Instruções

Campo de medição: Segurança: Manual de Instruções SAEP067 - Termómetro Profissional de infravermelhos com mira laser Manual de Instruções Características: - Medições precisas, sem necessidade de contacto - Mira laser incorporada - Botão para mudança entre

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES:

LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS - CGIC Concurso Público (Aplicação: 07/08/2011) Cargo: Técnico em Artes Gráficas/Classe D-101 LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES: Verifique,

Leia mais

INTRODUÇÃO REDUZIR OS IMPACTOS AMBIENTAIS. POR OUTRO

INTRODUÇÃO REDUZIR OS IMPACTOS AMBIENTAIS. POR OUTRO INTRODUÇÃO OS METAIS SÃO ATUALMENTE ESSENCIAIS PARA O NOSSO COTIDIANO. OS QUE SÃO MAIS UTILIZADOS SÃO O ALUMÍNIO (EM LATAS), O COBRE (NOS CABOS DE TELEFONE), O CHUMBO (EM BATERIAS DE AUTOMÓVEIS), O NÍQUEL

Leia mais

Recomendações sobre papel fotográfico importado pela MASTERPRINT

Recomendações sobre papel fotográfico importado pela MASTERPRINT Recomendações sobre papel fotográfico importado pela MASTERPRINT Papel Fotográfico Glossy Paper Tipo: 115 gramas / 135 gramas / 150 gramas / 120 gramas / 180 gramas / 180 gramas Premium / 230 gramas /

Leia mais

LUZ E SOMBRA NA ARTE

LUZ E SOMBRA NA ARTE LUZ E SOMBRA NA ARTE A luz e a sombra são elementos fundamentais da linguagem visual. Com elas podemos criar no desenho, na pintura e escultura belíssimos efeitos como o de dilatação do espaço, o de profundidade

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA SUBLIMÁTICA 8X1

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA SUBLIMÁTICA 8X1 MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA SUBLIMÁTICA 8X1 1. Identificação dos elementos da prensa 8X1: JTSD72 Antes de ligar a prensa e iniciar seu trabalho é indispensável verificar se a

Leia mais

Polias e correias. Polias

Polias e correias. Polias A U A UL LA Polias e correias Introdução Às vezes, pequenos problemas de uma empresa podem ser resolvidos com soluções imediatas, principalmente quando os recursos estão próximos de nós, sem exigir grandes

Leia mais

NELA HAO (somente dobramento ou perfuração/dobramento) NELA Benchmark (somente dobramento ou perfuração/dobramento) Alimentação automática de chapas.

NELA HAO (somente dobramento ou perfuração/dobramento) NELA Benchmark (somente dobramento ou perfuração/dobramento) Alimentação automática de chapas. Dobradoras NELA HAO (somente dobramento ou perfuração/dobramento) A NELA HAO é uma solução integrada econômica para clientes que estejam procurando por maior produtividade com chapas. As operações de perfuração

Leia mais

Informação Técnica 10.08.01 E 09.2003 Offset Serviços. Molhagem em impressão offset Fatos importantes para o uso nos aditivos de molhagem offset 1/5

Informação Técnica 10.08.01 E 09.2003 Offset Serviços. Molhagem em impressão offset Fatos importantes para o uso nos aditivos de molhagem offset 1/5 Informação Técnica 10.08.01 E 09.2003 Offset Serviços Molhagem em impressão offset Fatos importantes para o uso nos aditivos de molhagem offset 1/5 O processo de impressão offset Offset continua a ser

Leia mais

Agfa Graphics na InPrint 2015 a integração da impressão à produção

Agfa Graphics na InPrint 2015 a integração da impressão à produção na InPrint 2015 a integração da impressão à produção O poder da impressão de jato de tinta em aplicações industriais. Mortsel, 30 de outubro de 2015 A, durante a InPrint, está se posicionando como parceira

Leia mais

Versão 1. Versão 2. Tipos de aplicação da marca

Versão 1. Versão 2. Tipos de aplicação da marca Aplicações Tipos de aplicação da marca 01 São aceitas duas aplicações, horizontal e vertical, com redução proporcional do letreiro em relação ao desenho no segundo caso. Versão 1 Versão 2 Versão para aplicação

Leia mais

Apresenta. Oficina de Stencil

Apresenta. Oficina de Stencil Apresenta Oficina de Stencil Stencil Não é apenas uma pintura qualquer criada a partir de um molde, é uma técnica de pintura que ficou famosa no mundo todo por ser rápida e simples, promovendo a comunicação

Leia mais

PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA

PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA EJA - Ensino Fundamental 2º Segmento GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA Fase/Ano: 4ª Fase -6º e 7º Ano Ano Letivo: 2014 Componente Curricular: História Professores do Estúdio: Cláudio

Leia mais

" o CUíEMIIíHA RUEAL " (Uma experiência criativa do MEB/Piaui) Cineminha Rural: uma experiência criativa do MEB/Piauí. s/d. Fundo MEB. Acervo CEDIC.

 o CUíEMIIíHA RUEAL  (Uma experiência criativa do MEB/Piaui) Cineminha Rural: uma experiência criativa do MEB/Piauí. s/d. Fundo MEB. Acervo CEDIC. MS " o CUíEMIIíHA RUEAL " (Uma experiência criativa do MEB/Piaui) INTRODUÇÃO A experiência que estamos apresentando a vocês foi realizada pelo MEB do Piauí e esta sendo usada com muito bons resultados.

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA FAPERJ

MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA FAPERJ MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA FAPERJ ÍNDICE A marca FAPERJ 01 Malha de construção geométrica 02 Cor institucional 03 Cores monocromáticas 04 Versão preto e branco/negativo 05 Fonte tipográfica padrão 06

Leia mais

Gravação com laser da Trotec

Gravação com laser da Trotec Manual para Gravação com laser da Trotec www.troteclaser.com Dicas e truques para gravação a laser Índice 3 Introdução 3 Quais as aplicações da máquina a laser? 4 Fontes de laser e suas opções 4 Lasers

Leia mais

Origem. A Tipografia se originou da Xilogravura. Foi invertada em 1440 por Gutenberg. Tinta. Gordurosa e pastosa. Forma

Origem. A Tipografia se originou da Xilogravura. Foi invertada em 1440 por Gutenberg. Tinta. Gordurosa e pastosa. Forma Tipografia TIPOGRAFIA Sistema de impressão direta. A Tipografia foi o primeiro e por muito tempo o principal sistema de impressão. Aos poucos está sendo substituído por sistemas mais modernos de impressão.

Leia mais

INFORMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO I

INFORMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO I CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ INFORMÁTICA PARA ADMINISTRAÇÃO I Unidade II O usuário se comunica com o núcleo do computador (composto por CPU e memória principal) através de dispositivos de entrada

Leia mais

Capitulo II - Máquinas e equipamentos

Capitulo II - Máquinas e equipamentos Invenções, desenhos, ideias e projectos por Mário Loureiro Capitulo II - Máquinas e equipamentos 1988 - Mesa de corte de madeira Para fabricar colunas de som é necessário cortar as placas de contraplacado

Leia mais

INSTALAÇÃO e MANUTENÇÃO de MICRO COMPUTADORES

INSTALAÇÃO e MANUTENÇÃO de MICRO COMPUTADORES INSTALAÇÃO e MANUTENÇÃO de MICRO COMPUTADORES 2010/2011 1 Equipamentos informáticos Hardware e Software Hardware refere-se aos dispositivos físicos (electrónicos, mecânicos e electromecânicos) que constituem

Leia mais

2 Editoração Eletrônica

2 Editoração Eletrônica 8 2 Editoração Eletrônica A década de 80 foi um marco na história da computação. Foi quando a maioria dos esforços dos desenvolvedores, tanto de equipamentos, quanto de programas, foram direcionados para

Leia mais

Prof. Célio Conrado 1

Prof. Célio Conrado 1 O usuário se comunica com o núcleo do computador (composto por CPU e memória principal) através de dispositivos de entrada e saída (dispositivos de E/S). Todo objeto que faz parte do sistema e tem por

Leia mais