PROGRAMA DE ANTICOAGULA- ÇÃO ORAL COMO FUNCIONA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE ANTICOAGULA- ÇÃO ORAL COMO FUNCIONA"

Transcrição

1 ANTICOAGULAÇÃO ORAL

2 PROGRAMA DE ANTICOAGULA- ÇÃO ORAL O controle do uso do anticoagulante oral nas clínicas especializadas garante um tratamento mais adequado e seguro. COMO FUNCIONA A Hematológica possui uma parceria com o Laboratório São Paulo, que disponibiliza a coleta domiciliar do seu RNI. Como para a realização do RNI não é necessário o jejum, pode-se colhê-lo a qualquer hora do dia e em qualquer lugar (checar se o Laboratório São Paulo atende seu convênio). Item opcional, você pode realizar seu RNI onde lhe for conveniente. O resultado é liberado no mesmo dia. É necessário entrar em contato com a Hematológica todos os dias que o RNI for realizado. Quando então, será ajustada a dose do anticoagulante oral e programaremos à próxima data de coleta do RNI. O contato tem que ser realizado com a clínica, pois é lá onde temos todos os seus dados. Depois disso, será completada sua tabela de controle de anticoagulação. Sempre no dia anterior à coleta do seu RNI entraremos em contato para agendar a hora e local. A realização do controle da dose do anticoagulante oral através do RNI deve ser feita no máximo com intervalos mensais. No inicio da anticoagulação esses intervalos

3 serão menores e à medida que o RNI vai entrando na faixa terapêutica (2,00 a 3,00) as dosagens serão espaçadas. O mais importante no inicio do seu tratamento é a manutenção do RNI entre 2,00 e 3,00. A pesquisa das trombofilias tem importância no momento de decidirmos sobre a suspensão do anticoagulante oral (tempo mínimo de anticoagulação 3 a 6 meses). ORIENTAÇÕES PARA USO DE ANTICOAGULANTES Você está em uso de um medicamento que tem como objetivo impedir que ocorra um novo episódio ou a extensão da trombose (formação de coágulos). Este exerce seu efeito anticoagulante através da sua interferência no ciclo da vitamina K (lentificação na formação de coágulos). A vitamina K é importante no funcionamento adequado de algumas proteínas pró-coagulantes (fatores II, VII, IX e X). O controle da dose do anticoagulante oral é realizado através das dosagens do RNI (razão normatizada internacional) que é derivado da atividade de protrombina. No uso do anticoagulante oral não importa a quantidade de comprimidos tomados e sim o valor do RNI. Motivos da dificuldade de controle do anticoagulante oral: Janela terapêutica estreita (RNI entre 2,00 e 3,00. Alguns pacientes de 1,50 a 2,00); Grande variabilidade de dose-resposta entre os pacientes;

4 Possibilidade de interação com outras drogas e alimentos; Importância na facilidade de comunicação entre os pacientes e a clínica de anticoagulação ou com o médico assistente; Importância da realização do RNI sempre no mesmo laboratório (local de confiança); RNIs baixos significam que você não esta anticoagulado (risco de recorrência da trombose) e RNIs altos significam que a anticoagulação esta excessiva (risco de sangramento). CUIDADOS GERAIS Tome apenas a dose prescrita por seu médico; Não deixe de realizar os exames de controle (RNI), na data prevista para regular a dose do medicamento. O intervalo máximo entre os exames deve ser de 4 semanas para os pacientes com o RNI alvo entre 2,00 e 3,00 e de 6 a 8 semanas para os pacientes com o RNI alvo entre 1,50 a 2,00. Pacientes acima de 65 anos devem ser monitorizados com intervalo de 3 semanas; Qualquer medicamento que venha a ser usado por tempo prolongado, maior que 5 dias, pode interferir no seu RNI, faça um RNI 5 a 7 dias após o início e 5 a 7 dias após o término deste (caso não seja um medicamento de uso por tempo indeterminado), comunique com a clínica de anticoagulação; Suplementos vitamínicos e medicamentos fitoterápicos também podem interferir no RNI (mesma conduta acima); Evite bebidas alcoólicas (não são proibidas, mas devem ser ingeridas de forma

5 moderada). Entre as bebidas alcoólicas o vinho é o que menos interfere no RNI; Em caso de aparecimento de vários hematomas espontâneos ou sangramento importante colha um RNI entre em contato com a clínica de anticoagulação (mantenha-se calmo); Dê preferência em tomar a varfarina à noite. Desta forma sua dose pode ser ajustada no mesmo dia da coleta do exame (RNI). Caso você esqueça-se de tomar a varfarina na hora habitual, tome atrasado (até a manhã do dia seguinte). É melhor você tomar a varfarina atrasado do que não tomar; Em caso de gravidez (ou suspeita), comunicar imediatamente; Alimentação: todos os alimentos ricos em vitamina K devem ter sua ingestão em quantidades estáveis. As verduras, folhas verdes, são os alimentos mais ricos em vitamina K. Sugerimos que estes sejam ingeridos em quantidade estáveis durante a semana. O problema são as mudanças drásticas na alimentação, exclusão total do verde ou aumento importante destes. Se por algum motivo você for modificar seus hábitos alimentares devemos estar checando o RNI aproximadamente 10 dias após a mudança. Pacientes com ingestão muito baixa de vitamina K podem ter maior dificuldade para controlar sua anticoagulação; Todos os procedimentos cirúrgicos devem ser previamente informados, pois o preparo para as cirurgias deve ser iniciado de 4 a 5 dias antes do procedimento. Em caso de cirurgias de urgência o efeito do anticoagulante oral pode ser convertido imediatamente com plasma fresco congelado ou concentrado do complexo protrombínico (dar preferência pela segunda opção). Informe ao médico sobre o uso do anticoagulante; Os procedimentos dentários que merecem estes mesmos cuidados são as cirur-

6 gias de gengiva e extrações dentárias. Obturações, limpeza e realização de canais podem ser realizadas sem que haja a suspensão do anticoagulante oral; Estados hipermetabólicos como hipertireoidismo descontrolado e febre podem potencializar o efeito do anticoagulante oral; Ande sempre com você com o seu cartão identificador. HEMATOMAS E SANGRAMENTOS O risco de sangramento esta diretamente relacionado com o valor do RNI, sendo que valores acima de 5,0 começam a aumentar de forma significativa a chance de sangramentos espontâneos. Tempo de permanência na faixa terapêutica (RNI entre 2,00e 3,00) também é um marcador de risco de sangramento e recorrência da trombose. Quanto mais tempo você ficar dentro da faixa menos risco você esta correndo. Esta é uma das vantagens do seu controle ocorrer em uma clínica especializada em anticoagulação, onde tem-se comprovação científica de um tempo de permanência na faixa terapêutica maior que quando este controle é realizado fora destas. Características dos pacientes associados a aumento no risco de sangramento: Idade Compreensão do tratamento; Uso concomitante de vários outros medicamentos (polifarmacoterapia); Hipertensão arterial descontrolada; Insuficiência renal;

7 Insuficiência hepática ou alcoolismo; Diabetes mellitus; Uso concomitante de antiagregantes plaquetários (drogas que contenham ácido acetilsalissílico: aspirina, AAS, bufferin, somalgin, melhoral, etc; Antiinflamatórios não esteróides em geral: voltaren, nisulid, indocid, cataflan, profenid, etc. Estes medicamentos acima não são proibidos, devem ser evitados, pois interferem na coagulação em outro ponto (agregação plaquetária), aumentando o risco de sangramento. Alguns pacientes tem indicação da associação anticoagulante oral e AAS. O uso dos antiinflamatórios por períodos limitados (3 a 5 dias) é seguro. Os hematomas e sangramentos são complicações potenciais do tratamento; Hematomas pequenos e isolados não são preocupantes; As complicações hemorrágicas podem ser rapidamente reversíveis com uso de vitamina K, plasma fresco congelado ou concentrado de complexo protrombínico; Observar sinais indiretos de sangramento como aspecto das fezes (comunicar em caso de fezes escuras - aparência de borra de café), dor de cabeça muito forte de início súbito, alterações visuais súbitas, urina avermelhada, dentre outros; Em caso de sangramento comunicar imediatamente ao seu médico; A melhor maneira de evitar sangramentos ou recorrência da trombose é manter o anticoagulante oral em níveis terapêuticos (RNI entre 2,0 e 3,0).

8 Responsável Técnico: Dr. José dos Santos Quintão - CRMMG Rua dos Otoni, º andar - Sta. Efigênia - Belo Horizonte - MG Tel: (31) Fax: (31)

Terapêutica anticoagulante oral

Terapêutica anticoagulante oral Terapêutica anticoagulante oral Quando iniciar? Quando e como suspender? Quando parar definitivamente? Eugénia Cruz e Sara Morais Serviço de Hematologia Clínica, Hospital de Santo António 1º Encontro Proximidade

Leia mais

Recomendações aos usuários de warfarin (marevan;coumadin)

Recomendações aos usuários de warfarin (marevan;coumadin) Recomendações aos usuários de warfarin (marevan;coumadin) Para que serve este medicamento? Este medicamento é usado para evitar que o sangue forme coágulos dentro dos vasos, situação em que são chamados

Leia mais

Dúvidas frequentes sobre exames laboratoriais.

Dúvidas frequentes sobre exames laboratoriais. Dúvidas frequentes sobre exames laboratoriais. Remédios interferem em exames laboratoriais? Alguns, sim. Os antibióticos e os anti-inflamatórios, por exemplo, interferem nos testes de coagulação do sangue,

Leia mais

Quando o sangue forma massas de coágulos dentro dos vasos, essas massas recebem o nome de trombos. Frequentemente os trombos são friáveis, ou seja,

Quando o sangue forma massas de coágulos dentro dos vasos, essas massas recebem o nome de trombos. Frequentemente os trombos são friáveis, ou seja, 1 Prezado paciente Se você está em tratamento com anticoagulante oral, saiba que essa substância é muito eficaz para prevenir a ocorrência de tromboses e embolias, que são complicações sérias resultantes

Leia mais

SAF. Síndrome do Anticorpo Antifosfolipídeo

SAF. Síndrome do Anticorpo Antifosfolipídeo SAF Síndrome do Anticorpo Antifosfolipídeo CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO: Comissão de Vasculopatias ILUSTRAÇÃO DA CAPA: Gilvan Nunes EDITORAÇÃO: Rian Narcizo Mariano PRODUÇÃO: www.letracapital.com.br Copyright

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 305/2014 Rivaroxabana (Xarelto )

RESPOSTA RÁPIDA 305/2014 Rivaroxabana (Xarelto ) RESPOSTA RÁPIDA 305/2014 Rivaroxabana (Xarelto ) SOLICITANTE Eduardo Soares de Araújo Juíz de Direito Comarca de Andradas MG NÚMERO DO PROCESSO 14.2723-1 DATA 03/06/2014 Proc. 14.2723-1 Autor: VALDECI

Leia mais

PREPARO PARA EXAME DE URETROCISTOGRAFIA

PREPARO PARA EXAME DE URETROCISTOGRAFIA PREPARO PARA EXAME DE URETROCISTOGRAFIA Todos pacientes deverão vir acompanhadas por um responsável legal maior de 18 anos. NA VESPERA DO EXAME: Café da manhã normal. Almoço leve. No jantar uma sopa de

Leia mais

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU. Av. Joana Angélica, 1312, Prédio Principal, sala 404 Nazaré. Tel.: 71 3103-6436 / 6812.

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU. Av. Joana Angélica, 1312, Prédio Principal, sala 404 Nazaré. Tel.: 71 3103-6436 / 6812. ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 08 /2014 - CESAU Salvador, 23 de janeiro de 2014. OBJETO: Parecer. - Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde- CESAU REFERÊNCIA:xxxPromotoria da Justiça de xxx/dispensação

Leia mais

Uso de antiagregantes plaquetários e antitrombóticos em pacientes adultos com dengue Protocolo

Uso de antiagregantes plaquetários e antitrombóticos em pacientes adultos com dengue Protocolo INSTITUTO NACIONAL DE CARDIOLOGIA DE LARANJEIRAS / NÚCLEO DE BIOESTATÍSTICA E BIOINFORMÁTICA Uso de antiagregantes plaquetários e antitrombóticos em pacientes adultos com dengue Protocolo Bernardo Rangel

Leia mais

Réus: Município de Belo Horizonte e Estado de Minas Gerais

Réus: Município de Belo Horizonte e Estado de Minas Gerais NOTA TÉCNICA 66/2014 Solicitante: Dra. Patricia Santos Firmo Juíza de Direito Data: 09/04/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Réus: Município de Belo Horizonte e Estado de Minas Gerais Processo

Leia mais

Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013)

Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013) Fibrilação atrial Resumo de diretriz NHG M79 (segunda revisão parcial, agosto 2013) grupo de estudos NHG-fibrilação atrial traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para

Leia mais

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Anandron nilutamida

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Anandron nilutamida Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Anandron nilutamida FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Comprimidos de

Leia mais

Naxogin nimorazol. Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. Cada comprimido de Naxogin contém 500 mg de nimorazol.

Naxogin nimorazol. Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. Cada comprimido de Naxogin contém 500 mg de nimorazol. Naxogin nimorazol PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Naxogin Nome genérico: nimorazol Forma farmacêutica e apresentações: Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. USO ADULTO USO ORAL Composição:

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Ibuprofeno Inpharma. Comprimidos e Suspensão oral

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Ibuprofeno Inpharma. Comprimidos e Suspensão oral Composição: FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Ibuprofeno Inpharma Comprimidos e Suspensão oral Ibuprofeno 200, 400: Cada comprimido contém, respectivamente 200 e 400 mg de Ibuprofeno. Ibuprofeno

Leia mais

Para que Serve? Tratamento

Para que Serve? Tratamento Quimioterapia O que é? É um tratamento que utiliza medicamentos quimioterápicos para eliminar células doentes. Cada agente quimioterápico tem diferentes tipos de ação sobre as células e, consequentemente,

Leia mais

ENOXALOW enoxaparina sódica. Forma farmacêutica e apresentações Solução injetável. Via de administração: IV/SC

ENOXALOW enoxaparina sódica. Forma farmacêutica e apresentações Solução injetável. Via de administração: IV/SC ENOXALOW enoxaparina sódica Forma farmacêutica e apresentações Solução injetável. Via de administração: IV/SC 20 mg/0,2 ml cartucho com 1 ou 10 seringas. 40 mg/0,4 ml cartucho com 1 ou 10 seringas. 60

Leia mais

ALTERAÇÕES A INCLUIR NAS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DOS MEDICAMENTOS QUE CONTENHAM NIMESULIDA (FORMULAÇÕES SISTÉMICAS)

ALTERAÇÕES A INCLUIR NAS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DOS MEDICAMENTOS QUE CONTENHAM NIMESULIDA (FORMULAÇÕES SISTÉMICAS) ANEXO III 58 ALTERAÇÕES A INCLUIR NAS SECÇÕES RELEVANTES DO RESUMO DAS CARACTERÍSTICAS DOS MEDICAMENTOS QUE CONTENHAM NIMESULIDA (FORMULAÇÕES SISTÉMICAS) Adições aparecem em itálico e sublinhado; rasuras

Leia mais

Capacitação em Serviço: Dengue em 15 minutos

Capacitação em Serviço: Dengue em 15 minutos Capacitação em Serviço: Dengue em 15 minutos Situação Epidemiológica O Brasil é responsável por 75% dos casos de dengue na América Latina A partir de 2002, houve grande aumento de casos de dengue e das

Leia mais

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR A Diabetes afeta cerca de 366 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 1 milhão de Portugueses. A cada 7 segundos morre no Planeta Terra

Leia mais

Derrame cerebral Resumo de diretriz NHG M103 (dezembro 2013)

Derrame cerebral Resumo de diretriz NHG M103 (dezembro 2013) Derrame cerebral Resumo de diretriz NHG M103 (dezembro 2013) Beusmans GHMI, Van Noortwijk-Bonga HGC, Risseeuw NJ, Tjon-A-Tsien MRS, Verstappen WHJM, Burgers JS, Wiersma Tj, Verburg AFE traduzido do original

Leia mais

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. AAS ácido acetilsalicílico

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. AAS ácido acetilsalicílico Modelo de Bula Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. AAS ácido acetilsalicílico FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES AAS Infantil comprimidos

Leia mais

TERMO DE CONSENTIMENTO INFORMADO - HERNIORRAFIA ABDOMINAL

TERMO DE CONSENTIMENTO INFORMADO - HERNIORRAFIA ABDOMINAL TERMO DE CONSENTIMENTO INFORMADO - HERNIORRAFIA ABDOMINAL PREZADO PACIENTE: O Termo de Consentimento Informado é um documento no qual sua AUTONOMIA (vontade) em CONSENTIR (autorizar) é manifestada. A intervenção

Leia mais

TEMA: Uso de rivaroxabana (Xarelto ) em portadores de fibrilação atrial crônica

TEMA: Uso de rivaroxabana (Xarelto ) em portadores de fibrilação atrial crônica NT 65 Data: 08/04/2014 Solicitante: Dr. Eduardo Soares de Araújo Juiz de Direito Especial da Comarca Pública de Andradas Número do Processo: 0016044-91.2014.8.13.0026 TEMA: Uso de rivaroxabana (Xarelto

Leia mais

O que é Hemofilia? O que são os fatores de coagulação? A hemofilia tem cura?

O que é Hemofilia? O que são os fatores de coagulação? A hemofilia tem cura? Volume1 O que é? O que é Hemofilia? Hemofilia é uma alteração hereditária da coagulação do sangue que causa hemorragias e é provocada por uma deficiência na quantidade ou qualidade dos fatores VIII (oito)

Leia mais

TEMA: Uso de rivaroxabana (Xarelto ) em portadores de fibrilação atrial crônica

TEMA: Uso de rivaroxabana (Xarelto ) em portadores de fibrilação atrial crônica Data: 07/04/2014 NT/63 Solicitante: Dr. Eduardo Soares de Araújo Juiz de Direito Especial da Comarca Pública de Andradas Número do Processo: 0015970-37.2014.8.13.0026 TEMA: Uso de rivaroxabana (Xarelto

Leia mais

ANADOR PRT paracetamol 750 mg. Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos 750 mg: embalagem com 20 e 256 comprimidos.

ANADOR PRT paracetamol 750 mg. Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos 750 mg: embalagem com 20 e 256 comprimidos. ANADOR PRT paracetamol 750 mg Antitérmico e analgésico Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos 750 mg: embalagem com 20 e 256 comprimidos. Outra forma farmacêutica e apresentação Solução oral: frasco

Leia mais

BLEFAROPLASTIA (cirurgia plástica das pálpebras)

BLEFAROPLASTIA (cirurgia plástica das pálpebras) BLEFAROPLASTIA (cirurgia plástica das pálpebras) Fatores como: idade, textura da pele, distúrbios da acuidade visual, problemas emocionais, etc., poderão deixar como conseqüência sua marca no território

Leia mais

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º10 /2014 - CESAU

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º10 /2014 - CESAU ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º10 /2014 - CESAU Salvador, 27 de janeiro de 2014. OBJETO: Parecer. - Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde- CESAU REFERÊNCIA: xxx Promotoria da Justiça de Brumado/Dispensação

Leia mais

O QUE ESPERAR DA CONSULTA

O QUE ESPERAR DA CONSULTA Manual do Paciente Manual do paciente O QUE ESPERAR DA CONSULTA O sucesso e a segurança do procedimento cirúrgico dependem de sua sinceridade durante a consulta. Você será questionado sobre sua saúde,

Leia mais

Corticóides na Reumatologia

Corticóides na Reumatologia Corticóides na Reumatologia Corticóides (CE) são hormônios esteróides produzidos no córtex (área mais externa) das glândulas suprarrenais que são dois pequenos órgãos localizados acima dos rins. São produzidos

Leia mais

An#coagulantes e an#plaquetários no perioperatório, inclusive de cirurgia de catarata e implante dentário. Dra. Daniela Calderaro

An#coagulantes e an#plaquetários no perioperatório, inclusive de cirurgia de catarata e implante dentário. Dra. Daniela Calderaro An#coagulantes e an#plaquetários no perioperatório, inclusive de cirurgia de catarata e implante dentário Dra. Daniela Calderaro Efeito rebote da suspensão AAS Sangramento AAS aumenta sangramento em 50%,

Leia mais

Aesculus hippocastanum

Aesculus hippocastanum Novarrutina Aesculus hippocastanum FITOTERÁPICO Parte utilizada: semente Nomenclatura botânica Nome científico: Aesculus hippocastanum Nome popular: Castanha da Índia Família: Hippocastanaceae. Formas

Leia mais

Guia do prescritor rivaroxabano

Guia do prescritor rivaroxabano Guia do prescritor rivaroxabano Informação importante de segurança Bayer Portugal, S.A. Rua Quinta do Pinheiro, nº 5 2794-003 Carnaxide NIF: 500 043256 Versão 4, agosto 2014 Este medicamento está sujeito

Leia mais

cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg

cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg cloxazolam Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Comprimido FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: Embalagens com 20 e 30 comprimidos contendo

Leia mais

TROMBOSE VENOSA PROFUNDA (TVP) E TROMBOEMBOLISMO PULMONAR (TEP)

TROMBOSE VENOSA PROFUNDA (TVP) E TROMBOEMBOLISMO PULMONAR (TEP) TROMBOSE VENOSA PROFUNDA (TVP) E TROMBOEMBOLISMO PULMONAR (TEP) - Fatores de risco: Idade superior a 40 anos Acidente vascular cerebral (isquêmico ou hemorrágico) Paralisia de membros inferiores Infarto

Leia mais

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO PARA EXAMES E PROCEDIMENTOS ENDOSCÓPICOS: endoscopia digestiva alta

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO PARA EXAMES E PROCEDIMENTOS ENDOSCÓPICOS: endoscopia digestiva alta Página 1 de 5 TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO PARA EXAMES E PROCEDIMENTOS ENDOSCÓPICOS: endoscopia digestiva alta NOME DO PACIENTE: DATA DO EXAME/PROCEDIMENTO: PROCEDIMENTOS ADICIONAIS PREVISTOS:

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. CLOPIDOGREL JABA 75 mg Comprimidos revestidos por película

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. CLOPIDOGREL JABA 75 mg Comprimidos revestidos por película FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR CLOPIDOGREL JABA 75 mg Comprimidos revestidos por película Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode

Leia mais

INFORMAÇÕES AO PACIENTE: os comprimidos de varfarina devem ser protegidos da umidade e em temperatura entre 15ºC e 30ºC.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE: os comprimidos de varfarina devem ser protegidos da umidade e em temperatura entre 15ºC e 30ºC. MAREVAN varfarina sódica USO ADULTO FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Comprimidos de 2,5 mg embalagem com 60 comprimidos. Comprimidos de 5 mg embalagens com 10 e 30 comprimidos. Comprimidos de 7,5 mg embalagem

Leia mais

Plaquetopenia (Camila Villa)

Plaquetopenia (Camila Villa) Plaquetopenia (Camila Villa) Para os portadores de plaquetopenia, também chamada de trombocitopenia, uma condição que causa a diminuição do número das plaquetas na corrente circulatória pelo desequilíbrio

Leia mais

A ocorrência de um critério clínico com um critério biológico define a síndrome.

A ocorrência de um critério clínico com um critério biológico define a síndrome. Síndrome antifosfolípides e suas conseqüência na gravidez Dr. Marcos G. Asato Sinônimos Síndrome antifosfolípide, APS, lúpus eritematoso, lúpus, anticoagulante lúpico, lúpus eritematoso sistêmico. Definição

Leia mais

Orientações para o uso do Poly-MVA

Orientações para o uso do Poly-MVA Orientações para o uso do Poly-MVA Poly-MVA é seguro. Testes extensos, tanto em laboratório quanto em clínicas ao longo dos últimos dez anos, tem provado isso. Não existe um nível conhecido do Poly-MVA,

Leia mais

Atendimento do Acidente Vascular Cerebral Agudo. Emergência HNSC

Atendimento do Acidente Vascular Cerebral Agudo. Emergência HNSC Atendimento do Acidente Vascular Cerebral Agudo Emergência HNSC SINAIS DE ALERTA PARA O AVC Perda súbita de força ou sensibilidade de um lado do corpo face, braços ou pernas Dificuldade súbita de falar

Leia mais

ácido acetilsalicílico

ácido acetilsalicílico ácido acetilsalicílico EMS S/A Comprimido 100mg I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ácido acetilsalicílico Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Comprimidos Comprimidos contendo 100 mg de

Leia mais

XXX Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes. 5ª Feira 15 de Janeiro de 2015

XXX Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes. 5ª Feira 15 de Janeiro de 2015 XXX Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes Hotel do Mar Sesimbra 5ª Feira 15 de Janeiro de 2015 I Sessão 08.30-09.30 Mini Curso de Hipertensão Arterial O que há nos novos estudos e recomendações

Leia mais

VASCLIN mononitrato de isossorbida + ácido acetilsalicílico Cápsulas

VASCLIN mononitrato de isossorbida + ácido acetilsalicílico Cápsulas VASCLIN mononitrato de isossorbida + ácido acetilsalicílico Cápsulas USO ORAL USO ADULTO FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES Cápsulas com 40 mg de mononitrato de isossorbida e 100 mg de ácido acetilsalicílico.

Leia mais

Dor de cabeça Resumo de diretriz NHG M19 (terceira revisão, janeiro 2014)

Dor de cabeça Resumo de diretriz NHG M19 (terceira revisão, janeiro 2014) Dor de cabeça Resumo de diretriz NHG M19 (terceira revisão, janeiro 2014) Dekker F, Van Duijn NP, Ongering JEP, Bartelink MEL, Boelman L, Burgers JS, Bouma M, Kurver MJ traduzido do original em holandês

Leia mais

Prof. Dr. Gilson Cesar Nobre Franco

Prof. Dr. Gilson Cesar Nobre Franco TERAPÊUTICA MEDICAMENTOSA EM IMPLANTODONTIA Prof. Dr. Gilson Cesar Nobre Franco Terapêutica Medicamentosa Pré-operatório Trans-operatório Pós-operatório Ansiolíticos Antiinflamatórios tó i Antimicrobianos

Leia mais

OTOPLASTIA ESTÉTICA (CIRURGIA DE ORELHA):

OTOPLASTIA ESTÉTICA (CIRURGIA DE ORELHA): OTOPLASTIA ESTÉTICA (CIRURGIA DE ORELHA): A orelha em abano é uma deformidade que pode ser encontrada em vários membros de uma mesma família, constituindo-se em uma característica estigmatizante e que

Leia mais

DDAVP Hemo Laboratórios Ferring acetato de desmopressina. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DDAVP Hemo acetato de desmopressina

DDAVP Hemo Laboratórios Ferring acetato de desmopressina. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DDAVP Hemo acetato de desmopressina DDAVP Hemo Laboratórios Ferring acetato de desmopressina IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DDAVP Hemo acetato de desmopressina APRESENTAÇÕES Solução Injetável de 15 mcg/ml de acetato de desmopressina disponível

Leia mais

TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1

TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1 TEXTO BÁSICO PARA SUBSIDIAR TRABALHOS EDUCATIVOS NA SEMANA DE COMBATE À DENGUE 1 A Dengue A dengue é uma doença infecciosa de origem viral, febril, aguda, que apesar de não ter medicamento específico exige

Leia mais

SALIPIRIN INFANTIL. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 100mg

SALIPIRIN INFANTIL. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 100mg SALIPIRIN INFANTIL Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 100mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

Leia mais

NOVOS ANTICOAGULANTES NO

NOVOS ANTICOAGULANTES NO NOVOS ANTICOAGULANTES NO TEV Guilherme Parreiras Médico Pneumologista do HJK Coordenador do Ambulatório de Anticoagulação do HJK 05/2014 OBJETIVOS DA AULA Introdução Características dos novos Anticoagulantes

Leia mais

APRESENTAÇÕES Comprimidos de 3 mg em caixa com um frasco de vidro âmbar que contém 25 comprimidos.

APRESENTAÇÕES Comprimidos de 3 mg em caixa com um frasco de vidro âmbar que contém 25 comprimidos. Marcoumar femprocumona Roche Anticoagulante oral IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome do produto: Marcoumar Nome genérico: femprocumona APRESENTAÇÕES Comprimidos de 3 mg em caixa com um frasco de vidro âmbar

Leia mais

Decnazol. Pharlab Indústria Farmacêutica S.A. Comprimido. 1000 mg DECNAZOL_VP

Decnazol. Pharlab Indústria Farmacêutica S.A. Comprimido. 1000 mg DECNAZOL_VP Decnazol Pharlab Indústria Farmacêutica S.A. Comprimido 1000 mg DECNAZOL secnidazol APRESENTAÇÕES Comprimidos de 1000 mg em embalagens contendo 2 e 500 comprimidos. USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Clopidogrel Vida 75 mg Comprimidos revestidos por película Clopidogrel

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR. Clopidogrel Vida 75 mg Comprimidos revestidos por película Clopidogrel FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Clopidogrel Vida 75 mg Comprimidos revestidos por película Clopidogrel Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

FEBRE AMARELA: Informações Úteis

FEBRE AMARELA: Informações Úteis FEBRE AMARELA: Informações Úteis Quando aparecem os sintomas? Os sintomas da febre amarela, em geral, aparecem entre o terceiro e o sexto dia após a picada do mosquito. Quais os sintomas? Os sintomas são:

Leia mais

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 064 /2015 - CESAU

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 064 /2015 - CESAU ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 064 /2015 - CESAU Salvador, 13 de abril de 2015 OBJETO: Parecer. - Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde- CESAU REFERÊNCIA: 3 a promotoria de Justiça de Dias D'Àvila / Dispensação

Leia mais

CLORIDRATO DE TANSULOSINA. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 0,4mg

CLORIDRATO DE TANSULOSINA. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 0,4mg CLORIDRATO DE TANSULOSINA Geolab Indústria Farmacêutica S/A Cápsula 0,4mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

Leia mais

DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE DIABETES ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Governo do Estado da Bahia Jacques Wagner Secretário de Saúde do Estado da Bahia Jorge José Santos Pereira Solla Superintendência de Atenção

Leia mais

CDS22FEV08 EFFIENT cloridrato de prasugrel D.C.B. 09669 APRESENTAÇÕES EFFIENT (cloridrato de prasugrel) é apresentado na forma de comprimidos

CDS22FEV08 EFFIENT cloridrato de prasugrel D.C.B. 09669 APRESENTAÇÕES EFFIENT (cloridrato de prasugrel) é apresentado na forma de comprimidos CDS22FEV08 EFFIENT cloridrato de prasugrel D.C.B. 09669 APRESENTAÇÕES EFFIENT (cloridrato de prasugrel) é apresentado na forma de comprimidos revestidos para administração oral, nas seguintes concentrações:

Leia mais

Bicalutamida inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos.

Bicalutamida inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos. BICALUTAMIDA Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 Oral Comprimido revestido USO ADULTO Forma Farmacêutica e Apresentação da Bicalutamida Embalagem com 30 comprimidos contendo 50 mg de bicalutamida.

Leia mais

AAS Infantil ácido acetilsalicílico. APRESENTAÇÕES Comprimidos de 100 mg: embalagem contendo 30, 120 ou 200 comprimidos. USO ORAL USO PEDIÁTRICO

AAS Infantil ácido acetilsalicílico. APRESENTAÇÕES Comprimidos de 100 mg: embalagem contendo 30, 120 ou 200 comprimidos. USO ORAL USO PEDIÁTRICO Esta bula sofreu aumento de tamanho para adequação a legislação vigente da ANVISA. Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. AAS Infantil ácido

Leia mais

magnésio, lactose monoidratada, dióxido de titânio, triacetina, óxido de ferro vermelho e óxido de ferro amarelo.

magnésio, lactose monoidratada, dióxido de titânio, triacetina, óxido de ferro vermelho e óxido de ferro amarelo. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO EFFIENT cloridrato de prasugrel D.C.B. 09669 APRESENTAÇÕES EFFIENT (cloridrato de prasugrel) é apresentado na forma de comprimidos revestidos para administração oral, nas seguintes

Leia mais

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA

GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA GUIA DO PACIENTE DE QUIMIOTERAPIA Você está iniciando o seu tratamento e acompanhamento conosco. Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas, elaboramos este guia com as informações sobre a rotina de

Leia mais

QUESTIONÁRIO MÉDICO. Telefone (casa): Telefone (emprego): Telefone (outro):

QUESTIONÁRIO MÉDICO. Telefone (casa): Telefone (emprego): Telefone (outro): QUESTIONÁRIO MÉDICO Nome (completo): Morada: Telefone (casa): Telefone (emprego): Telefone (outro): Estado civil: Profissão: Centro de Saúde a que pertence e respectivo n.º do processo: Qual é o seu estado

Leia mais

Indux (citrato de clomifeno) EMS Sigma Pharma Ltda. comprimido 50 mg

Indux (citrato de clomifeno) EMS Sigma Pharma Ltda. comprimido 50 mg Indux (citrato de clomifeno) EMS Sigma Pharma Ltda. comprimido 50 mg I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Indux Nome genérico: citrato de clomifeno APRESENTAÇÕES: Comprimidos de 50 mg: embalagem

Leia mais

secnidazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. comprimido revestido 1000 mg

secnidazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. comprimido revestido 1000 mg secnidazol Medley Indústria Farmacêutica Ltda. comprimido revestido 1000 mg secnidazol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de 1000 mg: embalagens com 2 ou 4

Leia mais

Kavit fitomenadiona. Solução Injetável 10 mg/ml. Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE

Kavit fitomenadiona. Solução Injetável 10 mg/ml. Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Kavit fitomenadiona Solução Injetável 10 mg/ml Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO KAVIT fitomenadiona APRESENTAÇÃO Caixa contendo

Leia mais

COLONOSCOPIA UNIDADE DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA. Dr. Pedro Moutinho Ribeiro

COLONOSCOPIA UNIDADE DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA. Dr. Pedro Moutinho Ribeiro UNIDADE DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Pedro Moutinho Ribeiro COLONOSCOPIA A colonoscopia é um exame que tem como objectivo a observação do recto e do intestino grosso (cólon), na sua totalidade (COLONOSCOPIA

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO AOS CANDIDATOS A TRANSPLANTE HEPÁTICO HC-FMUFG TRABALHO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - 2010/2011

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO AOS CANDIDATOS A TRANSPLANTE HEPÁTICO HC-FMUFG TRABALHO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - 2010/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE CIRURGIA GERAL

Leia mais

Vamos abordar. 1º- Situação do dengue nas Américas 2º- Desafios para a atenção médica 3º- Curso clínico de dengue

Vamos abordar. 1º- Situação do dengue nas Américas 2º- Desafios para a atenção médica 3º- Curso clínico de dengue Secretaria de Estado de Saúde do RS e Secretarias Municipais de Saúde Porto Alegre, novembro de 2011 Vamos abordar 1º- Situação do dengue nas Américas 2º- Desafios para a atenção médica 3º- Curso clínico

Leia mais

Aspirina GR 100 mg Comprimidos Gastrorresistentes 100 mg comprimidos gastrorresistentes Ácido acetilsalicílico

Aspirina GR 100 mg Comprimidos Gastrorresistentes 100 mg comprimidos gastrorresistentes Ácido acetilsalicílico Folheto informativo: Informação para o utilizador Aspirina GR 100 mg Comprimidos Gastrorresistentes 100 mg comprimidos gastrorresistentes Ácido acetilsalicílico Leia com atenção todo este folheto antes

Leia mais

APROVADO EM 13-11-2015 INFARMED. Folheto informativo: Informação para o utilizador Ácido alendrónico Cinfa 70 mg comprimidos Ácido alendrónico

APROVADO EM 13-11-2015 INFARMED. Folheto informativo: Informação para o utilizador Ácido alendrónico Cinfa 70 mg comprimidos Ácido alendrónico Folheto informativo: Informação para o utilizador Ácido alendrónico Cinfa 70 mg comprimidos Ácido alendrónico Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento, pois contém informação

Leia mais

Rivastigmina (Port.344/98 -C1)

Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Alzheimer DCB: 09456 CAS: 129101-54-8 Fórmula molecular: C 14 H 22 N 2 O 2.C 4 H 6 O 6 Nome químico: (S)-N-Ethyl-3-[(1-dimethylamino)ethyl]-N-methylphenylcarbamate hydrogen

Leia mais

Benefícios da Suplementação

Benefícios da Suplementação FECHAMENTO AUTORIZADO PODE SER ABERTO PELA ECT Impresso Especial 9912273897 - DR/SPM Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte CORREIOS Nos processos inflamatórios crônicos1 Um novo tempo no tratamento

Leia mais

ATACAND candesartana cilexetila

ATACAND candesartana cilexetila ATACAND candesartana cilexetila I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ATACAND candesartana cilexetila APRESENTAÇÕES Comprimidos de 8 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 16 mg em embalagens com

Leia mais

ORLIPID (orlistate) EMS SIGMA PHARMA LTDA. cápsula. 120mg

ORLIPID (orlistate) EMS SIGMA PHARMA LTDA. cápsula. 120mg ORLIPID (orlistate) EMS SIGMA PHARMA LTDA cápsula 120mg 1 ORLIPID (orlistate) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ORLIPID (orlistate) APRESENTAÇÕES Cápsulas de 120mg: Embalagem contendo 21, 30, 42, 60, 84 ou

Leia mais

Trombofilias. Dr Alexandre Apa

Trombofilias. Dr Alexandre Apa Trombofilias Dr Alexandre Apa TENDÊNCIA À TROMBOSE TRÍADE DE VIRCHOW Mudanças na parede do vaso Mudanças no fluxo sanguíneo Mudanças na coagulação do sangue ESTADOS DE HIPERCOAGULABILIDADE

Leia mais

HUMALOG KWIKPEN insulina lispro (derivada de ADN* recombinante)

HUMALOG KWIKPEN insulina lispro (derivada de ADN* recombinante) 1 CDS12JUL06 HUMALOG KWIKPEN insulina lispro (derivada de ADN* recombinante) FORMAS FARMACÊUTICAS, APRESENTAÇÕES E COMPOSIÇÃO HUMALOG KWIKPEN é uma solução aquosa clara, incolor, para administração subcutânea

Leia mais

Alterações mecanismo sangramentos ou hemostático tromboses. púrpuras vasculares ou plaquetárias. Fase de coagulação e fibrinólise: coagulopatias

Alterações mecanismo sangramentos ou hemostático tromboses. púrpuras vasculares ou plaquetárias. Fase de coagulação e fibrinólise: coagulopatias DOENÇAS HEMORRÁGICAS INTRODUÇÃO Alterações mecanismo sangramentos ou hemostático tromboses Fase primária da hemostasia: púrpuras (alteração dos vasos ou plaquetas) púrpuras vasculares ou plaquetárias Fase

Leia mais

EXCEDRIN. Novartis Biociências S.A. Comprimido revestido 500 mg de paracetamol e 65 mg de cafeína

EXCEDRIN. Novartis Biociências S.A. Comprimido revestido 500 mg de paracetamol e 65 mg de cafeína EXCEDRIN Novartis Biociências S.A. Comprimido revestido 500 mg de paracetamol e 65 mg de cafeína EXCEDRIN paracetamol + cafeína - Embalagens com 1 ou 5 blísteres com 4 comprimidos revestidos. - Embalagens

Leia mais

APRESENTAÇÕES : Comprimidos de liberação prolongada em embalagem com 30 ou 60 comprimidos, contendo 30 mg de gliclazida.

APRESENTAÇÕES : Comprimidos de liberação prolongada em embalagem com 30 ou 60 comprimidos, contendo 30 mg de gliclazida. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DIAMICRON MR gliclazida 30mg APRESENTAÇÕES : Comprimidos de liberação prolongada em embalagem com 30 ou 60 comprimidos, contendo 30 mg de gliclazida. USO ORAL USO ADULTO Composição:

Leia mais

Tylex 7,5 mg / 30 mg comprimidos paracetamol, fosfato de codeína

Tylex 7,5 mg / 30 mg comprimidos paracetamol, fosfato de codeína 1 IDENTIFICAÇÃO MEDICAMENTO DO Tylex 7,5 mg / 30 mg comprimidos paracetamol, fosfato de codeína APRESENTAÇÕES Comprimidos de 7,5 mg de fosfato de codeína e 500 mg de paracetamol em embalagens com 12 comprimidos

Leia mais

Transamin Ácido Tranexâmico

Transamin Ácido Tranexâmico Transamin Ácido Tranexâmico 250 mg Zydus Nikkho Farmacêutica Ltda Comprimidos Bula do Paciente I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO TRANSAMIN ácido tranexâmico APRESENTAÇÕES Comprimidos de 250 mg. Embalagem

Leia mais

CONDROFLEX. sulfato de glicosamina + sulfato de condroitina. Cápsula. 500mg + 400mg

CONDROFLEX. sulfato de glicosamina + sulfato de condroitina. Cápsula. 500mg + 400mg CONDROFLEX sulfato de glicosamina + sulfato de condroitina Cápsula 500mg + 400mg CONDROFLEX sulfato de glicosamina + sulfato sódico de condroitina APRESENTAÇÕES Condroflex 500mg + 400mg. Embalagem com

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL Que conseqüências a pressão alta pode trazer? O que é hipertensão arterial ou pressão alta?

HIPERTENSÃO ARTERIAL Que conseqüências a pressão alta pode trazer? O que é hipertensão arterial ou pressão alta? HIPERTENSÃO ARTERIAL O que é hipertensão arterial ou pressão alta? A hipertensão arterial ou pressão alta é quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte,

Leia mais

HIPERTENSÃO ARTERIAL

HIPERTENSÃO ARTERIAL HIPERTENSÃO ARTERIAL O que é hipertensão arterial ou pressão alta? A hipertensão arterial ou pressão alta é quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte,

Leia mais

Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Serviço de Cirurgia Cardíaca. Manual do paciente, revisado em 2011. Introdução

Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. Serviço de Cirurgia Cardíaca. Manual do paciente, revisado em 2011. Introdução Hospital Universitário Clementino Fraga Filho Serviço de Cirurgia Cardíaca Manual do paciente, revisado em 2011. Introdução O serviço de Cirurgia Cardiovascular do Hospital Universitário Clementino Fraga

Leia mais

MÉTODOS HORMONAIS. São comprimidos que contêm estrogênio e progestogênio associados.

MÉTODOS HORMONAIS. São comprimidos que contêm estrogênio e progestogênio associados. MÉTODOS HORMONAIS 1 - ANTICONCEPCIONAIS HORMONAIS ORAIS (PÍLULAS) É o método mais difundido e usado no mundo. As pílulas são consideradas um método reversível muito eficaz e o mais efetivo dos métodos

Leia mais

NAXOGIN COMPRIMIDOS. 500 mg

NAXOGIN COMPRIMIDOS. 500 mg NAXOGIN COMPRIMIDOS 500 mg Naxogin nimorazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Naxogin Nome genérico: nimorazol APRESENTAÇÕES Naxogin comprimidos de 500 mg em embalagens contendo 8 comprimidos.

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (SERVIÇO DE CARDIOLOGIA E CIRURGIA CARDIOVASCULAR)

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (SERVIÇO DE CARDIOLOGIA E CIRURGIA CARDIOVASCULAR) HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (SERVIÇO DE CARDIOLOGIA E CIRURGIA CARDIOVASCULAR) REVISÃO DE DOENÇA DE ARTÉRIA CORONÁRIA Seu coração é uma bomba muscular poderosa. Ele é

Leia mais

Valsartana LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. Comprimido revestido. 40mg, 80mg, 160mg e 320mg

Valsartana LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. Comprimido revestido. 40mg, 80mg, 160mg e 320mg Valsartana LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA Comprimido revestido 40mg, 80mg, 160mg e 320mg IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Valsartana medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Comprimidos

Leia mais

O que muda com os novos an.coagulantes? Daniela Calderaro Luciana S. Fornari

O que muda com os novos an.coagulantes? Daniela Calderaro Luciana S. Fornari O que muda com os novos an.coagulantes? Daniela Calderaro Luciana S. Fornari Pacientes e clínicos devem receber diretrizes prá5cas sobre o uso dos novos an5coagulantes orais, e a facilidade de uso destes

Leia mais

O que é diabetes mellitus tipo 2?

O que é diabetes mellitus tipo 2? O que é diabetes mellitus tipo 2? Todas as células do nosso corpo precisam de combustível para funcionar. O principal combustível chama-se glicose, que é um tipo de açúcar. Para que a glicose consiga entrar

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS

ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE EXAMES LABORATORIAIS Tempo de Jejum O jejum para alguns exames não é obrigatório, para outros, é necessário que ele seja de 4, 8 ou 12 horas. Verifique com antecedência no

Leia mais

ALIVIUM ibuprofeno Gotas

ALIVIUM ibuprofeno Gotas Dizeres de Bula FORMA FARMACÊUTICA/APRESENTAÇÃO: ALIVIUM ibuprofeno Gotas ALIVIUM Gotas apresentado-se em frascos de 30 ml. USO ADULTO E PEDIÁTRICO (acima de 6 meses de idade) Composição: Cada ml de ALIVIUM

Leia mais

Protocolo Clínico e de Regulação para Epistaxe

Protocolo Clínico e de Regulação para Epistaxe Protocolo Clínico e de Regulação para Epistaxe Fabiana C. P. Valera 1, Edwin Tamashiro 1, Miguel A. Hyppolito 2, Wilma T. Anselmo-Lima 2 INTRODUÇÃO E JUSTIFICATIVA A epistaxe é definida como o sangramento

Leia mais

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 CURSO: Enfermagem DEPARTAMENTO: Ciências Básicas da Saúde DISCIPLINA: Enfermagem em Clínica Médica Cirúrgica I PROFESSORA RESPONSÁVEL:

Leia mais

Dayse M Lourenço. Avaliação laboratorial da coagulação: indicação e orientação terapêutica. Do coagulograma convencional a. tromboelastometria

Dayse M Lourenço. Avaliação laboratorial da coagulação: indicação e orientação terapêutica. Do coagulograma convencional a. tromboelastometria Dayse M Lourenço Avaliação laboratorial da coagulação: indicação e orientação terapêutica Do coagulograma convencional a tromboelastometria Consultoria científica: Bayer Glaxo Smith Kline UNIFESP Escola

Leia mais

APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos com 500 mg de policarabofila base. Embalagens com 30 comprimidos revestidos.

APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos com 500 mg de policarabofila base. Embalagens com 30 comprimidos revestidos. MUVINOR policarbofila cálcica APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos com 500 mg de policarabofila base. Embalagens com 30 comprimidos revestidos. USO ORAL USO ADULTO (ACIMA DE 12 ANOS DE IDADE) COMPOSIÇÃO

Leia mais