Kyle Distribution Switchgear. ...a proteção que faltava para seu sistema.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Kyle Distribution Switchgear. ...a proteção que faltava para seu sistema."

Transcrição

1 Kyle Distribution Switchgear...a proteção que faltava para seu sistema.

2 Confiabilidade do Sistema Além das Expectativas Complete o quebra-cabeças do seu sistema de proteção com o Relé para Religador Form 6 o módulo perfeito para sistemas existentes. A combinação dos mais de 60 anos de experiência da Kyle em religadores, tecnologia avançada, assistência ao cliente, assistência direcionada a aplicação e visão de futuro, resultam em uma solução avançada e confiável o Relé para Proteção de Sistema de Distribuição, Medição e Automação Tudo Integrado em Um Pacote Preparado para Reduzir seus Custos de Operação Religador Form 6. O Form 6 utiliza uma plataforma poderosa e flexível desenvolvida para prover máxima proteção. Projetado em hardware padronizado, possui interfaces gráficas simples e interativas. Novos recursos de engenharia como um editor de curvas (TCC Editor II), uma interface gráfica de programação (Idea Workbench ) e recursos de oscilografia (Oscillography Replay) destacam as inovadoras ferramentas na transformação de um sistema de proteção em um sistema de distribuição. O aplicativo de interface ProView integra uma série de proteções, medições e funções de automação num ambiente simples do Microsoft Windows proporcionando uma rápida configuração do relé Form 6. Os custos de treinamento e instalação são consideravelmente reduzidos já que não existem comandos especiais ou seqüências de comandos para aprender. Funções personalizadas também podem ser implementadas rapidamente com o ambiente gráfico Idea Workbench. O Form 6 apresenta um painel frontal simples e organizado para operação, com distinção entre painéis de operações básicas e programação. Botões de Abertura e Fechamento claramente definidos e protegidos promovem operação intuitiva, reduzindo a possibilidade de operações indevidas. Trinta LED s indicadores fornecem de sinalização de estado de operações realizadas e condições do sistema. Com o relé Form 6 as análises de defeitos passam a ser mais precisas e confiáveis de forma a poder tomar decisões certas nos ajustes da proteção do sistema. Vinte LED s de alta luminosidade para facilitar a visualização Oito teclas de acesso rápido Dispositivos seguros para comandos de ABERTURA e FECHAMENTO. O botão de abertura tem ligação direta com o painel traseiro para assegurar a operação Visibilidade diurna ou noturna é assegurada através do visor LCD com iluminação o qual fornece informações adicionais além da vantagem de ser programável Nove teclas de acesso rápido seguramente protegidas com as funções mais usuais Comando exclusivo para trabalhos de linha-viva. Comando através de interruptor robusto, LED de 3 segmentos para indicação visível sempre que a função estiver ativada Uma plataforma poderosa e flexível para aplicações em sistemas de proteção.

3 Uma Plataforma Comum, Duas Opções de Controle... Simples A plataforma comum do Relé Form 6 encaminhou o desenvolvimento de duas opções de controle (Subestação e Poste) para cumprir com suas necessidades de aplicação: Amplo Conjunto de Proteções para Aplicações em Subestação e Distribuição Padronização e redução de custos com apenas um tipo de equipamento para aprender e operar Modernização de subestações com sistemas de atualização simplificados Eliminação de custos adicionais com relés auxiliares, interfaces e medidores em um pacote integrado Terminologia Comum Gerencie seus gastos com treinamentos, com terminologia comum quebrando a barreira entre antigos e novos equipamentos. Incremente funções ao sistema sem aprender uma nova linguagem de programação, utilizando todos os recursos do seu controle. Elimine treinamentos caros contra parametrização incorreta. Etiquetas Personalizáveis no Painel Frontal O Relé Form 6 permite facilmente alterar as etiquetas de descrição das funções dos indicadores/ botões do painel frontal. Não são necessários adesivos, marcadores de etiquetas ou etiquetas temporárias. Simplesmente troque as etiquetas que identificam os LEDs Indicadores 1, 2 e 3 e botões Opcionais 1, 2 e 3. Crie suas funções de maneira fácil, rápida e profissional. Perfis de Proteção Quatro perfis de proteção estão disponíveis, cada um com capacidade para armazenar todos os parâmetros de proteção do relé. Os perfis podem ser selecionados pelo painel frontal ou via porta de comunicação através de protocolo ou através do software. Cada perfil de proteção inclui pelo menos os seguintes parâmetros: Proteção de Sobrecorrente Proteção de Sobre/Sub Tensão Proteção de Sobre/Sub Freqüência Proteção Direcional Verificação de Sincronismo Proteção de Falta Sensitiva a Terra Parâmetros de Operação Curvas Tempo x Corrente Estão disponíveis curvas para operações rápidas e retardadas. Cada curva pode ser selecionada de um total de 50 curvas que podem ser modificadas como se queira. As curvas tempo-corrente também podem ser selecionadas através de um recurso gráfico chamado TCC Editor que permite visualizar qualquer modificação nas curvas. Os parâmetros para modificação das curvas são independentes para proteção de fase, terra e seqüência negativa: Multiplicador de tempo com ampla faixa de ajuste Somador de tempo Função de Disparo por Alta Corrente (para aberturas instantâneas) Etiquetas Removíveis

4 Coordenação de Seqüência Esta função possibilita a coordenação entre vários religadores numa mesma linha de distribuição radial. Estando essa função habilitada, o controle reconhecerá quando um religador a jusante interrompeu uma falta temporária. Este avançará um passo até a próxima operação programada sem enviar um sinal de abertura para o religador. Cold Load Pickup Esta função previne contra uma abertura indevida durante a energização da linha. Se caracteriza por uma curva de atuação específica programada independentemente das demais curvas de atuação e pode ser ajustada através de um valor mínimo de corrente, tipo de curva, tempos de religamento e número de operações para bloqueio para cada perfil de proteção. Bloqueio por Alta Corrente Se houver um defeito cuja corrente de curto-circuito aproxime-se de níveis que possam colocar em risco a integridade do equipamento ou outros equipamentos da rede, no instante em que a operação de abertura ocorrer, o religador poderá interromper imediatamente sua seqüência de operação passando diretamente para a abertura definitiva. Hot Line Tag A função Hot Line Tag é ativada através de um interruptor tipo alavanca localizado no painel frontal do Form 6. Quando habilitada o relé bloqueia todas as operações de fechamento tanto local quanto remota para permitir que sejam realizados trabalhos de linha-viva. Além disso, a função também permite que uma proteção de sobrecorrente de tempo definido seja configurada para uma abertura sem religamento. A função Hot Line Tag também poderá ser acionada remotamente sendo sinalizada no painel frontal através de uma indicação de alta luminosidade. Uma vez habilitada, essa função só poderá ser desabilitada pelo mesmo caminho que a habilitou. Medição O relé possui todas as medições necessárias, que estarão disponíveis tanto local quanto remotamente. Além das medidas convencionais, é possível também criar novas grandezas através do ambiente de programação. As medidas convencionais disponíveis são: Tensão e Corrente e suas componentes simétricas, além da visualização online do diagrama fasorial Potência Ativa e Reativa para cada fase e total, incluindo a indicação da direção do fluxo Fator de Potência para cada fase e total Energia Ativa e Reativa para cada fase e total, com distinção para energia fornecida e recebida Freqüência Demanda de Corrente, Potência Ativa e Reativa com parâmetros configuráveis Harmônicas de Tensão e Corrente até 15 ª ordem Taxa de Distorção Harmônica (TDH) Registrador de Eventos (SOE) O registrador de eventos contém uma série de informações que possibilitam uma análise completa das operações realizadas pelo relé. Os eventos contém as seguintes informações: Data e hora do evento Tipo do evento Informações como Corrente e Tensão no instante do evento 32 tipos de eventos, incluindo a distinção de operações entre local e remota detalham a lista dos eventos ocorridos no equipamento Outros 10 tipos de eventos podem ser utilizados através de configuração feita pelo usuário O registrador de eventos mantém um mínimo de 150 eventos Vantagens na Automação O relé Form 6 traz uma série de vantagens na integração em sistemas automatizados. Uma subestação padronizada com esse relé torna-se facilmente controlável com o simples clicar de um mouse. As seguintes características estão disponíveis o Form 6: Vários contatos de entrada e saída configuráveis através do Idea Workbench Protocolos residentes eliminam custos com conversores de protocolo. Além disso, novos protocolos podem ser criados e facilmente programados no relé instalado através de software O software de configuração já vem preparado para comunicação à distância Portas RS-232 e RS-485 para fácil conexão com o sistema de automação. Protocolos Dois protocolos de comunicação já estão disponíveis para serem configurados no relé Form 6 através do software ProView. O relé Form 6 já vem com os protocolos Modbus e DNP 3.0 disponíveis para comunicação serial Ambos os protocolos dispõe de excelentes interfaces de comunicação serial ao equipamento produzido por inúmeros fabricantes SCADA A utilização de protocolos residentes eliminam custos adicionais com conversores de protocolo As portas traseiras RS-232 e RS-485 podem ser configuradas com os protocolos Modbus ou DNP 3.0 Outros protocolos podem facilmente ser adicionados, consulte a Cooper Power Systems para mais informações

5 O mais completo Software ProView O software ProView é o aplicativo que acompanha o relé Form 6. É um software intuitivo, de fácil utilização reduzindo o tempo e custo com treinamento. Opera em ambiente Windows 95, 98, NT e Permite realizar configurações e outras operações através da porta serial do computador, ou através de um modem. O aplicativo integra todas as funções de operação e monitoração no mesmo ambiente sem que haja a necessidade de módulos especiais ou aplicativos adicionais para certas funções. O software inclui: Diagrama de Aplicação Gerenciador de Parâmetros de Proteção Idea Workbench Medição Oscilografia Diagrama de Aplicação O diagrama de aplicação do software apresenta uma visão completa dos elementos lógicos, tensões, correntes e potências presentes no equipamento. Assim o usuário tem um resumo do sistema de distribuição e das funções ativas no controle. O diagrama de aplicação também é ideal para testes e acompanhamento de registros oscilográficos e para um breve conhecimento das variáveis quando conectado a distância. Oscilografia A performance integrada entre religador e relé pode ser monitorada simultaneamente com os eventos do sistema para analisar e prevenir futuras ocorrências. Como exemplo, correntes de falta combinadas com entradas configuradas no relé permitem ao usuário revisar toda a atividade de proteção da distribuição para cada falta ocorrida. Um total de 3 segundos de dados oscilográficos são armazenados para análise de múltiplos eventos durante uma falta permanente ou outro tipo de evento Os dados oscilográficos são mostrados dois ciclos pré-falta e oito pós-falta e são monitorados em tempo real os sinais digitais e analógicos definidos pelo usuário oscilográficos possam ser revistos de qualquer modo no software, inclusive analisando condições da falta simuladas após alteração dos parâmetros, ou seja, o software dá condições ao usuário de saber qual seria o comportamento do equipamento caso outros parâmetros estivessem programados no instante da falta. Assim consegue-se uma boa simulação de situações sem a necessidade de exportar os eventos em formato COMTRADE para um testador de relés de alto custo. Para a análise oscilográfica estão disponíveis 12 tipos de gráficos que mostram os sinais analógicos e digitais registrados. Alguns desses gráficos são visualizações online das variáveis que aparecem quando existe conexão com o relé. Dentre eles está disponível um modelo de sincronoscópio para verificar o ângulo das tensões presentes. O relé também possui uma ferramenta chamada Oscillography Replay que permite que os registros

6 Idea Workbench A maneira mais simples de programar suas lógicas O relé Form 6 introduz um novo e simples método gráfico para programação de lógicas. O software ProView inclui o Idea Workbench para não só construir lógicas e interagir com pontos de controle e estado, mas também pontos de comunicação serial, função de teclas do painel frontal e LED s de indicação de estado. A construção de lógicas é feita de maneira simples e com fácil visualização. Não é preciso decorar comandos e linhas de instruções que provocam erros difíceis de detectar. Os elementos são simplesmente interligados de maneira que ficam organizados na janela para fácil entendimento A depuração das lógicas é feita através do método Como É que pode mostrar as variáveis online Total acesso aos contatos de entrada e saída Total acesso aos elementos de proteção e outros pontos de procedimentos internos ao relé, por exemplo, religamento

7 Especificações Freqüência 50/60 Hz Entradas de Tensão Vac Alimentação 24 Vdc ±20% Vdc Contatos de Entrada (Opticamente Isolados) 11 contatos Vdc Contatos de Saída 12 contatos 240 Vac/250 Vdc Fechamento: 30 A pico, 8 A contínuo Interrupção: 0,2 A pico Tempo de pico: <8ms Tempo de desligamento: <5ms Contato de Saída de Estado Sólido 1 contato 240 Vac/250 Vdc Fechamento: 30 A pico, 8 A contínuo Interrupção: 10 A pico Tempo de pico: <2ms Tempo de desligamento: <15ms Comunicação Local/Remota Duas Portas EIA-RS-232 Painel Frontal Uso exclusivo com o software ProView (DCE) Painel Traseiro Configurado de fábrica para Comunicação ou software ProView (DTE) Porta RS-485 Configurado de fábrica para Comunicação Taxa de Transmissão 2400/9600/19200/38400/57600/ baud Display do Painel Frontal LCD 4 x 20 com Iluminação Traseira a LED e contraste ajustável Sinalizações 25 LED s Sinalizadores de Alta Luminosidade Três são configuráveis pelo usuário Todos são configuráveis em fábrica Teclas de Acesso Rápido Oito teclas de acesso rápido para análise instantânea do sistema Teclado do Painel Frontal e Controles Nove teclas de acesso rápido com segurança e com LED s indicadores de ativação das funções Três são configuráveis pelo usuário Nove são configuráveis em fábrica Botões para ABERTURA e FECHAMENTO Chave tipo alavanca para função Hot-Line Tag com LED de alta luminosidade para indicação local Temperatura de Operação -40 º C a +70 º C Ensaio de Impacto IEC Ensaio de Umidade IEC Ensaio Dielétrico de Impulso Atmosférico IEC Interferência a Rádio Freqüência ANSI/IEEE C Suportabilidade contra Surto ANSI/IEEE C Ensaio de Vibração IEC

8 2002 Cooper Industries, Inc. Kyle e Edison são marcas registradas da Cooper Industries, Inc. ProView, Idea, e Idea Workbench são marcas registradas da Cooper Industries, Inc. Microsoft e Windows são ambas marcas registradas ou marcas da Microsoft Corporation nos Estados Unidos e/ou outros países. R Plácido Vieira, São Paulo/SP Brasil Fone: (11) Fax: (11) Boletim Abril 2002

Relé de proteção do diferencial 865

Relé de proteção do diferencial 865 Relé de proteção do diferencial 865 Para a proteção do diferencial de motores, transformadores e geradores Boletim 865, Série A Guia de especificações Sumário Página de descrição da seção 1.0 Características

Leia mais

CAIXA DE CALIBRAÇÃO DE RELÉS DE PROTEÇÃO CE-6003

CAIXA DE CALIBRAÇÃO DE RELÉS DE PROTEÇÃO CE-6003 CE 6003 CAIXA DE CALIBRAÇÃO DE RELÉS DE PROTEÇÃO CE-6003 APLICAÇÕES: Testes manuais em relés (eletromecânicos, estáticos, numéricos) Testes automáticos em relés. Testes dinâmicos em relés com reprodução

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO

Monitor de Nível de Óleo para Transformadores - MNO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Nível de Óleo para Transformadores e reatores MNO, é um equipamento microprocessado de alta precisão que indica o nível de óleo em escala

Leia mais

SUBESTAÇÕES. Comando de controle e Scada local

SUBESTAÇÕES. Comando de controle e Scada local SUBESTAÇÕES Comando de controle e Scada local COMANDO DE CONTROLE E SCADA LOCAL A solução fornecida pela Sécheron para o controle local e para o monitoramento das subestações de tração é um passo importante

Leia mais

Fontes CC. Principais características. www.supplier.ind.br

Fontes CC. Principais características. www.supplier.ind.br A SUPPLIER Indústria e Comércio de Eletroeletrônicos Ltda é uma empresa constituída com o objetivo de atuar no setor das Indústrias Eletroeletrônicas, principalmente na fabricação de fontes de alimentação

Leia mais

PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição

PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição Uma solução completa para a medição e monitoramento de um vasto conjunto de grandezas elétricas, com indicações de valores individuais para

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO ANEXO VI ESPECIFICAÇÃO DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS INTELIGENTES A6. Dispositivos Eletrônicos Inteligentes IED s (Relés Microprocessados) A6.1 Introdução Esta especificação técnica tem como objetivo estabelecer

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br

Série Connect. Switches e Conversores Industriais. www.altus.com.br Série Connect Switches e Conversores Industriais www.altus.com.br Conectividade e simplicidade Compacto: design robusto e eficiente para qualquer aplicação Intuitivo: instalação simplificada que possibilita

Leia mais

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40

UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40 UNITROL 1000 Regulador compacto de tensão para máquinas síncronas menores UNITROL 1000-15 e UNITROL 1000-40 Copyright 2000 Photodisc, Inc. 5812-01 A ampla gama de aplicações do UNITROL 1000-15 O UNITROL

Leia mais

SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK

SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK ONLINE DUPLA CONVERSÃO 3,2 a 20 kva INDICADO PARA CARGAS CRÍTICAS Expansão de autonomia Bivolt, Monovolt 220V e Tri-Mono zero 8 proteções para a carga contra problemas da

Leia mais

SINUS DOUBLE II BLACK

SINUS DOUBLE II BLACK SINUS DOUBLE II BLACK NOBREAK ONLINE DUPLA CONVERSÃO 3,2 a 20 kva INDICADO PARA CARGAS CRÍTICAS Expansão de autonomia Bivolt, Monovolt 220V e Tri-Mono zero 8 proteções para a carga contra problemas da

Leia mais

Capítulo IX. Exemplos de automação em sistemas de supervisão e controle de subestações e redes de distribuição. Automação de subestações

Capítulo IX. Exemplos de automação em sistemas de supervisão e controle de subestações e redes de distribuição. Automação de subestações 54 Capítulo IX Exemplos de automação em sistemas de supervisão e controle de subestações e redes de distribuição A operação do sistema elétrico de potência é extremante dependente das informações de estados,

Leia mais

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp Plus foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas SYNCHROTACT 5 Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas Aplicação SYNCHROTACT 5 é a quinta geração dos equipamentos para sincronização produzidos pela ABB Switzerland

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

SCHWEITZER ENGINEERING LABORATORIES, COMERCIAL LTDA.

SCHWEITZER ENGINEERING LABORATORIES, COMERCIAL LTDA. COMO CRIAR UM ELEMENTO DE DETECÇÃO DE ARCO VOLTAICO RÁPIDO E SELETIVO, UTILIZANDO ELEMENTOS DE SOBRECORRENTE E INTENSIDADE LUMINOSA Eduardo Zanirato / Geraldo Rocha Resumo - O guia apresenta a lógica para

Leia mais

COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE

COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E CENTROS DE CONTROLE Área de Distribuição e Comercialização Identificação

Leia mais

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/7 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MASTERTEMP foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento

Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Um Único Dispositivo para Monitoramento e Controle Há várias formas de melhorar a eficiência e a confiabilidade

Leia mais

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br Série Quasar Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente www.altus.com.br Na medida exata para seu negócio Modular: ampla variedade de configurações para

Leia mais

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05 Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração Revisão 1 Mai2005 O é um sistema inteligente de Monitoramento, Aquisição de Dados e Supervisão Local para utilização com os softwares da linha Dynamic.

Leia mais

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 42BEspecificação Técnica LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 3 / 6 / 8 / 10 / 12 / 15 / 20 kva 38BEngetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda Atendimento ao consumidor: (31) 3359-5800 Web: Hwww.engetron.com.br

Leia mais

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO O controlador CDE4000 é um equipamento para controle de demanda e fator de potência. Este controle é feito em sincronismo com a medição da concessionária, através dos dados

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO ANEXO II ESPECIFICAÇÕES PARA UCD / CONCENTRADOR DE DADOS A2. Unidade Controle Digital Remota / Concentrador de Dados 2.1. Introdução Esta seção tem a finalidade de especificar tecnicamente a Unidade de

Leia mais

Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040

Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 MD4040 MD4040/TC Análise de metas e rateio de custos de energia; Leituras instantâneas em amplo display digital; Indicação de tensão de fase e tensão de linha;

Leia mais

INSTRUMENTOS PARA TESTES ELÉTRICOS Tutorial de Teste. Funções: 50 ou PIOC sobrecorrente instantâneo e 51 ou PTOC sobrecorrente temporizado

INSTRUMENTOS PARA TESTES ELÉTRICOS Tutorial de Teste. Funções: 50 ou PIOC sobrecorrente instantâneo e 51 ou PTOC sobrecorrente temporizado Tutorial de Teste Tipo de Equipamento: Relé de Proteção Marca: Schneider Modelo: SEPAM T87 Funções: 50 ou PIOC sobrecorrente instantâneo e 51 ou PTOC sobrecorrente temporizado Ferramenta Utilizada: CE-6006

Leia mais

GDE4000. Gerenciador de Energia

GDE4000. Gerenciador de Energia Gerenciador de Energia Funções avançadas de controle de demanda e fator de potência Seleção de cargas por prioridade e por potências Flexibilidade na programação de demandas sazonais Simulação de fatura

Leia mais

SCHWEITZER ENGINEERING LABORATORIES, COMERCIAL LTDA.

SCHWEITZER ENGINEERING LABORATORIES, COMERCIAL LTDA. Monitoramento do banco de baterias utilizando LEDs tricolores e mensagens no display Rafael Cardoso 1. INTRODUÇÃO: Os atuais relés de proteção incorporam diversas funções de controle, medição e monitoramento,

Leia mais

MD4040. Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 MD4040/TC

MD4040. Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 MD4040/TC Multimedidor de Grandezas Elétricas / Análise de metas e rateio de custos de energia Leituras instantâneas em amplo display digital Indicação de tensão de fase e tensão de linha Comunicação via porta RS485

Leia mais

LINHA DE RELÉS PEXTRON PARA REDE SUBTERRÂNEA PROTEÇÃO E AUTOMAÇÃO

LINHA DE RELÉS PEXTRON PARA REDE SUBTERRÂNEA PROTEÇÃO E AUTOMAÇÃO LINHA DE RELÉS PEXTRON PARA REDE SUBTERRÂNEA PROTEÇÃO E AUTOMAÇÃO AUTOR Henrique Florido Filho Redes 2012 1 Visão da empresa Empresa Brasileira Fundada em 1968 (45 anos), dedica-se ao projeto, fabricação

Leia mais

Manual de Parametrização pela IHM

Manual de Parametrização pela IHM Manual de Parametrização pela IHM Liberando acesso para modo de parametrização Pressione o botão para aparecer à seguinte tela: A senha de fábrica é: 0000 Caso tenha alterado a senha, coloque a senha atual.

Leia mais

Produtos de Baixa Tensão. Medidores

Produtos de Baixa Tensão. Medidores Produtos de Baixa Tensão Medidores Indicadores analógicos e digitais Indicadores analógicos Voltímetros e amperímetros ferro-móvel Amperímetros e voltímetros True RMS para conexão direta ou através de

Leia mais

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_CNF - DEFINIÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp - rev3 Produtos Certificados! www.electrondobrasil.com O Monitor de Temperatura

Leia mais

Action RU - Modulo Run-Time SE Santos Brasil Manual de Operação do Sistema

Action RU - Modulo Run-Time SE Santos Brasil Manual de Operação do Sistema Action RU - Modulo Run-Time SE Santos Brasil Manual de Operação do Sistema SPIN Engenharia de Automação Ltda. Versão 7.5 Abril de 2009 SPIN Engenharia de Automação Ltda. SCLN-Quadra 212 Bloco D - Sala

Leia mais

NT 6.010. Nota Técnica. Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia. Elio Vicentini Ermínio Belvedere João Martins.

NT 6.010. Nota Técnica. Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia. Elio Vicentini Ermínio Belvedere João Martins. NT 6.010 Requisitos Mínimos Para Interligação de Gerador de Consumidor Secundário com a Rede de Distribuição da Eletropaulo Metropolitana com Paralelismo Momentâneo Nota Técnica Diretoria de Planejamento

Leia mais

Mód. 32 SD Relé NA - "Check Before Operate"

Mód. 32 SD Relé NA - Check Before Operate 1. Descrição do Produto O módulo AL-3202 é uma interface de saída digital, de 32 pontos, a relé, microprocessada, cuja principal característica é implementar a operação com "check before operate", sendo

Leia mais

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE

INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE Catálogo Técnico INDICADOR DE POSIÇÃO DE TAP DIGITAL - IPTE CATÁLOGO TÉCNICO ÍNDICE CATÁLOGO TÉCNICO... 1 INTRODUÇÃO... 2 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 2 DADOS TÉCNICOS... 3 ENSAIOS DE TIPO REALIZADOS...

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO DO DIRETORIA DE OPERAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE OPERAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO DOP PROCESSO DE AUTOMAÇÃO E SISTEMAS TERMO DE REFERÊNCIA 005/2011 - DOP AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS INTELIGENTES; RELÉS MULTIFUNCIONAIS

Leia mais

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP

Cabeça de Rede de Campo PROFIBUS-DP Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma cabeça escrava para redes PROFIBUS-DP do tipo modular, podendo usar todos os módulos de E/S da série. Pode ser interligada a IHMs (visores

Leia mais

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador 100% electricidade Relés de controle automático para grupo gerador RGAM 10 Relé controle automático para g l Entradas VCA : concessionária L1-L2/N-L3, gerador L1-L2/N l 4 entradas digitais, 5 relés saída.

Leia mais

NT 6.005. Nota Técnica. Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia. Felisberto M. Takahashi Elio Vicentini. Preparado.

NT 6.005. Nota Técnica. Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia. Felisberto M. Takahashi Elio Vicentini. Preparado. NT.005 Requisitos Mínimos para Interligação de Gerador de Consumidor Primário com a Rede de Distribuição da Eletropaulo Metropolitana com Paralelismo Momentâneo Nota Técnica Diretoria de Planejamento e

Leia mais

Temporizador NT240. TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SAÍDAS DO TEMPORIZADOR

Temporizador NT240. TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SAÍDAS DO TEMPORIZADOR TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO O temporizador programável tem como função básica monitorar o tempo e acionar sua saída de acordo com programação previamente realizada

Leia mais

Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento

Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento 2 Uma Única Solução para Monitoramento e Controle Há várias formas de melhorar a eficiência e a confiabilidade

Leia mais

CONTROLADOR CONDAR MP3000.

CONTROLADOR CONDAR MP3000. CONTROLADOR CONDAR MP3000. O equipamento CONDAR MP3000 é um Controlador Eletrônico Microprocessado desenvolvido especificamente para automação de até três Condicionadores de Ar instalados em um mesmo ambiente

Leia mais

Fundamentos de Automação. Controladores

Fundamentos de Automação. Controladores Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Controladores

Leia mais

Automação dos testes e do gerenciamento da manutenção de relés, medidores e transdutores

Automação dos testes e do gerenciamento da manutenção de relés, medidores e transdutores Automação dos testes e do gerenciamento da manutenção de relés, medidores e transdutores 1 P. S. Pereira; G. E. Lourenço; M. A. Choqueta; S. G. Campos; L. H. P. Junior Resumo Este artigo apresenta o resultado

Leia mais

AUTOMAÇÃO DA SUBESTAÇÃO DA USINA TERMELÉTRICA DE LINHARES (ES) COM O ELIPSE POWER

AUTOMAÇÃO DA SUBESTAÇÃO DA USINA TERMELÉTRICA DE LINHARES (ES) COM O ELIPSE POWER AUTOMAÇÃO DA SUBESTAÇÃO DA USINA TERMELÉTRICA DE LINHARES (ES) COM O ELIPSE POWER Este case apresenta a aplicação da solução Elipse Power para controlar a subestação da Usina Termelétrica de Linhares,

Leia mais

PRODUTOS SERIADOS. ME30 infobox

PRODUTOS SERIADOS. ME30 infobox PRODUTOS SERIADOS ME30 infobox SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE SINAIS Adquirir, processar e visualizar de 8 a 40 alarmes ou indicadores de estado Funções de alarme configuráveis Anunciadores com possibilidade

Leia mais

INSTRUMENTOS PARA TESTES ELÉTRICOS Tutorial de Teste. Objetivo: Teste da curva do elemento de sobrecarga

INSTRUMENTOS PARA TESTES ELÉTRICOS Tutorial de Teste. Objetivo: Teste da curva do elemento de sobrecarga Tutorial de Teste Tipo de Equipamento: Relé de Proteção Marca: ABB Modelo: SPAM 150 C Funções: 49 ou PTTR - Sobrecarga Térmica Ferramenta Utilizada: CE-6003 & CE-6006 Objetivo: Teste da curva do elemento

Leia mais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais BI AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL Sistema Integrado de Teste em Umbilicais Objetivos da Apresentação Demonstrar a Arquitetura de hardware e software da National Instruments utilizada na solução; Discutir

Leia mais

Regulador Digital de Tensão DIGUREG

Regulador Digital de Tensão DIGUREG Regulador Digital de Tensão DIGUREG Totalmente digital. Software para parametrização e diagnósticos extremamente amigável. Operação simples e confiável. Ideal para máquinas de pequena a média potência.

Leia mais

UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade

UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade UPS Liebert GXT3 de 6kVA e 10kVA Sistemas UPS Compactos para Aplicações em Racks de Alta Densidade Energia CA Para a Continuidade da Operação Crítica Liebert GXT3, UPS de 6kVA e 10kVA: Muita Proteção,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master

PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master 1 PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO Micro Master E Midi Master Preparado por ASI 1 PS 2 1. PARAMETRIZAÇÃO BÁSICA INICIAL...3 1.1 AJUSTES INICIAIS DO APARELHO...3 1.2 AJUSTE DE TEMPOS DE ACELERAÇÃO E DESACELERAÇÃO...3

Leia mais

Manual de instalação e operação

Manual de instalação e operação Manual de instalação e operação Central de alarme de incêndio endereçável INC 2000 Central de alarme de incêndio INC 2000 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Engesul.

Leia mais

HM203 (Protocolo ModBus) INDICADOR / CONTROLADOR

HM203 (Protocolo ModBus) INDICADOR / CONTROLADOR 1/19 HM203 (Protocolo ModBus) INDICADOR / CONTROLADOR Introdução O HM203 é um indicador/controlador que recebe um sinal de 4 a 20 ma, tem uma saída analógica 4 a 20 ma, 4 saídas de relé, e pode ter uma

Leia mais

SIMULADOR DE SISTEMAS DE PROTEÇÃO, CONTROLE E SUPERVISÃO: UMA FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO.

SIMULADOR DE SISTEMAS DE PROTEÇÃO, CONTROLE E SUPERVISÃO: UMA FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. SIMULADOR DE SISTEMAS DE PROTEÇÃO, CONTROLE E SUPERVISÃO: UMA FERRAMENTA PARA CAPACITAÇÃO DA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO. J. A. P. MOUTINHO Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A ELETRONORTE Brasil RESUMO

Leia mais

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-53 São Paulo, Brasil, Setembro de 2002

Área de Distribuição e Comercialização Identificação do Trabalho: BR-53 São Paulo, Brasil, Setembro de 2002 COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA REGIONAL IV CIERTEC SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE AUTOMAÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E CENTROS DE CONTROLE Área de Distribuição e Comercialização Identificação

Leia mais

Ferramentas SIMARIS. Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Totally Integrated Power

Ferramentas SIMARIS. Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Totally Integrated Power s Totally Integrated Power Ferramentas SIMARIS Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Answers for infrastructure and cities. Planejamento de distribuição de energia mais

Leia mais

Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D

Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D Apresentação Conjunto básico Dados técnicos Interface homem-máquina Apêndices 1 Apresentação Trata-se de um controlador especialmente projetado para o controle

Leia mais

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores Attack 1.35 Software de controle e Monitoração de amplificadores 1 Índice 1 Hardware necessário:... 3 1.1 Requisitos do computador:... 3 1.2 Cabos e conectores:... 3 1.3 Adaptadores RS-232 USB:... 4 1.4

Leia mais

NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP

NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Modelos: MPS 10.000 DC TT, MPS15.000 DC Tti e MPS20.000DC Potência: 10 KVA, 15 KVA e 20 KVA respectivamente. 1. Características

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO DO DIRETORIA DE OPERAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE OPERAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO DOP TERMO DE REFERÊNCIA 002/2011 - DOP COMPRA DE EQUIPAMENTO PARA TESTES DE RELÉS DE PROTEÇÃO Fevereiro/2011 ÍNDICE 1. CONTEXTUALIZAÇÃO

Leia mais

RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP

RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP RETIFICADOR INDUSTRIAL TRIFÁSICO RIT-MP Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento Rua da Várzea 379 CEP 91040-600 Porto Alegre RS Brasil Fone: (51)2131-2407 Fax: (51)2131-2469 engenharia@cp.com.br 1.

Leia mais

Capítulo X Automação elétrica industrial Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL)

Capítulo X Automação elétrica industrial Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) 52 Apoio Automação de subestações Capítulo X Automação elétrica industrial Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) A instalação de relés microprocessados em indústrias tornou-se

Leia mais

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador P7C - HI Tecnologia 7C O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador P7C da HI tecnologia (PMU10700100). A lista de verbetes consta na versão

Leia mais

857 Sistema de proteção. Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação

857 Sistema de proteção. Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação 857 Sistema de proteção Para proteção do motor e do alimentador Boletim 857, Série A Guia de especificação Sumário Seção Descrição Página 1.0 Funções de proteção... 1 Proteção Synchrocheck (25)... 1 Proteção

Leia mais

SSW-05 Micro Soft-starter

SSW-05 Micro Soft-starter Motores Automação Energia Tintas Micro Soft-starter g Compacto g Digital - DSP g Fácil operação g Elevado rendimento g By-pass incorporado REPLACE ME BY A PICTURE! Soft-Starters são chaves de partida estática,

Leia mais

ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3

ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3 ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3 Solução da Elipse Software apresenta rápida integração com os equipamentos da subestação localizada em

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control MANUAL DO USUÁRIO Software de Gerenciamento Controlador de Fator de Potência Self Control ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 4 1.1 Aplicações 4 2.0 CARACTERÍSTICAS 4 2.1 Compatibilidade 4 3.0 INSTALAÇÃO 4 4.0 INICIALIZAÇÃO

Leia mais

TOPOLOGIAS DE NOBREAK

TOPOLOGIAS DE NOBREAK TOPOLOGIAS DE NOBREAK O que é um Nobreak? Nobreaks são equipamentos que possuem a função de fornecer energia ininterrupta para a carga (computadores, servidores, impressoras, etc.). Além desta função,

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 69 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 69 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título PARALELISMO MOMENTÂNEO DE GERADOR COM O SISTEMA PRIMÁRIO DE DISTRIBUIÇÃO ATÉ 69 kv, COM OPERAÇÃO EM RAMPA Código NTD-00.024 Data da emissão 05.11.2009 Data da última

Leia mais

Religadores S280-79-10P. Índice

Religadores S280-79-10P. Índice Religadores Controles Microprocessados para Religadores Kyle Form 5, Form 5 UDP e Form 5 NOVA DC Instruções para Instalação e Operação Aplicável para os números de série 3000 e acima S280-79-10P Informações

Leia mais

Multimedidores Inteligentes IDM96 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun

Multimedidores Inteligentes IDM96 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun Multimedidores Inteligentes IDM96 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_CNF - DEFINIÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3 3.

Leia mais

SSW05 Plus Micro Soft-Starter. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

SSW05 Plus Micro Soft-Starter. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas SSW05 Plus Micro Soft-Starter Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net SSW05 Plus - Micro Soft-Starters Soft-starters são chaves de partida estática, projetadas para a aceleração,

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE EQUIPAMENTOS DE SUBESTAÇÕES: DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE EQUIPAMENTOS DE SUBESTAÇÕES: DESENVOLVIMENTO E IMPLANTAÇÃO GSE/ 19 17 à 22 de outubro de 1999 Foz do Iguaçu Paraná - Brasil GRUPO VIII GRUPO DE SUBESTAÇÕES E EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS (GSE) SISTEMA DE MONITORAMENTO DE EQUIPAMENTOS DE SUBESTAÇÕES: DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Regular a tensão com conforto. REGSys. com funções adicionais inteligentes: Nós efectuamos a regulação.

Regular a tensão com conforto. REGSys. com funções adicionais inteligentes: Nós efectuamos a regulação. Nós efectuamos a regulação. REGSys Regular a tensão com conforto com funções adicionais inteligentes: Registador Logbook Modo conversor Estatiscista Monitorização do transformador ParaGramer Programação

Leia mais

UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida UMG 96S

UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida UMG 96S UMG 96S UMG 96S-Instrumento de medição universal com montagem embutida Os instrumentos de medição universal com montagem embutida da família de produto UMG 96S foram principalmente concebidos para utilização

Leia mais

Modo Execução. Modo Parametrizacão

Modo Execução. Modo Parametrizacão 1/7 Introdução O HM206 é um indicador para operar com comunicações RS485. O HM206 pode operar como escravo (slave) de rede fornecendo os dados ou operando comandado por outros sistemas ou como mestre (master)

Leia mais

INSTRUMENTOS PARA TESTES ELÉTRICOS Tutorial de Teste. Funções: 50 ou PIOC sobrecorrente instantâneo e 51 ou PTOC sobrecorrente temporizado

INSTRUMENTOS PARA TESTES ELÉTRICOS Tutorial de Teste. Funções: 50 ou PIOC sobrecorrente instantâneo e 51 ou PTOC sobrecorrente temporizado Tutorial de Teste Tipo de Equipamento: Relé de Proteção Marca: SCHWEITZER (SEL) Modelo: 751A Funções: 50 ou PIOC sobrecorrente instantâneo e 51 ou PTOC sobrecorrente temporizado Ferramenta Utilizada: CE-6006

Leia mais

ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000

ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000 ANALISADOR DE ENERGIA CEM 1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES ANALISADOR DE ENERGIA CEM1000 1.- INTRODUÇÃO: O analisador de energia CIBER modelo CEM1000, mede, calcula e totaliza as principais grandezas elétricas

Leia mais

Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro SIRIUS. Respostas para a indústria.

Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro SIRIUS. Respostas para a indústria. Controle de Processo Ideal: PCS 7 Library SIMOCODE pro Respostas para a indústria. Percepção, previsão, visão ampliada: SIMOCODE pro integrado no SIMATIC PCS7 O sistema flexível de gerenciamento de motores

Leia mais

GDE4000. Controlador de Demanda

GDE4000. Controlador de Demanda Controlador de Demanda Funções avançadas de controle de demanda e fator de potência Seleção de cargas por prioridade e por potências Flexibilidade na programação de demandas sazonais Simulação de fatura

Leia mais

Automação de Subestações

Automação de Subestações Automação de Subestações Geração Distribuição Transmissão Indústria Produtos e Serviços: Merging Units Gateway DNP -IEC 61850 Projeto, Integração, TAF, TAC Montagem de Painéis Configuração de Sistemas

Leia mais

Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação

Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação Catálogo Técnico Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação Monitor de isolação 203-02/2006-0 Tudo sob controle Em aplicações, onde a falta de tensão pode causar graves conseqüências

Leia mais

Módulo WCM200. Controlador WSI250 - HI Tecnologia

Módulo WCM200. Controlador WSI250 - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador WSI250 - HI Tecnologia W i re l e s s S i g n a l I n t e r fa c e O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador WSI250 da HI tecnologia

Leia mais

Módulo de Acesso com Teclado 1. Manual do Usuário. Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações

Módulo de Acesso com Teclado 1. Manual do Usuário. Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações Módulo de Acesso com Teclado 1 Manual do Usuário Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações 2 Manual do Usuário Módulo de Acesso com Teclado 3 ÍNDICE CAPÍTULO I - APRESENTAÇÃO...07

Leia mais

Controle e Corte Emergencial de Cargas com Recomposição Automática Através do Sistema SCADA BRASIL

Controle e Corte Emergencial de Cargas com Recomposição Automática Através do Sistema SCADA BRASIL Controle e Corte Emergencial de Cargas com Recomposição Automática Através do Sistema SCADA MONTENEGRO, J. C. F. S. (José Carlos de França e Silva Montenegro) BANDEIRANTE BRASIL MARQUES, R. (Rogério Marques)

Leia mais

Controle e proteção de alimentadores REF615 Guia do Produto

Controle e proteção de alimentadores REF615 Guia do Produto Guia do Produto Conteúdo 1. Descrição...3 2. Configurações padrão...3 3. Funções de proteção...7 4. Aplicações...9 5. Controle...12 6. Medição...12 7. Registrador de perturbações...13 8. Registro de eventos...13

Leia mais

Controle Remoto AFT-RCT-TRM6

Controle Remoto AFT-RCT-TRM6 Folha 01 de 08 Agência Nacional de Telecomunicações 1636-14-5663 7898911715990 PRODUTO NACIONAL APLICAÇÃO O C o n t r o l e R e m o t o A l f a t r o n i c A F T - R C T - TRM6(Transmissor e Receptor)

Leia mais

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos ou sistemas que se queiram supervisionar, via contatos

Leia mais

3.1.6 Entradas digitais Quantidade: 8. Tipo: NPN / PNP conforme configuração, dividida em 2 grupos de 4 entradas. Impedância de entrada: 8.8KΩ.

3.1.6 Entradas digitais Quantidade: 8. Tipo: NPN / PNP conforme configuração, dividida em 2 grupos de 4 entradas. Impedância de entrada: 8.8KΩ. 8 Tecla Cancelar. Utilizado para retorno de nível de programação. 9 Tecla Enter. Utilizado para acessar programação. Obs.: Todas as teclas podem ser utilizadas no diagrama Ladder. 3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Leia mais

Capítulo XI Estações de acesso remoto de engenharia

Capítulo XI Estações de acesso remoto de engenharia 56 Apoio Automação de subestações Capítulo XI Estações de acesso remoto de engenharia Equipe de engenharia da Schweitzer Engineering Laboratories (SEL) O desenvolvimento das facilidades de comunicação

Leia mais

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE

Leia mais

ANEXO A ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DOS RETIFICADORES DO SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO EM TENSÃO CONTÍNUA.

ANEXO A ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DOS RETIFICADORES DO SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO EM TENSÃO CONTÍNUA. DEPARTAMENTO DE OPERAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO - DOP ANEXO A ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DOS RETIFICADORES DO SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO EM TENSÃO CONTÍNUA. 1. INTRODUÇÃO Esta especificação técnica tem como objetivo estabelecer

Leia mais