Detetives do passado: escravidão no século 19. Rio de Janeiro: Núcleo de Documentação, História e Memória-NUMEM/UNIRIO, 2009.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Detetives do passado: escravidão no século 19. Rio de Janeiro: Núcleo de Documentação, História e Memória-NUMEM/UNIRIO, 2009."

Transcrição

1

2

3

4

5

6

7

8 Solução do caso É TUDO VERDADE! Em julho de 1813, o verdadeiro Francisco José Rebello enviou seu requerimento ao juiz municipal do Desterro. Este requerimento e todos os outros documentos que compõem a ação de liberdade de Liberata estão depositados no Arquivo Nacional, na seção da Corte de Apelação. Leia o primeiro requerimento de Liberata e a petição escrita por Francisco José Rebello: 1. Diz Liberata, mulher parda cativa de José Vieira Rebello, morador na Enseada das Garoupas, que ela Suplicante como pessoa miserável e desamparada, sem ter quem dela se compadecesse mais do que as sagradas Leis de Sua Alteza Real, e as Justiças do mesmo soberano Senhor, implora de joelhos toda a devida vênia para que por esta primeira vos possa em seu nome fazer saber a Alta Justiça os tormentos de seu cativeiro, as sevícias que de dia em dia sofre sem respirar, sem poder conseguir os meios de se queixar por seu curador, por se achar como em um cárcere privado, vigiada, de não pode conseguir os meios de ser ouvida, porque sendo a suplicante comprada pelo dito seu senhor, na Vila de Paranaguá, sendo a suplicante menor de 10 anos, e chegando à casa do dito seu senhor sendo por diferentes ocasiões perseguida, e atacada do mesmo, procurando mandá-la aos Matos por lugares remotos e despovoados tudo a fim de solicitar já com violência e promessas de sua liberdade, finalmente a levou de sua honra, e de maneira que continuando o dito seu senhor a persegui-la, teve do mesmo logo um filho por nome João, que não podendo o mesmo senhor negar o referido seu filho, não só pela semelhança de seu pai, como por ser já sabido o furor na Pia, porém movendo-se grandes desordens em casa com a senhora do suplicante, tudo vai em cima da miserável, que não pode escapar-se aos castigos, nem evitar de ser perseguida do dito seu senhor, que veio a procurar um pardo a fim de que o mesmo senhor a largasse, por não ser de sua vontade o viver naquela vida com seu senhor, atacada ainda mais pelos mesmos filhos do suplicado. E porque não pode viver um semelhante tormento, e na conformidade das sagradas leis tem todo o Direito à sua liberdade, portanto suplica a V.S que se faça justiça. Francisco José Rebello. Corte de Apelação maço 214 número O que você acha que aconteceu com Liberata? Será que ela conseguiu a tão sonhada liberdade? Surpreenda-se com o verdadeiro final da história: Por incrível que pareça, um ano e poucos meses depois de enviar o requerimento ao juiz municipal do Desterro, Francisco José Rebello enviou outro, desistindo da ação. Liberata também confirmou que desistia do processo; ela disse que conseguiu a carta de liberdade, que já estava livre? Como? Nós não sabemos ao certo como tudo aconteceu as últimas páginas do processo estão rasgadas mas podemos deduzir que Liberata conseguiu a sua liberdade negociando diretamente com seu senhor. Quem sabe ele se arrependeu de todas as maldades que cometeu?

9 Referências CARDOSO, Paulino de Jesus. Negros em Desterro: experiências das populações de origem africana em Florianópolis. Séc. XIX. Itajaí, Casa Aberta, GRINBERG, Keila. Liberata, a lei da ambiguidade as ações de liberdade da Corte de Apelação do Rio de Janeiro no século XIX. Rio de Janeiro, Relume Dumará, LIMA, Henrique Espada. Sob o domínio da precariedade: Escravidão e os significados da liberdade de trabalho no século XIX, in Topoi, Rio de Janeiro, v. 6, n. 11, p , MAMIGONIAN, Beatriz Galotti. Africanos em Santa Catarina: escravidão e identidade étnica ( ), in: Fragoso, João Luis Ribeiro; Florentino, Manolo G.; Sampaio, Antonio Carlos Jucá; Campos, Adriana. (Org.). Nas rotas do império: eixos mercantis, tráfico e relações sociais no mundo português. Vitória; Lisboa; Brasília: Ed. UFES; Instituto de Investigações Científicas Tropicais; CNPq, 2006, p PENNA, Clemente Gentil. Escravidão, liberdade e os arranjos de trabalho na Ilha de Santa Catarina nas ultimas décadas da escravidão ( ). Dissertação de Mestrado. Florianópolis, Universidade Federal de Santa Catarina, REBELATTO, Martha. Fugas escravas e quilombos na Ilha de Santa Catarina, século XIX. Dissertação e Mestrado. Florianópolis, Universidade Federal de Santa Catarina, 2006.

O comércio de escravos para a capitania de Santa Catarina (1815-1826): Notas preliminares

O comércio de escravos para a capitania de Santa Catarina (1815-1826): Notas preliminares Vitor Hugo Bastos Cardoso: O comércio de escravos... 43 O comércio de escravos para a capitania de Santa Catarina (1815-1826): Notas preliminares Vitor Hugo Bastos Cardoso vitorhgcardoso@yahoo.com.br Universidade

Leia mais

Introdução hovia huva izia

Introdução hovia huva izia 1 "E disse ao seu moço: Sobe agora e olha para a banda do mar. E subiu, e olhou, e disse: Não há nada. Então, disse ele: Torna lá sete vezes ". 1 Reis 18:43 Introdução: A cada semana temos declarado que

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Vidas cativas: uma biografia dos escravos envolvidos no plano de revolta de 1832 Campinas

Vidas cativas: uma biografia dos escravos envolvidos no plano de revolta de 1832 Campinas Vidas cativas: uma biografia dos escravos envolvidos no plano de revolta de 1832 Campinas Ricardo Figueiredo Pirola Mestrando UNICAMP No ano de 1832 foi descoberto em Campinas um plano de revolta escrava,

Leia mais

REIS BONS E REIS MAUS

REIS BONS E REIS MAUS Bíblia para crianças apresenta REIS BONS E REIS MAUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo.

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. JOÁS, O MENINO REI Lição 65 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 11; 2 Crônicas 24.1-24 (Base bíblica para a história

Leia mais

CLIPPING DE ARTGOS. 02/2015 Março / Abril PERIODICIDADE BIMESTRAL

CLIPPING DE ARTGOS. 02/2015 Março / Abril PERIODICIDADE BIMESTRAL CLIPPING DE ARTGOS 02/2015 Março / Abril PERIODICIDADE BIMESTRAL SUMÁRIO CURIOSIDADES... 2 A guerra contra os índios botocudos e a formação de quilombos no Espírito Santo... 2 Tramas, terra e liberdade:

Leia mais

Lição Um. Um Novo Princípio. O Poder Transformador de Cristo

Lição Um. Um Novo Princípio. O Poder Transformador de Cristo Livro 1 página 4 Lição Um Um Novo Princípio O Poder Transformador de Cristo Da Palavra de Deus: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo

Leia mais

A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da

A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da CAPOEIRA A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da escravatura no Brasil. No século XVI, Portugal tinha

Leia mais

Genealogia das Famílias Açorianas - De onde viemos e quem somos.

Genealogia das Famílias Açorianas - De onde viemos e quem somos. Genealogia das Famílias Açorianas - De onde viemos e quem somos. Marcos Henrique Oliveira Pinheiro Descendente de Açorianos Formação Educação Física Pesquisador de Genealogia Participante da 2 Semana de

Leia mais

DAVI, O REI (PARTE 1)

DAVI, O REI (PARTE 1) Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Actividades realizadas ao longo do ano. Quem somos. Vila de Rabo de Peixe. Verão. Natal. durante o ano. Páscoa

Actividades realizadas ao longo do ano. Quem somos. Vila de Rabo de Peixe. Verão. Natal. durante o ano. Páscoa 2004-2012 Fica situada na Ilha de São Miguel a cerca de 10 km da Ribeira Grande e 25 km de Ponta Delgada. É uma das zonas mais pobres de Portugal. Dos seus oito mil habitantes, mais de metade vive em situação

Leia mais

JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30. 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus..

JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30. 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus.. JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30 1 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus.. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.1-13; Marcos 2.1-13; Lucas 9.28-36 (Leitura bíblica para

Leia mais

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1 Bíblia Sagrada Novo Testamento Primeira Epístola de São João virtualbooks.com.br 1 Capítulo 1 1 O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril

DATAS COMEMORATIVAS. CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril Descobrimento do Brasil. Pintura de Aurélio de Figueiredo. Em 1500, há mais de 500 anos, Pedro Álvares Cabral e cerca de 1.500 outros portugueses chegaram

Leia mais

Jesus pode mudar a sua vida João 4.46-47 e 49-53. Ao longo da vida passamos por muitas mudanças.

Jesus pode mudar a sua vida João 4.46-47 e 49-53. Ao longo da vida passamos por muitas mudanças. Jesus pode mudar a sua vida João 4.46-47 e 49-53 Ao longo da vida passamos por muitas mudanças. Pr. Fernando Fernandes Penápolis, 20/10/2012 3º Cristo na Praça Dia Municipal do Evangélico 1 Mudanças sociais,

Leia mais

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e I João 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós

Leia mais

Todos Batizados em um Espírito

Todos Batizados em um Espírito 1 Todos Batizados em um Espírito Leandro Antonio de Lima Podemos ver os ensinos normativos a respeito do batismo com o Espírito Santo nos escritos do apóstolo Paulo, pois em muitas passagens ele trata

Leia mais

Boletim Eletrônico. 1 - Apresentação. 2 Público Alvo. IV Seminário Educação, Relações Raciais e Multiculturalismo

Boletim Eletrônico. 1 - Apresentação. 2 Público Alvo. IV Seminário Educação, Relações Raciais e Multiculturalismo Boletim Eletrônico IV Seminário Educação, Relações Raciais e Multiculturalismo II Seminário Memória e Experiência: Elementos de formação da Capoeira Angola II Seminário Internacional Áfricas: Historiografia

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS

SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS Bíblia para crianças apresenta SAMUEL, O MENINO SERVO DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Lyn Doerksen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

End. Eletrônico: ameliaassisalves@gmail.com / ameliaalves29@hotmail.com. Licenciatura e bacharelado em História pela Univ.Federal de Mato Grosso

End. Eletrônico: ameliaassisalves@gmail.com / ameliaalves29@hotmail.com. Licenciatura e bacharelado em História pela Univ.Federal de Mato Grosso Curriculum Vitae. 2014. Historiadora/pesquisadora: MARIA AMELIA ASSIS ALVES CRIVELENTE End.: Faz Santa Clara Rodovia MT 251, altura km 30. CEP.: 78050-973 Cuiabá, Mato Grosso Brasil. End. Eletrônico: ameliaassisalves@gmail.com

Leia mais

Detetives do passado: escravidão no século 19. Rio de Janeiro: Núcleo de Documentação, História e Memória-NUMEM/UNIRIO, 2009.

Detetives do passado: escravidão no século 19. Rio de Janeiro: Núcleo de Documentação, História e Memória-NUMEM/UNIRIO, 2009. Detetives do passado: escravidão no século 19. Rio de Janeiro: Núcleo de Documentação, História e Memória-NUMEM/UNIRIO, 2009. A carta de alforria trazia as seguintes informações: identidade do dono [...],

Leia mais

II Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional

II Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional II Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional EM ÁGUAS DO ATLÂNTICO SUL: escravos-marinheiros no cais do porto de Itajaí (SC) no século XIX. José Bento Rosa da Silva Manoel Caetano Vieira, era

Leia mais

Isaque permaneça nesta terra mais um pouco, e eu estarei com você e o abençoarei

Isaque permaneça nesta terra mais um pouco, e eu estarei com você e o abençoarei Abraão sai da tua terra e vai para uma terra que te mostrarei Gn 12.1 Isaque permaneça nesta terra mais um pouco, e eu estarei com você e o abençoarei Gn 28.3 Jacó volte para a terra de seus pais e de

Leia mais

O TRÁFICO ILEGAL E OS AFRICANOS LIVRES NO BRASIL OITOCENTISTA

O TRÁFICO ILEGAL E OS AFRICANOS LIVRES NO BRASIL OITOCENTISTA O TRÁFICO ILEGAL E OS AFRICANOS LIVRES NO BRASIL OITOCENTISTA Nielson Rosa Bezerra 1 Ainda na primeira década dos Oitocentos, o tráfico de escravos atlântico de escravos foi estabelecido como ilegal pelo

Leia mais

A PRESENÇA NEGRA NO PARÁ: RESENHA DE UM

A PRESENÇA NEGRA NO PARÁ: RESENHA DE UM R E S E N H A A PRESENÇA NEGRA NO PARÁ: RESENHA DE UM TRABALHO PIONEIRO SALLES, VICENTE. O NEGRO NO PARÁ. SOB O REGIME DA ESCRAVIDÃO. 3ª EDIÇÃO. BELÉM: INSTITUTO DE ARTES DO PARÁ, 2005. JOSÉ MAIA BEZERRA

Leia mais

A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS

A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS A LIÇÃO DAS GENEALOGIAS Gn 5 1 Esta é a lista dos descendentes de Adão. Quando criou os seres humanos, Deus os fez parecidos com ele. 2 Deus os criou homem e mulher, e os abençoou, e lhes deu o nome de

Leia mais

Realidade vs Virtualidade

Realidade vs Virtualidade Realidade vs Virtualidade Vivendo entre quem Somos e quem queremos Ser Necessidade de sermos felizes Necessidade de sermos aceitos Necessidades de Sermos A CONSTRUÇÃO DA NOSSA IDENTIDADE Vivendo entre

Leia mais

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS Pr. Cristiano Nickel Junior O propósito é que a Igreja seja um exército com bandeiras Martyn Lloyd-Jones No princípio era aquele

Leia mais

BENEDITO/.PREZIA EDUARDO HOORNAERT ESTA 1ERRA 1MHA DONO CEHILA POPULAR - CIMI FTO

BENEDITO/.PREZIA EDUARDO HOORNAERT ESTA 1ERRA 1MHA DONO CEHILA POPULAR - CIMI FTO BENEDITO/.PREZIA EDUARDO HOORNAERT n & ESTA 1ERRA 1MHA DONO CEHILA POPULAR - CIMI FTO UMA PALAVRA 11 PARTE I OS POVOS DE NOSSA TERRA UNIDADE 1 A GRANDE 1 FAMÍLIA HUMANA i CAP. 1 Milhões de anos atrás 14

Leia mais

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1)

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) Ministério de Intercessão A Intercessão e a Batalha Espiritual Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) O que é Intercessão?

Leia mais

NOVOS OLHARES SOBRE A ESCRAVIDÃO

NOVOS OLHARES SOBRE A ESCRAVIDÃO NOVOS OLHARES SOBRE A ESCRAVIDÃO Charles Nascimento de SÁ charles.as@superig.com.br FTC/FACSA A escravidão no Brasil tem nos maus tratos e na violência do sistema sua principal afirmação. Ao longo das

Leia mais

MARIA ÍCONE DA IGREJA SOLIDÁRIA NAS DORES DO POVO

MARIA ÍCONE DA IGREJA SOLIDÁRIA NAS DORES DO POVO MARIA ÍCONE DA IGREJA SOLIDÁRIA NAS DORES DO POVO Reflexão Estamos preparando o Jubileu dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e 160 anos da declaração do Dogma da Imaculada Conceição

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa Institucional de Iniciação Científica convida a todos para participar do Seminário de Iniciação Científica da FAJE que acontecerá no dia 06 de Agosto de 2015,

Leia mais

EPÍSTOLA DE PAULO AOS GÁLATAS

EPÍSTOLA DE PAULO AOS GÁLATAS Aula 02 EPÍSTOLA DE PAULO AOS GÁLATAS Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão (Gl 5:1). A Epístola aos Gálatas foi escrita

Leia mais

LIBERATA: a lei da ambigüidade as ações de liberdade da Corte de Apelação do Rio de Janeiro no século XIX

LIBERATA: a lei da ambigüidade as ações de liberdade da Corte de Apelação do Rio de Janeiro no século XIX LIBERATA: a lei da ambigüidade as ações de liberdade da Corte de Apelação do Rio de Janeiro no século XIX Keila Grinberg Keila Grinberg Liberata: a lei da ambigüidade as ações de liberdade da Corte de

Leia mais

728DD62502. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

728DD62502. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Discurso pronunciado pelo Deputado João Mendes de Jesus S/PARTIDO em 09/08/2005 Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Antes de me reportar aos senhores quero lembrar que a Igreja Universal

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O PEQUENO DE GIDEÃO

Bíblia para crianças. apresenta O PEQUENO DE GIDEÃO Bíblia para crianças apresenta O PEQUENO EXÉRCITO DE GIDEÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Relacionamento com Deus

Relacionamento com Deus Relacionamento com Deus Apocalipse 3:14-19 Lucas 11 Mateus 6 Pra Ivonne Muniz Junho 2014 Apocalipse 3:14-19 E ao anjo da igreja de Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o

Leia mais

EDUCAÇÃO, POLÍTICAS PÚBLICAS E INCLUSÃO: sujeitos, saberes e práticas 17 a 19 de novembro de 2015 CARTA DE ACEITE

EDUCAÇÃO, POLÍTICAS PÚBLICAS E INCLUSÃO: sujeitos, saberes e práticas 17 a 19 de novembro de 2015 CARTA DE ACEITE intitulada A MULHER NEGRA E A AFIRMAÇÃO DE SUA IDENTIDADE: uma análise sócio histórica, de autoria de Beatriz Gonçalves da Silva, Maria Beatriz Souza Nascimento foi aceito para ser incluído na programação

Leia mais

Instruções de Uso. 1 - Imprima 3 cópias da petição, pois 2 ficarão no protocolo e 1 será devolvida com o nº do processo e data da audiência;

Instruções de Uso. 1 - Imprima 3 cópias da petição, pois 2 ficarão no protocolo e 1 será devolvida com o nº do processo e data da audiência; Instruções de Uso Depois de finalizada a petição inicial, você deverá seguir os seguintes passos: 1 - Imprima 3 cópias da petição, pois 2 ficarão no protocolo e 1 será devolvida com o nº do processo e

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

Grandes coisas fez o Senhor!

Grandes coisas fez o Senhor! Grandes coisas fez o Senhor! Sl 126:3 "Grandes coisas fez o Senhor por nós, e, por isso, estamos alegres." Este Salmo é um cântico cheio de alegria que se refere ao retorno do povo judeu do cativeiro babilônico,

Leia mais

Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA

Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA ESCRAVIDÃO ANTIGA A escravidão é um tipo de relação de trabalho que existia há muito tempo na história da humanidade. Na Antiguidade, o código

Leia mais

INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá)

INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá) INDICAÇÃO Nº DE 2005 (Do Srº Babá) Sugere ao Poder Executivo, a imediata retirada das tropas brasileiras do Haiti, e indica a necessidade de revogar o Decreto Legislativo nº 207, de 19 de maio de 2004,

Leia mais

Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto Processo Seletivo 2013/1

Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto Processo Seletivo 2013/1 Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto Processo Seletivo 2013/1 Número de Inscrição Título do Projeto Nota Situação 1 Escritas Confessionais nos Compêndios Didáticos

Leia mais

E a besta... também é ele, o Oitavo. ...e caminha para a destruição. (Apocalipse 17:11) Pablo Alves

E a besta... também é ele, o Oitavo. ...e caminha para a destruição. (Apocalipse 17:11) Pablo Alves o Oitavo E a besta... também é ele, o Oitavo...e caminha para a destruição (Apocalipse 17:11) Pablo Alves Titulo original em português: O Oitavo Autor: Pablo Alves 2 a edição - Revisada e Corrigida 2 a

Leia mais

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?)

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ação nº41/2012 Formadora: Madalena Moniz Faria Lobo San-Bento Formanda: Rosemary Amaral Cabral de Frias Introdução Para se contar histórias a crianças,

Leia mais

Presidência da República Federativa do Brasil. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

Presidência da República Federativa do Brasil. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial Presidência da República Federativa do Brasil Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial A SEPPIR CRIAÇÃO A Seppir (Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial)

Leia mais

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública.

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. No BATISMO DE JESUS, no Rio Jordão, revela-se o Filho amado de Deus,

Leia mais

AS INVASÕES FRANCESAS

AS INVASÕES FRANCESAS AS INVASÕES FRANCESAS 2ª invasão 1612 Maranhão Fundação da França Equinocial e a Cidade de São Luís Comandante Daniel de La Touche Obs: esse período Portugal passava para domínio espanhol 1ª invasão Rio

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome:

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome: 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome: Leia este texto para responder às questões de 1 a 4. Quando eu nasci, meu pai logo se encarregou de registrar este acontecimento.

Leia mais

Apocalipse. Contexto:

Apocalipse. Contexto: Apocalipse Contexto: Última década do Século I Imperador Domiciano Culto ao Imperador Perseguição imperial Igreja de mártires João é o último apóstolo vivo João, o último apóstolo vivo, exilado na ilha

Leia mais

AGORA É ASSIM: VOCÊ DECIDE, A PREFEITURA FAZ.

AGORA É ASSIM: VOCÊ DECIDE, A PREFEITURA FAZ. AGORA É ASSIM: VOCÊ DECIDE, A PREFEITURA FAZ. Você já ouviu falar Nesse tal de orçamento? O que entra de recursos Na administração Terá que ser todo gasto Em prol da população ISS, IPTU Fundo de Participação

Leia mais

SAUL, UM REI BONITO E TOLO

SAUL, UM REI BONITO E TOLO Bíblia para crianças apresenta SAUL, UM REI BONITO E TOLO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Lyn Doerksen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

A História de azzeittum

A História de azzeittum A História de azzeittum Azeitão é palavra derivada de azzeittum, vocábulo de origem árabe, que refere os extensos olivais encontrados quando aquele povo chegou a esta região. A primeira delimitação que

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação

Fundação Escola de Sociologia e Política Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação Fundação Escola de Sociologia e Política Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação Luiza Wainer UMA REFLEXÃO SOBRE A CONDIÇÃO DO HOMEM LIVRE NO ROMANCE FOGO MORTO, DE JOSÉ LINS DO REGO São Paulo/SP

Leia mais

Portadores. Luz. Por Neale Donald Walsch. Autor de Conversando com Deus

Portadores. Luz. Por Neale Donald Walsch. Autor de Conversando com Deus Portadores da Luz Por Neale Donald Walsch Autor de Conversando com Deus Em memória de Francis H. Treon um Futzu (Mestre) em Gohn Dagow (uma clássica, chinesa, suave, monacal forma de autodesenvolvimento)

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ JESUS E TENTADO NO DESERTO Volume 4 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 11 7) PERGUNTAS: 1. Depois de ser batizado, onde Jesus foi guiado pelo espírito? 2. Quem

Leia mais

A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46

A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46 A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46 1 1. Objetivos: Mostrar que o Senhor Jesus morreu na cruz e foi sepultado. Ensinar que o Senhor Jesus era perfeito; não havia nada que o condenasse. Ensinar que depois

Leia mais

Vacas gordas & Vacas magras

Vacas gordas & Vacas magras Vacas gordas & Vacas magras Gn 41:1-16,25-37 Esta é uma história conhecida, e que tem sido muito usada no decorrer dos anos, por gerações inteiras devido ao seu riquíssimo conteúdo. Conhecemos através

Leia mais

Para onde vou Senhor?

Para onde vou Senhor? Para onde vou Senhor? Ex 40:33-38 "Levantou também o pátio ao redor do tabernáculo e do altar e pendurou a coberta da porta do pátio. Assim, Moisés acabou a obra. Então a nuvem cobriu a tenda da congregação,

Leia mais

Um domingo além da razão

Um domingo além da razão Um domingo além da razão Leon Tolstói Confissão Minha pergunta - aquela que aos 50 anos quase me levou ao suicídio - era a mais simples das perguntas que habitam a alma de qualquer ser humano... uma pergunta

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

ANNA, FELICIANA E BENEDICTA NA LUTA PELA ALFORRIA: HEGEMONIA SENHORIAL E A RESISTÊNCIA DE ESCRAVAS EM MACEIÓ (1849-1879) Danilo Luiz Marques*

ANNA, FELICIANA E BENEDICTA NA LUTA PELA ALFORRIA: HEGEMONIA SENHORIAL E A RESISTÊNCIA DE ESCRAVAS EM MACEIÓ (1849-1879) Danilo Luiz Marques* ANNA, FELICIANA E BENEDICTA NA LUTA PELA ALFORRIA: HEGEMONIA SENHORIAL E A RESISTÊNCIA DE ESCRAVAS EM MACEIÓ (1849-1879) Danilo Luiz Marques* Anna As alforrias no Brasil oitocentista se deram de diversas

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

1. Portos de Chegada, locais de quarentena e venda

1. Portos de Chegada, locais de quarentena e venda 1. Portos de Chegada, locais de quarentena e venda A execução do tráfico atlântico de africanos escravizados envolveu a construção de portos, locais de quarentena e venda de africanos recém-chegados nas

Leia mais

Estudos bíblicos sobre liderança Tearfund*

Estudos bíblicos sobre liderança Tearfund* 1 Estudos bíblicos sobre liderança Tearfund* 1. Suporte para lideranças Discuta que ajuda os líderes podem necessitar para efetuar o seu papel efetivamente. Os seguintes podem fornecer lhe algumas idéias:

Leia mais

Prova bimestral. história. 1 o Bimestre 5 o ano. 1. Leia o texto a seguir e responda

Prova bimestral. história. 1 o Bimestre 5 o ano. 1. Leia o texto a seguir e responda Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 1 o Bimestre 5 o ano história Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia o texto a seguir e responda Na

Leia mais

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos.

Esperança em um mundo mal Obadias 1-21. Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Esperança em um mundo mal Obadias 1-21 Propósito: Confiar em Cristo independente do mundo em que vivemos. Introdução Obadias É o livro mais curto do Antigo Testamento. Quase nada se sabe sobre o autor.

Leia mais

A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO

A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO Bíblia para crianças apresenta A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO POÇO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Economia e Sociedade Açucareira. Alan

Economia e Sociedade Açucareira. Alan Economia e Sociedade Açucareira Alan Características coloniais gerais Colônia de exploração Existência de Pacto Colonial Monopólio Economia de exportação de produtos tropicais Natureza predatória extrativista,

Leia mais

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana HINOS DE DESPACHO Tema 2012: Flora Brasileira Estrela D Alva www.hinarios.org 1 2 01 O DAIME É O DAIME O é o Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana O é o O professor dos professores

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

QUANDO DEUS CRIOU TODAS AS COISAS

QUANDO DEUS CRIOU TODAS AS COISAS Bíblia para crianças apresenta QUANDO DEUS CRIOU TODAS AS COISAS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Byron Unger; Lazarus Adaptado por: Bob Davies; Tammy S. O texto bíblico desta história é extraído

Leia mais

Escravidão e Relações Diplomáticas Brasil e Uruguai, século 19

Escravidão e Relações Diplomáticas Brasil e Uruguai, século 19 Escravidão e Relações Diplomáticas Brasil e Uruguai, século 19 Keila Grinberg * Este paper está inserido no projeto de pesquisa que venho desenvolvendo atualmente sobre escravidão e formação das relações

Leia mais

Palavras-chave: Patrimônio cultural; História e Cultura Afro-Brasileiras; Educação Patrimonial; Diversidade Cultural; Promoção da Igualdade

Palavras-chave: Patrimônio cultural; História e Cultura Afro-Brasileiras; Educação Patrimonial; Diversidade Cultural; Promoção da Igualdade Programa SANTA AFRO CATARINA: Educação patrimonial e a presença de africanos e afrodescendentes na Ilha de Santa Catarina Contemplado no Edital PROEXT 2011 MEC/SESu Coordenadoras: Profa. Dra. Andréa Ferreira

Leia mais

PLEBISCITO POPULAR. Por uma Constituinte Exclusiva Soberana do Sistema Político MANUAL DE ORGANIZAÇÃO DA VOTAÇÃO

PLEBISCITO POPULAR. Por uma Constituinte Exclusiva Soberana do Sistema Político MANUAL DE ORGANIZAÇÃO DA VOTAÇÃO PLEBISCITO POPULAR Por uma Constituinte Exclusiva Soberana do Sistema Político MANUAL DE ORGANIZAÇÃO DA VOTAÇÃO 01 a 07 de Setembro de 2014 O presente manual contém todas as orientações para os procedimentos

Leia mais

Por que você trabalha?

Por que você trabalha? Adriano Lúcio Por que você trabalha? 1ª Edição Rio de Janeiro - RJ 2013 2013 Abrindo Página Editora www.abrindopagina.com Todos os direitos reservados. por que você trabalha? Capa e Diagramação Rosalis

Leia mais

XVIII Domingo TC -ANO A. EVANGELHO Mt 14,13-21. Jesus Novo Moisés. «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados...

XVIII Domingo TC -ANO A. EVANGELHO Mt 14,13-21. Jesus Novo Moisés. «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados... EVANGELHO Mt 14,13-21 Jesus Novo Moisés «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados....» Ambiente: «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados....»

Leia mais

MANUAL DO CIDADÃO. Para acessar a página do E-SIC clique no link do e-sic na página inicial do site (figura 1):

MANUAL DO CIDADÃO. Para acessar a página do E-SIC clique no link do e-sic na página inicial do site (figura 1): MANUAL DO CIDADÃO O sistema permite que qualquer pessoa - física ou jurídica - encaminhe pedidos de acesso à informação para órgãos e entidades do Poder Executivo Municipal. Por meio do e-sic também é

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA. Plano de Ensino

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA. Plano de Ensino UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Plano de Ensino Disciplina: Tópico Especial - História da Escravidão no Brasil (HST 5880) Carga Horária:

Leia mais

Os batismos entre 1825 a 1840, uma maneira de entender as disputas senhoriais na vila de Paty do Alferes, Rio de Janeiro

Os batismos entre 1825 a 1840, uma maneira de entender as disputas senhoriais na vila de Paty do Alferes, Rio de Janeiro Os batismos entre 1825 a 1840, uma maneira de entender as disputas senhoriais na vila de Paty do Alferes, Rio de Janeiro Alan de Carvalho Souza 1 ppunk_alan@hotmail.com A proposta desse texto é analisar

Leia mais

Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia.

Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia. Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia. Caríssimos Irmãos e Irmãs: Assim que Maria Madalena vira o túmulo vazio, correu à Jerusalém atrás de Pedro e João. Tiraram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde

Leia mais

Musica de Capoeira Geração africana volume 2

Musica de Capoeira Geração africana volume 2 Musica de Capoeira Geração africana volume 2 1 - Filho d'ogum Vale me Deus do céu Vale me Deus do céu Colega velho, vale me nossa senhora Vou jogar a Capoeira, jogo de dentro e de fora Sou filho de Ogûm,

Leia mais

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras)

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Mostre o "Homem em Pecado" separado de Deus Esta luz (aponte para o lado direito) representa

Leia mais

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo I Metodologia para o estudo do Evangelho à luz da Doutrina Espírita As três revelações

Leia mais

CD - EU TE CHAMEI IGREJA BATISTA FONTE DE VIDA

CD - EU TE CHAMEI IGREJA BATISTA FONTE DE VIDA ifras Sacerdotes da Adoração - EU TE HAMEI IREJA BATISTA FONTE E VIA MINISTÉRIO E LOUVOR- IREJA BATISTA FONTE E VIA EIÇÃO E IFRAS ALTON BIANHI IFRAS Sacerdotes da Adoração EU TE HAMEI 1. Palavra de vitória

Leia mais

Tema ASCENSÃO DO SENHOR

Tema ASCENSÃO DO SENHOR Encontro n. 6 ema ASCENSÃO DO SENHOR I. ACOLHIDA Ambiente: Lenço branco sobre a mesa, como sinal de despeida; uma cadeira vazia ou um banco próximo ao altar. Bíblia sobre o altar, vela acesa, com flores.

Leia mais

Embora o perdão e o amor de Deus sejam ilimitados, há algo que pode nos impedir de receber esse perdão.

Embora o perdão e o amor de Deus sejam ilimitados, há algo que pode nos impedir de receber esse perdão. Embora o perdão e o amor de Deus sejam ilimitados, há algo que pode nos impedir de receber esse perdão. 1 - A falta de perdão de nossa parte para com alguém. Se não perdoamos nosso irmão, Deus também não

Leia mais

PRÓLOGO. #21diasdeamor. DEUS É AMOR 1 João 4:8

PRÓLOGO. #21diasdeamor. DEUS É AMOR 1 João 4:8 PRÓLOGO DEUS É AMOR 1 João 4:8 Quando demonstramos amor, estamos seguindo os passos de Jesus. Ele veio para mostrar ao mundo quem Deus é. Da mesma maneira, temos a missão de mostrar ao mundo que Deus é

Leia mais

A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA. Ficha Autoras: Romance histórico. As autoras A vivência como professoras

A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA. Ficha Autoras: Romance histórico. As autoras A vivência como professoras A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA 1 As autoras A vivência como professoras foi a base de trabalho das autoras. Na sala de aula, puderam conviver com a realidade de leitura

Leia mais

O destino dos mortos

O destino dos mortos O destino dos mortos E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente. (Gn 2:7) OBJETIVO Desafiar o estudante da palavra de Deus

Leia mais