MUNICÍPIO DE MONCHIQUE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MUNICÍPIO DE MONCHIQUE"

Transcrição

1 CONCURSO LIMITADO POR PRÉVIA QUALIFICAÇÃO ao abrigo dos artigos 162.º a 192.º do Código dos Contratos Públicos (CCP) aprovado pelo n.º 1, do art.º 1.º do D.L. n.º 18/2008, de 29/01 AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA PARA AS INSTALAÇÕES DO PARQUE SUBTERRÂNEO DE S. SEBASTIÃO Artigo 1º. (Identificação do concurso) 1 - O presente concurso tem por objecto a aquisição da prestação de serviços de segurança, vigilância para as instalações do parque subterrâneo de S. Sebastião, na Vila de Monchique, de acordo com as características técnicas e jurídicas do caderno de encargos. 2 - O presente concurso tem a designação: DivRVT007/2009 Aquisição de serviços de segurança e vigilância para as instalações do parque subterrâneo de S. Sebastião 3 - A escolha do procedimento de concurso limitado por prévia qualificação foi feita ao abrigo da alínea b), do n.º 1 do artigo 20.º do Código dos Contratos Públicos (CCP). Artigo 2º. (Entidade Adjudicante) A entidade adjudicante é o Município de Monchique, Travessa da Portela n.º 2, Apartado 25, Monchique, Tel , Fax , Portal: E- mail: Plataforma electrónica utilizada: Artigo 3º. (Órgão que tomou a decisão de contratar) A decisão de contratar foi tomada por deliberação do executivo da Câmara Municipal de Monchique, na sua reunião ordinária n.º XIII, de 07/07/2009. Artigo 4º. (Órgão competente para prestar esclarecimentos) Os esclarecimentos necessários à boa compreensão e interpretação das peças do concurso são da responsabilidade do Júri do procedimento, no âmbito das competências definidas no artigo 69.º do CCP Monchique Página 1 de 15

2 Artigo 5º. (Qualificação dos candidatos) 1 - A qualificação dos candidatos assenta no modelo simples de qualificação que corresponde à verificação do preenchimento de requisitos mínimos de capacidade técnica e de capacidade financeira fixados neste programa. Artigo 6º. (Requisitos (mínimos) de capacidade técnica que os candidatos devem preencher) 1 - São admitidos os candidatos que cumpram cumulativamente os seguintes requisitos mínimos de capacidade técnica: a) Mínimo de 3 (três) anos de experiência em prestações de serviços anteriores semelhantes ao objecto do presente concurso com o valor unitário mínimo de ,00 (cinquenta mil euros), a comprovar pelas declarações juntas com os requisitos previstos na alínea b), n.º 3 do artigo 7.º; b) Número médio de trabalhadores efectivos afectos à prestação de serviços de vigilância nos últimos 3 anos (2008, 2007 e 2006) igual ou superior a 700 (setecentos); c) Certificação de qualidade segundo as normas NP EN ISO 9001:2000 ou ISO para processos relacionados com o objecto do concurso. 2 - Para efeitos da determinação da capacidade financeira estipulada no n.º 2 do artigo 165.º e de acordo com a alínea i) do n.º 1 do artigo 164.º do Código dos Contratos Públicos, o valor do factor f constante da expressão matemática prevista no Anexo IV do mesmo Código é 3 (três) e o valor económico estimado do contrato é de , Cumulativamente com o requisito mínimo de capacidade financeira previsto no n.º 2 do artigo 165.º do Código dos Contratos Públicos, os candidatos devem ainda preencher os seguintes requisitos mínimos: a) A média da capacidade de endividamento nos três últimos anos fiscais deverá ser 0,45; Este indicador, determina até que ponto a empresa pode ainda recorrer a aumentos de Capitais Alheios, sem comprometer a sua solvabilidade e autonomia financeira, sendo calculado do seguinte modo: Monchique Página 2 de 15

3 Sendo o capital permanente obtido pela soma das dívidas a terceiros de médio e longo prazo (campo A0313 do anexo A do IRC do modelo declarativo da Informação Empresarial Simplificada (IES) relativo aos exercícios dos três últimos anos fiscais) com o capital próprio (campo A0291 do anexo A do IRC do modelo declarativo da Informação Empresarial Simplificada (IES) relativo aos exercícios dos três últimos anos fiscais). O valor deste indicador oscila entre 0 e 1, sendo que quanto mais próximo estiver do valor zero, mais esgotada está a capacidade de endividamento da empresa. b) A média da autonomia financeira (AF) nos três últimos anos fiscais deverá ser 0,45; Este indicador traduz a capacidade de financiar o activo sem recorrer a capital alheio, dando apoio na análise de risco sobre a estrutura financeira, sendo calculado do seguinte modo: Sendo o activo liquido total (campo A0276 (3) do anexo A do IRC do modelo declarativo da Informação Empresarial Simplificada (IES) relativo aos exercícios dos três últimos anos fiscais) constituído pelo valor do activo após terem sido feitas as correcções patrimoniais, ou seja, depois de ter sido deduzido ao activo o valor das provisões e das amortizações referentes às diferentes rubricas do balanço. c) A média da liquidez geral nos três últimos anos fiscais deverá ser 1; Este indicador traduz a capacidade da empresa fazer face às suas obrigações de curto prazo através das disponibilidades de curto prazo, sendo calculado do seguinte modo: Este indicador avalia, assim, se os fundos facilmente utilizáveis pela empresa (dinheiro em caixa, contas bancárias, títulos e outros activos circulantes) cobrem as dívidas de curto prazo, para determinar se podem ou não existir problemas de tesouraria. Os valores das existências, dividas de terceiros de curto prazo e dividas a terceiros de curto prazo a avaliar serão os indicados respectivamente, nos campos A0234, A0258 e A0331 do anexo A do IRC do modelo declarativo da Informação Empresarial Simplificada (IES) relativo aos exercícios dos três últimos anos fiscais Monchique Página 3 de 15

4 d) Demonstrar possuir Volume de Negócios (VN), apurado através da média dos últimos três anos ,00. O valor do VN será obtido através da soma dos campos A0124, A0125 e A0126 do anexo A do IRC do modelo declarativo da Informação Empresarial Simplificada (IES) relativo aos exercícios dos três últimos anos fiscais; e) Somatório dos resultados líquidos dos últimos 3 (três) anos igual ou superior a 0 (zero). Para avaliação da capacidade de financiamento das empresas concorrentes considerarse-á o resultado líquido dos exercícios, que corresponde à diferença entre os proveitos e custos deduzidos do valor dos impostos, obtido pela leitura do campo A0147 do anexo A do IRC do modelo declarativo da Informação Empresarial Simplificada (IES) relativo aos exercícios dos três últimos anos fiscais. 4 - Relativamente à capacidade financeira e técnica, apenas são admitidos os candidatos que cumpram os requisitos definidos. 5 - Para efeitos das alíneas anteriores, no caso do candidato se ter constituído há menos de três exercícios só serão tidos em conta os exercícios concluídos. 6 - É permitida a apresentação de candidaturas por um agrupamento de candidatos desde que, depois de lhe ser notificada a adjudicação, mas antes da celebração do contrato, aqueles se associem sob a forma jurídica de consórcio externo, em regime de responsabilidade solidária, nos termos do disposto no Decreto-Lei n.º 231/81, de 28 de Julho. 7 - No caso de o candidato ser um agrupamento de empresas, este só será admitido a concurso se todas as empresas que o constituir cumprirem todos os requisitos financeiros e técnicos exigidos no presente Programa de Procedimento. Artigo 7º. (Documentos destinados à qualificação dos candidatos) 1 - Os documentos destinados à qualificação dos candidatos e que constituem a candidatura são os seguintes: a) Declaração do candidato em conformidade com o modelo constante do anexo V do Código dos Contratos Públicos; 2 - Para avaliação da capacidade financeira dos candidatos, a candidatura deve ser acompanhada dos seguintes documentos: a) Cópia do modelo declarativo da Informação Empresarial Simplificada (IES) relativo aos exercícios dos três últimos anos fiscais, e dos respectivos anexos e comprovativos de Monchique Página 4 de 15

5 entrega para efeitos fiscais. Se for o caso, documento equivalente apresentado, para efeitos fiscais, no estado em que a empresa seja nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal. Se se tratar de inicio de actividade, a empresa terá de apresentar cópia da respectiva declaração; b) Balanço e demonstração de resultados do concorrente, dos exercícios referentes aos três últimos anos fiscais, de onde conste o volume global de negócios; c) Relatório de gestão do candidato dos exercícios referentes aos três últimos anos fiscais; 3 - Para avaliação da capacidade técnica do candidato a candidatura deve ser acompanhada dos seguintes documentos: a) Certidão de registo comercial da empresa; b) Declarações emitidas por 5 empresas, relativas à prestação de serviço de vigilância realizada pelo candidato nas instalações do cliente. As declarações devem conter a seguinte informação: designação da entidade contratante, objecto social da entidade contratante, respectivos montantes e datas da prestação de serviços realizada pelo candidato. Os contratos respeitantes a estas declarações terão de se ter iniciado ou ter estado em vigor entre 1 de Janeiro de 2006 e a data de lançamento do presente concurso e o valor anual do contrato ser ou ter sido superior ou igual a ; c) Balanço Social, dos exercícios referentes aos três últimos anos fiscais, que indique o número de efectivos, correspondente ao tipo de serviço objecto do presente concurso; d) Descontos para a Segurança Social comprovativos do quadro de pessoal do candidato de vigilantes inscritos no Ministério da Administração Interna; e) Declaração do Ministério da Administração Interna/Policia de Segurança Publica que indique o número de vigilantes inscritos em nome do candidato referente aos três últimos anos fiscais; f) Certificado emitido por organismo independente para a certificação da conformidade do prestador de serviços com normas de garantia da qualidade baseadas no conjunto de normas da série NP EN ISO 9001:2000 ou ISO 14001; g) Certificado de frequência de formação profissional de acordo com o Decreto Regulamentar n.º 35/2002, de 23 de Abril, do número de efectivos de cada candidato em cursos formação profissional de sistema de gestão da qualidade, com a carga mínima de 40 horas de formação, que habilite a realizar auditorias no âmbito da certificação do candidato que corresponda a actividade objecto do presente procedimento Monchique Página 5 de 15

6 4 - Os documentos identificados na alínea a) do número 1 devem ser assinados pelo candidato ou por representante que tenha poderes para o obrigar. 5 - No caso de agrupamento de candidatos, devem ser apresentados os instrumentos de mandato, emitido por cada uma das entidades que o compõem, designando um representante comum para praticar todos os actos no âmbito do concurso. Artigo 8º. (Prazo para apresentação das candidaturas) 1 - O prazo para apresentação das candidaturas é até às 17h30m do dia 31 de Julho de 2009, hora, plataforma electrónica utilizada: Artigo 9º. (Prazo para decisão de qualificação) O prazo para a decisão de qualificação é de 15 (quinze) dias, a contar do termo do prazo para a apresentação das candidaturas. Artigo 10º. (Critério de qualificação) A qualificação será feita de acordo com o modelo de avaliação constante do Anexo I ao presente Programa, que dele faz parte integrante. Artigo 11º. (Critério de adjudicação) A adjudicação será feita segundo o critério da proposta economicamente mais vantajosa, de acordo com o modelo de avaliação constante do Anexo II ao presente Programa, que dele faz parte integrante. Artigo 12º. (Documentos de habilitação) O adjudicatário deve entregar, no prazo de 10 (dez) dias a contar da notificação da decisão de adjudicação: a) Os documentos de habilitação referidos nos n. os 1, 4 e 5 do artigo 81.º do Código dos Contratos Públicos; b) Comprovativo da titularidade de alvará para o exercício da actividade de segurança privada, previsto nas alíneas a), b) c) e d) todas do n.º 1 do artigo 2.º, conjugado com o artigo 22.º do Decreto-Lei n.º 35/2004, de 21 de Fevereiro Monchique Página 6 de 15

7 Artigo 13º. (Modalidade jurídica do agrupamento adjudicatário) Em caso de adjudicação, todos os membros do agrupamento adjudicatário, e apenas estes, devem associar-se, antes da celebração do contrato, na modalidade jurídica de consórcio. Artigo 14º. (Novos serviços) Nos termos e para os efeitos do disposto na subalínea iv) da alínea a) do n.º 1 do artigo 27.º do Código dos Contratos Públicos, desde já se indica a possibilidade de adopção de um procedimento de ajuste directo para a celebração de um futuro contrato de aquisição de novos serviços que consistam na repetição de serviços similares objecto do presente concurso público. Artigo 15º. (Despesas e encargos) As despesas e os encargos inerentes à redução do contrato a escrito são da responsabilidade da entidade adjudicante Monchique Página 7 de 15

8 ANEXO I MODELO DE AVALIAÇÃO DOS CANDIDATOS A selecção de cada concorrente é feita segundo o modelo de avaliação complexo da candidatura de cada candidato, atendendo aos factores de capacidade técnica e capacidade financeira de cada candidato. A classificação final de cada candidato é apurada da seguinte forma: = Classificação da capacidade técnica de cada candidato = Classificação da capacidade financeira de cada candidato A capacidade técnica de cada candidato é apurada, da seguinte forma, e atendendo aos seguintes subfactores: = Classificação da capacidade técnica de cada candidato = Experiência curricular dos candidatos na prestação de serviços aferida pela data da constituição da empresa com o objecto social na prestação de serviços da actividade do contrato a celebrar a comprovar através dos documentos identificados em a) e b) do n.º 3 do artigo 7.º do Programa do Procedimento; = Experiência curricular dos candidatos na prestação de serviços aferida pela quantidade de clientes, nos últimos três anos, em serviços de idêntica natureza ao do caderno de encargos, com uma facturação igual ou superior ao do valor do contrato a comprovar através dos documentos identificados em b) do n.º 3 do artigo 7.º do Programa do Procedimento; = Recursos humanos detidos pelos candidatos, aferidos pelo número médio anual de empregados efectivos inscritos no Ministério da Administração Interna, dos quais 75% pertençam aos quadros efectivos da empresa a comprovar através dos documentos identificados em c), d) e e) do n.º 3 do artigo 7.º do Programa do Procedimento; = Modelo e capacidade organizacionais dos candidatos através de sistemas de controlo da qualidade, aferidos em função do número de efectivos, que tenha frequentado curso formação de sistema de gestão da qualidade, com a carga mínima de 40 horas de formação, que o habilite a realizar auditorias, no âmbito da certificação do candidato da norma NP EN ISO Monchique Página 8 de 15

9 9001:2000 ou ISO 14001, que corresponda à actividade objecto do presente procedimento a comprovar através dos documentos identificados em f) e g) do n.º 3 do artigo 7.º do Programa do Procedimento; Cada factor deve ser apurado através das seguintes escalas de pontuação: - A pontuação de cada concorrente é apurada em função da experiência curricular dos candidatos na prestação de serviços aferida pela data da constituição da empresa, com o objecto social na prestação de serviços da actividade do contrato a celebrar. Experiência curricular dos candidatos na prestação de serviços aferida pela Pontuação data da constituição da empresa Mais de 20 anos 20 Menos de 20 anos e mais de 15 anos 15 Menos de 15 anos e mais de 8 anos 10 Menos de 8 anos e mais de 3 anos 5 - A pontuação de cada concorrente é apurada em função da experiência curricular dos candidatos na prestação de serviços aferida pela quantidade de clientes, nos últimos três anos, em serviços de idêntica natureza ao caderno de encargos, com uma facturação igual ou superior ao do valor do contrato. Experiência curricular dos candidatos na prestação de serviços aferida pela Pontuação quantidade de clientes Mais de 10 clientes 20 Menos de 10 clientes e mais de 8 clientes 15 Menos de 8 clientes e mais de 6 clientes 10 Menos de 6 clientes e mais de 4 clientes 5 - A pontuação de cada concorrente é apurada em função dos recursos humanos detidos pelos candidatos, aferidos pelo número médio anual de empregados efectivos, inscritos no Ministério da Administração Interna, dos quais 75% pertençam aos quadros efectivos da empresa. Recursos humanos detidos pelos candidatos, aferidos pelo número médio Pontuação anual de empregados efectivos Mais de vigilantes 20 Menos de vigilantes e mais de vigilantes 15 Menos de e mais de vigilantes 10 Menos de vigilantes e mais de 700 vigilantes 5 - A pontuação de cada concorrente é apurada em função do número de efectivos, que tenha frequentado curso formação de sistema de gestão da qualidade, com a carga mínima de 40 horas de formação, que o habilite a realizar auditorias, no âmbito da certificação do candidato Monchique Página 9 de 15

10 da norma NP EN ISO 9001:2000 ou ISO 14001, que corresponda a actividade objecto do presente procedimento. Número de efectivos com cursos de formação em auditoria Pontuação Superior a 8 colaboradores efectivos com curso de auditoria 20 Menos de 8 colaboradores efectivos e mais de 5 colaboradores efectivos com 15 curso de auditoria Menos de 5 colaboradores efectivos e mais de 1 colaborador efectivo com 10 curso de auditoria 1 Colaborador efectivo com curso de auditoria 5 A capacidade financeira de cada candidato é apurada, da seguinte forma, e atendendo aos seguintes subfactores: - Classificação da capacidade financeira de cada candidato - Liquidez Geral de cada candidato - Autonomia Financeira de cada candidato - Volume de Negócios de cada candidato Cada factor deve ser apurado através das seguintes escalas de pontuação: - A pontuação de cada concorrente para determinar o subfactor Liquidez Geral é apurada através da seguinte equação: - Rácio de Liquidez Geral do concorrente (média dos últimos 3 anos). - Rácio de Liquidez Geral considerado óptimo, que neste caso terá o valor 5 (média dos últimos 3 anos). - 1,5 (Rácio de Liquidez Geral Mínimo (média dos últimos 3 anos), requerido para participação em concurso, segundo alínea c), do n.º 3 do artigo 6.º do Programa de Procedimento) Monchique Página 10 de 15

11 - A pontuação de cada concorrente para determinar o subfactor Autonomia Financeira é apurada através da seguinte equação: - Rácio de Autonomia Financeira do concorrente (média dos últimos 3 anos). - Rácio de Autonomia Financeira Máximo possível que, neste caso, terá sempre o valor 1 (média dos últimos 3 anos). - Rácio de Autonomia Financeira Mínimo (média dos últimos 3 anos) requerido para participação em concurso, segundo alínea b), do n.º 3 do artigo 6.º do Programa do Procedimento que, neste caso, terá o valor de 0,25. - A pontuação de cada concorrente para determinar o subfactor Volume de Negócios é apurada através da seguinte equação: - Valor do Volume de Negócios do concorrente. (média dos últimos 3 anos) - Valor de Volume de Negócios (média dos últimos 3 anos) considerado óptimo que, neste caso, terá o valor ,00. - Volume de Negócios Mínimo (média dos últimos 3 anos) requerido para participação em concurso, segundo alínea d), do n.º 3 do artigo 6.º do Programa do Procedimento que, neste caso, terá o valor de , Monchique Página 11 de 15

12 ANEXO I I MODELO DE AVALIAÇÃO DO CRITÉRIO DE ADJUDICAÇÃO DAS PROPOSTAS DOS CONCORRENTES A adjudicação será feita segundo o critério da proposta economicamente mais vantajosa, atendendo aos seguintes factores: - Classificação Final de cada concorrente Preço de cada concorrente (60%) - Mérito técnico da prestação de serviços (40%) PREÇO A fórmula de análise, para o preço da proposta de cada concorrente é a seguinte: - Pontuação do preço da proposta de cada concorrente - Preço do Limiar máximo estimado, fixado no caderno de encargos - Preço do Limiar mínimo estimado, fixado no caderno de encargos - Preço da proposta em análise MÉRITO TÉCNICO DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROPOSTOS A fórmula de análise, para o Mérito Técnico da Prestação de Serviços de cada concorrente é a seguinte: - Mérito Técnico da Prestação de Serviços de cada concorrente - Experiência profissional da equipa de cada concorrente - Qualidade do Nível de Serviço de cada concorrente Monchique Página 12 de 15

13 - A pontuação de cada concorrente para determinar a experiência profissional da equipa proposta é apurada através da seguinte equação: Sendo: - Experiência profissional da equipa a afectar ao serviço no desempenho de funções de Portaria/Recepção em empresas devidamente habilitadas. A fórmula de análise de cada concorrente é a seguinte: - Valor médio das Pontuações da experiência profissional da equipa a afectar ao serviço no desempenho de funções de portaria/recepção em empresa devidamente habilitada. - Pontuação dos anos de serviço no desempenho de funções de portaria/recepção em empresas devidamente habilitadas por cada um dos colaboradores propostos pela empresa. - Número total de colaboradores propostos pela empresa. Sendo que a pontuação dos anos de serviço no desempenho das funções de Portaria/recepção em empresas devidamente habilitadas de 1 colaborador da empresa proponente será: < 3 anos de serviço - 25 pontos 3 anos de serviço e < 5 anos de serviço - 50 pontos 5 anos de serviço pontos Sendo: - Habilitações literárias da equipa a afectar ao serviço (Formação Básica): A fórmula de análise de cada concorrente é a seguinte: - Valor médio das Pontuações das habilitações literárias da equipa a afectar ao serviço Monchique Página 13 de 15

14 - Pontuação das habilitações literárias de cada um dos colaboradores propostos pela empresa. - Número total de colaboradores propostos pela empresa. Sendo que a pontuação das habilitações literárias devidamente comprovadas de 1 colaborador da empresa concorrente será: = Escolaridade mínima obrigatória de acordo com a data de nascimento - 70 pontos > Escolaridade mínima obrigatória de acordo com a data de nascimento pontos Sendo: - Experiência profissional da equipa de supervisão a afectar ao serviço, com a experiência mínima de 5 anos, 3 dos quais na mesma empresa: Sendo que a pontuação da experiência profissional devidamente comprovada de cada supervisor da empresa concorrente será: > 5 anos de experiência e > 3 anos na empresa pontos = 5 anos de experiência e 3 anos na empresa - 50 pontos < 5 anos de experiência e < 3 anos na empresa - (-)25 pontos - A pontuação da qualidade do nível de serviço proposta por cada concorrente será atribuída da seguinte forma: - Pontuação da Qualidade do Nível de Serviço. - Pontuação do Tempo de resposta a reclamações e reposições de níveis de serviço no decurso da execução do contrato. - Pontuação da metodologia proposta para tratamento das reclamações no decurso da execução do contrato. A pontuação do Tempo de resposta a reclamações e reposições de níveis de serviço no decurso da execução do contrato ( 30 minutos pontos >30 minutos e 60 minutos - 50 pontos 60 minutos - (-25) pontos ) será atribuída da seguinte forma: Monchique Página 14 de 15

15 A pontuação da metodologia proposta para tratamento das reclamações ( execução do contrato será atribuída da seguinte forma: Excelente pontos Bom - 75 pontos Adequada - 50 pontos Não adequada - (-25 pontos) ) no decurso da Monchique Página 15 de 15

PROGRAMA DO CONCURSO

PROGRAMA DO CONCURSO PROGRAMA DO CONCURSO Page 1 ÍNDICE 1.º Objecto do Concurso 3 2.º Entidade Adjudicante 3 3.º Decisão de contratar 3 4.º Preço base 3 5.º Esclarecimentos 3 6.º Prazo para apresentação das candidaturas 3

Leia mais

Concurso público urgente n.º 01/2012 Programa de concurso CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS

Concurso público urgente n.º 01/2012 Programa de concurso CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS CONCURSO PÚBLICO URGENTE PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES DE VOZ E DADOS PROGRAMA DE CONCURSO ÍNDICE Artigo 1.º - Identificação e objeto do concurso Artigo 2.º - Entidade adjudicante Artigo

Leia mais

França-Estrasburgo: Reparação da flocagem azul e amarela dos vigamentos do edifício Louise Weiss em Estrasburgo 2015/S 157-287593. Anúncio de concurso

França-Estrasburgo: Reparação da flocagem azul e amarela dos vigamentos do edifício Louise Weiss em Estrasburgo 2015/S 157-287593. Anúncio de concurso 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:287593-2015:text:pt:html França-Estrasburgo: Reparação da flocagem azul e amarela dos vigamentos do edifício Louise Weiss

Leia mais

E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863. Anúncio de concurso.

E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863. Anúncio de concurso. 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:254863-2012:text:pt:html E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863

Leia mais

ISABEL RUTE DA CRUZ PAIS RIBEIRO

ISABEL RUTE DA CRUZ PAIS RIBEIRO Acordo quadro para a prestação de serviços de desenho, administração, operação e consolidação de infraestruturas de tecnologias de informação e comunicação (TIC) PROGRAMA DE CONCURSO Março de 2014 ÍNDICE

Leia mais

B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907. Anúncio de concurso. Serviços

B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:140907-2013:text:pt:html B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907

Leia mais

Concurso Público. Prestação de Serviços: Contratação de Serviços de Confecção e Fornecimento de Refeições Escolares. Proc. n.

Concurso Público. Prestação de Serviços: Contratação de Serviços de Confecção e Fornecimento de Refeições Escolares. Proc. n. Concurso Público Prestação de Serviços: Contratação de Serviços de Confecção e Fornecimento de Refeições Escolares Proc. n.º 29/2011/ DAGF Alínea b) do n.º1 do art.º 20 e art.º 130.º e seguintes do Código

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º. Âmbito e objeto. Artigo 2.º. Candidatos

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º. Âmbito e objeto. Artigo 2.º. Candidatos REGULAMENTO DO PROGRAMA COMUNICAÇÃO E GESTÃO DE CIÊNCIA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Âmbito e objeto 1. O presente regulamento define as normas e os procedimentos de concurso para contratação

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação do serviço de seguro automóvel Convite à apresentação de propostas ANCP Outubro de 2010 Índice Artigo 1.º Objecto

Leia mais

Concurso SCM 01/2010

Concurso SCM 01/2010 PROGRAMA DE PROCEDIMENTOS Concurso SCM 01/2010 SECÇÃO I Disposições gerais Artigo 1.º Objecto do concurso e Local de Prestação de Serviços 1- O presente concurso tem por objecto a celebração de um contrato

Leia mais

Anúncio de Abertura de Procedimento de Negociação

Anúncio de Abertura de Procedimento de Negociação Anúncio de Abertura de Procedimento de Negociação Anúncio de Abertura de Procedimento de Negociação 1. Entidade Contratante: 1.1. Designação: Comissão Nacional Eleitoral - CNE 1.2. Endereço: Rua Amílcar

Leia mais

Município de Alcácer do Sal

Município de Alcácer do Sal Município de Alcácer do Sal Divisão de Planeamento e Gestão Urbanística CONCURSO PÚBLICO CONCESSÃO PARA EXPLORAÇÃO DO QUIOSQUE NA MARGEM SUL PROGRAMA DE PROCEDIMENTO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Objecto: Concessão

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO. CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010

PROGRAMA DO CONCURSO. CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010 PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO n.º 1/2010 FORNECIMENTO DE REFEIÇÕES PARA ESCOLAS DO 1º CICLO E JARDINS- DE-INFÂNCIA DO MUNICÍPIO DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO Aquisição de Serviços - Fornecimento de

Leia mais

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação Fundo Especial de Investimento Aberto CAIXA FUNDO RENDIMENTO FIXO IV (em liquidação) RELATÓRIO & CONTAS Liquidação RELATÓRIO DE GESTÃO DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATÓRIO DO AUDITOR EXTERNO CAIXAGEST Técnicas

Leia mais

Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal

Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal Concurso público para a aquisição de 14 toneladas de arame queimado para o Município do Funchal PROGRAMA DE CONCURSO - 1 - Índice Artigo 1º Objecto do concurso... Artigo 2º Entidade Adjudicante... Artigo

Leia mais

Colóquio: As Empresas de Serviços Energéticos em Portugal

Colóquio: As Empresas de Serviços Energéticos em Portugal Colóquio: As Empresas de Serviços Energéticos em Portugal Lisboa, 30 de Dezembro Miguel Matias Presidente da APESE Vice-Presidente Self Energy A Eficiência Energética na Cidade oportunidade na Reabilitação

Leia mais

3 AGOSTO, 2012 Área de Prática de Direito Público & Ambiente

3 AGOSTO, 2012 Área de Prática de Direito Público & Ambiente SÉTIMA ALTERAÇÃO AO CÓDIGO DOS CONTRATOS PÚBLICOS No passado dia 12 de Julho de 2012 foi publicado o Decreto-Lei n.º 149/2012, que altera o Código dos Contratos Públicos ( CCP ), ajustando-o ao disposto

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICAÇÃO NO JOUE PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES

CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICAÇÃO NO JOUE PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES Página 1 de 16 CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICAÇÃO NO JOUE PARA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE LIMPEZA URBANA E RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS NO Nº 05/2015 APROV Página 2 de 16 Programa de Concurso Página

Leia mais

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES AVISO

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES AVISO MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES AVISO Concurso externo de Ingresso para preenchimento de um posto de trabalho na categoria de Técnico de Informática do Grau 1, Nível 1, da carreira

Leia mais

Edital n.º 49/2008. O Presidente da Câmara Municipal de Sines. Manuel Coelho Carvalho

Edital n.º 49/2008. O Presidente da Câmara Municipal de Sines. Manuel Coelho Carvalho MUNICíPIO DE SINES Câmara Municipal Edital n.º 49/2008 Manuel Coelho Carvalho, Presidente da Câmara Municipal de Sines, no uso da competência que lhe confere a alínea v) do n.º 1 do art. 68º do D.L. 169/99

Leia mais

PARTE L - CONTRATOS PÚBLICOS

PARTE L - CONTRATOS PÚBLICOS Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2013 Número 225 PARTE L - CONTRATOS PÚBLICOS POFC - PROGRAMA OPERACIONAL FACTORES DE COMPETITIVIDADE Anúncio de procedimento n.º 5782/2013 MODELO DE ANÚNCIO DO CONCURSO

Leia mais

B-Bruxelas: Estudo sobre a situação do mercado de encomendas da UE, com especial ênfase no comércio electrónico 2012/S 99-163950. Anúncio de concurso

B-Bruxelas: Estudo sobre a situação do mercado de encomendas da UE, com especial ênfase no comércio electrónico 2012/S 99-163950. Anúncio de concurso 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:163950-2012:text:pt:html B-Bruxelas: Estudo sobre a situação do mercado de encomendas da UE, com especial ênfase no comércio

Leia mais

I-Ispra: Fornecimento e instalação de cablagem estruturada, instalação de sistemas de voz-dados e redes de fibra ótica 2013/S 121-206362

I-Ispra: Fornecimento e instalação de cablagem estruturada, instalação de sistemas de voz-dados e redes de fibra ótica 2013/S 121-206362 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:206362-2013:text:pt:html I-Ispra: Fornecimento e instalação de cablagem estruturada, instalação de sistemas de voz-dados

Leia mais

Convite à apresentação de propostas

Convite à apresentação de propostas Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de veículos automóveis e motociclos e aluguer operacional de veículos Convite à apresentação de propostas

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html Polónia-Varsóvia: Contrato-quadro para desenvolvimento de Intranet com base em SharePoint, sistema

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO. Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário. Programa de concurso Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário 1

PROGRAMA DE CONCURSO. Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário. Programa de concurso Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário 1 PROGRAMA DE CONCURSO Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário Programa de concurso Acordo quadro para o fornecimento de mobiliário 1 ÍNDICE CAPÍTULO I OBJETO E ÂMBITO DO CONCURSO... 3 Artigo 1.º

Leia mais

P-Évora: Equipamento de controlo e telemetria 2008/S 132-176072 ANÚNCIO DE CONCURSO. Fornecimentos

P-Évora: Equipamento de controlo e telemetria 2008/S 132-176072 ANÚNCIO DE CONCURSO. Fornecimentos 1/5 P-Évora: Equipamento de controlo e telemetria 2008/S 132-176072 ANÚNCIO DE CONCURSO Fornecimentos SECÇÃO I: ENTIDADE ADJUDICANTE I.1) DESIGNAÇÃO, ENDEREÇOS E PONTOS DE CONTACTO: Águas do Centro Alentejo,

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:267125-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125

Leia mais

a) Regras sobre a admissão no ciclo de estudos

a) Regras sobre a admissão no ciclo de estudos ANEXO Normas regulamentares do ciclo de estudos conducente ao grau de mestre em a) Regras sobre a admissão no ciclo de estudos 1. Habilitações de acesso São admitidos como candidatos à inscrição no ciclo

Leia mais

SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES FORMADORAS ASPECTOS PRINCIPAIS DA MUDANÇA

SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES FORMADORAS ASPECTOS PRINCIPAIS DA MUDANÇA SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO DE ENTIDADES FORMADORAS ASPECTOS PRINCIPAIS DA MUDANÇA O Sistema de Certificação de Entidades Formadoras, consagrado na Resolução do Conselho de Ministros nº 173/2007, que aprova

Leia mais

Norma Nr.016 / 1999 de 29/12 REVOGA AS NORMAS N.º 10/96-R E N.º 11/97-R

Norma Nr.016 / 1999 de 29/12 REVOGA AS NORMAS N.º 10/96-R E N.º 11/97-R Norma Nr.016 / 1999 de 29/12 REVOGA AS NORMAS N.º 10/96-R E N.º 11/97-R AVALIAÇÃO DOS TERRENOS E EDIFÍCIOS DAS EMPRESAS DE SEGUROS E DOS FUNDOS DE PENSÕES Considerando que, de acordo com a regulamentação

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO. Tendo em conta os princípios constantes do Programa do XVII Governo Constitucional

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO. Tendo em conta os princípios constantes do Programa do XVII Governo Constitucional AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO Tendo em conta os princípios constantes do Programa do XVII Governo Constitucional em matéria de política de saúde, foi definido, pelo Decreto Lei n.º

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:367014-2013:text:pt:html Espanha-Alicante: Prestação de serviços de apoio domiciliário a favor do pessoal estatutário

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível comercial sustentável 2013/S 248-431845

Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível comercial sustentável 2013/S 248-431845 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:431845-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível

Leia mais

Circular 05 de Janeiro de 2009 (última actualização 16 de Fevereiro de 2009)

Circular 05 de Janeiro de 2009 (última actualização 16 de Fevereiro de 2009) Circular 05 de Janeiro de 2009 (última actualização 16 de Fevereiro de 2009) Assunto: s às Perguntas Mais Frequentes sobre a Instrução da CMVM n.º 3/2008 - Informação sobre Concessão de Crédito para a

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Digitalização de documentos analógicos em suporte magnético 2014/S 180-316768. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Digitalização de documentos analógicos em suporte magnético 2014/S 180-316768. Anúncio de concurso. Serviços 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:316768-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Digitalização de documentos analógicos em suporte magnético 2014/S 180-316768

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS

ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS A Direcção Geral da Administração Pública e a Inspecção-Geral de Finanças (IGF), através da Direcção Geral do Planeamento, Orçamento e Gestão do Ministério

Leia mais

Espanha-Alicante: Prestação de serviços de auditoria de certificação para o IHMI 2015/S 231-418942. Anúncio de concurso. Serviços

Espanha-Alicante: Prestação de serviços de auditoria de certificação para o IHMI 2015/S 231-418942. Anúncio de concurso. Serviços 1 / 6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:418942-2015:text:pt:html Espanha-Alicante: Prestação de serviços de auditoria de certificação para o IHMI 2015/S 231-418942

Leia mais

Extinção da empresa por vontade dos sócios

Extinção da empresa por vontade dos sócios Extinção da empresa por vontade dos sócios A dissolução de uma sociedade por deliberação dos sócios pode fazer-se de várias formas, designadamente de forma imediata, com liquidação simultânea, com partilha,

Leia mais

PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO

PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 12 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO (SI INOVAÇÃO) PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO Nos termos do Regulamento do SI Inovação, a apresentação

Leia mais

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011

Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011 Concurso público para a prestação de serviços de iluminação, som e palco para a Feira do Livro a realizar entre 20 e 29 de Maio de 2011 Programa de concurso CMF Abril de 2011 Programa de concurso Pág.

Leia mais

Escola Secundária com 3º Ciclo da Baixa da Banheira (403234)

Escola Secundária com 3º Ciclo da Baixa da Banheira (403234) CONSELHO GERAL TRANSITÓRIO REGULAMENTO DO PROCEDIMENTO CONCURSAL PARA A ELEIÇÃO DO DIRECTOR DA ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO Artigo 1.º Objecto O presente Regulamento define as regras a observar no procedimento

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE PLANEAMENTO E PROJECTOS ESTRUTURAIS SUB-UNIDADE ORGÂNICA ADMINISTRATIVA DE OBRAS E PROJECTOS ÍNDICE

UNIDADE ORGÂNICA DE PLANEAMENTO E PROJECTOS ESTRUTURAIS SUB-UNIDADE ORGÂNICA ADMINISTRATIVA DE OBRAS E PROJECTOS ÍNDICE MUNICÍPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ CÂMARA MUNICIPAL DE REGUENGOS DE MONSARAZ PROJECTO DE EXECUÇÃO REQUALIFICAÇÃO DO MERCADO MUNICIPAL DE REGUENGOS DE MONSARAZ PROGRAMA DE CONCURSO SETEMBRO 2010 SECÇÃO

Leia mais

Concurso Público n.º 03/2015 Subconcessão de Exploração do Domínio Público Marítimo Porto de Recreio da Calheta

Concurso Público n.º 03/2015 Subconcessão de Exploração do Domínio Público Marítimo Porto de Recreio da Calheta Concurso Público n.º 03/2015 Subconcessão de Exploração do Domínio Público Marítimo Porto de Recreio da Calheta PROGRAMA DE PROCEDIMENTO DE CONCURSO PÚBLICO Outubro de 2015 Secção I Disposições gerais

Leia mais

À Firma. À Firma. À firma

À Firma. À Firma. À firma À Firma À Firma À firma Sua Referência Sua Comunicação de Nossa Referência Data Assunto: Convite para apresentação de proposta. Ajuste Directo n.º 6/2009. Em cumprimento do disposto no artigo 115.º do

Leia mais

CIRCULAR N.º 15/2009 REGISTO DE ENTIDADES NA ANPC (Portaria n.º 773/2009)

CIRCULAR N.º 15/2009 REGISTO DE ENTIDADES NA ANPC (Portaria n.º 773/2009) CIRCULAR N.º 15/2009 A Portaria nº 773/2009, de 21 de Julho, que define o procedimento de registo, na Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), das entidades que exercem a actividade de comercialização,

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DO I2ADS CADERNO DE ENCARGOS 1/5 Cláusula 1.ª Objecto contratual Cláusula 2.ª Serviços incluídos na prestação de

Leia mais

Câmara Municipal de Cuba

Câmara Municipal de Cuba Câmara Municipal de Cuba Regulamento Municipal de Atribuição de Bolsas de Estudo para Cursos do Ensino Superior CAPITULO 1 Artigo 1 Âmbito 1. O presente Regulamento tem como lei habilitante a Lei n 169/99,

Leia mais

Programa Do Procedimento por Negociação, com publicação prévia de Anúncio

Programa Do Procedimento por Negociação, com publicação prévia de Anúncio Programa Do Procedimento por Negociação, com publicação prévia de Anúncio para celebração de contrato de cedência de utilização de diversos espaços, em edifícios municipais, para instalação e exploração

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de refeições confeccionadas PROGRAMA DE CONCURSO

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de refeições confeccionadas PROGRAMA DE CONCURSO Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de refeições confeccionadas PROGRAMA DE CONCURSO ANCP Novembro de 2009 Índice Artigo 1.º Identificação e

Leia mais

Concurso Público Urgente N.º 10001016 Página 1

Concurso Público Urgente N.º 10001016 Página 1 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PARA O CENTRO HOSPITALAR DE LISBOA CENTRAL, E.P.E. CONCURSO PÚBLICO N.º 1-0-0010/2016 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º Entidade adjudicante

Leia mais

I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516. Anúncio de concurso. Fornecimentos

I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516. Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:306516-2012:text:pt:html I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516 Anúncio de concurso

Leia mais

Tipos de procedimento e critérios de escolha: principais novidades para as empresas de obras públicas. Margarida Olazabal Cabral

Tipos de procedimento e critérios de escolha: principais novidades para as empresas de obras públicas. Margarida Olazabal Cabral Tipos de procedimento e critérios de escolha: principais novidades para as empresas de obras públicas Margarida Olazabal Cabral Empreitadas de obras públicas Tipos de procedimento: Concurso Público e Concurso

Leia mais

Anúncio de abertura de procedimento

Anúncio de abertura de procedimento 1 Obras Fornecimentos Anúncio de abertura de procedimento Serviços O procedimento está abrangido pelo Acordo sobre Contratos Públicos (ACP)? SECÇÃO I: ENTIDADE ADJUDICANTE I.1) DESIGNAÇÃO E ENDEREÇO OFICIAIS

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO

AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO AVISO DE ABERTURA DE CANDIDATURAS A APOIO FINANCEIRO Tendo em conta os princípios constantes do Programa do XVII Governo Constitucional em matéria de política de saúde, foi definido, pelo Decreto Lei n.º

Leia mais

Código dos Contratos Públicos

Código dos Contratos Públicos Código dos Contratos Públicos DL 18/2008 (18.01.2008) A que contratos se aplicam as regras da contratação pública As regras da contratação pública previstas no CCP aplicam-se a todo e qualquer contrato

Leia mais

COMISSÃO EUROPEIA Gabinete de Cooperação EuropeAid. América Latina Gestão financeira e contratual

COMISSÃO EUROPEIA Gabinete de Cooperação EuropeAid. América Latina Gestão financeira e contratual 1 Introdução ao sistema financeiro (custos elegíveis ) Custos directos elegíveis por natureza Custos não elegíveis Período de elegibilidade Repartição das despesas financeiras em conformidade com oanexo

Leia mais

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO PROMOÇÃO DA SAÚDE PREVENÇÃO E TRATAMENTO DA DOENÇA REDUÇÃO DE DANOS E REINSERÇÃO

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO PROMOÇÃO DA SAÚDE PREVENÇÃO E TRATAMENTO DA DOENÇA REDUÇÃO DE DANOS E REINSERÇÃO Para efectuar o projecto a que se propõe elaborar deve ler o Regulamento de Programa de Apoio Financeiro ao abrigo da Portaria n.º 1418/2007, de 30 de Outubro, bem como o aviso de abertura do concurso.

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA DIRETOR(A) DO CENTRO DE FORMAÇÃO DE ESCOLAS ANTÓNIO SÉRGIO

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA DIRETOR(A) DO CENTRO DE FORMAÇÃO DE ESCOLAS ANTÓNIO SÉRGIO REGULAMENTO DO CONCURSO PARA DIRETOR(A) DO CENTRO DE FORMAÇÃO DE ESCOLAS ANTÓNIO SÉRGIO Artigo 1º Princípio da legalidade regulamentar Ao abrigo e no cumprimento do disposto no nº 3 do art.º 24º e a alínea

Leia mais

EDITAL. 5- Os prazos para candidatura, selecção, seriação, matrícula, inscrição e reclamação são os fixados no anexo 1;

EDITAL. 5- Os prazos para candidatura, selecção, seriação, matrícula, inscrição e reclamação são os fixados no anexo 1; EDITAL 1- Faz-se público que está aberto concurso, de 3 de Julho a 19 de Setembro de 2008, para admissão ao Curso de Formação Especializada em Ensino da Língua Estrangeira (Inglês e Francês) na Educação

Leia mais

Relatório Tipo Dezembro de 20XX

Relatório Tipo Dezembro de 20XX Relatório Tipo Dezembro de 20XX Alvim & Rocha Consultoria de Gestão, Lda. Tel.: 22 831 70 05; Fax: 22 833 12 34 Rua do Monte dos Burgos, 848 Email: mail@alvimrocha.com 4250-313 Porto www.alvimrocha.com

Leia mais

Acordo quadro de serviço móvel terrestre PROGRAMA DE CONCURSO

Acordo quadro de serviço móvel terrestre PROGRAMA DE CONCURSO Acordo quadro de serviço móvel terrestre PROGRAMA DE CONCURSO ANCP 2012 Índice Artigo 1.º Tipo de procedimento, designação e objeto... 3 Artigo 2.º Entidade pública adjudicante... 3 Artigo 3.º Órgão que

Leia mais

Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses. Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003

Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses. Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003 Regulamento de Apoio Financeiro à Edição de Obras de Novos Autores Portugueses Despacho Normativo n.º 9-C/2003 de 3 de Fevereiro de 2003 Na prossecução das suas atribuições cabe ao Instituto Português

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 1/2010

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 1/2010 ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 1/2010 APROVADA POR DELIBERAÇÃO DA COMISSÃO DIRECTIVA DE 19-03-2010 Altera o nº 4 da Orientação de Gestão nº 7/2008 e cria o ANEXO III a preencher pelos Beneficiários para registo

Leia mais

Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos

Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos O Decreto-Lei nº64/2006, de 21 de Março, regulamenta as provas especialmente adequadas destinadas a avaliar

Leia mais

Anúncio de concurso. Fornecimentos

Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:239648-2014:text:pt:html Espanha-Alicante: Contratação de fornecimento de eletricidade (lote 1) e gás (lote 2) nos imóveis

Leia mais

Concurso para Selecção e contratação de uma Empresa de Segurança Privada para o Porto de Vale dos Cavaleiros ilha do Fogo TERMOS DE REFERÊNCIA

Concurso para Selecção e contratação de uma Empresa de Segurança Privada para o Porto de Vale dos Cavaleiros ilha do Fogo TERMOS DE REFERÊNCIA Concurso para Selecção e contratação de uma Empresa de Segurança Privada para o Porto de Vale dos Cavaleiros ilha do Fogo TERMOS DE REFERÊNCIA I A ENAPOR,S.A pretende lançar um concurso para selecção e

Leia mais

Anúncio de concurso. Fornecimentos

Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:268964-2014:text:pt:html Itália-Ispra: Aluguer de curta e longa duração de viaturas e transporte de viaturas com o objetivo

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS PREÂMBULO Na sequência da transposição para o ordenamento jurídico nacional da Directiva n.º 2006/43/CE, do Parlamento Europeu e do

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ESPECIAL DE ACREDITAÇÃO/RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES CANDIDATAS À AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DOS MANUAIS ESCOLARES

REGULAMENTO DO PROCESSO ESPECIAL DE ACREDITAÇÃO/RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES CANDIDATAS À AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DOS MANUAIS ESCOLARES REGULAMENTO DO PROCESSO ESPECIAL DE ACREDITAÇÃO/RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE ENTIDADES CANDIDATAS À AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DOS MANUAIS ESCOLARES CAPÍTULO I Âmbito de aplicação Artigo 1.º Objeto e âmbito

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL SAZONAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA PROGRAMA DE CONCURSO 1- ENTIDADE ADJUDICANTE: Entidade pública adjudicante

Leia mais

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DA QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA EDIÇÃO 2015/2016

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DA QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA EDIÇÃO 2015/2016 O Presidente do Instituto Superior de Engenharia do Porto, João Manuel Simões da Rocha faz saber: 1. É aberto, com o calendário constante do Anexo I, o concurso de acesso para frequência, no ano letivo

Leia mais

Países Baixos-Haia: Limpeza e serviços conexos 2014/S 099-172131. Anúncio de concurso. Serviços

Países Baixos-Haia: Limpeza e serviços conexos 2014/S 099-172131. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:172131-2014:text:pt:html Países Baixos-Haia: Limpeza e serviços conexos 2014/S 099-172131 Anúncio de concurso Serviços

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Serviços de auditoria externa conjunta do Grupo BEI 2016/S 001-000020. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Serviços de auditoria externa conjunta do Grupo BEI 2016/S 001-000020. Anúncio de concurso. Serviços 1 / 9 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:20-2016:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Serviços de auditoria externa conjunta do Grupo BEI 2016/S 001-000020

Leia mais

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA. 05-00-00-00-00 Outras despesas correntes 3,268,000.00. Total das despesas

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA OS ASSUNTOS SOCIAIS E CULTURA. 05-00-00-00-00 Outras despesas correntes 3,268,000.00. Total das despesas 420 23 2010 6 7 Unidade: MOP Classificação funcional Classificação económica Designação Montante 02-03-07-00-00 Publicidade e propaganda 8-01-0 02-03-07-00-01 Encargos com anúncios 02-03-08-00-00 Trabalhos

Leia mais

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DO PORTO SANTO CÂMARA MUNICIPAL CADERNO DE ENCARGOS PROCESSO Nº 3 RH-2015 Apoio Técnico na área de Gestão de Recursos Humanos - Prestação de Serviços Ajuste Direto 1 de 10 ÍNDICE CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 Cláusula 1.ª - Objecto...

Leia mais

Câmara Municipal de Cuba

Câmara Municipal de Cuba Câmara Municipal de Cuba REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE AUXÍLIOS ECONÓMICOS 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO E EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Introdução A lei n. º159/99, de 14 de Setembro, estabelece o quadro de transferência

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ( aprovado em reunião do executivo de 15.Dezembro.2009) CONSTRUÇÃO DO POSTO TERRITORIAL DA GNR NA LOURINHÃ

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ( aprovado em reunião do executivo de 15.Dezembro.2009) CONSTRUÇÃO DO POSTO TERRITORIAL DA GNR NA LOURINHÃ CÂMARA MUNICIPAL DE LOURINHÃ PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ( aprovado em reunião do executivo de 15.Dezembro.2009) Concurso Público CONSTRUÇÃO DO POSTO TERRITORIAL DA GNR NA LOURINHÃ 2010 Pr José Max. Costa

Leia mais

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo...

Índice Artigo 1.º Objecto... 3. Artigo 2.º Contrato... 3. Artigo 3.º Obrigações principais do adjudicatário... 4. Artigo 4.º Prazo... Concurso Público para a elaboração do Inventário de Referência das Emissões de CO2 e elaboração do Plano de Acção para a Energia Sustentável do Município do Funchal CADERNO DE ENCARGOS Índice Artigo 1.º

Leia mais

ACTA Nº 1. Deve ler-se:-------------------------------------------------------------------------------------------

ACTA Nº 1. Deve ler-se:------------------------------------------------------------------------------------------- ACTA Nº 1 Aos vinte e oito dias do mês de Novembro do ano de dois mil e três reuniu o júri do Concurso Público Nº 01 9.096/2003 (contratação de serviços de consultoria de natureza organizacional) para

Leia mais

COMISSÃO DA MARCA DE QUALIDADE LNEC SECÇÃO DE INSCRIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

COMISSÃO DA MARCA DE QUALIDADE LNEC SECÇÃO DE INSCRIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO COMISSÃO DA MARCA DE QUALIDADE LNEC SECÇÃO DE INSCRIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO QUALIFICAÇÃO COMO GESTOR GERAL DA QUALIDADE DE EMPREENDIMENTOS DA CONSTRUÇÃO INSTRUÇÕES DE CANDIDATURA 1. DESTINATÁRIOS A Marca de

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA TRIBUNAL DE CONTAS 2ª DIVISÃO DOS SERVIÇOS TÉCNICOS DO TRIBUNAL DE CONTAS I FISCALZAÇÃO PREVENTIVA

REPÚBLICA DE ANGOLA TRIBUNAL DE CONTAS 2ª DIVISÃO DOS SERVIÇOS TÉCNICOS DO TRIBUNAL DE CONTAS I FISCALZAÇÃO PREVENTIVA REPÚBLICA DE ANGOLA TRIBUNAL DE CONTAS 2ª DIVISÃO DOS SERVIÇOS TÉCNICOS DO TRIBUNAL DE CONTAS I FISCALZAÇÃO PREVENTIVA 1. LEGISLAÇÃO PERTINENTE: ORGÂNICA DO Tribunal de Contas (LEI Nº 5/96, de 12 de Abril)

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos e arquivos para o Grupo BEI 2015/S 016-023877

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos e arquivos para o Grupo BEI 2015/S 016-023877 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:23877-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos

Leia mais

PROGRAMA MODELAR MANUAL DE APOIO AO PROCESSO DE CANDIDATURA

PROGRAMA MODELAR MANUAL DE APOIO AO PROCESSO DE CANDIDATURA PROGRAMA MODELAR MANUAL DE APOIO AO PROCESSO DE CANDIDATURA Junho de 2009 1 MANUAL DE APOIO AO PROCESSO DE CANDIDATURA AO PROGRAMA MODELAR O Programa MODELAR tem como objectivo a atribuição de apoio financeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIRECÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FERNANDO PESSOA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIRECÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FERNANDO PESSOA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIRECÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FERNANDO PESSOA Procedimento concursal comum de recrutamento para quatro postos de trabalho para

Leia mais

CONTALIVRE CONTABILIDADE, AUDITORIA E GESTÃO DE EMPRESAS,LDA CIRCULAR Nº 1/2014 IRS

CONTALIVRE CONTABILIDADE, AUDITORIA E GESTÃO DE EMPRESAS,LDA CIRCULAR Nº 1/2014 IRS CIRCULAR Nº 1/2014 Com a aprovação do orçamento do estado para o ano de 2014 publicado pela lei nº 83-C/2013 de 31/12, o governo introduziu várias alterações legislativas significativas em matérias fiscais

Leia mais

ANÚNCIO. 2 - O prazo para apresentação de candidaturas ao procedimento concursal inicia-se no dia 02.01.2014 e termina no dia 16.01.2014.

ANÚNCIO. 2 - O prazo para apresentação de candidaturas ao procedimento concursal inicia-se no dia 02.01.2014 e termina no dia 16.01.2014. ANÚNCIO Por Despacho do Diretor do Centro de Estudos Judiciários, Professor Doutor António Pedro Barbas Homem, de 13 de dezembro de 2013, é aberto o procedimento concursal extraordinário e urgente de formação

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Sistema de informação de gestão de projetos 2014/S 014-019839. Anúncio de concurso

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Sistema de informação de gestão de projetos 2014/S 014-019839. Anúncio de concurso 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:19839-2014:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Sistema de informação de gestão de projetos 2014/S 014-019839 Anúncio

Leia mais

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO Aprovado em reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico em 22/11/2006 Aprovado em reunião de Plenário do Conselho Directivo em 13/12/2006 PREÂMBULO

Leia mais

ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS Anexo ao Balanço e à Demonstração de Resultados

ANEXO AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS Anexo ao Balanço e à Demonstração de Resultados Anexo ao Balanço e à Demonstração de Resultados 1. Relativo às contas individuais do exercício de dois mil e sete, do Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados, pessoa colectiva de direito público

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS

CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS CADERNO DE ENCARGOS RELATIVO A CONTRATOS DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS Procedimento por Ajuste Directo n.º DSTD/01/2009 Cláusula 1.ª Objecto O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir

Leia mais

Alemanha-Francoforte no Meno: BCE - Prestação de serviços de filmagem/vídeos/animação e de difusão na Web 2013/S 241-418284. Anúncio de concurso

Alemanha-Francoforte no Meno: BCE - Prestação de serviços de filmagem/vídeos/animação e de difusão na Web 2013/S 241-418284. Anúncio de concurso 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:418284-2013:text:pt:html Alemanha-Francoforte no Meno: BCE - Prestação de serviços de filmagem/vídeos/animação e de difusão

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA NOS CURSOS DA UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO. Artigo 1.

REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA NOS CURSOS DA UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO. Artigo 1. REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA NOS CURSOS DA UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO Artigo 1.º Objeto O presente regulamento disciplina os regimes de reingresso,

Leia mais

CÓDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS

CÓDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS CÓDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS Edição de Bolso 8.ª EDIÇÃO ACTUALIZAÇÃO N. 1 1 CÓDIGO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS EDIÇÃO DE BOLSO Actualização n. 1 ORGANIZAÇÃO BDJUR BASE DE DADOS JURÍDICA EDITOR EDIÇÕES

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:265083-2015:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo relativo ao papel da digitalização e da inovação para a criação de

Leia mais

Procedimento n.º 18/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B

Procedimento n.º 18/2015/DGF-A. Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B Procedimento n.º 18/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Ambulância Tipo B Índice 1. Entidades 3 2. Decisão de contratar e de autorização da despesa 3 3. Preço base 3 4. Proposta 4 5. Apresentação da proposta

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 145 29 de Julho de 2008 5106-(19)

Diário da República, 1.ª série N.º 145 29 de Julho de 2008 5106-(19) Diário da República, 1.ª série N.º 145 29 de Julho de 2008 5106-(19) Portaria n.º 701-E/2008 de 29 de Julho O Código dos Contratos Públicos consagra a obrigação das entidades adjudicantes de contratos

Leia mais

Decreto-Lei n.º 187/2002 de 21 de Agosto *

Decreto-Lei n.º 187/2002 de 21 de Agosto * Decreto-Lei n.º 187/2002 de 21 de Agosto * Nos termos da Resolução do Conselho de Ministros n.º 103/2002, de 26 de Julho, que aprovou o Programa para a Produtividade e o Crescimento da Economia, foi delineado

Leia mais

PROJECTO DE NORMA REGULAMENTAR

PROJECTO DE NORMA REGULAMENTAR PROJECTO DE NORMA REGULAMENTAR OBTENÇÃO E ELABORAÇÃO DOS DADOS ACTUARIAIS E ESTATÍSTICOS DE BASE NO CASO DE EVENTUAIS DIFERENCIAÇÕES EM RAZÃO DO SEXO NOS PRÉMIOS E PRESTAÇÕES INDIVIDUAIS DE SEGUROS E DE

Leia mais

REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS

REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS REGULAMENTO Artigo 1.º Objecto 1 O programa de ocupação municipal temporária de jovens, adiante abreviadamente designado por OMTJ, visa a ocupação

Leia mais