Guia para Elaboração de Referências Bibliográficas: fontes impressas e eletrônicas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia para Elaboração de Referências Bibliográficas: fontes impressas e eletrônicas"

Transcrição

1 Guia para Elaboração de Referências Bibliográficas: fontes impressas e eletrônicas Nídia Fonseca e Silva Bibliotecária CRB-6/627 Divinópolis, abril, 2012

2 1. ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS NBR 6023: 2002/ABNT Este guia, inicialmente, destina-se a orientar a preparação e a compilação de referências dos documentos utilizados na produção de trabalhos acadêmicos dos cursos da FUNEDI/UEMG e esclarecer as dúvidas mais frequentes. Consideramos as especificações e orientações da Associação Brasileira de Normas Técnicas ABNT: NBR 6023 e do Manual para normalização de publicações técnico-científicas de Júnia Lessa França e Ana Cristina de Vasconcellos, indicados pelos professores. Serão apresentados: conceitos, transcrição dos elementos que compõem as referências e apresentação de materiais impressos, eletrônicos e não convencionais. 1.1 CONCEITO: REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA - É um conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual. As referências identificam as obras consultadas e/ou citadas no texto. (NBR6023) As referências são relacionadas em lista própria, ao final do trabalho, alinhadas a margem esquerda, incluindo todas as fontes efetivamente utilizadas para a elaboração do trabalho. Devem ser digitadas em espaço simples, em ordem alfabética de entrada e separadas entre si por espaço 1,5. Existe uma diversidade de fontes de informação: documentos impressos, manuscritos, registros audiovisuais, sonoros, magnéticos e eletrônicos e outros que podem ser apresentados on-line ou em diferentes suportes como: CD-ROM, disquetes, fitas magnéticas. A referência de documentos não convencionais deve ser acrescida de dados específicos que possibilitem sua localização e recuperação. As referências devem seguir, rigorosamente, as regras normalizadas pela ABNT (NBR 6023) que caracterizam o documento. A Referência Bibliográfica é constituída de elementos essenciais: autor(es); título e subtítulo (quando houver), edição, local de publicação, editora, data. São considerados elementos complementares as indicações de outros tipos de responsabilidade: ilustrador, tradutor, revisor, adaptador, compilador, número total de páginas, volume, série ou coleção, notas especiais, ISBN, ISSN, DOI, etc. DOCUMENTO IMPRESSO (monografias, livros, folhetos, etc.): Autor(es): JAEGER, Werner Título e subtítulo (se houver): Paidéia: a formação do homem grego Edição: 4. ed

3 Local de publicação: São Paulo Editora: Martins Fontes Data: 2001 JAEGER, Werner. Paidéia: a formação do homem grego. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, REGRAS BÁSICAS PARA CONFECÇÃO DA REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: Os elementos para se fazer a referência são retirados, principalmente, da folha de rosto, mas podem ser encontrados também em outras partes da publicação; Quando não for possível retirar as informações do próprio documento, os dados devem ser informados entre colchetes [ ] Usam-se letras maiúsculas (caixa alta) para: Sobrenome(s) dos autores, seguido do prenome abreviado ou não; Entidades coletivas, quando a entrada é direta; Primeira palavra do título quando a entrada for por este; Entrada de eventos (congressos, seminários, jornadas, etc.); Nomes geográficos, quando se tratar de instituições governamentais da administração direta. Usa-se itálico ou negrito para: Títulos das publicações avulsas; Títulos das publicações periódicas; Nomes científicos (conforme normas próprias); FORMAS DE ENTRADA Entrada é o cabeçalho principal de uma referência. Normalmente é descrita pelo (s) autor(es) ou responsável (eis) pela obra. AUTOR PESSOA: Inicia-se a entrada pelo último sobrenome do autor, em maiúsculas, seguido dos prenomes, da mesma forma como constam do documento, abreviados ou não. Recomenda-se adotar na lista de referências o mesmo padrão de apresentação para nomes e sobrenomes, abreviados ou por extenso. a) Autoria individual: Sobrenome simples: JAEGER, Werner. Sobrenome com prefixo alemão: DANIKEN, Erich von. Acréscimos a nomes: João Paulo II, Papa.

4 Sobrenome composto ligado por hífen: ROQUETE-PINTO, Edgard. Sobrenomes que indicam parentesco: MOREIRA FILHO, Alonso Augusto. MION JR., Décio. Sobrenomes compostos de um substantivo + adjetivo: CASTELO BRANCO, C. ESPÍRITO SANTO, Humberto Sobrenomes espanhóis: entrar pelo penúltimo sobrenome, ou seja, o sobrenome paterno vem antes do materno: GARCIA LORCA, Gabriel. VARGAS LLOSA, Mario. b) Documentos elaborados até três autores: mencionam-se os nomes de todos na mesma ordem em que constam na publicação, separados por ponto-e-vírgula. REZENDE, Jorge de; MONTENEGRO, Carlos Antônio Barbosa. ROITT, Ivan; BROSTOFF, Jonathan; MALE, David. c) Documentos elaborados por mais de três autores, indica-se apenas o primeiro seguido da expressão latina et al. (abreviatura de et alii = e outros). A NBR 6023 recomenda a indicação do nome de todos os autores quando for indispensável, como no caso de projetos de pesquisa científica, relatórios para órgãos de financiamento, etc. BEVILACQUA, F. et al. URANI, A. et al. d) Documentos elaborados por vários autores, com um responsável intelectual destacado (organizador = Org.; coordenador = Coord.; compilador = Comp.; editor = Ed.; adaptador = Adapt. e outros), são referenciados pelo nome desse autor, seguido da abreviatura pertinente, entre parênteses, caracterizando o tipo de responsabilidade. ISSELBACHER, K. J. (Ed.) LEÃO, Ennio (Org.) AUTOR ENTIDADE: a) As obras de responsabilidade de órgãos governamentais, empresas, associacões, congressos, seminários, etc, a entrada, de modo geral, é pelo seu próprio nome, por extenso. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Biblioteca Universitária. FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE DIVINÓPOLIS FUNEDI CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, 1., 1980, Salvador. É permitido utilizar siglas apenas para instituições consagradas mundialmente. Ex. UNESCO; ONU... No caso de eventos como congressos, seminários, conferências destacar os seguintes elementos: nome do evento, número, ano e local de realização.

5 Exemplos: CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, 1., 1980, Salvador. Anais... Salvador: FEBAB, p. No caso de mais de um evento, realizados simultaneamente, seguir as mesmas regras aplicadas a autor pessoa. SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 14.; SIMPÓSIO DE DIRETORES DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE, 4., 2006, Salvador. b) Obra de cunho administrativo ou legal, de entidades independentes entrar diretamente pelo nome da entidade, seguido do local da sede. Ex.: WORLD HEALTH ORGANIZATION WHO, Geneva. c) Obra de órgão da administração direta utilizar sempre a área geográfica, seguida do nome do órgão e a esfera de subordinação (país, estado ou município). BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação de Controle de Infecção Hospitalar. BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Saúde. MINAS GERAIS. Assembléia Legislativa. SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. d) Obra de órgão subordinado a uma instituição entrar pelo nome desta última. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Faculdade de Medicina. Em caso de duplicidade de nomes, acrescentar ao final, entre parênteses, a unidade geográfica que identifica a jurisdição. BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). BIBLIOTECA NACIONAL (Portugal) e) Autoria desconhecida publicações anônimas ou não assinadas a entrada é pelo título, sendo que a primeira palavra impressa em letras maiúsculas. DICIONÁRIO de especialidades farmacêuticas DIAGNÓSTICO do setor editorial brasileiro. São Paulo: Câmara Brasileira do Livro, f) Outras indicações de responsabilidade tradutor, ilustrador, revisor, etc podem ser indicados após o título da obra. ROITT, Ivan; BROSTOFF, Jonathan; MALE, David. Imunologia. Tradução de Ida Cristina Gubert. 4. ed. São Paulo: Manole, AMARAL, Maria Lúcia. O homem que botou ovo. Ilustração de Rui de Oliveira. Rio de Janeiro: Rocco, 1986.

6 1.3 TÍTULO e SUBTÍTULO: O título deve ser reproduzido, exatamente, como aparece no documento. Deve ser digitado com a primeira letra maiúscula e as demais em minúsculas, exceto para nomes e/ou substantivos próprios, por exemplo: A correspondência entre Monteiro Lobato e Lima Barreto História e interpretação dos Os Sertões Fatos históricos: No tempo da Revolução Francesa Separa-se o título do subtítulo por dois pontos (:). Somente o título principal deve ser apresentado com destaque tipográfico (negrito ou itálico). REMEN, Rachel Naomi. Histórias que curam: conversas sábias ao pé do fogão. São Paulo: Agora, Quando o título aparecer em mais de uma língua, a NBR 6023 recomenda que se registre o primeiro. Opcionalmente, registra-se o segundo separando-os pelo sinal de igualdade. Quando não existir título, deve-se atribuir um título destacado entre colchetes [ ] de forma a identificar o conteúdo documento. SIMPÓSIO SOBRE TÚNEIS URBANOS, 2, 1997, São Paulo. [Trabalhos apresentados]. São Paulo: ABGE, EDIÇÃO: Indica-se a edição de uma obra a partir da segunda, usando algarismo(s) arábico(s), seguido de ponto e da abreviatura da palavra edição, ambas no idioma da publicação. 2. ed. (espanhol e português) 2nd ed. (inglês) 2e ed. (francês) 2. Aufl. (alemão) 2ª ed. (italiano) Para os documentos eletrônicos, considerar a versão como equivalente à edição e transcrever como tal. versão 3.7 Quando a edição for revista e aumentada indicar de forma abreviada. 3. ed. rev. e aum. 2. ed. Rev. Y puesta al dia 1.5 LOCAL DE PUBLICAÇÃO: O local de publicação (cidade) deve ser indicado como está na publicação. Quando houver mais de um local para a editora, indica-se o primeiro ou o que estiver mais destacado.

7 Quando a cidade não aparece no documento, mas pode ser identificada, indica-se entre colchetes. Quando não for possível indicar o local usar a abreviatura, entre colchetes, [S.l.] que significa sine loco JAEGER, Werner. Paidéia: a formação do homem grego. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, OS GRANDES clássicos das poesias líricas. [S.l.]: Ex Libris, LAZZARINI NETO, Sylvio. Cria e recria. [São Paulo]: SDF Editores, No caso de homônimos acrescenta-se a abreviatura do estado ou país para identificar. EX.: Viçosa, AL Viçosa, MG 1.6 EDITORA: O nome da editora deve ser indicado tal com figura no documento, com os prenomes abreviados e sem as palavras de indicação comercial ou jurídica, desde que sejam dispensáveis para identificação, no caso de editoras de universidades. MOREIRA FILHO, Alonso Augusto. Relação médico-paciente: teoria e prática. 2. ed. Belo Horizonte: Coopmed, CAIRUS, Henrique F.; RIBEIRO JR., Wilson A. Textos hipocráticos: o doente, o médico e a doença. Rio de Janeiro, Ed. FIOCRUZ, Quando houver duas editoras, indicar as duas com seus respectivos locais (cidades) separadas por ponto-e-vírgula. Mais de duas editoras, indicar a primeira ou a que estiver em destaque. ALFONSO-GOLDFARB, Ana Maria; MAIA, Carlos A. (Coord.) História da ciência: mapa do conhecimento. Rio de Janeiro: Expressão e cultura; São Paulo: EDUSP, Quando a editora não puder ser identificada indica-se, entre colchetes, a abreviatura [s.n.] que significa sine nomine. FRANCO, I. Discursos: de outubro de 1992 a agosto de Brasília, DF: [s.n.], Quando o local e a editora não puderem ser identificados, utilizam-se ambas as expressões [S.l.: s.n.]. GONÇALVES, F. B. A história de Mirador. [S.l.: s.n.], Quando a editora for o próprio autor (entidade ou pessoa) responsável pela obra e já constar na referência, não é necessário mencionar novamente. A pontuação depois do local de publicação é a vírgula (,) seguida da data. UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA. Catálogo de graduação: Viçosa, MG, 1994.

8 1.7 DATA DA PUBLICAÇÃO: A data é considerada elemento essencial. Deve-se sempre indicar uma data, seja de publicação, impressão ou outra. Quando não for impossível identificar uma data, indica-se uma data aproximada entre colchetes [ ]. A data, por se tratar de elemento essencial na referência, sempre deve ser indicada. A NBR 6023 recomenda, indicar a data, preferencialmente, de publicação, pode ser também a de copyright (registro dos direitos autorais), da impressão, da distribuição, da apresentação de um trabalho acadêmico ou outra. Se nenhuma dessas datas puder ser identificada registrar uma data aproximada entre colchetes conforme indica a NBR6023: [1956 ou 1958] um ano ou outro [1968?] data provável [1973] data certa obtida através de pesquisa em outras fontes [entre 1915 e 1917] usar intervalos de menores de 20 anos [199-] década certa [199?] década provável [18--] século certo [18--?] século provável SALES, Herberto. Cascalho. São Paulo: Círculo do Livro, [1986?] Para referenciar uma coleção de obras em vários volumes, publicados em datas distintas, indicar as datas do volume mais antigo e do mais recente, separadas por hífen. RUCH, Gastão. História geral da civilização: da Antiguidade ao século XX. Rio de Janeiro: F. Briguiel, v. Em caso de publicação periódica, os meses devem ser mencionados de forma abreviada no idioma original da publicação. Se no lugar de meses, a publicação indicar as estações do ano, transcrever como está no documento. Se indicar a divisão do ano em semestre, trimestre usar o período abreviado. ALCARDE, J. C.; RODELLA, A.A. O equivalente em carbonato de cálcio dos corretivos da acidez dos solos. Scientia agrícola, Piracicaba, v. 53, n. 2/3, p , maio/dez MANSILLA, H. C. F. La controversia entre universalismo y particularismo en la filosofia de la cultura. Revista Latinoamericana de Filosofia, Buenos Aires, v. 24, n.2, primavera FIGUEIREDO, E. Canadá e Antilhas: línguas populares, oralidade e literatura. Gragoatá, Niterói, n.1, p , 2. sem NAVES, P. Lagos andinos dão banho de beleza. Folha de São Paulo, São Paulo, 28 jun Folha Turismo. Caderno 8, p NOTAS:

9 Quando necessário, para identificação da obra, incluem-se notas ao final das referências: informações adicionais, obras em fase de impressão (no prelo), trabalho apresentado em congresso não publicado, manuscrito. CAVALCANTI, C. R. Fontes de informação: espécies. Brasília, Mimeografado. LYRA, R. Tempo de encanto. João Pessoa, No prelo DOCUMENTOS ELETRÔNICOS Documentos eletrônicos são todos aqueles em suporte eletrônico, legíveis por computador, como: DVD, CD-ROM, documentos on-line, disquetes, etc. As referências obedecem aos mesmos padrões indicados para documentos impressos, acrescidas das informações relativas ao suporte físico do meio eletrônico. Por exemplo: Elementos básicos para referências de documentos eletrônicos São elementos essenciais, para obras consultadas online, o endereço eletrônico informado dentro dos sinais < >, precedido da expressão Disponível em: e a data de acesso, também precedida da expressão Acesso em:. Pode-se, opcionalmente, acrescentar a hora, os minutos e os segundos do acesso. Por exemplo: Livros: GADOTTI, Moacir. Boniteza de um sonho: ensinar-e-aprender com sentido. São Paulo: Cortez, Disponível em: <http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/boniteza.pdf>. Acesso em 19 abr DUMAS FILHO, A. A dama das camélias. São Paulo: Brasiliense, Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/detalheobraform.do?select_action=&c o_obra=16517>. Acesso em: 19 abr. 2012, 14:16. CD-ROM: VASCO Prado: escultor. Porto Alegre: C. Prestes Produtor Cultural, CD- ROM. Dissertações e Teses MELLO, L. F. S. O espaço do imaginário e o imaginário do espaço: a ferrovia em Santa Maria, RS f. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Disponível em: <http://www.biblioteca.ufrgs.br/bibliotecadigital/2002-1/tese-arq-o pdf>. Acesso em: 5 abr

10 LIMA, O. A. L. Estudo da utilização de reservatórios subterrâneos naturais para armazenamento de água numa área experimental na região semi-árida do Nordeste brasileiro f. Tese (Doutorado em Geofísica) - Programa de Pesquisa e Pós-graduação em Geofísica, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Disponível em: <http://www.cpgg.ufba.br/~pgeof/resumos/pdf/d002a.pdf>. Acesso em: 31 mar Evento no todo: CONGRESSO BRASILEIRO DE CERÂMICA, 47., 2003, João Pessoa. Anais... São Paulo: ABC, CD-ROM. Trabalho apresentado em evento: LEMOS, S.M. De alfabetizandas a alfabetizadoras: nuances da construção dessa trajetória. In: SALÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 15. FEIRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 12., 2003, Porto Alegre. Livro de resumos. Porto Alegre: UFRGS/PROPESQ, CD-ROM. Livro no todo: SHAKESPEARE, W. Much Ado about nothing. Disponível em: <http://wwwtech.mit.edu/shakespeare/much_ado/index.html>. Acesso em 30 abr Capítulo de livro: BRASIL, Giba Assis. A arte de usar cinto e suspensório. In: JORNALISMO no cinema. Porto Alegre: Editora da Universidade, CD-ROM. ASSIS, Machado de. A cartomante. In: ASSIS, Machado de. Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, v.2. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv pdf>. Acesso em: 19 abr Periódico no todo: REVISTA DO LINUX. Curitiba: Conectiva, v.2, n.13, CD-ROM. PSICOLOGIA: reflexão e crítica. Porto Alegre: Curso de Pós-graduação em Psicologia/UFRGS, v. 16, n. 2, Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid= &lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 19 abr Artigo de periódico: RAMIREZ, V. R. R. Cognição social e teoria do apego: possíveis articulaçoes. Psicologia: reflexão e crítica, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p , Disponível em: Acesso em: 19 abr

11 Matéria publicada em jornal: Com autoria determinada: DIMENSTEIN, G. A USP derruba seus muros. Folhaonline [São Paulo], 19 abr Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/colunas/gilbertodimenstein/ a-usp-derruba-seus-muros.shtml>. Acesso em: 19 abr Sem autoria determinada: CONGRESSO cria CPMI para investigar esquema de Cachoeira. Estado de Minas [Belo Horizonte], 19 abr Disponível em:< resso-cria-cpmi-para-investigar-esquema-de-cachoeira.shtml>. Acesso em: 19 abr Homepage: EMBRAPA. Comunidades indígenas: segurança alimentar e conservação de recursos genéticos. Disponível em: <http://www.embrapa.br/fomezero/indigenas/seguranca_alimentar.htm>. Acesso em: 30 abr FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Instituto Brasileiro de Economia. Disponível em: < Acesso em: 19 abr CD MOURÃO, Túlio. Eterno, de vez em quando: as canções de Túlio Mourão. Manaus: Velas, CD (Compact Disc Digital Audio) Filmes ANTES de partir. Direção: Rob Reiner. [New York City], Warner Home Video, DVD (96 min.), son., color. Tradução de: The bucket list. ASSIM caminha a humanidade. Direção: George Stevens. [s. l.], Warner Bros, son., color. Tradução de: Giant. DÚVIDAS??? Busque auxílio na sua biblioteca Faça uma revisão cuidadosa, pois tudo que foi referenciado no seu trabalho DEVERÁ estar referenciado no item das REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.

12 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR Informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, p. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR Informação e documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. Rio de Janeiro, p. FRANÇA, Júnia Lessa; VASCONCELOS, Ana Cristina de. Manual para normalização e publicações técnico-científicas. 8. ed. ver. ampl. Belo Horizonte: UFMG, 2007.

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA. Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA. Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 São Carlos 2012 Guia para elaboração de Referências As orientações abaixo são de acordo com a NBR 6023/2002 da Associação

Leia mais

Guia para elaboração de Referências:

Guia para elaboração de Referências: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para elaboração de Referências: de acordo com NBR 6023/2002 São Carlos 2010 Guia para elaboração de Referências As orientações abaixo são de acordo com a NBR 6023/2002 da Associação

Leia mais

Segundo a ABNT-NBR 6023:2002

Segundo a ABNT-NBR 6023:2002 METODOLOGIA CIENTÍFICA APLICADA A ANÁLISE AMBIENTAL PROJETO DE PESQUISA ELABORAÇÃO MONOGRAFIA DE CITAÇÕES REFERÊNCIAS NO TEXTO REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ESTRUTURA DO DOCUMENTO 1 Segundo a ABNT-NBR 6023:2002

Leia mais

Aula No 5 MORE. Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette

Aula No 5 MORE. Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação Engenharia Civil Aula No 5 MORE Prof.ª Dra. Kalinny P. V. Lafayette Mecanismo online para referências Mecanismo On-line

Leia mais

Referências. Referência. Referência NBR 6023:2002

Referências. Referência. Referência NBR 6023:2002 s Conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permitem sua identificação individual. (ABNT, 2002, p. 2). NBR 6023:2002 Apresentação das referências Alinhadas somente à

Leia mais

Normas da ABNT para referências bibliográficas

Normas da ABNT para referências bibliográficas 1) Grifos Normas da ABNT para referências bibliográficas " " (aspas): apenas para metáforas, transcrições e CITAÇÕES; negrito: somente para títulos de capítulos, tópicos, tabelas e gráficos; sublinhado:

Leia mais

Referências bibliográficas NBR 6023/2002

Referências bibliográficas NBR 6023/2002 Referências bibliográficas NBR 6023/2002 Muitas são as pessoas que nos procuram para esclarecer dúvidas ou mesmo sobre a forma correta de organizar as referências. Por isso elaboramos este manual resumido

Leia mais

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS 1 SUMÁRIO 1 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS...3 1.1 Referências...3 1.1.2 Regras gerais...3 1.2 Como elaborar referências...4 1.2.1 Autores...4 1.2.2 Título...6 1.2.3 Edição...6 1.2.4 Local...6 1.2.5 Editora...7

Leia mais

Envio de trabalhos. 1.3. Serão aceitos somente os trabalhos enviados para o correio eletrônico da revista (revistaaproximacao@gmail.com).

Envio de trabalhos. 1.3. Serão aceitos somente os trabalhos enviados para o correio eletrônico da revista (revistaaproximacao@gmail.com). Envio de trabalhos 1.1. Serão aceitos trabalhos na área de Filosofia, de alunos vinculados a cursos de graduação (não necessariamente em Filosofia). Aceitaremos também contribuições de pós-graduandos e

Leia mais

Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos

Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos FACULDADE SÃO FRANCISCO DE ASSIS BIBLIOTECA Josiane Fonseca da Cunha Manual de normas para apresentação de trabalhos acadêmicos Porto Alegre 2008 Josiane Fonseca da Cunha Manual de normas para apresentação

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIA

MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIA MANUAL DE ELABORAÇÃO DE REFERÊNCIA SANTO ANDRÉ 2011 PREFACIO Este manual foi elaborado buscando atender as necessidades normativas dos alunos na elaboração de referências seguindo as normas vigentes da

Leia mais

Instruções para Publicação

Instruções para Publicação Instruções para Publicação 1. Finalidade Divulgar assuntos de interesse da área farmacêutica pertinentes das atividades técnicas e/ou científicas realizadas no ambiente de trabalho. 2. Regulamento O boletim

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO)

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO) O RELATÓRIO CIENTÍFICO 1. CONCEITO DE RELATÓRIO Exposição escrita na qual se descrevem fatos verificados

Leia mais

MANUAL Normas científicas para trabalhos Estas recomendações baseiam-se nas normas da ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas. Têm como objetivo auxiliar alunos e professores do Colégio Franciscano

Leia mais

D O N D O M Ê N I C O

D O N D O M Ê N I C O Profa. Me. ELIZA HELENA ERCOLIN¹ Profa. Dra. IVANI RIBEIRO DA SILVA² MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS GUARUJÁ 2013 OS TRABALHOS ACADÊMICOS REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO. Este manual objetiva

Leia mais

Guia rápido de citação e referência

Guia rápido de citação e referência Guia rápido de citação e referência Para o desenvolvimento desse guia foram utilizadas as seguintes normas: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração.

Leia mais

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório.

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório. 1 - ESTRUTURA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório do Estágio Supervisionado de todos os cursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Minas Gerais Campus Formiga - irá mostrar

Leia mais

Regra Geral de Autoria: Existem 3 formas de entrada de autoria: pessoal, institucional e por evento.

Regra Geral de Autoria: Existem 3 formas de entrada de autoria: pessoal, institucional e por evento. Referências Bibliográficas As informações a seguir foram resumidas do livro Normalização de Trabalhos Acadêmicos, de autoria de Dely Bezerra de Miranda Santos, publicado em 2003 pela EDUR e à venda na

Leia mais

Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT

Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT Editoração do Trabalho Acadêmico 1 Formato 1.1. Os trabalhos devem ser digitados em papel A-4 (210 X297 mm) apenas no anverso (frente) da folha. 2 Tipo e tamanho

Leia mais

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO NA RECeT POLÍTICA EDITORIAL

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO NA RECeT POLÍTICA EDITORIAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS PRESIDENTE EPITÁCIO CNPJ 10.882.594/0001-65 Al. José Ramos Júnior, 27-50, Jardim Tropical Presidente Epitácio

Leia mais

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1

universia.com.br/materia/img/tutoriais/ /01.jsp 1/1 5/12/2008 Monografias - Apresentação Fazer um trabalho acadêmico exige muito de qualquer pesquisador ou estudante. Além de todo esforço em torno do tema do trabalho, é fundamental ainda, adequá-lo às normas

Leia mais

O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL

O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL O TÍTULO DO TRABALHO DEVERÁ SER EM FONTE TIPO ARIAL 12, NEGRITO, CENTRALIZADO, ESPAÇO SIMPLES (ESPAÇAMENTO DE 1,0) SEM PONTO FINAL Nome do autor principal (sigla da instituição a que pertence, entre parênteses)

Leia mais

Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT

Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT FACULDADE CRISTÃ DE CURITIBA Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT Elaborado pela bibliotecária Teresinha Teterycz - CRB 9 / 1171

Leia mais

REFERÊNCIAS. Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído.

REFERÊNCIAS. Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído. REFERÊNCIAS Referência é o conjunto de elementos retirados de um documento, que permitem a identificação de onde foi extraído. A Associação Brasileira de Normas Técnicas estabelece as diretrizes que devem

Leia mais

FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS

FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS Baseado nas obras de Júnia Lessa França e Ana Cristina de Vasconcellos; Rosy Mara Oliveira. Atualizado

Leia mais

ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA IMPRESSA ABNT NBR 6022:2003

ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA IMPRESSA ABNT NBR 6022:2003 ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA IMPRESSA ABNT NBR 6022:2003 REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023 Referência Elaboração ABNT NBR 6024 Numeração

Leia mais

Recomendações para a elaboração de um relatório técnico (Repare que algumas informações podem ou não se aplicar para o seu caso).

Recomendações para a elaboração de um relatório técnico (Repare que algumas informações podem ou não se aplicar para o seu caso). Recomendações para a elaboração de um relatório técnico (Repare que algumas informações podem ou não se aplicar para o seu caso). SUMÁRIO 1. CONCEITO DE RELATÓRIO 2. OBJETIVOS 3. TIPOS DE RELATÓRIOS 4.

Leia mais

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA São Paulo 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 1 ELEMENTOS EXTERNOS 1.1 CAPA 1.2 LOMBADA 2 ELEMENTOS INTERNOS PRÉ-TEXTUAIS

Leia mais

Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio. Brasileira de Normas Técnicas - (ABNT), ensaiando-os e

Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio. Brasileira de Normas Técnicas - (ABNT), ensaiando-os e COMO FAZER O RELATÓRIO DE ESTÁGIO APRESENTAÇÃO Este manual visa orientar a padronização dos relatórios de estágio feitos pelos alunos do Colégio Agrícola Estadual Adroaldo Augusto Colombo, de acordo com

Leia mais

CITAÇÕES. Profa. Enimar J. Wendhausen

CITAÇÕES. Profa. Enimar J. Wendhausen CITAÇÕES Profa. Enimar J. Wendhausen Citação Trata-se da menção de uma informação extraída de outra fonte. Citação de citação Consiste na citação direta ou indireta de um texto em que não se teve acesso

Leia mais

TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos

TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT NBR 14724:2011 Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO

ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA - FADIVA COORDENAÇÃO DO NÚCLEO DE PESQUISA E MONOGRAFIA PROFª Ms Mª AUXILIADORA PINTO COELHO FROTA MATÉRIA: METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO ORIENTAÇÕES BÁSICAS NA ELABORAÇÃO

Leia mais

COMPLEMENTAÇÃO ÀS NORMAS TÉCNICAS PARA A DISSERTAÇÃO

COMPLEMENTAÇÃO ÀS NORMAS TÉCNICAS PARA A DISSERTAÇÃO COMPLEMENTAÇÃO ÀS NORMAS TÉCNICAS PARA A DISSERTAÇÃO RESUMOS Os resumos em língua portuguesa e em língua estrangeira devem conter no mínimo 200 e no máximo 500 palavras. PALAVRAS-CHAVE Devem ser usadas

Leia mais

Manuais de Normalização SIB/UnP. Referências

Manuais de Normalização SIB/UnP. Referências Manuais de Normalização SIB/UnP Referências CONCEITO As referências reúnem informações que identificam os documentos citados e consultados pelo autor na construção do texto.são padronizadas de acordo com

Leia mais

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Padrão FEAD de normalização Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Objetivo Visando padronizar os trabalhos científicos elaborados por alunos de nossa instituição Elaboramos este manual

Leia mais

AVA - AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

AVA - AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Caro Aluno, Você produzirá, de acordo com as Normas da Educação a Distância, um Artigo Científico como Trabalho de Conclusão de Curso - TCC, para cumprimento dos requisitos necessários à aprovação nos

Leia mais

ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005)

ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005) Errata Folha de Rosto Capa ESTRUTURA DE UM TRABALHO MONOGRÁFICO (NBR 14724/2005) Epígrafe Resumo L. estrangeira Resumo Agradecimentos Dedicatória Folha de Aprovação Anexos Apêndices Glossário Referências

Leia mais

www.manera.feis.unesp.br Referências NBR 6023 - ABNT/2002

www.manera.feis.unesp.br Referências NBR 6023 - ABNT/2002 1 O que é referência Referências NBR 6023 - ABNT/2002 Conjunto de elementos descritivos que permite a identificação de publicações, no todo ou em parte. A referência é constituída de elementos essenciais

Leia mais

TRABALHO DE GRADUAÇÃO

TRABALHO DE GRADUAÇÃO TRABALHO DE GRADUAÇÃO NORMAS PARA REFERÊNCIAS ABNT NBR 6023/2002 NORMAS PARA CITAÇÕES ABNT NBR 10520/2002 2 REFERÊNCIAS ABNT NBR 6023/AGO/2002 PARA LIVROS O último sobrenome do autor com todas as letras

Leia mais

SENAI DUQUE DE CAXIAS BIBLIOTECA ARAÇATUBA-SP

SENAI DUQUE DE CAXIAS BIBLIOTECA ARAÇATUBA-SP SENAI DUQUE DE CAXIAS BIBLIOTECA ARAÇATUBA-SP PROJETO CONHECER SEJA BEM VINDO!!! BIBLIOTECÁRIO: ELY WATARI HORÁRIO RIO DE FUNCIONAMENTO Seg. a Sex. : 12h30 às 17h30 18h30 às 21h30 Jornais DVD Livros CONFIRA

Leia mais

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL EDITAL DE CHAMADA DE ARTIGOS PARA PARTICIPAÇÃO NO I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL 1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PIM

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PIM APRESENTAÇÃO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PIM Caros professores e alunos é com satisfação que apresentamos este manual, acreditando que ele contribuirá para o seu conhecimento a respeito do Projeto Integrado

Leia mais

REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC

REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC REGRAS PARA A PULICAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NA REVISTA JURÍDICA DA AJUFESC 1. O artigo deve apresentar enfoque INÉDITO e abordar tema relativo à Jurisdição Federal. O tema deve ser preferencialmente

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS 1 - Os artigos e as resenhas devem estar acompanhados de uma carta de encaminhamento, com nome e endereço

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS 1 - Os artigos e as resenhas devem estar acompanhados de uma carta de encaminhamento, com nome e endereço NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DOS ORIGINAIS 1 - Os artigos e as resenhas devem estar acompanhados de uma carta de encaminhamento, com nome e endereço completo dos autores e de uma declaração de que o trabalho

Leia mais

SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DO INTERIOR PAULISTA - ACIP FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DO INTERIOR PAULISTA - FAIP

SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DO INTERIOR PAULISTA - ACIP FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DO INTERIOR PAULISTA - FAIP NORMAS ABNT NBR6023/2002 Elaboração de Referências REFERÊNCIA É o conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual, bem como a recuperação

Leia mais

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica:

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Conforme NBR 6022:2003 Seção de atendimento ao usuário - SISBI Outubro 2013 Normas técnicas Norma técnica é um documento estabelecido

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PINDAMONHANGABA COMO FAZER REFERÊNCIAS E CITAÇÕES CONFORME A ABNT Pindamonhangaba - SP 2014 Como fazer referências e citações Neste manual você poderá aprender a fazer as citações

Leia mais

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS Estas regras são aplicadas a todos os Trabalhos acadêmicos ou similares (trabalho de conclusão de curso (TCC), trabalho de graduação interdisciplinar,

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003)

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) Maio de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Biblioteca Universitária. Programa de capacitação. 2 NORMAS

Leia mais

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO Todas as contribuições destinadas à Revista Interface Tecnológica devem estar rigorosamente baseadas nas regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas

Leia mais

Título do artigo em português Título do artigo em inglês

Título do artigo em português Título do artigo em inglês Título do artigo em português Título do artigo em inglês Resumo Inserir aqui o resumo do artigo, em um só parágrafo e em no máximo 10 linhas. Palavras-chave: Mínimo de 3 e máximo de 5 palavras-chave, separadas

Leia mais

FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO

FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO FEMPAR FUNDAÇÃO ESCOLA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARANÁ NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE ARTIGO LONDRINA 2009 SUMÁRIO 1 ESTRUTURA DO ARTIGO CIENTÍFICO...01 1.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS...01

Leia mais

FORMAS DE APRESENTAÇÃO DAS REFERÊNCIAS

FORMAS DE APRESENTAÇÃO DAS REFERÊNCIAS FORMAS DE APRESENTAÇÃO DAS REFERÊNCIAS A NBR 6023:2002 firma os elementos que compõem as referências, fixa a ordem dos elementos, orienta e prepara o material utilizado para a produção de documentos. Esta

Leia mais

Psicanálise & Barroco Revista de Psicanálise, Arte e Cultura

Psicanálise & Barroco Revista de Psicanálise, Arte e Cultura Psicanálise & Barroco Revista de Psicanálise, Arte e Cultura (ISSN:1679-9887) www.psicanaliseebarroco.pro.br INSTRUÇÕES AOS AUTORES Apresentação A revista Psicanálise & Barroco, do Núcleo de Estudos e

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1,5 espaçamento entre as linhas CURSO xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Nome do Estagiário 2 espaços 1,5 Fonte 14 Fonte 14 RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Fonte 16 COLOCADO NO CENTRO DA FOLHA LOCAL ANO Fonte

Leia mais

FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA

FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA FEMPAR Fundação Escola do Ministério Público do Paraná NORMAS METODOLÓGICAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE MONOGRAFIA CURITIBA 2012 SUMÁRIO 1. ESTRUTURA DA MONOGRAFIA...03 1.1. Elementos pré-textuais...03

Leia mais

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO NORMAS PARA SUBMISSÃO DE RESUMO E ARTIGO COMPLETO RESUMOS - Os resumos deverão ter no máximo 500 palavras. - A estrutura do resumo deverá conter, obrigatoriamente: problematização da pesquisa; objetivos;

Leia mais

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A 1 ARTIGO É o trabalho acadêmico que apresenta resultado de uma pesquisa, submetido ao exame de um corpo Editorial, que analisa as informações, os métodos

Leia mais

FACULDADE DOM BOSCO. Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO

FACULDADE DOM BOSCO. Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO FACULDADE DOM BOSCO Credenciada através da Portaria nº 2.387, D.O.U. em 12/08/2004 Cornélio Procópio/Paraná MANUAL DE TRABALHO DE CURSO CORNÉLIO PROCÓPIO 2012 Como elaborar um TC 1 Introdução Objetiva-se

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1,5 espacejamento entre as linhas CURSO xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx 2 espaços 1,5 Fonte 14 Nome do Estagiário Fonte 14 RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Fonte 16 COLOCADO NO CENTRO DA FOLHA BAMBUÍ ANO Fonte

Leia mais

Título do trabalho: subtítulo do trabalho

Título do trabalho: subtítulo do trabalho Título do trabalho: subtítulo do trabalho Resumo Este documento apresenta um modelo de formatação a ser utilizado em artigos e tem como objetivo esclarecer aos autores o formato a ser utilizado. Este documento

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA (UESB) DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS (DCE) CURSO DE MATÉMATICA VANÊIDE ROCHA DIAS RIBEIRO FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (FTA) VITÓRIA DA CONQUISTA BA 2009

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO NORMAS PARA ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Rosangela Alves de Oliveira * Nome do (s) autor (s) RESUMO Este trabalho estabelece as orientações para apresentação de um artigo científico. Todas as informações

Leia mais

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I Diretrizes para Autores das áreas de GESTÃO E FINANÇAS / LICENCIATURAS/ ENGENHARIAS: Os trabalhos deverão seguir a seguinte extensão: - artigos: entre 10 (dez) e 25 (vinte e cinco) páginas, incluindo as

Leia mais

Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos

Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Maria Bernardete Martins Alves Marili I. Lopes Procedimentos para apresentação e normalização de trabalhos acadêmicos Módulo 3 Apresentação

Leia mais

Normas para bibliografia em publicações. Sumário

Normas para bibliografia em publicações. Sumário 1/9 Normas para bibliografia em publicações Extraído das Normas ABNT, projeto NB-66 1) Objetivo 2) Definições Sumário 3) Localização das referências na matéria 4) Formas de citações no texto 5) Ordem dos

Leia mais

NORMAS DA ABNT PARA TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS DA ABNT PARA TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS DA ABNT PARA TRABALHOS ACADÊMICOS O texto a seguir tratará das seguintes normalizações: A. NBR 14724:2001 Informação e documentação - Trabalhos acadêmicos - Apresentação Informações pré-textuais

Leia mais

Manual de Elaboração e Normalização de Monografia

Manual de Elaboração e Normalização de Monografia Manual de Elaboração e Normalização de Monografia REDE DE BIBLIOTECAS IPEMED Manual de normalização de monografias Belo Horizonte 2009 2 Ins29 Instituto de Pesquisa e Ensino Médico do Estado de Minas Gerais.

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS - DIPLOMAÇÃO E MONOGRAFIA

ORIENTAÇÕES BÁSICAS - DIPLOMAÇÃO E MONOGRAFIA INSTITUTO DE FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO TEOLÓGICA- IFETE-CURSOS LIVRES Rua João Dias de Carvalho, 78. Alto da Expectativa. Sobral/CE CEP: 62041-570 Fone: (88)3611-3160/(88)3611-7630 acadêmico@ifete.com.br / academico2@ifete.com.br

Leia mais

Universidade Federal do Acre Pet-Agronomia. Referências Bibliográficas Normas da ABNT. Bolsista: Chayana F. Chaim Tutor: Dr.José Ribamar T.

Universidade Federal do Acre Pet-Agronomia. Referências Bibliográficas Normas da ABNT. Bolsista: Chayana F. Chaim Tutor: Dr.José Ribamar T. Universidade Federal do Acre Pet-Agronomia Referências Bibliográficas Normas da ABNT Bolsista: Chayana F. Chaim Tutor: Dr.José Ribamar T. da Silva Introdução Definição: ç conjunto padronizado de elementos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA 2014 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte

Leia mais

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Normas Portuguesas : â NP 405-1 - Documentos impressos compreende : Monografias e parte de monografias Publicações em série e parte de publicações em série Outros tipos de documentos:

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CURSOS: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MECÂNICA - PROFESSORES ORIENTADORES: MSc. Alexandre R. A. Bertoncini MSc. Cristiano Okada Dr. José Arnaldo

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA DO PPGE Revista Educação e Emancipação

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA DO PPGE Revista Educação e Emancipação NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA DO PPGE Revista Educação e Emancipação A Revista Educação e Emancipação (ISSN 1677-6097) do Programa de Pós- Graduação em Educação (PPGE) da Universidade

Leia mais

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor

Leia mais

TÍTULO CLARO E OBJETIVO QUANTO ÀS PRETENÇÕES RELATIVAS AO OBJETO DE ESTUDO

TÍTULO CLARO E OBJETIVO QUANTO ÀS PRETENÇÕES RELATIVAS AO OBJETO DE ESTUDO FORMATAÇÃO GERAL PAPEL: A4 MARGEM: 3 cm à esquerda e superior e 2 cm à direita e inferior ESPAÇAMENTO: 1,5 texto corrido; entre parágrafo 6pts antes e depois FONTE: Times New Roman ou Arial TAMANHO DA

Leia mais

GUIA PARA CONFECÇÃO DE PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

GUIA PARA CONFECÇÃO DE PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) GUIA PARA CONFECÇÃO DE PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Mestrado Profissional em Metrologia e Qualidade Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial 2010 APRESENTAÇÃO

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO O trabalho deve ser digitado e impresso em papel formato A4. O texto deve ser digitado, no anverso das folhas, em espaço 1,5, letra do tipo

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa

PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011. Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa PROJETO DE PESQUISA ABNT NBR 15287:2011 Especifica os princípios gerais para a elaboração de projetos de pesquisa REFERÊNCIA NORMATIVA Documentos indispensáveis à aplicação deste documento ABNT NBR 6023

Leia mais

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHO COMPLETO

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHO COMPLETO NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHO COMPLETO 1. INTRODUÇÃO As Edições OMNIA, da FAI - Faculdades Adamantinenses Integradas tem por objetivo publicar artigos nas seguintes formas: Trabalhos Originais, Revisão

Leia mais

MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PESQUISA CIENTÍFICA

MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PESQUISA CIENTÍFICA MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA PESQUISA CIENTÍFICA Toda pesquisa deve passar por uma fase preparatória de planejamento devendo-se estabelecer certas diretrizes de ação e fixar-se uma estratégia global.

Leia mais

Referências em trabalhos acadêmicos:

Referências em trabalhos acadêmicos: Seção Técnica de Referência e Atendimento ao Usuário e Documentação STRAUD bibl-refere@marilia.unesp.br Referências em trabalhos acadêmicos: NBR 6023:2002 Maria Elisa V. Pickler Nicolino, Bibliotecária

Leia mais

DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS ACADÊMICOS

DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS ACADÊMICOS DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PROF. DR. MARCOS FRANCISCO R. SOUSA PROF. Me. CELSO LUCAS COTRIM APRESENTAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA Normas para elaboração de Dissertações do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais MODELO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO. O artigo deverá apresentar a seguinte formatação:

MANUAL DE NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO. O artigo deverá apresentar a seguinte formatação: MANUAL DE NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO 1 FORMATAÇÃO O artigo deverá apresentar a seguinte formatação: Extensão do artigo: mínimo 10 e no máximo 20 páginas. Formato do arquivo: Word (doc ou docx). Papel:

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO E TESE DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA DA UNIFEI

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO E TESE DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA DA UNIFEI NORMAS PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO E TESE DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA DA UNIFEI 1 GENERALIDADES 1.1 A Dissertação Trabalho que apresenta o

Leia mais

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Administração Biblioteca Normas para elaboração do TCC O que é um Trabalho de Conclusão de Curso? O TCC, é um trabalho acadêmico feito sob a coordenação

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1. APRESENTAÇÃO É essencial o uso de normas técnicas para uma boa apresentação e compreensão da leitura de um trabalho acadêmico-científico.

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA ANEXO da Norma 004/2008 CCQ Rev 1, 28/09/2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE QUÍMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Salvador 2009 2 1 Objetivo Estabelecer parâmetros para a apresentação gráfica

Leia mais

REVISTA CEUMA PERSPECTIVAS. Chamada para submissão de trabalhos científicos

REVISTA CEUMA PERSPECTIVAS. Chamada para submissão de trabalhos científicos REVISTA CEUMA PERSPECTIVAS Chamada para submissão de trabalhos científicos A Revista Científica Ceuma Perspectivas é uma publicação científica voltada à divulgação da produção acadêmica discente e docente

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1)

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) 1 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) SOBRENOME, Nome Aluno 1 Graduando em Administração de Empresas Decision/FGV SOBRENOME, Nome Aluno 2 Graduando em Administração de Empresas Decision/FGV RESUMO Este

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 1 ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 1 APRESENTAÇÃO Tanto o artigo quanto a monografia são trabalhos monográficos, ou seja, trabalhos que apresentam resultados de pesquisa sobre um

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 002/2009/PEQ-UFS ANEXO I NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 002/2009/PEQ-UFS ANEXO I NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA N 002/2009/PEQ-UFS ANEXO I NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO 1. INTRODUÇÃO A Dissertação é a apresentação escrita do trabalho de pesquisa desenvolvido no âmbito do Programa de

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS A Revista Ius Gentium é uma publicação anual do Curso de Direito (graduação e pós-graduação) da Faculdade Internacional de Curitiba, que visa: propiciar à comunidade

Leia mais

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE REVISTA PROPAGARE A Revista PROPAGARE, publicação da Faculdade Campo Real, criada em 2010, é dirigida à comunidade científica. A PROPAGARE reúne, debate coopera e propaga conhecimento para o progresso

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU CCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE QUÍMICA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC 1 APRESENTAÇÃO As recomendações a seguir resumem os princípios para a elaboração

Leia mais