Rede de Computadores II

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rede de Computadores II"

Transcrição

1 Rede de Computadores II Slide 1

2 WPA2 / IEEE i - Wi-Fi Protected Access 2 Devido a algumas falhas de implementação o WPA foi substituído, em 2004, pelo padrão IEEE i ou WPA2. Slide 2

3 WPA 2 / i O padrão IEEE i substitui formalmente o WEP no padrão IEEE original com um modo específico do AES (Advanced Encryption Standard) conhecido como protocolo CBC-MAC (Counter Mode Cipher Block Chaining-Message Authentication Code) ou CCMP. O CCMP oferece confidencialidade (criptografia) e integridade dos dados. Slide 3

4 WPA 2 / i Parte dos mecanismos apresentados no WPA também é utilizada no WPA2, já que o WPA é baseado em um rascunho do WPA2. Os principais avanços do WPA2 em relação ao WPA são, basicamente, novos algoritmos de criptografia e de integridade. Slide 4

5 802.11i - Autenticação O mecanismo de autenticação no WPA2 é, basicamente, o mesmo do WPA. O maior avanço na autenticação é uma preocupação com o roaming.: Quando um usuário se autentica, há uma série de mensagens trocadas entre o AP e o cliente. Essa troca de mensagens introduz um atraso no processo de conexão. Quando um cliente desloca-se de um AP para outro, o atraso para estabelecer a associação pode causar uma interrupção notória da conexão, principalmente em tráfego de voz e vídeo. Slide 5

6 802.11i - Autenticação Para minimizar o atraso de associação, o equipamento pode dar suporte a PMK Caching e Preauthentication. O PMK Caching consiste no AP guardar os resultados das autenticações dos clientes. Se o cliente voltar a se associar com o AP, estas informações guardadas são utilizadas para diminuir o número de mensagens trocadas na re-autenticação. Preauthentication, enquanto o cliente está conectado a um AP principal, ele faz associações com outros APs cujo o sinal chega até ele. Desta forma, quando há uma mudança de AP não há perda de tempo com a autenticação. Slide 6

7 802.11i - Integridade O protocolo CCMP (Counter-Mode/Cipher Block Chaining Message Authentication Code Protocol) é o responsável pela integridade e a confidência do WPA2. O CCMP é baseado no AES (Advanced Encryption Standard) que é um Block Cipher. O modo de operação do AES implementado pelo WPA2 e o CCM utiliza chaves de blocos de 128 bits. O CBC-MAC (Cipher Block Chaining Message Authentication Code) é responsável pela integridade dos quadros. Slide 7

8 Slide 8

9 802.11i - Confidência O CCMP também é baseado no conceito de chaves temporais, como o TKIP no WPA. No WPA2 há uma hierarquia de chaves, onde derivações da PMK geram as chaves temporais de criptografia e integridade. O algoritmo responsável pela criptografia do frame é o AES Counter Mode (CTR). A chave de criptografia de dados é simétrica e de tamanho 128 bits. O vetor de inicialização continua com 48 bits. Slide 9

10 802.11i - Vulnerabilidade Negação de Serviço Visto que todos os mecanismos de segurança existentes até agora não protegem os quadros de gerenciamento e de controle. Portanto, ainda é possível, por exemplo, forjar quadros de gerenciamento do tipo de-authentication. Além disso, existem outros ataques como: RSN Information Element (RSN IE) Poisoning e 4-Way-Handshake Blocking. Slide 10

11 802.11i - Vulnerabilidade PSK Pequeno Na verdade esta não é uma falha do protocolo, mas, sim, do usuário. PSK com menos de 20 caracteres são susceptível a ataques de dicionário. Slide 11

12 802.11w O IEEE i possui melhorias significativas de segurança. Contudo, assim como no WEP e no WPA, toda a segurança é aplicada somente aos quadros de dados (data frames) e nenhuma proteção é dada aos quadros de gerenciamento (management frames) e de controle (control frames) do meio de comunicação sem fio. O Grupo de Trabalho do IEEE w foi aprovado em março de 2005 com o objetivo inicial de melhorar a segurança das redes IEEE através da proteção dos quadros de gerenciamento. Slide 12

13 802.11w Os ataques do tipo DoS em redes IEEE exploram a falta de proteção nos quadros de gerenciamento. Esses ataques injetam na rede quadros de gerenciamento do tipo deauthentication forjando facilmente pedidos de desassociação da rede de clientes legítimos. Assim, a proteção dos quadros de gerenciamento impediria a realização deste tipo de ataque. Slide 13

14 802.11w Os novos padrões IEEE v, k e r estendem as funcionalidades dos quadros de gerenciamento que poderão incluir informações sensíveis como dados sobre recursos de rádio, identificadores baseados em localização e dados para execução de handoffs rápidos. Desta forma, torna-se evidente a necessidade de proteção dos quadros de gerenciamento. Slide 14

15 802.11w - Vulnerabilidade Antes de tornar o tráfego de gerenciamento confidencial, o IEEE w assume que o cliente e o ponto de acesso já tenham trocado a chave dinâmica. Isso impede, portanto, a proteção de qualquer quadro de gerenciamento antes do envio da chave o que, em consequência, expõe o nome da rede (SSID) e outras informações necessárias para o cliente se conectar à rede. Slide 15

16 802.11w - Vulnerabilidade Embora a proteção dos quadros de gerenciamento possa facilitar a identificação de quadros forjados, tornando nula a eficiência de ataques DoS do tipo de-authentication, o w nunca poderá reduzir ataques DoS do tipo RF-jamming. Slide 16

17 802.11w - Vulnerabilidade Uma vez que o Grupo de Trabalho IEEE w não indicou sua intenção de prover segurança aos quadros de controle, a rede ainda estará exposta a outras formas de ataques. Sem a proteção de quadros de controle, é possível utilizar uma variedade de ataques DoS que exploram técnicas de controle do acesso ao meio de comunicação. Slide 17

18 802.11w - Vulnerabilidade Embora esforços estejam sendo feitos com o intuito de permitir que a implantação do w seja feita através de uma atualização do firmware dos equipamentos i, a manutenção da compatibilidade dos equipamentos com placas de acesso da versão i ou anteriores será um problema uma vez que limitará a proteção fornecida pelo novo padrão. Slide 18

19 Vulnerabilidades em Redes Wireless Problemas de configuração A configuração padrão de uma rede sem fio é insegura. Este tipo de configuração facilita o acesso indevido à rede sem fio. O atacante precisa apenas configurar sua placa de rede wireless para acessar a rede. Slide 19

20 Vulnerabilidades em Redes Wireless Auditoria no WEP, WPA e LEAP É necessário capturar um número grande de pacotes quando a rede wireless está sendo protegida pelo WEP. um número superior a IVs. Para capturar um número tão grande de pacotes contendo IVs, podem ser necessárias várias horas de monitoramento da rede alvo. Existem técnicas intrusivas (capturar e re-injetar pacotes ARP, desconectar as estações de trabalho do Access Point, etc) que forçam o tráfego de pacotes contendo IVs. Slide 20

21 Vulnerabilidades em Redes Wireless Auditoria no WEP, WPA e LEAP O administrador de rede pode determinar o tipo de criptografia que será utilizada na rede wireless. O Wired Equivalent Privacy (WEP) foi o primeiro recurso de segurança disponibilizado para redes wireless. Existem diversas ferramentas gratuitas que quebram a criptografia do WEP. O Aircrack é uma suíte de ferramentas que consegue descobrir a chave do WEP, permitindo que o teste de invasão seja realizado com sucesso. Slide 21

22 Vulnerabilidades em Redes Wireless Auditoria no WEP, WPA e LEAP WiFi Protected Access (WPA), o CoWPAtty realizará um ataque offline de dicionário para descobrir a chave compartilhada. É possível conseguir através da própria internet, uma lista de palavras em vários idiomas para o ataque de dicionário. Não é necessário um número grande de pacotes. Porém, é necessário capturar o tráfego de pacotes TKIP para que as ferramentas consigam descobrir a chave utilizada na rede wireless. Slide 22

23 Vulnerabilidades em Redes Wireless Auditoria no WEP, WPA e LEAP Caso a sua rede utilize o Cisco s Lightweight Extensible Authentication Protocol (LEAP) é possível realizar um ataque offline de dicionário. Isso ocorre devido ao LEAP trabalhar de forma semelhante ao Microsoft Challenge Handshake Protocol version 2 (MS- CHAPv2). Ou seja, assim como no MS-CHAPv2, o LEAP trabalha no esquema de pergunta e resposta, passando o usuário em texto claro pela rede. A vulnerabilidade foi descoberta em março de O engenheiro de redes, Joshua Wright, desenvolveu a ferramenta batizada de Asleap para realizar o ataque de dicionário sobre o LEAP. Slide 23

24 Vulnerabilidades em Redes Wireless Falha Hole 196 Presta-se a exploração de um ataque do tipo man in the middle, no qual um insider, no caso um usuário autorizado Wi-Fi pode identificar, através do ar, os dados privados de terceiros, injetar tráfego malicioso na rede e comprometer outros dispositivos autorizados que utilizam software de fonte aberta. O pesquisador que descobriu a Hole 196, Md Sohail Ahmed, gerente de tecnologia da AirTight Networks. Slide 24

25 Vulnerabilidades em Redes Wireless Falha Hole 196 Um cliente do protocolo GTK que receber tráfego de broadcast, poderia utilizar um dispositivo cliente para explorar GTK e criar o seu próprio pacote de broadcast. A partir dai, os clientes vão responder com seu endereço MAC e com o envio de informações de sua própria chave. Os clientes que recebem a mensagem ao ver o cliente como o gateway e responder com PTKs, os quais são privados e que o insider pode descriptografar. Slide 25

26 Vulnerabilidades em Redes Wireless Falha Hole 196 Um cliente do protocolo GTK que receber tráfego de broadcast, poderia utilizar um dispositivo cliente para explorar GTK e criar o seu próprio pacote de broadcast. A partir dai, os clientes vão responder com seu endereço MAC e com o envio de informações de sua própria chave. Os clientes que recebem a mensagem ao ver o cliente como o gateway e responder com PTKs, os quais são privados e que o insider pode descriptografar. Slide 26

27 Wardriving Rede de Computadores II Tipos de Ataque Este técnica de ataque é realizada através do mapeamento dos pontos de acesso das redes sem fios, a fim de entrar no campo de transmissão, geralmente são feito com uso de um veículo para movimentação usando GPS, para detecção da área de abrangência. Através do rastreamento o invasor verifica as fragilidades existente, como o uso de protocolo de segurança, senhas de acesso, entre outros meios. Slide 27

28 Warchalking Rede de Computadores II Tipos de Ataque Após localizar um ponto de acesso a uma determinada rede sem fio alguns indivíduos marcam a área com um símbolo feito com giz na calçada ou no muro para identificar o tipo de rede para outros invasores. Slide 28

29 MAC Spoofing Rede de Computadores II Tipos de Ataque Para as redes onde os pontos de acesso utilizam o endereço MAC para o controle dos usuários autorizados, a conexão pode ser invadida por este tipo de ataque. Um atacante pode capturar um endereço MAC válido de um cliente e trocar seu endereço pelo do cliente, pois alguns dos dispositivos para redes sem fio possuem a particularidade de permitir a troca do endereço físico. De posse de tal endereço, o atacante poderá utilizar a rede e todos os seus recursos. Slide 29

30 Tipos de Ataque Captura de tráfego de dados As transmissões quando não são cifradas, tanto sinal, quanto as informações que trafegam dentro desta rede podem ser capturados por um invasor. Neste caso podem ser usados softwares específicos para esta ação maliciosa, por exemplo o kismet, que rastreia e captura as informações trafegadas. Esta é uma técnica bastante simples de ser usada pois o software utilizado não necessariamente comunica-se com a rede (passivo). Slide 30

31 Tipos de Ataque Associação Maliciosa Este tipo de ação ocorre quando pessoas mal intencionadas usam técnicas para se passarem pelo ponto de acesso original. Desta forma toda transmissão dos usuários passarão por este AP pirata, o pirata terá toda e qualquer informação trafega, podendo ai, verificar senhas de , contas de bancos, ou até mesmo roubar dados empresariais. A técnica é realizada com a utilização de um software de conexão, a partir deste momento o AP pirata responderá a qualquer requisição do usuário. Slide 31

32 Tipos de Ataque DoS O DoS (Denail of Service ou negação de serviço) torna algum recurso ou serviço indisponível. Este tipo de ataque muitas vezes se torna uma vulnerabilidade bem simples, quando não se há intenção de realizá-la. Alguns equipamentos que transmitem onda como é o caso dos aparelhos de micro-onda, telefone sem fio, ou até mesmo AP bem próximos, podem neutralizar um serviço de transmissão de redes sem fios, fazendo com que este pare de enviar sinal. Em muitos casos podem parar grande parte dos serviços. Não apenas sem intenção como também, por pessoas mal intencionadas, este ataque pode acontecer, principalmente quanto piratas querem parar um serviço de transmissão. Slide 32

33 ARP Poisoning Rede de Computadores II Tipos de Ataque Ataque ao protocolo Arp (Address Resolution Protocol) como o caso de ataque denominado Man in the Midle ou homem no meio. Um computador invasor X envia um pacote de ARP reply para Y dizendo que o endereço IP do computador Z aponta para o endereço MAC do computador X e da mesma forma envia um pacote de ARP reply para o computador Z dizendo que o endereço IP do computador Y aponta para o endereço MAC de X. Como o protocolo ARP não guarda os estados, desta forma os computadores Y e Z assumem que enviaram um pacote de ARP request pedindo estas informações e assumem os pacotes como verdadeiros. A partir deste ponto, todos os pacotes trocados entre os computadores Y e Z passam por X (homem no meio). Slide 33

34 Tipos de Ataque Access Point Spoofing Access Point Spoofing ou Associação Maliciosa. O atacante faz-se passar por um access point e o cliente pensa estar conectando-se a uma rede WLAN verdadeira. Ataque comum em redes ad-hoc. Slide 34

Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio. Redes Sem Fio (Wireless) 1

Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio. Redes Sem Fio (Wireless) 1 Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio Redes Sem Fio (Wireless) 1 INTRODUÇÃO Redes Sem Fio (Wireless) 2 INTRODUÇÃO Conceitos Sobre Segurança em Redes Sem Fio Base da segurança: Confidencialidade Controle

Leia mais

Segurança em Redes IEEE 802.11. Ienne Lira Flavio Silva

Segurança em Redes IEEE 802.11. Ienne Lira Flavio Silva Segurança em Redes IEEE 802.11 Ienne Lira Flavio Silva REDES PADRÃO IEEE 802.11 O padrão IEEE 802.11 define as regras relativas à subcamada de Controle de Acesso ao Meio (MAC) e camada física (PHY). Da

Leia mais

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br

Rede sem fio. Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br I Workshop do POP-MG Rede sem fio Pollyana do Amaral Ferreira polly@ pop-mg.rnp.br Sumário Introdução Principais aplicações O padrão IEEE 802.11 Segurança e suas diferentes necessidades Conclusão 2/36

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Segurança em Redes Sem Fio Prof. João Henrique Kleinschmidt Redes sem fio modo de infraestrutura estação-base conecta hospedeiros móveis à rede com fio infraestrutura de

Leia mais

Vulnerabilidades em Redes Wireless

Vulnerabilidades em Redes Wireless Vulnerabilidades em Redes Wireless Raimundo Pereira da Cunha Neto Professor de Sistemas de Informação da FAETE, Av. Dr. Nicanor Barreto, 4381 Teresina-PI 64.053-355 Fone: (86) 3231-4020 netocunha@faete.edu.br

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR. Projeto de Redes de Computadores. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2014-1

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR. Projeto de Redes de Computadores. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2014-1 FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR Projeto de Redes de Computadores 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação Henrique Machado Heitor Gouveia Gabriel Braz GOIÂNIA 2014-1 RADIUS

Leia mais

Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos

Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos 2013 Soluções de Segurança em ambientes heterogêneos Protocolos de Segurança de Redes WI-FI Este documento destina-se a ser uma resenha crítica tendo como base o texto Entenda WEP e WPA, protocolos de

Leia mais

X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/03

X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/03 X Semana de Iniciação Científica do CBPF Outubro/0 SEGURANÇA EM REDES WIRELESS Bruno Marques Amaral Engenharia de Telecomunicações, UERJ o Período Orientador: Márcio Portes de Albuquerque Co-orientadora:

Leia mais

Avaliação do Desempenho de Sistemas de Segurança com Suporte WPA

Avaliação do Desempenho de Sistemas de Segurança com Suporte WPA Logotipo Viana do Castelo Avaliação do Desempenho de Sistemas de Segurança com Suporte WPA Luís Barreto Instituto Politécnico de Viana do Castelo Susana Sargento Universidade de Aveiro 8ª Conferência sobre

Leia mais

Capítulo 5 Métodos de Defesa

Capítulo 5 Métodos de Defesa Capítulo 5 Métodos de Defesa Ricardo Antunes Vieira 29/05/2012 Neste trabalho serão apresentadas técnicas que podem proporcionar uma maior segurança em redes Wi-Fi. O concentrador se trata de um ponto

Leia mais

Segurança em Redes Sem Fio

Segurança em Redes Sem Fio Segurança em Redes Sem Fio Prof. Rafael Guimarães Redes sem Fio Aula 17 Aula 17 Rafael Guimarães 1 / 60 Sumário Sumário 1 Motivação e Objetivos 2 Segurança 3 Princípios da Criptografia 4 Criptografia Simétrica

Leia mais

Redes sem Fio 2016.1. Segurança em WLANs (802.11) Parte 03. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber

Redes sem Fio 2016.1. Segurança em WLANs (802.11) Parte 03. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber Redes sem Fio 2016.1 Segurança em WLANs (802.11) Parte 03 Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.5M Protocolos de Segurança para Redes sem Fio WPA (Wi-Fi Protected Access)

Leia mais

Redes wireless e inseguranças: estudo comparativo entre WEP, WPA e WPA2. Grupo: Espedito Anderson Américo Jean

Redes wireless e inseguranças: estudo comparativo entre WEP, WPA e WPA2. Grupo: Espedito Anderson Américo Jean Redes wireless e inseguranças: estudo comparativo entre WEP, WPA e WPA2 Grupo: Espedito Anderson Américo Jean 1 Agenda Introdução Wireless Wi-Fi WiMax Segurança WEP WPA WPA2 Conclusão 2 Introdução Comunicação

Leia mais

NextiraOne Portugal Segurança em Rede Wireless Novembro 2005

NextiraOne Portugal Segurança em Rede Wireless Novembro 2005 NextiraOne Portugal Segurança em Rede Wireless Novembro 2005 Porquê o Wireless? Quais os motivos para rápida vulgarização das REDES WIRELESS? Não necessita de infra-estrutura de cabos Baixo custo Rápida

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 8: Segurança de Redes Sem Fio Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Uma Wireless LAN (WLAN) é uma rede local sem fio padronizada pelo IEEE 802.11.

Leia mais

INF-111 Redes Sem Fio Aula 04 Tecnologias para WLAN Prof. João Henrique Kleinschmidt

INF-111 Redes Sem Fio Aula 04 Tecnologias para WLAN Prof. João Henrique Kleinschmidt INF-111 Redes Sem Fio Aula 04 Tecnologias para WLAN Prof. João Henrique Kleinschmidt Santo André, outubro de 2014 Roteiro Introdução Camada física Subcamada MAC Estrutura do quadro Segurança Introdução

Leia mais

Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN

Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN Segurança em IEEE 802.11 Wireless LAN Giovan Carlo Germoglio Mestrado em Informática Departamento de Informática Universidade do Minho 1 Contextualização Padrão IEEE 802.11 Wireless LAN: Estabelecido em

Leia mais

EN - 3611 Segurança de Redes Segurança em Redes Sem Fio Prof. João Henrique Kleinschmidt

EN - 3611 Segurança de Redes Segurança em Redes Sem Fio Prof. João Henrique Kleinschmidt EN - 3611 Segurança de Redes Segurança em Redes Sem Fio Prof. João Henrique Kleinschmidt Redes sem fio modo de infraestrutura estação-base conecta hospedeiros móveis à rede com fio infraestrutura de rede

Leia mais

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi

Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Aula Prática 10 - Configuração Básica de Rede Wi-Fi Equipamento: O equipamento utilizado nesta demonstração é um roteador wireless D-Link modelo DI-524, apresentado na figura abaixo. A porta LAN desse

Leia mais

BEIRA DE BARROS, PATRÍCIA FERREIRA OLIVEIRA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO

BEIRA DE BARROS, PATRÍCIA FERREIRA OLIVEIRA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática LEONARDO BEIRA DE BARROS, PATRÍCIA

Leia mais

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Camada Física: Redes Sem Fio. Equipamentos de Rede. O que já conhecemos.

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Camada Física: Redes Sem Fio. Equipamentos de Rede. O que já conhecemos. Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Camada Física: Redes Sem Fio Equipamentos de Rede O que já conhecemos. Cabos; Atenas; Tipos de transmissão; 1 O que vamos conhecer. Equipamentos

Leia mais

Vulnerabilidades em Redes Wifi. Palestrante: Jeann Wilson

Vulnerabilidades em Redes Wifi. Palestrante: Jeann Wilson Vulnerabilidades em Redes Wifi Palestrante: Jeann Wilson Sumário Introdução Principais Utilizações Padrões de rede sem fio Vulnerabilidades Tipos de autenticação Problemas de configuração Tipos de ataques

Leia mais

Roteador Sem Fio. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Roteador Sem Fio. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Roteador Sem Fio Prof. Marciano dos Santos Dionizio Roteador Sem Fio Um roteador wireless é um dispositivo de redes que executa a função de um roteador mas também inclui as funções de um access point.

Leia mais

Uma análise dos mecanismos de segurança de redes locais sem fio e uma proposta de melhoria

Uma análise dos mecanismos de segurança de redes locais sem fio e uma proposta de melhoria Uma análise dos mecanismos de segurança de redes locais sem fio e uma proposta de melhoria Gilson Marques Silva, João Nunes Souza Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia (UFU) 38.400-902

Leia mais

Sumário. Introdução... 15. 1 Fundamentos e Conceitos das Redes Sem Fio... 17. 2 Autenticação e Criptografia em uma Rede Wi-Fi.. 31

Sumário. Introdução... 15. 1 Fundamentos e Conceitos das Redes Sem Fio... 17. 2 Autenticação e Criptografia em uma Rede Wi-Fi.. 31 Sumário Introdução... 15 1 Fundamentos e Conceitos das Redes Sem Fio... 17 1.1 Padronização do Wi-Fi... 18 1.1.1 Spread Spectrum... 19 1.1.1.1 Frequency Hopping Spread Spectrum (FHSS)... 19 1.1.1.2 Direct-Sequence

Leia mais

A solução objetiva conjugar a operação dos mecanismos internos do Padrão IEEE 802.11b com uma autenticação externa, utilizando o Padrão IEEE 802.1x.

A solução objetiva conjugar a operação dos mecanismos internos do Padrão IEEE 802.11b com uma autenticação externa, utilizando o Padrão IEEE 802.1x. 1 Introdução A comunicação de dados por redes sem fio (Wireless Local Area Network - WLAN - Padrão IEEE 802.11b) experimenta uma rápida expansão tecnológica, proporcionando novas soluções para serem implementadas

Leia mais

SEGURANÇA EM REDES SEM FIO (WIRELESS)

SEGURANÇA EM REDES SEM FIO (WIRELESS) SEGURANÇA EM REDES SEM FIO (WIRELESS) Leandro Rodrigues Silva Pós Graduação em Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, abril de 2010 Resumo A necessidade de maior

Leia mais

Vulnerabilidades em Access Points a ataques de DoS em redes 802.11

Vulnerabilidades em Access Points a ataques de DoS em redes 802.11 Vulnerabilidades em Access Points a ataques de DoS em redes 802.11 M. Bernaschi F. Ferreri L. Valcamonici MAC 5743 Computação Móvel Gustavo Ansaldi Oliva goliva@br.ibm.com goliva@ime.usp.br Agenda Introdução

Leia mais

Wireless LAN (IEEE 802.11x)

Wireless LAN (IEEE 802.11x) Wireless LAN (IEEE 802.11x) WLAN: Wireless LAN Padrão proposto pela IEEE: IEEE 802.11x Define duas formas de organizar redes WLAN: Ad-hoc: Sem estrutura pré-definida. Cada computador é capaz de se comunicar

Leia mais

Esta dúvida foi esclarecida através da simulação em laboratório dos diversos mecanismos de segurança propiciados pelos Padrões IEEE 802.

Esta dúvida foi esclarecida através da simulação em laboratório dos diversos mecanismos de segurança propiciados pelos Padrões IEEE 802. 6 Conclusão As inúmeras vantagens proporcionadas pela WLAN contribuem para a expansão das redes sem fio IEEE 802.11 nos ambientes empresariais, governamentais e residenciais. Porém, estas redes possuem

Leia mais

Redes Wireless. 26/1/07 Rui Santos

Redes Wireless. 26/1/07 Rui Santos Redes Wireless 26/1/07 Rui Santos Índice Introdução Classificação das redes sem fios Padrões Wi-Fi Equipamento necessário Segurança Links 05-02-2007 2 Introdução http://pt.wikipedia.org/wiki/rede_sem_fios

Leia mais

Voz em ambiente Wireless

Voz em ambiente Wireless Voz em ambiente Wireless Mobilidade, acesso sem fio e convergência são temas do momento no atual mercado das redes de comunicação. É uma tendência irreversível, que vem se tornando realidade e incorporando-se

Leia mais

Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores

Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Projeto Integrador - Projeto de Redes de Computadores AYLSON SANTOS EDFRANCIS MARQUES HEVERTHON LUIZ THIAGO SHITINOE AYLSON SANTOS EDFRANCIS

Leia mais

Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio 57

Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio 57 Aula 5 Aspectos de controle de acesso e segurança em redes sem fio Objetivos Descrever como funciona o controle de acesso baseado em filtros de endereços; Definir o que é criptografia e qual a sua importância;

Leia mais

802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA

802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ 802.11 PROTOCOLO DE SEGURANÇA Nome: Micaella Coelho Valente de Paula Matrícula: 201207115071 2 o Período Contents 1 Introdução 2 2 802.11 3 3 Seu Funcionamento 3 4 História 4

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 04 Tipos de Ataques

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 04 Tipos de Ataques Ataque de Dicionário www.projetoderedes.com.br Trata-se de um ataque baseado em senhas que consiste na cifragem das palavras de um dicionário e posterior comparação com os arquivos de senhas de usuários.

Leia mais

Manual de Configuração de Rede sem Fio.

Manual de Configuração de Rede sem Fio. IFBA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA Manual de Configuração de Rede sem Fio. 2010 T U R M A : 93631. IFBA - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Prof.: Rafael Reale Disciplina:

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 1º teste 25 perguntas de 1 a 38 / 2º teste 25 perguntas de 30 a 58 / Exame Pares

Nome: Nº de aluno: 1º teste 25 perguntas de 1 a 38 / 2º teste 25 perguntas de 30 a 58 / Exame Pares Nome: Nº de aluno: 1º teste 25 perguntas de 1 a 38 / 2º teste 25 perguntas de 30 a 58 / Exame Pares Pergunta Resposta 1 A B C D E F 2 A B C D E F 3 A B C D E F 4 A B C D E F 5 A B C D E F 6 A B C D E F

Leia mais

Análise de Desempenho versus Segurança em Diferentes Criptografias de Redes sem Fios

Análise de Desempenho versus Segurança em Diferentes Criptografias de Redes sem Fios Análise de Desempenho versus Segurança em Diferentes Criptografias de Redes sem Fios Dartagnan Dias de Farias¹, Eduardo Maronas Monks¹ Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas ¹Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

Comunicação Sem Fio REDES WIRELES. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio 06/05/2014

Comunicação Sem Fio REDES WIRELES. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio. Comunicação Sem Fio 06/05/2014 REDES WIRELES Prof. Marcel Santos Silva Comunicação Sem Fio Usada desde o início do século passado Telégrafo Avanço da tecnologia sem fio Rádio e televisão Mais recentemente aparece em Telefones celulares

Leia mais

Para isso, selecione as duas interfaces no "Painel de Controle > Conexões de rede" e ative a opção "Conexões de ponte":

Para isso, selecione as duas interfaces no Painel de Controle > Conexões de rede e ative a opção Conexões de ponte: Para criar uma rede ad-hoc no Windows XP, acesse o "Painel de Controle > Conexões de rede". Dentro das propriedades da conexão de redes sem fio, acesse a aba "Redes sem fio" e clique no "adicionar". Na

Leia mais

Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour

Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour Comunicação sem Fio WLAN (802.11) Edgard Jamhour WLAN: Parte II Controle de Acesso ao Meio e Segurança Padrões WLAN: WiFi Define duas formas de organizar redes WLAN: Ad-hoc: Apenas computadores computadores

Leia mais

Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões

Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões Redes Sem Fio (Wireless): Fundamentos e Padrões As redes locais sem fio (WLANs) constituem-se como uma alternativa às redes convencionais com fio, fornecendo as mesmas funcionalidades, mas de forma flexível,

Leia mais

Campus Virtuais. Arquitectura de Roaming Nacional. Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN

Campus Virtuais. Arquitectura de Roaming Nacional. Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN Campus Virtuais Arquitectura de Roaming Nacional Nuno Gonçalves, Pedro Simões FCCN Versão 2.0 03 de Julho de 2009 Requisitos de uma solução nacional de roaming A implementação de uma solução de nacional

Leia mais

MECANISMOS DE AUTENTICAÇÃO EM REDES IEEE 802.11

MECANISMOS DE AUTENTICAÇÃO EM REDES IEEE 802.11 U N I V E R S I D ADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA 2 0 1 0. 2 MECANISMOS DE AUTENTICAÇÃO EM REDES IEEE 802.11 PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno Eduardo

Leia mais

Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Introdução a Criptografia e Criptografia Simétrica

Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Introdução a Criptografia e Criptografia Simétrica Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Introdução a Criptografia e Criptografia Simétrica Francisco José da Silva e Silva Laboratório de Sistemas Distribuídos (LSD) Departamento de Informática / UFMA

Leia mais

Segurança em redes sem fios Wi-Fi

Segurança em redes sem fios Wi-Fi Segurança em redes sem fios Wi-Fi Jaime Dias FEUP > DEEC > MRSC > Segurança em Sistemas e Redes v3 802.11 Wireless Local Area Network Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE) 802.11 (2

Leia mais

Prática de Redes Wireless. Criando rede modo INFRAESTRUTURA

Prática de Redes Wireless. Criando rede modo INFRAESTRUTURA Prática de Redes Wireless Criando rede modo INFRAESTRUTURA Introdução INFRAESTRTURA: existe um equipamento capaz de gerenciar as conexões de rede sem fio dos clientes. As tarefas de gerenciamento podem

Leia mais

Arquitetura TCP/IP. Parte IV Mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares

Arquitetura TCP/IP. Parte IV Mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares Arquitetura TCP/IP Parte IV Mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares Tópicos Problema de resolução de endereço Mapeamento direto Associação dinâmica ARP

Leia mais

REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA

REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA REDES SEM FIO COM MIKROTIK ALTAIR M. SOUZA Routerboard RB 433 Routerboard RB 750 Routerboard RB 1100 AH Redes Wireless Wireless, provém do inglês: wire (fio, cabo); less (sem); ou seja: sem fios. Utiliza

Leia mais

SISTEMA ESPECIALISTA PARA VERIFICAR A VULNERABILIDADE DE REDES DE COMPUTADOR SEM FIO

SISTEMA ESPECIALISTA PARA VERIFICAR A VULNERABILIDADE DE REDES DE COMPUTADOR SEM FIO Ricardo Augusto Shikota R.A. 0300748 8º Semestre SISTEMA ESPECIALISTA PARA VERIFICAR A VULNERABILIDADE DE REDES DE COMPUTADOR SEM FIO Jaguariúna 2006 Ricardo Augusto Shikota R.A. 0300748 8º Semestre SISTEMA

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Professor: Cleber Schroeder Fonseca cleberfonseca@charqueadas.ifsul.edu.br 8 1 SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES 2 Segurança em redes de computadores Consiste na provisão de políticas

Leia mais

Network WPA. Projector Portátil NEC NP905/NP901W Guia de Configuração. Security WPA. Suportado Autenticação Método WPA-PSK WPA-EAP WPA2-PSK WPA2-EAP

Network WPA. Projector Portátil NEC NP905/NP901W Guia de Configuração. Security WPA. Suportado Autenticação Método WPA-PSK WPA-EAP WPA2-PSK WPA2-EAP USB(LAN) WIRELESS WIRELESS USB LAN L/MONO R L/MONO R SELECT 3D REFORM AUTO ADJUST SOURCE AUDIO IN COMPUTER / COMPONENT 2 IN PC CONTROL Security HDMI IN AUDIO IN AC IN USB LAMP STATUS Projector Portátil

Leia mais

Gerência de Segurança

Gerência de Segurança Gerência de segurança envolve a proteção de dados sensíveis dos dispositivos de rede através do controle de acesso aos pontos onde tais informações se localizam Benefícios do processo de gerência de segurança

Leia mais

Orientações para implantação e uso de redes sem fio

Orientações para implantação e uso de redes sem fio Orientações para implantação e uso de redes sem fio Define requisitos e orientações técnicas para implantação e uso de redes sem fio na Universidade Estadual de Campinas. I. Introdução Este documento apresenta

Leia mais

M3D4 - Certificados Digitais Aula 2 Certificado Digital e suas aplicações

M3D4 - Certificados Digitais Aula 2 Certificado Digital e suas aplicações M3D4 - Certificados Digitais Aula 2 Certificado Digital e suas aplicações Prof. Fernando Augusto Teixeira 1 2 Agenda da Disciplina Certificado Digital e suas aplicações Segurança Criptografia Simétrica

Leia mais

Wireless. Leandro Ramos www.professorramos.com

Wireless. Leandro Ramos www.professorramos.com Wireless Leandro Ramos www.professorramos.com Redes Wireless Interferências Access-Point / ROUTER Wireless Ponto de Acesso Numa rede wireless, o hub é substituído pelo ponto de acesso (access-point em

Leia mais

Domín í io d e C onhecimento t 2 : Se S gurança e m C omunicações Carlos Sampaio

Domín í io d e C onhecimento t 2 : Se S gurança e m C omunicações Carlos Sampaio Domínio de Conhecimento 2: Segurança em Comunicações Carlos Sampaio Agenda Segurança de acesso remoto 802.1x (Wireless) VPN RADIUS e TACACS+ PPTP e L2TP SSH IPSec Segurança de E-Mail MIME e S/MIME PGP

Leia mais

Segurança em Redes.

Segurança em Redes. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Redes Agenda Riscos Cuidados gerais a serem tomados Configurando o acesso Internet da sua casa Configurando uma rede Wi-Fi doméstica Cuidados: ao se conectar

Leia mais

Quem somos. - Consultoria e Auditoria em Segurança da Informação - Treinamentos em Prevenção à Ataques Cibernéticos - Blindagem de Sites

Quem somos. - Consultoria e Auditoria em Segurança da Informação - Treinamentos em Prevenção à Ataques Cibernéticos - Blindagem de Sites Quem somos - Consultoria e Auditoria em Segurança da Informação - Treinamentos em Prevenção à Ataques Cibernéticos - Blindagem de Sites Nome: Alan Sanches Graduação: Superior em Tecnologia de Redes de

Leia mais

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança 3 SERVIÇOS IP 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança Os serviços IP's são suscetíveis a uma variedade de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade

Leia mais

Hardening de Servidores

Hardening de Servidores Hardening de Servidores O que é Mitm? O man-in-the-middle (pt: Homem no meio, em referência ao atacante que intercepta os dados) é uma forma de ataque em que os dados trocados entre duas partes, por exemplo

Leia mais

Capítulo 7 - Redes Wireless WiFi

Capítulo 7 - Redes Wireless WiFi Capítulo 7 - Redes Wireless WiFi Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 55 Roteiro Definição Benefícios Tipos de Redes Sem Fio Métodos de Acesso Alcance Performance Elementos da Solução

Leia mais

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura.

Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. Módulo 14 Segurança em redes Firewall, Criptografia e autenticação Falaremos um pouco das tecnologias e métodos utilizados pelas empresas e usuários domésticos para deixar a sua rede segura. 14.1 Sistemas

Leia mais

SEGURANGA EM REDES WIRELESS. Estudo comparativo entre os protocolos WEP E WPA para implementação de segurança em Empresas e Residências.

SEGURANGA EM REDES WIRELESS. Estudo comparativo entre os protocolos WEP E WPA para implementação de segurança em Empresas e Residências. SEGURANGA EM REDES WIRELESS Estudo comparativo entre os protocolos WEP E WPA para implementação de segurança em Empresas e Residências. 1 Roberto Rivelino da Silva Vilela, Deimar da Silva Ribeiro Rua dos

Leia mais

WiFi. Conceitos Técnicos e Segurança. Fábio Bertinatto, Guilherme Gattino, Günter Fischborn, Gustavo de Sá, Marcelo de Borba, Natan Schultz

WiFi. Conceitos Técnicos e Segurança. Fábio Bertinatto, Guilherme Gattino, Günter Fischborn, Gustavo de Sá, Marcelo de Borba, Natan Schultz WiFi Conceitos Técnicos e Segurança Fábio Bertinatto, Guilherme Gattino, Günter Fischborn, Gustavo de Sá, Marcelo de Borba, Natan Schultz Agenda 1. Introdução 2. Elementos de um Sistema de Transmissão

Leia mais

Técnicas e ferramentas de ataque. Natiel Cazarotto Chiavegatti

Técnicas e ferramentas de ataque. Natiel Cazarotto Chiavegatti Técnicas e ferramentas de ataque Natiel Cazarotto Chiavegatti Preparação do ambiente Em relação a taques a redes sem fio deve-se ser levado em conta alguns aspectos, sendo que por sua vez devem se analisadas

Leia mais

4 Metodologia e Implementação

4 Metodologia e Implementação 4 Metodologia e Implementação Como estudado no capítulo 3, as redes IEEE 802.11b possuem diversas vulnerabilidades decorrentes da fragilidade dos mecanismos de autenticação, confidencialidade e integridade

Leia mais

Segurança Internet. Fernando Albuquerque. fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589

Segurança Internet. Fernando Albuquerque. fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589 Segurança Internet Fernando Albuquerque fernando@cic.unb.br www.cic.unb.br/docentes/fernando (061) 273-3589 Tópicos Introdução Autenticação Controle da configuração Registro dos acessos Firewalls Backups

Leia mais

Segurança em Bluetooth, 802.11 e Wimax

Segurança em Bluetooth, 802.11 e Wimax Segurança em Bluetooth, 802.11 e Wimax Alan Bauer Paulo Moreira Marcos Barbosa Ulysses Costa Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) Segurança em redes sem fio Prof.Fernando Karl 06/09/2011 Agenda

Leia mais

REDES WIRELESS: SEGURANÇA UMA QUESTÃO GERENCIAL RESUMO

REDES WIRELESS: SEGURANÇA UMA QUESTÃO GERENCIAL RESUMO REDES WIRELESS: SEGURANÇA UMA QUESTÃO GERENCIAL João Victor do Carmo Reis 1, Paula Goulart 2, Luís Augusto Mattos Mendes 3 RESUMO As redes wireless tem a facilidade de comunicação entre dois ou mais dispositivos

Leia mais

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens:

Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: Redes Sem Fio Instalação Na implantação de um projeto de rede sem fio existem dois personagens: O Projetista é o responsável: Cálculo dos link e perdas Site survey (levantamento em campo das informações)

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Segurança em Sistemas de Computação Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Segurança Segurança deve considerar o ambiente externo do sistema, e proteger de: Acesso não autorizado Alteração ou

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL ESAB CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM REDES DE COMPUTADORES CARLOS ANDERSON ANDRADE DUARTE

ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL ESAB CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM REDES DE COMPUTADORES CARLOS ANDERSON ANDRADE DUARTE ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL ESAB CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM REDES DE COMPUTADORES CARLOS ANDERSON ANDRADE DUARTE A EVOLUÇÃO DOS PROTOCOLOS DE SEGURANÇA DAS REDES SEM FIO: DO WEP AO WPA2

Leia mais

UM ESTUDO DA APLICAÇÃO DA FERRAMENTA ORINOCO EM REDES WIRELESS

UM ESTUDO DA APLICAÇÃO DA FERRAMENTA ORINOCO EM REDES WIRELESS UM ESTUDO DA APLICAÇÃO DA FERRAMENTA ORINOCO EM REDES WIRELESS Diogo Lisboa Lopes Ciência da Computação Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) Barbacena MG Brasil. RESUMO: Este artigo tem como

Leia mais

A influência e importância da criptografia na velocidade de redes Ethernet

A influência e importância da criptografia na velocidade de redes Ethernet A influência e importância da criptografia na velocidade de redes Ethernet Otávio Augusto G. Larrosa 1, Késsia Rita Da Costa Marchi 1, Jaime Willian Dias 1 Julio Cesar Pereira 1 1 Universidade Paranaense

Leia mais

Relatório Técnico. sobre. Redes Sem Fio

Relatório Técnico. sobre. Redes Sem Fio UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO ASSESSORIA DE INFORMÁTICA Relatório Técnico sobre Redes Sem Fio Versão 1.0 Março de 2008 1 Índice 1.Resumo...3 2.Introdução...3 3.Características

Leia mais

PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA

PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA Os serviços IP's citados abaixo são suscetíveis de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade de

Leia mais

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem 1 1. Introdução / 2. Conteúdo da embalagem 1. Introdução O Repetidor WiFi Multilaser é a combinação entre uma conexão com e sem fio. Foi projetado especificamente para pequenas empresas, escritórios e

Leia mais

Tecnologia Wireless MAXg

Tecnologia Wireless MAXg Tecnologia Wireless MAXg MAXimizando o alcance, desempenho, segurança e simplicidade das redes 802.11g Nota Tecnológica Não restam dúvidas de que a tecnologia sem fios se tornou presença permanente no

Leia mais

Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area Network WPAN Wireless Personal Area Network

Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area Network WPAN Wireless Personal Area Network Fundamentos de Tecnologias Wireless Parte 1 Assunto Tecnologias Wireless Introdução à Wireless LAN Algumas questões e desafios Tecnologias Wireless WWAN Wireless Wide Area Network WLAN Wireless Local Area

Leia mais

Capítulo 18 - Wireless e NTP

Capítulo 18 - Wireless e NTP - Wireless e NTP - 264 Capítulo 18 - Wireless e NTP 18.1. Objetivos Teoria de Rede Wireless; Compilação da placa de rede Wireless; Utilização da Placa Wireless; Métodos básicos de Rede Wireless; Utilização

Leia mais

Redes sem fios. Segurança em Redes. Carlos Ribeiro Segurança em Redes 1

Redes sem fios. Segurança em Redes. Carlos Ribeiro Segurança em Redes 1 Redes sem fios Segurança em Redes Carlos Ribeiro Segurança em Redes 1 Problemas Inexistência de um meio físico de ligação controlável Agudiza os problemas Personificação de máquinas na rede (quebra de

Leia mais

Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC.

Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC. Tecnologia de Redes - Marissol Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC. Definições e Conceitos

Leia mais

Patrocinadores. Agenda. Objectivos. Introdução à segurança em redes wireless

Patrocinadores. Agenda. Objectivos. Introdução à segurança em redes wireless Microsoft TechDays 2005 Aprender, Partilhar, Experimentar SEC03 Airhacks: : Como Criar Redes Wireless Seguras em Ambientes Microsoft Nuno Carvalho Director TécnicoT PVA TI Patrocinadores Agenda Introdução

Leia mais

Análise teórica e prática da segurança de redes sem fio na cidade de São Paulo

Análise teórica e prática da segurança de redes sem fio na cidade de São Paulo Análise teórica e prática da segurança de redes sem fio na cidade de São Paulo Wilson Leite da Silva Filho, Perito Criminal IGP/SC Resumo Esse artigo apresenta um estudo de caso atualizado sobre a segurança

Leia mais

Segurança em Redes Sem Fio

Segurança em Redes Sem Fio Segurança em Redes Sem Fio Nós finalmente podemos dizer que as redes sem fio se tornaram padrão para a conexão de computadores. Placas de rede sem fio já são um acessório padrão nos notebooks há algum

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS Vulnerabilidade dos sistemas e uso indevido Vulnerabilidade do software Softwares comerciais contém falhas que criam vulnerabilidades na segurança Bugs escondidos (defeitos no

Leia mais

Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch)

Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch) Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch) Roteamento e Switching Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers

Leia mais

Manual do Usuário - Repetidor M300EW

Manual do Usuário - Repetidor M300EW ÍNDICE 1. Introdução... 1 1.1.Sobre o Repetidor Wireless M300EW... 1 1.2..Ethernet / Fast Ethernet... 1 1.3.Wireless LAN... 1 1.4..Conteúdo da Embalagem... 1 1.5.Características... 1 1.6..Requisitos de

Leia mais

Segurança de Rede Prof. João Bosco M. Sobral 1

Segurança de Rede Prof. João Bosco M. Sobral 1 1 Sinopse do capítulo Problemas de segurança para o campus. Soluções de segurança. Protegendo os dispositivos físicos. Protegendo a interface administrativa. Protegendo a comunicação entre roteadores.

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Equipamentos de rede também precisam de cuidados de segurança Independente do tipo de tecnologia usada, um equipamento conectado à rede, seja um computador, dispositivo móvel,

Leia mais

Estudo de caso da Solução Unified Wireless Cisco. Jonas Odorizzi. Curso de Redes e Segurança de Sistemas. Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Estudo de caso da Solução Unified Wireless Cisco. Jonas Odorizzi. Curso de Redes e Segurança de Sistemas. Pontifícia Universidade Católica do Paraná Estudo de caso da Solução Unified Wireless Cisco Jonas Odorizzi Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Abril de 2010 RESUMO Este artigo tem o objetivo

Leia mais

SEGURANÇA EM REDES SEM FIO

SEGURANÇA EM REDES SEM FIO UNVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETRÔNICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONFIGURAÇÃO E GERENCIAMENTO DE SERVIDORES E EQUIPAMENTOS DE REDE. JEFERSON LUIZ MIRANDA FERREIRA

Leia mais

Estudo e Melhoria dos Mecanismos de Segurança em Redes Locais Sem Fio

Estudo e Melhoria dos Mecanismos de Segurança em Redes Locais Sem Fio Estudo e Melhoria dos Mecanismos de Segurança em Redes Locais Sem Fio Gilson Marques Silva gilsonm@ctbctelecom.net.br e João Nunes de Souza nunes@ufu.br Faculdade de Computação Universidade Federal de

Leia mais

Capítulo 8 Segurança na Rede Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática

Capítulo 8 Segurança na Rede Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática Capítulo 8 Segurança na Rede Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática slide 1 Capítulo 8: Esboço 8.1 O que é segurança na rede? 8.2 Princípios de criptografia 8.3 Integridade de mensagem

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS Vulnerabilidade dos sistemas e uso indevido Roubo de identidade Hackers e cibervandalismo Roubo de informações pessoais (número de identificação da Previdência Social, número da

Leia mais