e-learning: o conceito EFT WEB

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "e-learning: o conceito EFT WEB"

Transcrição

1 e-learning: o conceito EFT WEB Joaquim José Borges Gouveia, DEGEI, UA Luís Manuel Borges Gouveia, UFP Universidade Aveiro Programa 09H00 Recepção e Boas Vindas Profs Arnaldo Martins, DET, Henrique Diz, DEGEI e Silvina Santana, DEGEI 09H15 e-learning Perspectivas futuras e a visão da Universidade de Aveiro Fernando Ramos, DCA e CEMED/UA Esta sessão irá descrever a estratégia que a Universidade de Aveiro tem vindo a desenvolver e apresentar-se-ão as perspectivas futuras deste tema. 10H00 e-learning: o conceito EFT WEB J. Borges Gouveia, DEGEI/UA e Luís Gouveia, UFP Esta sessão irá descrever o conceito que os autores têm vindo a desenvolver sobre o ensino, formação e treino baseado na WEB, em conjunto com a Novabase. 10H30 A Plataforma de e-learning OPEN BOOK Rui Almeida, Novabase Esta sessão irá descrever a plataforma de e-learning Open Book que foi desenvolvida no seguimento do EFT WEB. 11H15 - A Plataforma Microsoft.Net - Ricardo Silva Esta sessão irá descrever a nova plataforma de desenvolvimento de aplicações distribuídas.net. 12H45 Perguntas e Respostas 13H00 Intervalo para Almoço 14H30 - A Linguagem de Programação C# - Manuel Costa Esta sessão apresenta a nova linguagem de programação C#. Esta linguagem pertence à família das linguagens C e C++, no entanto foi concebida para o novo ambiente distribuído de criação de componentes e Web Services. A linguagem C# procura resolver alguns problemas existentes nas linguagens tradicionais, tais como a gestão de versões. Além disso, inclui inovações como a definição declarativa de atributos dos componentes. 15H30 - Intervalo 16H00 - ASP.NET - José António Silva A plataforma Microsoft.NET inclui o framework ASP.NET, que permite o desenvolvimento rápido de soluções Web. Esta sessão descreve e demonstra as principais funcionalidades do framework ASP.NET e mostra a sua integração com o Visual Studio.NET 17H00 Perguntas e Respostas 1

2 Objectivos do sistema infraestrutura de oferta de conteúdos para acções de educação, baseada em sistemas e tecnologias de informação: trading de competências inovar nos processos de ensino, formação e treino reutilização de conteúdos potenciação do esforço de produção e distribuição de conteúdos criar condições para fomento do negócio de educação, de conteúdos e contextos educativos 2

3 Separação de funções leccionação transmissão e facilitação de conteúdos certificação validação de conteúdos e contextos educativos avaliação validação dos conhecimentos no cliente produção conteúdos, metodologias e tecnologias 3

4 Separação de facilidades distribuição comunicação, difusão e troca de recursos alocação e permissão de utilização de recursos conteúdos produção, adaptação, reformulação de suportes educativos selecção de formatos, dimensão e codificação estrutura criação de ordem e sequência de temas/assuntos colocação de questões/interrogações e pressupostos hierarquização e relação de conhecimentos 4

5 Acções de educação ensino acções que envolvem um transmissor de conhecimento para uma audiência composta por um grupo de indivíduos com objectivos não comuns formação acções orientadas para o conteúdo em que a audiência possui objectivos comuns e bem determinados treino acções orientadas para o contexto em que a audiência possui um perfil de tarefas que pretende executar 5

6 Pressupostos do EFTWeb aproximação ao ensino, formação e treino por restrição de graus de liberdade à oferta de funções e facilidades a uma dada audiência composta por 1 ou mais indivíduos funções: leccionação, certificação, avaliação, produção facilidades: distribuição, conteúdos, estrutura o utilizador do sistema é cliente quer se trate de docente ou discente reutilização de conteúdos e experiências ambos os tipos de cliente são potenciais produtores e consumidores 6

7 Suporte tecnologico da oferta distribuição Internet; nomeadamente World Wide Web e selecção de outros serviços da Internet conteúdos para suporte da função de armazenamento e facilitar a recuperação: tecnologia de base de dados estrutura para suporte do estabelecimento de relações entre conteúdos: recurso a thesaurus 7

8 O sistema suporta a oferta estrutura - thesaurus 8

9 Serve um conjunto de entidades Cliente + estrutura - thesaurus Segurança + Taxação + 9

10 Associa mecanismos às entidades Cliente + Guiões * Perfis * estrutura - thesaurus Créditos * Segurança + Taxação + 10

11 Proporciona serviços para a oferta Cliente + Guiões * Administração o certificação/autoria controlo de versões criação de catálogos Perfis * estrutura - thesaurus Créditos * Segurança + Taxação + 11

12 Proporciona serviços a entidades Cliente + Guiões * Operação o interface c/ cliente gerador de guiões pesquisa por termos avaliação Perfis * estrutura - thesaurus Créditos * Segurança + Taxação + 12

13 Sistema - suporte e facilitação Cliente + Guiões * o o Serviços o o o o o Perfis * estrutura - thesaurus Créditos * Segurança + Taxação + 13

14 O uso do sistema gera mais valias Cliente + Guiões * Data warehouse análise de padrão mercado do sistema o o Serviços Perfis * estrutura - thesaurus o o Créditos * Segurança + Taxação + 14

15 Estratégia de oferta de serviço ENSINO FORMAÇÃO TREINO => da oferta para o cliente => do cliente para a oferta => da oferta adaptada para o cliente CLIENTE estrutura - thesaurus 15

16 Implementação do sistema ENSINO FORMAÇÃO TREINO => guiões pré-realizados => guiões personalizados => guiões encomendados CLIENTE GUIÃO estrutura - thesaurus 16

Ensino, Formação e Treino na Web

Ensino, Formação e Treino na Web Conferência de Sistemas e Tecnologias de I nformação - CEPI 4-5 de Outubro de 1999, UCP Lisboa Ensino, Formação e Treino na Web Modelo Conceptual do Sistema Luís Manuel Borges Gouveia Joaquim José Borges

Leia mais

elearning na Universidade de Aveiro: presente e futuro Fernando Ramos Universidade de Aveiro

elearning na Universidade de Aveiro: presente e futuro Fernando Ramos Universidade de Aveiro elearning na Universidade de Aveiro: presente e futuro Fernando Ramos Universidade de Aveiro conteúdo Projecto e-u Campus Virtual na Universidade de Aveiro elearning na UA: ponto de situação e principais

Leia mais

Programa de I&D VemAprender.org. Agenda

Programa de I&D VemAprender.org. Agenda Programa de I&D VemAprender.org Lisboa, Workshop 2005/6/16 INESC-ID, Grupo de Sistemas de Informação Alberto Rodrigues da Silva alberto.silva@acm.org Status 2005, Junho, v1.0 Agenda Contexto VemAprender.org/eescola/

Leia mais

Enquadramento institucional Programas

Enquadramento institucional Programas O e-learning na Universidade de Aveiro (1998-2005) Evento de ensino virtual e e-learning UFP@Porto 28 Jan 2005 Helder Caixinha caixinha@cemed.ua.pt UOe-L Unidade Operacional de e-learning Universidade

Leia mais

Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial.

Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial. CoP de Gestão do Conhecimento Notas da sessão presencial de 24 de Março de 2014 Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial.

Leia mais

Gaia Global conceitos e diferenciação

Gaia Global conceitos e diferenciação Gaia Global conceitos e diferenciação Luís Borges Gouveia 14 de Maio de 2003 Conceito de cidade digital uma cidade que esteja a ser transformada ou reordenada com recurso à tecnologia e ao digital uma

Leia mais

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB)

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) RELATÓRIO DE ENTREGA DO PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) PARA A ELABORAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS PMGIRS PARA OS MUNICÍPIOS DE NOVO HORIZONTE, JUPIÁ, GALVÃO,

Leia mais

Balanço das Medidas do Domínio de Valorização do Capital Humano e Gestão de Apoio à Segurança Social

Balanço das Medidas do Domínio de Valorização do Capital Humano e Gestão de Apoio à Segurança Social Balanço das do Domínio de Valorização do Capital Humano e Gestão de Apoio à Segurança Social Dr. Hugo Brás ENAD. 31 de Agosto de 2015 AGENDA Academia INSS Transferência de Conhecimento Apoio Operacional

Leia mais

Qual é o seu desafio?

Qual é o seu desafio? APRESENTAÇÃO Qual é o seu desafio? Quer concretizar uma grande mudança que lhe trará mais sucesso pessoal, profissional ou no seu negócio? Está a lutar com o stress, com a gestão de tempo, quer um maior

Leia mais

O Recurso a Meios Digitais no Contexto do Ensino Superior. Um Estudo de Uso da Plataforma.

O Recurso a Meios Digitais no Contexto do Ensino Superior. Um Estudo de Uso da Plataforma. O Recurso a Meios Digitais no Contexto do Ensino Superior. Um Estudo de Uso da Plataforma. Universidade de Aveiro Mestrado em Gestão da Informação Christelle Soigné Palavras-chave Ensino superior. e-learning.

Leia mais

A Universidade Corporativa: reflexão sobre a motivação, benefícios e implicações do conceito

A Universidade Corporativa: reflexão sobre a motivação, benefícios e implicações do conceito A Universidade : reflexão sobre a motivação, benefícios e implicações do conceito Miguel Rombert Trigo, Luis Borges Gouveia mtrigo@ufp.pt, lmbg@ufp.pt ProjEstQ, CEREM Universidade Fernando Pessoa Universidade

Leia mais

QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Faculdade de Letras Universidade do Porto

QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Faculdade de Letras Universidade do Porto QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Faculdade de Letras Universidade do Porto Arquivos e serviços de informação: a certificação da qualidade no Brasil Maria Odila Fonseca Universidade Federal

Leia mais

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira Inclusão Financeira Inclusão Financeira Ao longo da última década, Angola tem dado importantes passos na construção dos pilares que hoje sustentam o caminho do desenvolvimento económico, melhoria das

Leia mais

conciliação e igualdade

conciliação e igualdade conciliação e igualdade efr o que é? Concilliar é pôr de acordo, é juntar vontades em torno de um mesmo objectivo, é estabelecer compromissos entre soluções aparentemente incompatíveis, é atingir a harmonia

Leia mais

Sistema de Certificação de Competências TIC

Sistema de Certificação de Competências TIC Sistema de Certificação de Competências TIC Portal das Escolas Manual de Utilizador INDICE 1 Introdução... 5 1.1 Sistema de formação e certificação de competências TIC...6 1.1.1 Processo de certificação

Leia mais

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes Microsoft.NET Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Desenvolvimento Baseado em Componentes Resolução de problemas específicos, mas que podem ser re-utilizados em

Leia mais

F I C H A D A D I S C I P L I N A

F I C H A D A D I S C I P L I N A Pós-Graduações MBA Master em Gestão F I C H A D A D I S C I P L I N A I D E N T I F I C A Ç Ã O D A D I S C I P L I N A Curso: Disciplina: Docente: e-mail: MBA e PGE Tecnologias Avançadas de Multimédia

Leia mais

Curso ITIL Foundation. Introdução a ITIL. ITIL Introduction. Instrutor: Fernando Palma fernando.palma@gmail.com http://gsti.blogspot.

Curso ITIL Foundation. Introdução a ITIL. ITIL Introduction. Instrutor: Fernando Palma fernando.palma@gmail.com http://gsti.blogspot. Curso ITIL Foundation Introdução a ITIL ITIL Introduction Instrutor: Fernando Palma fernando.palma@gmail.com http://gsti.blogspot.com Agenda Definição / Histórico Escopo Objetivos Benefícios e Problemas

Leia mais

Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web

Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web PROVA DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE REFERENCIAL DE CONHECIMENTOS E APTIDÕES Áreas relevantes para o curso de acordo com o n.º 4 do art.º 11.º do

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO. Termos de Referência do II Seminário Pedagógico da Faculdade de Educação

FACULDADE DE EDUCAÇÃO. Termos de Referência do II Seminário Pedagógico da Faculdade de Educação FACULDADE DE EDUCAÇÃO Termos de Referência do II Seminário Pedagógico da Faculdade de Educação Maputo, 28 de Outubro de 2015 1 Introdução A Faculdade de Educação (FACED) é a unidade orgânica da Universidade

Leia mais

REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM. CAPÍTULO I Âmbito de aplicação

REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM. CAPÍTULO I Âmbito de aplicação REGULAMENTO DA REDE DE PERCEÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS DO PROGRAMA IMPULSO JOVEM CAPÍTULO I Âmbito de aplicação Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento define o regime de acesso aos apoios concedidos pelo

Leia mais

Área de Conhecimento. Laboratórios de informática Descrição e equipamentos. Informática, Pesquisas

Área de Conhecimento. Laboratórios de informática Descrição e equipamentos. Informática, Pesquisas Descrição da infraestrutura física destinada aos cursos, incluindo laboratórios, equipamentos instalados, infraestrutura de informática e redes de informação. Relação de laboratórios, oficinas e espaços

Leia mais

Curso: Tecnologia em Sistemas para Internet. PLANO de ENSINO. DISCIPLINA CÓD. DISCIPLINA PROFESSOR Programação para Web I G2116 Fabiano Alves de Souza

Curso: Tecnologia em Sistemas para Internet. PLANO de ENSINO. DISCIPLINA CÓD. DISCIPLINA PROFESSOR Programação para Web I G2116 Fabiano Alves de Souza Campus: Engenheiro Coelho Curso: Tecnologia em Sistemas para Internet PLANO de ENSINO DISCIPLINA CÓD. DISCIPLINA PROFESSOR Programação para Web I G11 Fabiano Alves de Souza ANO/SEMESTRE CRÉDITOS CARGA

Leia mais

Gestão de Conhecimento - Estudos de caso -

Gestão de Conhecimento - Estudos de caso - Gestão de Conhecimento - Estudos de caso - Irina Saur-Amaral Aveiro, 28 de Abril de 2006 Estudos de caso 1. MKS (consultoria TIC Índia): importância da cultura de conhecimento 2. Siemens AG: implementação

Leia mais

A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER

A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER A GESTÃO DA INOVAÇÃO APCER A Gestão da Inovação Proposta de Utilização do Guia de Boas Práticas de IDI e das ferramentas desenvolvidas no âmbito da iniciativa DSIE da COTEC para o desenvolvimento do sistema

Leia mais

Pós-Graduação em Sistemas e Tecnologias de Informação para as organizações

Pós-Graduação em Sistemas e Tecnologias de Informação para as organizações Curso de Pós-Graduação em Sistemas e Tecnologias de Informação para as organizações Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa 2 A globalização da Sociedade da Informação em

Leia mais

A PLATAFORMA TECNOLÓGICA DE INTEGRAÇÃO DOS MÓDULOS DO SISTEMA DE GESTÃO DE PAVIMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO RODOVIÁRIA PORTUGUESA

A PLATAFORMA TECNOLÓGICA DE INTEGRAÇÃO DOS MÓDULOS DO SISTEMA DE GESTÃO DE PAVIMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO RODOVIÁRIA PORTUGUESA A PLATAFORMA TECNOLÓGICA DE INTEGRAÇÃO DOS MÓDULOS DO SISTEMA DE GESTÃO DE PAVIMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO RODOVIÁRIA PORTUGUESA PEDRO TROCADO 1 RICARDO SOUSA 1 LUÍS SOUSA 1 MARCO VIANA 1 JOÃO MATOS 1 EMANUEL

Leia mais

Cadeira de Tecnologias de Informação. Conceitos fundamentais de sistemas e tecnologias de informação e de gestão do conhecimento.

Cadeira de Tecnologias de Informação. Conceitos fundamentais de sistemas e tecnologias de informação e de gestão do conhecimento. Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2007/08 Conceitos fundamentais de sistemas e tecnologias de informação e de gestão do conhecimento. Prof. Mário Caldeira Profª Ana Lucas Dr. Fernando Naves

Leia mais

UNIVERSIDADE POTIGUAR UNP CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE POTIGUAR UNP CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Cursos De Extensão - 2010 Aplicativos Google na Educação: Como utilizar recursos do Google na relação Ensino/Aprendizagem 10h A utilização de Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) como

Leia mais

Ilustratown - Informação Tecnológica, Lda.

Ilustratown - Informação Tecnológica, Lda. Ilustratown - Informação Tecnológica, Lda. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa A é uma software house criada em 2006. A Ilustratown tem por objetivo o desenvolvimento e implementação

Leia mais

O Quadro Nacional de Qualificações e a sua articulação com o Quadro Europeu de Qualificações

O Quadro Nacional de Qualificações e a sua articulação com o Quadro Europeu de Qualificações O Quadro Nacional de Qualificações e a sua articulação com o Quadro Europeu de Qualificações CENFIC 13 de Novembro de 2009 Elsa Caramujo Agência Nacional para a Qualificação 1 Quadro Europeu de Qualificações

Leia mais

Sistemas de Gestão de Bases de Dados

Sistemas de Gestão de Bases de Dados Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2007/08 Sistemas de Gestão de Bases de Dados Prof. Mário Caldeira Profª Ana Lucas Dr. Fernando Naves Engª Winnie Picoto Engº Luis Vaz Henriques Dr. José

Leia mais

Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Formação Pedagógica Inicial de Formadores Formação Pedagógica Inicial de Formadores MÓDULOS CARGA HORÁRIA Acolhimento 1 O formador face aos sistemas e contextos de formação 8 Factores e processos de aprendizagem 6 Comunicação e Animação de Grupos

Leia mais

LEARNING MENTOR. Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219. Perfil do Learning Mentor. Módulos da acção de formação

LEARNING MENTOR. Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219. Perfil do Learning Mentor. Módulos da acção de formação LEARNING MENTOR Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219 Perfil do Learning Mentor Módulos da acção de formação 0. Pré-requisitos para um Learning Mentor 1. O papel e a função que um Learning Mentor

Leia mais

Análise de Sistemas. Conceito de análise de sistemas

Análise de Sistemas. Conceito de análise de sistemas Análise de Sistemas Conceito de análise de sistemas Sistema: Conjunto de partes organizadas (estruturadas) que concorrem para atingir um (ou mais) objectivos. Sistema de informação (SI): sub-sistema de

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE Objectivos gerais do módulo No final do módulo, deverá estar apto a: Definir o conceito de Help Desk; Identificar os diferentes tipos de Help Desk; Diagnosticar

Leia mais

Universidade Fernando Pessoa

Universidade Fernando Pessoa UMA PROPOSTA PARA A AVALIAÇÃO E DIAGNÓSTICO MEDIADA POR COMPUTADOR Luís Manuel Borges Gouveia lmbg@ufp.pt Centro de Recursos Multimediáticos Universidade Fernando Pessoa motivação " em 20 anos, as universidades

Leia mais

DSI é o processo cujo objetivo é introduzir mudanças num sistema de informação, com objetivo de melhorar o seu desempenho.

DSI é o processo cujo objetivo é introduzir mudanças num sistema de informação, com objetivo de melhorar o seu desempenho. - DSI DSI é o processo cujo objetivo é introduzir mudanças num sistema de informação, com objetivo de melhorar o seu desempenho. Preocupação: Problema técnicos Mudança na natureza e conteúdo do trabalho

Leia mais

JOSÉ AUGUSTO FABRI. Uma Proposta de Modelo para a Criação e a Organização de Processos de Produção em um Contexto de Fábrica de Software

JOSÉ AUGUSTO FABRI. Uma Proposta de Modelo para a Criação e a Organização de Processos de Produção em um Contexto de Fábrica de Software JOSÉ AUGUSTO FABRI Uma Proposta de Modelo para a Criação e a Organização de Processos de Produção em um Contexto de Fábrica de Software São Paulo 2007 JOSÉ AUGUSTO FABRI Uma Proposta de Modelo para a Criação

Leia mais

A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina

A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina Blois, Marlene Montezi e-mail: mmblois@univir.br Niskier, Celso e-mail: cniskier@unicarioca.edu.br

Leia mais

Formação Manutenção: Curso de Segurança Funcional e Análise de risco

Formação Manutenção: Curso de Segurança Funcional e Análise de risco CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PROJECTO EM CONTROLO E APLICAÇÃO DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS Formação Manutenção: Curso de Segurança Funcional e Análise de risco Edição de 2013 Organização Índice Organização 2 Âmbito

Leia mais

Wilson Moraes Góes. Novatec

Wilson Moraes Góes. Novatec Wilson Moraes Góes Novatec Copyright 2014 Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer processo,

Leia mais

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta

Em início de nova fase, forumb2b.com alarga a oferta Em início de nova fase, alarga a oferta Com o objectivo de ajudar as empresas a controlar e reduzir custos relacionados com transacções de bens e serviços, o adicionou à sua oferta um conjunto de aplicações

Leia mais

XI Mestrado em Gestão do Desporto

XI Mestrado em Gestão do Desporto 2 7 Recursos Humanos XI Mestrado em Gestão do Desporto Gestão das Organizações Desportivas Módulo de Gestão de Recursos Rui Claudino FEVEREIRO, 28 2 8 INDÍCE DOCUMENTO ORIENTADOR Âmbito Objectivos Organização

Leia mais

Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java

Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java Rafael Silva Guimarães Instituto Federal do Espírito Santo Campus Cachoeiro de Itapemirim Definição A linguagem Java foi desenvolvida pela Sun Microsystems,

Leia mais

Estratégia de intervenção do QIMRAM no desenvolvimento de competências nos docentes da RAM

Estratégia de intervenção do QIMRAM no desenvolvimento de competências nos docentes da RAM Estratégia de intervenção do QIMRAM no desenvolvimento de competências nos docentes da RAM 1- Estabelecimentos de ensino integrados no projecto em anos lectivos transactos Os docentes colocados em estabelecimentos

Leia mais

Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços. Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena

Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços. Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena Tópicos Motivação e Objetivos LP e SOA Processo ADESE

Leia mais

XLM Innovation & Technology

XLM Innovation & Technology 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa A XLM, sedeada em Aveiro, iniciou a sua atividade em 1995. Nesta data, a sua área de atuação cingia-se à venda, instalação e assistência técnica

Leia mais

Resumo de alterações da versão 2.0 para a 3.0 do PA-DSS

Resumo de alterações da versão 2.0 para a 3.0 do PA-DSS Indústria de cartões de pagamento (PCI) Padrão de segurança de dados de formulário de pagamento Resumo de alterações da versão 2.0 para a 3.0 do PA-DSS Novembro de 2013 Introdução Este documento fornece

Leia mais

Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro

Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro Julho / 2.012 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 29/07/2012 1.0 Versão inicial Ricardo Kiyoshi Página 2 de 11 Conteúdo 1. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

elearning Formare - Sistema de Gestão da Aprendizagem BEYOND INNOVATION

elearning Formare - Sistema de Gestão da Aprendizagem BEYOND INNOVATION elearning Formare - Sistema de Gestão da Aprendizagem BEYOND INNOVATION CERTIFICAÇÃO A aplicação foi construída e dividida em três grandes camadas de código, separando a camada de apresentação (écrans

Leia mais

O e-learning como etapa da universidade para o virtual

O e-learning como etapa da universidade para o virtual lmbg@ufp.pt & fergomes@ufp.pt O e-learning como etapa da universidade para o virtual Luis Borges Gouveia Fernando Gomes Universidade Fernando Pessoa e-learning como objectivo ou etapa? o e-learning como

Leia mais

Gestão do conhecimento

Gestão do conhecimento Gestão do Exemplos e aplicações Luis Manuel Borges Gouveia, lmbg@ufp.pt Janeiro de 2002 O SI, a GI e o Negócio Gestão e pessoas GESTÃO DA INFORMAÇÃO Organização e procedimentos SISTEMA DE INFORMAÇÃO missão

Leia mais

PAMIN PATRIMÔNIO, MEMÓRIA E INTERATIVIDADE

PAMIN PATRIMÔNIO, MEMÓRIA E INTERATIVIDADE PAMIN PATRIMÔNIO, MEMÓRIA E INTERATIVIDADE Resumo: Autores: LOURENÇO, Cláudio Djohnnatha Duarte (UFPB Discente Bolsista) cdjohnnatha@gmaill.com QUEIROGA, Eduardo Vieira (UFPB Discente Bolsista) eduardo.queiroga@lavid.ufpb.br

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DOS CARGOS

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DOS CARGOS DENOMINAÇÃO DO CARGO: AUXILIAR DE BIBLIOTECA NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO: C DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES TÍPICAS DO CARGO: Organizar, manter e disponibilizar os acervos bibliográficos para docentes, técnicos e alunos;

Leia mais

Flexibilidade do trabalho,produtividade e gestão empresarial: uma visão tecnológica

Flexibilidade do trabalho,produtividade e gestão empresarial: uma visão tecnológica Flexibilidade do trabalho,produtividade e gestão empresarial: uma visão tecnológica Luis Borges Gouveia Faculdade de Ciência e Tecnologia Universidade Fernando Pessoa Seminário Modalidade Flexíveis de

Leia mais

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Sumário País Portugal Sector Saúde Perfil do Cliente O Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho envolve

Leia mais

A solução Business-to-Business que permite aumentar a qualidade e eficiência das suas vendas bem como a satisfação dos seus clientes.

A solução Business-to-Business que permite aumentar a qualidade e eficiência das suas vendas bem como a satisfação dos seus clientes. Descritivo completo PHC dfront A solução Business-to-Business que permite aumentar a qualidade e eficiência das suas vendas bem como a satisfação dos seus clientes. Benefícios Aumento da qualidade e eficiência

Leia mais

Gestão da Formação na Cloud. Raul Denominato Manager elearning & HCM @ Novabase raul.denominato@novabase.pt

Gestão da Formação na Cloud. Raul Denominato Manager elearning & HCM @ Novabase raul.denominato@novabase.pt Gestão da Formação na Cloud Raul Denominato Manager elearning & HCM @ Novabase raul.denominato@novabase.pt Tornamos possível a gestão de milhões de horas de formação por ano, suportadas em diferentes

Leia mais

Sistemas de Informação para a Sociedade da Informação e do Conhecimento. Luís Manuel Borges Gouveia lmbg@ufp.pt

Sistemas de Informação para a Sociedade da Informação e do Conhecimento. Luís Manuel Borges Gouveia lmbg@ufp.pt Sistemas de Informação para a Sociedade da Informação e do Conhecimento Luís Manuel Borges Gouveia lmbg@ufp.pt Versão 4.6-2º semestre 2003/04 1996-2004 LMBG, Universidade Fernando Pessoa baseado nos acetatos

Leia mais

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas AGENDA O Portal Corporativo Arquitetura da Informação Metodologia de Levantamento Instrumentos Utilizados Ferramentas PORTAL CORPORATIVO Na sociedade da informação é cada vez mais presente a necessidade

Leia mais

Uso de taxonomias na gestão de conteúdo de portais corporativos.

Uso de taxonomias na gestão de conteúdo de portais corporativos. Gestão de Conteúdo web através de ontologias: conceitos e aplicações Fernando Silva Parreiras Contextualização O que? Uso de taxonomias na gestão de conteúdo de portais corporativos. Quem? Gerentes, consultores

Leia mais

PLANO TIC ano lectivo 2006/2007

PLANO TIC ano lectivo 2006/2007 PLANO TIC ano lectivo 2006/2007 O Coordenador TIC João Teiga Peixe Índice Índice...2 1. Introdução... 3 2. Objectivos... 3 3. Sectores Afectos... 4 1. Salas de Aulas... 4 2. Administrativo... 4 3. Outras

Leia mais

Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework

Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework Introdução ao C# Microsoft.NET (comumente conhecido por.net Framework - em inglês: dotnet) é uma iniciativa da empresa Microsoft, que visa uma plataforma única para desenvolvimento e execução de sistemas

Leia mais

Perfil Profissional de Treinador

Perfil Profissional de Treinador Programa Nacional de FORMAÇÃO de Treinadores Grau4 Perfil Profissional de Treinador Perfil Profissional - GRAU IV A formação de Grau IV consubstancia o topo da hierarquia profissional da actividade de

Leia mais

AMA ajuda a promover Ensino à Distância

AMA ajuda a promover Ensino à Distância AMA ajuda a promover Ensino à Distância DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDOS DE ENSINO A DISTÂNCIA PARA TV DIGITAL, ATRAVÉS DE CANAIS ABERTOS E/OU CANAL DEDICADO Projecto Financiado pelo Compete Programa Operacional

Leia mais

F I C H A D A D I S C I P L I N A

F I C H A D A D I S C I P L I N A Pós-Graduações MBA Master em Gestão F I C H A D A D I S C I P L I N A I D E N T I F I C A Ç Ã O D A D I S C I P L I N A Curso: Disciplina: Docente: e-mail: MBA - Master em Gestão Sistemas de Informação

Leia mais

Selling Tools. Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt

Selling Tools. Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt Dale Carnegie Training Portugal www.dalecarnegie.pt customerservice@dalecarnegie.pt Enquadramento As vendas têm um ambiente próprio; técnicas e processos específicos. A forma de estar, o networking, os

Leia mais

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos. Gestão da Qualidade 2005

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos. Gestão da Qualidade 2005 ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Gestão da Qualidade 2005 Estrutura da Norma 0. Introdução 1. Campo de Aplicação 2. Referência Normativa 3. Termos e Definições 4. Sistema de Gestão

Leia mais

Open Operational Platform

Open Operational Platform Open Operational Platform Visão Tecnológica 20.01.2009 Agenda Enquadramento Arquitectura Características Diferenciadoras Case Study 2 Enquadramento 3 Mobilidade Optimização Processos Tecnologia Operações

Leia mais

Revista REDES - Agosto2002

Revista REDES - Agosto2002 Revista REDES - Agosto2002 Luis Farinha 18 de Novembro de 2002 Conteúdo 1 Introdução 2 2 Na senda da plataforma.net 2 3 Assinatura com impressão digital 4 4 Segurança e 10 Gigabit em destaque 4 5 802.11

Leia mais

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000 ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário Gestão da Qualidade 2005 1 As Normas da família ISO 9000 ISO 9000 descreve os fundamentos de sistemas de gestão da qualidade e especifica

Leia mais

Neste contexto, o IDIT vai intervir em 31 empresas localizadas no Norte de Portugal, e 28 empresas localizadas na Região Centro.

Neste contexto, o IDIT vai intervir em 31 empresas localizadas no Norte de Portugal, e 28 empresas localizadas na Região Centro. NEWSLETTER 1 O IDIT O IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica é uma associação privada de utilidade pública, sem fins lucrativos, cujo objectivo primordial é contribuir para a modernização

Leia mais

MedEl: Uma solução de E-Learning utilizando tecnologia Microsoft ASP.NET

MedEl: Uma solução de E-Learning utilizando tecnologia Microsoft ASP.NET MedEl: Uma solução de E-Learning utilizando tecnologia Microsoft ASP.NET Átila Correia Cunha 1, 2, Glaucon Henrique Mauricio Maia 1, 2, Waner Ferreira Tavares 1, 2, Jorge Bergson¹, Rui Gomes Patrício 3

Leia mais

I - Disposições gerais. Artigo 1.º Âmbito da cooperação

I - Disposições gerais. Artigo 1.º Âmbito da cooperação Decreto n.º 25/2002 Acordo de Cooperação na Área da Educação e Cultura entre a República Portuguesa e a Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, assinado em Lisboa, em 29

Leia mais

história sucesso Inovação e agilização dos processos de Gestão de Pessoal com SAP HCM

história sucesso Inovação e agilização dos processos de Gestão de Pessoal com SAP HCM história sucesso de Inovação e agilização dos processos de Gestão de Pessoal com SAP HCM sumário executivo Empresa Logiters Setor Serviços - Soluções Logísticas Especializadas Sitio Web http://logiters.com

Leia mais

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004 CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004 O curso de Certificação/Qualificação de Auditores Internos é constituído por 2 módulos com avaliação escrita: 1. Interpretação

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno*

Website disponível em: Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt. Palavra-chave: *aluno* Website disponível em: http://formar.tecminho.uminho.pt/moodle/course/view.php?id=69 Nome de Utilizador: aluno@aluno.pt Palavra-chave: *aluno* Associação Universidade Empresa para o Desenvolvimento Web

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: TÉCNICO EM INFORMÁTICA Qualificação:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC RODRIGUES DE ABREU Código: 135 Município: BAURU Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: TÉCNICO EM INFORMÁTICA Qualificação:

Leia mais

Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I. Fev. 2008

Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I. Fev. 2008 Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I Fev. 2008 Medeiros genda 1. Áreas de negócio Martifer; 2. Martifer Energia Equipamentos para energia S.A.; 3. Certificações Obtidas 4. Porquê IDI? 5. Objectivo

Leia mais

Luis Borges Gouveia *TRS Tecnologia, Sociedade e Redes Universidade Fernando Pessoa

Luis Borges Gouveia *TRS Tecnologia, Sociedade e Redes Universidade Fernando Pessoa Desafios para as Bibliotecas de Ensino Superior em Portugal Participação em mesa redonda 2º Encontro de Bibliotecas do Ensino Superior Aveiro, 7 de Junho de 2013 Luis Borges Gouveia *TRS Tecnologia, Sociedade

Leia mais

Será a Internet/Intranet uma plataforma viável em sala de aula? Luís Manuel Borges Gouveia. www.ufp.pt/staf/lmbg/ lmbg@ufp.pt

Será a Internet/Intranet uma plataforma viável em sala de aula? Luís Manuel Borges Gouveia. www.ufp.pt/staf/lmbg/ lmbg@ufp.pt Será a Internet/Intranet uma plataforma viável em sala de aula? Luís Manuel Borges Gouveia www.ufp.pt/staf/lmbg/ lmbg@ufp.pt Questões Será a Internet/Intranet uma plataforma viável em sala de aula? Lições

Leia mais

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva PROCESSO DE AVALIAÇÃO EM CONTEXTOS INCLUSIVOS PT Preâmbulo Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva A avaliação inclusiva é uma abordagem à avaliação em ambientes inclusivos em que as políticas e

Leia mais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais Ambientes Visuais Inicialmente, apenas especialistas utilizavam os computadores, sendo que os primeiros desenvolvidos ocupavam grandes áreas e tinham um poder de processamento reduzido. Porém, a contínua

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EM SAÚDE Coordenação científica Prof. Inês Pereira Prof. Alexandrina Lobo Prof. Vítor Machado Coordenação

Leia mais

PEDIDO DE ACREDITAÇÃO PRÉVIA DE NOVO CICLO DE ESTUDOS (PAPNCE) (Ensino Universitário e Politécnico) Guião de apresentação

PEDIDO DE ACREDITAÇÃO PRÉVIA DE NOVO CICLO DE ESTUDOS (PAPNCE) (Ensino Universitário e Politécnico) Guião de apresentação PEDIDO DE ACREDITAÇÃO PRÉVIA DE NOVO CICLO DE ESTUDOS (PAPNCE) (Ensino Universitário e Politécnico) Guião de apresentação Versão de 31 de Agosto de 2011 APRESENTAÇÃO DO PEDIDO A1. Instituição de ensino

Leia mais

Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico. 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS

Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico. 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS A LOGISTEL S.A. é uma Sociedade Anónima de que são Accionistas o Grupo

Leia mais

jump4innovation Oferecemos ideias que aumentam o seu negócio acima do espectável

jump4innovation Oferecemos ideias que aumentam o seu negócio acima do espectável jump4innovation Plataforma Web de apoio à Gestão Melhoria, Inovação & Empreendedorismo Oferecemos ideias que aumentam o seu negócio acima do espectável Conteúdo Gestao da Inovacao, Melhoria e Empreendedorismo

Leia mais

Introdução 02. CRER Metodologia Integrada de Apoio ao Empreendedor 04. Passos para criação do CRER Centro de Recursos e Experimentação 05

Introdução 02. CRER Metodologia Integrada de Apoio ao Empreendedor 04. Passos para criação do CRER Centro de Recursos e Experimentação 05 criação de empresas em espaço rural guia metodológico para criação e apropriação 0 Introdução 02 O que é o CRER 03 CRER Centro de Recursos e Experimentação 03 CRER Metodologia Integrada de Apoio ao Empreendedor

Leia mais

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Gestão da Qualidade e Auditorias (Mestrado em Engenharia Alimentar) Gestão da Qualidade (Mestrado em Biocombustívies) ESAC/João Noronha Novembro

Leia mais

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 Biblioteca Virtual BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 A. Introdução A Biblioteca Virtual da Universidade do Porto (BVUP) continuará no ano de 2007 com a sua missão

Leia mais

O Service Management como infraestrutura do CRM. Francisco Ferrão 28 de Maio de 2009

O Service Management como infraestrutura do CRM. Francisco Ferrão 28 de Maio de 2009 O Service Management como infraestrutura do CRM Francisco Ferrão 28 de Maio de 2009 1 A passagem para a Sociedade de Serviços As empresas têm que cada vez mais considerar que já passámos de uma sociedade

Leia mais

CPLP VII REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Luanda, 30 de Março de 2012 DECLARAÇÃO FINAL

CPLP VII REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Luanda, 30 de Março de 2012 DECLARAÇÃO FINAL CPLP VII REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Luanda, 30 de Março de 2012 DECLARAÇÃO FINAL Os Ministros da Educação, ou os seus representantes, de Angola, Brasil,

Leia mais

Formação Inicial em Programação. Sobre o curso. Destinatários. Programação e Bases de Dados. Nível: Iniciado Duração: 217h

Formação Inicial em Programação. Sobre o curso. Destinatários. Programação e Bases de Dados. Nível: Iniciado Duração: 217h Formação Inicial em Programação Programação e Bases de Dados Nível: Iniciado Duração: 217h Sobre o curso A GALILEU incluiu no seu portfólio o Percurso de Formação Inicial em Programação permitindo às empresas

Leia mais