Incaper tem novo horário de expediente

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Incaper tem novo horário de expediente"

Transcrição

1 Incaper tem novo horário de expediente A mudança de horário na Sede foi decidida pelos próprios servidores em uma eleição Já está em vigor o novo horário de funcionamento do Incaper. Na Sede, o início do expediente continua sendo às 8 horas, com intervalo para o almoço às 12 horas. O retorno às atividades, no entanto, ocorrerá às 13 horas, com fim do expediente às 17 horas. A mudança foi feita com o objetivo de evitar que os servidores do Incaper enfrentem o trânsito no horário de maior movimento. Alguns servidores levam mais de duas horas no ponto de ônibus para conseguir voltar para casa. Dependendo do horário, os ônibus passam cheios demais e não param no ponto. O jeito é sentar e esperar até passar um ônibus mais vazio, disse Magno Rodrigues da Silva, que trabalha no Protocolo e mora em Marcílio de Noronha, Município de Viana. A servidora do Departamento de Administração (DAD), Karolline Miranda Lyra Matos, ficou satisfeita. Eu estudo à noite em Vila Velha. Saindo da Sede meia hora mais cedo, pego um trânsito mais leve na Terceira Ponte e chego com antecedência à faculdade. Agora vou poder aproveitar melhor esse tempinho, que antes era gasto no trânsito. Posso estudar e quem sabe até fazer um exercício, entrar na academia!, disse animada. O meteorologista Hugo Ramos também ficou satisfeito. Eu uso motocicleta, e isso já garante uma agilidade maior no trânsito. Porém, saindo do trabalho fora do horário de pico, a gente não tem que enfrentar tanto congestionamento. Na questão laboral, não vai influenciar tanto. As demandas que existem serão ajustadas, disse. Para promover a mudança no horário de expediente, foi realizado um abaixo-assinado entre os servidores da Sede. Posteriormente, uma votação formalizou o desejo dos servidores, de maneira democrática e participativa. O resultado do pleito demonstrou que, dos 91 eleitores, 84 aprovavam a mudança de horário, e apenas sete foram contrários à medida. Mudanças também no interior Diante desse contexto, houve também uma padronização nos horários de funcionamento das unidades do Incaper no interior do Estado. O expediente nos Centros Regionais, Escritórios Locais e Fazendas Experimentais será das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. Caso alguma unidade apresente uma situação específica, como horários restritos de transporte coletivo, as chefias locais devem entrar em contato com os chefes dos Centros Regionais para que sejam feitos os ajustes necessários.

2 O TRABALHO DO INCAPER POR TODA PARTE Vietnamitas visitam Incaper para conhecer experiência com café conilon Comitiva vietnamita entrega bandeira e mapa do país ao Diretor- Presidente do Incaper No dia 11 de julho, uma comitiva do Vietnã visitou o Espírito Santo para conhecer as lavouras de café. Além de visitar propriedades de conilon em Linhares, os vietnamitas estiveram na Sede do Incaper para conhecer o Programa de Pesquisa e Desenvolvimento em Café Conilon. Embora o Vietnã seja o maior produtor mundial de café conilon, viemos ao Brasil e, em especial ao Espírito Santo, para conhecer as tecnologias desenvolvidas pelo Incaper, a fim de verificarmos se é possível adaptar alguma delas para nossa realidade, falou o diretor-geral da Netafim no Vietnã, Vu Kien Trung. Durante a ocasião, houve uma apresentação institucional do serviço de pesquisa, assistência técnica e extensão rural executado no Estado, bem como das tecnologias do café conilon desenvolvidas ao longo de mais de 20 anos de pesquisa. A atividade também contou com a apresentação da realidade agrícola do Vietnã. O sucesso da cafeicultura no Vietnã A produção de café conilon no Vietnã gira em torno de 28 milhões de sacas de 60kg. O Brasil, segundo colocado no ranking mundial, tem sua produção em torno de 12,5 milhões de sacas, sendo o Espírito Santo responsável por 78% desse total. Dessa forma, a curiosidade em torno dos fatores que justificam essa alta produção é muito grande. De acordo com a comitiva vietnamita, o país tem 600 mil hectares de café robusta plantados. Desse total, de 10 a 15% são áreas maiores e que pertencem a empresas privadas e ao governo. De 85 a 90% das áreas de café pertencem a pequenos agricultores, com propriedades em torno de 1 a 2 hectares. O plantio é de plantas por hectare. No Vietnã, devido ao pequeno tamanho das propriedades, o agricultor cuida das lavouras de café com muito zelo. Eles acabam melhorando a produção por eles mesmos, falou Vu Kien Trung. Outro aspecto importante é a grande fertilidade do solo, que é de origem vulcânica e com grande profundidade. Em relação às principais diferenças entre a cafeicultura vietnamita e a capixaba, a comitiva disse que a utilização de tecnologias e a existência de um serviço público de assistência técnica e extensão rural são as mais significativas. No Espírito Santo, há grandes áreas de café. Se houver boas condições de produção, é fácil introduzir novas tecnologias, novas va-

3 O TRABALHO DO INCAPER POR TODA PARTE O Vietnã é o maior produtor de Conilon do mundo riedades e sistema mecanizado. Porém, a maior diferença entre os países é, sem dúvida, o auxílio de assistência técnica prestado por instituições como o Incaper, falou o diretor da Netafim. Ele disse também que, no Vietnã, o Instituto de Pesquisa local ainda está distante da realidade dos produtores. As tecnologias desenvolvidas nem sempre são as que os agricultores necessitam. Por isso, existem muitos aspectos agronômicos que temos que aprender com a experiência do Espírito Santo. Entre os principais desafios da cafeicultura no Vietnã estão o déficit de recursos hídricos, a necessidade de suporte tecnológico e o financiamento das atividades. Com as mudanças climáticas, vem aumentando a necessidade de trabalhar melhor o manejo de recursos hídricos. Por isso, estamos introduzindo a irrigação por gotejamento no café conilon. Além disso, é um grande desafio o suporte tecnológico oferecido por um instituto de pesquisa. Por enquanto, não temos tecnologias para transferir. Por fim, é preciso avançar em um programa de crédito, de financiamento que ajude o agricultor a adquirir equipamentos, explicou Trung. Vietnamitas querem aprender tecnologias do conilon Cooperação técnica Após a visita da comitiva vietnamita, composta pelo diretor-geral da Netafim no Vietnã, Vu Kien Trung, pelo agronônomo e especialista em café Nguyen Na Khê e pelo gerente de pesquisa em irrigação do Instituto de Pesquisa do Vietnã, Hung, ficou acordado que tanto o Incaper quanto a equipe vietnamita irão formalizar o pedido de cooperação técnica, a fim de que possa haver um intercâmbio de conhecimentos nas áreas de café conilon. Para o pesquisador do Incaper e coordenador estadual de cafeicultura, Romário Gava Ferrão, a visita da comitiva do Vietnã abre caminho para entender como, em tão pouco tempo, esse país conseguiu aumentar tanto a produção de café, por intermédio da produtividade média, que é a maior do mundo, ou seja, de 45 a 50 sacas beneficiadas por hectare. Na nossa percepção, no Vietnã, não existe um programa sistematizado priorizando a pesquisa, o fomento de sementes e mudas e transferência de tecnologia, como ocorre no Espírito Santo. Por isso, é tão importante conhecermos a realidade daquele país, disse Romário. A visita dos representantes do Vietnã ao Brasil foi feita por meio da Netafim, empresa de equipamentos de irrigação localizada em diversas partes do mundo, inclusive no Brasil e no Vietnã. A empresa possui um programa de intercâmbio de informações que proporciona o conhecimento de experiências de sucesso na área agronômica entre países.

4 O TRABALHO DO INCAPER POR TODA PARTE Meteorologista do Incaper defende dissertação de mestrado na UFES Pedro Henrique Pantoja (terceiro à direita) fez o mestrado em Engenharia Ambiental O Incaper possui mais um mestre. Neste caso, o meteorologista Pedro Henrique Pantoja, que defendeu sua dissertação no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental (PPGEA) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Confira a entrevista com o servidor: Qual o tema de sua dissertação? O tema foi Uma solução da equação de difusão-advecção com termo contragradiente. A dissertação utilizou um modelo matemático para explicar a dispersão de poluentes na atmosfera. Quais os principais resultados da pesquisa? A pesquisa conseguiu demonstrar onde estão os picos de concentração de poluentes depois que são emitidos pela fonte. Por exemplo, uma indústria X emite determinados poluentes. Por meio de um modelo matemático, consegui calcular em qual local haverá maior dano ambiental. Qual a relevância dessa pesquisa para a sociedade? Com o passar dos anos, a poluição do ar tem sido um grave problema nos centros urbanos, motivada pela presença cada vez maior dos veículos automotores, somada à atividade industrial como fonte poluidora. Com isso, diferentes grupos de pesquisa vêm trabalhando na simulação computacional e atmosférica para uma melhor compreensão da dispersão dos poluentes na atmosfera. No meu caso, ao calcular onde estão os picos de concentração de poluentes, contribuo com mais um instrumento no auxílio às instituições públicas que realizam estudos de impactos ambientais, os quais devem ser feitos antes da instalação de empreendimentos. A pesquisa demonstrou em que locais concentram-se mais poluentes depois que são emitidos pela fonte poluidora

5 por dentro das unidades Por dentro do ELDR de Conceição do Castelo Jadson, Cléber, Marly, Adilar e Rayane gias, como na criação do Tour do Café Conilon, pelo qual os produtores deslocam-se entre as propriedades de diferentes comunidades e trocam valiosas experiências entre si. Contribui também com o incentivo à melhoria da qualidade e aumento da produtividade, por meio da realização de Concursos de Qualidade do Café Arábica e Conilon, Concurso Leiteiro, Concurso da Tangerina Ponkan de Qualidade e apoio a eventos comunitários. Quais os desafios e perspectivas do trabalho no seu município? Os principais desafios estão em demonstrar ao agricultor a importância de se produzir com qualidade e produtividade, de maneira sustentável e preservando o meio ambiente. Isso irá pro- Quais os principais trabalhos desenvolvidos pelo escritório no município? As principais atividades do município são a cafeicultura e a pecuária de leite, mas também são desenvolvidas outras atividades de menor impacto econômico, como a fruticultura e aquicultura. De que maneira o escritório tem contribuído para o desenvolvimento local? Por meio do serviço de assistência técnica e extensão rural prestado, sempre procuramos suprir as demandas e necessidades citadas pelos agricultores do município. Além disso, o escritório já vem, há vários anos, realizando dias de campo, encontros, excursões, reuniões, palestras, demonstrações de métodos, distribuições de mudas, além de inovar nas metodoloporcionar ao agricultor qualidade de vida e bem-estar de sua família, o que pode diminuir o êxodo rural. Outro desafio é a necessidade da ampliação da equipe de trabalho do ELDR com profissionais específicos, como um zootecnista e um economista doméstico, pois existe grande demanda por esses profissionais no município. As perspectivas de trabalho existem em relação ao aumento da diversidade, qualidade e quantidade da produção agropecuária, que vêm sendo alcançadas por meio dos projetos realizados, como distribuição de mudas de espécies frutíferas e nativas, elaboração de projetos de crédito rural. Quem é a equipe? O chefe é o técnico em desenvolvimento rural Adilar Viana. Integram a equipe o técnico em desenvolvimento rural Cleber Cássio Ferreira e a agente de extensão em desenvolvimento rural Rayane Silva Paschoalino. O assistente de suporte é Jadson Pinto Zorzal e a auxiliar administrativa é Marly Ines Amorim Endlich, cedida pela Prefeitura. Veneranda da Penha Silveira da Rocha é auxiliar de serviços gerais, cedida pela Prefeitura.

6 BIBLIOTECA RUI TENDINHA USP oferece plataforma online com curso gratuito para escrever artigo científico Para melhorar o nível de qualidade na elaboração de artigos científicos por pesquisadores brasileiros, a Universidade de São Paulo (USP), líder em produção científica no país, lançou o curso de Escrita Científica: produção de artigos de alto impacto. Formatado para a web e oferecido gratuitamente, o curso tem como objetivo auxiliar pesquisadores e estudantes de pós-graduação na elaboração de artigos de maior relevância acadêmica. Para miores informações, acesse o link: porfazer/usp-lanca-curso-online-sobre-producao-de-artigo-cientifico/ QUALIDADE DE VIDA Estação Saúde, na Sede, reúne mais de 100 servidores Na Estação Saúde houve teste de glicemia No dia 7 de julho, cerca de 110 servidores participaram do Circuito Saúde no auditório da Sede do Incaper, em Vitória. Durante a atividade, foi realizada aferição de pressão arterial, medição da glicemia e da circunferência abdominal, bem como cálculo do IMC. Essa foi uma ação do Projeto Qualidade de Vida, desenvolvido pelo DRH, em parceria com a Associação de Servidores do Incaper (Assin) e do Viver Unimed. Também participaram da atividade os colegas dos escritórios locais da Região Metropolitana e das Fazendas de Viana e de Alfredo Chaves, que também foram vacinados contra gripe (Influenza). Gostei muito de participar da atividade. Ações dessa natureza mostram o zelo da instituição com a promoção da saúde e o acompanhamento por meio das atividades de qualidade de vida. Sugiro que os exames de sangue sejam anuais para que se possa ter melhor controle, monitoramento da saúde e prevenção de doenças de forma mais eficaz, falou o assistente de suporte do DRH, Arthur Guedes.

7 MOVIMENTAÇÃO DE SERVIDORES Exonerações: FE Bananal do Norte: O auxiliar em desenvolvimento rural Francisco Mota de Oliveira foi exonerado a pedido. FE Marilândia: A auxiliar em desenvolvimento rural Valquíria Schmith foi exonerada a pedido. FE Linhares: O técnico em desenvolvimento rural Leone França Galvão foi exonerado a pedido. ELDR de Ibitirama: O técnico em desenvolvimento rural Rodolpho Souza de Almeida foi exonerado a pedido. Substituição de chefia: CRDR Centro Norte: A agente de pesquisa e inovação Sara Dousseau Arantes passou a exercer a função gratificada dessa unidade, no período de 14 a 23 de julho de 2014, por motivo de gozo das férias do titular. Concessão de fériasprêmio: DEF: A analista de suporte em desenvolvimento rural Jacimar Villa Coutinho irá usufruir de férias-prêmio de 01/07/2014 a 29/09/2014. Localização de novos servidores: ELDR de Fundão: A agente de extensão Carolina Santibañez Fernandes foi localizada nessa unidade. Nova composição dos responsáveis pela pesquisa, desenvolvimento e inovação nos Centros Regionais: CRDR Centro Serrano: André Guarçoni Martins. CRDR Sul Caparaó: Luiz Carlos Santos Caetano. CRDR Centro Norte: Sara Dousseau Arantes. Formação de Comissão: Comissão encarregada de proceder ao levantamento do patrimônio imobiliário e fazer a reavaliação dos imóveis do Incaper exclusivamente com fins contábeis: Karolline Miranda Matos Fabiola Angela Ferrari Dimas Piontkovsky Katarina Ratzke Oliveira Alex Christo Ribeiro Francis Lima Pereira. Aniversariantes 21/07: Aline Marchiori Crespo (ELDR de Venda Nova do Imigrante)/ Leovania Ludtke Antonio (ELDR de Laranja da Terra)/ Lucio de Oliveira Arantes (CRDR Centro Norte)/ Wesley Ribeiro Ferrari (ELDR de São Mateus). 22/07: Alciro Lamão Lazzarini (ELDR de Alfredo Chaves)/ Jonas Couto Matos (FE Reginaldo Conde)/ Julio Cezar de Almeida Paiva (ELDR de Mimoso do Sul)/ Marilene Casale (ELDR de Guarapari). 23/07: Admar Bautz (CRDR Centro Serrano)/ Jorge Rangel Vitório (DAD/Sede)/ Renilzo Lino (ELDR Boa Esperança). 24/07: Rodrigo de Castro Cosme (DAD/Sede)/ Rosivaldo Toneto (ELDR de São Mateus). 25/07: Ademilson Fraga (FE Linhares). 26/07: Aldo Luiz Mauri (FE Marilândia)/ Ana Paula Terra de Souza (FE Reginaldo Conde)/ Anderson Mateus Coelho (CRDR Centro Serrano)/ Bruno Pella (ELDR de Rio Bananal)/ Francisco Mota de Oliveira (FE Reginaldo Conde)/ Solimar Santana machado Gonçalves (ELDR de Presidente Kennedy). Expediente Por dentro do Incaper - Boletim informativo de circulação interna Rua Afonso Sarlo, Bento Ferreira Vitória-ES - CEP Tel / Fax: (27) Departamento de Comunicação e Marketing / Facebook: Incaper Diretor-Presidente: Maxwel Assis de Souza Diretor-Técnico: Aureliano Nogueira da Costa Chefe de Departamento: Liliâm Maria Ventorim Ferrão Assessoria de Comunicação: Juliana Esteves / Luciana Silvestre / Carla Einsfeld Revisão: Marcos Roberto da Costa Diagramação: Cristiane Silveira Periodicidade: Semanal Versão eletrônica desenvolvida por: CPD/Incaper Suporte online: Fernando Almeida

Incaper inicia Ciclo 2014 da Promoção Transitória por escolaridade

Incaper inicia Ciclo 2014 da Promoção Transitória por escolaridade Incaper inicia Ciclo 2014 da Promoção Transitória por escolaridade Os servidores do Incaper que foram nomeados até 31/5/2013 devem ficar atentos para o Ciclo 2014 da Promoção Transitória. Por essa modalidade,

Leia mais

Ação extensionista contribui para premiação de agricultores no quesito sustentabilidade

Ação extensionista contribui para premiação de agricultores no quesito sustentabilidade Ação extensionista contribui para premiação de agricultores no quesito sustentabilidade Avaliação do Fórum é apresentada aos coordenadores de programa do DOT, em reunião mensal deste departamento. O vencedor

Leia mais

Ano 1 - Número 27-7 de Outubro de 2013. Comitiva Capixaba em Minas Gerais mostra ao mundo como fazer um bom café Páginas 2 e 3

Ano 1 - Número 27-7 de Outubro de 2013. Comitiva Capixaba em Minas Gerais mostra ao mundo como fazer um bom café Páginas 2 e 3 Por dentro Ano 1 - Número 27-7 de Outubro de 2013 do Por dentro da Área de Transportes e Serviços Gerais Páginas 4 e 5 Comitiva Capixaba em Minas Gerais mostra ao mundo como fazer um bom café Páginas 2

Leia mais

Roteiro para Apresentação de Projetos (Para sugestões da II OFICINA NACIONAL DE TRABALHO)

Roteiro para Apresentação de Projetos (Para sugestões da II OFICINA NACIONAL DE TRABALHO) MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SEDR - DEPARTAMENTO DE EXTRATIVISMO APOIO A GRUPOS VULNERÁVEIS SESAN COORDENAÇÃO GERAL DE CARTEIRA DE PROJETOS FOME ZERO

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Inovação na gestão: novo sistema Pater/ Siater entra na fase de teste, no Incaper

Inovação na gestão: novo sistema Pater/ Siater entra na fase de teste, no Incaper Inovação na gestão: novo sistema Pater/ Siater entra na fase de teste, no Incaper Novo Siater possibilita qualificação das informações do público-alvo do Incaper e maior utilização da ferramenta pelos

Leia mais

FAUEPG - FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA EDITAL Nº 05 /2014

FAUEPG - FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA EDITAL Nº 05 /2014 FAUEPG - FUNDAÇÃO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA EDITAL Nº 05 /2014 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA LAMA - LABORATÓRIO

Leia mais

RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO

RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO Data: 04/02/2014 Horário: 10h Presentes: Ciro Ricardo Pires de Castro (Diretor Geral - HUGO), Sr. Thulio Lorentz (Diretor Administrativo

Leia mais

Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios

Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios Lançamento do relatório - Mercados Inclusivos no Brasil: Desafios e Oportunidades do Ecossistema de Negócios Ana Cecília de Almeida e Nathália Pereira A Iniciativa Incluir, promovida pelo PNUD Programa

Leia mais

Goiaba. Para a Indústria no Espírito Santo. Pólo de

Goiaba. Para a Indústria no Espírito Santo. Pólo de Goiaba Para a Indústria no Espírito Santo Pólo de Pólo de Goiaba para a Indústria no Espírito Santo A Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aqüicultura e Pesca (Seag), preocupada em alavancar,

Leia mais

PROGRAMA CERTIFICA MINAS CAFÉ COMO UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA NA PRODUÇÃO DE CAFÉ DE MINAS GERAIS

PROGRAMA CERTIFICA MINAS CAFÉ COMO UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA NA PRODUÇÃO DE CAFÉ DE MINAS GERAIS PROGRAMA CERTIFICA MINAS CAFÉ COMO UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA NA PRODUÇÃO DE CAFÉ DE MINAS GERAIS Tertuliano de Andrade Silveira; Renato José de Melo; Eduardo Carvalho Dias; Priscila Magalhães de Carli

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Anual

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 15 de setembro de 2015.

Clipping de notícias. Recife, 15 de setembro de 2015. Clipping de notícias Recife, 15 de setembro de 2015. Recife, 15 de setembro de 2015. Recife,15 de setembro de 2015. Recife,15 de setembro de 2015. Recife, 15 de setembro de 2015. 14/09/2015 ProRURAL DEBATE

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Tratamento diferenciado CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Município de Itapecuru Mirim MA Vencedores do 4º Prêmio

Leia mais

REGULAMENTO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL

REGULAMENTO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL REGULAMENTO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC - 2010 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 1 DOS OBJETIVOS GERAIS... 1 CAPÍTULO II... 1 DOS OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 1 CAPÍTULO III...

Leia mais

Rede de Produção de Plantas Medicinais, Aromáticas e Fitoterápicos

Rede de Produção de Plantas Medicinais, Aromáticas e Fitoterápicos Rede de Produção de Plantas Medicinais, Aromáticas e Fitoterápicos Atores envolvidos Movimentos Sociais Agricultura Familiar Governos Universidades Comunidade Científica em Geral Parceiros Internacionais,

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

LODO DE ESGOTO: UTILIZAÇÃO SUSTENTÁVEL

LODO DE ESGOTO: UTILIZAÇÃO SUSTENTÁVEL LODO DE ESGOTO: UTILIZAÇÃO SUSTENTÁVEL LODO DE ESGOTO: UTILIZAÇÃO SUSTENTÁVEL O esgoto que sai das residências é coletado nas redes de saneamento e destinado à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) para

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Anexo de Metas e Prioridades

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Anexo de Metas e Prioridades Programa 1704 - APOIO À AGRICULTURA FAMILIAR 17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca Fortalecer a agricultura familiar, através de um conjunto de ações implementadas em parceria

Leia mais

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA INTRODUÇÃO A mobilidade das cidades tem se tornado um desafio cada vez maior com o passar do tempo. Em 10 anos, a frota de automóveis e motocicletas cresceu 400% no

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019. Agosto-2014 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE TECNOLOGIA PDI 2015-2019 Agosto-2014 2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

Leia mais

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial FOCOS DE ATUAÇÃO Tema 8. Expansão da base industrial Para crescer, a indústria capixaba tem um foco de atuação que pode lhe garantir um futuro promissor: fortalecer as micro, pequenas e médias indústrias,

Leia mais

Edital para publicação no site período de 23 a 30 de junho de 2013. PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD.

Edital para publicação no site período de 23 a 30 de junho de 2013. PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. Edital para publicação no site período de 23 a 30 de junho de 203. PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* CÓD. GESTÃO EAD Os currículos deverão ser encaminhados para o endereço eletrônico

Leia mais

5.1 Nome da iniciativa ou Projeto. Academia Popular da Pessoa idosa. 5.2 Caracterização da Situação Anterior

5.1 Nome da iniciativa ou Projeto. Academia Popular da Pessoa idosa. 5.2 Caracterização da Situação Anterior 5.1 Nome da iniciativa ou Projeto Academia Popular da Pessoa idosa 5.2 Caracterização da Situação Anterior O envelhecimento é uma realidade da maioria das sociedades. No Brasil, estima-se que exista, atualmente,

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

ANEXO I. PROJETO DE LONGA DURAÇÃO

ANEXO I. PROJETO DE LONGA DURAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA ANEXO I. PROJETO DE LONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Políticas públicas: a cultura como fator de desenvolvimento econômico

Leia mais

Estão abertas as inscrições para a Promoção por Seleção 2014

Estão abertas as inscrições para a Promoção por Seleção 2014 Estão abertas as inscrições para a Promoção por Seleção 2014 Estão abertas as inscrições para o Ciclo 2014 da Promoção por Seleção. O edital foi publicado no dia 24 de outubro e as inscrições encerram-se

Leia mais

Processo para solicitação de registro de nova cultivar no Brasil

Processo para solicitação de registro de nova cultivar no Brasil Processo para solicitação de registro de nova cultivar no Brasil Chrystiano Pinto de RESESNDE 1 ; Marco Antônio Pereira LOPES 2 ; Everton Geraldo de MORAIS 3 ; Luciano Donizete GONÇALVES 4 1 Aluno do curso

Leia mais

FICHA PROJETO - nº383-mapp

FICHA PROJETO - nº383-mapp FICHA PROJETO - nº383-mapp Mata Atlântica Pequeno Projeto 1) TÍTULO: Restauração da Região Serrana RJ: assistência técnica para consolidar uma rede de produtores rurais e viveiros comunitários. 2) MUNICÍPIOS

Leia mais

A piscicultura do Clube Agrícola Santa Ana foi uma das pisciculturas comunitárias integrantes do projeto Ver-o-Peixe. No

A piscicultura do Clube Agrícola Santa Ana foi uma das pisciculturas comunitárias integrantes do projeto Ver-o-Peixe. No \ Ver-o-peixe é o nome de um projeto de desenvolvimento da piscicultura familiar realizado em parceria entre agricultores, pesquisadores e técnicos da extensão rural para criação de peixes nos sistemas

Leia mais

PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL

PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL Pernambuco, 2012 PACTO PELA VIDA ANIMAL REDE DE DEFESA ANIMAL DOCUMENTO DE TRABALHO Sobre um Plano de Ação relativo à Proteção e ao Bem-Estar dos Animais 2012-2015 Base estratégica das ações propostas

Leia mais

ICC 114 8. 10 março 2015 Original: inglês. Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido

ICC 114 8. 10 março 2015 Original: inglês. Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido ICC 114 8 10 março 2015 Original: inglês P Conselho Internacional do Café 114. a sessão 2 6 março 2015 Londres, Reino Unido Memorando de Entendimento entre a Organização Internacional do Café, a Associação

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria para promover estudos, formular proposições e apoiar as Unidades

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE CAFÉ NO ESPÍRITO SANTO HISTÓRICO:

INFORMAÇÕES SOBRE CAFÉ NO ESPÍRITO SANTO HISTÓRICO: INFORMAÇÕES SOBRE CAFÉ NO ESPÍRITO SANTO HISTÓRICO: O Estado do Espírito Santo encontra-se como o segundo maior produtor nacional de café, destacando-se o plantio das espécies Arábica e Conilon, sendo

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2015 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2015 Disciplina a profissão de Agroecólogo. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º É requisito mínimo para o exercício da função profissional de Agroecólogo a comprovação

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

DECRETO N 037/2014. O Prefeito Municipal de Santa Teresa Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO N 037/2014. O Prefeito Municipal de Santa Teresa Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais, DECRETO N 037/2014 Regulamenta aplicação das Instruções Normativas SDE Nº 01/2014 a 02/2014, que dispõem sobre as Rotinas e Procedimentos do Sistema de Desenvolvimento Econômico a serem observados no âmbito

Leia mais

Case 5 Diagnóstico sobre a percepção das mulheres na empresa no tema Conciliação entre Trabalho e Família. Líder em soluções de TI para governo

Case 5 Diagnóstico sobre a percepção das mulheres na empresa no tema Conciliação entre Trabalho e Família. Líder em soluções de TI para governo Case 5 Diagnóstico sobre a percepção das mulheres na empresa no tema Conciliação entre Trabalho e Família Líder em soluções de TI para governo MOTIVAÇÃO A ação constou do Plano de Ação da 5ª Edição do

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA AGRICULTURA ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA AGRICULTURA ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE Decreto n.º 6/96 Protocolo de Cooperação nos Domínios da Agricultura entre a República Portuguesa e a República de Moçambique, assinado em Maputo em 28 de Julho de 1995 Nos termos da alínea c) do n.º 1

Leia mais

FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR

FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR FORMULÁRIO PADRÃO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS ENSINO INOVADOR Título do Projeto: Fruticultura: Tecnologias para a fruticultura regional. Unidade(s) de aprendizagem ou disciplina de referência: Fruticultura

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes Com o objetivo de garantir a presença da população na construção e no planejamento de políticas públicas, o Governo de Minas Gerais instituiu

Leia mais

Lei nº 17773 DE 29/11/2013

Lei nº 17773 DE 29/11/2013 Lei nº 17773 DE 29/11/2013 Norma Estadual - Paraná Publicado no DOE em 02 dez 2013 Dispõe sobre o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte - SUSAF-PR.

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO MEIO RURAL DO MUNICÍPIO DE JAÚ -SP

ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO MEIO RURAL DO MUNICÍPIO DE JAÚ -SP ELABORAÇÃO DE PLANO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO MEIO RURAL DO MUNICÍPIO DE JAÚ -SP INTRODUÇÃO A Agenda 21 Local é um instrumento de planejamento de políticas públicas que envolve tanto a sociedade

Leia mais

Este termo de referência visa à contratação de consultoria especializada para

Este termo de referência visa à contratação de consultoria especializada para TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS NÃO CONTINUADOS TR nº MODALIDADE PROCESSO SELETIVO RBR-02/2014 Produto 2014 FUNDAMENTO LEGAL Decreto nº 5.151, de 22/7/2004, e Portaria MDA nº 48/2012, de 19/07/2012. O Ministério

Leia mais

Ano 1 - Número 14-08 de Julho de 2013. Por Dentro do CRDR Sul Caparaó Página 5. Encontro de Preparação para aposentadoria no Centro Norte

Ano 1 - Número 14-08 de Julho de 2013. Por Dentro do CRDR Sul Caparaó Página 5. Encontro de Preparação para aposentadoria no Centro Norte Por dentro Ano 1 - Número 14-08 de Julho de 2013 do Por Dentro do CRDR Sul Caparaó Página 5 EGPP apoia a adequação do projeto ATER Sustentabilidade Página 3 Piera na terra do Tio Sam Pág.2 Encontro de

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF)

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) Introdução O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES. Projeto de Qualificação em Dança. Projeto de Qualificação em Dança 2015

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES. Projeto de Qualificação em Dança. Projeto de Qualificação em Dança 2015 PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES Projeto de Qualificação em Dança Projeto de Qualificação em Dança 2015 Informações básicas para os Grupos e Companhias interessados em receber orientação artística. Informações

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Nº 60/2013 novembro Informativo digital sobre temas da cadeia produtiva da soja Produtor rural muda conceito de trabalho na fazenda com o Soja Plus

Leia mais

COMUNICAÇÃO INTERNA. Empresa reúne colaboradores para marcar os 115 anos de fundação. fundação. - Apresentação Desafio 120

COMUNICAÇÃO INTERNA. Empresa reúne colaboradores para marcar os 115 anos de fundação. fundação. - Apresentação Desafio 120 1 COMUNICAÇÃO INTERNA Recursos Humanos Empresa reúne colaboradores para marcar os 115 anos de fundação. Ano I, Edição 3 Março/2013 Nos dias 28/02 e 01/03 a liderança da Usina Ester reuniu Nesta edição:

Leia mais

Sustentabilidade como Oportunidade de Negócios

Sustentabilidade como Oportunidade de Negócios Sustentabilidade como Oportunidade de Negócios Eng. João Luiz Villas Boas joaoluiz@l3ambiental.com.br Tel.: (17) 3014-2520 Sustentabilidade: Conceito Utilização de recursos para atender às necessidades

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

Calendário Anual de Atividades da APPBCL Planejamento 2014

Calendário Anual de Atividades da APPBCL Planejamento 2014 Calendário Anual de Atividades da APPBCL Planejamento 2014 Calendário de Atividades 2014 Atividades SET OUT NOV DEZ Reunião Comunidades 20 Eventos Agronegócio na Sede 30 Balde Cheio Itinerante Cursos online

Leia mais

Maria Nezilda Culti 1 (Coordenadora da Ação de Extensão)

Maria Nezilda Culti 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) IMPLANTAÇÃO DAS TECNOLOGIAS SOCIAIS: PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA INTEGRADA SUSTENTÁVEL- PAIS (HORTA MANDALA), CISTERNA E FOSSA SÉPTICA BIODIGESTORA COMO MEIO DE SUSTENTABILIDADE PARA AGRICULTURA FAMILIAR. Área

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

MUNICIPALIZAÇÃO DO LICENCIMENTO AMBIENTAL MUNICIPAL NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

MUNICIPALIZAÇÃO DO LICENCIMENTO AMBIENTAL MUNICIPAL NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO I CONGRESSO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL MUNICIPALIZAÇÃO DO LICENCIMENTO AMBIENTAL MUNICIPAL NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Karla Casagrande Lorencini Bacharel em Ciências Biológicas (UFES). Mestranda

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Rainforest Alliance Certified TM

Rainforest Alliance Certified TM Secretaría de la Red de Agricultura Sostenible Rainforest Alliance P. O. Box 11029 1000 San José Costa Rica standards@sanstandards.org Rainforest Alliance Certified TM Resumo Público de Auditoria Certificação

Leia mais

CREA- São Paulo. PRESIDENTE (em exercício): ENG. AGR. ÂNGELO PETTO NETO

CREA- São Paulo. PRESIDENTE (em exercício): ENG. AGR. ÂNGELO PETTO NETO CREA- São Paulo PRESIDENTE (em exercício): ENG. AGR. ÂNGELO PETTO NETO LEGISLAÇÃO E EXERCÍCIO PROFISSIONAL Câmara Especializada de Agronomia CREA/SP Eng. Agr. Daniel Antonio Salati Marcondes ( CEA (Coordenador

Leia mais

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social O SERVIÇO SOCIAL NA PROLAR: BUSCANDO A EFETIVAÇÃO DO DIREITO À MORADIA.

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social O SERVIÇO SOCIAL NA PROLAR: BUSCANDO A EFETIVAÇÃO DO DIREITO À MORADIA. VIII Jornada de Estágio de Serviço Social O SERVIÇO SOCIAL NA PROLAR: BUSCANDO A EFETIVAÇÃO DO DIREITO À MORADIA. LIMA Evelyn Paula Soares Matioski de 1 RIBEIRO Juliana 2 SANTOS Marcia Pedroso dos 3 SCHIMANSKI

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

55% da população mundial vive em zonas rurais. 70% da população mundial muito pobre é rural. 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia

55% da população mundial vive em zonas rurais. 70% da população mundial muito pobre é rural. 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia A pobreza rural 55% da população mundial vive em zonas rurais 70% da população mundial muito pobre é rural 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia 1,0 bilhão passa fome 80% dos lugares mais pobres dependem

Leia mais

ecoturismo ou turismo. As faixas de APP que o proprietário será obrigado a recompor serão definidas de acordo com o tamanho da propriedade.

ecoturismo ou turismo. As faixas de APP que o proprietário será obrigado a recompor serão definidas de acordo com o tamanho da propriedade. São as áreas protegidas da propriedade. Elas não podem ser desmatadas e por isso são consideradas Áreas de Preservação Permanente (APPs). São as faixas nas margens de rios, lagoas, nascentes, encostas

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DEFINIÇÃO

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DEFINIÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA E DEFINIÇÃO Art. 1º As atividades de Pesquisa da Universidade de Santo Amaro UNISA buscam fomentar o conhecimento por meio da inovação técnica, científica, humana, social e artística,

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL CAPÍTULO I NATUREZA E FINALIDADE

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL CAPÍTULO I NATUREZA E FINALIDADE CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA BOLSA DE COMPLEMENTAÇÃO EDUCACIONAL CAPÍTULO I NATUREZA E FINALIDADE Art.1º- O presente Regulamento destina-se a fixar diretrizes

Leia mais

Uma Parceria do Governo do Estado do ES com o Governo Federal e Municípios Capixabas

Uma Parceria do Governo do Estado do ES com o Governo Federal e Municípios Capixabas Uma Parceria do Governo do Estado do ES com o Governo Federal e Municípios Capixabas O maior Programa Habitacional da História do Espírito Santo Mais de R$ 800 Milhões de Investimentos em Habitação Os

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com. 1 Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.br e baixe todas as cartilhas, ou retire no seu Sindicato Rural. E

Leia mais

DIOGRANDE DIÁRIO OFICIAL DE CAMPO GRANDE-MS. Parte I PODER EXECUTIVO. Ano X - n. 2.319 - sexta-feira, 15 de junho de 2007. Leis ISSN 1678-3530

DIOGRANDE DIÁRIO OFICIAL DE CAMPO GRANDE-MS. Parte I PODER EXECUTIVO. Ano X - n. 2.319 - sexta-feira, 15 de junho de 2007. Leis ISSN 1678-3530 DIOGRANDE ISSN 1678-3530 DIÁRIO OFICIAL DE CAMPO GRANDE-MS Registro n. 26.965, Livro A-48, Protocolo n. 244.286, Livro A-10 4º Registro Notarial e Registral de Títulos e Documentos da Comarca de Campo

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA. Todos os profissionais do Grupo Camargo Corrêa, locados em todas as unidades e países onde o Grupo atua.

POLÍTICA CORPORATIVA. Todos os profissionais do Grupo Camargo Corrêa, locados em todas as unidades e países onde o Grupo atua. 1 Objetivos Estimular a participação cidadã dos profissionais das empresas do Grupo Camargo Corrêa em ações de voluntariado empresarial por meio do do Instituto Camargo Corrêa; Contribuir com o desenvolvimento

Leia mais

Cases de sucesso 21/3/2012. Administração e Gestão da Saúde em benefício da empresa e de seus colaboradores

Cases de sucesso 21/3/2012. Administração e Gestão da Saúde em benefício da empresa e de seus colaboradores Cases de sucesso Administração e Gestão da Saúde em benefício da empresa e de seus colaboradores Academia Boa Forma As Unidades Campo Belo e Itapevi possuem um espaço gratuito para atividades físicas dentro

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

O que é o Fundo? Que diferença ele fará para SFX? Qual é o objetivo do Fundo?

O que é o Fundo? Que diferença ele fará para SFX? Qual é o objetivo do Fundo? O que é o Fundo? O Fundo Terra Verde é uma fonte de financiamento para o desenvolvimento sustentável de São Félix do Xingu (SFX), no sudeste do Pará. Ele é um mecanismo privado e tem como objetivo captar,

Leia mais

Epidemiologia e Estatística de Captação e Transplantes de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais

Epidemiologia e Estatística de Captação e Transplantes de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais Epidemiologia e Estatística de Captação e Transplantes de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais Janeiro Julho 2013 2 Expediente Governador do Estado de Minas Gerais Antônio Augusto Junho Anastásia Vice Governador

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROPOSTA 1 Curso Nome(s) do(s) Curso(s) ZOOTECNIA Código e-mec 56129 Conceito ENADE 4 Coordenador da Proposta (Tutor do Grupo) ANA MARIA BRIDI 2 Caracterização da Proposta 2.1Área de Conhecimento (código

Leia mais

Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciências Contábeis ESTATUTO

Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciências Contábeis ESTATUTO Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciências Contábeis ESTATUTO Art. 1º O Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciências Contábeis (NUPECON), vinculado a Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos, constitui-se

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ Av. Jerson Dias, 500 - Estiva CEP 37500-000 - Itajubá Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ Av. Jerson Dias, 500 - Estiva CEP 37500-000 - Itajubá Minas Gerais Lei nº 2677 BENEDITO PEREIRA DOS SANTOS, Prefeito do Município de Itajubá, Estado de Minas Gerais, usando das atribuições que lhe são conferidas por Lei, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele

Leia mais

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008 MINAS GERAIS 12/04/2008 Diário do Judiciário Chefe de Gabinete: Dalmar Morais Duarte 11/04/2008 PRESIDÊNCIA Portaria 2.176/2008 Institucionaliza o Programa Conhecendo o Judiciário do Tribunal de Justiça.

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

Difusão de conhecimentos técnicos sobre cultivo de hortaliças e adoção de novas metodologias de ensino com o emprego de horta escolar

Difusão de conhecimentos técnicos sobre cultivo de hortaliças e adoção de novas metodologias de ensino com o emprego de horta escolar VII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - Campus Bambuí VII Jornada Científica e I Mostra de Extensão 21 a 23 de outubro de 2014 Difusão de conhecimentos técnicos sobre cultivo de hortaliças e adoção de

Leia mais

COLEGIADO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

COLEGIADO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 ATA DA SEPTOAGÉSIMA TERCEIRA REUNIÃO DO COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto Nacional

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto Nacional TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/09/004 Fortalecimento da CAIXA no seu processo de internacionalização

Leia mais

Projeto de Zoneamento Ecológico Econômico Participativo Diretrizes, estratégias e ações para a sustentabilidade

Projeto de Zoneamento Ecológico Econômico Participativo Diretrizes, estratégias e ações para a sustentabilidade 1 Projeto de Zoneamento Ecológico Econômico Participativo Diretrizes, estratégias e ações para a sustentabilidade Realização: Prefeitura de Nova Bandeirantes - MT Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA)

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

Reunião na Federação das Unimeds do Rio apresenta ações para o ramo

Reunião na Federação das Unimeds do Rio apresenta ações para o ramo Reunião na Federação das Unimeds do Rio apresenta ações para o ramo 27 de FEVEREIRO A Federação das Unimeds do Estado do Rio de Janeiro promoveu, em sua sede, reunião do Conselho Federativo. O presidente

Leia mais

PROCESSO DE QUALIFICAÇÃO DA ÁREA ADMINISTRATIVA DO INSTITUTO EMATER - REGIÃO DE CORNÉLIO PROCÓPIO

PROCESSO DE QUALIFICAÇÃO DA ÁREA ADMINISTRATIVA DO INSTITUTO EMATER - REGIÃO DE CORNÉLIO PROCÓPIO CONCURSO: PRÊMIO DE EXTENSÃO RURAL EXTENSIONISTA GESTÃO PARA RESULTADOS. RECONHECIMENTO CATEGORIA: INOVAÇÃO EM PROCESSOS ADMINISTRATIVOS AUTOR: VALDIMIR DE JESUS PASSOS CO-AUTOR PRINCIPAL: WANDER ADRIANO

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 (Do Sr. Geraldo Resende) Estabelece a Política Nacional de Captação, Armazenamento e Aproveitamento de Águas Pluviais e define normas gerais para sua promoção. O Congresso Nacional

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

A Uwê uptabi Marãiwatsédé buscam o bem viver no território tradicional. Palavras-Chaves: Território Sustentabilidade- Bem Viver.

A Uwê uptabi Marãiwatsédé buscam o bem viver no território tradicional. Palavras-Chaves: Território Sustentabilidade- Bem Viver. A Uwê uptabi Marãiwatsédé buscam o bem viver no território tradicional. Este trabalho tem o objetivo de discutir a sustentabilidade do território A uwe- Marãiwatsédé, mediada pelas relações econômicas,

Leia mais

FICHA PROJETO - nº 066-C

FICHA PROJETO - nº 066-C FICHA PROJETO - nº 066-C CONSOLIDAÇÃO Grande Projeto LOGO Instituição Parceira 1) TÍTULO: Frutos do Cerrado - Fortalecimento Organizacional e Produção Sustentável de Agricultores Extrativistas do Tocantins

Leia mais

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso Como se Tornar um Município Amigo do Idoso Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso 2 3 GERALDO ALCKMIN Governador do Estado de São Paulo ROGERIO HAMAM Secretário de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

9h às 12h30 Mesa 1: O ESTADO DA ARTE DA AGRICULTURA IRRIGADA NO BRASIL

9h às 12h30 Mesa 1: O ESTADO DA ARTE DA AGRICULTURA IRRIGADA NO BRASIL SEMINÁRIO O ESTADO DA ARTE DA AGRICULTURA IRRIGADA NO BRASIL: DESAFIOS E OPORTUNIDADES 9 e 10 de dezembro de 2010 Local: Universidade do Estado de Minas Gerais - Frutal (MG) Endereço: Av. Professor Mário

Leia mais

Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento. Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011.

Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento. Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011. Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011. Mapa Visão e Missão Funai Mapa Estratégico: Proteger e promover

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional ROTEIRO PPT DICA: TREINE ANTES O DISCURSO E AS PASSAGENS PARA QUE A APRESENTAÇÃO FIQUE BEM FLUIDA E VOCÊ, SEGURO COM O TEMA E COM A FERRAMENTA. Para acessar cada uma das telas,

Leia mais

Unidade de Coordenação do PROFAZ/ES

Unidade de Coordenação do PROFAZ/ES Governo do Estado do Espírito Santo Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo Subsecretaria de Estado da Receita Subsecretária do Tesouro Estadual Subsecretário de Estado para Assuntos Administrativos

Leia mais

Ano 1 - Número 17-29 de Julho de 2013. Novidades no Proater. Pesquisadores do Centro Norte recebem visita de estudantes da Ufes.

Ano 1 - Número 17-29 de Julho de 2013. Novidades no Proater. Pesquisadores do Centro Norte recebem visita de estudantes da Ufes. Por dentro Ano 1 - Número 17 - do Novidades no Proater Página 5 Pesquisadores do Centro Norte recebem visita de estudantes da Ufes Páginas 2 e 3 Entrevista sobre redação científica Página 8 Mais um passo

Leia mais