ÁREAS DE ATUAÇÃO. Prevenção, tratamento e pesquisa sobre o câncer. Iniciativas à criança e ao adolescente. Reabilitação mental e motora

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÁREAS DE ATUAÇÃO. Prevenção, tratamento e pesquisa sobre o câncer. Iniciativas à criança e ao adolescente. Reabilitação mental e motora"

Transcrição

1

2 ÁREAS DE ATUAÇÃO Cultura Cinema Esporte Consultoria especializada em leis de incentivo fiscal que auxilia empresas no direcionamento de seu investimento social e as instituições a desenvolverem seus projetos sociais aptos a receber recursos das leis. Prevenção, tratamento e pesquisa sobre o câncer Reabilitação mental e motora Cuidados aos idosos Iniciativas à criança e ao adolescente Otimização do Investimento Social Desenvolvimento de Projetos Incentivados Captação de Recursos

3 MISSÃO Expandir o engajamento da sociedade (pessoas, empresas e governo) em projetos sociais relevantes para a transformação do país.

4 OTIMIZAÇÃO 1 Verificação de existência de recursos para invesbmento: IR ou ICMS 2 Estabelecendo critérios estratégicos: PILARES INSTITUCIONAIS TIPOS DE PROJETOS PÚBLICO ALVO ABRANGÊNCIA DURAÇÃO CONTRAPARTIDA Educação Meio ambiente Saúde Educação e Meio ambiente Educação e Saúde Meio ambiente e Saúde Educação, Meio ambiente e Saúde Cultura Audio Visual Esporte FIA / FUMCAD IDOSO PRONON PRONAS Crianças Adolescentes Adultos Idosos Qualquer idade Municipal Estadual Nacional Conanuo Curta duração Longa duração Mídias digitais Mídias tradicionais Exposição de marca in loco Ações de relacionamento Produtos - Livros, DVDs, Ingressos etc Outras

5 OTIMIZAÇÃO 3 Escolha dos projetos: i) busca de projetos no mercado ii) criação de projetos próprios 4 Aporte para as contas dos projetos; 5 Acompanhamento da execução.

6 LEIS FEDERAIS Es<ma<va de valor disponível para inves<mento em cada lei 1. Somente a alíquota de 15% (IRPJ) aplicado ao lucro antes dos impostos e contribuições é passível de renúncia fiscal. 2. O adicional do IR não entra na conta da renúncia. 3. Dessa base de cálculo, a renúncia total é de 9%. CULTURA & AUDIO VISUAL 4% ESPORTE 1% FIA 1% PRONON 1% & PRONAS 1% IDOSO 1%

7 LEIS ESTADUAIS Es<ma<va de valor disponível para inves<mento em cada lei 1. A empresa deve se cadastrar junto a SEFAZ; 2. No momento de emissão da GUIA de pagamento do ICMS é possível gerar o boleto desbnando o aporte para o projeto escolhido; 3. Normalmente é possível aportar entre 2% e 3% do imposto devido em cada uma das modalidades: PROAC PIE

8 INICIATIVAS ALGUNS PROJETOS

9 Referência internacional no tratamento de câncer, pesquisa e desenvolvimento e capacitação de profissionais do mundo inteiro. IDOSO PRONON PROJETO AMPARO AO IDOSO 1% do IR FIA/FUMCAD PROJETOS CAPACITAÇÃO, PESQUISA E AMPLIAÇÃO DE ATENDIMENTO. 1% DO IR CULTURA PROJETO UNIDADE INFANTOJUVENIL 1% DO IR ARENA CULTURAL Até 4% do IR OPORTUNIDADE DE DOAR ATÉ 7% DO IRPJ

10 Referência internacional no tratamento de câncer, pesquisa e desenvolvimento e capacitação de profissionais do mundo inteiro. FIA/FUMCAD IDOSO Lei /2012 pelo FUNDO MUNICIPAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE BARRETOS UNIDADE INFANTOJUVENIL O projeto do FUMCAD do Hospital de Câncer de Barretos tem como escopo o financiamento da prevenção, tratamento e pesquisa e desenvolvimento para o câncer infantojuvenil mais de 18 mil atendimentos/ano. Leis /2010 e /2012 pelo FUNDO MUNICIPAL DO IDOSO DE BARRETOS AMPARO DO IDOSO Projeto voltado à assistência social da unidade de cuidados paliabvos, grande maioria Idosos, o qual abrange pacientes e seus familiaresà obje<vo: melhorar a qualidade de vida dos pacientes e preparar os familiares para que possam dar conbnuidade em suas vidas - 90 mil/ano pessoas são beneficiadas diretamente.

11 Referência internacional no tratamento de câncer, pesquisa e desenvolvimento e capacitação de profissionais do mundo inteiro. PRONON CULTURA Lei /2012 Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica ATENDIMENTO / CAPACITAÇÃO / PESQUISA Os projetos voltados do PRONON (3) têm como objebvo ampliar a capacidade de atendimento do HCB em suas unidades avançadas, que ficam em outros Estados, proporcionar capacitação para médicos do país todo nas mais avançadas técnicas de tratamento e invesbr em pesquisa e desenvolvimento 130 mil pessoas são beneficiadas diretamente. Lei nº 8.313/91 Lei federal de fomento à cultura. PROJETO ARENA CULTURAL Espaço de m2 que sera desbnado a difundir os avanços cienaficos e o conhecimento sobre tratamentos de saúde ja existentes, bem como apresentará o corpo humano em todas as suas dimensões e transformações ao longo da vida, numa perspecbva de esclarecimento sobre os processos de nascimento-vida- morte e saúdedoença e as formas de prevenção a parbr de uma experiência altamente tecnológica de transformação da visão daqueles que o visitarem.

12 Proporcionar a jovens em situação de vulnerabilidade e risco social, oportunidades de educação e aprendizado profissional para a promoção de sua autoesama, inclusão social e exercício pleno da cidadania. LIVRO Eu Verde, e Você? Um livro em formato agenda que tem como matéria prima intelectual a conscienbzação dos leitores quanto à importância das soluções inteligentes para a conservação de recursos naturais e energébcos, à educação socioambiental de nossos jovens, além da proteção do ambiente por meio da reciclagem do papel. Contará com: - Crônicas sobre responsabilidade socioambiental. - Frases reflexivas sobre a responsabilidade de cada indivíduo na construção de um mundo melhor. - Ilustrações e fotos sobre reciclagem, fotos da oficina do InsBtuto Reciclar. Valor Aprovado: R$ ,00 TEATRO Luz de Abajour Espetáculo teatral que aborda as relações humanas por meio de experiências únicas e com histórias de vida disbntas. Com um cenário elaborado de materiais reciclados, 2 atores de renome mostrarão ao público a importância de relações humanas inclusivas, sem preconceitos sociais. A peça terá temporada de 3 meses em São Paulo, com previsão de espectadores. Valor Aprovado: R$ ,00 EXPOSIÇÃO Corte e Recorte Exposição de fotos e de obras de arte em papel que ressaltará, do ponto de vista da consciência ambiental, a importância da reublização do papel em suas infinitas possibilidades, valorizando a criação e produção arasbca brasileira. Contará com: - 15 obras de arte desenvolvidas em papel reciclado. - 5 esculturas em madeira. mostrando origem do papel - 25 fotos da criação e desenvolvimento das obras. Valor Aprovado: R$ ,00

13 Contribuir para a formação do cidadão críaco e paracipaavo, por meio da educação Esica e esporte, favorecendo o desenvolvimento de comunidades de baixa renda 10 Etapas cada etapa envolve: alunos 150 professores 03 dias de abvidade / turnos manhã e tarde Arena com 10 estações de diferentes modalidades esporbvas Tendas para Oficinas Formação de Professores e arbculação políbca-comunitária Cinema para 250 espectadores por apresentação público total por município =1.500 Formação de 100 jovens comunicadores Formação de 100 jovens ambientalistas Fórum da Caravana do Esporte 150 representantes dos municípios Parceiros / convidados / representantes da gestão pública. Custo Total do Projeto R$ ,00 Custo do Fórum R$ ,00 Visibilidade da marca de nossos apoiadores: Inserção do logobpo nas camisetas, Banners, Brindes dos Eventos, Site IEE e ESPN Brasil, mídias sociais (IEE, Ana Moser, ESPN) Forte divulgação durante o documentário exibido pela tv, nos créditos iniciais e finais e ao longo do programa.veiculados pela ESPN Brasil.

14 Inclusão social e cultural de pessoas com deficiência intelectual INCLUSÃO E ARTE SAÚDE PARA QUALQUER PARTE PRONAS/PCD SIPAR N / KARATE SAÚDE CAMINHO PARA A INCLUSÃO Valor total: R$ ,44 Prazo de execução: 24 meses. PRONAS/PCD SIPAR N / Valor total do Projeto: R$ ,74 Prazo de execução: 24 meses.

15 CLIENTES ALGUNS APOIADORES

16 ALGUNS APOIADORES

17 Entre em contato para conhecer mais detalhadamente nossos projetos e oportunidades em todas as leis de incen<vo BRUNO PESSOA +55 (11) EDUARDO QUILICI +55 (11) VINICIUS NAKAGOMI +55 (11)

1 PLANEJAMENTO 2 DESENVOLVIMENTO E APROVAÇÃO DE PROJETOS INCENTIVADOS 3 CAPTAÇÃO DE RECURSOS

1 PLANEJAMENTO 2 DESENVOLVIMENTO E APROVAÇÃO DE PROJETOS INCENTIVADOS 3 CAPTAÇÃO DE RECURSOS QUEM SOMOS Uma curadoria de projetos sociais de extrema relevância para o país que busca engajar a sociedade a participar dessas iniciativas, ajudando a fazer a diferença. www.abraceumacausa.com.br Atuamos

Leia mais

O HCB. O HCB é uma referência internacional no tratamento de câncer, pesquisa e desenvolvimento e capacitação de profissionais do mundo inteiro.

O HCB. O HCB é uma referência internacional no tratamento de câncer, pesquisa e desenvolvimento e capacitação de profissionais do mundo inteiro. O HCB O HCB é uma referência internacional no tratamento de câncer, pesquisa e desenvolvimento e capacitação de profissionais do mundo inteiro. 100% dos atendimentos via SUS Cobertura nos 27 Estados /

Leia mais

PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL

PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL Permite o apoio financeiro a projetos culturais credenciados pela Secretaria de Cultura de São Paulo, alcançando todo o estado. Segundo a Secretaria, o Proac visa a: Apoiar

Leia mais

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Instituto CSHG Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Você sabia que pode destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social? A legislação brasileira

Leia mais

Guia para Boas Práticas

Guia para Boas Práticas Guia para 1 Definir o destino de parte do imposto que você vai, obrigatoriamente, pagar é uma possibilidade legítima e acessível. Basta escolher qual projeto, seja ele cultural, esportivo ou social, você

Leia mais

Guia para Boas Práticas

Guia para Boas Práticas Responsabilidade Social Guia para Boas Práticas O destino certo para seu imposto Leis de Incentivo Fiscal As Leis de Incentivo Fiscal são fruto da renúncia fiscal das autoridades públicas federais, estaduais

Leia mais

INCENTIVOS FISCAIS, UMA VISÃO GERAL

INCENTIVOS FISCAIS, UMA VISÃO GERAL INCENTIVOS FISCAIS, UMA VISÃO GERAL Danilo Brandani Tiisel danilo@socialprofit.com.br MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS Características da Atividade Atividade planejada e complexa: envolve marketing, comunicação,

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS

CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS Comissão de Direito do Terceiro Setor Danilo Brandani Tiisel danilo@socialprofit.com.br INCENTIVOS FISCAIS Contexto MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO APRENDER PARA EMPREENDER

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO APRENDER PARA EMPREENDER PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO APRENDER PARA EMPREENDER Empreendedorismo Aprender para Empreender O projeto, a ser realizado, em escolas públicas, com a tividades destinadas a alunos e professores. Propõese

Leia mais

ParticiPar SEMGaStar

ParticiPar SEMGaStar Participar SEMGASTAR Parte do seu imposto de renda pode transformar sonhos em realidade Você sabia que seu Imposto de Renda pode ajudar muitas crianças e jovens? Foi pensando neste mecanismo que a Rede

Leia mais

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE EDUCACAO INFANTIL INCLUSIVA EM CURITIBA VEJA COMO SUA EMPRESA PODE TRANSFORMAR ESTA IDEIA EM REALIDADE { Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura

Leia mais

COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? Junte-se a nós!

COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? Junte-se a nós! COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? O Corpo Cidadão utiliza diversos mecanismos de incentivo fiscal, fontes de financiamento, parcerias, doações, programas de voluntariado e cria ações de marketing

Leia mais

Incentivo Fiscal Imposto de Renda sobre Pessoa Física IMPOSTO DE RENDA

Incentivo Fiscal Imposto de Renda sobre Pessoa Física IMPOSTO DE RENDA Incentivo Fiscal Imposto de Renda sobre Pessoa Física IMPOSTO DE RENDA O Imposto de Renda sobre Pessoa Física - IRPF é um tributo federal obrigatório a todos os trabalhadores brasileiros que obtiveram

Leia mais

RENÚNCIA FISCAL DO IMPOSTO DE RENDA

RENÚNCIA FISCAL DO IMPOSTO DE RENDA DICAS PARA UTILIZAÇÃO DE RENÚNCIA FISCAL DO IMPOSTO DE RENDA Oportunidades e Legislação Parceria ÍNDICE EDITORIAL Uma oportunidade de contribuir com a transformação social 1. O QUE É RENÚNCIA FISCAL 1.1

Leia mais

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Instituto CSHG Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Dezembro de 2014 Lei do Idoso Para projetos via Lei do Idoso Para doar ao projeto do Hospital de Barretos, projeto

Leia mais

HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS

HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS Hospital de Cancer Barretos -DE 120.000 m2 construídos HOSPITAL DEdeCANCER BARRETOS HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS A Fundação Pio XII foi instituída em 27 de novembro de 1967 e tem como objetivos primordiais:

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS DA VOLVO DO BRASIL...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3 3. Foco de Atuação...4

Leia mais

OGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

OGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA PROGRAMADE DEEDUCAÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL AMBIENTAL O Curso de Culinária Sustentável é o prato principal deste projeto: ele transforma a vida de inúmeras mulheres, cuja renda familiar é de até

Leia mais

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL Proposta I Fomentar a criação de grêmios estudantis, fóruns de juventude, diretórios centrais de estudantes,

Leia mais

ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015

ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015 ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015 A ESTÁCIO HÁ 45 ANOS NOSSA VIDA É TRANSFORMAR A SUA. Somos uma empresa que tem na Educação o motivo

Leia mais

CURSOS DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

CURSOS DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS CURSOS DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS OBJETIVO Promover cursos para formação em Contação de Histórias A CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS Linguagem milenar de transmissão de cultura em todas as sociedades e épocas Meio

Leia mais

Rede Temática - Saúde Balanço das Atividades. Coordenação

Rede Temática - Saúde Balanço das Atividades. Coordenação Rede Temática - Saúde Balanço das Atividades Coordenação Rede Temática - Saúde Balanço das Atividades SUMÁRIO: 1. Breve Histórico 2. Questões já abordadas 3. Próximos Temas identificados 4. Temas de interesse

Leia mais

CURSOS DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

CURSOS DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS CURSOS DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS A CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS É a linguagem primeira de transmissão de cultura em todas as sociedade e épocas É meio de aproximação de pessoas por meio de trocas simbólicas do

Leia mais

PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS

PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS 2014 1 Índice 1. Contexto... 3 2. O Programa Cidades Sustentáveis (PCS)... 3 3. Iniciativas para 2014... 5 4. Recursos Financeiros... 9 5. Contrapartidas... 9 2 1. Contexto

Leia mais

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS APRESENTAÇÃO Em Dezembro de 2004 por iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Paraná o CPCE Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial nasceu como uma organização

Leia mais

O Projeto Planeta Água - Um Mundo Sustentável Rede Pública de Ensino Prefeituras Secretarias da Cultura Meio Ambiente Educação Mobilidade Acessível

O Projeto Planeta Água - Um Mundo Sustentável Rede Pública de Ensino Prefeituras Secretarias da Cultura Meio Ambiente Educação Mobilidade Acessível educação ambiental O Projeto Planeta Água - Um Mundo Sustentável é um teatro itinerante que aborda o tema da sustentabilidade no dia-a-dia, na escola, em casa e na comunidade. Dirigido a crianças e jovens

Leia mais

MODALIDADES PARTICIPATIVAS DE CONTRIBUIÇÃO AO INSTITUTO COI. 1. Doação ao ICOI, que possui o título de OSCIP

MODALIDADES PARTICIPATIVAS DE CONTRIBUIÇÃO AO INSTITUTO COI. 1. Doação ao ICOI, que possui o título de OSCIP MODALIDADES PARTICIPATIVAS DE CONTRIBUIÇÃO AO INSTITUTO COI 1. Doação ao ICOI, que possui o título de OSCIP 2. Doação/Patrocínio de Projeto Cultural por pessoa jurídica (art. 18 da Lei Rouanet) e 3. Doação/Patrocínio

Leia mais

Manual sobre uso de INCENTIVOS FISCAIS

Manual sobre uso de INCENTIVOS FISCAIS Manual sobre uso de INCENTIVOS FISCAIS 2 APRESENTAÇÃO Ciente de que os governos (seja o federal, estadual ou municipal) utilizam os incentivos fiscais como maneira de estimular as empresas ou pessoas físicas

Leia mais

1. Objetivo do Projeto

1. Objetivo do Projeto PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VISNET - INTERNET E COMUNICAÇÃO Desenvolvimento de Site para CDL 1. Objetivo do Projeto O CDL Online é o mais novo sistema interativo especialmente projetado para criar

Leia mais

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal.

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal. Educação Não-Formal Todos os cidadãos estão em permanente processo de reflexão e aprendizado. Este ocorre durante toda a vida, pois a aquisição de conhecimento não acontece somente nas escolas e universidades,

Leia mais

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido.

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Criar novos mecanismos de intercâmbio e fortalecer os programas de intercâmbio já existentes,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Superintendência Regional da Receita Federal do Brasil 9ª Região Fiscal - Paraná e Santa Catarina DRF Cascavel - PR CONHECER PARA GERENCIAR

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

PROJETO FUMCAD 2011 RODA DE CONVERSA: O QUE EU QUERO SER QUANDO CRESCER? COMO DOAR

PROJETO FUMCAD 2011 RODA DE CONVERSA: O QUE EU QUERO SER QUANDO CRESCER? COMO DOAR PROJETO FUMCAD 2011 RODA DE CONVERSA: O QUE EU QUERO SER QUANDO CRESCER? COMO DOAR O projeto pretende atingir 22.000 alunos, professores, dirigentes e familiares por meio de atividades lúdicas, artísticas

Leia mais

Política de doação de Mídia Social

Política de doação de Mídia Social Política de doação de Mídia Social 1.Objetivo A presente política tem como objetivo definir critérios institucionais para cada modalidade de parceria em Mídia Social estabelecida pela Rede Gazeta e adotada

Leia mais

A animação é uma maneira de se criar ilusão, dando vida a objetos inanimados. Perisic,1979

A animação é uma maneira de se criar ilusão, dando vida a objetos inanimados. Perisic,1979 A animação é uma maneira de se criar ilusão, dando vida a objetos inanimados. Perisic,1979 Apresentação Objetivos Equipe Metodologia Experiências Animadas Guia do Animador Iniciante Meu Primeiro Curta-metragem

Leia mais

Como incentivar? Incentivos fiscais para doações livres. Incentivos fiscais para doações/patrocínio a projetos chancelados

Como incentivar? Incentivos fiscais para doações livres. Incentivos fiscais para doações/patrocínio a projetos chancelados Incentivos Fiscais Como incentivar? Incentivos fiscais para doações livres Incentivos fiscais para doações/patrocínio a projetos chancelados Incentivos fiscais para doações a fundos públicos Incentivos

Leia mais

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO:

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO DE UMA EXPERIÊNCIA BEM-SUCEDIDA PROJETO IMPLATADO PELA ANHANGUERA EDUCACIONAL Palestrante: Ana Maria Costa de Sousa Debatedor: Gabriel Mário Rodrigues Tutoria

Leia mais

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD) aprovou três projetos do Instituto Saúde e Sustentabilidade para serem

Leia mais

II. Atividades de Extensão

II. Atividades de Extensão REGULAMENTO DO PROGRAMA DE EXTENSÃO I. Objetivos A extensão tem por objetivo geral tornar acessível, à sociedade, o conhecimento de domínio da Faculdade Gama e Souza, seja por sua própria produção, seja

Leia mais

Pequeno Cotolengo Paranaense PROJETO ADOTE UM LEITO - Promovendo a garantia de direitos de crianças e adolescentes com deficiências múltiplas.

Pequeno Cotolengo Paranaense PROJETO ADOTE UM LEITO - Promovendo a garantia de direitos de crianças e adolescentes com deficiências múltiplas. Pequeno Cotolengo Paranaense PROJETO ADOTE UM LEITO - Promovendo a garantia de direitos de crianças e adolescentes com deficiências múltiplas. Missão Melhorar a qualidade de vida proporcionando inclusão

Leia mais

6.633 hospitais espalhados pelo Brasil* 2,6 milhões de colaboradores atuam hoje na área da saúde 494 mil leitos hospitalares

6.633 hospitais espalhados pelo Brasil* 2,6 milhões de colaboradores atuam hoje na área da saúde 494 mil leitos hospitalares PROJETO PROMOVENDO CULTURA NOS HOSPITAIS - 2016 O PROBLEMA A fragilidade da humanização no ambiente hospitalar. O CONTEXTO 6.633 hospitais espalhados pelo Brasil* 2,6 milhões de colaboradores atuam hoje

Leia mais

SIPAT INTEGRADA CPFL ENERGIA

SIPAT INTEGRADA CPFL ENERGIA SIPAT INTEGRADA CPFL ENERGIA Autores: Allan Bueno dos Santos Frederico Prestupa Neto CPFL Energia Apoio Fidelidade: RESUMO As CIPA s (Comissões Interna de Prevenção de Acidentes) realizavam a SIPAT (Semana

Leia mais

SEU IMPOSTO DE RENDA NO COMBATE AO CANCER INFANTOJUVENIL

SEU IMPOSTO DE RENDA NO COMBATE AO CANCER INFANTOJUVENIL SEU IMPOSTO DE RENDA ^ NO COMBATE AO CANCER INFANTOJUVENIL SEU IMPOSTO DE RENDA NO COMBATE AO CÂNCER INFANTOJUVENIL 3 Conselho de Administração Sergio Antonio Garcia Amoroso Presidente Fernando de Castro

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

DE SUSTENTABILIDADE ÁGUA/LIXO ÁGUA/LIXO E CONSUMO E CONSUMO CONSCIENTE CONSCIENTE

DE SUSTENTABILIDADE ÁGUA/LIXO ÁGUA/LIXO E CONSUMO E CONSUMO CONSCIENTE CONSCIENTE PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE NASNAS ESCOLAS PÚBLICAS ESCOLAS PÚBLICAS ÁGUA/LIXO ÁGUA/LIXO E CONSUMO E CONSUMO CONSCIENTE CONSCIENTE O PROJETO O PROJETO O programa de sustentabilidade

Leia mais

Roteiro para Plano de Ação Paracatu MATERIAL BRUTO - DOCUMENTO INTERNO. Consultoria Maria Helena Cunha Ana Flávia Macedo

Roteiro para Plano de Ação Paracatu MATERIAL BRUTO - DOCUMENTO INTERNO. Consultoria Maria Helena Cunha Ana Flávia Macedo Roteiro para Plano de Ação Paracatu MATERIAL BRUTO - DOCUMENTO INTERNO Consultoria Maria Helena Cunha Ana Flávia Macedo 2013 ESTRUTURA DO PLANO DE AÇÃO CULTURAL Diagnóstico cultural; Desafios e oportunidades;

Leia mais

JOVEM COM DEFICIÊNCIA

JOVEM COM DEFICIÊNCIA JOVEM COM DEFICIÊNCIA 1. Promover cursos de educação profissional de nível básico (técnico e tecnológico nos termos da Lei 9.394/96) e superior em espaços públicos e privados, respeitando a inclusão de

Leia mais

HIP HOP INTERNATIONAL

HIP HOP INTERNATIONAL PROJETO CULTURAL STREET CULTURE HIP HOP INTERNATIONAL BRASIL 6 edição 01 O nasce de um sonho de disseminar e difundir a cultura de danças Urbanas em Ribeirão Preto e região. Em 2009 iniciou este grande

Leia mais

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA Área de Atuação 1. Formação Profissional Cooperativista São ações voltadas à formação, qualificação e capacitação dos associados,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM ADMINISTRAÇÃO Núcleo de Estudos Avançados em Terceiro Setor

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM ADMINISTRAÇÃO Núcleo de Estudos Avançados em Terceiro Setor Eu rabisco o sol que a chuva apagou Renato Russo PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS-GRADUADOS EM ADMINISTRAÇÃO Núcleo de Estudos Avançados em Terceiro Setor Incentivos

Leia mais

Criada em 1999 em Campinas, a Direção Cultura Produções. principalmente empresas, artistas e entidades do terceiro setor.

Criada em 1999 em Campinas, a Direção Cultura Produções. principalmente empresas, artistas e entidades do terceiro setor. Histórico Criada em 1999 em Campinas, a Direção Cultura Produções realiza projetos em diversificados setores, atendendo principalmente empresas, artistas e entidades do terceiro setor. Em 2010 abriu escritório

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE ITU. CONSTRUÇÃO DA SEDE PRÓPRIA DA APAE DE ITU Sede Nova, Sonho Antigo.

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE ITU. CONSTRUÇÃO DA SEDE PRÓPRIA DA APAE DE ITU Sede Nova, Sonho Antigo. ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE ITU CONSTRUÇÃO DA SEDE PRÓPRIA DA APAE DE ITU Sede Nova, Sonho Antigo. Projeto 2012 Identificação da Entidade ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS

Leia mais

Plano de Patrocínio TEATRO E CIDADANIA PRONAC: 08 3930. Realização: Promoção: Patrocínio:

Plano de Patrocínio TEATRO E CIDADANIA PRONAC: 08 3930. Realização: Promoção: Patrocínio: Plano de Patrocínio TEATRO E CIDADANIA PRONAC: 08 3930 Realização: Promoção: Patrocínio: Resumo Executivo Acreditamos que a cultura efetua uma transformação na vida das pessoas, no sentido de ampliar seu

Leia mais

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais!

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Captação de Recursos Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Como Captar Recursos? Existem diversas maneiras das organizações conseguirem

Leia mais

Pronac Nº 1111032 Você em Cenna é um concurso cultural que irá eleger atores e atrizes amadores de todo o país, que enviarão vídeos de suas performances para votação popular e de júri especializado. Os

Leia mais

Projeto Futuros Craques São Paulo

Projeto Futuros Craques São Paulo Projeto Futuros Craques São Paulo O Projeto Futuros Craques é considerado o carro chefe da B16 em São Paulo, a sua programação destina-se à oferecer esportes de maneira saudável para crianças da rede pública

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Manter o incentivo aos Programas do Núcleo Apoio da Saúde da Família

Leia mais

O Instituto: excelência e credibilidade

O Instituto: excelência e credibilidade O Instituto: excelência e credibilidade O Instituto do Câncer do Ceará ICC, é uma entidade filantrópica de direito privado e referência no tratamento integral, no ensino e na pesquisa e em ações de responsabilidade

Leia mais

Projeto Verão Para Todos

Projeto Verão Para Todos Projeto à Projeto Verão Para Todos O Verão Para Todos visa ser o maior torneio de São Paulo de esportes de praia incluindo modalidades de paradesporto. Levaremos ao litoral diversas competições em um mês

Leia mais

MANUAL DO PATROCINADOR

MANUAL DO PATROCINADOR MANUAL DO PATROCINADOR Neste manual você irá encontrar informações sobre os serviços que o trevo criativo oferece aos patrocinadores, além de informações sobre o funcionamento e benefícios das leis de

Leia mais

Retrospectiva 2012 / Tendências 2013

Retrospectiva 2012 / Tendências 2013 Retrospectiva 2012 / Tendências 2013 TERCEIRO SETOR, CULTURA E RESPONSABILIDADE SOCIAL 19/02/2013 Prezados clientes, Selecionamos os acontecimentos mais marcantes no campo jurídico no ano de 2012 sobre

Leia mais

GERANDO VALOR PARA PESSOAS E EMPRESAS.

GERANDO VALOR PARA PESSOAS E EMPRESAS. GERANDO VALOR PARA PESSOAS E EMPRESAS. A Abreu, Barbosa e Viveiros Advogados é uma sólida empresa de assessoria jurídica nos mais variados ramos do Direito Corporativo, diferenciando-se pela experiência

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES GRUPO VOLVO América latina

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES GRUPO VOLVO América latina POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES GRUPO VOLVO América latina índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS Do Grupo Volvo América Latina...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3

Leia mais

Política de investimento cultural 3M

Política de investimento cultural 3M Política de investimento cultural 3M 1. Objetivo A presente política tem por finalidade estabelecer os critérios para investimento em projetos e programas culturais e que sejam passíveis de usufruírem

Leia mais

Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres. 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento;

Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres. 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento; Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento; Objetivo geral Promover a igualdade no mundo do trabalho e a autonomia

Leia mais

DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL

DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL A Brookfield Incorporações é hoje uma das maiores incorporadoras do país. Resultado da integração de três reconhecidas empresas do mercado imobiliário Brascan Residential,

Leia mais

Case: Incentivos Fiscais M. A. Máquinas Agrícolas

Case: Incentivos Fiscais M. A. Máquinas Agrícolas Case: Incentivos Fiscais M. A. Máquinas Agrícolas APRESENTAÇÃO... A empresa M. A. Máquinas Agrícolas Ltda. sempre levou muito a sério sua responsabilidade social. Sempre acreditou e pregou entre seus funcionários

Leia mais

>Lei nº 9.615, de 24 de Março de 1998 - Institui normas gerais sobre desporto e dá outras providências.

>Lei nº 9.615, de 24 de Março de 1998 - Institui normas gerais sobre desporto e dá outras providências. 1) FUNDAMENTO LEGAL: Objetivando expressar nosso Parecer Técnico sobre a legislação que fundamenta o incentivo fiscal de âmbito federal para projetos de atividades de caráter desportivo, procedemos ao

Leia mais

Programa de Responsabilidade Socioambiental

Programa de Responsabilidade Socioambiental Programa de Responsabilidade Socioambiental Conheça o Programa de Responsabilidade Socioambiental da BAESA e da ENERCAN e saiba como ajudar sua comunidade Você já deve ter ouvido falar da BAESA e da ENERCAN.

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

A Importância de Parcerias Estratégicas para a Transformação Social. Ilda Ribeiro Peliz Setembro 2008

A Importância de Parcerias Estratégicas para a Transformação Social. Ilda Ribeiro Peliz Setembro 2008 A Importância de Parcerias Estratégicas para a Transformação Social Ilda Ribeiro Peliz Setembro 2008 Responsabilidade Social O conceito da RSA não está mais entre as quatro paredes dos escritórios. A sociedade

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 Missão Promover a inserção da mulher no mercado de trabalho, apoiando ações sociais empreendedoras, desenvolvidas por organizações da sociedade civil, que contribuam de forma

Leia mais

Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável.

Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável. GREEN PROJECT AWARDS BRASIL Uma iniciativa que pretende RECONHECER AS BOAS PRÁTICAS em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável. CANDIDATURAS 201 INSCRIÇÕES NO PRIMEIRO ANO INSCRIÇÕES FEITAS

Leia mais

Descubra as novidades que preparamos para

Descubra as novidades que preparamos para Descubra as novidades que preparamos para 2012 A PRIMEIRA EDIÇÃO DO F E S T Z O O M FESTIVAL JOVEM D E C I N E M A, T V E N O V A S M Í D I A S F O I U M S U C E S S O! A 2a. edição do FestZoom - Festival

Leia mais

EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM

EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS 1.2. Universalização do ensino fundamental de nove anos

Leia mais

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira.

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 1 PROJETO SETORIAL INTEGRADO BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 2 Introdução O Ministério da Cultura, sugeriu a Fundação

Leia mais

PROJETOS DE DEMOCRATIZAÇÃO CULTURAL

PROJETOS DE DEMOCRATIZAÇÃO CULTURAL PROJETOS DE DEMOCRATIZAÇÃO CULTURAL Semana Cidades Catraca Livre: Cultura e Educação São Paulo, junho de 2010 AGENDA A B C PRODUÇÃO X ACESSO À CULTURA PROJETOS CULTURAIS ELABORAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS

Leia mais

LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE UM DIREITO SEU QUE TRANSFORMA VIDAS

LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE UM DIREITO SEU QUE TRANSFORMA VIDAS LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE UM DIREITO SEU QUE TRANSFORMA VIDAS Realização: OS TRÊS SERVIÇOS PIRÂMIDE INSTITUCIONAL ORGANOGRAMA: SEDE O QUE É: Uma ação socioesportiva que transforma positivamente a vida

Leia mais

Incentivos Fiscais PONTOS ABORDADOS:

Incentivos Fiscais PONTOS ABORDADOS: INCENTIVOS FISCAIS PONTOS ABORDADOS: Incentivos Fiscais 1. Aspectos Gerais; 2. Doações a Entidade Cíveis; 3. Lei Rouanet; 4. Lei do Esporte; 5. Lei nº. 12.715/12 (Câncer e Deficiência); 6. Fundo Nacional

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012

CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012 CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012 A Coordenação do Curso de Enfermagem da Fanor- DeVry Brasil, no uso de suas atribuições,

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

Espetáculo Infantil: A FANTÁTICA HISTÓRIA DO MENINO RECICLAUDO

Espetáculo Infantil: A FANTÁTICA HISTÓRIA DO MENINO RECICLAUDO Espetáculo Infantil: A FANTÁTICA HISTÓRIA DO MENINO RECICLAUDO INTRODUÇÃO Espetáculo infantil que aborda a vida do garoto Reciclaudo, que se preocupa com o mundo, a sociedade, com os amigos da escola,

Leia mais

Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Diretrizes BAESA e ENERCAN

Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Diretrizes BAESA e ENERCAN Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Diretrizes BAESA e ENERCAN sobre Projetos Sociais Aline Serafini 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Conteúdo

Leia mais

www.sescoopsp.coop.br

www.sescoopsp.coop.br Gerência: Mario Cesar Ralise PROMOÇÃO E SAÚDE, BEM ESTAR E QUALIDADE DE VIDA SESCOOP CULTURAL COOPERATIVIDADE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO PROGRAMAS DE PROMOÇÃO SOCIAL CAMPANHAS EDUCAÇÃO COOPERATIVA CICLO

Leia mais

COORDENADORES CARTILHA

COORDENADORES CARTILHA 2016 COORDENADORES CARTILHA 1.1 Coordenador de Negócios Liderar a equipe de negócios da FEJESC, prezar pela excelência na prestação do serviço aos parceiros e buscar novas oportunidades de patrocínio e

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação da criança e do adolescente, os dados de seu município, os resultados da

Leia mais

Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil

Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil Data de publicação: 10/07/2007 Última atualização: 10/07/2007 APRESENTAÇÃO Os patrocínios exercem um importante papel na estratégia de comunicação e

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

ABEC ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ESPORTES E CULTURA DE RIO CLARO

ABEC ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ESPORTES E CULTURA DE RIO CLARO Quem somos Atuando desde 2010, a ABEC ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE ESPORTES E CULTURA DE RIO CLARO é pessoa jurídica de direito privado, entidade beneficente que não faz discriminação ou distinção de qualquer

Leia mais

COORDENAÇÃO. ABES-SP, Instituto PÓLIS, CAIXA, ANAMMA, UNICAMP, Projeto Pares(Poli-USP), OAF, Sindicato dos Engenheiros, Fórum Recicla São Paulo, CRUMA

COORDENAÇÃO. ABES-SP, Instituto PÓLIS, CAIXA, ANAMMA, UNICAMP, Projeto Pares(Poli-USP), OAF, Sindicato dos Engenheiros, Fórum Recicla São Paulo, CRUMA COORDENAÇÃO ABES-SP, Instituto PÓLIS, CAIXA, ANAMMA, UNICAMP, Projeto Pares(Poli-USP), OAF, Sindicato dos Engenheiros, Fórum Recicla São Paulo, CRUMA Ministério Público - Procuradoria Regional dos Direitos

Leia mais

Projeto Tênis nas Escolas - São Paulo

Projeto Tênis nas Escolas - São Paulo Projeto Tênis nas Escolas - São Paulo Identificação do Projeto Nome: Tênis nas Escolas Proponente: Instituto Patrícia Medrado Aprovação Ministério do Esporte: 18/12/2013 Publicação Diário Oficial: 30/01/2014

Leia mais

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social

Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Instituto CSHG Como destinar parte do seu Imposto de Renda devido para investimento social Dezembro de 2014 Lei do Esporte Para projetos via Lei do Esporte PASSO 1 PASSO 2 PASSO 3 Entre em contato com

Leia mais

Oficina GIFE para Investidores PRONON e PRONAS. 16 de setembro de 2015

Oficina GIFE para Investidores PRONON e PRONAS. 16 de setembro de 2015 Oficina GIFE para Investidores PRONON e PRONAS 16 de setembro de 2015 Conteúdo a serem abordados Contextualização Nexo PRONON e PRONAS Legislação Principais Pontos Panorama 2013-2014 Elaboração e Captação

Leia mais

Política cultural: Brasil; SP; São Paulo

Política cultural: Brasil; SP; São Paulo Política cultural: Brasil; SP; São Paulo Antônio Eleilson Leite eleilsonleite@hotmail.com São Paulo, maio, 2014 Política cultural Nacional As três dimensões da cultura: simbólica, cidadã e econômica Fortalecimento

Leia mais

Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil?

Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil? Que tal investir parte dos impostos da sua empresa em um dos mais importantes trabalhos sociais do Brasil? Conheça o Instituto Bola Pra Frente O Instituto Bola Pra Frente, iniciativa do tetracampeão mundial

Leia mais

Política de investimento esportivo 3M

Política de investimento esportivo 3M 1. Objetivo Política de investimento esportivo 3M A presente política tem por finalidade estabelecer os critérios para investimento em projetos e programas esportivos e que sejam passíveis de usufruírem

Leia mais

PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2011

PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2011 PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2011 Junho/2011 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. QUEM PODERÁ CONCORRER... 3 3. QUE TIPOS DE PROJETO PODERÃO SER APOIADOS... 4 4. QUAIS SÃO OS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO...

Leia mais