Resumo. 1. Introdução

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resumo. 1. Introdução"

Transcrição

1 A Qualidade do Laudo Pericial Contábil e sua Influência na Decisão de Magistrados nas Comarcas localizadas no Distrito Federal e na cidade de Fortaleza Resumo Autoria: Idalberto José das Neves Júnior, Ivonne Ivette Vergara Rivas Este artigo tem por finalidade constatar a importância em apresentar um Laudo Pericial Contábil com qualidade e evidenciar a sua influência na decisão do magistrado. Primeiramente foram apresentados conceitos e exigências necessárias ao bom desempenho na elaboração do laudo. Com isso, verificou-se através de referenciais teóricos que o Laudo Pericial Contábil é uma peça escrita no qual o perito contador se expressa de forma clara e objetiva toda a síntese do objeto da perícia, com o intuito de esclarecer dúvidas ao magistrado. Dentro deste contexto, este trabalho foi desenvolvido com base na revisão da literatura, e na coleta de documentos de processos judiciais das comarcas do Distrito Federal e da cidade de Fortaleza. Foram analisados os documentos relativos ao (i)laudo Pericial, (ii)parecer Pericial Contábil, (iii)pedidos de Esclarecimentos e (iv)sentença do Magistrado, o que totalizaram 56 documentos. Os documentos foram analisados com a utilização de Check-list de verificação que abordou itens sobre a qualidade do laudo e sua influência na decisão do magistrado. Ao final da pesquisa verificou-se que 73,68% dos Laudos Periciais Contábeis atendem aos requisitos de trabalhos realizados com qualidade e foi comprovado que essa prova pericial influência a decisão do magistrado. 1. Introdução O Laudo Pericial Contábil é uma peça tecnológica que contém opiniões do perito contador, como pronunciamento, sobre questões que lhe são formuladas e que requerem seu parecer e que devem ser de [...] boa qualidade e que contenham argumentos sobre as opiniões. (SÁ, 2005, p.45) A relevância do Laudo Pericial Contábil ocorre quando a prova depender do conhecimento tecnológico e científico contábil, o Juiz, que é leigo na matéria, será assistido por um perito (CPC, art.421) [...], que tem como objetivo dar condições para o Juiz decidir, de forma clara e imparcial. O Laudo Pericial Contábil é uma prova técnica, sólida e elucidativa na decisão do Magistrado, determinado em Lei no CPC art.145. (HOOG, 2005, p.48-49) O propósito da pesquisa é verificar a qualidade do Laudo Pericial Contábil e sua influência na decisão de magistrado, dada a importância dessa prova técnica para formação da convicção jurídica do magistrado. Sendo assim, o problema de pesquisa pode ser caracterizado como sendo: Qual é a avaliação da qualidade do Laudo Pericial Contábil e sua influência na decisão de magistrados nas comarcas localizadas no Distrito Federal e na cidade de Fortaleza? Para tanto, são apresentados os fundamentos da Perícia Contábil, conceito de Laudo Pericial Contábil, bem como a sua estrutura e requisitos que devem constar e, finalmente são discutidos aspectos quanto a qualidade e influência dos laudos na decisão dos magistrados. A pesquisa foi classificada como: bibliográfica, exploratória, qualitativa, documental e empírica (BEUREN, 2004). Os procedimentos adotados para pesquisa estão embasados e fundamentados em levantamento bibliográfico e documental, a partir do qual procedeu-se um levantamento de 14 processos referentes a Laudos Periciais Contábeis nas localidades do DF e da cidade de Fortaleza. Para análise dos documentos coletados foi elaborado Check-list com pontos de verificação que permitem evidenciar: (i)dados dos Processo, (ii)estrutura do Laudo, (iii)requisitos do Laudo, (vi)suposições Levantadas e (v)resposta ao Problema do Artigo.

2 O estudo desta pesquisa levantou três suposições: (1) Os laudos dos processos analisados atingem o grau de eficiência a que se propõem; (2) O perito não deixou margem para contestação no Laudo Pericial Contábil; e (3) Os laudos foram elucidativos para a decisão dos magistrados. Estas suposições serão discutidas ao final da pesquisa. 2. Revisão da Literatura 2.1 Fundamentos da Perícia Contábil De acordo com Ghersi e Ghersi (2006) se estabelece uma perícia, quando existe a necessidade de uma investigação de elementos controvertidos, permitindo ao magistrado o conhecimento técnico e científico da matéria envolvida. De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (1999) no que se refere à Norma Brasileira de Contabilidade Técnica NBC-T-13 no item define como sendo: A Perícia Contábil constitui o conjunto de procedimentos técnicos e científicos destinado a levar à instância decisória elementos de prova necessários a subsidiar à justa solução do litígio, mediante laudo pericial contábil e/ou parecer pericial contábil em conformidade com as normas jurídicas e profissionais, e a legislação específica no que for pertinente. Ornelas (2003, p.35) constata que o objeto central na Perícia Contábil está relacionado ao aspecto patrimonial é tem como principal característica: (i)limitação da matéria; (ii)pronunciamento adstrito à questão ou questões propostas; (iii)meticuloso e eficiente exame do campo prefixado; (iv)escrupulosa referência à matéria periciada; (v)imparcialidade absoluta de pronunciamento. Há vários tipos de Perícia Contábil, as quais dependerão das necessidades processuais, entre elas, estão a Perícia Judicial, Extra-judicial e Arbitral. A definição feita por Sá (2005) referente à Perícia Judicial visa esclarecer o juiz no que se refere à matéria técnica e cientifica do litígio, objetivando servir de prova. Já Alberto (2002, p.53) define Perícia Extra-Judicial [...] é aquela realizada fora do Estado, por necessidade e escolha de entes físicos e jurídicos particulares [...]. Perícia Arbitral é aquela perícia realizada no juízo arbitral instância decisória criada pela vontade das partes, não sendo enquadrável em nenhuma das anteriores por suas características especialíssimas de atuar parcialmente como se judicial e extrajudicial. (ALBERTO, 2002, p.53) Segundo Ornelas (2003) existem várias modalidades de Perícia Contábeis, de acordo com o Código de Processo Civil pode ser constituída em exame, vistoria ou avaliação. Exame Pericial é a modalidade de perícia contábil mais comum. É desenvolvida mediante a análise de livros e documentos [...]. (ORNELAS, 2003, p.36-37) A Vistoria Pericial não é muito usada na perícia contábil, mas de acordo com o Conselho Regional de Contabilidade (1999) NBC-T-13, define como sendo uma diligência que objetiva a verificação e a constatação de situação, coisa ou fato, de forma circunstancial. De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (1999) NBC-T-13, a Avaliação Pericial [...] é o ato de estabelecer o valor de coisas, bens, direitos, obrigações, despesas e receitas. Verifica-se que existem vários tipos de modalidades de Perícia Contábil, as que foram definidas são as que mais utilizadas como ferramenta de análise, quem determinara qual modalidade ira ser utilizada na confecção do Laudo Pericial Contábil será o perito. 2

3 2.2 Ciclo do Trabalho Pericial Contábil O ciclo do trabalho Pericial Contábil inicia-se pelo despacho saneador lavrado pelo magistrado nos autos do processo admitindo a necessidade de prova pericial contábil, que por conseqüência nomeia o perito e conclui-se com a entrega do Laudo que deve ser feita no prazo num legal. Segundo o Professor Antônio Lopes de Sá conceitua que o ciclo da perícia judicial se compõe de fase preliminar, operacional e final: (SÁ, 2005, p.64-65) Fase Preliminar: (i)a perícia é requerida ao juiz, pela parte interessada na mesma; (ii)o juiz defere a perícia e escolhe o Perito; (iii)as partes formulam quesitos e indicam seus assistentes; (iv)os Peritos são cientificados da indicação; (v)os Peritos propõem honorários e requerem depósitos; (vi)o juiz estabelece prazo, local e hora para o início. Fase Operacional: (i)início da perícia e diligências; (ii)curso do trabalho; (iii)elaboração do laudo. Fase Final: (i)assinatura do laudo; (ii)entrega do laudo; (iii)levantamento dos honorários; (iv)esclarecimentos (se requeridos). Em todas as fases, existem prazos e formalidades a serem cumpridas. 2.3 Laudo Pericial Contábil: conceito, estrutura e requisitos De acordo com Alberto (2002) o Laudo Pericial Contábil é um documento escrito pelo perito contador exprimi de forma clara e objetiva, o objeto da perícia, em que são evidenciadas as diligências, os estudos e as observações que realizou, os critérios que adotou e resultados devidamente fundamentados e as suas conclusões. De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (1999) à Interpretação Técnica NBC-T-13 IT4 no item define Laudo Pericial Contábil como sendo: [...] é a peça escrita na qual o perito contador expressa, de forma circunstanciada, clara e objetiva, as sínteses do objeto da perícia, os estudos e as observações que realizou; as diligências realizadas, os critérios adotados, os resultados fundamentados e as suas conclusões. Observa-se que tanto Alberto (2002) como o Conselho Federal de Contabilidade (1999) convergem nos seguintes pontos: (i) afirmam que é uma peça escrita; (ii) que deve ser clara e objetiva; (iii) devendo apresentar os estudos, as diligências e observações que o perito realizou; e (iv) principalmente as suas conclusões devidamente fundamentadas. De acordo com Hoog (2005) o Laudo Pericial Contábil deve ser composto por: (i) cabeçalho que identifica o processo; (ii) evidenciar o objetivo do laudo; (iii) os métodos de investigação; (iv) as técnicas científicas utilizadas; (v) as diligências referentes aos procedimentos adotados; (vi) e juntamente com a coleta de dados, deve responder aos quesitos formulados pelas partes; (vii) encerramento; (viii) a bibliografia; (ix) e relação de anexos. No que se refere ao Conselho Federal de Contabilidade (1999) NBC-T13 IT4 referente à estrutura do Laudo Pericial Contábil item 6, deve conter no mínimo, os seguintes itens: (i)identificação do processo e das partes; (ii)síntese do objeto da perícia; (iii)metodologia adotada para os trabalhos periciais; (iv)identificação das diligencias realizadas; (v)transcrição dos quesitos; (vi)respostas aos quesitos; (vii)conclusão; (viii)identificação do perito contador nos termos desta norma; (ix)outras informações, a critério do perito contador, entendidas como importantes para melhor esclarecer ou apresentar o laudo pericial. Verifica-se que Hoog (2005) e o Conselho Federal de Contabilidade (1999) sintetizam pontos fundamentais no que se refere ao momento de formulação da estrutura do laudo. Entende-se que se faz necessário que o laudo apresente uma estrutura adequada, faz com que o laudo apresente qualidade no momento da interpretação do magistrado. De acordo com Ornelas (2003) o Laudo Pericial Contábil deve apresentar determinadas qualidades intrínsecas, tais como: ser completo, claro, circunscrito ao objeto da 3

4 perícia e fundamentado. Com relação ao conteúdo, deve conter duas grandes partes: uma expositiva, outra conclusiva, ou, relatório e parecer. Barbalho e Oliveira (2006) relata que o laudo deve ser iniciado pelas Considerações Preliminares também conhecidos como Parte Expositiva, no que se refere ao aspecto introdutório da peça técnica pericial, devendo ser dividida em sub-tópicos, onde o perito contábil irá relatar, resumidamente, o pedido formulado pelo proponente da ação. Logo em seguida oferecem, de forma sucinta, os fatos relatados na contestação da parte contrária, aspectos fundamentais para se estabelecer o ponto controvertido sobre qual recairá o exame pericial. Dessa maneira, Hoog (2005) afirma que deve ser seguida a estruturação dos quesitos formulados pelo juiz e pelas partes, devendo ser respeitado a ordem em que foram juntados aos autos do processo. As respostas devem ter clareza e sendo devidamente fundamentadas, e seguindo a ordem em que foram formuladas, não sendo aceitas repostas que contenham somente sim ou não. Assim sendo, o Conselho Federal de Contabilidade (1999) NBC-T-13 IT4 no que se refere à linguagem do Laudo Pericial Contábil item 10: Deverá ser escrito de forma direta, devendo atender às necessidades dos julgadores e ao objeto da discussão, sempre com conteúdo claro e dirigido ao assunto da demanda, de forma que possibilite os julgadores a proferirem justa decisão. O Laudo Pericial Contábil não deve conter elementos e/ou informações que conduzam a dúbia interpretação, para que não induza os julgadores a erro. Seguindo na construção do laudo pericial contábil, após a oferta das respostas aos quesitos ou da abordagem da questão técnica, o trabalho prossegue com as conclusões técnicas, ou seja, o parecer que se pode denominar de Considerações Finais. (ORNELAS, 2003, p.96) Logo após as conclusões da perícia, e chegado o momento do encerramento, devendo inventariar o número de folhas que se compõe o laudo, a quantidade de anexos e documentos, devendo datar e assinar. Com isso garantindo a idoneidade do trabalho pericial. O Laudo Pericial Contábil deve ter algumas qualidades fundamentais, para a melhor apresentação dos resultados da perícia. Conforme Sá (2005, p.46-47) para que o Laudo possa classificar-se de boa qualidade e necessário atender aos seguintes requisitos mínimos: ter objetividade; rigor tecnológico; concisão; argumentação; exatidão e clareza. Logo abaixo, estão as definições de Sá (2005) referentes aos requisitos mínimos do laudo: Apresentar objetividade é excluir do julgamento com base no pessoal ou na subjetividade, não deve ser inspirada em suposições. O perito deve ater-se dentro dos parâmetros da contabilidade. Conter rigor tecnológico é limitar-se ao que é reconhecido como científico no campo da especialidade, por si, expulsa o subjetivo. Conter concisão exige que as respostas evitem o prolixo, com isso excluindo palavras inúteis ao caso. Por isso é necessário que seja bem redigido, sendo de fundamental importância ater-se ao assunto e responder satisfatoriamente aos questionamentos, todavia, não deve chegar ao absurdo da exclusão de argumentos. No que tange à argumentação deve alegar por que concluiu ou em que se baseiam suas fundamentações. No que se refere à exatidão, ela é condição essencial de um laudo, com isso o perito não pode supor, mas só afirmar quando tem absoluta segurança sobre o que opina, devendo-se basear em realidades inequívocas. 4

5 Apresentar clareza se refere que o laudo está sendo escrito a terceiros e que não tem obrigação de entender terminologia tecnológica e cientifica da contabilidade. Dessa maneira frases de que abusem da terminologia contábil específica, num aspecto rebuscado impedem a clareza. O que pode ser corroborado através do Conselho Federal de Contabilidade NBC- T13 IT4 referente ao item 9: [...] Devem ser utilizados termos técnicos, devendo o texto trazer informações de forma clara. Os termos técnicos devem ser contemplados na redação do Laudo Pericial Contábil, de modo a se obter uma redação técnica que qualifica o trabalho, respeitada a Norma Brasileira de Contabilidade e o Decreto-Lei nº 9.295/46. Tratando-se de termos técnicos, devem os mesmos, caso necessário, ser acrescidos de esclarecimentos adicionais, sendo recomendada a utilização daqueles de maior domínio popular. Verifica-se que tanto Sá (2005) como o Conselho Federal de Contabilidade (1999) a NBC-T13 T4 convergem para os mesmos requisitos no que tange a qualidade do laudo. 2.4 Qualidade em serviço da Perícia Contábil A qualidade máxima de qualquer serviço, só é atingida através dos conhecimentos plenos na área em que está se atuando, de acordo com Santos e Mello (2004) o contador que tem o intere-se nos diversos campos pertinentes a sua área, é necessário considerar o treinamento do profissional, a educação continuada, a capacidade técnica do profissional, devendo estar devidamente informado no aspecto político e econômico, verificando constantemente as legislações pertinentes e o Exame de Suficiência, como base para a medida da eficiência de sua atuação. Santos e Mello (2004) informa que existem requisitos fundamentais para a prestação de serviços, que são: (a) o planejamento do processo; (b) a capacidade técnica das pessoas envolvidas no processo; (c) a satisfação do cliente. Sá (1997, p.14) ressalta que o Laudo Pericial é uma peça de alta responsabilidade que requer qualidade, devendo atender a requisitos especiais que lhes são pertinentes. De acordo com Ornelas (2003, p.95) no que se refere à organização e o desenvolvimento do laudo deve ser: Organizar e desenvolver o conteúdo do Laudo Pericial Contábil de forma lógica e tecnicamente correta obriga ao perito a pensar criativamente como oferecer uma peça técnica inteligível para seus leitores, com qualidade técnica impecáveis, que permitam, por meio de sua leitura, entender os contornos do processo, os fatos controvertidos que ensejaram o próprio pedido ou determinação das prova técnica, bem assim a certificação positiva ou negativa desses mesmos fatos. Assim sendo, Franco (1997, p.230) adverte que [...] muitas vezes o problema não é a qualidade do serviço, mas a forma de apresentá-lo, ou seja, a deficiente qualidade do relatório[...]. É de fundamental importância que o laudo apresente uma linguagem simples, com isso facilitando o entendimento. De acordo com Ornelas (2003) o perito que mostra o interesse de ser entendido pelos seus leitores, deve buscar o uso de palavras que, sem perderem o significado contábil, sejam inteligíveis a eles, no caso, o magistrado e os advogados das partes. 2.5 Estudos publicados O artigo de Medeiros e Neves Júnior (2005) sobre o tema A Qualidade do Laudo Pericial Elaborado pelo Perito-Contador na Visão de Magistrado do Rio de Janeiro e Brasília. A pesquisa foi realizada por meio de questionários de pesquisa. Foi aplicada à 40(quarenta) magistrados com o interesse de verificar a opinião dos mesmos sobre a 5

6 qualidade dos trabalhos desenvolvidos pelo perito contador. A pesquisa foi classificada como sendo exploratória e descritiva. Num aspecto geral o artigo contribuiu em verificar que a qualidade dos trabalhos produzidos pelos peritos contadores pode ser considerada satisfatória, e que mesmo assim existe uma necessidade de melhorar as técnicas que são aplicadas e insistir numa educação continuada para melhorar a qualidade dos trabalhos. Podendo-se verificar estas conclusões através dos principais pontos que foram observados que são: (i)os laudos deveriam ser mais explícitos levando em consideração que são dirigidos a pessoas que não dominam a matéria concernente a contabilidade; (ii)os textos costumam ser rebuscados e maquiados; (iii)falta a descrição dos parâmetros e sua fundamentação para elaboração dos laudos; (iv)não são claros quanto aos procedimentos adotados; (v)em geral os laudos são de boa qualidade, ocorre que às vezes a linguagem utilizada se torna muito técnica o que pode dificultar a compreensão por leigos. A pesquisa de Caldeira (2006) referente A Influência do Laudo Pericial Contábil na Decisão dos Juízes em Processos nas Varas Cíveis, constituiu em verificar a influência do Laudo Pericial Contábil na decisão dos Juízes em processos nas varas cíveis, das comarcas de Santa Maria e Santiago no estado do Rio grande do Sul. Os dados foram coletados por meio de pesquisa documental e entrevistas semi-estruturadas, dessa maneira foram pesquisadas três bases distintas: o Laudo (produto), o Juiz (cliente) e o Perito (fornecedor). Foi definida uma amostra de 10 (dez) laudos já com a sentença emitida, como também uma população constituída de 6 (seis) juizes onde aplicou-se um questionário com objetivo de coletar as decisões judiciais através do parecer do laudo pericial contábil. De acordo com o artigo de Caldeira (2006) é possível verificar a relevância do laudo Pericial na sentença. Observou-se que 52% (cinqüenta e dois por cento) dos Laudos da amostra apresentaram muita relevância, o que significa a real importância do conteúdo do laudo pericial na emissão da sentença. Apenas 32% (trinta e dois por cento) dos laudos foram considerados relevantes pelos magistrados, verificando a importância do laudo pericial contábil como meio de prova. E o restante dos 16% (dezesseis por cento) dos laudos da amostra não obteve qualquer participação na sentença emitida pelo juiz. Através do trabalho de Barbalho e Oliveira (2006) referente A Qualidade do Laudo na Perícia Judicial Contábil. Este artigo teve como finalidade de demonstrar a importância da Perícia Judicial Contábil, referente ao suporte instrumental que oferece ao Poder Judiciário no sentido de solucionar os conflitos quando esses estão relacionados com questões técnicas de ordem patrimonial. Foi feita uma análise de 20 (vinte) Laudos Periciais Contábeis de diferentes varas cíveis da justiça federal de 1º instância em Pernambuco. De acordo com o estudo de Barbalho e Oliveira (2006, p.22) obteve-se as seguintes conclusões: Apenas 30% dos laudos analisados observaram os requisitos mínimos para uma satisfatória apresentação da peça técnica pericial. 40% dos laudos não apresentavam conclusões, enquanto que os 30% restantes apresentavam falhas do tipo: emitir opinião em matéria de competência do juiz, inexistência de relatório, respostas aos quesitos utilizando apenas as expressões do tipo sim / não, etc. O trabalho de Barbalho e Oliveira (2006) contribuiu em verificar que os laudos analisados encontravam-se incompletos quanto a sua estrutura formal recomendada, analisou a realidade da qualidade dos laudos apresentados em perícias posto que pecaram quanto a clareza, argumentação, exatidão e rigor tecnológico, requisitos fundamentais para uma boa qualidade de um laudo contábil, como também constatou a importância para um melhor aperfeiçoamento da função pericial. O estudo de Silva (2006) referente A Perícia Judicial Contábil no Estado de Pernambuco: Análise Crítica das Respostas aos Quesitos. O trabalho foi desenvolvido com base em documentação direta, ou seja, verificação de processos onde necessitaram de Perícia 6

7 Contábil, com ênfase na estruturação e conteúdo dos laudos e entrevistas a Juizes, Diretores e Secretários de Varas e em documentação indireta, através de pesquisa bibliográfica. A amostra compreendeu processos com designação de perícia contábil pelo juiz do feito sendo oito (8) na 6º Vara e dois (2) na 19º Vara, foi restrito somente as Varas Trabalhistas da Capital de Pernambuco. As conclusões deste trabalho contribuíram para verificar que poucos Laudos Periciais se mostraram de forma completa, objetiva, concisa. Com relação à estrutura se apresentam de forma precária. Em 29% dos laudos analisados, o perito não evidenciou sequer o objetivo do seu trabalho. A metodologia utilizada nos trabalhos periciais foi percebida em 43% da amostra. O histórico do processo foi feito apenas em 43%. Verificou-se que 54% dos laudos tinham pedidos de esclarecimentos, sendo que grande parte destes, a motivação estava relacionada com a desatenção dos peritos na elaboração dos cálculos. 3. Pesquisa Empírica 3.1 Caracterização dos processos e documentos analisados. Os processos jurídicos analisados são relativos às varas cíveis no Distrito Federal e na cidade de Fortaleza e compreendem o período de 2000 a Desta forma, a amostra é intencional, uma vez que essas praças foram escolhidas, dadas às facilidades de acesso às documentações e processos judiciais. Os processos localizados são relativos a litígios de prestação de contas, revisão de cláusulas, ação de execução, ação de monitória, cobrança, atualização monetária, reclamação trabalhista, liquidação de sentença, revisão dos cálculos do financiamento, execução de sentença e embargo a execução. Os seguintes documentos foram analisados: (i)laudo Pericial; (ii)parecer Pericial Contábil; (iii)pedidos de Esclarecimentos; (iv)sentença do Magistrado. Para o desenvolvimento desta pesquisa foram utilizados 14 processos, quantidade máxima obtida. Cada processo teve 4 documentos analisados (laudo pericial, parecer pericial contábil, pedidos de esclarecimento, sentença do magistrado), 28 variáveis (itens do Check-list, divididos em 5 agrupamentos: dados do processo, estrutura do laudo, requisitos do laudo, suposições levantadas e resposta ao problema do artigo), considerando que foram analisados 14 processos, totalizam-se 56 documentos e 392 dados. 3.2 Pretensões da análise O objetivo desta análise exploratória foi verificar a qualidade do Laudo Pericial Contábil e sua influência na decisão de magistrado no Distrito Federal e na cidade de Fortaleza, com base na pesquisa bibliográfica e processos periciais judiciais. 3.3 Fundamentação teórica Para análise da qualidade do Laudo Pericial Contábil foram considerados nesta pesquisa os fundamentos de Sá (2005) e do Conselho Federal de Contabilidade referente à NBC-T13 IT4, os quais são sintetizados a seguir: De acordo com esse autor o Laudo Pericial Contábil deve apresentar os seguintes requisitos de qualidade: (i)ter objetividade; (ii)rigor Tecnológico; (iii)concisão; (iv)argumentação; (v)exatidão; e (vi)clareza. 7

8 No aspecto da estrutura do Laudo Pericial Contábil a pesquisa se baseou NBC-T13 IT4, nas quais definem os seguintes requisitos: (i)identificação do processo e das partes; (ii)síntese do objeto da perícia; (iii)metodologia adotada para os trabalhos periciais; (iv)identificação das diligências realizadas; (v)transcrição dos quesitos; (vi)resposta aos quesitos; (vii)conclusão; (viii)identificação do perito; e (ix)outras informações, a critério do perito contador, entendidas como importantes para melhor esclarecer ou apresentar o laudo pericial. No que se refere à análise da influência do Laudo Pericial Contábil na decisão do magistrado confrontou-se o resultado da sentença do Juiz com o conteúdo do laudo. Com isso, verificou-se se o laudo pôde elucidar na decisão do magistrado foi alcançado. 3.4 Procedimentos adotados Os processos judiciais que contemplam a perícia contábil foram analisados com base em Check-list. Este documento de verificação apresentou os seguintes quesitos: (i)dados do processo; (ii)estrutura do laudo; (iii)requisitos do laudo; (iv)análise das suposições levantadas; (v)resposta ao problema do artigo com base no processo analisado. Para responder ao item (v)resposta ao problema do artigo do Check-list, foi utilizado uma régua de pontuação onde foi atribuindo uma pontuação de 0 (zero) a 19 (dezenove) através da escala a seguir: Qualidade Mínima Qualidade Máxima Figura 1: Escala de Pontuação Fonte: Elaboração Própria A pontuação total será obtida pela somatória dos pontos de cada item de verificação. Cada item equivale a 1 (um) ponto. Desta forma, considerando que são 19 (dezenove) itens, cada Laudo poderia obter 19 (dezenove) pontos. Quanto mais próximo de 0 (zero) menos qualidade tem o laudo, o quanto mais próximo de 19 (dezenove), significa que o laudo tem mais qualidade. Foram utilizados os seguintes procedimentos: (i)coleta de documentos referentes aos processos periciais; (ii)elaboração de Check-list para verificação dos processos; e (iii)análise da qualidade dos Laudos e a relevância dos mesmos para a decisão do magistrado. Os dados foram analisados por meio do programa SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) versão 12.0, o qual permitiu o cruzamento de dados e possibilitou uma análise exploratória do problema de pesquisa formulado. 3.5 Resultados da pesquisa. Os resultados da pesquisa foram estruturados a partir dos dados e pontos de verificação contidos no Check-list. A síntese dos resultados é apresentada na tabela 1 a seguir: 8

9 Tabela 1: Quadro Geral das Respostas CHECK-LIST Primeiro Grupo: ESTRUTURA DO LAUDO Sim % Não % 1. Contém um cabeçalho que identifica o processo? 11 78, ,43 2. É apresentado o objetivo do Laudo? 13 92,86 1 7,14 3. O perito mencionou os métodos que serão utilizados na investigação? 11 78, ,43 4. O perito evidencia quais modalidades e procedimentos de perícia foram utilizados? 9 64, ,71 5. Comunica as diligências que identificam os procedimentos adotados e a coleta de dados? 6 42, ,14 6. Responde aos quesitos ou pontos controvertidos formulados pelo magistrado? 5 35, ,29 7. Responde aos quesitos formulados pela requerente? 10 71, ,57 8. Responde aos quesitos formulados pela requerida? 9 64, ,71 9. O laudo apresenta enceramento? 2 14, , O Laudo contém bibliografia? ,00 0 0, O Laudo apresenta anexo? 13 92,86 1 7, O Laudo apresenta documentos? ,00 Segundo Grupo: REQUISITOS DO LAUDO Sim % Não % 13. Apresenta objetividade? 13 92,86 1 7, Contem rigor tecnológico? 13 92,86 1 7, O Laudo é conciso? 12 85, , Apresenta argumentação nas suas respostas? 13 92,86 1 7,14 Terceiro Grupo: SUPOSIÇÕES LEVANTADAS Sim % Não % 17. O Laudo do processo analisado atinge o grau de eficiência a que se propõe ,86 1 7, O Perito não deixou margem para contestação no Laudo Pericial Contábil. 6 42, , O Laudo foi elucidativo para a decisão do magistrado ,86 1 7,14 Fonte: Elaboração Própria O primeiro grupo do Check-list contemplou os Dados do Processo. Todos os campos desses documentos foram devidamente preenchidos: N.º do processo, Cidade/UF, Vara, Fórum, Ação e o Período. Estes dados permitiram caracterizar os processos quanto a estrutura do laudo, os requisitos do laudo, as suposições levantadas e as respostas ao problema do artigo. O segundo grupo do Check-list e referente à Estrutura do Laudo, que continha 12 (doze) questionamentos que durante a leitura foram respondidos e analisados de forma criteriosa. A seguir são apresentados estes resultados. Para uma análise detalhada destas questões, contemplando os resultados das respostas e o seu cotejamento com o referencial teórico, foi realizada análise de cada questão. 1. Contém um cabeçalho que identifica o processo? Verificou-se que dos 14 (quatorze) laudos, 11(onze) ou 78,57% conseguem de forma criteriosa responder a este item, contudo, apenas 3 (três) ou 21,43% têm deficiências, sendo que dois não evidenciam o tipo de ação e o outro não evidencia as partes envolvidas no processo. 2. É apresentado o objetivo do Laudo? Constatou-se que 13 (treze) ou 92,86% dos laudos deixam claro o objetivo da lide, contudo, apenas 1 (um) ou 7,14% não deixou explícito o objetivo do laudo. 3. O Perito mencionou os métodos que serão utilizados na investigação? Identificou-se que 11(onze) ou 78,57% dos laudos mencionam os métodos utilizados, contudo, 3 (três) ou 21,43% não informaram o método de investigação. 9

10 4. O Perito evidencia quais modalidades e procedimentos de perícia foram utilizados?constatou-se que 9 (nove) ou 64,29% dos laudos evidenciam quais são as modalidades e procedimentos que os peritos adotaram, mas 5 (cinco) ou 35,71% dos laudos deixam a desejar neste item, às vezes não mencionavam a modalidade e deixavam claro os procedimentos ou vice-versa, ou apenas comunicavam quais eram os documentos que seriam analisados. 5. Comunica às diligências que identificam os procedimentos adotados e a coleta de dados? Pode-se verificar que 6 (seis) ou 42,86% dos laudos deixam claro as diligências e a coleta de dados, mas 8 (oito) ou 57,14% a grande maioria não se preocupa em esclarecer. 6. Responde aos quesitos ou pontos controvertidos formulados pelo magistrado? Verificou-se que a maioria dos laudos com relação aos questionamentos, eram quase sempre formuladas pelas partes envolvidas no processo. Por isso, 5 (cinco) ou 35,71% dos laudos constam perguntas elaboradas pelo magistrado, mas a grande maioria não formulou o que correspondeu a 9 (nove) ou 64,29% dos laudos. 7. Responde aos quesitos formulados pela requerente?a grande maioria dos quesitos foi respondida de forma fundamentada o que correspondeu a 10 (dez) ou 71,43% dos laudos, o restante dos laudos analisados (quatro) ou 28,57% não houve a formulação de quesitos. 8. Responde aos quesitos formulados pela requerida? Neste item, demonstrou-se que 9 (nove) ou 64,29% dos laudos respondem de forma fundamentada, o restante dos laudos analisados (cinco) ou 35,71%, uma vez que 4 (quatro) laudos não continham perguntas formuladas e apenas 1 (um) deixou perguntas em aberto por não conhecer a matéria. 9. O Laudo apresenta encerramento? Verificou-se que 12 (doze) ou 85,71% dos laudos, os Peritos não fizeram encerramento e apenas 2 (dois) ou 14,29% dos laudos continham a etapa de encerramento. 10. O Laudo contém bibliografia? Para verificação deste item considerou-se como bibliografia os referenciais utilizados para a fundamentação do laudo. Desta forma, foi possível observar que todos os laudos continham elementos que demonstravam a preocupação dos profissionais em descrever detalhadamente o material utilizado para a fundamentação do laudo. 11. O Laudo apresenta anexo? Constatou-se que 13 (treze) ou 92,86% dos laudos, houve a preocupação de produzir anexos para melhor fundamentar as respostas, apenas 1 (um) laudo ou 7,14% não necessitou a apresentação de anexo. 12. O Laudo apresenta documentos? Após a análise verificou-se que 100% dos laudos evidenciam quais são os documentos nos quais os Peritos fundamentaram suas respostas. O terceiro grupo é referente aos Requisitos do Laudo, conteve 4 (quatro) questionamentos e apresentou os resultados a seguir. 13. Apresenta objetividade? Constatou-se uma quase unanimidade o que representou 13 (treze) ou 92,86% dos laudos ativeram-se ao assunto, não utilizaram suposições para fundamentar as respostas e apenas 1 (um) laudo ou 7,14% utilizou o julgamento pessoal. 14. Contem rigor tecnológico? O mesmo se apresenta neste item, 13 (treze) ou 92,86% dos laudos ativeram-se ao que é reconhecido como científico na contabilidade, apenas 1 (um) laudo ou 7,14% não apresentou o rigor tecnológico em algumas respostas. 15. O Laudo é conciso? Obteve-se um resultado de 12 (doze) ou 85,71% dos laudos não foram prolixos, apenas 2 (dois) ou 14,29% não houve respostas satisfatórias dando margem a contestação. 10

11 16. Apresenta argumentação nas suas respostas? Verificou-se um total de 13 (treze) ou 92,86% dos laudos, os profissionais apresentam respostas fundamentadas, apenas 1 (um) laudo ou 7,14% não teve essa preocupação, uma vez que respondeu as questões de forma objetiva sim ou não, sem fundamentar as suas respostas. O quarto grupo se refere às suposições levantadas no artigo, foi composto de 3 (três) quesitos e apresentou os seguintes resultados: 17. O Laudo do processo analisado atinge o grau de eficiência a que se propõem? A concentração ficou em 13 (treze) ou 92,86% dos laudos, conseguiram atingir a eficiência a que se propuseram em auxiliar a justiça no aspecto de poder servir de prova e influenciar na decisão de uma lide. Apenas 1 (um) laudo ou 7,14%, de acordo com o juiz, não houve a necessidade de uma prova pericial, uma vez que o juiz tinha a sentença decidida. 18. O Perito não deixou margem para contestação no Laudo Pericial Contábil? Seis ou 42,86% dos laudos deixaram dúvidas dando margem para contestação pelas partes envolvidas do processo, o restante dos laudos (oito) ou 57,14% não deixaram dúvidas. Verificou-se em alguns laudos que os advogados das partes envolvidas, para ganhar tempo, faziam a mesma pergunta só de maneira diferente, questionando pontos que tinham sido devidamente respondidos em respostas anteriores. 19. O Laudo foi elucidativo para a decisão do magistrado? Neste quesito foi possível constatar após a leitura do processo que 13 (treze) ou 92,86% dos laudos atingiram o objetivo de serem elucidativos, conseguiram influenciar na decisão do magistrado dada a importância da prova técnica para a formação da convicção jurídica do magistrado. O restante de 1 (um) ou 7,14% apenas serviu como mais um elemento de prova, já que o juiz achou desnecessário a Perícia Contábil por ter decisão já formulada antes da Perícia. De acordo com análise dos processos e com o auxílio do Check-lit foi possível sintetizar as seguintes conclusões com relação ao item (v)resposta ao problema do artigo: No aspecto da qualidade verificou-se pela régua de pontuação que os laudos atingiram 14 (quatorze) pontos, o que representou estar bem próximo da qualidade máxima a ser observada. Constatou-se que os peritos procuraram atentar aos quesitos da qualidade na confecção do laudo. A figura 2 apresenta a pontuação do resultado obtido na análise dos laudos. Qualidade Mínima Qualidade Máxima Figura 2: Escala de Pontuação Fonte: Elaboração Própria A seguir, evidenciamos algumas informações constatadas a partir da análise dos documentos. No aspecto dos requisitos, foi constatado um cuidado por parte do profissional em responder os quesitos com objetividade, rigor tecnológico, com concisão e a devida argumentação das respostas. No que se refere à estrutura, não se evidenciou as modalidades e procedimentos a adotados, os profissionais não comunicavam as diligências efetuadas, deixando a parte expositiva e conclusiva dos laudos a desejar. No que se refere ao encerramento dos trabalhos verificou-se que a maioria não apresenta esta etapa prejudicando a veracidade das informações. Foi possível verificar com clareza que existe a preocupação em 11

12 evidenciar a bibliografia, o objetivo do laudo, em criar anexos para melhor fundamentar as repostas. No aspecto dos laudos atenderam as Normas Brasileiras de Contabilidade, foi possível verificar que existe a preocupação em evidenciar a metodologia que seria utilizada, apresentam claramente a síntese do objeto da perícia, contiveram uma estrutura e uma linguagem adequada não abandonando os termos técnicos. Contudo, verificou-se que alguns laudos não apresentavam uma estrutura adequada, tinham uma linguagem pouco acessível a leigos, ou muitas vezes não seguiam rigorosamente as normas deixando etapas sem serem cumpridas. No que se refere à influência do laudo, foi possível responder este quesitos através da confrontação dos laudos e com a decisão do juiz. Constatou-se uma quase unanimidade no quesito da influência na decisão do magistrado, 14 (quatorze) laudos foram decisivos na influência, elucidação e convicção do juiz com relação à matéria envolvida, conseguindo suprir as insuficiências do magistrado no que se refere ao conhecimento técnico e científico. Apenas 1 (um) laudo não teve a relevância necessária, já que a matéria que estava envolvida não apresentava grandes complicações para o magistrado decidir. 4. Considerações Finais A partir das fundamentações expostas e os resultados obtidos, foi possível concluir respondendo a questão inicial desta pesquisa: Qual é a avaliação da qualidade do Laudo Pericial Contábil e sua influência na decisão de magistrado nas comarcas localizadas no Distrito Federal e na cidade de Fortaleza? Como resposta a esta pergunta, verificou-se que a qualidade dos laudos, de acordo com a régua de pontuação, atingiu 14 (quatorze) pontos, o que representou quesitos que revelaram alto grau de qualidade dos trabalhos realizados. É importante destacar que as questões apresentadas pelos os litigantes do processo apresentaram os requisitos objetividade, rigor tecnológico, concisão e argumentação. No aspecto da estrutura do laudo, constatou-se a preocupação dos peritos em desenvolver e fundamentar o trabalho realizado. Estes profissionais evidenciaram o objetivo do laudo, apresentaram a metodologia e fundamentaram o trabalho com documentos e anexos que pudessem demonstrar as análises e conclusões da causa periciada. No aspecto da influência do laudo na decisão do magistrado, verificou-se que os laudos conseguiram atingir o objetivo de elucidar e esclarecer as dúvidas do magistrado, dando a convicção jurídica necessária para que o juiz consiga formular a decisão de uma lide. É importante ressaltar que existiram pontos nesta análise que evidenciaram o descuido do profissional em não formular o encerramento do laudo, em não se ater com rigor as NBC-T13-IT4 já que estão para auxiliar o perito na confecção do laudo. Quanto aos resultados obtidos pela aplicação do Check-list, verificou-se que os laudos apresentaram os quesitos de qualidade de Sá (2005) e atendem parcialmente a NBC-T13-IT4. A partir dos resultados desta pesquisa comprovamos que os laudos conseguiram atingir a eficiência a que se propuseram e são extremamente elucidativos, o que representou um total de 92,86% dos laudos analisados, podendo servir de prova e influenciar na decisão de uma lide, dada a importância da prova técnica para a formação da convicção jurídica do magistrado. Quanto os peritos deixaram margem para contestação, verificou-se que 57,14% dos laudos analisados não tiveram contestações. Contudo, devemos destacar que os demais laudos contestados, os advogados das partes envolvidas no processo faziam perguntas de maneira diferente, provavelmente como objetivo de ganhar tempo, uma vez que verificamos que as perguntas formuladas já tinham sido devidamente respondidas em outros quesitos. 12

13 Como contribuição deste trabalho, aos interessados da perícia contábil, verificou-se a importância do laudo pericial contábil para a decisão dos magistrados, bem como levantou aspectos a serem melhorados pelos peritos para uma melhor apresentação da prova técnica. Outro ponto a ser destacado é a necessidade de ampliação da quantidade dos processos analisados. As inferências declaradas neste trabalho poderão ser confirmadas em novas pesquisas. 5. Referências ALBERTO, Valder Luiz Palombo. Perícia Contábil. 3. ed. São Paulo: Atlas, BARBALHO, Claudia Reis; OLIVEIRA, Everaldo Luiz de. A Qualidade do Laudo na Perícia Judicial Contábil. Disponível em: trab2.doc >. Acesso em: 16 maio 2006 BEUREN, Ilse Maria et al. Como Elaborar Trabalhos Monográficos em Contabilidade: Teoria e Prática. 2. ed. São Paulo: Atlas, CALDEIRA, Sidenei. A influencia do laudo pericial contábil na decisão dos Juizes em processos nas varas cíveis. Disponível em: <http://www.urisantiago.br/nadri/artigos/ A%20INFLU%CANCIA%20DO%20LAUDO%20PERICIAL.pdf. Acesso em: 12 mar CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Normas Brasileira de Contabilidade Resolução n. 978/03, de , do Conselho Federal de Contabilidade DOU de NBC T13- IT4 - Laudo Pericial Contábil Disponível em:< Acesso em: 03 maio 2006 CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Normas Brasileiras de Contabilidade. Resolução n. 858/99 - Conselho Federal de Contabilidade - Publicada no DOU de Normas Brasileiras de Contabilidade - NBC T 13 Da Perícia Contábil. Disponível em : Acesso em: 03 maio FRANCO, Hilário. Temas Contábeis. São Paulo. Atlas:1997 GHERSI, Sebastián R., GHERSI, Carlos A. La Responsabilidad del Perito Judicial. Disponível em: 0 judicial. Acesso em: 04 out HOOG, Wilson Alberto Zappa. Prova Pericial Contábil: Aspectos Práticos & Fundamentais. 4. ed. Curitiba: Juruá, MEDEIROS, Thaís Alves; NEVES JUNIOR, Idalberto José das. A Qualidade do Laudo Pericial Elaborado pelo Perito Contador na Visão de Magistrados do Rio de Janeiro e Brasília. Anais do 2 o Congresso USP de Iniciação Científica. São Paulo: USP, Disponível em: <http://www.congressoeac.locaweb.com.br/artigos22005/408.pdf>.acesso em: 25/08/2006. ORNELAS, Martinho Maurício Gomes de. Perícia Contábil. 4. ed. São Paulo: Altas, SÁ, Antônio Lopes de. Perícia Contábil. 7. ed. São Paulo: Atlas, SANTOS, Creusa Maria Alves dos; MELLO, Onice Maria de. Breve discussão sobre a qualidade total em serviços periciais. Revista Brasileira de Contabilidade. Brasília, DF, a.32, n.146, p.84-89, mar/abr SILVA, Creusa Formosina Dantas. A Perícia Judicial Contábil no Estado de Pernambuco: Análise Crítica das Respostas aos Quesitos. Disponível em:< > Acesso em: 16 maio

A QUALIDADE DO LAUDO PERICIAL ELABORADO PELO PERITO CONTADOR NA VISÃO DE MAGISTRADOS DO RIO DE JANEIRO E BRASÍLIA

A QUALIDADE DO LAUDO PERICIAL ELABORADO PELO PERITO CONTADOR NA VISÃO DE MAGISTRADOS DO RIO DE JANEIRO E BRASÍLIA A QUALIDADE DO LAUDO PERICIAL ELABORADO PELO PERITO CONTADOR NA VISÃO DE MAGISTRADOS DO RIO DE JANEIRO E BRASÍLIA Autores THAÍS ALVES MEDEIROS Universidade Católica de Brasília/Ciências Contábeis IDALBERTO

Leia mais

LAUDO PERICIAL E PARECER PERICIAL CONTÁBIL

LAUDO PERICIAL E PARECER PERICIAL CONTÁBIL LAUDO PERICIAL E PARECER PERICIAL CONTÁBIL LAUDO PERICIAL Laudo é o documento, elaborado por um ou mais peritos, onde se apresentam conclusões do exame pericial. No laudo, responde se aos quesitos (perguntas)

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: PERÍCIA CONTÁBIL

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 858/99 Reformula a NBC T 13 Da Perícia Contábil. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO a necessidade de reformulação

Leia mais

PERÍCIA CONTÁBIL JUDICIAL: Um levantamento empírico de perícias realizadas no Distrito Federal sob o enfoque do planejamento e laudos periciais 1

PERÍCIA CONTÁBIL JUDICIAL: Um levantamento empírico de perícias realizadas no Distrito Federal sob o enfoque do planejamento e laudos periciais 1 PERÍCIA CONTÁBIL JUDICIAL: Um levantamento empírico de perícias realizadas no Distrito Federal sob o enfoque do planejamento e laudos periciais 1 Tânia Maria Hoepers 2 Prof. MSc. Idalberto José das Neves

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: PERÍCIA CONTÁBIL

Leia mais

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: Perícia contábil. Interesse. Alunos. 1 INTRODUÇÃO

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: Perícia contábil. Interesse. Alunos. 1 INTRODUÇÃO Um Estudo Sobre o Nível de Interesse de Alunos do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru (FAFICA) em Atuarem Como Perito Contábil RESUMO O presente trabalho

Leia mais

Joana Darc Medeiros Martins PMIRPGCC - UNB/UFPB/UFPE/UFRN. Martinho Maurício Gomes de Ornelas PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO

Joana Darc Medeiros Martins PMIRPGCC - UNB/UFPB/UFPE/UFRN. Martinho Maurício Gomes de Ornelas PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO ADERÊNCIA DE LAUDOS CONTÁBEIS ÀS NORMAS TÉCNICAS DO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, PRODUZIDOS EM PROCESSOS JUDICIAIS ENVOLVENDO CARTÕES DE CRÉDITO, FALÊNCIA E SISTEMA FINANCEIRO DA HABITAÇÃO Joana

Leia mais

PERÍCIA CONTÁBIL NA VISÃO DOS PERITOS-CONTADORES E DOS MAGISTRADOS DAS VARAS CÍVEIS DE SANTA MARIA

PERÍCIA CONTÁBIL NA VISÃO DOS PERITOS-CONTADORES E DOS MAGISTRADOS DAS VARAS CÍVEIS DE SANTA MARIA PERÍCIA CONTÁBIL NA VISÃO DOS PERITOS-CONTADORES E DOS MAGISTRADOS DAS VARAS CÍVEIS DE SANTA MARIA ARRUDA, C. M. 1 POZZOBOM, D. E. 2 SILVA, T. M. 3 RESUMO O presente trabalho foi realizado com o intuito

Leia mais

LAUDOS PERICIAIS CONTÁBEIS EM PROCESSOS JUDÍCIAIS: REQUISITOS E TÉCNICAS NA SUA ELABORAÇÃO 1

LAUDOS PERICIAIS CONTÁBEIS EM PROCESSOS JUDÍCIAIS: REQUISITOS E TÉCNICAS NA SUA ELABORAÇÃO 1 LAUDOS PERICIAIS CONTÁBEIS EM PROCESSOS JUDÍCIAIS: REQUISITOS E TÉCNICAS NA SUA ELABORAÇÃO 1 BIRRER, Ana Giovaneta Bolson 2 ; VIERO, Claudinei 3. 1 Trabalho de Pesquisa _UNIFRA 2 Curso de Ciências Contábeis

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS PLANO DE CURSO 1. Identificação

Leia mais

A RELEVÂNCIA DE UM LAUDO PERICIAL CONTÁBIL ELABORADO COM BOA QUALIDADE PARA AS DECISÕES JUDICIAIS

A RELEVÂNCIA DE UM LAUDO PERICIAL CONTÁBIL ELABORADO COM BOA QUALIDADE PARA AS DECISÕES JUDICIAIS Resumo A RELEVÂNCIA DE UM LAUDO PERICIAL CONTÁBIL ELABORADO COM BOA QUALIDADE PARA AS DECISÕES JUDICIAIS Thiago Alberto dos Reis Prado 1 Laudo pericial contábil é a peça escrita na qual o perito contador

Leia mais

PERÍCIA CONTÁBIL. Paulo Cordeiro de Mello. Economista e Contador Perito Judicial Professor Universitário

PERÍCIA CONTÁBIL. Paulo Cordeiro de Mello. Economista e Contador Perito Judicial Professor Universitário PERÍCIA CONTÁBIL Paulo Cordeiro de Mello Economista e Contador Perito Judicial Professor Universitário O que é Perícia Contábil? É o trabalho técnico, realizado por profissional com formação e conhecimento

Leia mais

Disciplina: PERÍCIA CONTÁBIL

Disciplina: PERÍCIA CONTÁBIL Disciplina: PERÍCIA CONTÁBIL 1 Prof. Fábio Ibanhez Bertuchi PROF. FÁBIO IBANHEZ BERTUCHI E-MAIL: FABIOBERTUCHI@UNITOLEDO.BR FORMAÇÃO ACADÊMICA: - Pós Graduado em Perícia Contábil e Auditoria (UEL-PR) -

Leia mais

ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007.

ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007. ANEXO F: ANEXO DO PROJETO PEDAGÓGICO VERSÃO 2007. DESCRIÇÃO DAS EMENTAS, OBJETIVOS, PLANO DE DISCIPLINAS E BIBLIOGRAFIA. DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS: CONTABILIDADE PÚBLICA II Ementa: Princípios Fundamentais

Leia mais

O PROCESSO JUDICIAL E A PERÍCIA - CONSIDERAÇÕES INICIAIS

O PROCESSO JUDICIAL E A PERÍCIA - CONSIDERAÇÕES INICIAIS Curso de Avaliações Prof. Carlos Aurélio Nadal cnadal@ufpr.br AULA 01 O PROCESSO JUDICIAL E A PERÍCIA - CONSIDERAÇÕES INICIAIS Conflito de interesses - duas pessoas possuem interesse sobre o mesmo bem

Leia mais

Perícia Contábil. Preparatório para o Exame de Suficiência em Contabilidade

Perícia Contábil. Preparatório para o Exame de Suficiência em Contabilidade Preparatório para o Exame de Suficiência em Contabilidade Perícia Contábil Professor Remo Dalla Zanna 1 BLOCO 1 Legislação: NBC TP 01 CPC Código de Processo Civil 2 Instrutor: Remo Dalla Zanna 2 Perícia

Leia mais

Prof. Eduardo Salles Pimenta. Unidade I PERÍCIA, AVALIAÇÃO E

Prof. Eduardo Salles Pimenta. Unidade I PERÍCIA, AVALIAÇÃO E Prof. Eduardo Salles Pimenta Unidade I PERÍCIA, AVALIAÇÃO E ARBITRAGEM Introdução O profissional é nomeado pelo juiz para desempenhar o papel de perito judicial. Deve elaborar um planejamento e determinar

Leia mais

PROJETO DE LEI, Nº 2007 (Do Sr. EDUARDO GOMES)

PROJETO DE LEI, Nº 2007 (Do Sr. EDUARDO GOMES) PROJETO DE LEI, Nº 2007 (Do Sr. EDUARDO GOMES) Regulamenta o exercício da atividade, define a atribuições do Perito Judicial e do Assistente Técnico e dá outras providências. O congresso nacional decreta:

Leia mais

A FUNÇÃO DO PERITO CONTÁBIL JUDICIAL E SUA INFLUÊNCIA NA SOLUÇÃO DE LITÍGIOS NA PERCEPÇÃO DOS MAGISTRADOS DO MUNICÍPIO DE CÁCERES-MT

A FUNÇÃO DO PERITO CONTÁBIL JUDICIAL E SUA INFLUÊNCIA NA SOLUÇÃO DE LITÍGIOS NA PERCEPÇÃO DOS MAGISTRADOS DO MUNICÍPIO DE CÁCERES-MT A FUNÇÃO DO PERITO CONTÁBIL JUDICIAL E SUA INFLUÊNCIA NA SOLUÇÃO DE LITÍGIOS NA PERCEPÇÃO DOS MAGISTRADOS DO MUNICÍPIO DE CÁCERES-MT 1 2 3 RESUMO Após análise do atual momento da situação da profissão

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N 1.057/05 Aprova a NBC P 2.4 Honorários O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que as Normas Brasileiras de Contabilidade

Leia mais

Palavras-chave: Pericia Contábil, Perito Contador, Ética Profissional. INTRODUÇÃO

Palavras-chave: Pericia Contábil, Perito Contador, Ética Profissional. INTRODUÇÃO PERÍCIA JUDICIAL CONTÁBIL: Ação em Prestação de Contas Área: CIÊNCIAS CONTÁBEIS Resumo: OLIVEIRA JUNIOR, Ednei de BARBOSA, Claudio Aparecido OSTE, Eber Cunha de O artigo tem como principal objetivo trazer

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS DISCIPLINA: PERÍCIA CONTÁBIL

Leia mais

Arbitral Foi regulamentada através da lei 9.307/96 e refere-se a perícia realizada no juízo arbitral- instancia criada pela vontade das partes.

Arbitral Foi regulamentada através da lei 9.307/96 e refere-se a perícia realizada no juízo arbitral- instancia criada pela vontade das partes. 1. O que significa a sigla CPC? Código Processo Civil (determina normas da Perícia) 2. Como definir a perícia? A perícia é a prova pericial que demonstra um conjunto de procedimentos técnicos e científicos

Leia mais

Telefone p/contato: 22159822

Telefone p/contato: 22159822 Telefone p/contato: 22159822 Apresentação Turma Especial aos Sábados CURSO DE FORMAÇÃO DE PERITO CONTÁBIL COM EXPERTISE FINANCEIRA O CURSO DE FORMAÇÃO DE PERITO CONTÁBIL COM EXPERTISE FINANCEIRA abordará

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.008/04

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.008/04 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.008/04 Aprova a NBC T 14 Norma sobre a Revisão Externa de Qualidade pelos Pares. O, no exercício de suas atribuições legais e regimentais; CONSIDERANDO que o controle de qualidade constitui

Leia mais

A PERÍCIA CONTÁBIL COMO IMPORTANTE MEIO DE PROVA JUDICIAL

A PERÍCIA CONTÁBIL COMO IMPORTANTE MEIO DE PROVA JUDICIAL 1 A PERÍCIA CONTÁBIL COMO IMPORTANTE MEIO DE PROVA JUDICIAL Jaqueline Neves Da Silva Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas de Três Lagoas. Jacqueline Yamaguti Ueda

Leia mais

CALC PERÍCIA, AUDITORIA E CONSULTORIA

CALC PERÍCIA, AUDITORIA E CONSULTORIA LAUDO DA PERÍCIA JUDICIAL CONTÁBIL VARA CÍVEL DA COMARCA DE MEDIANEIRA PR Autos nº: Autor: Réu: 354/2008 COBRANÇA LUIZ RIBOLDI HSBC BANK BRASIL S/A BANCO MULTIPLO Medianeira (PR), 30 de julho de 2010.

Leia mais

Inicialmente, apresentamos os dispositivos da legislação pertinente ao assunto:

Inicialmente, apresentamos os dispositivos da legislação pertinente ao assunto: P rezados concursandos, Neste encontro, vamos estudar alguns itens de um ponto que tem provocado grande apreensão nos candidatos que participarão do concurso do ICMS do Estado do Ceará. Trata se do tópico

Leia mais

A Perícia contábil e sua importância.

A Perícia contábil e sua importância. A Perícia contábil e sua importância. Prof. MSc. Wilson Alberto Zappa Hoog i Resumo: Apresentamos uma breve análise sobre a importância da perícia contábil, abordando, resumidamente, os aspectos de elaboração

Leia mais

Perícia Contábil. Prof.ª Bruna Socreppa

Perícia Contábil. Prof.ª Bruna Socreppa 1 Perícia Contábil Prof.ª Bruna Socreppa 2 O estudo da prova pericial contábil pressupõe desenvolver uma abordagem interdisciplinar, inter-relacionando diversos aspectos do Direito Processual Civil com

Leia mais

Curso (Prático) de Perícia Financeira

Curso (Prático) de Perícia Financeira Apresentação Objetivos Curso (Prático) de Perícia Financeira Contábil e O Curso de Perícia Contábil aborda as matérias necessárias aos profissionais que atuam como perito, para que interpretem adequadamente

Leia mais

SISTEMÁTICA DA PERÍCIA NO PROCESSO CIVIL

SISTEMÁTICA DA PERÍCIA NO PROCESSO CIVIL SISTEMÁTICA DA PERÍCIA NO PROCESSO CIVIL SISTEMÁTICA DA PERÍCIA NO PROCESSO CIVIL FASE INICIAL DA PERÍCIA FASE INICIAL DA PERÍCIA DEFERIMENTO DA PROVA PERICIAL N Ã O NOMEAÇÃO DO PERITO SIM A C E I T A

Leia mais

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC TP 01 NORMA TÉCNICA DE PERÍCIA CONTÁBIL

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC TP 01 NORMA TÉCNICA DE PERÍCIA CONTÁBIL NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC TP 01 NORMA TÉCNICA DE PERÍCIA CONTÁBIL OBJETIVO 1. Esta norma tem como objetivo estabelecer regras e procedimentos técnicos a serem observados pelo perito, quando

Leia mais

Palavras-chave: Contabilidade. Auditoria. Perícia. Comparação.

Palavras-chave: Contabilidade. Auditoria. Perícia. Comparação. Artigo publicado na Revista CEPPG Nº 24 1/2011 ISSN 1517-8471 Páginas 26 à 36 AUDITORIA E PERÍCIA: SEMELHANÇAS, DIFERENÇAS E A IMPORTÂNCIA DE PARA VALIDAR OS INSTRUMENTOS DA CONTABILIDADE. Carolina Borges

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.021/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.021/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.021/05 Aprova a NBC T 13.2 Planejamento da Perícia. O, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que as Normas Brasileiras de Contabilidade e suas Interpretações

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução.

Copyright Proibida Reprodução. PROCEDIMENTO PADRÃO PERÍCIA AMBIENTAL Prof. Éder Responsabilidade Clementino dos civil Santos INTRODUÇÃO BRASIL: Perícia Ambiental É um procedimento utilizado como meio de prova; Fornecimento de subsídios

Leia mais

NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE NBC TP 01, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2015 PERÍCIA CONTÁBIL Objetivo

NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE NBC TP 01, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2015 PERÍCIA CONTÁBIL Objetivo NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE NBC TP 01, DE 27 DE FEVEREIRO DE 2015 PERÍCIA CONTÁBIL Objetivo 1. Esta Norma estabelece regras e procedimentos técnico-científicos a serem observados pelo perito, quando

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS BREVE ESTUDO SOBRE DUAS AREAS ATUANTES DO CONTADOR, AUDITOR E PERITO CONTÁBIL.

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS BREVE ESTUDO SOBRE DUAS AREAS ATUANTES DO CONTADOR, AUDITOR E PERITO CONTÁBIL. 1 CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS BREVE ESTUDO SOBRE DUAS AREAS ATUANTES DO CONTADOR, AUDITOR E PERITO CONTÁBIL. BELO HORIZONTE 2011 2 1 INTRODUÇÃO Com o grande crescimento da economia no Brasil, a contabilidade

Leia mais

Ciências Contábeis. PERÍCIA CONTÁBIL: relevância do laudo pericial contábil na tomada de decisão judicial. Daniele Medina Ribas

Ciências Contábeis. PERÍCIA CONTÁBIL: relevância do laudo pericial contábil na tomada de decisão judicial. Daniele Medina Ribas Ciências Contábeis PERÍCIA CONTÁBIL: relevância do laudo pericial contábil na tomada de decisão judicial Daniele Medina Ribas Belo Horizonte 2014 Daniele Medina Ribas PERÍCIA CONTÁBIL: a relevância do

Leia mais

PERÍCIA CONTÁBIL: UMA ANÁLISE SOBRE A FORMAÇÃO ACADÊMICA DO PERITO CONTADOR

PERÍCIA CONTÁBIL: UMA ANÁLISE SOBRE A FORMAÇÃO ACADÊMICA DO PERITO CONTADOR PERÍCIA CONTÁBIL: UMA ANÁLISE SOBRE A FORMAÇÃO ACADÊMICA DO PERITO CONTADOR Leila Miranda Vasconcelos, FECILCAM, leilamvas@gmail.com Paulo José Frabi, FECILCAM, p_frabi@yahoo.com.br Fábio Rogério de Castro

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Curso de Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Curso de Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Curso de Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria PERÍCIA CONTÁBIL NA APURAÇÃO DE HAVERES: ESTUDO DE CASO DE AVALIAÇÃO JUDICIAL DE UMA GRÁFICA Rodrigo

Leia mais

Resumo. Autoria: Idalberto José das Neves Júnior, André Luiz Cordeiro Cavalcanti, Elisangela Batista Ribeiro, Moacenira Cardoso da Silva

Resumo. Autoria: Idalberto José das Neves Júnior, André Luiz Cordeiro Cavalcanti, Elisangela Batista Ribeiro, Moacenira Cardoso da Silva Perícia Contábil na Justiça do Trabalho: estudo sobre a qualidade e relevância do trabalho do perito contador, a partir da opinião de juízes que atuam na primeira instância da Justiça do Trabalho Resumo

Leia mais

CURSO DE PERÍCIA CONTÁBIL. 3ª Edição

CURSO DE PERÍCIA CONTÁBIL. 3ª Edição CURSO DE PERÍCIA CONTÁBIL 3ª Edição 1 2 ANTÔNIO GOMES DAS NEVES Contador, Perito, Professor de Legislação Trabalhista e Perícia Contábil na graduação e pós-graduação. CURSO DE PERÍCIA CONTÁBIL 3ª Edição

Leia mais

Métodos e Técnicas de Pesquisas ARTIGO CIENTÍFICO. Professor Adm. Walter Martins Júnior CRA-PR 15.063

Métodos e Técnicas de Pesquisas ARTIGO CIENTÍFICO. Professor Adm. Walter Martins Júnior CRA-PR 15.063 Métodos e Técnicas de Pesquisas ARTIGO CIENTÍFICO Professor Adm. Walter Martins Júnior CRA-PR 15.063 ALGUMAS REGRAS 2 não deixe para a última hora escreva leia alguns relatórios ou resumos faça um esboço

Leia mais

Revisão de Literatura. Perícia Contábil

Revisão de Literatura. Perícia Contábil Um estudo sobre a utilização de pedidos de esclarecimentos como estratégia na Perícia Contábil, na visão de magistrados e peritos contadores do Distrito Federal Resumo A Perícia Contábil constitui o conjunto

Leia mais

FACULDADE DE MINAS FAMINAS BH. Ciências Contábeis

FACULDADE DE MINAS FAMINAS BH. Ciências Contábeis FACULDADE DE MINAS FAMINAS BH Ciências Contábeis Adrielle Rochido dos Santos ¹ Amanda Luz Mourão ² Ana Paula Romano da Silva³ Shayane Camila dos Santos 4 Vanessa Batista Loffi Marques 5 Weslley Batista

Leia mais

Laudo Pericial Judicial

Laudo Pericial Judicial Laudo Pericial Judicial Disponível em: Acesso em: 06 jun. 2009 O Laudo é o parecer técnico resultante do trabalho realizado pelo Perito, via

Leia mais

Fernando Viana de Oliveira Filho Diretor Executivo de Perícias

Fernando Viana de Oliveira Filho Diretor Executivo de Perícias 03/12/2012 Fernando Viana de Oliveira Filho Diretor Executivo de Perícias ASPECTOS INTRODUTÓRIOS E PRÁTICOS DA PERÍCIA As características e caminhos percorridos pelo profissional na condição de perito

Leia mais

Perícia Contábil Judicial: Uma Análise Crítica. Paulo Cezar Ferreira de Souza

Perícia Contábil Judicial: Uma Análise Crítica. Paulo Cezar Ferreira de Souza Perícia Contábil Judicial: Uma Análise Crítica. Paulo Cezar Ferreira de Souza Resumo A Perícia Contábil no Brasil, apesar de já contar com regras claras, emanadas pelo CFC e de uma legislação adequada,

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA PERÍCIA CONTÁBIL NAS AÇÕES TRABALHISTAS

A IMPORTÂNCIA DA PERÍCIA CONTÁBIL NAS AÇÕES TRABALHISTAS A IMPORTÂNCIA DA PERÍCIA CONTÁBIL NAS AÇÕES TRABALHISTAS GASPARELO, Alessandra Cristina de Moraes E-mail: alessandra_gasparelo@hotmail.com] RODRIGUES, Aline E-mail: allyne_rodrigues@hotmail.com BELOTI,

Leia mais

A INFORMAÇÃO CONTÁBIL NO ÂMBITO DA MAGISTRATURA: A PERCEPÇÃO DE JUÍZES SOBRE O PAPEL DO LAUDO PERICIAL NO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO JUDICIAL

A INFORMAÇÃO CONTÁBIL NO ÂMBITO DA MAGISTRATURA: A PERCEPÇÃO DE JUÍZES SOBRE O PAPEL DO LAUDO PERICIAL NO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO JUDICIAL A INFORMAÇÃO CONTÁBIL NO ÂMBITO DA MAGISTRATURA: A PERCEPÇÃO DE JUÍZES SOBRE O PAPEL DO LAUDO PERICIAL NO PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO JUDICIAL LUIZ ROBERTO DURAN LEITÃO JÚNIOR CENTRO UNIVERSITÁRIO ÁLVARES

Leia mais

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugerimos, para elaborar a monografia de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que o aluno leia atentamente essas instruções. Fundamentalmente,

Leia mais

A CONTABILIDADE E SUA IMPORTÂNCIA PARA UM GRUPO DE EMPRESAS COMERCIAIS 1

A CONTABILIDADE E SUA IMPORTÂNCIA PARA UM GRUPO DE EMPRESAS COMERCIAIS 1 A CONTABILIDADE E SUA IMPORTÂNCIA PARA UM GRUPO DE EMPRESAS COMERCIAIS 1 SILVA, Cleusa Pereira da 2 ; FELICE, Luciana Maria Vizzotto 4 ; LORENZETT, Daniel Benitti 3 ; VIERO, Claudinei 4 1 Trabalho de Pesquisa

Leia mais

PERÍCIA CONTÁBIL E O TRABALHO DESENVOLVIDO PELO ANALISTA DO DEPARTAMENTO DE CÁLCULOS E PERÍCIAS DA ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO

PERÍCIA CONTÁBIL E O TRABALHO DESENVOLVIDO PELO ANALISTA DO DEPARTAMENTO DE CÁLCULOS E PERÍCIAS DA ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO PERÍCIA CONTÁBIL E O TRABALHO DESENVOLVIDO PELO ANALISTA DO DEPARTAMENTO DE CÁLCULOS E PERÍCIAS DA ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO Idalberto José das Neves Júnior UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA Viviane Alves

Leia mais

PERÍCIA CONTÁBIL: UMA ABORDAGEM INFLUENCIAL DO LAUDO NA DECISÃO JUDICIAL

PERÍCIA CONTÁBIL: UMA ABORDAGEM INFLUENCIAL DO LAUDO NA DECISÃO JUDICIAL PERÍCIA CONTÁBIL: UMA ABORDAGEM INFLUENCIAL DO LAUDO NA DECISÃO JUDICIAL RESUMO Silvana Karina de Melo Travassos* Mayara Duarte Andrade** A perícia está arraigada no contexto das provas aceitas no direito

Leia mais

Percepção de juízes federais em relação à forma, conteúdo e prazos dos trabalhos periciais executados pelas contadorias judiciais

Percepção de juízes federais em relação à forma, conteúdo e prazos dos trabalhos periciais executados pelas contadorias judiciais Percepção de juízes federais em relação à forma, conteúdo e prazos dos trabalhos periciais executados pelas contadorias judiciais 20 Revista do CRCRS André das Neves Dameda Contador CRCRS nº 59.401 E-mail:

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL 1 CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL Adriel Mota Ziesemer A ESTRUTURA DE UM TRABALHO PERICIAL CONTÁBIL: Normas e Formatação Pelotas, 2009 2 RESUMO Esta obra chama a atenção para as

Leia mais

Unidade II PERÍCIA CONTÁBIL. Prof. Francisco Roberto

Unidade II PERÍCIA CONTÁBIL. Prof. Francisco Roberto PERÍCIA CONTÁBIL Prof. Francisco Roberto Aspectos de uma perícia: Técnicos: Metodologia (técnica ou científica) a ser adotada na perícia. Doutrinários: A forma, modo ou o processo da realização da perícia

Leia mais

Aspectos da prova pericial no novo Código do Processo Civil 07/10/15

Aspectos da prova pericial no novo Código do Processo Civil 07/10/15 Aspectos da prova pericial no novo Código do Processo Civil 07/10/15 PROVA PERICIAL A prova pericial consiste em EXAME, VISTORIA ou AVALIAÇÃO. (Art. 420 do CPC) (Art. 464 do NCPC) 2 o De ofício ou a requerimento

Leia mais

A PARTICIPAÇÃO DO PERITO CONTADOR ASSISTENTE NA FORMAÇÃO DA PROVA TÉCNICA EM PROCESSOS JUDICIAIS DA ÁREA CÍVEL

A PARTICIPAÇÃO DO PERITO CONTADOR ASSISTENTE NA FORMAÇÃO DA PROVA TÉCNICA EM PROCESSOS JUDICIAIS DA ÁREA CÍVEL A PARTICIPAÇÃO DO PERITO CONTADOR ASSISTENTE NA FORMAÇÃO DA PROVA TÉCNICA EM PROCESSOS JUDICIAIS DA ÁREA CÍVEL Fernando Ferreira Dias Filho 1 Leila Henriques Araújo 2 RESUMO: O perito contador assistente

Leia mais

Faz saber que foi aprovada em seu Plenário a seguinte Norma Brasileira de Contabilidade (NBC), que tem por base o CT 04/2010 (R2) do Ibracon:

Faz saber que foi aprovada em seu Plenário a seguinte Norma Brasileira de Contabilidade (NBC), que tem por base o CT 04/2010 (R2) do Ibracon: Norma Brasileira de Contabilidade CFC/CTA Nº 2 DE 27/02/2015 Publicado no DO em 9 mar 2015 Dá nova redação ao CTA 02 que trata da emissão do relatório do auditor independente sobre demonstrações contábeis

Leia mais

REFLEXOS DA FALTA DOCUMENTAL NOS LAUDOS DE PERITOS CONTADORES BRASILEIROS

REFLEXOS DA FALTA DOCUMENTAL NOS LAUDOS DE PERITOS CONTADORES BRASILEIROS REFLEXOS DA FALTA DOCUMENTAL NOS LAUDOS DE PERITOS CONTADORES BRASILEIROS Idalberto José das Neves Júnior, e-mail jneves@ucb.br. Mestre em Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação. ITCP Cursos

Leia mais

REGULAMENTO Nº 001 Rev.04-A PROCEDIMENTO ARBITRAL NA ÁREA TRABALHISTA

REGULAMENTO Nº 001 Rev.04-A PROCEDIMENTO ARBITRAL NA ÁREA TRABALHISTA TAESP Arbitragem & O Mediação, com sede nesta Capital do Estado de São Paulo, na Rua Santa Isabel, 160 cj.43, nos termos dos Artigos 5º, 13, 3º e 21 da Lei 9.307/96, edita o presente REGULAMENTO PARA PROCEDIMENTOS

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR, DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA PRIMEIRA VARA CÍVEL DE COMPETÊNCIA RESIDUAL DA COMARCA DE CAMPO GRANDE (MS) PARECER TÉCNICO JUDICIAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR, DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA PRIMEIRA VARA CÍVEL DE COMPETÊNCIA RESIDUAL DA COMARCA DE CAMPO GRANDE (MS) PARECER TÉCNICO JUDICIAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR, DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA PRIMEIRA VARA CÍVEL DE COMPETÊNCIA RESIDUAL DA COMARCA DE CAMPO GRANDE (MS) PARECER TÉCNICO JUDICIAL Campo Grande/MS, 12 de julho de 2015 Processo: 0016219-61.2012.8.12.0001

Leia mais

Perícia Contábil e os Métodos: Experimental e do Raciocínio Contábil

Perícia Contábil e os Métodos: Experimental e do Raciocínio Contábil Perícia Contábil e os Métodos: Experimental e do Raciocínio Contábil Prof. Me. Wilson Alberto Zappa Hoog i Resumo: Apresenta-se uma concisa análise sobre a necessidade da aplicação de método científico,

Leia mais

Circ.Demap/Dilic-571/2013 Brasília, 4 de dezembro de 2013 Pt. 1301581740

Circ.Demap/Dilic-571/2013 Brasília, 4 de dezembro de 2013 Pt. 1301581740 1 Circ.Demap/Dilic-571/2013 Brasília, 4 de dezembro de 2013 Pt. 1301581740 Às Licitantes da Concorrência Internacional Demap nº 133/2013 Prezados Senhores: Referimo-nos ao Edital da Concorrência Internacional

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 986/03

RESOLUÇÃO CFC Nº 986/03 RESOLUÇÃO CFC Nº 986/03 Aprova a NBC T 12 Da Auditoria Interna. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que as Normas Brasileiras de Contabilidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO - ECONÔMICO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO - ECONÔMICO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO SÓCIO - ECONÔMICO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PERÍCIA CONTÁBIL CÁLCULO DE FINANCIAMENTO: ESTUDO DE CASO SOBRE RECÁLCULO DE UM FINANCIAMENTO BANCÁRIO ANDRESSA

Leia mais

RESOLUÇÃO CFP N.º 017/2002

RESOLUÇÃO CFP N.º 017/2002 RESOLUÇÃO CFP N.º 017/2002 O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA, no uso de suas atribuições legais e regimentais, que lhe são conferidas pela Lei n o 5.766, de 20 de dezembro de 1971; CONSIDERANDO que o psicólogo

Leia mais

Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ. Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS

Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ. Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS Processo nº 0312090-42.2012.8.19.0001 Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS S E N T E N Ç A Trata-se de ação de obrigação

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX. Contabilistas NBC T 13.2 Aprovação

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX. Contabilistas NBC T 13.2 Aprovação VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX Contabilistas NBC T 13.2 Aprovação Orientador Empresarial RESOLUÇÃO CFC 1.021, DE 18 DE MARÇO DE 2005 - DOU 22.04.2005 (Íntegra) Aprova

Leia mais

A CONTABILIDADE NOS PROCESSOS DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL: ANÁLISE NA COMARCA DE SÃO PAULO. Prof. Ms. Sérgio Moro Junior

A CONTABILIDADE NOS PROCESSOS DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL: ANÁLISE NA COMARCA DE SÃO PAULO. Prof. Ms. Sérgio Moro Junior A CONTABILIDADE NOS PROCESSOS DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL: ANÁLISE NA COMARCA DE SÃO PAULO Prof. Ms. Sérgio Moro Junior Banca examinadora: Prof. Dr. Martinho Maurício Gomes de Ornelas Profa. Dra. Elionor Farah

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013 Dispõe sobre a mediação extrajudicial. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Capítulo I Disposições Gerais Art. 1º Esta lei dispõe sobre mediação extrajudicial. Parágrafo único.

Leia mais

A PERÍCIA CONTÁBIL COMO INSTRUMENTO À PRESTAÇÃO JURISDICIONAL E SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO. Prof(a) Cristina Lisbôa Vaz de Mello

A PERÍCIA CONTÁBIL COMO INSTRUMENTO À PRESTAÇÃO JURISDICIONAL E SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO. Prof(a) Cristina Lisbôa Vaz de Mello A PERÍCIA CONTÁBIL COMO INSTRUMENTO À PRESTAÇÃO JURISDICIONAL E SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO Prof(a) Cristina Lisbôa Vaz de Mello 1 ...o Perito não é apenas os olhos do Juiz, é também os ouvidos, o Perito é o

Leia mais

Ciência, Filosofia e Contabilidade

Ciência, Filosofia e Contabilidade Ciência, Filosofia e Contabilidade Prof. Me. Wilson Alberto Zappa Hoog i Resumo: A pesquisa tem por fim contribuir com o esclarecimento de que a contabilidade é uma ciência com fundamentações filosóficas,

Leia mais

TEMA. Instrução e Mercado de Perícia Contábil

TEMA. Instrução e Mercado de Perícia Contábil TEMA Instrução e Mercado de Perícia Contábil Preservação da Graduação A perícia contábil é grandemente utilizada no âmbito do Poder Judiciário, mas não é um subproduto dos serviços jurídicos. A perícia

Leia mais

Idalberto José das Neves Júnior 2 e Ivonne Ivette Vergara Rivas 3. Resumo

Idalberto José das Neves Júnior 2 e Ivonne Ivette Vergara Rivas 3. Resumo A Qualidade do Laudo Pericial Contábil e sua Influência na Decisão de Magistrados nas Comarcas localizadas no Distrito Federal e na cidade de Fortaleza/CE 1 Idalberto José das Neves Júnior 2 e Ivonne Ivette

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS

ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS PROC.: 1/004275/2005 I ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA FAZENDA CONSELHO DE RECURSOSTRIBUTÁRIOS RESOLUÇÃON obs/2008 la CÂMARA SESSÃODE 23/11/2007 PROCESSODE RECURSO N 1/004275/2005 AUTO DE INFRAÇÃO: 1/200517776

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES FACELI CURSO DE DIREITO

FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES FACELI CURSO DE DIREITO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES FACELI CURSO DE DIREITO PRATICA JURIDICA II : FASE DE POSTULAÇÃO AILTON SILVA ANTUNES NILSON DE OLIVEIRA JUNIOR TITO MARÇAL DE OLIVEIRA PEREIRA LINHARES-ES

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA PROVA PERICIAL NAS DEMANDAS JUDICIAIS

A IMPORTÂNCIA DA PROVA PERICIAL NAS DEMANDAS JUDICIAIS A IMPORTÂNCIA DA PROVA PERICIAL NAS DEMANDAS JUDICIAIS * José Argemiro da Silva RESUMO Perícia contábil e prova pericial tem o mesmo significado, a finalidade é esclarecer e oferecer informações materiais

Leia mais

Evidência de Auditoria

Evidência de Auditoria Evidência de Auditoria Compreende as informações utilizadas pelo auditor para chegar às conclusões em que se fundamentam a sua opinião. Inclui as informações contidas nos registros contábeis que suportam

Leia mais

COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA

COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA O I Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência e Tecnologia/FACIT oportunizará a apresentação de Trabalhos Científicos sob a forma de Comunicação Oral para professores, profissionais

Leia mais

OBJETO DA PERÍCIA INADMISSIBILIDADE DA PERÍCIA. artigo 145 do CPC:

OBJETO DA PERÍCIA INADMISSIBILIDADE DA PERÍCIA. artigo 145 do CPC: Aulas Completas a partir de 10 de Agosto 2011, a saber: 1 Perícia (Continuação) 2 Prova Pericial 3 Perito 4 Inspeção judicial OBJETO DA PERÍCIA artigo 145 do CPC: Quando a prova do fato depender de conhecimento

Leia mais

102 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0008934-53.2008.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA

102 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0008934-53.2008.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL APELANTE: TACIO RIBEIRO FIGUEIREDO APELADO: MED LAB CENTRO DE ANÁLISE MÉDICAS E LABORATORIAIS ME RELATOR: DES. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA Responsabilidade

Leia mais

ANALISE DA FORMA DE ESTRUTURAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS NAS EMPRESAS

ANALISE DA FORMA DE ESTRUTURAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS NAS EMPRESAS ANALISE DA FORMA DE ESTRUTURAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS NAS EMPRESAS Autores: Alexandre Costa Quintana Daniele Pereira Mesquita RESUMO A forma de estruturação das demonstrações contábeis é fundamental

Leia mais

Planejamento e Gestão para Cumprimento da Meta 02. *Cristiane Pederzolli Rentzsch*

Planejamento e Gestão para Cumprimento da Meta 02. *Cristiane Pederzolli Rentzsch* Planejamento e Gestão para Cumprimento da Meta 02 *Cristiane Pederzolli Rentzsch* I - Introdução II - A Meta 02 III - Experiência da 17ª Vara da SJDF IV - Conclusão V - Agradecimentos I. Introdução O Conselho

Leia mais

Aspectos essenciais do labor do perito e dos assistentes na arbitragem

Aspectos essenciais do labor do perito e dos assistentes na arbitragem Aspectos essenciais do labor do perito e dos assistentes na arbitragem Método Científico na Perícia Arbitral Prof. MSc. Wilson Alberto Zappa Hoog i Resumo: Em razão da importância contemporânea do labor

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Gilmar Mendes Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para as eleições de 2016. O Tribunal

Leia mais

Idalberto José das Neves Júnior 2 e Cristiane Pereira Brito 3

Idalberto José das Neves Júnior 2 e Cristiane Pereira Brito 3 A COMPETÊNCIA PROFISSIONAL DE PERITOS CONTADORES NO DESENVOLVIMENTO DA PROVA PERICIAL CONTÁBIL NO ÂMBITO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS 1 Idalberto José das Neves Júnior 2 e Cristiane

Leia mais

INSTITUTO Caetano Andrade Rio de Janeiro. São Paulo EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA REGIONAL DE MADUREIRA/RJ

INSTITUTO Caetano Andrade Rio de Janeiro. São Paulo EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA REGIONAL DE MADUREIRA/RJ 1 EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA REGIONAL DE MADUREIRA/RJ PROCESSO n : 2006.202.000000-0 AÇÃO AUTORA RÉU : DECLATÓRIA : JOCE DASILVA : BANCO DO POVO CAETANO ANTONIO DE ANDRADE, perito

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO DECISÃO DE RECURSOS ADMINISTRATIVOS TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2013 PROCESSO Nº 021/2013 FASE: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA RECURSO INTERPOSTO POR ADVOCACIA LUCIANO CEOTTO RELATÓRIO Cuida-se de recurso administrativo

Leia mais

UNIVERSIDADE POSITIVO ESCOLA DE NEGÓCIOS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE POSITIVO ESCOLA DE NEGÓCIOS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE POSITIVO ESCOLA DE NEGÓCIOS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS A CONTRIBUIÇÃO DO LAUDO PERICIAL CONTÁBIL NAS DECISÕES DOS MAGISTRADOS EM PROCESSOS DA 9ª REGIÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO. JOÃO PAULO

Leia mais

Mestra em Ciências Contábeis (FECAP), janete.mendonça@cruzeirodosul.edu.br

Mestra em Ciências Contábeis (FECAP), janete.mendonça@cruzeirodosul.edu.br RELEVÂNCIA DO LAUDO PERICIAL CONTÁBIL NA TOMADA DE DECISÃO JUDICIAL: PERCEPÇÃO DE UM JUÍZ 1 THE RELEVANCE OF FORENSIC ACCOUNTING REPORT ON COURT DECISION: PERCEPTION OF A JUDGE Luiz Roberto Duran Leitão

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 Aprova a NBC T 11.8 Supervisão e Controle de Qualidade. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas

Leia mais

5 Conclusão e Considerações Finais

5 Conclusão e Considerações Finais 5 Conclusão e Considerações Finais Neste capítulo são apresentadas a conclusão e as considerações finais do estudo, bem como, um breve resumo do que foi apresentado e discutido nos capítulos anteriores,

Leia mais

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS REGULAMENTO DE HONORÁRIOS I) DISPOSIÇÃO PRELIMINAR A Engenharia de Avaliações e Perícias se tornou ao longo dos tempos uma atividade bastante restrita, exigindo do profissional atualização constante, acompanhamento

Leia mais

Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO

Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO Introdução O auditor tem o dever de documentar, através de papéis de trabalho, todos os elementos significativos

Leia mais

Aula 13 Meios de prova no Processo do Trabalho.

Aula 13 Meios de prova no Processo do Trabalho. Aula 13 Meios de prova no Processo do Trabalho. Perícia: na falta do conhecimento especializado ao juiz, este indica um técnico que possa fazer o exame dos fatos objeto da causa, transmitindo esses conhecimentos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL. A ESTRUTURA DE UM TRABALHO PERICIAL CONTÁBIL: Normas e Formatação

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL. A ESTRUTURA DE UM TRABALHO PERICIAL CONTÁBIL: Normas e Formatação CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL A ESTRUTURA DE UM TRABALHO PERICIAL CONTÁBIL: Normas e Formatação Porto Alegre, 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CASOS ESTUDADOS... 3 1.2 FUNDAMENTAÇÃO...

Leia mais