PORTUGUÊS. 02. Para responder a esta questão, considere as palavras destacadas nas seguintes passagens do texto:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PORTUGUÊS. 02. Para responder a esta questão, considere as palavras destacadas nas seguintes passagens do texto:"

Transcrição

1 PORTUGUÊS Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a 03: As ideias inovadoras não surgem espontaneamente, mas são incubadas por um período longo de tempo, misturadas com conceitos de outras pessoas, até emergir como uma ideia original. Portanto, as ideias não simplesmente brotam em nossa mente, mas evoluem e florescem antes de se revelar de forma consciente, causando a falsa impressão de que esses são momentos únicos e iluminados. Quando estudamos a origem das grandes ideias da humanidade, fica claro que esses momentos de eureca não são eventos isolados, mas acontecem múltiplas vezes num período curto de tempo. (...) O consciente coletivo humano está programado para inovar sempre, criando avanços tecnológicos. Somos, portanto, não somente responsáveis pela tecnologia, mas parte dela. As inovações surgem quando temos basicamente duas coisas: primeiro, todas as tecnologias precedentes necessárias para que algo novo tenha que existir e, segundo, que essas tecnologias anteriores estejam acessíveis a diversas pessoas. Para que um telefone funcione, é preciso uma série de outras peças, circuitos e tecnologias que suportem sua invenção. Ter uma ideia inovadora muito cedo é tão ruim e inútil quanto ter uma grande ideia muito mais tarde, depois que algo já foi inventado. Quando as partes existem, a inovação é iminente e imprescindível. Digo mais, quando o ambiente é propício, a inovação é inevitável. (Disponível em Acesso em: 23 out Adaptado) 01. Para o autor do texto: a) A existência de tecnologias precedentes não é fator relevante no processo de inovação tecnológica. b) Grandes ideias são resultado de um processo evolutivo de criação, que pressupõe a pré-existência de tecnologias necessárias ao surgimento de novas e que estejam acessíveis às pessoas. c) No processo criativo tecnológico as grandes ideias surgem de repente, pois são fruto do gênio e do trabalho de alguns poucos indivíduos. d) A humanidade inova heroicamente, pois geralmente o ambiente e as condições não são favoráveis à criação tecnológica. 02. Para responder a esta questão, considere as palavras destacadas nas seguintes passagens do texto:...misturadas com conceitos de outras pessoas, até emergir como uma ideia original. O consciente coletivo humano está programado para inovar sempre... Quando as partes existem, a inovação é iminente e imprescindível....quando o ambiente é propício, a inovação é inevitável. Sem que haja alteração de sentido do trecho, as palavras em destaque podem ser substituídas, correta e respectivamente, por: a) surgir inventar indispensável favorável b) surgir inventar dispensável adequado c) aflorar inventar indispensável contrário d) desaparecer inventar indispensável favorável 03. Releia o seguinte trecho do 1º parágrafo do texto: As ideias inovadoras não surgem espontaneamente, mas são incubadas por um período longo de tempo, misturadas com conceitos de outras pessoas, até emergir como uma ideia original. Sem que haja alteração de sentido, e de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, ao se substituir o termo em destaque, o trecho estará corretamente reescrito em: a) As ideias inovadoras não surgem espontaneamente, portanto são incubadas por um período longo de tempo, misturadas com conceitos de outras pessoas, até emergir como uma ideia original. b) As ideias inovadoras não surgem espontaneamente, conforme são incubadas por um período longo de tempo, misturadas com conceitos de outras pessoas, até emergir como uma ideia original. c) As ideias inovadoras não surgem espontaneamente, todavia são incubadas por um período longo de tempo, misturadas com conceitos de outras pessoas, até emergir como uma ideia original. d) As ideias inovadoras não surgem espontaneamente, assim são incubadas por um período longo de tempo, misturadas com conceitos de outras pessoas, até emergir como uma ideia original. FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 1

2 Leia o texto abaixo para responder às questões 04 e 05: Se você tem um perfil na rede social de Mark Zuckerberg, pode colocar na sua conta: você emite cerca de 3,5kg de dióxido de carbono (CO2) por ano na atmosfera, apenas por compartilhar notícias, mandar mensagens e postar fotos no Facebook. Para ter uma ideia, com essa quantidade de emissões é possível produzir três ou quatro bananas, ou uma xícara de café com leite, ou ainda algumas taças de vinho. Achou pouco? O fato é que a pegada de carbono dos usuários dessa rede social está crescendo, como aponta o relatório Facebook s Carbon and Energy Impact, divulgado pela própria empresa. Em 2012, cada facebooker emitiu 294 gramas de CO2 por mês. Já no ano anterior, foram 249 gramas, ou seja, cerca de 15% menos. O Facebook atribui o aumento das emissões à popularização da rede social. Mais de um bilhão de pessoas ao redor do mundo utilizam a plataforma atualmente em 2011, eram 950 milhões de internautas e o número só cresce, todos os dias. Para atender satisfatoriamente todos os usuários, a empresa precisa expandir sua infraestrutura e, segundo ela, é cada vez mais desafiador fazer isso sem prejudicar o meio ambiente. Em 2012, a pegada total de carbono do Facebook levando em conta fatores como o funcionamento dos centros de dados e dos escritórios e as viagens e o transporte dos funcionários da companhia foi de 384 mil toneladas de CO2, contra 275 mil toneladas em A matriz energética da empresa também ficou mais suja: 34% da eletricidade que utilizou vieram da queima de carvão (antes eram 27%) e o segundo lugar do ranking que costumava ser das energias limpas, como eólica e solar ficou com a energia nuclear. Na conclusão do relatório, o Facebook se comprometeu a apostar em recursos mais eficientes para diminuir sua pegada de carbono e, consequentemente, a de cada usuário da rede social. Enquanto isso não acontece, você está disposto a abrir mão do seu perfil na plataforma ou acha todos esses cálculos um exagero? (Disponível em Acesso em: 23 out Adaptado) 04. No trecho do 5º parágrafo Na conclusão do relatório, o Facebook se comprometeu a apostar em recursos mais eficientes para diminuir sua pegada de carbono e, consequentemente, a de cada usuário da rede social a palavra em destaque indica: a) modo. b) oposição. c) conclusão. d) adição. 05. A respeito do texto, assinale a alternativa correta: a) O facebook é uma rede social popular e, por isso, sua expansão não prejudica o meio ambiente. b) Acessar as redes sociais como o facebook não contribui para o aquecimento global, pois empresas de informática não utilizam combustíveis fósseis em suas atividades. c) O facebook deve apostar em recursos mais eficientes para diminuir a emissão de CO2 na atmosfera, mas isso deve provocar mudanças nos perfis dos usuários que estejam dispostos a colaborar. d) A popularização do facebook tem feito aumentar a média de participação dos usuários da rede social na quantidade de dióxido de carbono emitida pela empresa na manutenção e expansão de sua infraestrutura. 06. Assinale a alternativa contendo frase com redação de acordo com a norma-padrão de concordância: a) Os gases de efeito estufa detêm o calor na atmosfera do planeta e contribui para o aquecimento global, que tem efeitos prejudiciais sobre o meio ambiente, a vida humana e animal. b) Pegada de carbono é a medida da quantidade de dióxido de carbono que as atividades humanas produz diariamente e que é libertado para a atmosfera. c) Uma das iniciativas mais eficazes para reduzir a pegada de carbono é diminuir a dependência de combustíveis fósseis que, quando queimados, emitem toneladas de dióxido de carbono na atmosfera. d) Adotar hábitos sustentáveis, como reciclar o lixo ou reaproveitar a água, por exemplo, são pequenas ações que faz uma diferença enorme para o planeta. 07. Assinale a alternativa contendo frase com redação de acordo com a norma-padrão de concordância verbal: a) Pareciam haver mais curiosos do que interessados. b) Há pessoas que nos querem bem. c) Brigavam à toa, sem que houvessem motivos sérios. d) Na cidade haviam charretes puxadas a cavalo. FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 2

3 Leia o cartum para responder à questão 08: (diegoguaglianone.blogspot.com.br) 08. Um dos efeitos de humor do cartum reside no fato das personagens, no primeiro quadro, entenderem a expressão com a pulga atrás da orelha de forma: a) conotativa. b) irônica. c) metafórica. d) alegórica. 09. Assinale a alternativa que contenha apenas palavras sinônimas: a) coragem intrepidez covardia destemor. b) percalço contratempo transtorno facilidade. c) antagonista contraditor inimigo rival. d) explícito nítido subentendido evidente. 10. Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas da frase a seguir, empregando o sinal indicativo de crase de acordo a norma-padrão: Na velha fazenda,... que cheguei... nove horas e que percorri... cavalo, vi ferramentas expostas... chuva e plantações abandonadas... formigas. a) à às a a às b) a as à a às c) a às a à às d) à às à a as ATUALIDADES 11. Leia o texto abaixo: Procurado pelos Estados Unidos, ele é ex-técnico da CIA e pivô de uma crise que afeta as relações internacionais do governo Barack Obama com vários países da Europa e da América Latina, entre eles o Brasil. Suas revelações tiveram repercussão em jornais ao redor do mundo e têm fomentado o debate sobre privacidade online. A quem o texto faz referência? a) a Julian Assange, fundador do site WikiLeaks, que se dedica a divulgar informações confidenciais, principalmente de cunho diplomático, de diversos países. b) a François Cousteix, que invadiu a conta do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, no Twitter. c) a Edward Snowden, acusado de espionagem por vazar informações sigilosas de segurança dos Estados Unidos e revelar em detalhes alguns dos programas de vigilância que o país usa para espionar a população americana utilizando servidores de empresas como Google, Apple e Facebook e autoridades de diversos países, incluindo o Brasil. d) a Adrian Lamo, que quebrou a segurança de redes de empresas muito conhecidas, como Microsoft e Yahoo e invadiu o sistema do jornal The New York Times. FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 3

4 12. Para responder a esta questão, leia o texto abaixo: Aprovada em abril de 2013, a Emenda Constitucional nº 72 ampliou os direitos desta categoria trabalhadora, estendendo direitos já assegurados aos demais trabalhadores, como jornada de trabalho definida, horas extras, recolhimento obrigatório do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o respeito a acordo e convenções coletivas. (...) A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo IBGE, mostra que em 2011 havia cerca de 6,6 milhões de trabalhadores desta categoria no Brasil, sendo 92,6% deles mulheres. (Disponível em Acesso em: 23 Out Adaptado) O texto refere-se aos trabalhadores: a) bancários b) domésticos c) portuários d) rurais LEGISLAÇÃO 13. De acordo com a legislação municipal (Lei Municipal nº 4830/2002) que disciplina a constituição e o funcionamento administrativo da Fundação de Previdência dos Servidores Públicos Municipais Efetivos de Bauru FUNPREV, como também, a gestão dos recursos financeiros destinados à manutenção dos benefícios previdenciários, a FUNPREV deve manter um cadastro atualizado contendo as seguintes informações dos segurados, EXCETO: 14. De acordo com o Regimento Interno da FUNPREV, a Seção de Informática e Estatística possui vinculação hierárquica com a e tem como competências, por exemplo, : a) Presidência; Realizar backup dos sistemas, providenciar e manter atualizados os manuais de cada sistema, e, gerar a folha de pagamento da FUNPREV. b) Divisão Administrativa; Treinar os usuários para terem acesso ao site; atuar nas divisões, seções com livre acesso de informação, amparado na descentralização de atuação; e, providenciar e manter atualizados os manuais de cada sistema, detalhando suas entradas e processamento de saída, mencionando seus objetivos básicos. c) Procuradoria Geral; Digitalizar a documentação e dados relativos aos sistemas em funcionamento ou em implantação; elaborar o Plano de Informática da FUNPREV de forma participativa e individualizada; e, exercer ações para complementar na site/homepage da FUNPREV interfaces (links), com outros sites oficiais de órgãos públicos e de interesse da FUNPREV. d) Divisão Previdenciária; Manter atualizado o sistema de informática SIPREV, com integração e migração mensal dos LAYOUTS, PMB DAE- CAMARA MUNI- CIPAL, utilizando-se de sistemas de transmissão de dados; atuar nas divisões, seções com livre acesso de informação, amparado na concentração de atuação; e, nos treinamentos a serem efetuados por terceiros, auxiliar a divisão Administrativa na escolha das empresas que desenvolverão o projeto. MATEMÁTICA a) nome e demais dados pessoais, inclusive dos dependentes. b) matrícula e outros dados funcionais. c) local de exercício do cargo. d) remuneração de contribuição, mês a mês. 15. Ana saiu de casa às 13h45min, caminhando até o curso de inglês que fica a 15 minutos de sua casa, e chegou na hora da aula cuja duração é de uma hora e meia. A que horas terminará a aula de inglês? a) 15h 45min b) 14h 30min c) 15h 15min d) 15h 30min FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 4

5 16. Numa avenida retilínea há 9 paradas de ônibus igualmente espaçadas. A distância entre a segunda parada e a quarta é de 600m. Então a distância, em metros, entre a primeira e a última parada é: a) b) c) d) Um joalheiro utilizou 64% de uma barra de ouro de 50g para fazer duas pulseiras. Se as pulseiras têm o mesmo peso, quantos gramas de ouro o joalheiro usou em cada uma? a) 32 b) 16 c) 28 d) O máximo divisor comum dos números 36, 48 e 72 é: a) 18 b) 144 c) 12 d) Numa fábrica de brinquedos, 8 homens montam 20 carrinhos em 5 dias. Quantos carrinhos serão montados por 4 homens em 16 dias? a) 30 b) 28 c) 34 d) Se hoje um rapaz tem 24 anos e seu pai tem 42, há quantos anos a idade do pai foi o triplo da idade do filho? a) 15 b) 9 c) 18 d) 8 INFORMÁTICA 21. Assinale a alternativa que apresenta corretamente componentes eletrônicos presentes na placa mãe: a) Memória ROM Microcontrolador Hard Disk BIOS Cache CMOS b) Memória RAM Processador CO-Processador BIOS Cache CMOS c) Memória Virtual Processador Hard Disk BIOS Cache CMOS d) Memória RAM Processador Microcontrolador BIOS Cache ROM 22. O conjunto de programas que faz a interface do usuário e seus programas com o computador; o gerenciamento de recursos e periféricos (como memória, discos, arquivos, impressoras, CD-ROMs, etc.); a interpretação de mensagens e execução de programas é: a) o microprocessador b) o controlador gráfico c) o sistema de arquivos d) o sistema operacional FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 5

6 23. Assinale a alternativa que apresenta distribuições válidas do Linux: a) Mandriva Fedora Ubuntu SuSE Slackware Red Hat b) OS2 Free BSD Ubuntu Mac OS IBM OS Red Hat c) Mandriva Free BSD Ubuntu Mac OS Slackware Red Hat d) Android Windows Server Ubuntu Server Ferdora Suse 24. A extensão serve para identificar o tipo do arquivo. A extensão é composta por letras após um. (ponto) no nome de um arquivo. As extensões.log,.html,.doc e.sh representam respectivamente: a) arquivo de lotes arquivo script de execução documento de texto arquivo de servidor b) arquivo de script arquivo de lotes documento de texto arquivo de lotes c) arquivo lógico servidor de internet documento binário arquivo de script d) arquivo de registro de atividades página de internet documento de texto arquivo de script 25. No sistema GNU/Linux o diretório que contém os arquivos dos usuários, o diretório com os arquivos de configuração do computador local e o diretório que contém arquivos de programas do sistema que são usados com frequência pelos usuários, são respectivamente: a) /var /bin /sys b) /home /etc /bin c) /user /etc /dev d) /home /var /tmp 26. Na seguinte especificação de um computador: Computador s5-1450br com Intel Core i GHz, 6MB Cache, 6GB HD, 1TB RAM, Leitor de Blu-Ray, Leitor de Cartões, Wireless, AMD Radeon e Windows 8, é correto afirmar que: a) 3.0 Ghz define a velocidade da BIOS b) Core i5 refere-se ao clock c) 6 GB refere-se ao disco rígido d) 6 MB Cache é extensão memória RAM 27. No Linux, os comandos para entrar em um diretório; remover um diretório que contenha arquivos; listar os arquivos e diretórios com os seus atributos; mostrar o nome e o caminho do diretório atual são respectivamente: a) cd nomedir rm nomedir ls passwd b) cd /nomedir rm -r nomedir ls -la pwd c) cd /nomedir rd -x nomedir ls -la pwd d) cd /nomedir rm nomedir ls passwd FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 6

7 28. São divisões existentes no disco rígido que marcam onde começa e onde termina um sistema de arquivos, possibilitando inclusive a instalação de mais de um sistema operacional no computador: a) formatações físicas b) trilhas c) partições d) setores 29. Indique a alternativa que apresenta os comandos para visualizar os processos que estão sendo executados em uma estação ou servidor com o sistema operacional Windows: a) Menu Iniciar Ferramentas do Sistema Gerenciador de Processos b) CTRL ALT DEL Iniciar Gerenciador de Tarefas Aba Processos c) Painel de Controle Gerenciamento do Computador Visualizar Processos d) CTRL SHIFT TAB Iniciar Gerenciador de Processos Aba Serviços 30. No Linux o comando: ps axu tem a função de: a) Listar todos os processos em execução, incluindo o usuário que iniciou o processo e a data e hora. b) Listar todos os usuários que estão ativos no sistema e seus processos. c) Listar todos os processos em execução e a quantidade de memória utilizada para cada um. d) Listar todos os comandos enviados pelo usuário desde a sua entrada no sistema. 31. No Prompt de Comando do Windows para localizarmos em todo o computador partindo do diretório raiz todos os arquivos que possuem em seu nome a palavra previ independente de sua extensão, o comando correto é: a) dir?.* /s b) md?previ?.* /r c) dir *previ.? /s d) dir *previ*.* /s 32. No Prompt de Comando do Windows estando no diretório C:\Users\Carlos, os comandos para voltar para o diretório raiz e para entrar no diretório Luiz que se localiza dentro do diretório Users são: a) cd.. e rd\users\luiz b) md\ e cd\users\luiz c) cd\ e cd\users\luiz d) cd\ e md\users\luiz FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 7

8 33. Em uma sala com oito computadores desktop e dois notebooks wireless, para que todos possam ser conectados em rede e para que uma conexão de internet possa ser compartilhada por todos, indique a alternativa que apresenta os equipamentos necessários para obter melhor performance para este cenário: a) hub modem adaptador wi-fi b) switch roteador wi-fi modem c) hub switch modem d) switch wi-fi servidor modem 34. A Unidade de Sistema (gabinete) é um módulo principal do microcomputador, que contém: a) o conjunto de periféricos, que processam informações. b) fonte de alimentação, placa mãe e dispositivos como o HD, CD/DVD, placas para expansão. c) Memória RAM/ROM, periférico e software. d) CPU, monitor vídeo, teclado e mouse. 35. O componente apresentado na figura abaixo, encontrado em computadores e notebooks, é denominado: a) placa de rede b) controladores de HD c) memória RAM d) placa de vídeo 36. No Linux o formato do comando que permite o usuário mudar sua identidade para outro usuário sem fazer o logout e sem ter que abandonar a seção atual, é: a) cd user [usuário] b) ps ax [usuário] c) user [usuário] d) su [usuário] 37. No Windows uma das formas de criar, renomear, mover e excluir pastas e arquivos, além de podermos visualizar toda a estrutura de pastas, tanto na máquina local como no ambiente de rede é: a) Painel de Controle - Sistema b) Gerenciador de Dispositivos c) Windows Explorer d) Windows Center FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 8

9 38. Analise as afirmações abaixo tomando como base o Windows, indicando Verdadeiro ou Falso: ( ) Compartilhar uma pasta ou uma unidade de um computador na rede, permitindo o acesso de qualquer outro computador para leitura e gravação na mesma, não é permitido tendo em vista bloqueio de segurança. ( ) Uma das formas para compartilhar uma impressora conectada a um micro para que os demais micros da rede possam utilizá-la, é através do Iniciar Configurações Dispositivos e Impressoras clique na impressora que deseja compartilhar Botão direito do Mouse Propriedades Compartilhamento. ( ) É possível acessar uma pasta compartilhada em um computador em uma rede no Windows, digitando no Windows Explorer o caminho desejado, com o formato \\nomecomputador\nomepasta. Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de verdadeiro ou falso: a) V V F b) F V F c) F V V d) V V V 39. O equipamento que é utilizado principalmente em servidores para suprir a falta de energia elétrica por um determinado período de tempo é: a) Roteador b) Estabilizador c) Filtro de linha d) Nobreak 40. Placas mãe que apresentam um desempenho superior, pois dispõem de placas controladoras dedicadas, como por exemplo, placas de vídeo, som e rede, são denominadas de placas: a) less-board b) off-board c) on-board d) x-board Utilize a figura abaixo para responder às questões 41, 42 e 43: FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 9

10 41. Assinale a alternativa correta que apresenta qual é a placa apresentada na figura. a) placa HD de vídeo b) placa mãe c) placa de captura de vídeo d) processador Core i5 42. A quantidade de slot(s) disponível(is) para instalação de memória RAM é: a) 3 b) 4 c) 1 d) Assinale a alternativa que apresenta os componentes e dispositivos que NÃO estão presentes nesta placa: a) slots para memória RAM e para o chip do processador b) conectores IDE c) slots PCI e AGP d) slot para conexão wireless 44. Servidor que funciona como um intermediário no contato dos computadores da rede local com outras máquinas fora dela, como por exemplo, na internet. Ele recebe as requisições de acesso externo dos hosts locais e as repassa a outros computadores fora da rede local, retornando as respostas aos computadores que as solicitaram. Este tipo de servidor é: a) IIS b) PROXY c) HTTPS d) SAMBA 45. O recurso que pode ser configurado no software livre Squid que armazena o conteúdo acessado, de forma que se algum host fizer novamente uma requisição ao mesmo conteúdo, que já se encontra armazenado, é feito o carregamento deste conteúdo sem a necessidade de efetuar uma nova busca dos dados na internet. Este recurso é: a) Memória virtual b) RAM c) Cache d) FTP FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 10

11 46. O software que dentre outras funcionalidades permite o compartilhamento de arquivos entre máquinas Windows e Linux, ou ainda entre máquinas Linux com outros sistemas operacionais, como por exemplo o Macintosh, é: a) SQUID b) IIS c) SAMBA d) PROXY 47. Em um servidor SAMBA indique a alternativa que apresenta os programas responsáveis por mapear unidades compartilhadas no Linux: a) smbmount e smbclient b) mount e unmount c) smb e smbclient d) smbfs e smbmount 48. Assinale a alternativa que apresenta o comando no Linux para alterar a permissão do arquivo teste, para que outros usuários, o grupo e o dono tenham direito de execução, leitura e gravação: a) chown 677 teste b) chmod 777 teste c) chmod uo+x teste d) chown 776 teste 49. Para listar o arquivo trabalho.txt utilizando a console de comandos do Linux, temos o comando: a) targz trabalho.txt b) cat trabalho.txt grep console c) cat trabalho.txt d) pipe trabalho.txt grep /dev/usb/lp0 50. Em determinadas distribuições do Linux, um dos gerenciadores de pacotes que permite instalar, remover e atualizar qualquer programa em seu sistema, além de permitir baixar e instalar programas da internet, é: a) targz-get b) apt-get c) ifconfig d) apt-download FUNPREV Edital 01/2013 Operador de Computador 11

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux SOFTWARE LIVRE A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades. Acesso ao código-fonte é um pré-requisito

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01

Montagem e Manutenção (Hardware) Aula 01 Aula 01 1 Explique porque é importante saber Montagem e Manutenção de Computadores hoje? 2 Defina Hardware. 3 Explique Transistor. 4 Faça uma breve explicação da Evolução dos Hardwares usados nos computadores.

Leia mais

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos Partição Parte de um disco físico que funciona como se fosse um disco fisicamente separado. Depois de criar uma partição, você deve formatá-la e atribuir-lhe uma letra de unidade antes de armazenar dados

Leia mais

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM

Guia de Instalação SIAM. Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação do Servidor SIAM Documento Gerado por: Amir Bavar Criado em: 18/10/2006 Última modificação: 27/09/2008 Guia de Instalação SIAM Procedimento de Instalação

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br QUESTÕES TRE / TJ FCC 2007 CARGO: TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA QUESTÃO 11 -. Com relação a hardware, é correto afirmar que: (A) Computadores com placas-mãe alimentadas por fontes ATX suportam o uso do comando

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03. Prof. Gabriel Silva FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 03 Prof. Gabriel Silva Temas da Aula de Hoje: Servidores Linux. Conceitos Básicos do Linux. Instalando Servidor Linux.

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Hardware André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Gerações de hardware Tipos de computadores Partes do Microcomputador Periféricos Armazenamento de

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais

Professor: Roberto Franciscatto. Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Professor: Roberto Franciscatto Curso: Engenharia de Alimentos 01/2010 Aula 3 Sistemas Operacionais Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware: Gerencia os recursos

Leia mais

Treinamento para Manutenção dos Telecentros

Treinamento para Manutenção dos Telecentros Treinamento para Manutenção dos Telecentros Módulo II :: Utilizando o Linux Básico do Sistema Manoel Campos da Silva Filho Professor do IFTO/Palmas 1 2 Código Aberto/Open Source Programas (softwares/aplicativos)

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

O relacionamento direto com o cliente, respeito mútuo, responsabilidade, flexibilidade e adaptabilidade são os principais valores da Infolux.

O relacionamento direto com o cliente, respeito mútuo, responsabilidade, flexibilidade e adaptabilidade são os principais valores da Infolux. A NOSSA HISTÓRIA A Infolux Informática possui seu foco de atuação voltado para o mercado corporativo, auxiliando micro, pequenas e médias empresas na tarefa de extrair o máximo de benefícios com investimentos

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) Sobre o sistema operacional Windows 7, marque verdadeira ou falsa para cada afirmação: a) Por meio do recurso Windows Update é possível manter o sistema

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Introdução a microinformática William S. Rodrigues HARDWARE BÁSICO O hardware é a parte física do computador. Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja,

Leia mais

Guia do usuário do Seagate Dashboard

Guia do usuário do Seagate Dashboard Guia do usuário do Seagate Dashboard Guia do usuário do Seagate Dashboard 2013 Seagate Technology LLC. Todos os direitos reservados. Seagate, Seagate Technology, o logotipo Wave e FreeAgent são marcas

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br.

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação Apresentação & Introdução Condicionamento www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Mensurando Dados Sistemas de numeração Conceitos

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução.

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução. Apresentação www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Apresentação & Introdução Condicionamento Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Conceitos Iniciais 1 Mensurando Dados Sistemas

Leia mais

Prof. Esp. Lucas Cruz

Prof. Esp. Lucas Cruz Prof. Esp. Lucas Cruz O hardware é qualquer tipo de equipamento eletrônico utilizado para processar dados e informações e tem como função principal receber dados de entrada, processar dados de um usuário

Leia mais

Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio

Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio Programa A busca da formação integral de adolescentes que habitam as periferias e bolsões de miséria em Cascavel/PR através da saúde, do meio ambiente, da cultura e da tecnologia O que é computador? O

Leia mais

Labgrad. Usúario: Senha: senha

Labgrad. Usúario: <matricula> Senha: senha Suporte A equipe do Suporte é responsável pela gerência da rede do Departamento de Informática, bem como da manutenção dos servidores da mesma, e também é responsável pela monitoria do LabGrad e do LAR.

Leia mais

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de manutenção para activistas comunitários Modulo I INTRODUÇÃO AO EQUIPAMENTO INFORMÁTICO Respostas as perguntas do modulo I Aula 1 1. Qual dos seguintes itens faz parte do kit

Leia mais

Manual do usuário. Mobile Player

Manual do usuário. Mobile Player Manual do usuário Mobile Player Mobile Player Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para a sua instalação e operação e traz

Leia mais

I N F O R M Á T I C A. Sistemas Operacionais Prof. Dr. Rogério Vargas Campus Itaqui-RS

I N F O R M Á T I C A. Sistemas Operacionais Prof. Dr. Rogério Vargas Campus Itaqui-RS I N F O R M Á T I C A Sistemas Operacionais Campus Itaqui-RS Sistemas Operacionais É o software que gerencia o computador! Entre suas funções temos: inicializa o hardware do computador fornece rotinas

Leia mais

ArcSoft MediaConverter

ArcSoft MediaConverter ArcSoft MediaConverter User Manual Português 1 201004 Índice Índice... 2 1. Índice... 3 1.1 Requisitos do sistema... 4 1.2 Extras... 4 2. Convertendo arquivos... 7 2.1 Passo1: Selecionar mídia... 7 2.1.1

Leia mais

Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux

Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux Introdução Um sistema operacional de rede é simplesmente um sistema operacional com serviços de rede, que chamamos de um modo geral de servidor. Dependendo

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Programa Instrutor Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática 18 de Maio de 2010 Programa Instrutor (Universidade Federal do Montagem Paraná,

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Andrique Amorim www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Classificação dos Sistemas Operacionais Classificação Os sistemas operacionais podem ser classificados segundo diversos parâmetros e perspectivas.

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO As respostas das atividades deverão ser mais simples e completas possíveis e baseadas nas aulas (vídeo-aula). Acrescentei mais informações para servirem de material de apoio aos estudos para avaliações

Leia mais

Índice. Mamut Gravador Telefônico Digital MGC Manual de Instalação Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0

Índice. Mamut Gravador Telefônico Digital MGC Manual de Instalação Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0 Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0 Índice 1- Preparação da CPU para o funcionamento do Gravador Digital Mamut 1.1 - Preparação da CPU 1.2 - Instalação do Firebird 2 - Instalação

Leia mais

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação.

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. 1.Todo software livre deve ser desenvolvido para uso por pessoa física em ambiente com sistema

Leia mais

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Perguntas relacionadas com a Aula 2 do Módulo I Aula 2 1. Qual das alíneas encontram-se mencionados todos os tipos de computador por

Leia mais

LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1

LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1 LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1 Comandos para manipulação de diretório 1. ls Lista os arquivos de um diretório. 2. cd Entra em um diretório. Você precisa ter a permissão de execução para entrar no diretório.

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06. Wilson Rubens Galindo

INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06. Wilson Rubens Galindo INFORMÁTICA BÁSICA PARA FUNCIONÁRIOS IFPE AULA 06 Wilson Rubens Galindo SITE DO CURSO: http://www.wilsongalindo.rg3.net Caminho: Cursos Informática Básica para Servidores Grupo de e-mail: ibps2010@googlegroups.com

Leia mais

Guia Rápido de Instalação Ilustrado

Guia Rápido de Instalação Ilustrado Livre S.O. Guia Rápido de Instalação Ilustrado Introdução Este guia tem como objetivo auxiliar o futuro usuário do Livre S.O. durante o processo de instalação. Todo procedimento é automatizado sendo necessárias

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

No mercado atual, podemos encontrar vários tipos de sistemas operacionais que fazem parte das seguintes classes:

No mercado atual, podemos encontrar vários tipos de sistemas operacionais que fazem parte das seguintes classes: Módulo 4 Sistema Operacional Sistemas Operacionais Neste módulo falaremos sobre alguns sistemas operacionais existentes no mercado, suas características, e conheceremos o básico das redes de computadores.

Leia mais

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA BRASIL ASSISTÊNCIA S.A., CNPJ: 68.181.221/0001-47 ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO Ao necessitar de algum

Leia mais

AULA 5 Sistemas Operacionais

AULA 5 Sistemas Operacionais AULA 5 Sistemas Operacionais Disciplina: Introdução à Informática Professora: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Sistemas Operacionais Conteúdo: Partições Formatação Fragmentação Gerenciamento

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos Ao final desta apostila,

Leia mais

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária

Hardware e Software Conceitos Básicos. ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Hardware e Software Conceitos Básicos ATES Associação do Trabalho e Economia Solidária Conceitos Básicos Hardware É a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos

Leia mais

Revisão Aula 3. 1. Explique a MBR(Master Boot Record)

Revisão Aula 3. 1. Explique a MBR(Master Boot Record) Revisão Aula 3 1. Explique a MBR(Master Boot Record) Revisão Aula 3 1. Explique a MBR(Master Boot Record). Master Boot Record Primeiro setor de um HD (disco rígido) Dividido em duas áreas: Boot loader

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

Windows 7. 1.1. Barra de Tarefas 1.1.1. Botão Iniciar e Menu Iniciar Lista de Saltos: apresenta lista de arquivos recentemente acessados

Windows 7. 1.1. Barra de Tarefas 1.1.1. Botão Iniciar e Menu Iniciar Lista de Saltos: apresenta lista de arquivos recentemente acessados Windows 7 1. Área de Trabalho ou Desktop 1.1. Barra de Tarefas 1.1.1. Botão Iniciar e Menu Iniciar Lista de Saltos: apresenta lista de arquivos recentemente acessados Noções de Informática Henrique Sodré

Leia mais

ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979.

ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979. ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA USS SOLUÇÕES GERENCIADAS S.A. CNPJ: 01.979.936/0001-79 ASSISTÊNCIA HELP DESK REMOTO Ao necessitar de algum

Leia mais

Manual do usuário. Mobile Auto Download

Manual do usuário. Mobile Auto Download Manual do usuário Mobile Auto Download Mobile Auto Download Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para a sua instalação e

Leia mais

REVISÃO LINUX CAP /SIN PROF. ESTRELA. e) os

REVISÃO LINUX CAP /SIN PROF. ESTRELA. e) os REVISÃO LINUX CAP /SIN PROF. ESTRELA 1 - Em um determinado servidor Linux, a saída do comando "df" aponta 100% de uso no "/". Isso significa que a(o): a) rede atingiu sua capacidade máxima de recepção.

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado

Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Sistema Operacional Unidade 4.2 - Instalando o Ubuntu Virtualizado Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 CRIAÇÃO DA MÁQUINA VIRTUAL... 3 Mas o que é virtualização?... 3 Instalando o VirtualBox...

Leia mais

Aula 02. Introdução ao Linux

Aula 02. Introdução ao Linux Aula 02 Introdução ao Linux Arquivos Central de Programas do Ubuntu A Central de Programas do Ubuntu é uma loja de aplicativos integrada ao sistema que permite-lhe instalar e desinstalar programas com

Leia mais

V O C Ê N O C O N T R O L E.

V O C Ê N O C O N T R O L E. VOCÊ NO CONTROLE. VOCÊ NO CONTROLE. O que é o Frota Fácil? A Iveco sempre coloca o desejo de seus clientes à frente quando oferece ao mercado novas soluções em transportes. Pensando nisso, foi desenvolvido

Leia mais

Tópicos da aula. Histórico e Evolução dos Computadores. Noções Básicas de Arquitetura de Computadores

Tópicos da aula. Histórico e Evolução dos Computadores. Noções Básicas de Arquitetura de Computadores Tópicos da aula Introdução Histórico e Evolução dos Computadores Noções Básicas de Arquitetura de Computadores Características gerais dos componentes de um computador digital Objetivos da aula Complementar

Leia mais

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Prof. Victor Halla Conteúdo Arquitetura de Processadores: Modo Operacional; Velocidade; Cache; Barramento; Etc. Virtualização: Maquinas virtuais; Gerenciamento

Leia mais

MANUAL CFTV DIGITAL - LINHA LIGHT 16 CANAIS 120 FPS / VID 120-LI CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR 16 Canais - 120 FPS Processador Dual Core 2.0GHZ ou superior; Placa Mãe Intel ou Gigabyte com chipset Intel;

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Manual do usuário. Mobile Client

Manual do usuário. Mobile Client Manual do usuário Mobile Client Mobile Client Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para a sua instalação e operação e traz

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01

Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública Sistemas de Informação Gerenciais 2º Período 2013.2 QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01 FCC - 2013 - Banco do Brasil - Escriturário

Leia mais

GABARITO - B. manuel@carioca.br

GABARITO - B. manuel@carioca.br NOÇÕES DE INFORMÁTICA EDITORA FERREIRA PROVA MPRJ -TÉCNICO ADMINISTRATIVO - TADM NCE-UFRJ CORREÇÃO - GABARITO COMENTADO Considere que as questões a seguir referem-se a computadores com uma instalação padrão

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação)

AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação) AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação) Digitalização. Arquitectura básica do hardware. Input, processamento,

Leia mais

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Ambiental Prof.: Maico Petry Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Informática Aplicada O Que éinformação? Dados

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 Protocolo de rede... 3 Protocolo TCP/IP... 3 Máscara de sub-rede... 3 Hostname... 3

Leia mais

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Conceitos Básicos de Redes: parte 1 Neste roteiro são detalhados os equipamentos componentes em uma rede de computadores. Em uma rede existem diversos equipamentos que são responsáveis por fornecer

Leia mais

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0 Conteúdo do Manual. Introdução. Capítulo Requisitos. Capítulo Instalação 4. Capítulo Configuração 5. Capítulo 4 Cadastro de Devolução 6. Capítulo 5 Relatório 7. Capítulo 6 Backup 8. Capítulo 7 Atualização

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 02 Hardware e Software Sistemas de Informação Baseados no Computador - CBIS PROCEDIMENTOS PESSOAS HARDWARE SOFTWARE BANCO DE DADOS TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 248/2012

PREGÃO ELETRÔNICO N 248/2012 CIRCULAR N 02/2012 PREGÃO ELETRÔNICO N 248/2012 OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS de microcomputadores, notebooks, projetores multimídia e servidores básicos, de acordo com as condições e especificações constantes

Leia mais

ERRATA DE EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL 005/2015

ERRATA DE EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL 005/2015 ERRATA DE EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL 005/2015 No Anexo I Termo de Referência Item 03 (Três) Da Especificação. Os respectivos itens estão sublinhados. ONDE SE LÊ: 1) DA ESPECIFICAÇÃO 1 Processador

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

Informática I. Aula 19. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/11/06 1

Informática I. Aula 19. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/11/06 1 Informática I Aula 19 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/11/06 1 Ementa Histórico dos Computadores Noções de Hardware e Software Microprocessadores Sistemas Numéricos e Representação

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 21 A opção de alterar as configurações e aparência do Windows, inclusive a cor da área de trabalho e das janelas, instalação e configuração de hardware, software

Leia mais

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc

Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Pré-requisitos para Instalação Física e Lógica do Sisloc Sumário: 1. Pré-requisitos de instalação física e lógica do Sisloc... 3 Servidores de Dados... 3 Servidores de Aplicação (Terminal Service)... 3

Leia mais

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Este artigo demonstra como configurar uma rede virtual para ser usada em testes e estudos. Será usado o VirtualBox

Leia mais

AULA 10 TUTORIAL VIRTUALBOX

AULA 10 TUTORIAL VIRTUALBOX AULA 10 TUTORIAL VIRTUALBOX 1 Sumário Tutorial VirtualBox - Configurações e Utilização... 3 Requisitos Mínimos... 3 Compatibilidade... 3 Download... 3 Instalação do VirtualBox... 4 Criando a Máquina Virtual

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA POR PRAZO DETERMINADO

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA POR PRAZO DETERMINADO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA CENTRAL DE INFORMÁTICA PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA POR PRAZO DETERMINADO INFORMAÇÕES A) A prova consta de 20 questões de múltipla escolha,

Leia mais

16:21:50. Introdução à Informática com Software Livre

16:21:50. Introdução à Informática com Software Livre 16:21:50 Introdução à Informática com Software Livre 1 16:21:50 Hardware & Software 2 16:21:50 Hardware Hardware é a parte física de um computador, é formado pelos componentes eletrônicos, como por exemplo,

Leia mais

LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS. PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO

LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS. PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO LABORATÓRIO DE SISTEMAS OPERACIONAIS PROFª. M.Sc. JULIANA HOFFMANN QUINONEZ BENACCHIO O Linux se refere aos itens de hardware como dispositivos (devices), e os referencia como arquivos. Os arquivos de

Leia mais

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas O conteúdo deste documento tem como objetivos geral introduzir conceitos mínimos sobre sistemas operacionais e máquinas virtuais para posteriormente utilizar

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Componentes Sistema Informação Hardware - Computadores - Periféricos Software - Sistemas Operacionais - Aplicativos - Suítes Peopleware - Analistas - Programadores - Digitadores

Leia mais

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. Não efetue qualquer marcação nos campos destinados à atribuição de notas.

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. Não efetue qualquer marcação nos campos destinados à atribuição de notas. INSTRUÇÕES Verifique, com muita atenção, este Caderno de QUESTÕES que deverá conter 14 (treze) questões de múltipla escolha, sendo 10 (dez) de Conhecimentos Específicos de Técnico de Informática e 4 (quatro)

Leia mais

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX. SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraújo

ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX. SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraújo ADMINISTRAÇÃODEREDES BASEADASEM LINUX SalvadorAlvesdeMeloJúnioreIsmaelSouzaAraújo INFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO Autor Salvador Alves de Melo Júnior e Ismael Souza Araújo Salvador Alves de Melo Júnior: Mestre

Leia mais

Edital 012/PROAD/SGP/2012

Edital 012/PROAD/SGP/2012 Edital 012/PROAD/SGP/2012 Nome do Candidato Número de Inscrição - Assinatura do Candidato Secretaria de Articulação e Relações Institucionais Gerência de Exames e Concursos I N S T R U Ç Õ E S LEIA COM

Leia mais

FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS EFETIVOS DE BAURU FUNPREV CNPJ 46.139.960/0001-38

FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS EFETIVOS DE BAURU FUNPREV CNPJ 46.139.960/0001-38 FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS EFETIVOS DE BAURU FUNPREV CNPJ 46.139.960/0001-38 Concurso Público Prova Objetiva PROCESSO SELETIVO ESTÁGIO TÉCNICO DE INFORMÁTICA INSTRUÇÕES

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Módulo 1 Sistemas Operacionais 1 Sistema computacional Sistemas feitos para resolver problemas Problema: como obter determinado resultado, com base em dados

Leia mais

Tecnologia e Informática

Tecnologia e Informática Tecnologia e Informática Centro Para Juventude - 2014 Capitulo 1 O que define um computador? O computador será sempre definido pelo modelo de sua CPU, sendo que cada CPU terá um desempenho diferente. Para

Leia mais

Prova dos Correios - Comentada

Prova dos Correios - Comentada Unidade Zona Sul - (84) 3234-9923 Unidade Zona Norte (84) 3214-4595 www.premiumconcursos.com 1 Texto para as questões de 1 a 3 A figura abaixo ilustra uma janela do Microsoft Office Excel 2007 com uma

Leia mais