PRINCÍPIOS BÁSICOS DA CONCEÇÃO DE WEBSITES MÓVEIS: CAPTE OS UTILIZADORES E GERE CONVERSÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRINCÍPIOS BÁSICOS DA CONCEÇÃO DE WEBSITES MÓVEIS: CAPTE OS UTILIZADORES E GERE CONVERSÕES"

Transcrição

1 PRINCÍPIOS BÁSICOS DA CONCEÇÃO DE WEBSITES MÓVEIS: CAPTE OS UTILIZADORES E GERE CONVERSÕES

2 ÍNDICE INTRODUÇÃO 03 METODOLOGIA 04 PÁGINA INICIAL E NAVEGAÇÃO NO WEBSITE 05 PESQUISA NO WEBSITE 11 COMÉRCIO ELETRÓNICO E CONVERSÕES 17 PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIOS 24 USABILIDADE E FATORES DE FORMA 31 ASPETOS TÉCNICOS FUNDAMENTAIS 40

3 INTRODUÇÃO Os consumidores recorrem, cada vez mais, à rede móvel para pesquisar e descobrir conteúdos, o que faz com que, para as empresas, seja mais importante do que nunca ter uma presença móvel eficaz. Mas que caraterísticas deverá ter um bom website para telemóveis? A fim de dar resposta a esta questão, a Google e a AnswerLab realizaram um estudo de investigação em que foi analisada a forma como um grupo heterogéneo de utilizadores interagia com diversos websites móveis. O nosso objetivo foi estabelecer as melhores práticas na conceção de websites móveis. 03

4 METODOLOGIA O estudo foi desenvolvido através de sessões presenciais de usabilidade, de 119 horas, com participantes de Chicago e São Francisco. Foi pedido aos participantes que executassem diversas tarefas chave nos seus próprios telefones. Foram incluídos utilizadores tanto do Android como do ios. Para cada website pedimos aos participantes que completassem uma tarefa que gerasse uma conversão, como efetuar uma compra, fazer uma reserva ou procurar informação sobre planos ou preços. Os participantes comentavam em voz alta as suas impressões enquanto executavam as tarefas e, depois, avaliavam a sua experiência em cada site. Os investigadores também fizeram uma avaliação em função da sua experiência com o site, assim como do grau de sucesso na finalização da tarefa, e organizaram um registo dos erros ou problemas dos sites, conforme a gravidade dos mesmos. Os resultados revelaram 25 princípios básicos para a conceção de websites móveis, que agrupámos em cinco parágrafos: Página inicial e navegação no website Função de pesquisa no site Comércio eletrónico e conversões Preenchimento de formulários Usabilidade e fatores de forma Em cada um destes princípios, fornecemos informação obtida no nosso estudo, a ideia principal para a conceção do seu website e uma imagem ilustrativa de um dos melhores sites. O aspeto comum a todos os parágrafos é que os utilizadores de telemóveis costumam concentrar-se na consecução dos seus objetivos esperam obter o que necessitam de um site, de forma fácil, imediata e à medida do pretendido. Garantia do sucesso do seu website através de uma conceção que tenha em conta o contexto e as necessidades dos utilizadores, sem sacrificar a riqueza do conteúdo. 04

5 PÁGINA INICIAL E NAVEGAÇÃO NO WEBSITE 05

6 PÁGINA INICIAL E NAVEGAÇÃO NO WEBSITE A página inicial do computador serve, simultaneamente, de página de boas-vindas, de centro de mensagens e de espaço promocional; no entanto, a de um site móvel deverá concentrar-se em conectar os utilizadores ao conteúdo que procuram. Neste parágrafo, analisamos os princípios básicos para construir uma página inicial móvel que ofereça aos utilizadores aquilo que procuram, e de forma rápida. PRINCÍPIOS BÁSICOS 1 COLOQUE AS CALLS-TO-ACTION EM PRIMEIRO PLANO 2 UTILIZE MENUS BREVES E CONCISOS 3 FAÇA COM QUE SEJA FÁCIL VOLTAR À PÁGINA INICIAL 4 EVITE QUE AS PROMOÇÕES CONCENTREM TODA A ATENÇÃO 06

7 1. COLOQUE AS CALLS-TO-ACTION EM PRIMEIRO PLANO É fácil que um elemento do menu passe despercebido aos utilizadores de telemóvel; por essa razão, deverá colocar as suas principais calls-to-action onde os utilizadores as possam ver. Para os participantes do estudo foi muito simples completar tarefas em sites que mostravam claramente as calls-to-action básicas na área principal e as tarefas secundárias em menus ou na parte inferior. As calls-to-action do seu site móvel certamente são diferentes das que utiliza na versão para computador, de maneira que tente colocar-se no lugar dos utilizadores quando for determinar a sua localização. Coloque as calls-to-action fundamentais no lugar mais destacado do seu website. Exemplo de website para telemóveis da Progressive. 07

8 2. UTILIZE MENUS BREVES E CONCISOS Um menu extenso pode funcionar bem na versão para computador do seu website, mas os utilizadores de telemóvel não vão ter paciência para percorrer uma longa lista de opções a fim de encontrarem a que procuram. Pense como pode mostrar o menor número possível de elementos num menu por exemplo, um dos grandes armazéns mais importantes limpou as categorias de produtos do seu site móvel, apresentando aos participantes do estudo uma listagem mais curta e mais bem definida do que na versão para computador. Um menu mais curto com categorias bem diferenciadas facilita a navegação aos utilizadores de telemóvel. Exemplo de website para telemóveis da Macy s. 08

9 3. FAÇA COM QUE SEJA FÁCIL VOLTAR À PÁGINA INICIAL Quando os utilizadores de telemóvel navegam no seu site, pretendem que seja simples voltar à página inicial. De um modo geral, no estudo, os participantes pensavam que, para poderem voltar à página inicial, bastaria premir o logótipo na parte superior da página, sentindo-se frustrados quando tentavam fazer isso e verificavam que não resultava. Utilize o seu logótipo como botão de navegação para voltar à página inicial. Exemplo do website móvel 1800 Flowers.

10 4. EVITE QUE AS PROMOÇÕES CONCENTREM TODA A ATENÇÃO As promoções e os anúncios podem eclipsar o conteúdo que se encontra ao lado e dificultar a realização de tarefas aos utilizadores. Os participantes que visitaram o site móvel de uma determinada empresa foram distraídos por um banner promocional e não se aperceberam dos botões de navegação na parte inferior, o que dificultou a obtenção de mais informação sobre os serviços oferecidos pela empresa. Certifique-se de que as promoções não interferem com a navegação e que se diferenciam claramente das calls-to-action. No caso da publicidade de aplicações, os participantes preferiam banners fáceis de descartar, em vez de anúncios intersticiais grandes. Ecrã ilustrativo, apenas a título de exemplo. 10

11 FUNÇÃO DE PESQUISA NO WEBSITE 11

12 FUNÇÃO DE PESQUISA NO WEBSITE A pesquisa dentro do site é crucial para ajudar os utilizadores de telemóvel a encontrarem rapidamente o que procuram. Este parágrafo oferece uma série de conselhos para maximizar o valor da função de pesquisa do seu site. PRINCÍPIOS BÁSICOS 5 POSICIONE A FUNÇÃO DE PESQUISA DE FORMA VISÍVEL 6 CERTIFIQUE-SE DE QUE OS RESULTADOS DA PESQUISA SÃO RELEVANTES 7 IMPLEMENTE FILTROS PARA MELHORAR A USABILIDADE DA FUNÇÃO DE PESQUISA 8 GUIA DOS UTILIZADORES PARA QUE OBTENHAM MELHORES RESULTADOS DE PESQUISA 12

13 5. POSICIONE A FUNÇÃO DE PESQUISA DE FORMA VISÍVEL Os utilizadores que procuram uma informação concreta costumam utilizar a função de pesquisa, razão pela qual essa função deverá ser uma das primeiras coisas que os utilizadores de telemóvel visualizam no seu site. No estudo, os participantes responderam melhor a quadros de pesquisa facilmente identificáveis e com texto livre situados na parte superior da página. Posicione a função de pesquisa do seu site perto na parte superior da página inicial com um campo de texto livre. Exemplo do website para telemóveis da The Home Depot. 13

14 6. CERTIFIQUE-SE DE QUE OS RESULTADOS DA PESQUISA SÃO RELEVANTES Os participantes não se deram ao incómodo de passar várias páginas com resultados da pesquisa. Pelo contrário, deram valor à função de pesquisa de um site conforme os resultados fornecidos em primeiro lugar, pelo que você deverá certificar-se de que os resultados da pesquisa incluídos na primeira página são os mais relevantes. Torne mais fácil a vida dos utilizadores de pequenos ecrãs com funcionalidades de pesquisa inteligente, tais como a de autocompletar e corrigir automaticamente erros ortográficos. Verifique se a função de pesquisa do seu site oferece, em primeiro lugar, os resultados mais relevantes e se implementa funcionalidades de pesquisa inteligente, tais como a de autocompletar e corrigir automaticamente erros ortográficos. Exemplo do website para telemóveis da The Home Depot. 14

15 7. IMPLEMENTE FILTROS PARA MELHORAR A USABILIDADE DA FUNÇÃO DE PESQUISA Os participantes utilizaram os filtros para reduzir os resultados da pesquisa, chegando mesmo a abandonar os sites que não os podiam reduzir. Contudo, você também se deverá assegurar de que os utilizadores não poderão empregar os filtros ao ponto de gerarem pesquisas nulas como foi o caso do site de um concessionário que permitia que os participantes especificassem configurações que, na realidade, não existiam. Ajude os utilizadores a evitarem problemas, indicando-lhes os resultados que serão gerados se aplicarem um determinado filtro. Ofereça filtros para ajudar os utilizadores a conseguirem o que necessitam no seu website, mas certifique-se de que não poderão filtrar uma pesquisa até ao ponto de não gerarem qualquer resultado. Exemplo do website para telemóveis da Macy s. 15

16 8. GUIE OS SEUS UTILIZADORES PARA OBTEREM MELHORES RESULTADOS DE PESQUISA No caso dos websites dirigidos a diferentes segmentos de clientes, poderá ser útil colocar aos utilizadores algumas questões antes de fazerem uma pesquisa, com o objetivo de garantir que os resultados obtidos correspondem aos segmentos de conteúdos mais relevantes para eles. Por exemplo, uma importante empresa de venda de calçado, no início das pesquisas em telemóveis, pedia aos participantes que selecionassem o número de calçado que procuravam e se era para homem ou mulher. Se a sua oferta puder ser facilmente limitada por segmento, o facto de se colocarem algumas perguntas no início ajudará a assegurar que os utilizadores irão obter resultados relevantes para eles. Ecrã ilustrativo, apenas a título de exemplo. 16

17 COMÉRCIO ELETRÓNICO E CONVERSÕES 17

18 COMÉRCIO ELETRÓNICO E CONVERSÕES A experiência do cliente é cada vez mais complexa e cada utilizador espera fazer a sua conversão à sua maneira. Neste parágrafo, veremos como gerar conversões dando o controlo aos utilizadores. PRINCÍPIOS BÁSICOS 9 PERMITA QUE OS UTILIZADORES EXPLOREM ANTES DE SE REGISTAREM 10 PERMITA QUE OS UTILIZADORES FAÇAM COMPRAS COMO CONVIDADOS 11 UTILIZE A INFORMAÇÃO EXISTENTE PARA MAIOR COMODIDADE 12 UTILIZE UM BOTÃO DE CHAMADA PARA AS TAREFAS COMPLEXAS 13 FACILITE QUE A CONVERSÃO POSSA SER CONCLUÍDA NOUTRO DISPOSITIVO 18

19 9. PERMITA QUE OS UTILIZADORES EXPLOREM ANTES DE SE REGISTAREM A inclusão de uma página de registo demasiado cedo, na fase de experiência do site, pode ser contraproducente para gerar conversões. No estudo, os participantes mostraram-se descontentes com os sites que lhes exigiam o registo para poderem continuar sobretudo se era o site de uma marca que não conheciam. Antes de facultarem a sua informação pessoal, os participantes queriam dar uma vista de olhos ao conteúdo e fazer uma ideia do que oferecia o site. Permita que os utilizadores usem o seu site sem terem que se registar e obter uma conta. Ecrã ilustrativo, apenas a título de Exemplo. 19

20 10. PERMITA QUE OS UTILIZADORES FAÇAM COMPRAS COMO CONVIDADOS Os participantes nem sempre queriam criar uma conta com o vendedor, ainda que estivessem a fazer uma compra. Os participantes referiram que a opção de finalizarem a compra como convidado era cómoda, simples e fácil [e] rápida. Mostraram-se descontentes com um site que lhes exigia o registo para fazerem uma compra, sobretudo porque o site não explicava qual a vantagem de se registarem. Ofereça a opção de se fazer uma compra como convidado e fomente os registos que expliquem as vantagens concretas dessa opção. Exemplo do website para telemóveis da Macy s. 20

21 11. UTILIZE A INFORMAÇÃO EXISTENTE PARA MAIOR COMODIDADE Relativamente aos seus utilizadores registados, recorde e preencha automaticamente as suas preferências. No caso de novos utilizadores, ofereça um serviço de pagamento de um terceiro que já esteja a ser utilizado. Várias lojas online utilizadas no estudo ofereciam a opção de serviços de pagamento de terceiros, o que facilitava o processo de compra para os utilizadores desses serviços e permitia que o site preenchesse automaticamente a informação a enviar. Aproveite a informação que já tem e/ou utilize serviços de pagamento de terceiros de maneira a permitir que as conversões sejam o mais simples possível. Exemplo do website para telemóveis da Delta. 21

22 12. UTILIZE UM BOTÃO DE CHAMADA PARA AS TAREFAS COMPLEXAS Estabeleça um botão de chamada nas partes do processo de conversão que careçam da introdução de informação complexa ou delicada. Estabelecer um botão de chamada bem visível pode evitar que os utilizadores saiam do processo de venda quando têm que dar informação complexa. Os participantes agradeceram a opção de poderem chamar uma empresa de serviços financeiros para completar uma ação por telefone em vez de terem que preencher formulários complicados no seu dispositivo móvel. Exemplo do website para telemóveis da Progressive. 22

23 13. FACILITE QUE A CONVERSÃO POSSA SER CONCLUÍDA NOUTRO DISPOSITIVO Alguns participantes mostraram-se reticentes a realizar a conversão no seu dispositivo móvel. Ofereça uma forma simples de guardar ou partilhar informação nos diversos dispositivos, para manter os utilizadores no seu processo de venda. Por exemplo, um site de pesquisa de emprego permitia aos participantes enviarem as ofertas de emprego para o seu correio eletrónico, a fim de mandar o formulário mais tarde. Os utilizadores de telemóvel podem estar à procura de informação para efetuarem a conversão mais tarde: ofereça-lhes uma forma simples de retomarem a sua visita a partir de outro dispositivo, através da opção de partilha das redes sociais, do correio eletrónico ou da função de guardar o carrinho de compras. Exemplo do website para telemóveis da Macy s. 23

24 PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIOS 24

25 PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIOS A experiência de conversão do seu utilizador deve ser a mais perfeita possível, independentemente de se tratar da realização de uma compra, dum pedido de orçamento ou da inclusão numa lista de correio. Este parágrafo explica como reduzir a fricção na fase final, através de um processo otimizado de preenchimento de formulários. PRINCÍPIOS BÁSICOS 14 OTIMIZE A INTRODUÇÃO DA INFORMAÇÃO 15 ESCOLHA O MÉTODO MAIS SIMPLES DE INTRODUZIR INFORMAÇÃO EM CADA TAREFA 16 FACULTE UM CALENDÁRIO QUANDO FOR NECESSÁRIO SELECIONAR DATAS 17 REDUZA OS ERROS DOS FORMULÁRIOS, ATRAVÉS DE ETIQUETAS E DA VALIDAÇÃO EM TEMPO REAL 18 CONCEBA FORMULÁRIOS EFICAZES 25

26 14. OTIMIZE A INTRODUÇÃO DA INFORMAÇÃO Os participantes mostraram a sua satisfação com os sites que ofereciam automaticamente teclados numéricos para introdução de valores, tais como códigos postais ou datas de nascimento. Também gostaram dos formulários que passavam automaticamente de um campo para outro, à medida que iam introduzindo a informação. Pelo contrário, acharam frustrante ter que selecionar repetidamente pequenos campos com o dedo e mudar o teclado do seu telefone para a opção numérica. Ofereça aos utilizadores um teclado numérico nos campos que exijam a introdução de números e faça com que passem automaticamente para o campo seguinte à medida que forem introduzindo a informação. Exemplo do website para telemóveis da Delta. 26

27 15. ESCOLHA O MÉTODO MAIS SIMPLES DE INTRODUZIR INFORMAÇÃO EM CADA TAREFA Quando os participantes tinham que escolher entre opções limitadas, era mais fácil para eles selecionar um ícone grande de ativação/desativação do que introduzir texto ou selecionar num menu desdobrável. Quando era preciso selecionar uma opção entre várias, um menu desdobrável convencional era a forma mais simples de o fazer. Escolha um método de introdução da informação que seja simples para uma determinada tarefa e certifique-se sempre de que os elementos selecionáveis são grandes e facilmente identificáveis. Considere se um botão de ativação/desativação ou um menu desdobrável é a melhor opção em cada entrada de dados dos seus formulários para telemóveis; e certifique--se sempre de que podem ser facilmente selecionados pelos utilizadores. Exemplo do website para telemóveis da Macy s. 27

28 16. FACULTE UM CALENDÁRIO QUANDO FOR NECESSÁRIO SELECIONAR DATAS Os participantes nem sempre recordavam as datas exatas de «o próximo fim de semana» ao reservarem um voo. Faculte um calendário quando for necessário selecionar datas, de maneira que os utilizadores não tenham que sair do seu site para consultarem qualquer aplicação de calendário. Evite possíveis confusões facultando etiquetas claras para a seleção de datas de início e de fim. Mantenha os utilizadores no seu site oferecendo-lhes a seleção de datas através de um calendário com instruções claras. Exemplo do website para telemóveis da Delta. 28

29 17. REDUZA OS ERROS DOS FORMULÁRIOS ATRAVÉS DE ETIQUETAS E DA VALIDAÇÃO EM TEMPO REAL Ponha etiquetas claras nos seus formulários e certifiquese de que as etiquetas continuam visíveis quando os utilizadores estiverem a introduzir a informação um participante introduziu, por engano, a sua morada no campo de endereço de correio eletrónico porque apenas visualizava a palavra «endereço». Da mesma maneira, a colocação das etiquetas dentro dos campos também originou problemas nos casos em que desapareciam quando a informação começava a ser introduzida, porque deixava os participantes sem qualquer referência. Uma vez introduzida a informação, valide-a para detetar erros em tempo real, antes de enviar o formulário e evitar assim que os utilizadores tenham que o enviar novamente. Utilize etiquetas claramente visíveis para que os utilizadores entendam o que lhes é pedido; e valide a informação para detetar erros em tempo real, permitindo assim que saibam se existe alguma dificuldade antes de enviarem o formulário. Exemplo do website para telemóveis 1800 Flowers. 29

30 18. CONCEBA FORMULÁRIOS EFICAZES Certifique-se de que os seus formulários não têm ações repetidas ou não contêm mais campos do que os necessários, e aproveite as vantagens da função de autocompletar. Nos formulários compostos por vários parágrafos, inclua uma barra de progresso na parte superior, que permita aos utilizadores saber o que vem a seguir. Os participantes mostraram-se insatisfeitos com um formulário dividido em várias partes e que tinha um passo inicial muito complexo, sentindo-se, pelo contrário, muito à vontade com um outro formulário mais simples que tinha etiquetas claras em cada um dos parágrafos. Os participantes também apreciaram muito os formulários compostos por vários parágrafos, que preenchiam automaticamente a informação que eles já tinham introduzido, como, por exemplo, o seu nome ou o código postal. Reduza o número de campos dos seus formulários e preencha automaticamente a informação, sempre que possível. Utilize barras de progresso etiquetadas com clareza, para ajudar os utilizadores a preencherem um formulário composto por vários parágrafos. Exemplo do website para telemóveis da Progressive. 30

31 USABILIDADE E FATORES DE FORMA 31

32 USABILIDADE E FATORES DE FORMA Os utilizadores de telemóvel captarão e desfrutarão das pequenas coisas que você fizer para melhorar a experiência deles. Este parágrafo explica como conceber todo o seu website para o adaptar aos fatores de forma dos telemóveis e às necessidades específicas dos utilizadores. PRINCÍPIOS BÁSICOS 19 OTIMIZE TODO O SEU SITE MÓVEL 20 EVITE QUE OS UTILIZADORES TENHAM QUE RECORRER AO ZOOM 21 OFEREÇA IMAGENS DE PRODUTO AMPLIÁVEIS 22 INDIQUE AOS UTILIZADORES A ORIENTAÇÃO MAIS ADEQUADA DO ECRÃ 23 MANTENHA O SEU UTILIZADOR NUM ÚNICO ECRÃ DE NAVEGAÇÃO 24 EVITE A EXPRESSÃO WEBSITE COMPLETO 25 EXPLIQUE COM CLAREZA PORQUE NECESSITA DA LOCALIZAÇÃO DO UTILIZADOR 32

33 19. OTIMIZE TODO O SEU SITE MÓVEL Como era de esperar, os participantes acharam muito mais fácil navegar em sites otimizados para telemóveis do que tentar navegar em sites para computador com os seus dispositivos móveis. Os participantes acharam que era mais difícil navegar nos sites que misturavam páginas otimizadas para telemóveis e páginas com versões para computador do que naqueles que eram inteiramente pensados para computador. O seu site é mais fácil de utilizar se todas as suas páginas foram concebidas para dispositivos móveis. Exemplo do website para telemóveis da J Crew. 33

34 20. EVITE QUE OS UTILIZADORES TENHAM QUE RECORRER AO ZOOM Os participantes acharam frustrante ter que recorrer ao zoom para aumentar ou diminuir o tamanho do conteúdo, o que por vezes lhes impediu de se aperceberem de mensagens que havia ou de callsto-action importantes. Conceba o seu website para telemóveis de maneira que os utilizadores nunca tenham necessidade de alterar o tamanho. Alguns sites para telemóveis chegam mesmo a desativar, nos seus ecrãs, a função de zoom com os dedos mas se o seu site foi concebido corretamente, os utilizadores nem sequer se darão conta de que já não dispõem dessa função. Os utilizadores podem perder calls-toaction se tiverem que fazer zoom num site. Conceba o seu site de forma que nunca tenham necessidade de o fazer. Exemplo do website para telemóveis 1800 Flowers. 34

35 21. OFEREÇA IMAGENS DE PRODUTO AMPLIÁVEIS Os clientes querem ver o que estão a comprar. Nas lojas online, os participantes esperavam poder ver um primeiro plano dos produtos em alta resolução para poderem observar bem os detalhes, achando frustrante o facto de não o poderem fazer. Inclua primeiros planos de alta qualidade com as imagens chave, como, por exemplo, fotografias de produtos. Exemplo do website para telemóveis da J Crew. 35

36 22. INDIQUE AOS UTILIZADORES A ORIENTAÇÃO MAIS ADEQUADA DO ECRÃ Os participantes do estudo mantinham normalmente a mesma orientação do ecrã até que algo os obrigasse a mudar a posição do mesmo, como, por exemplo, para tentar ler a letra pequena ou ver um vídeo. Conceba o seu site para uma orientação quer horizontal, quer vertical, ou aconselhe os utilizadores a mudarem para a posição mais adequada mas certifique-se de que as suas calls-to-action possam completar-se mesmo que a sua sugestão seja ignorada. Indique aos seus utilizadores se o seu site funciona melhor numa determinada orientação, mas certifique-se de que as calls-to-action importantes possam completar-se sob qualquer orientação. Ecrã ilustrativo, apenas a título de exemplo. 36

37 23. MANTENHA O SEU UTILIZADOR NUM ÚNICO ECRÃ DE NAVEGAÇÃO Passar de uma janela para outra num smartphone pode ser problemático e aumenta o risco de os utilizadores não encontrarem a maneira de voltar ao seu site. Mantenha os utilizadores num único lugar evitando calls-to-action que abram uma nova janela. Em certas ocasiões, os participantes também abriram novas janelas à procura de cupões considere a possibilidade de os oferecer no seu site para evitar que os utilizadores os procurem noutro lugar. Certifique-se de que as suas calls-to-action se mantêm na mesma janela de navegação e adicione funcionalidades ao seu site, as quais respondam aos motivos que possam levar os consumidores a mudar de janela. Exemplo do website para telemóveis da Macy s. 37

38 24. EVITE A EXPRESSÃO WEBSITE COMPLETO Quando os participantes viam uma opção de «website completo» e outra de «website para telemóveis», assumiam que esta última era uma versão resumida e escolhiam o website completo. Um participante disse preferir a versão para computador do site porque continha «muito mais informação» se bem que, na verdade, ambas as versões, a de telemóveis e a de computador, tivessem o mesmo conteúdo. A utilização de termos como «versão para computador», em vez de «versão completa» poderá ajudar a evitar esse tipo de perceções erradas. Facilite a passagem de uma experiência de site para outra, mas utilize etiquetas tais como «versão para computador», em vez de «versão completa», para que fique claro que ambos os sites oferecem uma experiência completa. Exemplo do website para telemóveis da The Home Depot.

39 25. EXPLIQUE COM CLAREZA PORQUE NECESSITA DA LOCALIZAÇÃO DO UTILIZADOR Os utilizadores devem sempre saber porque é que lhes pede a sua localização. Os participantes sentiram-se confusos quando, ao tentarem reservar um hotel em determinada cidade, um site de viagens detetou a sua localização e ofereceu-lhes hotéis na cidade onde se encontravam em vez de hotéis na cidade pretendida. Deixe os campos de localização vazios por defeito e permita que sejam os utilizadores a decidir preenchê-los automaticamente, através de uma call-to-action do tipo «Procurar em redor da minha localização». Deixe sempre clara a razão por que necessita da localização do utilizador e como essa informação irá influenciar a sua experiência. Ecrã ilustrativo, apenas a título de Exemplo. 39

40 ASPETOS TÉCNICOS FUNDAMENTAIS 40

41 ASPETOS TÉCNICOS FUNDAMENTAIS Um bom design representa apenas uma parte do sucesso de um website para telemóveis, mas também é importante ser bem sucedido na parte técnica. De seguida, oferecemos alguns conselhos para evitar os obstáculos mais frequentes. CERTIFIQUE-SE DE QUE OS SEUS ANÚNCIOS PARA TELEMÓVEIS ESTÃO CONFIGURADOS PARA ENCAMINHAREM OS UTILIZADORES PARA A VERSÃO PARA TELEMÓVEIS DO SITE Uma configuração incorreta pode fazer com que os seus anúncios para dispositivos móveis conduzam à versão para computador do site. REDUZA AS DESCARGAS PARA GARANTIR UMA EXPERIÊNCIA ÁGIL Consolide e pré-carregue o seu conteúdo web para telemóveis, de maneira que as descargas sejam menos numerosas mas maiores. CERTIFIQUE-SE DE QUE O CONTEÚDO DAS SUAS PÁGINAS FOI CARREGADO SEGUINDO UMA ORDEM LÓGICA Observe a sua página do ponto de vista de um utilizador para identificar eventuais problemas, de forma proativa. IMPLEMENTE ANALYTICS E O ACOMPANHAMENTO DE CONVERSÕES NO WEBSITE MÓVEL Certifique-se de que é feito um acompanhamento das conversões, quer na versão para telemóveis, quer na versão para computador. REALIZE PROVAS EM VÁRIOS DISPOSITIVOS Experimente o seu site em vários navegadores e dispositivos para garantir o máximo rendimento. 41

42

43

44 Copyright 2014 Google. Todos os direitos reservados. O Google e o logótipo do Google são marcas registadas da Google Inc.

think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile

think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile A internet no celular é uma realidade gigantesca no Brasil. Basta dizer que 72% dos usuários de smartphones acessam a web todos os dias em

Leia mais

RELATÓRIO DO GOMOMETER

RELATÓRIO DO GOMOMETER RELATÓRIO DO GOMOMETER Análise e conselhos personalizados para criar sites mais otimizados para celular Inclui: Como os clientes de celular veem seu site atual Verificação da velocidade de carregamento

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário

PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário Versão 1.0 Data última alteração 15-11-2014 Página 1/28 Índice 1 Introdução... 5 1.1 Organização do manual... 5 2 Acesso ao Balcão... 5 3 Registo de entidade...

Leia mais

Migrar para o Excel 2010

Migrar para o Excel 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Excel 2010 é muito diferente do Excel 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as partes

Leia mais

Seu manual do usuário HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER http://pt.yourpdfguides.com/dref/5512768

Seu manual do usuário HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER http://pt.yourpdfguides.com/dref/5512768 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a

Leia mais

MEO Drive MANUAL DA APLICAÇÃO MEO DRIVE. VERSÃO DE 20.06.2014 GEM - Gabinete de Estratégia de Marca

MEO Drive MANUAL DA APLICAÇÃO MEO DRIVE. VERSÃO DE 20.06.2014 GEM - Gabinete de Estratégia de Marca MEO Drive MANUAL DA APLICAÇÃO MEO DRIVE VERSÃO DE 20.06.2014 GEM - Gabinete de Estratégia de Marca ÍNDICE Introdução Usar o MEO Drive pela primeira vez Menu Ir para Pesquisa Rápida Mapa Navegação Opções

Leia mais

DOWNLOAD DO APLICATIVO: INSTALAÇÃO DO APLICATIVO

DOWNLOAD DO APLICATIVO: INSTALAÇÃO DO APLICATIVO DOWNLOAD DO APLICATIVO: O aplicativo deve ser baixado pelo endereço: http://www.estudeadistancia.com/avamobile/ A partir do dia 03/06 será disponibilizado dois links para download: 1 download do aplicativo

Leia mais

Adenda R4. Entidades Adjudicantes. Uma Empresa Certificada ISO 9001 e ISO 27001

Adenda R4. Entidades Adjudicantes. Uma Empresa Certificada ISO 9001 e ISO 27001 Adenda R4 Entidades Adjudicantes Uma Empresa Certificada ISO 9001 e ISO 27001 Índice 1. Introdução 2. Novas Funcionalidades anogov R4 3. Novas Abordagens anogov R4 4. Novas Soluções anogov R4+ 5. Índice

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR SISTEMA DE INFORMAÇÃO FORMAÇÃO CONTÍNUA (Art.21.º do Decreto-Lei n.º22/2014, de 11 de fevereiro) 6 de julho de 2015 Índice 1. ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Objetivo... 5 1.2 Contactos Úteis...

Leia mais

SClínico - SAPE - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima

SClínico - SAPE - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima SClínico SAPE Agradecimentos: À enfermeira Cármen Cunha, pela sua grande paciência, disponibilidade e ajuda. Índice geral 1. Introdução... 3 2. Iniciar

Leia mais

Primeiros Passos com o Windows 10

Primeiros Passos com o Windows 10 Primeiros Passos com o Windows 10 Completou com sucesso a atualização para o Windows 10 e agora pode usar todas as funcionalidades do novo sistema operativo. Queremos dar-lhe uma breve orientação para

Leia mais

Vox4all Manual de Utilização http://arca.imagina.pt/manuais/manual Vox4all BR.pdf

Vox4all Manual de Utilização http://arca.imagina.pt/manuais/manual Vox4all BR.pdf Vox4all Manual de Utilização http://arca.imagina.pt/manuais/manual Vox4all BR.pdf A voz ao seu alcance! Software de comunicação aumentativa e alternativa para smartphone e tablet Projeto co financiado

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão I POR Definições de notas Ao longo deste manual do utilizador, é utilizado o seguinte estilo de nota: especifica o ambiente operativo,

Leia mais

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9

1. StickerCenter... 3. 2. Menu Broadcast Stickers... 4. 3. Menu MyStickers... 9 1. StickerCenter... 3 1.1. O que é?... 3 1.2. O que são Stickers?... 3 1.3. Como acessar o StickerCenter?... 3 1.4. Como atualizar o StickerCenter?... 3 2. Menu Broadcast Stickers... 4 2.1. O que é?...

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

Conversão do POC para o SNC

Conversão do POC para o SNC Manual do Utilizador Conversão do POC para o SNC Data última versão: 18.02.2010 Versão: 128 Data criação: 3.12.2009 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf. +351 289 899 620 Fax. +351 289

Leia mais

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO Departamento de Tecnologia da Informação tecnologia@unimeditabira.com.br 31 3839-771 3839-7713 Revisão 03 Itabira Setembro 2015 Sumário 1. Acessando

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

Adenda ao Guia de Consulta Rápida ZoomText 10.1

Adenda ao Guia de Consulta Rápida ZoomText 10.1 Adenda ao Guia de Consulta Rápida ZoomText 10.1 Esta adenda ao Guia de Consulta Rápida ZoomText 10 abrange novas funcionalidades e outras alterações específicas ao ZoomText 10.1. Para obter instruções

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Mude O Office 365 para empresas tem um aspeto diferente do Google Apps, por isso, ao iniciar sessão, obterá esta vista para começar. Após as primeiras semanas,

Leia mais

HeadMouse. Grupo de Investigação em Robótica. Universidade de Lérida

HeadMouse. Grupo de Investigação em Robótica. Universidade de Lérida HeadMouse Grupo de Investigação em Robótica Universidade de Lérida Manual de utilização e perguntas frequentes O que é o HeadMouse? O HeadMouse é um programa gratuito desenhado para substituir o rato convencional.

Leia mais

IRISPen Air 7. Guia Rápido. (Windows & Mac OS X)

IRISPen Air 7. Guia Rápido. (Windows & Mac OS X) IRISPen Air 7 Guia Rápido (Windows & Mac OS X) Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRISPen Air TM 7. Leia este guia antes de utilizar o scanner e o respectivo software.todas as informações

Leia mais

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Webmail FEUP Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação Interacção Pessoa-Computador Junho 2013 Índice Índice 1. Introdução 2. Webmail FEUP

Leia mais

Manual Brother Image Viewer para Android

Manual Brother Image Viewer para Android Manual Brother Image Viewer para Android Versão 0 POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: NOTA As Notas indicam o que fazer perante uma determinada situação

Leia mais

Estoque. Controle de estoque Manual do Usuário. versão 1

Estoque. Controle de estoque Manual do Usuário. versão 1 Estoque Controle de estoque Manual do Usuário versão 1 Sumário Introdução 1 Operação básica do aplicativo 2 Formulários 2 Filtros de busca 2 Telas simples, consultas e relatórios 3 Parametrização do sistema

Leia mais

Administração da disciplina

Administração da disciplina Administração da disciplina Agrupamento Vertical de Escolas de Tarouca Documento disponível em: http://avetar.no-ip.org 1.Acesso e utilização da plataforma:. Seleccione a opção Entrar, que se encontra

Leia mais

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual.

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. 604 wifi FUNÇÕES WIFI e Internet Suplemento ao Manual do Utilizador ARCHOS 504/604 Versão 1.2 Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. Este manual contém informações

Leia mais

Adenda ao Guia de Consulta Rápida de ZoomText 10.1 para o Windows 8

Adenda ao Guia de Consulta Rápida de ZoomText 10.1 para o Windows 8 Adenda ao Guia de Consulta Rápida de ZoomText 10.1 para o Windows 8 Esta adenda ao Guia de Consulta Rápida ZoomText 10 abrange as novas funcionalidades e outras alterações específicas ao ZoomText 10.1

Leia mais

Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix.

Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix. Gerir Clientes no Gestix A Ficha de Cliente Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix. O Gestix oferece-lhe diversas formas de conhecer e acompanhar os seus clientes. Explore-o como uma poderosa

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Manual Sistema de Autorização Online GW

Manual Sistema de Autorização Online GW Sistema de Autorização Online GW Sumário Introdução...3 Acesso ao sistema...4 Logar no sistema...4 Autorizando uma nova consulta...5 Autorizando exames e/ou procedimentos...9 Cancelamento de guias autorizadas...15

Leia mais

IRISPen Air 7. Guia rápido. (ios)

IRISPen Air 7. Guia rápido. (ios) IRISPen Air 7 Guia rápido (ios) Este Guia rápido do utilizador ajuda-o a dar os primeiros passos com o IRISPen TM Air 7. Leia este guia antes de utilizar o scanner e o respetivo software. Todas as informações

Leia mais

Google Drive: Acesse e organize seus arquivos

Google Drive: Acesse e organize seus arquivos Google Drive: Acesse e organize seus arquivos Use o Google Drive para armazenar e acessar arquivos, pastas e documentos do Google Docs onde quer que você esteja. Quando você altera um arquivo na web, no

Leia mais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão G POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: As Notas indicam o que fazer perante

Leia mais

Ferramentas Gratuitas de Fotografia e de Pesquisa

Ferramentas Gratuitas de Fotografia e de Pesquisa Ferramentas Gratuitas de Fotografia e de Pesquisa Passo-a-passo para Professores Galeria de Fotos Windows Live Obtenha a Galeria de Fotos Windows Live 1. Visite o site http://explore.live.com/windows-live-photo-gallery

Leia mais

Como Iniciar NSZ-GS7. Network Media Player. As imagens de ecrãs, as operações e as especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Como Iniciar NSZ-GS7. Network Media Player. As imagens de ecrãs, as operações e as especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Como Iniciar PT Network Media Player NSZ-GS7 As imagens de ecrãs, as operações e as especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Como Iniciar: LIGAR/EM ESPERA Liga ou desliga o leitor.

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

LeYa Educação Digital

LeYa Educação Digital Índice 1. Conhecer o 20 Aula Digital... 4 2. Registo no 20 Aula Digital... 5 3. Autenticação... 6 4. Página de entrada... 7 4.1. Pesquisar um projeto... 7 4.2. Favoritos... 7 4.3. Aceder a um projeto...

Leia mais

Painel de Navegação Para ver o Painel de Navegação, prima CTRL+F. Pode arrastar os cabeçalhos dos documentos neste painel para reorganizá-los.

Painel de Navegação Para ver o Painel de Navegação, prima CTRL+F. Pode arrastar os cabeçalhos dos documentos neste painel para reorganizá-los. Guia de Introdução O Microsoft Word 2013 tem um aspeto diferente das versões anteriores, pelo que criámos este guia para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

ÍNDICE BLUELAB A UTILIZAÇÃO DO BLUELAB PELO PROFESSOR RECURSOS PARA PROFESSORES E ALUNOS...05 INICIANDO O BLUELAB PROFESSOR...06

ÍNDICE BLUELAB A UTILIZAÇÃO DO BLUELAB PELO PROFESSOR RECURSOS PARA PROFESSORES E ALUNOS...05 INICIANDO O BLUELAB PROFESSOR...06 ÍNDICE BLUELAB RECURSOS PARA PROFESSORES E ALUNOS...05 INICIANDO O BLUELAB PROFESSOR...06 ELEMENTOS DA TELA INICIAL DO BLUELAB PROFESSOR guia Meu Espaço de Trabalho...07 A INTERFACE DO BLUELAB...07 INICIANDO

Leia mais

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011 Manual Profissional BackOffice Mapa de Mesas v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar ZSRest Backoffice... 3 4. Confirmar desenho de mesas... 4 b) Activar mapa de mesas... 4 c) Zonas... 4 5. Desenhar

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

18-10-2009. Microsoft Office 2007 Processador de texto. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos. Formadora: Sónia Rodrigues

18-10-2009. Microsoft Office 2007 Processador de texto. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos. Formadora: Sónia Rodrigues Objectivos da UFCD: Utilizar um processador de texto. Pesquisar informação na. Utilizar uma aplicação de correio electrónico. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos Duração: 25 Horas

Leia mais

Conheça Melhor a Loja Virtual ASP

Conheça Melhor a Loja Virtual ASP Proposta para Instalação da Loja Virtual Grátis no mês de junho 2011 O comércio eletrônico não é um bicho de 7 cabeças Ter sua loja virtual, agora ficou mais fácil ainda! Sem necessidade de saber programação

Leia mais

00 Índice. Manual do usuário. 01 Introdução...3

00 Índice. Manual do usuário. 01 Introdução...3 00 Índice 01 Introdução...3 02 Antes de começar...4 02.1 Requisitos mínimos...4 02.2 O que se inclui...4 02.3 Conexão de EnPathia...4 03 Instalação da aplicação...5 04 Começando a trabalhar...6 04.1 Desbloquear

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

Guia de criação de layout de Loja Virtual

Guia de criação de layout de Loja Virtual Guia de criação de layout de Loja Virtual Julho / 2013 (51) 3079-4040 contato@ezcommerce.com.br http://www.ezcommerce.com.br Este guia tem o intuito de orientar a criação de layout para a plataforma de

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

20 Manual Manual do Utilizador Android

20 Manual Manual do Utilizador Android 20 Manual Manual do Utilizador Android Versão 1.1 Conteúdos do Manual do Utilizador A aplicação 20 Manual... 3 I... 3 1. Especificações técnicas... 3 1.1 Especificações mínimas do tablet... 3 1.2 Software

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Educação Digital... 41... 19

Educação Digital... 41... 19 Versão 1.1 ... 3... 3... 3... 3... 3... 4... 4... 6... 9... 9... 10... 13... 15... 16... 16... 17... 18... 19... 21... 23... 27... 41... 42... 43... 44... 46... 60... 65 2 A aplicação 20 Manual é um novo

Leia mais

Office Web Apps para Professores Passo-a-passo

Office Web Apps para Professores Passo-a-passo Office Web Apps para Professores Passo-a-passo Usar o Office Web Apps no Windows Live Para usar o Office Web Apps no Windows Live precisa de ter uma conta Microsoft, Windows Live ou Office 365 um endereço

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

Conectar diferentes pesquisas na internet por um menu

Conectar diferentes pesquisas na internet por um menu Conectar diferentes pesquisas na internet por um menu Pré requisitos: Elaboração de questionário Formulário multimídia Publicação na internet Uso de senhas na Web Visualização condicionada ao perfil A

Leia mais

Manual. V e r s ã o i P a d

Manual. V e r s ã o i P a d Manual V e r s ã o i P a d índice I. Introdução II. Procedimentos básicos III. A agenda IV. Clientes V. Prontuário VI. Configurações VII. Medicamentos VIII. Tags IX. Receitas X. Contato I Introdução O

Leia mais

Índice 1 INTRODUÇÃO...2 2 PESQUISA DE ENTIDADES...8 3 CRIAÇÃO DE ENTIDADES...12 4 DEPENDÊNCIAS...17 5 BANCOS, SEGURADORAS E CONSERVATÓRIAS...

Índice 1 INTRODUÇÃO...2 2 PESQUISA DE ENTIDADES...8 3 CRIAÇÃO DE ENTIDADES...12 4 DEPENDÊNCIAS...17 5 BANCOS, SEGURADORAS E CONSERVATÓRIAS... Índice 1 INTRODUÇÃO...2 1.1 JANELA ÚNICA DE ENTIDADES...3 1.2 PERMISSÕES POR UTILIZADOR...4 1.3 RESTRIÇÕES À VISUALIZAÇÃO/MANIPULAÇÃO...6 2 PESQUISA DE ENTIDADES...8 2.1 CRITÉRIOS DE PESQUISA...8 2.2 LISTA

Leia mais

LMS: Manual do professor

LMS: Manual do professor UNO Internacional LMS: Manual do professor Neste Learning Coffee você vai aprender a: Acessar a plataforma e administrar a sua conta. Acessar suas notificações. Consultar o calendário e criar novos eventos.

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

Plano E-commerce Guia de início rápido. Plano E-commerce. Guia de início rápido

Plano E-commerce Guia de início rápido. Plano E-commerce. Guia de início rápido Plano E-commerce 1 ÍNDICE 1 GUIA DE INÍCIO RÁPIDO... 3 2 WEB SITE DE ADMINISTRAÇÃO... 3 3 ASSISTENTE DE CONFIGURAÇÃO... 4 4 CRIAR CATEGORIAS... 7 5 CRIAR PRODUTOS... 9 6 VERIFICAR OPÇÕES IMPORTANTES DO

Leia mais

RENT versão desktop Manual de Utilizador para empresa

RENT versão desktop Manual de Utilizador para empresa RENT versão desktop Manual de Utilizador para empresa @ Copyright 2015 Desenvolvido pela Dória Software versão manual 1.3 Última atualização 23.03.2015 Sobre o RENT I. O que é o RENT? RENT- Registo Nominal

Leia mais

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft O OneDrive é um serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft que oferece a opção de guardar até 7 GB de arquivos grátis na rede. Ou seja, o usuário pode

Leia mais

ESCOLA. Contratos e Aditamentos

ESCOLA. Contratos e Aditamentos MANUAL DO UTILIZADOR ESCOLA Contratos e Aditamentos 9 de julho de 2015 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 5 2 INSTRUÇÕES DE

Leia mais

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 Conteúdo 1 - O que é o Conectividade Social? 03 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 3 - O que é necessário para instalar o Conectividade Social?.... 05 4 - Como faço para executar

Leia mais

Guia de Rede MediCap USB300

Guia de Rede MediCap USB300 Guia de Rede MediCap USB300 Aplica-se às versões de firmware 110701 e mais recentes 1 Introdução... 2 Instruções Preliminares... 2 Como Configurar o Acesso Através da Rede ao Disco Rígido do USB300...

Leia mais

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante:

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante: Módulo A Introdutório - Bases legais, ao Curso políticas, e ao conceituais Ambiente Virtual e históricas da educação Apresentação Este módulo tem por objetivo promover o conhecimento do Ambiente Virtual

Leia mais

Novas funcionalidades do Snc2010. e melhoramentos em relação ao Poc2005. Versão 7.0

Novas funcionalidades do Snc2010. e melhoramentos em relação ao Poc2005. Versão 7.0 Novas funcionalidades do Snc2010 e melhoramentos em relação ao Poc2005 Versão 7.0 1. Sistema de Normalização Contabilística: 1.1 Tabela de equivalências do POC para o SNC. 1.2 Conversão automática do plano

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Manual de boas práticas Correio Eletrônico

Manual de boas práticas Correio Eletrônico Superintendência de Tecnologia da Informação Gerência de Infraestrutura Tecnológica Gerência Técnica de Suporte e Infraestrutura Manual de boas práticas Correio Eletrônico VERSÃO: 0.2 DATA DE REVISÃO:

Leia mais

Política de cookies. Introdução Sobre os cookies

Política de cookies. Introdução Sobre os cookies Introdução Sobre os cookies Política de cookies A maioria dos websites que visita usam cookies a fim melhorar a sua experiência de utilizador, permitindo ao site lembrar-se de si, tanto no que toca à duração

Leia mais

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB!

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! Sua home page para publicar na Internet SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT PUBLISHER 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Manual de Utilização. Site Manager. Tecnologia ao serviço do Mundo Rural

Manual de Utilização. Site Manager. Tecnologia ao serviço do Mundo Rural Manual de Utilização Site Manager Tecnologia ao serviço do Mundo Rural Índice 1. Acesso ao Site Manager...3 2. Construção/Alteração do Menu Principal...4 3. Inserção/ Alteração de Conteúdos...7 4. Upload

Leia mais

Internet Update de PaintManager TM. Manual de registo do utilizador

Internet Update de PaintManager TM. Manual de registo do utilizador Internet Update de PaintManager TM Manual de registo do utilizador ÍNDICE O que é o registo CTS? 3 Como é realizado o pedido de registo? 3 Opção 1: Se o número de registo CTS for conhecido 3 Passo 1: 3

Leia mais

SLIDESHOWS PARA TODOS

SLIDESHOWS PARA TODOS 110 JULHO AGOSTO 2004 2004 / / EDIÇÃO 109 110 NO CD E DVD SLIDESHOWS PARA TODOS Aprenda organizar as suas fotos para uma posterior gravação num CD ou DVD. Tudo com excelentes efeitos visuais e com as suas

Leia mais

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Página 1 Índice Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 1 O que é o EasyReader? 4 Abrir um livro 5 Abrir um novo livro de um CD/DVD 5 Abrir um novo livro

Leia mais

GUARDING EXPERT (ANDROID) SOFTWARE PARA TELEMÓVEIS

GUARDING EXPERT (ANDROID) SOFTWARE PARA TELEMÓVEIS 1 GUARDING EXPERT (ANDROID) SOFTWARE PARA TELEMÓVEIS Visão Geral O software para telemóvel Guarding Expert (Android) V3.2, foi projetado para telemóveis com base no sistema operativo Android (versão 2.3.3

Leia mais

Brasil. Características da Look 312P. Instalação da Look 312P

Brasil. Características da Look 312P. Instalação da Look 312P Características da Look 312P 1 2 3 Lente Foco manual pelo ajuste da lente. Bolso Você pode colocar o cabo no bolso. Corpo dobrável Ajuste a Look 312P em diferentes posições. Instalação da Look 312P 1.

Leia mais

Vinte dicas para o Word 2007

Vinte dicas para o Word 2007 Vinte dicas para o Word 2007 Introdução O Microsoft Word é um dos editores de textos mais utilizados do mundo. Trata-se de uma ferramenta repleta de recursos e funcionalidades, o que a torna apta à elaboração

Leia mais

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK

www.rakutencommerce.com.br E-BOOK APRENDA AS ÚLTIMAS DICAS E TRUQUES SOBRE COMO DAR UM TAPA 3.0 NA SUA LOJA VIRTUAL. www.rakutencommerce.com.br E-BOOK propósito desse ebook é muito simples: ajudar o varejista on-line a dar um tapa 3.0

Leia mais

Ajuda do site www.maxone.biz ( Março 2006)

Ajuda do site www.maxone.biz ( Março 2006) Ajuda do site www.maxone.biz ( Março 2006) Este documento tem como objectivo ajudar os nossos clientes a trabalhar com o nosso site. Se necessitar de alguma ajuda extra não hesite em contactar-nos. Apesar

Leia mais

TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA FAI

TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA FAI 1 TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA UTILIZANDO O SISTEMA ANDROID (CELULAR, SMARTPHONE E TABLET) - Observações: Os passos a seguir serão divididos em 02 (duas) partes: uma para a versão

Leia mais

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é:

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é: 1. CONCEITO Completo, prático e rápido. Diante do aumento da complexidade da tributação e do risco fiscal, pelos desafios de conhecimento e capacitação e pela velocidade para acompanhar mudanças na legislação,

Leia mais

NOÇÕES ELEMENTARES DE BASES DE DADOS

NOÇÕES ELEMENTARES DE BASES DE DADOS 1 NOÇÕES ELEMENTARES DE BASES DE DADOS Este primeiro capítulo aborda conceitos elementares relacionados com bases de dados. Os conceitos abordados neste capítulo são necessários para trabalhar adequadamente

Leia mais

Roxio Easy CD & DVD Burning

Roxio Easy CD & DVD Burning Roxio Easy CD & DVD Burning Guia de Introdução 2 Começando a usar o Easy CD & DVD Burning Neste guia Bem-vindo ao Roxio Easy CD & DVD Burning 3 Sobre este guia 3 Sobre o conjunto Easy CD & DVD Burning

Leia mais

Sistema Nacional de Notificação de Incidentes e de Eventos Adversos

Sistema Nacional de Notificação de Incidentes e de Eventos Adversos Sistema Nacional de Notificação de Incidentes e de Eventos Adversos Guia para notificadores Departamento da Qualidade na Saúde 1 (Esta página foi intencionalmente deixada em branco) 2 Sumário Introdução...

Leia mais

Sobre o seu ereader... 4. Como usar a sua biblioteca... 12. Como ler no seu ereader... 19

Sobre o seu ereader... 4. Como usar a sua biblioteca... 12. Como ler no seu ereader... 19 Kobo Touch ereader Manual do Usuário Índice Sobre o seu ereader... 4 Características básicas do seu ereader... 5 Como carregar o seu ereader... 6 Como usar a tela touch screen... 7 Como ativar e desativar

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais