Sociedade Brasileira de Instrução.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sociedade Brasileira de Instrução."

Transcrição

1 Sociedade Brasileira de Instrução. Autorização para funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro, unidade das Faculdades Integradas cândido Men des (Execução de Projeto). I - RELATÓRIO Pelo Parecer nº 15/89, de 23/01/89, este Conselho aprovou o projeto do curso de Ciências Contábeis, apresentado pela Socie dade Brasileira de Instrução, a ser ministrado pela Faculdade de Ciências Politicas e Econômicas do Rio de Janeiro, unidade das Faculdades Integradas cândido Mendes, com sede na cidade do Rio de Janeiro (RJ). 0 referido parecer recebeu a homologação ministerial em despacho de 31/07/89. A Comissão Verificadora foi constituída, pela Portaria nº SESu/MEC/272/89, pelos professores Jasson Alves Pereira, seu Pre si dente, e José Gomes Pacheco Filho e Selma Monteiro Andrá (TAE) - membros. A Comissão visitou a instituição nos dias 19 e 20 de outubro findo, apresentando circunstanciado relatório do que obser vou. 0 relatório conclui que o projeto foi executado, sendo favo ravel à autorização do curso, apresentando, contudo, sugestões quanto ao currículo pleno e a consequente indicação de novos docentes, ao aumento do acervo bibliográfico específico para Ciências Contábeis e melhoria dos laboratório de informática, para a

2 tender às disciplinas dessa área, constante do currículo. Junto com o relatório da Comissão Verificadora veio o atendimento às sugestões. É apresentada nova grade curricular (anexa), são indi cados novos docentes, e demonstrada a capacidade do laboratório de informática, com a descrição dos equipamentos, e comprovada a aquisição dos títulos de livros para a área específica de Ciências Contábeis. São indicados os seguintes novos professores, constando do pro cesso os termos de compromisso, os curricula vitae e a comprovação dos títulos referidos: 1 - Gi1 Bernardo Borges Leal. - Análise Financeira no Longo Prazo. Mestre em Administração, com área de concentração em Finan ças (UFRJ,1983). Bacharel em Ciências Econômicas (UERJ.1978) Experiência profissional e docente comprovada. Pode ser aceito. 2 - Fernando Luiz Carneiro Rila. - Programação Linear. Mestre em Ciências, com área de concentração em Pesquisa Ope racional (IME, 1980). Bacharel em Enenharia Industrial e de Metalurgia (IME, 1969). Experiência profissional e docente comprovada. Pode ser aceito. 3 - Tânia Corrêa Reis. - Matemática Financeira. - Analise de Investimentos. Mestrado em Teoria Econômica (EPGE/FGV, 1982), aguardando de fesa de tese. Bacharel em Ciências Econômicas (cândido Men des, Ipanema, 1975). Experiência profissional e docente com provada. Pode ser aceita. - José Lipet Slipoi. - Contabilidade e Analise de Custos. - Contabilidade Gerencial. - Teoria da Contabilidade. Mestrado em Ciências" Contábeis (ISEC/FGV, 1979). Bacharel em

3 Ciências Econômicas (Cândido Mendes, Ipanema, 1976). Bachareal en Adminisdtração de Empresas (cândido Mendes, Ipanena, 1975). Curso especial en Ciências Contábeis para pós-graduados (ISEC/FGV, 1979). Medicina Veterinária (UFF, 1962). Expe riência profissional e docente comprovada. Pode ser aceito. 5 - Suzana Queiroz Guimarães Catillon. - Orçamento Empresarial. Especialização (pós-graduação) em Controle de Gestão (Univer sidade de Paris IX, 1982). Bacharel em Administração de Empresas (UNA, 1980). Diversos cursos de pós-graduação (aperfeiçoamento) em Orçamento, Finanças e Contabilidade Gerencial. Experiência profissional e docente comprovada. Pode ser aceita. 6 - Ênio Penha. - Análise Demonstrativa Financeira. Especialização (pós-graduação) em Administração Financeira - (EBAP/FGV, 1987). Bacharel em Administração de Empresas e em Administração Publica (UFRGS, 198). Diversos cursos de aper feiçoamento, em nível de pós-graduação, em Analise Financeira de Balanços, Orçamento, Finanças e Contabilidade de Cus tos. Experiência profissional e docente comprovada. Pode ser aceito. 7 - Ivandi Silva Teixeira. - Contabilidade Publica. Mestre em Ciências Contábeis (FGV, 1985). Bacharel em Ciên cias Contábeis (Fac.Integradas Col.Moderno, PA, 1982). Bacha real em Engenharia Química (UFPa, 1978). Aprovado para a dis ciplina Contabilidade Rural, para o mesmo curso, pelo Pare cer nº 15/89. 0 Laboratório de Informática dispõe de equipamentos suficientes para atender às duas disciplinas da área, constantes do currículo pleno: Processamento de Dados, h/a, e Programação Linear, h/a. A biblioteca foi enriquecida com mais 83 títulos (18 vol.) espe cíficos para Ciências Contábeis, contando, agora, com títulos es

4 pecíficos e um acervo geral de.202 títulos e 6.1 volumes. II - VOTO DO RELATOR Atendidas as sugestões da Comissão Verificadora, este Relator vota favoravelmente a autorização do curso de Ciências Contábeis, com 100 (cem) vagas totais anuais, divididas em, no minimo, duas turmas, a ser ministrado pela Faculdade de Ciências Politicas e Econômicas do Rio de Janeiro, unidade das Faculda des Integradas cândido Mendes, com sede na cidade do Rio de Janeiro-RJ mantidas pela Sociedade Brasileira de Instrução. III - CONCLUSÃO DA CÂMARA A Câmara de Ensino Superior acolhe o Voto do Relator. Sala das Sessões, 05 de dezembro de 1989.

5 Anexo ao Parecer nº /89 Proc nº /86-13 Disciplinas Obrigatórias NOME Nº CARGA DE HOR. Contabilidade Geral I Contábilidade Geral II Introdução a Economia I Introdução a Economia II Sociologia Matemática I Matemática II Formaçao Economica do Brasil Teoria Geral da Administracao I Teoria Geral da Administração II Matematica Financeira Instituições de Direito Publ./ Priv. Contabilidade Comercial I Contabilidade Comercial II Contabilidade Comercial III Teoria Microeconomia Processamento de Dados Organização e Metodos Estatística I Estatística II Teoria da Contabilidade Contab. Analise de Custos I Contab. Analise de Custos II Analise de investimentos Anal.Demostr.Financ. (Anal. Balanço) Direito Tributario I Direito Tributário II Legislação Comercial Introdução a Metodologia da Pesquisa Analise Financeira no Curto Prazo Analise Financeira no Longo Prazo Mercado Financeiro Orçamento Empresarial Auditoria I Auditoria II Legislação Social Administracao de Pessoal Trabalho Monográfico de Bacharelado Trabalho Monográfico de Bacharelado Sistemas Contábeis Marketing (Técnica Comercial Contabilidade Gerencial Pratica Contábil CRED

6 Proc / Anexo ao Parecer nº /89 Currículo pleno do curso de Ciências Contábeis Disciplinas obrigatórias por lei NOME Estudo de Problemas Brasileiros Decreto lei nº 869/68 Educação Física Art. 22 da Lei nº 02/61 Disciplinas eletivas NOME Economia Brasileira I Economia brasileira II Evolução Politica do Brasil Relações Industriais Elaboração e Analise de Projetos Economia do Estado do Rio de Janeiro Economia do Meio Ambiente Gerência Financeira Analise Técnica de Open Marrket Programaçao Línear Sistema Financeiro Nacional Evolução Pol.Mundo Conteporanea Teoria da Decisões Empresariais Sociologia da Empresa Introdução a Macroeconomia Administracao de Produção Administracao de M aterial Finanças Publicas Administracao por Objetivos Politica Empresarial Analise de Desempenho Desenvolvimento Organizacional I Contabilidade Bancaria Contabilidade Publica Rs. CF:ED CARGA HOR. QUADRO DEMOSTRATIVO SINTÉTICO Disciplinas Obrigatórias Disciplinas Obrigatórias por Lei Disciplinas Eletivas nº DE:TOTAL DISC:CRED: CARGA HORÁRIA TOTAL

7 IV - DECISÃO DO PLENÁRIO O Plenário do Conselho Federal de Educação aprovou, por unanimidade, a Conclusão da Câmara. Sala Barreto Filho, em 06 de 12 de 1989.

FACULDADE MORAES JÚNIOR CARGA HORÁRIA DAS DISCIPLINAS POR CURSO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CARGA HORÁRIA SÉRIE DISCIPLINA SEMANAL ANUAL 2ª

FACULDADE MORAES JÚNIOR CARGA HORÁRIA DAS DISCIPLINAS POR CURSO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CARGA HORÁRIA SÉRIE DISCIPLINA SEMANAL ANUAL 2ª FACULDADE MORAES JÚNIOR DAS DISCIPLINAS POR CURSO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Duração do Curso: 4 anos. Total de 3.200 horas-aula CIÊNCIAS CONTÁBEIS SÉRIE DISCIPLINA SEMANAL ANUAL 2ª Contabilidade e Análise

Leia mais

Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de São

Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de São INTERESSADO/MANTENEDORA PIA SOCIEDADE DOS MISSIONÁRIOS DE SÃO CARLOS ASSUNTO. SP Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de

Leia mais

Reconhecimento do curso de Matemática Aplicada à Informática, ministrado pela Faculdade de Informática de São Paulo

Reconhecimento do curso de Matemática Aplicada à Informática, ministrado pela Faculdade de Informática de São Paulo SOCIEDADE CIVIL ATENEU BRASIL Reconhecimento do curso de Matemática Aplicada à Informática, ministrado pela Faculdade de Informática de São Paulo ARNALDO NISTEIER I - RELATÓRIO O Diretor-Presidente da

Leia mais

ASSOCIAÇÃO JACAREPAGUÁ DE ENSINO SUPERIOR. Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas de Jacarepaguá.

ASSOCIAÇÃO JACAREPAGUÁ DE ENSINO SUPERIOR. Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas de Jacarepaguá. INTERESSADO/MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO JACAREPAGUÁ DE ENSINO SUPERIOR UF RJ ASSUNTO: Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas de Jacarepaguá. RELATOR: SR. CONS. IB GATTO FALCÃO

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ADMINISTRAÇÃO. CRÉDITOS Obrigatórios: 176 Optativos: 24. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ADMINISTRAÇÃO. CRÉDITOS Obrigatórios: 176 Optativos: 24. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:12:25 Curso : ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Autorização (Projeto) do curso de Tecnologia em Processamento de Dados. Jucundino da Silva Furtado

Autorização (Projeto) do curso de Tecnologia em Processamento de Dados. Jucundino da Silva Furtado INSTITUTO RADIAL DE ENSINO E PESQUISA - IREP Autorização (Projeto) do curso de Tecnologia em Processamento de Dados. Jucundino da Silva Furtado 1 - RELATÓRIO O pedido do Instituto Radial de Ensino e Pesquisa,

Leia mais

Grade Curricular - Bacharelado em Ciências Contábeis

Grade Curricular - Bacharelado em Ciências Contábeis Grade Curricular - Bacharelado em Ciências Contábeis SEMESTRE 1 - Obrigatórias Código Nome Aula Trabalho Total Complementos de Matematica Para 5910176 Contabilidade RAD0111 Teoria da Administração RCC0108

Leia mais

CIÊNCIAS CONTÁBEIS. COORDENADORA Nálbia de Araújo Santos nalbia@ufv.br

CIÊNCIAS CONTÁBEIS. COORDENADORA Nálbia de Araújo Santos nalbia@ufv.br CIÊNCIAS CONTÁBEIS COORDENADORA Nálbia de Araújo Santos nalbia@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 277 Bacharelado ATUAÇÃO O Contador, dotado de uma visão sistêmica, holística e interdisciplinar da atividade

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecido pela Portaria nº 706 de 18/12/2013 D.O.U. 19/12/13 Base Curricular do Curso de Ciências Contábeis

Leia mais

4. informações sobre os equipamentos indicados pela Co-

4. informações sobre os equipamentos indicados pela Co- ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SÃO JUDAS TADEU Aprovação de Plano de Curso Execução do Projeto da habilitação Tecnologia Educacional do Curso de Pedagogia. ARNALDO NISKIER I - RELATÓRIO Pelo Parecer nº

Leia mais

UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA

UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA INTERESSADOMANTENEDOR UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA UF AM ASSUNTO Autorização de curso de docência do ensino superior em nível de especialização para professores de ensino superior no Centro de Ensino Superior

Leia mais

PROPOSTA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2012.2. Noturno

PROPOSTA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2012.2. Noturno PROPOSTA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2012.2 DENOMINAÇÃO: PORTARIA DE AUTORIZAÇÃO: PORTARIA DE RECONHECIMENTO: REGIME ESCOLAR: NÚMERO DE VAGAS ANUAIS: TURNOS DE FUNCIONAMENTO: NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA:

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO ALTO VALE DO RIO PEIXE - CAÇADOR. Reconhecimento da Habilitação Supervisão Escolar do Curso de Pedagogia.

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO ALTO VALE DO RIO PEIXE - CAÇADOR. Reconhecimento da Habilitação Supervisão Escolar do Curso de Pedagogia. FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO ALTO VALE DO RIO PEIXE - CAÇADOR Reconhecimento da Habilitação Supervisão Escolar do Curso de Pedagogia. EURIDES BRITO DA SILVA O Diretor de Ensino da Fundação Educacional do Al

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DA CIDADE. Autorização (execução de proieto) para funcionamento do curso de Marketing-RJ. Lauro Franco Leitão

SOCIEDADE EDUCACIONAL DA CIDADE. Autorização (execução de proieto) para funcionamento do curso de Marketing-RJ. Lauro Franco Leitão SOCIEDADE EDUCACIONAL DA CIDADE Autorização (execução de proieto) para funcionamento do curso de Marketing-RJ Lauro Franco Leitão Em declaração anexa ao relatório da Comissão Verificadora,a Diretoria da

Leia mais

Autorização (Execução do Projeto) do c urso de Administraç ã o

Autorização (Execução do Projeto) do c urso de Administraç ã o Sociedade Educacional Santa Marta S/C Autorização (Execução do Projeto) do c urso de Administraç ã o Lêda M aria Chaves I - RELATÓRIO A Sociedade Educacional Santa Marta S/C, pelos P a r e c e res 882/88

Leia mais

SEMESTRE 360 HORAS CÓDIGO ATIVIDADES/COMPONENTES CURRICULARES C.H.

SEMESTRE 360 HORAS CÓDIGO ATIVIDADES/COMPONENTES CURRICULARES C.H. -TURNO DIURNO COMPOSIÇÃO CURRICULAR Seriado Semestral I SEMESTRE 360 HORAS 201101 Contabilidade Básica I 60 Básico 201102 Economia I 60 Básico 201103 Matemática Aplicada a Administração 60 Básico 201104

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ADMINISTRAÇÃO NOTURNO - NOVA IGUAÇU

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ADMINISTRAÇÃO NOTURNO - NOVA IGUAÇU Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 21/06/2012-13:32:04 Curso : ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCH UFV ADMINISTRAÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Djair Cesário de Araújo dejair@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCH UFV ADMINISTRAÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Djair Cesário de Araújo dejair@ufv.br 212 ADMINISTRAÇÃO COORDENADOR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Djair Cesário de Araújo dejair@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 213 Bacharelado ATUAÇÃO O Administrador é habilitado a gerir recursos de toda

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE

BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE ANO II Nº 003 Editado pela Secretaria Geral das FIPAR Faculdades Integradas de Paranaíba FIPAR Paranaíba, 08 de agosto de 2008. AVISO DE PUBLICAÇÃO E ADEQUAÇÃO DE MATRIZ

Leia mais

Reconhecimento do curso de Ciências Contábeis, ministrado pela Faculdade de Ciências Econômicas do Sul de Minas Itajubá-MG

Reconhecimento do curso de Ciências Contábeis, ministrado pela Faculdade de Ciências Econômicas do Sul de Minas Itajubá-MG INTERESSADO/MANTENEDORA CENTRO REGIONAL DE CULTURA ASSUNTO: UF MG Reconhecimento do curso de Ciências Contábeis, ministrado pela Faculdade de Ciências Econômicas do Sul de Minas Itajubá-MG RELATOR: SR.

Leia mais

31956 Monografia II 31926

31956 Monografia II 31926 Currículo Novo 2006/01 Duração: 182 créditos 2.730h, acrescidas de 270h de atividades complementares, totalizando 3.000h 31544 Teoria das Organizações I - 31554 Matemática I - 31564 Teoria das Organizações

Leia mais

GESTÃO DO AGRONEGÓCIO. COORDENADORA Viviane Silva Lírio vslirio@ufv.br

GESTÃO DO AGRONEGÓCIO. COORDENADORA Viviane Silva Lírio vslirio@ufv.br GESTÃO DO AGRONEGÓCIO COORDENADORA Viviane Silva Lírio vslirio@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 93 Currículo do Curso de Gestão do Bacharelado ATUAÇÃO O Gestor do será capacitado, ao longo de sua

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: CEDEP Centro de Ensino e Desenvolvimento Profissional Ltda. UF: MG ASSUNTO: Credenciamento do Instituto de Pós-Graduação

Leia mais

Missão Salesiana de Mato Grosso Universidade Católica Dom Bosco Pró-reitoria de Ensino e Desenvolvimento

Missão Salesiana de Mato Grosso Universidade Católica Dom Bosco Pró-reitoria de Ensino e Desenvolvimento OFERECIMENTO DE DISCIPLINAS A DISTÂNCIA 2011B (27/06/2011) Calendário das disciplinas Tipo Início Término MODULO I 18/07/2011 10/09/2011 MODULO II 12/09/2011 12/11/2011 SEMESTRAL 18/07/2011 12/11/2011

Leia mais

ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINAS CARGA HORÁRIA Linguagem e Interpretação de Texto 80 Contabilidade I 80 Economia 80 Matemática 80 Teoria Geral da Administração

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 15/03/2004 (*) Portaria/MEC nº 552, publicada no Diário Oficial da União de 15/03/2004 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

HORÁRIO COMPLETO 2º SEMESTRE DE 2015

HORÁRIO COMPLETO 2º SEMESTRE DE 2015 MANHÃ Turma 1A ADM/ECO 07:30 ANÁLISE MICRO I CÁLCULO I CÁLCULO I ANÁLISE ESTATÍSTICA I FUNDAMENTOS DE ADM I 09:55 LABORATÓRIO DE NEGÓCIOS ANÁLISE MACRO I ANÁLISE ESTATÍSTICA I FUNDAMENTOS DE ADM I ANÁLISE

Leia mais

Cumprimento de exigência do Parecer 137/86. João Paulo do Valle Mendes. CESu, 1º Grupo

Cumprimento de exigência do Parecer 137/86. João Paulo do Valle Mendes. CESu, 1º Grupo ASSOCIAÇÃO DE ENSINO DE MARÍLIA SP Cumprimento de exigência do Parecer 137/86. João Paulo do Valle Mendes CESu, 1º Grupo Mediante o Parecer CFE-137/86, foi aprovada a nova estrutura do curículo pleno do

Leia mais

Autorização (exame do projeto) de Curso Superior de Tecnologia em Processamento de Dados, para funcionar na Faculdade de Informática.

Autorização (exame do projeto) de Curso Superior de Tecnologia em Processamento de Dados, para funcionar na Faculdade de Informática. SOCIEDADE CIVIL DE EDUCAÇÃO SÃO MARCOS Autorização (exame do projeto) de Curso Superior de Tecnologia em Processamento de Dados, para funcionar na Faculdade de Informática. SR. CONS. JOÃO PAULO DO VALLE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 12/05/2008 (*) Portaria/MEC nº 561, publicada no Diário Oficial da União de 12/05/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCH UFV CIÊNCIAS ECONÔMICAS. COORDENADORA DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS Giovana Figueiredo Rossi grossi@ufv.

Currículos dos Cursos do CCH UFV CIÊNCIAS ECONÔMICAS. COORDENADORA DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS Giovana Figueiredo Rossi grossi@ufv. 212 CIÊNCIAS ECONÔMICAS COORDENADORA DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS Giovana Figueiredo Rossi grossi@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 213 Bacharelado ATUAÇÃO O curso de Ciências Econômicas visa à

Leia mais

MESTRADO EM ECONOMIA E GESTÃO EMPRESARIAL E D I T A L M E E 0 2 / 2 0 1 5

MESTRADO EM ECONOMIA E GESTÃO EMPRESARIAL E D I T A L M E E 0 2 / 2 0 1 5 INSTITUTO DE ECONOMIA, GESTÃO E NEGÓCIOS MESTRADO EM ECONOMIA E GESTÃO EMPRESARIAL E D I T A L M E E 0 2 / 2 0 1 5 A Universidade Candido Mendes torna público, para conhecimento dos interessados, que estarão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 15/6/2009, Seção 1, Pág. 16. Portaria n 541, publicada no D.O.U. de 15/6/2009, Seção 1, Pág. 14. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 11/04/2008 (*) Portaria/MEC nº 459, publicada no Diário Oficial da União de 11/04/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Administração, das Faculdades Teresa Martin, SP. Layrton Borges de Miranda Vieira

Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Administração, das Faculdades Teresa Martin, SP. Layrton Borges de Miranda Vieira INTERESSADO / MANTENEDORA INSTITUTO EDUCACIONAL TERESA MARTIN UF SP ASSUNTO : Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Administração, das Faculdades Teresa Martin, SP. RELATOR.

Leia mais

CÓD. 104 - CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 42

CÓD. 104 - CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 42 Aprovado no CONGRAD: 15.09.09 Vigência: 2010/1, com efeito retroativo para os ingressos a partir 2009/1 104 - CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 42 ÁREAS DE FORMAÇÃO I - CONTEÚDOS

Leia mais

INCISO IV COMPONENTES CURRICULARES DE CADA CURSO, SUA DURAÇÃO, REQUISITOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

INCISO IV COMPONENTES CURRICULARES DE CADA CURSO, SUA DURAÇÃO, REQUISITOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO INCISO IV COMPONENTES CURRICULARES DE CADA CURSO, SUA DURAÇÃO, REQUISITOS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Graduação em Administração - FECAP Grade Curricular - 2º Semestre em 2013 (sujeita a alteração) 1 Semestre

Leia mais

E D I T A L M E E 0 2 / 2 0 1 4

E D I T A L M E E 0 2 / 2 0 1 4 INSTITUTO DE ECONOMIA, GESTÃO E NEGÓCIOS MESTRADO EM ECONOMIA EMPRESARIA L E D I T A L M E E 0 2 / 2 0 1 4 A Universidade Candido Mendes torna público, para conhecimento dos interessados, que estarão abertas,

Leia mais

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. COORDENADOR Luciano José Minette minetti@ufv.br

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. COORDENADOR Luciano José Minette minetti@ufv.br ENGENHARIA DE PRODUÇÃO COORDENADOR Luciano José Minette minetti@ufv.br 210 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro de Produção ATUAÇÃO O Curso de Engenharia de Produção da UFV visa preparar profissionais

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO (*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 04/12/2007. (*) Portaria / MEC n 1.151, publicada no Diário Oficial da União de 04/12/2007. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

A análise que ora é feita refere-se à fase denomi nada projeto e baseia-se, também, na resposta ao DC 157/89.

A análise que ora é feita refere-se à fase denomi nada projeto e baseia-se, também, na resposta ao DC 157/89. Associação Campineira de E ducaç ã o e C ultura Autorização(Projeto) do curso de A dministração Lêda Maria Chaves I - RELATÓRIO A Associação Campineira de Educação e Cultura, pelo Parecer 86/89, teve aprovado

Leia mais

PIA SOCIEDADE DOS MISSIONÁRIOS DE SAO CARLOS. Margarida Maria do R.B.P.Leal

PIA SOCIEDADE DOS MISSIONÁRIOS DE SAO CARLOS. Margarida Maria do R.B.P.Leal MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA PIA SOCIEDADE DOS MISSIONÁRIOS DE SAO CARLOS UF SP ASSUNTO Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Administração,

Leia mais

Coordenação Professor Francisco Ricardo Duarte (Portaria nº 712, de 08 de agosto de 2012)

Coordenação Professor Francisco Ricardo Duarte (Portaria nº 712, de 08 de agosto de 2012) SOBRE O CURSO: Universide Federal do Vale do São Francisco Univasf O Curso vem ao encontro s necessides s organizações públicas contemporâneas, que buscam gestores com visão holística s ações administrativas

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BAURUENSE DE ENSINO SUPERIOR E CULTURA

ASSOCIAÇÃO BAURUENSE DE ENSINO SUPERIOR E CULTURA ASSOCIAÇÃO BAURUENSE DE ENSINO SUPERIOR E CULTURA Autorização do curso de Ciências - habilitação em Ma temática - Licenciatura Plena para funcionar na Faculdade de Ci ências, novo estabelecimento de ensino

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADA: Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA EMENTA: Renova o reconhecimento do Curso de Graduação Tecnológica em Marketing, ofertado pela Universidade Estadual Vale do Acaraú, com vigência até

Leia mais

Reconhecimento do Curso de Ciência da Computação. Pe. Antônio Geraldo Amaral Rosa

Reconhecimento do Curso de Ciência da Computação. Pe. Antônio Geraldo Amaral Rosa UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS RJ Reconhecimento do Curso de Ciência da Computação Pe. Antônio Geraldo Amaral Rosa 1 - RELATÓRIO 01. 0 PEDIDO: A Reitora da Universidade Católica de Petrópolis encaminha

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL LUZWELL DE ENSINO SUPERIOR

INSTITUTO EDUCACIONAL LUZWELL DE ENSINO SUPERIOR INSTITUTO EDUCACIONAL LUZWELL DE ENSINO SUPERIOR Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis, ministrado pela Faculdade de Administração e Ciências Contábeis Luzwell. JESSÉ GUIMARÃES 1-RELATÓRIO O Diretor

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 18/01/2008 (*) Portaria/MEC nº 89, publicada no Diário Oficial da União de 18/01/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

SOCIEDADE CIVIL DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO ROQUE

SOCIEDADE CIVIL DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO ROQUE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA SOCIEDADE CIVIL DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO ROQUE UF SP ASSUNTO: Autorização Projeto) para funcionamento do curso de Administração

Leia mais

Autorização (Execução do Projeto) de curso de Ciências Econômicas, a funcionar na Faculdade de Ciências Económicas e Contábeis Cândido Rondon

Autorização (Execução do Projeto) de curso de Ciências Econômicas, a funcionar na Faculdade de Ciências Económicas e Contábeis Cândido Rondon ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL CÂNDIDO RONDON Autorização (Execução do Projeto) de curso de Ciências Econômicas, a funcionar na Faculdade de Ciências Económicas e Contábeis Cândido Rondon João Paulo do Valle Mendes

Leia mais

AUDITORIA E PERÍCIA CONTÁBIL

AUDITORIA E PERÍCIA CONTÁBIL - AUDITORIA E PERÍCIA CONTÁBIL ESTRUTURA CURRICULAR Metodologia de Pesquisa Auditoria Independente Auditoria Fisco-Tributária Fundamentos de Perícia Contábil Perícia Cível e Trabalhista Perícia em Sistema

Leia mais

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR EDITAL 162/2013 Curso Sem. Disciplina Perfil do Docente Administração 1º Teoria Geral da Administração Administração 1º Empreendedorismo Administração 1º Sociologia das Organizações

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. fgv.br/vestibular

GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. fgv.br/vestibular GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO fgv.br/vestibular IDEALISMO, EXCELÊNCIA E CREDIBILIDADE A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944 com o objetivo de preparar profissionais qualificados em Administração

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DE DIREITO PRIMEIRO PERÍODO

MATRIZ CURRICULAR DE DIREITO PRIMEIRO PERÍODO MATRIZ CURRICULAR DE DIREITO PRIMEIRO PERÍODO DISCIPLINA H/A CRÉD. PRÉ-REQUISITO Teoria Geral do 72 4 - Ciência Política 72 4 - Metodologia da Pesquisa 36 2 - Língua Portuguesa 72 4 - Teoria Geral da Relação

Leia mais

SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGÜE, PORTUGUÊS, FRANCÊS E INGLÊS. COORDENADORA Ana Carolina Gonçalves Reis carolinareis@ufv.br

SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGÜE, PORTUGUÊS, FRANCÊS E INGLÊS. COORDENADORA Ana Carolina Gonçalves Reis carolinareis@ufv.br SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGÜE, PORTUGUÊS, FRANCÊS E INGLÊS COORDENADORA Ana Carolina Gonçalves Reis carolinareis@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 375 Bacharelado ATUAÇÃO O curso de Secretariado

Leia mais

Reconhecimento do curso de Licenciatura Plena em Historia e

Reconhecimento do curso de Licenciatura Plena em Historia e Autarquia Educacional do Araripe Geografia. Reconhecimento do curso de Licenciatura Plena em Historia e Leda Maria Chaves - RELATÓRIO Dados sobre a mantenedora Condição Jurídica,Regularidade Fiscal e Parafiscal

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. Portaria n 890, publicada no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. (Resumido)

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. (Resumido) FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRATIVAS DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM ES Curso de Administração reconhecido pelo Decreto Federal nº 78.951, publicado no D.O.U. de 16-12-1976 Curso de Ciências Contábeis

Leia mais

Reconhecimento do Curso de Engenharia, com habilitação em Engenharia Civil, da Faculdade de Engenharia de São José do Rio Preto.

Reconhecimento do Curso de Engenharia, com habilitação em Engenharia Civil, da Faculdade de Engenharia de São José do Rio Preto. SOCIEDADE RIOPRETENSE BE ENSINO SUPERIOR SP Reconhecimento do Curso de Engenharia, com habilitação em Engenharia Civil, da Faculdade de Engenharia de São José do Rio Preto. Jucundino da Silva Furtado.

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS 2015.1

CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS 2015.1 UNIVERSIDADE CEUMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS 2015.1 MATRIZ CURRICULAR 2011.0 Período

Leia mais

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO - FCAP ASSUNTO: RENOVAÇÃO DO RECONHECIMENTO DO CURSO SUPERIOR SEQUENCIAL DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM GESTÃO IMOBILIÁRIA

Leia mais

CÓD. 1739 - CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TURNO: NOITE Currículo nº 02 MATRIZ CURRICULAR

CÓD. 1739 - CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TURNO: NOITE Currículo nº 02 MATRIZ CURRICULAR Aprovado no CONGRAD: 08.05.2012 Vigência: para os ingressos a partir 2012/2 CÓD. 1739 - CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TURNO: NOITE Currículo nº 02 MATRIZ CURRICULAR CÓD. ÁREAS DE FORMAÇÃO I - CONTEÚDOS DE FORMAÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº09/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Administração do Centro de

Leia mais

CONSIDERANDO que os estudos apresentados para o desdobramento desse Departamento atendem a política universitária traçada por este Conselho;

CONSIDERANDO que os estudos apresentados para o desdobramento desse Departamento atendem a política universitária traçada por este Conselho; RESOLUÇÃO N o 11/86, DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Desdobra, com novas denominações, Departamento do Centro de Ciências Humanas e Artes. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, no uso

Leia mais

Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. CESu

Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. CESu ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL PRESIDENTE KENNEDY Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. SR. CONS. Yugo Okida CESu 1 - RELATÓRIO A Associação Educacional

Leia mais

Administração. Curso de Graduação Bacharelado em

Administração. Curso de Graduação Bacharelado em Curso de Graduação Bacharelado em Administração O curso de Administração está enquadrado como uma ciência social aplicada. Estuda-se em profundidade técnicas e instrumentos analíticos, além de simulações

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA CLASSE DESCENTRALIZADA DE ILHA SOLTEIRA E. E. DE URUBUPUNGÁ

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ILHA SOLTEIRA ILHA SOLTEIRA CLASSE DESCENTRALIZADA DE ILHA SOLTEIRA E. E. DE URUBUPUNGÁ REQUISITOS PARA INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO, Nº 065/06/2015 de 19/10/2015. 1. Gestão da

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DO LITORAL SANTISTA - AELIS. Reconhecimento do Curso de Ciências Atuariais JÚLIO GARCIA GREGÕRIO MOREJON

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DO LITORAL SANTISTA - AELIS. Reconhecimento do Curso de Ciências Atuariais JÚLIO GARCIA GREGÕRIO MOREJON ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DO LITORAL SANTISTA - AELIS Reconhecimento do Curso de Ciências Atuariais JÚLIO GARCIA GREGÕRIO MOREJON I - RELATÓRIO ' A Associação Educacional do Litoral Santista, mantenedora

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BANDEIRA TRIBUZI DE ENSINO SUPERIOR

ASSOCIAÇÃO BANDEIRA TRIBUZI DE ENSINO SUPERIOR ASSOCIAÇÃO BANDEIRA TRIBUZI DE ENSINO SUPERIOR Autorização (projeto) para funcionamento do curso de Ciências Econômicas a ser ministrado pela Faculdade de Ciências Contábeis e Econômicas de São Luís JESSÉ

Leia mais

SOCIEDADE UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO. Autorização (Projeto) de Plano de Curso de Ciência da Computação. Jucundino da Silva Furtado

SOCIEDADE UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO. Autorização (Projeto) de Plano de Curso de Ciência da Computação. Jucundino da Silva Furtado SOCIEDADE UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENOVADO OBJETIVO Autorização (Projeto) de Plano de Curso de Ciência da Computação. Jucundino da Silva Furtado 1 - RELATÒRIO Neste processo, de interesse da Sociedade

Leia mais

6.1 Matriz Curricular Ciências Econômicas (turno noturno)

6.1 Matriz Curricular Ciências Econômicas (turno noturno) 6.1 Matriz Curricular Ciências Econômicas (turno noturno) Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Graduação (ESTRUTURA CURRICULAR 2010-2011) MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 28/7/2009, Seção 1, Pág. 53. Portaria n 760, publicada no D.O.U. de 28/7/2009, Seção 1, Pág. 53. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

A instituição pretende oferecer quatro turmas de vinte alunos cada, que funcionarão de segunda à sexta-feira.

A instituição pretende oferecer quatro turmas de vinte alunos cada, que funcionarão de segunda à sexta-feira. INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda CEPEP EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Administração Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, do Centro de Estudos

Leia mais

EDITAL SG-Nº 068/2015

EDITAL SG-Nº 068/2015 EDITAL SGNº 068/2015 Comunicamos aos senhores alunos das Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba FARESC, as disciplinas que serão ofertadas em Período Especial: Disciplina Administração Financeira

Leia mais

Margarida Maria do R.B.P.Leal

Margarida Maria do R.B.P.Leal INTERESSADO/MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE EDUCAÇÃO ASSUNTO. UF SP Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Comunicação Social, habilitação em Publicidade e Propaganda, a ser

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, Publicado no Diário Oficial da União de 21/12/2006 (*) Portaria/MEC nº 2012, publicada no Diário Oficial da União de 21/12/2006 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. - Área de Comunicação: Técnico em Propaganda e Marketing

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. - Área de Comunicação: Técnico em Propaganda e Marketing CONLHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL Homologado em 24/7/2001, publicado no DODF de 27/7/2001, p. 40. Portaria nº 353, de 14/8/2001, publicada no DODF de 16/8/2001, p. 16. Parecer nº 136/2001-CEDF Processo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.672 DE 06 DE MARÇO DE 2008

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.672 DE 06 DE MARÇO DE 2008 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.672 DE 06 DE MARÇO DE 2008 Homologa o Parecer nº 013/2008-CEG que aprova o Projeto Político

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Habilitação: Bacharel em Sistemas de Informação Cálculo I - 90 6 Lógica - Programação I - 90 6 1º. Fundamentos de Sistemas de Informação - Metodologia da Pesquisa - 30 2 Comunicação Empresarial - 30 2

Leia mais

Credenciamento do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção nível de Doutorado Concentraçao em Pesquisa Operacional,a nível de doutorado.

Credenciamento do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção nível de Doutorado Concentraçao em Pesquisa Operacional,a nível de doutorado. Credenciamento do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção nível de Doutorado Concentraçao em Pesquisa Operacional,a nível de doutorado. 0 Sub-Reitor de Ensino para Graduados e Pesquisa da Universidade

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO DATAS DOS EXAMES * 1º SEMESTRE CURRICULAR - NOTURNO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO DATAS DOS EXAMES * 1º SEMESTRE CURRICULAR - NOTURNO 1º SEMESTRE CURRICULAR - NOTURNO SALA 301 Contabilidade I Matemática Geral Fundamentos da Administração Estatística Leitura e Produção de Textos Contabilidade I Matemática Geral Fundamentos da Administração

Leia mais

Autorização para curso de Especialização em Informática (Redes de Computadores), a ser ministrado, fora de sede. Dalva Assumpção Soutto Mayor

Autorização para curso de Especialização em Informática (Redes de Computadores), a ser ministrado, fora de sede. Dalva Assumpção Soutto Mayor INTERESSADO/MANTENEDORA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA UF PB ASSUNTO: Autorização para curso de Especialização em Informática (Redes de Computadores), a ser ministrado, fora de sede. RELATOR. SR. CONS.

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL HOWELL. 1-RELATÓRIO Trata o presente processo da autorização do curso de Adminis-

INSTITUTO EDUCACIONAL HOWELL. 1-RELATÓRIO Trata o presente processo da autorização do curso de Adminis- MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA INSTITUTO EDUCACIONAL HOWELL UF SP ASSUNTO: Autorização (Projeto) do Curso de Administração RELATOR: SR. CONS. Yugo Okida PARECER

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO / MANTENEDORA FEBASP SOCIEDADE CIVIL ASSUNTO SP UF Autorização (Projeto) para funcionamento do curso de Tecnologia da Embalagem,

Leia mais

1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio)

1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio) 1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio) Administração Administração (EII) Administração - Habilitação em Administração de Empresas Administração - Habilitação em Administração

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC. Reconhecimento do Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC. Reconhecimento do Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC Reconhecimento do Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria Yugo Okida 1 - RELATÓRIO Trata o presente parecer do reconhecimento do curso Superior de Tecnologia

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 131/2007-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 20/11/2007 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 131/2007-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 20/11/2007 I RELATÓRIO: INTERESSADA: AUTARQUIA BELEMITA DE CULTURA, DESPORTOS E EDUCAÇÃO ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO RELATOR: CONSELHEIRO ARNALDO CARLOS DE MENDONÇA PROCESSO Nº 152/2007 PARECER CEE/PE Nº

Leia mais

Resolução 038/2001 CONSEPE

Resolução 038/2001 CONSEPE Resolução 038/2001 CONSEPE Aprova as normas de funcionamento do Curso de Administração do Centro de Ciências da Administração CCA/ESAG. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE

Leia mais

ANEXO II DA RESOLUÇÃO N.º 018/2004 CONSEPE, DE 18/03/2004 01 - FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS FACEM 0102 - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DAD

ANEXO II DA RESOLUÇÃO N.º 018/2004 CONSEPE, DE 18/03/2004 01 - FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS FACEM 0102 - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DAD ANEXO II DA RESOLUÇÃO N.º 018/2004 CONSEPE, DE 18/03/2004 01 - FACULE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS FACEM 0102 - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - AGLUTINAÇÃO DE DISCIPLINAS / ATIVIES CURRICULARES AFINS CÓDIGO.

Leia mais

MBA FINANÇAS, COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES COM INVESTIDORES (PARCERIA IBRI)

MBA FINANÇAS, COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES COM INVESTIDORES (PARCERIA IBRI) MBA FINANÇAS, COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES COM INVESTIDORES (PARCERIA IBRI) Apresentação FIPECAFI A Faculdade FIPECAFI é mantida pela Fundação Instituto de Pesquisa Contábeis, Atuariais e Financeiras, criada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 24/03/2006. Portaria MEC nº 772, publicada no Diário Oficial da União de 24/03/2006. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

Em atendimento ao art. 32 da Portaria MEC 40/2007, publicamos as condições de oferta do Curso de Bacharelado em Administração, conforme segue:

Em atendimento ao art. 32 da Portaria MEC 40/2007, publicamos as condições de oferta do Curso de Bacharelado em Administração, conforme segue: Em atendimento ao art. 32 da Portaria MEC 40/2007, publicamos as condições de oferta do Curso de Bacharelado em Administração, conforme segue: I Ato autorizativo, expedido pelo MEC, com a data de publicação

Leia mais

PROCESSO Nº 1863/12 PROTOCOLO Nº 11.579.438-8 PARECER CEE/CES Nº 74/12 APROVADO EM 03/12/12

PROCESSO Nº 1863/12 PROTOCOLO Nº 11.579.438-8 PARECER CEE/CES Nº 74/12 APROVADO EM 03/12/12 PROTOCOLO Nº 11.579.438-8 PARECER CEE/CES Nº 74/12 APROVADO EM 03/12/12 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR INTERESSADA: FACULDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DE APUCARANA - FECEA MUNICÍPIO: APUCARANA ASSUNTO:

Leia mais

E-mail: Currículo lattes:

E-mail: Currículo lattes: CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL Adalberto Wolmer do Nascimento Silva (Especialista) Regime de Trabalho: Tempo Parcial Área de Conhecimento:

Leia mais

HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2015.1 FACULDADE SALESIANA DO NORDESTE EM 04/02/2015

HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2015.1 FACULDADE SALESIANA DO NORDESTE EM 04/02/2015 HORÁRIO DAS AVALIAÇÕES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2015.1 FACULDADE SALESIANA DO NORDESTE EM 04/02/2015 Introdução à Administração 1º PERÍODO PRIMEIRA AVALIAÇÃO Temas Noções de Direito Fundamentais

Leia mais

INTERESSADO: Instituto de Educação Profissional SOS Computadores

INTERESSADO: Instituto de Educação Profissional SOS Computadores INTERESSADO: Instituto de Educação Profissional SOS Computadores EMENTA: Credencia o Instituto de Educação Profissional SOS Computadores, nesta Capital, e reconhece o curso de educação profissional técnica

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação UF: DF Superior. ASSUNTO: Diretrizes para a elaboração, pelo INEP,

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA ESTRUTURA CURRICULAR Metodologia da Pesquisa Métodos Quantitativos Aplicados Ambiente Econômico Matemática Financeira Administração Financeira Planejamento e Gestão

Leia mais