TERMO DE REFERÊNCIA. Prestação de Serviços Especializados de Projetos de Teste de Software

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA. Prestação de Serviços Especializados de Projetos de Teste de Software"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços Especializados de Projetos de Teste de Software

2 OBJETO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE PROJETOS DE TESTE DE SOFTWARE. 1. ESPECIFICACÕES DO OBJETO 1.1. Definição do objeto Contratação de empresa, por demanda, para Prestação de Serviços Especializados de Projetos de Teste de Software, doravante denominada como Teste de Software Fundamentação da compra O serviço a ser contratado, objetiva identificar defeitos e/ou falhas nos Sistemas de Informação utilizados pela CONTRATANTE. A execução do Teste de Software será provida por empresa especializada com utilização de metodologias e ferramentas específicas à área de conhecimento de engenharia de teste de software; Espera-se como resultado a identificação de defeitos, falhas, vulnerabilidades de segurança e limites de operação dos Sistemas de Informação de forma que a CONTRATANTE possa agir de forma proativa, antecipar-se à implementação de ações corretivas e preventivas de forma assertiva e precisa, sanar defeitos com maior agilidade, além de planejar e desenvolver soluções baseadas em software com melhor robustez, segurança e escalabilidade, antes da implementação em Produção, melhorando, assim não somente a garantia da qualidade dos Sistemas de Informação, mas também a qualidade dos serviços prestados aos cidadãos que de forma direta ou indireta, dependem dos serviços disponibilizados através dos Sistemas de Informação utilizados na Prefeitura Municipal de São Paulo. Será considerada vencedora da licitação, a empresa cuja proposta comercial, além de atender às especificações contidas no edital e seus anexos, apresentar o menor preço por item. DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 2 de 15

3 1.3. Requisitos do serviço O serviço a ser contratado, Teste de Software, deverá ser fornecido em horas, nas modalidades e volume descritos abaixo: TABELA DE COMPOSIÇÃO DOS ITENS Modalidades de Testes Testes de Recuperação, Estresse, Segurança, Carga e Desempenho. Unidade Horas / Ano O serviço será contratado, sob demanda, de acordo com as necessidades da CONTRATANTE, podendo ser utilizadas uma ou mais modalidades de testes (conforme tabela de composição de itens acima); Os testes serão desenvolvidos em ciclos, denominados Ciclos de Testes, compreendidas pelas seguintes etapas: Planejamento Análisar de requisitos, elaborar a estratégia de teste e o plano de teste. Preparação Preparar o ambiente de teste (equipamentos, pessoal, ferramentas de automação, massa de testes) para que os testes sejam executados conforme planejados. Especificação Elaborar / revisar casos de testes e roteiros de testes. Execução Executar testes e registrar os resultados obtidos. Entrega Finalizar o projeto e entregar toda a documentação utilizada. DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 3 de 15

4 1.3.4 A estimativa da quantidade de horas para cada Teste de Software, deve levar em conta a duração dos Ciclos de Testes, as modalidades de testes solicitadas pela CONTRATANTE, a complexidade técnica, a infraestrutura do Sistema de Informação e prazo limite informado pela CONTRATANTE através de cronograma; Considerando a natureza do serviços, os padrões de excelência que se deseja alcançar e os resultados esperados, os roteiros de teste de cada ciclo de teste devem conter, no Máximo 05 (cinco) ciclos; Os resultados dos testes devem ser apresentados de forma clara e objetiva, através de relatórios detalhados, possibilitando à CONTRATANTE entender as possíveis causas dos problemas, reproduzir os defeitos, implementar correções nos Sistemas de Informação e executar re-testes de forma autônoma; Os Sistemas de Informação aos quais serão aplicados os Ciclos de Testes, de forma geral, podem ser definidos através das seguintes características: Sistemas baseados na WEB - Sistemas de Informação estruturados para funcionar na Internet, baseados em soluções WEB com utilização dos diversos navegadores. Sistema Cliente Servidor Sistemas de Informação estruturados para funcionar na rede de dados corporativa. Os recursos computacionais são compartilhados por servidor em plataforma distribuída entre clientes nas diversas plataformas. Principais Plataformas de Software utilizadas nos Sistemas de Informação: MAINFRAME: Sistema Operacional : Z/OS Gerenciadores de Banco de Dados : DB2, IMS e Oracle Acesso a Arquivos : VSAM, QSAM E ISAM Gerenciadores de Transações : CICS e IMS Gerenciadores de Comunicação : Vtam e TCP/IP Gerenciadores de Fila : Websphere MQ Series e MS Biztalk Server Linguagens : IBM OS/VS Cobol, IBM VS Cobol II, IBM Enterprise Cobol for Z/OS and OS/390, CSP, AES, PL/SQL, Oracle Forms, SQL*MENU e Easytrieve Ferramentas de Apoio : Roscoe, QMF, Erwin, BMS, DXT, MFS, TSO e Endevor DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 4 de 15

5 JEE, ORACLE E PHP: Sistema Operacional : Unix e Similares, LINUX (Debian e Red Hat), Windows, Windows Server e Z/OS Módulo Servidor : Apache, JBoss / Tomcat, IBM Websphere, Oracle, Bea WebLogical. Gerenciadores de Banco de Dados : Oracle, SQL Server, Sybase, Mysql, Fire Bird e PostgreSql Linguagens : Java /JEE, JSP,HTML, Javascript, C, XML,PL/SQL, PHP, Transact SQL, Shell Script E C++. Ferramentas de Apoio : Enterprise Architect, Eclipse, Jboss Seam, Jboss Tools, ApacheAnt, Drivers JDBC, Log4J, Jaas, Xstream, Apache Axis, Jasperreport / ireport, JSF, Hibernate, JPA, GWT, RichFaces, Ajax4JSF, Icefaces, Tomahawk, SVN, CVS e VSS, Erwin, MS Reporting Services, Visual Source Safe, Oracle Forms, Oracle Reports, Starteam, Borland Together, Borland JBuilder, Borland Caliber, MS Office, Crystal Reports Gerenciadores de Fila : Websphere MQ Series e MS Biztalk Server Endevor MICROSOFT E BORLAND / MICROFOCUS: Sistema Operacional : Windows Módulo Servidor : IIS, MS COM+ Gerenciadores de Banco de Dados : Oracle, SQL Server, Sybase, Mysql, Fire Bird, Cachê e PostgreSql Linguagens : C++, VB Net, Transact Sql, Html, ASP, JAVASCRIPT, C, XML, Visual Basic, PL/SQL, PHP, TRANSACT SQL, Delphi E J Modalidades de Testes As seguintes modalidades de teste de software poderão ser aplicadas aos Sistemas de Informação : Teste de Recuperação - O objetivo do teste de recuperação é verificar a robustez e também a capacidade de um determinado software para retornar a um estado operacional após estar em um estado de falha Teste de Estresse - O objetivo do teste de estresse é analisar o comportamento e medir o desempenho do sistema de informação, sob situações onde o consumo de recursos computacionais cheguem ao limite das tecnologias que o suportam. A quantidade de agentes de software que serão utilizados nesta modalidade de teste, bem como os cenários de testes que serão aplicados, deverão ser mensurados de acordo com a necessidade do sistema de informação. DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 5 de 15

6 1.4.3 Teste de Segurança - O teste de segurança objetiva a descoberta de falhas que colocam em risco a segurança dos sistemas, incluindo a aplicação de software, seu banco de dados e os recursos computacionais e de infraestrutura que suportam o sistema: O resultado desta modalidade de teste deverá fornecer informações que permitam a análise das falhas de segurança identificadas, além de apresentar sugestões de melhoria do sistema e da infraestrutura tecnológica quanto às opções descritas: - Análise Estática; - Avaliação de Vulnerabilidade; - Teste de Invasão (Ethical Hacking); - Força Bruta; - Sequestro de Sessões; - SQL Injection; - Cross-Site Scripting; - Cross-Site Request Forgery; - Execução de Comandos no SO; - Elevação de Privilégios; - Upload de Arquivo Irrestrito; - Inclusão de Arquivo Remoto Teste de Carga e Desempenho - O objetivo do teste de Carga é manter o sistema ativo e executando, avaliando as condições de memória e outros recursos, bem como a estabilidade durante tempo a ser definido pela CONTRATADA levando-se em conta as necessidades do negócio Fornecimento do serviço A solicitação para início de execução dos serviços ocorrerá por meio de Contrato de Serviço assinado pelos Gestores do Contrato, que serão os principais representantes da CONTRATANTE e CONTRATADA Para cada contrato haverá uma ou mais Ordem de Serviço as quais conterão especificações sobre o serviço solicitado. As Ordens de Serviço deverão descrever os serviços de forma detalhada contendo, entre outras informações, os prazos para início e término do serviço, requisitos, descrição do Sistema de Informação objeto dos testes, infraestrutura, as modalidades a serem executadas e quantidades de Ciclos de Testes; DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 6 de 15

7 1.5.3 Os serviços serão prestados, sob demanda, mediante solicitação da CONTRATANTE à CONTRATADA e serão remunerados em razão da quantidade de horas utilizadas na execução dos Ciclos de Testes. A CONTRATADA deverá providenciar, todos os recursos humanos e físicos, além de quaisquer insumos necessários à prestação dos serviços contratados, e se durante a vigência do Contrato ocorrer atualização ou troca de versão dos softwares por superior no ambiente, a CONTRATADA deverá adaptar-se às mudanças, às suas expensas, sem custos adicionais para a CONTRATANTE, caso ocorra a necessidade de acesso ao ambiente de sistemas da CONTRATANTE para o execução do serviço, está será analisada e tratada pelo Gestor Técnico do contrato de acordo com as normas de segurança e acesso existentes no ambiente da CONTRATANTE. A CONTRATADA deverá dispor de Firewall (hardware) compatível com o tráfego imposto para a execução dos serviços; o Firewall e roteadores deverão ser configurado e gerenciado pela CONTRATANTE; A CONTRATANTE emitirá Ordem de Serviço e a CONTRATADA deverá responder formalmente à CONTRATANTE, em até 05 (cinco) dias úteis, sobre a capacidade de atendimento da mesma quanto ao prazo, quantidade de horas e Ciclos de Testes necessários. A CONTRATADA deverá informar, se houver, inconformidades e adequações necessárias para atendimento da Ordem de Serviço; Para desambiguação sobre o entendimento das Ordem de Serviço, ou para promover a equalização do planejamento do serviço, tais como prazos, condições técnicas e, principalmente, sobre a quantidade de horas e ciclos de teste necessários, será formada uma comissão, composta pelos Gestores da CONTRATADA E CONTRATANTE e presidida pelo Gestor Técnico ou Fiscal do Contrato da CONTRATANTE. As deliberações dessa comissão serão devidamente registradas em ata de reunião. Havendo necessidade, será elaborada uma nova Ordem de Serviço, com prazos, quantidade de horas e Ciclos de Testes, entre outras condições para execução dos serviços, definidos de comum acordo entre a CONTRATANTE e a CONTRATADA; As interações entre os profissionais da CONTRATANTE e da CONTRATADA, necessárias, bem como todas as etapas referentes ao item e execução dos serviços, ocorrerão nas dependências da CONTRATANTE, na cidade de São Paulo, durante horário comercial, de 08:00h às 17:00h horas, de segunda a sexta-feira, exceto feriados. A necessidade de qualquer interação, nas dependências da CONTRATANTE, fora do horário comercial deverá ser precedida de solicitação escrita e será condicionada a autorização da CONTRATANTE. DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 7 de 15

8 1.6. Planejamento Tendo aceito a Ordem de Serviço, a CONTRATADA terá o prazo de até 10 (dez) dias úteis para planejar a execução dos trabalhos e apresentar à CONTRATANTE; A elaboração do planejamento da Ordem de Serviço será sempre conjugada com uma reunião para apresentação técnica do Sistema de Informação, objeto dos testes, que será previamente agendada e realizada nas dependências da CONTRATANTE; O planejamento dos trabalhos será realizado a cada Ordem de Serviço, e será composto por; Plano ou estratégia : Documento com o conjunto das atividades do esforço de teste, tipos de testes, cronograma com marcos de entregas e prazos de execução, papéis, responsabilidades e definição de infraestrutura interna e externa necessárias; Cenário ou Roteiro : Conjunto de casos de testes que serão executados para cobrir uma ou mais modalidades de testes; Casos de Teste : Conjunto de procedimentos e critérios de execução / validação / verificação de um ou mais Ciclos de Teste; Etapas : Ações de validação / verificação de cada Ciclo de Teste Após a apresentação do planejamento da Ordem de Serviço, a CONTRATANTE terá até 5 (cinco) dias úteis para aceitar ou propor mudanças para o planejamento, com a indispensável justificativa; 1.7. Execução Os trabalhos deverão ser executados no período comercial da CONTRATANTE exceto quando, as características do Sistema de Informação, objeto do teste, necessitar que sejam realizados em períodos que ofereçam menor risco ao Sistema de Informação e em ambiente operacional disponibilizado pela CONTRATANTE. A criação de usuários virtuais nas quantidades, equipamentos e links de comunicação necessários para execução dos testes, bem como todas as necessidades para as medições/coletas, acompanhamento e evidencias das métricas necessárias aos testes serão de responsabilidade da CONTRATADA; A CONTRATANTE deverá disponibilizar o ambiente computacional relativo a instalação do Sistema de Informação a ser testado, bem como todos os prepostos e recursos humanos previstos para acompanhamento dos serviços, exceto recursos para testes externos; DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 8 de 15

9 1.8. Acompanhamento A execução dos testes deverá ser acompanhada pela equipe da CONTRATANTE. Para isto, a CONTRATADA deverá disponibilizar pelo menos uma forma para acompanhamento local / remoto dos trabalhos, durante a execução dos testes; Durante a execução dos testes, a CONTRATADA e a equipe da CONTRATANTE, deverão monitorar a capacidade dos recursos computacionais dos equipamentos servidores e de conectividade, do ambiente computacional, onde serão realizados os testes. Ao verificarem que o consumo dos recursos computacionais estiver alcançando patamares críticos à estabilidade do sistema, ambas as equipes deverão interromper os testes em execução. Exceto quando o teste tiver o objetivo específico de medir a capacidade final do ambiente computacional; A inspeção dos resultados dos Ciclos de Testes entregues consiste em verificar se os resultados apresentados estão condizentes com a Ordem de Serviço; Caso houver inconformidades detectadas durante a inspeção dos resultados dos Ciclos de Testes, a CONTRATADA será comunicada para providenciar a adequação necessária à conformidade da Ordem de Serviço. A CONTRATADA terá o prazo de 5 (cinco) dias úteis para providenciar a adequação do serviço ou, discordando, solicitar a revisão da inspeção dos resultados dos ciclos de teste, justificando, neste caso, o motivo da discordância; 1.9. Entrega Após a realização dos serviços solicitados deverão ser enviados os relatórios dos resultados dos ciclos de teste para apuração dos serviços efetivamente prestados, que serão atestados pela CONTRATANTE; Os resultados a serem produzidos por cada Ciclo de Testes deverá fornecer informações suficientes e tecnicamente claras, de forma que seja possível analisar os defeitos e falhas identificadas, possibilitando implementar correções e estratégias de contenção. Deverão ser gerados relatórios dos resultados dos Ciclos de Teste, contendo: a. Descrição dos problemas (defeitos e falhas) e evidências relacionadas; b. Passos da ação executada; c. Resultados esperados; d. Resultados obtidos; e. Descrição do ambiente operacional onde o teste foi executado, tais como sistema operacional, navegador de internet; f. Artefatos relacionados que auxiliem na compreensão do problema, e na sua reprodução, tais como imagens capturadas da tela do computador com a apresentação do problema; DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 9 de 15

10 g. Proposição de melhorias sobre a infraestrutura, arquitetura e funcionalidades do sistema de informação submetido ao teste Os serviços deverão ser prestados para que se busque, ao máximo, identificar os defeitos e falhas nos sistemas, elaborando com detalhes relatórios definidos no item 1.9.2, além de informações pertinentes a garantir a melhoria da qualidade do sistema de informação; A medição dos serviços prestados será realizada pela CONTRATANTE, através da contabilização das horas usadas nas etapas concluídas pela CONTRATADA e com base nos relatórios de conclusão dos Ciclos de Testes; A medição dos serviços será realizada por pelo menos dois representantes do Grupo de Trabalho na CONTRATANTE, e serão revisadas pelo Gestor Técnico do Contrato da CONTRATANTE; Será facultada à CONTRATADA a solicitação da revisão da medição dos serviços, devendo manifestar-se por escrito justificando o motivo da discordância; A revisão da medição será realizada por dois ou mais representantes do Grupo de Trabalho, acompanhada pelo Gestor Técnico do Contrato da CONTRATANTE e, poderá ser convocada a participação de representante indicado pela CONTRATADA A CONTRATADA deverá fornecer à CONTRATANTE a metodologia aplicada no processo de execução dos testes, detalhando os procedimentos através de relatórios e manuais Aceite Após o recebimento dos documentos citados no item E satisfeitas todas as condições de análise referentes às horas e serviços efetivamente prestados, o órgão CONTRATANTE emitirá o respectivo Termo de Aceite dos Serviços Prestados, no prazo máximo de 05(cinco) dias úteis; Após o recebimento da Nota Fiscal e satisfeitas todas as condições de análise da mesma, o órgão CONTRATANTE emitirá o respectivo Termo de Aceite da Nota Fiscal, no prazo máximo de 05(cinco) dias úteis; A CONTRATANTE ao seu critério e a qualquer tempo, poderá cancelar ou paralisar a execução do projeto em processo de execução pela empresa CONTRATADA. Nesta eventualidade, a CONTRATANTE pagara a empresa CONTRATADA a quantidade proporcional de Ciclos de Testes realizados, integral ou parcialmente, em acordo com a posição prevista no cronograma de execução do projeto. DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 10 de 15

11 Os produtos somente serão considerados entregues após aceitação pelo Gestor Técnico do Contrato, ou por pessoas por eles oficialmente indicadas, contendo a documentação necessária devidamente atualizada; O aceite será feito por formulários específicos determinados pela CONTRATANTE Os motivos da não aceitação de uma entrega devem ser documentados no mesmo formulário padrão, onde serão feitas referências aos motivos do não aceite ou das ressalvas, bem como as ações corretivas recomendadas. 2. GARANTIA 2.1. A CONTRATADA deverá garantir os serviços realizados, cabendo-lhes todas as manutenções corretivas decorrentes de seus erros ou falhas cometidas durante o desenvolvimento dos trabalhos contratados e erros ou falhas de integração e adequação sistêmica, a qualquer tempo durante a vigência do contrato e após o seu encerramento, desde que a CONTRATANTE mantenha as condições iniciais de infraestrutura; 2.2. Os prazos de garantia a serem observados serão aqueles indicados pela CONTRATADA. O prazo de garantia começa a ser contado a partir da data de assinatura do aceite do produto. 3. OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE 3.1. Indicar um representante para acompanhar e fiscalizar a execução dos serviços; 3.2. Promover a fiscalização do Contrato, sob os aspectos quantitativo e qualitativo, por intermédio de profissional designado, anotando em registro próprio as falhas detectadas e exigindo as medidas corretivas necessárias, bem como acompanhar o desenvolvimento dos serviços, conferindo-os atestando os documentos fiscais pertinentes, quando comprovada a execução total, fiel e correta dos serviços, podendo ainda sustar, recusar, mandar fazer ou desfazer qualquer procedimento que não esteja de acordo com os termos contratuais; 3.3. Informar à CONTRATADA as normas e procedimento de acesso às instalações, e eventuais alterações; 3.4. Permitir ao pessoal técnico da CONTRATADA, desde que identificado, o acesso às instalações da CONTRATANTE para execução dos serviços, quando for impossível ou inviável executar de forma remota, respeitando as regras de segurança solicitadas pela CONTRATANTE; 3.5. A CONTRATANTE garantirá a disponibilização de todos os recursos necessários para execução dos serviços contratados, exceto aqueles de responsabilidade exclusiva da CONTRATADA, e também, o que for especificado na Ordem de Serviço; DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 11 de 15

12 3.6. Realizar o acompanhamento da execução dos serviços, a inspeção dos resultados dos Ciclos de Testes, respeitando-se os prazos e outras condições definidas no planejamento da Ordem de Serviço; 3.7. Efetuar os pagamentos devidos à CONTRATADA, na forma convencionada, dentro do prazo previsto, desde que atendidas às formalidades necessárias, após a aceitação dos serviços faturados; 3.8. Comunicar tempestivamente à CONTRATADA as possíveis irregularidades detectadas na execução dos serviços. 4. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 4.1 Qualificação Técnica Comprovar, por meio de atestado, a experiência na realização de serviços relativos a teste de software. O atestado deverá ser fornecido por pessoa jurídica de direito público ou privado, em papel timbrado da empresa ou identificado com o carimbo padronizado do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), e deverá comprovar que a licitante tenha executado serviços relativos a teste de software, com complexidade tecnológica e operacional equivalente ou superior às requisitadas neste Termo de Referência. 4.2 Confidencialidade A CONTRATADA obriga-se a tratar como segredos comerciais e confidenciais quaisquer informações, dados, processos, fórmulas, códigos, fluxogramas, diagramas lógicos, dispositivos e modelos relativos aos produtos adquiridos, utilizando-os apenas para as finalidades previstas neste objeto, não podendo revelá-los ou facilitar a sua revelação a terceiros. Para este propósito é obrigatória a assinatura do Termo de Confidencialidade pelos profissionais alocados da CONTRATADA; Fornecer os serviços descritos neste Termo de Referência, sob demanda da CONTRATANTE, de acordo com as características técnicas constantes nas Ordens de Serviço, bem como quaisquer resultados inerentes à execução dos serviços; Alocar, em todos os serviços, profissionais com perfis e qualificações adequados, mantendo todas as condições que garantiram sua habilitação e qualificação neste processo licitatório; Manter seus funcionários devidamente informados das normas da CONTRATANTE, referentes à utilização e segurança das instalações, dos recursos computacionais e confidencialidade exigidas no manuseio das informações; DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 12 de 15

13 Manter um responsável pelo gerenciamento dos serviços, com poderes de representante legal ou preposto para tratar de todos os assuntos relacionados à ata de registro de preços junto a CONTRATANTE, sem ônus para esta; Após a assinatura do contrato, a empresa deverá indicar o responsável técnico pela prestação dos serviços a serem efetuados, com comprovação de titulação acadêmica em Teste e Qualidade de Software, tais como mestre e/ou doutor, ou certificação profissional em Teste de Software; A comprovação do vínculo do Responsável Técnico deverá ser feita por meio de cópias das Carteiras de Trabalho ou fichas de Registro de Empregado que comprove a condição de que pertence ao quadro da empresa CONTRATADA, ou contrato social que demonstre a condição de sócio do profissional ou ainda por meio de contrato de prestação de serviços, sem vínculo trabalhista e regido pela legislação civil comum A CONTRATADA deve preservar a mais absoluta confidencialidade a respeito de quaisquer informações de propriedade da CONTRATANTE e da Prefeitura Municipal de São Paulo, as quais tiver acesso, ficando terminantemente proibido de fazer uso ou revelação de qualquer informação, sob qualquer justificativa; A CONTRATADA deverá preservar a integridade e a disponibilidade das informações, dados e sistemas da CONTRATANTE, utilizando técnicas e procedimentos para impedir a destruição, perda, alteração e o acesso não autorizado, seja intencional ou não; A CONTRATADA deve comunicar formalmente e imediatamente ao representante da CONTRATANTE sobre qualquer brecha ou falha percebida que exponha a confidencialidade, integridade e disponibilidade das informações e dos sistemas; Cabe à CONTRATADA garantir a segurança física, procedural, pessoal e outras que sejam necessárias para a proteção da confidencialidade, da integridade e disponibilidade das informações a que tiver acesso, durante a execução dos trabalhos; Os responsáveis da CONTRATADA deverão assinar termo de sigilo pelo manuseio das informações disponibilizadas pela CONTRATANTE. 4.3 Direitos autorais e propriedade intelectual São de propriedade da CONTRATANTE todos os resultados gerados a partir da execução do Contrato, incluindo dados, documentos e elementos de informação pertinentes às tecnologias utilizadas, tais como relatórios, diagramas, cronogramas, fluxogramas, modelos de dados, e todos os documentos técnicos produzidos, sendo vedada a divulgação ou distribuição. destes por parte da CONTRATADA, independente do intuito ou finalidade. DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 13 de 15

14 4.4 Prazo e Local de Entrega Prazo de entrega: O prazo para execução e entrega dos serviços, será de acordo com a quantidade e horas e de Ciclos de Testes discriminados no Ordem de Serviço; Local de entrega: Os artefatos entregáveis deverão ser entregues na sede da CONTRATANTE. Opcionalmente, em formato digital poderão ser entregues através de , neste caso, definido na Ordem de Serviço. 5. CONDIÇÕES DE PAGAMENTO 5.1. Após a emissão do Termo de Aceite dos Serviços Prestados, a CONTRATADA deverá emitir e enviar a respectiva Nota Fiscal, no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis; e a CONTRATANTE devera emitir aceite em ate (5) dias uteis para aprovação da Nota Fiscal O pagamento será efetuado em (20) vinte dias corridos do aceite dos serviços por intermédio de depósito em conta corrente ou por outra modalidade que possa ser determinada pela CONTRATANTE Em caso de atraso de pagamento dos valores devidos à Contratada, mediante requerimento formalizado por esta, incidirão juros moratórios calculados utilizando-se o índice oficial de remuneração básica da caderneta de poupança e de juros simples no mesmo percentual de juros incidentes sobre a caderneta de poupança, para fins de compensação da mora (TR + 0,5% pro-rata tempore ), observando-se para tanto, o período correspondente à data prevista para o pagamento e aquela data em que o pagamento efetivamente ocorreu A Contratante promoverá, previamente a qualquer desembolso em benefício da Contratada, a verificação no site de qualquer pendência no CADIN Cadastro Informativo Municipal da Prefeitura da Cidade de São Paulo, sendo que se for verificada a existência de registro no CADIN em nome da Contratada, incidirão as disposições do artigo 3º da Lei Municipal nº , de 06 de dezembro de 2005, suspendendo-se o pagamento enquanto perdurar o registro, ressalvada a hipótese prevista no artigo 9º do Decreto Municipal nº , de 21 de março de DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 14 de 15

15 5.5. Caso a Fatura contenha divergência com relação ao estabelecido no Instrumento Contratual, a Contratante ficará obrigada a comunicar a empresa contratada, formalmente, o motivo da não aprovação no prazo de 05 (cinco) dias úteis. A devolução da Fatura, devidamente regularizada pela Contratada, deverá ser efetuada em até 02 (dois) dias úteis da data da comunicação formal pela CONTRATANTE A CONTRATADA deverá se responsabilizar pelos encargos fiscais, trabalhistas, previdenciários e civis dos seus empregados alocados para a prestação dos serviços ora contratados, eximindo a CONTRATANTE de quaisquer ônus, seja qual for à origem A CONTRATADA obriga-se, quando solicitado pela CONTRATANTE, a fornecer toda a documentação necessária para a fiscalização e verificação do cumprimento dos deveres trabalhistas e previdenciários (Súmula 331/TST). São Paulo, 10 de Setembro de Gilberto Shigueru Ono Gerência de Transição de Serviços DIT/GIT TR TESTES DE SOFTWARE 15 de 15

TERMO DE REFERÊNCIA. Prestação de Serviços Especializados de Projetos de Teste de Software. Página 1 de 13

TERMO DE REFERÊNCIA. Prestação de Serviços Especializados de Projetos de Teste de Software. Página 1 de 13 TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços Especializados de Projetos de Teste de Software Página 1 de 13 OBJETO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE PROJETOS DE TESTE DE SOFTWARE. 1. ESPECIFICACÕES

Leia mais

ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO

ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO CONCORRÊNCIA DIRAD/CPLIC-008/2008 1 ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO 1. INFORMAÇÕES GERAIS E CARACTERÍSTICA DO ATUAL AMBIENTE CORPORATIVO

Leia mais

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO 1. Introdução 1.1. Descrição do serviço Este documento disciplina a cessão de uso permanente da solução de software para Gestão

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. DIT/GIS TR ARP Licenças de Software Sistema Operacional Linux.doc 1/ 6 TERMO DE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Fábrica de Software Código e Teste

TERMO DE REFERÊNCIA. Fábrica de Software Código e Teste TERMO DE REFERÊNCIA Fábrica de Software Código e Teste 1. Objeto Os serviços de codificação e testes para o desenvolvimento e/ou manutenção de sistemas de informação, de acordo com a metodologia, especificações,

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0

CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0 CATÁLOGO DE SERVIÇOS DIRETORIA DE SUPORTE COMPUTACIONAL VERSÃO 1.0 2011 1 1. APRESENTAÇÃO No momento de sua concepção não haviam informações detalhadas e organizadas sobre os serviços de Tecnologia da

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÔES EVOLUTIVAS NO SITE PRO-SST DO SESI 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada para executar serviços de manutenção evolutiva, corretiva, adaptativa e normativa

Leia mais

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal 1. Há planejamento institucional em vigor? Deverá ser respondido SIM caso o Órgão/Entidade possua um planejamento estratégico

Leia mais

SUPLEMENTO Nº 02. O presente Suplemento tem por finalidade proceder as alterações do edital do Pregão PE.DAQ.G.00031.2011, conforme abaixo:

SUPLEMENTO Nº 02. O presente Suplemento tem por finalidade proceder as alterações do edital do Pregão PE.DAQ.G.00031.2011, conforme abaixo: PE.DAQ.G.00031.2011 1/7 SUPLEMENTO Nº 02 O presente Suplemento tem por finalidade proceder as alterações do edital do Pregão PE.DAQ.G.00031.2011, conforme abaixo: 1) Na Seção III, subitem 3.3 Documentação

Leia mais

1. Descrição dos Serviços de Implantação da SOLUÇÃO

1. Descrição dos Serviços de Implantação da SOLUÇÃO Este documento descreve os serviços que devem ser realizados para a Implantação da Solução de CRM (Customer Relationship Management), doravante chamada SOLUÇÃO, nos ambientes computacionais de testes,

Leia mais

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PROJETO BÁSICO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ACADÊMICOS NA ÁREA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATU SENSO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA COMPOR O PROGRAMA DE EFICIÊNCIA

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA Contrato de prestação de serviços educacionais que fazem entre si SOCIEDADE BENEFICENTE ISRAELITA BRASILEIRA HOSPITAL

Leia mais

Regulamento Interno. de Estágios

Regulamento Interno. de Estágios Regulamento Interno de Estágios Índice Apresentação... 3 Capítulo 1 Caracterização e objetivo do estágio... 3 Capítulo 2 - Oferta de vagas de estágio... 4 Capítulo 3 - Duração do estágio... 5 Capítulo

Leia mais

ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES

ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES 77 ANEXO 7 MODELOS DE ATESTADOS E DECLARAÇÕES 1. Disposições Gerais A) As declarações devem estar em papel timbrado da licitante, contendo o nome, cargo ou função, dados de identificação (CPF e identidade),

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO XVII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS MODELO 01 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE ESTRUTURA

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO XVII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS MODELO 01 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE ESTRUTURA CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO XVII MODELOS DE DECLARAÇÕES E ATESTADOS MODELO 01 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE DE ESTRUTURA Referência: CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 - BNDES Data: / / Licitante: CNPJ:

Leia mais

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica 91 ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica Nº Processo 0801426905 Licitação Nº EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 04/2008 [Razão ou denominação social do licitante] [CNPJ] A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S E S P E C I F I C A Ç Õ E S 1) DO OBJETO: É objeto da presente licitação, a contratação de empresa para Prestação de Serviço de Auditoria externa (independente), compreendendo: 1.1 Auditoria dos registros

Leia mais

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica 449 ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios Pontos Peso Pontos Ponderados (A) (B) (C) = (A)x(B) 1. Qualidade 115 1 115 2. Compatibilidade 227 681.

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 88.076.302/0001-94

Leia mais

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido

2.2 - Prestação de Serviços de Suporte Técnico Assistido Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 010/2011 1 DO OBJETO 1.1 - Contratação de empresa para o fornecimento de licenças de uso de software SAP, BusinessObjects Enterprise - BOE, com manutenção

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL EDITAL DO TESTE PÚBLICO DE SEGURANÇA

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL EDITAL DO TESTE PÚBLICO DE SEGURANÇA TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL EDITAL DO TESTE PÚBLICO DE SEGURANÇA A Comissão Reguladora comunica aos interessados que, conforme estabelecido na Resolução TSE nº 23.444, de 30 de abril de 2015, será realizado

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix

TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços de suporte técnico para a Ferramenta de Scanner de Vulnerabilidades de Aplicações Web Acunetix, e, atualização de novas versões e das vulnerabilidades detectáveis.

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS 1.1. PERFIL DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA: 1.1.1.DESCRIÇÃO DO PERFIL: O profissional desempenhará

Leia mais

Dell Infrastructure Consulting Services

Dell Infrastructure Consulting Services Proposta de Serviços Profissionais Implementação do Dell OpenManage 1. Apresentação da proposta Esta proposta foi elaborada pela Dell com o objetivo de fornecer os serviços profissionais de implementação

Leia mais

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses.

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência [OBJETO] 1 Termo de Referência Serviço de envio de mensagens

Leia mais

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica 491 ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica Nº Processo 0801428311 Licitação Nº EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 09/2008 [Razão ou denominação social do licitante] [CNPJ] A. Fatores de Pontuação Técnica:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa para prestação de serviços de treinamento em Information Technology Infrastructure Library (ITIL)V3.

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa para prestação de serviços de treinamento em Information Technology Infrastructure Library (ITIL)V3. TERMO DE REFERÊNCIA Contratação de empresa para prestação de serviços de treinamento em 1. OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviços de treinamento em conceitos da biblioteca ITIL V3 - Infrastructure

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.1. Gestões a serem auditadas: Contábil, Financeira, Patrimonial, Administrativa.

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.1. Gestões a serem auditadas: Contábil, Financeira, Patrimonial, Administrativa. GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO 1.1. Contratação de empresa

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 (NOME FANTASIA DO PRODUTO): INVESTCAP TRAD-PU 03 (12M) MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900283/2013-20

Leia mais

Artigo 1º - Aprovar revisão da Política de Segurança da PRODEB, que com esta se publica.

Artigo 1º - Aprovar revisão da Política de Segurança da PRODEB, que com esta se publica. Classificação: RESOLUÇÃO Código: RP.2007.077 Data de Emissão: 01/08/2007 O DIRETOR PRESIDENTE da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia - PRODEB, no uso de suas atribuições e considerando

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: 03.558.096/0001-04 (PU 15 MESES) - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS ÍNDICE I Informações Iniciais... 4 II Glossário... 4 III Objetivo... 5 IV Natureza do Título... 5 V Vigência... 5 VI Pagamento... 5 VII Carência...

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO nº 003/2011

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO nº 003/2011 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO nº 003/2011 Por este instrumento particular de Contrato de Prestação de Serviços, entre si fazem CONSÓRCIO QUIRIRI jurídica devidamente inscrita no CNPJ sob nº. 02.375.463/0001-63,

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA GERENCIA EXECUTIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 RELAÇÃO DE ITENS ASSUNTOS 1. OBJETIVO... 1 2. DO OBJETO... 2 3. DA MOTIVAÇÃO... 2 4. DA JUSTIFICATIVA DO OBJETO... 3 5. DOS RESULTADOS A SEREM ALCANÇADOS...

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE 1. DOS SERVIÇOS: 1.1 O presente contrato tem como objeto a formulação do conjunto de páginas eletrônicas e gráficas, aqui denominado simplesmente

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA PLANO PU

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO.1 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.30/0001-94 APLUBCAP ECO.1 MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: 15414.0055/011-47

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Anexo I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO, LICENCIAMENTO, ATUALIZAÇÃO E TREINAMENTO DE PRODUTOS MICROSOFT. 1 1 - OBJETO Registro de Preços para contratação

Leia mais

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ZURICH BRASIL CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 17.266.009/0001-41 ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015.

PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015. PORTARIA Nº 7.965, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2015. Atualiza o macroprocesso da fase de Gestão de Contratos de Tecnologia da Informação e Comunicações, instituído no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ARTESANATO E ESTILO - ARTEST

ASSOCIAÇÃO DE ARTESANATO E ESTILO - ARTEST Cotação Prévia de Preços n 002/2013 Convênio nº 35/2013 - SEBRAE/ ARTEST Menor preço Cotação Prévia de Preços na modalidade menor preço para contratação de empresa especializada nos serviços de GESTÃO

Leia mais

Proposta Técnica. Desenvolvimento de software QUICKSITE

Proposta Técnica. Desenvolvimento de software QUICKSITE Proposta Técnica Desenvolvimento de software CONTEÚDO Resumo Executivo...3 1.1 Duração e Datas Especiais... 3 1.2 Fatores Críticos de Sucesso... 3 A Hi Level...3 Solução Proposta...4 1.3 Escopo... 4 1.4

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL

CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 BRADESCO SOLUÇÃO DE ALUGUEL PLANO PU 15/15 A - MODALIDADE:

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA GERENCIA EXECUTIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 RELAÇÃO DE ITENS ASSUNTOS 1. OBJETIVO... 1 2. DO OBJETO... 2 3. DA JUSTIFICATIVA DO OBJETO... 2 4. DAS ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS... 2 5. DA PRESTAÇÃO

Leia mais

Marcus Vinicius Russo Roberto

Marcus Vinicius Russo Roberto Marcus Vinicius Russo Roberto Produtor de Tecnologia 1 de Março de 1985 São Paulo - SP (11) 8928-1479 contato@vinirusso.info www.vinirusso.info Propriedades Minha especialidade é a pesquisa e o encontro

Leia mais

PORTARIA Nº 1.998, DE 22 DE ABRIL DE 2015.

PORTARIA Nº 1.998, DE 22 DE ABRIL DE 2015. PORTARIA Nº 1.998, DE 22 DE ABRIL DE 2015. Institui o macroprocesso da fase de Gestão de Contratos de Tecnologia da Informação e Comunicações no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região. A

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros

CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS Troca Premiável Bradesco Seguros SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PU 12/12 T MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

Cargo Função Superior CBO. Tarefas / Responsabilidades T/R Como Faz

Cargo Função Superior CBO. Tarefas / Responsabilidades T/R Como Faz Especificação de FUNÇÃO Função: Analista Desenvolvedor Código: Cargo Função Superior CBO Analista de Informática Gerente de Projeto Missão da Função - Levantar e prover soluções para atender as necessidades

Leia mais

Condições Gerais. I Informações Iniciais

Condições Gerais. I Informações Iniciais Condições Gerais I Informações Iniciais Sociedade de Capitalização: MAPFRE Capitalização S.A. CNPJ: 09.382.998/0001-00 Nome Fantasia do Produto: Mc-T-04- Pu 12 Meses Modalidade: Tradicional Processo Susep

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

ANEXO II AO EDITAL N.º AMBIENTE TECNOLÓGICO DA CONTRATANTE

ANEXO II AO EDITAL N.º AMBIENTE TECNOLÓGICO DA CONTRATANTE ANEXO II AO EDITAL N.º AMBIENTE TECNOLÓGICO DA CONTRATANTE 1. A CONTRATADA deverá dominar as ferramentas de apoio ao desenvolvimento, bem como todos os aspectos técnicos relevantes sobre as plataformas

Leia mais

CONVITE / COMPRA DIRETA FFM 004/15 CP

CONVITE / COMPRA DIRETA FFM 004/15 CP CONVITE / COMPRA DIRETA FFM 004/15 CP A Fundação Faculdade de Medicina, entidade filantrópica, de direito privado, sem fins lucrativos, vem convidar V. Sas a participar do processo de Pedido de Cotação

Leia mais

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO

1. LICENCIAMENTO 2. SUPORTE TÉCNICO 1. LICENCIAMENTO 1.1. Todos os componentes da solução devem estar licenciados em nome da CONTRATANTE pelo período de 36 (trinta e seis) meses; 1.2. A solução deve prover suporte técnico 8 (oito) horas

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.901295/2014-52 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 04/008 ANEXO PT. 08014905 ANEXO Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios Pontos Peso Pontos Ponderados (A) (B) (C) = (A)x(B)

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2015 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2015 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 24/2015 - BNDES Prezado Senhor, Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. Item 1.1.2 - Onde podemos encontrar os procedimentos,

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Versão

Leia mais

CONTRATO DE ASSINATURA, CESSÃO DE DIREITO DE USO, LICENÇA DE USO DE SOFTWARE E OUTRAS AVENÇAS.

CONTRATO DE ASSINATURA, CESSÃO DE DIREITO DE USO, LICENÇA DE USO DE SOFTWARE E OUTRAS AVENÇAS. CONTRATO DE ASSINATURA, CESSÃO DE DIREITO DE USO, LICENÇA DE USO DE SOFTWARE E OUTRAS AVENÇAS. MÓDULO SISTEMAS DE GESTÃO LTDA, com sede na cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, na Rua Amapá, 309

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP

CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP Versão 2013 Processo SUSEP Nº: 15414.900275/2013-83 ÍNDICE I II III IV V VI VII VIII IX X XI XII XIII XIV INFORMAÇÕES INICIAIS........... Pág. 4 GLOSSÁRIO... Pág. 4 OBJETIVO...

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO 100 II I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO 100 II PLANO PU 36/001 B1 - MODALIDADE:

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET)

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) IplanRio Empresa Municipal de Informática Janeiro 2012 1. OBJETO Registro de preço para aquisição de Dispositivos Móveis do tipo,

Leia mais

Plano de Sustentação (PSUS)

Plano de Sustentação (PSUS) Plano de Sustentação (PSUS) Contratação de serviços técnicos de suporte à infraestrutura de Tecnologia da Informação do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis Planejamento

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA. Pelo presente instrumento particular de Contrato de Prestação de Serviços de Telefonia (doravante designado simplesmente Contrato ) o

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45

CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45 CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45 1. Glossário Subscritor é quem adquire o Título, assumindo o compromisso de efetuar

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO

CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CARDIF CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ Nº. : 11.467.788/0001-67 PRODUTO: PR_PU_POPULAR1_S100_1S_CS0834 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº:

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

Integram a presente Solicitação de Cotação os seguintes documentos: Anexo I Termo de Referência Anexo II Modelo de Formulário de Oferta

Integram a presente Solicitação de Cotação os seguintes documentos: Anexo I Termo de Referência Anexo II Modelo de Formulário de Oferta TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE PROJETO GRÁFICO E EDITORAÇÃO GRÁFICA DE FOLDER TEMÁTICO SOBRE MULHERES JOVENS NEGRAS E INDÍGENAS Prezados Senhoras e Senhores, Brasília, 14

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.902145/2013-85 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE 1. DOS SERVIÇOS: 1.1 O presente contrato tem como objeto a formulação do conjunto de páginas eletrônicas e gráficas, aqui denominado simplesmente

Leia mais

PROPOSTA TÉCNICA/PLANILHA DE AVALIAÇÃO (com Alteração 01)

PROPOSTA TÉCNICA/PLANILHA DE AVALIAÇÃO (com Alteração 01) CONCORRÊNCIA DIRAD/CPLIC Nº 001/2010 ANEXO II 1 PROPOSTA TÉCNICA/PLANILHA DE AVALIAÇÃO (com Alteração 01) I - Atestados, certidões e comprovantes I.1 Todos os documentos, atestados e certificados deverão

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA/1123 FNDE -EDITAL Nº 01/2009 1. Perfil: Consultor ESPECIALISTA EM PLANO DE METAS ANALISTA PROGRAMADOR DELPHI - Código 1 - CGETI. 2. Nº de vagas:

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE TREINAMENTO

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE TREINAMENTO 1 EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE TREINAMENTO O SENAR PR SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - Administração Regional do Paraná, com sede à Rua Marechal Deodoro, 450-16º

Leia mais

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar

A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS. A decisão de automatizar A ESCOLHA DE SISTEMA PARA AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS A decisão de automatizar 1 A decisão de automatizar Deve identificar os seguintes aspectos: Cultura, missão, objetivos da instituição; Características

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO Brasília, 10 de Janeiro de 2013. Prezadas Senhoras, Prezados Senhores, A ONU Mulheres Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres solicita

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 Versão: 01 Data de aprovação: 7 de outubro de 2014. Ato de aprovação: Resolução n.º 112 /2014 Unidade

Leia mais

CAPITALIZAÇÃO 2615.99.00.E -FEV/14 1

CAPITALIZAÇÃO 2615.99.00.E -FEV/14 1 CAPITALIZAÇÃO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Porto Seguro Capitalização S.A. CNPJ Nº 16.551.758/0001-58 MODALIDADE I: Tradicional PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003346/2012-17 II GLOSSÁRIO

Leia mais

Secretaria Municipal de Fazenda

Secretaria Municipal de Fazenda ANEXO VI TERMO DE REFERENCIA 1. Justificativa A Secretaria Municipal de Fazenda, no cumprimento de sua missão institucional é responsável por garantir a arrecadação dos tributos municipais e de outras

Leia mais

ANEXO XII INFRAESTRUTURA E SEGURANÇA. A finalidade desse Anexo é apresentar a infraestrutura e a segurança requeridas para a execução do Contrato.

ANEXO XII INFRAESTRUTURA E SEGURANÇA. A finalidade desse Anexo é apresentar a infraestrutura e a segurança requeridas para a execução do Contrato. 1 ANEXO XII INFRAESTRUTURA E SEGURANÇA 1. FINALIDADE A finalidade desse Anexo é apresentar a infraestrutura e a segurança requeridas para a execução do Contrato. 2. INFRAESTRUTURA PARA REALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO DA SOLUÇÃO MEDICINA DIRETA

CONTRATO DE ADESÃO DA SOLUÇÃO MEDICINA DIRETA CONTRATO DE ADESÃO DA SOLUÇÃO MEDICINA DIRETA 1. DAS PARTES NEODEL TECNOLOGIA E SOFTWARE LTDA, com sede à Rua Alvorada, no. 64 Conjunto 42, Bairro Vila Olímpia, Cidade de São Paulo, SP, Cep: 04550-000,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: Nº 03.558.096/0001-04 PU 12 MESES - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

Manual de Credenciamento como Emissor de Nota Fiscal Eletrônica

Manual de Credenciamento como Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Manual de Credenciamento como Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Este documento descreve o processo de credenciamento de contribuintes de ICMS estabelecidos no Estado de Minas Gerais como Emissores de Nota

Leia mais

PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015.

PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015. PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015. Aprova a Instrução Normativa nº 06, de 31 de agosto de 2015, que regulamenta os trâmites administrativos dos Contratos no âmbito do Conselho de Arquitetura

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS TERMO DE REFERÊNCIA Serviços de informática Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS 1 I VISITA IN LOCO No dia 24 de junho de 2014 na sede da Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS realizamos

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 036/2015 CONVITE Nº 007/2015 CONTRATO CONTRATO QUE FAZEM ENTRE SI A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE, COM RESULT ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA, PARA A CESSÃO DE USO, NA FORMA DE

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ARTESANATO E ESTILO - ARTEST

ASSOCIAÇÃO DE ARTESANATO E ESTILO - ARTEST Cotação Prévia de Preços n 001/2013 Convênio nº 35/2013 - SEBRAE/ ARTEST Maior percentual de desconto Cotação Prévia de Preços na modalidade maior percentual de desconto para contratação de empresa especializada

Leia mais

RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS. Responsável Seqüência Etapa do processo

RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS. Responsável Seqüência Etapa do processo Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Planejamento e Administração PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS

Leia mais

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli

Clóvis Diego Schuldt. Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS DE AMBIENTES CORPORATIVOS BASEADO NA BIBLIOTECA ITIL Clóvis Diego Schuldt Orientador: Prof. Wilson Pedro Carli Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Registro de Preços para prestação de serviço de atualização de licenças de uso do produto Citrix Xenapp, aquisição de novas licenças, subscrição e suporte ao software Citrix e suporte

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE FORNECEDORES 007/2015 - ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE FORNECEDORES 007/2015 - ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE FORNECEDORES 007/2015 - ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. IDENTIFICAÇÃO Coordenação: Profª. Ingrid Eleonora Schreiber Jansch Pôrto Centro de Empreendimentos em Informática da

Leia mais

IBM Managed Security Services for Agent Redeployment and Reactivation

IBM Managed Security Services for Agent Redeployment and Reactivation Descrição de Serviços IBM Managed Security Services for Agent Redeployment and Reactivation EM ADIÇÃO AOS TERMOS E CONDIÇÕES ESPECIFICADOS ABAIXO, ESSA DESCRIÇÃO DE SERVIÇOS INCLUI AS IBM MANAGED SECURITY

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS Esclarecimento I PERGUNTA 1: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2013/023 ESCLARECIMENTOS 7.5.3. documentação técnica do fabricante dos componentes cotados, incluindo partes de manuais e catálogos, que comprovem o atendimento

Leia mais

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI Nome da Empresa Documento Visão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 23/02/2015 1.0 Início do projeto Anderson, Eduardo, Jessica, Sabrina, Samuel 25/02/2015 1.1 Correções Anderson e Eduardo

Leia mais

Termo de Referência. Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos

Termo de Referência. Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos Termo de Referência Prestação de Serviços de Treinamento na área de Gerenciamento de Projetos Maio/2012 Índice 1. OBJETO... 3 2. ESCOPO... 3 3. PRAZO... 7 4. LOCAL DE TREINAMENTO... 7 5. HORÁRIO DE TREINAMENTO...

Leia mais

Processo Nº 25545/2014 RESPOSTAS A QUESTIONAMENTOS

Processo Nº 25545/2014 RESPOSTAS A QUESTIONAMENTOS Processo Nº 25545/2014 RESPOSTAS A QUESTIONAMENTOS Brasília/DF, 18 de junho de 2014. Objeto Consultoria para desenvolvimento de metodologias e sistemáticas de inteligência para acompanhamento das famílias

Leia mais

VI - PAGAMENTO 6.1 - Este Título é de pagamento único, cabendo ao Subscritor o pagamento de uma única parcela na data indicada.

VI - PAGAMENTO 6.1 - Este Título é de pagamento único, cabendo ao Subscritor o pagamento de uma única parcela na data indicada. CONDIÇÕES GERAIS DO (PU 12 MESES versão 178) I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ Nº 03.558.096/0001-04 (PU 12 MESES versão 178) - MODALIDADE:

Leia mais