(ANEXO 2) FICHA DOS PROJETOS

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "(ANEXO 2) FICHA DOS PROJETOS"

Transcrição

1 (ANEXO 2) FICHA DOS PROJETOS

2 1 - SUAP - Sistema Unificado de Acompanhamento Processual Implantar, a partir de diretrizes do CSJT, sistema único de acompanhamento processual, em substituição aos diversos sistemas hoje em funcionamento na Justiça do Trabalho de Minas Gerais, em preparação para a implantação do processo eletrônico. Acesso ao Sistema de Justiça Garantir a efetividade na execução das decisões judiciais Facilitar o acesso à Justiça Atuação Institucional Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Infraestrutura e Tecnologia Garantir a disponibilidade dos sistemas essenciais de T.I. Todas as unidades judiciárias de primeira e segunda instância, unidades administrativas Permitirá a instalação do processo eletrônico, conferindo uma nova dinâmica ao andamento do processo, com redução significativa do tempo de tramitação e julgamento e dos custos operacionais envolvidos, propiciando melhoria na qualidade da prestação jurisdicional e no acesso à informação. O sistema, comum a todos os tribunais do trabalho, dotará o TRT-MG de um aplicativo padrão e integrado capaz de executar, controlar, acompanhar e coordenar as atividades jurisdicionais de forma a tornar o procedimento jurídico o mais automático possível. Da mesma forma, possibilitará a implementação do processo virtual com o uso de documentos digitais e técnicas de certificação e assinatura digital, o que proporcionará o aumento da segurança, com a utilização de certificação digital para a assinatura de documentos. O SUAP-JT irá aprimorar a prestação jurisdicional, trazendo maior celeridade e confiabilidade aos procedimentos, e dotará a alta administração do TRT-MG de ferramentas de gestão que permitam acesso a dados gerenciais de forma instantânea.

3 2 - SIGA - Sistema Integrado de Gestão Administrativa Implantar, a partir de diretrizes do CSJT, sistema para toda a Justiça do Trabalho que atenderá às áreas de Material e Patrimônio, Almoxarifado, Compras, Contratos, Recursos Humanos, Folha de Pagamento, Planejamento e Execução Orçamentária. Alinhamento e Integração Fortalecer a interação entre as unidades Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Infraestrutura e Tecnologia Garantir a disponibilidade dos sistemas essenciais de T.I. Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias Unidades administrativas e financeiras: DSCF, DSPP, DSAOC, DSCA, DSDRH, DSMP, DSP O Projeto prevê a adoção de uma solução uniformizada para a gestão interna das atividades de natureza administrativa dos órgãos da Justiça do Trabalho. Este novo sistema substituirá as dezenas de soluções atualmente utilizadas, promovendo a padronização e integração entre o TST e os 24 TRT. Com a implantação do SIGA, unidades como Recursos Humanos, Serviço de Pagamento, Pessoal, Almoxarifado e demais unidades administrativas dos TRT estarão integradas em um só banco de dados, trazendo, assim, entre outras mudanças, a otimização dos serviços e a redução do uso de papel.

4 3 - Formação profissional continuada de magistrados Implantar projeto de formação continuada de magistrados, visando à capacitação, qualificação, orientação, suporte e integração do conhecimento jurídico com outras áreas, necessárias ao cumprimento da missão institucional. Acesso ao sistema de Justiça Garantir a efetividade na execução das decisões judiciais Alinhamento e Integração Fortalecer a interação entre as unidades Atuação institucional Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias Magistrados de 1ª e 2ª instância, além de servidores designados pela Escola Judicial. Em face do dinamismo da sociedade e das alterações legislativas, jurisprudenciais e doutrinárias a respeito de temas específicos que geram a necessidade de formação ou sensibilização dos magistrados e servidores acerca de temas específicos, necessários ao exercício da função jurisdicional. Necessidade de aprimorar o diálogo interestitucional tratando de temas específicos de interesse da Justiça do Trabalho e órgãos com atuação jurisdicional ou administrativa relacionada à proteção social ou do trabalho (MPT; MTE; PGF; PGFN, entre outros).

5 4 - Gestão por Competências Implantar o Projeto de Gestão por competências nas áreas administrativas e judiciárias, identificando conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias ao servidor para o cumprimento da missão institucional. Alinhamento e Integração Fortalecer a interação entre as unidades Alcançar uma gestão estratégica participativa Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Otimizar a alocação de recursos Unidades administrativas e judiciárias, DSDRH Sistematizar os dados pessoais e profissionais de cada servidor, a fim de favorecer o gerenciamento das equipes de trabalho, subsidiando as decisões da Administração no tocante à gestão de pessoas.

6 5 - Alteração de Jurisdições Alterar as sedes e jurisdições das Varas do Trabalho e criar Postos Avançados, conforme estudo elaborado pela Corregedoria. Acesso ao Sistema de Justiça Garantir a efetividade na execução das decisões judiciais Facilitar o acesso à Justiça Atuação Institucional Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias Varas e Foros do Trabalho, postos avançados, magistrados e servidores, unidades administrativas. Aprimorar a prestação jurisdicional, melhorar e agilizar os serviços judiciários, proporcionando a distribuição equânime dos processos trabalhistas nas unidades judiciárias da Justiça do Trabalho no Estado de Minas Gerais.

7 6 Criação de cargos de Desembargador Federal do Trabalho e da carreira judiciária; de cargos e funções comissionadas Elaborar anteprojeto de lei para criação de cargos de Desembargador Federal do Trabalho, de analista e técnico judiciários, de cargos e funções comissionadas. Acesso ao Sistema de Justiça Garantir a efetividade na execução das decisões judiciais Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Infraestrutura e Tecnologia Garantir a infraestrutura física e tecnológica apropriada às atividades administrativas e judiciais. Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias. Desembargadores, servidores vinculados às secretarias de turma e gabinetes; unidades administrativas 4.Justificativa A ampliação do número de cargos de Desembargador, de analista e técnico judiciários e de cargos e funções comissionadas visa ao aprimoramento da efetividade dos trâmites judiciais e da entrega da prestação jurisdicional.

8 7 Novo Regulamento Geral de Secretaria Elaborar e implantar um novo Regulamento Geral de Secretaria. Alinhamento e Integração Fortalecer a interação entre as unidades Alcançar uma gestão estratégica participativa Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Estrutura administrativa, incluindo os sistemas relativos a Pessoal, Material e Patrimônio, Serviços Gerais, Finanças, além das atividades Judiciárias, cujos sistemas compreenderão processos e apoio à prestação jurisdicional. Necessidade de implementar um redesenho da atual estrutura administrativa do Tribunal, de seus sistemas e atividades.

9 8- Descentralização das atividades jurisdicionais Implantar Posto Avançado da Justiça do Trabalho com a finalidade de descentralizar atividades jurisdicionais, tais como realização de audiências, recebimento de ações, protocolo de petições, recebimento de autos e outros. Acesso ao Sistema de Justiça Garantir a efetividade na execução das decisões judiciais Facilitar o acesso à Justiça Alinhamento e Integração Alcançar uma gestão estratégica participativa Atuação Institucional Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias Otimizar a alocação de recursos Varas e Foros, postos avançados, unidades administrativas, magistrados e servidores. A criação de postos avançados tem o propósito de reduzir a distância física entre a população e os órgãos jurisdicionais, democratizando o acesso à Justiça. A implementação do projeto encontra-se vinculada ao estabelecimento de parcerias com prefeituras e outros órgãos públicos.

10 9 Ampliação de parcerias com a sociedade Estabelecer parcerias com diversos segmentos da sociedade, com vistas à otimização dos recursos orçamentários. Acesso ao Sistema de Justiça Facilitar o acesso à Justiça Alinhamento e Gestão Fortalecer a interação entre as unidades Atuação Institucional Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias Otimizar a alocação de recursos Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região Promover ações visando otimizar recursos que viabilizem projetos e metas necessárias à execução da estratégia, observando o cronograma de prioridades dos projetos estratégicos

11 10 Projetos de Integração Realizar atividades de integração destinadas a magistrados e servidores, incluindo encontros regionais da administração e capacitação nas competências estratégicas. Alinhamento e Integração Fortalecer a interação entre as unidades Alcançar uma gestão estratégica participativa Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Unidades judiciárias e administrativas, magistrados e servidores, DSDRH, Escola Judicial. Fortalecer a comunicação entre as unidades do Tribunal, visando à execução de projetos multidisciplinares; Evitar que a fragmentação da estrutura física dificulte a interação entre as unidades; Realizar encontros entre as unidades do Tribunal (dinâmicas de grupo, capacitações etc.) a fim de aprimorar a interação entre magistrados e servidores.

12 11 Reforma/construção de sedes próprias de Varas do Trabalho Plano Plurianual 2008/ Construir sede própria para as Varas do Trabalho de Coronel Fabriciano, Contagem, Divinópolis, Governador Valadares, Montes Claros, Sabará, Pouso Alegre e Ribeirão das Neves. Construir sede própria para as Varas do Trabalho de Sete Lagoas, Betim, Almenara, Lavras, Muriaé, Poços de Caldas e Congonhas (não incluídas do PPA 2008/2011) Acesso ao Sistema de Justiça Facilitar o acesso à Justiça Atuação Institucional Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Infraestrutura e Tecnologia Garantir a infraestrutura física e tecnológica apropriada às atividades administrativas e judiciais. Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias Otimizar a alocação de recursos Varas e Foros do Trabalho, magistrados e servidores, unidades administrativas. Dotar a Justiça do Trabalho de instalações físicas adequadas ao atendimento dos jurisdicionados, proporcionando aos magistrados e servidores condições de trabalho apropriadas, com observância das condições de segurança e bemestar. Reduzir custos com locação de imóveis.

13 12 Criação de cargos efetivos do Quadro de Pessoal Elaborar anteprojeto de lei para criação de cargos efetivos do Quadro de Pessoal, incluindo técnico e analista judiciários, submetendo-o ao CSJT, CNJ e Congresso Nacional. Após, à sanção presidencial. Acesso ao Sistema de Justiça Garantir a efetividade na execução das decisões judiciais Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Infraestrutura e Tecnologia Garantir a infraestrutura física e tecnológica apropriada às atividades administrativas e judiciais. Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias. Varas e Foros do Trabalho, postos avançados, unidades administrativas, magistrados e servidores O aumento do número de cargos efetivos de analistas e técnicos judiciários possibilitará a redução do dispêndio com o pagamento de serviço extraordinário, além de permitir a substituição de parte de pessoal requisitado por servidores do Tribunal. Possibilitará, ainda, a continuidade do processo de descentralização da prestação jurisdicional.

14 13 - Ampliação do Programa de Inclusão Social dos Portadores de Necessidades Especiais Ampliar o convênio com a Federação Nacional dos Surdos FENEIS, que prevê a contratação de portadores de necessidades especiais. Responsabilidade Socioambiental Atuar com responsabilidade socioambiental Atuação Institucional Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias Unidades Judiciárias e Administrativas; Assessoria de Apoio à 1ª Instância; DSCA Promover a inclusão social, contribuindo para a promoção da cidadania, dos direitos fundamentais e dos temas de interesses da comunidade Promover a melhoria das relações interpessoais, a partir da vivência do processo de inclusão social.

15 14 Projeto de aquisição de imóvel para abrigar o Fórum da Justiça do Trabalho da Capital Elaborar anteprojeto de reforma e adequação das instalações da Escola de Engenharia da UFMG. Atuação Institucional Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Infraestrutura e Tecnologia Garantir a infraestrutura física e tecnológica apropriada às atividades administrativas e judiciais Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias. Varas do Trabalho da capital Reunir as varas do trabalho da capital em edificação única, dotada de instalações físicas adequadas ao atendimento dos jurisdicionados, proporcionando aos magistrados e servidores condições de trabalho apropriadas, com observância das condições de segurança e bem-estar. Reduzir custos com locação de imóveis.

16 15 Ampliação do Programa de Estágio Ampliar o Programa de Estágio, com a inclusão de estudantes nas áreas e unidades de interesse da Administração. Responsabilidade Socioambiental Atuar com responsabilidade socioambiental Atuação Institucional Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias Unidades judiciárias e administrativas; DSDRH Proporcionar maior interação entre a Justiça do Trabalho, as instituições de ensino e a sociedade; Contribuir para a formação de futuros profissionais, no cumprimento de seu papel social, ao tempo em que recebe idéias inovadoras e dinamismo próprios daqueles que se preparam para ingressar no mercado de trabalho.

17 16 Reforma do prédio da rua Goitacases Adaptar e reformar o prédio da rua Goitacases para receber áreas administrativas do Tribunal em ambientes adequados com funcionalidade, segurança e conforto. Alinhamento e Integração Fortalecer a interação entre as unidades Alcançar uma gestão estratégica participativa Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida de magistrados e servidores Infraestrutura e Tecnologia Garantir a infraestrutura física e tecnológica apropriada às atividades administrativas e judiciais Assegurar recursos orçamentários para a execução das estratégias. Unidades administrativas Reunir as áreas administrativas do Tribunal, com vistas à racionalização dos processos internos de trabalho e o fortalecimento da interação entre as unidades. Reduzir custos com locação de imóveis.

18 17 - Ampliação do Programa de Gestão Ambiental Inserir o conceito da responsabilidade socioambiental em todas as atividades realizadas no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, levandose em consideração os critérios básicos da sustentabilidade: economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente correto. Responsabilidade Socioambiental Atuar com responsabilidade socioambiental Atuação institucional Gestão de pessoas Buscar a melhoria contínua do clima organizacional e da qualidade de vida dos magistrados e servidores Todas as unidades; Comissão de Gestão Ambiental Contribuir com a preservação do meio ambiente através da inserção dos valores sustentáveis em todas as atividades realizadas no Tribunal, levando em consideração aspectos ambientais, sociais e econômicos.

19 18 Ampliação do Programa de Gestão Documental Racionalizar as rotinas administrativas, especificamente quanto aos arquivos correntes (documentos em trâmite), por meio da adoção de normas para autuação, organização, tramitação e arquivamento dos processos e procedimentos administrativos; padronização dos atos e comunicações oficiais (normalização e consolidação de normas) e extensão do Sistema Único de Protocolo (SUP) aos sistemas de arquivo. Alinhamento e Integração Alcançar uma gestão estratégica participativa Atuação Institucional Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes dos magistrados e servidores Todas as unidades do Tribunal, Comissão Permanente de Avaliação de Documentos DSDLJ, DSCI, DSCA O projeto constitui aprimoramento do Programa de Gestão Documental e compreende três ações distintas: a) A regulamentação dos processos e procedimentos administrativos, que trará o arcabouço legal para as rotinas eletrônicas em implantação (SUP); b) A normalização, que propiciará a elaboração de manual de redação oficial, de modo a padronizar os atos e comunicações que alimentarão os processos e sistemas administrativos; c) A extensão do SUP, que completará, no sistema, o ciclo vital dos documentos, ao agregar as temporalidades e destinações finais dos documentos estabelecidas nas respectivas tabelas de temporalidade.a proposta tem por objetivo reforçar a Gestão Documental, ao garantir a organização e a remessa dos arquivos correntes para os intermediários, nos mesmos padrões já adotados no âmbito do Arquivo-Geral do TRT.

A ESTRATÉGIA DO TRT-3ª REGIÃO

A ESTRATÉGIA DO TRT-3ª REGIÃO A ESTRATÉGIA DO TRT-3ª REGIÃO Plano Plurianual 2010-2014 Considerando o caráter dinâmico do processo de planejamento estratégico, o monitoramento e as revisões periódicas vêm auxiliar a Administração,

Leia mais

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional.

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Tema 1: Eficiência Operacional Buscar a excelência na gestão de custos operacionais. Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Agilizar

Leia mais

Garantir efetividade na tramitação dos processos judiciais e administrativos e assegurar a razoável duração do processo.

Garantir efetividade na tramitação dos processos judiciais e administrativos e assegurar a razoável duração do processo. Eficiência Operacional. Buscar a efetividade nos trâmites judiciais e administrativos. Garantir efetividade na tramitação dos processos judiciais e administrativos e assegurar a razoável duração do processo.

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Diretoria Geral de Planejamento, Coordenação e Finanças (DGPCF) 0301- Tribunal de Justiça.

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Diretoria Geral de Planejamento, Coordenação e Finanças (DGPCF) 0301- Tribunal de Justiça. ESTRUTURA PROGRAMÁTICA - PROPOSTA 2016 UNIDADE - UO 0301 PROGRAMA PROGRAMA Garantir o pagamento pelo efetivo serviço exercido por magistrados e servidores, bem como as obrigações de responsabilidade do

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC

Planejamento Estratégico de TIC Planejamento Estratégico de TIC Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe 2010 a 2014 Versão 1.1 Sumário 2 Mapa Estratégico O mapa estratégico tem como premissa de mostrar a representação visual o Plano

Leia mais

*486EBBAA* PROJETO DE LEI N.º, de 2014. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO)

*486EBBAA* PROJETO DE LEI N.º, de 2014. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO) ** PROJETO DE LEI N.º, de 2014. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO) Dispõe sobre a criação de cargos de provimento efetivo e de cargos em comissão no Quadro de Pessoal da Secretaria do Tribunal Regional

Leia mais

PROJETOS DA ADMINISTRAÇÃO PARA O BIÊNIO 2008/2009

PROJETOS DA ADMINISTRAÇÃO PARA O BIÊNIO 2008/2009 PROJETOS DA ADMINISTRAÇÃO PARA O BIÊNIO 2008/2009 LINHAS DE AÇÃO PROJETOS DESCRIÇÃO EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTO AOS USUÁRIOS / CELERIDADE Locação do 2º prédio na esquina da Av. Augusto de Lima com rua Mato

Leia mais

Plano Bianual 2010/2011

Plano Bianual 2010/2011 Plano Bianual 2010/2011 Por meio da Resolução Administrativa nº 55/2010 foi aprovado alterações no Plano Plurianual 2010/2014. Em razão, destas adequações, atualizamos a apresentação do Plano Bianual 2010/2011,

Leia mais

TJM-RS NGE-JME-RS. Anexo I - 2.2.3 - Levantamento de dados históricos Projetos TJM/RS de 2009 a 2014

TJM-RS NGE-JME-RS. Anexo I - 2.2.3 - Levantamento de dados históricos Projetos TJM/RS de 2009 a 2014 2013 TJM-RS NGE-JME-RS Anexo I - 2.2.3 - Levantamento de dados históricos Projetos TJM/RS de 2009 a 2014 [PAINEL DE INDICADORES-TJM-RS] Contém os indicadores do do Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande

Leia mais

Indicadores - Perspectiva Sociedade

Indicadores - Perspectiva Sociedade Indicadores - Perspectiva Sociedade Fortalecer a imagem institucional da Justiça do Trabalho IMAGEM ORGANIZACIONAL GRAU DE CONFIANÇA NA JUSTIÇA DO TRABALHO Mede o grau de confiança dos advogados e partes

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DE PROJETOS: Guia de referência do sistema de gestão de projetos do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região

MANUAL DE GESTÃO DE PROJETOS: Guia de referência do sistema de gestão de projetos do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região MANUAL DE GESTÃO DE PROJETOS: Guia de referência do sistema de gestão de projetos do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região Belém PA 2013 MANUAL DE GESTÃO DE PROJETOS: Guia de referência do sistema

Leia mais

Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação. Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região

Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação. Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região Dezembro/2010 2 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Missão: Prover soluções efetivas de tecnologia

Leia mais

RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SISTEMATIZAÇÃO DOS RESULTADOS Atendendo a solicitação do CNMP, o presente documento organiza os resultados

Leia mais

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC Incentivar a inovação em processos funcionais Aprendizagem e conhecimento Adotar práticas de gestão participativa para garantir maior envolvimento e adoção de soluções de TI e processos funcionais. Promover

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

INDICADORES E METAS DO TRT7 OBJETIVO ESTRATÉGICO TRT 7ª REGIÃO Nº.1.

INDICADORES E METAS DO TRT7 OBJETIVO ESTRATÉGICO TRT 7ª REGIÃO Nº.1. 34 Os indicadores são índices utilizados para aferir resultados. O TRT da 7ª Região adotou indicadores aferidos pelo CNJ e criou outros considerados relevantes para o processo decisório da gestão institucional,

Leia mais

ITINERÁRIO FORMATIVO DE DIRETORES DE SECRETARIA DE VT s. Coordenador: Desembargador Fernando Luiz Gonçalves Rios Neto

ITINERÁRIO FORMATIVO DE DIRETORES DE SECRETARIA DE VT s. Coordenador: Desembargador Fernando Luiz Gonçalves Rios Neto ITINERÁRIO FORMATIVO DE DIRETORES DE SECRETARIA DE VT s Coordenador: Desembargador Fernando Luiz Gonçalves Rios Neto 1. PROCESSO DE TRABALHO 1.1. Esfera Administrativa Planejamento Análise da realidade

Leia mais

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS 43 Considerando os Objetivos Estratégicos, Indicadores e Metas, foram elaboradas para cada Objetivo, as Ações e indicados Projetos com uma concepção corporativa. O Plano Operacional possui um caráter sistêmico,

Leia mais

ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 16ª REGIÃO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO QUALIFICAR

ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 16ª REGIÃO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO QUALIFICAR PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO QUALIFICAR CALENDÁRIO DE CURSOS EXERCÍCIO 2011 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2011-2015 PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO QUALIFICAR Escopo Capacitar magistrados e servidores em gestão

Leia mais

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 1 Missão 2 Exercer o controle externo da administração pública municipal, contribuindo para o seu aperfeiçoamento, em benefício da sociedade. Visão Ser reconhecida

Leia mais

(ANEXO 1) FICHA DOS INDICADORES

(ANEXO 1) FICHA DOS INDICADORES (ANEXO 1) FICHA DOS INDICADORES Indicador 01 INDICADOR: Índice de confiança no Poder Judiciário (1 CNJ) Confiança da sociedade no Poder Judiciário CNJ Pesquisa de opinião contratada pelo CNJ Identificar

Leia mais

PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010

PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010 PORTARIA TRT/SGP/1813/2010, de 07 de outubro de 2010 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA TERCEIRA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e, considerando as

Leia mais

ANEXO A Estratégia do Tribunal de Justiça de Sergipe

ANEXO A Estratégia do Tribunal de Justiça de Sergipe RESOLUÇÃO Nº 10, DE 01 DE JUNHO DE 2011 Dispõe sobre o Planejamento e a Gestão Estratégica no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Sergipe e dá outras providências. ANEXO A Estratégia do Tribunal de

Leia mais

PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA ELEITORAL

PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA ELEITORAL 1ª Reunião da Rede de Priorização do Primeiro Grau de Jurisdição PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA ELEITORAL 05 a 07 de maio de 2015 ESMAF Brasília/DF Integrantes da Rede de Priorização do Primeiro Grau no segmento

Leia mais

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o Planejamento Estratégico de TIC no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário Planejamento

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA Fabiana Alves de Souza dos Santos Diretora de Gestão Estratégica do TRT 10 1/29 O TRT da 10ª Região Criado em 1982 32 Varas do Trabalho

Leia mais

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃODE RECURSOS HUMANOS DA ANTT Quadro de Servidores SITUAÇÃO 2008 2009 Abril 2010 CARGOS EFETIVOS (*) 429 752 860 Analista Administrativo 16 40 41 Especialista em Regulação 98 156 169

Leia mais

CARGOS E FUNÇÕES APEAM

CARGOS E FUNÇÕES APEAM CARGOS E FUNÇÕES APEAM 1. PRESIDÊNCIA A Presidência possui por finalidades a representação oficial e legal da associação, coordenação e integração da Diretoria Executiva, e o acompanhamento, avaliação,

Leia mais

PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA FEDERAL

PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA FEDERAL 1ª Reunião da Rede de Priorização do Primeiro Grau de Jurisdição PLENÁRIA FINAL JUSTIÇA FEDERAL 05 a 07 de maio de 2015 ESMAF Brasília/DF Integrantes da Rede de Priorização do Primeiro Grau no segmento

Leia mais

ANEXO I MATRIZ DE INDICADORES E METAS

ANEXO I MATRIZ DE INDICADORES E METAS ANEXO I MATRIZ DE INDICADORES E S 31 MATRIZ DE INDICADORES e S Indicador 1 - Visão Visão: Ser reconhecido como um dos 10 Regionais mais céleres e eficientes na prestação jurisdicional, sendo considerado

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Estruturar e implantar uma unidade administrativa para assessorar a alta administração do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais em relação à elaboração e ao

Leia mais

*F69F3DF9* PROJETO DE LEI N.º, de de 2012. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO)

*F69F3DF9* PROJETO DE LEI N.º, de de 2012. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO) ** PROJETO DE LEI N.º, de de 2012. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO) Dispõe sobre a criação de cargos de provimento efetivo no Quadro de Pessoal da Secretaria do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região.

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SISTEMAS ADMINISTRATIVOS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SISTEMAS ADMINISTRATIVOS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SISTEMAS ADMINISTRATIVOS CHEFE DA SEÇÃO DE SISTEMAS ADMINISTRATIVOS (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação

Leia mais

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 100 - ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS O Programa Escola do Legislativo tem como objetivo principal oferecer suporte conceitual de natureza técnico-científica

Leia mais

Política de Logística de Suprimento

Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento 5 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas Eletrobras, através da integração

Leia mais

Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ

Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ Março COMITÊ GESTOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - CGTIC 2 ÍNDICE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO... 3 Apresentação...

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR DIRETORIA DE GESTÃO INSTITUCIONAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO PARA 2007

COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR DIRETORIA DE GESTÃO INSTITUCIONAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO PARA 2007 COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR DIRETORIA DE GESTÃO INSTITUCIONAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO PARA 2007 OBJETIVO O Plano Anual de Capacitação da CNEN-PACC/2007

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (FC-6) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação

Leia mais

PORTARIA DIREF Nº 068 DE 27 DE ABRIL DE 2015

PORTARIA DIREF Nº 068 DE 27 DE ABRIL DE 2015 1 de 6 29/4/2015 13:10 SEÇÃO JUDICIÁRIA DE MINAS GERAIS PORTARIA DIREF Nº 068 DE 27 DE ABRIL DE 2015 Cria a Central Eletrônica de Videoconferências - CELEVI na sede da Seção Judiciária de Minas Gerais

Leia mais

Carteira de Projetos da Seção Judiciária do RS

Carteira de Projetos da Seção Judiciária do RS Página 1 Carteira de Projetos da Seção Judiciária do RS Projeto I Padronização e Melhoria dos Procedimentos das Varas Federais, Juizados e Turmas Recursais Escopo: Implementação de método de gerenciamento

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa O Poder Judiciário tem-se conscientizado, cada vez mais, de que se faz necessária uma resposta para a sociedade que exige uma prestação jurisdicional mais célere e

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS Sistema Eletrobrás Política de Logística de Suprimento do Sistema Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO 4 POLÍTICA DE Logística de Suprimento

Leia mais

Resolução nº 17, de 02 de maio de 2013. Revisão do Plano Diretor 2010/2014. A Estratégia do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima

Resolução nº 17, de 02 de maio de 2013. Revisão do Plano Diretor 2010/2014. A Estratégia do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima Resolução nº 17, de 02 de maio de 2013. Revisão do Plano Diretor 2010/2014. A Estratégia do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima Revisada Vigência 2013 2014 Missão, qual nosso negócio? Identidade institucional

Leia mais

Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho

Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho Plano de Gestão 2015-2017 Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho Superintendência de Planejamento e Gestão Outubro/2015 Introdução Os recursos oriundos de multas ou indenizações

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Esta iniciativa busca a modernização e a ampliação das ações e dos instrumentos de Comunicação para atender às necessidades de divulgação e alinhamento de informações

Leia mais

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII)

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII) PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria-Executiva Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Plano de Integridade Institucional (PII) 2012-2015 Apresentação Como

Leia mais

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM Fevereiro DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM 2 ÍNDICE PLANO ESTRATÉGICO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO... 3 Apresentação... 3 Missão... 4 Visão de Futuro... 4 Valores... 4 PERSPECTIVAS...

Leia mais

DECRETO Nº XX.XXX, DE XX DE XXXXXXXXXXXX DE 2009.

DECRETO Nº XX.XXX, DE XX DE XXXXXXXXXXXX DE 2009. DECRETO Nº XX.XXX, DE XX DE XXXXXXXXXXXX DE 2009. Institui a Política de Tecnologia da Informação e Comunicação no Governo do Estado do Piauí, cria o Sistema de Governança de Tecnologia da Informação e

Leia mais

Tema: Eficiência Operacional. Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região. Nome do projeto Processo Virtual

Tema: Eficiência Operacional. Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região. Nome do projeto Processo Virtual Tema: Eficiência Operacional Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região Nome do projeto Processo Virtual Finalidade do projeto Implementar o projeto Processo Virtual no âmbito do TRT

Leia mais

Presidência, DIRFOR, DENGEP, SEPAD, DIRSEP, DIRSUP, Gabinetes e Cartórios

Presidência, DIRFOR, DENGEP, SEPAD, DIRSEP, DIRSUP, Gabinetes e Cartórios 1. Escopo ou finalidade da iniciativa O Sistema Themis foi desenvolvido pelo TJRS e cedido ao TJMG. Este sistema informatiza a sessão de julgamento, potencializando o aumento do número de processos que

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE INFRAESTRUTURA E COMUNICAÇÕES

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE INFRAESTRUTURA E COMUNICAÇÕES MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE INFRAESTRUTURA E COMUNICAÇÕES CHEFE DO NÚCLEO DE INFRAESTRUTURA E COMUNICAÇÕES (FC-6) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da

Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Informação e Documentação Disciplina: Planejamento e Gestão

Leia mais

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ MISSÃO: Garantir prestação jurisdicional rápida, acessível e efetiva no âmbito da sua competência. DESCRIÇÃO DA MISSÃO: A Justiça Federal no Paraná existe para garantir direitos

Leia mais

FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM)

FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM) FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM) A extensão é o processo educativo, cultural e científico que articula, amplia, desenvolve e reforça o ensino e a pesquisa,

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Esta Política tem como objetivos: Apresentar de forma transparente os princípios e as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e direcionam

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Institui o Programa de Fortalecimento Institucional da ANAC. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício das competências

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Controle Externo

Tribunal de Contas da União. Controle Externo Tribunal de Contas da União Controle Externo 1224 Controle Externo Objetivo Assegurar a efetiva e regular gestão dos recursos públicos federais em benefício da sociedade e auxiliar o Congresso Nacional

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015/2020

PLANO ESTRATÉGICO 2015/2020 PLANO ESTRATÉGICO 2015/2020 Missão Institucional Solucionar conflitos nas relações de trabalho Visão de Futuro, a ser alcançada até 2020 Aprimorar a qualidade na prestação de serviço, com estrutura adequada

Leia mais

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO RELAÇÃO DOS PROJETOS ESTRATÉGICOS

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO RELAÇÃO DOS PROJETOS ESTRATÉGICOS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO RELAÇÃO DOS PROJETOS ESTRATÉGICOS 1. Ampliação do Fórum de Cachoeiro de Itapemirim 2. Acessibilidade d Portadores de Necessidades Especiais 3. Acesso Cidadão 4. Alinhamento

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE INFRAESTRUTURA COMPUTACIONAL

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE INFRAESTRUTURA COMPUTACIONAL MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE INFRAESTRUTURA COMPUTACIONAL CHEFE DA SEÇÃO DE INFRAESTRUTURA COMPUTACIONAL (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Esta iniciativa tem como finalidade reorganizar a área de Tecnologia da Informação TI do TJMG, sob o ponto de vista de gestão e infraestrutura, baseados em sua estrutura

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS CHEFE DA SEÇÃO DE ATENDIMENTO A SISTEMAS (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação ATIVIDADE

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa A Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes EJEF, atenta aos objetivos do Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJMG e às novas diretrizes para formação de servidores

Leia mais

PROJETOS Planejamento Estratégico

PROJETOS Planejamento Estratégico PROJETOS Planejamento Estratégico 1 - Institucionalização da pesquisa de satisfação de Magistrados, Servidores e Clientes Externos do TRT 3ª Região Institucionalizar pesquisa bianual com o público interno

Leia mais

EIXO 5 GESTÃO DA POLÍTICA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS

EIXO 5 GESTÃO DA POLÍTICA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS EIXO 5 GESTÃO DA POLÍTICA NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS Garantir a elaboração e implementação da política e do Plano Decenal

Leia mais

CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011

CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011 CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011 Mariana Ghirello Todo ano, o Conselho Nacional de Justiça se reúne com os presidentes dos Tribunais de Justiça para identificar as necessidades do Poder

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO INTRODUÇÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO INTRODUÇÃO Assegurar o acesso à justiça, de forma efetiva, na composição dos conflitos decorrentes das relações de trabalho. Missão Institucional do TRT da 8ª Região. INTRODUÇÃO Prática adotada pelo Tribunal Regional

Leia mais

ASSESSORIA DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO APMP

ASSESSORIA DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO APMP ASSESSORIA DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO APMP AGENTES DA ESTRATÉGIA ANÁLISE DE AMBIENTE ANÁLISE DE AMBIENTE ANÁLISE DE AMBIENTE ANÁLISE DE AMBIENTE AVALIAÇÃO 1. Divulgação da Palestra

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SUPORTE E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SUPORTE E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DA SEÇÃO DE SUPORTE E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO CHEFE DA SEÇÃO DE SUPORTE E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (FC-5) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação

Leia mais

Débitos Trabalhistas: Pagamento de débitos trabalhistas com cartão de crédito

Débitos Trabalhistas: Pagamento de débitos trabalhistas com cartão de crédito Débitos Trabalhistas: Pagamento de débitos trabalhistas com cartão de crédito Belém Pará 2013 Débitos Trabalhistas: Pagamento de débitos trabalhistas com cartão de crédito ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELO PROJETO

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PETIC DO TRT DA 3ª REGIÃO PROJETOS, ALINHAMENTO ESTRATÉGICO E GLOSSÁRIO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PETIC DO TRT DA 3ª REGIÃO PROJETOS, ALINHAMENTO ESTRATÉGICO E GLOSSÁRIO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PETIC DO TRT DA 3ª REGIÃO PROJETOS, ALINHAMENTO ESTRATÉGICO E GLOSSÁRIO 1. Anexo 2 Projetos 1. Reestruturação da TI Elaborar e implantar

Leia mais

Manifestação do Ministro Gilmar Mendes, no encerramento do II Encontro Nacional do Judiciário Belo Horizonte, 16/02/2009

Manifestação do Ministro Gilmar Mendes, no encerramento do II Encontro Nacional do Judiciário Belo Horizonte, 16/02/2009 Manifestação do Ministro Gilmar Mendes, no encerramento do II Encontro Nacional do Judiciário Belo Horizonte, 16/02/2009 Senhores, No encerramento destes trabalhos, gostaria de agradecer a contribuição

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS ESTADO DA BAHIA _ LEI Nº 429/07 Cria a Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Teixeira de Freitas, Estado da Bahia. Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

A Estratégia do Conselho da Justiça Federal 2015/2020 CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015

A Estratégia do Conselho da Justiça Federal 2015/2020 CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015 A Estratégia do Conselho da Justiça Federal CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015 SUEST/SEG 2015 A estratégia do CJF 3 APRESENTAÇÃO O Plano Estratégico do Conselho da Justiça Federal - CJF resume

Leia mais

Belém, 26 de abril de 2012. JOSÉ DE ALENCAR Presidente

Belém, 26 de abril de 2012. JOSÉ DE ALENCAR Presidente PROCESSO TRT P-00968/2012 RESOLUÇÃO Nº 032/2012 APROVA o Provimento nº 01/2012, da Corregedoria Regional deste Egrégio Tribunal, que estabelece procedimentos para recebimento das Petições Iniciais e documentos

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 6.047-D, DE 2005. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 6.047-D, DE 2005. O CONGRESSO NACIONAL decreta: COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 6.047-D, DE 2005 Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - SISAN com vistas em assegurar o direito

Leia mais

Antônio Francisco Morais Rolla Diretor Executivo de Informática TJMG

Antônio Francisco Morais Rolla Diretor Executivo de Informática TJMG Antônio Francisco Morais Rolla Diretor Executivo de Informática TJMG Tipos de Justiça: Federal Estadual (Comum e Militar) Trabalho Eleitoral No TJMG Justiça Comum: 1ª e 2ª Instâncias Juizados Especiais

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 006 /2007

ATO NORMATIVO Nº 006 /2007 ATO NORMATIVO Nº 006 /2007 Dispõe sobre os cargos em comissão do Ministério Público do Estado da Bahia, e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das atribuições

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.346, DE 15 DE SETEMBRO DE 2006. Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN com vistas em assegurar

Leia mais

PODER EXECUTIVO ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL

PODER EXECUTIVO ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL a) formulação, implantação e avaliação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sócio-econômico e

Leia mais

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI TCU - Ciclo de Palestras 2011 Papel da Alta Administração na Governança de TI Missão do CNJ O Conselho Nacional de Justiça tem o propósito de realizar a gestão estratégica e o controle administrativo do

Leia mais

15/09/2015. Gestão e Governança de TI. Modelo de Governança em TI. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor

15/09/2015. Gestão e Governança de TI. Modelo de Governança em TI. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor Gestão e Governança de TI Modelo de Governança em TI Prof. Marcel Santos Silva PMI (2013), a gestão de portfólio é: uma coleção de projetos e/ou programas e outros trabalhos que são agrupados para facilitar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO Controle de Versões Autor da Solicitação: Subseção de Governança de TIC Email:dtic.governanca@trt3.jus.br Ramal: 7966 Versão Data Notas da Revisão 1 03.02.2015 Versão atualizada de acordo com os novos

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO PROVIMENTO Nº 09, DE 18 NOVEMBRO DE 2010.

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO PROVIMENTO Nº 09, DE 18 NOVEMBRO DE 2010. PROVIMENTO Nº 09, DE 18 NOVEMBRO DE 2010. Disciplina, no âmbito da Justiça do Trabalho da 4ª Região, a digitalização e a remessa de processos através de sistema eletrônico ao Tribunal Superior do Trabalho,

Leia mais

Administração Judiciária

Administração Judiciária Administração Judiciária Planejamento e Gestão Estratégica Claudio Oliveira Assessor de Planejamento e Gestão Estratégica Conselho Superior da Justiça do Trabalho Gestão Estratégica Comunicação da Estratégia

Leia mais

Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis

Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis Processo Judicial Eletrônico: Juizados Especiais Cíveis BPM Day Serra Gaúcha 2013 Carolina Möbus Volnei Rogério Hugen O Poder Judiciário De acordo com o fundamento do Estado, o Poder Judiciário tem a Missão

Leia mais

Relatório Metas Nacionais do Judiciário Diagnóstico Situacional TJAL

Relatório Metas Nacionais do Judiciário Diagnóstico Situacional TJAL Relatório Metas Nacionais do Judiciário Diagnóstico Situacional TJAL Assessoria de Planejamento de Modernização do Poder - APMP Divisão de Estatística do Tribunal de Justiça - DETJ Assessoria de Planejamento

Leia mais

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003 Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC ATRIBUIÇÕES DOS GESTORES ESCOLARES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO VERSÃO PRELIMINAR SALVADOR MAIO/2003 Dr. ANTÔNIO JOSÉ IMBASSAHY DA SILVA Prefeito

Leia mais

Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT

Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT Dúvidas e Esclarecimentos sobre a Proposta de Criação da RDS do Mato Verdinho/MT Setembro/2013 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A CRIAÇÃO DE UNIDADE DE CONSERVAÇÃO 1. O que são unidades de conservação (UC)?

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MISSÃO DO CURSO Formar profissionais de elevado nível de consciência crítica, competência técnica empreendedora, engajamento ético

Leia mais

Objetivo da Contratação. Nosso número Antecedentes (breve histórico justificando a contratação)

Objetivo da Contratação. Nosso número Antecedentes (breve histórico justificando a contratação) Objetivo da Contratação Nosso número Antecedentes (breve histórico justificando a contratação) TERMO DE REFERÊNCIA - CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA Projeto BRA/11/008 Edital 09/2014 DADOS DA CONSULTORIA Contratar

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

EMPRESAS OU PESSOAS FÍSICAS, CUSTEANDO OS PARTICIPANTES COM PASSAGENS, DIÁRIAS, ALIMENTAÇÃO E HOSPEDAGEM.

EMPRESAS OU PESSOAS FÍSICAS, CUSTEANDO OS PARTICIPANTES COM PASSAGENS, DIÁRIAS, ALIMENTAÇÃO E HOSPEDAGEM. Objetivo: PROVER OS ÓRGÃOS DO PODER JUDICIÁRIO ESTADUAL DE MEIOS ADMINISTRATIVOS PARA IMPLEMENTAÇÃO E GESTÃO DE SEUS PROGRAMAS FINALÍSTICOS. Justificativa: VIABILIZAR CONDIÇÕES ADMINISTRATIVAS ADEQUADAS

Leia mais

OFICIAL DE APOIO - CLASSE D LOTADO EM CONTADORIA. PJ-28 a PJ-50. Provimento: Concurso Público

OFICIAL DE APOIO - CLASSE D LOTADO EM CONTADORIA. PJ-28 a PJ-50. Provimento: Concurso Público OFICIAL DE APOIO - CLASSE D LOTADO EM CONTADORIA PJ-28 a PJ-50 Provimento: Concurso Público ATRIBUIÇÕES ATUAIS PREVISTAS NA RESOLUÇÃO 367/2001 NOVAS ATRIBUIÇÕES PROPOSTAS PLEO TJMG * QUALIFICAÇÃO EXIGIDA

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO DE PROVIDÊNCIAS INICIAIS Março/2014 V 1.1 REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.707, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2006. Institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da administração

Leia mais