PSQ PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PSQ 290.0300 - PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE"

Transcrição

1 PSQ - ( Controle de Documentos) ( Document Control) APROVAÇÃO MARCOS FERNANDES NUNES Gerente da QA/RA Data: / / ELABORAÇÃO REVISÃO GISELA CRISTINA LUÇOLLI NASS Assistente Administrativo APARECIDA CARDOSO COELHO Analista da Pleno Edição: 005 Vigência: 25 /02/13

2 ÍNDICE 1. OBJETIVO ESCOPO DEFINIÇÕES MSQ - MANUAL DO SISTEMA DA QUALIDADE PSQ - PROCEDIMENTOS DO SISTEMA DA QUALIDADE NIK - NORMAS INTERNAS KAVO INTRA - INSTRUÇÕES DE TRABALHO FSQ - FORMULÁRIOS REGISTROS LISTA MESTRE DE DOCUMENTOS RESPONSABILIDADES MATRIZ DE RESPONSABILIDADES DE DOCUMENTOS GESTÃO DA QUALIDADE ELABORADOR REVISOR SOLICITANTE APROVADOR RH PCPM ENGENHARIA PÓS-VENDAS TODOS OS USUÁRIOS FLUXOGRAMA DESCRIÇÃO DO PROCESSO INCLUSÃO DE DOCUMENTOS (MSQ, PSQ, INTRA, NIK E FSQ) REVISÃO DE DOCUMENTOS (MSQ, PSQ, INTRA, NIK E FSQ) EXCLUSÃO DE DOCUMENTOS (MSQ, PSQ, INTRA, NIK E FSQ) CONTROLE DE ALTERAÇÕES (MSQ, PSQ, INTRA, NIK E FSQ) CONTROLE DE REGISTROS DISPONIBILIDADE DE DOCUMENTOS IDENTIFICAÇÃO DOS DOCUMENTOS Documentos em Elaboração ou Revisão Documentos Obsoletos Documentos Controlados Documentos Vigentes TREINAMENTO (MSQ, PSQ, INTRA, NIK E FSQ) SIGILO VALIDADE DOS DOCUMENTOS REAPROVAÇÃO DE DOCUMENTOS PROTEÇÃO DOS DOCUMENTOS Edição: 005 Página 2 de 18

3 6.13 DOCUMENTOS DE ORIGEM EXTERNA CONDIÇÕES GERAIS DOCUMENTO RELACIONADO DOCUMENTOS COMPLEMENTARES ANEXOS HISTÓRICO DE REVISÕES Edição: 005 Página 3 de 18

4 1. OBJETIVO Estabelecer a sistemática para controle de documentos, padronizando o processo de análise, alteração e aprovação de documentos da qualidade e garantir a disponibilidade dos documentos. 2. ESCOPO Aplicado a todos os documentos do Sistema de Gestão da da KaVo do Brasil e documentos de origem externa. 3. DEFINIÇÕES 3.1 MSQ - Manual do Sistema da É o documento que descreve o Sistema da da KaVo do Brasil em sua íntegra, apresentando o escopo do sistema, possíveis exclusões, procedimentos documentados, Política da e a interação entre os processos de gestão da qualidade. 3.2 PSQ - Procedimentos do Sistema da Os procedimentos são documentos que descrevem um processo de uma maneira abrangente, completando o Manual do Sistema da e atendendo requisitos normativos. 3.3 NIK - Normas Internas KaVo São documentos estabelecidos internamente para definir padrões de trabalho e/ou normas administrativas. 3.4 INTRA - Instruções de Trabalho São documentos que descrevem as atribuições de forma mais detalhada. Toda instrução de trabalho deve estar diretamente relacionada a um Procedimento do Sistema da, ou seja, deve descrever mais detalhadamente as operações citadas em um Procedimento, referenciando o documento como tal. O procedimento da qual a INTRA foi relacionada será citado no item 7 Documento Relacionado, da própria INTRA. Edição: 005 Página 4 de 18

5 3.5 FSQ - Formulários São documentos com a finalidade de registrar uma atividade executada ou os resultados obtidos. Todo formulário deve estar relacionado com um Procedimento do Sistema da, uma Instrução de Trabalho e ou Normas Internas KaVo. 3.6 Registros São os documentos que fornecem evidência objetiva da atividade realizada ou dos resultados obtidos, sendo este um formulário do Sistema da, Documentos Externos e ou do SAP. 3.7 Lista Mestre de Documentos Planilha na qual todos os documentos do Sistema de Gestão da são disponibilizados e identificados para o âmbito da KaVo do Brasil. 4. RESPONSABILIDADES 4.1 Matriz de Responsabilidades de Documentos A Matriz de Responsabilidades de Documentos do Sistema de Gestão da da KaVo do Brasil é conforme a tabela a seguir: Matriz de Responsabilidade de Documentos Documento Elaborar Revisar Aprovar Distribuir Original Manual do Sistema da Procedimentos do Sistema da Instruções de Trabalho Normas Internas KaVo Gestão Área Responsável pelo processo Área Responsável pelo processo Área Responsável pelo processo Gerente QA/RA Gestão da Gestão Gestão Diretoria Gerente da Área Responsável Liderança da Área Responsável Gerente da Área Responsável Lista Mestra de Documentos Lista Mestra de Documentos Lista Mestra de Documentos Lista Mestra de Documentos. Gestão da Gestão da Gestão da Gestão da Arquivo Obsoleto *10 anos *10 anos *10 anos *10 anos Edição: 005 Página 5 de 18

6 Documento Elaborar Revisar Aprovar Distribuir Original Formularios Especificações Técnica do Produto Pasta do Projeto Design History File Desenhos Lista de Peças Dados do Material Plano de Controle e Roteiro Registro Mestre de Modificações Manual de Uso, Manutenção Manual de Instalação Peças de Reposição Instrução de Montagem Arquivo Técnico CE Área Responsável pelo processo de Fábrica de ou de Fabrica Gestão de Fábrica de ou de Fabrica Liderança da Área Responsável de Fábrica de Fábrica de Fábrica de ou de Fabrica Lista Mestra de Documentos Gestão da Arquivo Obsoleto *10 anos Sistema Sistema *10 anos Sistema Sistema *10 anos Sistema / PCPM Sistema *10 anos Sistema Sistema *10 anos Sistema Sistema *10 anos Sistema / PCPM Sistema *10 anos Sistema Sistema *10 anos Sistema Sistema *10 anos Pós Venda Pós Venda Pós Venda Sistema Pós Venda *10 anos /Pós Vendas de Fabrica Assuntos Regulatórios Pós Venda de Fabrica Assuntos Regulatórios /Qualid ade/ Pós Venda de Fabrica Gerente da Área * 10 anos após a saída do produto de linha de fabricação. Sistema Pós Venda *10 anos Sistema/PCPM Sistema *10 anos Sistema Gestão da *10 anos Edição: 005 Página 6 de 18

7 4.2 Gestão da a) Verificar a necessidade de Inclusão, Alteração e ou Exclusão de documentos; b) Definir o tipo e a numeração de um novo documento conforme INTRA Inclusão, Revisão ou Exclusão de Documentos; c) Aprovar inclusão e alteração de documentos; d) Identificar documentos como em Revisão, em Elaboração, Obsoleto, Cópia Controlada ; e) Efetivar o documento conforme descrito na INTRA Inclusão, Revisão ou Exclusão de Documentos; f) Distribuir cópias controladas; g) Identificar e controlar documentos de origem externa relacionados ao Sistema da ; h) Analisar a relevância de alterações solicitadas e verificar necessidade de mudança da edição do documento; i) Remover cópias controladas de documentos obsoletos; j) Avaliar a possibilidade de exclusão de um documento; k) Excluir documento mantendo histórico. 4.3 Elaborador a) Preencher o formulário FSQ Solicitação de Inclusão, Revisão e Exclusão de Documentos e encaminhar para Gestão da ; b) Elaborar/alterar documentos e validar com as áreas envolvidas; c) Atualizar as informações de registros dos documentos; d) Elaborar uma prova contemplando as alterações/inclusões nos documentos; e) Atualizar histórico de revisão de documentos; f) Verificar todos os documentos vinculados ao documento a ser excluído; 4.4 Revisor a) Revisar documento elaborado/alterado pelo elaborador, analisando criticamente quanto à adequação e aos itens normativos e regulatórios, segundo definição do Manual da ; Edição: 005 Página 7 de 18

8 4.5 Solicitante a) Preencher o formulário FSQ Solicitação de Inclusão, Revisão e Exclusão de Documentos, e encaminhar para Gestão da ; b) Alterar documentos e validar com as áreas envolvidas; c) Atualizar histórico de revisão de documentos com as alterações; d) Verificar todos os documentos vinculados ao documento a ser excluído/alterado. 4.6 Aprovador a) Analisar criticamente o conteúdo do documento quanto à sua adequação e aprovar ou reprovar. 4.7 RH a) Controlar treinamentos nos documentos; b) Disponibilizar treinamento do documento aos usuários conforme PSQ Treinamento, Conscientização e Competência de Pessoal. 4.8 PCPM a) Distribuir documentos conforme definido na Matriz de Responsabilidades de Documentos (item 4.1); b) Assegurar que todos os documentos utilizados no processo de fabricação e montagem estejam atualizados e disponíveis em todos os locais. 4.9 a) Controlar documentos conforme definido na Matriz de Responsabilidades de Documentos (item 4.1); 4.10 Pós-Vendas a) Controlar documentos conforme definido na Matriz de Responsabilidades de Documentos (item 4.1); 4.11 Todos os Usuários a) Devem efetuar treinamento nos documentos ao qual a(s) atividade(s) que executa (m) está relacionado (PSQ, INTRA, NIK). Edição: 005 Página 8 de 18

9 b) Realizar suas as atividades de acordo com o documento ao qual está treinado e evidenciar ao responsável direto alguma (s) mudança (s) na atividade executada e/ou no documento. c) identificar e apontar melhorias no processo no qual está inserido, fazendo uma abrangência para a documentação do Sistema da (PSQ, INTRA, NIK e FSQ). 5. FLUXOGRAMA Edição: 005 Página 9 de 18

10 Edição: 005 Página 10 de 18

11 Edição: 005 Página 11 de 18

12 6. DESCRIÇÃO DO PROCESSO Todas as inclusões, revisões e exclusões de documentos são analisadas criticamente e aprovadas pela função aprovadora conforme definido na Matriz de Responsabilidades de Documentos (item 4.1), antes de sua emissão. Todas as alterações são identificadas e a versão pertinente de cada documento fica disponível nos locais de uso, assim como os documentos obsoletos são identificados e recolhidos, evitando assim o uso ou distribuição não intencional. 6.1 Inclusão de Documentos (MSQ, PSQ, INTRA, NIK e FSQ) As etapas do processo de inclusão de documentos do sistema de gestão da qualidade estão descritas na INTRA Inclusão, Revisão e Exclusão de Documentos. Nessas etapas, a Gestão da define o tipo e a numeração do novo documento, o elaborador preenche o formulário FSQ Solicitação de Inclusão/Revisão ou Exclusão de Documentos, coleta a assinatura e aprovação das áreas envolvidas no processo e envia à Gestão da, para aprovação da inclusão e identificação (Em Elaboração) do documento. Após aprovação da inclusão, o documento elaborado pelo elaborador é submetido à análise das áreas envolvidas e revisão pelo revisor, verificando assim a adequação do documento quanto ao conteúdo e quanto ao atendimento aos itens normativos pertinentes àquela atividade. A aprovação do documento no sistema de gestão da qualidade é feita pelo aprovador conforme definido na Matriz de Responsabilidades no item 4.1, que analisa criticamente se o conteúdo está adequado com a realidade do processo existente. Após, repassa o documento para a Gestão da para fazer todo o processo de publicação do documento na Lista Mestre de Documentos, conforme detalhado na INTRA Inclusão, Revisão e Exclusão de Documentos. Nota 1: Quando o documento aprovado for um Procedimento (PSQ), deve-se atualizar o Manual da e inserir o novo documento. 6.2 Revisão de Documentos (MSQ, PSQ, INTRA, NIK e FSQ) As etapas de revisão de documentos do sistema de gestão da qualidade estão descritas conforme INTRA Inclusão, Revisão ou Exclusão de Documentos. Nessas etapas, o elaborador/solicitante preenche o formulário FSQ Solicitação de Inclusão/Revisão ou Exclusão de Documentos, coleta a assinatura e aprovação das áreas envolvidas no processo e envia à Gestão da, para aprovação da alteração e identificação (Em Revisão) do documento. Nota 2: Quando o solicitante da revisão não for o elaborador do documento a ser revisado, o mesmo deverá obter a aprovação da alteração pela área responsável no formulário FSQ Solicitação de Inclusão/Revisão ou Exclusão de Documento. Antes de aprovar a alteração, a Gestão da analisa a relevância da alteração no documento para verificar a necessidade ou não de mudança da edição do Edição: 005 Página 12 de 18

13 documento. Será considerada alteração de pouca relevância, ou seja, quando não há necessidade de mudança da edição quando a alteração for: a) Somente na formatação e estruturação do documento, não alterando o conteúdo; b) Inclusão de documento relacionado (item 7) nas INTRAs; c) Inclusão de Procedimento no Manual da ; d) Correções ortográficas; Quando forem feitas quaisquer dessas alterações, o documento é substituído sem alterar a edição e é publicado pela Gestão da, não alterando o processo e não sendo necessário o treinamento. Quando é necessária a alteração da edição do documento, o elaborador altera o documento conforme INTRA Inclusão, Revisão e Exclusão de Documentos, e submete a análise das áreas envolvidas e posterior revisão pelo revisor, verificando assim a adequação do documento quanto à formatação e quanto ao atendimento aos itens normativos pertinentes àquela atividade. A aprovação do documento é feita pelo aprovador conforme definido na Matriz de Responsabilidades no item 4.1, que analisa criticamente se o conteúdo está adequado com a realidade do processo existente. Após, repassa o documento para a Gestão da para fazer todo o processo de publicação do documento com nova edição na Lista Mestre de Documentos, conforme detalhado na INTRA Inclusão, Revisão e Exclusão de Documentos. 6.3 Exclusão de Documentos (MSQ, PSQ, INTRA, NIK e FSQ) O processo de exclusão é iniciado pelo solicitante/elaborador do documento por meio do FSQ Solicitação de Inclusão, Revisão ou Exclusão de Documentos. Nota 3: Quando o elaborador do documento não for mais o responsável pelo documento, o atual responsável (solicitante) ou o aprovador poderá solicitar a exclusão do mesmo. A Gestão da então avalia a possibilidade de exclusão e quais os documentos afetados conforme descrito na INTRA Inclusão, Revisão ou Exclusão de Documento. Os documentos vinculados ao documento a ser excluído também devem ser alterados a fim de retirar a essa atividade do documento, para isso deve-se solicitar alteração desse(s) documento(s) e seguir as etapas de alteração conforme já mencionado no item 6.2. Nota 4: Quando o documento a ser excluído for um Procedimento (PSQ), o mesmo não poderá ser excluído pois esse documento atende a itens normativos. Quando há cópias controladas do documento a ser excluído, a Gestão da identifica e remove das áreas de uso, evitando assim seu uso não intencional. Ao excluir um documento, o histórico é mantido, seguindo as etapas de exclusão conforme detalhado na INTRA Inclusão, Revisão ou Exclusão de Documentos, tornando desta maneira o documento obsoleto. Edição: 005 Página 13 de 18

14 6.4 Controle de Alterações (MSQ, PSQ, INTRA, NIK e FSQ) O controle de alterações dos documentos do Sistema de Gestão da é feito no item 10 Histórico de Revisões, do PSQ, INTRA, e da NIK onde são relatadas pelo elaborador/solicitante todas as alterações efetuadas no documento, a data da alteração e a última edição. Nos formulários, as alterações nos documentos são controladas por meio do formulário FSQ Histórico de Revisão de Formulário. Cada formulário possui um formulário com o histórico da alteração e sempre que elaborado um novo formulário, cria-se também o FSQ Histórico de Revisão de Formulário. 6.5 Controle de Registros Os registros de cada atividade relacionada a um documento são controlados conforme PSQ Controle de Registros. É de responsabilidade do elaborador/solicitante do documento enviar as informações atualizadas de armazenamento dos registros referentes ao documento que está elaborando ou alterando à Gestão da, a fim de que este mantenha a lista de registros atualizada. 6.6 Disponibilidade de Documentos A distribuição dos documentos é conforme definido na Matriz de Responsabilidade de Documentos (item 4.1) e somente podem ser disponibilizados após a sua aprovação, comprovada pelas assinaturas do elaborador, do revisor e do aprovador no próprio documento. Após aprovação, as versões pertinentes de cada documento do Sistema de Gestão da são disponibilizadas na Lista Mestre de Documentos à todos os usuários. Os documentos físicos que precisam estar disponíveis nos locais de uso serão disponibilizados, identificados e controlados adequadamente. Nota 5: Todos os documentos (MSQ, PSQ, INTRA, NIK e FSQ) a serem utilizados devem ser sempre obtidos a partir da Lista Mestre de Documentos, garantindo assim a utilização da versão atualizada do documento. O departamento de Planejamento e Controle de Produção e Materiais é responsável por assegurar que todos os documentos utilizados no processo de fabricação e montagem estejam atualizados e disponíveis em todos os locais para onde forem designados e que todos os documentos desnecessários ou obsoletos sejam removidos desses locais. 6.7 Identificação dos Documentos Os documentos podem ser identificados como em elaboração, em revisão, obsoletos, cópia controlada e cópia não controlada. A Lista Mestre de Documentos identifica o numero da edição vigente, a data de vigência e o status do documento, que pode estar definido como Em Elaboração, Em Revisão ou Vigente. Edição: 005 Página 14 de 18

15 6.7.1 Documentos em Elaboração ou Revisão Os documentos em elaboração ou revisão são identificados através do carimbo Em revisão em vermelho, datado e vistado (documento físico) ou com marca da água Em Elaboração ou Em Revisão em vermelho (documento eletrônico). Quando um documento está em revisão ou elaboração, a Lista Mestre de Documentos deve ser atualizada a fim de identificar o status do documento. O status a ser utilizado é Em Revisão e Em elaboração respectivamente Documentos Obsoletos Quando um documento publicado for substituído por uma nova versão, o Sistema da mantém o histórico do documento obsoleto, permitindo todo o seu rastreamento. As cópias distribuídas na versão atual devem substituir a versão anterior, que são recolhidas logo após a aprovação do documento e antes da sua publicação. Os documentos originais cancelados ou desatualizados são identificados através do carimbo Obsoleto em vermelho, datado e vistado e mantidos arquivados conforme especificado na Matriz de Responsabilidade de Documentos (item 4.1). Os demais documentos cancelados ou desatualizados (cópias controladas) são recolhidos e seu descarte obedece ao seguinte critério: Documento = Rasgar; Sistema = Deletar Documentos Controlados A identificação de cópias controladas é feita através do carimbo Produção PCPM ou Cópia Controlada, este último em vermelho, datado e vistado. As cópias que não possuírem esta identificação serão consideradas cópias não controladas. Cópias não controladas também poderão apresentar a inscrição digital Cópia Não Controlada. Documento controlado apenas em formato eletrônico.. As cópias controladas podem ser rastreadas pela Lista Mestre de Documentos, que controla todas as informações para recuperação desses documentos, quando for preciso. Nota 6: Não há cópias controladas de formulários. As versões atualizadas dos formulários estarão disponíveis na Lista Mestre de Documentos Documentos Vigentes Os documentos tornam-se vigentes após sua aprovação comprovada pelas assinaturas do elaborador, revisor e aprovador no próprio documento. Edição: 005 Página 15 de 18

16 6.8 Treinamento (MSQ, PSQ, INTRA, NIK e FSQ) Após publicação e vigência do documento no sistema, o RH fica responsável pelo controle de treinamento dos usuários do documento. Nota 7: Quando o documento for um formulário, não há necessidade de realizar o treinamento. Para realização desse treinamento é necessário a formulação de uma prova, sendo responsável por essa formulação o elaborador do documento. Essa prova deverá constar questões que envolva os principais itens do documento e ou as principais alterações do documento. Após deverá ser encaminhada para gestão da qualidade para formalizar o processo junto do RH. O controle dos treinamentos nos documentos do Sistema de Gestão da está descrito no PSQ Treinamento, Conscientização e Competência de Pessoal. 6.9 Sigilo Todos os documentos relativos ao Sistema da são sigilosos. Quando necessário cópia para circulação fora do âmbito da KaVo do Brasil deverá ser solicitada autorização à Diretoria ou ao departamento de Gestão da Validade dos Documentos Todos os documentos existentes são válidos até sua alteração ou nova edição Reaprovação de Documentos Quando necessário, os documentos são submetidos a uma análise e revisão de forma a verificar se o que é praticado está condizente com o que está escrito e vice-versa Proteção dos Documentos Os documentos em arquivos eletrônicos têm a sua proteção garantida através de back-ups diários, conforme PSQ Backup Documentos de Origem Externa Os documentos de origem externa físicos serão identificados com a inscrição KaVo do Brasil e são controlados através de consultas periódicas nos respectivos órgãos nacionais e internacionais. Para as Normas utilizadas, o controle é feito eletronicamente, onde a versão mais atual do documento fica disponível. Para este tipo de documento não serão feitas cópias controladas, estando os originais disponíveis apenas para consulta na Gestão da. Edição: 005 Página 16 de 18

17 6.14 Condições Gerais Para manter a padronização de todos os documentos do Sistema de Gestão da, além de disponibilizar um modelo padrão de documento para a área solicitante, a Gestão da também verifica a formatação do documento conforme descrito na INTRA Elaboração e Formatação de Documentos. 7. DOCUMENTO RELACIONADO MSQ Manual do Sistema da 8. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES PSQ Controle de Registros; PSQ Backup; PSQ Treinamento, Conscientização e Competência de Pessoal; INTRA Elaboração e Formatação e Documentos; INTRA Inclusão, Revisão ou Exclusão de Documentos; FSQ Solicitação de Inclusão, Revisão ou Exclusão de Documentos; FSQ Histórico de Revisão de Formulário. 9. ANEXOS Não aplicável. Edição: 005 Página 17 de 18

18 10. HISTÓRICO DE REVISÕES Revisão Histórico Data de Vigência Ed. 001 Edição Inicial 03/11/08 Ed. 002 Inclusão da Nota no Item 6.4 referente ao processo de revisão do Manual de Uso. Adequação da matriz de responsabilidade, quanto o Manual de Instalação. 21/01/10 Ed. 003 Inclusão no item 5. Matriz de Responsabilidade o Arquivo Técnico CE. 05/08/10 Ed. 004 Inclusão no item 6.1 a sua descrição. 28/10/11 Ed. 005 Todo o documento foi alterado. Desvinculado o anexo 2 para numeração própria FSQ Anexo 3 para numeração própria FSQ /02/13 Edição: 005 Página 18 de 18

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3.

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3. Procedimento de Gestão OGX PG.SMS.010 Denominação: Controle de Documentos do Sistema de Gestão de SMS SUMÁRIO Este procedimento define a sistemática e os critérios para a elaboração, revisão, aprovação

Leia mais

Processo Controle de Documentos e Registros

Processo Controle de Documentos e Registros Dono do Processo Marilusa Lara Bernardes Bittencourt Aprovado por Comitê da Qualidade Analisado criticamente por Representante da Direção Substituto: Kelly Vitoriny 1. OBJETIVOS: Descrever a forma como

Leia mais

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 16/04/2007 Emissão inicial

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 16/04/2007 Emissão inicial HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 16/04/2007 Emissão inicial Elaborado: 16/04/2007 Superintendente e ou Gerente da unidade Análise Crítica e aprovação : 16/04/2007 Representante

Leia mais

PLANO BÁSICO AMBIENTAL

PLANO BÁSICO AMBIENTAL ESTALEIRO ENSEADA 1/9 PROCEDIMENTO DE CONTROLE DE DOCUMENTOS 1. Objetivo Este procedimento define o processo de elaboração, revisão, aprovação, divulgação e controle de documentos do Estaleiro Enseada

Leia mais

SGQ Sistema de Gestão da Qualidade TIVOLITUR.

SGQ Sistema de Gestão da Qualidade TIVOLITUR. PÁGINA: 1 de 6 1.0 OBJETIVO: Controlar a documentação aplicável ao SGQ TIVOLITUR, a fim de garantir a padronização dos requisitos internos relacionados aos processos estratégicos, táticos e operacionais

Leia mais

CÓPIA NÃO CONTROLADA. DOCUMENTO CONTROLADO APENAS EM FORMATO ELETRÔNICO. PSQ 290.0330 - PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE SISTEMA DE PEDIDOS

CÓPIA NÃO CONTROLADA. DOCUMENTO CONTROLADO APENAS EM FORMATO ELETRÔNICO. PSQ 290.0330 - PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE SISTEMA DE PEDIDOS PSQ - (820.60 Distribution) (7.2 Processos relacionados a clientes) APROVAÇÃO KLEBERSON FORTUNATO Gerente Supply Chain Data: / / ELABORAÇÃO REVISÃO ROSELI ROMERO CAMARGO Coordenadora de Logística GISELA

Leia mais

PO 001 - GESTÃO DE PROCESSOS E DOCUMENTAÇÃO 008

PO 001 - GESTÃO DE PROCESSOS E DOCUMENTAÇÃO 008 1 - OBJETIVO PO 001 - GESTÃO DE PROCESSOS E DOCUMENTAÇÃO 008 Este retrata a forma que deve ser conduzida a gestão dos s da entidade desde a sua concepção até o seu acompanhamento e melhoria. 2 - AUTORIDADE

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA ESTUDOCOMPARATIVO NBRISO13485:2004 RDC59:2000 PORTARIA686:1998 ITENSDEVERIFICAÇÃOPARAAUDITORIA 1. OBJETIVO 1.2. 1. Há algum requisito da Clausula 7 da NBR ISO 13485:2004 que foi excluída do escopo de aplicação

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional 1/11 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento 02 Adequação dos registros e padrões Adequação para o Sistema de Gestão Integrado, alteração do Item

Leia mais

ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS

ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS SUMÁRIO 1. Objetivo... 2 2. Abrangência... 2 3. Documentos Complementares... 2 4. Definições/Siglas... 2 5. Descrição dos Procedimentos... 3 5.1 Identificação da Necessidade... 3 5.1.1 Estrutura da Documentação

Leia mais

Controle e uso de EPI s e Uniformes NIK 026

Controle e uso de EPI s e Uniformes NIK 026 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ESCOPO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 3.1. EPI S... 2 3.2 UNIFORMES... 2 3.3 FICHA DE CONTROLE DE EPI S E UNIFORMES... 2 3.4 GESTORES... 2 3.5 ASSOCIADOS... 2 4. RESPONSABILIDADES...

Leia mais

PP001/00 ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS

PP001/00 ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS SUMÁRIO 1. Objetivo... 2 2. Abrangência... 2 3. Documentos Complementares... 2 4. Definições/Siglas... 2 5. Descrição dos Procedimentos... 2 5.1 Identificação da Necessidade... 3 5.1.1 Estrutura da Documentação

Leia mais

O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL INPI, no exercício das suas atribuições,

O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL INPI, no exercício das suas atribuições, Resolução PR nº 03/2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRESIDÊNCIA 18/03/2013 R E S O L U Ç Ã O Nº 03/2013

Leia mais

PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado CONTROLE DE DOCUMENTOS DO SGQ

PROCEDIMENTO PADRÃO. Status: Aprovado CONTROLE DE DOCUMENTOS DO SGQ 1 de 6 1 OBJETIVOS Garantir a padronização e definir diretrizes para elaboração, controle e estabelecer regras para formatação, verificação, aprovação, distribuição, revisão, guarda, cancelamento e descarte

Leia mais

PROC. 02 CONTROLE DE DOCUMENTOS

PROC. 02 CONTROLE DE DOCUMENTOS 1 de 15 msgq CONTROLE DE DOCUMENTOS MACROPROCESSO GESTÃO DE PROCESSOS PROCESSO CONTROLE DE DOCUMENTOS CONTROLE DE DOCUMENTOS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS...

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTROS PO. 01 11 1 / 11 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para elaboração e controle dos documentos e registros do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA

Leia mais

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Divisão:

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Divisão: 4.2.2 Manual da Qualidade Está estabelecido um Manual da Qualidade que inclui o escopo do SGQ, justificativas para exclusões, os procedimentos documentados e a descrição da interação entre os processos

Leia mais

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE Pág.: 1 de 6 1. OBJETIVO Realizar o gerenciamento dos projetos desde o seu planejamento, desenvolvimento, recebimento, análise crítica, controle e distribuição nas obras. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Manual

Leia mais

CADASTRO DO PCMSO INTERNO 1. OBJETIVO. Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO

CADASTRO DO PCMSO INTERNO 1. OBJETIVO. Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO 1/8 1. OBJETIVO Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO PCMSO Programa de Controle Médico da Saúde Ocupacional; PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; PCMAT

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PO.GRH.01 01 1/9 1. OBJETIVO Descrever e fornecer informações quanto às atribuições, responsabilidades e pré-requisitos que constituem as funções da organização, e o levantamento da necessidade e realização

Leia mais

PROCEDIMENTO ISO PSQ 001

PROCEDIMENTO ISO PSQ 001 Título: Controle de Documentos e Registros Folha: 1 de 7 1. OBJETIVO Garantir a construção documental do sistema de gestão da qualidade, num ambiente controlado e livre de documentos não oficiais. 2. CAMPO

Leia mais

1 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Química Laboratório de Eletroquímica de Superfícies e Corrosão

1 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Química Laboratório de Eletroquímica de Superfícies e Corrosão 1 Universidade Federal do Paraná 1. OBJETIVO PQ-001 Pág. 1 de 8 Estabelecer diretrizes para elaboração e controle de documentos e dados do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) do Laboratório de Eletroquímica

Leia mais

Do SNA-PJPB deve resultar a descrição do funcionamento de cada processo de trabalho habilitando seus executores para o desempenho das suas atividades.

Do SNA-PJPB deve resultar a descrição do funcionamento de cada processo de trabalho habilitando seus executores para o desempenho das suas atividades. Código: DIR-PJPB-001 Versão: 01 Data de Aprovação: 28/03/2010 Elaborado por: Secretaria de Gestão Estratégica Aprovado por: Presidente do TJPB 1 Objetivo Definir a organização, a apresentação e o ciclo

Leia mais

SUMÁRIO. Elaborado por: Revisado por: Aprovado por: Coordenação de Qualidade e Meio Ambiente. Gerência Suprimentos e Logística

SUMÁRIO. Elaborado por: Revisado por: Aprovado por: Coordenação de Qualidade e Meio Ambiente. Gerência Suprimentos e Logística Suprimentos e Logística Pág. 1 de 14 SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 2 2 ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO... 2 3 SIGLAS UTILIZADAS... 2 4 GLOSSÁRIO / CONCEITOS... 2 5 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA... 3 6 CONTEÚDO...

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão: 07 Data: 05.03.09 Página 1 de 7 Copia controlada MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE José G. Cardoso Diretor Executivo As informações contidas neste Manual são de propriedade da Abadiaço Ind. e Com.

Leia mais

CÓPIA NÃO CONTROLADA. DOCUMENTO CONTROLADO APENAS EM FORMATO ELETRÔNICO. PSQ PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE

CÓPIA NÃO CONTROLADA. DOCUMENTO CONTROLADO APENAS EM FORMATO ELETRÔNICO. PSQ PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE PSQ PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE PSQ 290.0339 - PROCEDIMENTO DO SISTEMA DA QUALIDADE APROVAÇÃO CARLOS ROBERTO KNIPPSCHILD Gerente da Qualidade e Assuntos Regulatórios Data: / / ELABORAÇÃO REVISÃO

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL AQUISIÇÃO / QUALIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES

PROCEDIMENTO OPERACIONAL AQUISIÇÃO / QUALIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Histórico de Revisões Rev. Modificações 01 30/04/2007 Primeira Emissão 02 15/06/2009 Alteração de numeração de PO 7.1 para. Alteração do título do documento de: Aquisição para: Aquisição / Qualificação

Leia mais

DOCUMENTOS E REGISTROS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

DOCUMENTOS E REGISTROS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DOCUMENTOS E REGISTROS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE 2011 WANDERSON S. PARIS INTRODUÇÃO Não se pretende aqui, reproduzir os conteúdos das normas ou esgotar o tema versado por elas. A ideia é apenas

Leia mais

Lista de Verificação / Checklist

Lista de Verificação / Checklist Lista de Verificação / Checklist Avaliação NC / PC / C Departamentos Padrões de Referência /// Referências do MQ //// Referências Subjetivas A B C D E Cláusula Padrão Conforme/ Não C. 4 Sistema de Gestão

Leia mais

OBJETIVO 2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE CONTROLE DE REGISTROS

OBJETIVO 2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DO PROCESSO DE CONTROLE DE REGISTROS Aprovado ' Elaborado por Daniel Trindade/BRA/VERITAS em 05/02/2013 Verificado por Cintia Kikuchi em 05/02/2013 Aprovado por Americo Venturini/BRA/VERITAS em 14/02/2013 ÁREA QHSE Tipo Procedimento Regional

Leia mais

CHECK - LIST - ISO 9001:2000

CHECK - LIST - ISO 9001:2000 REQUISITOS ISO 9001: 2000 SIM NÃO 1.2 APLICAÇÃO A organização identificou as exclusões de itens da norma no seu manual da qualidade? As exclusões são relacionadas somente aos requisitos da sessão 7 da

Leia mais

Módulo 3. Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios

Módulo 3. Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios Módulo 3 Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 4.2, 5.1, 5.2 e 5.3 Exercícios 4.2 - Requisitos de documentação 4.2.1 - Generalidades A documentação do SGQ

Leia mais

Universidade Paulista

Universidade Paulista Universidade Paulista Ciência da Computação Sistemas de Informação Gestão da Qualidade Principais pontos da NBR ISO/IEC 12207 - Tecnologia da Informação Processos de ciclo de vida de software Sergio Petersen

Leia mais

GESTÃO DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO 1. OBJETIVO 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO 3. RESPONSABILIDADES / AUTORIDADES 4. DESCRIÇÃO DAS ETAPAS

GESTÃO DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO 1. OBJETIVO 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO 3. RESPONSABILIDADES / AUTORIDADES 4. DESCRIÇÃO DAS ETAPAS 1/6 1. OBJETIVO Sistematizar as rotinas de Treinamento e Desenvolvimento para o desenvolvimento profissional dos integrantes, permitindo a melhoria contínua na prestação dos serviços oferecidos pelo GSHB.

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DA QUALIDADE. Rua Acre, 291 - CEP 83.040-030 Bairro Boneca do Iguaçu - São José dos Pinhais - Paraná.

MANUAL DO SISTEMA DA QUALIDADE. Rua Acre, 291 - CEP 83.040-030 Bairro Boneca do Iguaçu - São José dos Pinhais - Paraná. ELABORADO POR: Carlos Eduardo Matias Enns MANUAL DO SISTEMA DA QUALIDADE APROVADO POR: Edson Luis Schoen 28/1/5 1 de 11 1. FINALIDADE A Saint Blanc Metalmecânica Ltda visa estabelecer as diretrizes básicas

Leia mais

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS

SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL SGA MANUAL CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS SISTEMA DA GESTÃO AMBIENTAL MANUAL Elaborado por Comitê de Gestão de Aprovado por Paulo Fernando G.Habitzreuter Código: MA..01 Pag.: 2/12 Sumário Pag. 1. Objetivo...

Leia mais

DESENVOLVER SISTEMAS 1 OBJETIVO

DESENVOLVER SISTEMAS 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe Departamento de s de Informação (DESIS) DESENVOLVER SISTEMAS Analisado por: Departamento de s de Informação (DESIS) Aprovado por: Diretor-Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC)

Leia mais

Manual Operacional do SISCOAF

Manual Operacional do SISCOAF Manual Operacional do SISCOAF Manual Operacional do SISCOAF Página 2 Conteúdo 1. Acesso ao SISCOAF...3 2. Cadastro de novos comunicantes...4 3. Logon no SISCOAF...6 4. Menu do SISCOAF...8 - Administrar....8

Leia mais

Faculdade de Farmácia VALIDAÇÃO DE SISTEMAS COMPUTADORIZADOS

Faculdade de Farmácia VALIDAÇÃO DE SISTEMAS COMPUTADORIZADOS Faculdade de Farmácia VALIDAÇÃO DE SISTEMAS COMPUTADORIZADOS 2012 Relevância: Impacta diretamente na saúde do paciente, na qualidade do produto e na integridade dos dados que devem provar que o sistema

Leia mais

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos Página1 e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é o e-nota R?... 03 2. Configurações e Requisitos...

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO.

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO. ANEXO NORMAS SOBRE REQUISITOS, CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE ESTABELECIMENTO, BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO E EXPEDIÇÃO DOS RESPECTIVOS CERTIFICADOS. 1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO,

Leia mais

PROCEDIMENTO ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO ELABORAÇÃO E CONTROLE DE DOCUMENTOS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Página: 1 de 5 1. OBJETIVO Descrever como os documentos do Sistema de Gestão da Qualidade são elaborados, gerenciados e utilizados, de modo a assegurar que as informações pertinentes estejam adequadas

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP. Data Emissão NOV/2005

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP. Data Emissão NOV/2005 E N U N C I A D O Página 1 de 5 Código CA- POP-GQ 001 PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP Data Emissão NOV/2005 Versão nº 01 ÁREA EMITENTE: GERÊNCIA DA QUALIDADE ASSUNTO: POP - Procedimento Operacional

Leia mais

RDC Nº 48, DE 25 DE OUTUBRO DE 2013

RDC Nº 48, DE 25 DE OUTUBRO DE 2013 RDC Nº 48, DE 25 DE OUTUBRO DE 2013 ITEM 10 DOCUMENTAÇÕES E REGISTROS Palestrante: Carlos Cezar Martins RDC Nº 48, DE 25 DE OUTUBRO Carlos Cezar Martins DE 2013 Farmacêutico com especialização em Qualidade

Leia mais

PES. 01 TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO

PES. 01 TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO 1 de 21 6 TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO MACROPROCESSO GESTÃO DE PESSOAS PROCESSO TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS...

Leia mais

Controle de Documentação, Dados e Registros da Qualidade.

Controle de Documentação, Dados e Registros da Qualidade. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P. TJAM 57 Controle de Documentação, Dados e Registros da Qualidade. Elaborado

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/SGP-104-R00 FÉRIAS DOS SERVIDORES 10/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 02 de outubro de 2015. Aprovado, Antonia Valeria Martins Maciel 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO

Leia mais

NORMA FSC. Norma para a certificação de operações da cadeia de custódia Multi-site. FSC-STD-40-003 (Versão 1-0) PT

NORMA FSC. Norma para a certificação de operações da cadeia de custódia Multi-site. FSC-STD-40-003 (Versão 1-0) PT FOREST STEWARDSHIP COUNCIL INTERNATIONAL CENTER NORMA FSC Norma para a certificação de operações da cadeia de custódia Multi-site FSC-STD-40-003 (Versão 1-0) PT 2007 Forest Stewardship Council A.C. Todos

Leia mais

Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação:

Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação: Procedimento de Comercialização MANUTENÇÃO DE CADASTRO DE AGENTES DA CCEE E USUÁRIOS DO SCL Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação: ÍNDICE 1. APROVAÇÃO...3 2. HISTÓRICO DE REVISÕES...3

Leia mais

Rev. 16/06/2015 Página 1 de 5

Rev. 16/06/2015 Página 1 de 5 Rev. 16/06/2015 Página 1 de 5 Este anexo aplica-se às certificações cujas quais não apresentam critérios específicos para definição de laboratórios no Programa de Avaliação da Conformidade. Nestes casos,

Leia mais

Elaboração e acompanhamento de Processos de Certificação

Elaboração e acompanhamento de Processos de Certificação Data: 06/06/2003 Sumário 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Documentos complementares 4 Definições 5 Procedimento Anexo A Formulários 1 Objetivo Este Procedimento tem como objetivo descrever a rotina aplicável à

Leia mais

Processo Controle de Documentos e Registros

Processo Controle de Documentos e Registros Dono do Processo Kelly Vitoriny Aprovado por Comitê da Qualidade Analisado criticamente por Representante da Direção Substituto: Wilker Bueno 1. OBJETIVOS: Descrever a forma como é efetuado o controle

Leia mais

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES 2 AdminIP Manual do Usuário Módulo Administrador IES Brasília 2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 4 1 SISTEMA ADMINIP... 4 1.1 O que é o AdminIP?... 4 1.2 Quem opera?... 4 1.3 Onde acessar?... 5 1.4 Como acessar?...

Leia mais

Código: MAP-DILOG-003 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Instalações. Aprovado por: Diretoria de Logística

Código: MAP-DILOG-003 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Instalações. Aprovado por: Diretoria de Logística Código: MAP-DILOG-003 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Instalações Aprovado por: Diretoria de Logística 1 OBJETIVO Estabelecer critérios e procedimentos para a execução

Leia mais

QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES

QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES QUESTIONAMENTO 06 ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES Pergunta 01: No EDITAL do PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 16/2013 BNDES, no item 4.17. II há a afirmação sobre a não aceitação de proposta

Leia mais

GERENCIAR ATENDIMENTO A EQUIPAMENTOS DE TI 1 OBJETIVO

GERENCIAR ATENDIMENTO A EQUIPAMENTOS DE TI 1 OBJETIVO Proposto por: Equipe da Divisão de Equipamentos de TI (DIETI) Analisado por: Departamento de Suporte e Atendimento (DEATE) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Tecnologia da Informação (DGTEC)

Leia mais

Controle de Documentos da Qualidade. Descrição 0 15/07/2010 - Emissão inicial

Controle de Documentos da Qualidade. Descrição 0 15/07/2010 - Emissão inicial Pág.: 1/19 Controle de alterações Revisão Data Local da Revisão Descrição 0 15/07/2010 - Emissão inicial Item 5.5 Unificação dos itens 5.5.2 e 5.5.4, em função da exclusão da lista de Distribuição de documentos

Leia mais

CONTROLE DE COPIA: PO-AM-TI-025 TELEFONIA MÓVEL 10/07/2015

CONTROLE DE COPIA: PO-AM-TI-025 TELEFONIA MÓVEL 10/07/2015 1/6 1. OBJETIVO Estabelecer a sistemática para concessão de linhas telefônicas móveis, aparelhos e modens, ao pessoal, Técnico, Administrativo e Operacional das empresas do Grupo Santa Helena. Este procedimento

Leia mais

PROC. 03 CONTROLE DE REGISTROS

PROC. 03 CONTROLE DE REGISTROS 1 de 6 CONTROLE DE REGISTROS MACROPROCESSO GESTÃO DE PROCESSOS PROCESSO CONTROLE DE REGISTROS CONTROLE DE REGISTROS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS...

Leia mais

OBJETIVO MATERIAIS NECESSÁRIOS DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES

OBJETIVO MATERIAIS NECESSÁRIOS DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO Padrão N : 7.3 Estabelecido em: 28/06/2011 Revisado em: 28/06/2011 N da Revisão: 00 Setor: NCP (Núcleo de Controle de Produtos) Tarefa: Padronização de procedimentos internos

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição

Leia mais

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA

PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA PROCEDIMENTOS BÁSICOS PARA HOMOLOGAÇÃO DE SOFTWARE HOUSES COM PRODUTOS E APLICAÇÕES DE EDI NO PADRÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA BRASILEIRA Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho da Comissão de Normas

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS Asia Shipping Transportes Internacionais Ltda. como cópia não controlada P á g i n a 1 7 ÍNDICE NR TÓPICO PÁG. 1 Introdução & Política 2 Objetivo 3 Responsabilidade

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM 09/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 30 de setembro de 2015. Aprovado, Gabriela

Leia mais

Demonstrativo de Informações Previdenciárias e Repasses

Demonstrativo de Informações Previdenciárias e Repasses CADPREV CADPREV Ente Local Aplicativo Desktop Manual do Usuário Demonstrativo de Informações Previdenciárias e Repasses Data Publicação: 28/08/2013 1 de 21 Índice 1 Finalidade... 3 2 Visão Geral... 3 3

Leia mais

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES 2ª Edição 2 AdminIP Manual do Usuário Módulo Administrador IES Brasília 2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 4 1. SISTEMA ADMINIP... 4 1.1 O que é o AdminIP?... 4 1.2 Quem opera?... 4 1.3 Onde acessar?... 5 1.4

Leia mais

Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe

Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe Manual de Acesso e Utilização ao Safeweb enota NFSe Safeweb enota NFSe Sistema de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário - Versão 1.0.0 1. Sobre O enota NFSe é um sistema de emissão de Nota

Leia mais

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto

Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian. Manual do Produto Manual de Utilização do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian Manual do Produto Índice Introdução - Assistente do Certificado Digital Serasa Experian 3 1. Verificação de Ambiente 4 2. Instalação

Leia mais

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos Página1 e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é o e-nota R?... 03 2. Configurações e Requisitos...

Leia mais

HISTÓRICO DAS REVISÕES

HISTÓRICO DAS REVISÕES PSQM-DO-007 03 Regulamento para Uso de Certificado e Logomarca 1/6 HISTÓRICO DAS REVISÕES Revisão Itens Alterados Elaboração Análise Critica Aprovação 01 Emissão Inicial Assessora da Qualidade 02 4 Gestão

Leia mais

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3.

SUMÁRIO ÍNDICE. 1 Objetivo: 3. 2 Aplicação e Alcance: 3. 3 Referências: 3. 4 Definições e Abreviaturas: 3. 5 Responsabilidades: 3. OGX Procedimento de Gestão PG.SMS.004 Denominação: Gestão de Mudanças SUMÁRIO Este procedimento estabelece as condições que permitam identificar, avaliar e controlar os riscos inerentes as mudanças, desde

Leia mais

INSTRUÇÕES SOBRE AS ALTERAÇÕES DECORRENTES DA IMPLANTAÇÃO DA MARCA JACOBS GUIMAR

INSTRUÇÕES SOBRE AS ALTERAÇÕES DECORRENTES DA IMPLANTAÇÃO DA MARCA JACOBS GUIMAR INSTRUÇÕES SOBRE AS ALTERAÇÕES DECORRENTES DA IMPLANTAÇÃO DA MARCA JACOBS GUIMAR Estamos empenhados em migrar, de um modo ordenado, a nossa marca e logomarca atuais para: Marca: Jacobs Guimar Logomarca:

Leia mais

Nº Versão/Data: Validade: 2.0 22/10/2014 OUTUBRO/2015 SA. 05 EXPEDIÇÃO MACROPROCESSO ADMINISTRATIVO PROCESSO EXPEDIÇÃO

Nº Versão/Data: Validade: 2.0 22/10/2014 OUTUBRO/2015 SA. 05 EXPEDIÇÃO MACROPROCESSO ADMINISTRATIVO PROCESSO EXPEDIÇÃO 1 de 10 EXPEDIÇÃO MACROPROCESSO ADMINISTRATIVO PROCESSO EXPEDIÇÃO EXPEDIÇÃO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 DEFINIÇÃO DO SERVIÇO E SUA ABRANGÊNCIA...

Leia mais

Plano de Gerência de Configuração

Plano de Gerência de Configuração Plano de Gerência de Configuração Objetivo do Documento Introdução A aplicação deste plano garante a integridade de códigos-fonte e demais produtos dos sistemas do, permitindo o acompanhamento destes itens

Leia mais

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 2.1. COMPARTILHANDO O DIRETÓRIO DO APLICATIVO 3. INTERFACE DO APLICATIVO 3.1. ÁREA DO MENU 3.1.2. APLICANDO A CHAVE DE LICENÇA AO APLICATIVO 3.1.3 EFETUANDO

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio

Fundap. Programa de Estágio. Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio. Plano de Estágio Fundap Fundação do Desenvolvimento Administrativo Programa de Estágio Programa de Estágio Manual de Utilização do Sistema de Administração de Bolsas de Estágio Plano de Estágio Julho de 2008 SABE - Sistema

Leia mais

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1 Manual do Usuário Central de Agendamento Versão 1.1 Maio, 2014 Central de Agendamento Manual de utilização Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Setor: Coordenação de Sistemas - COSIS Histórico de Revisões

Leia mais

adota a seguinte Consulta Pública e eu, Diretor Presidente, determino a sua publicação:

adota a seguinte Consulta Pública e eu, Diretor Presidente, determino a sua publicação: Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública nº 26, de 21 de maio de 2009. D.O.U de 22/05/09 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

DECLARAÇÕES DE PRODUTO

DECLARAÇÕES DE PRODUTO CERTIFICADO DE ORIGEM ON LINE FIERGS MANUAL DE OPERAÇÕES DECLARAÇÕES DE PRODUTO Inovação tecnológica através do uso de Ferramenta de WEB para maximização da qualidade e eficiência no atendimento, com redução

Leia mais

Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento dos sistemas e demais aplicações informatizadas do TJAC.

Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento dos sistemas e demais aplicações informatizadas do TJAC. Código: MAP-DITEC-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Sistemas Aprovado por: Diretoria de Tecnologia da Informação 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento

Leia mais

PQ-01-TM. Procedimento de Controlo dos Documentos e Registos

PQ-01-TM. Procedimento de Controlo dos Documentos e Registos 1. OBJECTIVO Definir a metodologia para controlar os s do Sistema de Gestão da e os registos gerados, incluindo s de origem externa 2. ÂMBITO Este procedimento aplica-se ao controlo de todos os s e registos

Leia mais

Elaborado por: 21/08/2006 Revisado por: 21/08/2006 Aprovado por: 21/08/2006

Elaborado por: 21/08/2006 Revisado por: 21/08/2006 Aprovado por: 21/08/2006 01/07 Elaborado por: 21/08/2006 isado por: 21/08/2006 provado por: 21/08/2006 Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Objetivos: Determinar,

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MQ 01 Rev. 07 MANUAL DA QUALIDADE

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MQ 01 Rev. 07 MANUAL DA QUALIDADE Rev. Data. Modificações 01 14/09/2007 Manual Inicial 02 12/06/2009 Revisão Geral do Sistema de Gestão da Qualidade 03 22/10/2009 Inclusão de documento de referência no item 8. Satisfação de cliente, Alteração

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Grupo PETRA S.A. Departamento de Tecnologia da Informação POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Início da Vigência: 01/Maio/2010 Propriedade do Grupo PETRA S.A. 1. INTRODUÇÃO Este documento foi elaborado

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DE PORTABILIDADE BANRISUL COMO PROPONENTE

MANUAL OPERACIONAL DE PORTABILIDADE BANRISUL COMO PROPONENTE Emissor: Departamento Operacional do Crédito Consignado Versão: 8 Vigência: 17.07.2015 Código MO: OCC 01 MANUAL OPERACIONAL DE PORTABILIDADE BANRISUL COMO PROPONENTE SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 CONCEITOS...

Leia mais

DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO

DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO SISGED - SISTEMA DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 04/2011 1.0 Primeira versão. Priscila Drielle Sumário

Leia mais

Elaborado por: 21/08/2006 Revisado por: 21/08/2006 Aprovado por: 21/08/2006

Elaborado por: 21/08/2006 Revisado por: 21/08/2006 Aprovado por: 21/08/2006 IT-GQ111 01/07 Elaborado por: 21/08/2006 isado por: 21/08/2006 provado por: 21/08/2006 Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Silas Sampaio Moraes Junior SQ/MTZ Objetivos:

Leia mais

Exemplo da Solução 1 da Lição de Casa 1.264 Exemplo de distribuição de peças da aeronave

Exemplo da Solução 1 da Lição de Casa 1.264 Exemplo de distribuição de peças da aeronave Exemplo da Solução 1 da Lição de Casa 1.264 Exemplo de distribuição de peças da aeronave Esta é uma solução apresentada em forma de esboço somente, e não abrange todas as formas e detalhes. Ela define

Leia mais

ORIENTAR R E MONITORAR A GESTÃO DO CONHECIMENTO 1 OBJETIVO

ORIENTAR R E MONITORAR A GESTÃO DO CONHECIMENTO 1 OBJETIVO ORIENTAR R E MONITORAR A GESTÃO DO CONHECIMENTO Proposto por: Equipe do Departamento de Apoio nos Núcleos Regionais (DENUR) Analisado por: ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet Aprovado por: Integrante

Leia mais

CONTROLE DE COPIA: PS-AM-GQ-004 01/08/2014

CONTROLE DE COPIA: PS-AM-GQ-004 01/08/2014 1/7 1. OBJETIVO Estabelecer sistemática para planejamento, execução e registrosdas auditorias internas da Qualidade, determinar formas de monitoramento das ações corretivas,verificando o atendimento aos

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS 1/38 DOCUMENTO DE REQUISITOS GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Versão 1.1 Identificação do Projeto CLIENTE: NOME DO CLIENTE TIPO DO SISTEMA OU PROJETO Participantes Função Email Abilio Patrocinador

Leia mais

IN 105 ATENDIMENTO AO CLIENTE 001. Atividade Autoridade Responsabilidade

IN 105 ATENDIMENTO AO CLIENTE 001. Atividade Autoridade Responsabilidade IN 105 ATENDIMENTO AO CLIENTE 001 1 OBJETIVO Estabelecer as orientações e procedimentos para prestar o atendimento ao cliente que procura algum dos serviços ou produtos que compõe o portfólio e/ou o atendimento

Leia mais

RAPHAEL MANDARINO JUNIOR Diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações

RAPHAEL MANDARINO JUNIOR Diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações 16/IN01/DSIC/GSIPR 00 21/NOV/12 1/8 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Gabinete de Segurança Institucional Departamento de Segurança da Informação e Comunicações DIRETRIZES PARA DESENVOLVIMENTO E OBTENÇÃO DE SOFTWARE

Leia mais

CAMPANHA NACIONAL DE RECADASTRAMENTO DO COFECON NOVA CARTEIRA PROFISSIONAL

CAMPANHA NACIONAL DE RECADASTRAMENTO DO COFECON NOVA CARTEIRA PROFISSIONAL CAMPANHA NACIONAL DE RECADASTRAMENTO DO COFECON NOVA CARTEIRA PROFISSIONAL Comissão de Acompanhamento da Campanha Nacional de Recadastramento do COFECON Wilson Roberto Vilas Boas Antunes Coordenador Conselheiro

Leia mais

Não há documentação de referência para o processo.

Não há documentação de referência para o processo. Código: MAN-SADM-004 Versão: 00 Data de Aprovação: 24/05/2010 Elaborado por: Coordenadoria de Serviços Gerais Aprovado por: Secretaria Administrativa 1 Objetivo Estabelecer os critérios e os procedimentos

Leia mais

Procedimento Corporativo GESTÃO E CONTROLO DE DOCUMENTOS CONFIDENCIAIS

Procedimento Corporativo GESTÃO E CONTROLO DE DOCUMENTOS CONFIDENCIAIS GESTÃO E CONTROLO DE DOCUMENTOS CONFIDENCIAIS 1. Índice 1. Índice... 1 2. Objectivo... 1 3. Âmbito... 1 4. Definições... 1 5. Siglas / Abreviaturas... 1 6. Referências... 1 7. Introdução... 2 8. Medidas

Leia mais