PROPOSTA METODOLÓGICA PARA AVALIAÇÃO E RECONFIGURAÇÃO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO DE WEBSITES DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPOSTA METODOLÓGICA PARA AVALIAÇÃO E RECONFIGURAÇÃO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO DE WEBSITES DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS"

Transcrição

1 PROPOSTA METODOLÓGICA PARA AVALIAÇÃO E RECONFIGURAÇÃO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO DE WEBSITES DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS Angela Ferraz 1, Luciana de Souza Gracioso 2 1 Graduação, UFSCar, São Carlos, SP 2 Doutor, UFSCar, São Carlos, SP RESUMO A internet sugere novas formas de organização e apresentação da informação. Deste modo a presente pesquisa estuda a Arquitetura da Informação de websites, seus conceitos e práticas e se propõe a examinar sua influência nos websites de bibliotecas. Um roteiro de avaliação foi sistematizado com base em análise e cotejamento de métodos encontrados na literatura. O roteiro proposto foi aplicado em um website de biblioteca universitária aliado a consulta de opinião de amostra de usuários que convalidou o método proposto e realizou o diagnóstico do referido website. Concluiu-se que as bibliotecas devem investir na Arquitetura da Informação e Usabilidade de seus websites para melhorar o acesso e comunicação com os usuários e que no website estudado os sistemas de rotulagem e de navegação podem ser aperfeiçoados. Palavras-chave: Arquitetura da informação. Websites. Bibliotecas Universitárias. Usabilidade; ABSTRACT Internet allows new ways to organize and to show information. Thus, this research studies the Information Architecture from websites, concepts and practices to understand how it can help in library websites. An evaluation plan was created based on analysis and mutual comparison of methods found in literature. The proposed plan was applied in a university library's website together with consultation of the opinion sample of users which validated the proposed method and the diagnosis of this website. As results, the libraries should invest in information architecture and usability on their websites to increase access and communication with their users and the website studied the navigation systems and label systems can be improved. Keywords: Information architecture. Websites. University Libraries. Usability.

2 1 Introdução Atualmente as bibliotecas universitárias utilizam os websites para disponibilizar seus produtos e serviços e também como um canal de comunicação com o usuário. Portanto é importante verificar a funcionalidade desse canal. Para esse fim a Ciência da Informação tem recorrido, dentre outros, à Arquitetura da Informação (AI) e à Usabilidade. Neste trabalho teve-se como objetivo elaborar uma proposta metodológica de avaliação da interface de websites de bibliotecas universitárias sobre o enfoque da AI e Usabilidade e assim contribuir para a avaliação e aprimoramento dos websites de bibliotecas universitárias. Mais especificamente buscou-se: Compreender a teoria sobre AI e Usabilidade de websites; elaborar a partir da literatura um roteiro de avaliação para websites de bibliotecas universitárias; avaliar a AI de um website de biblioteca universitária; e verificar as percepções dos usuários sobre o website estudado. A AI torna o uso do website mais fácil e intuitivo, no entanto ainda não é uma preocupação muito presente nos websites de bibliotecas como concluiu Loddo (2004) que ao acompanhar os eventos e trabalhos da área, verificou a preocupação apenas com a organização interna das bibliotecas virtuais, mas não com a AI do website das bibliotecas, o que não favorece o encontro da informação. É necessário que as bibliotecas aprimorem a AI de seus websites, para facilitar e proporcionar o acesso às informações pelos usuários. 2 Revisão de Literatura A AI foi proposta em 1976 por Richard Saul Wurman tendo como objetivo organizar a informação de forma que seus usuários possam assimilá-la com

3 facilidade (REIS, 2007, p. 26). Nesta época a AI era aplicada à informação em meios impressos. Nos anos 1990 os bibliotecários Louis Rosenfeld e Peter Morville transpuseram a AI para o desenvolvimento de websites, como consta no livro Information Architecture for the world wide web (1998). No Brasil, Camargo e Vidotti (2006) definiram a AI como a unificação dos métodos de organização oriundos da Biblioteconomia, com a exibição espacial da área de arquitetura, utilizando-se de tecnologias de informação e comunicação, em especial, da Internet. (CAMARGO; VIDOTTI, 2006, p. 106). Rosenfeld e Morville (1998, 2002) dividiram a AI em quatro sistemas Sistema de Organização, Sistemas de Rotulagem, Sistema de Navegação e Sistema de Busca essa é uma divisão didática para a orientação e prática de AI, nesses quatro sistemas estão embutidos de forma sutil alguns princípios de usabilidade. De certa forma a usabilidade complementa a AI, segundo Steve Krug (2003) o papel da AI é projetar a estrutura de organização da informação em um website e a usabilidade realiza a critica construtiva dessa estrutura visando o aperfeiçoamento do website. Seguindo o pensamento de Sanches (2004), neste trabalho a usabilidade foi tratada como um elemento adicional a esses sistemas a fim de se analisar adequadamente e de forma didática a importância desses princípios aliados a AI do website. Estes itens são apresentados no quadro seguinte. Sistemas de Arquitetura da Informação 1) Sistemas de Organização Modo de organizar e/ou agrupar o conteúdo de um website: as estruturas e esquemas de organização utilizados. 2) Sistemas de Rotulagem A representação de cada unidade de informação do website, podendo ser iconográfica e/ou textual. 3) Sistemas de Navegação Ferramentas que permitem o usuário realizar a navegação através do conteúdo ou das unidades do website. 4) Sistema de Busca Sistema que possibilita ao usuário fazer buscas no conteúdo disponível no website. 5) Usabilidade Princípios que complementam a AI no seu objetivo de tornar a informação acessível Quadro 1 - Sistemas de Arquitetura da Informação. Fonte: Adaptado de Ferraz (2010).

4 3 Materiais e Métodos Como principais métodos foram utilizados o roteiro de avaliação desenvolvido (*) e aplicado pelos pesquisadores e um questionário disponibilizado on-line para consulta aos usuários. O roteiro de avaliação, que constitui a proposta metodológica desta pesquisa, foi concebido mediante a análise da literatura e cotejamento de roteiros de avaliação encontrados na literatura, que são os seguintes: A) Sanches (2004): roteiro criado para a avaliação dos websites das Universidades Estaduais Paulistas e constituído por questões fechadas e semi-abertas embasadas na teoria de AI de Rosenfeld e Morveille (1998) e nas teorias de Usabilidade de Nielsen (1993, 2000); B) D Andrea (2005): quatro sub-roteiros compostos de questões abertas e baseadas em conceitos teóricos revistos pelo autor com o fim de analisar websites turísticos; C) As Heurísticas de Rosenfeld (2004): chamadas pelo autor de heurísticas favoritas por serem adequadas à maioria dos websites, são perguntas direcionadas às áreas do website em que o usuário mais tem contato. A partir dessa análise e cotejamento formulou-se um roteiro com 45 itens para avaliação de websites de bibliotecas universitárias. Esse roteiro de avaliação foi aplicado pelos pesquisadores no website de uma biblioteca universitária e comunitária da cidade de São Carlos, SP. Essa ação além de validar o roteiro proporcionou a análise do website escolhido. Para convalidar o roteiro desenvolvido e os resultados da avaliação do website foi elaborado um questionário com seis questões que tinham como objetivo * O roteiro de avaliação desenvolvido pode ser conferido em Ferraz (2010).

5 consultar as opiniões dos usuários em relação aos sistemas de organização, rotulagem e navegação do website assim como a usabilidade. A amostra consta de 201 usuários do website, alunos do segundo, terceiro e quarto ano de um curso de graduação da instituição de ensino da qual faz parte a biblioteca cujo website foi avaliado. Essa amostra foi selecionada, pois, em um primeiro momento, seriam os usuários mais preparados para responder o questionário. Esse questionário foi disponibilizado on-line e enviado via , optou-se pelo formato e envio on-line para garantir o total anonimato dos respondentes e deixá-los livres quanto a responder ou não, ou seja, não houve indução ao preenchimento. Obteve-se o retorno de 24,87% da amostra, as questões e respectivas respostas estão disponíveis no Quadro 2. 4 Resultados Finais A aplicação do roteiro de avaliação constatou que o website avaliado necessita de aprimoramento nos sistemas de organização, navegação e rotulagem e também na usabilidade. No item de avaliação quanto ao contexto, conteúdo e usuário ficou clara qual a instituição representada pelo website, no entanto não ficaram claro quais são os públicos por ela atendidos. Na página inicial do website entende-se que o público alvo é a comunidade universitária da instituição a qual a biblioteca faz parte, mas o fato da biblioteca em questão também atender aos estudantes de ensino médio e fundamental da cidade de São Carlos é demonstrado apenas no conteúdo da seção intitulada Histórico. Em websites direcionados para públicos diversificados, a AI propõe o uso de Esquemas de Organização por Público Alvo. Outro diagnóstico da aplicação do roteiro foi a ausência de padronização dos rótulos e barras de navegação utilizados no website. Não há consenso ou normalização dos rótulos e suas hierarquias nas barras de navegação, em algumas páginas as hierarquias eram diferentes. No sistema de navegação podem-se ter os

6 elementos complementares (formas auxiliares de navegação), mas é importante que o sistema de navegação global (o que permite movimentos ao longo do site) seja padronizado em todas as páginas do website. A falta de padrões atinge também o design do website nas cores, fontes e padrões de fundo implicando em algumas falhas nos princípios de usabilidade, tais como facilidade de aprendizado e facilidade de memorização. Para verificar se as constatações realizadas pela aplicação do roteiro influenciavam nas tarefas realizadas pelos usuários foi consultada a opinião dos mesmos mediante aplicação de questionário. No quadro seguinte estão expostas as questões com as respectivas respostas dos usuários. Resultado da Consulta aos Usuários Questão 1: Você acha que há um consenso dos termos representantes de conteúdo utilizados nessa página? Questão 2 Na sua opinião os termos utilizados representam o conteúdo claramente? Questão 3: Você sente dificuldade em entender os termos utilizados nesse site? Questão 4: Alguma vez você se sentiu perdido ou confuso ao utilizar o site? Questão 5: Sobre o design (aparência) do site da qual sua opinião? Questão 6: Se você acha que o site pode ser melhor, o que você mudaria? (Múltipla escolha) Sim 44% Não 56% Sim 26% Não 74% Sim 54% Não 46% Sim 90% Não 20% Está bom, mas pode ser melhor Está bom, não precisa de melhorias Está ruim, precisa ser melhorado. Aparência: 76% Navegação: 62% Rótulos: 68% Outros: 18% Quadro 2 Resultado da Consulta aos Usuários. Fonte: adaptado de Ferraz (2010). 36% 0% 64% A consulta aos usuários demonstra que aspectos da interface do website estão comprometendo suas tarefas, por exemplo, na questão 4 do questionário onde 90% dos usuários disseram já terem se sentido confusos ou perdidos ao usar o website. A falta de padronização nos sistemas de navegação e rotulagem do website bem como falhas na usabilidade do website colaboram para os usuários se

7 perderem durante a navegação. A resposta a questão 6 novamente indica problemas na navegação e rotulagem, pois 62% indicaram necessidade de melhoria no sistema de navegação e 68% no sistema de rotulagem. As respostas do questionário de consulta corroboraram com os diagnósticos realizados através da aplicação roteiro de avaliação e nesse sentido verifica-se que este roteiro desenvolvido cumpriu com seu objetivo de avaliar a AI e a Usabilidade de websites de bibliotecas universitárias. 5 Considerações Finais Neste trabalho verificou-se a influência da Arquitetura de Informação no uso de um website e conclui-se, principalmente, que é importante que o website tenha a Arquitetura de Informação centrada no usuário, simplificando e facilitando suas tarefas. A ausência dessa preocupação causa prejuízo à instituição - que tem uma má comunicação com os usuários - e aos usuários que ficam com dificuldades de usufruir de produtos e serviços oferecidos pela internet. Diante disso, foi objetivo desta pesquisa, desenvolver uma proposta metodológica para avaliação da Arquitetura da Informação de websites de bibliotecas universitárias. Esta proposta se estruturou com um roteiro, cujo conteúdo foi estabelecido a partir de análises específicas da literatura. Além disso, também foi objetivo deste trabalho, aplicar o roteiro desenvolvido, tanto para validá-lo, como para avaliar a Arquitetura da Informação de um website de biblioteca universitária. Ainda, tanto para convalidar alguns dos critérios selecionados para compor o roteiro como para confirmar alguns dos resultados alcançados a partir de sua aplicação no website escolhido, foi desenvolvida uma consulta aos usuários da interface com questões específicas sobre a Usabilidade, Rotulagem e Navegação. A partir do desenvolvimento da pesquisa pode-se concluir de um modo geral

8 que: - Roteiros de avaliação de websites devem ser aplicados pelas bibliotecas universitárias como critério de avaliação e melhoria dos serviços prestados. Desse modo, o roteiro desenvolvido nesta pesquisa, e avaliado a partir de sua aplicação, pode ser uma opção. E isto deve ser somado ao desenvolvimento de pesquisa com os usuários, o que é fundamental para se avaliar website. - Quanto a bibliotecas, pode se dizer que na medida em que elas se propõem a atender públicos diversificados, deverão se preocupar com as categorizações, a definição dos rótulos e sua organização hierárquica na interface utilizando conceitos simples e os mais próximos possíveis da linguagem dos usuários para sinalizar os conteúdos. De modo mais específico, vale destacar que, no momento, o website estudado não apresenta um esquema de organização padronizado. Como a biblioteca atende a públicos diversificados (comunidade de estudantes de ensino médio e fundamental da cidade de São Carlos e comunidade universitária) a sugestão que se apresenta neste trabalho é a utilização do Esquema de Organização por Público Alvo. A delimitação prévia por público é muito útil, pois a navegação e os rótulos podem ser elencados de acordo com cada público específico. Mais pontualmente, a partir da avaliação do website via roteiro, foi identificada a falta de padronização e consenso nos sistemas de rotulagem e de navegação, o que foi confirmado pelas opiniões dos usuários. Isto reforça a necessidade de padronização tanto gráfica (padrões de fontes, cores e fundos) quanto à padronização dos rótulos (nos termos utilizados e na organização da hierarquia dos mesmos) na organização do website. O fato de 90% dos usuários consultados já terem a sensação de estar confuso ou perdido ao utilizar o website reforça que eles se perdem justamente pela falta de padrões no design e na organização do website. Outra informação que confirma esse diagnóstico é o fato de todos os usuários desejarem uma mudança no website que se referem, em sua maioria, aos sistemas de rotulagem e navegação. Observou-se que, assim como em muitas bibliotecas, o

9 website estudado utiliza categorias similares aos departamentos da instituição. Por um lado essa prática pode, com o tempo, levar o usuário a conhecer essa departamentalização, por outro pode deixá-lo confuso e insatisfeito. É aconselhável verificar se essas divisões fazem sentido aos usuários. Na perspectiva da Arquitetura da Informação recomenda-se utilizar categorias familiares aos usuários. Além da padronização nos sistemas de rotulagem e navegação, é muito importante fornecer formas complementares de navegação (como mapas do site e menus). Os elementos complementares evitam que usuários novatos fiquem perdidos. E mesmo se o usuário se perder poderá encontrar várias formas de voltar ao seu objetivo na navegação. O uso de um sistema de busca também poderia evitar situações como essas, no entanto, o uso desse sistema de busca é mais indicado para websites extensos (como portais). Em síntese pode-se dizer que o Sistema de Navegação é uma peça muito importante do website, e está estritamente ligado ao Sistema de Rotulagem, tanto os termos utilizados nos rótulos quanto a forma de categorizá-los nas estruturas de navegação devem ser padronizados. Deste modo e diante da natureza comunitária da biblioteca em questão, sugere-se utilizar nos rótulos textuais a linguagem natural dos usuários, e elencar os mesmos rótulos nas diferentes formas de navegação. O uso de padrões na navegação e rotulagem beneficia tanto os usuários novatos quanto os experientes, pois a padronização facilita a memorização e o aprendizado no uso do website. Enfim, o uso de websites pelas bibliotecas fornece benefícios tanto para a instituição quanto para seus usuários. As bibliotecas têm sua visibilidade amplificada, e os usuários tem mais facilidade para consultar ou utilizar informação disponibilizada. Os websites possibilitam uma relação mais próxima entre usuário e biblioteca, assim este trabalho buscou contribuir para o avanço desta relação evidenciando pontos e formas de aprimoramento. Neste contexto a Arquitetura da Informação tem como objetivo organizar os conteúdos dos websites de uma forma que seja intuitiva aos usuários e ao mesmo tempo estimule o seu uso. Para tanto a AI faz uso da Usabilidade e Organização da Informação, oriundas respectivamente

10 da Interação Humano Computador e da Biblioteconomia e Ciência da Informação. Para continuidade de pesquisas, deixa-se ainda como sugestão, o aprofundamento nos estudos da linguagem natural para categorização e rotulagem em websites. Assim encerra-se este trabalho considerando que a Arquitetura da Informação se tornou um ponto de muita importância na área de estudo da Ciência da informação, no que se refere ao aprimoramento da relação da biblioteca com os usuários e na disseminação da informação através dos canais intermediados por websites na internet. Referências CAMARGO, L. S. A.; VIDOTTI, S. A. B. G. Arquitetura da informação para biblioteca digital personalizável. Encontros Bibli: R. Eletr. Biblioteconomia Ciência da Informação, Florianópolis, n. esp., 1º sem D ANDRÉA, C. F. de B. Estratégias de organização e produção de informações na www: uma análise de sites turísticos f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, FERRAZ, A. Arquitetura da informação de websites: proposta de avaliação do website da BCo-UFSCar f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação) Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar. São Carlos KRUG, S. Information architecture meets usability. [mar. 2003]. Entrevistador: B. Stewart. Los Angeles: O Reilly, Entrevista concedida a Bruce Stewart no website da Editora O Reilly. Disponível em: <http://www.oreillynet.com/pub/a/javascript/2003/05/13/iausability.html>. Acesso em: 20 jul ROSENFELD, L.; MORVILLE, P. Information Architecture for world wide web. Sebastopol, CA: O Reilly, ROSENFELD, L.; MORVILLE, P. Information Architecture for world wide web. 2. ed. Sebastopol, CA: O Reilly, 2002.

11 NIELSEN, J. Projetando websites. Rio de Janeiro: Campus, NIELSEN, J. Usability engineering. Boston: Academic Press, REIS, G. A. dos. Centrando a Arquitetura da informação no usuário. São Paulo, Dissertação (Mestrado) Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo. SANCHES, A. S. S. Arquitetura da informação de websites: elementos, técnicas e métodos f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista - UNESP. Marília

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

Arquitectura de Informação

Arquitectura de Informação Arquitectura de Informação Saul Wurman, criou o termo em 1976. Foi usado para design impresso: mapas guias e atlas. Posteriormente para layouts e outros campos do design. Morville e Rosenfeld, autores

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDO EDUCACIONAL CENTRADO NO USUÁRIO BASEADO NA INTERNET APLICADO EM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDO EDUCACIONAL CENTRADO NO USUÁRIO BASEADO NA INTERNET APLICADO EM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDO EDUCACIONAL CENTRADO NO USUÁRIO BASEADO NA INTERNET APLICADO EM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 05/2005 137-TC-C5 Sergio Ferreira do Amaral Faculdade de Educação da UNICAMP

Leia mais

Arquitetura de Informação de websites

Arquitetura de Informação de websites Arquitetura de Informação de websites Guilhermo Reis www.guilhermo.com Você consegue assimilar toda a informação que precisa? 2 1 3 Vivemos a era da explosão da informação Existe um tsunami de dados que

Leia mais

Requisitos ergonômicos para interfaces de busca em bibliotecas on-line Ergonomic requirements for on-line library search interface

Requisitos ergonômicos para interfaces de busca em bibliotecas on-line Ergonomic requirements for on-line library search interface Requisitos ergonômicos para interfaces de busca em bibliotecas on-line Ergonomic requirements for on-line library search interface Robson SANTOS Mestre em Design Pontifícia Universidade Católica do Rio

Leia mais

Arquitetura da Informação. A relação da Arquitetura da Informação com a Usabilidade na era do conhecimento

Arquitetura da Informação. A relação da Arquitetura da Informação com a Usabilidade na era do conhecimento A relação da Arquitetura da Informação com a Usabilidade na era do conhecimento Rodrigo Medeiros Tecnólogo em Sistema para Internet Faculdade Marista Especialista em arquitetura da Informação pela Jump

Leia mais

Arquitetura de Informação de websites

Arquitetura de Informação de websites Arquitetura de Informação de websites Apresentação Gil Barros Design e implementação de interfaces digitais desde 96 design gráfico > html perl/lingo > php/sql/flash usabilidade > arquitetura de informação

Leia mais

Usabilidade e Arquitectura de Informação

Usabilidade e Arquitectura de Informação Usabilidade e Arquitectura de Informação a construção da experiência do utilizador O que é a Usabilidade O que é a Arquitectura de Informação Como pensar a web A experiência do utilizador Pensar como um

Leia mais

Análise do site da Universidade Federal de Goiás usando os conceitos da Arquitetura da Informação

Análise do site da Universidade Federal de Goiás usando os conceitos da Arquitetura da Informação Análise do site da Universidade Federal de Goiás usando os conceitos da Arquitetura da Informação Douglas Zanuzzi Palharini 1, Joslaine Cristina Jeske de Freitas 1 1 Curso de Ciência da Computação Universidade

Leia mais

Arquitetura de Informação - 6

Arquitetura de Informação - 6 Arquitetura de Informação - 6 Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Objetivo do Sistema de Rotulação O sistema de rotulação é o componente da Arquitetura de Informação

Leia mais

O POSICIONAMENTO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NA GOVERNANÇA DE TI

O POSICIONAMENTO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NA GOVERNANÇA DE TI O POSICIONAMENTO DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NA GOVERNANÇA DE TI Claudio Gottschalg Duque Professor Departamento de Ciência da Informação Universidade de Brasília (UnB) Brasil Mauricio Rocha Lyra Aluno

Leia mais

Arquitetura de Informação

Arquitetura de Informação Arquitetura de Informação Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Arquitetura de Informação? Ferramentas para Web Design 2 Arquitetura de Informação (AI): É a arte de expressar

Leia mais

O uso da informática na escola: Webquest como estratégia de aprendizagem construtivista

O uso da informática na escola: Webquest como estratégia de aprendizagem construtivista O uso da informática na escola: Webquest como estratégia de aprendizagem construtivista Maira Teresinha Lopes Penteado 1 Gisele Dorneles Fernandes 2 RESUMO: O presente artigo tem por finalidade esclarecer

Leia mais

Arquitetura de Informação de Websites. 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com

Arquitetura de Informação de Websites. 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com Arquitetura de Informação de Websites 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com 2 Vivemos a era da explosão da informação Existe um tsunami de dados que bate sobre as praias do mundo civilizado. É um maremoto

Leia mais

Facebook utilizado como um Objeto de aprendizagem para ajudar os estudantes do Instituto Federal do Paraná, no formato de educação a distância.

Facebook utilizado como um Objeto de aprendizagem para ajudar os estudantes do Instituto Federal do Paraná, no formato de educação a distância. 1 Facebook utilizado como um Objeto de aprendizagem para ajudar os estudantes do Instituto Federal do Paraná, no formato de educação a distância. Outubro/ 2014 Carmem Lúcia Graboski da Gama Instituto Federal

Leia mais

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller 1 Introdução O objetivo deste trabalho é verificar a eficiência da Avaliação com o Usuário e da

Leia mais

Resenha. Ergodesign e arquitetura da informação: trabalhando com o usuário (Luiz Agner, Rio de Janeiro, Quartet Editora, 2006, 173 p.

Resenha. Ergodesign e arquitetura da informação: trabalhando com o usuário (Luiz Agner, Rio de Janeiro, Quartet Editora, 2006, 173 p. Resenha Ergodesign e arquitetura da informação: trabalhando com o usuário (Luiz Agner, Rio de Janeiro, Quartet Editora, 2006, 173 p.) Thiago de Andrade Marinho 1 Ergodesign e Arquitetura de Informação:

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i

A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i A IMPORTÂNCIA DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO NO PLANEJAMENTO DE AMBIENTES DIGITAIS INCLUSIVOS i Raimunda Fernanda dos Santos Aluna de Graduação em Biblioteconomia da UFRN/Natal/RN-Brasil nanda_florania@hotmail.com

Leia mais

5 Conclusão e Considerações Finais

5 Conclusão e Considerações Finais 5 Conclusão e Considerações Finais Neste capítulo são apresentadas a conclusão e as considerações finais do estudo, bem como, um breve resumo do que foi apresentado e discutido nos capítulos anteriores,

Leia mais

OBSERVATÓRIO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão do conhecimento. OGI. Google alertas. Biblioteconomia.

OBSERVATÓRIO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Palavras-chave: Gestão da Informação. Gestão do conhecimento. OGI. Google alertas. Biblioteconomia. XIV Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão da Informação - Região Sul - Florianópolis - 28 de abril a 01 de maio de 2012 RESUMO OBSERVATÓRIO DE

Leia mais

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Instituto de Artes Pós Graduação em Multimeios 1º sem/2002 Disciplina: Multimeios e Educação Ministrada por: José Armando Valente Aluno: Álvaro E.M. Marinho

Leia mais

Avaliação Do Site EducaRede. Introdução

Avaliação Do Site EducaRede. Introdução 1 Ivan Ferrer Maia Pós-Graduação em Multimeios / Unicamp Disciplina Multimeios e Educação Prof. Dr. José Armando Valente Avaliação Do Site EducaRede Introdução A quantidade de Websites encontrada no universo

Leia mais

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE 2009/2 GABARITO COMENTADO QUESTÃO 1: Quando nos referimos à qualidade da interação

Leia mais

5 Considerações finais 5.1. Reflexões sobre os resultados

5 Considerações finais 5.1. Reflexões sobre os resultados 5 Considerações finais 5.1. Reflexões sobre os resultados Ao longo da história o boca a boca sempre se mostrou como um meio eficaz de promoção de produtos e serviços, como advento da Internet esse poder

Leia mais

Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP. Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira

Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP. Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira Guia Básico de Utilização da Biblioteca Virtual da FAPESP Thais Fernandes de Morais Fabiana Andrade Pereira Centro de Documentação e Informação da FAPESP São Paulo 2015 Sumário Introdução... 2 Objetivos...

Leia mais

O ensino da disciplina de arquitetura de informação: uma aplicação da técnica de card sorting

O ensino da disciplina de arquitetura de informação: uma aplicação da técnica de card sorting O ensino da disciplina de arquitetura de informação: uma aplicação da técnica de card sorting Maria Irene da Fonseca e Sá 1 Universidade Federal do Rio de Janeiro. Brasil Resumo O trabalho apresenta a

Leia mais

Wireframes Desenho de Iteração. Henrique Correia. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Wireframes Desenho de Iteração. Henrique Correia. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa 1 Wireframes Desenho de Iteração Henrique Correia Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Sistemas Hipermédia - 1º ano Mestrado Ensino da Informática 11 de Outubro de 2011 2 Wireframes Introdução

Leia mais

Inovação no acervo e acesso de informações: o sistema de repositório institucional nos Tribunais de Contas do Brasil

Inovação no acervo e acesso de informações: o sistema de repositório institucional nos Tribunais de Contas do Brasil Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Inovação no acervo e acesso de informações: o sistema de repositório institucional nos Tribunais de Contas do Brasil Sílvia Maria Berté Volpato (TCE/SC) - silviaberte@hotmail.com

Leia mais

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS Anissa CAVALCANTE 2 Jessica WERNZ 3 Márcio CARNEIRO 4, São Luís, MA PALAVRAS-CHAVE: CMS, webjornalismo, TV Vila Embratel, comunicação 1 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIMENTAÇÃO DE QUÍMICA NO ENSINO MÉDIO... 189

CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIMENTAÇÃO DE QUÍMICA NO ENSINO MÉDIO... 189 CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIMENTAÇÃO DE QUÍMICA NO ENSINO MÉDIO... 189 CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIMENTAÇÃO DE QUÍMICA NO ENSINO MÉDIO Marília Soares 1 (IC), Kátia de Cássia Moreia 1 (IC), Luiz Roberto

Leia mais

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA O PAPEL DA

Leia mais

Arquitetura de Informação e Engenharia Semiótica: um estudo de caso do website da Unimed João Pessoa

Arquitetura de Informação e Engenharia Semiótica: um estudo de caso do website da Unimed João Pessoa GT8 - Informação e Tecnologia Modalidade de apresentação: Pôster Arquitetura de Informação e Engenharia Semiótica: um estudo de caso do website da Unimed João Pessoa Lílian Viana Teixeira Cananéa Universidade

Leia mais

CONSIDERAÇÕES FINAIS

CONSIDERAÇÕES FINAIS CONSIDERAÇÕES FINAIS As considerações finais da pesquisa, bem como suas contribuições e sugestões para trabalhos futuros são aqui apresentadas, ressaltando algumas reflexões acerca do tema estudado, sem,

Leia mais

Resumo: Palavras Chave. Abstract:

Resumo: Palavras Chave. Abstract: O ACESSO A PRODUÇÃO CIENTIFICA: UM ESTUDO SOBRE A APLICAÇÃO DOS ELEMENTOS DA ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO EM BIBLIOTECAS DIGITAIS DE TESES E DISSERTAÇÕES. BRITO, J.F, VIDOTTI, S.A. B.G Faculda Filosofia e

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1. Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis

IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1. Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1 Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis Resumo Descreve a implantação da Biblioteca Virtual

Leia mais

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas Julie Caroline de Alcântara Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: juliealcantara.31@gmail.com

Leia mais

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS Kelly Cristina de Oliveira 1, Júlio César Pereira 1. 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil kristhinasi@gmail.com,

Leia mais

Aline de Souza Santiago (Bolsista PIBIC-UFPI), Denis Barros de Carvalho (Orientador, Departamento de Fundamentos da Educação/UFPI).

Aline de Souza Santiago (Bolsista PIBIC-UFPI), Denis Barros de Carvalho (Orientador, Departamento de Fundamentos da Educação/UFPI). A Produção de pesquisas sobre Educação dos Programas de Pós-graduação (Mestrados e Doutorados) cadastrados na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações BDTD. Aline de Souza Santiago (Bolsista PIBIC-UFPI),

Leia mais

OS CONHECIMENTOS DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA IMPLICAÇÃO PARA A PRÁTICA DOCENTE

OS CONHECIMENTOS DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA IMPLICAÇÃO PARA A PRÁTICA DOCENTE OS CONHECIMENTOS DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA IMPLICAÇÃO PARA A PRÁTICA DOCENTE Maria Cristina Kogut - PUCPR RESUMO Há uma preocupação por parte da sociedade com a atuação da escola e do professor,

Leia mais

Resultados da pesquisa: Você sabe o que é extensão Universitária?

Resultados da pesquisa: Você sabe o que é extensão Universitária? Resultados da pesquisa: Você sabe o que é extensão Universitária? INTRODUÇÃO A pesquisa Você sabe o que é extensão universitária? foi elaborada por Juliana Oliveira (joliveira@dcc.ufba.br), graduanda do

Leia mais

Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico

Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico José Carlos Coelho Saraiva 1 GD6 Educação Matemática, Tecnologias Informáticas e Educação à Distância

Leia mais

de sistemas para recuperação de informação em interfaces de bibliotecas online.

de sistemas para recuperação de informação em interfaces de bibliotecas online. 1 Introdução Na época atual, as certezas definitivas já deram sinais de cansaço e à medida que avança a tecnologia, a sociedade se reformula. O conhecimento estabelecido durante séculos antes confinados

Leia mais

4 Metodologia da Pesquisa

4 Metodologia da Pesquisa 79 4 Metodologia da Pesquisa Este capítulo se preocupa em retratar como se enquadra a pesquisa de campo e como foram desenvolvidas as entrevistas incluindo o universo pesquisado e a forma de analisá-las

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

Valorizando ideias e experiências participativas que promovam o direito humano à educação REGULAMENTO

Valorizando ideias e experiências participativas que promovam o direito humano à educação REGULAMENTO REGULAMENTO 1. O RECONHECIMENTO PÚBLICO DE OLHO NOS PLANOS 1.1. O Reconhecimento Público é uma ação da iniciativa De Olho nos Planos, composta pelos seguintes parceiros: Ação Educativa, UNICEF, Campanha

Leia mais

COMPOSTO DE MARKETING NA ABORDAGEM DAS UNIDADES DE INFORMAÇÃO

COMPOSTO DE MARKETING NA ABORDAGEM DAS UNIDADES DE INFORMAÇÃO COMPOSTO DE MARKETING NA ABORDAGEM DAS UNIDADES DE INFORMAÇÃO CALDAS, Rosângela Formentini Departamento de Ciência da Informação UNESP/Marília A definição de marketing ainda permanece enquanto uma discussão

Leia mais

USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC)

USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC) USABILIDADE NA WEB E EM INTERFACES. Tutora: Aline Yuri Ieiri (UAB UFABC - PACC) Definição do conceito O que é Usabilidade? Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

O Comportamento informacional dos pós-graduandos em Ciências Sócias e Humanas: um estudo com os pós-graduandos da UNESP de Marília.

O Comportamento informacional dos pós-graduandos em Ciências Sócias e Humanas: um estudo com os pós-graduandos da UNESP de Marília. O Comportamento informacional dos pós-graduandos em Ciências Sócias e Humanas: um estudo com os pós-graduandos da UNESP de Marília. Eixo Temático: Livre Nome: Etiene Siqueira de Oliveira - Bolsista: PIBIC/CNPq

Leia mais

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 RECURSOS HUMANOS EM UMA ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR COM PERSPECTIVA DE DESENVOLVIVENTO DO CLIMA ORGANIZACONAL: O CASO DO HOSPITAL WILSON ROSADO EM MOSSORÓ RN

Leia mais

INDICADORES DE DESEMPENHO PARA BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: projeto desenvolvido no SIBi/USP

INDICADORES DE DESEMPENHO PARA BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: projeto desenvolvido no SIBi/USP TRABALHO ORAL EMPREENDEDORISMO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS Qualidade dos serviços e foco no usuário INDICADORES DE DESEMPENHO PARA BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: projeto desenvolvido no SIBi/USP GRANDI,

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES Rigoleta Dutra Mediano Dias 1, Lívia Aparecida de Oliveira Souza 2 1, 2 CASNAV, MARINHA DO BRASIL, MINISTÉRIO DA DEFESA, BRASIL Resumo: Este

Leia mais

WALDILÉIA DO SOCORRO CARDOSO PEREIRA

WALDILÉIA DO SOCORRO CARDOSO PEREIRA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E ENSINO DE CIÊNCIAS NO AMAZONAS MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS NO AMAZONAS WALDILÉIA DO SOCORRO CARDOSO PEREIRA PROPOSTAS

Leia mais

USER EXPERIENCE. Luis Felipe Fernandes. UX Academy. www.uxacademy.com.br! www.uxacademy.com.br!

USER EXPERIENCE. Luis Felipe Fernandes. UX Academy. www.uxacademy.com.br! www.uxacademy.com.br! UX USER EXPERIENCE Luis Felipe Fernandes UX Academy UX Como criar websites e aplicativos que, além de atraentes, são fáceis de usar e atendem às necessidades do usuário. LUIS FELIPE FERNANDES o Alto Alegre

Leia mais

PAMIN PATRIMÔNIO, MEMÓRIA E INTERATIVIDADE

PAMIN PATRIMÔNIO, MEMÓRIA E INTERATIVIDADE PAMIN PATRIMÔNIO, MEMÓRIA E INTERATIVIDADE Resumo: Autores: LOURENÇO, Cláudio Djohnnatha Duarte (UFPB Discente Bolsista) cdjohnnatha@gmaill.com QUEIROGA, Eduardo Vieira (UFPB Discente Bolsista) eduardo.queiroga@lavid.ufpb.br

Leia mais

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política

Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política Como usar o monitoramento de mídias sociais numa campanha política No Brasil, há poucas experiências conhecidas de uso de ferramentas de monitoramento de mídias sociais em campanhas políticas. Uma delas

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO,

FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO, FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO, Juliana Cordeiro Soares Branco CEFET MG Juliana.b@ig.com.br OLIVEIRA, Maria Rita Neto Sales CEFET MG mariarita2@dppg.cefetmg.br

Leia mais

Usabilidade nas Empresas que Utilizam Sistemas Web como Instrumento de Trabalho

Usabilidade nas Empresas que Utilizam Sistemas Web como Instrumento de Trabalho Usabilidade nas Empresas que Utilizam Sistemas Web como Instrumento de Trabalho Karina Duarte Bittencourt¹, Joe Jackson Sangali Vidor¹, Fabricio Roulin Bittncourt¹ ¹Fundação Comunitária de Ensino Superior

Leia mais

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Resumo. Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Autor: Danilo Humberto Dias Santos Orientador: Walteno Martins Parreira Júnior Bacharelado em Engenharia da Computação

Leia mais

XVIII SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS SNBU 2014

XVIII SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS SNBU 2014 1 XVIII SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS SNBU 2014 IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO DE DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS NO SISTEMA DE BIBLIOTECAS (SiBi) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR) Fernando

Leia mais

Sistema de Navegação. 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com

Sistema de Navegação. 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com Sistema de Navegação 2006 Guilhermo Reis www.guilhermo.com 2 O que é navegar? Navegar é alcançar um destino que está fora do alcance de campo de visão do ponto de partida. Para alcançar seu destino, o

Leia mais

Participação política na internet: o caso do website Vote na web

Participação política na internet: o caso do website Vote na web Participação política na internet: o caso do website Vote na web Lívia Cadete da Silva 1 Lucas Arantes Zanetti 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP RESUMO

Leia mais

FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM

FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM Ronei Ximenes Martins (Trabalho apresentado no II Colóquio Regional EAD Edição Internacional Outubro/2010 Juiz de Fora/MG) Introdução Um

Leia mais

A Arquitetura de Informação segundo Lou e Peter por Márcio Tristão

A Arquitetura de Informação segundo Lou e Peter por Márcio Tristão A Arquitetura de Informação segundo Lou e Peter por Márcio Tristão Conversamos com Louis Rosenfeld e Peter Morville autores do best-seller Information Architecture for the World Wide Web, o livro do urso

Leia mais

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA An Innovations in Technology and Governance Case Study Desde o final dos anos 1980, diversos governos

Leia mais

XIII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação XIII ENANCIB 2012 GT 8 Informação e Tecnologia

XIII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação XIII ENANCIB 2012 GT 8 Informação e Tecnologia XIII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação XIII ENANCIB 2012 GT 8 Informação e Tecnologia ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO E USABILIDADE: AVALIAÇÃO DA INTRANET DA UNICRED JOÃO PESSOA RESUMO Modalidade

Leia mais

Projeto de Interface do Usuário

Projeto de Interface do Usuário Projeto de Interface do Usuário Arquitetura de Informação Danielle Freitas 2015.1 http://docente.ifrn.edu.br/daniellefreitas Agenda Introdução O que é arquitetura da informação Estratégia de conteúdo Sistema

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS PROFESSOR: Itair Pereira da Silva DISCENTES: Maria das Graças João Vieira Rafael Vitor ORGANOGRAMA PRESIDENTE GERENTE

Leia mais

ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO DE WEB SITES: UM ENFOQUE À UNIVERSIDADE ABERTA À TERCEIRA IDADE (UNATI) 1

ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO DE WEB SITES: UM ENFOQUE À UNIVERSIDADE ABERTA À TERCEIRA IDADE (UNATI) 1 ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO DE WEB SITES: UM ENFOQUE À UNIVERSIDADE ABERTA À TERCEIRA IDADE (UNATI) 1 Ana Maria Jensen Ferreira da Costa FERREIRA 2 Fernando Luiz VECHIATO 3 Silvana Aparecida Borsetti Gregorio

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE APOIO À GESTÃO DE EVENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE APOIO À GESTÃO DE EVENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE APOIO À GESTÃO DE EVENTO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL Adler H. Schmidt, Caroline F. Vicentini, Patrick P. Viera, Ronaldo C. M. dos Santos, Andrea S. Charão Universidade

Leia mais

Práticas de Linguagem e Design: algumas questões de usabilidade no contexto da web social

Práticas de Linguagem e Design: algumas questões de usabilidade no contexto da web social Práticas de Linguagem e Design: algumas questões de usabilidade no contexto da web social Fernanda Maria Pereira Freire ffreire@unicamp.br Núcleo de Informática Aplicada à Educação (NIED) André Constantino

Leia mais

RELATÓRIO DO PROJETO PORTAL DA SUPERINTENDÊNCIA DE DOCUMENTAÇÃO

RELATÓRIO DO PROJETO PORTAL DA SUPERINTENDÊNCIA DE DOCUMENTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE DOCUMENTAÇÃO COORDENAÇÃO DE BIBLIOTECAS SEÇÃO DE INFORMAÇÃO REFERENCIAL RELATÓRIO DO PROJETO PORTAL DA SUPERINTENDÊNCIA DE DOCUMENTAÇÃO Niterói 2013

Leia mais

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010 INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA: UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO Bruno Rodrigo Teixeira 1 Universidade Estadual de Londrina - UEL bruno_matuel@yahoo.com.br Camila Rosolen 2 Universidade Estadual de Londrina - UEL camilarosolen@yahoo.com.br

Leia mais

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007)

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007) 1 Introdução Em todo mundo, a Educação a Distância (EAD) passa por um processo evolutivo principalmente após a criação da internet. Os recursos tecnológicos oferecidos pela web permitem a EAD ferramentas

Leia mais

EMISSÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS NOS EVENTOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS VIDEIRA

EMISSÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS NOS EVENTOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS VIDEIRA EMISSÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS NOS EVENTOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS VIDEIRA Jeferson Boesing 1 ; Tiago Heineck 2 ; Angela Maria Crotti da Rosa 3 ; Leila Lisiane Rossi 4 INTRODUÇÃO Alunos

Leia mais

Um produto para jogar um conteúdo matemático e estudar um jogo social

Um produto para jogar um conteúdo matemático e estudar um jogo social Um produto para jogar um conteúdo matemático e estudar um jogo social 1 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVOS... 4 3 DESENVOLVIMENTO... 5 4 CONCLUSÃO... 11 5 REFERÊNCIA... 11 TABELA DE FIGURAS Figura

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DAS OFICINAS NO ÂMBITO DA GRADUAÇÃO. PET BIBLIOTECONOMIA

A IMPORTÂNCIA DAS OFICINAS NO ÂMBITO DA GRADUAÇÃO. PET BIBLIOTECONOMIA XIV Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão da Informação - Região Sul - Florianópolis - 28 de abril a 01 de maio de 2012 A IMPORTÂNCIA DAS OFICINAS

Leia mais

5 Conclusões 5.1. Conclusões e implicações

5 Conclusões 5.1. Conclusões e implicações 5 Conclusões 5.1. Conclusões e implicações O presente trabalho tem caráter descritivo-exploratório e portanto não tem o intuito de se chegar a conclusões definitivas, sendo sua principal contribuição a

Leia mais

Projeto Escola com Celular

Projeto Escola com Celular Projeto Escola com Celular Rede Social de Sustentabilidade Autores: Beatriz Scavazza, Fernando Silva, Ghisleine Trigo, Luis Marcio Barbosa e Renata Simões 1 Resumo: O projeto ESCOLA COM CELULAR propõe

Leia mais

ATENDIMENTO AO USUÁRIO ATRAVÉS DE CHAT: a experiência da biblioteca da PUC-RIO

ATENDIMENTO AO USUÁRIO ATRAVÉS DE CHAT: a experiência da biblioteca da PUC-RIO TRABALHO ORAL IMPACTO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NA GESTÃO DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA Dimensionamento dos impactos dos serviços digitais na Biblioteca ATENDIMENTO AO USUÁRIO ATRAVÉS DE CHAT: a experiência

Leia mais

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução 1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução Este tutorial tem a finalidade de guiar o aluno, dando orientações necessárias para o acesso, navegação e utilização das ferramentas principais. Um ambiente

Leia mais

Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO 3 Claudomilson F. BRAGA 4 Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO

Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO 3 Claudomilson F. BRAGA 4 Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO Estudo da proporção e o nível de conhecimento dos alunos de graduação do período vespertino do Campus II da UFG sobre o Programa Coleta Seletiva Solidária 1 Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO

Leia mais

5 Conclusão e discussões

5 Conclusão e discussões 5 Conclusão e discussões O presente estudo procurou entender melhor o universo dos projetos de patrocínio de eventos, principalmente com o objetivo de responder a seguinte questão: quais são as principais

Leia mais

A seguir são apresentadas as etapas metodológicas da Pesquisa CNT de Rodovias.

A seguir são apresentadas as etapas metodológicas da Pesquisa CNT de Rodovias. Metodologia A Pesquisa CNT de Rodovias propõe-se a avaliar a situação das rodovias brasileiras a partir da perspectiva dos usuários da via. As características - pavimento, sinalização e geometria - são

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DOS ALUNOS EGRESSOS DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA EESC- USP

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DOS ALUNOS EGRESSOS DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA EESC- USP SISTEMA DE INFORMAÇÃO DOS ALUNOS EGRESSOS DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA EESC- USP Fábio S. Dragone fsdragone@hotmail.com Juliana A. Banik jubanik@yahoo.com.br Rodrigo X. Franco roxf@bol.com.br Fernando

Leia mais

usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet

usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet WEB Usabilidade WEB usabilidade assume uma importância ímpar na economia da Internet no design de produtos e de software tradicionais, usuários pagam antes e experimentam a usabilidade depois na WEB experimentam

Leia mais

DESIGN DE INTERFACES GRÁFICAS CORPORATE TV / DIGITAL SIGNAGE. Bruno Nobre bruno.nobre@iade.pt

DESIGN DE INTERFACES GRÁFICAS CORPORATE TV / DIGITAL SIGNAGE. Bruno Nobre bruno.nobre@iade.pt DESIGN DE INTERFACES GRÁFICAS CORPORATE TV / DIGITAL SIGNAGE Bruno Nobre bruno.nobre@iade.pt O que é? Digital Signage é um tipo de painel informativo tipicamente colocado em espaços públicos, usados normalmente

Leia mais

ESTUDO AVALIATIVO DE ACESSIBILIDADE E USABILIDADE APLICADO AO AMBIENTE WEB.

ESTUDO AVALIATIVO DE ACESSIBILIDADE E USABILIDADE APLICADO AO AMBIENTE WEB. ESTUDO AVALIATIVO DE ACESSIBILIDADE E USABILIDADE APLICADO AO AMBIENTE WEB. Rogério Albuquerque Ribeiro, Claudete Werner Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí - PR - Brasil albuquerque.rogerio@icloud.com

Leia mais

Analisando a construção e a interpretação de gráficos e tabelas por estudantes do Ensino Médio Regular e EJA

Analisando a construção e a interpretação de gráficos e tabelas por estudantes do Ensino Médio Regular e EJA Analisando a construção e a interpretação de gráficos e tabelas por estudantes do Ensino Fabiano Fialho Lôbo Universidade Federal de Pernambuco fabiano_lobo@yahoo.com.br Luciana Rufino de Alcântara Universidade

Leia mais

ROTINAS DE PRODUÇÃO JORNALÍSTICA NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

ROTINAS DE PRODUÇÃO JORNALÍSTICA NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) (X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

MAPEAMENTO DOS SITES DE ARQUIVOS MUNICIPAIS E ESTADUAIS DO BRASIL: UMA ANÁLISE VIRTUAL.

MAPEAMENTO DOS SITES DE ARQUIVOS MUNICIPAIS E ESTADUAIS DO BRASIL: UMA ANÁLISE VIRTUAL. Jailson Freitas da Silva 4º Semestre de Arquivologia Noturno Universidade Federal da Bahia MAPEAMENTO DOS SITES DE ARQUIVOS MUNICIPAIS E ESTADUAIS DO BRASIL: UMA ANÁLISE VIRTUAL. Roteiro 1 Como surgiu

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

Interfaces Comunitárias_ Construções

Interfaces Comunitárias_ Construções 070 Interfaces Comunitárias_ Construções Denise Mônaco dos Santos demonaco@sc.usp.br Marcelo Tramontano tramont@sc.usp.br Nomads, Núcleo de Estudos de Habitares Interativos issues related to the conception

Leia mais

Arquitetura de Informação - 2

Arquitetura de Informação - 2 Arquitetura de Informação - 2 Ferramentas para Web Design Prof. Ricardo Ferramentas para Web Design 1 Arquitetura de Informação (AI): Objetivo: Compreender os vários cenários em que o design de informação

Leia mais

EMISSÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS NOS EVENTOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS VIDEIRA

EMISSÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS NOS EVENTOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS VIDEIRA EMISSÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS NOS EVENTOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS VIDEIRA Autores : Jeferson BOESING; Tiago HEINECK; Angela Maria Crotti da ROSA; Leila Lisiane ROSSI Identificação

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB MULTIUSUÁRIO PARA SISTEMA DE GERAÇÃO AUTOMÁTICA DE QUADROS DE HORÁRIOS ESCOLARES. Trabalho de Graduação

DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB MULTIUSUÁRIO PARA SISTEMA DE GERAÇÃO AUTOMÁTICA DE QUADROS DE HORÁRIOS ESCOLARES. Trabalho de Graduação DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB MULTIUSUÁRIO PARA SISTEMA DE GERAÇÃO AUTOMÁTICA DE QUADROS DE HORÁRIOS ESCOLARES Trabalho de Graduação Orientando: Vinicius Stein Dani vsdani@inf.ufsm.br Orientadora: Giliane

Leia mais

Banco de Dados - Senado

Banco de Dados - Senado Banco de Dados - Senado Exercícios OLAP - CESPE Material preparado: Prof. Marcio Vitorino OLAP Material preparado: Prof. Marcio Vitorino Soluções MOLAP promovem maior independência de fornecedores de SGBDs

Leia mais

ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO DE WEBSITES DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: o caso do sistema de bibliotecas da Universidade Federal de Alagoas 1

ARQUITETURA DE INFORMAÇÃO DE WEBSITES DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: o caso do sistema de bibliotecas da Universidade Federal de Alagoas 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DIRETÓRIO ACADÊMICO DE BIBLIOTECONOMIA XIV Encontro Regional de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência

Leia mais