Matemática A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge."

Transcrição

1 Matemática A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um paralelepípedo retângulo acoplado a um prisma triangular. 1,6m 1m 1,4m Calcule o volume da estrutura, em dm 3, e indique a soma dos dígitos do valor obtido. Resposta: 11 O volume da estrutura mede 1, ,4.0,6/2.1 = 1,82m 3 = 1820 dm 3. 1m 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge. A ponte pode ser representada em um sistema cartesiano com seu arco sendo dado pela parábola y = (116 21x 2 )/120, com os limites verticais em x = -2,35 e x = 2,35 e a superfície da ponte contida na reta y = 1, ,5 1 0,5 d Calcule a distância d entre o ponto do arco em x = 2 e a reta da superfície da ponte e indique o inteiro mais próximo de 100d. Resposta: 98 Temos d = 1,25 ( )/120 = 0,983.

2 03. As cidades A, B e C estão localizadas de modo que: a cidade B está a uma distância de 60km de A, na direção de 29 o, e a cidade C está a uma distância de 80km de A, na direção de 89 o. Calcule a distância entre B e C, em km, e indique o inteiro mais próximo do valor obtido. C 89º B A 29º Resposta: 72 A distância entre B e C é dada pela Lei dos cossenos: ( /2) 1/2 = /2 72, Na ilustração abaixo, o paralelepípedo retângulo foi cortado por um plano perpendicular a sua base e ficou dividido em dois sólidos Calcule os volumes dos sólidos obtidos e indique o valor do maior. Resposta: 48 Os volumes medem = 36 e = Determine o valor de x para os quais os pontos (2x + 3, x 5), (2x + 4, 2x - 12) e (3x 3, 2x 11) são distintos e colineares. Resposta: 8 Os pontos serão colineares se e só se [(2x -12) - (x 5)]/[(2x + 4) (2x + 3)] = [(2x 11) (2x 12)]/[(3x 3) (2x + 4)] ou (x - 7)/1 = 1/(x 7). Daí (x 7) 2 = 1 e x = ±1 + 7 = 8 ou 6. Para x = 6, o primeiro e o terceiro pontos dados coincidem. 06. Na ilustração a seguir, as seis circunferências menores têm mesmo raio e são tangentes internamente à circunferência maior. Além disso, cada uma das circunferências menores é tangente às duas outras que lhe são adjacentes.

3 Dado que as circunferências menores têm raio 2, calcule a área da região colorida e indique o inteiro mais próximo do valor obtido. Dado: use a aproximação π 3,14. Resposta: 38 O centro da circunferência maior e os centros de duas circunferências menores e adjacentes são vértices de um triângulo isósceles com ângulo da base medindo 60 o, logo este triângulo é eqüilátero. Se r é o raio da circunferência maior então o triângulo mencionado tem lados r 2, r 2 e 2.2, portanto r = 6. A área da região procurada é π6 2-6π2 2 = 12π 37, O polígono estrelado a seguir é tal que os triângulos construídos tendo por bases os lados do pentágono, que estão pontilhados, são isósceles e congruentes. Assinale a medida, em graus, do ângulo do vértice destes triângulos. (Note que cada reta contendo um lado do pentágono contém dois lados do polígono estrelado.) Resposta: 36 O pentágono no interior da figura tem lados congruentes e ângulos internos congruentes, logo é regular. Os ângulos internos do pentágono medem (5-2).180 o /5 = 108 o, portanto o ângulo do vértice dos triângulos isósceles mede 180 o 2.72 o = 36 o. 08. A ilustração abaixo é de um design encontrado em Pompéia e consiste de um hexágono regular, seis quadrados, seis losangos, seis triângulos equiláteros e doze triângulos retângulos.

4 Se o lado do hexágono é 2 indique o inteiro mais próximo da área da figura. Dado: use a aproximação: 3 1, 7. Resposta: 89 Os lados do hexágono, quadrados, losangos e triângulos eqüiláteros têm mesma medida, assim como os catetos dos triângulos retângulos. Observe que os losangos podem ser divididos em dois triângulos eqüiláteros. Portanto, a área da figura é ( )2 2 3 / /2 = 24(1,7 + 2) = 88,8. As informações abaixo referem-se às duas questões a seguir: Em um cone reto com raio da base 20cm e altura 60cm, está inscrito um cilindro reto, como ilustrado a seguir. 09. Qual deve ser a altura do cilindro, em cm, de modo que a área total da sua superfície seja máxima? Resposta: 15 Sejam r e h o raio da base e a altura respectivos do cilindro inscrito. Temos que a área total do cilindro é dada por A = 2πrh + 2πr 2. De semelhança de triângulos obtemos r/20 = (60 h)/60 e daí h = 60 3r. A área se expressa como A = 2πr(60 3r) + 2πr 2 = 2πr(60 2r). A área do cilindro será máxima quando r = (0 + 30)/2 = 15cm e h = 15cm. 10. Calcule o volume V, em cm 3, do cilindro, com área total de sua superfície máxima e inscrito no cone. Indique V/(45π). Resposta: 75 Temos V = πr 2 h = π15 3 cm 3 e V/(45π) = 75.

5 As informações abaixo referem-se as duas questões a seguir. Na ilustração seguinte, temos um tetraedro ABCD com base BCD inscrita em uma circunferência. A aresta AB do tetraedro é perpendicular ao plano contendo a circunferência e BD é um diâmetro da circunferência. As medidas de AB, BD e CD são, respectivamente, 35cm, 13cm e 5cm. A B D C 11. Calcule a medida de AC, em cm, e assinale o valor obtido. Resposta: 37 Considerando que BD é um diâmetro temos que o triângulo BCD é retângulo em C e que BC mede ( ) 1/2 = 12cm. Da mesma maneira AC = ( ) 1/2 = 37cm. 12. Calcule o volume do tetraedro, em cm 3, e indique a soma dos dígitos do número obtido. Resposta: 8 O volume do tetraedro é (12.5/2).35/3 = 350cm Os naturais m.5 4 e 2 p n têm máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum Calcule os naturais m, n e p e indique sua soma. Resposta: 18 Temos que o maior entre 6 e p é 8, logo p = 8. O menor entre m e 7 é 6, logo m = 6. O menor e o maior entre 4 e n são iguais a 4, logo n = A figura abaixo ilustra um antigo símbolo gótico.

6 A circunferência maior tem raio 24, as duas circunferências intermediárias, que são tangentes a maior, têm raio 12 e as cinco circunferências menores têm raio 6. Quatro das circunferências menores têm diâmetros que, reunidos, formam um diâmetro da circunferência maior que também contém um diâmetro de uma das circunferências intermediárias. A quinta circunferência menor é tangente a duas das circunferências menores. A outra circunferência intermediária passa pelo centro da primeira e pelo centro da maior. Calcule o comprimento C do contorno destacado e assinale C/π. Resposta: 38 O contorno é formado de três arcos de 300 o contidos em uma circunferência de raio 6 e um arco de 120 o de uma circunferência de raio 12, logo, mede 3.300/360.2.π /360.2.π.12 = 30π + 8π = 38π. 15. A figura abaixo ilustra o cuboctaedro truncado, que é um poliedro convexo com 12 faces quadradas, 8 hexagonais e 6 octogonais. Quantos são seus vértices? Resposta: 48 O número de arestas do poliedro é ( )/2 = 72 e seu número de vértices é 72 ( ) + 2 = Um robô encontra-se na origem de um reta com coordenadas e pode mover-se sobre a reta, em passos de comprimento 1, para a direita ou para a esquerda. Se a probabilidade do robô mover-se para a direita é de 2/5, qual a probabilidade percentual p% de ele se encontrar na posição 1, após executar três passos? Indique o inteiro mais próximo de p. Resposta: 43 As possíveis trajetórias para o robô sair da posição 0 e, depois de três passos, encontrar-se na posição -1 são EED, EDE e DEE (onde E e D denotam movimentos para a esquerda e direita, respectivamente). A probabilidade procurada é 3.3/5.3/5.2/5 = 54/125 e daí p = /125 = = 43,2%.

7 17. As arestas do sólido convexo ilustrado a seguir são obtidas unindo os pontos médios de cada uma das arestas de um tetraedro regular aos pontos médios das quatro arestas que são concorrentes com ela. Se aresta do tetraedro mede 6 Resposta: 36 2, qual o volume do sólido? O sólido é um octaedro regular com aresta medindo 3 é 2. (3 2 ) 2 3/3 = O seu volume 18. Os círculos na ilustração a seguir têm raios 10 e 14 e são secantes. Qual a diferença d entre a medida da área da região do círculo maior, sem pontos do círculo menor, e a medida da área da região do círculo menor, sem pontos do círculo maior? Indique d/π. Resposta: 96 Se a medida da área da região do círculo maior sem pontos do círculo menor é x, a medida da área da região do círculo menor sem pontos do círculo maior é y e a medida da área comum aos dois círculos é z, temos que a diferença procurada é d = (x + z) (y + z) = x y = π π10 2 = 96π. 19. Cinco cidades são vértices de um pentágono convexo e devem ser conectadas por quatro rodovias retilíneas (que podem se interceptar). As rodovias serão construídas de modo que exista um trajeto unindo quaisquer duas destas cidades. Abaixo temos as três maneiras básicas de se construir tais rodovias: na primeira, de cada cidade saem no máximo duas rodovias; na segunda, existe uma cidade de onde saem três rodovias e, na terceira, existe uma cidade de onde saem quatro rodovias.

8 Determine o número total de maneiras de se construir as quatro rodovias e assinale a soma dos seus dígitos. Resposta: 8 Do primeiro tipo, o número de maneiras de construir as rodovias é 5!/2 = 120/2 = 60; do segundo tipo, temos = 60 maneiras e do terceiro temos 5 maneiras. O total de maneiras de construir as rodovias é = 125 maneiras. 20. Existem duas circunferências situadas no primeiro quadrante que são tangentes aos eixos das abscissas e das ordenadas e tangentes à reta com equação 5x + 12y 60 =0. Determine os raios das circunferências e indique sua soma. Resposta: 17 Desde que as circunferências são tangentes aos eixos coordenados e estão no primeiro quadrante temos que seus centros têm coordenadas (r, r), com r sendo o raio das circunferências. Como a reta 5x + 12y 60 =0 é tangente às circunferências temos 5r + 12r 60 / = r ou 17r 60 = 13r que eqüivale a 17r 60 = ±13r, que tem soluções r = 15 e r = A seguir temos uma ilustração da Grande Pirâmide do Egito. h H 2a A pirâmide é regular e o quadrado da sua altura é igual ao produto da metade do lado da base pela altura dos triângulos das faces, ou seja, se 2a é o lado da base da pirâmide, h a sua altura e H a altura dos triângulos das faces laterais temos h 2 = H(2a)/2 = Ha. Calcule g = H/a e indique (2g 1) 4. Resposta: 25 Temos H 2 = h 2 + a 2 = Ha + a 2 e daí (H/a) 2 (H/a) 1 = 0. Resolvendo a equação obtemos H/a = (1 ± 5 )/2 e segue que g = (1 + 5 )/2 e (2g 1) 4 = O prisma pentagonal ilustrado abaixo é regular, com lado da base medindo 400/17 e altura medindo 42. Determine o raio da esfera circunscrita ao prisma e indique o inteiro mais próximo do valor obtido.

9 Dado: use a aproximação cos(54 o ) 10/17. Resposta: 29 Seja x a medida do lado do triângulo isósceles com vértice no centro da base do prisma e base em um lado da base do prisma. Temos cos(54 o ) = (200/17)/x e x (200/17)/(10/17) = 20. O raio da esfera circunscrita é ( ) 1/2 = 841 1/2 = Júnior comprou um certo número de chocolates (iguais) por R$ 20,25. Se o preço de cada chocolate fosse R$ 0,02 a menos, ele teria obtido 6 chocolates a mais. Quantos chocolates Júnior comprou? Resposta: 75 Se o preço pago foi de p centavos por chocolate, e Júnior comprou n chocolates, temos 2025 = pn = (p - 2)(n + 6) e da segunda igualdade resulta que pn = pn + 6p 2n 12 que se simplifica como n = 3(p 2). Substituindo na primeira igualdade, com 2025 fatorado em primos, temos = 3p(p 2) ou = p(p 2). Como p é ímpar temos p e p 2 primos entre si e daí p = 3 3 = 27 centavos e n = = A figura abaixo ilustra a divisão de um hexágono regular em três triângulos um quadrilátero e um pentágono, que são rearrumados para formar um quadrado. α Se α é a medida do ângulo indicado, escreva sen 2 α = naturais, a primo, e indique a + b. Resposta: 9 a / b com a e b Se l é a medida do lado do hexágono regular então sua área é dada por 3l 2 3 /2 e o quadrado que tem a mesma área do hexágono tem lado (3l 2 3 /2) 1/2. O triângulo acutângulo da dissecção tem um ângulo medindo 120 o, outro medindo α, e os lados opostos a estes ângulos medem (3l 2 3 /2) 1/2 e l, respectivamente. Usando a lei dos senos,

10 obtemos (3l 2 3 /2) 1/2 /sen 120 o = l/sen α e sen α = ( 3 /2)/(3 3 /2) 1/2 = ( 3 /2) 1/2 / 3 e sen 2 α = 3 /6. Daí a = 3 e b = Uma formiga move-se ao longo das arestas de um cubo e, encontrando-se, inicialmente, no vértice A, deverá se mover até o vértice B (veja a ilustração a seguir). Ao percorrer uma aresta, a formiga não muda o sentido do trajeto até atingir o outro vértice da aresta. Se a formiga escolhe seu trajeto aleatoriamente, qual a probabilidade percentual p% de ela atingir o vértice B, após caminhar o equivalente ao comprimento de três arestas do cubo? Indique o inteiro mais próximo de p. B Resposta: 22 A O número de trajetórias de A até B usando três arestas é = 6 e o número total de trajetórias usando três arestas não necessariamente distintas é = 27, logo a probabilidade procurada é 6/27 = 2/9 ou 22,22% 26. Suponha que as diagonais de um octógono convexo, ou não se interceptam no interior do octógono, ou se interceptam, duas a duas, em pontos distintos. Quantos são estes pontos de interseção, situados no interior do octógono? Resposta: 70 Cada par de diagonais, que se interceptam no interior do octógono, corresponde às diagonais de um quadrilátero com vértices com vértices nos extremos das diagonais (logo, em vértices do octógono). Reciprocamente, cada quatro vértices do octógono determinam um quadrilátero convexo cujas diagonais são diagonais do octógono e se interceptam em um ponto de seu interior. Portanto, o número de pontos de interseção das diagonais do octógono, que estão em seu interior, corresponde ao número de maneiras de se escolher quatro pontos de um conjunto de oito, que vale /( ) = Um depósito na forma de um paralelepípedo retângulo está preenchido com certo volume de líquido. Ao colocarmos no interior do paralelepípedo um cubo sólido de aresta 4cm, com densidade maior que a do líquido, a altura do líquido fica igual à aresta do cubo. O paralelepípedo tem base com comprimento 5cm e largura 6cm. Determine a aresta x de outro cubo sólido, com densidade maior que a do líquido, que, quando colocado no interior do paralelepípedo, deixa a altura do líquido igual à medida da aresta. Indique (x + 2) 2.

11 Resposta: 18 Temos que o volume de líquido no paralelepípedo é 5.6.x x 3, logo, 30x x 3 = , que se simplifica como x x = 0. Colocando x 4 em evidência temos (x - 4)(x 2 + 4x +16) 30(x 4) = 0 ou (x 4)(x 2 + 4x 14) = 0. Como queremos x 4 temos x 2 + 4x 14 = 0 e x = (-4 ± 72 )/2 = -2 ± 3 2. Uma vez que x é positivo temos x = e (x + 2) 2 = Um triângulo isósceles ABC tem ângulos da base AB medindo o dobro do ângulo do vértice C, como ilustrado a seguir. C D A B O segmento AD é a bissetriz do ângulo CAB. Analise as afirmações a seguir, referentes ao triângulo ABC. 0-0) O ângulo ACB mede 36 o 1-1) Os triângulos ABC e BDA são semelhantes. 2-2) O triângulo ADC é isósceles. 3-3) AB/AC = (-2+ 5 )/2 4-4) A razão entre as áreas do triângulo ABC e do triângulo BDA é (3 + 5 )/2 Resposta: VVVFV

12 Se α é a medida do ângulo ACB temos α + 2α + 2α = 180 o e daí α = 180 o /5 = 36 º, logo 0-0) é verdadeira. Pelo teorema do ângulo externo temos que a medida do ângulo ADB é 2α, portanto os triângulos ABC e BDA são semelhantes e 1-1) é verdadeira. O triângulo ADC tem ângulos DCA e DAC medindo α, logo é isósceles, e 2-2) é verdadeira. Da semelhança entre ABC e BDA temos AB/AC = (AC AB)/AB, que se simplifica como AB 2 + AC.AB AC 2 = 0 e daí AB = (-1 ± AB/AC = ( )AC/2 e 5 )/2, logo 3-3) é falsa. A razão entre as áreas dos triângulos ABC e BDA é [2/( )] 2 = 2/( 3-5 ) = (3 + 5 )/2, logo 4-4) é verdadeira. 29. A figura abaixo ilustra um paralelepípedo retângulo desenhado em papel quadriculado. Analise as afirmações abaixo, referentes as posições relativas dos pontos A, B, C e D. C A B D 0-0) A reta contendo A e B e a reta contendo C e D são concorrentes. 1-1) O plano contendo A, B e D também contém C. 2-2) A reta contendo A e C e a reta contendo B e D são paralelas. 3-3) O plano contendo A, C e D também contém B. 4-4) Os pontos A, B, C e D são coplanares. Resposta: FFFFF O único plano contendo A, B e D intercepta o paralelepípedo em um retângulo que não contém C, logo, C não está no plano contendo A, B e D e os pontos A, B, C e D não são coplanares. Portanto, 0-0), 1-1), 2-2), 3-3) e 4-4) são falsas. 30. As cidades de uma planície estão, duas a duas, situadas a distâncias diferentes. Sejam A, B e C cidades da planície e suponha que A é a cidade mais próxima de B e de C. A B C Analise a veracidade das afirmações a seguir, admitindo as informações acima. 0-0) BC > AB 1-1) AC > BC 2-2) O ângulo com vértice em B tem medida maior que as medidas dos ângulos com vértices em A e C. 3-3) O ângulo com vértice em A mede mais de 60 º. 4-4) O número de cidades que têm a cidade A como a mais próxima é menor que 6.

13 Resposta: VFFVV BC é maior que AB e AC pois A é a cidade mais próxima de B e de C, logo 0-0) é verdadeira e 1-1) é falsa. Como BC é o maior lado do triângulo escaleno ABC, temos que o ângulo com vértice em A é o ângulo de maior medida do triângulo, logo 2-2) é falsa. Temos  + ^B + ^C = 180 o, ^B < Â, ^C <  e portanto 3 > 180 o e  > 60 º e 3-3) é verdadeira. Se existissem pelo menos seis cidades tendo A como cidade mais próxima, então a soma dos ângulos com vértices em A, construídos como acima, seria maior que 6.60 o = 360 o, o que não pode ser. 31. A temperatura em uma sala, ao longo do dia, é dada, em o C, pela função T(t) = 6cos(π(t - 13)/12) + 31 onde t é o número de horas após zero hora. Nestas condições, analise as afirmações abaixo. 0-0) A temperatura na sala às cinco horas da tarde é de 34 o C. 1-1) A temperatura da sala é máxima às 13h. 2-2) O menor valor da temperatura da sala é 31 o C. 3-3) O gráfico da temperatura T (em o C), em termos do número de horas t após zero hora, é 4-4) A temperatura da sala é mínima às três horas da manhã. Resposta: VVFFF Às cinco horas da tarde temos t = 17h e T(17) = 6cos(π/3)+31 = 34 o C, logo 0-0) é verdadeira. A temperatura da sala é máxima quando cos(π(t - 13)/12)=1 ou π(t - 13)/12=2kπ, k inteiro, que eqüivale a t = k e, como t varia de 0h a 24h, temos t = 13h, e 1-1) é verdadeira. A temperatura é mínima Quando cos(π(t - 13)/12) = -1, ou seja, o valor mínimo da temperatura é = 25 o C, logo 2-2) é falsa. 3-3) é falsa pois o valor máximo da temperatura é = 37 o C, o que não ocorre com o gráfico apresentado. A temperatura é mínima quando cos(π(t - 13)/12) = -1, ou seja, quando π(t - 13)/12 = -π + 2 kπ, com k inteiro, que se simplifica como t = k e t =1h, logo 4-4) é falsa. 32. Os catetos de um triângulo retângulo têm medidas que se expressam na forma 2n e n 2 1, para algum natural n, n > 1. Analise a veracidade das afirmações a seguir, referentes a este triângulo. 0-0) A hipotenusa do triângulo mede n ) A área do triângulo é n 3 n. 2-2) O perímetro do triângulo é n 2 + n. 3-3) O raio da circunferência inscrita no triângulo mede n ) O raio da circunferência circunscrita ao triângulo mede n 2 /2+1. Resposta: VVFFF

14 O teorema de Pitágoras assegura que a hipotenusa do triângulo mede 2 2n 2 2 ( ) + (n 1) = 4 n 2n = (n + 1) = n 2 + 1, logo 0-0) é verdadeira. A área do triângulo mede (2n)(n 2 1)/2 = n 3 n, portanto 1-1) é verdadeira. O perímetro do triângulo mede 2n + n n = 2(n 2 + n) e, portanto, 2-2) é falsa. O raio da circunferência inscrita no triângulo mede (n 3 n)/(n 2 + n) = n 1 e, daí, 3-3) é falsa. O raio da circunferência circunscrita ao triângulo mede (n 2 + 1)/2 e, portanto, 4-4) é falsa.

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%) Distribuição das.08 Questões do I T A 9 (8,97%) 0 (9,9%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais (, 0 (9,6%) Geo. Analítica Conjuntos (,96%) Geo. Espacial Funções Binômio de Newton

Leia mais

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES B3 CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES Circunferência Circunferência é um conjunto de pontos do plano situados à mesma distância de um ponto fixo (centro). Corda é um segmento de recta cujos extremos

Leia mais

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas MODULO 1 - AULA 1 Aula 1 Áreas de Superfícies Planas Superfície de um polígono é a reunião do polígono com o seu interior. A figura mostra uma superfície retangular. Área de uma superfície é um número

Leia mais

MATEMÁTICA TIPO C. 01. A função tem como domínio e contradomínio o conjunto dos números reais e é definida por ( ). Analise a

MATEMÁTICA TIPO C. 01. A função tem como domínio e contradomínio o conjunto dos números reais e é definida por ( ). Analise a 1 MATEMÁTICA TIPO C 01. A função tem como domínio e contradomínio o conjunto dos números reais e é definida por ( ). Analise a veracidade das afirmações seguintes sobre, cujo gráfico está esboçado a seguir.

Leia mais

Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano

Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano A Geometria espacial (euclidiana) funciona como uma ampliação da Geometria plana (euclidiana) e trata dos métodos apropriados para o estudo

Leia mais

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura.

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura. NOME: ANO: º Nº: POFESSO(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições Áreas: Quadrado: EVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência A, onde representa o lado etângulo: A b h, onde b representa a

Leia mais

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema Matemática 01. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6 cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da face contendo C e D, e F é o pé da perpendicular a BD traçada a

Leia mais

Construções Fundamentais. r P r

Construções Fundamentais. r P r 1 Construções Fundamentais 1. De um ponto traçar a reta paralela à reta dada. + r 2. De um ponto traçar a perpendicular à reta r, sabendo que o ponto é exterior a essa reta; e de um ponto P traçar a perpendicular

Leia mais

Aula 10 Triângulo Retângulo

Aula 10 Triângulo Retângulo Aula 10 Triângulo Retângulo Projeção ortogonal Em um plano, consideremos um ponto e uma reta. Chama-se projeção ortogonal desse ponto sobre essa reta o pé da perpendicular traçada do ponto à reta. Na figura,

Leia mais

1 COMO ESTUDAR GEOMETRIA

1 COMO ESTUDAR GEOMETRIA Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA ESPACIAL I 1 COMO ESTUDAR GEOMETRIA Só relembrando a primeira aula de Geometria Plana, aqui vão algumas dicas bem úteis para abordagem geral de uma questão de geometria:

Leia mais

Geometria Métrica Espacial. Geometria Métrica Espacial

Geometria Métrica Espacial. Geometria Métrica Espacial UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE MATEMÁTICA 1. Prismas Geometria Métrica

Leia mais

MAT 240- Lista de Exercícios. 1. Dado o ABC, seja G o baricentro deste triângulo e M o ponto médio do lado BC. Prove que AG = 2GM.

MAT 240- Lista de Exercícios. 1. Dado o ABC, seja G o baricentro deste triângulo e M o ponto médio do lado BC. Prove que AG = 2GM. 1 MAT 240- Lista de Exercícios 1. Dado o ABC, seja G o baricentro deste triângulo e M o ponto médio do lado BC. Prove que AG = 2GM. 2. Seja G o baricentro e O o circuncentro do ABC. Na reta que contém

Leia mais

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS.

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS. ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS ÁLGEBRA I: 003 a 013 Funções: definição de função; funções definidas por

Leia mais

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Escola: ( ) Atividade ( ) Avaliação Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 (OBMEP RJ) Num triângulo retângulo, definimos o cosseno de seus ângulos agudos O triângulo retângulo da figura

Leia mais

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 1. Crie dois pontos livres. Movimente-os. 2. Construa uma reta passando por estes dois pontos. 3. Construa mais dois pontos livres em qualquer lugar da tela, e o

Leia mais

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Geometria Plana: Áreas de regiões poligonais Triângulo e região triangular O conceito de região poligonal

Leia mais

O B. Podemos decompor a pirâmide ABCDE em quatro tetraedros congruentes ao tetraedro BCEO. ABCDE tem volume igual a V = a2.oe

O B. Podemos decompor a pirâmide ABCDE em quatro tetraedros congruentes ao tetraedro BCEO. ABCDE tem volume igual a V = a2.oe GABARITO - QUALIFICAÇÃO - Setembro de 0 Questão. (pontuação: ) No octaedro regular duas faces opostas são paralelas. Em um octaedro regular de aresta a, calcule a distância entre duas faces opostas. Obs:

Leia mais

. Para que essa soma seja 100, devemos ter 56 + 2x donde 2x = 44 e então x = 22, como antes.

. Para que essa soma seja 100, devemos ter 56 + 2x donde 2x = 44 e então x = 22, como antes. OBMEP 008 Nível 3 1 QUESTÃO 1 Carlos começou a trabalhar com 41-15=6 anos. Se y representa o número total de anos que ele trabalhará até se aposentar, então sua idade ao se aposentar será 6+y, e portanto

Leia mais

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO OBSERVAÇÕES: 1) AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA A PARTE COM

Leia mais

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br A Matemática no Vestibular do ITA Material Complementar: Prova 01 c 01, Sergio Lima Netto sergioln@smtufrjbr 11 Vestibular 01 Questão 01: Das afirmações: I Se x, y R Q, com y x, então x + y R Q; II Se

Leia mais

Conceitos e fórmulas

Conceitos e fórmulas 1 Conceitos e fórmulas 1).- Triângulo: definição e elementos principais Definição - Denominamos triângulo (ou trilátero) a toda figura do plano euclidiano formada por três segmentos AB, BC e CA, tais que

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa D. alternativa A. alternativa D. alternativa C

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa D. alternativa A. alternativa D. alternativa C Questão TIPO DE PROVA: A Se a circunferência de um círculo tiver o seu comprimento aumentado de 00%, a área do círculo ficará aumentada de: a) 00% d) 00% b) 400% e) 00% c) 50% Aumentando o comprimento

Leia mais

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E Sistema cartesiano ortogonal Lista. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E. Marque num sistema de coordenadas cartesianas ortogonais os pontos: a)

Leia mais

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II 1 MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II Fonte: http://www.migmeg.com.br/ MÓDULO II Estudaremos neste módulo geometria espacial e volume dos principais sólidos geométricos. Mas antes de começar a aula, segue uma

Leia mais

Colégio Anglo de Sete Lagoas Professor: Luiz Daniel (31) 2106-1750

Colégio Anglo de Sete Lagoas Professor: Luiz Daniel (31) 2106-1750 Lista de exercícios de Geometria Espacial PRISMAS 1) Calcular a medida da diagonal de um paralelepípedo retângulo de dimensões 10 cm, 8 cm e 6 cm 10 2 cm 2) Determine a capacidade em dm 3 de um paralelepípedo

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Questão 3. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 2. Questão 3. Resposta. Resposta Questão Carlos, Luís e Sílvio tinham, juntos, 00 mil reais para investir por um ano. Carlos escolheu uma aplicação que rendia 5% ao ano. Luís, uma que rendia 0% ao ano. Sílvio aplicou metade de seu dinheiro

Leia mais

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI 01.: A figura mostra um edifício que tem 15 m de altura, com uma escada colocada a 8 m de sua base ligada ao topo do edifício. comprimento dessa escada é de: a) 12 m. b) 30 m. c) 15 m. d) 17 m. e) 20 m.

Leia mais

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada,

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, QUADRILÁTEROS Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, A B C Lados: AB BC CD AD Vértices: A B C D Diagonais: AC BD D Algumas

Leia mais

POLÍGONOS E FIGURAS GEOMÉTRICAS ESPACIAIS

POLÍGONOS E FIGURAS GEOMÉTRICAS ESPACIAIS http://apostilas.netsaber.com.br/ver_apostila.php?c=622 ANGELO ROBERTO BONFIETI JUNIOR - MATRÍCULA 97003133 - BM3 01-011 POLÍGONOS E FIGURAS GEOMÉTRICAS ESPACIAIS ANGELO ROBERTO BONFIETI JUNIOR - MATRÍCULA

Leia mais

MATEMÁTICA 3. Resposta: 29

MATEMÁTICA 3. Resposta: 29 MATEMÁTICA 3 17. Uma ponte deve ser construída sobre um rio, unindo os pontos A e, como ilustrado na figura abaixo. Para calcular o comprimento A, escolhe-se um ponto C, na mesma margem em que está, e

Leia mais

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 TEOREMA DE TALES. Na figura abaixo as retas r, s e t são (A) 0 (B) 6 (C) 00 (D) 80 (E) 0. Três retas paralelas são cortadas por duas Se AB = cm; BC = 6 cm e XY = 0 cm a medida, em cm, de XZ é: (A) 0 (B)

Leia mais

GEOMETRIA BÁSICA 2011-2 GGM00161-TURMA M2. Dirce Uesu Pesco Geometria Espacial 08/11/2011

GEOMETRIA BÁSICA 2011-2 GGM00161-TURMA M2. Dirce Uesu Pesco Geometria Espacial 08/11/2011 GEOMETRIA BÁSICA 2011-2 GGM00161-TURMA M2 Dirce Uesu Pesco Geometria Espacial 08/11/2011 Definição : Considere dois planos paralelos α e β e um segmento de reta PQ, cuja reta suporte r intercepta o plano

Leia mais

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A AULA - ÁREAS Área de um Triângulo - A área de um triângulo pode ser calculada a partir de dois lados consecutivos e o ângulo entre eles. h sen a h a sen b h a b sen A - A área de um triângulo eqüilátero

Leia mais

PROVAS DE MATEMÁTICA DA UFMG. VESTIBULAR 2013 2 a ETAPA. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVAS DE MATEMÁTICA DA UFMG. VESTIBULAR 2013 2 a ETAPA. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVAS DE MATEMÁTICA DA UFMG VESTIBULAR 01 a ETAPA Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA A - a Etapa o DIA QUESTÃO 01 Janaína comprou um eletrodoméstico financiado, com taxa de 10% ao mês,

Leia mais

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas.

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas. PROVA APLICADA ÀS TURMAS DO O ANO DO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO ANCHIETA EM MARÇO DE 009. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA QUESTÕES DE 0 A 08.

Leia mais

115% x + 120% + (100 + p)% = 93 2 2. 120% y + 120% + (100 + p)% = 106 2 2 x + y + z = 100

115% x + 120% + (100 + p)% = 93 2 2. 120% y + 120% + (100 + p)% = 106 2 2 x + y + z = 100 MATEMÁTICA Carlos, Luís e Sílvio tinham, juntos, 00 mil reais para investir por um ano. Carlos escolheu uma aplicação que rendia 5% ao ano. Luís, uma que rendia 0% ao ano. Sílvio aplicou metade de seu

Leia mais

GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA TIPO B

GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA TIPO B 1 GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA 1. Considere um quadrilátero RSTU, satisfazendo RS = ST = TU = UR, como o exemplo ilustrado abaixo. Considerando esses dados, podemos afirmar que: 0-0) SU é

Leia mais

ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 Considere os conjuntos S = {0,2,4,6}, T = {1,3,5} e U = {0,1} e as afirmações: I. {0} S e S U. II. {2} S\U e S T U={0,1}.

Leia mais

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra GEOMETRIA PLANA: SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS 2 1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra a figura. A rodovia AC tem 40km, a rodovia AB tem 50km, os ângulos

Leia mais

1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -2014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C.

1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -2014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C. 1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Questão 01. (UESC-Adaptada) (x + )!(x + )! O valor de x N, que

Leia mais

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 *

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Objetivas 01 1 Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/ B) /3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Considere três números, a, b e c. A média aritmética entre a e b é 17 e a média aritmética entre a, b

Leia mais

Soluções das Questões de Matemática da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ

Soluções das Questões de Matemática da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ Soluções das Questões de Matemática da Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ 1º Exame de Qualificação 011 Questão 6 Vestibular 011 Observe a representação do trecho de um circuito elétrico entre

Leia mais

QUESTÕES ÁREAS DE POLÍGONOS

QUESTÕES ÁREAS DE POLÍGONOS QUESTÕES ÁREAS DE POLÍGONOS 1. (Unicamp 014) O perímetro de um triângulo retângulo é igual a 6,0 m e as medidas dos lados estão em progressão aritmética (PA). A área desse triângulo é igual a a),0 m. b),0

Leia mais

MATEMÁTICA. 01. O gráfico a seguir ilustra o lucro semestral de uma empresa, em milhares de reais, de 2003 a 2005.

MATEMÁTICA. 01. O gráfico a seguir ilustra o lucro semestral de uma empresa, em milhares de reais, de 2003 a 2005. MTEMÁTI 01. O gráfico a seguir ilustra o lucro semestral de uma empresa, em milhares de reais, de 2003 a 2005. 80 60 40 20 0 1 /03 2 /03 1º/04 2º/04 1º/05 2º/05 Lucro 50 60 45 70 55 65 0-0) O lucro médio

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M20 Geometria Analítica: Circunferência

Matemática. Resolução das atividades complementares. M20 Geometria Analítica: Circunferência Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Analítica: ircunferência p. (Uneb-A) A condição para que a equação 6 m 9 represente uma circunferência é: a), m, ou, m, c) < m < e), m, ou,

Leia mais

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA.

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 00 ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. QUESTÃO.01.Carlos, Luis e Sílvio tinham, juntos, 100 mil reais para investir por um ano. Carlos

Leia mais

O mundo à nossa volta é povoado de formas as mais variadas tanto nos elementos da natureza como nos de objetos construídos pelo homem.

O mundo à nossa volta é povoado de formas as mais variadas tanto nos elementos da natureza como nos de objetos construídos pelo homem. TRIDIMENSIONALIDADE O mundo à nossa volta é povoado de formas as mais variadas tanto nos elementos da natureza como nos de objetos construídos pelo homem. As formas tridimensionais são aquelas que têm

Leia mais

Relação de Euler nos prismas V= número de vértices A= número de arestas F= número de faces

Relação de Euler nos prismas V= número de vértices A= número de arestas F= número de faces Prismas A reunião dos infinitos segmentos, paralelos a s, que têm um de seus extremos no polígono ABCDEF contido em e outro extremo pertencente ao plano, constitui um sólido geométrico chamado prisma.

Leia mais

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_007_ A FASE RESOLUÇÃO PELA PROFA MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA Questão Se Amélia der R$3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia Se Maria

Leia mais

Prova Final de Matemática

Prova Final de Matemática PROVA FINAL DO 3.º CICLO do Ensino BÁSICO Decreto-Lei n.º 139/01, de 5 de julho Prova Final de Matemática 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova 9/1.ª Chamada 8 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. Tolerância:

Leia mais

a soma dois números anteriores da primeira coluna está na segunda coluna: (3m +1) + (3n +1) = 3(m + n) + 2.

a soma dois números anteriores da primeira coluna está na segunda coluna: (3m +1) + (3n +1) = 3(m + n) + 2. OBMEP 01 Nível 3 1 QUESTÃO 1 ALTERNATIVA A Basta verificar que após oito giros sucessivos o quadrado menor retorna à sua posição inicial. Como 01 = 8 1+ 4, após o 01º giro o quadrado cinza terá dado 1

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 16/06/12 PROFESSOR: MALTEZ

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 16/06/12 PROFESSOR: MALTEZ RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 6/06/ PROFESSOR: MALTEZ Uma pirâmide quadrangular regular possui área da base igual a 6 e altura igual a. A área total da pirâmide é igual

Leia mais

Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito. Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso a medida ab.

Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito. Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso a medida ab. MESTRADO PROFISSIONAL EM MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito Questão 01 [ 2,00 pts ] Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso

Leia mais

MATEMÁTICA. 01. Considere a função f, com domínio e contradomínio o conjunto dos números

MATEMÁTICA. 01. Considere a função f, com domínio e contradomínio o conjunto dos números MATEMÁTICA 01. Considere a função f, com domínio e contradomínio o conjunto dos números reais, dada por f(x) = 3 cos x sen x, que tem parte de seu gráfico esboçado a seguir. Analise a veracidade das afirmações

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES / MATEMÁTICA TECNOLOGIAS

CADERNO DE ATIVIDADES / MATEMÁTICA TECNOLOGIAS VSTIULR VILS 0. alcule x na figura: x + 0º x + 0º RNO TIVIS / MTMÁTI TNOLOGIS 0. Na figura, é o lado de um quadrado inscrito e é o lado do decágono regular. Qual a medida de x? x 0. Na figura a seguir,

Leia mais

C Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 9

C Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 9 RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 9 TRIGONOMETRIA TRIÂNGULO RETÂNGULO Considere um triângulo ABC, retângulo em  ( = 90 ), onde a é a medida da hipotenusa, b e c, são as medidas dos catetos e a, β são os ângulos

Leia mais

Caderno de Respostas

Caderno de Respostas Caderno de Respostas DESENHO TÉCNICO BÁSICO Prof. Dr.Roberto Alcarria do Nascimento Ms. Luís Renato do Nascimento CAPÍTULO 1: ELEMENTOS BÁSICOS DO DESENHO TÉCNICO 1. A figura ilustra um cubo ao lado de

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 014 DA FUVEST-FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Q ) Um apostador ganhou um premio de R$ 1.000.000,00 na loteria e decidiu investir parte do valor

Leia mais

Colégio Universitas06 Data: 7 Mai 2013. Professor(a): Adriana Santos. Exercícios extras

Colégio Universitas06 Data: 7 Mai 2013. Professor(a): Adriana Santos. Exercícios extras Colégio Universitas06 Data: 7 Mai 2013 Professor(a): Adriana Santos Aluno(a): Nota: nº: Exercícios extras 1 Escreva se cada objeto desenhado dá ideia de sólido geométrico, região plana ou contorno. Em

Leia mais

FUVEST VESTIBULAR 2006. RESOLUÇÃO DA PROVA DA FASE 1. Por Professora Maria Antônia Conceição Gouveia. MATEMÁTICA

FUVEST VESTIBULAR 2006. RESOLUÇÃO DA PROVA DA FASE 1. Por Professora Maria Antônia Conceição Gouveia. MATEMÁTICA FUVEST VESTIBULAR 006. RESOLUÇÃO DA PROVA DA FASE 1. Por Professora Maria Antônia Conceição Gouveia. MATEMÁTICA 1. A partir de 64 cubos brancos, todos iguais, forma-se um novo cubo. A seguir, este novo

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência ) (Unicamp-000) Sejam A e B os pontos de intersecção da parábola y = x com a circunferência de centro na origem e raio. a) Quais as coordenadas

Leia mais

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010

PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-2011 DA MACKENZIE RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. 13 / 12 / 2010 PROVAS DE MATEMÁTICA DO VESTIBULARES-0 DA MACKENZIE Profa. Maria Antônia Gouveia. / / 00 QUESTÃO N o 9 Dadas as funções reais definidas por f(x) x x e g(x) x x, considere I, II, III e IV abaixo. I) Ambas

Leia mais

Teste Intermédio Matemática. 9.º Ano de Escolaridade. Versão 1. Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03.

Teste Intermédio Matemática. 9.º Ano de Escolaridade. Versão 1. Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03. Teste Intermédio Matemática Versão 1 Duração do Teste: 30 min (Caderno 1) + 60 min (Caderno 2) 21.03.2014 9.º Ano de Escolaridade Indica de forma legível a versão do teste. O teste é constituído por dois

Leia mais

GAAL - 2013/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar

GAAL - 2013/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar GAAL - 201/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar SOLUÇÕES Exercício 1: Determinar os três vértices de um triângulo sabendo que os pontos médios de seus lados são M = (5, 0, 2), N = (, 1, ) e P = (4,

Leia mais

5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA

5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA 40 5 LG 1 - CIRCUNFERÊNCIA Propriedade: O lugar geométrico dos pontos do plano situados a uma distância constante r de um ponto fixo O é a circunferência de centro O e raio r. Notação: Circunf(O,r). Sempre

Leia mais

Curso Wellington Matemática Trigonometria Lei dos Senos e Cossenos Prof Hilton Franco

Curso Wellington Matemática Trigonometria Lei dos Senos e Cossenos Prof Hilton Franco 1. A figura a seguir apresenta o delta do rio Jacuí, situado na região metropolitana de Porto Alegre. Nele se encontra o parque estadual Delta do Jacuí, importante parque de preservação ambiental. Sua

Leia mais

Matemática 1. 20. Abaixo temos um extrato bancário simplificado do mês de novembro.

Matemática 1. 20. Abaixo temos um extrato bancário simplificado do mês de novembro. Matemática 1 17. Uma revista semanal de larga circulação apresentou matéria contendo o seguinte texto: O governo destinou 400.000 reais para a vacinação de 25 milhões de cabeças de gado, ou seja, um centavo

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE VESTIBULAR 0 a Fase Profa. Maria Antônia Gouveia. 0. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da

Leia mais

MATEMÁTICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário

MATEMÁTICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova resolvida Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova de Matemática - UFRGS/00 0. Durante os jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, os rasileiros perderam o ouro para os cuanos por

Leia mais

Escola da Imaculada. Estudo da Pirâmide. Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio

Escola da Imaculada. Estudo da Pirâmide. Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio Escola da Imaculada Estudo da Pirâmide Aluno (a): Professora: Jucélia 2º ano ensino médio Estudo da Pirâmide 1- Definição As pirâmides são poliedros cuja base é uma região poligonal e as faces laterais

Leia mais

Os Sólidos de Platão. Colégio Santa Maria Matemática III Geometria Espacial Sólidos Geométricos Prof.º Wladimir

Os Sólidos de Platão. Colégio Santa Maria Matemática III Geometria Espacial Sólidos Geométricos Prof.º Wladimir Sólidos Geométricos As figuras geométricas espaciais também recebem o nome de sólidos geométricos, que são divididos em: poliedros e corpos redondos. Vamos abordar as definições e propriedades dos poliedros.

Leia mais

Vestibular 2ª Fase Resolução das Questões Discursivas

Vestibular 2ª Fase Resolução das Questões Discursivas COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 010 Prova de Matemática Vestibular ª Fase Resolução das Questões Discursivas São apresentadas abaixo possíveis

Leia mais

Aula 5 Quadriláteros Notáveis

Aula 5 Quadriláteros Notáveis Aula 5 Quadriláteros Notáveis Paralelogramo Definição: É o quadrilátero convexo que possui os lados opostos paralelos. A figura mostra um paralelogramo ABCD. Teorema 1: Se ABCD é um paralelogramo, então:

Leia mais

Definição de Polígono

Definição de Polígono Definição de Polígono Figura plana limitada por segmentos de recta, chamados lados dos polígonos onde cada segmento de recta, intersecta exactamente dois outros extremos; se os lados forem todos iguais

Leia mais

FUVEST 2008 2 a Fase Matemática RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia.

FUVEST 2008 2 a Fase Matemática RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia. FUVEST 008 a Fase Matemática Professora Maria Antônia Gouveia Q0 João entrou na lanchonete BOG e pediu hambúrgueres, suco de laranja e cocadas, gastando R$,0 Na mesa ao lado, algumas pessoas pediram 8

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica Departamento Acadêmico da Construção Civil Curso Técnico de Geomensura Disciplina: Matemática Aplicada

Centro Federal de Educação Tecnológica Departamento Acadêmico da Construção Civil Curso Técnico de Geomensura Disciplina: Matemática Aplicada Centro Federal de Educação Tecnológica Departamento Acadêmico da Construção Civil Curso Técnico de Geomensura Disciplina: Matemática Aplicada MATEMÁTICA APLICADA 1. SISTEMA ANGULAR INTERNACIONAL...2 2.

Leia mais

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

MATEMÁTICA ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS. 3. A medida do complemento: a) do ângulo de 27º 31 é: b) do ângulo de 16º 15 28 é:

MATEMÁTICA ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS. 3. A medida do complemento: a) do ângulo de 27º 31 é: b) do ângulo de 16º 15 28 é: MATEMÁTICA Prof. Adilson ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS 1. Calcule o valor de x e y observando as figuras abaixo: a) b) 2. Calcule a medida de x nas seguintes figuras: 3. A medida do complemento: a)

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Escola Secundária de Lousada Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Apresentação dos Conteúdos e Objetivos para o 3º Teste de Avaliação de

Leia mais

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Os triângulos AHB e AHC são semelhantes, então podemos estabelecer algumas relações métricas importantes:

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Os triângulos AHB e AHC são semelhantes, então podemos estabelecer algumas relações métricas importantes: TRIÂNGULO RETÂNGULO Num triângulo retângulo, os lados perpendiculares, aqueles que formam um ângulo de 90º, são denominados catetos e o lado oposto ao ângulo de 90º recebe o nome de hipotenusa. O teorema

Leia mais

Geometria Plana Noções Primitivas

Geometria Plana Noções Primitivas Geometria Plana Noções Primitivas Questão 1 (CESGRANRIO-85) Numa carpintaria, empilham-se 50 tábuas, umas de 2 cm e outras de 5 cm de espessura. A altura da pilha é de 154 cm. A diferença entre o número

Leia mais

Se ele optar pelo pagamento em duas vezes, pode aplicar o restante à taxa de 25% ao mês (30 dias), então. tem-se

Se ele optar pelo pagamento em duas vezes, pode aplicar o restante à taxa de 25% ao mês (30 dias), então. tem-se "Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza Terra adorada." 01. Um consumidor necessita comprar um determinado produto. Na loja, o vendedor

Leia mais

RETÂNGULO ÁREAS DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO. Exemplo: Calcule a área de um terreno retangular cuja basemede 3meaaltura 45m.

RETÂNGULO ÁREAS DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO. Exemplo: Calcule a área de um terreno retangular cuja basemede 3meaaltura 45m. ÁREAS DE FIGURAS PLANAS RETÂNGULO PARALELOGRAMO Exemplo: Calcule a área de um paralelogramo que tem,4 cmdebasee1,3cmdealtura. Resposta: A= B h A=,4x1,3 A=3,1 cm² 01. Calcule a área do paralelogramo, sabendo-se

Leia mais

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA.

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. FUVEST VESTIBULAR 00 FASE II PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. Q 0. Para a fabricação de bicicletas, uma empresa comprou unidades do produto A, pagando R$9, 00, e unidades do produto B, pagando R$8,00. Sabendo-se

Leia mais

(c) 30% (d) 25% aprovados. é a quantidade de: Em uma indústria é fabricado um produto ao custo de

(c) 30% (d) 25% aprovados. é a quantidade de: Em uma indústria é fabricado um produto ao custo de QUESTÃO - EFOMM 0 QUESTÃO - EFOMM 0 Se tgx sec x, o valor de senx cos x vale: ( 7 ( ( ( ( O lucro obtido pela venda de cada peça de roupa é de, sendo o preço da venda e 0 o preço do custo quantidade vendida

Leia mais

Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro.

Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro. Catarina Ribeiro 1 Vamos Recordar: Circunferência de centro C e raio r é o lugar geométrico de todos os pontos do plano que estão à mesma distância r de um ponto fixo C. Círculo de centro C e raio r é

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M1 Geometria Métrica Plana

Matemática. Resolução das atividades complementares. M1 Geometria Métrica Plana Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Métrica Plana p. 0 Na figura a seguir tem-se r // s // t e y. diferença y é igual a: a) c) 6 e) b) d) 0 8 ( I) y 6 y (II) plicando a propriedade

Leia mais

935 MATEMÁTICA Prova escrita

935 MATEMÁTICA Prova escrita 935 MATEMÁTICA Prova escrita PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Duração: 120 minutos Ano: 2014 2ª fase - julho 11º e 12º anos Identifique claramente os grupos e os itens a que responde e apresente o seu

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UEFS VESTIBULAR 2012 2. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UEFS VESTIBULAR 2012 2. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UEFS VESTIBULAR 0 Profa. Maria Antônia Gouveia. Questão Em um grupo de 0 casas, sabe-se que 8 são brancas, 9 possuem jardim e possuem piscina. Considerando-se essa infomação e as

Leia mais

COLÉGIO PEDRO II DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UNIDADE ESCOLAR HUMAITÁ II. Notas de aula de Matemática. 3º ano/ensino Médio. Prof.

COLÉGIO PEDRO II DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UNIDADE ESCOLAR HUMAITÁ II. Notas de aula de Matemática. 3º ano/ensino Médio. Prof. COLÉGIO PEDRO II DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA UNIDADE ESCOLAR HUMAITÁ II Notas de aula de Matemática 3º ano/ensino Médio Prof. Andrezinho NOÇÕES DE GEOMETRIA ESPACIAL Notas de aula de Matemática Prof. André

Leia mais

Exame Nacional de 2005 2. a chamada

Exame Nacional de 2005 2. a chamada Exame Nacional de 200 2. a chamada 1. Hoje de manhã, a Ana saiu de casa e dirigiu-se para a escola. Fez uma parte desse percurso a andar e a outra parte a correr. Cotações gráfico que se segue mostra a

Leia mais

1. Sendo (x+2, 2y-4) = (8x, 3y-10), determine o valor de x e de y. 2. Dado A x B = { (1,0); (1,1); (1,2) } determine os conjuntos A e B. 3. (Fuvest) Sejam A=(1, 2) e B=(3, 2) dois pontos do plano cartesiano.

Leia mais

Quarta lista de exercícios.

Quarta lista de exercícios. MA092 Geometria plana e analítica Segundo semestre de 2015 Quarta lista de exercícios. Circunferência e círculo. Teorema de Tales. Semelhança de triângulos. 1. (Dolce/Pompeo) Um ponto P dista 7 cm do centro

Leia mais

Nome: Calcule a probabilidade de que os dois alunos sorteados falem Inglês e. Análise Quantitativa e Lógica Discursiva - Prova B

Nome: Calcule a probabilidade de que os dois alunos sorteados falem Inglês e. Análise Quantitativa e Lógica Discursiva - Prova B 1. Uma escola irá sortear duas pessoas dentre os seus 20 melhores alunos para representá-la em um encontro de estudantes no Canadá, país que possui dois idiomas oficiais, Inglês e Francês. Sabe-se que,

Leia mais

LISTA de RECUPERAÇÃO MATEMÁTICA

LISTA de RECUPERAÇÃO MATEMÁTICA LISTA de RECUPERAÇÃO Professor: ARGENTINO Recuperação: O ANO DATA: 0 / 06 / 015 MATEMÁTICA 1. A figura representa duas raias de uma pista de atletismo plana. Fábio (F) e André (A) vão apostar uma corrida

Leia mais

n! (n r)!r! P(A B) P(A B) = P(A)+P(B) P(A B) P(A/B) = 1 q, 0 < q < 1

n! (n r)!r! P(A B) P(A B) = P(A)+P(B) P(A B) P(A/B) = 1 q, 0 < q < 1 FORMULÁRIO DE MATEMÁTICA Análise Combinatória P n = n! = 1 n A n,r = Probabilidade P(A) = n! (n r)! número de resultados favoráveis a A número de resultados possíveis Progressões aritméticas a n = a 1

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M2 Trigonometria nos Triângulos

Matemática. Resolução das atividades complementares. M2 Trigonometria nos Triângulos Resolução das atividades complementares Matemática M Trigonometria nos Triângulos p. 1 Em cada caso, calcule o seno, o cosseno e a tangente do ângulo agudo assinalado. a) b) sen γ = cos γ = tg γ 1 sen

Leia mais

Exercícios Triângulos (1)

Exercícios Triângulos (1) Exercícios Triângulos (1) 1. Na figura dada, sabe-se que r // s. Calcule x. 2. Nas figuras abaixo, calcule o valor de x. 5. (PUC-SP) Na figura seguinte, as retas r e s são paralelas. Encontre os ângulos

Leia mais

Quinta lista de exercícios.

Quinta lista de exercícios. MA092 Geometria plana e analítica Segundo semestre de 2015 Quinta lista de exercícios. Triângulos retângulos. Polígonos regulares. Áreas de superfícies planas. 1. Qual deve ser o comprimento de uma escada

Leia mais