PSQT Prêmio SESI Qualidade no Trabalho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PSQT Prêmio SESI Qualidade no Trabalho"

Transcrição

1 ANEXO II PSQT Prêmio SESI Qualidade no Trabalho Manutenção Evolutiva Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 1 de 18

2 Histórico da Revisão Data Descrição Autor 06/12/2007 Necessidades para atualização do sistema eletrônico Ricardo Facincani 07/12/2007 Revisão da unidade gestora do projeto Neide Ribeiro 07/12/2007 Ajustes realizados conforme solicitação da gestora do projeto (inclusão dos itens de senha, texto flexível para o relatório de avaliação) Ricardo Facincani 10/12/2007 Revisão da unidade gestora do projeto Neide Ribeiro 10/12/2007 Ajustes realizados conforme solicitação da gestora do projeto (ajustes nos textos dos itens 2.1.6, 2.2.3, 2.2.4, 2.2.5, ) Ricardo Facincani 10/12/2007 Revisão da unidade gestora do projeto Neide Ribeiro 10/12/2007 Ajustes realizados conforme solicitação da gestora do projeto (3.1.8, , inclusão dos itens , e ) Ricardo Facincani Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 2 de 18

3 Índice 1. Introdução Finalidade do documento Objetivos a serem alcançados Cenário Atual Detalhamento do Problema Dificuldade de Navegação e entendimento das ações Classificação da tabela CNAE Segmentação do Ramo de Atividade Dificuldade no gerenciamento de ações de perfis de acesso Limite de texto pequeno para o registro do Relatório de Gestão Crítica de empresas da modalidade especial Utilização do aplicativo PSQT Off-line Correção de todos os relatórios estatísticos Grupo de Trabalho Log de atividades da aplicação Acesso dos questionários da empresa por seu porte Não é possível para a empresa acessar os seus dados de edições anteriores Possibilidade de exportação de dados para os regionais Aplicação não consegue trabalhar corretamente atrás de um proxy / firewall Falta de um manual de usuário Localização geográfica de Tocantins Avaliador atender a mais de um estado simultaneamente Formatação de textos na web Texto de introdução para o relatório de avaliação Não recebimento de senhas de acesso Tempo de expiração de página muito rápido Fechamento de fases modalidade geral Perfil de Resultados e Média aritmética Customização do texto do relatório de avaliação Necessidades Lista de Necessidade Refazer forma de apresentação do sistema e navegabilidade Classificação CNAE Segmentação do Ramo de Atividade Matriz de Responsabilidade Facilidade de inclusão de textos maiores no sistema eletrônico Aplicativo PSQT Off-line Relatórios estatísticos Segmentação de Localização da Empresa Apresentação de Log de atividades Acesso aos questionários Acesso a edições anteriores Exportação de dados Barreiras de proteção (Proxy / Firewall) Manual do usuário / Ajuda on-line / Tutorial Localização geográfica de Tocantins Avaliador atender a mais de um estado Formatação de texto Texto padrão por edição de prêmio para o relatório de avaliação Fechamento de ações após passar uma fase Recuperação de senha / troca de senha...15 Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 3 de 18

4 Crítica de empresas da modalidade especial Perfil de Resultados Possibilidade de imprimir a média aritmética Customização do texto de apresentação do relatório de avaliação Cópia de parâmetros da edição do prêmio Identificação de boas práticas Relatório geral com nota final da empresa Relatório de participação do prêmio Obtenção do número total de práticas cadastradas Restrições / Premissas do Projeto Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 4 de 18

5 1. Introdução 1.1. Finalidade do documento Este documento fornece uma base de alto nível delimitando o escopo - para futuro detalhamento dos requisitos do projeto. Este documento captura restrições de design e requisitos de nível muito elevado para que o leitor possa compreender o sistema a ser mantido. Ele fornece informações para o processo de aprovação do projeto e, portanto, está intrinsecamente relacionado ao serviço a ser entregue. Ele comunica os principais questionamentos relacionados ao projeto e funciona como um regulador com base no qual todas as decisões futuras deverão ser validadas Objetivos a serem alcançados Os principais objetivos que deverão ser atingidos neste projeto são os seguintes: Nº. 1 Objetivo Facilidade na utilização do aplicativo deve-se atingir a idéia de onde estou e para onde eu vou Indicador Qualquer pessoa deve ter condições de acessar o sistema e achar a informação de forma intuitiva 2. Cenário Atual 2.1. Detalhamento do Problema Dificuldade de Navegação e entendimento das ações A atual versão do sistema não é intuitiva, e existe dificuldade de entendimento das ações que devem ser realizadas. É dado suporte aos regionais explicando onde encontrar determinada ação e como ele deve proceder para utilizá-la Classificação da tabela CNAE 1.1 O sistema não está compatível com a classificação 2.0 do CNAE Não há, ainda estamos trabalhando com a classificação 1.1 Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 5 de 18

6 Segmentação do Ramo de Atividade O sistema não possui um agrupamento dos ramos de atividades existentes. Não há, quando se deseja fazer uma busca pela segmentação, o sistema apresenta todos os segmentos do CNAE e com isso não conseguimos mapear quais são os segmentos que participam do prêmio Dificuldade no gerenciamento de ações de perfis de acesso Não é possível com os perfis existentes no sistema a correta distribuição das atividades nos regionais pelos colaboradores. O perfil de coordenação Nacional não permite delegação, temos apenas um padrão onde todos podem ver e fazer qualquer coisa. Além disso, temos um perfil chamado usuário simples que dá acesso somente a alguns relatórios e esse perfil pode ser absorvido. São criadas várias contas de coordenador estadual para que nos regionais estes consigam desenvolver suas atividades Limite de texto pequeno para o registro do Relatório de Gestão O sistema limita a quantidade de caracteres em 1000 para as informações do Relatório de Gestão O usuário é obrigado a resumir o seu texto para se adaptar a quantidade determinada, dificultando o entendimento dos membros da comissão julgadora e visita técnica do SESI Crítica de empresas da modalidade especial O sistema não faz a verificação das empresas que na categoria especial tiveram nas duas últimas edições do prêmio nota abaixo da vencedora estadual na mesma categoria Não existe implementação Utilização do aplicativo PSQT Off-line O aplicativo não funcionou corretamente, ele não conseguiu trabalhar sobre plataformas de proxy/firewall Também existem relatos que quando funcionava o mesmo é lento. A sua utilização foi extremamente baixa, em virtude de diversas reclamações de perda de informações digitadas e de não conseguir se comunicar com o servidor para obtenção dos dados (o aplicativo foi desenvolvido em Java com suporte a swing) Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 6 de 18

7 Correção de todos os relatórios estatísticos Os relatórios estatísticos desenvolvidos estão com erro em sua concepção e acaba representando valores incorretos. Não há, não temos como utilizar os relatórios existentes, os mesmos devem ser refeitos (cálculos) Grupo de Trabalho A funcionalidade não cresceu e acabou por não ser utilizada É apenas um cadastro onde o coordenador do SESI cria um mecanismo de filtro para o estado, porém não foi implementado para o restante do sistema Log de atividades da aplicação O sistema não possui uma área de consulta do log de informações do sistema. Apesar de o sistema possuir log, toda vez que se faz necessário, um profissional de TI deve fazer a consulta e repassa para a coordenação nacional do prêmio Acesso dos questionários da empresa por seu porte O sistema libera o arquivo imagem PDF do questionário para todas as categorias e não para a categoria correto da empresa, ou seja, pequena, média e grande empresa ou especial. Não há, quando o usuário quer baixar o arquivo PDF ele pode baixar todos e de qualquer categoria e com isso pode ser aplicado o questionário errado aos colaboradores Não é possível para a empresa acessar os seus dados de edições anteriores Quando uma empresa quer fazer um comparativo das ações, ela não consegue acessar os dados de uma edição anterior do prêmio. A empresa solicita ao regional e este solicita uma consulta para a área de TI Nacional fazer uma busca no banco de dados Possibilidade de exportação de dados para os regionais O sistema não permite que os coordenadores estaduais possam obter os dados do PSQT para pesquisas internas. Quando é feita uma solicitação a área de TI efetua uma exportação de dados para o estado solicitante. Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 7 de 18

8 Aplicação não consegue trabalhar corretamente atrás de um proxy / firewall Foi detectado em alguns estados que ao se habilitar o proxy para a URL do PSQT o sistema não conseguia trabalhar corretamente, dificultando o trabalho do regional. Foi solicitado para alguns regionais desabilitarem o proxy para a URL do PSQT Falta de um manual de usuário O sistema não possui um manual de usuário, ou ajuda que facilite o entendimento dos usuários no aplicativo. Não existe manual ou ajuda on-line para o aplicativo Localização geográfica de Tocantins Em virtude da forma de gerenciamento das informações do SESI no passado, o estado de TO, não está na região geográfica correta, e para a definição de premiação, devemos igualar a situação conforme classificação do IBGE Não há, o estado de TO, está localizado na região Centro-Oeste Avaliador atender a mais de um estado simultaneamente. O sistema não permite que um avaliador faça a manipulação de informações de mais de um estado. Como o login é o do avaliador, o sistema atualmente bloqueia esta atividade. É necessário que o avaliador tenha mais de um para se cadastrar no sistema em estados diferentes Formatação de textos na web O sistema não permite que sejam feitas formatação de texto na web, e tão pouco a sua impressão corretamente. Não existe possibilidade de formatação de texto Texto de introdução para o relatório de avaliação O relatório foi gerado, sem a possibilidade de se customizar o texto de introdução para cada edição do prêmio Não há, o texto é fixo no relatório. Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 8 de 18

9 Não recebimento de senhas de acesso Muitas empresas informam que não recebem a senha, mesmo que clicando no link esqueci minha senha, também existe reclamação de não conseguir ter acesso a senha da empresa Somente é permitido que o usuário selecione o item esqueci minha senha Tempo de expiração de página muito rápido. Em virtude da forma como a aplicação está desenhada as suas funcionalidades, faz com que o usuário acabe demorando muito para responder e a conseqüência disso é que o tempo é insuficiente para o usuário trabalhar Mesmo com uma configuração de 15 min de sessão, algumas pessoas não conseguem terminar as atividades, não nos restando mais nada para fazer Fechamento de fases modalidade geral Não existe um controle de fechamento de fase para as empresas da modalidade geral, ou seja, se forem vencedoras estaduais, regional ou nacional devem ter seu bloqueio realizado. Temos que voltar a empresa de uma fase para outra, porém não temos idéia se a mesma já avançou em uma etapa Perfil de Resultados e Média aritmética O sistema não deixa claro que todo o cálculo efetuado é por média ponderada, e isso acaba gerando dúvida sobre como ler o perfil de resultados. Como hoje o sistema apresenta a coluna média aritmética, isso acaba gerando grande dúvida sobre o que informar para a empresa nos relatórios, seja no Perfil de Resultados ou nos outros relatórios disponibilizados. Temos que avisar sempre que o cálculo é por média ponderada e que a coluna de média aritmética é apenas para informação, porém deve-se sempre levar em consideração a média ponderada Customização do texto do relatório de avaliação No relatório de avaliação, o texto de introdução está fixo, não permitindo que seja alterado por edição. Não há tratamento. Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 9 de 18

10 3. Necessidades 3.1. Lista de Necessidade Refazer forma de apresentação do sistema e navegabilidade Dificuldade de entendimento das ações do sistema Apesar de o sistema ter um menu e áreas apropriadas, existe uma dificuldade de entendimento do que se deve fazer, tanto para as empresas como para os regionais. As telas não são intuitivas e existe complexidade de ações. Refazer a interface da aplicação, deixando bem claro onde ele está e qual o próximo passo que o usuário deve fazer, seja para o usuário empresa, ou para o usuário regional ou nacional. Nome do Problema Atendido Dificuldade de Navegação e entendimento das ações Classificação CNAE 2.0 O sistema tem que trabalhar com o CNAE 2.0 O sistema trabalha com o CNAE 1.1 Atualizar a base de dados de todas as empresas, migrando a atual segmentação das empresas do CNAE 1.1 para o CNAE 2.0 Nome do Problema Atendido Classificação da tabela CNAE Segmentação do Ramo de Atividade O sistema deve trabalhar com o CNAE 2.0 e as empresas devem ser agrupadas em macro segmentos, facilitando assim a identificação dos segmentos atendidos. Não existe Após atualizar a tabela de classificação CNAE para a versão 2.0 o SESI irá repassar os segmentos onde se deseja agrupar os tipos de classificação macro que o sistema deve identificar. Nome do Problema Atendido Segmentação do Ramo de Atividade Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 10 de 18

11 Matriz de Responsabilidade Nome do Problema Atendido O sistema deve possuir uma matriz de responsabilidade Não temos uma matriz de responsabilidade, o que temos é 6 perfis de atendimento (Coordenação Nacional, Coordenação Regional, Digitador, Avaliador, Comissão Julgadora) Montar uma matriz de responsabilidade, onde o Coordenador Nacional tem acesso a tudo dentro do sistema, Já o coordenador estadual irá através da matriz determinar as atividades que cada colaborador seu irá ter, com isso não existe mais um perfil para cada pessoa e sim o que essa pessoa pode fazer. Continuaremos tendo o perfil de Avaliador e Comissão Julgadora. O perfil de Coordenação Nacional também deve ter a sua matriz de responsabilidade, onde o foco é níveis de acesso e consultas Dificuldade no gerenciamento de ações de perfis de acesso Facilidade de inclusão de textos maiores no sistema eletrônico Nome do Problema Atendido Padronizar a quantidade de caracteres por área de texto. O sistema possui para cada área de texto uma quantidade de caracteres determinada Padronizar a quantidade de caracteres por área de texto que o sistema possui. Acreditamos que um limite de caracteres seja suficiente. (tendo em vista que o Relatório de visita técnica atual já prevê caracteres este deverá ser o limite máximo padrão de caracteres) Limite de texto pequeno para o registro do Relatório de Gestão Aplicativo PSQT Off-line Rever a estrutura da aplicação e seu funcionamento O aplicativo não funcionou corretamente, apresentou diversas dificuldades em se trabalhar com ambientes com proxy / firewall, além disso foi relatado que o sistema é lento. A aplicação deve ser totalmente revista, e testada exaustivamente em baixo de ambientes como proxy / firewall de diversos tipos, deve ter um log de atividades, onde havendo dúvidas sobre os lançamentos possamos identificar o motivo. Além disso a aplicação deve rodar mais facilmente, mesmo que para isso tenhamos que abandonar a estrutura de Java e passar para Java Webstart (isso deve ser avaliado junto aos arquitetos da ACTI). Nome do Problema Atendido Utilização do aplicativo PSQT Off-line Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 11 de 18

12 Relatórios estatísticos Rever os cálculos e forma de apresentação dos relatórios estatísticos. Os relatórios existentes não apresentam a informação corretamente. Atualizar / Refazer os relatórios existentes conforme ANEXO I Correções para Estatísticas do PSQT que demonstra como os mesmos devem ficar. Nome do Problema Atendido Correção de todos os relatórios estatísticos Segmentação de Localização da Empresa Mudar o nome da função de Grupo de trabalho para Segmentação de Localização da Empresa e habilitar suas funcionalidades. Existe a função de grupo de trabalho, porém a mesma não é utilizada. Efetuar a alteração do nome, e fazer com que na hora em que for confirmar a participação de uma empresa esta deve ser ligada a uma localização, pré-existente do sistema. Além disso, todas as telas do sistema devem ter a possibilidade de se filtrar também pela localização. A idéia é fazer com que os regionais possam utilizar a localização para distribuir as empresas, seja por município, bairro, unidade de atendimento do SESI, por diretoria de atendimento e etc, facilitando assim o seu gerenciamento. Toda a tela que tiver uma forma de consulta deve ter a possibilitar a sua localização. Se não existir uma localização o coordenador obrigatoriamente deve criar pelo menos uma localização. Nome do Problema Atendido Grupo de Trabalho Apresentação de Log de atividades Possibilitar ao SESI Nacional visualizar os logs que a aplicação faz. Existe log de registro das atividades, porém não fica disponível para o usuário de perfil Coordenador Nacional Efetuar uma tela de consulta para o perfil coordenador nacional das atividades que as empresas / coordenadores regionais e/ou os perfis designados pela matriz de responsabilidade do sistema eletrônico. O Log deve ser ampliado para todas as atividades de mudança de estado de função do sistema eletrônico. Nome do Problema Atendido Log de atividade da aplicação Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 12 de 18

13 Acesso aos questionários Liberar somente os questionários das categorias de acordo com o porte da empresa. Todos os questionários estão em uma área chamada peças técnicas Após uma empresa ser confirmada pelo SESI, ela deve ter somente acesso aos seus questionários e não a todos os tipos de questionários existentes. Nome do Problema Atendido Acesso dos questionários da empresa por seu porte Acesso a edições anteriores Nome do Problema Atendido As empresas devem ter acesso as informações dela, de uma edição anterior desde que tenha participado nesta edição. Só é possível ter acesso ao cadastro da empresa e não aos dados obtidos por ela em uma edição anterior do prêmio. Permitir que a empresa tenha acesso ao perfil de resultados e ao relatório de visita técnica da edição que ela participou anteriormente Não é possível para a empresa acessar os seus dados de edições anteriores Exportação de dados Exportar dados do PSQT para o coordenador regional do prêmio Somente é possível exportar a mala direta do sistema. A coordenação nacional irá determinar quais dados podem ser exportados para o SESI Regional. Nome do Problema Atendido Possibilidade de exportação de dados para os regionais Barreiras de proteção (Proxy / Firewall) Nome do Problema Atendido Rever o sistema de proteção e identificação da aplicação com ambientes de Proxy / Firewall O sistema se mostrou instável ao se trabalhar com estes ambientes. Rever ambiente do sistema e efetuar diversos testes com vários softwares deste tipo para eliminar a barreira de problemas como desaparecimento de informações relatadas Aplicação não consegue trabalhar corretamente atrás de um proxy / firewall Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 13 de 18

14 Manual do usuário / Ajuda on-line / Tutorial Ter manual do usuário ajuda on-line e Tutorial de utilização Não existe manual do usuário, ajuda e tutorial Elaborar manuais de usuário no formato PDF com arte gráfica de todas as partes de segmento do sistema, ou seja, manual para a empresa, manual para o coordenador estadual, manual para o avaliador, manual para a Coordenação Nacional e Comissão Julgadora. Também é necessário que o sistema tenha o mesmo manual online para que o ator do processo possa sanar sua dúvida. É necessário também ter um tutorial de utilização da aplicação por cada ator do processo, ou seja, Empresa, SESI nacional e estadual Nome do Problema Atendido Manual de usuário Localização geográfica de Tocantins Disponibilizar a localização correta de TO. O estado de Tocantins encontra-se no Centro Oeste ao invés de estar no Norte Todas as áreas do sistema devem sofrer a alteração para retratar a correta localização do estado, removendo-o do centro oeste. Nome do Problema Atendido Localização do estado de Tocantins Avaliador atender a mais de um estado Um avaliador pode atender a mais de um estado usando o mesmo login. O sistema não permite essa atividade. Possibilitar que um mesmo de avaliador possa atender a mais de um estado da federação. Isso é possível pois a nossa estrutura da base corporativa permite vincular uma pessoa a mais de uma empresa de diversas regiões. Nome do Problema Atendido Avaliador atender a mais de um estado simultaneamente Formatação de texto Possibilitar que os usuários de diversos segmentos, possam editar e formatar os textos na web. O sistema não possui esta funcionalidade. Habilitar funcionalidade de editor de texto em todas as áreas onde os usuários possam escrever. A formatação também deve refletir nos relatórios extraídos. Nome do Problema Atendido Formatação de textos na Web Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 14 de 18

15 Texto padrão por edição de prêmio para o relatório de avaliação Ter a possibilidade de cadastrar um texto formatado, conforme item que irá compor a introdução do relatório de avaliação O texto é fixo no relatório, não permitindo a sua alteração por edição. Criar área dentro da definição de edição do prêmio, onde o coordenador nacional possa escrever o texto a ser impresso no relatório de avaliação da edição em vigor. Nome do Problema Atendido Texto de introdução para o relatório de avaliação Fechamento de ações após passar uma fase Quando uma empresa passa da fase estadual para a regional e de regional para nacional, o sistema não deve permitir que sejam feitas alterações nos relatórios de visita técnica / avaliação da fase anterior. O sistema permite editar o relatório de avaliação / visita técnica da etapa anterior. Quando a empresa sair da fase estadual para a regional e da regional para a nacional, o sistema deve fechar para edição a etapa anterior. Só será permitido a edição, caso o workflow devolva a empresa para a fase anterior. Nome do Problema Atendido Fechamento de fases modalidade geral Recuperação de senha / troca de senha Disponibilizar serviço de troca de senha e recuperação para as empresas participantes. O sistema só encaminha para a empresa, e muitas vezes a empresa não recebe o gerando dificuldade de gerenciamento por parte do regional. Quando a empresa perder a senha ou não receber, o perfil no sistema que terá a disponibilidade de manipular senha irá solicitar uma nova senha. Esta senha será apresentada em tela para o perfil e este deve ligar para a empresa e encaminhar com esta senha para a empresa. Após fechar a tela a senha não é mais disponibilizada para o perfil que solicitou. Quando a empresa acessar pela primeira vez (com a senha informada pelo perfil responsável) após ter sido trocada a senha, o usuário é obrigado a trocar a senha por uma de sua definição. Caso venha a perder novamente, segue o mesmo procedimento descrito acima. Nome do Problema Atendido Não recebimento de senha Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 15 de 18

16 Crítica de empresas da modalidade especial Critica no sistema em relação às empresas concorrentes na modalidade especial. Não existe implementação para validação nas duas últimas edições do prêmio de nota menor recebida por empresa concorrente na última edição na modalidade especial em relação à nota da vencedora estadual na mesma categoria. O sistema deve implementar regra que as empresas concorrentes na modalidade especial na mesma categoria que tiverem nota inferior às vencedoras estaduais nas duas últimas edições do prêmio, passarão a concorrer na modalidade geral. Nome do Problema Atendido Crítica de empresas da modalidade especial Perfil de Resultados Incluir texto que informe que o perfil de resultados é uma média ponderada. Atualmente não informamos isso e o sistema apresenta tanto média aritmética como ponderada. Disponibilizar texto informando que o Perfil de Resultados é feito com base na média ponderada e que o sistema todo trabalha com essa medida.. Nome do Problema Atendido Perfil de Resultados e Média aritmética Possibilidade de imprimir a média aritmética Ter possibilidade ao se fazer uma saída dos resultados, seja em tela ou impressa a escolha de imprimir a média aritmética na saída. Atualmente não é possível a escolha de se imprimir a saída com a média aritmética ou não Disponibilizar em todas as telas de saída do sistema seja em tela ou em impressão, uma opção para que o usuário caso queira imprimir a média aritmética marque essa opção, caso contrário a saída por padrão não imprime a coluna com a média aritmética. Nome do Problema Atendido Perfil de Resultados e Média aritmética Customização do texto de apresentação do relatório de avaliação Ter possibilidade de incluir um texto de apresentação no relatório de avaliação. O texto é fixo no relatório, não permitindo a sua alteração. Disponibilizar na área de definição da edição do prêmio uma área onde o Coordenador Nacional pode digitar um texto formatado para ser incluído no relatório de avaliação do sistema. Nome do Problema Atendido Customização do texto do relatório de avaliação Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 16 de 18

17 Cópia de parâmetros da edição do prêmio Permitir que o perfil coordenador nacional, possa copiar os parâmetros de uma edição do prêmio atual para uma nova edição, mudando apenas o ano Não existe, tem que montar o prêmio a cada ano, mesmo tendo os mesmos parâmetros da edição anterior. Disponibilizar função que permite efetuar a cópia de uma edição do prêmio. Nome do Problema Atendido Necessidade nova Identificação de boas práticas Identificação do nº total de boas práticas cadastradas das empresas participantes do prêmio no sistema eletrônico. Não existe A idéia seria criar um filtro para busca por fundamento: valorização das pessoas, responsabilidade social, visão sistêmica, aprendizado organizacional, liderança e constância de propósitos apresentando o total por fundamento e segmentando por fundamento o título da prática Nome do Problema Atendido Necessidade nova Relatório geral com nota final da empresa Apresentar no relatório geral a nota final da empresa Não existe O sistema deve apresentar as notas individuais e a nota final da empresa obtida durante o processo, ou seja, as notas dos colaboradores, empresa, avaliador, comissão julgadora por fase: estadual, regional e nacional Nome do Problema Atendido Necessidade nova Relatório de participação do prêmio. Identificar todas as empresas que já participaram do prêmio desde o seu lançamento ou registro no sistema eletrônico. Não existe Geração de um relatório com a importação da base de dados de todas as empresas participantes do PSQT a partir da adoção do sistema eletrônico, ou seja, no período de 2002 a 2007, organizado por nome, razão social, cnpj, endereço completo, categoria, nome do principal executivo, telefone e . Nome do Problema Atendido Necessidade nova. Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 17 de 18

18 Obtenção do número total de práticas cadastradas. Obter o nº total de práticas cadastradas por edição do prêmio Não existe Obtenção do nº. Total de práticas cadastradas no sistema via Excel, ou alternativa, a fim de que possamos mensurar os resultados e apresentar no relatório anual de atividades. Nome do Problema Atendido Necessidade nova. 4. Restrições / Premissas do Projeto Descrição Todos os componentes disponibilizados pela ACTI devem estar com a última versão sendo utilizada, para isso antes de iniciar a manutenção, a empresa deve conhecer a versão atual e identificar a melhoria de um componente existente. O Designer da aplicação deve refletir a funcionalidade e ficar muito claro para quem está usando o que pode ser feito em uma determinada tela e como ir para uma determinada função O projeto de usabilidade deve ser apresentado para a ACTI a fim de se avaliar as funcionalidades, não há necessidade de um protótipo, mas sim como é a idéia de fazer as funcionalidades. A contratada deve apresentar as rotinas de testes realizados a fim de que possamos identificar e rodar o mesmo processo internamente na ACTI A empresa deve utilizar o JMeter e criar scripts tanto de carga de dados, como de preenchimento das informações e remeter os scripts criados para serem rodados internamente. Além do stress de carga, deve-se ter o teste de atividades. A contratada deve apresentar um levantamento do comportamento da aplicação, e quantos usuários simultâneos ela consegue atender Deve ser mantida a base de dados existente O sistema deve obrigatoriamente funcionar nos principais navegadores existentes, ou seja, o sistema deve seguir o padrão W3C Havendo necessidade de outra solução a empresa pode sugerir uma nova abordagem, porém esta deve ser apreciada tanto pela ACTI como pela unidade gestora. Tipo Restrição Restrição Restrição Restrição Restrição Restrição Premissa. Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 18 de 18

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting Omega Tecnologia Manual Omega Hosting 1 2 Índice Sobre o Omega Hosting... 3 1 Primeiro Acesso... 4 2 Tela Inicial...5 2.1 Área de menu... 5 2.2 Área de navegação... 7 3 Itens do painel de Controle... 8

Leia mais

Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG

Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG 2015 Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG Manual do Sistema de Demandas da FUNDEPAG Cliente Institucional e Atualizado em: 11 de setembro de 2015 Sumário 1. Conceito do software... 1 2. Abertura de

Leia mais

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0 Índice 1. OBJETIVO GERAL... 2 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL... 3 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL

Leia mais

Introdução: Objetivo:

Introdução: Objetivo: Introdução: O Sistema Comprev via web será disponibilizado para os Regimes Próprios no dia 03 de dezembro de 2012 e será composto pelos Módulos Comprev RO, Comprev RI (Internet). Para o acesso a esses

Leia mais

Manual de utilização do sistema OTRS (Atendimento) Cliente Externo

Manual de utilização do sistema OTRS (Atendimento) Cliente Externo Manual de utilização do sistema OTRS (Atendimento) Cliente Externo 1 LISTA DE ILUSTRAÇÕES FIGURA 1 - TELA DE LOGIN... 5 FIGURA 2 - TELA INICIAL... 6 FIGURA 3 PREFERÊNCIAS DO USUÁRIO... 6 FIGURA 4 NOVO

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Channel. Visão Geral e Navegação. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9

Channel. Visão Geral e Navegação. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9 Channel Visão Geral e Navegação Tutorial Atualizado com a versão 3.9 Copyright 2009 por JExperts Tecnologia Ltda. todos direitos reservados. É proibida a reprodução deste manual sem autorização prévia

Leia mais

SECTEC / COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO

SECTEC / COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO Macaé, Outubro de 2010 SECTEC / COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO Página 1 de 38 Controle de Revisões Data Comentário Responsável 01/10/2010 Revisão e correção de texto Marcos Lemos 01/10/2010 Correção

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI SERVICE DESK MANAGER SDM Manual do Sistema - DPOI Conteúdo SERVICE DESK MANAGER SDM... 1 Manual do Sistema - DPOI... 1 INTRODUÇÃO... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 OPÇÕES DO SISTEMA... 6 SISTEMA... 7 Pesquisar

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/AEB/FINEP/FNDCT Subvenção Econômica à Inovação Transferência de Tecnologia do SGDC 01/2015 Transferência de Tecnologia Espacial no Âmbito do Decreto nº 7.769 de 28/06/2012

Leia mais

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1 Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.1 Sumário Visão geral Bilhetagem Eletrônica... 3 1 TDMax Web Commerce... 4 1.1 Requisitos e orientações gerais... 4 2 Acesso... 5 2.1 Como realizar um cadastro usuário

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Nota Fiscal Paulista Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) Versão 1.1 15/02/2008 Página 1 de 17 Índice Analítico 1. Considerações Iniciais 3 2. Instalação do

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2

Manual SAGe Versão 1.2 Manual SAGe Versão 1.2 Cadastramento de Usuário (a partir da versão 12.08.01 ) Conteúdo Introdução... 2 Cadastramento... 2 Desvendando a tela inicial... 4 Completando seus dados cadastrais... 5 Não lembro

Leia mais

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Manual de Utilização Perfil Beneficiário 1. 2. Objetivo do Manual... 2 Siglas e Abreviações... 2 3. Perfil do Usuário... 2 4. Descrição Geral do Sistema...

Leia mais

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática Gerência de Recursos Humanos GRH/PRAD/UFMS Manual do Sistema de RMO Versão On-Line Núcleo de Informática Universidade Federal de Mato Grosso do Sul P á g i n a 2 Manual do Sistema de RMO Registro Mensal

Leia mais

Manual Comunica S_Line

Manual Comunica S_Line 1 Introdução O permite a comunicação de Arquivos padrão texto entre diferentes pontos, com segurança (dados criptografados e com autenticação) e rastreabilidade, isto é, um CLIENTE pode receber e enviar

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual da GVDASA Sistemas e toda a informação nele contida é confidencial. Nenhuma parte deste

Leia mais

Manual MQS. Logo após colocar essas informações abrirá a página inicial do sistema:

Manual MQS. Logo após colocar essas informações abrirá a página inicial do sistema: Manual MQS Para acessar o sistema MQS na versão em PHP, basta clicar no link: www.mqs.net.br/plus. Colocar login e senha que foram fornecidos por email. Logo após colocar essas informações abrirá a página

Leia mais

Manual do e-dimed 4.0

Manual do e-dimed 4.0 Manual do e-dimed 4.0 Instalação e Configuração - Módulo Cliente Após a instalação do e-dimed ser efetuada, clique no atalho criado no desktop do computador. Será exibida a janela abaixo: A instalação

Leia mais

Manual do Sistema. SMARsa. Módulo WEB

Manual do Sistema. SMARsa. Módulo WEB Manual do Sistema SMARsa Módulo WEB Notas da Atualização do Manual Na versão 4.1 deste manual consta: 1º. Aguardando Recebimento: Adicionado o campo de digitação do numero de remessa para o recebimento.

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

Cenários do CEL. Acessar ao sistema

Cenários do CEL. Acessar ao sistema Cenários do CEL Acessar ao sistema Permitir que o usuário acesse ao Sistema de Léxicos e Cenários nas seguintes condições: logando-se, quando já estiver cadastrado; ou incluindo usuário independente, quando

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação OBJETIVO Formalizar o processo de utilização do Sistema Web de Acesso aos Procedimentos da Qualidade disponibilizado no site http://www.sandregas.com.br ABRANGÊNCIA Destina-se a todos os colaboradores

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 09 de julho de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

Integração da Digitação de Eventos

Integração da Digitação de Eventos Integração da Digitação de Eventos Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 1.1. Primeiro Acesso... 1 1.2. Conhecendo a Plataforma... 3 1.2.1. Seleção da Empresa... 3 1.2.2. Sair do sistema/minhas Configurações...

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

CPqD Gestão Pública. Gestão Escolar Guia de treinamento. Versão do produto: 4.0.0 Edição do documento: 2.0 Abril de 2010

CPqD Gestão Pública. Gestão Escolar Guia de treinamento. Versão do produto: 4.0.0 Edição do documento: 2.0 Abril de 2010 CPqD Gestão Pública Gestão Escolar Guia de treinamento Versão do produto: 4.0.0 Edição do documento: 2.0 Abril de 2010 CPqD Gestão Pública Gestão Escolar Guia de treinamento Versão do produto: 4.0.0 Edição

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1 MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento Toledo PR Página 1 INDICE 1. O QUE É O SORE...3 2. COMO ACESSAR O SORE... 4 2.1. Obtendo um Usuário e Senha... 4 2.2. Acessando o SORE pelo

Leia mais

Manual Q-Acadêmico 2.0. Módulo Web - Professor

Manual Q-Acadêmico 2.0. Módulo Web - Professor Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Professor Índice 1 Acessando o sistema via internet... 3 2 Menu de Funcionalidades... 6 2.1 Acompanhamento de Calendários Acadêmicos... 7 2.2 Alterar Senha... 9 2.3

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

SCC - Serviço de Controle de Consignação MANUAL DO USUÁRIO DO PORTAL DO CONSIGNADO SERVIDOR

SCC - Serviço de Controle de Consignação MANUAL DO USUÁRIO DO PORTAL DO CONSIGNADO SERVIDOR SCC - Serviço de Controle de Consignação MANUAL DO USUÁRIO DO PORTAL DO CONSIGNADO SERVIDOR Neste manual, você encontrará todas as informações necessárias para que possa navegar com facilidade no Portal

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS IMPORTAÇÃO DE ARQUIVOS XML VIA WEB RECIFE - 2015 1 ÍNDICE 1. ACESSANDO O PORTAL TISS... 3 2. USUÁRIO E SENHA... 5 2.1. Usuário... 5 2.2. Senha... 5 2.3. Alteração de Senha...

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional P á g i n a 2 1 SUMÁRIO 2 Orientações gerais... 3 2.1 Perfis de acesso... 4 2.2 Para acessar todas as funcionalidades

Leia mais

Manual de Usuário INDICE

Manual de Usuário INDICE Manual de Usuário INDICE Características do Sistema... 02 Características Operacionais... 03 Realizando o Login... 04 Menu Tarifador... 05 Menu Relatórios... 06 Menu Ferramentas... 27 Menu Monitor... 30

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.2. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.2. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.2 ExpressoMG 16/12/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Portal nddcargo 4.1.5.0 Manual de Utilização Call Center Visão Administrador

Portal nddcargo 4.1.5.0 Manual de Utilização Call Center Visão Administrador Portal nddcargo 4.1.5.0 Manual de Utilização Call Center Visão Administrador Histórico de alterações Data Versão Autor Descrição 23/11/2012 1 Criação do documento. 2 1. Introdução... 4 2. Funcionalidades

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Departamento de Administração Gabinete do Vice-Reitor

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Departamento de Administração Gabinete do Vice-Reitor UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Departamento de Administração Gabinete do Vice-Reitor Tendo em vista a necessidade de modernização dos sistemas corporativos e as dificuldades de implementar manutenções preventivas,

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

GUIA DO PORTAL MAXIPAGO

GUIA DO PORTAL MAXIPAGO GUIA DO PORTAL MAXIPAGO Versão 1.1.1 Sumário 1. Introdução... 4 2. Glossário... 5 3. Acesso ao Portal... 6 4. Mudando o Idioma do Portal... 6 5. Utilizando as Credenciais de Teste para Acesso ao Portal...

Leia mais

O ConnectCont é um novo método de acesso aos produtos, serviços e demais ferramentas, destinado a unificar os usuários Contmatic.

O ConnectCont é um novo método de acesso aos produtos, serviços e demais ferramentas, destinado a unificar os usuários Contmatic. O que é o ConnectCont? O ConnectCont é um novo método de acesso aos produtos, serviços e demais ferramentas, destinado a unificar os usuários Contmatic. Os objetivos e metas para o ConnectCont são: Controle

Leia mais

GUIA DE USUÁRIO - GU-

GUIA DE USUÁRIO - GU- 1/22 Revisão 00 de 20//12 1. OBJETIVO Orientar o usuário para a pesquisa e visualização detalhada de todas as ordens de compra emitidas, emitir confirmações de aceite, submeter solicitação de alteração,

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio.

Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio. Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio. 1) Logar no Kit Médias Empresas Clicar no ícone Tókio Marine Empresarial, que abrirá a tela de login, veja abaixo. Caso seja o primeiro acesso

Leia mais

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples?

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples? FAQ Loja Virtual 1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? Sim, há diferenças entre os painéis da loja virtual. Abaixo segue uma imagem exemplificando as diferenças entre os painéis. 2) Quais

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Manual de Utilização do GLPI

Manual de Utilização do GLPI Manual de Utilização do GLPI Perfil Usuário Versão 1.0 NTI Campus Muzambinho 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

Manual do Usuário Gerenciador de Conteúdo do Site: www.semarh.goias.gov.br/

Manual do Usuário Gerenciador de Conteúdo do Site: www.semarh.goias.gov.br/ 1 Manual do Usuário Gerenciador de Conteúdo do Site: www.semarh.goias.gov.br/ 1) O acesso ao sistema é realizado através do link: http://www.semarhtemplate.go.gov.br/sistema/ obs.: após o lançamento do

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MANUAL DE UTILIZAÇÃO Módulo de operação Ativo Bem vindo à Vorage CRM! Nas próximas paginas apresentaremos o funcionamento da plataforma e ensinaremos como iniciar uma operação básica através do nosso sistema,

Leia mais

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet

Manual do Usuário. Controle Financeiro. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Controle Financeiro Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo Menu Principal...3 Clientes... 4 Consulta... 5 Inclusão...6 Alteração... 8 Exclusão...8 Fornecedores...9 Consulta... 10 Inclusão...

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MANUAL

Leia mais

Mostrar área de trabalho.scf. Manual do Produto EDI.

Mostrar área de trabalho.scf. Manual do Produto EDI. Mostrar área de trabalho.scf Manual do Produto EDI. ÍNDICE MANUAL DO PRODUTO EDI....3 1. O QUE É O EDI?...3 1.1. VANTAGENS... 3 1.2. FUNCIONAMENTO... 3 1.3. CONFIGURAÇÃO NECESSÁRIA... 3 2. UTILIZANDO O

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR WEB PORTFÓLIO PROVAB 2014 MÉDICOS

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR WEB PORTFÓLIO PROVAB 2014 MÉDICOS PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR WEB PORTFÓLIO PROVAB 2014 MÉDICOS Brasília/DF, 8 de outubro de 2014. 1 APRESENTAÇÃO TUTORIAL DO WEB PORTFÓLIO PROVAB

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Esplanada dos Ministérios, Edifício Sede, 1º andar, Sala 131 CEP 70.058-900 sinan@saude.gov.

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Esplanada dos Ministérios, Edifício Sede, 1º andar, Sala 131 CEP 70.058-900 sinan@saude.gov. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Esplanada dos Ministérios, Edifício Sede, 1º andar, Sala 131 CEP 70.058-900 sinan@saude.gov.br NOTA TÉCNICA N.º 01/2010 GT-SINAN/CIEVS/DEVEP/SVS/MS

Leia mais

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores 2014 Sistema de Solicitação Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 04/11/2014 Sumário 1- SPF Solicitação.... 3 1.1 Acesso ao sistema:... 3 1.2 Ferramentas do sistema:... 5 2- Abertura

Leia mais

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO Parte:...................................... Gabarito Assunto:............................ Atualização: Original........................ Página: 1 SIA 7.5 - Sistema Integrado de Arrecadação APLICAÇÕES

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Fevereiro de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

Funcionalidade da Aba Pesquisador

Funcionalidade da Aba Pesquisador Funcionalidade da Aba Pesquisador Versão 1.0 1 Versão Autor Data Descrição 1.0 Equipe suporte 07/11/2013 Criação do Plataforma Brasil documento *Atenção! Para sugestões, no intuito de aprimorar os manuais

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO FIMT

MANUAL DO USUÁRIO FIMT FÁCIL IMÓVEL MT MANUAL DO USUÁRIO FIMT GESTOR IMOBILIÁRIO SANDRO RAMIRO 05/06/2015 Manual completo de funcionalidade do Sistema FIMT. Versão 2.0 INTRODUÇÃO PÁGINA INICIAL 03 ANUNCIANTE 04 LANÇAMENTO 05

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL. Teledata

MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL. Teledata MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL Teledata Indíce analítico 1. Prefácio...3 2. Funcionalidades...3 3. Abrir chamados...7 4. Atribuir chamados...9 5. Consultar chamados...10 6. Fechar chamados...12 7. Relatórios...15

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão. Impairment Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Razão Data publicação da : 12/11/2014 O relatório razão tem a finalidade de demonstrar a movimentação analítica das

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7

Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7 Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7 Prezados Professores, a atualização do ambiente Moodle da versão 2.5 para a versão 2.7 gerou algumas mudanças na interface visual do Moodle.

Leia mais

Sistema de Informações Gerenciais do GPNCEBT-PA

Sistema de Informações Gerenciais do GPNCEBT-PA Sistema de Informações Gerenciais do GPNCEBT-PA Versão 1.0 Desenvolvedor: João Victor Almeida E-mail: jvta2004@yahoo.com.br (91) 9 8948-8509 MANUAL DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS DO GPNCEBT-PA [MÓDULOS:

Leia mais

1. Informações iniciais

1. Informações iniciais 1. Informações iniciais O novo Sistema de Emissão da Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore) é de propriedade exclusiva do CFC e o acesso ao sistema será por meio de um link disponibilizado

Leia mais

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento SEBRAE-GO 1 Sumário Introdução... 3 1) Acesso ao Sistema... 4 1.1. LOGIN... 4 1.2. ALTERAR SENHA... 7 1.3. RECUPERAR SENHA...

Leia mais

MANUAL SISTEMA AJG/CJF

MANUAL SISTEMA AJG/CJF MANUAL DO SISTEMA AJG/CJF ÍNDICE 1. SEJA BEM VINDO AO AJG... 3 1.1 Seja Bem-Vindo!... 3 2. SOBRE A AJUDA... 4 2.1 Como navegar no ajuda on-line... 4 3. SOBRE O SISTEMA... 5 3.1 Sobre o sistema... 5 3.2

Leia mais

INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário

INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário INTRANET BUSCA CADASTROS PRODUTOS/SERVIÇOS E FORNECEDORES Manual do Usuário Página 2 de 55 1. OBJETIVO:... 3 2. PRÉ-REQUISITOS:... 3 3. ACESSOS AO AMBIENTE:... 3 3.1. ACESSO A INTRANET... 3 3.2. ESQUECI

Leia mais

Manual do usuário. v1.0

Manual do usuário. v1.0 Manual do usuário v1.0 1 Iniciando com o Vivo Gestão 1. como fazer login a. 1º acesso b. como recuperar a senha c. escolher uma conta ou grupo (hierarquia de contas) 2. como consultar... de uma linha a.

Leia mais

Manual do Usuário Sistema APR Web. Aprovação de Projeto Elétrico e Análise de Carga na Rede via Web

Manual do Usuário Sistema APR Web. Aprovação de Projeto Elétrico e Análise de Carga na Rede via Web Manual do Usuário Sistema APR Web Aprovação de Projeto Elétrico e Análise de Carga na Rede via Web Belo Horizonte Novembro de 2015 SUMÁRIO APR Web 1 Introdução... 5 2 Objetivo... 5 3 Acessar o sistema

Leia mais

Manual do Usuário GEFRE

Manual do Usuário GEFRE Manual do Usuário GEFRE Gestão de Frequência - Versão 1.2 Março, 2015 Página 1 de 84 Sumário Sumário... 2 Objetivo deste Manual do Usuário... 5 1. Instalação do GEFRE... 7 1.1. Configuração Mínima Recomendada...

Leia mais

Oficio nº 004/2015 Joinville/SC, 22 de abril de 2015.

Oficio nº 004/2015 Joinville/SC, 22 de abril de 2015. Oficio nº 004/2015 Joinville/SC, 22 de abril de 2015. Senhor Presidente, No último dia 1º de abril entrou em vigor o Seguro Desemprego via web, porém o sistema vem apresentando diversas problemas, dificultando

Leia mais

NewAgent enterprise-brain

NewAgent enterprise-brain Manual NewAgent enterprise-brain Configuração Manual NewAgent enterprise-brain Configuração Este manual de uso irá ajudá-lo na utilização de todas as funções administrativas que a NewAgent possui e assim,

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO

CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO MANUAL DE SERVIDORES DE CORREGEDORIA Versão 1.2 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 4 USUÁRIOS... 5 1. ACESSO AO SISTEMA... 6 2. TELA DE LOGIN DO CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO:... 8 2.0

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Manual Integra S_Line

Manual Integra S_Line 1 Introdução O é uma ferramenta que permite a transmissão Eletrônica de Resultado de Exames, possibilitando aos Prestadores de Serviços (Rede Credenciada), integrarem seus sistemas com os das Operadoras

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...4 3 Como enviar torpedos...6 3.1 Envio

Leia mais

Gestão inteligente de documentos eletrônicos

Gestão inteligente de documentos eletrônicos Gestão inteligente de documentos eletrônicos MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS VISÃO EMPRESAS - USUÁRIOS (OVERVIEW) No ELDOC, o perfil de EMPRESA refere-se aos usuários com papel operacional. São

Leia mais