COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG CRONOGRAMA INFORMÁTICA. AULAS 1 e 2 COMPUTADORES PC AULA 3 MS WINDOWS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CRONOGRAMA INFORMÁTICA. AULAS 1 e 2 COMPUTADORES PC AULA 3 MS WINDOWS"

Transcrição

1 CRONOGRAMA AULAS 1 e 2 COMPUTADORES PC AULA 3 MS WINDOWS INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG AULA 4 EDITORES DE TEXTO AULA 5 PLANILHAS DE CÁLCULO AULA 6 INTERNET O COMPUTADOR, INDEPENDENTE DO TIPO: COMPUTADORES PC MAINFRAME PC NOTEBOOK PALMTOP A FUNÇÃO É A MESMA: TRABALHAR AS INFORMAÇÕES PARA QUE ISTO POSSA OCORRER TEMOS QUE ALIMENTÁLO COM DADOS E AGUARDAR O RETORNO DESTE PROCESSAMENTO. É JUSTAMENTE AQUI QUE NÓS COMEÇAREMOS A FOCAR O NOSSO ESTUDO, DIVIDINDO ESTA MÁQUINA EM DUAS PARTES: HARDWARE x SOFTWARE FÍSICO x LÓGICO 1

2 QUANDO FALAMOS DOS ELEMENTOS FÍSICOS (HARDWARE) DE UM COMPUTADOR PODEMOS TAMBÉM DIVIDILOS EM 3 GRUPOS: PROCESSADOR (CPU) MEMÓRIAS PRINCIPAIS DISPOSITIVOS DE E / S DE DADOS PROCESSADORES OU CPU RESPONSÁVEL PELA MANIPULAÇÃO DOS DADOS ATUALMENTE OS PROCESSADORES MAIS USADOS NOS MICROCOMPUTADORES SÃO FABRICADOS POR DUAS EMPRESAS AMERICANAS: INTEL (PENTIUM, CELERON) AMD (K6, ATHLON, DURON) MUITO MAIS IMPORTANTE QUE MARCAS E FABRICANTES, PRESTEM ATENÇÃO EM OUTRA CARACTERÍSTICA FREQUÊNCIA (CLOCK) MEDIDA EM Hz 1 GHz 2 GHz 3 GHz COMPONENTES DE UMA CPU ULA UC BARRAMENTO DE DADOS BARRAMENTO DE ENDEREÇOS REGISTRADORES ULA UNIDADE LÓGICA E ARITMÉTICA: EFETUA AS OPERAÇÕES DE SOMA, SUBTRAÇÃO, MULTIPLICAÇÃO ETC. POSSUI TAMBÉM A CAPACIDADE LÓGICA QUE PERMITE TESTAR VÁRIAS CONDIÇÕES DE PROCESSAMENTO. UC UNIDADE DE CONTROLE: SINCRONIZA TODOS OS PROCESSOS DA CPU E DOS COMPONENTES DO SISTEMA, COMO A MEMÓRIA PRINCIPAL E OS DISPOSITIVOS DE ENTRADA E SAÍDA. MUITAS VEZES APARECEM SOB O NOME DE BARRAMENTO DE CONTROLE 2

3 BARRAMENTO DE DADOS: ESTRADA POR ONDE TRAFEGAM OS DADOS MANIPULADOS PELA CPU. SUA LARGURA INDICA QUANTOS DADOS PODEM SER MANIPULADOS SIMULTANEAMENTE PELO PROCESSADOR E TAMBÉM DETERMINA TODA A ARQUITETURA INTERNA DA CPU. BARRAMENTO DE ENDEREÇOS: TEM A FUNÇÃO DE INDICAR O ENDEREÇAMENTO DOS DADOS NA MEMÓRIA NOS PROCESSADORES ATUAIS, ESSE BARRAMENTO TEM 32 BITS. REGISTRADORES: UMA ESPECIE DE FILA, GUARDANDO DADOS A SEREM TRABALHADOS PELA UC E ULA. MEMÓRIAS PRINCIPAIS LOCAL ONDE OS DADOS SÃO INICIALMENTE GUARDADOS, ESPERANDO O MOMENTO DE SOFREREM UM PROCESSAMENTO EXISTEM DOIS TIPOS DE MEMÓRIA PRINCIPAL: RAM e ROM. MAS PODEMOS INCLUIR MAIS DOIS: CACHE E VIRTUAL RAM RANDOM ACESS MEMORY VOLÁTIL TRABALHO ROM READ ONLY MEMORY FIXA INICIALIZAÇÃO 3

4 CACHE RÁPIDA INTERMEDIÁRIA ACESSOS FREQUENTES VIRTUAL A MEMÓRIA VIRTUAL É UM PEDAÇO DO ESPAÇO LIVRE DO HD (DISCO RÍGIDO) QUE É RESERVADO PELO SISTEMA OPERACIONAL A TÍTULO DE PREVENÇÃO. PERIFÉRICOS DE ENTRADA TECLADO MOUSE SCANNER MONITOR RESOLUÇÃO É EXPRESSA EM PIXELs PERIFÉRICOS DE SAÍDA MONITOR IMPRESSORA PIXEL DOT PITCH MONITOR IMPRESSORA: CRT X LCD MATRICIAL JATO DE TINTA LASER CERA TÉRMICA PLOTTER 4

5 PERIFÉRICOS DE ENTRADA/SAÍDA DRIVE DE DISQUETE MODEM TAXA DE TRANSFERÊNCIA 56 Kbps MODEM MEMÓRIAS SECUNDÁRIAS DISQUETE CD DVD HD ZIP DISK PENDRIVE FITA MAGNÉTICA DISQUETE MEMÓRIA DE ARMAZENAMENTO MAGNÉTICO POSSUE POUCA CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO 1,44 MB NOMINAL 1,38 MB EFETIVA O QUE É FAT TABELA DE ENDEREÇAMENTOS CD MEMÓRIA DE ARMAZENAMENTO OPTICO CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO MB 5

6 CD ALGUNS TIPOS DE CDs CDROM CDR CDRW DVD MEMÓRIA DE ARMAZENAMENTO OPTICO CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO + 5 GB PARA GRAVARMOS UM CD, NECESSITAMOS DE UM DRIVE ESPECIAL HARD DISK (HD) MEMÓRIA DE ARMAZENAMENTO MAGNÉTICO ZIP DISK MEMÓRIA DE ARMAZENAMENTO MAGNÉTICO CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO + 80 GB CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO 100 MB PENDRIVE CONECTADOS DIRETAMENTE NA PORTA USB FITA DAT NORMALMENTE USADO PARA BACKUPs SUA CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO É SEMELHANTE A DE UM HD BOA CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO MAIS DE 1 GB 6

7 ESTRUTURAS DE LIGAÇÃO PLACA MÃE PLACA MÃE BARRAMENTOS INTERNOS BARRAMENTOS EXTERNOS BARRAMENTOS EXTERNOS BARRAMENTO SERIAL SERIAL PARALELO PS/2 USB FIREWIRE BARRAMENTO PARALELO BARRAMENTO PS/2 7

8 BARRAMENTO USB BARRAMENTO FIREWIRE SIST. OPERACIONAL WINDOWS FUNÇÃO: GERENCIAR, ADMINISTRAR OS RECURSOS DA MÁQUINA. EXEMPLOS MS-DOS WINDOWS 3.1 WINDOWS 95 WINDOWS 98 WINDOWS ME WINDOWS 2000 WINDOWS XP UNIX LINUX CARACTERÍSTICAS: AMBIENTE GRÁFICO MULTITAREFA PREEMPTIVO 32 BITS PLUG AND PLAY 8

9 DESKTOP ÁREA DE TRABALHO ÍCONE E ATALHOS BARRA DE TAREFAS ALGUMAS TECLAS DE ATALHO ÍCONE E ATALHOS CTRL + ESC ALT + TAB CTRL + ALT + DEL 9

10 WINDOWS EXPLORER WINDOWS EXPLORER PAINEL DE CONTROLE PESQUISAR ACESSÓRIOS FERRAMENTAS DE SISTEMA ALGUNS DETALHES ALGUNS DETALHES PODEMOS OBSERVAR TANTO NA BARRA DE TÍTULOS COMO NA BARRA DE ENDEREÇOS A SINALIZAÇÃO DA UNIDADE OU PASTA QUE ESTÁ SENDO MANIPULADA A BARRA DE ENDEREÇO SERVE TAMBÉM COMO PORTA DE ACESSO A PÁGINAS NA Internet ALGUNS DETALHES ALGUNS PROCEDIMENTOS BARRA DE STATUS OU BARRA INFORMATIVA SELECIONAR COPIAR MOVER RENOMEAR EXCLUIR 10

11 WINDOWS EXPLORER PAINEL DE CONTROLE ADICIONAR NOVO HARDWARE ADICIONAR/REMOVER PROGRAMAS CENTRAL DE SEGURANÇA CONFIGURAÇÕES REGIONAIS FONTES IMPRESSORAS MOUSE TECLADO VIDEO PESQUISAR NOME TIPO TAMANHO DATA CONTEÚDO ACESSÓRIOS BLOCO DE NOTAS X WORDPAD FERRAMENTAS DE SISTEMA SCANDISK DESFRAGMENTADOR LIMPEZA DE DISCO SCANDISK VARRE OS DISCOS MAGNÉTICOS (DISQUETES E HDS) EM BUSCA DE ERROS LÓGICOS OU FÍSICOS EM SETORES. 11

12 DESFRAGMENTADOR LIMPEZA DE DISCO TRATA DA REMOÇÃO DE ARQUIVOS DESNECESSÁRIO, COMO SE FOSSE UMA FAXINA NO DISCO. BACKUP CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP NORMAL INCREMENTAL DIFERENCIAL DIÁRIO CÓPIA 1ª SEMANA CRIAMOS DOIS ARQUIVOS DO WORD, AO FINAL DA SEMANA FAZEMOS UM BACKUP DO TIPO NORMAL. CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP BACKUP INCREMENTAL FAZ CÓPIA SOMENTE DOS ARQUIVOS DESMARCADOS AO FINAL DO PROCESSO MARCA OS ARQUIVOS PARA CONTROLE INTERNO DO BACKUP 2ª SEMANA ALTERAMOS O ARQUIVO 1 (QUE PERDE A MARCA) E CRIAMOS O ARQUIVOS 3, AO FINAL DA SEMANA FAZEMOS UM BACKUP DO TIPO INCREMENTAL. 12

13 CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP 3ª SEMANA ALTERAMOS O ARQUIVO 1 (QUE PERDE A MARCA) E CRIAMOS O ARQUIVOS 4, AO FINAL DA SEMANA FAZEMOS UM BACKUP DO TIPO INCREMENTAL. NA 4ª SEMANA UM PROBLEMA, UM VIRUS INFECTA A MÁQUINA E APAGA TODA A INFORMAÇÃO. CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP PARA RESTAURAÇÃO BASTA PEGARMOS O ULTIMO BACKUP NORMAL + TODOS INCREMENTAIS 1ª SEMANA CRIAMOS DOIS ARQUIVOS DO WORD, AO FINAL DA SEMANA FAZEMOS UM BACKUP DO TIPO NORMAL. CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP BACKUP DIFERENCIAL FAZ CÓPIA SOMENTE DOS ARQUIVOS DESMARCADOS E AO FINAL DO PROCESSO NÃO MARCA OS ARQUIVOS 2ª SEMANA ALTERAMOS O ARQUIVO 1 (QUE PERDE A MARCA) E CRIAMOS O ARQUIVOS 3, AO FINAL DA SEMANA FAZEMOS UM BACKUP DO TIPO DIFERENCIAL. 13

14 CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP 3ª SEMANA ALTERAMOS O ARQUIVO 1 (QUE PERDE A MARCA) E CRIAMOS O ARQUIVOS 4, AO FINAL DA SEMANA FAZEMOS UM BACKUP DO TIPO DIFERENCIAL. NA 4ª SEMANA UM PROBLEMA, UM VIRUS INFECTA A MÁQUINA E APAGA TODA A INFORMAÇÃO. CÓPIAS DE SEGURANÇA BACKUP PARA RESTAURAÇÃO BASTA PEGARMOS O ULTIMO BACKUP NORMAL + ULTIMO DIFERENCIAL WORD TIPOS DE QUESTÕES EM PROVA - WORD CONHECIMENTO DA SEQUÊNCIA DE PASSOS (MENUS) PARTE GRÁFICA (TELAS E BOTÕES) CONHECIMENTO DA FERRAMENTA (PRÁTICA) TECLAS DE ATALHO 14

15 PRINCIPAIS ITENS NOVO SALVAR COMO PERMISSÃO CONFIGURAR PÁGINA SALVAR COMO TECLA DE ATALHO SHIFT + F12 MAIS ALGUNS ITENS VISUALIZAR IMPRESSÃO IMPRIMIR MEDIANIZ e ESPELHO PRINCIPAIS ITENS RECORTAR COPIAR COLAR 15

16 PRINCIPAIS ITENS NORMAL LAYOUT DE IMPRESSÃO RÉGUA CABEÇALHO E RODAPÉ RECUOS DE PARÁGRAFO RECUO DA PRIMEIRA LINHA RECUO DIREITO RECUO ESQUERDO MARGENS TABULAÇÃO PRINCIPAIS ITENS QUAL É A ORDEM CORRETA DOS BOTÕES? ( ) INSERIR DATA ( ) FORMATAR NUMERAÇÃO DE PÁGINA ( ) INSERIR NUMERAÇÃO DA PÁGINA ( ) INSERIR HORA ( ) INSERIR NUMERAÇÃO DE PÁGINAS QUEBRA SÍMBOLO IMAGEM ARQUIVO OBJETO HYPERLINK PRINCIPAIS ITENS SELEÇÃO FONTE QTD DE CLIQUES NA PALAVRA NA MARGEM ESQUERDA PARAGRAFO COLUNAS 1 POSICIONA O CURSOR SELECIONA A LINHA TABULAÇÃO MAIÚSCULA E MINÚSCULA 2 3 SELECIONA A PALAVRA SELECIONA O PARAGRAFO SELECIONA O PARAGRAFO SELECIONA TODO O TEXTO 16

17 PRINCIPAIS ITENS ORTOGRAFIA E GRAMÁTICA PROTEGER DOCUMENTO PRINCIPAIS ITENS CLASSIFICAR FÓRMULA INTERNET 17

18 INTERNET x INTRANET INTERNET => CONJUNTO DE REDES LIGANDO COMPUTADORES MUNDO A FORA. INTRANET => REDE BASEADA NA INTERNET, OFERECENDO OS MESMOS SERVIÇOS, USANDO A MESMA ESTRUTURA, VOLTADA A UM PUBLICO INTERNO (UMA EMPRESA) ALGUNS SERVIÇOS MENSAGENS ELETRONICAS ( S) PUBLICAÇÃO DE PÁGINAS (SITES) TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS COMUNICAÇÃO EM TEMPO REAL FERRAMENTAS DE BUSCA CORREIO ELETRÔNICO UM DOS SERVIÇOS MAIS UTILIZADOS DA INTERNET, PERMITE A TROCA DE MENSAGENS ENTRE USUÁRIOS E NESTA TROCA O ENVIO DE ARQUIVOS EM ANEXO. CORREIO ELETRÔNICO PARA QUE POSSAMOS UTILIZAR TAL SERVIÇO DEVEMOS CRIAR UMA CONTA DE JUNTO A UM SERVIDOR DE E- MAIL, ESTA CONTA SERÁ REPRESENTADA POR UM ENDEREÇO DO TIPO: CORREIO ELETRÔNICO NEM TODAS AS MENSAGENS TROCADAS VIA SÃO TÃO BEM VINDAS, HOJE EM DIA O USO DESTA FERRAMENTA É MUITO DIRECIONADA A PROLIFERAÇÃO DE VÍRUS, ENVIO DE PROPAGANDAS, REPASSAR MENSAGENS COM NOTICIAS IRREAIS. CORREIO ELETRÔNICO ABAIXO RELACIONAMOS ALGUNS TIPOS DE MENSAGENS BASTANTE COMUNS. CORRENTES SPAM HOAX VÍRUS 18

19 CORREIO ELETRÔNICO PARA O USO DESTE SERVIÇO TEMOS DUAS ALTERNATIVAS. WEB-MAIL ACESSANDO DIRETAMENTE O SITE DO SEU PROVEDOR WEB-MAIL GERENCIADOR DE GERENCIADOR DE ENVIO DE MENSAGENS RESPOSTA A MENSAGENS PROTOCOLOS DE SMTP POP3 IMAP 19

20 PROTOCOLOS DE SMTP => ENVIO DE MENSAGENS POP3 <= RECEBIMENTO DE MENSAGENS IMAP <= RECEBIMENTO DE MENSAGENS COMPARTILHADAS PROTOCOLOS DE O ENVIO DE MENSAGENS OCORRE ENTRE SERVIDOR DE ORIGEM E SERVIDOR DE DESTINO. (SERVIDOR X SERVIDOR) O RECEBIMENTO DE MENSAGENS OCORRE ENTRE CLIENTE E O SERVIDOR. (CLIENTE X SERVIDOR) PUBLICAÇÃO X NAVEGAÇÃO DE SITES AO CRIARMOS UMA PAGINA INTERNET, ARMAZENAMOS UM ARQUIVO EM FORMATO HTML EM UM SERVIDOR WEB, ONDE OUTRAS PESSOAS PODEM CONSULTAR, ESTE ARQUIVO PODE CONTER QUALQUER TIPO DE INFORMAÇÃO (SOM, FOTOS, IMAGENS EM MOVIMENTO, LINK PARA OUTRAS PÁGINAS E ETC.) PUBLICAÇÃO X NAVEGAÇÃO DE SITES HTML ASP PHP PUBLICAÇÃO X NAVEGAÇÃO DE SITES HTML PÁGINAS ESTÁTICA ASP E PHP PÁGINAS DINÂMICAS PUBLICAÇÃO X NAVEGAÇÃO DE SITES ESTA PÁGINA AO SER PUBLICADA TAMBEM RECEBE UM ENDEREÇO (URL) QUE SEGUE AS SEGUINTES REGRAS: 20

21 PUBLICAÇÃO X NAVEGAÇÃO DE SITES É CLARO QUE ALGUNS ENDEREÇOS FOGEM AO PADRÃO, OUTROS APRESENTAM VARIAÇÕES PRINCIPALMENTE QUANTO AO TIPO DE DOMÍNIO PUBLICAÇÃO X NAVEGAÇÃO DE SITES.COM.ORG.GOV.EDU.NET.MIL.CAN PARA VISUALIZARMOS UMA PÁGINA DE INTERNET, USAMOS UM FERRAMENTA DE NAVEGAÇÃO CHAMADO BROWSER OU NAVEGADOR INTERNET EXPLORER FIRE FOX NETSCAPE MENU FERRAMENTAS OPÇÕES DA INTERNET PÁGINA INICIAL ARQUIVOS TEMPORÁRIOS COOKIES HISTÓRICO 21

22 MENU FERRAMENTAS OPÇÕES DA INTERNET MENU FERRAMENTAS OPÇÕES DA INTERNET SEGURANÇA QUANTO A SITES ACESSADOS BLOQUEAR POP- UPS TRANSFEREERÊNCIA DE ARQUIVOS DIFERENTE DO ENVIO OU RECEBIMENTO DE MENSAGENS ELETRÔNICAS AQUI ESTAMOS FALANDO DE DADOS PROPRIAMENTE DITO. O QUE CHAMAMOS DE DOWNLOAD E UPLOAD FICA A CARGO DO PROTOCOLO FTP COMUNICAÇÃO EM TEMPO REAL ESTE TIPO DE SERVIÇO PERMITE QUE UM USUÁRIO TROQUE INFORM. COM OUTRO EM TEMPO REAL, MUITO UTILIZADO VIDEO CONFER., SALAS DE BATE-PAPO, ICQ E OUTRAS MAIS. FERRAMENTAS DE BUSCA FERRAMENTAS DE BUSCA TEMOS NA INTERNET DIVERSOS SITES ESPECIALIZADOS EM REALIZAR BUSCA EM PÁGINAS NA WEB. 22

COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br 24/11/2009 CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL EDITAL

COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br 24/11/2009 CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL EDITAL CRONOGRAMA INFORMÁTICA - BANRISUL Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br AULAS 1 E 2 CONCEITOS BÁSICOS/HARDWARE AULA 3 SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS AULA 4 EXCEL AULA 5 WORD AULA 6 CALC E WRITER AULAS

Leia mais

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aulas: 01 e 02/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET

INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET INTERNET => CONJUNTO DE REDES LIGANDO COMPUTADORES MUNDO A FORA. INTRANET => REDE

Leia mais

INFORMÁTICA POLICIA CIVIL - SC 20/9/2010

INFORMÁTICA POLICIA CIVIL - SC 20/9/2010 INFORMÁTICA POLICIA CIVIL - SC Prof.: MARCIO HOLLWEG E-mail: mhollweg@terra.com.br SITE: www.marciohollweg.com.br MSN: marciohollweg@hotmail.com Twitter: @mhollweg SMS: (041) 8854-3722 AULA - 1 Ambiente

Leia mais

Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br

Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET INTERNET => CONJUNTO DE REDES LIGANDO COMPUTADORES MUNDO A FORA. INTRANET => REDE

Leia mais

BANCO DE DADOS CONTEÚDO INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br BANCO DE DADOS SGBD TABELA CONCEITOS BÁSICOS

BANCO DE DADOS CONTEÚDO INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br BANCO DE DADOS SGBD TABELA CONCEITOS BÁSICOS CONTEÚDO HARDWARE - 2 AULAS SISTEMA OPERACIONAL - 2 AULAS INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br APLICATIVOS OFFICE - 3 AULAS INTERNET - 1 AULA REDE - 2 AULA SEGURANÇA - 1 AULA BANCO DE

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

HARDWARE INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br

HARDWARE INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br HARDWARE O COMPUTADOR, INDEPENDENTE DO TIPO: PARA QUE ISTO POSSA OCORRER TEMOS QUE ALIMENTÁLO COM DADOS E AGUARDAR O RETORNO DESTE PROCESSAMENTO.

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

SISTEMA OPERACIONAL INFORMÁTICA PRF. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br SISTEMA OPERACIONAL SISTEMA OPERACIONAL SISTEMA OPERACIONAL FUNÇÃO:

SISTEMA OPERACIONAL INFORMÁTICA PRF. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br SISTEMA OPERACIONAL SISTEMA OPERACIONAL SISTEMA OPERACIONAL FUNÇÃO: SISTEMA OPERACIONAL INFORMÁTICA PRF Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br FUNÇÃO: GERENCIAR, ADMINISTRAR OS RECURSOS DA MÁQUINA. SISTEMA OPERACIONAL EXEMPLOS MS-DOS WINDOWS 3.1 WINDOWS 95 WINDOWS

Leia mais

Desafio 1 INFORMÁTICA PARA O TRT

Desafio 1 INFORMÁTICA PARA O TRT Desafio 1 INFORMÁTICA PARA O TRT Queridos alunos, vencem o desafio os 3 primeiros alunos a enviar as respostas corretas para o meu e-mail, mas tem que acertar todas... ;-) Vou começar a responder os e-mails

Leia mais

Conceitos básicos sobre TIC

Conceitos básicos sobre TIC Conceitos básicos sobre TIC Origem da palavra Informática Informação + Automática Informática Significado: Tratamento ou processamento da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador.

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Informática. Informática. Valdir. Prof. Valdir

Informática. Informática. Valdir. Prof. Valdir Prof. Valdir Informática Informática Valdir Prof. Valdir Informática Informática PROVA DPF 2009 Julgue os itens subseqüentes, a respeito de Internet e intranet. Questão 36 36 - As intranets, por serem

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

Windows. Introdução. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional

Windows. Introdução. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional Windows Prof. Leandro Tonietto Cursos de Informática Unisinos Março-2008 O que é Sistema operacional? O que é Windows? Interface gráfica: Comunicação entre usuário e computador de forma mais eficiente

Leia mais

www.leitejunior.com.br 10/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 10/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO DE PETRÓLEO E DERIVADOS... QUESTÃO 21 - Um determinado usuário trabalha em uma rede que possui o servidor anpout.gov.br para envio de e-mails e o servidor anpin.gov.br

Leia mais

INFORMÁTICA 01. 02. 03. 04. 05.

INFORMÁTICA 01. 02. 03. 04. 05. INFORMÁTICA 01. Na Internet, os dois protocolos envolvidos no envio e recebimento de e-mail são: a) SMTP e POP b) WWW e HTTP c) SMTP e WWW d) FTP e WWW e) POP e FTP 02. O componente do Windows que é necessário

Leia mais

Informática. Rodrigo Schaeffer

Informática. Rodrigo Schaeffer Informática Rodrigo Schaeffer PREFEITURA DE PORTO ALEGRE- INFORMÁTICA Conceitos básicos de Word 2007; formatar, salvar e visualizar arquivos e documentos; alinhar, configurar página e abrir arquivos; copiar,

Leia mais

Operador de Computador (Mulheres Mil) Informática I (12h)

Operador de Computador (Mulheres Mil) Informática I (12h) Operador de Computador (Mulheres Mil) Informática I (12h) Noções de Informática Conceitos: Informática Ciência que estuda o tratamento racional e automático de informação armazenamento, análise, organização

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução.

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução. Apresentação www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Apresentação & Introdução Condicionamento Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Conceitos Iniciais 1 Mensurando Dados Sistemas

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br.

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação Apresentação & Introdução Condicionamento www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Mensurando Dados Sistemas de numeração Conceitos

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 21 A opção de alterar as configurações e aparência do Windows, inclusive a cor da área de trabalho e das janelas, instalação e configuração de hardware, software

Leia mais

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br Computação I Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br MÓDULO I- Introdução à Informática Hardware Hardware? HARDWARE é a parte física do computador. É o conjunto de componentes mecânicos, elétricos

Leia mais

Informática para concursos

Informática para concursos Informática para concursos Prof.: Fabrício M. Melo www.professorfabricio.com msn:fabcompuway@terra.com.br Hardware Software peopleware Parte física (Tangível). Parte lógica (Intangível). Usuários. Processamento

Leia mais

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br QUESTÕES TRE / TJ FCC 2007 CARGO: TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA QUESTÃO 11 -. Com relação a hardware, é correto afirmar que: (A) Computadores com placas-mãe alimentadas por fontes ATX suportam o uso do comando

Leia mais

WINDOWS EXPLORER Pro r f. f. R o R be b rt r o t A n A d n r d a r de d

WINDOWS EXPLORER Pro r f. f. R o R be b rt r o t A n A d n r d a r de d WINDOWS EXPLORER Prof. Roberto Andrade Roteiro desta aula 1. OqueéoWindowsExplorer 2. Acionamento do Windows Explorer 3. Entendendo Unidades, Pastas e Arquivos 4. Ambiente gráfico(janela, Barras e Botões)

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Definir os conceitos de Hardware e Software Identificar os elementos que compõem um computador

Leia mais

02. A extensão padrão para arquivos de áudio digital no ambiente Windows é:

02. A extensão padrão para arquivos de áudio digital no ambiente Windows é: Prova sobre informática para concursos. 01 A definição de Microcomputador é: a) Equipamento com grade capacidade de memória principal (256 Megabytes), vários processadores, alta velocidade de processamento.

Leia mais

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional Arquitetura: Conjunto de elementos que perfazem um todo; estrutura, natureza, organização. Houaiss (internet) Bit- Binary Digit - Número que pode representar apenas dois valores: 0 e 1 (desligado e ligado).

Leia mais

TRE - AM. Prof. Marcio Hollweg. Vamos iniciar fazendo um reconhecimento da tela, já que o Windows é um ambiente gráfico. TELA INICIAL DO WINDOWS

TRE - AM. Prof. Marcio Hollweg. Vamos iniciar fazendo um reconhecimento da tela, já que o Windows é um ambiente gráfico. TELA INICIAL DO WINDOWS SIST. OPEACIONAL Software básico que viabiliza o funcionamento do próprio computador e a execução de todos os outros programas. Enfim, o sistema operacional funciona como um intermediário em todas as interações

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

Microinformática. Perguntas:

Microinformática. Perguntas: Microinformática UNICERP Disciplina: Informática Prof. Denis Henrique Caixeta Perguntas: Como foi a evolução da computação? Qual a função do computador? O que é Hardware? O que é Software? BIT, Byte, etc

Leia mais

Prof. Lázaro Nogueira trabalhoseatividades@yahoo.com.br www.lazzoz.xpg.com.br

Prof. Lázaro Nogueira trabalhoseatividades@yahoo.com.br www.lazzoz.xpg.com.br Prof. Lázaro Nogueira trabalhoseatividades@yahoo.com.br ti id d h b www.lazzoz.xpg.com.br Introdução a Informática Informática: é a ciência que estudo o tratamento automático e racional da informação.

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

www.leitejunior.com.br 03/04/2012 13:47 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 03/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 03/04/2012 13:47 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 03/04/2012 AO VIVO 03/04/2012 13:47 QUESTÕES CESGRANRIO 03/04/2012 AO VIVO CONCURSO: TCE - RONDÔNIA CARGO: AGENTE ADMINISTRATIVO QUESTÃO 21 - No Microsoft Word, qual a extensão de um arquivo do tipo modelo de documento?

Leia mais

POLÍCIA CIVIL - SC. SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP Pág.: 1

POLÍCIA CIVIL - SC. SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP Pág.: 1 SISTEMA OPEACIONAL Software básico que viabiliza o funcionamento do próprio computador e a execução de todos os outros programas. Enfim, o sistema operacional funciona como um intermediário em todas as

Leia mais

Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44

Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44 Descomplicando_Informatica_cad_00.indd 14 07/08/2015 14:34:44 Sumário Capítulo 1 Como usar este Livro?... 1 O que este livro não é?...1 O que este livro é?...1 Como estudar os assuntos...2 Acredite, você

Leia mais

Princípios de Informática

Princípios de Informática Princípios de Informática Aula 1 Introdução à Informática Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Técnico em Alimentos Prof. Bruno B. Boniati www.cafw.ufsm.br/~bruno

Leia mais

QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL

QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL QUESTÕES COMENTADAS PROVAS DE INFORMÁTICA BANCO DO BRASIL BANCO DO BRASIL (Aplicação: 07/10/2001) CARGO: ESCRITURÁRIO 1 C 2 C ::::... QUESTÃO 33...:::: Outro modo de realizar a mesma operação com sucesso

Leia mais

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Ambiental Prof.: Maico Petry Introdução à Informática ARQUITETURA DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Informática Aplicada O Que éinformação? Dados

Leia mais

APOSTILA CORREIOS VERSÕES AGP TAXA DE TRANSFERÊNCIA

APOSTILA CORREIOS VERSÕES AGP TAXA DE TRANSFERÊNCIA Outro fato ruim é que nem sempre os equipamentos que vêm junto com a placa-mãe têm boa qualidade. Por razões de custo, as fábricas escolhem equipamentos fracos, o que compromete o desempenho final da máquina.

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

Vamos identificar dois deles:

Vamos identificar dois deles: Vamos identificar dois deles: Computador, que máquina é essa? Vamos usá-la? Vamos conhecer mais de perto o computador. É uma máquina capaz de variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento

Leia mais

Sumário. Capítulo I Introdução à Informática... 13. Capítulo II Hardware... 23. INFORMATICA 29jun.indd 7 22/07/2014 15:18:01

Sumário. Capítulo I Introdução à Informática... 13. Capítulo II Hardware... 23. INFORMATICA 29jun.indd 7 22/07/2014 15:18:01 Sumário Capítulo I Introdução à Informática... 13 1. Conceitos Básicos... 13 2. Hardware... 15 3. Software... 15 4. Peopleware... 16 5. Os Profissionais de Informática:... 16 6. Linguagem de Computador

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) É necessário criar várias cópias de documentos importantes em locais diferentes. Esses locais podem ser pastas no HD interno ou HD externo, ou então em

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS

PROCESSAMENTO DE DADOS PROCESSAMENTO DE DADOS Aula 1 - Hardware Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari 2 3 HARDWARE Todos os dispositivos físicos que constituem

Leia mais

Windows 7. Sistema Operacional

Windows 7. Sistema Operacional Windows 7 Sistema Operacional Um sistema operacional é um software de gerenciamento formado por um conjunto de programas cuja função é gerenciar os recursos do sistema computacional, fornecendo uma interface

Leia mais

Informática Arquitetura de Computadores. Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br

Informática Arquitetura de Computadores. Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br Arquitetura de Computadores Profª. Me. Valéria Espíndola Lessa lessavaleria@gmail.com Valeria-lessa@uergs.edu.br 1 Arquitetura do Computador 1 Monitor 2 Placa mãe 3 Processador (CPU) 4 Memória RAM 5 Placas

Leia mais

CAPACIDADES DA RAM: CUIDADO COM ESTAS MEDIDAS, VOCÊ PRECISA SABER QUAL O ESPAÇO DESTA MEMÓRIA. 128 MB 256 MB 512 MB 1024 MB = 1 GB 2 GB

CAPACIDADES DA RAM: CUIDADO COM ESTAS MEDIDAS, VOCÊ PRECISA SABER QUAL O ESPAÇO DESTA MEMÓRIA. 128 MB 256 MB 512 MB 1024 MB = 1 GB 2 GB CAROS COLEGAS CONCURSEIROS, ESTAMOS NA RETA FINAL PARA A PROVA DO BANCO DO BRASIL E ESPERO QUE OS COMENTÁRIOS ABAIXO POSSAM SER DE GRANDE AUXÍLIO PARA A PROVA DE DOMINGO. HARDWARE: PREPARE-SE PARA 2 OU

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) Sobre o sistema operacional Windows 7, marque verdadeira ou falsa para cada afirmação: a) Por meio do recurso Windows Update é possível manter o sistema

Leia mais

Informática para Concursos

Informática para Concursos Informática para Concursos.:Logon - registro do usuário no sistema. O contrário de Logon é Logoff (refere-se à saída do usuário). Logon do Windows XP utilizando a tela de..: Área de Trabalho ou Desktop

Leia mais

INSS CESGRANRIO JAN/2005 5. FCC ABRIL 2006 1. Atualizada 18/06/2007 Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores 1

INSS CESGRANRIO JAN/2005 5. FCC ABRIL 2006 1. Atualizada 18/06/2007 Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores 1 FCC ABRIL 2006 1. CESGRANRIO JAN/2005 5. 6. 2. 7. 3. 8. 9. 4. Atualizada 18/06/2007 Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores 1 [[[[ INSS 10. CESGRANRIO JAN 2005

Leia mais

Windows 7. Sistema Operacional

Windows 7. Sistema Operacional Windows 7 Sistema Operacional FCC - 2012 - TRE-SP - Técnico Judiciário O sistema operacional de um computador consiste em um a) conjunto de procedimentos programados, armazenados na CMOS, que é ativado

Leia mais

COMENTÁRIO Questão de Hardware/Processador. De acordo com a definição do Livro de Desempenho do professor Morgan Kaufmann, é dito:

COMENTÁRIO Questão de Hardware/Processador. De acordo com a definição do Livro de Desempenho do professor Morgan Kaufmann, é dito: CONTROLADOR DE TRÁFEGO AÉREO - CESGRANRIO Comentário da prova realizada dia 21/01/2007. 41. Uma CPU X rodou um programa Perfume em 30 segundos, enquanto que uma CPU Y rodou o mesmo programa Perfume em

Leia mais

Arquivos e Pastas. Instrutor Antonio F. de Oliveira. Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro

Arquivos e Pastas. Instrutor Antonio F. de Oliveira. Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro Arquivos e Pastas Duas visões do Windows Explorer A Hierarquia do Explorer Aparência das pastas Personalizando o Explorer Manipulação de Arquivos e pastas Uso de atalhos Visões do Windows Explorer Para

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

www.leitejunior.com.br 26/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 26/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO QUESTÕES CESPE 26/04/2012 AO VIVO CONCURSO: SEGER / ES Com referência à tela Painel de controle do sistema operacional Windows e ao sistema operacional Windows, julgue os itens a seguir. 31 No Windows,

Leia mais

PLANO DE AULA. IPD introdução a processamento de dados Componentes do computador, gabinete, memórias RAM e ROM, periféricos de entrada e saída.

PLANO DE AULA. IPD introdução a processamento de dados Componentes do computador, gabinete, memórias RAM e ROM, periféricos de entrada e saída. 1 AULA 01. CURSO: INFORMÁTICA BÁSICA - MATUTINO Sensibilização e contextualização do programa IPD introdução a processamento de dados Componentes do computador, gabinete, memórias RAM e ROM, periféricos

Leia mais

Plano de Aula - Windows 8 - cód.5235 24 Horas/Aula

Plano de Aula - Windows 8 - cód.5235 24 Horas/Aula Plano de Aula - Windows 8 - cód.5235 24 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 - Introdução ao Windows 8 Aula 2 1 - Introdução ao Windows 8 1.1. Novidades da Versão...21 1.2. Tela de Bloqueio...21 1.2.1. Personalizar

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

a) 50 b) 8,222... c) 150 d) 180 e) 100

a) 50 b) 8,222... c) 150 d) 180 e) 100 01. Com relação a instalação e características de redes de computadores é correto afirmar que: a) existem vários modos de passar o cabo através do espaço do escritório. É recomendado que se utilize o mesmo

Leia mais

EDITORA FERREIRA MP/RJ_EXERCÍCIOS 01

EDITORA FERREIRA MP/RJ_EXERCÍCIOS 01 EDITORA FERREIRA MP/RJ NCE EXERCÍCIOS 01 GABARITO COMENTADO 01 Ao se arrastar um arquivo da pasta C:\DADOS para a pasta D:\TEXTOS utilizando se o botão esquerdo do mouse no Windows Explorer: (A) o arquivo

Leia mais

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público Informática- Leandro Rangel, Analista Financeiro Contábil da AGU e professor do QConcursos.com 1- Q236949 CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Em ambiente gráfico KDE, as diversas distribuições

Leia mais

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Informática Básica Conceitos Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Conceitos INFOR MÁTICA Informática INFOR MAÇÃO AUTO MÁTICA Processo de tratamento da informação

Leia mais

Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1

Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1 Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1 1 1. WINDOWS... 3 1.1 - Como funciona o Windows?... 3 1.2 - Botão Iniciar... 3 1.3 - Comutando entre tarefas abertas... 4 1.4 - O que é uma Janela?...

Leia mais

EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR

EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR Com base no Windows XP, na figura ao lado, julgue os itens que se seguem: 01- É possível afirmar que ao se clicar em O que mais devo saber sobre

Leia mais

Prof. Orlando Rocha. Qual o nosso contexto atual?

Prof. Orlando Rocha. Qual o nosso contexto atual? 1 Qual o nosso contexto atual? Atualmente, vivemos em uma sociedade que é movida pela moeda informação! No nosso dia-a-dia, somos bombardeados por inúmeras palavras que na maioria das vezes é do idioma

Leia mais

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 2 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Índice Continuação aula anterior... Memória Barramento Unidades de armazenamento Periféricos Interfaces

Leia mais

Patrícia Noll de Mattos. Introdução à Informática

Patrícia Noll de Mattos. Introdução à Informática Patrícia Noll de Mattos Introdução à Informática 2010 2007 IESDE Brasil S.A. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

TRT 2ª REGIÃO (NOV/2008) FCC

TRT 2ª REGIÃO (NOV/2008) FCC TRT 2ª REGIÃO (NOV/2008) FCC 01. O Windows XP possui um componente chamado restauração do sistema que atua sobre o registry. Esse componente salva periodicamente, além de outros estados de software, (A)

Leia mais

Exercícios de fixação Informática Básica 01

Exercícios de fixação Informática Básica 01 Exercícios de fixação Informática Básica 01 1. Indique a(s) alternativa(s) correta(s) e incorreta(s). a) O drive é um periférico de entrada. b) A impressora é um periférico de entrada. c) O scanner é um

Leia mais

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Parte 2 Sistema Operacional MS-Windows XP Créditos de desenvolvimento deste material: Revisão: Prof. MSc. Wagner Siqueira Cavalcante Um Sistema Operacional

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Conhecendo o Sistema Operacional

Conhecendo o Sistema Operacional Prefeitura de Volta Redonda Secretaria Municipal de Educação NTM Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal Projeto de Informática Aplicada à Educação de Volta Redonda - VRlivre Conhecendo o Sistema Operacional

Leia mais

15/08/2013 DIREITO DA. Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) 9607-2031 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA

15/08/2013 DIREITO DA. Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) 9607-2031 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA DIREITO DA INFORMÁTICA Professor: Luis Guilherme Magalhães (62) 9607-2031 INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA 1 CONCEITOS BÁSICOS Informática infor + mática. É o tratamento da informação de forma automática Dado

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ NOVEMBRO / 2007 APRESENTAÇÃO Este material foi solicitado pela Secretaria Municipal da Administração SEMAD, e elaborado com o intuito de capacitar os servidores desta prefeitura, de todos os cargos e lotações,

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

6 - Gerência de Dispositivos

6 - Gerência de Dispositivos 1 6 - Gerência de Dispositivos 6.1 Introdução A gerência de dispositivos de entrada/saída é uma das principais e mais complexas funções do sistema operacional. Sua implementação é estruturada através de

Leia mais

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que são computadores? São máquinas que executam tarefas ou cálculos de acordo com um conjunto de instruções (os chamados programas). Possui uma linguagem especifica chamada Linguagem de programação

Leia mais

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico).

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). CLIENTE DE EMAIL - OUTLOOK (Microsoft Office). - Outlook Express (Windows). - Mozilla Thunderbird (Soft Livre). - Eudora. - IncredMail.

Leia mais

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software Identificar e descrever os componentes da infraestrutura de TI Identificar e descrever os principais tipos de tecnologia de hardware e de armazenamento, e entrada

Leia mais

COMEÇAM A SURGIR DÚVIDAS:

COMEÇAM A SURGIR DÚVIDAS: INTRODUÇÃO Olá pessoal, a proposta deste material não é formar técnicos na área de informática, mas sim repassar conceitos, macetes e dicas que auxiliem na preparação para concursos públicos. Peço desculpas

Leia mais

Windows 7. 1.1. Barra de Tarefas 1.1.1. Botão Iniciar e Menu Iniciar Lista de Saltos: apresenta lista de arquivos recentemente acessados

Windows 7. 1.1. Barra de Tarefas 1.1.1. Botão Iniciar e Menu Iniciar Lista de Saltos: apresenta lista de arquivos recentemente acessados Windows 7 1. Área de Trabalho ou Desktop 1.1. Barra de Tarefas 1.1.1. Botão Iniciar e Menu Iniciar Lista de Saltos: apresenta lista de arquivos recentemente acessados Noções de Informática Henrique Sodré

Leia mais