PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO"

Transcrição

1 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº /4 - Agravante: Finasa Leasing Arrendamento Mercantil S.A. Agravados: Panorama Turismo Ltda. Aparecida Sircelj Parte: Banco Safra S.A. EXECUÇÃO. ARREMATAÇÃO. PENHORA. Penhora é a apreensão judicial, entre outros, de bens, valores, em quantidade bastante para garantir a execução. Hipoteca é a sujeição de bens imóveis, navios ou aeronaves ao pagamento de uma dívida, sem transferir ao credor a posse do bem gravado. Pode, esta, gerar preferência de pagamento sobre outros credores do devedor. ARREMATAÇÃO. HIPOTECA. A arrematação consiste na transferência compulsória dos bens do devedor. É ato processual irretratável e constitui título de domínio que deve ser levado ao Registro Imobiliário quando se tratar de bens imóveis. A quaestio juris devolvida ao conhecimento do Tribunal é saber se, no caso, a arrematação extinguiu a hipoteca ou se esta (hipoteca) é ineficaz em relação à penhora efetivada nos autos. Fundamental, em qualquer das hipóteses, inteirar-se das datas em que foram formalizadas e, nesse passo, imprescindível para o julgamento uma certidão (ou cópia) da matrícula do imóvel em disputa. AGRAVO DE INSTRUMENTO. O Código de Processo Civil deixa implícito que deve ser comprovada a alegação fática com o possível suporte documental, para que seja permitido conhecer dos fatos e dar-lhes a adequada incidência jurídica. Nenhum fato foi alegado como impeditivo da correta instrução do recurso. Voto nº Visto. FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. interpôs Recurso de Agravo de Instrumento contra despacho do JUÍZO DE DIREITO DA 25ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL - COMARCA DE, que... negou-se a determinar o cancelamento de uma hipoteca em favor do BANCO SAFRA S.A.... (folha 2), proferido na Ação de Execução que move contra - 1 -

2 PANORAMA TURISMO LTDA. e APARECIDA SIRCELJ, caracteres e qualificação das partes nos autos. O Recurso foi recebido no efeito devolutivo. A Agravante cumpriu o disposto no artigo 526 do Código de Processo Civil. Os Agravados, intimados, deixaram transcorrer in albis o prazo para resposta. BANCO SAFRA S.A. também não se manifestou. É o relatório. Em 25/2/93 FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. ajuizou Ação de Execução contra PANORAMA TURISMO LTDA. e APARECIDA SIRCELJ (folha 30/31). Em 27/5/96 BANCO SAFRA S.A ingressou nos autos com PROTESTO PELA PREFERÊNCIA DE CRÉDITO (folha 7). Estando o traslado incompleto não foi possível inteirar-se dos atos processuais entre 25 de fevereiro de 1993 a 27 de maio de Mas, em 10/6/96 FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. peticionou sustentando que:... contra a Exequente não pode ser oposta a pretendida preferência, uma vez que a Cédula de Crédito Comercial bem como suas garantias, somente valem contra terceiros depois de devidamente inscrita a Cédula No caso em exame, quando da inscrição da Cédula e respectiva garantia, o imóvel objeto da mesma já estava penhorado pela Exequente, inclusive com sua inscrição feita perante o Cartório de Registro de Imóveis competente... (folha 14). Em 13/6/96 o r. Juízo despachou:... Aguarde-se o praceamento... (folha 15). Em 18/9/97 FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. arrematou a:... loja nº 2, localizada no 1º pavimento ou pavimento térreo, do Edifício Santa Virgília, sito à Avenida São Luiz nº 47, no 7º subdistrito-consolação, conforme certidão do 5º C.R.I., matrícula nº 2.281, nesta Capital

3 por conta e em benefício do seu crédito, por R$ ,68... (folha 18). Expediu-se Carta de Arrematação (folha 19). Em 11/10/99 FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. peticionou informando que após a arrematação alienou o imóvel a terceiro:... No entanto, o adquirente, levando a registro referida carta de arrematação e o seu título aquisitivo, não conseguiu registrá-lo em seu nome, pois pende junto à Matrícula nº 2.281, do 5º Cartório de Registro de Imóveis da Capital, uma hipoteca em favor do Banco Safra S/A. Ocorre que referida hipoteca, conforme informado nos autos antes do praceamento do bem, veio a gravá-lo DEPOIS DE PENHORADO E COM ESTA, A PENHORA, DEVIDAMENTE REGISTRADA JUNTO AO 5º CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DA CAPITAL... (folha 20 Grifos e destaques do original). Na mesma peça e pelas razões ali expostas, a Agravante FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. requereu o cancelamento da hipoteca que grava o imóvel arrematado. O MM. Juiz decidiu: Não cabe a este Juízo o cancelamento solicitado, neste feito (folha 22). Daí o Recurso de Agravo de Instrumento onde FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. diz que:... depois de penhorado o imóvel e devidamente registrada a constrição judicial junto ao copetente Cartório de Registro de Imóveis, e antes de seu praceamento, o Banco Safra S/A., em garantia de um empréstimo, hipotecou em seu favor o mesmo bem imóvel, inclusive registrando tal gravame na matrícula imobiliária correspondente... (folha 4 - Grifos e destaques do original). Penhora é a apreensão judicial de bens, valores, dinheiro, direitos, etc., pertencentes ao devedor executado, em quantidade bastante para garantir a execução. Hipoteca é a sujeição de bens imóveis, navios ou aeronaves ao pagamento de uma dívida, sem transferir - 3 -

4 ao credor a posse do bem gravado. Pode, esta, gerar preferência de pagamento sobre outros credores do devedor. O artigo 659, 4º, do Código de Processo Civil 1, dispõe que a penhora de bens imóveis deve ser feita por auto ou termo (de penhora) com registro junto à respectiva matrícula. O artigo 831 do Código Civil determina o registro da hipoteca no Registro de Imóveis. A Lei nº 6.015, de 31/12/73 disciplina a matéria. A arrematação consiste na transferência compulsória dos bens do devedor. É ato processual irretratável e constitui título de domínio que deve ser levado ao Registro Imobiliário quando se tratar de bens imóveis. A quaestio juris devolvida ao conhecimento do Tribunal é saber se, no caso, a arrematação extinguiu a hipoteca ou se esta (hipoteca) é ineficaz em relação à penhora efetivada nos autos. Fundamental, em qualquer das hipóteses, inteirar-se das datas em que foram formalizadas e, nesse passo, imprescindível para o julgamento uma certidão (ou cópia) da matrícula do imóvel em disputa. A própria Agravante sustenta seus argumentos na (mera) alegação de que o registro da penhora é anterior ao (registro) da hipoteca. Nenhum documento foi trazido para comprovar essa assertiva e, via de conseqüência, o desfecho do recurso não pode amparar a sua pretensão. O Agravo de Instrumento, além da exposição do fato e do direito, com as razões do pedido de reforma da decisão, deve conter o nome e o endereço dos Advogados, sendo, obrigatoriamente, instruído com cópias da decisão agravada, da certidão da respectiva intimação e das procurações outorgadas 2. Era dever da Agravante ter trazido com a inicial, ou depois, até a contraminuta, as peças essenciais, 1 - Acrescido pela Lei nº 8.953, de 13/12/ Código de Processo Civil, artigo 525, inciso I

5 tanto as obrigatórias como as necessárias, ou facultativas, para a escorreita compreensão da controvérsia. Não cumpriu a disposição processual e a omissão é imperdoável. O Código de Processo Civil deixa implícito que deve ser comprovada a alegação fática 3 com o possível suporte documental, para que seja permitido conhecer dos fatos e dar-lhes a adequada incidência jurídica. Nenhum fato foi alegado como impeditivo da correta instrução do recurso. Claudicou (a Agravante) e deve arcar com as conseqüências 4. É esse, também, o entendimento cristalizado no Colendo Supremo Tribunal Federal, para situação análoga, de Agravo de Instrumento contra Decisão Denegatória de Recurso Constitucional: "Nega-se provimento a agravo para subida de recurso extraordinário, quando faltar no traslado o despacho agravado, a decisão recorrida, a petição de recurso extraordinário ou qualquer peça essencial à compreensão da controvérsia 5 " (Grifou-se). Não é possível o suprimento por determinação do Relator ou por requisição à Vara de origem. Trata-se de faculdade prevista no artigo 527 do Código de Processo Civil, para hipóteses diversas, em que se julgue necessário complementar informações, mas não para suprir a falha da Recorrente na instrução sobre as peças úteis ao julgamento. Constitui pressuposto de admissibilidade do agravo de instrumento que o recorrente instrua sua petição com todas as peças processuais consideradas obrigatórias e, também, aquelas reputadas essenciais ao pleno conhecimento das questões controvertidas a falta de comprovação de dados essenciais ao completo exame da controvérsia deve ser debitada, diante da nova sistemática procedimental introduzida pela Lei 9.139/95, ao próprio agravante, a quem competia, com 3 - Código de Processo Civil, artigo 524, incisos I e II. 4 - Juízo negativo de admissibilidade. 5 - Súmula º TACivSP - A. Rg ª Câm. - Rel. Juiz LAERTE SAMPAIO - J

6 exclusividade, o encargo de instruir o recurso recurso. Em face ao exposto, nega-se provimento ao IRINEU PEDROTTI Relator 7-2º TACivSP - AI Rel. Juiz PAULO HUNGRIA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA APELAÇÃO COM REVISÃO N º 641.562-0/7 CAMPINAS Apelante: Lafontes Seguros Administração e Corretora de Seguros S. C. Ltda. Apelada : Margarida da Cunha Santos AÇÃO DE COBRANÇA. EMBARGOS À EXECUÇÃO. CERCEAMENTO

Leia mais

APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke

APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke APELAÇÃO COM REVISÃO Nº 768.054-0/0 - Araçatuba Apelante: Erta Indústria, Comércio e Representações Ltda. Apelado : Bernardo Paulo Gehrke AÇÃO DE EXECUÇÃO. EMBARGOS DE TERCEIRO OPOSTOS PELO ADQUIRENTE

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso.

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. Por que se diz instrumento: a razão pela qual o recurso se chama agravo de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 604.369-0/1 Agravante: Moema Vídeo Comércio de Fitas e Serviços Ltda. Agravados: Sylvia de Araújo Courrege Roberto Courrege Edith Courrege Gomide AÇÃO DE DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 699.549-0/0 SÃO PAULO Agravante: Sociedade de Cultura Franciscana Agravadas: CHR Construtora e Comercial Ltda. Portifólio Participações e Empreendimentos Ltda. Agropecuária Rio

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO INOMINADO nº 2006.0003375-3/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE APUCARANA Recorrente...: ROVIGO INDUSTRIA E COMERCIO DE CONFECÇÕES LTDA Recorrida...: FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 666.123-0/7 SOROCABA Agravante: Maria da Conceição Latuf Agravado: Serviço Social da Indústria - SESI AGRAVO DE INSTRUMENTO. Ausência de cópia da certidão de intimação da decisão

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 904.124-0/9 São Paulo Agravante: Patrícia de Carvalho Izoldi Agravado: Paulo Penido Pinto Marques

AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 904.124-0/9 São Paulo Agravante: Patrícia de Carvalho Izoldi Agravado: Paulo Penido Pinto Marques AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 904.124-0/9 São Paulo Agravante: Patrícia de Carvalho Izoldi Agravado: Paulo Penido Pinto Marques AÇÃO DE DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADA COM COBRANÇA DE ALUGUERES E ENCARGOS.

Leia mais

DES. LUÍS AUGUSTO COELHO BRAGA (PRESIDENTE) E DES.ª ELISA CARPIM CORRÊA

DES. LUÍS AUGUSTO COELHO BRAGA (PRESIDENTE) E DES.ª ELISA CARPIM CORRÊA Agravo de instrumento. Recuperação judicial. Contrato de crédito. Hipótese em que a garantia do banco é dinheiro dos depósitos em conta corrente e aplicações financeiras na forma de penhor. Incidência

Leia mais

UARDO SA PIUIS =gsndevrl Relator

UARDO SA PIUIS =gsndevrl Relator TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SAO PAULO 28 a Câmara SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 1138257-0/0 J Comarca de SANTOS Processo 30647/97 8.V.CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO

Leia mais

Dados Básicos. Legislação. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Legislação. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 1.0024.05.707278-7/001(1) Tipo: Acórdão TJMG Data de Julgamento: 27/04/2011 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:13/05/2011 Estado: Minas Gerais Cidade: Belo Horizonte

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa AÇÃO DE COBRANÇA. SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. A prescrição anual prevista

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 965.983-0/6 São Paulo Agravante: Companhia de Seguros Minas Brasil Agravada: Carmen Gianetti Mesa AÇÃO DE COBRANÇA. SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PRESCRIÇÃO. A prescrição anual prevista

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa Agravo de Instrumento n 2 073.2012.001287-4 /001 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa Agravante: Marina Jacaré Clube Advogado:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA AGRAVO DE INSTRUMENTO N º 665.046-0/5 BARRA BONITA Agravante: José Arnaldo Serafim Agravada: Usina da Barra S. A. Açúcar e Álcool ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA. INDEFERIMENTO NOS PRÓPRIOS AUTOS. DECISÃO INTERLOCUTÓRIA.

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 24979-72.2009.8.06.0000/0 AGRAVANTES: JOSÉ SIMÃO FILHO E ANA LÚCIA SANTOS SIMÃO AGRAVADO: BANCO DO BRASIL S.A RELATOR: DR. FRANCISCO MARTÔNIO PONTES DE VASCONCELOS (JUIZ CONVOCADO)

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XV EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em 2003, João ingressou como sócio da sociedade D Ltda. Como já trabalhava em outro local, João preferiu não participar da administração da sociedade. Em janeiro

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Determinada pessoa jurídica declarou, em formulário próprio estadual, débito de ICMS. Apesar de ter apresentado a declaração, não efetuou o recolhimento do crédito

Leia mais

Exposição. 1. Município de Londrina ajuizou execução fiscal em face de Alessandro

Exposição. 1. Município de Londrina ajuizou execução fiscal em face de Alessandro APELAÇÃO CÍVEL N. 638896-9, DA COMARCA DE LONDRINA 2.ª VARA CÍVEL RELATOR : DESEMBARGADOR Francisco Pinto RABELLO FILHO APELANTE : MUNICÍPIO DE LONDRINA APELADO : ALESSANDRO VICTORELLI Execução fiscal

Leia mais

APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 863.771-0/2 Mogi das Cruzes Apelante: Maurício Guina Pires Apelado: Arnaldo Rufino Lopes Parte: Wagner Alves da Silva

APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 863.771-0/2 Mogi das Cruzes Apelante: Maurício Guina Pires Apelado: Arnaldo Rufino Lopes Parte: Wagner Alves da Silva APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 863.771-0/2 Mogi das Cruzes Apelante: Maurício Guina Pires Apelado: Arnaldo Rufino Lopes Parte: Wagner Alves da Silva EMBARGOS À EXECUÇÃO. AÇÃO DE DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 142 Registro: 2014.0000196662 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2032279-20.2014.8.26.0000, da Comarca de, em que é agravante ENGELUX CONSTRUTORA LTDA.

Leia mais

Peça prático-profissional

Peça prático-profissional Peça prático-profissional Marilza assinou 5 notas promissórias, no valor de R$ 1.000,00 cada uma, para garantir o pagamento de um empréstimo tomado de uma factoring chamada GBO Ltda. Recebeu na data de

Leia mais

1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA

1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA 1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA DAS CÉDULAS DE CRÉDITO HUMBERTO GOMES DO AMARAL RI MUZAMBINHO rimuzambinho@yahoo.com.br Telefone: 035-3571-5041 1- Cédula de Crédito Bancário Alienação Fiduciária

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho \,, *.. _ ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL n g- 001.2005.017735-9/001 Comarca de Campina Grande RELATOR : Des. Genésio

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos de. RIBEIRÃO PRETO, em que é agravante COMPANHIA HABITACIONAL

Vistos, relatados e discutidos estes autos de. RIBEIRÃO PRETO, em que é agravante COMPANHIA HABITACIONAL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO AC REG.STRADO(A)SOBN Vistos, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE INSTRUMENTO n e 682.409-5/0-00, da Comarca de RIBEIRÃO PRETO, em que é agravante COMPANHIA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURANDA Estado do Paraná

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURANDA Estado do Paraná LEI Nº 872/2009 Disciplina a dação de bens imóveis como forma de extinção da obrigação tributária no município de Juranda,, prevista no inciso XI do artigo 156 do Código Tributário Nacional, acrescido

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM C006 DIREITO TRIBUTÁRIO C006 DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL C006042 Responsabilidade Tributária. Exceção de pré-executividade. Determinada pessoa jurídica declarou, em formulário próprio estadual, débito de ICMS.

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39 SUMÁRIO Apresentação da Coleção...15 CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 1. Antecedentes históricos da função de advogado...19 2. O advogado na Constituição Federal...20 3. Lei de regência da

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores MARCOS RAMOS (Presidente), ANDRADE NETO E ORLANDO PISTORESI.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores MARCOS RAMOS (Presidente), ANDRADE NETO E ORLANDO PISTORESI. Registro: 2011.0000252337 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0200229-93.2011.8.26.0000, da Comarca de, em que é agravante CONDOMÍNIO EDIFÍCIO SAINT PAUL DE VENCE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ' J ACÓRDÃO Hipoteca - Ação declaratória de extinção proposta por arrematante contra o credor hipotecário Arrematação em processo de execução promovido por outro credor, quirografário - Admissibilidade

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR ACÓRDÃO

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR ACÓRDÃO Registro: 2013.0000227069 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0051818-40.2013.8.26.0000, da Comarca de Barueri, em que é agravante ITAU UNIBANCO S/A, são agravados

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO LEI Nº 1552, DE 18 DE AGOSTO DE 2011. Disciplina a dação em pagamento de obras, serviços e bem móvel como forma de extinção da obrigação tributária no Município de Codó, prevista no inciso XI do artigo

Leia mais

LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR

LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR ATUALIZAÇÃO 9 De 1.11.2014 a 30.11.2014 VADE MECUM LEGISLAÇÃO 2014 CÓDIGO CIVIL PÁGINA LEGISLAÇÃO ARTIGO CONTEÚDO 215 Lei 10.406/2002 Arts. 1.367 e 1.368-B Art. 1.367. A propriedade fiduciária em garantia

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito da Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro.

Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito da Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro. Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito da Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro. GRERJ Eletrônica n.º 80805541222-90 VIP SPORTS ASSESSORIA E EVENTOS ESPORTIVOS LTDA., pessoa

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO PRFN 3ª REGIÃO Nº 004 de 16 de dezembro de 2009.

ORDEM DE SERVIÇO PRFN 3ª REGIÃO Nº 004 de 16 de dezembro de 2009. ORDEM DE SERVIÇO PRFN 3ª REGIÃO Nº 004 de 16 de dezembro de 2009. Dispõe sobre o procedimento a ser adotado para a formalização e controle dos processos de parcelamentos de arrematação ocorrida nas hastas

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 468.333 - MS (2002/0108270-6) RELATOR : MINISTRO LUIS FELIPE SALOMÃO RECORRENTE : BANCO DO BRASIL S/A ADVOGADO : GILBERTO EIFLER MORAES E OUTRO(S) RECORRIDO : LEODARCY DA SILVA ANGELIERI

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO SEGUNDO TRIBUNAL DE ALÇADA CIVIL DÉCIMA CÂMARA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 772.028-0/0 SÃO SEBASTIÃO Agravante: Condomínio Santa Helena Agravado: Nelson Manoel do Rego Filho DESPESAS DE CONDOMÍNIO. AÇÃO DE EXECUÇÃO. PENHORA DO IMÓVEL GERADOR (DAS DESPESAS).

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em ação de indenização, em que determinada empresa fora condenada a pagar danos materiais e morais a Tício Romano, o Juiz, na fase de cumprimento de sentença, autorizou

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECLAMAÇÃO Nº 14.424 - PE (2013/0315610-5) RELATORA : MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI RECLAMANTE : SANTANDER LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL ADVOGADO : ANTÔNIO BRAZ DA SILVA E OUTRO(S) RECLAMADO : SEXTA

Leia mais

ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N i iiiiii mil mil mu iim um imi uni nu nu *03537614* Vistos, relatados

Leia mais

(ambas sem procuração).

(ambas sem procuração). ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 001.2009.006097-9 / 001 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa. Agravante: Itatj Seguros S/A. Advogado:

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0071.07.034954-4/001 Númeração 0349544- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Bitencourt Marcondes Des.(a) Bitencourt Marcondes 25/03/2009 30/04/2009

Leia mais

O Novo Código de Processo Civil e a Cobrança dos rateios em Condomínios

O Novo Código de Processo Civil e a Cobrança dos rateios em Condomínios O Novo Código de Processo Civil e a Cobrança dos rateios em Condomínios Jaques Bushatsky Setembro de 2015 Rateio das despesas: O Decreto nº 5.481, de 25/06/1928 possibilitou a alienação parcial dos edifícios

Leia mais

PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Civil Parte Geral e Contratos Professor: Marcu Antonio Gonçalves

PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Civil Parte Geral e Contratos Professor: Marcu Antonio Gonçalves PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Civil Parte Geral e Contratos Professor: Marcu Antonio Gonçalves QUESTÃO 01 Partindo-se da premissa da instrumentalidade do processo, há diferença ontológica entre a jurisdição

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000634892 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2150710-76.2015.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA,

Leia mais

Nº 11/CSMPF GAB/MC PROCESSO Nº : 1.00.001.000097/2006-99

Nº 11/CSMPF GAB/MC PROCESSO Nº : 1.00.001.000097/2006-99 Nº 11/CSMPF GAB/MC PROCESSO Nº : 1.00.001.000097/2006-99 INTERESSADO : Doutor Igor Nery Figueiredo RELATORA : Conselheira MARIA CAETANA CINTRA SANTOS ASSUNTO : 22º Concurso Público para Provimento de Cargos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 200 Registro: 2014.0000390320 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2044896-12.2014.8.26.0000, da Comarca de Franca, em que é agravante MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

Associação dos Advogados de São Paulo - AASP CUMPRIMENTO DE SENTENÇA DEFINITIVO E PROVISÓRIO. Prof. Luís Eduardo Simardi Fernandes @LuisSimardi

Associação dos Advogados de São Paulo - AASP CUMPRIMENTO DE SENTENÇA DEFINITIVO E PROVISÓRIO. Prof. Luís Eduardo Simardi Fernandes @LuisSimardi Associação dos Advogados de São Paulo - AASP CUMPRIMENTO DE SENTENÇA DEFINITIVO E PROVISÓRIO Prof. Luís Eduardo Simardi Fernandes @LuisSimardi INTRODUÇÃO - TÍTULO EXECUTIVO - DINAMARCO: Título executivo

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR RECURSO INOMINADO Nº 2006.0003212-2/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE CRUZEIRO DO OESTE RECORRENTE...: BRADESCO SEGUROS S. A. RECORRIDO...: ALEXANDRE GONÇALVES MANFRIM RELATOR...: EMENTA RECURSO

Leia mais

Repercussões do novo CPC para o Direito Contratual

Repercussões do novo CPC para o Direito Contratual Repercussões do novo CPC para o Direito Contratual O NOVO CPC E O DIREITO CONTRATUAL. PRINCIPIOLOGIA CONSTITUCIONAL. REPERCUSSÕES PARA OS CONTRATOS. Art. 1 o O processo civil será ordenado, disciplinado

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.409.688 - SP (2013/0336707-5) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : FAZENDA NACIONAL ADVOGADO : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL RECORRIDO : EDS ELECTRONIC DATA SYSTEMS

Leia mais

DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total

DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. FINALIDADE. DOS TÍTULOS REGISTRÁVEIS: ESCRITURA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2013.0000238691 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2013.0000238691 ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2013.0000238691 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0251526-08.2012.8.26.0000, da Comarca de Santos, em que é agravante DANILO JOSE RODRIGUES

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O Município Beta instituiu por meio de lei complementar, publicada em 28 de dezembro de 2012, Taxa de Iluminação Pública (TIP). A lei complementar previa que os proprietários

Leia mais

Dados Básicos. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 1.0694.10.000510-7/001 Tipo: Acórdão TJMG Data de Julgamento: 08/03/2012 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:21/03/2012 Estado: Minas Gerais Cidade: Três Pontas

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.374.048 - RS (2013/0073161-8) RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO HUMBERTO MARTINS : FAZENDA NACIONAL : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL : EMERSON DA SILVA

Leia mais

LABORATÓRIO 3. VI EXAME DE ORDEM UNIFICADO 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO LABORATÓRIO 3 PROFA. Maria Eugênia Conde @mageconde.

LABORATÓRIO 3. VI EXAME DE ORDEM UNIFICADO 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO LABORATÓRIO 3 PROFA. Maria Eugênia Conde @mageconde. Caso Prático Emerson Lima propôs reclamação trabalhista, pelo rito ordinário, em face de Rancho dos Quitutes, alegando que trabalhava como atendente em uma loja de conveniência localizada em um posto de

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.084.748 - MT (2008/0194990-5) RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO SIDNEI BENETI : AGRO AMAZÔNIA PRODUTOS AGROPECUÁRIOS LTDA : DÉCIO JOSÉ TESSARO E OUTRO(S) :

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO - 34ª CÂMARA Julgamento (sem segredo de justiça): 18.01.2006, v.u. APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 750.500-0/1 SÃO PAULO Apelante: Ocidental Comércio Exterior Ltda. Apelada: Oceanus Agência Marítima S. A. AÇÃO DE COBRANÇA.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2012.0000073026 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0145148-24.2009.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante ASSEFAC ASSESSOR FACTORING LTDA sendo apelados

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO nº 133023/PE (0006482-31.2013.4.05.0000)

AGRAVO DE INSTRUMENTO nº 133023/PE (0006482-31.2013.4.05.0000) AGRTE AGRDO ADV/PROC ORIGEM RELATOR : UNIÃO (FAZENDA NACIONAL) : CLEIDE & LIMA LTDA ME : PEDRO MELCHIOR DE MELO BARROS e outros : 28ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO (ARCOVERDE) : DESEMBARGADOR FEDERAL FERNANDO

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos, os autos acima

VISTOS, relatados e discutidos, os autos acima ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Gen ésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 001.2011.015750-81001 RELATOR : Dr. Aluízio Bezerra Filho, Juiz Convocado para

Leia mais

CFM ASSESSORIA E SERVIÇO DE COBRANÇA S/C LTDA. ingressou com AÇÃO DE RESCISÃO CONTRATUAL...

CFM ASSESSORIA E SERVIÇO DE COBRANÇA S/C LTDA. ingressou com AÇÃO DE RESCISÃO CONTRATUAL... APELAÇÃO COM REVISÃO N 0 752.904-0/0 SÃO PAULO Apelante: CFM Assessoria e Serviço de Cobrança S/C Ltda. Apelada: Xerox do Brasil Ltda. LOCAÇÃO. BEM MÓVEL. AÇÃO DE RESCISÃO CONTRATUAL. ADMISSIBILIDADE.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO Registro: 2013.0000259028 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0061195-35.2013.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante CRISTIANO DE BRITO BANDEIRA,

Leia mais

DECISÃO INTERLOCUTÓRIA HOMOLOGAÇÃO DO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL ANÁLISE APÓS ÚLTIMO DESPACHO NO MOV. 2304

DECISÃO INTERLOCUTÓRIA HOMOLOGAÇÃO DO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL ANÁLISE APÓS ÚLTIMO DESPACHO NO MOV. 2304 DECISÃO INTERLOCUTÓRIA HOMOLOGAÇÃO DO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL 2379] ANÁLISE APÓS ÚLTIMO DESPACHO NO MOV. 2304 1. PETIÇÃO DA CREDORA AUNDE BRASIL S/A. [mov. Considerando que não há previsão legal

Leia mais

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o 5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS AVENÇAS PARTES CONTRATANTES COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o n.... e no RG sob o n...., residente

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL Nº 70047221445 COMARCA DE PASSO FUNDO PALAO INDUSTRIAL LTDA

QUINTA CÂMARA CÍVEL Nº 70047221445 COMARCA DE PASSO FUNDO PALAO INDUSTRIAL LTDA AGRAVO INTERNO. FALÊNCIA E CONCORDATA. RECUPERAÇÃO JUDICIAL. HABILITAÇÃO DE CRÉDITO. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS DE URGÊNCIA. COMPROVAÇÃO DA ORIGEM. NECESSIDADE. 1. O pedido de habilitação

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 32721/2011 - CLASSE CNJ - 202 - COMARCA DE RONDONÓPOLIS ANIVALDO CORREIA DE MELLO

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 32721/2011 - CLASSE CNJ - 202 - COMARCA DE RONDONÓPOLIS ANIVALDO CORREIA DE MELLO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 32721/2011 CLASSE CNJ 202 COMARCA DE Fls. AGRAVANTE: AGRAVADO: ANIVALDO CORREIA DE MELLO LUIZ CARLOS FANELLI Número do Protocolo: 32721/2011 Data de Julgamento: 2262011 EMENTA

Leia mais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL PORTARIA CONJUNTA Nº 900, DE 19 DE JULHO DE 2002. Disciplina o pagamento ou parcelamento de débitos de que trata o art. 11 da Medida Provisória nº 38, de 14 de maio de 2002.

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PROFISSIONAL. 1 33. o Exame de Ordem Prova Prático-Profissional Direito Empresarial. UnB/CESPE OAB/RJ

DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PROFISSIONAL. 1 33. o Exame de Ordem Prova Prático-Profissional Direito Empresarial. UnB/CESPE OAB/RJ DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PROFISSIONAL Uma sociedade limitada é formada pelos sócios A, B e C, todos com idêntica participação societária. Constitui cláusula do contrato social que os sócios poderão ceder

Leia mais

GILBERTO VALENTE DA SILVA SUGESTÃO PRÁTICA SOBRE REGISTRO PENHORAS

GILBERTO VALENTE DA SILVA SUGESTÃO PRÁTICA SOBRE REGISTRO PENHORAS SUGESTÃO PRÁTICA SOBRE O REGISTRO DE PENHORAS Tenho visto, sistematicamente, Registradores devolvendo mandados que recebem, para registro de penhoras, com exigências relacionadas à qualificação do exeqüente,

Leia mais

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A APELAÇÃO CÍVEL. TRIBUTÁRIO. EXECUÇÃO FISCAL. IPTU. TRANSFERÊNCIA DO DIREITO. REDIRECIONAMENTO. POSSIBILIDADE. OBRIGAÇÃO PROPTER REM. VERBETE Nº 392 DA SÚMULA DO STJ. INAPLICABILIDADE. A transferência da

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 11 10/02/2015 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 805.859 RIO DE JANEIRO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S)

Leia mais

Dados Básicos. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 994.09.231.630-9 Tipo: Acórdão CSM/SP Data de Julgamento: 28/04/2011 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:07/07/2011 Estado: São Paulo Cidade: São Simão Relator:

Leia mais

TERCEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 10985/2009 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA DE POXORÉO

TERCEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 10985/2009 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA DE POXORÉO APELANTE: APELADO: FERTIPAR BANDEIRANTES LTDA. OFICIAL DO SERVIÇO DE REGISTRO DE IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS DA COMARCA DE POXORÉO Número do Protocolo: 10985/2009 Data de Julgamento: 29-6-2009 EMENTA

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação como forma de extinção da obrigação c) A mora accipiendi 2 c)

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 437880-18.2012.8.09.0000 (201294378805) DE GOIÂNIA

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 437880-18.2012.8.09.0000 (201294378805) DE GOIÂNIA AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 437880-18.2012.8.09.0000 (201294378805) DE GOIÂNIA AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR CÂMARA ELETROENGE ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA BANCO INDUSTRIAL E COMERCIAL S/A DESEMBARGADOR CARLOS

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 660.284 - SP (2004/0071142-4) RELATORA RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRA NANCY ANDRIGHI : PANAMERICANO ARRENDAMENTO MERCANTIL S/A : MANUEL MAGNO ALVES E OUTROS : ALEXANDRE ALMADA DANTAS

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No-328, DE 22 DE ABRIL DE 2013

RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No-328, DE 22 DE ABRIL DE 2013 RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN No-328, DE 22 DE ABRIL DE 2013 Altera a Resolução Normativa - RN 4, de 19 de abril de 2002, que dispõe sobre o parcelamento de débitos tributários e não tributários para com a

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator : MARIA ALICE FERRAZ. : BRASIL TELECOM S/A. : J. S. FAGUNDES CUNHA.

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator : MARIA ALICE FERRAZ. : BRASIL TELECOM S/A. : J. S. FAGUNDES CUNHA. RECURSO INOMINADO 2006.0003546-2/0 3 o JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE MARINGÁ RECORRENTE RECORRIDO_ RELATOR : MARIA ALICE FERRAZ. : BRASIL TELECOM S/A. : J. S. FAGUNDES CUNHA. AUSÊNCIA DO AUTOR,

Leia mais

PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013.

PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013. PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013. Publicado no DOM n 1.528, de 14.06.2013 Dispõe sobre procedimentos para solicitações referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 37ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO Registro: 2014.0000726618 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1007380-59.2014.8.26.0554, da Comarca de Santo André, em que é apelante JOSÉ RIBEIRO, é apelado KOPLENO PRODUTOS

Leia mais

Resumo. Sentença Declaratória pode ser executada quando houver o reconhecimento de uma obrigação.

Resumo. Sentença Declaratória pode ser executada quando houver o reconhecimento de uma obrigação. 1. Execução Resumo A Lei 11.232/05 colocou fim à autonomia do Processo de Execução dos Títulos Judiciais, adotando o processo sincrético (a fusão dos processos de conhecimento e executivo a fim de trazer

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF REF. AO PROCESSO NUMERAÇÃO ÚNICA: 0079759-29.2009.8.07.0001 NUMERAÇÃO ANTERIOR: 2009.01.1.172560-8

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA AGRAVANTE : INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA - INCRA INTERES. : MARIA DE HOLANDA E SILVA E OUTROS EMENTA ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL. DESAPROPRIAÇÃO.

Leia mais

APELAÇÃO. UNIÃO ESTÁVEL. PARTILHA. DERAM PARCIAL PROVIMENTO. Nº 70050462951 COMARCA DE MONTENEGRO A C Ó R D Ã O

APELAÇÃO. UNIÃO ESTÁVEL. PARTILHA. DERAM PARCIAL PROVIMENTO. Nº 70050462951 COMARCA DE MONTENEGRO A C Ó R D Ã O APELAÇÃO. UNIÃO ESTÁVEL. PARTILHA. Não há como reconhecer sub-rogação, por alegada venda de bem exclusivo, quando não provado nem minimamente que um bem exclusivo foi vendido, ou que eventuais valores

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 575.590 - RS (2003/0130567-7) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI RECORRENTE : ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADOR : LUCIANA MABILIA MARTINS E OUTROS RECORRIDO : BANCO DO BRASIL

Leia mais

Limitações na ação de consignação em pagamento. Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento.

Limitações na ação de consignação em pagamento. Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento. Limitações na ação de consignação em pagamento Kiyoshi Harada* Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento. 1 Conceito O que significa consignação em pagamento?

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SAO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO. 34* Câmara. Comarca de SÃO PAULO - FORO REGIONAL DE SANTANA Processo 123/98

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SAO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO. 34* Câmara. Comarca de SÃO PAULO - FORO REGIONAL DE SANTANA Processo 123/98 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SAO PAULO - SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO AGRAVO DE INSTRUMENTO No. 889629-0/6 34* Câmara Comarca de SÃO PAULO - FORO REGIONAL DE SANTANA Processo 123/98 7.V.CÍVEL AGVTE AGVDO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO BARROS DIAS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO BARROS DIAS AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 122610/AL (0001933-12.2012.4.05.0000) AGRTE : CRISTINA MOREIRA DE BRITO TENORIO ADV/PROC : FLÁVIO ADRIANO REBELO BRANDAO SANTOS E OUTRO AGRDO : FAZENDA NACIONAL ORIGEM: 5ª VARA

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0701.11.038426-3/001 Númeração 0384263- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Versiani Penna Des.(a) Versiani Penna 14/11/2013 25/11/2013 EMENTA: APELAÇÃO

Leia mais

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 685.350-1 DA COMARCA DE DOIS VIZINHOS VARA CÍVEL E ANEXOS

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 685.350-1 DA COMARCA DE DOIS VIZINHOS VARA CÍVEL E ANEXOS 7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 685.350-1 DA COMARCA DE DOIS VIZINHOS VARA CÍVEL E ANEXOS Apelante: FREDY NARCI DA SILVA MATIEVICZ Apelado: AVELINO ANDREATTA SANTOLIN Relator: Des. GUILHERME LUIZ GOMES

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 907.451 - GO (2006/0265729-5) RELATOR : MINISTRO JOSÉ DELGADO RECORRENTE : ESTADO DE GOIÁS PROCURADOR : ALEXANDRE SCARPONI CRUZ E OUTRO(S) RECORRIDO : UNIDOS ELETRODOMÉSTICOS LTDA ADVOGADO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 111.785 - SP (2010/0074549-0) RELATOR SUSCITANTE SUSCITADO INTERES. ADVOGADO INTERES. ADVOGADO : MINISTRO LUIS FELIPE SALOMÃO : JUÍZO FEDERAL DA 1A VARA DE BAURU - SJ/SP : TRIBUNAL

Leia mais

! " # $ $ % & $ $ ' (#! ) * + ),! -+!, #. + ) + / -+ /, 0

!  # $ $ % & $ $ ' (#! ) * + ),! -+!, #. + ) + / -+ /, 0 Durante dezenas de anos, os proprietários de imóveis na Barra da Tijuca (Jardim Oceânico e Tijucamar), tiveram seus imóveis devidamente registrados no 9º Ofício de Imóveis como alodiais ou seja livres

Leia mais

Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3

Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3 DIREITO DO TRABALHO PEÇA PROFISSIONAL Ponto 1 Pedro ingressou com reclamação trabalhista contra o estado de São Paulo para ver reconhecido o vínculo de emprego entre ambos, ainda que não tenha havido prévia

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO fls. 243 Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1114351-72.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante BROOKFIELD SÃO PAULO EMPREENDIMENTOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 580.326-0/7 CUBATÃO Apelante: Paulo Luis de Souza Apelado : Instituto Nacional do Seguro Social - INSS ACIDENTE DO TRABALHO. AGRAVO RETIDO. Interposto por advogado sem procuração

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO SÃO PAULO APELAÇÃO SEM REVISÃO Nº 552.432-0/3 Apelantes: Júlio Marcelo Zanini de Lima Lia Castelli Laguna de Lima Apelado : Condomínio Forest Hill s Park DESPESAS DE CONDOMÍNIO. COBRANÇA. DOMÍNIO E POSSE. COMPROMISSO

Leia mais

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA RGI N: ESCRITURA DE COMPRA E VENDA VENDEDOR: COMPRADORA: IMÓVEL: VALOR DA VENDA E COMPRA: R$ VALOR VENAL DE REFERÊNCIA: R$ INSCRIÇÃO CADASTRAL: S A I B A M quantos esta pública escritura virem aos ----

Leia mais