O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA"

Transcrição

1 O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA

2 DEDICADO AO POVO DE UBERLÂNDIA, AOS SERVIDORES MUNICIPAIS E A TODAS AS PESSOAS QUE TRABALHAM PELO BEM DA NOSSA GENTE. Uberlândia-MG, janeiro de 2012.

3 BemSocial. O compromisso de cuidar bem de quem mais precisa. Uberlândia é hoje a segunda maior cidade do interior do Brasil e conhecida nacionalmente pelo espírito empreendedor e pela força de trabalho do seu povo. Mas toda essa disposição não é empregada apenas no desenvolvimento econômico. Uberlândia deve e merece ser reconhecida também como a cidade do Desenvolvimento Social e do compromisso com o bem-estar do seu povo. Somente a Prefeitura realiza projetos e ações de assistência social que atendem aproximadamente 100 mil pessoas por mês. E para fortalecer ainda mais o Desenvolvimento Social de Uberlândia, a Prefeitura criou o Programa BemSocial, que integra todos os projetos de assistência social do Município em uma única identidade, facilitando a percepção da população sobre os benefícios e os locais de atendimento, que agora também estão descentralizados. E mais importante: com o BemSocial, a Prefeitura de Uberlândia é uma das pioneiras no Brasil na regulamentação de projetos e ações de assistência social através de lei. Um grande avanço, que transforma as nossas conquistas sociais em um bem permanente do nosso povo. Conheça as ações de assistência social realizadas pela Prefeitura de Uberlândia, seja de forma independente ou através de parcerias. Em cada página, mostramos o compromisso da Prefeitura de Uberlândia com o desenvolvimento humano. Mostramos que, através do trabalho de assistência social, realizamos nossa maior obra: dar uma melhor condição de vida a quem mais precisa.

4 Moradora do Condomínio do Idoso IDOSO

5 idoso ceai ATENDIMENTO AO IDOSO A Prefeitura respeita e valoriza quem tanto fez por nossa cidade. Por isso, investe na ampliação e melhoria dos CEAI s, oferecendo atendimento para a pessoa idosa. Atividades desenvolvidas: Centro Educacional de Assistência Integrada (CEAI) Informática. Hidroginástica e natação em piscina aquecida e coberta nos CEAI s 2, 3 e 4. Sala de Musculação nos CEAI s. Atividades ocupacionais como tricô, pintura em tecido, dentre outras. Oficinas culturais como dança, coral, violão. Critério: Ter idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos. 47

6 ceai idoso ceai 1 - brasil Inauguração: 31/08/1991 Endereço: Av. Rondon Pacheco, nº 5.865, B. Brasil Telefone: (34) / Região atendida: Setor Central Horário de funcionamento: De segunda à sexta das 7h às 18h ceai 2 - laranjeiras Inauguração: 15/09/1998 Endereço: Rua Senegal, nº 30, B. Laranjeiras Telefone: (34) / Região atendida: Setor Sul Horário de funcionamento: De segunda à sexta das 7h às 18h Quando eu venho pra minha aula de informática eu saio do real. Nas aulas me instruo bastante. Aprendi digitação e hoje tenho Orkut, MSN e . Vou até colocar internet na minha casa para dar continuidade nas atividades. Maria Aparecida de Melo, Bairro Santa Mônica. 48

7 idoso ceai ceai 3 - luizote de freitas Inauguração: 05/09/2007 Endereço: Rua Roberto Margonari, 100, B. Luizote Freitas Telefone: (34) Região atendida: Setor Oeste Horário de funcionamento: De segunda à sexta das 7h às 18h ceai 4 - guarani Inauguração: 1/10/2009 Endereço: Av. do Carnaval, nº 415, B. Guarani Telefone: (34) Região atendida: Setor Oeste Horário de funcionamento: De segunda à sexta das 7h às 18h 49

8 baile no bairro idoso baile no bairro Ação da Prefeitura de Uberlândia para oferecer opções de lazer e socialização para o idoso em sua própria comunidade, fazendo amigos e se divertindo para manter a saúde física, mental e emocional. Início do Programa: 2006 Horário dos Bailes: Das 13h30 às 17h Informações sobre os Bailes no Bairro: Bairro Local Dia Brasil CEAI 1 Segunda-feira Laranjeiras CEAI 2 Terça-feira Brasil CEAI 1 Quarta-feira Luizote de Freitas CEAI 3 Quarta-feira Laranjeiras CEAI 2 Quinta-feira Guarani CEAI 4 Sexta-feira Alvorada Centro Profissionalizante Alvorada Domingo 50

9 idoso condomínio do idoso condomínio do idoso Projeto pioneiro em Minas Gerais, o Condomínio do Idoso é uma iniciativa da Prefeitura de Uberlândia para oferecer moradia adequada, segurança, conforto e mais qualidade de vida para idosos de baixa renda. Inauguração: 11/06/2008 Endereço: Rua das Valsas, 540, B. Guarani. Telefone: (34) Funcionamento: Todos os dias da semana - 24 horas por dia Capacidade de atendimento: 48 idosos em 24 chalés Características das casas: Quarto, banheiro, cozinha e sala conjugadas, adaptados com normas técnicas de acessibilidade. Benefícios oferecidos: Segurança com portaria 24 horas. Economia porque moradores não pagam aluguel, água e energia elétrica Horta comunitária. Atividades físicas e ocupacionais: acesso direto ao CEAI Guarani (construído junto ao Condomínio do Idoso) para a prática de atividades físicas, artísticas e ocupacionais. Cuidados médicos: disponibilidade para atendimento pela equipe médica do UBSF Guarani. atendimento emergencial Atendimento a idosos em situação de exploração financeira, negligência familiar, maus tratos e abandono familiar. Endereço: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Telefone: (34)

10 casa dia idoso casa dia Atendimento a idosos de baixa renda, de ambos os sexos, não portadores de doenças infectocontagiosas e mentais, que não tenham condições de permanecer desacompanhados em seu domicílio. Espaço adaptado: Área de 403m² composta por alojamento feminino e masculino, banheiros, refeitório, sala de atividades, sala de recreação e sala de enfermagem. Início do atendimento: 23/06/2008 Endereço: Av. Rondon Pacheco, 5865, B. Brasil Telefone: (34) Horário de funcionamento: Das 8h às 16h30, de segunda a sexta-feira Capacidade de atendimento: 25 vagas Atendimento integrado: Os idosos da Casa Dia utilizam o BemSocial CEAI 1 Brasil, que fica no mesmo espaço físico, para a prática de atividade ocupacionais, físicas e de lazer, buscando a melhoria da qualidade de vida do idoso. 52

11 idoso bpc BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA (BPC) A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho realiza o atendimento inicial para facilitar o acesso ao Benefício de Prestação Continuada BPC, que é um benefício federal que, consoante à Lei Orgânica de Assistência Social LOAS, tem por objetivo garantir um salário mínimo mensal às pessoas com idade igual ou superior a 65 anos que comprovem não possuir meios de prover sua própria manutenção ou tê-la provida por sua própria família, e que apresentem renda per capita inferior a ¼ do salário mínimo vigente. Quem define o recebimento: O benefício é concedido ou não pelo INSS e não deve ser confundido com aposentadoria, pois é um benefício assistencial e não previdenciário. Informações: Endereço: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho Telefone: (34) Ajuda muito. Com o benefício, é melhor. Sônia Alves Martins, cardíaca Acolhimento Institucional para Idosos / Instituições de Longa Permanência (Asilos) Organizações não governamentais com acompanhamento da Diretoria de Proteção Social ao Idoso e a Pessoa com Deficiência. Acolhimento e cuidados para idosos, realizados por entidades não governamentais que recebem apoio e recursos da Prefeitura. Tipo de serviço: Atendimento não governamental, subvencionado e acompanhado pela Prefeitura de Uberlândia. Definição legal: De acordo com a Resolução do Conselho Nacional de Assistência Social de nº 109, de 11 de novembro de 2009, são instituições destinadas a pessoas idosas que não dispõem de condições para permanecer com a família, idosos(as) em situação de rua e de abandono, com vínculos familiares fragilizados ou rompidos. São também previstas para idosos(as) com vivência de situação de negligência familiar, institucional, de autonegligência, abusos, maus tratos e outras formas de violência. Nº Nome da Entidade Endereço 1 Instituição Social São Vicente e Santo Antônio Rua Coronel Severiano, 131, Centro 2 Fundação de Ação Social Evangélica Rev. Adão Bomtempo - CEATI Rua José Silva Santos, 240, Santa Luzia 3 Grupo Espírita André Luiz Rua Ipanema, 840, Copacabana 4 Núcleo Social Jesus de Nazaré Rodovia Comunitária Neuza Rezende, km 08 Parceria com o Conselho Municipal do Idoso enquanto órgão de avaliação de políticas de atenção aos Idosos no seu respectivo âmbito de atuação e com o Ministério Público Promotoria de Justiça do Cidadão Defesa da Saúde e Defesa dos Direitos dos Deficientes e Idosos. 53

12

13 Conheça mais sobre o Programa BemSocial e o trabalho da Prefeitura de Uberlândia. Acesse:

14

Disciplina: modernidade e Envelhecimento Curso de Serviço Social 3º e 5º Semestre Políticas públicas para idosos 1 Marco Legal Nacional Constituição Federal (1988) Art. 202 Inciso I Ao idoso é assegurado

Leia mais

Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais

Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais Serviços públicos destinados à pessoa idosa em Minas Gerais Serviços instituídos pelo poder público, organizados de acordo com a parte do Estatuto do Idoso à qual estão relacionados. Serviços relacionados

Leia mais

www.unifeb.edu.br PROJETO CUIDA DIREITO do Idoso

www.unifeb.edu.br PROJETO CUIDA DIREITO do Idoso www.unifeb.edu.br Cartilha do Idoso APRESENTAÇÃO OS DIREITOS DOS IDOSOS NO MUNICÍPIO DE BARRETOS ASSISTÊNCIA SOCIAL PENSÃO ALIMENTÍCIA PLANO DE SAÚDE PREVIDÊNCIA SOCIAL INFORMAÇÕES ÚTEIS APRESENTAÇÃO Essa

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 NOME DO SERVIÇO Serviço de Acolhimento Institucional para Idosos, classificado como Serviço de proteção Social Especial de Alta Complexidade. DESCRIÇÃO A entidade prestou em

Leia mais

Conselho Estadual do Idoso de Minas Gerais

Conselho Estadual do Idoso de Minas Gerais Conselho Estadual do Idoso de Minas Gerais O Conselho Estadual do Idoso - CEI - foi criado pela Lei nº 13.176 de 20 de janeiro de 1999, como um órgão deliberativo e controlador das políticas e das ações

Leia mais

Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h

Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h Programa e Projetos Secretaria Municipal de Assistência Social Rua José Teodoro Ramos, nº 16 - Fones (18) 3341-1412 - 3341-4681 Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30

Leia mais

OBSERVATÓRIO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DIRIGIDAS À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM PIRACICABA ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS AUTISTAS DE PIRACICABA AUMA

OBSERVATÓRIO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DIRIGIDAS À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM PIRACICABA ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS AUTISTAS DE PIRACICABA AUMA OBSERVATÓRIO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DIRIGIDAS À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM PIRACICABA ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS AUTISTAS DE PIRACICABA AUMA Entidade não governamental, com personalidade jurídica

Leia mais

Pagamento da Renda Mensal Vitalícia por Idade

Pagamento da Renda Mensal Vitalícia por Idade Programa 1282 Proteção Social ao Idoso Objetivo níveis de complexidade e demandas do território, em conformidade com os pressupostos do Sistema Único de Assistência Social, e primando pela convivência

Leia mais

www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br

www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br 5.485.424 idosos - 2014 9.316.614 idosos - 2030 Fonte: Fundação SEADE Novas Demandas e Desafios Poder Público Sociedade Famílias Garantia de Direitos Proteção Social

Leia mais

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA DEDICADO AO POVO DE UBERLÂNDIA, AOS SERVIDORES MUNICIPAIS E A TODAS AS PESSOAS QUE TRABALHAM PELO BEM DA NOSSA GENTE. Uberlândia-MG, janeiro de 2012. BemSocial.

Leia mais

Dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências.. CAPÍTULO I. Da Finalidade

Dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências.. CAPÍTULO I. Da Finalidade Dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências.. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

Leia mais

CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS

CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS CADASTRO ÚNICO POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E SEUS DIREITOS SABIA? VOCÊ As pessoas em situação de rua têm direito a estar no Cadastro Único. O que é o Cadastro Único? O Cadastro Único identifica quem são

Leia mais

SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL -Principais serviços que a Assistência Social possui para atendimento de idosos: - Proteção Social Básica (atendimento preventivo) - Centro de Convivência do Idoso - atualmente

Leia mais

Projeto Pequenas Damas

Projeto Pequenas Damas Mostra Local de: Arapongas Projeto Pequenas Damas Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Associação das Damas de Caridade de Arapongas

Leia mais

PROJETO CASA LAR DO CEGO IDOSO CIDADANIA NO ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL

PROJETO CASA LAR DO CEGO IDOSO CIDADANIA NO ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PROJETO CASA LAR DO CEGO IDOSO CIDADANIA NO ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL DADOS DA ORGANIZAÇÃO: Nome: Associação de Cegos Louis Braille - ACELB, mantenedora da Casa Lar do Cego Idoso Endereço: Rua Braille

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome POLÍTICA DE ATENDIMENTO AO IDOSO NO ÂMBITO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - S U A S

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome POLÍTICA DE ATENDIMENTO AO IDOSO NO ÂMBITO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - S U A S POLÍTICA DE ATENDIMENTO AO IDOSO NO ÂMBITO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - S U A S MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Data de Criação: 23 de janeiro de 2004. Objetivo: aumentar a intersetorialidade

Leia mais

LEI Nº 3.612, DE 13/09/2012.

LEI Nº 3.612, DE 13/09/2012. LEI Nº 3.612, DE 13/09/2012. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO PROGRAMA FAMÍLIA ACOLHEDORA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACRUZ, ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES Projeto de Lei n 340/99 464 LEI N 4.864 DE 12 DE MARÇO DE 1999 Dispõe sobre a Política Municipal do Idoso, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES; FAÇO SABER QUE A CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA

MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA MINISTÉRIO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ATENDIMENTO À PESSOA IDOSA BRASIL Ü 2025 32 milhões de idosos 6º LUGAR NO MUNDO 2002 15 milhões de Idosos LEGISLAÇÃO DE PROTEÇÃO SOCIAL PARA O IDOSO Lei Orgânica da Assistência

Leia mais

A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO

A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO A GESTÃO DO CREAS E AS MUDANÇAS COM A TIPIFICAÇÃO E O PROTOCOLO DE GESTÃO A Assistência Social como política de proteção social configura uma nova situação para o Brasil: garantir proteção a todos, que

Leia mais

V Simpósio da ARELA-RS sobre Esclerose Lateral Amiotrófica ELA

V Simpósio da ARELA-RS sobre Esclerose Lateral Amiotrófica ELA V Simpósio da ARELA-RS sobre Esclerose Lateral Amiotrófica ELA Geneviève Lopes Pedebos Assistente Social Mestre em Serviço Social pela PUCRS Porto Alegre, 08/05/2010 Na área da saúde, o Assistente Social

Leia mais

SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E HUMANO

SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E HUMANO SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DESENVOLVIMENTO HUMANO TRABALHOS REALIZADOS NO 1º QUADRIMESTRE 2013 O Programa Atenção Integral as Famílias - PAIF, consiste no trabalho de fortalecimento de vínculos

Leia mais

Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis. Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil

Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis. Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil Há 17 anos promovendo os direitos dos idosos com qualidade de vida. Nossa História O Grupo

Leia mais

Escala horária de propaganda em rede para televisão 08/10/2010 a 29/10/2010

Escala horária de propaganda em rede para televisão 08/10/2010 a 29/10/2010 Justiça Eleitoral Página 1 de 5 Cargo: Presidente Data da propaganda: 08/10/2010 SEXTA-FEIRA PARA O BRASIL SEGUIR MUDANDO 13:00:00 13: 20:30:00 20:40:00 O Brasil Pode Mais 13: 13:20:00 20:40:00 20:50:00

Leia mais

Projeto Faculdade Para Você

Projeto Faculdade Para Você Projeto Faculdade Para Você O programa de beneficio estudantil ABBES permite ao aluno estar cursando faculdade, em troca de serviços sociais. O processo seletivo ocorre duas vezes ao ano, disponibilizando

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL PARA A PESSOA IDOSA

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL PARA A PESSOA IDOSA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL PARA A PESSOA IDOSA Potyara A. P. Pereira 1 Introdução Do conjunto de leis, direitos e políticas que, a partir da Constituição Federal de 1988, compõem a nova institucionalidade

Leia mais

- 2015. REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO

- 2015. REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO - 2015 REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO DATA HORÁRIO ATIVIDADE / OBJETIVO RESPONSÁVEL LOCAL 02 /03/15 (segunda - feira) 16:00h Solenidade de Instalação da Vara de Violência

Leia mais

PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO - PPA AÇÕES VOLTADAS AO DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA GOVERNAMENTAL

PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO - PPA AÇÕES VOLTADAS AO DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA GOVERNAMENTAL Exercício: 2 28//23 - ::3 RUA ANTONIO TAVARES, 33, CENTRO, MIRASSOL DOESTE/MT UNIDADE 2 - FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL FUNÇÃO: - Administração SUBFUNÇÃO: 22 - Administração Geral PROGRAMA: 2 -

Leia mais

PROJETO DE LEI N 505/2013 CAPÍTULO I DOS BENEFÍCIOS E SEUS OBJETIVOS

PROJETO DE LEI N 505/2013 CAPÍTULO I DOS BENEFÍCIOS E SEUS OBJETIVOS PROJETO DE LEI N 505/2013 REGULAMENTA OS BENEFÍCIOS EVENTUAIS PREVISTOS NA LEI FEDERAL N.º 8.472/93 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Povo do Município de Nepomuceno, Minas Gerais, por seus representantes legais

Leia mais

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA

O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA O COMPROMISSO DE CUIDAR BEM DE QUEM MAIS PRECISA DEDICADO AO POVO DE UBERLÂNDIA, AOS SERVIDORES MUNICIPAIS E A TODAS AS PESSOAS QUE TRABALHAM PELO BEM DA NOSSA GENTE. Uberlândia-MG, janeiro de 2012. BemSocial.

Leia mais

IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR

IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR Rosiane Costa de Souza Assistente Social Msc Serviço Social/UFPA Diretora de Assistência Social Secretaria de Estado de Assistência Social do Pará

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Ipanema, o estudante também aprende e desenvolve habilidades além da sala de aula. As turmas das Atividades Extraclasse, para cada modalidade, são divididas de acordo

Leia mais

Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social.

Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social. Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social. Estes dados são resultado de um processo participativo sem desenho amostral e cumprimento de cotas, cuja margem de erro

Leia mais

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de

Leia mais

Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais.

Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais. Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais. Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social. O CADASTRO ÚNICO é a porta de entrada para os Programas Sociais do Governo Federal e

Leia mais

Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso

Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso Curso: Reflexões sobre o papel dos conselhos estadual e municipais do idoso Novembro de 2014 Apoio: A Garantia de Proteção Integral da Pessoa Idosa e a Fiscalização das ILPIS Cláudia Maria Beré Promotora

Leia mais

A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal.

A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal. A porta de entrada para você receber os benefícios dos programas sociais do Governo Federal. Para que serve o Cadastro Único? O Cadastro Único foi criado para o governo saber melhor quem são e como vivem

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

FUNCIONÁRIOS EFETIVOS

FUNCIONÁRIOS EFETIVOS NÚCLEO TANCREDÃO Coordenador: Antônio Eduardo Oliveira Santos Email: dudabrasil4@hotmail.com Endereço: Av Dário Lourenço, s/n Bairro: Mário Cypreste CEP: 29027-198 Telefone: (27) 3322-1846 Horário de funcionamento:

Leia mais

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A

ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A ESTA PALESTRA NÃO PODERÁ SER REPRODUZIDA SEM A REFERÊNCIA DO AUTOR Irma Martins Moroni da Silveira FALAR DA CONTEMPORANEIDADE É REFLETIR SOBRE O TEMPO PRESENTE Falar do hoje da Assistência Social; Como

Leia mais

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência O que é a Defensoria Pública? A Defensoria Pública do Estado é uma Instituição permanente

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N o 117, DE 2011 I - RELATÓRIO

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N o 117, DE 2011 I - RELATÓRIO COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 117, DE 2011 (Apensos: Projetos de Lei n os 130, 289, 561, 747, 911, 1.389, 1.629, 2.238 e 2.543, de 2011) Altera dispositivos da Lei nº 8.742,

Leia mais

ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO

ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO I- DA PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA. II- DA PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL. III- DO CO-FINANCIAMENTO E DOS REQUISITOS, PARA O

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO INTRODUÇÃO POLÍTICAS: - SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - ASSISTÊNCIA SOCIAL - TRABALHO, EMPREGO E RENDA - HABITAÇÃO SEGURANÇA ALIMENTAR

Leia mais

Conselho Municipal dos Direitos do Idoso

Conselho Municipal dos Direitos do Idoso Conselho Municipal dos Direitos do Idoso Av. Duque de Caxias, 635 Jd. Mazzei II Londrina-PR Fone: (43) 3372-4046 / Fax: (43) 3372-4547 cmdi@londrina.pr.gov.br / cmdi_londrina@yahoo.com.br 7ª CONFERÊNCIA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES PLANO DE GOVERNO 2009 / 2012 EDUCAÇÃO O que buscamos Proporcionar educação com qualidade social para todas as crianças. Erradicar o analfabetismo, ampliar o nível

Leia mais

Programas vinculados ao Cadastro Único

Programas vinculados ao Cadastro Único Programas vinculados ao Cadastro Único O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal ( Cadastro Único) é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, entendidas

Leia mais

Gestão Municipal do Cadastro Único. Programa Bolsa Família

Gestão Municipal do Cadastro Único. Programa Bolsa Família Gestão Municipal do Cadastro Único e Programa Bolsa Família Gestora Olegna Andrea da Silva Entrevistadora e Operadora de Cadastro Ana Paula Gonçalves de Oliveira A porta de entrada para receber os bene?cios

Leia mais

Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social

Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social Flávia J.Rodrigues de Sá Pinheiro de Melo Assistente Social Especialista em Saúde Mental e Moléstias Infecciosas - Unicamp Serviço Atenção

Leia mais

Q UESTIO NÁ RI O DE AVA LI AÇÃO Página 1 de 5

Q UESTIO NÁ RI O DE AVA LI AÇÃO Página 1 de 5 PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTES CLAROS PROGRAMA SOCIOECONÔMICO DO MEIO PASSE ESTUDANTIL Q UESTIO NÁ RI O DE AVA LI AÇÃO Página 1 de 5 IDENTIFICAÇÃO: NIS: Nome: Apelido Data de Nascimento/Idade:_ RG CPF_

Leia mais

Curso de Extensão em Direito Previdenciário

Curso de Extensão em Direito Previdenciário Curso de Extensão em Direito Previdenciário Teoria Básica dos Benefícios Previdenciários Requisitos específicos g) Aposentadoria por idade Art. 48 da Lei 8.213/91: A aposentadoria por idade será devida

Leia mais

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV SILVA, D. Pollyane¹ MORO, M. Silvana ² SOUSA, G. Cristiane³ Resumo Este trabalho tem o intuito de descrever a Prática Profissional

Leia mais

PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DO PROGRAMA NACIONAL MULHERES MIL EDITAL Nº 61 /2013

PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DO PROGRAMA NACIONAL MULHERES MIL EDITAL Nº 61 /2013 PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DO PROGRAMA NACIONAL MULHERES MIL EDITAL Nº 61 /2013 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

PRAZO DE RETIRADA E ENTREGA DO QUESTIONÁRIO

PRAZO DE RETIRADA E ENTREGA DO QUESTIONÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS REITORIA Avenida Prof. Mário Werneck, 2590 - Buritis - Belo

Leia mais

Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS

Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS Palestra: Política Nacional de Assistência Social e Sistema Único da Assistência Social SUAS Professores: Leonardo Martins Prudente e Adailton Amaral Barbosa Leite Brasília, Agosto de 2013 Política Nacional

Leia mais

Faço saber que a Câmara Municipal de Queimados, APROVOU e eu SANCIONO a seguinte Lei:

Faço saber que a Câmara Municipal de Queimados, APROVOU e eu SANCIONO a seguinte Lei: LEI N.º 1135/13, DE 01 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre o Sistema Municipal de Assistência Social de Queimados e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal de Queimados, APROVOU e eu SANCIONO

Leia mais

QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS

QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS NDF IN PROFISSIONAIS Entrevistador (a): Supervisor(a): Data da entrevista: Nome da Instituição (fantasia):

Leia mais

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras. Escola Satélite. Professora: Roberta Sant André. Curso de Especialização

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras. Escola Satélite. Professora: Roberta Sant André. Curso de Especialização Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Núcleo de Escola Satélite Pós-Graduação Pitágoras Curso de Especialização Escola Satélite em Política de Assistência Social e Gestão Suas Professora: Roberta Sant André

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: O MOSSOROENSE DATA: 13.01.15 EDITORIA: CAPA E COTIDIANO

FECOMÉRCIO VEÍCULO: O MOSSOROENSE DATA: 13.01.15 EDITORIA: CAPA E COTIDIANO FECOMÉRCIO VEÍCULO: O MOSSOROENSE DATA: 13.01.15 EDITORIA: CAPA E COTIDIANO Classificação: Positiva VEÍCULO: JORNAL DE HOJE DATA: 12.01.15 EDITORIA: MARCOS AURÉLIO DE SÁ Classificação: Positiva VEÍCULO:

Leia mais

Lei nº 8.111, de 08 de outubro de 2009.

Lei nº 8.111, de 08 de outubro de 2009. Lei nº 8.111, de 08 de outubro de 2009. Dispõe sobre a política municipal do idoso e dá outras providências A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: CAPÍTULO I

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

Espanhol Nara. Prod. Texto. Jullyana

Espanhol Nara. Prod. Texto. Jullyana Horário de aulas do 6 Ano Ensino Fundamental ao 3ª Ensino Médio Segunda- feira Segunda - feira Ed. Ed. 4 aula Ed. Ed. Ed. Terça- feira - Terçafeira Ed. Ed. 4 aula Ed. Ed. Ed. Quarta-feira Quartafeira Ed.

Leia mais

BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA E ENVELHECIMENTO ATIVO: CONQUISTAS E DESAFIOS

BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA E ENVELHECIMENTO ATIVO: CONQUISTAS E DESAFIOS BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA E ENVELHECIMENTO ATIVO: CONQUISTAS E DESAFIOS Cristiane Cinat Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP - Franca cricriblue@hotmail.com Introdução

Leia mais

A Família e o Movimento pela Inclusão

A Família e o Movimento pela Inclusão A Família e o Movimento pela Inclusão (Mônica Pereira dos Santos) 1 Já sabemos que a luta pelos direitos dos portadores de deficiência não é recente. No Brasil, se traçarmos uma demarcação temporal, podemos

Leia mais

CENTRO DE ARTES E ESPORTES UNIFICADOS CEU MUNICÍPIO PONTA GROSSA - PARANÁ

CENTRO DE ARTES E ESPORTES UNIFICADOS CEU MUNICÍPIO PONTA GROSSA - PARANÁ CENTRO DE ARTES E ESPORTES UNIFICADOS CEU MUNICÍPIO PONTA GROSSA - PARANÁ Mobilização Social Sensibilização e mobilização: Sociedade civil, poder público local e sociedade civil organizada; Contato com

Leia mais

Tarifa Social de Energia Elétrica Conheça as novas regras do Programa!

Tarifa Social de Energia Elétrica Conheça as novas regras do Programa! Tarifa Social de Energia Elétrica Conheça as novas regras do Programa! 1FOLDER_TARIFA_SOCIAL_alt.indd 1 30/11/12 18:25 O que é a Tarifa Social de Energia Elétrica? São descontos na conta de energia elétrica

Leia mais

Edital de Seleção para o Programa de Assistência Estudantil PAE CAP -2016. Edital 1

Edital de Seleção para o Programa de Assistência Estudantil PAE CAP -2016. Edital 1 Edital 1 Seleção de Bolsa de Estudos conforme Lei Federal n.º 12.101, de 27 de Novembro de 2009 O Colégio de Aplicação Dr. Paulo Gissoni, mantido pelo Centro Educacional de Realengo, no uso de suas competências

Leia mais

COLIGAÇÃO INOVAR É PRECISO PROPOSTA DE GOVERNO 2013/2016

COLIGAÇÃO INOVAR É PRECISO PROPOSTA DE GOVERNO 2013/2016 COLIGAÇÃO INOVAR É PRECISO PROPOSTA DE GOVERNO 2013/2016 ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL Implantar o Plano Diretor. Implantar o Orçamento participativo. Valorização pessoal do funcionário público municipal. Implantação

Leia mais

Prefeitura e Com unidade m udando Porto Alegre para m elhor.

Prefeitura e Com unidade m udando Porto Alegre para m elhor. Governar para quem m ais precisa: Prefeitura e Com unidade m udando Porto Alegre para m elhor. O trabalho da Fasc está sendo fortalecido e am pliado. N ova sede adm inistrativa da FASC Recuperação e adequação

Leia mais

Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012

Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012 Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012 Administração: Rodrigo Antônio de Agostinho Mendonça Secretária do Bem Estar Social: Darlene Martin Tendolo Diretora de Departamento: Silmaire

Leia mais

ANEXO I. Londrina, de de 2015. Prezada senhora:

ANEXO I. Londrina, de de 2015. Prezada senhora: ANEXO I Londrina, de de 2015. Prezada senhora: Eu,, portador da R.G. nº, venho solicitar a isenção da taxa de inscrição para o processo seletivo do Curso de Residência em, conforme RESOLUÇÃO CNRM N.º 07,

Leia mais

Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte

Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte Elizabeth Leitão Secretária Municipal Adjunta de Assistência Social Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Março de 2012 Conceito

Leia mais

EDITAL N. 001/2014 PROJETO: OFICINAS DE FORMAÇÃO NA ÁREA CULTURAL PARA ALUNOS DA REDE PÚBLICA

EDITAL N. 001/2014 PROJETO: OFICINAS DE FORMAÇÃO NA ÁREA CULTURAL PARA ALUNOS DA REDE PÚBLICA EDITAL N. 001/2014 PROJETO: OFICINAS DE FORMAÇÃO NA ÁREA CULTURAL PARA ALUNOS DA REDE PÚBLICA E PARTICULAR DE ENSINO, PAIS DE ALUNOS E TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO, ALUNOS DOS PROJETOS SOCIAIS, ALUNOS DE

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Assistência Social Departamento de Benefícios Assistenciais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Assistência Social Departamento de Benefícios Assistenciais Anexo IV Metas Fiscais IV.8 Avaliação da Situação Financeira e Atuarial dos Benefícios Assistenciais da Lei Orgânica de Assistência Social LOAS (Art. 4 o, 2 o, inciso IV, da Lei Complementar n o 101, de

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PROGRAMA DE METAS Gestão 2013/2016 APRESENTAÇÃO... 2 I - VISÃO DO MUNICÍPIO... 3 II COMPROMISSO... 3 III PRINCÍPIOS DE GESTÃO... 3 IV DIRETRIZES ESTRATÉGIAS... 4 PROGRAMA DE METAS DESENVOLVIMENTO URBANO...

Leia mais

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SOCIOASSISTENCIAL X SOCIOEDUCATIVO SOCIOASSISTENCIAL apoio efetivo prestado a família, através da inclusão em programas de transferência de renda

Leia mais

SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social

SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social A Política Estadual de Assistência Social - PERNAMBUCO SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social PERNAMBUCO Contexto

Leia mais

PROJETO DE LEI N 504/2013

PROJETO DE LEI N 504/2013 PROJETO DE LEI N 504/2013 AUTORIZA A CONCESSÃO DE AUXÍLIO TRANSPORTE AOS ESTUDANTES DE CURSO SUPERIOR E CURSO TÉCNICO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Povo do Município de Nepomuceno, Minas Gerais, por seus

Leia mais

LEI Nº.1015 DE 11 DE NOVEMBRO DE 2013.

LEI Nº.1015 DE 11 DE NOVEMBRO DE 2013. LEI Nº.1015 DE 11 DE NOVEMBRO DE 2013. Dispõe sobre a Política Municipal de Atendimento ao Idoso do Município de São Gonçalo do Rio Abaixo, Cria o Conselho Municipal do Idoso e dá outras providências.

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS PÚBLICAS PREFEITURA MUNICIPAL DE BAIÃO

PRESTAÇÃO DE CONTAS PÚBLICAS PREFEITURA MUNICIPAL DE BAIÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS PÚBLICAS PREFEITURA MUNICIPAL DE BAIÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL DE BAIÃO-PA. Secretária Eliana do Couto da Rocha JANEIRO - 2015 ASSISTÊNCIA SOCIAL ASSISTÊNCIA SOCIAL

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL A NOVA HISTÓRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL DAS Norte Campinas/SP ASSISTÊNCIA SOCIAL Constituição de 1988 e LOAS Assistência Social inserida como política da Seguridade Social

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 121, DE 25 DE JANEIRO DE 2012

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 121, DE 25 DE JANEIRO DE 2012 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 121, DE 25 DE JANEIRO DE 2012 Institui a Unidade de Acolhimento para pessoas

Leia mais

OBSERVATÓRIO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DIRIGIDAS À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM PIRACICABA ASSOCIAÇÃO CRIANÇAS DO BRASIL EM PIRACICABA

OBSERVATÓRIO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DIRIGIDAS À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM PIRACICABA ASSOCIAÇÃO CRIANÇAS DO BRASIL EM PIRACICABA OBSERVATÓRIO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DIRIGIDAS À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM PIRACICABA ASSOCIAÇÃO CRIANÇAS DO BRASIL EM PIRACICABA Entidade não governamental, com personalidade jurídica própria. Criada

Leia mais

PROJETO PRAÇA VIVA. INTEGRANTES: Profissionais/ Alunos/ Professores envolvidos.

PROJETO PRAÇA VIVA. INTEGRANTES: Profissionais/ Alunos/ Professores envolvidos. PROJETO PRAÇA VIVA INTEGRANTES: Profissionais/ Alunos/ Professores envolvidos. Coordenador: Itamar José de Oliveira Junior (Profissional de Educação Física) Acadêmicos do Curso de Educação Física, Nutrição

Leia mais

O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968

O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968 O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968 Com a Constituição Federal de 1988, a Assistência Social passa

Leia mais

DEMOCRACIA, ÉTICA E RENOVAÇÃO

DEMOCRACIA, ÉTICA E RENOVAÇÃO PLANO DE GESTÃO CANDIDATURA A DIREÇÃO GERAL DO IFSC CÂMPUS CHAPECÓ ROBERTA PASQUALLI DIRETORA GERAL LUIS FERNANDO POZAS DIRETOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO ELIANDRO LUIZ MINSKI DIRETOR DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NATAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE NATAL PREFEITURA MUNICIPAL DE NATAL Lei Nº 05129/99 Tipo: LEI ORDINÁRIA Autor: CHEFE DO EXECUTIVO MUNICIPAL Data: (13/9/1999) Classificação: REGULAMENTAÇÃO Ementa: Dispõe sobre a Política Municipal do idoso,

Leia mais

Carolina Romano Brocco

Carolina Romano Brocco Carolina Romano Brocco ORIGEM DA PROTEÇÃO SOCIAL Famílias assistência voluntária. Grupos de mútuo associações para a proteção contra os riscos sociais. Lei dos Pobres (Poor Law) de 1601 Inglaterra as Igrejas

Leia mais

GRUPO: DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO COM AS FAMILIAS ATENDIDAS NO PAIF Em Parceria com Ação Social São João Evangelista

GRUPO: DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO COM AS FAMILIAS ATENDIDAS NO PAIF Em Parceria com Ação Social São João Evangelista GRUPO: DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO COM AS FAMILIAS ATENDIDAS NO PAIF Em Parceria com Ação Social São João Evangelista CRAS- CENTRO DE REFERÊNCIA DA ASSITÊNCIA SOCIAL Março, 2012 I-IDENTIFICAÇÃO: Nome Projeto:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DE EXTENSÃO ESPORTE E LAZER: estratégias socioeducativas de inclusão e melhoria da qualidade vida EDITAL/UFU/PROEX/ N 56/2015 A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 132

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 132 PROGRAMA Nº - 132 Benefícios Eventuais SUB-FUNÇÃO: 244 ASSISTÊNCIA COMUNITÁRIA Implantar e implementar serviços de Benefícios Eventuais. Operacionalização para concessão dos Benefícios Eventuais - Art.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 11, DE 24 DE ABRIL DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 11, DE 24 DE ABRIL DE 2012. RESOLUÇÃO Nº 11, DE 24 DE ABRIL DE 2012. Aprova os critérios de partilha do cofinanciamento federal para apoio à oferta dos Serviços de Proteção Social Especial para Pessoas com Deficiência, em situação

Leia mais

Prefeitura Municipal de Valente-BA PODER EXECUTIVO

Prefeitura Municipal de Valente-BA PODER EXECUTIVO ANO. 2013 DO MUNICÍPIO DE VALENTE - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Valente, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. LEI N.º 606/13, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2013 Regulamenta

Leia mais

Projeto de Reformulação das Pesquisas Domiciliares do IBGE

Projeto de Reformulação das Pesquisas Domiciliares do IBGE 1 Rio de Janeiro, 05/12/2014 Projeto de Reformulação das Pesquisas Domiciliares do IBGE Primeira entrevista: Questionário de características gerais dos moradores Questionário de educação Questionário ampliado

Leia mais

CAPACITAÇÃO PARA CREAS E LIBERDADE CIDADÃ

CAPACITAÇÃO PARA CREAS E LIBERDADE CIDADÃ CAPACITAÇÃO PARA CREAS E LIBERDADE CIDADÃ Serviços de Proteção Social Especial de Média Complexidade: introdução e metodologias de ação do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos

Leia mais

Estatuto do Idoso. Resumido. anos

Estatuto do Idoso. Resumido. anos Estatuto do Idoso Resumido 60 anos ESTATUTO DO IDOSO RESUMIDO O aumento da expectativa de vida do brasileiro representa um grande desafio para os governos bem como para a sociedade civil. O implemento

Leia mais

PROGRAMA DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM MEIO ABERTO

PROGRAMA DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM MEIO ABERTO PROGRAMA DE MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM MEIO ABERTO CONTEXTUALIZAÇÃO DOUTRINA DA SITUAÇÃO IRREGULAR DOUTRINA DA PROTEÇÃO INTEGRAL. Código de menores;. Menores em situação irregular;. Carentes, abandonados,

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR TEMPORÁRIO EDITAL 008/ 03.09.

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR TEMPORÁRIO EDITAL 008/ 03.09. CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO CARGO PROFESSOR TEMPORÁRIO EDITAL 008/ 03.09.2014 O Coordenador Geral do Núcleo de Ensino a Distância do Centro Federal

Leia mais