MERCOSUR IV REUNIÃO GRUPO AD HOC SOBRE BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MERCOSUR IV REUNIÃO GRUPO AD HOC SOBRE BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS"

Transcrição

1 MERCOSUR IV REUNIÃO GRUPO AD HOC SOBRE BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS Brasil, 28 e 29 de agosto de 2006

2 MERCOSUL / SGT Nº 6 / ATA N. 2/06 IV REUNIÃO ORDINÁRIA DO GRUPO AD HOC SOBRE BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS SGT 6 MEDIO AMBIENTE MERCOSUL Realizou-se na cidade de Brasília, Brasil, nos dias 28 e 29 de agosto de 2006, a IV reunião do Grupo Ad Hoc sobre Bens e Serviços Ambientais do SGT-6 Medio Ambiente, com a presença das delegações da Argentina, do Brasil, do Uruguai, da Venezuela e do Chile, como Estado associado. A presente ata fica aprovada ad referendum a assinatura pela delegação do Paraguai. A Lista de Presença está no Anexo I. 1. Abertura A abertura da reunião foi realizada pelo ponto focal do Brasil no Grupo Ad Hoc, Gerson Teixeira, que deu as boas vindas a todas as delegações e aos participantes nacionais. Gilney Viana, Secretário de Políticas para o Desenvolvimento Sustentável do Ministério do Meio Ambiente do Brasil, também saudou a todos e manifestou os votos de bom trabalho, no sentido de gerar conhecimento e capacidade técnica ao Grupo. 1. APROVAÇÃO DA AGENDA Sessão 1 A Presidência Pro Tempore submeteu a Agenda Tentativa da IV reunião às considerações do Grupo. A mesma foi aprovada e consta no Anexo II. 2. Informes e debates acerca das negociações sobre serviços ambientais: OMC: art. I.3.b do Acordo Geral sobre o Comércio de Serviços (AGCS); ACE-35: Mercosul - Chile

3 A representante do Ministério de Desenvolvimento, Industria e Comércio Exterior (MDIC), do Brasil, Dra. Ana Junqueira Pessoa, fez exposição sobre as negociações de serviços, buscando abarcar o panorama geral dessas negociações (intra-mercosul; Mercosul-Chile e na OMC); os serviços contemplados no Acordo; os princípios, os compromissos, as limitações de acesso, a classificação dos serviços ambientais, bem como a apresentação das ofertas desses serviços nas Rodadas de negociação. Anexo III Na sequência foi realizada apresentação do representante do Ministério de Relações Exteriores (MRE), do Brasil, Dr. Michel Arslanian Neto, o qual complementou a primeira exposição, ressaltando os trabalhos do Grupo de Serviços em matéria de liberalização do comercio no setor e os desafios associados à entrada em vigor do Protocolo de Montevidéu. Ademais, ressaltou a importância dos países discutirem o tema e identificar interesses e preocupações particulares e comuns. Sessão 3 Debate e encaminhamentos sobre os serviços ambientais As delegações elogiaram as apresentações da PPTB e intercambiaram opiniões sobre o estado de situação da matéria em cada Estado-Parte, concordando com a necessidade de separar a discussão sobre os serviços prestados pelos ecossistemas da discussão no âmbito da OMC e do Protocolo de Montevidéu. A delegação do Brasil propôs que na próxima reunião do Grupo Ad Hoc, cada Estado-Parte apresente um quadro geral sobre a natureza jurídica que rege os serviços ambientais nos respectivos países, informando as restrições legais, e as eventuais medidas mitigadoras caso seja do interesse do país a liberalização do serviço. O Brasil se comprometeu a encaminhar um borrador contendo as questões básicas sobre o tema a serem respondidas por cada membro. A delegação do Brasil propôs, ainda, o encaminhamento ao SGT-6 de demanda visando a inclusão no programa de cooperação com o PNUMA, de

4 estudo sobre o tema em cada membro do Mercosul, como subsídio para as negociações da liberalização dos serviços ambientais intra-bloco. Sessão 4 Quadro atual e cenários das negociações de bens ambientais no marco do parágrafo 31(iii) da Declaração Ministerial de Doha O ponto focal brasileiro abriu a sessão fazendo algumas considerações sobre o estado da arte das negociações. Ressaltou o esforço do Ministério do Meio Ambiente em continuar progredindo com os trabalhos no marco do parágrafo 31 (iii) com sua proposta de critérios ambientais para a definição dos bens ambientais. O Conselheiro Guilherme Patriota, do MRE, do Brasil, sediado na missão brasileira em Genebra, foi convidado para fazer um relato atual sobre o tema. Fez comentários acerca da paralisação da Rodada e da possibilidade de retomada da mesma no começo do ano que vem. Ressaltou que apesar do tema ser periférico, ainda é de grande relevância para a negociação como um todo. Citou o interesse dos EUA no CTE em acesso a mercado de bens industriais. Comentou as divergências entre a abordagem de lista e outras abordagens. Sessão 5 Debate e encaminhamentos As delegações trocaram opiniões sobre os pontos polêmicos abordados pelo representante do MRE, Brasil, com destaque para as dificuldades pela inclusão do tema dos PPMs nas negociações na OMC. Da mesma forma, acordaram na necessidade de trabalhar com enfoques alternativos ao enfoque de listas. A delegação do Brasil propôs que a próxima reunião do Grupo Ad Hoc inclua o debate sobre as implicações de PPMs na definição de bens ambientais e sobre modalidades alternativas. Sessão 6 Apresentação e discussão do Comunicado do Uruguai ao CTE/OMC (Job (06)/144)

5 A delegação do Uruguai apresentou sua proposta que visa estabelecer relações entre os acordos multilaterais de meio ambiente com os acordos da OMC com referencia ao par. 31 (iii). (Anexo IV) As demais delegações saudaram o documento do Uruguai e efetuaram debate sobre o conteúdo do mesmo, que oferece subsídios importantes para o prosseguimento das discussões do tema. Sessão 7 Identificação de áreas prioritárias para as atividades do Grupo Ad Hoc sobre Bens e Serviços Ambientais. Inserção de novos temas na agenda Agenda negociadora Mercosul / União Européia: inserção dos bens ambientais; As delegações acordaram solicitar informe do SGT-6 sobre a situação da consulta quanto a participação do Subgrupo nas negociações com a União Européia. Protocolo de Kyoto A delegação do Brasil propôs a inclusão na agenda do grupo ad hoc da temática referente a inclusão social no mercado de carbono, no âmbito do MDL/Protocolo de Kyoto. As delegações se manifestaram favoráveis a inserção do tema, com a ressalva da Argentina e Uruguai que farão as respectivas consultas internas. A PPT-B ficou com a incumbência de preparar borrador sobre o tema até primeira quinzena de setembro. Sessão 8 Financiamento da agenda de atividades do grupo A delegação Argentina apresentou borrador de termo de referência para o financiamento da agenda do Grupo ad hoc BSA. (Anexo V) A delegação brasileira propôs a adequação da proposta apresentada pela Argentina em função das discussões constantes da sessão 3. As delegações acordaram submeter esta proposta de cooperação ao SGT-6.

6 Próximas reuniões A V reunião ordinário do Grupo Ad Hoc sobre Bens e Serviços Ambientais se realizará na cidade de Brasília, Brasil, em data a definir.

7 ANEXOS Os anexos que integram a presente Ata são os seguintes: ANEXO I ANEXO II ANEXO III ANEXO IV ANEXO V Lista de Participantes Agenda da Reunião Apresentação da representante brasileira sobre serviços ambientais Proposta do Uruguai Negociación en materia de bienes ambientales Borrador de Proposta da Coordenação Argentina sobre Termos de Referência para o financiamento da agenda do Grupo ad hoc de BSA. Mirta Elizabeth Laciar Pela Delegação da Argentina Gerson Teixeira Pela Delegação do Brasil Giselle Beja Valent Pela Delegação do Uruguai Jesús Ramos Pela Delegação da Venezuela

MERCOSUL. Subgrupo de Trabalho Nº 6 Meio Ambiente XXXI Reunião Ordinária do SGT Nº 6 Meio Ambiente Brasília, Brasil ANEXO III.

MERCOSUL. Subgrupo de Trabalho Nº 6 Meio Ambiente XXXI Reunião Ordinária do SGT Nº 6 Meio Ambiente Brasília, Brasil ANEXO III. MERCOSUL Subgrupo de Trabalho Nº 6 Meio Ambiente XXXI Reunião Ordinária do SGT Nº 6 Meio Ambiente Brasília, Brasil ANEXO III Resumo da Ata Brasília, 30 de agosto a 1º de setembro de 2004 RESUMO DA ATA

Leia mais

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada.

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada. II Reunião de Ministros de Meio Ambiente do MERCOSUL 8 de novembro de 2004, Brasília, Brasil Ata da Reunião nº 02/04 Realizou-se na cidade de Brasília, República Federativa do Brasil, no dia 8 de novembro

Leia mais

XXXVIII REUNIÃO ORDINÁRIA

XXXVIII REUNIÃO ORDINÁRIA PRESIDÊNCIA PRO TEMPORE BRASILEIRA XXXVIII REUNIÃO ORDINÁRIA Subgrupo de Trabalho Nº 6 Meio Ambiente MERCOSUL ANEXO VII PLANO DE COOPERAÇÃO COM O PNUMA Brasília, 30 de agosto a 1º de setembro de 2006 1

Leia mais

XLVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS

XLVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS MERCOSUL/SGT Nº 3/CA/ATA Nº 03/12 XLVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS Realizou-se na cidade de Porto Alegre,

Leia mais

LIV REUNIÃO ORDINARIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS

LIV REUNIÃO ORDINARIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS MERCOSUR/SGT Nº 3/CA/ATA Nº 01/15 LIV REUNIÃO ORDINARIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE / COMISSÃO DE ALIMENTOS Realizou-se na cidade do Rio de Janeiro, República

Leia mais

1. ORGANIZAÇÃO PARA O FUNCIONAMENTO E USO DO SITIO WEB FORO DE ARTICULAÇÃO VIRTUAL

1. ORGANIZAÇÃO PARA O FUNCIONAMENTO E USO DO SITIO WEB FORO DE ARTICULAÇÃO VIRTUAL XXXIX REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 11 SAÚDE MERCOSUL / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC DE SANGUE E HEMODERIVADOS / ATA Nº 02/12 Realizou-se na cidade de Salvador, República

Leia mais

1. Comissão de Micro, Pequenas e Médias Empresas e Artesanato

1. Comissão de Micro, Pequenas e Médias Empresas e Artesanato II Reunião do Subgrupo de Trabalho 07 Indústria Realizou-se, na Cidade do Rio de Janeiro, República Federativa do Brasil, no período de 23 a 25 de outubro de 2002, a Reunião 02/02 do Subgrupo de Trabalho

Leia mais

O MERCOSUL E A REGULAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO: UMA BREVE INTRODUÇÃO

O MERCOSUL E A REGULAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO: UMA BREVE INTRODUÇÃO O MERCOSUL E A REGULAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO: UMA BREVE INTRODUÇÃO Ricardo Barretto Ferreira da Silva Camila Ramos Montagna Barretto Ferreira, Kujawski, Brancher e Gonçalves Sociedade de Advogados São

Leia mais

LV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE

LV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE MERCOSUL/SGT Nº 3/ATA Nº 02/15 LV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE Realizou-se na cidade do Rio de Janeiro, República Federativa do Brasil,

Leia mais

MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10

MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10 MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10 Realizou-se na cidade de Porto Alegre, República Federativa do Brasil, entre os

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 4ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO SUB-GRUPO DE TRABALHO DE TRATADOS INTERNACIONAIS

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 4ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO SUB-GRUPO DE TRABALHO DE TRATADOS INTERNACIONAIS FORMULÁRIO DESCRITIVO DA NORMA INTERNACIONAL Norma Internacional: Acordo-Quadro sobre Meio-Ambiente do Mercosul Assunto: Agenda comum de meio-ambiente no âmbito do Mercosul Decreto: 5208 Entrada em vigor:

Leia mais

1ª Fase: Período de Transição 1991 a 1994. Incorporação do tema Seguros: recomenda a criação de uma comissão

1ª Fase: Período de Transição 1991 a 1994. Incorporação do tema Seguros: recomenda a criação de uma comissão 1ª Fase: Período de Transição 1991 a 1994 Assunto: Seguros III ata Análise da atividade seguradora IV ata Incorporação do tema Seguros: recomenda a criação de uma comissão V ata Analise comparativa da

Leia mais

XXXIV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SGT Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE/COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE

XXXIV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SGT Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE/COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE MERCOSUL/SGT N.º 3/CAC/ATA Nº 04/08 XXXIV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SGT Nº 3 REGULAMENTOS TÉCNICOS E AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE/COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE Realizou-se na cidade do Rio de Janeiro,

Leia mais

OMC: estrutura institucional

OMC: estrutura institucional OMC: estrutura institucional Especial Perfil Wesley Robert Pereira 06 de outubro de 2005 OMC: estrutura institucional Especial Perfil Wesley Robert Pereira 06 de outubro de 2005 Enquanto o GATT foi apenas

Leia mais

Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann. Meio Ambiente no Mercosul

Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann. Meio Ambiente no Mercosul Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann Meio Ambiente no Mercosul 1 Introdução e Objetivos O Mercado Comum do Cone Sul foi criado em 1992 com a ratificação

Leia mais

XXVIII Reunião do Subgrupo de Trabalho 7º Indústria COMISSÃO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E ARTESANATO

XXVIII Reunião do Subgrupo de Trabalho 7º Indústria COMISSÃO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E ARTESANATO MERCOSUL/SGT Nº 7/ ATA Nº 03/06 XXVIII Reunião do Subgrupo de Trabalho 7º Indústria COMISSÃO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E ARTESANATO Realizou-se em Brasília, República Federativa do Brasil, no

Leia mais

ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL

ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. N o 02/01 ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, a Resolução N o 38/95 do Grupo Mercado Comum e a Recomendação

Leia mais

ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO

ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO MERCOSUL/CMC/DEC. N 64/10 ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a Decisão N 63/10 do Conselho do Mercado Comum. CONSIDERANDO:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Código: CONS AI01/2008. Nº de vagas: 01

TERMO DE REFERÊNCIA. Código: CONS AI01/2008. Nº de vagas: 01 TERMO DE REFERÊNCIA Denominação: Consultor(a) para atuação na área de desenvolvimento, aprofundamento e ampliação de ações e estudos relacionados à análise de tratados de direito econômico internacional

Leia mais

XXVI REUNIÃO DE ALTAS AUTORIDADES EM DIREITOS HUMANOS (RAADH)

XXVI REUNIÃO DE ALTAS AUTORIDADES EM DIREITOS HUMANOS (RAADH) MERCOSUL/RAADH/ATA N 01/15 XXVI REUNIÃO DE ALTAS AUTORIDADES EM DIREITOS HUMANOS (RAADH) Realizou-se na cidade de Brasília, República Federativa do Brasil, no dia 6 de julho de 2015, sob a Presidência

Leia mais

ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 03/02 ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Local de atuação: Brasília/DF com disponibilidade para viagens.

TERMO DE REFERÊNCIA. Local de atuação: Brasília/DF com disponibilidade para viagens. TERMO DE REFERÊNCIA Denominação: Consultor(a) para atuação na área de política internacional, intercâmbio internacional de experiências em políticas de desenvolvimento rural e atividades de cooperação

Leia mais

REUNIÃO DO CENTRO DE COORDENAÇAO DE CAPACITAÇÃO POLICIAL DO MERCOSUL

REUNIÃO DO CENTRO DE COORDENAÇAO DE CAPACITAÇÃO POLICIAL DO MERCOSUL MERCOSUL/RMI/CAP/ATA Nº 03/06 REUNIÃO DO CENTRO DE COORDENAÇAO DE CAPACITAÇÃO POLICIAL DO MERCOSUL Realizou-se na cidade de Fortaleza/Ceará, República Federativa do Brasil, entre os dias 23 e 25 de agosto

Leia mais

MIINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. PORTARIA Nº 1778 de 04 de maio de 2015

MIINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. PORTARIA Nº 1778 de 04 de maio de 2015 MIINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PORTARIA Nº 1778 de 04 de maio de 2015 A PRÓ-REITORA DE PESQUISA E INOVAÇÃO, usando de suas atribuições legais e estatutárias, RESOLVE: Art 1º. Instituir

Leia mais

SECRETARÍA DEL MERCOSUR RESOLUCIÓN GMC Nº 26/01 ARTÍCULO 10 FE DE ERRATAS ORIGINAL

SECRETARÍA DEL MERCOSUR RESOLUCIÓN GMC Nº 26/01 ARTÍCULO 10 FE DE ERRATAS ORIGINAL MERCOSUL/GMC/RES. N 56/02 SECRETARÍA DEL MERCOSUR DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO E REVISÃO DE REGULAMENTOS TÉCNICOS MERCOSUL E PROCEDIMENTOS MERCOSUL DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE (REVOGAÇÃO DAS RES. GMC N

Leia mais

ACORDO SOBRE O PROJETO FOMENTO DA GESTÃO AMBIENTAL E DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MEDIAS EMPRESAS

ACORDO SOBRE O PROJETO FOMENTO DA GESTÃO AMBIENTAL E DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MEDIAS EMPRESAS MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 09/04 ACORDO SOBRE O PROJETO FOMENTO DA GESTÃO AMBIENTAL E DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MEDIAS EMPRESAS TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as

Leia mais

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 Altera o Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA) das Faculdades Ponta Grossa. A Presidente do Conselho Superior de Administração das Faculdades

Leia mais

Mercosul Protocolo de Ouro Preto

Mercosul Protocolo de Ouro Preto PROTOCOLO DE OURO PRETO PROTOCOLO ADICIONAL AO TRATADO DE ASSUNÇÃO SOBRE A ESTRUTURA INSTITUCIONAL DO MERCOSUL (Ouro Preto, 17/12/1994) A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República

Leia mais

NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES

NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES 1 NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1 o O Núcleo de Jovens Empreendedores da Associação Comercial e Empresarial de Suzano

Leia mais

Integração Produtiva MERCOSUL

Integração Produtiva MERCOSUL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR Secretaria do Desenvolvimento da Produção Integração Produtiva MERCOSUL XLV Reunião Ordinária de Coordenadores Nacionais FCCR O tema Integração

Leia mais

GATS E EVOLUÇÃO INTERNACIONAL RELATÓRIO INTERCALAR

GATS E EVOLUÇÃO INTERNACIONAL RELATÓRIO INTERCALAR MARKT/2526/02 PT Orig. EN GATS E EVOLUÇÃO INTERNACIONAL RELATÓRIO INTERCALAR Commission européenne, B-1049 Bruxelles / Europese Commissie, B-1049 Brussel Bélgica. Telefone: + 32-2-299.11.11 Escritório:

Leia mais

IX REUNIÃO ESPECIALIZADA DE AUTORIDADES CINEMATOGRÁFICAS E AUDIOVISUAIS DO MERCOSUL - RECAM

IX REUNIÃO ESPECIALIZADA DE AUTORIDADES CINEMATOGRÁFICAS E AUDIOVISUAIS DO MERCOSUL - RECAM MERCOSUL/RECAM/ ATA N.º 03/06 IX REUNIÃO ESPECIALIZADA DE AUTORIDADES CINEMATOGRÁFICAS E AUDIOVISUAIS DO MERCOSUL - RECAM Realizou-se na cidade de São Paulo, República Federativa do Brasil, nos dias 23

Leia mais

XLI Reunião Ordinária da Comissão Temática de Assuntos Postais

XLI Reunião Ordinária da Comissão Temática de Assuntos Postais /SGT N. 1/CTAP/ATA N.º 02/2012 XLI Reunião Ordinária da Entre os dias 29 e 31 de outubro de 2012, realizou-se na Cidade de Brasília, República Federativa do Brasil, a XLI Reunião Ordinária da Comissão

Leia mais

Havendo número legal, o senhor Presidente declarou aberta a Sessão. Deu as boas vindas aos presentes, registrou com alegria a presença dos

Havendo número legal, o senhor Presidente declarou aberta a Sessão. Deu as boas vindas aos presentes, registrou com alegria a presença dos 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO, REALIZADA NO

Leia mais

ACORDO DE COMPLEMENTAÇÃO ECONÔMICA Nº 18 CELEBRADO ENTRE ARGENTINA, BRASIL, PARAGUAI E URUGUAI (AAP.CE/18) Centésimo Décimo Protocolo Adicional

ACORDO DE COMPLEMENTAÇÃO ECONÔMICA Nº 18 CELEBRADO ENTRE ARGENTINA, BRASIL, PARAGUAI E URUGUAI (AAP.CE/18) Centésimo Décimo Protocolo Adicional ALADI/AAP.CE/18.110 23 de novembro de 2015 ACORDO DE COMPLEMENTAÇÃO ECONÔMICA Nº 18 CELEBRADO ENTRE ARGENTINA, BRASIL, PARAGUAI E URUGUAI (AAP.CE/18) Centésimo Décimo Protocolo Adicional Os Plenipotenciários

Leia mais

MERCOSUL/SGT No. 4 - CPLDFT/ATA No. 2/06 XXII REUNIÃO DO SGT N 4 ASSUNTOS FINANCEIROS

MERCOSUL/SGT No. 4 - CPLDFT/ATA No. 2/06 XXII REUNIÃO DO SGT N 4 ASSUNTOS FINANCEIROS MERCOSUL/SGT No. 4 - CPLDFT/ATA No. 2/06 XXII REUNIÃO DO SGT N 4 ASSUNTOS FINANCEIROS ATA DA REUNIÃO DA COMISSÂO DE PREVENÇÃO DA LAVAGEM DE DINHEIRO E DO FINANCIAMIENTO DO TERRORISMO. Se realizou no Rio

Leia mais

CXVI REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO DE COMÉRCIO DO MERCOSUL

CXVI REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO DE COMÉRCIO DO MERCOSUL MERCOSUL/CCM/ATA Nº 05/10 CXVI REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO DE COMÉRCIO DO MERCOSUL Realizou-se em Montevidéu, República Oriental do Uruguai, nos dias 23 e 24 de setembro de 2010, a CXVI Reunião Ordinária

Leia mais

MERCOSUL/RMT/ATA Nº1/06 III REUNIÃO DE MINISTROS DE ESTADO DO TURISMO DO MERCOSUL

MERCOSUL/RMT/ATA Nº1/06 III REUNIÃO DE MINISTROS DE ESTADO DO TURISMO DO MERCOSUL MERCOSUL/RMT/ATA Nº1/06 III REUNIÃO DE MINISTROS DE ESTADO DO TURISMO DO MERCOSUL Realizou-se, na cidade de Angra dos Reis, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, em 24 de outubro de 2006, a III Reunião de

Leia mais

IV REUNIÃO ORDINÁRIA DO FORO CONSULTIVO DE MUNICÍPIOS, ESTADOS FEDERADOS, PROVÍNCIAS E DEPARTAMENTOS

IV REUNIÃO ORDINÁRIA DO FORO CONSULTIVO DE MUNICÍPIOS, ESTADOS FEDERADOS, PROVÍNCIAS E DEPARTAMENTOS MERCOSUL/FCCR /ATA N 02/08 IV REUNIÃO ORDINÁRIA DO FORO CONSULTIVO DE MUNICÍPIOS, ESTADOS FEDERADOS, PROVÍNCIAS E DEPARTAMENTOS Realizou-se em Costa do Sauípe- Bahia, República Federativa do Brasil, na

Leia mais

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONSULTORIA PESQUISADOR/A ESPECIALISTA 1. Antecedentes Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional O Projeto Cooperação Humanitária Internacional tem por objetivo o desenvolvimento

Leia mais

Resolução n o 01, de 6 de abril de 2011

Resolução n o 01, de 6 de abril de 2011 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR CONSELHO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL CONMETRO Resolução n o 01, de 6 de abril de 2011

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO CONSELHO, ATRIBUIÇÕES E SUA COMPOSIÇÃO Art. 1.º- O Conselho Municipal de Educação de Carlos Barbosa, criado pela Lei Municipal nº1.176 de

Leia mais

O GRUPO MERCADO COMUM RESOLVE:

O GRUPO MERCADO COMUM RESOLVE: MERCOSUL/GMC/RES. N.º 23/05 ACORDO SOBRE O PROJETO PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL/COMPETITIVIDADE E MEIO AMBIENTE TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Decisões Nº 10/91, 3/02, 20/02,

Leia mais

Avanços, mediações e negociações no âmbito do Mercosul: Esforços para criar uma área de livre trânsito profissional na área das técnicas radiológicas

Avanços, mediações e negociações no âmbito do Mercosul: Esforços para criar uma área de livre trânsito profissional na área das técnicas radiológicas Avanços, mediações e negociações no âmbito do Mercosul: Esforços para criar uma área de livre trânsito profissional na área das técnicas radiológicas por JORGE WOLNEI GOMES, assessor especial e representante

Leia mais

MERCOSUL / SGT 7 INDÚSTRIA / COMISSÃO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E ARTESANATO / ATA N o 02/00

MERCOSUL / SGT 7 INDÚSTRIA / COMISSÃO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E ARTESANATO / ATA N o 02/00 MERCOSUL / SGT 7 INDÚSTRIA / COMISSÃO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS E ARTESANATO / ATA N o 02/00 Celebrou-se na cidade do Rio de Janeiro, República Federativa do Brasil, entre os dias 28 de novembro

Leia mais

MERCOSUL/RECyT/COMISSÃO SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO /ATA 01/15 Brasília, Brasil, 18 de junho de 2015

MERCOSUL/RECyT/COMISSÃO SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO /ATA 01/15 Brasília, Brasil, 18 de junho de 2015 MERCOSUL/RECyT/ /ATA 01/15 Brasília, Brasil, 18 de junho de 2015 Reuniu-se na cidade de Brasília, no dia 18 de junho de 2015, a Comissão de Sociedade da Informação da Reunião Especializada em Ciência e

Leia mais

REUNIÃO DE GTE CAPACITAÇÃO

REUNIÃO DE GTE CAPACITAÇÃO MERCOSUL/RMI/GT/CAP ATA N 03/2010 REUNIÃO DE GTE CAPACITAÇÃO Realizou-se na cidade de Foz do Iguaçu, República Federativa do Brasil, entre os dias 1º. e 3 de setembro de 2010, a Reunião do Grupo de Trabalho

Leia mais

XXVIII REUNIÃO ESPECIALIZADA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MERCOSUL

XXVIII REUNIÃO ESPECIALIZADA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MERCOSUL MERCOSUL/REUNIÃO ESPECIALIZADA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA RECYT ATA NO. 3/2002 XXVIII REUNIÃO ESPECIALIZADA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MERCOSUL Realizou-se na cidade de Porto Alegre, Brasil, na sede da Federação

Leia mais

Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname

Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai, a República Oriental do Uruguai, a República Bolivariana

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 189, DE 24 DE MAIO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº 189, DE 24 DE MAIO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº 189, DE 24 DE MAIO DE 2011. Institui a Iniciativa Estratégica de Segurança Operacional para a Aviação Civil, cria o Grupo Brasileiro de Segurança Operacional e o Grupo Brasileiro de Segurança

Leia mais

XXII Reunião do Subgrupo de Trabalho N 4 Assuntos Financeiros Comissão de Seguros Segunda reunião de 2006 25 a 27 de outubro Rio de Janeiro, BRASIL

XXII Reunião do Subgrupo de Trabalho N 4 Assuntos Financeiros Comissão de Seguros Segunda reunião de 2006 25 a 27 de outubro Rio de Janeiro, BRASIL XXII Reunião do Subgrupo de Trabalho N 4 Assuntos Financeiros Comissão de Seguros Segunda reunião de 2006 25 a 27 de outubro Rio de Janeiro, BRASIL ATA DA REUNIÃO Realizou-se na cidade do Rio de Janeiro,

Leia mais

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2. ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.008 Aos 17 dias do mês de setembro do ano de dois mil e oito,

Leia mais

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONSULTORIA PESQUISADOR/A ESPECIALISTA REFÚGIO 1. Antecedentes Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional O Projeto Cooperação Humanitária Internacional tem por objetivo

Leia mais

Informe das atividades da Presidência Pro Tempore do Brasil PPTB 2015. Brasília- DF 16 de julho de 2015

Informe das atividades da Presidência Pro Tempore do Brasil PPTB 2015. Brasília- DF 16 de julho de 2015 Informe das atividades da Presidência Pro Tempore do Brasil PPTB 2015 Brasília- DF 16 de julho de 2015 Assuntos desenvolvidos na PPTB Agenda pós-2015 e Habitat III; Colóquios Sul-americanos de Cidades

Leia mais

III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED

III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED VIII REUNIÃO DA INSTÂNCIA EXECUTIVA DO CONSELHO DE DEFESA SUL-AMERICANO Lima, 17 de maio, 2013

Leia mais

PORTARIA Nº 356, DE 10 DE MARÇO DE 2014

PORTARIA Nº 356, DE 10 DE MARÇO DE 2014 PORTARIA Nº 356, DE 10 DE MARÇO DE 2014 Publica a proposta de Projeto de Resolução "Boas Práticas em procedimentos para organização e funcionamento dos serviços de transplante de órgãos". O MINISTRO DE

Leia mais

Organização Mundial do Comércio: Possibilidades e Limites

Organização Mundial do Comércio: Possibilidades e Limites Organização Mundial do Comércio: Possibilidades e Limites Análise Integração Regional / Economia e Comércio Bernardo Erhardt de Andrade Guaracy 15 de outubro de 2003 Organização Mundial do Comércio: Possibilidades

Leia mais

ANEXO 3 da Ata 3/ 2000 da XXIII Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia do MERCOSUL

ANEXO 3 da Ata 3/ 2000 da XXIII Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia do MERCOSUL ANEXO 3 da Ata 3/ 2000 da XXIII Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia do MERCOSUL Ata da 3 a Reunião da Comissão Temática de Capacitação de Recursos Humanos e Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento

Leia mais

MERCOSUL/SGT N 4 / ATA N 2/04

MERCOSUL/SGT N 4 / ATA N 2/04 COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DO BRASIL XVIII REUNIÃO DO SUBGRUPO DE TRABALHO Nº 4 ASSUNTOS FINANCEIROS 20 A 22 DE OUTUBRO DE 2004 MERCOSUL/SGT N 4 / ATA N 2/04 Foi realizada na Cidade de Rio de Janeiro,

Leia mais

GRUPO TÉCNICO SOBRE RESÍDUOS DE PESTICIDAS - GT PR CODEX ALIMENTARIUS - BRASIL REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I

GRUPO TÉCNICO SOBRE RESÍDUOS DE PESTICIDAS - GT PR CODEX ALIMENTARIUS - BRASIL REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I GRUPO TÉCNICO SOBRE RESÍDUOS DE PESTICIDAS - GT PR CODEX ALIMENTARIUS - BRASIL REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I NATUREZA E FINALIDADES Art. 1º - O Grupo Técnico sobre Resíduos de Pesticidas GT-PR, instituído

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE TÍTULO I DA COMPOSIÇÃO E DAS COMPETÊNCIAS CAPÍTULO I - DA COMPOSIÇÃO Art. 1º O CONSEPE é o órgão colegiado superior que supervisiona e

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º. O Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, constituído em 2008,

Leia mais

5ª Cúpula América Latina, Caribe e União Européia

5ª Cúpula América Latina, Caribe e União Européia 5ª Cúpula América Latina, Caribe e União Européia Resenha Desenvolvimento / Integração Franceline Hellen Fukuda 17 de maio de 2008 5ª Cúpula América Latina, Caribe e União Européia Resenha Desenvolvimento

Leia mais

Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais

Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais A Cooperação Internacional tem por objetivo conduzir o conjunto de atores que agem no cenário

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGIMENTO INTERNO DO FÓRUM NACIONAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 o O Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, constituído em 1994,

Leia mais

SUBCOMISSÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

SUBCOMISSÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Página 1 de 12 MERCOSUL/SGT N 4/ATA N 01/2015 XXXVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO N 4 Entre os dias 18 e 20 de maio de 2015, na cidade de São Paulo, República Federativa do Brasil, realizou-se

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 86/11-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 86/11-CEPE RESOLUÇÃO Nº 86/11-CEPE Cria as Comissões de Ética no Uso de Animais da Universidade Federal do Paraná. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, órgão normativo, consultivo e deliberativo da administração

Leia mais

Programa de Apoio a Projetos de Cooperação Internacional da UFMG Propostas de Consolidação e de Contrapartida Fundo para Internacionalização da UFMG

Programa de Apoio a Projetos de Cooperação Internacional da UFMG Propostas de Consolidação e de Contrapartida Fundo para Internacionalização da UFMG Programa de Apoio a Projetos de Cooperação Internacional da UFMG Propostas de Consolidação e de Contrapartida Fundo para Internacionalização da UFMG Edital de Seleção 006-2013 O Diretor de Relações Internacionais

Leia mais

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 1 Composição Orçamentária ISAGS - 2013 (*) Natureza Valor anual (US$) Percentual Projetos 42,6% 1.001.200,00 Pessoal 37,9% 892.958,00 Gastos Operacionais

Leia mais

MERCOSUL GRUPO MERCADO COMUM GMC

MERCOSUL GRUPO MERCADO COMUM GMC MERCOSUL GRUPO MERCADO COMUM GMC Subgrupo de Trabalho Nº 1 Comunicações XLIII REUNIÃO DA COMISSÃO TEMÁTICA DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE TELECOMUICAÇÕES 29 a 31 de outubro de 2012 Brasília-Brasil MERCOSUL SGT

Leia mais

- Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 100 09/06/06 a 15/06/06

- Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 100 09/06/06 a 15/06/06 - Observatório de Política Externa Brasileira - Nº 100 09/06/06 a 15/06/06 Apresentação: O Observatório de Política Externa Brasileira é um projeto de informação semanal da Graduação em Relações Internacionais,

Leia mais

Expressando que este processo de integração constitui uma resposta adequada a tais acontecimentos;

Expressando que este processo de integração constitui uma resposta adequada a tais acontecimentos; TRATADO PARA A CONSTITUIÇÃO DE UM MERCADO COMUM ENTRE A REPUBLICA ARGENTINA, A REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, A REPUBLICA DO PARAGUAI E A REPUBLICA ORIENTAL DO URUGUAI (ASSUNÇÃO, 26/03/1991) A República

Leia mais

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A.

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REGIMENTO INTERNO DOS COMITÊS COMITÊ DE FINANÇAS E ORÇAMENTO APROVADO PELO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EM 24 DE SETEMBRO DE 2014 SUMÁRIO I INTRODUÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE PRERROGATIVAS DA AMATRA XV

REGULAMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE PRERROGATIVAS DA AMATRA XV REGULAMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE PRERROGATIVAS DA AMATRA XV CAPÍTULO I DAS ATRIBUIÇÕES Art. 1º. Compete à Comissão de Prerrogativas a efetivação prática do disposto no inciso III do artigo 2º do Estatuto

Leia mais

O Projeto da OMPI sobre Propriedade Intelectual e Política da Concorrência. Secretaria da OMPI

O Projeto da OMPI sobre Propriedade Intelectual e Política da Concorrência. Secretaria da OMPI I Conferência Internacional de Defesa da Concorrência do SBDC São Paulo, 15 e 16 de outubro de 2009 O Projeto da OMPI sobre Propriedade Intelectual e Política da Concorrência Secretaria da OMPI Alpes suíços,

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO AUDIOVISUAL DE PERNAMBUCO

REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO AUDIOVISUAL DE PERNAMBUCO REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DO AUDIOVISUAL DE PERNAMBUCO CAPITULO I DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1º - O Conselho Consultivo do Audiovisual de Pernambuco, órgão colegiado permanente, consultivo e

Leia mais

Tratados internacionais sobre o meio ambiente

Tratados internacionais sobre o meio ambiente Tratados internacionais sobre o meio ambiente Conferência de Estocolmo 1972 Preservação ambiental X Crescimento econômico Desencadeou outras conferências e tratados Criou o Programa das Nações Unidas para

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO Art. 1º Este Regulamento Interno disciplina as normas relativas ao funcionamento da Comissão Própria

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

Anexo V - A. Proposta de um Novo Programa de Trabalho e Funcionamento da RECYT

Anexo V - A. Proposta de um Novo Programa de Trabalho e Funcionamento da RECYT Anexo V - A Proposta de um Novo Programa de Trabalho e Funcionamento da RECYT Breve Histórico A Reunião Especializada em Ciência e Tecnologia do MERCOSUL RECYT, criada em 1992, realizou a sua primeira

Leia mais

Regimento do Comitê de Tecnologia da Informação

Regimento do Comitê de Tecnologia da Informação Regimento do Comitê de Tecnologia da Informação Capítulo 1 Da Natureza e das Competências Art. 1º - O Comitê de Tecnologia da Informação (CTI) instituído pela portaria Nº 1319/GR, de 15 de Setembro de

Leia mais

BENS DE CAPITAL. Que o acesso a bens de capital é essencial para manter os níveis de crescimento das economias da região.

BENS DE CAPITAL. Que o acesso a bens de capital é essencial para manter os níveis de crescimento das economias da região. MERCOSUL/CMC/DEC. N 34/03 BENS DE CAPITAL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Decisões Nº 07/94, 22/94, 69/00, 01/01, 05/01, 02/03 e 10/03 do Conselho do Mercado Comum.

Leia mais

BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS

BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS Nota Informativa Executivo Federal BRASÍLIA, 15 DE DEZEMBRO DE 2010 19h01min NOVO GOVERNO MINISTÉRIO DA FAZENDA OFICIALIZA SEUS FUTUROS SECRETÁRIOS Em 15/12/2010, o Ministério da Fazenda (MF) divulgou

Leia mais

LXXXI REUNIÃO ORDINÁRIA DO GRUPO MERCADO COMUM

LXXXI REUNIÃO ORDINÁRIA DO GRUPO MERCADO COMUM MERCOSUL/GMC/ATA Nº 03/10 LXXXI REUNIÃO ORDINÁRIA DO GRUPO MERCADO COMUM Realizou-se na cidade de Manaus, República Federativa do Brasil, entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro de 2010, a LXXXI Reunião

Leia mais

Estatutos do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CONSAN-CPLP) Preâmbulo

Estatutos do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CONSAN-CPLP) Preâmbulo Estatutos do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CONSAN-CPLP) Preâmbulo Os Estados membros da CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa,

Leia mais

1.2. Ratificação da Convenção: Decreto Legislativo nº 152/2002, de 25 de junho de 2002.

1.2. Ratificação da Convenção: Decreto Legislativo nº 152/2002, de 25 de junho de 2002. Relatório Terceira Reunião da Comissão de Peritos do Mecanismo de Seguimento da Convenção Interamericana Contra a Corrupção, realizado em Washington D.C., de 10 a 13 de fevereiro de 2003. 1. Questões formais

Leia mais

2ª Fase - Assuntos Financeiro 1995 a 2012. Assunto: Lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo

2ª Fase - Assuntos Financeiro 1995 a 2012. Assunto: Lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo 2ª Fase - Assuntos Financeiro 1995 a 2012 Assunto: Lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo I ata: Criação da Comissão do Sistema Financeiro Anexos Cronograma de trabalho das comissões - Tarefas

Leia mais

Setor Educacional do MERCOSUL - SEM

Setor Educacional do MERCOSUL - SEM MERCOSUL Setor Educacional do MERCOSUL - SEM Os Ministros de Educação do MERCOSUL se reúnem duas vezes por ano há 22 anos para elaborar, coordenar e executar políticas públicas em Educação entre países

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE DO BRASIL

MINISTÉRIO DA SAÚDE DO BRASIL MINISTÉRIO DA SAÚDE DO BRASIL Metodologia de Trabalho para o SGT N.º 11 Saúde /MERCOSUL Aprovada na XIX Reunião Ordinária do SGT-11 em Brasília, sob a PPT do Brasil, e na XLVIII Reunião Ordinária do GMC,

Leia mais

CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes DO OBJETIVO A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA - tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo

Leia mais

COORDENAÇÃO NACIONAL

COORDENAÇÃO NACIONAL Página 1 de 16 MERCOSUL/SGT N 4/ATA N 02/2012 XXXIV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO N 4 ASSUNTOS FINANCEIROS Entre os dias 25 e 26 de outubro de 2012, os Coordenadores Nacionais reuniram-se na

Leia mais

Ações Reunião Extraordinária realizada no dia 30 de outubro de 2014

Ações Reunião Extraordinária realizada no dia 30 de outubro de 2014 R E L A Ç Õ E S I N T E R N A C I O N A I S Órgão Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC Representação Efetiva Comitê de Coordenação de Barreiras Técnicas ao Comercio - CBTC

Leia mais

LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO PREVISTA NAS CONCLUSÕES DE GRUPOS DE TRABALHO DA SUBCOMISSÃO COMERCIAL MERCOSUL UNIÃO EUROPÉIA

LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO PREVISTA NAS CONCLUSÕES DE GRUPOS DE TRABALHO DA SUBCOMISSÃO COMERCIAL MERCOSUL UNIÃO EUROPÉIA MERCOSUL/GMC/RES Nº 16/97 LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO PREVISTA NAS CONCLUSÕES DE GRUPOS DE TRABALHO DA SUBCOMISSÃO COMERCIAL MERCOSUL UNIÃO EUROPÉIA TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de

Leia mais

CÂMARA DE GRADUAÇÃO PARECER CEPE Nº 072/2014 ASSUNTO: Proposta de Alteração da Denominação do Curso de Bacharelado em Informática para Bacharelado em Engenharia de Software, da UEPG. PROCESSO Nº 10109

Leia mais

BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul

BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul MECANISMOS INTER-REGIONAIS BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul O que faz o BRICS? Desde a sua criação, o BRICS tem expandido suas atividades em duas principais vertentes: (i) a coordenação

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO 1. O Comitê de Inovação (o "Comitê") é um órgão colegiado de assessoramento e instrução, instituído pelo

Leia mais

Comitê de Articulação Federativa Regimento Interno

Comitê de Articulação Federativa Regimento Interno PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Comitê de Articulação Federativa Regimento Interno DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1º O Comitê de Articulação

Leia mais

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL MISSÃO PERMANENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA JUNTO DA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS REPRESENTAÇÃO COMERCIAL GENEBRA - SUÍÇA Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas

Leia mais