HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ÁREA: ADMINISTRAÇÃO GERAL João Pessoa - PB setembro de 2008

2 HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA Trabalho de Conclusão de Estágio apresentado à Coordenação do Serviço de Estágio Supervisionado em Administração, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal da Paraíba, em cumprimento às exigências para a obtenção do Grau de Bacharel em Administração. Orientador: Prof. Dr. Rosivaldo de Lima Lucena João Pessoa - PB setembro de 2008

3 Ao Professor orientador Rosivaldo de Lima Lucena Solicitamos examinar e emitir parecer no Trabalho de Conclusão de Estágio do aluno Hélio Mendes Rodrigues. João Pessoa, 08 de setembro de Prof. Carlos Eduardo Cavalcante Coordenador do SESA Parecer do Professor Orientador:

4 HÉLIO MENDES RODRIGUES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CASO NO 1º GRUPAMENTO DE ENGENHARIA Trabalho de Conclusão de Estágio Aprovado em: 03 de setembro de Banca Examinadora Prof. Rosivaldo de Lima Lucena, Doutor Orientador - UFPB/CCSA/DA Prof. Arturo Rodrigues Felinto, Mestre Examinador - UFPB/CCSA/DA Prof. Orlando Gomes da Silva, Mestre Examinador IESP Faculdades

5 DEDICATÓRIA Dedico esta vitória, primeiramente, a Deus por me guiar e iluminar durante toda essa trajetória de vida, aos meus pais (Antônio e Maria da Cruz) por seus ensinamentos e pela confiança em mim depositado. Aos meus irmãos (Evaldo e Elisângela) por estarem sempre ao meu lado e pelo companheirismo. A minha avó (Duzinha) por seu amor e pelo exemplo de vida. A minha esposa e filha (Poliana e Flávia) pela compreensão e por entender minhas ausências. E aos meus familiares e amigos pelo apoio e incentivo dado em todos os momentos na conquista deste objetivo.

6 AGRADECIMENTOS A Deus, por permitir que vivamos e aprendamos. Ao meu orientador, Professor Rosivaldo de Lima Lucena, por quem tive a honra e a grata satisfação de ser orientado neste trabalho, pelas sugestões e observações sempre muito oportunas e apropriadas, pelo respeito e consideração a mim demonstrado e pela maneira descontraída e amigável com que sempre conduziu as seções de orientação. Aos professores do Departamento de Administração, dos quais sempre tive um tratamento respeitoso e amigo. Aos integrantes do SESA, que sempre me dispensaram toda a atenção de que dispunham, com a cordialidade que lhes é peculiar. Ao Exército Brasileiro, Cmdo 1º Gpt E, Tenente-Coronel Domingos Sávio Dias Braga e Sargento Sandro Augusto Rodrigues, gerente e auxiliar do PEG-EB, respectivamente, pela maneira atenciosa e objetiva com que colaboraram com a realização do presente trabalho. A todos os meus companheiros de curso que sempre me trataram com respeito, amizade e confiança.

7 Você é aquilo que você faz continuamente. Excelência não pode ser uma eventualidade e sim um hábito. (Aristóteles)

8 RODRIGUES, Hélio Mendes. Avaliação de Desempenho Organizacional: Estudo de Caso no 1º Grupamento de Engenharia. João Pessoa, f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração)-Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, RESUMO O presente trabalho de conclusão de curso retrata o estudo acerca da avaliação de desempenho organizacional no Comando do 1º Grupamento de Engenharia, organização militar do Exército Brasileiro, localizada em João Pessoa PB, após a implantação do Programa de Excelência Gerencial, e teve como objetivo verificar a existência de uma sistemática de avaliação de desempenho organizacional, assim como analisar os principais indicadores de desempenho organizacional utilizados pela Organização Militar (OM) na sistemática de avaliação adotada. Para tanto se efetuou uma fundamentação teórica que contemplasse os clássicos da avaliação de desempenho organizacional, renomadamente conhecidos como Kaplan e Norton, Miranda e Silva, Hronec, Schmidt, as publicações contidas em bancos de teses e dissertações tais como o da Universidade de São Paulo, Universidade Federal Santa Catarina e da Universidade Federal da Paraíba, além de revistas, livros e periódicos que tratam de um assunto que apesar da sua pouca idade tem sido tratado com muita ênfase nos dias atuais, que é avaliação de desempenho organizacional. Para alcançar o objetivo da pesquisa utilizou-se do método dedutivo, por meio da pesquisa descritiva e explicativa, com entrevista estruturada, observação participativa e investigação documental, utilizando-se como sujeito da pesquisa o gerente do programa, seu auxiliar e outros que puderam fornecer informações. Os dados, essencialmente qualitativos, foram analisados e retiradas conclusões para apresentação de possíveis sugestões. Os dados foram tratados conforme a natureza das informações obtidas na pesquisa. Concluiu-se, então, que existe uma sistemática de avaliação de desempenho organizacional no 1º Gpt E, baseado nos modelos de excelência em Gestão Pública, que constam de sete critérios de excelência do GESPÚBLICA, quais sejam liderança, estratégias e planos, cidadão e sociedade, informação e conhecimento, pessoas, processos e resultados. Por fim, foram analisados oito indicadores de desempenho que fazem parte do resultado do relatório de avaliação anual do 1º Gpt. Palavras-chave: Avaliação de Desempenho. Excelência Gerencial. Exército Brasileiro. Indicador de Desempenho.

9 LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS BSC Balanced Scorecard Cmdo 1º Gpt E Comando do 1º Grupamento de Engenharia CMNE Comando Militar do Nordeste DEC Departamento de Engenharia e Construção DOC Diretoria de Obras de Cooperação EB Exército Brasileiro EME Estado-Maior do Exército FNQ Fundação Nacional da Qualidade GESPÚBLICA Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização OM Organização Militar OMDS Organização Militar Diretamente Subordinada PQGF Prêmio Nacional da Gestão Pública PNQ Prêmio Nacional da Qualidade PEG-EB Programa Excelência Gerencial do Exército Brasileiro PQSP Programa na Qualidade do Serviço Público SISPEG Sistema do Programa Excelência Gerencial 7ª RM-7ª DE Comando da 7ª Região Militar e 7ª Divisão de Exército

10 LISTA DE QUADROS LISTA DE ILUSTRAÇÕES Quadro 1: Modelos/Sistemas de Medição de Desempenho LISTA DE FIGURAS Figura 1: Estrutura Organizacional à qual o 1º Gpt E está subordinado Figura 2: Estrutura Organizacional do 1º Gpt E Figura 3: Critérios de Excelência nos quais o PEG-EB se baseia... 41

11 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... Delimitação do Tema e Formulação do Problema de Pesquisa... Objetivos... Objetivo Geral... Objetivos Específicos... Justificativa... FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA... Evolução da Avaliação de Desempenho Organizacional... Avaliação de Desempenho nas Organizações... Indicadores de Desempenho Outros Sistemas de Avaliação de Desempenho Organizacional... Excelência Gerencial... Conceituação... Fundamentos da Excelência Gerencial... Programa Excelência Gerencial no Exército Brasileiro Metodologia Utilizada na Avaliação do PEG-EB... Caracterização da Organização... Histórico da Organização... Estrutura Organizacional... PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS... Método de Abordagem... Tipo de Pesquisa... Ambiente da Pesquisa... Sujeitos da Pesquisa... Coleta de Dados... Instrumentos e Técnicas de Pesquisa... Tratamento dos Dados... ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS... Reflexão sobre Excelência Gerencial... Excelência Gerencial Programa Excelência Gerencial do Exército Brasileiro... Funcionamento do PEG... Estrutura... Sistema de Avaliação... Envolvimento do Púbico Interno... Diretrizes (Missão, Visão de Futuro, Valores)... Alinhamento Estratégico por Parte da Organização... Padronização do Desempenho de Excelência Alcançado... Analise Crítica de Desempenho... Melhoria da Gestão... Principais Melhorias da Gestão para os 7 Critérios... Resultados Alcançados

12 Principais Resultados para os Indicadores Estratégicos... CONCLUSÃO... Consecução dos Objetivos Específicos... Considerações Finais Limitações da Pesquisa REFERÊNCIAS... APÊNDICE A... ANEXO A... ANEXO B... ANEXO C... ANEXO D... ANEXO E... ANEXO F... ANEXO G... ANEXO H... ANEXO I

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO JOBSON AUGUSTO DE MELO COUTINHO O SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA DO MARKETING DE RELACIONAMENTO PARA A EMPRESA ABELARDO.COM

A IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA DO MARKETING DE RELACIONAMENTO PARA A EMPRESA ABELARDO.COM UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO EPITÁCIO PESSOA PEREIRA DINIZ

Leia mais

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS 0 UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS LUIZ PAULO RONCHI FREITAS AS FUNÇÕES DA CONTROLADORIA E O PERFIL DO CONTROLLER NAS EMPRESAS INTEGRANTES DOS PRINCIPAIS

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL

A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO PLANALTO CENTRAL Aprovadas pela Portaria SESu/MEC Nº. 368/08 (DOU 20/05/2008) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DE VIDA PARA O TRABALHADOR NA GRÁFICA E EDITORA

Leia mais

Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual

Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual Pedro Bruno Barros de Souza Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação

Leia mais

FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ROSANGELA APARECIDA PEREIRA

FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ROSANGELA APARECIDA PEREIRA FACULDADE CENECISTA DE CAMPO LARGO GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO ROSANGELA APARECIDA PEREIRA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO: ESTUDO SOBRE OS ESTILOS DE LIDERANÇA E O QUE ELES INFLUENCIAM A MOTIVAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

O Poder Legislativo e a Imprensa: estudo crítico da cobertura das Comissões Permanentes da Câmara dos Deputados pela imprensa escrita.

O Poder Legislativo e a Imprensa: estudo crítico da cobertura das Comissões Permanentes da Câmara dos Deputados pela imprensa escrita. Câmara dos Deputados Centro de Formação e Treinamento CEFOR Programa de Pós-Graduação Nara Lucia de Lima O Poder Legislativo e a Imprensa: estudo crítico da cobertura das Comissões Permanentes da Câmara

Leia mais

TRAJETÓRIA DOS MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA EM UMA INDÚSTRIA DE MINERAÇÃO LOCALIZADA NA PARAÍBA

TRAJETÓRIA DOS MECANISMOS DE APRENDIZAGEM TECNOLÓGICA EM UMA INDÚSTRIA DE MINERAÇÃO LOCALIZADA NA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CAMPUS DE JOÃO PESSOA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO SERVIÇO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

CAPA elemento obrigatório.

CAPA elemento obrigatório. CAPA elemento obrigatório. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA NOME DO SETOR DO CURSO NOME DO DEPARTAMENTO OU COORDENAÇÃO NOME DO CURSO Nome da Instituição, do Setor, do Departamento e do Curso. Fonte

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL FACIPLAC

FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL FACIPLAC FACULDADES INTEGRADAS DA UNIÃO EDUCACIONAL DO PLANALTO CENTRAL FACIPLAC TERCEIRIZAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL UM ESTUDO DE CASO NA AGÊNCIA DO GAMA-DF DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL DENIVALDO MARTINS

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS POR UM ATACADO DE FERRAGENS LOCALIZADO EM CRICIÚMA-SC

AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS POR UM ATACADO DE FERRAGENS LOCALIZADO EM CRICIÚMA-SC UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE - UNESC CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS COM LINHA ESPECÍFICA EM COMÉRCIO EXTERIOR ANA PAULA FRASSON DALSASSO AVALIAÇÃO DO GRAU DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES EM RELAÇÃO

Leia mais

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA A elaboração da monografia deve ter como referência a ABNT NBR 14724/ 2006, a qual destaca que um trabalho acadêmico compreende elementos pré-textuais,

Leia mais

O uso das tic s no processo de ensino aprendizagem: o blog como ferramenta pedagógica

O uso das tic s no processo de ensino aprendizagem: o blog como ferramenta pedagógica UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEH CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES FFP SG FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO O uso das tic s no processo de ensino aprendizagem: o

Leia mais

Experiência: MUDANÇA ORGANIZACIONAL EM BUSCA DA EXCELÊNCIA

Experiência: MUDANÇA ORGANIZACIONAL EM BUSCA DA EXCELÊNCIA Experiência: MUDANÇA ORGANIZACIONAL EM BUSCA DA EXCELÊNCIA Comissão Nacional de Energia Nuclear Instituto de Engenharia Nuclear Ministério da Ciência e Tecnologia Responsável: Isaac José Obadia - Coordenador-Geral

Leia mais

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL Alessandro Siqueira Tetznerl (1) : Engº. Civil - Pontifícia Universidade Católica de Campinas com pós-graduação em Gestão de Negócios

Leia mais

b) supervisionar o cumprimento desta política pelas entidades integrantes do Sistema Sicoob;

b) supervisionar o cumprimento desta política pelas entidades integrantes do Sistema Sicoob; 1. Esta Política institucional de gestão de pessoas: Política institucional de gestão de pessoas a) é elaborada por proposta da área de Gestão de Pessoas da Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob

Leia mais

Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública

Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização GesPública O QUE É GESPÚBLICA? Programa do Ministério do Planejamento e Gestão voltado para orientar os órgãos públicos, baseado na avaliação continuada

Leia mais

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve.

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve. Balanced Scorecard BSC 1 2 A metodologia (Mapas Estratégicos e Balanced Scorecard BSC) foi criada por professores de Harvard no início da década de 90, e é amplamente difundida e aplicada com sucesso em

Leia mais

Módulo 3: O Metódo Balance Scorecard (BSC)

Módulo 3: O Metódo Balance Scorecard (BSC) ENAP Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gestão da Estratégia com uso do BSC Conteúdo para impressão Módulo 3: O Metódo Balance Scorecard (BSC) Brasília 2014

Leia mais

CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES ABC: UMA APLICAÇÃO EM UMA ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR UNIVERSITÁRIA. Ernani Mendes Botelho

CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES ABC: UMA APLICAÇÃO EM UMA ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR UNIVERSITÁRIA. Ernani Mendes Botelho UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES ABC: UMA APLICAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 FACULDADE 7 DE SETEMBRO FA7 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL COM HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA OPORTUNIDADE EM MARKETING: O GRANDE PRÊMIO BRASIL 2010 DE FÓRMULA 1 E O CRESCIMENTO DE VENDAS DE PRODUTOS

Leia mais

5 Conclusão e Considerações Finais

5 Conclusão e Considerações Finais 5 Conclusão e Considerações Finais Neste capítulo são apresentadas a conclusão e as considerações finais do estudo, bem como, um breve resumo do que foi apresentado e discutido nos capítulos anteriores,

Leia mais

Impactos da Gestão Estratégica da Câmara dos Deputados na atuação da Secretaria de Controle Interno.

Impactos da Gestão Estratégica da Câmara dos Deputados na atuação da Secretaria de Controle Interno. Maristela Paiva Impactos da Gestão Estratégica da Câmara dos Deputados na atuação da Secretaria de Controle Interno. Projeto de pesquisa apresentado à Coordenação como parte das exigências do curso de

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais

CORPO, JOVENS E PRÁTICA DE MUSCULAÇÃO

CORPO, JOVENS E PRÁTICA DE MUSCULAÇÃO UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE DESPORTO CORPO, JOVENS E PRÁTICA DE MUSCULAÇÃO Um estudo em freqüentadores de academia na região do Grande Porto Dissertação apresentada com vista à obtenção do grau

Leia mais

TRANSTORNO DO AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

TRANSTORNO DO AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL FACULDADE MÉTODO DE SÃO PAULO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA ERIKA DE SOUZA NOGUEIRA JENIFFER OLIVEIRA RODRIGUES COSTA JESSICA PRISCILLA TESLENCO MARTINS PINHEIRO TRANSTORNO DO AUTISTA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Leia mais

RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias

RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias A. A OPORTUNIDADE A.1 Qual foi a oportunidade de melhoria de gestão (problema, desafio, dificuldade), solucionada pela prática

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO O Curso Técnico em Segurança do Trabalho estabelece em seu Plano Pedagógico de Curso a realização do Estágio Curricular

Leia mais

PADRÃO DO SISTEMA DE GESTÃO

PADRÃO DO SISTEMA DE GESTÃO Emitente QUALIDADE E GESTÃO Revisão: 00 Pág. 1/5 Nome Data Elaboração Verificação Aprovação Núcleo de Gestão e Qualidade. Núcleo de Gestão e Qualidade Alta Direção (subprefeito, coordenadores, chefe de

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MAYRA ROSANA SILVA BRAZ

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MAYRA ROSANA SILVA BRAZ UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MAYRA ROSANA SILVA BRAZ ANÁLISE DOS ASPECTOS ERGONÔMICOS NOS POSTOS DE TRABALHO INFORMATIZADOS: UM ESTUDO DE CASO

Leia mais

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5. 5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.2 Capa... 48 5.3 Folha de rosto... 51 5.4 Errata... 53

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS 2013

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS 2013 NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS 2013 Jaciara-MT COMPOSIÇÃO DA MONOGRAFIA MONOGRAFIA Recebe nº página CAPA FOLHA DE ROSTO FOLHA DE APROVAÇÃO DEDICATÓRIA (OPCIONAL) AGRADECIMENTO (OPCIONAL) EPIGRAFE

Leia mais

1 Introdução. 2 O Modelo Gerencial na Administração Pública

1 Introdução. 2 O Modelo Gerencial na Administração Pública 2 1 Introdução A fiscalização pelo uso mais racional dos recursos públicos arrecadados pelo Estado tem crescido consideravelmente nos últimos anos. Como conseqüência, os gestores perceberam a necessidade

Leia mais

Proposta para otimização de processos licitatórios na Companhia Brasileira de Trens Urbanos - CBTU

Proposta para otimização de processos licitatórios na Companhia Brasileira de Trens Urbanos - CBTU Adriana Fonseca Lins Proposta para otimização de processos licitatórios na Companhia Brasileira de Trens Urbanos - CBTU Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

A Retenção de Clientes no Setor de Ensino: Estudo de Caso em um Curso de Inglês

A Retenção de Clientes no Setor de Ensino: Estudo de Caso em um Curso de Inglês Adriana Lúcia de Escobar Chaves A Retenção de Clientes no Setor de Ensino: Estudo de Caso em um Curso de Inglês Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau

Leia mais

Avaliação do Impacto do Sistema de Rastreamento de Veículos na Logística

Avaliação do Impacto do Sistema de Rastreamento de Veículos na Logística Luis Cláudio Bernardo Moura Avaliação do Impacto do Sistema de Rastreamento de Veículos na Logística Dissertação de Mestrado (Opção profissional) Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão

O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão Esse artigo tem como objetivo apresentar estratégias para assegurar uma equipe eficiente em cargos de liderança, mantendo um ciclo virtuoso

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

RECOMENDAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO RECOMENDAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Relatórios Técnico-Científicos Segundo a NBR 10.719, define-se o relatório técnico-científico como um documento que relata

Leia mais

Curso Balanced Scorecard como ferramenta de Gestão por Indicadores

Curso Balanced Scorecard como ferramenta de Gestão por Indicadores Curso Balanced Scorecard como ferramenta de Gestão por Indicadores O Planejamento Estratégico deve ser visto como um meio empreendedor de gestão, onde são moldadas e inseridas decisões antecipadas no processo

Leia mais

Metodologia do Trabalho Científico

Metodologia do Trabalho Científico Metodologia do Trabalho Científico Diretrizes para elaboração de projetos de pesquisa, monografias, dissertações, teses Cassandra Ribeiro O. Silva, Dr.Eng. METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Porque escrever

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE GESTÃO PÚBLICA E DESBUROCRATIZAÇÃO GESPÚBLICA

PROGRAMA NACIONAL DE GESTÃO PÚBLICA E DESBUROCRATIZAÇÃO GESPÚBLICA Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN 6º ENCONTRO NACIONAL DOS OBSERVATÓRIOS SOCIAIS PAINEL 1 EFICIÊNCIA DA GESTÃO MUNICIPAL PROGRAMA NACIONAL DE GESTÃO PÚBLICA

Leia mais

MARCOS RAFAEL TONIETTO A RELAÇÃO ENTRE CULTURA INFANTIL E SABERES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA PRÁTICA DOCENTE COM CRIANÇAS PEQUENAS

MARCOS RAFAEL TONIETTO A RELAÇÃO ENTRE CULTURA INFANTIL E SABERES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA PRÁTICA DOCENTE COM CRIANÇAS PEQUENAS MARCOS RAFAEL TONIETTO A RELAÇÃO ENTRE CULTURA INFANTIL E SABERES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA PRÁTICA DOCENTE COM CRIANÇAS PEQUENAS CURITIBA 2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ MESTRADO EM EDUCAÇÃO A RELAÇÃO

Leia mais

TCC E MONOGRAFIA PARA BARUERI

TCC E MONOGRAFIA PARA BARUERI TCC E MONOGRAFIA PARA BARUERI Somos um grupo de profissionais oferecendo serviços como consultores teses, dissertações e trabalhos de pesquisa. Entramos com doutorados e mestres da carreira, como Bacharel

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS - DIPLOMAÇÃO E MONOGRAFIA

ORIENTAÇÕES BÁSICAS - DIPLOMAÇÃO E MONOGRAFIA INSTITUTO DE FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO TEOLÓGICA- IFETE-CURSOS LIVRES Rua João Dias de Carvalho, 78. Alto da Expectativa. Sobral/CE CEP: 62041-570 Fone: (88)3611-3160/(88)3611-7630 acadêmico@ifete.com.br / academico2@ifete.com.br

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA ELABORAÇÃO DE ATIVIDADES EXPERIMENTAIS PARA O ENSINO DE REAÇÕES QUÍMICAS ELABORADAS SEGUNDO A NOÇÃO

Leia mais

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6.

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6. Sumário Resumo de Qualificações... 2 Atuação no Mercado... 3 Formação Profissional... 5 Contatos... 6 Página 1 de 6 Resumo de Qualificações Consultora responsável pela organização e gestão da RHITSolution,

Leia mais

Distribuição Eletrônica na Hotelaria: Desenvolvimento de Serviços para a Internet

Distribuição Eletrônica na Hotelaria: Desenvolvimento de Serviços para a Internet Leonardo Pimenta de Mello Distribuição Eletrônica na Hotelaria: Desenvolvimento de Serviços para a Internet Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP

CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP 2011 ESTRUTURA 1 ELEMENTOS DE PRÉ-TEXTO 1.1 Capa 1.2 Lombada descendente 1.3 Folha de rosto 1.4 Folha de aprovação 1.5 Dedicatória 1.6 Agradecimentos 1.7 Epígrafe

Leia mais

ALUNO: TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ALUNO: TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 3cm ESCOLAS E FACULDADES QI CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA UNIDADE: 12 - Viamão 6cm 12cm ALUNO: 15cm TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Porto Alegre 2015 2cm 3cm ESCOLAS E FACULDADES QI CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Leia mais

Juntos nos multiplicamos.

Juntos nos multiplicamos. Juntos nos multiplicamos. 1 + 1 = 11 Juntos nos multiplicamos. Quem somos Estamos aqui para transformar organizações em empresas de sucesso. Convergir conhecimento, visão sistêmica e resultado, buscando

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE UM RELATÓRIO TÉCNICO Eurípedes de Medeiros Junior 1 Mara Matos

Leia mais

FACULDADE BATISTA BRASILEIRA NOME DO AUTOR TÍTULO

FACULDADE BATISTA BRASILEIRA NOME DO AUTOR TÍTULO FACULDADE BATISTA BRASILEIRA NOME DO AUTOR TÍTULO Salvador 2008 NOME DO AUTOR TÍTULO Relatório Técnico Científico de Estágio Supervisionado apresentado ao Curso de Administração, Faculdade Batista Brasileira,

Leia mais

ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade

ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade Consultoria ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade Demonstre o seu compromisso com a qualidade e a satisfação dos seus clientes O Sistema de Gestão da Qualidade tem a função de suportar o alinhamento

Leia mais

APÊNDICE A FICHA DE ACOMPANHAMENTO DO TCC

APÊNDICE A FICHA DE ACOMPANHAMENTO DO TCC APÊNDICE A FICHA DE ACOMPANHAMENTO DO TCC MÉDIA PARCIAL: ( ) M1 ( ) M2 ( ) M3 ACADÊMICO: CÓDIGO DE MATRÍCULA: PROF. ORIENTADOR: Nº ENC. DATA DA ORIENTAÇÃO INÍCIO HORÁRIO ASSUNTOS ABORDADOS DURANTE AS REALIZOU

Leia mais

FACULDADE DO GUARUJÁ - FAGU PROJETO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 2013. Elaborado por: Professor Mestre Nelson Speranza Filho

FACULDADE DO GUARUJÁ - FAGU PROJETO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 2013. Elaborado por: Professor Mestre Nelson Speranza Filho FACULDADE DO GUARUJÁ - FAGU PROJETO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 2013 Elaborado por: Professor Mestre Nelson Speranza Filho Guarujá 2º semestre de 2013 SUMÁRIO DAS ATIVIDADES 1. APRESENTAÇÃO GERAL

Leia mais

Melhores Práticas em Balanced Scorecard

Melhores Práticas em Balanced Scorecard Comunicações 254 MELHORES PRÁTICAS EM BALANCED SCORECARD Melhores Práticas em Balanced Scorecard Representante do BNDES: Paulo Cesar de Araujo Barcellos, administrador e gerente do Departamento de Estratégia

Leia mais

Hospital das Clínicas

Hospital das Clínicas A Experiência da Implantação do Modelo de Gestão de Excelência no Sistema HC- FMUSP Marisa Madi Della Coletta Junho - 2009 Perfil Hospital das Clínicas Autarquia do Estado de São Paulo Secretaria de Estado

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA PEDAGOGIA JACKELINE CORREA MARINS

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA PEDAGOGIA JACKELINE CORREA MARINS FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA PEDAGOGIA JACKELINE CORREA MARINS EDUCAÇÃO LEGISLATIVA E FORMAÇÃO DE SERVIDORES PÚBLICOS DO PODER LEGISLATIVO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NITERÓI 2007 Jackeline Correa

Leia mais

MOTIVOGRAMA (PERFIL DO MOTIVOGRAMA INDIVIDUAL)

MOTIVOGRAMA (PERFIL DO MOTIVOGRAMA INDIVIDUAL) MOTIOGRAMA (PERFIL DO MOTIOGRAMA INDIIDUAL) Instruções ocê encontrará nas páginas seguintes 30 proposições diferentes para ler e avaliar. Cada uma delas apresenta duas alternativas possíveis. ocê deverá

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE

ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE FERNANDO RODRIGO NASCIMENTO GUSE i ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE EMPRESA: Globalmind Serviços em Tecnologia da Informação LTDA. SETOR: Infra Estrutura SUPERVISOR:

Leia mais

DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA TCC2

DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA TCC2 UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA COORDENAÇÃO ADJUNTA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

Governança de TI. Aguinaldo Aragon Fernandes, Dsc. Vladimir Ferraz de Abreu

Governança de TI. Aguinaldo Aragon Fernandes, Dsc. Vladimir Ferraz de Abreu Governança de TI Aguinaldo Aragon Fernandes, Dsc. Vladimir Ferraz de Abreu Palestrantes Professor Doutor Aguinaldo Aragon Fernandes. Bacharel em Administração pela UFRGS Mestre em Ciências em Administração

Leia mais

Administração Judiciária

Administração Judiciária Administração Judiciária Planejamento e Gestão Estratégica Claudio Oliveira Assessor de Planejamento e Gestão Estratégica Conselho Superior da Justiça do Trabalho Gestão Estratégica Comunicação da Estratégia

Leia mais

Principal Projeto: Implementação do PEG-SEDEC

Principal Projeto: Implementação do PEG-SEDEC Principal Projeto: Implementação do PEG-SEDEC PROGRAMA EXCELÊNCIA GERENCIAL DA SEDEC ( PEG SEDEC ) 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS a. O PEG-SEDEC é a ferramenta de implementação da estratégia de melhoria da

Leia mais

MBA Executivo Liderança e Desenvolvimento de Pessoas

MBA Executivo Liderança e Desenvolvimento de Pessoas MBA Executivo Liderança e Desenvolvimento de Pessoas Proposta do curso: O curso de MBA Executivo em Liderança e Desenvolvimento de Pessoas proporciona ao participante o conhecimento sobre liderança, motivação

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS COMO ELABORAR ORIENTAÇÕES IMPORTANTES CARTA DE SERVIÇOS. 1) Carta de Serviços. 2) Finalidades

CARTA DE SERVIÇOS COMO ELABORAR ORIENTAÇÕES IMPORTANTES CARTA DE SERVIÇOS. 1) Carta de Serviços. 2) Finalidades COMO ELABORAR CARTA DE SERVIÇOS ORIENTAÇÕES IMPORTANTES 1) Carta de Serviços É um documento elaborado por uma organização pública que visa informar aos cidadãos quais os serviços prestados por ela, como

Leia mais

MODELO. (Fonte arial ou times new Roman o tamanho da fonte estará entre parênteses) Nome do Aluno (14) N. RA: (14) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (16)

MODELO. (Fonte arial ou times new Roman o tamanho da fonte estará entre parênteses) Nome do Aluno (14) N. RA: (14) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (16) MODELO (Fonte arial ou times new Roman o tamanho da fonte estará entre parênteses) Nome do Aluno (14) N. RA: (14) CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (16) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO (16) SÃO PAULO (12) 2014

Leia mais

Seminário Em Busca da Excelência 2008

Seminário Em Busca da Excelência 2008 Seminário Em Busca da Excelência 2008 IEL/SC - Implementação de sistema de gestão com base nos fundamentos da excelência Natalino Uggioni Maio, 2008 1 IEL em Santa Catarina Integrante da FIESC Federação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DIANA LIMA DOS SANTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DIANA LIMA DOS SANTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DIANA LIMA DOS SANTOS LOGÍSTICA DE TRANSPORTES PARA A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA NA BAHIA: ANÁLISE QUALITATIVA

Leia mais

Gestão Hospitalar O caso de hospitais privados do Rio de Janeiro

Gestão Hospitalar O caso de hospitais privados do Rio de Janeiro Alexandre Cunha Lobo de Melo Gestão Hospitalar O caso de hospitais privados do Rio de Janeiro Dissertação de mestrado Dissertação de mestrado apresentada ao Departamento de Administração da Pontifícia

Leia mais

Controle de estoque de peças de reposição: revisão da literatura e um estudo de caso

Controle de estoque de peças de reposição: revisão da literatura e um estudo de caso Rafael Paradella Freitas Controle de estoque de peças de reposição: revisão da literatura e um estudo de caso Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau

Leia mais

O CASNAV E O PROCESSO DE EVOLUÇÃO DA MARINHA DO BRASIL

O CASNAV E O PROCESSO DE EVOLUÇÃO DA MARINHA DO BRASIL O CASNAV E O PROCESSO DE EVOLUÇÃO DA MARINHA DO BRASIL Seminário das Organizações Reconhecidas PQGF Ciclo 2010 CF (T) Sérgio L. D. Delamare www.casnav.mar.mil.br Sumário Motivação para a palestra Inovações

Leia mais

ANA CLÁUDIA FINGER O PRINCÍPIO DA BOA-FÉ NO DIREITO ADMINISTRATIVO

ANA CLÁUDIA FINGER O PRINCÍPIO DA BOA-FÉ NO DIREITO ADMINISTRATIVO ANA CLÁUDIA FINGER O PRINCÍPIO DA BOA-FÉ NO DIREITO ADMINISTRATIVO Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de mestre em Direito do Estado, Curso de Pós- Graduação em Direito,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Campus de Francisco Beltrão Estágio Supervisionado em Administração

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Campus de Francisco Beltrão Estágio Supervisionado em Administração UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Campus de Francisco Beltrão Estágio Supervisionado em Administração Formulário de Roteiro do Diagnóstico Organizacional Seqüência das partes

Leia mais

Modelos, Métodos e Técnicas de Planejamento

Modelos, Métodos e Técnicas de Planejamento UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Faculdade de Filosofia e Ciências Câmpus de Marília Departamento de Ciência da Informação Modelos, Métodos e Técnicas de Planejamento Profa. Marta Valentim Marília 2014 Modelos,

Leia mais

INDICADORES DE DESEMPENHO

INDICADORES DE DESEMPENHO MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO PROGRAMA EXCELÊNCIA GERENCIAL INDICADORES DE DESEMPENHO Sistema de Medição do Desempenho Organizacional (Nota de Instrução) ÍNDICE DOS ASSUNTOS 2 CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO...3

Leia mais

Quanto aos meios, trata-se de uma pesquisa bibliográfica, documental, telematizada e pesquisa de campo, conforme descrito abaixo:

Quanto aos meios, trata-se de uma pesquisa bibliográfica, documental, telematizada e pesquisa de campo, conforme descrito abaixo: 3 METODOLOGIA Apresenta-se a seguir a descrição da metodologia utilizada neste trabalho com o objetivo de expor os caminhos que foram percorridos não só no levantamento dos dados do estudo como também

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS IESGO FACULDADES IESGO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS IESGO FACULDADES IESGO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS IESGO FACULDADES IESGO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA MANUAL DE NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA FORMOSA/GO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REALIZADO NA UNIDADE BÁSICA DE SÁUDE VILA GAÚCHA PRISCILA DOS SANTOS LEDUR Porto Alegre 2011 PRISCILA DOS

Leia mais

Bibliografia. A Estratégia em Ação. Kaplan e Norton na Prática. David Norton e Robert Kaplan Editora Campus

Bibliografia. A Estratégia em Ação. Kaplan e Norton na Prática. David Norton e Robert Kaplan Editora Campus Balanced Scoredcard Bibliografia A Estratégia em Ação David Norton e Robert Kaplan Editora Campus Kaplan e Norton na Prática David Norton e Robert Kaplan Editora Campus GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO DA QUALIDADE

Leia mais

Douglas Filenga TGA I. Tópicos do módulo: a)campo de atuação profissional; b)perspectivas organizacionais;

Douglas Filenga TGA I. Tópicos do módulo: a)campo de atuação profissional; b)perspectivas organizacionais; Administração Douglas Filenga TGA I Tópicos do módulo: a)campo de atuação profissional; b)perspectivas organizacionais; c) Habilidades profissionais; d)influências históricas. Campo de atuação: Os diferentes

Leia mais

Prof. Adilson Spim Gestão da Qualidade ISO 9001:2008 1

Prof. Adilson Spim Gestão da Qualidade ISO 9001:2008 1 Certificação NBR Requisitos A partir da versão 1994, a série ISO 9000 passou a ser conhecida como família ISO 9000 ; leva em conta duas situações, a contratual e não contratual; Para a situação não contratual

Leia mais

O Guia de Boas Práticas em Licenciamento Ambiental e Meio Ambiente Vale

O Guia de Boas Práticas em Licenciamento Ambiental e Meio Ambiente Vale O Guia de Boas Práticas em Licenciamento e Meio Ambiente Vale CONTEXTO E OBJETOS DO GUIA Guia de Boas Práticas em Licenciamento e Meio Ambiente Vale Contexto e Objetos do Guia O Guia de Boas Práticas em

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP CURSO: Ciências Contábeis

UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP CURSO: Ciências Contábeis UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP CURSO: Ciências Contábeis MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR Prezado aluno: A princípio, receba meus sinceros parabéns por ter chegado ao final do curso de Ciências

Leia mais

Portaria Nr 026/DCT, 31 Mar 06 (IR 13-07) INSTRUÇÕES REGULADORAS PARA EMPREGO SISTÊMICO DA INFORMÁTICA NO EXÉRCITO BRASILEIRO IREMSI DAS GENERALIDADES

Portaria Nr 026/DCT, 31 Mar 06 (IR 13-07) INSTRUÇÕES REGULADORAS PARA EMPREGO SISTÊMICO DA INFORMÁTICA NO EXÉRCITO BRASILEIRO IREMSI DAS GENERALIDADES Portaria Nr 026/DCT, 31 Mar 06 (IR 13-07) INSTRUÇÕES REGULADORAS PARA EMPREGO SISTÊMICO DA INFORMÁTICA NO EXÉRCITO BRASILEIRO IREMSI DAS GENERALIDADES Art.1º As presentes intruções regulam a sistematização

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GERENCIAMENTO DOS RECURSOS HUMANOS, BASEADA NA METODOLOGIA DO PMI (PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE) Amanda Ramires Moreira

Leia mais

Para tanto, ter um processo estruturado de Auditorias Internas é um componente importante no tema Gestão por Processos.

Para tanto, ter um processo estruturado de Auditorias Internas é um componente importante no tema Gestão por Processos. Se uma das etapas importantes do PDCA é o planejamento (Plan), outra, pode-se dizer que é a execução (Do), devido ao controle que deve ser realizado nos processos para que estes ocorram conforme planejado.

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO (BALANCED SCORECARD - BSC) 2010 2014. Fone: (47) 433.2351 www.simpesc.org.br

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO (BALANCED SCORECARD - BSC) 2010 2014. Fone: (47) 433.2351 www.simpesc.org.br PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO (BALANCED SCORECARD - BSC) 2010 2014 Sumário - Desafios das Organizações - Histórico do Trabalho - Breve Conceituação BSC - Apresentação do Mapa Estratégico - Objetivos Estratégicos

Leia mais

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 INTRODUÇÃO Sobre o Relatório O relatório anual é uma avaliação do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FDC sobre as práticas

Leia mais

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. PRIMEIROS PASSOS 2.1 Desvendando o trabalho científico: o que é uma monografia jurídica? 2.2 Tipos de trabalhos científicos 2.2.1 Artigo científico 2.2.2 Paper 2.2.3 Sinopse 2.2.4

Leia mais

O trabalho de pesquisa é a procura de respostas para algum problema pela aplicação de métodos científicos.

O trabalho de pesquisa é a procura de respostas para algum problema pela aplicação de métodos científicos. 1 Manual de TCC O Trabalho de Conclusão de Curso, como o próprio nome indica, deve ser apresentado pelos alunos no final do curso de graduação. Trata-se de um estudo sobre um tema específico ligado a área

Leia mais

LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE

LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA LIDERANÇA SITUACIONAL E EMPREENDEDORA GESTÃO AMBIENTAL E DA QUALIDADE MUITOS DOS PROBLEMAS MAIS CRÍTICOS NÃO ESTÃO NO MUNDO DAS COISAS, MAS NO MUNDO DAS PESSOAS. DESENVOLVIMENTO: APTIDÕES TÉCNICAS >>> HABILIDADES SOCIAIS CIÊNCIAS BEM SUCEDIDAS X CIÊNCIAS MAL SUCEDIDAS. -

Leia mais

Balanced Scorecard. by Edmilson J. Rosa

Balanced Scorecard. by Edmilson J. Rosa Balanced Scorecard Balanced Scorecard O Balanced Scorecard, sistema de medição de desempenho das empresas, foi criado por Robert Kaplan e David Norton, professores da Harvard Business School. Tendo como

Leia mais

AU A L U A A 6 REDAÇÃ Ç O C IENTÍFICA

AU A L U A A 6 REDAÇÃ Ç O C IENTÍFICA REDAÇÃO CIENTÍFICA AULA 6 Conteúdo principal para uma dissertação Elementos pré-textuais; Elementos textuais; Elementos pós-textuais. Elementos pré-textuais de uma dissertação Capa; Folha de rosto; Ficha

Leia mais

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS Vanice Ferreira 12 de junho de 2012 GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais DE QUE PROCESSOS ESTAMOS FALANDO? GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL - "QDO" 5. ALGUNS ESCLARECIMENTOS SOBRE QDO

QUESTIONÁRIO DE DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL - QDO 5. ALGUNS ESCLARECIMENTOS SOBRE QDO QUESTIONÁRIO DE DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL - "QDO" 1. FOLHA DE RESULTADOS DO QDO 2. PERFIL E INTERPRETAÇÃO DO D.O. 3. FUNDAMENTAÇÃO 4. INTERPRETAÇÃO DO DIAGNÓSTICO 5. ALGUNS ESCLARECIMENTOS SOBRE QDO 6.

Leia mais

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 Paula Carina de Araújo paulacarina@ufpr.br 2014 Pesquisa Pesquisa Atividade básica da ciência

Leia mais